Patricio Tierno

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8846367256751187
  • Última atualização do currículo em 17/07/2018


Licenciado en Ciencia Política pela Universidad de Buenos Aires (2000) e Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2008). Professor de Teoria Política e Social na Carrera de Ciencia Política da Universidad de Buenos Aires (2002-2009). Professor de Teoria Política no Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (desde 2010). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Patricio Tierno
Nome em citações bibliográficas
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
Av. Prof. Luciano Gualberlto 315
Cidade Universitária
05508900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30913754
URL da Homepage: http://www.fflch.usp.br/dcp


Formação acadêmica/titulação


2003 - 2008
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Aristóteles. A teoria política da constituição e a deliberação, Ano de obtenção: 2008.
Orientador: Gabriel Cohn.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: interpretação; polis; homem; constituição; deliberação; democracia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia / Especialidade: Teoria Sociológica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.
2001 - 2003
Mestrado profissional em Dirección de Recursos Humanos.
Universidad del Salvador, USAL, Argentina.
Título: Innovaciones continuas en Bristol-Myers Squibb. Un marco para el análisis de los procesos de cambio organizacional, Ano de Obtenção: 2003.
Orientador: Abelardo J. Soneira / Enrique Behrends.
Palavras-chave: organización; análisis; cambio.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Administração de Pessoal.
Setores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.
1996 - 2000
Graduação em Licenciatura en Ciencia Política.
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.


Pós-doutorado


2015 - 2016
Pós-Doutorado.
King's College London, KCL, Inglaterra.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2003 - 2007
Seminários do Departamento de Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2006 - 2006
La política en Roma. (Carga horária: 20h).
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
1997 - 1997
Seminarios de Teoría Política y Social. (Carga horária: 14h).
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Bolsista de doutorado, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 6
Outras informações
Plantão de dúvidas e correção de exercícios.

Atividades

06/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro Suplente da Coordenação do Bacharelado em Ciências Sociais na Comissão de Graduação (CG).
03/2011 - Atual
Ensino, Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Modalidades do Pensamento Político Clássico e Moderno - Hermenêuticas Contemporâneas
Modalidades do Pensamento Político Moderno
Teoria Política Clássica - Filosofia e Tragédia em Atenas durante os século V e IV a. C.
05/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

05/2010 - Atual
Ensino, Ciências Socias, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Política Clássica
Teoria Política Moderna - Política II
Teoria Política Moderna - Política III
Tópicos de Moralidade Política
2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Linhas de pesquisa
Teoria Política Grega
05/2010 - 07/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Membro Titular do Conselho da Biblioteca Florestan Fernandes.
08/2004 - 12/2004
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Estágio realizado
Disciplina: Política II - Pensamento Político Moderno (Graduação).

Centro de Estudos de Cultura Contemporânea, CEDEC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Pesquisador associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Atividades

2009 - 2011
Pesquisa e desenvolvimento , CEDEC, .


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: Bolsista de doutorado, Enquadramento Funcional: Estudante e pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Programa Capes-SPU de bolsas doutorales para professores de universidades argentinas.

Atividades

08/2003 - 07/2007
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade de São Paulo (USP), Departamento de Ciência Política (FFLCH, DCP).


Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor ministrante, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor ministrante, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2002 - 2007
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor ministrante ad honorem, Carga horária: 6
Outras informações
2003-2007: Licença por estudos de pos-graduação no Brasil

Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor ad honorem, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor ministrante, Carga horária: 4

Vínculo institucional

1997 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Aluno coordinador, Carga horária: 4
Outras informações
Trabalho em grupos e correção de exercícios.

Atividades

05/2007 - 11/2009
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I (Clásica, Medieval y Renacentista). Cátedra: Borón. Aulas práticas e teóricas.
2001 - 2009
Pesquisa e desenvolvimento , Secretaría de Ciencia y Técnica, .

05/2007 - 12/2008
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I (Clásica, Medieval y Renacentista). Cátedra: Rossi. Aulas teóricas.
05/2007 - 12/2008
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I (Clásica, Medieval y Renacentista). Cátedra: Borón. Aulas teóricas.
09/2002 - 03/2007
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I (Clásica, Medieval y Renacentista). Cátedra: Borón.
08/2000 - 09/2002
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I. Cátedra: Borón.
08/2001 - 12/2001
Ensino, Licenciatura en Ciencia Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoría Política y Social I (Clásica, Medieval y Renacentista). Cátedra: Rossi. Aulas práticas.
08/1997 - 08/2000
Treinamentos ministrados , Facultad de Ciencias Sociales, Carrera de Ciencia Política.

Treinamentos ministrados
Materia: Teoría Política y Social I. Cátedra: Borón.

