Ricardo Borges Viana

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5907695308629566
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


- Doutorado em andamento pelo Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás (FM-UFG). - Mestre em Ciências da Saúde pela FM-UFG. - Especialista em Treinamento de Força pela Faculdade de Educação Física e Dança da Universidade Federal de Goiás (FEFD-UFG). - Especialista em Movimento Humano na Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia do Estado de Goiás (ESEFFEGO). - Especialista em Intervenção Profissional em Academia de Ginástica (2015-2016) pela FEFD-UFG. - Licenciado em Educação Física pela FEFD-UFG. - Licenciatura em Ciências do Desporto e Educação Física pela Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra (FCDEF-UC). - Professor Substituto (2015-2016) na FEFD-UFG. - Professor convidado no Centro de Estudos Avançados e Formação Integrada (CEAFI - Goiânia). - Professor convidado no instituto InSAÚDE Capacitação Profissional. - Experiência nas áreas de ensino: Anatomia Humana, Fisiologia Humana, Fisiologia do Exercício, Treinamento Físico e Avaliação Física. - Experiência nas áreas de pesquisa: Treinamento Físico, Fisiologia do Exercício e Biomecânica. - Pesquisador no Laboratório de Avaliação do Movimento Humano da Faculdade de Educação Física e Dança da Universidade Federal de Goiás (FEFD-UFG). - Membro efetivo do Grupo de Estudos em Exercício e Saúde (GESE) da FEFD-UFG. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ricardo Borges Viana
Nome em citações bibliográficas
VIANA, R. B.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Educação Física.
Universidade Federal de Goiás - UFG - Campus Samambaia
Campus Universitário
74690900 - Goiânia, GO - Brasil
Telefone: (62) 35211105
URL da Homepage: http://www.fef.ufg.br/


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em Ciências da Saúde.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Respostas posturais e do lactato sanguíneo durante um teste de esforço progressivo e máximo em jovens do sexo masculino,
Orientador: Prof. Dr. Claudio Andre Barbosa de Lira.
Coorientador: Prof. Dr. Mário Hebling Campos.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás, FAPEG/GO, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
2016 - 2017
Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Respostas fisiológicas durante o exergame Hollywood Workout no XBOX 360 Kinect® em jovens adultos do sexo masculino,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Prof. Dr. Claudio Andre Barbosa de Lira.
Palavras-chave: Consumo de oxigênio; Exergame; Gasto energético; Kinect®.
Grande área: Ciências da Saúde
2016 - 2018
Especialização em Treinamento de Força. (Carga Horária: 364h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Improving academic performance of sport and exercise science undergraduates students in gross anatomy using a near-peer teaching program.
Orientador: Prof. Dr. Claudio André Barbosa de Lira.
2016 - 2017
Especialização em Movimento Humano. (Carga Horária: 440h).
Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Título: Respostas cardiovasculares ao treinamento em circuito: um estudo de caso.
Orientador: Prof. Ms. Fábio Santana.
2015 - 2016
Especialização em Intervenção Profissional em Academia de Ginástica. (Carga Horária: 380h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Os exergames são ferramentas úteis a serem utilizadas em protocolos de reabilitação em populações clínicas?.
Orientador: Prof. Dr. Claudio Andre Barbosa de Lira.
2010 - 2015
Graduação em Licenciatura em Educação Física.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
com período sanduíche em Universidade de Coimbra (Orientador: Prof. Dr. José Luiz Cirqueira Falcão).
Título: Perfil antropométrico e somatotipo dos alunos ingressantes no curso de Licenciatura em Ciências do Desporto da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, nos anos de 2010 a 2012.
Orientador: Profª Drª Maria Sebastiana Silva.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Compreensão oral: estratégias (nível B1). (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2018 - 2018
Comunicação Intercultural nível B1. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2018 - 2018
Dissecação Humana DMORF-ICB. (Carga horária: 52h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2017 - 2017
Dissecação Humana DMORF-ICB. (Carga horária: 50h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2017 - 2017
Desenhando Ensaios Clínicos Randomizados na atividade física e saúde. (Carga horária: 4h).
Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde, SBAFS, Brasil.
2016 - 2016
Oficina de Estratégias e Elaboração de Instrumentos de Avaliação da Aprendi. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2016 - 2016
Fórum Conciliando ensino-aprendizagem nos espaços do SUS. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2016 - 2016
I Curso Introdutório da Liga Acadêmica de Nutrição em Esportes e Fisiologia. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2015 - 2015
Escolhendo seus exercícios! O que realmente funcio. (Carga horária: 4h).
Goiânia Capital Fitness, GCF, Brasil.
2015 - 2015
Exercício é remédio na doença. (Carga horária: 6h).
Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.
2015 - 2015
IX CURSO DE DISSECAÇÃO ANATÔMICA DO DMORF (ICB-89). (Carga horária: 50h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2015 - 2015
Fisiologia do Exercício. (Carga horária: 6h).
Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, CELAFISCS, Brasil.
2014 - 2014
Epidemiology: The Basic Science of Public Health.
UNIVERSITY OF NORTH CAROLINA AT CHAPEL HILL'S, UNC, Estados Unidos.
2014 - 2014
Life Fitness Synrgy360. (Carga horária: 8h).
LIFE FITNESS ACADEMY, LIFE FITNESS, Brasil.
2014 - 2014
FLEX SCHOOL. (Carga horária: 20h).
FLEX FITNESS CENTER, FLEX, Brasil.
2013 - 2013
INGLES IV. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2011 - 2012
Beginner Level in English - CEF A1. (Carga horária: 60h).
Curso Privado Inglês, CPI, Portugal.
2011 - 2011
Rugby Ready del IRB.
International Rugby Board, IRB, Portugal.
2011 - 2011
Orientação e Mobilidade das Pessoas c/ Def. Visual. (Carga horária: 12h).
Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, ACAPO, Portugal.
2011 - 2011
Fisiologia do exercício aplicada às ciências da sa. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2010 - 2010
MÓDULO DE GINÁSTICA COMPLETO E MUSCULAÇÃO. (Carga horária: 40h).
SOUL FITNESS, SOUL FITNESS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Renovação de contrato, vencimento em 31/07/2016.

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Professor Substituto na área de Práticas Corporais Coletivas, Atividade Física e Promoção da Saúde.

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Renovação de Contrado

Atividades

07/2016 - Atual
Ensino, Educação Física - Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anatomia Sistêmica Geral
Estágio Curricular Supervisionado III
Fisiologia do Exercício
01/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação Física, Faculdade de Educação Física e Dança.

