Bruna Schulte Moura

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4119532379573748
  • Última atualização do currículo em 01/10/2018


Bacharel, licenciada e mestre em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisadora associada a Comunidade de Estudos de Teoria da História UERJ (COMUM). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruna Schulte Moura
Nome em citações bibliográficas
MOURA, Bruna Schulte


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em História.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Historiografia literária e projeto ilustrativo no alvorecer do Segundo Império: um estudo sobre a revista Minerva Brasiliense (1843-1845),Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Thiago Lima Nicodemo.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Palavras-chave: Ilustração; História da literatura; História da historiografia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: História da literatura.
2010 - 2016
Graduação em HISTORIA.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Minerva Brasiliense: Romantismo e Nacionalidade na construção do Império do Brasil.
Orientador: Lúcia Maria Bastos Pereira das Neves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2007 - 2009
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Pedro II, CP II, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Aberta da Terceira Idade, UNATI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiária do projeto "UnATI na Futura". Uma parceria da UnATI com o canal futura no qual inclui aulas semanais para a terceira idade com recursos audiovisuais, apresentação de palestras mensais chamados "Grupos de Estudos" com temáticas ligadas a pedagogia e educação continuada além de atividades de cunho administrativos ligadas a secretaria pedagógica da instituição.


Escola Municipal Comenius, E. M. COMENIUS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiária inclusa no quadro de reforço escolar do colégio.


Arquivo Histórico do Exército, AHEX, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Descrição e informatização de documentos do período Joanino, como ordens do dia. Uma parceria COLUSO-UERJ- AHEx.



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Idéias, cultura e política na formação da nacionalidade brasileira
Descrição: Grupo consolidado e em fase de expansão, com a abertura de mais uma linha de pesquisa. Agrega pesquisadores de órgãos nacionais e estrangeiros. Entre outros resultados,citam-se: NO BRASIL: 1) aumento do número de pesquisadores com bolsa de produtividade do CNPq;2) três pesquisadoras com o Prêmio Cientista do Nosso Estado (FAPERJ); 3) crescimento do volume de financiamentos obtidos junto a diferentes agências de fomento; 4) participação em quatro projetos consecutivos do PRONEX CNPq/FAPERJ ; 5) publicação de obras individuais e coletivas. NO EXTERIOR: 1) Inserção na Rede Iberconceptos; 2) Formação do Grupo de Trabalho "Redes de Poder e Relações Luso-brasileiras" (AHILA); 3) Pesquisas coletivas decorrentes de convênios firmados pela UERJ com as seguintes instituições: Universidade Nova de Lisboa; Universidade de Coimbra e Observatório Político de Lisboa; 4) Organização de coletâneas e redação de capítulos de livros publicados no estrangeiro.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Historiografia Brasileira em Escala Global
Descrição: Descrição: Este projeto tem como objetivo analisar o pensamento histórico brasileiro levando em consideração o desenvolvimento do conceito de história em escala global no período que vai de 1870 a 1950..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Entre a Política e as Letras: a Minerva Brasileinse e seu lugar no mundo dos impressos no Brasil do Oitocentos
Descrição: Este projeto integra o Laboratório Redes de Poder e Relações Culturais, ligado ao Departamento de História e ao Programa de Pós-graduação/UERJ, inserido no GRPesq (1997) Idéias, Cultura e Política na Formação da Nacionalidade Brasileira, liderado por Lúcia Guimarães e por mim. Dialoga ainda com o Pronex FAPERJ/CNPq ?Dimensões e fronteiras do Estado Brasileiro do século XIX? (2009-2012), do qual sou proponente, sob a coordenação acadêmica de José Murilo de Carvalho. Apresenta como objetivo principal o estudo dos impressos que circularam no Brasil, na primeira metade do século XIX, voltando-se especificamente para os escritos tanto de caráter político quanto para aqueles que, na época, se consideravam como de cunho literário. Nesse sentido, propõe um novo olhar sobre a história dos impressos a partir da análise de folhetos, panfletos, jornais de opinião e imprensa periódica voltados para as letras, entendidas, naquele momento, como erudição, ciências e humanidades. Pretende, portanto, contribuir para uma história dos impressos, demonstrando que, se a grande maioria dos jornais existentes na primeira metade do oitocentos dedicava-se principalmente a discutir questões políticas, outros tipos de periódicos foram criados, inseridos em diversos campos das idéias e representações. Estes, ainda que não se voltassem para a discussão da política, em suas entrelinhas, refletiam as posturas de seus autores, que muitas vezes exerciam um duplo papel: o de letrados e o de políticos. Consideram-se pois que tais textos eram instrumentos de poder daqueles que detinham o privilégio do saber e da escrita, embora ainda dependessem do Estado para a sua sobrevivência. Afinal, esses indivíduos até então não se constituíam propriamente enquanto intelectuais. O trabalho articula a pesquisa empírica com reflexão teórica, consistindo sua originalidade não só no estudo da cultura impressa nessas múltiplas dimensões, como também dos conceitos e das linguagens utilizadas no período..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: limites conceituais de história e literatura nas páginas do periódico. In: VI Encontro de Pesquisa em História UFMG, 2018, Belo Horizonte. Tempo: permanências, rupturas e transições na história, 2017. p. 2358-2368.

