Ademar Roberto Martins de Vasconcelos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7649151117949408
  • Última atualização do currículo em 12/03/2018


Mestre em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Graduado em Tecnologia em Gestão Ambiental pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI), Graduando em Licenciatura em Física pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Tem experiência na área de ciências ambientais, educação e informática, atualmente integra projetos de pesquisas no Núcleo de Socioeconomia (NUSEC / UFAM) nas seguintes áreas: Gestão Ambiental, Sustentabilidade, Serviços Ecossistêmicos, Unidades de Conservação, e Gestão de Projetos Ambientais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ademar Roberto Martins de Vasconcelos
Nome em citações bibliográficas
VASCONCELOS, A. R. M.


Formação acadêmica/titulação


2018
Doutorado em andamento em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Orientador: Neliton Marques da Silva.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2015 - 2017
Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Título: Plano de Gestão como Instrumento de Implementação de Unidades de Conservação Estaduais no Amazonas,Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Neliton Marques da Silva.
Coorientador: Suzy Cristina Pedroza da Silva.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Gestão Ambiental; Áreas Protegidas; Governança Ambiental.
Grande área: Outros
2017
Graduação em andamento em FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, IFAM, Brasil.
2012
Graduação em andamento em Licenciatura em Física.
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
2011 - 2014
Graduação em Tecnologia em Gestão Ambiental.
Sociedade Educacional Leonardo da Vinci, UNIASSELVI, Brasil.




Formação Complementar


2014
Extensão universitária em Curso de Capacitação para o Cadastro Ambiental Rur.
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
2014
Inglês.
My English Online / CAPES, CAPES, Brasil.
2005 - 2007
Desenvolvimento de Softwares.
Centro de Educação Tecnológica do Amazonas, CETAM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador - Aluno, Carga horária: 10
Outras informações
Desenvolvimento de atividades relacionadas ao Centro de Ciências do Ambiente e apoio na gestão dos projetos executados pelo Núcleo de Socioeconomia


INSTITUTO ACARIQUARA Organização de Serviços Socioambientais Sustentáveis, ACARIQUARA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Membro do Conselho Gestor, Enquadramento Funcional: Diretor Executivo, Carga horária: 10

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Membro do Consellho Fiscal, Enquadramento Funcional: Membro do Consellho Fiscal, Carga horária: 10


Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas, FAPEAM, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Consultor Ad Hoc, Enquadramento Funcional: Consultor Ad Hoc


Secretaria de Estado de Educação do Amazonas, SEDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Professor temporário

Atividades

06/2009 - 06/2010
Ensino,

Disciplinas ministradas
Física

Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões, UNI-SOL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Trabalhador Temporário, Enquadramento Funcional: Técnico Social - Analista Ambiental, Carga horária: 40
Outras informações
Promover em articulação junto ao Núcleo de Socioeconomia da Universidade Federal do Amazonas atividades de apoio no âmbito técnico-social e análise ambiental do Programa de Implementação das Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas na área de Influência da BR-319.


Banco Safra S.A., BANCO SAFRA, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Caixa Executivo, Carga horária: 30
Outras informações
Atendimento ao cliente, serviço de BackOffice de agência e rotinas administrativas.