03/2016 - 07/2016
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão e Políticas de Educação Física, Esporte e Lazer no Brasil (Matutino)
Gestão e Políticas de Educação Física, Esporte e Lazer no Brasil (Vespertino)
03/2016 - 07/2016
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Curricular Obrigatório III
10/2015 - 03/2016
Ensino, Dança, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Anatomia Sistêmica Geral
10/2015 - 03/2016
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia de Ensino e Pesquisa em Voleibol
Gestão e Políticas de Educação Física, Esporte e Lazer no Brasil
07/2015 - 07/2015
Ensino, Educação Física - Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Práticas Corporais no Campo da Saúde
05/2015 - 07/2015
Ensino, Educação Física - Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Práticas Corporais no Campo da Saúde
05/2015 - 07/2015
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão e Políticas de Educação Física, Esporte e Lazer no Brasil

Faculdade Araguaia, FARA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Convidado, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica do Exercício
08/2018 - Atual
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Medida e Avaliação em Educação Física e Esportes
02/2018 - 06/2018
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Medida e Avaliação em Educação Física e Esportes
02/2018 - 06/2018
Ensino, Educação Física, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica do Exercício


Linhas de pesquisa


1.
Respostas fisiológicas nos jogos eletrônicos com movimento
2.
Treinamento intervalado de Alta Intensidade


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Influência do uso do aparelho celular sobre variáveis fisiológicas, biomecânicas e posturais avaliadas durante a marcha

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 01/05/2017.
Descrição: O aparelho celular se tornou um objeto comum na vida dos brasileiros. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE (2013), 77,9% dos brasileiros com mais de 10 anos possuem ao menos um aparelho celular. Em virtude do grande número de funções desempenhadas pelo aparelho, cresce o número de adeptos dessa tecnologia. É comum a utilização do celular, por exemplo, para acessar a internet e aplicativos de troca de mensagens de texto. Neste contexto, é comum as pessoas utilizarem o aparelho celular concomitantemente com outra atividade, tais como, dirigir e caminhar. Neste sentido, já foi demonstrado que utilizar o celular ao mesmo tempo que se conduz um veículo aumenta sobremaneira o risco de acidentes. Também foi demonstrado que variáveis biomecânicas da marcha são alteradas durante o uso concomitante do aparelho celular, podendo aumentar o risco de queda. Entretanto, pelo menos do que é do nosso conhecimento, não existem trabalhos que investigaram os efeitos do uso do aparelho celular sobre as variáveis fisiológicas durante a marcha. Portanto, o objetivo do presente estudo é avaliar as respostas fisiológicas e posturais de jovens adultos de ambos os sexo enquanto caminham e utilizam aparelho celular. Para tanto, serão convidados a participar do estudo 40 indivíduos de ambos os sexos (20 homens e 20 mulheres). O estudo será conduzido em cinco etapas realizadas em dois dias: 1ª etapa ? Anamnese e avaliação antropométrica (dia 1), 2ª e 3a etapas - Avaliação das respostas fisiológicas, biomecânicas e posturais ao exercício durante a caminhada em esteira (dia 1), 4ª e 5a etapas - Avaliação das respostas fisiológicas e biomecânicas ao exercício durante a caminhada em pista (dia 2). A normalidade da amostra será testada pelo teste de Shapiro-Wilk. A comparação entre duas medidas (Caminhada com o celular vs. Caminhada sem o celular) será feita pelo teste t de Student para amostra dependentes (para os dados que obedeçam a uma distribuição normal) ou pelo teste de Mann-Whitney (para os dados que não obedeçam a uma distribuição normal). O nível de significância adotado será de p < 0,05. Os dados serão apresentados como média ± desvio padrão. Todas as análises serão realizadas pelo programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS, versão 20)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Paulo Roberto Viana Gentil - Integrante / Carlos Alexandre Vieira - Integrante / Cléber Luiz Camilo Godoy - Integrante.
2017 - Atual
Análise das práticas adotadas por praticantes de treinamento resistido

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 06/05/2018.
Descrição: Introdução: Devido aos reconhecidos benefícios para a saúde, o treinamento resistido tornou-se parte integrante de um programa de condicionamento físico. O tempo de repouso entre as séries é um dos determinantes da intensidade do exercício e, consequentemente, dos resultados obtidos e por esse motivo deve ser controlado. A maneira mais precisa/confiável de controlar o tempo de repouso entre as séries é através de relógio/cronômetro. Objetivo: Considerando a importância do controle do intervalo de recuperação para o treinamento resistido, os objetivos do presente estudo são avaliar (1) se o praticante de treinamento resistido controla o intervalo de recuperação e (2) como controla o intervalo de recuperação. Métodos: Serão selecionados 500 voluntários, de ambos os sexos, participantes de treinamento resistido. Para atender os objetivos propostos, foi criado um questionário constituído por 30 questões e dividido em duas partes: 1-dados pessoais (profissão, escolaridade e doenças existentes) e 2-atividade física (práticas adotadas no treinamento resistido). Os dados serão analisados por meio de estatística descritiva (média, desvio padrão, frequência absoluta e frequência relativa). Todos os procedimentos experimentais do presente estudo serão submetidos à apreciação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Goiás. Palavras-Chave: Relógio. Treinamento Resistido. Intensidade. Período de Recuperação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Paulo Roberto Viana Gentil - Integrante / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Wellington Fernando da Silva - Integrante / Carlos Alexandre Vieira - Integrante.
2017 - Atual
Avaliação da utilização da internet e das mídias sociais como ferramenta didática por estudantes dos cursos de graduação da área da saúde

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 13/07/2017.
Descrição: As mídias sociais cresceram vigorosamente, em quantidade e em número de usuários, nos últimos anos e ganharam dimensões antes inimagináveis e já produzem notórios impactos na vida da população. Muitos estudantes de graduação relatam utilizar as mídias sociais como ferramenta de estudo. Entretanto, pelo menos do que é do nosso conhecimento, nenhum estudo avaliou qualitativamente a utilização das mídias sociais por estudantes de graduação da área da saúde. Portanto, o objetivo do presente estudo é caracterizar o perfil de uso das mídias sociais por estudantes dos cursos de graduação da área da saúde da Universidade Federal de Goiás (UFG). Serão convidados a fazer parte do estudo, 500 estudantes de graduação, de ambos os sexos, dos cursos da área da saúde da UFG. Os voluntários serão recrutados por meio de contato direto dos pesquisadores e cartazes afixados nos murais da UFG. Para atender aos objetivos propostos, foi criado um questionário, contendo 10 questões, para investigar as fontes de pesquisa utilizadas por estudantes de graduação da área da saúde. O questionário é dividido em duas partes: 1-Dados pessoais e acadêmicos (6 questões) e 2-Fontes de pesquisa (4 questões). Todos os procedimentos do estudos foram aprovados pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFG (parecer nº 2.155.068)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Paulo Roberto Viana Gentil - Integrante / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Carlos Alexandre Vieira - Integrante / Alex Vitor Santos Neves Silva - Integrante / Cauê Vazquez La Scala Teixeira - Integrante.
2016 - Atual
Respostas fisiológicas durante exercícios físicos realizados com jogos eletrônicos em movimento
Descrição: Introdução: Existem evidências científicas consistentes que demonstram os efeitos benéficos da atividade física regular sobre variáveis relacionadas à saúde. Entretanto, parcela significativa da população não atinge a quantidade mínima recomendada de atividade física que justifica a não realização de atividade física por causa de algumas barreiras psicológicas, cognitiva, emocionais, sociais e culturais. Frente a isso surgiram diversas modalidades com o intuito de motivar a população e, consequentemente, diminuir o sedentarismo desta. Mais recentemente, surgiram os jogos eletrônicos em movimento (exergames) que permitem a interação do participante com sensores de movimentos. Os exergames podem promover um aumento no gasto energético e consumo de oxigênio durante a atividade. Esses aumentos podem exercer influencia no balanço energético diário e promover alterações importantes na composição corporal. Entretanto, pouco se sabe a respeito das respostas fisiológicas ao exercício durante os exergames. Objetivo: Avaliar as respostas fisiológicas durante os exergames no Xbox 360 Kinect® em jovens adultos do sexo masculino. Métodos: Serão recrutados 40 indivíduos do sexo masculino com idades entre 18 e 25 anos. As coletas de dados serão realizadas em quatro etapas. Na primeira etapa será realizada uma anamnese, sorteio da ordem de realização dos testes, avaliação antropométrica e familiarização. Na segunda etapa será realizado o teste de exercício cardiorrespiratório. Nas terceiras e quartas etapas as respostas fisiológicas serão avaliada durante uma sessão de jogo eletrônico com o Kinect (exergames) e Joystick (controle), conforme o sorteio. Para analisar a normalidade dos dados obtidos será realizado o teste de Kolmogorov-Smirnov. A comparação entre duas medidas (Kinect vs. Joystick) será feita pelo teste t de Student (caso os dados obedeçam a uma distribuição normal) ou pelo teste de Mann-Witney (caso os dados não obedeçam a uma distribuição normal). Será utilizada a regressão linear de Pearson (ou Spearman) para determinar quaisquer possíveis correlações lineares entre as variáveis. Será adotado nível de significância de 5%. Resultados esperados e principais contribuições científicas: Os dados do estudo podem ser utilizados para melhor aplicação dos exergames no contexto de programas de atividade física. Os resultados podem melhorar a eficácia e segurança da utilização dos exergames..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Paulo Roberto Viana Gentil - Integrante / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Calos Alexandre Vieira - Integrante / Maria Sebastiana Silva - Integrante / Ana Paula Salles da Silva - Integrante.
2016 - Atual
Análise das práticas adotadas por competidores e praticantes de fisiculturismo

