Anne Caroline de Morais Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9090359001764074
  • Última atualização do currículo em 05/10/2018


Professora do curso de Direito e de Letras da Universidade Veiga de Almeida. Professora de Língua Portuguesa e de Teoria Literária da Faculdade Integrada Hélio Alonso (FACHA). Professora de Língua, Literatura e Cultura italianas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) de 2012 a 2014. Doutora em Estudos Literários pela Universidade Federal Fluminense (2017). Mestrado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela UERJ (2012). Vice-presidente do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos (CIFEFIL). Diretora de Publicações do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos (CIFEFIL) e da Revista Philologus (2015-2017). Na área de Literatura Comparada, trabalha com obras das literaturas italiana, brasileira, alemã e francesa. Atua nos seguintes temas: literatura comparada, literatura brasileira, romance de formação, análise do discurso, romance, análise e produção textual, ensino da língua portuguesa. De agosto de 2008 até agosto de 2009 desenvolveu junto a professora/doutora Delia Cambeiro o projeto de Iniciação Científica em Literatura Comparada - "A lírica amorosa galega e italiana do século XII e XIII em perspectiva comparada". (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Anne Caroline de Morais Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, A. C. M.;SANTOS, Anne de Morais


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Estudos de Literatura.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: O movimento para a formação em Candido e L'antimonio, de Leonardo Sciascia, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Maria Elizabeth Chaves de Melo.
Palavras-chave: Bildungsroman; Leonardo Sciascia; teoria literária.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
2010 - 2012
Mestrado em Teoria Literária e Literatura Comparada.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: O périplo da formação de Berardo Viola e de Franz Biberkopf. Um estudo do Bildungsroman em Fontamara, de Ignazio Silone, e em Berlin Alexanderplatz, de Alfred Döblin,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Delia Cambeiro Praça.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Literatura Comparada; romance de formação; Bildungsroman; entreguerras.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
2005 - 2009
Graduação em letras.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Discussão é guerra: valores argumentativos do conector Mas.
Orientador: Prof/ Doutor Paulo Rosa.




Atuação Profissional



Faculdades Integradas Hélio Alonso, FACHA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora de L. Portuguesa/ Teoria Literária, Carga horária: 20
Outras informações
Professora de Língua Portuguesa, Teoria Literária e Produção Textual.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Professora contratada, Enquadramento Funcional: Professora de Literatura e Língua italianas, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Estagiário Voluntário, Enquadramento Funcional: Professora de italiano no LICOM, Carga horária: 3


Universidade Veiga de Almeida, UVA/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de Língua Portuguesa, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Em 2014, foi convidada pelo curso de Direito a exercer o cargo de professora TI (tempo integral). Ministra aulas de Linguagem Jurídica, Argumentação Jurídica e Monografia I, além de possuir uma série de projetos de extensão.


Colégio Pedro II, CP II, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora de Português, Carga horária: 20


Colégio Celio Rodrigues, CCR, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de Português e Redação, Carga horária: 20
Outras informações
Motivo do pouco tempo em exercício: aquisição da bolsa Capes de mestrado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada na Uerj no mês de maio de 2010. A instituição Capes, naquele momento, não permitia bolsistas com vínculo empregatício.


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: estagiário, Enquadramento Funcional: auxílio em projetos, pesquisas e monografias., Carga horária: 20


CLC Idiomas, CLC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: contrato, Enquadramento Funcional: Professora de italiano, Carga horária: 10