Instituto Biológico Contemporáneo, IBC, Argentina.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Prestação de serviços, Enquadramento Funcional: Relações comerciais e institucionais, Carga horária: 30

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40
Outras informações
Pesquisa do mercado de demanda de serviços de elaboração de produtos medicinais. Objeto da pesquisa: identificação de clientes potenciais.


King's College London, KCL, Inglaterra.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante Associado Senior
Outras informações
Staff Member of the Department of Classics, School of Arts & Humanities, King's College London.



Linhas de pesquisa


1.
As noções de esfera pública e esfera privada

Objetivo: Estudo histórico-conceitual da evolução da esfera pública e da esfera privada..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política / Especialidade: Teoria Política Contemporânea.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica / Especialidade: História Econômica.
Palavras-chave: política; economia; sociedade.
2.
Relações entre economia e política

Objetivo: Estudiar a relação de tensão entre economia e política na teoria política clássica, moderna e contemporânea..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Teoria Econômica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia / Especialidade: Teoria Sociológica.
Palavras-chave: economia; política; conflito.
3.
O sujeito antigo

Objetivo: O tratamento do problema do sujeito (metafísico e político) na antigüedade e sua aplicação para pensar problemas políticos atuais..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Metafísica.
Palavras-chave: sujeito; metafísica; política.
4.
Teoria política clássica e moderna
5.
Teoria Política Grega
6.
A teoria política de Aristóteles

Objetivo: A gênese dos conceitos de constituição e deliberação. Sua importância no debate contemporâneo..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Fundamentos da Sociologia / Especialidade: Teoria Sociológica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Ética.
Palavras-chave: interpretação; polis; homem; constituição; deliberação; democracia.
7.
Linhagens do pensamento político-social latino-americano


