Luise Ferreira de Queiroz

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3468684147783487
  • Última atualização do currículo em 05/09/2018


Graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - CREFITO 5/16919. Mestra em Saúde e Reabilitação Funcional pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Docente da Universidade Franciscana (UFN). Possui experiência na área de reabilitação física e desenvolvimento infantil, atuando principalmente nos seguintes temas: reabilitação, saúde funcional e neurologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Luise Ferreira de Queiroz
Nome em citações bibliográficas
QUEIROZ, L. F.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Franciscana.
Rua dos Andradas - de 1306 ao fim - lado par
Centro
97010032 - Santa Maria, RS - Brasil
Telefone: (55) 32201200
URL da Homepage: www.universidadefranciscana.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2017
Mestrado em Reabilitação Funcional.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Funcionalidade na Paralisia Cerebral: Abordagem exploratória baseada na Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Claudia Morais Trevisan.
Palavras-chave: Paralisia Cerebral; Crianças; CIF.
2018
Especialização em andamento em Reabilitação em Neuropediatria. (Carga Horária: 360h).
Faculdades Santa Rita, SANTA RITA, Brasil.
2010 - 2014
Graduação em Terapia Ocupacional.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Terapia de Contensão Induzida: Possíveis contribuições na reabilitação de paciente pós-AVE.
Orientador: Daniela Tonús.




Formação Complementar


2018 - 2018
Reabilitação com Realidade Virtual - Gameterapia. (Carga horária: 12h).
Rafael Borges Terapeuta Ocupacional, RAFAEL BORGES, Brasil.
2016 - 2016
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. (Carga horária: 20h).
Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, COFFITO, Brasil.
2016 - 2016
Curso de Órtese - Modulo I Básico. (Carga horária: 13h).
Sociedade Brasileira de Terapia da Mão e do Membro Superior, SBTM, Brasil.
2016 - 2016
Conhecendo a CIF - Classificação Internacional de Funcionalidade. (Carga horária: 12h).
Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, CREFITO 5, Brasil.
2016 - 2016
Escrita de Artigos Científicos de Alto Impacto. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
2015 - 2015
Uso Terapêutico de Tecnologias Assistivas: habilidade física e motora. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2015 - 2015
Uso Terapêutico de Tecnologias Assistivas: ampliação da comunicação. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2015 - 2015
Leitura em Língua Inglesa. (Carga horária: 50h).
Plus Language School, PLUS, Brasil.
2014 - 2014
Adequação Postural para Cadeira de Rodas - Seating. (Carga horária: 20h).
Clínica Interage, CI, Brasil.
2014 - 2014
Capacitação para aplicação da Terapia de Contensão. (Carga horária: 20h).
Grupo Contensão Induzida - Terapia de Reabilitação, TCI, Brasil.
2014 - 2014
Breaking Free.
FISK Centro de Ensino, FISK, Brasil.


Atuação Profissional



Hospital Universitário de Santa Maria, HUSM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista no Ambulatório de Quimioterapia da Hemato-Oncologia do Hospital Universitário de Santa Maria.


Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Terapeuta Ocupacional, Carga horária: 20
Outras informações
Coordenadoria de Ações Educacionais - CAED UFSM

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 8
Outras informações
Ambulatório de Terapia Ocupacional - Saúde do Idoso.

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 8
Outras informações
Serviço de Internação Domiciliar Hospital Universitário de Santa Maria-HUSM

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 8
Outras informações
Associação Amparo Providência Lar das Vovozinhas

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista no Projeto de Extensão Aplicação Clínica para Robô de Telepresença

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 16
Outras informações
Unidade ESF Vitor Hoffmann

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 16
Outras informações
Unidade Estratégia e Saúde da Família Roberto Binato

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 24
Outras informações
Ambulatório de Terapia Ocupacional - Saúde Funcional

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágio Curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 4
Outras informações
Ambulatório Vascular - HUSM


Associação Pais e Amigos dos Excepcionais, APAE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Terapeuta Ocupacional, Carga horária: 24


Universidade Franciscana, UFN, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40
Outras informações
O Centro Universitário Franciscano teve sua transformação em Universidade Franciscana (UFN) em 22 de março de 2018 pela Portaria Nº 259/2018 do Ministério da Educação.

