Everton Rosendo dos Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9125297765242658
  • Última atualização do currículo em 18/11/2018


Graduado em História pela Universidade Federal de Alagoas. Atualmente é mestrando em História Social da Cultura Regional pela UFRPE (2016-2018). É pesquisador vinculado ao Grupo de Estudos América Colonial (GEAC/UFAL/CNPq) e do Grupo de Estudos em História Sociocultural da América Latina (GEHSCAL/UPE/CNPq), onde estuda temas variados, tais como: história social, política e a administração portuguesa no âmbito da capitania de Pernambuco enfatizando a localidade da Comarca de Alagoas. No Programa de Pós-Graduação onde está vinculado, tem se dedicado a pesquisa dos temas: colonização das capitanias do Norte, tropas auxiliares e de ordenanças, sociedade e a capitania de Pernambuco. Além das pesquisas realizadas na área de História (História do Brasil, de Alagoas e de Pernambuco), tem experiência na área de Metodologia Científica. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Everton Rosendo dos Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, E. R.


Formação acadêmica/titulação


2016
Mestrado em andamento em História Social da Cultura Regional.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: Tropas e Poder Local: A gente de guerra na Comarca de Alagoas (c. 1777-c. 1822),Orientador: Kalina Vanderlei Paiva da Silva.
Palavras-chave: História Militar; História Social; Comarca de Alagoas; Tropas Auxiliares.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil Colonial.
2011 - 2015
Graduação em História.
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
Título: Notas sobre os Corpos Auxiliares e de Ordenanças no sul pernambucano: Historiografia, abordagens e a pauta militar na comunicação entre as vilas da Comarca das Alagoas e o Conselho Ultramarino (1680-1807).
Orientador: Antonio Filipe Pereira Caetano.




Formação Complementar


2016 - 2016
Hierarquias e poderes: práticas de ascensão social no Brasil Colonial. (Carga horária: 4h).
Universidade Católica de Pernambuco, UNICAP, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em História de vida, fragmentos históricos.... (Carga horária: 45h).
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Perspectivas de Estudos Sobre a Guerra na Idade Média: documentação e histo. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
2014 - 2014
Cultura Política e Pesquisa Mundial de Valores. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Seminário Juventudes Contemporâneas: rupturas, permanências e inventividade. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Desvendando as Religiões: História, Mitos, Festejo. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Foi bolsista (modalidade Bolsa Permanência) no Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal de Alagoas (NEAB/UFAL). Setor vinculado a Pró-Reitoria Estudantil (PROEST)

Atividades

10/2013 - 10/2013
Outras atividades técnico-científicas , Universidade Federal de Alagoas, Campus A. C. Simões, Universidade Federal de Alagoas, Campus A. C. Simões.

Atividade realizada
Monitoria no V Encontro Internacional de História da UFAL, II Colóqui Nacional do GEAC e I Colóqui PIBID História, realizado pelo curso de História da UFAL, no período de 27 a 31 de outubro de 2013, com carga Horária de 80 horas.
5/2013 - 5/2013
Outras atividades técnico-científicas , Reitoria, Reitoria.

Atividade realizada
Monitoria no Simpósio Internacional: "APNs - 30 anos de fé e luta pela igualdade racial", que ocorreu nos dias 02 e 03 de maio de 2013, na cidade de Maceió, perfazendo 20 horas.
10/2012 - 10/2012
Outras atividades técnico-científicas , Universidade Federal de Alagoas, Campus A. C. Simões, Universidade Federal de Alagoas, Campus A. C. Simões.

Atividade realizada
Monitoria no IV Encontro Internacional de História, de 23 a 26 de Outubro de 2012, na Universidade Federal de Alagoas, perfazendo uma carga horária de 36h..

Universidade de Pernambuco, UPE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Substituto, Carga horária: 4
Outras informações
Disciplinas ministradas História da América Indígena

Atividades

8/2017 - 11/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América Indígena