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
The forms of contemporary politics: Populism, Nationalism and Republicanism in the Ibero-American Context
Descrição: The debt crisis and the bursting of the real estate bubble has re-politicized our societies, reversing a process of political apathy that characterized the great wave of globalization from the 1980s to the first decade of the 21st century. In crisis conditions, and with fractured and irritated societies, politicization arises from a deep sentimental alteration that distances populations from institutional dimensions and from traditional systems of representation. Our project aims to analyze the range of these sentimental disturbances and the political forms that channel them in our countries (Argentina, Mexico, Brazil, Spain), focusing on the three forms that arise on the general context dominated by the agenda of neoliberalism. AII three (populism, nationalism, republicanism) aspire to form new transversal social bonds, to generate new political subjects and articulate the voice of the people; and all three seek to manage exceptional situations of crisis, without going back before constituent processes. AII three can inaugurate times of transformation that should be evaluated with responsibility..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Res Publica
Descrição: O grupo Res Publica reúne pesquisadores de vários temas, autores e períodos, das áreas de humanidades, cujos interesses convergem justamente para o assunto da política (a coisa pública). Para contemplar esse assunto, os estudos centram-se em autores clássicos, transitando por todos os temas relativos à política, como a retórica, a história e a historiografia e a filosofia moral..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Patrícia Fontoura Aranovich - Coordenador / Alessandra Tsuji - Integrante / André Manoel do Nascimento - Integrante / Caio Eduardo Cunha Leitao - Integrante / Christiane Cardoso Ferreira - Integrante / Flavia Roberta Benevenuto de Souza - Integrante / Isadora Prévide Bernardo - Integrante / Mariana de Mattos Rubiano - Integrante / Rodison Roberto Santos - Integrante / Rodrigo Ribeiro de Sousa - Integrante / Sandra Pires de Toledo Pedroso - Integrante / Taynam Santos Luz Bueno - Integrante.
2010 - Atual
Teoria política clássica e moderna
Descrição: O objetivo é investigar as diferentes linguagens e tradições de pensamento político desenvolvidas durante a antiguidade clássica e a era moderna: teoria da polis, republicanismo, lei e direito de natureza, contrato, democracia, formas de governo, Estado, liberalismo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Eunice Ostrensky - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2
2010 - Atual
Teoria política grega da democracia: Atenas, a cidade política - Uma reconstrução
Descrição: O projeto propõe-se reconstruir conceitual e teoricamente a teoria política grega e sua reflexão consciente sobre a democracia ateniense. Com esse objetivo em mente, apela a uma interpretação de base textual da sofística de Protágoras e Górgias e da filosofia política de Platão e Aristóteles concebidas, a partir desses pensadores representativos, como um movimento intelectual intimamente vinculado às origens arcaica e às circunstâncias históricas da pólis grega e, em particular, de Atenas na época clássica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Linhagens do pensamento político e social brasileiro
Descrição: Trata-se de examinar a possibilidade de distinguir no Brasil famílias intelectuais, conservadas na história brasileira como linhagens de idéias, aceitando que os autores, os intelectuais que as produziram, não tenham tido consciência de seu parentesco. A análise se desenvolve desde uma perspectiva voltada, de um lado, contra o historicismo, que circunscreve e isola cada obra e cada autor num determinado contexto de produção do conhecimento, e de outro, contra o idealismo culturalista, que imagina a história intelectual brasileira presa a matrizes ideológicas trans-epocais. O pressuposto básico é que nenhuma grande constelação de idéias pode ser compreendida sem levar em conta os problemas históricos aos quais tenta dar respostas e sem atender para as formas específicas em que é formulada e discutida. E, de igual modo, que nenhuma grande constelação desse tipo pode ser inteiramente resolvida em seu específico contexto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2009
La tensión entre economía y política desde la tradición y actualidad de la teoría política: Aristóteles, Marx, Schmitt y Rawls
Descrição: A pesquisa diz respeito a tensão entre economia e política a partir da tradição da teoria política clássica e moderna até a atualidade. Tal vez seja obvio advertir a vastedade do universo teórico que nos incumbe. Porém, o mesmo está delimitado por pensadores e tradições de pensamento no qual essa tensão manifesta-se de modo sugestivo e significativo..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Miguel Ángel Rossi - Coordenador / Fernando Lizárraga - Integrante / Amílcar Salas Oroño - Integrante / Nicolás Freibrun - Integrante / Diego Carasei - Integrante.Financiador(es): Universidad de Buenos Aires - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2004 - 2007
La emergencia del sujeto antiguo a partir de las nociones de polis, república e imperio
Descrição: O projeto de pesquisa disse respeito à problemática da subjetividade no contexto da teoria política clássica (antiga, medieval e renascentista) e seu interesse para pensar problemas político atuais. O eixo teórico pelo qual orientou-se a pesquisa foi a relação entre metafísica e política..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (3) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Atilio Alberto Borón - Integrante / Miguel Ángel Rossi - Coordenador / Liliana Alicia Demirdjian - Integrante / Sabrina González - Integrante / Juan Martín Gené - Integrante / María José Rossi - Integrante / Diego Gabriel Bacarrelli - Integrante / Hernán Borisonik - Integrante / Susana Karpp - Integrante / Moacyr Novaes - Integrante.Financiador(es): Universidad de Buenos Aires - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2003 - 2008
Análise política e social ? as lições dos clássicos
Descrição: A questao básica é a de que das concepçoes de racionalidade presente na teoria social contemporânea, especialmente na sua dimensão política, naquilo que remota do tema da legitimidade. Ação, sistema e significado sao suas referências básicas. Apenas para a delimitação temática elas serão tratadas com vistas apenas ao debate suscitado pelas contribuiçoes weberianas. Na realidade o arco é mais amplo e envolve autores mais recentes como Habermas e Luhmann..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (3) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Gabriel Cohn - Coordenador / Ailton Laurentino Caris Fagundes - Integrante / Maria Aparecida Acevedo Abreu - Integrante / Neide Moraes de Mello - Integrante / Renato Almeida de Moraes - Integrante / Walter Mesquita Hupsel - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2001 - 2003
La encrucijada de la política entre lo público y lo privado
Descrição: Partindo da análise sobre a atualidade económica, social, política e cultural, o projeto concentrou-se nas relações estabelecidas históricamente entre a economía e a teoria política clássica. Em uma segunda fase, uma vez realizado a primeira análise da teoria política clássica, se procedeu a indagar críticamente os principais aportes de filósofos contemporâneos como H. Arendt, J. Rawls e J. Habermas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (2) .
Integrantes: Patricio Tierno - Integrante / Atilio Alberto Borón - Coordenador / Emilio Horacio Taddei - Integrante / Tomás Várnagy - Integrante / Edgardo García - Integrante / Liliana Alicia Demirdjian - Integrante / José Antonio Soane - Integrante / Paula Biglieri - Integrante / Daniel Kerrfeld - Integrante / Javier Amadeo - Integrante / Antonio Sanles - Integrante / Sabrina González - Integrante / Silvia Beatriz Demirdjian - Integrante / Juan Martín Gené - Integrante / Nestor Boris Kohan - Integrante.Financiador(es): Universidad de Buenos Aires - Auxílio financeiro.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Revista de Ciências do Estado - REVICE
2015 - Atual
Periódico: Leviathan - Cadernos de Pesquisa Política
2011 - Atual
Periódico: Primeiros Estudos - Revista de Graduação em Ciências Sociais


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Teoria Política Clássica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Pensamento Político e Social.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Pensamento Político Latino-americano.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Grego
Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Latim
Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2009
Aprovado em primeiro lugar e indicado para provimento de um cargo de professor doutor no Departamento de Ciência Política, disciplina de Teoria Política, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
2008
Defesa de Tese de Doutorado: Aprovado com distinção e louvor; a banca recomenda publicação da tese, Universidade de São Paulo.
2003
Bolsa CAPES: Bolsas Doutorales no Brasil para docentes de instituções universitárias argentinas, CAPES.
2001
Licenciado en Ciencia Política con Diploma de Honor. Mejor promedio promoción octubre de 2001, Universidad de Buenos Aires.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TIERNO, P.2017TIERNO, P.. O pensamento político dos filósofos milésimos. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, v. 100, p. 363-404, 2017.

