Aurélia Bentes Ferreira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6683270638467295
  • Última atualização do currículo em 04/05/2018


Possui graduação em ciências biológicas pela Faculdade Estácio do Amazonas, 2015. Desde 2012 é integrante dos grupos de pesquisas PELD/MAUA, no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Atuando na área de Ecologia, com foco em ecologia de ecossistemas aquáticos, macrofitas aquáticas, e ecofisiologia de espécies arbóreas. Atualmente bolsista AT. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Aurélia Bentes Ferreira
Nome em citações bibliográficas
FERREIRA, A. B.;FERREIRA, AURÉLIA BENTES


Formação acadêmica/titulação


2017
Especialização em andamento em Perícia Auditoria e Gestão Ambiental. (Carga Horária: 405h).
Centro Universitário do Norte, UNINORTE, Brasil.
2011 - 2015
Graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas.
Faculdade Estácio do Amazonas, ESTACIO, Brasil.
Título: Efeito de inundação e seca prolongadas sobre a morfologia e fisiologia de Montrichardia arborescens (L.) Schott e Montrichardia linifera (Arruda) Schott (Araceae).
Orientador: Dra. Aline Lopes.
1991 - 1994
Ensino Médio (2º grau).
Escola Estadual Liberalina Weill, EELW, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
INTRODUÇÂO À GEOTECNOLOGIA. (Carga horária: 30h).
Instituto Brasileiro de Administração Municipal, IBAM, Brasil.
2017 - 2017
Manejo Para Conservação Florestal. (Carga horária: 30h).
Instituto Brasileiro de Administração Municipal, IBAM, Brasil.
2016 - 2016
Espécie indicadoras de biodiversidade: Uso e identificação de samambais. (Carga horária: 26h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2016 - 2016
Bioma Amazônia e Desmatamento. (Carga horária: 30h).
Instituto Brasileiro de Administração Municipal, IBAM, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista AT Nível B, Carga horária: 20
Outras informações
Projeto - Composição, densidade, riqueza e diversidade α e β de espécies de macrófitas aquáticas ao longo de um ciclo hidrológico no rio Jaú e sua relação com os parâmetros físico-químicos do solo e da água.

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PIBIC-CNPQ, Carga horária: 20
Outras informações
Título do Projeto: Análise de concentração de biomassa e nutrientes na macrófita aquática Ceratopteris pteridoides, com fins alimentícios.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pibic-CNPQ, Carga horária: 20
Outras informações
Título do Plano: Efeito de inundação e seca prolongadas sobre a morfologia e fisiologia de Sena reticullata.

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pibic-CNPQ, Carga horária: 20
Outras informações
Título do Plano: Composição e diversidade de herbáceas aquáticas na planície de inundação do médio Rio Negro, Amazônia.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
PELD MAUA II -Áreas Úmidas Amazônicas - Ecologia e monitoramento da vegetação de áreas úmidas oligotróficas na Amazônia Central: impactos antropogênicos e implicações para conservação em áreas protegidas nas bacias dos rios Negro e Uatumã
Descrição: O PELD MAUA objetiva monitorar a vegetação arbórea, herbácea e os componentes epifíticos, epifílicos e fúngicos em florestas de áreas úmidas oligotróficas (campinarana e igapó), e compará-los a suas contrapartidas nas terras firmes adjacentes, para avaliar o impacto de eventos hidroclimáticos extremos e antrópicos em sistemas naturais e alterados na Amazônia Central. Este projeto dá continuidade à fase I do PELD MAUA, onde os resultados evidenciaram, entre outros, que as alterações do ciclo hidrológico, principalmente nas duas últimas décadas, com o aumento da frequência de cheias e secas extremas, interferem no crescimento da vegetação. Como é prognosticado que esses eventos extremos serão intensificados no futuro, é de se esperar alterações na composição de espécies vegetais desses ecossistemas e seus serviços ambientais, com consequências negativas em escala local e regional para as comunidades de plantas e o ciclo hidrológico. Essas consequências negativas poderão influenciar drasticamente as populações ribeirinhas residentes...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Diversidade de macrófitas aquáticas em diferentes escalas espaciais na Amazônia
Descrição: Descrição: As herbáceas aquáticas ocorrerem nas diferentes tipologias alagáveis amazônicas, desde as férteis várzeas, até os pobres e ácidos igapós de águas pretas e claras. Esse grupo de plantas é de grande importância nas áreas alagáveis, pois aumentam a complexidade dos ambientes aquáticos, criando nichos e abrigando vários componentes da fauna aquática, para os quais serve de abrigo e alimento. Além disto, especialmente nas várzeas, onde a riqueza e as densidades de macrófitas aquáticas são maiores, elas promovem o enriquecimento do sistema aquático e das áreas alagáveis associadas dado seu intenso crescimento e ciclagem de nutrientes via decomposição, especialmente as gramíneas C4, que podem apresentar valores de biomassa e produção primária líquida cerca de três vezes superiores aos da floresta de várzea. O conhecimento disponível até o momento para as espécies desse grupo de plantas indica maior riqueza e densidades para os ambientes de várzea. Para as áreas de igapós de águas claras e pretas os valores de riqueza e densidades são bem mais modestos, porém, há importantes diferenças em termos de esforços de coleta e escala de análise entre esses sistemas, dificultando a compreensão dos fatores que influenciam a distribuição das macrófitas aquáticas amazônicas em escalas locais e geográficas. Associando coletas sazonais(cheia, enchente, vazante e seca) em diferentes tipologias alagáveis, e a modelagem de nicho ecológico este projeto se propõe a estabelecer que fatores ambientais afetam a distribuição e diversidade de macrófitas aquáticas em micro (habitat), meso (rios) e macro (Bacia Amazônica) escalas, bem como analisar, em escala local, ao longo de diferentes fases do ciclo hidrológico, a influencia dos fatores bióticos e abióticos preponderantes na regulagem da distribuição e ocorrência de macrófitas aquáticas das diferentes tipologias alagáveis amazônicas...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Aurélia Bentes Ferreira - Integrante / Aline Lopes - Coordenador.
2014 - 2015
Análise da produção de biomassa e nutrientes na macrófita aquática Ceratopteris pteridoides (HOOK.) HIERON com fins alimentícios
Descrição: Descrição: O projeto buscou alternativas como perspectiva de geração de renda, conservação da natureza, nutrição da população, em especial os ribeirinhos que são afetados pela sazonalidade dos rios.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Aurélia Bentes Ferreira - Integrante / Maria Teresa Fernandez Piedade - Coordenador / Aline Lopes - Integrante / Luiz Rubens Piedade - Integrante.
2011 - 2014
UNIVERSAL 14/2011 - Fatores reguladores da distribuição e diversidade de macrófitas aquáticas em nível local e geográfico nas principais tipologias alagáveis amazônicas
Descrição: Descrição: os últimos cinco anos, grandes esforços têm sido direcionados para aumentar a área de abrangência das coletas de plantas aquáticas na região amazônica, por meio de projetos diversos realizados pelo grupo MAUA (Ecologia, monitoramento e uso sustentável de áreas úmidas). Por meio dessas ações, coletas foram feitas em vários sistemas e em diferentes habitats em rios de águas barrentas, pretas e claras da bacia amazônica (Tabatinga, Santa Isabel do Rio Negro, Barcelos, Tapajós). Este projeto é importante pela busca na redução das discrepâncias em termos de esforços de coleta e escala de análise entre esses sistemas.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Integrantes: Aurélia Bentes Ferreira - Integrante / Luis Rubens Piedade - Integrante / Maria Teresa Fernandez Piedade - Coordenador. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Monitoramento, ecologia e uso sustentavel de areas alagaveis.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LOPES, ALINErintLOPES, ALINE ; FERREIRA, AURÉLIA BENTES ; PANTOJA, PAULINE OLIVEIRA ; PAROLIN, PIA ; PIEDADE, MARIA TERESA FERNANDEZ . Combined effect of elevated CO2 level and temperature on germination and initial growth of Montrichardia arborescens (L.) Schott (Araceae): a microcosm experiment. HYDROBIOLOGIA, v. x, p. 1-12, rint.

