Marcelo Alves dos Santos Junior

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7310416640102173
  • Última atualização do currículo em 14/01/2019


Marcelo Alves dos Santos Junior é doutorando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e mestre pela mesma instituição. Em 2013, formou-se bacharel em Comunicação Social Jornalismo da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ); com período de Intercâmbio Acadêmico na New Mexico State University (NMSU). Atualmente, faz parte do Laboratório de Mídia, Democracia e Instituições Políticas - Lamide. Realiza pesquisas no campo de Comunicação Política, Eleições, Sistemas Partidários, Opinião Pública, Polarização, Análise de Redes Sociais e Mídias Sociais. Email: marceloalves.ufsj@hotmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Alves dos Santos Junior
Nome em citações bibliográficas
DOS SANTOS, M. A.;DOS SANTOS, Marcelo Alves;ALVES, Marcelo Santos


Formação acadêmica/titulação


2016
Doutorado em andamento em Comunicação.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Coxinhas contra petralhas: Fla-Flu político e lógicas de visibilidade do fandom nas mídias sociais,
Orientador: Afonso de Albuquerque.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Comunicação Politica; Audiência; Fãs; Mídias Sociais; Análise de redes sociais.
2014 - 2016
Mestrado em Comunicação.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Vai pra Cuba!!! A Rede Antipetista na eleição de 2014,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Afonso de Albuquerque.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Comunicação Politica; Eleição; Antipetismo; Direita; Facebook.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comunicação Política.
2009 - 2013
Graduação em Comunicação Social: Jornalismo.
Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ, Brasil.
Título: A construção das agendas midiáticas políticas: uma análise comparativa da cobertura do Portal UOL sobre os protestos de junho de 2013.
Orientador: Luiz Ademir de Oliveira.




Formação Complementar


2017 - 2017
Introdução à Programação em R. (Carga horária: 60h).
Data Science Academy, DSA, Brasil.
2017 - 2017
Estatística Básica. (Carga horária: 60h).
Coursera, COURSERA, Brasil.
2016 - 2016
Grupos Focais. (Carga horária: 20h).
Centro de Estudos da Faculdade de Engenharia da UERJ, CEFEN, Brasil.
2016 - 2016
Raspagem e Mineração de Dados para Jornalistas. (Carga horária: 32h).
Knight Center, JC, Estados Unidos.
2014 - 2014
Networking Life. (Carga horária: 60h).
University of Pennsylvania, UPENN, Estados Unidos.
2014 - 2014
Introdução à Visualização de Dados e Infografia. (Carga horária: 60h).
Knight Center, JC, Estados Unidos.
2014 - 2014
Social Network Analysis. (Carga horária: 60h).
University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.
2014 - 2014
Metodologias em Ciências Sociais: Introdução ao R. (Carga horária: 60h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2012 - 2012
Political Communication. (Carga horária: 60h).
New Mexico State University, N.M.S.U., Estados Unidos.
2012 - 2012
Introduction to Creative Media Industry. (Carga horária: 60h).
New Mexico State University, N.M.S.U., Estados Unidos.
2012 - 2012
Media and Society. (Carga horária: 60h).
New Mexico State University, N.M.S.U., Estados Unidos.
2012 - 2012
Video Production. (Carga horária: 60h).
New Mexico State University, N.M.S.U., Estados Unidos.
2011 - 2011
Comunicação Empresarial. (Carga horária: 60h).
Comtexto, COMTEXTO, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio Docência, Carga horária: 4
Outras informações
Disciplina Monitoramento de Redes Colaborativas


Inovità Imagem e Produção, INOVITA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Assessor de Comunicação, Carga horária: 20


Instituto Brasileiro de Museus, IBRAM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Assessoria de Imprensa, Carga horária: 20


Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20


Atitude Cultural, AT, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Assessor, Carga horária: 10


Editora Folha das Vertentes LTDA, FDV, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Repórter, Carga horária: 30

Atividades

09/2009 - 12/2010
Estágios , Editora Folha das Vertentes LTDA, .

Estágio realizado
durante um ano e quatro meses, com prática nas funções de apuração, redação, edição, fotografia e chefia de redação..

