Fabiano Cabral de Lima

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4897513280228003
  • Última atualização do currículo em 08/12/2018


Professor de Historia, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisou durante a graduação sobre as políticas públicas na educação com ênfase nas avaliações em larga escala, além de pesquisar de forma autônoma sobre o ensino de História. Atualmente Mestrando em Educação, Bolsista do PROEX (Programa de Excelencia Academica) da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) dentro do Programa de Pós Graduação em Educação (PPGE) da UFRJ, na linha de pesquisa de Politicas Públicas na Educação. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fabiano Cabral de Lima
Nome em citações bibliográficas
LIMA, F. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Educação.
Avenida Pasteur - até 213/214
Botafogo
22290240 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 982356341
URL da Homepage: educacao.ufrj.br


Formação acadêmica/titulação


2018
Mestrado em andamento em Educação.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. Orientador: Ana Pires do Prado.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2010 - 2017
Graduação em História.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Concepções sobre as avaliações em larga escala e a responsabilização: Analise da Produção Científica entre 2007 e 2013.
Orientador: Ana Pires do Prado.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2003 - 2005
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Estadual Prefeito Mendes de Morais - RJ, C.E.P.M.M., Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
curso a distância da plataforma Escola Digital. (Carga horária: 20h).
Plataforma Escola Digital, PED, Brasil.
2016 - 2016
Educação Ambiental. (Carga horária: 14h).
SENAI - Departamento Regional do Espírito Santo, SENAI/DR/ES, Brasil.
2016 - 2016
Redação Administrativa. (Carga horária: 10h).
SESI - Departamento Regional do Espírito Santo, SESI, Brasil.
2016 - 2016
Era Vargas - dos anos 20 a Revolução de 30. (Carga horária: 30h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
2016 - 2016
Noções Básicas de Mecânica Automotiva. (Carga horária: 14h).
SENAI - Departamento Regional do Espírito Santo, SENAI/DR/ES, Brasil.
2016 - 2016
Os Caminhos dos Escravos no Rio de Janeiro - Memórias do Tráfico Negreiro. (Carga horária: 4h).
AKairos Preparatório/Curso Clube do Reforço Escolar, AKP, Brasil.
2014 - 2014
Indicadores p/avaliar/monitorar Politicas/Projetos. (Carga horária: 40h).
SESI - Departamento Regional do Espírito Santo, SESI, Brasil.


Atuação Profissional



Colégio e Curso Sonnart, CCS, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Professor de História, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 3

Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Professor Stand-By, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 12


Clube do Reforço Escolar, CRE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 20


Escola Municipal Brig. Eduardo Gomes, EMBEG, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Monitor de aulas de apoio., Enquadramento Funcional: Estagio, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio Não Obrigatório da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.


Colégio e Curso Q.I., Q.I., Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: Monitor de História, Enquadramento Funcional: Monitor
Outras informações
Unidade Botafogo: Rua da Matriz, 63, Botafogo Rio de Janeiro. Unidade Tijuca: Rua Ibituruna 37, Maracanã, Rio de Janeiro. Unidade Recreio dos Bandeirantes: Rua Odilon Martins de Andrade, 3, Recreio dos Bandeirantes.


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: Pesquisador (i.c), Enquadramento Funcional: Estudante, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais - LaPOpE.

Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Observatório Educação e Cidade Descrição: O "Observatório educação e cidade: desigualdades de oportunidades educacionais e dimensões da alfabetização básica no Estado do Rio de Janeiro" é uma parceria entre a Universidade Federal do Rio de Janeiro, a Universidade Estadual do Rio de Janeiro e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, contemplada pelo edital 038/2010-CAPES/INEP. Na UFRJ, o projeto conta com a coordenação geral de Marcio da Costa (FE/UFRJ); na Faculdade de Educação/UFRJ, também é coordenado por Mariane Koslinski. O projeto tem três objetivos complementares: (i) Realizar o monitoramento da evolução do analfabetismo, letramento e numeramento no Estado do Rio de Janeiro (ii) Mapear o grau de apropriação e conhecimento dos sistemas de informação e de avaliação para o planejamento educacional e (iii) Realizar um programa de formação sobre o uso de sistemas de informação e de avaliação para o planejamento educacional. Desenvolvo o subprojeto Indicadores de desempenho e cotidiano escolar: uma proposta de análise da visão dos professores e gestores da educação básica do Rio de Janeiro sobre as avaliações externas dos sistemas educacionais , diretamente articulado ao segundo objetivo do Observatório..

Atividades

04/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação, .

Linhas de pesquisa
História da Educação
04/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação, .

04/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Educação, .

Linhas de pesquisa
Políticas Públicas
01/2010 - 01/2013
Extensão universitária , Instituto de Química, .

Atividade de extensão realizada
Professor de Pré-Vestibular.

Pré-Vestibular Samora Machel, PVS, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 20
Outras informações
Pré-Vestibular Samora Machel Descrição: Curso pré-universitário para moradores carentes do entorno da Cidade Universitária, que tem como objetivo aumentar o acesso e consolidar a permanência de membros de grupos excluídos do ensino superior. As aulas são realizadas de segunda a sexte-feira, no horário noturno, nas dependências do CCMN, na UFRJ. A turma é constituída por 120 alunos de diferentes comunidades carentes. Os professores são estudantes de Graduação de diferentes cursos da UFRJ. São organizadas palestras e visitas de ensino no cidade do Rio de Janeiro..