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Retórica e Oratória no Tribunal do Júri
Descrição: 8. Resumo (mínimo 400 e máximo 500 palavras): A importância do uso eficiente da linguagem e da argumentação para o operador do Direito é algo indiscutível. A formação de um advogado nas universidades de Direito, além de propiciar o conhecimento da lei, das normas e dos argumentos jurídicos, precisa, também, ensinar a esse discente a ser um bom orador e a utilizar as estratégias da argumentação subjetiva (uso dos tipos de persuasão ethos e pathos; da articulação de voz, do posicionamento, da gesticulação; uso de argumentos cujo objetivo é desestabilizar o oponente ou comover o júri entre outros). A Retórica, desde Platão e ainda hoje, passou por momentos de duras críticas, pois foi definida como a arte da persuasão e da manipulação, logo, vista como amoral e sem ética. Olivier Reboul, em Introdução à Retórica (2004), destacou que não se deve olhar para ela com ares moralistas, mas como uma forma, surgida em contexto jurídico, do homem comum se autodefender num período, século V a.C, em que não existiam advogados. Antonio Henriques, em Argumentação e Discurso Jurídico, ressalta que a Retórica é sinal de democracia, uma vez que só há debate e persuasão quando o homem livre pode falar e se defender. Esta visão moralista da Retórica é agravada quando seu uso é concebido como uma atividade inata ao homem (o dom de ser um bom orador e bom retórico) que não pode ser ensinada. Consciente de que esse pensamento é falacioso, de que a retórica faz parte das práticas sociais do homem, sendo, portanto, passível de sistematização e estudo, essa pesquisa, iniciada em abril de 2017, tem por objetivo observar se e como advogados de defesa e promotores públicos utilizam estratégias da Retórica e da Oratória no Tribunal do Júri e como isso pode interferir na recepção de seus discursos pelos jurados e magistrados. Assim como Aristóteles, que escreveu o livro Retórica sistematizando o uso da retórica no mundo grego clássico, o objetivo geral desse projeto científico é realizar uma pesquisa quantitativa e qualitativa para que possamos delinear como e com qual frequência essas estratégias são utilizadas. Para alcançar tal objetivo, a metodologia pauta-se nos métodos observacional e dedutivo. O primeiro já está sendo aplicado pelos alunos que começaram a frequentar semanalmente sessões na I e III Vara do Tribunal do Júri no Centro do Rio de Janeiro. Antes da primeira visita, ocorrida em 17 de abril de 2017, forma realizadas leituras e fichamentos de livros pertinentes ao tema tratado. Vale ressaltar que o método observacional será enriquecido pelas leituras de teóricos tanto da área do Direito Penal quanto da Linguagem e Argumentação, tais como: Aristóteles, Mikhail Bakthin, Chaim Perelman, Olivier Reboul, Manuel Atienza, Antonio Henriques, Ruth Amossy, Dominique Mainguenau, Eugenio Pacelli, Guilherme Nucci entre outros. A teoria (premissa maior) em diálogo com as observações no Tribunal do Júri (premissa menor) nos levará à sistematização quantitativa e qualitativa do uso da Oratória e da Retórica pelo operador do direito para que possamos trazer ao mundo acadêmico a teoria da argumentação aplicada à prática forense nos tribunais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Coordenador / Marcelo Nogueira - Integrante.
2015 - Atual
BAKTHIN E CHARAUDEAU EM PERSPECTIVA COMPARADA
Descrição: Esse projeto tem como objetivo colocar em diálogo os princípios teóricos de Bakthin sobre os estudos da linguagem e a análise dialógica do discurso e o pensamento do linguista francês Charaudeau e sua análise do discurso de orientação semiolinguística. Esse diálogo visa trazer contribuições para os estudos literários e linguísticos realizados hoje no século XXI..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Coordenador / Graziela Mota - Integrante.
2010 - 2012
O périplo da formação de Berardo Viola e de Franz Biberkopf. Um estudo do Bildungsroman em "Fontamara", de Ignazio Silone, e em "Berlin Alexanderplatz", de Alfred Döblin
Descrição: Esta pesquisa analisa "Berlin Alexanderplatz" (1929), de Alfred Döblin, e "Fontamara" (1933), de Ignazio Silone, baseada nas novas concepções sobre o Bildungsroman, ou romance de formação, estabelecidas pelos olhares atualizadores de teóricos do século XX. O Bildungsroman, modalidade narrativa surgida no século XVIII, cuja obra paradigma é Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister, de Johann Wolfgang Von Goethe, ressalta o desenvolvimento humano, seu processo de amadurecimento e conscientização ao longo de sua trajetória existencial. Os corpora desta dissertação são romances escritos no período conflituoso do entreguerras, cujo enredo destaca a luta interior e exterior das personagens em sobreviver àquele período e a consequente tomada de consciência adquirida neste percurso. O périplo metafórico vivenciado pelos protagonistas, de Fontamara, Berardo Viola, e de Berlin Alexanderplatz, Franz Biberkopf, tem como consequência uma nova consciência política, para o primeiro protagonista, e uma nova consciência social, para o segundo. O caminho formativo dos protagonistas constitui-se de maneira diversa. O objetivo deste estudo é, portanto, analisar como se realiza o processo de formação de Berardo Viola e Franz Biberkopf, apontando identidades e diferenças entre os dois processos, e, por fim, apontando como tais romances podem atualizar o conceito de Bildungsroman na história literária. Palavras-chave: Bildungsroman; Formação; Conscientização; Entreguerras..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
A LÍRICA AMOROSA MEDIEVAL GALEGA E ITALIANA DO SÉCULO XII AO XV EM PERSPECTIVA COMPARADA.
Descrição: A Idade Média, apesar de enriquecer o Ocidente com nomes e obras de mérito incontestável, teve seus valores e bases filosófico-culturais mal compreendidas e desacreditadas, sobretudo pelos séculos XVI, XVII e XVIII, sendo alvo, porém, de exaltações do romântico século XIX. A partir do século XX, deu-se um considerável soerguimento conceitual sobre a Idade Média e tal recurso provocou, sem dúvida, a revisão dos estatutos literários, a releitura, a análise da dimensão e do significado da linguagem poética medieval. Esse projeto, com base nessas renovadoras indagações, parte do questionamento do mito negativo de uma pretensa decadência formado durante longo período, para sublinhar o prestígio cultural da época e desvelar esse universo poético. A importância desse período para a História da Literatura ocidental vem confirmada no fenômeno literário designado trovadoresco, bastante difundido nas cortes da Provence, região ao sul da França, mas que, irradiado pela Europa ocidental, reuniu, na Galiza, um número considerável de poetas aos quais se devem as cantigas de amor e de amigo. A reflexão inicial sobre o imaginário da Idade Média pretende incentivar especulações teóricas que evidenciem a importância literária e cultural da lírica amorosa trovadoresca galega e demonstrar seus reflexos na poesia italiana dos séculos XII ao XV..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Integrante / Delia Cambeiro Praça - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa / Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Bolsa.