Vértice Inteligência, VÉRTICE, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Sócio-Diretor, Enquadramento Funcional: Analista


Instituto Brasileiro de Análise de Dados, IBPAD, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Colaborador
Outras informações
Professor da disciplina de Análise de Redes Sociais para Mídias Sociais



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Propagação e repercussão de conteúdo jornalístico em sites de redes sociais: fatores de difusão e interpretação de notícias

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Diógenes Lycarião Barreto de Sousa em 09/08/2015.
Descrição: O presente projeto de pesquisa parte das seguintes questões: o que faz algumas notícias de política terem altos níveis de propagação em redes sociais online e outras terem baixa ou nenhuma propagação? O que faz com que alguns artigos de jornalismo online sejam seguidos de uma onda, na própria Internet, de apoio ou repúdio a determinador ator ou ação política e outros artigos noticiosos acabem não tendo um compartilhamento, uma curtida ou qualquer tipo de engajamento? Para responder a essas perguntas, essa pesquisa visa identificar os principais fatores que incidem sobre os padrões de difusão e interpretação do conteúdo jornalístico produzido por provedores de notícias em diferentes países do mundo. Essa pesquisa visa, com isso, esclarecer aspectos que a literatura especializada sobre a difusão de conteúdo jornalístico em redes sociais online não conseguiu, até o presente momento, evidenciar com precisão.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcelo Alves dos Santos Junior - Integrante / Diógenes Lycarião - Coordenador / Jakson Alves de Aquino - Integrante / Aline de Sousa Moura - Integrante / Ana Beatriz Leite de Souza - Integrante.
2016 - Atual
Coxinhas contra petralhas: Fla-Flu político e lógicas de visibilidade do fandom nas mídias sociais
Descrição: Este projeto se propõe a estudar, por meio da integração de métodos de análise semântica e estrutural de redes, as diversas lógicas da comunicação política que acionam campos de linguagens e práticas da cultura fã nas mídias sociais. A disputa eleitoral brasileira de 2014 evidenciou na internet um fenômeno que a imprensa chamou de Fla-Flu político, ou seja, discussões públicas fortemente personalizadas e apaixonadas entre amigos ou desconhecidos que se posicionavam em lados opostos na escolha do seu candidato. Essas disputas revelam um universo acadêmico ainda pouco explorado, do qual emergem diversas questões em nosso trabalho. Com o objetivo de preencher esta lacuna, oferecemos a chave de leitura da atividade fã como perspectiva analítica essencial, a fim de desvendar problemas e impasses que as abordagens tradicionais deixam em aberto. A hipótese é que as transformações contemporâneas da comunicação política condicionam comportamentos das audiências que são similares aos fãs de produtos cultura pop ou de esportes. Ao analisar a partir da ferramenta teórica dos estudos sobre fãs as redes de canais que surgem nas mídias sociais para debater política podemos lançar luz sobre uma diversificada gama de práticas da audiência, como o intenso envolvimento afetivo, criação de códigos de interpretação coletivos, linguagem pop e práticas de sociabilidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcelo Alves dos Santos Junior - Coordenador.
2014 - 2016
A banalização do discurso do ódio: análise da esfera de páginas de oposição radical no Facebook na eleição presidencial de 2014.
Descrição: Esse projeto se dedica à análise da esfera de páginas de oposição radical no Facebook durante o pleito presidencial de 2014. Depois da virada à esquerda na América Latina e de três mandatos consecutivos do Partido dos Trabalhadores, percebe-se considerável quantidade de fluxo de informação reacionária nas redes sociais digitais. Um conjunto de fan-pages se articula em função do ataque aos agentes governistas de situação como inimigos corruptos que devem ser destruídos a qualquer custo. Essas críticas são mobilizadas de forma a fazer referência às expressões políticas cotidianas e partem do profundo descontentamento e desilusão com as instituições tradicionais. Além disso, acionam o cinismo e as emoções para gerar um ambiente de medo e negatividade no país. Utilizando a combinação complementar de métodos de análise de redes sociais, mapeamento e etnografia digital, investiga-se as razões que possibilitaram o surgimento da esfera do ódio e como os usuários se comportam como haters anti-petistas nas listas de comentários do Facebook. Contextualiza-se o estudo com o ressurgimento da extrema-direita populista europeia e das novas direitas brasileiras, buscando ressaltar as diferenças dessas manifestações com os discursos não-partidários online..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcelo Alves dos Santos Junior - Coordenador.
2010 - 2012
O papel da imprensa mineira na construção dos cenários políticos à disputa pela Presidência da República e ao governo de Minas Gerais em 2010
Descrição: A pesquisa desenvolve uma análise de conteúdo quantitativa e qualitativa da cobertura política dos dois principais jornais mineiros - O Estado de Minas e O Tempo - tomando como foco a disputa pela Presidência da República e a eleição para o governo de Minas Gerais em 2010. A intenção é verificar como os jornais atuaram na construção dos cenários políticos, que tratamento deram aos candidatos, quais as temáticas mais agendadas e se houve uma postura tendenciosa por parte da imprensa mineira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Alves dos Santos Junior - Integrante / Luiz Ademir de Oliveira - Coordenador / Fernando de Resende Chaves - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2015 - 2015
Explorando práticas de monitoramento de mídias sociais em instituições públicas
Descrição: A contribuição deste projeto será desenvolvida a partir da combinação de duas perspectivas técnico-metodológica, a saber: os estudos de propagação e de repercussão. Nesse sentido, propomos integrar no monitoramento de mídias sociais duas abordagens: (1) a investigação das redes de propagação, ou seja, os padrões de relacionamento e de conversação que emergem na disseminação de um conteúdo nas mídias sociais; e (2) os processos interpretativo-semânticos que se estabelecem na repercussão do tema nos ambientes de discussão online. A última etapa de nosso método pretende relacionar o estudo empírico com as estratégias e planejamento geral da marca contratante, com o intuito de compreender qual o impacto e a conversão de capital dos dados levantados para a empresa, ou seja, insere a investigação no plano geral de comunicação e da marca, a fim de contextualizar a prática de pesquisa empírica com as estratégias e metas do contratante..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcelo Alves dos Santos Junior - Integrante / Afonso Albuquerque - Coordenador / Maria Elizabeth - Integrante.