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 22/06/2017.
Descrição: Descrição: O fisiculturismo é uma atividade em que os participantes são avaliados pelos níveis elevados de massa muscular associados com baixa gordura corporal. Tal aparência é decorrente da combinação de treinamento resistido, dietas, suplementos alimentares e recursos farmacológicos. No entanto, a maioria dessas estratégias é baseada no senso comum, e não em evidências científicas, o que pode gerar danos graves à saúde e resultados sub ótimos. No entanto, muitas das práticas podem não ser necessárias, ou mesmo contraproducentes para os objetivos propostos. Desse modo, empregar uma visão crítica das práticas adotadas e propor alternativas baseadas em evidências científicas pode ajudar fisiculturistas a preservarem suas saúdes sem prejudicar seus resultados. Vale destacar que esse tipo de análise teria um alcance mais amplo do que o fisiculturismo em si, já que as práticas associadas à modalidade costumam ser adotadas por muitas pessoas, especialmente as interessadas em aumentar a massa muscular e/ou reduzir a gordura corporal. Desse modo, o presente projeto tem como objetivo analisar as práticas adotadas por competidores e praticantes e fisiculturismo. O estudo será realizado com homens e mulheres adultos que sejam praticantes ou competidores de fisiculturismo, selecionados por diversas vias, como as chamadas abertas e buscas nas redes sociais, além da busca pelos participantes de campeonatos de fisiculturismo. Também serão usados informantes-chave, pessoas com conhecimento e envolvimento na área que poderão facilitar a aproximação dos investigadores à população-alvo. Posteriormente, se continuará a seleção com a técnica de amostragem por cadeias, em especial pela técnica bola-de-neve, por meio da qual os primeiros entrevistados indicarão outros, que, por sua vez, indicaram outros, e assim sucessivamente. Como instrumentos principais serão adotadas as entrevistas estruturada e semi estruturada, sendo esta última direcionada por questionário composto por perguntas abertas e fechadas. Os relatórios serão individualmente avaliados e interpretados, e também sintetizados por meio de números e padrões gerais. Avaliações adicionais de composição corporal, bem como de capacidade física poderão ser realizadas para complementar ou esclarecer as informações obtidas e suas implicações..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Integrante / Tadeu João Ribeiro Baptista - Integrante / Paulo Roberto Viana Gentil - Coordenador / Carlos Alexandre Vieira - Integrante.
2015 - 2017
O uso de suplementos dietéticos por profissionais de educação física em Goiânia, Brasil

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 22/06/2017.
Descrição: Introdução: O número de usuários de suplementos dietéticos vem aumentando significativamente, o que pode ser explicado pela vida moderna e pela busca de uma melhoria na aptidão física. A suplementação dietética pode ser benéfica para um sujeito quando detectada uma deficiência de nutrientes. No entanto, o uso de suplementos dietéticos, geralmente é acompanhado por uma falta de conhecimento sobre nutrição adequado ao tipo de exercício realizado, ocasionando inúmeras vezes o uso desnecessário de suplementos dietéticos. Objetivo: o presente estudo teve como objetivo identificar a prevalência de suplementos dietéticos por profissionais de educação física em Goiânia, Brasil. Métodos: Serão recrutados profissionais de educação física de ambos os sexos que trabalhem formalmente em academias de ginástica na cidade de Goiânia. Todos os participantes deverão assinar o Termo de Consentimento para participar do estudo, seguido da conclusão de um questionário sobre o assunto..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Maria Sebastiana Silva - Integrante / Wellington Fernando da Silva - Integrante.
2015 - 2017
Os praticantes de treinamento resistido não controlam o intervalo de descanso entre séries

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 22/06/2017.
Descrição: Introdução: Devido aos reconhecidos benefícios na saúde, o treinamento resistido (TR) tornou-se parte integrante de um programa de condicionamento físico. Neste contexto, o período de descanso entre séries é um dos determinantes da intensidade do exercício e, consequentemente, os resultados obtidos, e por isso devem ser controlados. A maneira mais fácil de controlar o período de repouso entre conjuntos é através de relógio de pulso / cronômetro. Objetivo: (1) descrever o período de repouso entre séries relatados por praticantes de TR; (2) verificar se os praticantes de TR controlam o período de repouso entre séries; e (3) verificar como os praticantes de TR controlam o tempo de recuperação entre séries. Serão recrutados frequentadores de academias de ginásticas da cidade de Goiânia (Goiás) e Vitória (Espírito Santo). No intuito de atingir os objetivos do estudo, um questionário específico para a temática foi criado. Este questionário foi dividido em duas partes: i) dados pessoais (ocupação, nível educacional e doenças existentes); e ii) características do treinamento físico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Mário Hebling Campos - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Paulo Roberto Viana Gentil - Integrante / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Wellington Fernando da Silva - Integrante / Carlos Alexandre Vieira - Integrante.
2015 - 2016
Os objetivos de praticantes de musculação em academias de ginástica da cidade de Inhumas-GO
Descrição: Introdução: No Brasil aproximadamente 23% do total da população com mais de 18 anos atingem os níveis recomendados de atividade física durante os momentos de lazer. Essa prática pode ser motivada pela: melhoria na saúde; busca por um corpo esteticamente belo, geralmente padronizado pelos grandes meios de comunicação; lazer; desempenho físico; entre outros fatores. Objetivo - Identificar os objetivos dos praticantes de musculação em academias de ginástica da cidade de Inhumas (GO). Métodos: Será realizada uma pesquisa de campo descritiva com uma amostra de 150 indivíduos, 50 frequentadores de uma Academia de Grande Porte (AGP), 50 de uma Academia de Médio Porte (AMP) e 50 de uma Academia de Pequeno Porte (APP) da cidade de Inhumas (GO)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Coordenador / Claudio Andre Barbosa de Lira - Integrante / Andre Luiz Moreira de Morais - Integrante.
2015 - Atual
Efeito de diferentes protocolos de treino intervalado de alta intensidade em jovens