2.
TIERNO, P.2016TIERNO, P.. More than justice: the structural and systemic organization of Aristotle´s polis. Anacronismo e irrupción. Revista de teoría y filosofía política clásica y moderna, v. 6, p. 199-212, 2016.

3.
TIERNO, P.2015TIERNO, P.. A teoria política de Aristóteles: de epistéme prática a méthodos da constituição. Revista de Direito da Associação dos Procuradores do Novo Estado do Rio de Janeiro, v. XXIII, p. 107-138, 2015.

4.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2014TIERNO, P.. Formação da pólis e surgimento da democracia na Grécia antiga: história e consciência da Atenas clásssica. Hologramática (Lomas de Zamora), v. 21, p. 99-119, 2014.

5.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2012TIERNO, P.. Teoria política grega da democracia: demarcação e métodos de um cânone histórico e intelectual. BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais, v. 73, p. 21-54, 2012.

6.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2011TIERNO, P.. Líneas y linajes intelectuales en el Brasil y la Argentina: formas y modos del pensamiento político-social. Equipo federal del trabajo, v. 68, p. 1-9, 2011.

7.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2011TIERNO, P.. Líneas y linajes intelectuales en el Brasil y la Argentina: formas y modos del pensamiento político-social. Caderno CEDEC, v. 93, p. 5-18, 2011.

8.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2011TIERNO, P.. La justicia y los antiguos griegos. Anacronismo e irrupción. Revista de teoría y filosofía política clásica y moderna, v. 1, p. 11-43, 2011.

9.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2010TIERNO, P.. Aristóteles, teoria política e história. Cadernos de Ética e Filosofia Política (USP), v. 17, p. 189-202, 2010.

10.
RICUPERO, B.2010RICUPERO, B. ; TIERNO, P. . Introdução ao dossiê. Lua Nova (Impresso), p. 11-16, 2010.

11.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2009TIERNO, P.. Contingencia política e imitación trágica. Equipo Federal del Trabajo, v. 49, p. 57-67, 2009.

12.
ROSSI, MIGUEL ANGEL2009ROSSI, MIGUEL ANGEL ; TIERNO, PATRICIO . A dimensão econômica da teoria política aristotélica. Lua Nova (Impresso), v. 77, p. 179-204, 2009.

13.
TIERNO, P.;TIERNO, PATRICIO2008TIERNO, P.. La epistemología de la política en Aristóteles. Equipo Federal del Trabajo, v. 43, p. 1-7, 2008.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
OSTRENSKY, E. (Org.) ; TIERNO, P. (Org.) . Teoria, Discurso e Ação Política. 1a. ed. São Paulo: Alameda, 2013. 318p .

2.
RICUPERO, B. (Org.) ; TIERNO, P. (Org.) . A Questão Nacional. 81. ed. São Paulo: Lua Nova, CEDEC, 2010. v. 1. 102p .

Capítulos de livros publicados
1.
TIERNO, P.. Pólis, democracia ateniense e teoria política. In: Ostrensky, Eunice; Tierno, Patricio. (Org.). Teoria, Discurso e Ação Política. 1aed.São Paulo: Alameda, 2013, v. , p. 99-115.

2.
TIERNO, P.. Ética y política en Aristóteles: zōion politikón y amistad. In: Miguel Ángel Rossi. (Org.). Ecos del pensamiento político clásico. 1a.ed.Buenos Aires: Prometeo, 2007, v. , p. 117-148.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
TIERNO, P.. El realismo: una reflexión sobre la fuerza, sus supuestos y su persistencia. Conciencia Política, Buenos Aires, CECPUCA, p. 6 - 9, 01 mar. 1999.

2.
TIERNO, P.. Aportes para la filosofía política. Conciencia Política, Buenos Aires, CECPUCA, , v. 10, p. 40 - 41, 01 set. 1998.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TIERNO, P.. The notion of polis in Aristotle's Politics. In: II Congresso Internacional 'As Cidades na História: Sociedade', 2017, Guimarães. Atas do II Congresso Internacional "As Cidades na História: Sociedade", 2017.