Membro de corpo editorial


2014 - 2014
Periódico: Contracampo (UFF)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comunicação Política.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Comunicação / Subárea: Cibercultura.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Melhor dissertação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFF em 2016. Selecionada para o prêmio Compós de Teses e Dissertações, Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFF.
2014
Melhor artigo na categoria Mestrado do GT Comunicação e Poder, Congresso de Estudantes de Pós-Graduação em Comunicação (Coneco).
2014
Cartografia das Redes da Revolta: Fluxos Políticos Reacionários no Facebook selecionado no GT 05 como finalista do Prêmio Comunicon 2014, PPGCOM ESPM.
2014
Artigo selecionado para composição da Revista Comtempo no 10º Interprogramas de Mestrado na Cásper, Cásper Líbero.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DOS SANTOS, M. A.2018 DOS SANTOS, M. A.; LYCARIAO, D. ; AQUINO, J. A. . The Virtuous Cycle of News Sharing on Facebook: Effects of Platform Affordances and Journalistic Routines on News Sharing. New Media & Society, v. 1, p. 1-Online First, 2018.

2.
CASTELLANO, M.2018CASTELLANO, M. ; MEIMARIDIS, M. ; ALVES, Marcelo Santos . ?Game of Spoilers?: Disputas no Consumo da Ficção Seriada Televisiva. REVISTA COMUNICAÇÃO MIDIÁTICA (ONLINE), v. 12, p. 113-128, 2018.

3.
ALVES, Marcelo Santos2017 ALVES, Marcelo Santos. Campanha não oficial ? A Rede Antipetista na eleição de 2014. REVISTA FRONTEIRAS (ONLINE), v. 19, p. 102-119, 2017.

4.
CASTELLANO, M.2017CASTELLANO, M. ; MEIMARIDIS, M. ; ALVES, Marcelo Santos . Game of Spoilers: Adapted Works and Fan Consumption Disputes in Brazil. Intensities: Journal of Cult Media, v. 9, p. 74-86, 2017.

5.
ALVES, Marcelo Santos2017ALVES, Marcelo Santos. Redes de campanha na eleição do Rio de Janeiro em 2016. REVISTA COMPOLITICA, v. 7, p. 87-118, 2017.