Linhas de pesquisa


1.
História da Educação
2.
Antropologia da Educação, Sociologia da Educação, Escolha e acesso à escolas, avaliações em larga escala
3.
Políticas Públicas


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
EXPECTATIVAS DOS PAIS NA TRANSIÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA O ENSINO MÉDIO
Descrição: Esse trabalho faz parte do projeto de pesquisa ?Análise das transições escolares na educação básica no Rio de Janeiro: Escolha, acesso e permanência no ensino fundamental e médio? do Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais (LaPOpE), coordenado por Ana Pires do Prado e Rodrigo Rosistolato, ambos professores da Faculdade de Educação da UFRJ. O projeto de pesquisa tem como objetivo mapear as trajetórias escolares (repetência, abandono, transferência de escolas e turnos e inserção ou não no ensino médio) de 52 estudantes que estavam matriculados, em 2012, no 6º ano do ensino fundamental na rede municipal do Rio de Janeiro e concluíram, ou deveriam concluir os estudos, em 2017. Também pretendemos mapear os procedimentos de escolha e acesso ao ensino médio. Para isso, realizamos entrevistas em profundidade com os responsáveis e estudantes para analisar as trajetórias educacionais nos anos finais do ensino fundamental e os processos de escolha e acesso ao ensino médio. Meu projeto de mestrado se insere nessa pesquisa e para a SIAC tenho o seguinte objetivo: investigar as expectativas dos pais em relação ao percurso escolar dos estudantes após o término do ensino fundamental. Pretendo responder às seguintes questões sobre as expectativas das famílias: Qual é a expectativa dos pais para os estudos de seus filhos? Como foi a decisão de continuar ou interromper os estudos? No caso de estudantes que continuam seus estudos, como foi a escolha da escola de ensino médio? Já realizamos 10 entrevistas com os pais e análises iniciais indicam que há três tipos de famílias: famílias que controlam as escolhas de seus filhos e seu futuro como estudante; famílias que negociam as escolhas com seus filhos; e famílias que deixam as escolhas com seus filhos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 8
2015 - 2017
Excogitando a proposta de linha do tempo interativa no ensino de história: o caso da Ilha d'Água e seus diálogos com as Histórias Ambiental, Patrimonial e Local
Descrição: Atualmente, vigoram vultosos debates acerca da possibilidade de uma nova modalidade historiográfica, chamada de história digital. Com o intuito de esquadrinharmos suas implicações, teó- ricas e metodológicas, na área de História, o presente artigo tem por objetivo, ao discutir as noções de tempo e suas variantes (tempo histórico, tempo cronológico, tempo natural, tempo social, temporalidade) e de História Ambiental e, História Patrimonial e Local apresentar, na possibilidade de uso de plataformas digitais interativas, uma potencial ferramenta e suporte pedagógico. O recorte temático preterido incidirá sobre a antiga e atual situação da Ilha d'Água, localizada na baía de Guanabara, na cidade do Rio de Janeiro. A seguir, trataremos de expor, empiricamente, a possiblidade de mobilização de uma linha do tempo interativa criada pelos alunos da disciplina Didática Especial em História, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador / Juliana Bacelar de Matos - Integrante / Luana Souza da Silva - Integrante / FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki - Integrante / Paiva, Thayenne R. Nascimento - Integrante.
Número de produções C, T & A: 6
2015 - 2017
DINÂMICAS INTERNAS DO DEBATE ACADÊMICO SOBRE AVALIAÇÕES EM LARGA ESCALA
Descrição: Este trabalho tem como objetivo analisar 41 produções acadêmicas sobre avaliações em larga escala na educação básica. Todos os artigos foram publicados em revistas inseridas na plataforma Scielo; os papers foram apresentados e publicados em anais, como os dos encontros da ABAVE (Associação Brasileira de Avaliação da Educação), da ANPEd (Associação Nacional de Pós Graduação em Educação), do ENDIPE (Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino) e da ANPAE (Associação Nacional de Política e Administração da Educação). Descreveremos o que tem sido produzido, as metodologias utilizadas, os referenciais teóricos e principalmente os resultados e conclusões desse campo de pesquisa. A investigação é realizada no Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais ? LaPOpE, da Faculdade de Educação. Nosso recorte temporal está localizado entre os anos de 2007 e 2013. O ponto de partida foi o ano de 2007, ano de criação do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), o que indica uma consolidação da política nacional de avaliação. Trabalhamos com a hipótese de que a produção acadêmica pesquisada se desenvolve em três temáticas ao longo desses anos. A primeira é a da Avaliação como indicador de qualidade, cujos artigos analisam a política da avaliação e avaliam positivamente ou negativamente as avaliações em larga escala no Brasil. A segunda temática encontrada nos artigos pesquisados é a Compreensão e Uso de Indicadores educacionais pelos gestores das redes de ensino, diretores e professores das escolas e a terceira faz referência às Políticas de responsabilização. A segunda e a terceira temática ganham maior relevância no debate acadêmico a partir de 2009 e os artigos utilizam majoritariamente a metodologia qualitativa para analisar a recepção e usos das avaliações em larga escala em estados, municípios e escolas. Os resultados preliminares indicam duas tendências no debate sobre avaliação educacional no Brasil. Por um lado, temos o debate nacional voltado, especificamente, para a temática da equalização dos sistemas educacionais. Por outro lado, encontramos reflexões sobre os reflexos de processos de accountability/responsabilização em Estados e Municípios..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 6
2015 - 2015
Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha
Descrição: A Volkswagen é uma indústria, de origem alemã, do período entre guerras. A sua origem está no período em que Adolph Hitler era o chanceler alemão, e incentivou pesquisas para fabricação do carro de baixo custo. Adolph Hitlher apresentou um projeto a Ferdinand Porsche, e foi criado o Volkswagen. Recentemente surgiram indícios de participação de um Judeu na criação do carro, e esta memória foi colocada em esquecimento desde os anos 30. Construiremos um debate teórico com autores sobre a apropriação de memória da criação do Volkswagen, e utilizaremos também revistas, sites automotivos e documentos oficiais como fontes do debate..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
2014 - 2015
O DEBATE SOBRE ACCOUNTABILITY/RESPONSABILIZAÇÃO NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE AVALIAÇÕES EXTERNAS DE APRENDIZAGEM NO BRASIL ENTRE 2007 E 2013