2.
TIERNO, P.. Formação da pólis e surgimento da democracia na Grécia antiga: história e consciência da Atenas clásssica. In: 38º Encontro Anual da Anpocs, 2014, Caxambu. Anais do Encontro Anual da Anpocs. São Paulo: Anpocs, 2014. p. 1-20.

3.
TIERNO, P.. La justicia en la antigua Grecia. In: 36º Encontro Anual de Anpocs, 2012, Águas de Lindóia. Anais do Encontro, 2012. p. 1-32.

4.
TIERNO, P.. Polis, democracia ateniense y teoría política. In: XIV Congreso Mundial Anual de Historia Conceptual. Inestabilidad y cambios de los conceptos. Desplazamiento semánticos, traslados, ambigüedades, contradicciones, 2011, Buenos Aires. Actas del XIV Congresso Mundial Anual de Historia Conceptual. Inestabilidad y cambio de los conceptos: desplazamientos semánticos, traslados, amigüedades, contradicciones. Buenos Aires: Universidad Nacional de Quilmes, 2011. p. 1-22.

5.
TIERNO, P.; ROSSI, Miguel A. . Aristóteles: economia, sociologia e política. In: 34° Encontro Anual de ANPOCS, 2010, Caxambu. Anais do 34° Encontro Anual de Anpocs, 2010. p. 1-14.

6.
TIERNO, P.. La concepción de la justicia política en Aristóteles. In: IX Congreso Nacional de Ciencia Política: Centro y periferias: Equilibrios y asimetrías en las relaciones de poder, 2009, Santa Fe. IX Congreso de Ciencia Política. Centros y periferias: Equilibrios y Asimetrías en las relaciones de poder. Ponencias de Graduados. Buenos Aires - Santa Fe: SAAP - UNL - UCA Santa Fe, 2009. p. 1-19.

7.
TIERNO, P.. Democracia y teoría política neo-aristotélica. In: Primeras Jornadas de Filosofía Política: democracia, tolerancia, libertad, 2008, Bahía Blanca. Actas de las Primeras Jornadas de Filosofía Política: democracia, tolerancia y libertad. Bahía Blanca: Ediuns, Universidad Nacional del Sur, 2008. p. 1-6.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TIERNO, P.. The Democratic and Systemic Nature of Aristotle´s polis. In: World Congress in Philosophy - The Philosophy of Aristotle, 2016. World Congress in Philosophy - The Philosophy of Aristotle. Athens: Hellenic Parliament, 2016. p. 297-298.

Artigos aceitos para publicação
1.
TIERNO, P.. Os críticos e sua democracia: o significado do naturalismo político de Aristóteles. CONJECTURA: FILOSOFIA E EDUCAÇÃO (UCS), 2018.

2.
TIERNO, P.. O pensamento político dos filósofos milésios: teoria política, mito e filosofia da natureza. CADERNO CEDEC, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
TIERNO, P.. O significado democrático do naturalismo político de Aristóteles. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
TIERNO, P.. Polis y democracia en la Política de Aristóteles. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
TIERNO, P.. Aristotle's democratic political theory. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
TIERNO, P.. Atenas: a cidade política. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
TIERNO, P.. A teoria política grega e a democracia: uma reconstrução. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
TIERNO, P.. A justiça na Grécia antiga: gênese de um conceito e de uma reflexão. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
TIERNO, P.. Democracia ateniênse e teoria política. Uma visão preliminar. 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
TIERNO, P.. Reconstrucción de las ideas políticas argentinas: linajes de família y líneas de evolución. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
TIERNO, P.. A construção da Nação. Sociedade e Estado em Populações Meridionaes do Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
TIERNO, P.. Teoria Clássica da Democracia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
TIERNO, P. . Aristóteles: metafísica, ética y política. Las categorías aristotélicas de deliberación y praxis. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
TIERNO, P.. Observações preliminares sobre a deliberação. 2003. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções bibliográficas
1.
TIERNO, P.. Movimento intelectual da Atenas clássica: uma reconstrução da teoria política grega da democracia. Buenos Aires: Revista Científica EFT (Equipo Federal del Trabajo), 2015 (Dossier de Formación (material de pesquisa)).

2.
OSTRENSKY, E. ; TIERNO, P. . Um encontro com a teoria política. São Paulo, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.


Produção técnica
Processos ou técnicas
1.
MARCO, VALERIA DE ; SACRINI, MARCUS ; TIERNO, PATRICIO . Práticas de Leitura e Escrita Acadêmica. 2018.

Trabalhos técnicos
1.
TIERNO, P.. Análisis del mercado demandante de servicios de terceros: industria farmacéutica argentina. 2002.


Demais tipos de produção técnica
1.
TIERNO, PATRICIO. Relatório Científico. 2016. (Relatório de pesquisa).

