Mateus Henrique Balan

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2937633554035793
  • Última atualização do currículo em 11/07/2016


Possui graduação em Energia e Automação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (2014). Trabalhou no grupo EDP na área de Risco e Planejamento Energético, também trabalhou na Clime Trading comercializadora de energia. Atualmente é consultor atuando nas áreas: Regulação do Setor elétrico, planejamento de investimentos em geração, revisões e reajustes tarifários, complementariedade energética entre fontes renováveis, comercialização de energia elétrica e análise de riscos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mateus Henrique Balan
Nome em citações bibliográficas
BALAN, M. H.


Formação acadêmica/titulação


2015
Mestrado em andamento em Engenharia Elétrica.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Alocação ótima de investimentos para fixação da composição de portfólios de fontes renováveis visando atendimento de pequenas localidades.,Orientador: Dorel Soares Ramos.
Palavras-chave: Análise de Investimentos; Sistemas Isolados; Análise de Risco; Energia Solar/Termosolar; Energias Renováveis.
2007 - 2014
Graduação em Engenharia Elétrica - Ênfase em Sistemas de Energia e Automação.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Comercialização de energia: analise de risco de carteira de contratos de uma comercializadora e precificação de opções em contratos para clientes.
Orientador: Dorel Soares Ramos.




Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador


MRTS Consultoria e Engenharia Ltda, MRTS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Consultor



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Resposta da Demanda Industrial e sua Influência na formação dos Preços no Mercado de Energia Elétrica de Curto Prazo
Descrição: O presente Projeto de P&D tem foco na avaliação da Resposta da Demanda, representada por Consumidores Industriais da área de Alumínio; Aço e Petroquímica, aos estímulos do Preço no Mercado de Curto Prazo (PLD), contribuindo para o Despacho otimizado do Sistema Interligado, reduzindo custo de operação de térmicas, em benefício do Consumidor de modo geral. As seguintes linhas de pesquisa deverão ser trabalhadas durante a execução do Projeto: I. Linha de Pesquisa 1: Estudo detalhado do funcionamento dos setores de Alumínio, Aço e Petroquímica, com ênfase nos ciclos operativos e flexibilização da produção industrial. II. Linha de Pesquisa 2: Definição de ?Produto? do setor elétrico para atrair a participação de Grandes Consumidores Eletrointensivos em Mecanismo de Redução voluntária da Demanda, incluindo a alteração de despacho na Auto-produção. III. Linha de Pesquisa 3: Desenvolvimento de Metodologia / Modelagem e simulações computacionais para aferição do comportamento (energético) do Sistema Interligado e formação do PLD, incluindo representação estocástica da geração eólica, com verificação da influência nos índices de Confiabilidade Global. Para o desenvolvimento do projeto, as entidades executoras propõem, portanto, utilizar técnicas inovadoras na definição de uma metodologia que permita quantificar o impacto de uma resposta ?contratada? de grandes consumidores, em respostas a estímulos de preço e, ao mesmo tempo, evidenciar incentivos regulatórios que estimulem esses consumidores a participar de um mecanismo de despacho do sistema interligado que permita ao Operador do Sistema contar com adequadas reduções de consumo em resposta a elevações do preço no mercado de curto prazo. O principal aspecto inovador consiste na formulação de um método de avaliação da resposta dos Grandes Consumidores a estímulos de preço, associado a uma adequada sistematização de ferramentas de cálculo, que possa ser considerada ?ex-ante? já no processo de formação do próprio PLD ?Preço de Liquidação de Diferenças?, juntamente com os mecanismos de incentivo que levem a uma participação efetiva dos Agentes de Consumo no despacho do SIN ? Sistema Interligado Nacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2015
Estudo de Avaliação da Atratividade de Integração das Fontes Solar e Hidrelétrica contemplando definição de Metodologia e Modelo de Simulação