2.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: um projeto ilustrativo. In: XII Semana de História Política UERJ, 2018, Rio de Janeiro. Conflitos e resistências: entre práticas, expectativas e rupturas, 2017. p. 386-399.

3.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense e seu esforço na construção de uma história da literatura. In: XI Semana de História Política, 2017, Rio de Janeiro. XI Semana de História Política Relações de poder: crise, democracia e possibilidades. Rio de Janeiro, 2017. v. XI. p. 242-259.

4.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense e a formação do estado nacional: uma análise dos antecedentes do periódico.. In: X Semana de História Política: Minorias étnicas, de gênero e religiosidade, 2015, Rio de Janeiro. X SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA Minorias Étnicas, de Gênero e Religiosas Política, Cultura e Sociedade VI SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 2015. p. 2990-2997.

5.
MOURA, Bruna Schulte. O periódico Minerva Brasiliense e sua tentativa de construção da nacionalidade brasileira. In: o 8º Seminário Brasileiro de História da Historiografia - Variedades do discurso histórico: possibilidades para além do texto., 2014, Ouro Preto. Anais do 8º Seminário Brasileiro de História da Historiografia - Variedades do discurso histórico: possibilidades para além do texto. Ouro Preto: EDUFOP, 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: limites conceituais de história e literatura nas páginas do periódico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: um projeto ilustrativo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
MOURA, Bruna Schulte. Biblioteca Brasílica como esforço de publicização da história em Minerva Brasiliense. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense e seu esforço na construção de uma história da literatura. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense e seu esforço na constituição de uma história da literatura brasileira. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: sentimento nacional e romantismo no periódico oitocentista. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense e a formação do estado nacional: uma análise dos antecedentes do periódico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
MOURA, Bruna Schulte. O Periódico Minerva Brasiliense sua tentativa de construção de uma nacionalidade brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: um periódico romântico e o ideal de nação. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
MOURA, Bruna Schulte. Minerva Brasiliense: entre o romantismo e seu discurso político de edificação da nação. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
MOURA, Bruna Schulte. Grandes Educadores e Historicidades. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
MOURA, Bruna Schulte. Estatuto do Idoso e Educação Gerontológica. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
MOURA, Bruna Schulte. Estatuto da Criança e do Adolescente e Intergeracionalidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Balanços e perspectivas do legado dos grandes eventos esportivos no Brasil. 2012. (Outra).

2.
Conferência: Religiosidades coloniais. 2012. (Simpósio).

3.
Crítica e Crise: de Koselleck a Marx. 2012. (Seminário).

4.
Envelhecimento e as novas gerações. 2012. (Oficina).

5.
Estado e Segurança Pública: Conflitos e Interesses. 2012. (Outra).

6.
Grupo de Estudos Pedagógicos - Estatuto da Criança e do Adolescente e Intergeracionalidade.Contexto Histórico da Criação da Legislação para a criança e o adolescente e a apresentação de parte do Estatuto da criança e do adolescente. 2012. (Seminário).

7.
Grupo de Estudos Pedagógicos - Estatuto do Idoso e Educação gerontológica.Contexto Histórico da Criação da Legislação para a 3ª Idade, apresentação de parte do Estatuto do Idoso e Educação como processo histórico na 3ª Idade. 2012. (Seminário).

8.
Grupo de Estudos Pedagógicos - Grandes Educadores e Historicidades.Paulo Freire - métodos e história. 2012. (Seminário).

9.
História das religiões: um balanço. 2012. (Simpósio).

10.
O ataque Imperialista ao Oriente Médio. 2011. (Outra).

11.
Algumas notas sobre macro e micro-história do crime. 2010. (Simpósio).

12.
Dia da Vitória e Participação do Brasil na 2° Guerra Mundial. 2010. (Seminário).

13.
Regulamentação da Profissão do Historiador. 2010. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MOURA, Bruna Schulte. I Seminário Interno COMUM. 2017. (Congresso).

2.
MOURA, Bruna Schulte. I Encontro de Pesquisa em Teoria da História e História da Historiografia. 2017. (Congresso).

3.
MOURA, Bruna Schulte. XII Semana de História Política UERJ. 2017. (Congresso).

4.
MOURA, Bruna Schulte. XI Semana de história política - Relações de Poder: crise, democracia e possibilidades. 2016. (Congresso).

5.
MOURA, Bruna Schulte. X Semana De História Política / VII Seminário Nacional De História: Política, Cultura & Sociedade. 2015. (Congresso).

6.
MOURA, Bruna Schulte. IX Semana de História Política/ IV Seminário Nacional de História: Política, Cultura & Sociedade. 2014. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 15:43:22