ATP Tecnologia e Produtos S.A., ATP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Operador de TP, Carga horária: 44
Outras informações
Apoio técnico em informática, apoio administrativo, serviço de BackOffice de agência, digitação de documentos, microfilmagem de documentos, transmissão, processamento e monitoramento de arquivos.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
REDE JAMAXIM - Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Ocidental: Inclusão Produtiva, Descentralização e Gestão Participativa de Políticas Públicas para a Promoção da SAN no Amazonas e Acre
Descrição: O projeto visa caracterizar e analisar a evolução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) nos estados do Acre e Amazonas, a fim de contribuir no desenvolvimento de indicadores técnico-científicos de avaliação e monitoramento da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN). Com a participação de pesquisadores do Amazonas (UFAM), do Acre (IFAC) e de Madre de Dios (UNAMAD, Peru), com atividades realizadas nos municípios de Manacapuru e Rio Preto da Eva (AM) e em Assis Brasil e Xapuri (AC). Envolve ações de pesquisa acadêmica, de formação acadêmica, extensão rural e capacitação de agentes locais. As pesquisas de caráter descritivo-analítico são desenvolvidas com aplicação de entrevistas para levantamento de dados comparativos sobre a ISAN e o PAA junto a grupos de agricultores, lideranças rurais e gestores públicos locais nos municípios selecionados. Na componente de extensão, as instituições parceiras promovem a formação inicial continuada (FIC) de agricultores familiares e gestores municipais, por meio de cursos presenciais de 160h com tema de tecnologia de pós-colheita e beneficiamento mínimo, acesso e gestão de políticas públicas, além de oficinas para o fortalecimento de empreendimentos da economia solidária e o apoio do estabelecimento de espaços de comercialização com venda direta ao consumidor nos municípios e regiões assistidas. Como estratégia no médio e longo prazo, propõe-se a formação de uma rede interinstitucional de Segurança Alimentar na Amazônia Central, que será construída por meio de encontros e workshops e pactuação de agendas institucionais para a elaboração de proposta de plano de monitoramento contínuo de SAN...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - 2017
PLANO DE GESTÃO COMO INSTRUMENTO DE IMPLEMENTAÇÃO DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS NO AMAZONAS
Descrição: A criação de Unidades de Conservação (UC) e outras categorias de áreas protegidas tem sido a principal estratégia para a conservação in situ da biodiversidade. Esses espaços geográficos são capazes de fomentar a conservação da biodiversidade e manter vivos os conhecimentos tradicionais das comunidades residentes e usuárias dela. No Brasil, o Plano de Gestão (ou de Manejo), ao lado do conselho gestor, é tido como o instrumento fundamental para implementação dessas áreas protegidas, sendo definido como o documento técnico e gerencial, fundamentado nos objetivos da UC, que estabelece o seu zoneamento, as normas que devem regular o uso da área e o manejo dos recursos naturais, inclusive a implantação de estrutura física necessária à gestão da Unidade. Para avaliar a efetividade dos Planos de Gestão no Amazonas, conduziu-se uma análise de conteúdo nos documentos que preceituam e disciplinam o tema, com atenção para a 2ª edição do roteiro metodológico para elaboração de planos de gestão adotado pelo governo estadual, além de entrevistas semiestruturadas com os gestores (membros do conselho gestor e com os gestores das unidades de conservação estudadas) que atuam diretamente na gestão dessas UCs. Houve ainda a necessidade de informações sobre o andamento das atividades planejadas no Plano de Gestão, sendo essas informações coletas por meio de formulários e preenchidos pelos gestores das UCs. A análise dessas informações foi realizada pela adaptação da ferramenta Tracking Tool. Foi identificado nas áreas estudadas, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Madeira (RDS do Rio Madeira) e a Área de Proteção Ambiental Caverna Maroaga (APA Maroaga), que há o uso efetivo dos planos de gestão pelos gestores dessas áreas protegidas assim como há a execução dos programas de gestão planejados estrategicamente durante a elaboração dos Planos. O uso do Plano de Gestão como instrumento administrativo de gestão das UCs estudadas está relacionado diretamente com o empoderamento dos atores que compõem o conselho gestor e que se constitui como importante instrumento de governança. Conclui-se que a adoção de práticas de gestão durante a implementação do Plano ajuda a consolidar o planejamento estratégico iniciado durante a fase elaboração do Plano. O uso do planejamento tático de médio prazo contribui para que os membros do conselho gestor atuem de forma eficiente e direta na gestão da unidade de conservação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Coordenador / Neliton Marques da Silva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2015 - Atual
Resiliência e adaptabilidade dos sistemas socioecológicos ribeirinhos frente a eventos climáticos extremos na Amazônia Central
Descrição: Os eventos climáticos extremos possuem atualmente na Amazônia uma importância significativa, no que tange aos impactos econômicos e sociais, uma vez que atingem uma quantidade considerável da população ribeirinha. Grandes cheias e secas prolongadas provocam enormes perdas no setor primário, principalmente na agricultura. Em décadas recentes, o número de pessoas afetadas por desastres climáticos, como secas, inundações e tempestades, aumentou. As atuais evidências apontam que as mudanças climáticas irão aumentar o risco de exposição aos desastres naturais. Dessa forma, o objetivo principal desse estudo é analisar a relação entre os eventos extremos ocorridos nas últimas décadas e as possíveis respostas adaptativas dessas populações. O estudo será realizado nas calhas dos rios Solimões-Amazonas e Madeira, na Amazônia Central. Utilizará uma metodologia de caráter descritivo a fim de, identificar as estratégias adaptativas nas dimensões econômicas, sociais e culturais, a partir de uma dupla perspectiva: (1) Estudo retrospectivo com base em dados recordatórios sobre as percepções e repostas adaptativas à eventos extremos passados e, (2) Estudo contemporâneo, já que a pesquisa proposta terá duração de 2 anos quando poderá ser observado diretamente o comportamento das comunidades durante dois ciclos hidrológicos. Com estes resultados espera-se tornar evidente se e como os eventos climáticos extremos desencadeiam mudanças nas estratégias adaptativas dessas populações, assim como avaliar a capacidade desses grupos humanos em manterem a resiliência dos sistemas socioecológicos que dão suporte às suas reproduções biológicas e socioculturais. Portanto, trata-se de uma iniciativa que pretende contribuir para o conhecimento da sociologia ambiental e da antropologia ecológica aplicada às populações tradicionais da Amazônia..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Integrante / Michelle Andreza Pedroza da Silva - Integrante / Antonio Carlos Witkoski - Coordenador / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Elenise Faria Scherer - Integrante / Tatiana Schor - Integrante / Ana Cristina Lima do Nascimento - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2015 - Atual
SINBIOSE « Système d?INdicateurs de BIOdiversité à l?uSage des actEurs : Biodiversité terrestre et aquatique (Amazone & Oyapock)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henrique dos Santos Pereira em 17/02/2016.
Descrição: e projet SINBIOSE a pour objectif de développer des méthodologiques de co-construction d?indicateurs à l?usage des acteurs (gestionnaires, population locale, communauté scientifique). Ce projet interdisciplinaire a pour originalité de s?appuyer à la fois sur des compétences disciplinaires éprouvées pour mesurer et élaborer des indicateurs de la biodiversité, sur des savoir-faire reconnus en traitements d?image mais aussi sur des compétences de spécialistes des sciences de l?ingénieur. L?expérience des sciences humaines et sociales est mobilisée pour animer la co-construction des indicateurs en relation avec la demande sociale, de manière à définir conjointement un système d?indicateurs dédié à l?évaluation de la biodiversité qui se veut plus robuste, générique et adapté aux questions posées par les acteurs. SINBIOSE s?appuiera sur les acquis de projets déjà réalisés (CNPq, FRB, ANR, PO Amazonie/Feder/Europe) et sur des bases de données acquises sur des terrains déjà connu des chercheurs du projet (la Réserve de Développement Durable de Uatumã ; le bassin versant du grand lac de Curuaï ; la région frontalière Guyano-brésilienne). Les résultats de SINBIOSE ont vocation à être intégrés ultérieurement dans des observatoires socio-environnementaux en phase de conception ou de mise en oeuvre sur certains des sites d?études..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / Mônica Suani Barbosa Costa - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Sandra do Nascimento Noda - Integrante / Hiroshi Noda - Integrante / CARLOS HIROO SAITO - Integrante / Danielle Mitja - Integrante / J-François Faure - Integrante / Nadine Dessay - Integrante / João Ânderson Fulan - Integrante / Eric Delaitre - Integrante / Ahmed Abbas - Integrante / Ayrton Luiz Urizzi Martins - Integrante / Primerose Antoine - Integrante / Laurent Linguet - Integrante / I. Marie-Joseph - Integrante / Abdennebi Omrane - Integrante / Stéphanie Caroline Nasuti - Integrante / Laurent Schmitt - Integrante / Christophe Charron - Integrante / Marie-Paule Bonnet - Integrante / Emmanuel Roux - Integrante / aniel Carneiro Costa - Integrante / Anne-Elisabeth Laques - Integrante.Financiador(es): Institut de Recherche pour le Développement - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Microbiota humana e de ambientes construídos através de um gradiente de urbanização na Amazônia
Descrição: Os edifícios são espaços em que os seres humanos passam a maior parte de suas vidas, e, neste contexto, os microrganismos são transferidos entre entidades vivas e inanimadas no ambiente. Superfícies e o ar circulante podem desempenhar papéis importantes na transferência de microrganismos de uma pessoa para outra, como, por exemplo, no contexto de transmissão da doença, e as superfícies específicas dentro de um cômodo podem agir como fontes de microrganismos que os seres humanos de outro modo não entrariam em contato com esses inóculos em uma abundância apreciável. Um aspecto particular da microbiologia que ainda não foi estudado é o potencial para a mudança profunda nas comunidades microbianas em que estamos todos imersos durante o desenvolvimento das melhorias das habitações e, em particular, com a introdução do estilo de vida ocidental contemporâneo. Habitações mudaram radicalmente as condições básicas de nossos antepassados quando passamos para os espaços complexos construídos nas grandes cidades. Esta proposta pretende responder à pergunta: como os microrganismos e seus genes diferem nos edifícios e nos seus habitantes, através de um gradiente de aculturação? O microbioma (microrganismos associados a humanos e animais), e os microrganismos ambientais precisam ser vistos como uma entidade integrada nas suas dimensões físicas e biológicas, a fim de se avaliar plenamente o impacto da modernização sobre a biologia humana..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Maria Gloria Dominguez-Bello - Coordenador / Luciana Campos Paulino - Integrante / Humberto Eduardo Cavallin Calanche - Integrante / Jean Frances Ruiz Calderón - Integrante / Martin J. Blaser - Integrante / Rafael J. Santiago Maldonado - Integrante / Irene Fajardo Neddermann - Integrante / Atila Novoselac - Integrante.Financiador(es): Alfred P. Sloan Foundation - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
Floresticidades - Estudos para a sustentabilidade de ecossistemas urbanos nas região metropolitana de Manaus