Projetos de extensão


2017 - Atual
Qual a sua questão?
Descrição: Promover debates metodológicos com os professores de Direito da Veiga sobre métodos de avaliação e elaboração de questões..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Oficina de Leitura e Análise Argumentativa
Descrição: Oferecer ambiente de leitura e interpretação de textos para os alunos de Direito da Universidade Veiga de Almeida. A cada semana, professores de áreas diferentes são convidados para debater com os alunos sobre temas atuais..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Interpretação de Questões de Prova
Descrição: Oferecer ambiente de leitura e interpretação de enunciados de questões para que os alunos possam perceber quais os critérios de avaliação, as situações problemas pensadas pelos professores e como isso se concretiza nas avaliações..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2014 - 2016
Interpretação Jurídica
Descrição: ? Estimular a leitura e a discussão de temas atuais; ? Auxiliar o aluno na interpretação de textos, na leitura de enunciados e, por conseguinte, na resolução de questões voltadas ao mundo jurídico; ? Elaborar questões de interpretação que familiarizem o aluno no entendimento de tais enunciados; ? Organizar encontros, inicialmente, aos sábados, com a presença de alguns professores do curso de Direito que lerão os textos com os alunos e os auxiliarão na interpretação dos enunciados que o seguirão. Além de propor um espaço de leitura e interpretação, os professores que participarem também estimularão os alunos a discutirem temas atuais, de grande importância para a formação de um discente crítico..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Integrante / Leonora Oliven - Coordenador / Daniel Nunes - Integrante / Eric Baracho - Integrante.
2014 - 2016
Laboratório de Produção textual para o Curso de Direito
Descrição: Laboratório de Produção Textual para o Curso de Direito tem como propósito ajudar o aluno a aprimorar as estratégias discursivas para a elaboração de seus textos jurídicos; a reconhecer e desenvolver diferentes tipos textuais (narração, descrição, dissertação e exposição); a organizar suas ideias e fundamentar seu texto de maneira lógica e organizada; a reconhecer as diversas técnicas e os diversos métodos para a elaboração dos gêneros textuais jurídicos (petições, sentenças, contratos etc.); a adequar o seu texto à norma padrão da Língua Portuguesa; e a conhecer e dominar os gêneros orais mais formais. Para tanto, o aluno será estimulado e orientado na produção de diferentes gêneros textuais jurídicos, sendo capaz de escrevê-los e reescrevê-los de forma a torná-lo mais adequado a cada situação comunicativa..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Coordenador / Leonora Oliven - Integrante.
2014 - Atual
Monografe Direito
Descrição: Monografe Direito tem como objetivo ajudar o aluno do curso de Direito a desenvolver e a estruturar seu trabalho acadêmico de maneira coesa e clara, adequando-o à norma padrão da língua portuguesa; a aprimorar sua produção escrita e adequá-la ao modelo de dissertação acadêmica; a planejar as etapas de sua pesquisa; a organizar suas ideias e fundamentar seu texto de maneira lógica e organizada; e a reconhecer as estratégias discursivas. Ao final da orientação, o aluno deve se sentir mais familiarizado e seguro a utilizar os métodos científicos e linguísticos na composição de seus textos acadêmicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Coordenador.
2014 - Atual
Laboratório de Revisores
Descrição: Laboratório de revisores tem como objetivo ajudar o aluno do curso de Letras a conhecer e aperfeiçoar as técnicas e procedimentos de revisão de textos; dominar o uso da língua portuguesa, na modalidade culta, principalmente na prática escrita; aprofundar sua formação, tanto na prática de leitura e de revisão de textos quanto na investigação teórica; aproximar o aluno das pesquisas acadêmicas realizadas em sua área de atuação, ampliando, assim, o seu campo do saber. Formar um aluno crítico que adéque sua prática de revisão aos diversos gêneros textuais e às diferentes situações comunicativas..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) .
Integrantes: Anne Caroline de Morais Santos - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Revista Philologus