Projetos de pesquisa


2014 - 2015
"Alagoas Colonial e a administração portuguesa": aspectos da consolidação e do desenvolvimento de uma Comarca (1690-1822)
Descrição: O presente tem-se por objetivo: a) Identificar os grupos militares, as milícias e os personagens que ocupavam tais postos, bem como sua configuração no território alagoano, de modo a compreender o perfil da defesa em ?Alagoas Colonial? e maneira como tais homens se entendiam enquanto pertencentes a um outro estrato social em sociedades do Antigo Regime; b) Mapear os grupos escravistas negros na documentação administrativa do Arquivo Histórico Ultramarino e do Arquivo da Cúria Arquidiocesana de Olinda, demonstrando como estes personagens são identificados, bem como poderiam usar dos mecanismos instaurados pelo próprio Antigo Regime para alteração de status e seu lugar social em ?Alagoas Colonial?. c) Compreender a dinâmica e o funcionamento do poder, das redes de negociação régia e das relações sociais dos homens espalhados pelo território alagoano, ao mesmo tempo em que se configura a formação da identidade alagoana dentro da Capitania de Pernambuco; d) identificar as redes de comércio e fintas impostas a comunidade local, compreendendo como estas atividades ajudaram ao desenvolvimento da prática colonial nos Trópicos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Everton Rosendo dos Santos - Integrante / Antonio Filipe Pereira Caetano - Coordenador / Osmundo Gonzaga da Silva Neto - Integrante / Jorge Lopes dos Santos - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2013 - 2014
"Alagoas Colonial": Militares, Escravos e Administração Local (1690-1800)
Descrição: O presente projeto tem por objetivo: a) Identificar os grupos militares, as milícias e os personagens que ocupavam tais postos, bem como sua configuração no território alagoano, de modo a compreender o perfil da defesa em Alagoas Colonial e maneira como tais homens se entendiam enquanto pertencentes a um outro estrato social em sociedades do Antigo Regime; b) Mapear os grupos escravistas (negros e ameríndios) na documentação administrativa do Arquivo Histórico Ultramarino e do Arquivo da Cúria Arquidiocesana de Olinda, demonstrando como estes personagens são identificados, bem como poderiam usar dos mecanismos instaurados pelo próprio Antigo Regime para alteração de status e seu lugar social em Alagoas Colonial . c) Compreender a dinâmica e o funcionamento do poder, das redes de negociação régia e das relações sociais dos homens espalhados pelo território alagoano, ao mesmo tempo em que se configura a formação da identidade alagoana dentro da Capitania de Pernambuco.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Everton Rosendo dos Santos - Integrante / Antonio Filipe Pereira Caetano - Coordenador / Osmundo Gonzaga da Silva Neto - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de extensão


2013 - 2013
A Lei 10.639/03 nas comunidades remanescentes de quilombo de Alagoas
Descrição: O projeto está dividido em dois momentos, iniciaremos com a proposta dar um curso de capacitação nas escolas das comunidades remanescentes de quilombo tendo como princípio a lei 10.639/03, envolvendo todos os profissionais das instituições. O curso está dividido em quatro blocos: 1. História do escravismo, 2. O debate sobre a diretriz curricular,3. História da África e 4. Práticas pedagógicas. No segundo momento iremos gravar o depoimento dos moradores das comunidades quilombolas para que o material seja utilizado por eles mesmos como parte da identidade história de cada grupo. Iremos entrevistar moradores mais antigos e outros indivíduos que se predisponham a contribuir. Teremos, portanto, o vários depoimentos além das imagens de cada comunidade que poderão ser utilizados nas escolas. A questão do reconhecimento e da valorização individual e coletivamente irá acontecer e a auto estima será positiva para todos, dos mais velhos aos mais novos. Iremos visitar e aplicar as propostas acima citadas nas comunidades remanescentes de quilombo de: Oiteiro, Tabuleiro dos Negros (Penedo), Muquém (União dos Palmares) e Quilombo( Santa Luzia do Norte)..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Everton Rosendo dos Santos - Integrante / Clara Suassuna Fernandes - Coordenador / Julierme Marciel Cardoso - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2015
Excelência Acadêmica, Universidade Federal de Alagoas.
2014
Excelência Acadêmica, Universidade Federal de Alagoas.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
SANTOS, E. R.. A milícia parda: hierarquias, perfis sociais e o cotidiano das armas nas Alagoas, sécs. 1800-1829. In: Antonio Filipe Pereira Caetano. (Org.). Da Comarca à Província das Alagoas: poder. administração e escravidão (século XVII-XIX). 1ed.Maceió: Editora Viva, 2017, v. 1, p. 245-275.

2.
SANTOS, E. R.. Notas sobre os Corpos Auxiliares e de Ordenanças no sul pernambucano: Historiografia, abordagens e a pauta militar na comunicação entre as vilas da Comarca das Alagoas e o Conselho Ultramarino (1680-1807). In: Antonio Filipe Pereira Caetano. (Org.). Das partes Sul à Comarca das Alagoas, Capitania de Pernambuco: Ensaios sobre Justiça, Economia, Poder e Defesa (Século XVII-XVIII). 1ed.Maceió: Viva Editora, 2015, v. 1, p. 151-179.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, E. R.. Historiografia, abordagens e a gente d?armas no sul pernambucano (Alagoas colonial, c.1712-c.1730). In: VI Encontro Nacional de História da UFAL e I Encontro Vivarium (Núcleo Nordeste), 2014, Maceió. Anais do VI Encontro de História / I Encontro Vivarium (Núcleo Nordeste): História e historiografia sobre a Antiguidade e o Medievo. Maceió: EDUFAL, 2014.