6.
STEIBEL, Fabro2017STEIBEL, Fabro ; ALVES, Marcelo Santos ; KONOPACKI, Marco . Fighting Corruption Alone: Civic Participation in OGP Anti-Corruption Commitments. Revue Internationale des Gouvernements Ouverts, v. 6, p. 1-32-32, 2017.

7.
LYCARIÃO, DIÓGENES2016 LYCARIÃO, DIÓGENES ; DOS SANTOS, Marcelo Alves . Bridging semantic and social network analyses: the case of the hashtag #precisamosfalarsobreaborto (we need to talk about abortion) on Twitter. Information, Communication & Society, v. 19, p. 1-18, 2016.

8.
ALVES, Marcelo Santos2016ALVES, Marcelo Santos. Coxinhas e petralhas: o fandom político como chave de análise da audiência criativa nas mídias sociais. REVISTA GEMInIS, v. 1, p. 117-146, 2016.

9.
ALBUQUERQUE, A.2016ALBUQUERQUE, A. ; PAULA, Carolina de ; MAGALHAES, E. ; ALVES, Marcelo Santos . Redes de campanha de pré-candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro. Em Debate (Belo Horizonte), v. 8, p. 8-23, 2016.

10.
ALBUQUERQUE, A.2015ALBUQUERQUE, A. ; MAGALHAES, E. ; ALVES, Marcelo Santos . O ciberativismo no Brasil. CADERNOS ADENAUER (SÃO PAULO), v. 3, p. 75-95, 2015.

11.
MEIMARIDIS, M.2015MEIMARIDIS, M. ; ALVES, Marcelo Santos ; OLIVEIRA, T. M. . Da frustração ao entusiasmo: uma análise da relação entre fãs e spoilers no Twitter. Culturas Midiáticas, v. 15, p. 16-31, 2015.

12.
ALVES, Marcelo Santos2015ALVES, Marcelo Santos. Entre a guerrilha virtual e a polarização das redes: apontamentos teórico-metodológicos sobre marketing político-eleitoral no Facebook. Comunicação & Mercado - Revista Internacional de Ciências Sociais Aplicadas da UNIGRAN, v. 4, p. 136-150, 2015.

13.
ALVES, Marcelo Santos2015ALVES, Marcelo Santos. Estratégias de referencialidade à política cotidiana no Facebook. Revista Eletrônica CoMtempo, v. 7, p. 2015-13, 2015.

14.
ALVES, Marcelo Santos2014ALVES, Marcelo Santos. A Rede de Oposição Radical no Facebook: cartografia e apontamentos sobre os haters políticos. Revista de Estudos da Comunicação (Impresso), v. 15, p. 309-324, 2014.

15.
ALVES, Marcelo Santos2014ALVES, Marcelo Santos. Cartografia das Redes da Revolta: fluxos políticos de oposição radical no Facebook. Revista Contemporânea (UERJ. Online), v. 2, p. 106-120, 2014.

16.
DOS SANTOS, M. A.2013DOS SANTOS, M. A.; OLIVEIRA, L.A. . Os enquadramentos na cobertura da eleição presidencial de 2010 do jornal Estado de Minas. Iniciacom: revista brasileira de iniciacao cientifica em comunicacao social, v. 5, p. 1-19, 2013.

17.
FALCO, A.2012FALCO, A. ; ALVES, Marcelo Santos . O agendamento do factoide Farc no Estado de Minas durante a eleição presidencial. Iniciacom: revista brasileira de iniciacao cientifica em comunicacao social, v. 4, p. 1-23, 2012.

18.
OLIVEIRA, L.A.2012OLIVEIRA, L.A. ; DOS SANTOS, M. A. . O posicionamento do Estado de Minas na eleição presidencial de 2010. Revista Científica da FAMINAS, v. 7, p. 105-123, 2012.

Capítulos de livros publicados
1.
ALVES, Marcelo Santos. Mapeamento das fan-pages políticas no Facebook. In: SILVA, Tarcízio; BUCKSTEGGE, Jaqueline; ROGEDO, Pedro. (Org.). Estudando Cultura e Comunicação com Mídias Sociais. 1ed.São Paulo: IBPAD, 2018, v. 1, p. 204-224.