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 22/06/2017.
Descrição: Introdução: O treinamento intervalado consiste em esforços de alta intensidade intercalados por períodos de recuperação, passiva ou em menor intensidade. Esse tipo de treino vem sendo usado há mais de um século com diferentes objetivos. Mais recentemente, o treinamento intervalado foi redescoberto pelas suas aplicações voltadas para o campo da saúde e emagrecimento. Com relação às aplicações voltadas ao emagrecimento, uma revisão sobre o tema sugere que a perda de gordura com essa modalidade é superior à obtida com atividades contínuas de intensidade moderada a baixa e os estudos indicam que a perda de peso parece ser maior mesmo que o gasto calórico obtido com o treino intervalado seja menor ou igual ao do treino contínuo. Tais resultados podem ser atribuídos aos efeitos do treinamento intervalado no metabolismo, promovendo aumento do gasto energético de repouso e maior utilização de gordura. Entretanto, os estudos sobre os efeitos do treinamento intervalado no metabolismo e no emagrecimento normalmente o compararam com atividades moderadas e contínuas que sugere que tal modalidade seja eficiente em relação aos modelos contínuos, mas não permite estabelecer se existe algum tipo de protocolo que promova maiores resultados nesse sentido. Como existem diversas maneiras de se realizar o treinamento intervalado, o conhecimento sobre os efeitos de protocolos específicos é necessário para embasar as decisões dos profissionais de saúde. Dois dos tipos mais populares de treinamento intervalado são os apresentados pelo grupo de Tabata e pelo grupo de Gibala. O protocolo proposto por Izumi Tabata consiste na realização de 7 a 8 séries de 20 segundos de esforço intercalados por 10 segundos de recuperação. Já o protocolo proposto por Martin Gibala consiste na realização de 4-6 esforços máximo de 30 segundos intercalados por 4 minutos de recuperação. Tais protocolos ganharam notoriedade por induzirem adaptações cardiovasculares e de desempenho iguais ou superiores ao treinamento continuo em intensidade moderada, a despeito do menor volume de exercício. Além disso, o fato de não precisarem de testes complexos para definição da intensidade, os levaram a ser amplamente utilizados em centros de atividade física, especialmente por pessoas buscando melhorias na composição corporal. Outros protocolos que ganham destaque são os usados em reabilitação pelo grupo de Ulrich Wisloff que envolvem esforços de 4 minutos a cerca de 90% da frequência cardíaca máxima (FCM) com intervalos de 3 minutos a 70% da FCM. Já o protocolo composto por 30 segundos de esforço na velocidade correspondente a 100% do consumo máximo de oxigênio ( ) intercalados por 30 segundos de recuperação ativa, apresentado por Billat, é bastante popular no atletismo, por permitir que se trabalhe em intensidade elevada e por promover adaptações importantes para performance. No entanto, apesar de sua popularidade, os efeitos desses protocolos no metabolismo de repouso e de gordura permanecem desconhecidos, bem como a comparação entre eles. Desse modo, o objetivo do presente estudo será comparar os efeitos de diferentes tipos de treino intervalado em indivíduos jovens..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Avaliação dos transtornos de humor e aspectos cognitivos em jovens fisicamente ativos

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Tadeu João Ribeiro Baptista em 22/06/2017.
Descrição: Introdução: A atividade física regular é uma ferramenta importante no tratamento e prevenção de doenças crônicas relacionadas ao sedentarismo, tais como, o diabetes mellitus, a hipercolesterolemia, a hipertensão arterial. Adicionalmente, a atividade física regular vem sendo cada vez mais recomendada para tratamento de quadros de ansiedade e depressão e para prevenção do declínio cognitivo em idosos. Portanto, o presente estudo tem por objetivo avaliar os níveis de transtornos de humor e os aspectos cognitivos em praticantes de atividade física. Para tanto, serão selecionados 80 indivíduos do sexo masculino (40 sedentários e 40 fisicamente ativos). Os voluntários serão submetidos a uma bateria de teste de avaliação de transtornos de humor (ansiedade e depressão) e testes para avaliação da função cognitiva (memória)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ricardo Borges Viana - Integrante / Claudio Andre Barbosa de Lira - Coordenador / Rodrigo Luiz Vancini - Integrante / Marília dos Santos Andrade - Integrante / Isabela Cristina Maioni Xavier - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Goiás - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde
2017 - Atual
Periódico: Pensar a Prática (Online)
2017 - Atual
Periódico: Pensar a Prática (UFG. Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Educação Física.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Bolsa auxílio para evento científico, Projeto Mais Ciência.
2012
3% melhores alunos da Universidade de Coimbra, Universidade de Coimbra (Portugal).


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SOUZA, D. C.2018SOUZA, D. C. ; VIANA, R. B. ; COSWIG, V. S. ; FISHER, J. P. ; STEELE, J. ; GENTIL, P. R. V. . Comment on: Volume for Muscle Hypertrophy and Health Outcomes: The Most Effective Variable in Resistance Training. SPORTS MEDICINE, v. On, p. 1-4, 2018.

2.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; LIRA, C. A. B. ; NAVES, J. P. A. ; COSWIG, V. S. ; VECCHIO, F. B. ; GENTIL, P. R. V. . Tabata protocol: a review of its application, variations and outcomes. CLINICAL PHYSIOLOGY AND FUNCTIONAL IMAGING, v. 1, p. 1-7, 2018.

3.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; NAVES, J. P. A. ; LIRA, C. A. B. ; COSWIG, V. S. ; VECCHIO, F. B. ; VIEIRA, C. A. ; GENTIL, P. R. V. . Defining the number of bouts and oxygen uptake during the Tabata protocol performed at different intensities. PHYSIOLOGY & BEHAVIOR, v. InPres, p. 1, 2018.

4.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; CAMPOS, M. H. ; SANTOS, D. A. T. ; XAVIER, I. C. M. ; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . Improving academic performance of sport and exercise science undergraduate students in gross anatomy using a near-peer teaching program. Anatomical Sciences Education, v. online, p. 1-8, 2018.

5.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; LIRA, C. A. B. ; NAVES, J. P. A. ; COSWIG, V. S. ; VECCHIO, F. B. ; RAMIREZ-CAMPILLO, R. ; VIEIRA, C. A. ; GENTIL, P. R. V. . Can We Draw General Conclusions from Interval Training Studies?. SPORTS MEDICINE, p. 2001-2009, 2018.

6.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; GENTIL, P. R. V. ; LOURENCO, V. S. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; SANTOS, D. A. T. ; SILVA, W. F. ; ANDRADE, M. S. ; VANCINI, R. L. ; LIRA, C. A. B. . Identifying the predisposing factors, signs and symptoms of overreaching and overtraining in physical education professionals. PeerJ, v. 6, p. e4994, 2018.

7.
VIANA, R. B.2018VIANA, R. B.; VANCINI, R. L. ; VIEIRA, C. A. ; GENTIL, P. R. V. ; CAMPOS, M. H. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . Profiling exercise intensity during the exergame Hollywood Workout on XBOX 360 Kinect®. PeerJ, v. 6, p. e5574-16, 2018.

8.
SILVA, W. F.2018SILVA, W. F. ; VIANA, R. B. ; SANTOS, D. A. T. ; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . Profiling rest interval between sets and associated factors in resistance training participants. SPORTS, v. 6, p. 1-9, 2018.