Descrição: Este trabalho faz parte do Projeto Observatório Educação e Cidade, financiado pela CAPES e pela FAPERJ. As investigações são realizadas no Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais ? LaPOpE, da Faculdade de Educação da UFRJ O debate contemporâneo sobre as avaliações externas de aprendizagem tem início no Brasil a partir da década de 1990, com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional em 1996 (LDB 9394/96). As avaliações, aplicadas pelo Ministério da Educação, foram criadas com o objetivo de avaliar a qualidade do ensino oferecido pelos sistemas educacionais Brasileiros. A consolidação dessa política pública abre espaço para um campo de pesquisa que busca analisar os dados produzidos pelas avaliações externas e os efeitos produzidos nas instituições e redes escolares. Essa consolidação pode ser observada pela criação, em 2003, da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE), que tem como objetivo criar um espaço de intercâmbio de experiências entre os acadêmicos e os profissionais que trabalham diretamente com a avaliação educacional. Também se observa um crescente número de teses e dissertações defendidas nos últimos anos com temas relacionados às avaliações externas de aprendizagem assim como de artigos publicados em revistas científicas da área. Esse trabalho tem como objetivo mapear e analisar o que tem sido produzido sobre as avaliações externas de aprendizagem na educação básica entre 2007 e 2013. Trata-se de uma análise bibliográfica da produção desse período, buscando mapear os debates teóricos existentes, as metodologias utilizadas e os resultados e conclusões desse novo campo de pesquisa. Utilizamos o banco de teses da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior), a biblioteca eletrônica Scielo e os Anais dos encontros da ANPED (Associação Nacional de Pós Graduação em Educação), ABAVE (Associação Brasileira de Avaliação Educacional) e ANPAE (Associação Nacional de Pesquisa em Administração Escolar). Os resultados iniciais da pesquisa bibliográfica demonstram a presença majoritária de análises eminentemente quantitativas que utilizam os indicadores de ensino e aprendizagem criados com os sistemas de avaliação como material de análise. Além disso, observam-se duas tendências no debate sobre avaliação educacional no Brasil. Por um lado, temos o debate nacional voltado, especificamente, para a temática da equalização dos sistemas educacionais. Por outro lado, encontramos reflexões sobre a criação de políticas de accountability em Estados e Municípios com base nos dados produzidos pelas avaliações externas e suas consequências..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
2013 - 2015
A Produção científica e a construção do campo da Avaliação Educacional no Brasil
Descrição: Descrição: Este trabalho faz parte das pesquisas realizadas no Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais LaPOpE da Faculdade de Educação da UFRJ e do Projeto Observatório Educação e Cidade, financiado pela CAPES e pela FAPERJ. As avaliações externas de aprendizagem se consolidam no Brasil como política pública a partir da década de 1990. A partir desse momento abre-se espaço para um campo de pesquisa que busca analisar os dados produzidos pelas avaliações externas assim como os efeitos produzidos nas instituições e redes escolares com a introdução dos sistemas de avaliação. Essa consolidação pode ser observada pela criação, em 2003, da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE) que tem como objetivo criar um espaço de intercâmbio de experiências entre os acadêmicos e os implementadores da avaliação educacional e estimular a produção científica na área de Avaliação Educacional no Brasil, conforme indica seu estatuto. Também se observa a consolidação desse campo de pesquisa pelo crescente número de teses e dissertações defendidas nos últimos anos com temas relacionados às avaliações externas de aprendizagem assim como de artigos publicados em revistas científicas de educação. Nosso trabalho tem como objetivo descrever o que tem sido produzido e publicado sobre as avaliações externas de aprendizagem entre 2007 e 2013. A pesquisa trabalha com o levantamento de dissertações e teses coletadas no banco de teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em artigos de periódicos e anais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped) e da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE) e em artigos publicados nas principais revistas de educação que estão na biblioteca eletrônica Scielo. Descreveremos o que tem sido produzido, as metodologias utilizadas, os referenciais teóricos utilizados e principalmente os resultados e conclusões desse novo campo de pesquisa. As análises iniciais do material pesquisado demonstram: reflexões sobre a consolidação do SAEB e de sistemas de avaliação de Estados e Municípios; a presença majoritária de análises eminentemente quantitativas que utilizam os indicadores de ensino e aprendizagem criados com os sistemas de avaliação como material de análise; e a criação de políticas de accountability com base nos dados produzidos pelas avaliações externas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 4
2012 - 2015
Perto ou longe de casa? Uma análise dos critérios de escolha de escolas entre as classes populares na cidade do Rio de Janeiro.
Descrição: Descrição: Este trabalho faz parte das pesquisas realizadas no Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais - LaPOpE. Está incluído no Projeto Observatório Educação e Cidade, desenvolvido na Faculdade de Educação, em parceria com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, ambos da UFRJ. A UERJ e a PUC-Rio também participam do projeto. O material empírico é o conjunto de 54 entrevistas realizadas com famílias das classes populares cujos filhos estavam matriculados na rede municipal e que precisaram mudar de escola devido à ausência do segundo segmento do ensino fundamental em suas escolas de origem. O objetivo geral da pesquisa é analisar os critérios utilizados pelos pais no processo de escolha das escolas assim como as estratégias de acesso. A rede escolar do município se apresenta de forma heterogênea e estratificada. Analisar tais escolhas nos permite pensar na distribuição desses alunos na rede e na reprodução ou manutenção de desigualdades educacionais. Durante as análises iniciais do material empírico, percebemos que há pais/responsáveis que justificam suas escolhas pela proximidade da escola com a residência familiar. Da mesma forma, encontramos famílias que preferem matricular os filhos em escolas distantes da residência. Descreveremos e analisaremos as narrativas apresentadas pelos pais/familiares para justificar suas escolhas. Indicamos, de início, que há uma série de classificações sobre espaço geográfico e espaço simbólico presente nas falas dos entrevistados. Este será o mote que orientará nossas reflexões.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Fabiano Cabral de Lima - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 3