2.
ALVES, Marcelo Santos. Abordagens de coleta de dados nas mídias sociais. In: Silva, Tarcízio; Stabile, Max. (Org.). Monitoramento e Pesquisa em Mídias Sociais Metodologias, aplicações e inovações. 1ed.São Paulo: Uva Limão, 2016, v. 1, p. 67-84.

3.
ALVES, Marcelo Santos. Com política não se brinca? As interações dos usuários com a fan page da Prefeitura de Curitiba no Facebook. In: Alessandra Maia. (Org.). Com política não se brinca? As interações dos usuários com a fan page da Prefeitura de Curitiba no Facebook. 1ed.Rio Grande do Sul: Buqui, 2015, v. , p. 132-142.

4.
ALVES, Marcelo Santos. Um estudo sobre o processo de construção da agenda do Portal UOL durante os protestos de Junho de 2013. In: Daniela Rocha; Luiz Ademir de Oliveira; Paulo Roberto Figueira Leal; Roberto Gondo. (Org.). Comunicação, eleições e redemocratização brasileira. 1ed.São Paulo: Politicom, 2014, v. , p. 103-105.

5.
ALVES, Marcelo Santos; OLIVEIRA, L.A. . A eleição presidencial nas páginas do jornal Estado de Minas: um estudo sobre pseudo-acontecimento. In: Daniela Rocha; Roberto Gondo; Adolpho Queiroz. (Org.). O Prisma Político Eleitoral pelas Mensagens Comunicacionais. 1ed.São Paulo: Editora Mackenzie, 2012, v. , p. 108-122.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ALVES, Marcelo Santos. O novo cenário da comunicação política. Observatório da Imprensa, 24 abr. 2012.

2.
ALVES, Marcelo Santos. Comunicação política no Brasil. Observatório da Imprensa, 27 mar. 2012.

3.
ALVES, Marcelo Santos; Oliveira, AG ; Riceputi, G ; HEYDEN, JE . O sensacional e o grotesco. Observatório da Imprensa, 31 out. 2011.

4.
ALVES, Marcelo Santos. A organização da esfera pública. Observatório da Imprensa, 25 jul. 2011.

5.
ALVES, Marcelo Santos. A organização da esfera pública. Observatório da Imprensa, 25 jul. 2011.

6.
ALVES, Marcelo Santos; OLIVEIRA, L.A. . Um estudo sobre um pseudo-acontecimento. Observatório da Imprensa, 27 jun. 2011.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ARAUJO, R. ; ALVES, Marcelo Santos . Altmetria e atenção online da produção de pesquisadores brasileiros: análise dos bolsistas de produtividade do CNPq. In: 6º ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA e CIENTOMETRIA (6º EBBC), 2018, Rio de Janeiro. Anais do 6º ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA e CIENTOMETRIA (6º EBBC), 2018.

2.
ARAUJO, R. ; ALVES, Marcelo Santos . The altmetric performance of publications authored by Brazilian researchers: analysis of CNPq productivity scholarship holders País da publicação: Brasil. In: 6º ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA e CIENTOMETRIA (6º EBBC), 2018, Rio de Janeiro. Arvix, 2018.

3.
ALVES, Marcelo Santos. Mapeamento e Categorização da Esfera Política no Facebook. In: Anais do 11° Encontro da ABCP, 2018, Curitiba. Anais do 11° Encontro da ABCP, 2018.

4.
ALVES, Marcelo Santos. Mobilização da militância: redes de campanha na eleição do Rio de Janeiro de 2016. In: 7 Encontro Nacional da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação Política (Compolítica), 2017, Porto Alegre. Anais do Compolítica 7, 2017. v. 1. p. 1-25.

5.
JOATHAN, I. ; ALVES, Marcelo Santos . Campanha negativa não oficial no Twitter: uma análise das redes de ataque aos candidatos na disputa pela Prefeitura do Rio em 2016. In: 41º Encontro Anual da Anpocs, 2017, Caxambu. Anais do 41º Encontro Anual da Anpocs, 2017. p. 1.

6.
ALVES, Marcelo Santos; LYCARIÃO, DIÓGENES ; AQUINO, J. A. . O ciclo virtuoso da difusão de notícias no Facebook. In: 41o Encontro Anual da Anpocs, 2017, Caxambu. Anais do 41o Encontro Anual da Anpocs, 2017.