2.
TIERNO, P.; OSTRENSKY, E. . I Colóquio Internacional: Teoria, discurso e ação política. 2011. (Relatório Científico (organização de evento)).

3.
TIERNO, P.; RICUPERO, B. . Seminário Internacional: "A Questão Nacional no Pensamento Político-Social Brasileiro". 2010. (Relatório Científico (organização de evento)).

4.
TIERNO, P.. Relatórios Bolsa de Doutorado CAPES 2003-2007. 2007. (Relatório de pesquisa).

5.
ROSSI, Miguel A. ; TIERNO, P. . Relatório de pesquisa UBACyT 2004-2007. 2005. (Relatório de pesquisa).

6.
TIERNO, P.. Informe comisión nº 13 - Teoría Política y Social I. 2001. (Relatório de aulas práticas).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MEGIANI, Ana Paula Torres; VIDOTTE, Adriana; TIERNO, P.. Participação em banca de Marcella Fabiola Gouveia Moreira de Miranda. Aspectos práticos de uma teoria absoluta: a monarquia e as Cortes na Espanha de Felipe II (1556-1598). 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

2.
AGUIAR, O. A.; LEAL, I. A.; CARMO, L. A. D.; TIERNO, P.. Participação em banca de João Edson Gonçalves Cabral. A problemática do trabalho humano em Marx e Arendt: da produtividade constituidora do humano ao resgate da dignidade da política. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Ceará.

Teses de doutorado
1.
ARAUJO, CICERO; Kaysel, André; Adverse, Helton; TIERNO, P.; MELO, R.. Participação em banca de Ronaldo Tadeu de Souza. Tensões na teoria política contemporânea: um estudo sobre os conceitos ação política e ordem natural em Hannah Arendt e Leo Strauss. 2017.

2.
ARAUJO, CICERO; TIERNO, P.; TIBLE, J.; ROSSI, Miguel A.; CARRASCO, Alexandre de Oliveira Torres. Participação em banca de Tiago Cerqueira Lazier. Hannah Arendt: entre a contingência e o absoluto. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

3.
PINZANI, A.; REIS, Arlene; MINELLA, A. C.; PRADO, E. F. S.; ALMEIDA, N. E.; TIERNO, P.. Participação em banca de Alexandre Lima. Economia politica em Aristóteles e a perspectiva de Marx. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
ARAUJO, CICERO; MOUTINHO, L. D. S.; TIERNO, P.. Participação em banca de Thiago Cerqueira Lazier. Política e Dialética Inexata. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

2.
ARAUJO, CICERO; TIERNO, P.; MELO, R.. Participação em banca de Ronaldo Tadeu de Souza. Paradoxos da Teoria Política Contemporânea: um estudo sobre Hannah Arendt e Leo Strauss. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

Qualificações de Mestrado
1.
ZINGANO, M. A. A.; BOLZANI FILHO, Roberto; TIERNO, P.. Participação em banca de Ana Beatriz Barbosa de Carvalho e Silva. A justiça como 'harmonia psíquica' e a tripartição da alma na República de Platão. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Filosofia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

2.
OSTRENSKY, E.; ARANOVICH, P. F.; TIERNO, P.. Participação em banca de Christiane Cardoso Ferreira. O conflito civil na teoria republicana de Maquiavel. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

3.
MEGIANI, Ana Paula Torres; PUNTONI, P. L.; TIERNO, P.. Participação em banca de Marcella Fabiola G. M. Miranda. Aspectos práticos de uma teoria absoluta: A monarquia e as Cortes na Espanha quinhentista (1556-1598). 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História Social) - Universidade de São Paulo.

4.
RICUPERO, B.; LAHUERTA, M.; TIERNO, P.. Participação em banca de Marcos Paulo de Lucca Silveira. Intelectuais comunistas e a questão da democracia nos anos da transição: o caso da revista Presença. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
AVELINO, G. O.; FERES JUNIOR, J.; TIERNO, P.. Banca Examinadora para contratação de Professor Adjunto. Departamento de Ciências Sociais, Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes.. 2013. Universidade Federal da Paraíba.

2.
STEPHAN, Geocze; FERREIRA COSTA, Valeriano; TIERNO, P.; ANDREWS, Christina; GALVÃO, Andréia; KONDER COMPARATO, Bruno. Concurso Público para provimento de cargo de Prof. Adjunto. Área: Ciências Sociais. Subárea: Ciência Política. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

Outras participações
1.
TIERNO, P.; PINHEIRO, FERNANDO; BARROSO, Júlio. Banca examinadora para seleção de professor contratado. 2017. Departamento de Ciência Política (Universidade de São Paulo).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
As Cidades na História - Sociedade. A noção de pólis na Política de Aristóteles. 2017. (Congresso).