Atividades

02/2018 - Atual
Ensino, Terapia Ocupacional, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Terapia Ocupacional na Saúde Materno-Infantil
Terapia Ocupacional e as Disfunções Sensoriais
Terapia Ocupacional na Saúde do Adulto
Estágio Supervisionado em Terapia Ocupacional II
02/2018 - Atual
Ensino, Pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pedagogia do Movimento Humano
10/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Residência Multiprofissional em Reabilitação Física, .

Cargo ou função
Tutora.
08/2017 - 02/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Pró-Reitoria de Graduação.

Cargo ou função
Membro Titular do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Graduação em Terapia Ocupacional.
08/2017 - 12/2017
Ensino, Terapia Ocupacional, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Criatividade e Processos de Criação
Estágio Supervisionado I
Orientação de Trabalho Final de Graduação
Psicomotricidade
Semiologia em Terapia Ocupacional


Projetos de pesquisa


2016 - 2017
Subprojeto 2: Avaliação e reabilitação de desordens do movimento infantil
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Programa de Intervenção Terapêutica Multiprofissional em Desordens do Movimento Infantil
Descrição: O desenvolvimento motor é um processo seqüencial, relacionado à idade cronológica, onde o ser humano adquire habilidades motoras, que progridem de movimentos simples e desorganizados para habilidades organizadas e complexas. Justificativa: Fatores de risco biológicos ou ambientais aumentam a probabilidade de déficits no desenvolvimento neuromotor infantil. Objetivos: Investigar os efeitos da intervenção terapêutica multiprofissional em desordens do movimento infantil no setor de Reabilitação Neurofuncional Pediátrica/HUSM-RS através do perfil sociodemográfico; dados nutricionais e antropométricos e suas relações com transtornos do desenvolvimento; avaliar e reabilitar crianças com desordens do movimento; avaliar a influência da orientação domiciliar na independização funcional e qualidade de vida na Paralisia Cerebral; verificar a atenção à saúde do cuidador de crianças com desordens de movimento; analisar a atenção multiprofissional na reabilitação infantil. Método: Realizar-se-ão avaliações específicas relacionadas aos objetivos. Serão utilizados questionários semi-estruturados na investigação do perfil sociodemográfico; na verificação dos dados nutricionais e antropométricos: medidas de peso e estatura, cirtometria torácica e cefálica; avaliação do desenvolvimento motor para detectar e reabilitar atrasos no desenvolvimento; verificação das atividades de vida diária, funcionalidade, qualidade de vida e perfil cognitivo das crianças para realizar orientações domiciliares; questionário para analisar sobrecarga e desvios posturais nos cuidadores e verificar o impacto da atenção multiprofissional no setor de reabilitação infantil através de projeto terapêutico único e matriciamento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Terapia de Contensão Induzida e suas possíveis contribuições na reabilitação de paciente pós-AVE atendido no domicílio
Descrição: O Acidente Vascular Encefálico está entre as doenças que mais causam limitações físicas e funcionais. Este caracteriza-se por uma interrupção sanguínea a nível cerebral tendo como especificidade duas formas de acometimento: isquêmico e hemorrágico. A Terapia de Contensão Induzida, tem sido uma importante técnica de reabilitação que vem se destacando atualmente com o intuito de reverter o quadro hemiplégico de quem sofreu AVE e possibilitar a melhora do desempenho e qualidade de vida do sujeito. Este projeto tem como objetivo verificar se existe eficácia da Terapia de Contensão Induzida na reabilitação de pessoas pós-AVE atendidas no domicílio, afim de identificar as contribuições que essa técnica pode trazer..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Luise Ferreira de Queiroz - Integrante / Daniela Tonús - Coordenador.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Implementação do Centro Multiprofissional de atenção à gestante com diagnóstico de mal formação fetal, crianças e adolescentes com deficiências e suas famílias