7.
ALVES, Marcelo Santos. Quem os partidos seguem no Facebook? As redes partidárias no Brasil. In: 7° Seminário Nacional de Sociologia e Política, 2016, Curitiba. Anais do 7° Seminário Nacional de Sociologia e Política, 2016.

8.
ALVES, Marcelo Santos. AGENTES DE CAMPANHA NÃO-OFICIAL: A Rede Antipetista na eleição de 2014. In: Cómpos 2016 - XXV COMPÓS: GOIÂNIA/GO, 2016, São Paulo. Anais da Cómpos 2016 - XXV COMPÓS: GOIÂNIA/GO, 2016.

9.
LYCARIAO, D. ; ALVES, Marcelo Santos . Combinando Análise de Conteúdo com Análise de Redes Sociais: o caso da hashtag #vamosfalarsobreaborto em uma rede ego no Twitter. In: VI Seminário Nacional de Sociologia & Política, 2015, Curitiba. Anais do VI Seminário Nacional de Sociologia & Política, 2015. p. 1-22.

10.
ALVES, Marcelo Santos. A retórica da instransigência no discurso de canais antipetistas no Facebook durante a eleição de 2014. In: XIV Congresso Internacional de Comunicação Ibercom, 2015, São Paulo. XIV Congresso Internacional de Comunicação Ibercom 2015 - Anais. São Paulo: Ibercom, 2015. p. 603-613.

11.
MEIMARIDIS, M. ; ALVES, Marcelo Santos . Da Frustração ao Entusiasmo: Uma Análise da Relação entre Fãs e Spoilers no Twitter. In: Comunicon, 2015, São Paulo. Anais do Comunicon 2015. São Paulo: ESPN, 2015. p. 1-15.

12.
ALVES, Marcelo Santos. Os Haters políticos: monitoramento e mapeamento dos hubs de oposição e do discurso de ódio no Facebook. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2014, Foz do Iguaçu. Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2014.

13.
ALVES, Marcelo Santos. Cartografia das Redes da Revolta: Fluxos Políticos Reacionários no Facebook. In: 4º Congresso Internacional de Comunicação e Consumo, 2014, São Paulo. Anais do 4º Congresso Internacional de Comunicação e Consumo, 2014.

14.
ALVES, Marcelo Santos. REFERENCIALIDADE À POLITICA COTIDIANA COMO ESTRATÉGIA NA ESFERA DE PÁGINAS DE OPOSIÇÃO RADICAL NO FACEBOOK. In: 10º Interprogramas de Mestrado da Casper, 2014, São Paulo. Anais do 10º Interprogramas de Mestrado da Casper, 2014.

15.
ALVES, Marcelo Santos. Entre a guerrilha virtual e a polarização das redes: apontamentos teórico-metodológicos sobre marketing político-eleitoral no Facebook. In: XIII Congresso Nacional de Marketing Político, 2014, São Paulo. Anais do XIII Congresso Nacional de Marketing Político, 2014.

16.
ALVES, Marcelo Santos. Fãs políticos: proposta de categorização e de análise do fandom político no contexto brasileiro. In: 7º Simpósio Nacional da Abciber, 2014, São Paulo. Anais do 7º Simpósio Nacional da Abciber, 2014.

17.
ALVES, Marcelo Santos. Com política não se brinca? As interações dos usuários com a fan- page da Prefeitura de Curitiba no Facebook. In: 7º Congresso dos Estudantes de Comunicação (Coneco), 2014, Rio De Janeiro. Anais do 7º Congresso dos Estudantes de Comunicação (Coneco), 2014.

18.
ALVES, Marcelo Santos. Framing the Brazilian Presidential Election of 2010: a cross-cultural analysis. In: 1º Congresso Internacional de Letras, Artes e Cultura, 2013, São João del-Rei. Anais do Congresso de Letras, Artes e Cultura, 2013.

19.
ALVES, Marcelo Santos. Um estudo sobre os processos de construção da agenda do Portal Uol durante os protestos de junho 2013. In: XII Congresso Nacional de Marketing Político, 2013, Juiz de Fora. Anais do XII Congresso Nacional de Marketing Político, 2013.