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henrique dos Santos Pereira em 17/02/2016.
Descrição: A urbanização é uma tendência demográfica dominante e um componente importante das mudanças globais. Mais da metade da população do planeta vive em cidades, e as áreas urbanas estão ganhando 67 milhões de pessoas por ano. No Brasil, 84% da população já vivem em áreas urbanas. Este tendência também é observada na Amazônia, onde 60% dos seus 20 milhões de habitantes estão distribuídos em grandes, médias e principalmente pequenas cidades. Essa rápida expansão traz graves impactos socioambientais e ameaças à integridade dos sistemas de suporte à vida. Por tanto, a garantia do direto à qualidade de vida para a maioria da população humana dependerá do planejamento e gestão eficazes desses sistemas urbanos. Nesse sentido, a revisão do plano diretor da cidade de Manaus e a criação da Região Metropolitana de Manaus (RMM) motivaram a consolidação de uma linha temática de pesquisa que trate das questões da sustentabilidade dos ecossistemas urbanos da região. O projeto Floresticidades consiste em uma série de estudos interdisciplinares integrados que avaliam as dinâmicas socioambientais associadas aos processos que determinam a qualidade ambiental dos ecossistemas urbanos da RMM. Para tanto, foi formada uma equipe multidisciplinar e interinstitucional reunindo universidades parceiras e órgãos governamentais relacionados ao tema do desenvolvimento urbano. Os estudos que compõem o projeto estão organizados em três eixos temáticos: espaços públicos verdes e construídos; habitação sustentável, e; gestão inteligente de resíduos. No primeiro eixo serão desenvolvidos estudos de avaliação da oferta e qualidade dos espaços públicos construídos e seus usos sociais (Gray infrastructure) e fragmentos florestais públicos (Green infrastructure) e seus serviços ecossistêmicos no perímetro urbano de Manaus. No segundo eixo, serão utilizados diferentes métodos de avaliação da sustentabilidade social e ambiental de empreendimentos habitacionais representativos do segmento privado de maior valor. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Andrea Viviana Waichman - Integrante / Neliton Marques da Silva - Integrante / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / João Tito Borges - Integrante / Ana Mafalda Pinto Soares Madureira - Integrante / Marcos André de Oliveira e Castro - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2010 - 2013
Estudo da cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado no Pólo Industrial de Manaus (PIM)
Descrição: O objetivo geral da pesquisa é caracterizar a cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado no Pólo Industrial de Manaus (PIM). Seus objetivos específicos são: avaliar os aspectos sociais e econômicos da cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado; compreender e avaliar os aspectos ambientais da cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado; identificar a sustentabilidade social da cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado; analisar as formas de seqüestro de carbono da cadeia produtiva de embalagens de papelão reciclado.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Coordenador / Michelle Andreza Pedroza da Silva - Integrante / Antonio Carlos Witkoski - Integrante / Jozane Lima Santiago - Integrante.Financiador(es): PCE Embalagens - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2015 - 2017
Curupira 3. Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia da Conservação, Pesca, Piscicultura e Manejo das Espécies de Peixe da Bacia Amazônica