9.
ALVES, R. R.2018ALVES, R. R. ; CRUZ, A. M. ; SCHMIDT, A. ; SILVA, M. H. ; GUIMARAES, T. C. ; VIANA, R. B. . Treinamento de força: fatores neurais e produção de força muscular. REVISTA BRASILEIRA DE PRESCRIÇÃO E FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO, v. 12, p. 757-766, 2018.

10.
VIANA, R. B.2017 VIANA, R. B.; ALVES, C. L. ; VIEIRA, C. A. ; VANCINI, R. L. ; CAMPOS, M. H. ; GENTIL, P. R. V. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . Anxiolytic Effects of a Single Session of the Exergame Zumba® Fitness on Healthy Young Women. Games for Health Journal, v. 6, p. 1-6, 2017.

11.
VIANA, R. B.2017VIANA, R. B.; GENTIL, P. R. V. ; BRASILEIRO, E. M. ; PIMENTEL, G. D. ; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . High Resistance Training Volume and Low Caloric and Protein Intake Are Associated with Detrimental Alterations in Body Composition of an Amateur Bodybuilder Using Anabolic Steroids: A Case Report. Journal of Functional Morphology and Kinesiology, v. 2, p. 37, 2017.

12.
VIANA, R. B.2017VIANA, R. B.; MORAIS, A. L. M. ; LIRA, C. A. B. . Os objetivos de praticantes de musculação em academias de ginástica da cidade de Inhumas-GO. PENSAR A PRÁTICA (ONLINE), v. 20, p. 698-707, 2017.

13.
VIANA, R. B.2017VIANA, R. B.; SILVA, M. S. ; SILVA, W. F. ; CAMPOS, M. H. ; ANDRADE, M. S. ; VANCINI, R. L. ; LIRA, C. A. B. . Profiling the Use of Dietary Supplements by Brazilian Physical Education Professionals. JOURNAL OF DIETARY SUPPLEMENTS, p. 1-9, 2017.

14.
BORGES, L. V.2017BORGES, L. V. ; CARMO, G. V. ; GUERRA, M. F. ; LIRA, C. A. B. ; VIANA, R. B. ; VANCINI, R. L. ; LIMA, P. F. S. ; SANTOS, D. A. T. . Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de uma escola integral residentes em zona rural. REVISTA UNIANDRADE (IMPRESSO), v. 18, p. 140-148, 2017.

15.
GENTIL, P. R. V.2016 GENTIL, P. R. V. ; NAVES, J. P. A. ; VIANA, R. B. ; COSWIG, V. ; VAZ, M. ; BARTEL, C. ; VECCHIO, F. B. . Revisiting Tabata's Protocol: Does It Even Exist?. Medicine and Science in Sports and Exercise, v. 48, p. 2070-2071, 2016.

16.
COSWIG, V. S.2016 COSWIG, V. S. ; GENTIL, P. R. V. ; NAVES, J. P. A. ; VIANA, R. B. ; BARTEL, C. ; VECCHIO, F. B. . Commentary: The Effects of High Intensity Interval Training vs Steady State Training on Aerobic and Anaerobic Capacity. Frontiers in Physiology, v. 7, p. 1-2, 2016.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, A. V. S. N. ; VIANA, R. B. ; VANCINI, R. L. ; LIRA, C. A. B. . Identificação das fontes de estudos utilizadas por estudantes de educação física: um estudo transversal. In: 15º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG, 2018, Goiânia. Anais do 15º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG, 2018. v. 1.

2.
VIANA, R. B.; FIUZA, Tatiana de Sousa . Canoagem: análise dos movimentos. In: X CONPEEX - Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2013, Goiânia. X CONPEEX - Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão. Goiânia: UFG, 2013. p. 15-15.

3.
VIANA, R. B.; FIUZA, Tatiana de Sousa . Atletismo: salto em distância. In: 63ª Reunião Anual da SBPC, 2011, Goiânia. Anais/Resumos da 62ª Reunião Anual da SBPC. Goiânia: UFG, 2011.

4.
VIANA, R. B.; FIUZA, Tatiana de Sousa . Atletismo: salto em altura. In: Conpeex 2011 - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG, 2011, Goiânia. Anais/Resumos da 62ª Reunião Anual da SBPC. Goiânia: UFG, 2011.

5.
VIANA, R. B.; PINTO, Alexandre Soares ; FERREIRA, Johnnathan Vilaça ; SILVA, Genivaldo Antônio ; SANTOS, Rogério Pereira ; FALEIRO, Laise Noleto ; SILVA, Jayanny Messias ; MOREIRA, Paulo César . Pilates: método de condicionamento físico. In: VII CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2010, Goiânia. VIII Mostra de Extensão e Cultura PROVEC e outras ações de extensão e cultura. Goiânia: UFG, 2010. p. 9397-9401.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, D. A. T. ; VIANA, R. B. ; SANTOS, R. G. ; GALVAO, L. L. ; SANTOS, E. C. O. ; SILVA, R. R. ; LIRA, C. A. B. . Smartphone: uma alternativa para reduzir o comportamento sedentário. In: Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2018, Londrina. VII Congresso Brasileiro de Metabolismo, Nutrição e Exercício, 2018. v. VII. p. 6-6.

2.
MORAIS, N. S. ; SANTOS, D. A. T. ; ARAUJO, M. A. S. ; VIANA, R. B. ; SANTOS, G. B. ; SILVA, W. F. ; LIRA, C. A. B. . Influência do período pré-competitivo sobre o perfil do estado de humor em jogadores de futebol sub-20. In: 15º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG, 2018, Goiânia. Anais do 15º Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG, 2018. v. 1.

3.
MACHADO, R. ; SILVA, N. A. ; BARBOSA, V. ; REGO, J. ; MACHADO, H. ; LIRA, C. A. B. ; VIANA, R. B. . Assessment of Habitual Physical Activity and Performance during Maximal Exercise Test in Systemic Lupus Erythematosus Patients. In: 2018 ACR/ARHP Annual Meeting, 2018, Chicago. 2018 ACR/ARHP Annual Meeting, 2018. v. 70.

4.
GALVAO, L. S. ; VIANA, R. B. ; NAVES, J. P. A. ; SANTOS, D. A. T. ; BRAGA, M. A. O. ; REBELO, A. C. S. ; LIRA, C. A. B. . Efeitos do HIIT vs SIT sobre os níveis de ansiedade, sintomas depressivos e massa corporal de jovens adultas saudáveis. In: 40º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2017, São Paulo. Tradição e Inovação nas Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2017.

5.
ALVES, R. R. ; GUIMARAES, T. C. ; VIANA, R. B. ; SANTOS, D. A. T. ; PRUDENTE, P. A. N. ; GENTIL, P. R. V. ; MARQUES, V. A. ; SILVA, M. H. ; VIEIRA, C. A. . Potenciação pós-ativação na perspectiva do aumento da força dinâmica e trabalho total em indivíduos treinados. In: 40º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2017, São Paulo. Tradição e inovação nas ciências do esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2017. p. 17-17.

6.
SANTOS, D. A. T. ; VIANA, R. B. ; SILVA, W. F. ; LIRA, C. A. B. . Efeitos da atividade física regular no consumo máximo de oxigênio, qualidade de vida, ansiedade, depressão e perfil de humor. In: XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2017, Florianópolis. Evidências e Boas Práticas em Atividade Física & Saúde: Como estabelecer a ponte?. Pelotas: Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 2017. v. 22. p. S219-S339.