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Revista Philologus


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura e Língua italianas.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literaturas Neolatinas.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Língua Portuguesa.


Idiomas


Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Vice-presidente do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos, Cifefil.
2017
Diretora de Publicações, Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos.
2013
2º lugar no concurso para professor contratado de Língua e Literatura Italianas., Universidade do Estado do Rio de Janeiro..
2013
Aprovada no concurso para Doutorado, UFF.
2013
Aprovada no concurso para professor substituto, Colégio Pedro II.
2012
Membro da Diretoria do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos (2012-2014), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
2012
Membro do corpo editorial da revista Philologus, Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos.
2010
Quarta colocada no processo seletivo para o Mestrado em Teoria da Literatura e Literatura Comparada da Uerj, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
2010
Bolsista de Mestrado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
2008
? Bolsista FAPERJ de Iniciação Científica em Literatura italiana, Universidade do Estado do Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Outras
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
Anne Caroline de Morais Santos  Data: 18/02/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SANTOS, Anne de Morais2018SANTOS, Anne de Morais; RIBEIRO, K. . A HERANÇA DO ROMANCE-FOLHETIM NO CHICK-LIT: UMA ANÁLISE DE PROCURA-SE UM MARIDO DE CARINA RISSI. REVISTA PHILOLOGUS, v. 24, p. 7, 2018.

2.
SANTOS, Anne de Morais2017SANTOS, Anne de Morais; GASPAR, B. ; NOGUEIRA, M. . Pathos como estratégia de persuasão no tribunal do júri. REVISTA PHILOLOGUS, v. 23, p. 135, 2017.

3.
SANTOS, Anne de Morais2017SANTOS, Anne de Morais; CHOLBI, R. . A busca pela emancipação feminina em 'Eveline', de James Joyce. REVISTA PHILOLOGUS, v. 23, p. 8, 2017.

4.
SANTOS, Anne de Morais2014SANTOS, Anne de Morais. O parentesco entre a paideia grega e o conceito de formação alemão do século XVIII e XIX. REVISTA PHILOLOGUS, v. 20, p. 124, 2014.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Valle, Silvio (Org.) ; Barreira, Yara (Org.) ; SANTOS, A. C. M. (Org.) . Biossegurança Engenharia Genética. Legislação Brasileira em 5 idiomas. Rio de Janeiro: Publit, 2007. 144p .

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SANTOS, Anne de Morais. Dal Brasile a Racalmuto per ?incontrare? Leonardo Sciascia. Malgrado tutto, Racamulto, Sicília/Itália, 17 dez. 2015.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, A. C. M.. Elementos folhetinescos em 'A Viuvinha', de José de Alencar: A construção do romance brasileiro. In: XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2012, Rio de Janeiro. XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia (CNLF), 2012.

2.
SANTOS, A. C. M.. Cristo parou em Eboli, de Carlo Levi, e Fontamara, de Ignazio Silone: neorrealismo italiano e a luta contra as questões sociais. In: VII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2011, Rio de Janeiro. VII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2011.