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henrique dos Santos Pereira em 23/10/2017.
Descrição: A pesca, quanto a piscicultura são atividades muito expressiva do ponto de vista cultural na região amazônica, por serem atividades comumente praticadas por gente de ambos os sexos e de todas as idades e categorias sociais. Pensando na complexidade deste tema, na sua importância para o homem amazônida e na necessidade de popularizar alguns conceitos que são muito discutidos apenas na academia, foi pensada esta proposta de produção de vídeos educativos que: abordem aspectos da pesca extrativa e da conservação do pirarucu; destaquem a piscicultura como uma alternativa de geração de renda na agricultura familiar; discutam a pesca ornamental como atividade econômica particularmente importante na região do alto Rio Negro e demonstrem a importância cultural do pescado para as FAPEAM - Projeto - 1 de 10 sociedades locais. Além da relevância científica e sociocultural do objeto temático do projeto, outra importante motivação para a realização da proposta é permitir a continuidade das ações de popularização da ciência realizadas pelo Centro de Ciências do Ambiente da UFAM. Esta proposta é a 3ª edição do Projeto Curupira e tem como objetivo contribuir para a consolidação de um programa permanente de produção de material de educomunicação que popularize conhecimentos científicos em diferentes áreas de conhecimento. Os temas trabalhados nesta edição serão a pesca e aquicultura de espécies de peixes da bacia amazônica. Serão produzidos quatro vídeos educativos que abordem sobre a biologia, a conservação e o manejo da pesca e da piscicultura do Tambaqui (Colossoma macropomum), Pirarucu (Arapaima gigas), Tucunaré (Cichla sp.), Jaraqui (Semapochilodus sp.) e arraias (Potamotrygon sp.) que representam os maiores potenciais para a piscicultura e para a pesca comercial e de subsistência, pesca amadora e pesca ornamental da região. Ainda como parte da proposta, será criado uma homepage que terá como meta divulgar e tornar ainda mais acessível os produtos desenvolvidos e conteúdos produzidos pelo projeto Curupira, ampliando o alcance desta proposta junto público em geral..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / Ana Lúcia Silva Gomes - Integrante / Carlos Edwar de Carvalho Freitas - Integrante / Christiane Patrícia Feitosa de Oliveira - Integrante / Márcia Regina Fragoso Machado Bussons - Integrante / Sanny Maria de Andrade Porto - Integrante / Luciene Souza da Costa - Integrante / Geraldo Bernardino - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2014 - 2015
CURUPIRA II: POPULARIZAÇÃO DOS CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS SOBRE ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO DA FLORA DO CAMPUS UNIVERSITÁRIO FEDERAL DO AMAZONAS
Descrição: As ações do projeto Curupira 2 tem como foco propiciar a socialização do conhecimento científico produzido na academia com o universo da comunidade escolar. Esta troca de saberes entre o científico e o senso comum permitirá a criação e reformulação de novos conhecimentos promovendo uma profícua relação entre os parceiros envolvidos. O objetivo principal da proposta será discutir e disseminar conteúdos sobre a flora amazônica, levando à comunidade escolar conhecimentos sobre a diversidade morfológica das espécies botânicas da região. A meta é estimular jovens escolares da rede pública de ensino para carreiras científicas e tecnológicas incentivando-os, de forma lúdica e interativa, a manter o gosto pela busca de conhecimentos. A partir deste projeto, pretende-se também, estimular a curiosidade, a experimentação e a criatividade dos jovens estudantes, bem como contribuir para a formação de uma consciência coletiva, despertando nos alunos a necessidade de proteção e conservação da natureza. Em suma, pretende-se com a proposta fomentar integração entre o saber cotidiano e o científico, democratizando e difundindo o conhecimento científico, ao mesmo tempo em que se busca uma aproximação maior entre comunidade e universidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Guillaume Antoine Emile Louis Marchand - Integrante / Ana Lúcia Silva Gomes - Coordenador / João Felipe Omena Raposo da Câmara - Integrante / Jefferson da Cruz - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
DESENVOLVIMENTO RURAL E SUSTENTABILIDADE EM COMUNIDADES RIBEIRINHAS NO AMAZONAS
Descrição: O presente projeto apresentado ao Ministério da Integração Nacional prevê o desenvolvimento de ações que visam contribuir para o fortalecimento da agricultura familiar, autonomia e segurança alimentar e geração de trabalho e renda no meio rural, por meio do desenvolvimento de tecnologias sociais, promoção da organização social, adoção de técnicas de manejo em sistemas de produção de base ecológica em comunidades rurais nos municípios de Careiro da Várzea, Caapiranga, Manacapuru, Beruri, Parintins, Anori, Anamã, Manaquiri, Iranduba, Manaus e Autazes, no estado do Amazonas. Visando o fortalecimento da organização e da consciência sociopolítica e o estímulo a adoção de técnicas produtivas sustentáveis e tecnologias sociais, serão implementados quatro subprojetos: Formação sociopolítica para a gestão agroambiental em comunidades rurais do Amazonas; Agroecologia no contexto da extensão rural: Uma proposta para produção integrada e sustentável no desenvolvimento da agricultura familiar; Fibras Sustentáveis; e Recuperando Sementes Crioulas e Valorando Espécies Florestais. A orientação metodológica do projeto baseia-se em procedimentos participativos, que serão adotados num processo sistemático e contínuo, orientado por diagnóstico, execução, monitoramento e avaliação, visando o acompanhamento das atividades de pesquisa e extensão, considerando e respeitando as especificidades locais. Ao final do projeto, espera-se ter elevado qualitativamente as condições vida do público envolvido, contribuindo para o desenvolvimento rural sustentável das comunidades rurais. Os resultados atingidos serão mensurados por meio de indicadores como: número de comunitários participantes nas capacitações, adesão ao uso de práticas agroecológicas, disseminação de sementes criolas, participação no processo de uso e de tecnologia social, diversificação da dieta alimentar, geração de trabalho e renda, além de outros indicadores qualitativos que a extensão revelará..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Kátia Viana Cavalcante - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Coordenador / Karime Rita de Souza Bentes - Integrante / Michelle Andreza Pedroza da Silva - Integrante / Mônica Suani Barbosa Costa - Integrante / Albejamere Pereira de Castro - Integrante / Suzy Cristina Pedroza da Silva - Integrante / Geise de Góes Canalez - Integrante / Alberlane Pereira de Castro - Integrante / Francimara Souza da Costa - Integrante / Marilia Gabriela Gondim Rezende - Integrante / Clóves Farias Pereira - Integrante / Mariane Bezerra da Cruz - Integrante / Yuri Evanovick Leitão Furtado - Integrante / Deise Mendes Pinheiro - Integrante / Josimar Gadelha de Melo - Integrante / André Luis Maciel Pinto - Integrante / Dhyene Vieira dos Santos - Integrante / José Luis Maciel Pinto - Integrante.Financiador(es): Ministério da Integração Nacional - Auxílio financeiro.