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
menção honrosa pela participação no IV Prêmio ALEPA de Literatura de Periferia 2018., ALEPA - A literatura dos espaços populares agora..
2012
III Prêmio Kairos Poiesis - A terceira edição do Concurso de Contos, Crônicas e Poesias - Ler mais: http://literaturapopular.webnode.pt/concursos/, ALEPA ? A Literatura dos Espaços Populares Agora - Projeto cultural..
2012
Menção Honrosa no 9º Congresso de Extensão pelo trabalho apresentado: "Incentivo à Literatura Através da História e Construção do Cidadão Crítico no Pré-Vestibular Samora Machel", UFRJ - Universidade do Brasil.
2011
Menção Honrosa no Congresso de Extensão da UFRJ 2011 pelo trabalho com projeto de extensão " A Interdisciplinaridade no Pré-Vestibular Samora Machel"., Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2011
Menção Honrosa no Congresso de Extensão da UFRJ 2011 pelo trabalho com projeto de extensão - Parceria com o Ensino Fundamental: o Desafio do Pré-Vestibular Samora Machel"., Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LIMA, F. C.2016 LIMA, F. C.; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Luana Souza da Silva ; Paiva, Thayenne R. Nascimento ; MATOS, J. B. ; ALBAINE, M. ; MARTINS, M. L. B. . Excogitando a proposta de linha do tempo interativa no ensino de história: o caso da Ilha d'Água e seus diálogos com as Histórias Ambiental, Patrimonial e Local. PODER & CULTURA, v. 3, p. 268-292, 2016.

2.
LIMA, F. C.2016LIMA, F. C.. EMPREGANDO A PROPOSTA DE LINHA DO TEMPO INTERATIVA NO ENSINO INTERDISCIPLINAR - A URBANIZAÇÃO E O MEIO AMBIENTE: PERSPECTIVAS E EXPECTATIVAS SOBRE A BAÍA DE GUANABARA. EDUCAÇÃO BÁSICA REVISTA, v. 2, p. 121-130, 2016.

3.
LIMA, F. C.2016 LIMA, F. C.. Perto ou longe de casa? Uma análise dos critérios de escolha de escolas entre as classes populares na cidade do Rio de Janeiro entre os anos de 2009-2011. ARS HISTORICA, v. 12, p. 316-325, 2016.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
LIMA, F. C.. História Ambiental com alunos da Maré e Ilha do Governador: Perspectivas de Estudantes da Educação Básica. In: XII Semana de História Política da UERJ, 2017, Rio de Janeiro. Anais da XII Semana de História da UERJ. Rio de Janeiro: Semana de Historia Politica da UERJ. v. 1. p. 778-783.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. . HISTÓRIA AMBIENTAL COM ALUNOS DA MARÉ: APLICANDO UMA PROPOSTA DE LINHA DO TEMPO INTERATIVA VOLTADA PARA O ENSINO INTERDISCIPLINAR. In: 5ª Semana de História da Universidade Federal Fluminense, 2018, Niterói - RJ. Anais da 5ª Semana de História da Universidade Federal Fluminense. Rio de Janeiro: ANPUH-Rio, 2018. v. 1. p. 1-1077.

2.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. In: XI SEMINÁRIO REGIONAL SUDESTE DA ANPAE. POLITICA, GESTÃO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: (CONTRA) REFORMAS E RESISTÊNCIAS, 2018, Niterói. RJ. ANAIS RESUMOS EXPANDIDOS. Rio De Janeiro: ANPAE/ANFOPE, 2018. v. 1. p. 185-189.