3.
SANTOS, A. C. M.; PRACA, D. C. . A poética da luz e a representação do objeto lírico feminino em poetas dos séculos XII e XIII. In: XIII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2009, Rio de Janeiro. XIII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2009.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, Anne de Morais. Reforma do Ensino Médio e Direito à Educação. In: II Seminário Internacional de Direitos Humanos Fundamentais, 2016, Rio de Janeiro. Seminário Internacional de Direitos Humanos Fundamentais, 2016.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, Anne de Morais. O ESTUDO DA PERSONAGEM PELA PERSPECTIVA DE MIKHAIL BAKHTIN. In: Simpósio Nacional de Estudos Filológicos e Linguísticos, 2018, Rio de Janeiro. x SIMPÓSIO nacional de estudos filológicos e lingUísticos, 2018.

2.
SANTOS, Anne de Morais; GOMES, I. ; RIBEIRO, I. . A IMPORTÂNCIA DO USO EFICIENTE DA LINGUAGEM E DA ARGUMENTAÇÃO. In: XXII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2018, Rio de janeiro. XXII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2018.

3.
SANTOS, Anne de Morais. A TEORIA DO OUTRO E OS ESTUDOS SOBRE A PERSONAGEM EM ?ESTÉTICA DA CRIAÇÃO VERBAL?, DE MIKHAIL BAKHTIN. In: XXII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2018, Rio de Janeiro. XXII Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2018.

4.
SANTOS, Anne de Morais. A PERSONAGEM NO ROMANCE DE FORMAÇÃO. In: XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2017, Rio de Janeiro. XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2017. v. XXI.

5.
SANTOS, Anne de Morais; NOGUEIRA, M. ; GASPAR, B. . PATHOS COMO ESTRATÉGIA DE PERSUASÃO NO TRIBUNAL DO JÚRI. In: XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2017, Rio de Janeiro. XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2017. v. XXI.

6.
SANTOS, Anne de Morais; CHOLBI, R. . A BUSCA PELA EMANCIPAÇÃO FEMININA EM 'EVELINE', DE JAMES JOYCE. In: XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2017, Rio de Janeiro. Cadernos do CNLF, 2017. v. XXI.

7.
SANTOS, Anne de Morais; NOGUEIRA, M. ; GASPAR, B. . A Retórica e o Tribunal do Júri. In: Simpósio de Linguística Forense, 2017, Rio de Janeiro. Simpósio de Linguística Forense. Rio de Janeiro: Cartolina Editora, 2017.

8.
SANTOS, Anne de Morais. O PARENTESCO ENTRE A PAIDEIA GREGA E O CONCEITO DE FORMAÇÃO ALEMÃO DO SÉCULO XVIII E XIX. In: VI SIMPÓSIO NACIONAL DE ESTUDOS FILOLÓGICOS E LINGUÍSTICOS, 2014, Rio de Janeiro. VI SIMPÓSIO NACIONAL DE ESTUDOS FILOLÓGICOS E LINGUÍSTICOS, 2017.

9.
SANTOS, A. C. M.. Elementos folhetinescos em 'A Viuvinha', de José de Alencar: A construção do romance brasileiro. In: XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2012, Rio de Janeiro. XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2012. v. XVI. p. 1-64.

10.
SANTOS, A. C. M.. Investigando a ficção da história e da identidade em Cristo parou em Eboli, de Carlo Levi. In: 4º Simpósio Internacional de Letras Neolatinas ? Livro, Leitor, Leitura: Desafio para as Letras (Colóquio em Homenagem a Théophile Gautier), 2011, Rio de Janeiro. 4º Simpósio Internacional de Letras Neolatinas ? Livro, Leitor, Leitura: Desafio para as Letras (Colóquio em Homenagem a Théophile Gautier), 2011.

11.
SANTOS, A. C. M.. A relevância de Cristo parou em Eboli, de Carlo Levi, para o Neorrealismo italiano. In: XIV Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2010, Rio de Janeiro. XIV Congresso Nacional de Linguística e Filologia, 2010.

12.
SANTOS, A. C. M.; PRACA, D. C. ; SULIANO, V. . A lírica amorosa medieval nas vozes críticas de André Capelão, Georges Duby, Umberto Eco e Maria do Amparo Tavares Maleval.. In: II Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais ABREM, 2008, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos do II encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais ABREM.. Rio de Janeiro: ABREM, 2008. p. 22-23.