2013 - 2014
Conservação in situ/on farm da agrobiodiversidade do Cará (Dioscorea trifida)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henrique dos Santos Pereira em 17/02/2016.
Descrição: revelar a agrodiversidade e a conservação do cará (Dioscorea spp.) em comunidade produtoras no município de Caapiranga no Amazonas, utilizando ferramentas de etnobotânica em busca de associar o conhecimento perceptivo e cultural dos agricultores sobre a cultura do cará. Para a realização deste trabalho será utilizado o método das quatro-células e produção de coleções de germoplasma que assegurará a conservação de material vegetativo através de produção de mudas que serão distribuídas para enriquecer as roças dos agricultores, as coleções servirão também como local educativo onde serão ministrados cursos sobre a valorização, conservação e manejo das espécies e/ou variedades locais. Os materiais coletados serão identificados no herbário do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) e acondicionados no herbário da Universidade Federal do Amazonas (HUAM/UFAM).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Coordenador / Albejamere Pereira de Castro - Integrante / Patrick Beyerlein - Integrante / Macaulay Souza de Abreu - Integrante / Kamila Burlamaqui Alves - Integrante / Rubiana Ribeiro Tavares - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Residência Agrária: Organização social e identificação de mercados - OSIM
Descrição: O projeto, resultado de articulação institucional SEPROR/SECT/FAPEAM/UFAM operacionalizado pelo NUSEC e CCA, tem como objetivo principal proporcionar a melhoria da qualidade de vida para população rural atendida através do apoio à organização social e acesso a canais de comercialização. Contemplará 2.400 famílias rurais que não são assistidas por políticas sociais, econômicas, culturais e ambientais, o que vem promovendo uma exclusão social dessas populações. Trata-se de assim, de potencializar por meio tecnologias sociais e ecotecnologias que visem a sustentabilidade, a segurança alimentar, novas oportunidades de emprego e renda para as populações tradicionais amazônicas visando à conservação e preservação do ambiente e da cultura material e imaterial. Neste sentido, a organização social desses sujeitos é essencial para a emancipação social através do fortalecimento e ampliação das organizações sociais formais e informais da agricultura familiar no estado do Amazonas. A metodologia utilizada no projeto tem como pressuposto o respeito a dinâmica de cada grupo social que é diferenciada nas comunidades que se pretende executar as ações propostas neste projeto. Espera-se ao final do projeto a emancipação social dos sujeitos por meio do fortalecimento da cooperação e autogestão dos empreendimentos socioeconômicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2013 - Atual
Transferência de Tecnologia e Estratégias de Desenvolvimento para Dinamizar a Cadeia Produtiva de Malva e Juta no Estado do Amazonas
Descrição: Dinamizar a cadeia produtiva de malva e juta por meio da difusão de inovações tecnológicas, adequadas à realidade regional para geração de trabalho e renda nos municípios de Manacapuru, Caapiranga, Beruri, Parintins, Anamã, Anori, Iranduba, Manaquiri e Itacoatiara no Estado do Amazonas é o que se almeja alcançar durante e após a execução desse projeto. A relevância do projeto para o desenvolvimento regional está fundamentada no cultivo de forma sustentável de malva e juta, pois ambas as culturas são de fundamental importância socioeconômica para o Estado do Amazonas e acrescentam um contingente considerável de pessoas envolvidas nas suas atividades, abarcando desde a produção de sementes até a industrialização e comercialização dos seus manufaturados, gerando riquezas no Estado. A orientação metodológica deste projeto será alicerçada em princípios e procedimentos participativos, num processo sistemático e contínuo, orientado por diagnósticos, monitoramentos e avaliações, visando o acompanhamento das ações e possíveis alterações causadas pela implementação das atividades. O processo de trabalho para a obtenção das fibras continua praticamente inalterado desde a introdução dessa atividade agrícola no Estado no século passado.. Situação: Em andamento; Natureza: Extensão..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Henrique dos Santos Pereira - Integrante / Therezinha de Jesus Pinto Fraxe - Integrante / Albejamere Pereira de Castro - Coordenador / Jozane Lima Santiago - Integrante / Kirk RenatoMoraes Soares - Integrante / Alberlane Pereira de Castro - Integrante / Francimara Souza da Costa - Integrante / Jones Gomes Bentes - Integrante / Karine da Silva Araujo - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
A Práxis Socioeducativa para o Desenvolvimento Humano na Perspectiva da Cidadania
Descrição: O projeto A PRÁXIS SOCIOEDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA PERSPECTIVA DA CIDADANIA, visou oportunizar adolescentes internos na Unidades de Internação Provisória, sob a responsabilidade da Escola Estadual Josephina de Melo/EEJM/MAO/AM, o acesso a atividades pedagoógicas conforme exigência do Estatuto da Criança e do Adolescente, Art. 123...
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Ademar Roberto Martins de Vasconcelos - Integrante / Maria Almerinda Matos Lopes - Integrante / Aldicea Craveiro de Lima Ferreira - Coordenador / Altamiro de Souza Castro - Integrante.