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Dorel Soares Ramos em 08/07/2016.
Descrição: O objetivo é estabelecer os conceitos e os requisitos de modelagem computacional, para avaliação da Atratividade de Integração das Fontes Solar e Hidrelétrica, junto a Reservatórios de Usinas em operação, contemplando a definição de Metodologia e Modelo de Simulação. A implantação de centrais fotovoltaicas junto a usinas hidroelétricas existentes pode propiciar uma redução significativa do custo da energia, caso se possa estabelecer uma operação integrada entre as plantas solar e hidrelétrica, utilizando o reservatório da usina para regularizar a produção da central solar e, ao mesmo tempo, tirando proveito da subestação existente, para redução dos custos de instalação, já que não haveria a necessidade de uma nova subestação e sua conexão ao sistema. No caso do Estado de São Paulo, a maior parte das centrais hidrelétricas foi dimensionada com baixo fator de capacidade (relação entre a energia assegurada e potência instalada abaixo de 50%), principalmente as usinas localizadas nos rios Tietê e Paranapanema. Esta característica permite uma maior flexibilidade operacional, pois como a subestação foi dimensionada para atender a potência instalada na usina no horário de ponta do Sistema, há uma folga razoável nos demais horários. Além disso, a existência de um reservatório permite que durante o dia não haja vertimentos, quando a geração hidráulica é reduzida para permitir o escoamento da produção fotovoltaica, com armazenamento da água que deixou de ser turbinada, para utilização no período noturno, quando a geração fotovoltaica cessa. O que se pretende com o arcabouço conceitual e a metodologia a ser estabelecida é justificar o ganho de energia assegurada proporcionado pela geração fotovoltaica agregada à usina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Pesquisa e instalação piloto de Cogeração heliotérmica para fixação de modelo estratégico de referência tecnológica, regulatória, econômica e comercial

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Dorel Soares Ramos em 08/07/2016.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Mateus Henrique Balan - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / José Roberto de Andrade Chaves - Integrante / Rafael Alonso Herrero - Integrante / Thais Melega Prandini - Integrante / J C de O Mello - Integrante.
2012 - 2013
Arranjos técnicos e comerciais para inserção da geração solar fotovoltaica na matriz energética brasileira com instalação de planta solar na Arena Itaquerão
Descrição: Projeto de P&D Estratégico para atendimento da Chamada pública nº 013/2011 da ANEEL . O Projeto se caracteriza por duas linhas de desenvolvimento bastante distintas e com algum grau de independência entre si, sendo (i) Metodológica e conceitual com foco em arranjos técnicos e comerciais e (ii) Tecnológica, no âmbito da qual será construída uma central solar no estádio de futebol do Corinthians, popularmente conhecido como ?Itaquerão?. Como objetivos, pode-se citar : (i) Ajustes na regulação para viabilizar a inserção da geração solar fotovoltaica, a partir de análise comparativa focando a regulamentação vigente x regulamentação desejável (?remoção de obstáculos?), contemplando incentivos fiscais e regulatórios avaliando no detalhe GD e micro geração, com utilização de ?smart-grid?, regras de conexão elétrica e Leilões de Expansão e de Reserva; (ii) Metodologia e software associado, para análise econômico e financeira detalhada de Projetos de Geração Solar Fotovoltaica, com sinalização da evolução de custos; (iii) Definição de políticas específicas para estímulo do desenvolvimento da indústria nacional relacionada à geração solar fotovoltaica; (iv) Avaliação do desempenho das tecnologias existentes conceitualmente e na prática (pequenos módulos no site da futura central), bem como estabelecer o modelo mais adequado para inserção na matriz energética; (v) Análise da complementaridade entre energia solar e eólica. Em particular, focando o conceito de mini redes elétricas, para aplicação em Sistemas Isolados (redução CCC)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Mateus Henrique Balan - Coordenador / Dorel Soares Ramos - Integrante / Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / José Roberto de Andrade Chaves - Integrante / José Aquiles Baesso Grimoni - Integrante / Eliane Aparecida Amaral Fadigas - Integrante / André Luiz Veiga Gimenes - Integrante / Miguel Edgar Morales Udaeta - Integrante / Lineu Belico dos Reis - Integrante / Sunny Jonathan - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Comercialização de Energia.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Regulação do Setor Elétrico.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Análise de investimentos em fontes renováveis.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Planejamento do setor elétrico.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Análise de risco e formação de carteiras.
6.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Técnicas de Otimização.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2014
Engenheiro, USP.


Produções



Produção bibliográfica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
2 nd Annual International Conference on Technology & Engineering. Operational Cost Assessment of Microgrids Containing Renewable and Non-renewable Generators. 2015. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 7:25:27