Artigos aceitos para publicação
1.
SANTOS, Anne de Morais; RIBEIRO, K. . A HERANÇA DO ROMANCE-FOLHETIM NO CHICK-LIT: UMA ANÁLISE DE PROCURA-SE UM MARIDO DE CARINA RISSI. REVISTA PHILOLOGUS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, Anne de Morais. O ESTUDO DA PERSONAGEM PELA PERSPECTIVA DE MIKHAIL BAKHTIN. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
SANTOS, Anne de Morais. A teoria do outro e os estudos sobre a personagem em 'Estética da criação verbal' de Mikhail Bakhtin. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
SANTOS, Anne de Morais; RIBEIRO, I. ; GOMES, I. . Ethos projetivo representado e o Tribunal do Júri: estratégia argumentativa ou violência linguística?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SANTOS, Anne de Morais; GOMES, I. ; RIBEIRO, I. . Retórica no Tribunal do Júri: um estudo do ethos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SANTOS, Anne de Morais; RIBEIRO, I. ; GOMES, I. . A importância do uso eficiente da linguagem e da argumentação. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SANTOS, Anne de Morais; OLIVEN, L. . Apresentação de Filme: Filadélfia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
SANTOS, Anne de Morais; NOGUEIRA, M. ; GASPAR, B. . PATHOS COMO ESTRATÉGIA DE PERSUASÃO NO TRIBUNAL DO JÚRI. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SANTOS, Anne de Morais. A PERSONAGEM NO ROMANCE DE FORMAÇÃO. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
SANTOS, Anne de Morais; GASPAR, B. ; NOGUEIRA, M. . Retórica e Oratória no Tribunal de Júri. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
SANTOS, Anne de Morais; NOGUEIRA, M. ; GASPAR, B. . Retórica e Oratória no Tribunal do Júri. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
SANTOS, Anne de Morais. Apresentação de filme: Onze homens e uma sentença. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
SANTOS, Anne de Morais. Panorama diacrônico da língua portuguesa no Rio de Janeiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SANTOS, Anne de Morais. Regras de pontuação no texto jurídico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
SANTOS, Anne de Morais. O PARENTESCO ENTRE A PAIDEIA GREGA E O CONCEITO DE FORMAÇÃO ALEMÃO DO SÉCULO XVIII E XIX. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
SANTOS, Anne de Morais. ESCRITA FORENSE: ERROS E ACERTOS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SANTOS, Anne de Morais. Argumentação e Retórica. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
SANTOS, Anne de Morais. Formação e morte em Fontamara, de Ignazio Silone. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
SANTOS, Anne de Morais. CANDIDE, DE VOLTAIRE, E CANDIDO, DE LEONARDO SCIASCIA: NOVAS LEITURAS SOBRE O ROMANCE DE FORMAÇÃO NA HISTÓRIA LITERÁRIA. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
SANTOS, A. C. M.. Elementos folhetinescos em 'A Viuvinha', de José de Alencar: A construção do romance brasileiro.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
SANTOS, A. C. M.; PRACA, D. C. . CRISTO PAROU EM EBOLI, DE CARLO LEVI, E FONTAMARA, DE IGNAZIO SILONE: NEORREALISMO ITALIANO E A LUTA CONTRA AS QUESTÕES SOCIAIS. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
SANTOS, A. C. M.. A relevância de Cristo parou em Eboli, de Carlo Levi, para o Neorrealismo italiano. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
SANTOS, A. C. M.; PRACA, D. C. . A poética da luz e a representação do objeto lírico feminino em poetas dos séculos XII e XIII. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SANTOS, A. C. M.. A lírica amorosa galega e italiana do século XII e XIII em perspectiva comparada. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
SANTOS, A. C. M.; PRACA, D. C. . A lírica amorosa medieval nas vozes de André Capelão, Georges Duby, Maria do Amparo Maleval e Umberto Eco. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
SANTOS, Anne de Morais. Revista Philologus. Rio de Janeiro, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
Barreira, Yara ; Valle, Silvio ; SANTOS, A. C. M. . Biossegurança- Engenharia genética: legislação em 5 idiomas. Rio de Janeiro: Publit, 2007 (Apoio em obra impressa).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, Anne de Morais. Revista Philologus. 2018. (Editoração/Periódico).