20.
ALVES, Marcelo Santos. A indiferença e o jogo político na cobertura do Estado de Minas acerca da eleição presidencial de 2010. In: XVII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sudeste, 2012, Ouro Preto. Congresso de Ciências de Comunicação na Região Sudeste. Ouro Preto: Editora Ufop, 2012. v. 17.

21.
OLIVEIRA, L.A. ; ALVES, Marcelo Santos . A eleição presidencial nas páginas do jornal Estado de Minas: um estudo sobre pseudo-acontecimento. In: X Congresso Brasileiro de Marketing Político, 2011, São Paulo. Anais do X Polilticom. São Paulo: Editora da Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, L.A. ; ALVES, Marcelo Santos . As eleições de 2010 no Estado de Minas: um estudo sobre enquadramento e valência. In: 19º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, 2011, São Paulo. Anais do 19° SIICUSP, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
ARAUJO, R. ; ALVES, Marcelo Santos . Altmetria e atenção online da produção de pesquisadores brasileiros: análise dos bolsistas de produtividade do CNPq. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
ALVES, Marcelo Santos. Mapeamento e categorização da esfera política brasileira no Facebook. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
ALVES, Marcelo Santos. MOBILIZAÇÃO DA MILITÂNCIA: redes de campanha na eleição do Rio de Janeiro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ALVES, Marcelo Santos; LYCARIÃO, DIÓGENES ; AQUINO, J. A. . O ciclo virtuoso da difusão de notícias. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
ALVES, Marcelo Santos. Quem os partidos seguem no Facebook? As redes partidárias no Brasil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
ALVES, Marcelo Santos; TAVARES, CAMILLA QUESADA . Análise de redes sociais aplicada à comunicação política: uma proposta metodológica. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
ALVES, Marcelo Santos. A retórica da intransigência no discurso de canais antipetistas no Facebook durante a eleição de 2014. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
LYCARIAO, D. ; DOS SANTOS, M. A. . Combinando Análise de Conteúdo com Análise de Redes Sociais: o caso da hashtag #vamosfalarsobreaborto em uma rede ego no Twitter. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
MEIMARIDIS, M. ; ALVES, Marcelo Santos . Da Frustração ao Entusiasmo: Uma Análise da Relação entre Fãs e Spoilers no Twitter. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
LYCARIAO, D. ; ALVES, Marcelo Santos . Bridging semantic and network analysis in SNS: the case of the hashtag #precisamosfalarsobreaborto (we need to talk about abortion) in an ego network on Twitter. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
ALBUQUERQUE, A. ; MAGALHAES, E. ; ALVES, Marcelo Santos . Party Logic and Social Media in Brazil: the Blogosfera Progressista and the Anti-PT Network. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
ALVES, Marcelo Santos. REFERENCIALIDADE À POLITICA COTIDIANA COMO ESTRATÉGIA NA ESFERA DE PÁGINAS DE OPOSIÇÃO RADICAL NO FACEBOOK. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
ALVES, Marcelo Santos. Cartografia das Redes da Revolta: Fluxos Políticos Reacionários no Facebook. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
ALVES, Marcelo Santos. Os Haters políticos: monitoramento e mapeamento dos hubs de oposição e do discurso do ódio no Facebook. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
ALVES, Marcelo Santos. Com política não se brinca? As interações dos usuários com a fan-page da Prefeitura de Curitiba no Facebook. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
ALVES, Marcelo Santos. Fãs políticos: proposta de categorização e de análise do fandom político no contexto brasileiro. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
ALVES, Marcelo Santos. Entre a guerrilha virtual e a polarização das redes: apontamentos teórico-metodológicos sobre marketing político-eleitoral no Facebook. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
ALVES, Marcelo Santos. O balanço da cobertura do Estado de Minas sobre a eleição presidencial de 2012. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
ALVES, Marcelo Santos. Esfera pública, cidadania e mídia: baixa participação política e precária institucionalização em São João del-Rei. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ALVES, Marcelo Santos. Projeto do Laboratório de Observação de Redes Digitais da Universidade Federal Fluminense. 2014.