3.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. In: XI ENCONTRO REGIONAL SUDESTE DA ANFOPE, 2018, Niterói. RJ. ANAIS RESUMOS EXPANDIDOS. Niteroi, RJ: ANFOPE/ANPAE, 2018. v. 1. p. 185-189.

4.
LIMA, F. C.. AS CONCEPÇÕES DO MEIO CIENTÍFICO SOBRE AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA. In: XI SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA RELAÇÕES DE PODER: CRISE, DEMOCRACIA E POSSIBILIDADES VII SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE, 2016, Rio de Janeiro. ANAIS XI SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA RELAÇÕES DE PODER: CRISE, DEMOCRACIA E POSSIBILIDADES VII SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE. Rio de Janeiro: UERJ, 2016. v. 1. p. 1-2475.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS DO PAIS NA TRANSIÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA O ENSINO MÉDIO. In: 9ª Semana de Integração Acadêmica da UFRJ, 2018, Rio De Janeiro. Caderno de Resumos: Centro de Filosofia e Ciencias Humanas. Rio De Janeiro: UFRJ, 2018. v. 1. p. 160-160.

2.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. . História Ambiental com alunos da Maré: Aplicando uma proposta de linha do tempo interativa voltada para o ensino interdisciplinar. In: 5ª Semana de História da UFF, 2017, Niterói, RJ. Caderno de Resumos, 2017.

3.
LIMA, F. C.. História Ambiental com alunos da Maré e da Ilha do Governador: Perspectivas de estudantes do ensino básico. In: XII Semana de História Política Conflitos e Resistências: entre práticas, expectativas e rupturas/, 2017, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos. Rio de Janeiro: uerj, 2017. v. 1. p. 1-421.

4.
LIMA, F. C.. Dinâmicas Internas do debate acadêmico sobre avaliações em larga escala. In: ANPAE - RJ: Seminário Estadual. A LDB e as Politicas Educacionais: Perspectivas, possibilidades e desafios 20 anos depois., 2016, niterói. Anais do V Seminário Estadual da ANPAE-RJ ?A LDB e as Políticas Educacionais: Perspectivas, Possibilidades e Desafios 20 anos depois?. niterói: uff, 2016. v. 1. p. 1-176.

5.
LIMA, F. C.. As concepções do meio científico sobre Avaliação em Larga Escala. In: XI SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA/Relaçõesdepoder:crise,democraciaepossibilidades Política,CulturaeSociedade - VIIISEMINÁRIO NACIONALDEHISTÓRIA, 2016, Rio de Janeiro. Caderno de resumos. Rio de Janeiro: UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DEJANEIRO, 2016. v. 1. p. 1-242.

6.
LIMA, F. C.. Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha. In: X SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA Minorias étnicas, de gênero e religiosas / VI SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE, 2015, Rio de Janeiro. X SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA Minorias étnicas, de gênero e religiosas VI SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA: POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE CADERNO DE RESUMOS. Rio de Janeiro: UERJ, 2015. v. 1. p. 1-427.

7.
LIMA, F. C.. DINÂMICAS INTERNAS DO DEBATE ACADÊMICO SOBRE AVALIAÇÕES EM LARGA ESCALA. In: XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ, 2015, Rio de Janeiro. XXXVI Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ Livro de Resumos Centro de Letras e Artes Centro de Filosofia e Ciências Humanas Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas 2015. Rio de Janeiro: UFRJ, 2015. v. 1. p. 1-1.

8.
LIMA, F. C.. O Debate sobre Accountability/Responsabilização na Produção Científica sobre Avaliações Externas de Aprendizagem no Brasil entre 2007 e 2013. 2014. In: XXXVI Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística, 2014, Rio de Janeiro. Caderno de resumos da XXXVI Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística, 2014. v. 1. p. 1-1.

9.
LIMA, F. C.; PRADO, A. P. ; ROSISTOLATO, R. P. R. ; Oliveira M. T. ; KOSLINSKI, M. ; FERNÁNDEZ, S. J. . PERSPECTIVAS E DILEMAS DO USO DE INDICADORES EDUCACIONAIS NO RIO DE JANEIRO. In: 11º Congresso de Extensão da UFRJ, 2014, Rio de Janeiro. Anais do 11º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2014. v. 1. p. 1-1.

10.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . Um Estudo Sobre os Alunos do Pré-Vestibular Samora Machel. In: 10º Congresso de Extensão, 2013, Rio de Janeiro. Anais do 10º Congresso de Extensão. Rio de Janeiro: UFRJ, 2013. v. 1. p. 1-1.

11.
LIMA, F. C.. Produção Científica e Construção do Campo da Avaliação Educacional no Brasil. In: XXXV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ, 2013, Rio de Janeiro. XXXV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ LIVRO DE RESUMOS Centro de Letras e Artes Centro de Filosofia e Ciências Humanas Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas. Rio de Janeiro: UFRJ, 2013. v. 1. p. 1-1.

12.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . Dez Anos do Pré-Vestibular Samora Machel: uma Análise sobre a Participação nos Congressos de Extensão da UFRJ. In: 9º Congresso de Extensão da UFRJ, 2012, Rio de Janeiro. Anais do 9º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2012. v. 1. p. 1-1.