2.
SANTOS, Anne de Morais. Manual de Literatura Brasileira. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

3.
SANTOS, Anne de Morais; OLIVEN, L. . MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SANTOS, Anne de Morais; MOTA, G.; RIBEIRO, T.. Participação em banca de Vinícius Mazzeo.A representação da cidade do Rio de Janeiro que emerge na narrativa ficcional curta de João Ubaldo Ribeiro em "Noites Lebloninas". 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

2.
SANTOS, Anne de Morais; MOTA, G.; RIBEIRO, T.. Participação em banca de Ana Kelly Barros de Souza.Análise do tema adultério como trangressão social na personagem Emma Bovary, de Gustave Flaubert. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

3.
SANTOS, Anne de Morais; MENDES, C.; MENDES, S.. Participação em banca de Dalineide Laura.ANÁLISE DOS EFEITOS DISCURSIVOS DAS SINONÍMIAS TEXTUAIS NOS PEDIDOS DE INTERVENÇÃO MILITAR NO GOVERNO PT. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

4.
Jacques, Ariadne; SANTOS, Anne de Morais; VELOZO, N.. Participação em banca de Samantha Nonato dos Santos Berce.REPRESENTATIVIDADE FEMININA NA CULTURA DE MASSA E A NOVA HEROÍNA DA LITERATURA PÓS-MODERNA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social) - Faculdades Integradas Hélio Alonso.

5.
PRATES, C.; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Anna Carolina Lopes de Sicca.Mia Couto: o milagre da infância. 2015.

6.
PRATES, C.; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Raquel Rafael da Silva.Vinicius de Morais: o cancionista romântico. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

7.
PRATES, C.; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Olívia Francisco.O sentimento do mundo: a lírica social de Carlos Drummond de Andrade. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

8.
PRATES, C.; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Alice Barbosa dos Santos.A mulher negra nos contos de Conceição Evaristo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

9.
PRATES, C.; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Marcos Machado Miranda.A catábase de todos nós: um mergulho no subsolo de Lúcio Cardoso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida.

10.
Jacques, Ariadne; SANTOS, Anne de Morais. Participação em banca de Lara Rezende Braga.Porra, até a linguagem jornalística está entrando pela porta dos fundos.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social) - Faculdades Integradas Hélio Alonso.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Avaliação de cursos
1.
SANTOS, Anne de Morais. 1º fase do V Prêmio da Graduação Fernando Sgarbi Lima. 2014.

2.
SANTOS, Anne de Morais. 13º Semana de Graduação. 2013. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
SANTOS, Anne de Morais. 2ª Fase do IV Prêmio da Graduação Sgarbi Lima. 2013. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
SANTOS, A. C. M.. 23ª UERJ SEM MUROS. 2012. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Outras participações
1.
SANTOS, Anne de Morais. Semana de Iniciação Científica. 2017. Universidade Veiga de Almeida.

2.
SANTOS, Anne de Morais. Avaliação de Projetos Sr1/Cetreina Uerj. 2017. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Semana Acadêmica Facha.Oratória e Mercado de Trabalho. 2017. (Oficina).

2.
XXI Congresso Nacional de Linguística e Filologia. A personagem no romance de formação. 2017. (Congresso).

3.
"Da competência linguageira ao discurso de persuasão". Proferida pelo Professor Emérito da Universidade Paris XIII Patrick Charaudeau. 2015. (Outra).

4.
Sábado Legal.ESCRITA FORENSE: ERROS E ACERTOS. 2014. (Oficina).

5.
Semana Jurídica.Panorama diacrônico da língua portuguesa no Rio de Janeiro. 2014. (Oficina).

6.
Semana Jurídica.Argumentação e Retórica. 2014. (Oficina).

7.
IV Seminário dos Alunos dos Programas de Pós-graduação do Instituto de Letras/ UFF.CANDIDE, DE VOLTAIRE, E CANDIDO, DE LEONARDO SCIASCIA: NOVAS LEITURAS SOBRE O ROMANCE DE FORMAÇÃO NA HISTÓRIA LITERÁRIA. 2013. (Outra).

8.
XVII Congresso Nacional de Linguística e Filologia. Formação e morte em Fontamara, de Ignazio Silone. 2013. (Congresso).

9.
Workshop di Edilingua: Per una didattica a 360º: dal libro al web 2.0, attraverso la lim e i multimedia. 2012. (Outra).

10.
XVI Congresso Nacional de Linguística e Filologia. Elementos folhetinescos em "A Viuvinha", de José de Alencar: A construção do romance brasileiro. 2012. (Congresso).