7.
VIANA, R. B.; SANTOS, D. A. T. ; CAIXETA, V. C. ; AGUIAR, F. P. ; LIRA, C. A. B. . Efeito agudo do exergame Zumba® fitness e de um treino contínuo de moderada intensidade sobre o divertimento de jovens adultas. In: XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde, 2017, Florianópolis. Evidências e Boas Práticas em Atividade Física & Saúde: Como estabelecer a ponte?. Pelotas: Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 2017. v. 22. p. S544.

8.
SEGURO, C. S. ; JUNIOR, P. V. S. ; GALVAO, L. S. ; VIANA, R. B. ; GENTIL, P. R. V. . Efeito de 12 semanas de treinamento de força na pressão arterial de uma paciente encaminhada a reabilitação cardíaca: relato de caso. In: 0º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2017, São Paulo. Tradição e Inovação nas Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2017.

9.
SILVA, W. F. ; VIANA, R. B. ; CAMPOS, M. H. ; VIEIRA, C. A. ; GENTIL, P. R. V. ; SANTANA, F. ; LIRA, C. A. B. . Descrição dos intervalos de recuperação entre séries adotados por praticantes de treinamento resistido. In: 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016, São Paulo. 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2016. v. 22. p. 122-122.

10.
SILVA, D. R. ; SILVA, W. F. ; VIANA, R. B. ; LIMA, S. N. ; LISBOA, A. P. ; SANTANA, F. ; SOUZA, E. J. . Efeito hipotensor pós-exercício resistido em indivíduos normotensos. In: 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016, São Paulo. 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2016. v. 22. p. 124-124.

11.
PAULA, C. C. ; VIANA, R. B. ; GALVAO, L. S. ; CAMPOS, M. H. ; MESQUITA, M. T. ; DRUMOND, G. K. S. ; GENTIL, P. R. V. ; VIEIRA, C. A. . Avaliação da capacidade funcional e qualidade de vida de idosos. In: 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016, São Paulo. 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2016. v. 22. p. 131-131.

12.
NEVES, J. P. A. ; SEFFRIN, A. A. ; LIRA, C. A. B. ; GENTIL, P. R. V. ; VIANA, R. B. ; GALVAO, L. S. ; SILVA, M. H. ; CAMPOS, M. H. . Existe um limiar postural similar ao limiar de lactato no teste de esforço progressivo máximo em esteira?. In: 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte, 2016, São Paulo. 39º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. Brasília: Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 2016. v. 22. p. 102-102.

13.
SILVA, W. F. ; VIANA, R. B. ; SILVA, G. N. ; OLIVEIRA, C. B. ; ANDRADE, M. S. ; SANTANA, F. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; LIRA, C. A. B. . Resistance training practitioners do not control the rest interval between sets. In: International Convention on Science, Education and Medicine in Sport, 2016, Santos. ICSEMIS. Santos: UNIFESP, 2016. p. 1037-1037.

14.
VIANA, R. B.; SILVA, W. F. ; ANDRADE, M. S. ; VANCINI, R. L. ; LIRA, C. A. B. . The Use of Dietary Supplements by Physical Education Professionals in Goiânia, Brazil. In: International Convention on Science, Education and Medicine in Sport, 2016, Santos. ICSEMIS. Santos: UNIFESP, 2016. p. 1212-1212.

15.
VIANA, R. B.; GENTIL, P. R. V. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; LIRA, C. A. B. . Alterações na composição corporal de um fisiculturista amador decorrentes da autoadministração de esteroides: um estudo de caso. In: 13º CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, 2016, Goiânia. 13º CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. Goiânia: UFG, 2016. p. 2529-2533.

Artigos aceitos para publicação
1.
RAYES, A. ; LIRA, C. A. B. ; VIANA, R. B. ; BENEDITO-SILVA, A. A. ; VANCINI, R. L. ; MASCARIN, N. ; ANDRADE, M. S. . The effects of Pilates vs. aerobic training on cardiorespiratory fitness, isokinetic muscular strength, body composition, and functional tasks outcomes for individuals who are overweight/obese: A clinical trial. PeerJ, 2018.

2.
VIANA, R. B.; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; VIEIRA, C. A. ; LIRA, C. A. B. . O uso dos exergames nos protocolos de reabilitação em diversas populações clínicas. REVISTA BRASILEIRA DE PESQUISA EM SAÚDE, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, D. A. T. ; VIANA, R. B. ; SANTOS, R. G. ; GALVAO, L. L. ; SANTOS, E. C. O. ; SILVA, R. R. ; LIRA, C. A. B. . Smartphone: uma alternativa para reduzir o comportamento sedentário. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VIANA, R. B.. Anatomia aplicada às artes circenses. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
SEGURO, C. S. ; MARQUES, V. A. ; GOMES, B. C. ; AGUIAR, G. R. ; SANTOS, S. F. ; VIANA, R. B. ; SILVA, J. S. C. ; GENTIL, P. R. V. . Dose mínima de exercícios de treinamento de força para controle da pressão arterial dentro de um hospital público em Goiânia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
VIANA, R. B.. HIIT e Aptidão Física em Atletas de Esportes Coletivos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
VIANA, R. B.; NAVES, J. P. A. ; LIRA, C. A. B. ; COSWIG, V. S. ; VECCHIO, F. B. ; VIEIRA, C. A. ; GENTIL, P. R. V. . Defining the adequate intensity to perform the Tabata protocol and its acute effects on oxygen uptake. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VIANA, R. B.; ALVES, C. L. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; GENTIL, P. R. V. ; LIRA, C. A. B. . Anxiolytic effects of a single bout of the exergame Zumba® fitness in healthy young women. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
VIANA, R. B.. Anatomia Humana e Fisiologia Humana na Formação do Profissional de Educação Física. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
VIANA, R. B.; SANTANA, F. . Respostas cardiovasculares ao treinamento em circuito: um estudo de caso. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
VIANA, R. B.; SANTOS, D. A. T. ; CAIXETA, V. C. ; AGUIAR, F. P. ; LIRA, C. A. B. . Efeito agudo do exergame Zumba® fitness e de um treino contínuo de moderada intensidade sobre o divertimento de jovens adultas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
VIANA, R. B.; SILVA, W. F. ; ANDRADE, M. S. ; VANCINI, R. L. ; LIRA, C. A. B. . The Use of Dietary Supplements by Physical Education Professionals in Goiânia, Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
SILVA, W. F. ; VIANA, R. B. ; SILVA, G. N. ; OLIVEIRA, C. B. ; SANTANA, F. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; VANCINI, R. L. ; ANDRADE, M. S. ; LIRA, C. A. B. . Resistance Training Practitioners do not Control the Rest Interval Between Sets. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
VIANA, R. B.; GENTIL, P. R. V. ; VIEIRA, C. A. ; CAMPOS, M. H. ; LIRA, C. A. B. . Alterações na composição corporal de um fisiculturista amador decorrente da autoadministração de esteroides: um estudo de caso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
VIANA, R. B.; RABAHI, M. F. ; FAGUNDES, S. V. ; CARVALHO, M. P. . Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
VIANA, R. B.. Canoagem: análise dos movimentos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
VIANA, R. B.; FERREIRA, Johnnathan Vilaça ; TEIXEIRA, C. A. ; MACHADO, A. G. ; RODRIGUES, C. A. ; JESUS, R. S. ; SILVA, N. M. . Programa de Licenciaturas Internacionais: Intercâmbio Acadêmico-Cultural dos Alunos da FEF/UFG na Universidade de Coimbra. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
VIANA, R. B.; FIUZA, Tatiana de Sousa . Atletismo: salto em altura. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
VIANA, R. B.. Atletismo: salto triplo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
VIANA, R. B.; FIUZA, Tatiana de Sousa . Atletismo: salto em distância. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
VIANA, R. B.; PINTO, Alexandre Soares ; FERREIRA, Johnnathan Vilaça ; SILVA, Genivaldo Antônio ; SANTOS, Rogério Pereira ; FALEIRO, Laise Noleto ; SILVA, Jayanny Messias ; MOREIRA, Paulo César ; FIUZA, Tatiana de Sousa . Pilates: método de condicionamento físico. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
GENTIL, P. R. V. ; VIANA, R. B. ; NAVES, J. P. A. . Protocolo Tabata. 2017.