2.
SANTOS, E. R.. Uma carta da Câmera de Alagoas (1822): um documento para a história da transferência da capital alagoana. In: IV ENCONTRO NACIONAL DE HISTÓRIA: História, Racismo e Religiosidades Negras, 2012, Maceió. IV Encontro Nacional de História: História Racismo e Religiosidades Negras. Maceió, 2012.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, E. R.. Notas sobre a composição social das companhias dos terços Auxiliares na Comarca de Alagoas (segunda metade do século XVIII). In: VII Encontro Internacional de História Colonial, 2018, Natal. Caderno de Resumos do VII Encontro Internacional de História Colonial. Espaços coloniais: domínios, poderes e representações. Mossoró: EDUERN, 2018. p. 212-212.

2.
SANTOS, E. R.. O 'serviço das armas' na conquista: organização militar e distribuição de patentes nas forças gratuitas (Comarca das Alagoas, 1680-1807). In: 5º Encontro Internacional de História Colonial: cultura, escravidão e poder na expansão ultramarina (séc. XVI ao XIX), 2014, Maceió. Caderno de resumos do 5º Encontro Internacional de História Colonial: cultura, escravidão e poder na expansão ultramarina (séc. XVI ao XIX). Maceió: EDUFAL, 2014.

3.
SANTOS, E. R.. Historiografia, abordagens e a gente d?armas no sul pernambucano (Alagoas colonial, c.1712-c.1730). In: VI Encontro Nacional de História da UFAL e I Encontro Vivarium (Núcelo Nordeste), 2014, Maceió. Anais do VI Encontro de História / I Encontro Vivarium (Núcleo Nordeste): História e historiografia sobre a Antiguidade e o Medievo. Maceió: EDUFAL, 2014.

4.
SANTOS, E. R.. 'Na fôrma da Lei': um esboço acerca da legislação e estrutura militar dos Corpos de Ordenanças (Portugal, século XVII). In: V Encontro Nacional de História da UFAL/II Colóqui Nacional do GEAC/Colóquio PIBID História, 2013, Maceió. V Encontro Nacional de História da UFAL/II Colóquio Nacional do GEAC/Colóquio PIBID de História, 2013.

5.
SANTOS, E. R.. Uma carta da Câmera de Alagoas (1822): um documento para a história da transferência da capital alagoana. In: IV Encontro Nacional de História> História Racismo e Religiosidades Negras, 2012, Maceió. IV Encontro Nacional de História> História Racismo e Religiosidades Negras, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, E. R.. Notas sobre a composição social das companhias dos terços Auxiliares na Comarca de Alagoas (segunda metade do século XVIII). 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
SANTOS, E. R.. Caracterização do perfil socioeconômico do regimento miliciano dos homens pardos de Alagoas (séc. 1819). 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
SANTOS, E. R.. ?Gente da Milícia?: perfis sociais, estrutura de defesa e o cotidiano das armas em Alagoas, século XVIII. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
SANTOS, E. R.. 'Pela manutenção do bem do sossego público': estrutura social e de defesa em uma conquista ultramarina (Comarca de Alagoas, século XVIII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
SANTOS, E. R.. As milícias atuantes: Cotidiano e perfis das companhias de homens pardos milicianos (Penedo, 1819-1822). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
SANTOS, E. R.. Para além da manutenção da ordem: caracterização do perfil social e econômico dos homens do regimento de milícias pardas de Alagoas (1819-1822). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
SANTOS, E. R.. 'Que se digne no que for servido mandar...': traços da insubordinação, do cotidiano e do perfil dos soldados do regimento miliciano dos homens pardos da vila de Penedo (c. 1816-c. 1819). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
SANTOS, E. R.. Militares, Milícias e Corpos de Ordenança na Tessitura Política e de Defesa de Alagoas Colonial (1690-1822). 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
SANTOS, E. R.. O coronel Francisco Ramos, as Companhias Milicianas e as Ordenanças do Sertão: o cotidiano das tropas do Real Serviço (Comarca das Alagoas, 1779-1819). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
SANTOS, E. R.. O 'serviço das armas' na conquista: organização militar e distribuição de patentes nas forças gratuitas (Comarca das Alagoas, 1680-1807). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
SANTOS, E. R.. Historiografia, abordagens e a gente d?armas no sul pernambucano (Alagoas colonial, c.1712-c.1730). 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
SANTOS, E. R.. Forças militares na Comarca: organização Militar e Distribuição de Patentes nos Corpos de Ordenanças e Auxiliares (Alagoas, 1680-1800). 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
SANTOS, E. R.. Militares, Milícias e Corpos de Ordenança na Tessitura Política e de Defesa de Alagoas Colonial (1690-1800). 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
SANTOS, E. R.. 'Na fôrma da Lei': um esboço acerca da legislação e estrutura militar dos Corpos de Ordenanças (Portugal, século XVII). 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
SANTOS, E. R.. Uma carta da Câmera de Alagoas (1822): um documento para a história da transferência da capital alagoana. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SANTOS, E. R.. A Guerra dos Bárbaros: diversidade social na conquista do sertão 2014 (Resenha).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SANTOS, E. R.. Notas sobre a estrutura social e de defesa das vilas de Alagoas, 1749-1788. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
SANTOS, E. R.; MARQUES, D. B. . Vida de Artista. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, E. R.. II (Re)encontro com a História: teoria e história. 2017. (Comissão Científica).