11.
Grito do Expressionismo alemão em Amar, Verbo Intransitivo. 2011. (Seminário).

12.
I Seminário Literatura, Ética e Poder. 2011. (Seminário).

13.
VII Jornada Nacional de Filologia."Cristo parou em Eboli", de Carlo Levi, e "Fontamara", de Ignazio Silone: Neorrealismo italiano e a luta contra as questões sociais.. 2011. (Outra).

14.
XIV Congresso Nacional de Linguística e Filologia. A relevância de Cristo parou em Éboli, de Carlo Levi, para o Neorrealismo italiano. 2010. (Congresso).

15.
XIII Congresso Nacional de Linguistica e Filologia. A poética da luz e a representação do objeto lírico feminino em poetas do séculos XII e XIII. 2009. (Congresso).

16.
17º Semana de Iniciação Científica da UERJ.A LÍRICA AMOROSA MEDIEVAL GALEGA E ITALIANA DO SÉCULO XII e XIII EM PERSPECTIVA COMPARADA.. 2008. (Seminário).

17.
II Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais ABREM..A lírica amorosa medieval nas vozes críticas de André Capelão, Georges Duby, Umberto Eco e Maria do Amparo Tavares Maleval.. 2008. (Encontro).

18.
VIII Forum de estudos linguísticos. 2006. (Congresso).

19.
VI Settimana della Lingua Italiana nel mondo. 2006. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, Anne de Morais. I QUIZ ENADE CURSO DE DIREITO. 2018. (Outro).

2.
SANTOS, Anne de Morais. XXII Congresso Nacional de Linguística e Filologia. 2018. (Congresso).

3.
SANTOS, Anne de Morais; OLIVEN, L. ; ARRUDA, C. . Jornada do Meio Ambiente. 2017. (Outro).

4.
SANTOS, Anne de Morais. XXI Congresso de Linguística e Filologia. 2017. (Congresso).

5.
SANTOS, Anne de Morais. XIX Congresso Nacional de Linguística e Filologia. 2015. (Congresso).

6.
SANTOS, Anne de Morais; NUNES, D. ; BARACHO, E. ; OLIVEN, L. . Interpretação Jurídica. 2015. (Outro).

7.
SANTOS, Anne de Morais. VI Simpósio Nacional de Estudos Filológicos e Linguísticos. 2014. (Congresso).

8.
SANTOS, Anne de Morais. XVIII Congresso Nacional de Linguística e Filologia. 2014. (Congresso).

9.
SANTOS, Anne de Morais. XVII Congresso Nacional de Linguística de Filologia. 2013. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Camilla Ferreira Barreto de Almeida. Paulo Honório e suas faces: A influência do meio na representação social da personagem na obra "São Bernardo", de Graciliano Ramos. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Karine Pinheiro. A HERANÇA DO ROMANCE-FOLHETIM NO CHICK-LIT: UMA ANÁLISE DE "PROCURA-SE UM MARIDO", DE CARINA RISSI. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

2.
Rayanne Cholbi. A busca pela emancipação em "Eveline", de James Joyce. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

3.
Flavio Arthur do Nascimento. A CONSTITUIÇÃO DO ETHOS E DO PATHOS NA BUSCA PELA PERSUASÃO DIANTE DO TRIBUNAL DO JÚRI. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

4.
Álvaro Marcel Almeida Ramos. A CANÇÃO DO EXÍLIO DE GONÇALVES DIAS E OS POEMAS QUE A REVISITAM, A PARTIR DOS CONCEITOS DE PARÓDIA E PARÁFRASE. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

5.
WANDERLENE ANTÔNIA EUCLIDES. A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DA LINGUAGEM PARA OS ALUNOS DE DIREITO. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

6.
Marcelle Gomes Pires. O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA CRIANÇAS COM SÍNDROME DE ASPERGER. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.

Iniciação científica
1.
Breno Galhego Gaspar. Retórica e Oratória no Tribunal do Júri. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Veiga de Almeida. Orientador: Anne Caroline de Morais Santos.



Educação e Popularização de C & T



Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, Anne de Morais. XVII Congresso Nacional de Linguística de Filologia. 2013. (Congresso).



Outras informações relevantes


?	Membro da banca de correção do concurso para novos alunos do Colégio Pedro II (6º ano do Ensino Fundamental e 1º série do Ensino Médio);



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 20:53:48