Outros Projetos


2012 - 2014
Programa de Implementação das Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas na área de Influência da BR-319

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Henrique dos Santos Pereira em 10/11/2014.
Descrição: Promover em articulação com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável ? SDS por meio do Centro Estadual de Unidades de Conservação ? CEUC, a implementação de nove (9) UCs do Estado do Amazonas na área de influência da BR?319. As ações realizadas também consideraram uma abordagem de planejamento integrado para as diferentes categorias de UCs estaduais e federais, em continuidade às atividades no contexto do Termo de Compromisso n° 219/2009, celebrado entre a SDS e DNIT. 1. Realizar levantamentos dos dados primários e secundários que subsidiem diagnósticos dos meios físico, biológico e socioeconômico e fundiário para as UCs objeto deste Plano de Trabalho; 2. Sistematizar informações pré-existentes sobre as áreas objeto deste Plano para a elaboração de planos de gestão para as unidades de conservação estaduais do Amazonas, utilizando Roteiro Metodológico para a elaboração de Plano de Gestão; 3. Elaborar cinco planos de gestão nas seguintes Unidades: RDS e Parest Matupiri (1 plano unificado para as duas UCs), Resex e Floresta Canutama (1 plano unificado para as duas UCs), RDS Igapó-Açu (1 plano), Floresta Tapauá (1 plano), RDS Rio Madeira (1 plano) e finalização do plano da RDS Piagaçu-Purus; 4. Realizar oficinas participativas dos Conselhos Gestores, com a presença do CEUC, garantindo que os conselheiros sejam formados por atores sociais potencialmente interlocutores no processo de planejamento e implementação das UCs estaduais da área de influência da BR-319; 5. Identificar as potencialidades de geração de renda para as principais cadeias produtivas já desenvolvidas pelas comunidades nas UCs; 6. Elaborar Plano de Monitoramento Ambiental para as nove Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas na área de influência da BR ? 319: 7. Implementar o Programa de controle e prevenção de queimadas por meio de sensibilização e capacitação, conforme orientação técnica do CEUC e CECLIMA; 8. Apoiar à implementação do Programa Agentes Ambientais Voluntários conforme orientação técnica e normas legais da SDS, em parceria com os gestores das UCs e a população envolvida e formar 20 AVVs no Parest Matupiri e RDS Matupiri; 9. Proceder com implementação do ProBUC componente quelônios nas RDS Rio Madeira, RESEX e Floresta Canutama e, Floresta Tapauá por meio da identificação e capacitação em técnicas de monitoramento, conforme orientação técnica..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Ciências Ambientais.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Engenharia Econômica/Especialidade: Avaliação de Projetos.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Física.


Idiomas


Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, M. A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; FRAXE, T. J. P. ; ANDRADE, J. B. L. . Saneamento Ambiental das Unidades de Conservação do Estado do Amazonas na Área de Influência da BR-319. In: Therezinha de Jesus Pinto Fraxe; Antônio Carlos Witkoski; Henrique dos Santos Pereira; Francimara Costa. (Org.). Unidades de Conservação do Amazonas no Interflúvio Purus-Madeira: Diversidade Cultural e Gestão Social dos Bens Comuns. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 1-200.

2.
VASCONCELOS, A. R. M.; SILVA, M. A. P. ; SOUZA, A. M. ; PEREIRA, H. S. . Gestão Administrativa e Financeira para Implementação das Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas na Área de Influencia da BR-319.. In: Henrique dos Santos Pereira; Michelle Andreza Pedroza da Silva. (Org.). Unidades de Conservação Estaduais do Amazonas no Interflúvio Purus-Madeira: Instrumentos de Gestão Participativa. 1ed.Manaus: EDUA, 2015, v. 1, p. 1-229.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . DESAFIOS AMBIENTAIS AO DESENVOLVIMENTO: A EVOLUÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA NO AMAZONAS (2003-2015) E AS MUDANÇAS GLOBAIS. In: VII Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social (SAPIS) e II Encontro Latino Americano sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social (ELAPIS)., 2015, Florianópolis. Culturas e Biodiversidade: O presente que temos e o futuro que queremos. Florianópolis: UFSC, 2015. v. 7. p. 271-280.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, M. A. P. ; NASCIMENTO, A. C. L. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. C. P. ; MILHOMEM, K. O. . EXTENSÃO: UMA EXPERIÊNCIA DE FORMAÇÃO COM ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL FRANCISCA GÓES. In: II SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO, 2015, 2015, Manaus. Integração de saberes na agricultura familiar. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. p. 60-61.

2.
PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, M. A. P. ; CASTRO, A. P. ; FRAXE, T. J. P. ; SOUZA, A. M. . IMPLEMENTAÇÃO DAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO ESTADUAIS NA REGIÃO DA RODOVIA FEDERAL BR--319, AMAZONAS--BRASIL. In: XVII Encontro da Rede de Estudos Ambientais dos Países de Língua Portuguesa, 2015, Praia. Ambiente e desenvolvimento sustentável: perspectivas para o pós 2015. Praia: UNICV, 2015. v. 17. p. 113-115.

3.
SILVA, M. A. P. ; FRAXE, T. J. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. C. P. ; SANTIAGO, J. L. . PARQUE CIENTÍFICO TECNOLÓGICO SOCIAL A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA AGROECOLOGIA NO ESTADO DO AMAZONAS. In: II SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO, 2015, 2015, Manaus. interação de Saberes na Agricultura Familiar.. Manaus: EDUA, 2015. v. 1.

4.
FRAXE, T. J. P. ; SILVA, M. A. P. ; PEREIRA, C. F. ; SILVA, S. C. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. . SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO: SÍNTESE PARA UM NOVO DEBATE. In: II SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO, 2015, Manaus. interação de Saberes na Agricultura Familiar.. Manaus: EDUA, 2015. v. 1.

5.
PEREIRA, H. S. ; MARCHAND, G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; LIMA, V. T. A. ; CAMARA, J. F. O. R. . CURUPIRA II: POPULARIZANDO CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS SOBRE ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO DE FRAGMENTOS FLORESTAIS URBANOS.. In: 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia, 2015, Manaus. Interculturalidade na Educação Ambiental. Manaus: EDUA, 2015. v. 1. p. 10-11.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, I. M. ; SILVA, S. C. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; FRAXE, T. J. P. ; SILVA, M. A. P. . A COMPREENSÃO DO TRABALHO DE CAMPO PARA JOVENS PESQUISADORES. In: IV Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA e ANPPAS Amazônia, 2016. v. 4.

2.
SILVA, M. A. P. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, S. C. P. ; FRAXE, T. J. P. . PERCEPÇÃO DOS MORADORES DO DISTRITO DA TERRA NOVA SOBRE EVENTOS EXTREMOS NA AMAZÔNIA. In: IV Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA e ANPPAS Amazônia, 2016. v. 4.