13.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . Incentivo à Literatura Através da História e Construção do Cidadão Crítico no Pré-Vestibular Samora Machel. In: 9º Congresso de Extensão da UFRJ, 2012, Rio de Janeiro. Anais do 9º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2012. v. 1. p. 1-1.

14.
LIMA, F. C.. Perto ou Longe de Casa? Uma Análise dos Critérios de Escolha de Escolas entre as Classes Populares na Cidade do Rio de Janeiro. In: XXXIV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artística e Cultural UFRJ, 2012, Rio de Janeiro. XXXIV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Artística e Cultural UFRJ LIVRO DE RESUMOS Centro de Letras e Artes Centro de Filosofia e Ciências Humanas Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas. Rio de Janeiro: UFRJ, 2012. v. 1. p. 1-1.

15.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . A Interdisciplinaridade no Pré-Vestibular Samora Machel. In: 8º Congresso de Extensão da UFRJ, 2011, Rio de Janeiro. Anais do 8º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2011. v. 1. p. 1-1.

16.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. ; Rodrigues Paiva R. do Nascimento, Karina . Parceria com o Ensino Fundamental: o Desafio do Pré-Vestibular Samora Machel. In: 8º Congresso de Extensão da UFRJ, 2011, Rio de Janeiro. Anais do 8º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2011. v. 1. p. 1-1.

17.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. ; MELO FILHO, J. M. . O Projeto Samora Machel e os Novos Desafios de Acesso ao Ensino Superior. In: 7º Congresso de Extensão da UFRJ, 2010, Rio de Janeiro. Anais do 7º Congresso de Extensão da UFRJ. Rio de Janeiro: UFRJ, 2010. v. 1. p. 1-1.

Apresentações de Trabalho
1.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
LIMA, F. C.. EXPECTATIVAS DO PAIS NA TRANSIÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA O ENSINO MÉDIO. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. . História Ambiental com alunos da Maré: Aplicando uma proposta de linha do tempo interativa voltada para o ensino interdisciplinar. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
LIMA, F. C.. História Ambiental com alunos da Maré e da Ilha do Governador: Perspectivas de estudantes do ensino básico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
LIMA, F. C.. Dinamicas internas do debate academico sobre avaliações em larga escala. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
LIMA, F. C.; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Paiva, Thayenne R. Nascimento ; MATOS, J. B. ; Luana Souza da Silva . Excogitando a proposta de linha do tempo interativa de História: O Caso da Ilha D'Água e seus diálogos com as histórias ambiental, patrimonial e local. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
LIMA, F. C.. As concepções do meio científico sobre Avaliação em Larga Escala. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
LIMA, F. C.. As concepções do meio científico sobre Avaliação em Larga Escala. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
LIMA, F. C.. Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
LIMA, F. C.. DINÂMICAS INTERNAS DO DEBATE ACADÊMICO SOBRE AVALIAÇÕES EM LARGA ESCALA. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
LIMA, F. C.. Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
LIMA, F. C.. O DEBATE SOBRE ACCOUNTABILITY/RESPONSABILIZAÇÃO NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE AVALIAÇÕES EXTERNAS DE APRENDIZAGEM NO BRASIL ENTRE 2007 E 2013. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
Oliveira M. T. ; PRADO, A. P. ; ROSISTOLATO, R. P. R. ; FERNÁNDEZ, S. J. ; KOSLINSKI, M. ; LIMA, F. C. . PERSPECTIVAS E DILEMAS DO USO DE INDICADORES EDUCACIONAIS NO RIO DE JANEIRO. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . Um Estudo Sobre os Alunos do Pré-Vestibular Samora Machel. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
LIMA, F. C.. Produção Científica e Construção do Campo da Avaliação Educacional no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
LIMA, F. C.. Produção Científica e Construção do Campo da Avaliação Educacional no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
LIMA, F. C.. Incentivo à Literatura Através da História e Construção do Cidadão Crítico no Pré-Vestibular Samora Machel. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. . Dez Anos do Pré-Vestibular Samora Machel: uma Análise sobre a Participação nos Congressos de Extensão da UFRJ. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
LIMA, F. C.. Perto ou longe de casa? Uma análise dos critérios de escolha de escolas entre as classes populares na cidade do Rio de Janeiro.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

21.
Rodrigues Paiva R. do Nascimento, Karina ; LIMA, F. C. . Parceria Com o Ensino Fundamental: O Desafio do Pré-Vestibular Samora Machel. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
LIMA, F. C.. A Interdisciplinaridade no Pré-Vestibular Samora Machel. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . Os Novos Desafios de acesso ao Ensino Superior. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . [Sobre]viver, Resistir e Lutar!. Alepa - A Literatura dos Espaços Populares Agora, 2018 (Livro/Literatura).

2.
LIMA, F. C.. Concepções sobre as avaliações em larga escala e a responsabilização: Análise da produção científica entre 2007 e 2013 2017 (Monografia de conclusão de curso).

3.
SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . Vozes. Pará de Minas - MG: Virtual Books, 2012 (Livro/Literatura).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
JOSE, F. E. ; MELO FILHO, J. M. ; SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . Programa Especial ENEM ao vivo (Canal Futura). 2011.

