Elenilda do Rosário Costa

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4814898287569906
  • Última atualização do currículo em 09/03/2018


Possui graduação em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Pará (2013). Tem especialização em Linguagem e Culturas na Amazônia (2014) e Mestrado em Linguagens e Saberes da Amazônia (2016). Atua principalmente nos seguintes temas: Alteridade, Gênero, Representação, Narrativas, Mito, Exemplum e Maravilhoso. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Elenilda do Rosário Costa
Nome em citações bibliográficas
COSTA, E. R.


Formação acadêmica/titulação


2014 - 2016
Mestrado em LINGUAGENS E SABERES NA AMAZÔNIA.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Título: Narrativas bragantinas: Exemplum, Maravilhoso e Alteridade,Ano de Obtenção: 2016.
Orientador: Sylvia Maria Trusen.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
2013 - 2014
Especialização em LINGUAGENS E CULTURAS NA AMAZONIA.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Título: Narrativas orais Bragantinas.
Orientador: Alessandra Fabricia Conde da Silva.
Bolsista do(a): Fundação de amparo e desenvolvimento da pesquisa, FADESP, Brasil.
2009 - 2013
Graduação em Letras - Português.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Título: Entre lobisomens e vampiros: a Literatura fantástica em sala de aula.
Orientador: ALESSANDRA FABRÍCIA CONDE DA SILVA.




Formação Complementar


2014 - 2014
CLI: Curso livre de inglês. (Carga horária: 50h).
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: BOLSISTA, Enquadramento Funcional: BOLSISTA, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2012 - 2013
ESTUDOS CLÁSSICOS E MEDIEVAIS NA HISTÓRIA E NA LITERATURA: GÊNEROS, DISCURSOS, RELIGIOSIDADE, USOS E COSTUMES DO PASSADO.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
VERSÃO E FICÇÃO: discursos, identidades e saberes em representações narrativas do nordeste paraense.
Descrição: O plano de trabalho Antropomorfologia da narrativa tem por objetivos registrar narrativas orais da região bragantina, transcrevê?las, compará?las com narrativas literárias, mas importante estruturar um modelo de analise de narrativas baseado nas ações antropomórficas do narrador, considerando o estudo e análise de atividades de populações tradicionais, especificamente religiosas, trazendo à discussão as narrativas orais como uma descoberta de saberes e fazeres do indivíduo que configura a peça principal do discurso, o narrador; em locais distintos (igreja, terreiro, associação...) encontram-se versões de fatos verossímeis relatados pelos mais diversos atores (padre, presidente de irmandade, pai de santo, esmoladores, marujas...) estabelecendo relações interculturais perceptíveis ao encontro dos discursos narrativos. Para tanto, utilizaremos os conceitos de Fernandes 2004, retratando o conhecimento como não absoluto, segundo ele, o conhecimento se faz de acordo com o contexto cultural; Barthes 1976, afirmando que a narrativa está ai, em todos os lugares, de todas as formas, em todos os gêneros. O procedimento metodológico está pautado em um estudo bibliográfico de textos relativos à teoria da narrativa, historia social, cultura e uma privilegiada pesquisa de campo para coletar, através da historia oral, um acervo de narrativas para que se possam fazer comparações com as narrativas literárias na sua modalidade escrita. Preliminarmente, concluiu-se que o que poderia passar despercebido torna-se agora visível através da antropomorfologia que privilegia os indivíduos com o esclarecimento de que muitas coisas estão por detrás de uma simples religião. A importância deste estudo para a teoria da narrativa é fazer com que se perceba uma nova proposta de ?olhar?, olhar as narrativas religiosas não somente como meras historias, mas como a exposição de experiências que contribui para a formação e consolidação de uma sociedade sem hipocrisias, que sabe e percebe que entre uma re.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2012 - 2013
MUSEU EM (RE)VISTA
Descrição: Seguindo a linha de orientação do Programa Nacional Arte na Escola, programa, cuja perspectiva consideramos, que é voltada à formação continuada dos docentes em Artes, sem desprezar as demais disciplinas, este projeto, Museu em (re)vista, visa desenvolver trabalhos que auxiliem os professores quanto ao processo de ensino-aprendizagem. Para tal, algumas ações nos regem, entre elas, os caminhos da leitura, sejam os da imagem (das Artes Plásticas), sejam os da palavra; enfoques pelas vias da cultura, do contato com o imaginário cultural dos povos. Nesse processo de ação e extensão, o projeto Museu em (re)vista objetiva valorizar as Artes e a cultura no circuito escolar, realocando os domínios artísticos, incentivando a fruição de imagens e palavras, antes pertencentes à esfera dos museus e do cânone literário. Desta forma, uma ação direcionada ao Museu de Arte Sacra da região bragantina mostra-se pertinente, uma vez que os museus são mais que um apoio complementar à educação formal, são, numa perspectiva emergente, uma experiência educativa independente da educação formal, o que conduz o fruidor, o visitante do museu a agir, interagir com mais liberdade. Por se tratar de uma continuação do projeto, nossas diretrizes foram alteradas: O projeto Museu em (re)vista propõe-se a conhecer algumas expressões culturais, a partir da Arte, das imagens expostas no Museu de Arte Sacra de Bragança-Pa. Assim, museus, cultura local, memória e o imaginário da região bragantina serão enfocados. A partir desse conhecimento, buscamos proporcionar ao aluno atividades que incentivem à prática da pesquisa, leitura e escrita, seguindo a visão de que o aluno deve ser o produtor de sua própria história. Na perspectiva de construir atividades interdisciplinares, buscamos utilizar os recursos tecnológicos como ferramenta de ensino-aprendizagem..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2012 - 2013
Juventude e Universidade: do desconhecido ao conhecido
Descrição: Capacitar 180 jovens universitários para a produção de vídeos que versam sobre a complexa diversidade de temas vinculados à relação entre juventude e universidade pública no estado do Pará..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .
Integrantes: Elenilda do Rosário Costa - Integrante / PÂMELA PAULA DE SOUZA NERI - Integrante / ALESSANDRA FABRÍCIA CONDE DA SILVA - Coordenador / Alice Souza Sobrinho - Integrante.