3.
PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . DIAGNÓSTICO DA GESTÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS. In: IV SICASA, 2016, Manaus. Anais do SICASA e ANPPAS Amazônia, 2016.

4.
PINHEIRO, D. M. ; PEREIRA, H. S. ; SILVA, S. C. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; BRITO, A. K. R. . CONSUMO ALIMENTAR DOS AGRICULTORES FAMILIARES: ESTUDO DE CASO NA COMUNIDADE SÃO FRANCISCO - CAREIRO DA VÁRZEA-AM. In: IV Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2016, Manaus. Anais do SICASA e ANPPAS Amazônia, 2016. v. 4.

5.
DOMINGUEZ-BELLO, M. G. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Microbioma humano e de ambientes construídos em um gradiente de urbanização na Amazônia: resultados preliminares. In: Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2014, Manaus. Anais do III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 2014. v. 3. p. 502-503.

Apresentações de Trabalho
1.
VASCONCELOS, A. R. M.. I simpósio de Organização Social e de Mercado: Sustentabilidade em Comunidades Rurais do Amazonas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
VASCONCELOS, A. R. M.; FRAXE, T. J. P. ; SILVA, M. A. P. ; SILVA, S. C. P. ; PINHEIRO, D. M. . FORTALECIMENTO DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL E IDENTIFICAÇÃO DE MERCADOS POTENCIAIS NO AMAZONAS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . DESAFIOS AMBIENTAIS AO DESENVOLVIMENTO: A EVOLUÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA NO AMAZONAS (2003-2015) E AS MUDANÇAS GLOBAIS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
VASCONCELOS, A. R. M.. Seminário Estadual de Nivelamento e Planejamento sobre o fortalecimento e Organização de redes de Cooperação, ocorrido em Manaus.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
DOMINGUEZ-BELLO, M. G. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Microbioma humano e de ambientes construídos em um gradiente de urbanização na Amazônia: resultados preliminares. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
FERREIRA, A. C. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . A PRAXIS SOCIOEDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA PERSPECTIVA DA CIDADANIA.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
GOMES, A. L. S. ; SIMAO, M. O. A. R. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; PINHEIRO, D. M. ; SILVA, M. A. P. . Anais de Resumo da 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educa- ção Ambiental na Amazônia. MANAUS: EDUA, 2015 (ANAIS DE EVENTOS).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SILVA, M. A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; PEREIRA, H. S. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Amapá: versão resumida e ilustrada. 2014.

2.
CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; PEREIRA, H. S. . Plano de Gestão da Reserva Extrativista Canutama: versão resumida e ilustrada. 2014.

3.
CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; PEREIRA, H. S. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Canutama: versão resumida e ilustrada. 2014.

4.
VASQUES, M. S. ; COSTA, M. S. B. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Matupiri: versão resumida e ilustrada. 2014.

5.
VASQUES, M. S. ; COSTA, M. S. B. ; PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão do Parque Estadual do Matupiri: versão resumida e ilustrada. 2014.

6.
CRUZ, M. E. G. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; PEREIRA, H. S. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Tapauá: versão resumida e ilustrada. 2014.

7.
VASCONCELOS, A. R. M.; ARAUJO, S. M. ; PEREIRA, H. S. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Madeira: versão resumida e ilustrada. 2014.

8.
VASCONCELOS, A. R. M.; VASCONCELOS, A. R. M. PEREIRA, H. S. COSTA, M. S. B. SILVA, M. A. P. FRAXE, T. J. P. VASQUES, M. S. CRUZ, M. E. G. ARAUJO, S. M. MIGUEZ, S. F. WITKOSKI, A. C. CASTRO, A. P. GORDO, M. GARCIA, D. N. SOUSA, J. A. SANTIAGO, J. L. SILVA, S. C. P. LIMA, A. C. KAWAKAMI, C. Y. NODA, E. A. AGUIAR, H. J. V. CHAGAS, J. C. N. ALVES, J. A. SOARES, K. R. PEREIRA, M. C. G. CATARINO, M. F. , et al.GONCALVES, R. F. P. NEVES, S. F. SILVA, C. A. ALMEIDA, A. P. CARVALHO, V. T. ANDRADE, P. C. M. CANALEZ, G. G. SAKAGAWA, S. ; Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Matupiri. 2014.

9.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; CASTRO, A. P. ; SANTIAGO, J. L. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; LIMA, A. C. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; SILVA, M. A. P. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Igapó-Açu. 2014.

10.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; LIMA, A. C. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; CASTRO, A. P. ; SANTIAGO, J. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão do Parque Estadual do Matupiri. 2014.

11.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; SANTIAGO, J. L. ; CASTRO, A. P. ; ANDRADE, P. C. M. ; LIMA, A. C. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Canutama. 2014.

12.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; LIMA, A. C. ; SANTIAGO, J. L. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; CASTRO, A. P. ; ANDRADE, P. C. M. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Madeira. 2014.

13.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; ANDRADE, P. C. M. ; LIMA, A. C. ; SANTIAGO, J. L. ; CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Reserva Extrativista Canutama. 2014.

14.
PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; WITKOSKI, A. C. ; GORDO, M. ; LIMA, A. C. ; ANDRADE, P. C. M. ; SANTIAGO, J. L. ; CASTRO, A. P. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Plano de Gestão da Floresta Estadual Tapauá. 2014.


Demais tipos de produção técnica
1.
PEREIRA, H. S. ; GOMES, A. L. S. ; MARCHAND, G. A. E. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira III - Iara, mãe d´água: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia da Conservação, Pesca, Piscicultura e Manejo das Espécies de Peixe da Bacia Amazônica. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo).

2.
PEREIRA, H. S. ; MARCHAND, G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; SILVA, C. A. ; LIMA, V. T. A. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira II: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia e Conservação da Flora do Campus Universitário Federal do Amazonas. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Vídeo Educativo).

3.
VASCONCELOS, A. R. M.; CASTRO, A. P. . CURSO DE CAPACITAÇÃO BÁSICA EM EDIÇÃO DE TEXTO E PLANILHA ELETRÔNICA. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Semana do Meio Ambiente 2017. 2017. (Simpósio).