Trabalhos técnicos
1.
ALVES, Marcelo Santos; MAGALHAES, E. ; PAULA, Carolina de . Vertice Inteligência - Os prefeitáveis do Rio de Janeiro no Facebook. 2016.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
ALVES, Marcelo Santos. A rede do antipetismo no Facebook. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
ALVES, Marcelo Santos. Quem são os políticos que lideram nas mídias sociais?. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
MAGALHAES, E. ; PAULA, Carolina de ; ALVES, Marcelo Santos . Vértice Inteligência. 2015; Tema: Campanha eleitoral na internet. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica


Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
OLIVEIRA, T. M.; POLIVANOV, Beatriz; DOS SANTOS, M. A.. Participação em banca de Kamilla de Oliveira Freitas Vasconcelos.Monitoramento Estratégico de Redes Sociais Análise da Repercussão Sobre o Aumento da Tarifa de Ônibus na Cidade do Rio de Janeiro. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Estudos de Mídia) - Universidade Federal Fluminense.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11° Encontro da ABCP. Mapeamento e Categorização da Esfera Política no Facebook. 2018. (Congresso).

2.
1° Simpósio de Inteligência Qualitativa em Mídias Sociais IBPAD. 2016. (Simpósio).

3.
7º Seminário Nacional de Sociologia e Política.Quem os partidos seguem no Facebook? As redes partidárias no Brasil. 2016. (Seminário).

4.
Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação (Compós). AGENTES DE CAMPANHA NÃO-OFICIAL: A Rede Antipetista na eleição de 2014. 2016. (Congresso).

5.
Eleições na Rede: novos rumos da democracia digital nas eleições de 2016. 2016. (Encontro).

6.
6º Seminário Nacional de Sociologia e Política.Combinando Análise de Conteúdo com Análise de Redes Sociais: o caso da hashtag #vamosfalarsobreaborto em uma rede ego no Twitter. 2015. (Seminário).

7.
XIV Congresso Ibero-Americano de Comunicação. A retórica da intransigência no discurso de canais antipetistas no Facebook durante a eleição de 2014. 2015. (Congresso).

8.
10º Interprogramas de Mestrado Cásper Líbero.REFERENCIALIDADE À POLITICA COTIDIANA COMO ESTRATÉGIA NA ESFERA DE PÁGINAS DE OPOSIÇÃO RADICAL NO FACEBOOK. 2014. (Encontro).

9.
7º Congresso de Estudantes de Pós-Graduação em Comunicação (Coneco). Com política não se brinca? As interações dos usuários com a fan-page da Prefeitura de Curitiba. 2014. (Congresso).

10.
7º Simpósio Nacional da Abciber.Fãs políticos: proposta de categorização e de análise do fandom político no contexto brasileiro. 2014. (Simpósio).

11.
Congresso Internacional em Comunicação e Consumo (Comunicon). Cartografia das Redes da Revolta: Fluxos Políticos Reacionários no Facebook. 2014. (Congresso).

12.
III Colóquio Crítica da Cultura: A Política e as Letras. 2014. (Outra).

13.
XIII Congresso Nacional de Marketing Político - Politicom. Entre a guerrilha virtual e a polarização das redes: apontamentos teórico-metodológicos sobre marketing político-eleitoral no Facebook. 2014. (Congresso).

14.
XXXVII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Os Haters políticos: monitoramento e mapeamento dos hubs de oposição e do discurso de ódio no Facebook. 2014. (Congresso).

15.
1º Congresso Internacional de Letras, Artes e Cultura. Framing the Brazilian Presidential Election: a cross-cultural analysis. 2013. (Congresso).

16.
XII Congresso Nacional de Marketing Político. Um estudo sobre os processos de construção da agenda do Portal Uol durante os protestos de junho 2013. 2013. (Congresso).

17.
12º Congresso Nacional de Iniciação Científica. O balanço da cobertura do Estado de Minas sobre a eleição presidencial de 2010. 2012. (Congresso).

18.
19º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.As eleições de 2010 no Estado de Minas. 2011. (Simpósio).

19.
X Congresso Brasileiro de Marketing Político. A eleição presidencial nas páginas do jornal Estado de Minas: um estudo sobre pseudo-acontecimento. 2011. (Congresso).

20.
Congresso de Letras, Arte e Cultura. Esfera Pública, cidadania e mídia: baixa participação política e precária institucionalização. 2010. (Congresso).



Inovação



Projeto de desenvolvimento tecnológico



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/01/2019 às 4:43:45