Descrição: O crescimento da população com deficiência no contexto mundial, nacional regional e local propicia também o aumento de doenças próprias desta condição, as quais podem ser minimizadas por meio de um enfoque multiprofissional. Pelo Censo Demográfico 2000 (IBGE) existem no Brasil 24,5 milhões de pessoas com deficiência. Entretanto, parece que o aumento desta população não se refletiu no desenvolvimento de recursos e mecanismos sociais para assistir estes indivíduos e suas famílias. Assim conhecer as influências que as diversas patologias causam na vida da criança com deficiência, bem como da gestante e de sua família, direciona para a criação de estratégias de promoção da saúde, impactando na sociedade a superação de determinados problemas de saúde nesse grupo populacional. A atenção às pessoas com deficiência e gestantes de filhos com deficiência, constitui um desafio para a organização dos serviços públicos de saúde, que ainda apresenta reduzida oferta de serviços, baixa cobertura, difícil acesso, descontinuidade de atendimento, entre outros problemas estruturais do Sistema Único de Saúde (SUS), que se agudizam sobremaneira na atenção a este grupo. Entre as atuais prioridades do Governo Brasileiro na área da saúde, estão as políticas públicas voltadas à atenção integral à saúde da mulher e da criança, com destaque para a redução da mortalidade materna e neonatal, a redução dos índices de cesarianas, as boas práticas na assistência ao parto e nascimento, a garantia dos direitos sexuais e reprodutivos, dentre outras. Nessa direção, reforça-se a necessidade da superação do modelo tradicional de intervenção à saúde materno infantil e sugere-se ações proativas. A proposta de criar um centro multiprofissional de atenção a gestantes e crianças com deficiência e suas famílias, sendo um programa de extensão vinculado ao Mestrado Profissional em Saúde Materno infantil, poderá contribuir para a organização, estruturação de ambientes de saúde referência para essa população, tanto na cidade de Santa Maria e região e órgãos, conselhos, do estado do Rio Grande do Sul, impactando na prática e nas ações do profissional da saúde envolvido, bem como, promovendo o desenvolvimento de novos saberes envolvendo a graduação, pós-graduação dos vários cursos da saúde e humanas envolvidos, sendo a Universidade um importante agente transformador na contribuição e inclusão de grupos sociais, realizando a transferência de conhecimento e ampliação de oportunidades educacionais inter-relacionando o ensino a pesquisa e a extensão. Na construção dessa proposta, procuramos verificar quais disciplinas dos cursos envolvidos contemplam o assunto, revisamos os objetivos acadêmicos das ações extensionistas e o perfil profissiográfico dos cursos e verificamos que em todos os cursos o mesmos é abordado em diferentes semestres, sendo de extrema importância para o desenvolvimento de metodologias de aprendizagem, metodologias ativas nas disciplinas da graduação, tais como: Fisioterapia: Fisioterapia e a Saúde da Criança; Odontologia: Ações extensionistas integradas à saúde e sociedade II; Saúde e Sociedade; Medicina Oral; Clínica Integrada IV; Farmácia: Práticas em saúde ? Atenção Farmacêutica; Práticas em saúde ? Saúde da Criança; Estágio em Assistência Farmacêutica; Estágio em Saúde Coletiva I e Estágio em Saúde Coletiva II; Farmácia Clínica; Psicologia: Abordagem sistêmica e terapia familiar; Infância e necessidades especiais. Com isso, buscamos formar profissionais críticos e agentes transformadores, trazendo com a extensão a realidade para a sala de aula, possibilitando a contextualização com dados de pesquisas, e por meio do ensino produzir o conhecimento e fazer novamente a devolutiva por meio da extensão..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (14) .
Integrantes: Luise Ferreira de Queiroz - Coordenador / Patrícia Pasquali Dotto - Integrante / Luciane Najar Smeha - Integrante / Juliana Saibt Martins - Integrante.
2014 - 2014
Aplicação Clínica para Robô de Telepresença
Descrição: No combate ao câncer, durante o tratamento de quimioterapia ou logo após um transplante de medula tipicamente o paciente necessita de um período de isolamento devido à fragilização de seu sistema imunológico. Isso resulta em um afastamento do paciente de suas atividades típicas da vida diária, quebrando a rotina e afastando amigos e familiares de seu convívio. Este tipo de isolamento é especialmente danoso às criancas e aos idosos que normalmente demandam mais amparo e atenção. A perda da liberdade de ir e vir combinada ao isolamento em ambiente estranho causa depressão e prejudica o próprio tratamento. Este projeto visa desenvolver e aplicar robôs de telepresença para o auxílio a pessoas com necessidade de isolamento clínico, ou dificuldade de mobilidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2013 - 2013