Redes sociais, websites e blogs
1.
Jaime Moraes ; LIMA, F. C. . Portuguesa ? 1974 (Fotolog Ilha do Governador). 2013; Tema: Fotos da Ilha do Governador. (Blog).

2.
LIMA, F. C.. Jogado no Ventilador. 2011; Tema: Critica, Politica.. (Blog).

3.
LIMA, F. C.. O Funk Nacional e o Amor Cortês. 2011; Tema: História, Idade Média, Cultura, Funk, Humor.. (Blog).

4.
LIMA, F. C.; MELO FILHO, J. M. ; S. Leticia . Pré-Vestibular Samora Machel. 2011; Tema: Página Interativa do Facebook para divulgação de atividades do Projeto de Extensão Universitária da UFRJ.. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . FRIDA KAHLO - SUAS POSIÇÕES POLÍTICAS E O SEU TEMPO. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
LIMA, F. C.; MATOS, J. B. ; Luana Souza da Silva ; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Paiva, Thayenne R. Nascimento . Antes e Durante a Petrobrás: Uma linha do tempo sobre a mudança na paisagem da Ilha D'Água. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ciências Humanas e da Terra).

3.
LIMA, F. C.; MATOS, J. B. ; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Paiva, Thayenne R. Nascimento ; Luana Souza da Silva . Antes e Durante a Petrobrás: Uma linha do tempo sobre a mudança na paisagem da Ilha D'Água. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ciências Humanas e da Terra).

4.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. . CURSO SOBRE ESCOLHA ESCOLAR. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
LIMA, F. C.. Fabiano Lima, in Minha História - O Livro da Kombi, P. 54.. 2014. (Livro/Literatura).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
9ª Semana de Integração Acadêmica da UFRJ. EXPECTATIVAS DO PAIS NA TRANSIÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA O ENSINO MÉDIO. 2018. (Congresso).

2.
XI ENCONTRO REGIONAL SUDESTE DA ANFOPE.EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. 2018. (Encontro).

3.
XI SEMINÁRIO REGIONAL SUDESTE DA ANPAE.EXPECTATIVAS SOBRE ESTUDANTES: OS JOVENS E AS FAMÍLIAS NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA. 2018. (Seminário).

4.
5ª Semana de Historia da UFF. História Ambiental com alunos da Maré: Aplicando uma proposta de linha do tempo interativa voltada para o ensino interdisciplinar. 2017. (Congresso).

5.
IV Seminário Estudos de Oriente Médio a Partir do Brasil. 2017. (Seminário).

6.
XII Semana de História Política - Conflitos e resistências: Entre práticas, expectativas e rupturas/ IX Seminário Nacional de História Política, Cultura e Sociedade.História Ambiental com alunos da Maré e da Ilha do Governador: Perspectivas de estudantes do ensino básico. 2017. (Seminário).

7.
2º Simpósio Eletrônico Internacional de História 2016. 2016. (Simpósio).

8.
ANPAE - RJ: V Seminário Estadual. A LDB E AS POLÍTICAS EDUCACIONAIS: PERSPECTIVAS, POSSIBILIDADES E DESAFIOS 20 ANOS DEPOIS..Dinâmicas Internas do debate acadêmico sobre avaliações em larga escala. 2016. (Seminário).

9.
FRIDA KAHLO - SUAS POSIÇÕES POLÍTICAS E O SEU TEMPO - AKairos Preparatório.FRIDA KAHLO - SUAS POSIÇÕES POLÍTICAS E O SEU TEMPO. 2016. (Encontro).

10.
II IPELE - Intercâmbio Interdisciplinar para professores de linguagens escolares - Práticas Interdisciplinares..Excogitando a proposta de linha do tempo interativa de História: O Caso da Ilha D'Água e seus diálogos com as histórias ambiental, patrimonial e local. 2016. (Simpósio).

11.
Os caminhos dos Escravos no Rio de Janeiro - Memórias do tráfico negreiro.Os caminhos dos Escravos no Rio de Janeiro - Memórias do tráfico negreiro. 2016. (Encontro).

12.
Seminário Internacional Cidades Contemporâneas - Etnografias Urbanas entre Brasil e Portugal. 2016. (Seminário).

13.
VIII SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA.As concepções do meio científico sobre Avaliação em Larga Escala. 2016. (Seminário).

14.
XI SEMANA DE HISTÓRIA POLÍTICA - RELAÇÕES DE PODER: CRISE, DEMOCRACIA E POSSIBILIDADES..As concepções do meio científico sobre Avaliação em Larga Escala. 2016. (Seminário).

15.
ANPUH - IDEIAS: Perspectivas para o Ensino de História no Ensino Médio. 2015. (Seminário).

16.
ANPUH RJ - Jornada de História - Discussão da Base Nacional Curricular Comum. 2015. (Encontro).

17.
CURSO SOBRE ESCOLHA ESCOLAR - Curso Clube do Reforço Escolar.CURSO SOBRE ESCOLHA ESCOLAR. 2015. (Encontro).

18.
Pesquisa Educacional no Brasil: Observatórios em Debate (Juiz de Fora - MG). 2015. (Congresso).

19.
VII Seminário Nacional de História - Política, Cultura e Sociedade.Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha. 2015. (Seminário).

20.
X Semana de História Política - Minorias Étnicas, de Gênero e Religiosas. Quem criou o Volkswagen? Uma análise da apropriação de memória da criação de um carro popular na Alemanha. 2015. (Congresso).