Capítulos de livros publicados
1.
LOPES, A. ; SILVA, N. F. ; PANTOJA, P. O. ; CREMA, L. C. ; FERREIRA, A. B. ; CRUZ, J. ; PIEDADE, M.T.F. . Conhecendo as macrófitas aquáticas da Amazônia. In: Lopes, A; Piedade, MTF. (Org.). Conhecendo as Áreas Úmidas Amazônicas: Uma viagem pelas várzeas e igapós. 1ed.Manaus: INPA, 2015, v. 1, p. 53-62.

Apresentações de Trabalho
1.
FERREIRA, A. B.. Composição e diversidade de herbáceas aquáticas na planície de inundação do médio Rio Negro, Amazônia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
FERREIRA, A. B.; WITTMANN. F.K. ; PIEDADE, M.T.F. ; LOPES, A. . Composição e diversidade de macrófitas aquáticas ao longo do médio rio Negro, Amazônia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
LOPES, A. ; CASTRO, N. ; PANTOJA, P. O. ; PIEDADE, M.T.F. ; FERREIRA, A. B. . 'Effect of elevated CO2 and temperature on germination and initial growth of Montrichardia arborescens (L.) Schott (Araceae): a microcosm experiment. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
FERREIRA, A. B.. Os novos rumos da sustentabilidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA- IV CONIC. Análise da concentração de biomassa e nutrientes presentes nas folhas da macrófita aquàtica Ceratopteris pteridoides (Pteridaceae) com fins alimentícios. 2015. (Congresso).

2.
III CONGRESSO DE INICIAÇÂO CIENTÍFICA - III CONIC. Efeito de inundação e seca prolongadas sobre a morfologia e fisiologia de Senna reticulata (Fabaceae). 2014. (Congresso).

3.
II CONGRESSO DE INICIAÇÂO CIENTÍFICA - II CONIC. Composição e diversidade de herbáceas aquáticas na planície de inundação do médio Rio Negro, Amazônia. 2013. (Congresso).

4.
SCIENCECAMP.ScienceCamp Elas na Ciência Missão dos Estados Unidos no Brasil. 2013. (Outra).

5.
XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE LIMNOLOGIA. Composição e diversidade de macrófitas aquáticas na planície de inundação do médio Rio Negro, Amazônia. 2013. (Congresso).

6.
6ª CONFERENCIA LATINO AMERICANA DE PRESERVAÇÃO AO MEIO AMBIENTE. 12. 2012. (Outra).

7.
I SEMANA ACADÊMICA DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS- UNICEL. 2011. (Outra).



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
LOPES, A. ; SILVA, N. F. ; PANTOJA, P. O. ; CREMA, L. C. ; FERREIRA, A. B. ; CRUZ, J. ; PIEDADE, M.T.F. . Conhecendo as macrófitas aquáticas da Amazônia. In: Lopes, A; Piedade, MTF. (Org.). Conhecendo as Áreas Úmidas Amazônicas: Uma viagem pelas várzeas e igapós. 1ed.Manaus: INPA, 2015, v. 1, p. 53-62.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 18:50:00