2.
Colóquio Ética e Democracia. Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia Política.O significado democrático do naturalismo político de Aristóteles. 2017. (Outra).

3.
IV Congresso Brasileiro de Retórica: "Retórica e Alteridade". A derivação ética e política da retórica de Aristóteles. 2016. (Congresso).

4.
World Congress in Philosophy - The Philosophy of Aristotle. The Democratic and Systemic Nature of Aristotle´s polis. 2016. (Congresso).

5.
21º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Avaliador na área de Ciências Humanas e Humanidades. 2013. (Simpósio).

6.
36º Encontro Anual de Anpocs.La justicia en la antigua Grecia. 2012. (Encontro).

7.
II Colóquio Internacional / IV Simpósio de Teoria Política do IFCS/UFRJ -.A justiça na Grécia antiga: gênese de um conceito e de uma reflexão. 2012. (Outra).

8.
I Colóquio Internacional: Teoria, discurso e ação política.Democracia ateniênse e teoria política. Uma visão preliminar. 2011. (Outra).

9.
XIV Congreso Mundial Anual de Historia Conceptual. Inestabilidad y cambios de los conceptos. Desplazamiento semánticos, traslados, ambigüedades, contradicciones. Polis, democracia ateniense y teoría política. 2011. (Congresso).

10.
34° Encontro Anual de ANPOCS.Ação e pensamento políticos: entre o télos aristotélico e a teoria política sem télos. 2010. (Seminário).

11.
A Questão Nacional no Pensamento Político-Social Brasileiro.Reconstrucción de las ideas políticas argentinas: linajes de família y líneas de evolución. 2010. (Seminário).

12.
IX Congreso Nacional de Ciencia Política: Centro y periferias: Equilibrios y asimetrías en las relaciones de poder. La concepción de la justicia política en Aristóteles. 2009. (Congresso).

13.
Seminário do Projeto Temático Linhagens do Pensamento político-social Brasileiro.A construçao da Nação. Sociedade e Estado em Populações Meridionaes do Brasil. 2009. (Seminário).

14.
Primeras Jornadas de Filosofía Política: democracia, tolerancia, libertad.Democracia y teoría política neo-aristotélica. 2008. (Outra).

15.
III Simpósio dos Alunos de Pós-graduação em Ciência Política.Observações preliminares sobre a deliberação. 2003. (Simpósio).

16.
Segundas Jornadas de Teoría y Filosofía Política. 2002. (Outra).

17.
Primeras Jornadas de Teoría y Filosofía Política. 1998. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERREIRA, Bernardo. ; OSTRENSKY, E. ; TIERNO, P. . I Workshop de Teoria Política. 2014. (Outro).

2.
FERREIRA, G. N. ; FERNANDES, Maria Fernanda Lombardi ; TIERNO, P. . O Lugar das Idéias: Centro e Periferia no Pensamento Político-Social. 2011. (Outro).

3.
OSTRENSKY, E. ; TIERNO, P. . I Colóquio Internacional: Teoria, discurso e ação política. 2011. (Outro).

4.
RICUPERO, B. ; TIERNO, P. . A Questão Nacional no Pensamento Político-Social Brasileiro. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
João Pedro Argondizo Correia. Nomos, Physis e Democracia Ateniense: o Embate pelo Sentido na Obra História da Guerra do Peloponeso. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Nathalia Silva Carneiro. Ação e Política em Hanna Arendt. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Ricardo Manoel de Oliveira Morais. Tragédia e Razão na Política Clássica: a reconciliação entre Filosofia Política e Tragédia. Início: 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. (Orientador).

2.
Leonardo Carrilho Jorge. Secularização e sacralização no constitucionalismo moderno: releituras a partir da teologia política do século XX. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
María Cecilia Ipar. Populismo: uma leitura da psicoanálise na teoria política de Ernesto Laclau. 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Patricio Tierno.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Thais Florencio de Aguiar. 2015. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Patricio Tierno.

Iniciação científica
1.
Lucas Martins França. Poder e democracia em Aristóteles. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Pró-Reitoria de Pesquisa (USP). Orientador: Patricio Tierno.

2.
Lucas Martins França. Poder e democracia em Aristóteles: análise dos livros I e III da Política. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Pró-Reitoria de Pesquisa (USP). Orientador: Patricio Tierno.

3.
Nathalia Silva Carneiro. Ação e política em Hanna Arendt. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

4.
Nathalia Silva Carneiro. Ação e Política em Hanna Arendt. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Pró-Reitoria de Pesquisa (USP). Orientador: Patricio Tierno.