CAACTO - Cuidado e Atenção a Criança e Adolescente em Tratamento Oncológico
Descrição: Programa de Ensino e Extensão que prevê ações interdisciplinares dos cursos de Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Desenho Industrial. Tem como objetivo promover ações de cuidado e atenção integral à saúde das crianças e adolescentes em tratamento hematológico e oncológico e ao acompanhamento de seus familiares e cuidadores na perspectiva da humanização da atenção a saúde e de adaptação dos sujeitos ao processo de hospitalização. Prevê a continuidade das ações desenvolvidas desde o ano de 2011 de modo a articular ações de extensão, ensino na promoção da atenção à saúde da população foco e aprimorar o processo de formação dos acadêmicos dos cursos citados com os residentes da PRIMPS na perspectiva da Política Nacional de Humanização da assistência em saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2017 - 2017
Redes de Aprendizagem
Descrição: A trajetória dos estudantes na Educação Superior é caracterizada por uma série de desafios e enfrentamentos, tais como: lacunas referentes aos conteúdos da Educação Básica, dificuldades de adaptação do estudante ao contexto da Educação Superior, baixo aproveitamento nas disciplinas, reprovações, evasão do estudante, entre outros. Esses fatores geram consequenciais ainda mais desafiadoras para a Instituição, estudantes e professores: o impedimento de matrícula em disciplinas posteriores, desmotivação, abandono do curso, retenção de vagas na universidade pública que culminam em prejuízos sociais e acadêmicos. A UFSM, reconhecendo esses processos de desenvolvimento acadêmico, propõe o acompanhamento pedagógico dos estudantes em caráter preventivo e de acompanhamento dirigido nos casos em que se deflagra os problemas no aprender. Nesse sentido, já vem promovendo ações com esse intuito nos Núcleos que compõe a Coordenadoria..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2016 - 2017
Programa de Apoio Didático-Pedagógico
Descrição: No Ensino Superior, frequentemente, ouve-se queixas dos professores acerca das dificuldades acadêmicas dos estudantes, principalmente devido a lacunas referente aos conteúdos da Educação Básica. Muitas destas dificuldades referem-se às operações básicas relacionadas à matemática e às atividades de cálculo. Soma-se a isso as dificuldades de adaptação do estudante ao contexto da Educação Superior, o baixo aproveitamento nas disciplinas dos primeiros semestres e as consequentes reprovações, que podem, muitas vezes, comprometer a vida acadêmica e culminar na evasão do estudante. Todos esses fatores demonstram que, apesar de ser cada dia mais acessível o acesso à universidade, a permanência não é garantida. Diante deste cenário, compreende-se que uma reforma ampla e profunda se faz necessária na educação brasileira. Porém, como estes alunos já chegaram à Universidade, é preciso reunir ações que possam colaborar para a sua permanência, aprendizagem e desenvolvimento na etapa atual em que se encontram: a Educação Superior. Considerando esses aspectos, com esse "Programa de Apoio Didático-Pedagógico" pretendemos minimizar a retenção e evasão, principalmente no início dos cursos de graduação, promovendo ações para revisão de conteúdos da Educação Básica através de cursos e oficinas e, também, prestando monitoria permanente nas áreas de matemática, língua portuguesa, física, química e biologia. Almejamos assim, contribuir para que o aluno da UFSM desenvolva/mantenha o desejo de estudar, tão presente no início dos cursos de graduação, aprendendo a aprender..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Professora homenageada pela 18ª turma de Terapia Ocupacional, Universidade Franciscana.
2016
Suficiência em Língua Inglesa, Universidade Federal de Santa Maria.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TONÚS, D.2015TONÚS, D. ; QUEIROZ, L. F. . Aplicação da Terapia de Contensão Induzida com protocolo adaptado para atendimento domiciliar e suas contribuições no quadro motor e na reabilitação de paciente pós-acidente vascular encefálico. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar, v. 23, p. 543-552, 2015.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
QUEIROZ, L. F.; CHRISTMANN, M. . Organização de Eventos e Acessibilidade na Universidade Federal de Santa Maria. 1. ed. Santa Maria: pE.com, 2018. v. 1. 35p .