2.
VIANA, R. B.. Programa possibilita dupla diplomação de estudantes da UFG. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
VIANA, R. B.. ALUNOS PLI ENTRE OS 3% MELHORES DA UC. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
VIANA, R. B.. Facebook. 2016; Tema: Fisiologia do Exercício. (Rede social).

2.
VIANA, R. B.. Instagran. 2016; Tema: Fisiologia do Exercício. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
VIANA, R. B.. Introdução à Biomecânica. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

2.
VIANA, R. B.. Biomecânica dos Tecidos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
VIANA, R. B.. Prescrição de Exercícios e Adaptações do Sistema Cardiorrespiratório. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
VIANA, R. B.. Biomecânica adaptada ao meio líquido. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
VIANA, R. B.. Biomecânica aplicada a reabilitação de lesões no joelho, coluna e ombro. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
VIANA, R. B.. Neurociência, respostas agudas e crônicas do sistema neuromuscular aplicada ao exercício físico. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
VIANA, R. B.. Análise biomecânica dos exercícios da musculação: aprendendo a prescrever de forma segura e eficiente. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

8.
VIANA, R. B.. Fisiologia do Exercício I. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

9.
VIANA, R. B.. Exercício aplicado a populações especiais I. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

10.
VIANA, R. B.. Fisiologia do exercício: Sistema Endócrino. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

11.
VIANA, R. B.. Princípios e Prescrição do Treinamento de Força. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

12.
VIANA, R. B.. Prescrição de exercício físico para pessoas com doenças e/ou lesões musculoesqueléticas. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

13.
VIANA, R. B.. Biomecânica dos Membros Inferiores. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

14.
VIANA, R. B.. Exercício Físico e Populações Especiais. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

15.
VIANA, R. B.. Analise Biomecânica dos exercícios da musculação: aprendendo a prescrever de forma segura e eficiente e segura. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

16.
VIANA, R. B.. Biomecânica do esporte: modalidades individuais e coletivas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

17.
VIANA, R. B.. Fisiologia do Exercício: Sistema Endócrino. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

18.
VIANA, R. B.. Exercício aplicado a populações especiais. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

19.
VIANA, R. B.. Cinesiologia dos Membros Superiores. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

20.
VIANA, R. B.. Fisiologia Respiratória. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

21.
VIANA, R. B.. Cinesiologia aplicada à ativação e tensão muscular. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

22.
VIANA, R. B.. Metodologia de Pesquisa. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

23.
VIANA, R. B.. Princípios e Prescrição do Treinamento de Força. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

24.
VIANA, R. B.. Bases Fisiológicas do HIIT e sua Aplicabilidade para Corredores de Rua. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

25.
VIANA, R. B.. Neurociência, respostas agudas e crônicas do sistema neuromuscular aplicada ao exercício físico. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

26.
VIANA, R. B.. Fisiologia do Exercício: Sistema Endócrino. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

27.
VIANA, R. B.; SANTOS, W. N. . Cinesiologia e Técnicas Avançadas para Agachamento e Levantamento Terra. 2017. .

28.
VIANA, R. B.. Bioquímica do Exercício. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

29.
VIANA, R. B.. Biomecânica dos Membros Superiores. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

30.
VIANA, R. B.. Biomecânica dos Membros Inferiores. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

31.
VIANA, R. B.. HIIT: uma nova perspectiva de treinamento. 2016. .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
PAULA JUNIOR, C. A.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Pedro Jacinto, Leandro Montanini e Lucas dos Santos. Análise do efeito hipotensor pós exercício sobre protocolo de treinamento de força e HIIT em jovens normotensos. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Treinamento de Força) - Universidade Federal de Goiás.

2.
VIANA, R. B.; VIEIRA, C. A.; CAMPOS, M. H.. Participação em banca de José Alves de Faria Neto. Prevalência de dor e incapacidade em mulheres frequentadoras de academia de ginástica da cidade de Itapuranga, Goiás. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Intervenção Profissional em Academia de Ginástica) - Universidade Federal de Goiás.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
LIRA, C. A. B.; VIANA, R. B.; VIEIRA, C. A.. Participação em banca de Valéria Cristina Caixêta.Efeito agudo do exergame Zumba® fitness e de uma sessão de exercício contínuo de moderada intensidade sobre o estado de ansiedade de mulheres jovens. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

2.
CAMPOS, M. H.; VIANA, R. B.; VIEIRA, C. A.. Participação em banca de Jéssica Cabral Vasconcelos.O agachamento smith minimiza a flexão anterior da região lombar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

3.
CAMPOS, M. H.; VIEIRA, C. A.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Vinicius dos Santos Souza.A lordose lombar aumenta ao correr sem calçado e com maior intensidade. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

4.
LIRA, C. A. B.; CAMPOS, M. H.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Flaviane de Paula Aguiar.Efeito do exergame Zumba® fitness sobre o estado de humor em mulheres jovens. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

5.
GENTIL, P. R. V.; VIANA, R. B.; SILVA, M. H.. Participação em banca de Thais Gonçalves Araújo.Alterações nos parâmetros cardiorrespiratórios em dois protocolos de treino resistido em idosos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

6.
INACIO, H. L. D.; VIANA, R. B.; PAULA, E. J. I.. Participação em banca de Ítallo Dorneles Reis.Análise da influência da atividade física nos estados de humor: o caso da academia do centro de esportes Campus Samambaia, Goiânia-GO. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.

7.
BAPTISTA, T.J.R.; FURTADO, R. P.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Clécio Henrique de Freitas Gonçalves.Esteroides anabolizantes como modelagem de corpo na academia de ginástica. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

8.
FURTADO, R. P.; BAPTISTA, T.J.R.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Istelizon Ferreira Mendonça.Evasão e aderência em academia de ginástica: caso de uma pequena academia de Goiânia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.

9.
GENTIL, P. R. V.; LIRA, C. A. B.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Renata Rodrigues Santos.Análise comparativa entre as práticas de treinamento para hipertrofia adotadas por fisiculturistas e as evidências científicas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás.

10.
CAMPOS, M. H.; LIRA, C. A. B.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Joaquim Antonio da Silva Neto.Prevalência de sinais e sintomas de depressão em estudantes de uma escola estadual do município de Rubiataba (Goiás): um estudo transversal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.

11.
LIRA, C. A. B.; CAMPOS, M. H.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Regina Gonçalves da Cruz.Prevalência de sintomas respiratórios em crianças e adolescentes: um estudo transversal em Mossâmedes (GO). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.

12.
GONCALVES, L. C.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Keila Borges Nunes.O Controle Do Diabetes Mellitus Tipo 1 Em Jovens Praticantes De Exercício Aeróbico E/Ou Resistido. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.