5.
Ana Beatriz Barbosa de Carvalho e Silva. Sobre a unidade: uma interpretação da cidade justa apresentada por Sócrates na República. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Pró-Reitoria de Pesquisa (USP). Orientador: Patricio Tierno.

6.
Thiago Sereno Ricardo. Maquiavel e a virtù republicana. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Patricio Tierno.

7.
Marina Blank. Ação política e virtude em Maquiavel. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Patricio Tierno.

Orientações de outra natureza
1.
Rebeca Canclini. Estágio de pesquisa. 2017. Orientação de outra natureza. (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

2.
Juan Acerbi. Estágio de pesquisa. 2017. Orientação de outra natureza. (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

3.
Jasmin Höglund Hellgren. Minor Field Study: Movimento Passe Livre. 2015. Orientação de outra natureza. (Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Agência Sueca para a Cooperação e Desenvolvimento Internacional. Orientador: Patricio Tierno.

4.
Ariel Goldstein. As experiências 'populistas' brasileiras na imprensa paulista: uma comparação entre o segundo governo de Vargas (1951-1954) e o primeiro governo de Lula (2003-2006). 2014. Orientação de outra natureza. (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

5.
Ariel Goldstein. Las disputas por la hegemonía en el siglo XXI latinoamericano. El nuevo carácter de los conflictos. 2012. Orientação de outra natureza. (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

6.
Natalia Garrido. Las disputas por la hegemonía en el siglo XXI latinoamericano. El nuevo carácter de los conflictos. 2012. Orientação de outra natureza. (Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. Orientador: Patricio Tierno.

7.
Felipe Marinelli. Política III - Teoria Política Moderna. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Universidade de São Paulo. Orientador: Patricio Tierno.

8.
Gabriel Gomes Lourenço. Política III - Teoria Política Moderna. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Universidade de São Paulo. Orientador: Patricio Tierno.

9.
Guilherme Zanelato Corrêa. Política III - Teoria Política Moderna. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Universidade de São Paulo. Orientador: Patricio Tierno.

10.
Vinicius Ângelo da Silva. Política III - Teoria Política Moderna. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Socias) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, Universidade de São Paulo. Orientador: Patricio Tierno.

11.
Martín Fernández. Preparación para la docencia universitaria. 2008. Orientação de outra natureza. (Licenciatura en Ciencia Política) - Universidad de Buenos Aires. Orientador: Patricio Tierno.

12.
Hernán Borisonik. Preparación para la docencia universitaria. 2002. Orientação de outra natureza. (Licenciatura en Ciencia Política) - Universidad de Buenos Aires. Orientador: Patricio Tierno.



Inovação



Processos ou técnicas
1.
MARCO, VALERIA DE ; SACRINI, MARCUS ; TIERNO, PATRICIO . Práticas de Leitura e Escrita Acadêmica. 2018.



Outras informações relevantes


SÍNTESE DOS APORTES NA ESPECIALIDADE

2002-2003 Pesquisa de campo e escrita da disertação de mestrado: ?Innovaciones Continuas en Bristol-Myers Squibb. Un marco para el análisis de los procesos de cambio organizacional?. 
Trabalho inédito. Para a realização, fizeram-se um projeto e uma pesquisa empírica, mediante observação e entrevistas, ao interior de uma organização capitalista privada. O marco teórico selecionado proveio de duas fontes: a sociología das organizações e a análise institucional. O objetivo foi realizar uma análise de caso de um processo de mudança e descrever os fatores que incidem nas condutas e os resultados durante sua execução.

2005-2008 Pesquisa bibliográfica, elaboração e apresentação da tese de doutorado: "Aristóteles. A teoria política da constituição e a deliberação".
Aprovado para publicação: Editora Azougue (Rio de Janeiro, 2009).
O objetivo da presente tese é interpretar a Política de Aristóteles a partir de dois conceitos nucleares: a constituição e a deliberação consideradas como categorias hermenêuticas e exegéticas que derivam de e se conectam as outras noções teóricas da filosofia aristotélica. Assim, o estudo se inicia com o exame da existência natural da pólis ?determinada pelo princípio da forma - e o ser político do homem - especificado pela posse do lógos. Esta interpretação penetra depois na análise paralela da prudência e do intelecto prático, o cidadão e a deliberação política por uma parte, e a virtude ética e a justiça, os tipos de constituição política e as formas históricas por outra. Ambas linhas analíticas convergem para uma síntese que reconhece empiricamente a variedade dos regimes, a heterogeneidade social da cidade e a autoridade da instituição da assembléia. Finalmente, as distinções e composições estabelecidas permitem expor o plano da cidade ideal nas melhores condições possíveis, recriando uma constituição aristocrática combinada com a deliberação democrática de uma cidadania participativa.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 21/10/2018 às 13:30:28