2.
IV Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia - IV SICASA e o 1º Encontro Amazônico da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade - 1º ANPPAS AMAZÔNIA.DIAGNÓSTICO DA GESTÃO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE MANAUS;. 2016. (Seminário).

3.
Semana do Meio Ambiente 2016. 2016. (Simpósio).

4.
2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia. 2015. (Encontro).

5.
2º Workshop de Estratégias de Dinamização da Cadeia Produtiva de Malva e Juta no Estado do Amazonas. 2015. (Encontro).

6.
II SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO. 2015. (Seminário).

7.
I Simpósio de Organização Social e Mercado: Sustentabilidade em comunidades rurais do Amazonas. 2015. (Simpósio).

8.
Semana do Meio Ambiente 2015. 2015. (Outra).

9.
Seminário Estadual de Nivelamento e Planejamento sobre o fortalecimento e Organização de Redes de Cooperação,. 2015. (Seminário).

10.
VII Seminário Brasileiros sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social e II Encontro Latino Americano sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social,.ESAFIOS AMBIENTAIS AO DESENVOLVIMENTO: A EVOLUÇÃO DA GESTÃO AMBIENTAL PÚBLICA NO AMAZONAS (2003-2015) E AS MUDANÇAS GLOBAIS. 2015. (Seminário).

11.
III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia.Microbioma humano e de ambientes construídos em um gradiente de urbanização na Amazônia: resultados preliminares. 2014. (Seminário).

12.
Lançamento da Política Ambiental da UFAM. 2014. (Outra).

13.
II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2012. (Seminário).

14.
I Seminário de Experiências Agroecológicas no Contexto Amazônico. 2012. (Seminário).

15.
V Seminário Brasileiro sobre Áreas Protegidas e Inclusão Social (V SAPIS). 2011. (Seminário).

16.
1ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazoniônia. 2010. (Encontro).

17.
I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2010. (Seminário).

18.
I CONGRESSO DE EXTENSAO.A PRAXIS SOCIOEDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO NA PERSPECTIVA DA CIDADANIA.. 2008. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VASCONCELOS, A. R. M.. I simpósio de Organização Social e de Mercado: Sustentabilidade em Comunidades Rurais do Amazonas. 2016. (Outro).

2.
PEREIRA, H. S. ; CAVALCANTE, K. V. ; FRAXE, T. J. P. ; BENTES, K. R. S. ; GOMES, A. L. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Semana do Meio Ambiente 2015. 2015. (Outro).

3.
GOMES, A. L. S. ; SIMAO, M. O. A. R. ; PEREIRA, H. S. ; FRAXE, T. J. P. ; BENTES, K. R. S. ; CAVALCANTE, K. V. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; HIGUCHI, M. I. G. ; AZEVEDO, G. C. ; SCHWEICKARDT, K. H. S. C. ; PEREIRA, M. A. S. ; PRADO, T. O. ; SILVA, M. A. P. ; MIRANDA, F. M. ; MILHOMEM, K. O. ; COSTA, M. S. B. ; SOUSA, M. E. N. ; ANDRADE, A. L. B. ; SILVA, M. A. B. ; SILVA, S. C. P. . 2ª Mostra e Intercâmbio de Experiências em Educação Ambiental na Amazônia. 2015. (Congresso).

4.
FRAXE, T. J. P. ; CASTRO, A. P. ; COSTA, F. S. ; SANTIAGO, J. L. ; SILVA, M. A. P. ; CASTRO, A. P. ; PINHEIRO, D. M. ; SILVA, S. C. P. ; PEREIRA, C. F. ; BASSO, A. R. ; VASCONCELOS, A. R. M. . II SEMINÁRIO DE EXPERIÊNCIAS AGROECOLÓGICAS NO CONTEXTO AMAZÔNICO. 2015. (Congresso).

5.
FRAXE, T. J. P. ; CAVALCANTE, K. V. ; BENTES, K. R. S. ; SILVA, M. A. P. ; COSTA, M. S. B. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Lançamento da Política Ambiental da UFAM. 2014. (Outro).

6.
PEREIRA, H. S. ; CAVALCANTE, K. V. ; VIANNA, J. N. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. ; FRAXE, T. J. P. . III Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia & XVI Encontro da Rede de Estudos Ambientais de Países de Língua Portuguesa. 2014. (Congresso).

7.
PEREIRA, H. S. ; VASCONCELOS, A. R. M. . II Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia. 2012. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
VASCONCELOS, A. R. M.. Seminário Estadual de Nivelamento e Planejamento sobre o fortalecimento e Organização de redes de Cooperação, ocorrido em Manaus.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
VASCONCELOS, A. R. M.. I simpósio de Organização Social e de Mercado: Sustentabilidade em Comunidades Rurais do Amazonas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
VASCONCELOS, A. R. M.; FRAXE, T. J. P. ; SILVA, M. A. P. ; SILVA, S. C. P. ; PINHEIRO, D. M. . FORTALECIMENTO DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL E IDENTIFICAÇÃO DE MERCADOS POTENCIAIS NO AMAZONAS. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
PEREIRA, H. S. ; GOMES, A. L. S. ; MARCHAND, G. A. E. L. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira III - Iara, mãe d´água: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia da Conservação, Pesca, Piscicultura e Manejo das Espécies de Peixe da Bacia Amazônica. 2017. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - vídeo).

2.
PEREIRA, H. S. ; MARCHAND, G. A. E. L. ; GOMES, A. L. S. ; SILVA, C. A. ; LIMA, V. T. A. ; VASCONCELOS, A. R. M. . Curupira II: Popularização dos Conhecimentos Científicos sobre Ecologia e Conservação da Flora do Campus Universitário Federal do Amazonas. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Vídeo Educativo).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VASCONCELOS, A. R. M.. I simpósio de Organização Social e de Mercado: Sustentabilidade em Comunidades Rurais do Amazonas. 2016. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/10/2018 às 18:48:00