13.
LIRA, C. A. B.; CAMPOS, M. H.; VIANA, R. B.. Participação em banca de Sérgio Antunes Dourado.Prevalência de sinais e sintomas de ansiedade em estudantes de uma escola estadual do município de Rubiataba (Goiás): um estudo transversal. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
15º Congresso de Ensino Pesquisa e Extensão da UFG. 2018. (Congresso).

2.
IV Simpósio Internacional: Avanços Científicos em Treinamento de Força e Saúde. 2018. (Simpósio).

3.
VII Jornada Científica do Curso de Educação Física da Faculdade Araguaia.A importância da Anatomia Humana e da Fisiologia do Exercício na Formação do Professor de Educação Física. 2018. (Seminário).

4.
38th World Congress of The International Union of Physiological Sciences. 2017. (Congresso).

5.
Simpósio Internacional de Florianópolis. 2017. (Simpósio).

6.
XI Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde. 2017. (Congresso).

7.
1º Simpósio Internacional de Curitiba. 2016. (Simpósio).

8.
Gestão de grupo de pesquisa: mais visibilidade e produtividade, isso é possível?. 2016. (Outra).

9.
II SEMINARIO SOBRE SÍNDROME DE DOWN. 2016. (Seminário).

10.
II Simpósio de Educação Física e Esporte.Interlocução entre Fisiologia do Exercício e o Treinamento Desporto. 2016. (Simpósio).

11.
II Simpósio de Educação Física e Esporte.Avaliação da sessão oral de apresentação de trabalhos. 2016. (Simpósio).

12.
International Convention on Science, Education and Medicine in Sport. 2016. (Congresso).

13.
International Convention on Science, Education and Medicine in Sport. The Use of Dietary Supplements by Physical Education Professionals in Goiânia, Brazil. 2016. (Congresso).

14.
International Convention on Science, Education and Medicine in Sport. Resistance Training Practitioners Do Not Control The Rest Interval Between Sets. 2016. (Congresso).

15.
VI semana científica da Faculdade Araguaia.HIIT: uma nova perspectiva de treinamento. 2016. (Outra).

16.
38º Simpósio Internacional de Ciências do Esporte. 2015. (Simpósio).

17.
Goiânia Capital Fitness. 2015. (Feira).

18.
7º Congresso Goiano de Pneumologia e Tisiologia. 2013. (Congresso).

19.
Congresso Regional Sobre o Envelhecimento Ativo e Saudável. 2013. (Congresso).

20.
II FÓRUM INTERNACIONAL DAS CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO FÍSCA. 2013. (Outra).

21.
X CONPEEX - Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão. 2013. (Congresso).

22.
Ciclo de Conferências APEB/Coimbra - Do Brasil à Portugal, da Licenciatura ao Doutorado - Incubação Social; a experiência da universidade e o saber - fazer social. 2012. (Outra).

23.
Ciclo de Conferências APEB/Coimbra - Do Brasil à Portugal, da licenciatura ao doutoramento - "Silva Dionísio no Brasil com a Banda Sinfónica da GNR: O nascimento de uma relação e cooperação musical". 2012. (Seminário).

24.
Old and New in European Sport. 2012. (Congresso).

25.
Workshop "Objetivos Para Alta Performance". 2012. (Outra).

26.
XII Fórum Internacional do Desporto. 2012. (Congresso).

27.
63º Reunião Anual da SBPC. 2011. (Congresso).

28.
63º Reunião Anual da SBPC. ATLETISMO: SALTO EM DISTÂNCIA. 2011. (Congresso).

29.
Projecto Para Acção de Formação de Andebol em Cadeira de Rodas. 2011. (Outra).

30.
VIII CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG. ATLETISMO: SALTO EM ALTURA. 2011. (Congresso).

31.
Como Funciona a Sociedade?. 2010. (Seminário).

32.
I MOSTRA DE CINEMA E ESPORTE. 2010. (Oficina).

33.
Semana da Calourada FEF/UFG "Educação Física e Mega-Eventos Esportivos". 2010. (Oficina).

34.
V FÓRUM de ÉTICA em EDUCAÇÃO FÍSICA. 2010. (Seminário).

35.
VII CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2010. (Congresso).

36.
VII CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. PILATES: MÉTODO DE CONDICIONAMENTO FÍSICO. 2010. (Congresso).

37.
X SEMANA CIENTÍFICA DA FEF-UFG. 2010. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, W. N. ; ALMEIDA, C. H. Q. ; VIANA, R. B. . Fisiologia do Exercício: Uma Aliada da Prescrição no Treinamento Aeróbio. 2017. (Outro).

2.
VIANA, R. B.. I OFICINA DE LUTAS E DANÇA (FEFD-UFG). 2016. (Outro).

3.
VIANA, R. B.. X SEMANA CIENTÍFICA DA FEF-UFG. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Gabriel Augusto de Lima Barbosa. Transtornos de humor em praticantes de CrossFit. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Ricardo Borges Viana.

2.
André Luiz Moreira de Morais. Objetivos dos praticantes de academias de ginástica de uma cidade do interior de goiás: um comparativo entre classes sociais. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Ricardo Borges Viana.

3.
Eloy Martins Brasileiro. Efeitos do uso de esteroides anabolizantes sobre a composição corporal de um fisiculturista amador: um estudo de caso. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Ricardo Borges Viana.

4.
Cláudia Lima Alves. Estados de humor e afetividade após prática do exergame Zumba Fitness. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Educação Física - Bacharelado) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Ricardo Borges Viana.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
VIANA, R. B.. Princípios e Prescrição do Treinamento de Força. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

2.
VIANA, R. B.. Neurociência, respostas agudas e crônicas do sistema neuromuscular aplicada ao exercício físico. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
VIANA, R. B.. Fisiologia do Exercício: Sistema Endócrino. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VIANA, R. B.. ALUNOS PLI ENTRE OS 3% MELHORES DA UC. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
VIANA, R. B.. Programa possibilita dupla diplomação de estudantes da UFG. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
GENTIL, P. R. V. ; VIANA, R. B. ; NAVES, J. P. A. . Protocolo Tabata. 2017.


Redes sociais, websites e blogs
1.
VIANA, R. B.. Facebook. 2016; Tema: Fisiologia do Exercício. (Rede social).

2.
VIANA, R. B.. Instagran. 2016; Tema: Fisiologia do Exercício. (Rede social).



Outras informações relevantes


2017 - Aprovação/Classificação em 2º lugar no Concurso para Educador Físico no Hospital Geral de Goiânia - Alberto Rassi. Instituição organizadora: Instituto de Desenvolvimento Tecnológico Humano (IDTECH), em maio de 2017.

2016- Atual - Membro efetivo do Grupo de Estudos em Exercício e Saúde (GESE) da FEFD-UFG.

2015 -Atual - Pesquisador no Setor de Fisiologia Humana e do Exercício da Faculdade de Educação Física e Dança da Universidade Federal de Goiás (FEFD-UFG).

2015 - Aprovação/Classificação em 1/] lugar no Concurso para Professor Substituto na Faculdade de Educação Física e Dança da Universidade Federal de Goiás, em maio de 2015.

2013-2014 - Bolsista do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde (UFG) com carga horária semanal de 08 horas.

2011 - Monitor voluntário da disciplina de Anatomia Humana, com carga horária total de 190 horas, no período de abril a agosto de 2011.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 10:37:31