Membro de corpo editorial


2014 - 2015
Periódico: Nova Revista Amazônica


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Medieval.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura fantástica.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
COSTA, E. R.. DA IDADE MÉDIA AO SÉCULO XXI: A LINGUAGEM DO MARAVILHOSO EM ?UM SONHO. In: Raimunda Benedita Cristina Caldas, Larissa Fontinele de Alencar, Fernando Alves da Silva Júnior. (Org.). Inclusão e preservação de saberes para o bom viver. 1ed.São Carlos: Pedro e João Editores, 2015, v. 1, p. 171-182.

Artigos aceitos para publicação
1.
COSTA, E. R.; SILVA, A. F. C. . Exemplum, infância e manipulação discursiva em ?O menino?, narrativa amazônica oral.. A palavrada, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
COSTA, E. R.. Narrativas Bragantinas: Exemplum, Maravilhoso e Alteridade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
COSTA, E. R.. -NARRATIVAS ORAIS EM UM PORTAL PARA BRAGANÇA: É OU NÃO É? EIS A QUESTÃO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
COSTA, E. R.. Da idade média ao século XXI: a linguagem do maravilhoso em 'um sonho'. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
COSTA, E. R.. Museu para ler e escrever. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
COSTA, E. R.. ENTRE LOBISOMENS E VAMPIROS: A LITERATURA FANTÁSTICA EM SALA DE AULA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
COSTA, E. R.. Imagens do fol amor de Lancelot e Genevra d? A demanda do Santo Graal: delírios de amor e visões de terror. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
COSTA, E. R.. Debate regrado na construção de identidade.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
COSTA, E. R.. Literatura, Oralidade e tecnologia: propostas de ensino e aprendizagem. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
COSTA, E. R.. Afinal, não existe fórmula mágica! Conto e reconto!. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
COSTA, E. R.. O romance da papisa Joana: história imaginária. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
COSTA, E. R.. Entre vampiros e lobisomens: a literaura fantástica em sala de aula 2013 (trabalho de conclusão de curso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
COSTA, E. R.. O lugar do Maravilhoso na História . 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
COSTA, E. R.. Literatura Fantástica. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
COSTA, E. R.. Antropomorfologia da Narrativa. 2011. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XX Fórum de letras da UNAMA. Narrativas Bragantinas: Exemplum, Maravilhoso e Alteridade. 2017. (Exposição).

2.
Pré seminário tradução e interculturalidade. 2014. (Seminário).

3.
II Diálogos Interdisciplinares. 2013. (Outra).

4.
I SEMINÁRIO CINEDUCAÇÃO: IDEIAS E PROPOSTAS PARA O USO DE RECURSOS AUDIOVSUAIS NAS SALAS DE AULA. 2013. (Seminário).

5.
IV CIELLA. Museu para ler e escrever. 2013. (Congresso).

6.
II CICLO (IM)PERTINENTE: ARTE & RESISTÊNCIA. 2012. (Outra).

7.
II Seminário de Estudos Medievais da Paraíba Sábias, Guerreiras e Místicas.Imagens do fol amor de Lancelot e Genevra d? A demanda do Santo Graal: delírios de amor e visões de terror. 2012. (Seminário).

8.
I Jornada Metodológica de Letras. 2012. (Outra).

9.
V Mostra de extensão. A imagem como (Re)Descoberta da identidade e do ensino-aprendizagem. 2012. (Exposição).

10.
III feira do vestibular.Apresentação do curso de Letras. 2011. (Outra).

11.
Leitura e produção de Textos. 2011. (Oficina).

12.
I EBELLI. 2009. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
COSTA, E. R.. II simpósio de Linguagens e Saberes na Amazônia. 2013. (Outro).

2.
SILVA, A.F.C ; CHAVES, H.R. ; COSTA, E. R. ; NERI, P.P.S . I SEMINÁRIO DO PARFOR LETRAS III EBELLI. 2012. (Outro).

3.
COSTA, E. R.. Jornada Pedagógica. 2012. (Outro).

4.
COSTA, E. R.; TEIXEIRA, E. ; NORONHA, M. . VI JORNADA DE LETRAS. 2011. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
COSTA, E. R.. Museu para ler e escrever. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 8:35:49