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
QUEIROZ, L. F.; FALCADE, R. ; BATTISTEL, A. H. ; SOUTO, D. . Aplicação Clínica do Robô de Telepresença: Interface entre Terapia Ocupaciona e Educação Especial. In: 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014, Santa Maria. Anais 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014.

2.
BATTISTEL, A. H. ; FALCADE, R. ; QUEIROZ, L. F. . Desenvolvimento de Robô de Telepresença para aplicação clínica: Utilizando Design como ferramenta estratégica de projetação. In: 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014, Santa Maria. Anais 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014.

3.
QUEIROZ, L. F.; BATTISTEL, A. H. ; SOUTO, D. ; FALCADE, R. . Robô de Telepresença: A contribuição da robótica como recurso terapêutico ocupacional com crianças em tratamento oncológico. In: 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014, Santa Maria. Anais 29ª Jornada Acadêmica Integrada, 2014.

4.
QUEIROZ, L. F.; WEBER, C. B. ; PONTE, A. S. . A Intervenção da Terapia Ocupacional na Reabilitação Cardíaca: Uma Revisão Bibliográfica. In: Jornada Acadêmica Integrada, 2013, Santa Maria. Anais 28ª Jornada Acadêmica Integrada, 2013.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
QUEIROZ, L. F.; TREVISAN, C. M. . Atenção à saúde na Paralisia Cerebral: instrumentos de avaliação e os domínios da CIF. In: 31 Jornada Acadêmica Integrada, 2016, Santa Maria. ATENÇÃO A SAÚDE NA PARALISIA CEREBRAL: INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO E OS DOMÍNIOS DA CIF. Santa Maria: Jornada Acadêmica Integrada, 2016.

2.
QUEIROZ, L. F.; COSTA, T. R. ; TONÚS, D. ; SEEGER, L. S. . Acessibilidade e Aspectos Ambientais: Análise de uma Biblioteca Pública no Município de Santa Maria-RS. In: XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013, Florianópolis. XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013.

3.
QUEIROZ, L. F.; BATTISTEL, A. H. ; LIMA, S. . Acolhimento: Terapia Ocupacional na Humanização do Setor Hemato-Oncológico do HUSM. In: XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013, Florianópolis. XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013.

4.
QUEIROZ, L. F.; COSTA ; MEDEIROS, L. O. ; ANGELI, A. A. C. . Pesquisando as Ações da Terapia Ocupacional na Violência Doméstica Infantil. In: XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013, Florianópolis. XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013.

5.
QUEIROZ, L. F.; PONTE, A. S. . Terapia Ocupacional e suas Contribuições junto ao Paciente Cardíaco: uma revisão bibliográfica. In: XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013, Florianópolis. XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013.

Apresentações de Trabalho
1.
QUEIROZ, L. F.; CHRISTMANN, M. . Eventos e Acessibilidade. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
QUEIROZ, L. F.; FERRER, A. L. ; GIRUNDI, C. . Contribuições dos cursos de graduação em Terapia Ocupacional do estado do Rio Grande do Sul. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
QUEIROZ, L. F.. Classificação da Funcionalidade. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
QUEIROZ, L. F.; TREVISAN, C. M. . Função Motora Grossa e Atividades Funcionais de Crianças com Paralisia Cerebral. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
QUEIROZ, L. F.; TREVISAN, C. M. . Função Motora Grossa de Crianças com Paralisia Cerebral Unilateral. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
QUEIROZ, L. F.; TREVISAN, C. M. . Atenção à saúde na Paralisia Cerebral: instrumentos de avaliação e os domínios da CIF. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
QUEIROZ, L. F.; PONTE, A. S. . Terapia Ocupacional e suas contribuições junto ao paciente cardíaco: uma revisão bibliográfica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
QUEIROZ, L. F.; LIMA, S. ; BATTISTEL, A. H. . Acolhimento: terapia ocupacional na humanização do setor hemato-oncológico do HUSM. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
QUEIROZ, L. F.; COSTA, T. R. ; SEEGUER, L. S. ; TONÚS, D. . Acessibilidade e aspectos ambientais: análise de uma biblioteca pública no município de Santa Maria - RS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
QUEIROZ, L. F.; ANGELI, A. A. C. ; MEDEIROS, L. O. ; COSTA . Pesquisando as ações da terapia ocupacional na violência doméstica infantil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
QUEIROZ, L. F.; LIMA, S. ; BATTISTEL, A. H. . Acolhimento: terapia ocupacional na humanização do setor hemato-oncológico do HUSM. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
QUEIROZ, L. F.. Instrumentos de avaliação na Paralisia Cerebral. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
QUEIROZ, L. F.; CHRISTMANN, M. . Eventos e Acessibilidade. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
QUEIROZ, L. F.; SOUTO, D. ; BATTISTEL, A. H. . Aplicação Clínica para Robô de Telepresença e a Terapia Ocupacional. 2014. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
QUEIROZ, L. F.; CHRISTMANN, M. . Deficiência e as Redes de Atenção. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
GRANDI, C. B.; RAHMEIER, L.; QUEIROZ, L. F.. Participação em banca de Viviane Dutra Piber. A capacidade funcional do paciente pós Acidente Vascular Cerebral: avaliação e auto-relato. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência em Reabilitação Física) - Universidade Franciscana.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Encontro de Coordenadores dos Cursos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do RS.Encontro de Coordenadores dos Cursos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do RS. 2018. (Encontro).