21.
XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ. DINÂMICAS INTERNAS DO DEBATE ACADÊMICO SOBRE AVALIAÇÕES EM LARGA ESCALA. 2015. (Congresso).

22.
11º Congresso de Extensão da UFRJ. PERSPECTIVAS E DILEMAS DO USO DE INDICADORES EDUCACIONAIS NO RIO DE JANEIRO. 2014. (Congresso).

23.
Seminário Internacional As Fronteiras da Lei: Histórias de Justiças e Polícias na América do Sul. 2014. (Seminário).

24.
XXXVI JORNADA GIULIO MASSARANI DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA, CIENTÍFICA, ARTÍSTICA E CULTURAL. O DEBATE SOBRE ACCOUNTABILITY/RESPONSABILIZAÇÃO NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE AVALIAÇÕES EXTERNAS DE APRENDIZAGEM NO BRASIL ENTRE 2007 E 2013. 2014. (Congresso).

25.
10º Congresso de Extensão da UFRJ. Um Estudo Sobre Os Alunos do Pré-VestibularSamora Machel. 2013. (Congresso).

26.
Seminário Observatórios da Educação.Produção Científica e Construção do Campo da Avaliação Educacional no Brasil. 2013. (Seminário).

27.
TEDxMaré. 2013. (Seminário).

28.
XXXV Jornada de Iniciação Científica, Tecnológica e Cultural. Produção Científica e Construção do Campo de Avaliação Educacional no Brasil. 2013. (Congresso).

29.
9º Congresso de Extensão UFRJ. Dez Anos do Pré-Vestibular Samora Machel: uma Análise sobre a Participação nos Congressos de Extensão da UFRJ. 2012. (Congresso).

30.
9º Congresso de Extensão UFRJ. Incentivo à Literatura Através da História e Construção do Cidadão Crítico no Pré-Vestibular Samora Machel. 2012. (Congresso).

31.
Reunião com Projeto de Extensão: "Conversas com/sobre pedagogos" - tema: "O Exercício Profissional do Pedagogo nas Redes Municipais da Região Metropolitana do Rio de Janeiro".Participação apenas em forma de opinião, sem apresentação.. 2012. (Encontro).

32.
XXXIV Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural - UFRJ. Perto ou longe de casa? Uma análise dos critérios de escolha de escolas entre as classes populares na cidade do Rio de Janeiro.. 2012. (Congresso).

33.
8º Congresso de Extensão da UFRJ. A Interdisciplinaridade no Pré-Vestibular Samora Machel (Pesquisa com Pré-Vestibular Comunitário). 2011. (Congresso).

34.
8º Congresso de Extensão da UFRJ. Parceria com o Ensino Fundamental: o Desafio do Pré-Vestibular Samora Machel (Projeto de extensão da UFRJ). 2011. (Congresso).

35.
7º Congresso de Extensão da UFRJ (2010). Os Novos Desafios de Acesso ao Ensino Superior. 2010. (Congresso).

36.
Jornada Discente Machado de Assis - Faculdade de Letras (UFRJ). 2008. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Moraes, Carine ; SILVA, A. S. ; LIMA, F. C. . Aulão Quimica em Ação. 2016. (Outro).

2.
GALEANO, D. A. ; LIMA, F. C. . Seminário Internacional As Fronteiras da Lei: Histórias de Justiças e Polícias na América do Sul. 2014. (Congresso).

3.
PRADO, A. P. ; ROSISTOLATO, R. P. R. ; COSTA, M. ; LIMA, F. C. ; Oliveira M. T. . ?Curso de formação para compreensão e uso de indicadores educacionais?. 2013. (Outro).

4.
COSTA, M. ; ROSISTOLATO, R. P. R. ; PRADO, A. P. ; KOSLINSKI, M. ; MOREIRA, A. M. ; Oliveira M. T. ; LIMA, F. C. . Seminário Observatórios da Educação - Cidade, Política e Desigualdade. 2013. (Congresso).



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
LIMA, F. C.2016 LIMA, F. C.; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Luana Souza da Silva ; Paiva, Thayenne R. Nascimento ; MATOS, J. B. ; ALBAINE, M. ; MARTINS, M. L. B. . Excogitando a proposta de linha do tempo interativa no ensino de história: o caso da Ilha d'Água e seus diálogos com as Histórias Ambiental, Patrimonial e Local. PODER & CULTURA, v. 3, p. 268-292, 2016.


Apresentações de Trabalho
1.
LIMA, F. C.; SILVA, A. S. . História Ambiental com alunos da Maré: Aplicando uma proposta de linha do tempo interativa voltada para o ensino interdisciplinar. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
LIMA, F. C.; MATOS, J. B. ; Luana Souza da Silva ; FERNANDES, Thais Sachie Tsuzuki ; Paiva, Thayenne R. Nascimento . Antes e Durante a Petrobrás: Uma linha do tempo sobre a mudança na paisagem da Ilha D'Água. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Ciências Humanas e da Terra).



Outras informações relevantes


Ingressou na Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2008, pelo antigo vestibular da UFRJ, iniciando a Graduação em Letras Português-Francês, e realizou uma avaliação para a mudança de curso, indo para História em 2010, no qual se classificou, e se tornou bacharel e licenciado em História em 2017.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 6:41:28