2.
SANTOS, E. R.. História Social e Política. 2017. (Coordenação de Simpósio Temático).

3.
SANTOS, E. R.. Paleografia: história, conceito e usos no tempo. 2016. (Curso de curta duração ministrado/ Extensão).

4.
SANTOS, E. R.; CAETANO, A. F. P. . Militares, milícias e corpos de ordenança na tessitura política e de defesa de Alagoas Colonial (1690-1800). 2015. (Relatório de pesquisa).

5.
SANTOS, E. R.; CAETANO, A. F. P. . Militares, milícias e corpos de ordenança na tessitura política e de defesa de Alagoas Colonial (1690-1800). 2014. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Encontro Internacional de História Colonial. 2018. (Simpósio).

2.
"Jurisdições da América Portuguesa": séculos XVI a XVIII. 2017. (Outra).

3.
Colóquio Mundo Moderno e Culturas Políticas. 2017. (Outra).

4.
Seminário de História Social da Cultura: História e Cultura Material. 2017. (Seminário).

5.
Congresso de História - 200 anos de igreja católica em Maceió. 2015. (Congresso).

6.
Intolerância Religiosa no Continente Africano. Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia - Caiite 2015. 2015. (Congresso).

7.
IV Colóquio Nacional do GEAC: dinâmicas sociais, políticas e de justiça na América Lusa - Hierarquias, poderes e governo (séculos XVI-XVIII). 2015. (Outra).

8.
5º Encontro Internacional de História Colonial: Cultura, Escravidão e Poder na Expansão Ultramarina (séc. XVI ao XIX). 2014. (Encontro).

9.
XXIV Encontro de Iniciação Científica da UFAL. 2014. (Encontro).

10.
I Ciclo de debates sobre o Binômio Natureza/Cultura - uma cultura anfíbia na transversalidades de saberes: Alagoas e Rússia. 2013. (Outra).

11.
Novas Perspectivas Historiográficas: Escravidão, Pós-abolição e Tempo Presente. 2013. (Outra).

12.
V Encontro Nacional de História da UFAL, II Colóquio Nacional do GEAC e I Colóquio PIBID História. 2013. (Encontro).

13.
Colóquio Desvendando as Religiões. 2012. (Outra).

14.
História Indígena em Alagoas: dos Movimentos Sociais ao Livro Didático. 2012. (Seminário).

15.
I Colóquio Nacional GEAC: Poder, Instituições e Redes Políticas na América Portuguesa.. 2012. (Outra).

16.
I Congresso de Cultura Afro Brasileira em Alagoas. 2012. (Congresso).

17.
I Seminário Arquivos e Gestão Documental. 2012. (Seminário).

18.
I Congresso Nacional de História Social do Poder. 2011. (Congresso).

19.
III Encontro de História da UFAL. 2011. (Encontro).

20.
I Seminário Internacional História Social do Poder. 2011. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, E. R.; MORAIS, Yan Bezerra ; LIMA, Jesanias Rodrigues ; SILVA, R. M. . Colóquio Mundo Moderno e Culturas Políticas. 2017. (Outro).

2.
SANTOS, E. R.. XI Semana de História da Ufal: Apologia da História ou o Ofício de historiador. 2013. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 9:46:33