2.
VIII Congresso Paranaense de Terapia Ocupacional e I Congresso Sul Brasileiro de Terapia Ocupacional. 2018. (Congresso).

3.
I Fórum Municipal de Revisão das Diretrizes Curriculares da Terapia Ocupacional.Diretrizes Curriculares Nacionais para Terapia Ocupacional. 2017. (Outra).

4.
XI Seminário de Educação Especial e II Seminário Latino-Americano de Educação Especial. 2017. (Seminário).

5.
36ª Semana Científica do HCPA. 2016. (Outra).

6.
Introdução a prática do método Bobath. 2016. (Oficina).

7.
I Seminário Interdisciplinar de Aplicação Clínica para Robô de Telepresença. 2014. (Seminário).

8.
Trabalho da Comunicação Alternativa através das Diferentes Técnicas Utilizadas na APAE de Cascavel-PR. 2014. (Outra).

9.
XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional. 2013. (Congresso).

10.
Encontro Regional de Terapia Ocupacional. 2012. (Encontro).

11.
XIV Simpósio Internacional de Geriatria e Gerontologia. 2012. (Simpósio).

12.
II Semana Acadêmica de Terapia Ocupacional - UFSM. 2011. (Outra).

13.
IV Mostra de Terapia Ocupacional. 2011. (Outra).

14.
Neurociências aplicada à reabilitação traumato-ortopédica e desportiva. 2011. (Outra).

15.
Processos de Aprendizagem Estratégias e Práticas na Educação de Surdos: Relatos de Experiência. 2011. (Outra).

16.
I Congresso Internacional de Ciências pela Vida. 2010. (Congresso).

17.
I Semana Acadêmica do Curso de Terapia Ocupacional. 2010. (Outra).

18.
I Workshop Terapia Ocupacional na Atenção Básica. 2010. (Outra).

19.
Programa Diálogos Universitários. 2010. (Outra).

20.
Projeto Acidente Vascular Cerebral. 2010. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
QUEIROZ, L. F.. Simpósio de Bioética e Ética na Pesquisa. 2016. (Outro).

2.
QUEIROZ, L. F.. 14º ACAMPAVIDA. 2012. (Outro).

3.
QUEIROZ, L. F.. II Semana Acadêmica de Terapia Ocupacional. 2011. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marciane Montagner Missio. Dispensação de tecnologias assistivas em serviço de reabilitação: fatores relacionados à satisfação do paciente e ao abandono. Início: 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Reabilitação Física) - Universidade Franciscana. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Viviane Dutra Piber. A capacidade funcional do paciente pós acidente vascular cerebral: avaliação e auto-relato. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Residência Multiprofissional em Reabilitação Física) - Universidade Franciscana. Orientador: Luise Ferreira de Queiroz.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Stéfanni dos Santos Holkem. A educação como campo da Terapia Ocupacional: inclusão de pessoas com deficiência. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Terapia Ocupacional) - Universidade Franciscana. Orientador: Luise Ferreira de Queiroz.

2.
Milla Cristie Gonçalves de Mattos. Contribuições da Terapia ocupacional na atenção primária em saúde. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Terapia Ocupacional) - Universidade Franciscana. Orientador: Luise Ferreira de Queiroz.

3.
Lidiane Thays Majolo. As abordagens da Terapia Ocupacional na saúde do trabalhador. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Terapia Ocupacional) - Universidade Franciscana. Orientador: Luise Ferreira de Queiroz.

Orientações de outra natureza
1.
Greice De Avila. Bolsa de monitoria na disciplina de Semiologia em Terapia Ocupacional. 2017. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional) - Universidade Franciscana. Orientador: Luise Ferreira de Queiroz.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 4:24:16