Ludmila Fernandes de Freitas

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8391786747380449
  • Última atualização do currículo em 16/08/2017


Doutora em Ciências Humanas (Antropologia cultural) pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ (2015). Mestre em Sociologia (com concentração em Antropologia) nesta mesma instituição (2010). Graduação e Licenciatura em Ciências Sociais pela UFRJ (2007). Tem experiência na área de Antropologia, atuando principalmente nos seguintes temas: escola, desigualdades raciais, relações raciais, ações afirmativas, Lei nº10639/2003. Desde 2014 é professora de Sociologia do ensino médio da rede estadual do Rio de Janeiro (servidor público estadual concurso 16h). Em 2016 atuou como docente contratada do curso de assistente administrativo voltado para a área do desporto (Jovem Aprendiz do Desporto - JADE) e em 2017 atuou como docente contratada na disciplina Cidadania, Sociedade e Cultura do curso de microeemprendedor individual no Departamento de Ações Sócio-Educativas (Degase). Os dois cursos foram oferecidos pelo Programa Nacional de Apoio ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no âmbito do IFRJ. Desde fevereiro de 2017 é tutora a distância da disciplina Sociologia da Educação (curso Licenciatura em Pedagogia) da UERJ. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ludmila Fernandes de Freitas
Nome em citações bibliográficas
FREITAS, Ludmila F.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Filosofia e Ciências Sociais.
Largo de São Franciso de Paula, n. 1, sala 412
Centro
20051-070 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 22248965
URL da Homepage: www.ifcs.ufrj.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2015
Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter: sonhos, projetos e campos de possibilidades de alunos de escolas públicas estaduais, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Yvonne Maggie.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: escola; etnografia; projetos; campo de possibilidades; desigualdades.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
2008 - 2010
Mestrado em Programa de pós-graduação em sociologia e antropologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Cumpra-se a lei: O Ministério Público e os paradoxos da Lei de Ensino de História e Cultura Afrobrasileira e Africana - Lei nº 10.639/03,Ano de Obtenção: 2010.
Orientador: Yvonne Maggie.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: antropologia; desigualdades raciais; Lei 10.639/03.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
2006 - 2007
Graduação em Licenciatura Plena em Ciencias Sociais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2003 - 2007
Graduação em Ciênciais Sociais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: curso isento de monografia.
Orientador: Yvonne Maggie.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Tutoria na Plataforma Moodle/Cederj. (Carga horária: 30h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2017 - 2017
Tutoria na Plataforma Moodle/Cederj. (Carga horária: 90h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2016 - 2016
O esporte e o aprendiz - Pronatec - Setor do Desporto JADE. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2016 - 2016
A organização do trabalho e da produção no esporte - Pronatec - JADE. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2009 - 2009
Formação de tutores on line gênero e diversidade. (Carga horária: 24h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.


Atuação Profissional



Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, SEEDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: estatutario, Carga horária: 16


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: tutora à distância, Carga horária: 10
Outras informações
Disciplina Sociologia da Educação (curso Licenciatura em Pedagogia)


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: professora bolsista Pronatec, Carga horária: 16

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: professora bolsista pronatec, Carga horária: 16
Outras informações
professora bolsista do Programa Jovem Aprendiz do Desporto (Pronatec)


Colégio Pedro II, CP II, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professora substituta


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2015
Vínculo: Aluna de Pós Graduação, Enquadramento Funcional: Aluno, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluna do Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: aluno, Enquadramento Funcional: assistente de pesquisa
Outras informações
Atuação como assistente de pesquisa no projeto "Carro exclusivo para as mulheres: antropologia de um direito exclusivo opcional" sob orientação do Prof. Jean-Fraçois Véran - Universidade de Lille 3 Professor visitante (CNPq) no PPGSA-IFCS/UFRJ. Atividade realizada: aplicação de questionários aos usuários do Metrô Rio.

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: Bolsista de iniciação científica, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa "Observa: acompanhando as ações afirmativas no ensino superior no Brasil".

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: aluno, Enquadramento Funcional: assistente de pesquisa
Outras informações
Autação como assistente de pesquisa na pesquisa "Estudos sobre cultura da beleza e da estética, relações raciais e movimentos culturais no Brasil" coordenado pelo antropólogo Dr. Alexander Edmonds (Lecturer, Department of Anthropology, Macquarie University - Austrália). Atividades realizadas: leitura e discussão de bibliografia pertinente, pesquisa na internet sobre sites relacionados à beleza negra, realização de trabalho de campo em um festival de hip-hop no bairro da Gamboa - RJ, realização de entrevistas em salões de beleza "Afro" e transcrição das mesmas.

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: livre, Enquadramento Funcional: pesquisadora voluntária, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisa "A discussão sobre cotas para negros na educação brasileira".

Atividades

03/2009 - 08/2009
Estágios , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, .

Estágio realizado
Antropologia Cultural.

CIEP 339 Mário Tamborindeguy, CIEP 339, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: coordenadora voluntaria, Enquadramento Funcional: coordenadora voluntaria
Outras informações
Atuação como coordenadora voluntaria do Programa Escola Aberta.



Projetos de pesquisa


2011 - 2015
Projeto Ethos escolar e trajetórias estudantis no ensino médio do Rio de Janeiro: causas e consequências do abandono das salas de aula.
Descrição: O objetivo deste projeto é analisar as trajetórias dos estudantes de ensino médio que abandonam o curso após permanecerem mais de três anos na escola sem a ter concluído as três séries e daqueles que insistem em permanecer na escola e continuam os estudos apesar das inúmeras reprovações. Para poder obter algum nível de comparabilidade buscaremos também traçar as trajetórias de um grupo de controle que tenha percorrido sua vida escolar sem reprovação e na idade certa. Depois de três anos de estudos de caso intensivo em instituições de ensino médio tendo como hipótese de que as culturas de gestão influenciam o bom ou mau desempenho das escolas pesquisadas, voltamo-nos para a análise dos significados atribuídos pelos estudantes para o seu fracasso ou sucesso e quais os caminhos que lhes são reservados...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2014
Políticas públicas e as concepções de nação, raça e indivíduo em escolas do Rio de Janeiro
Descrição: O projeto Políticas públicas e as concepções de nação , raça e indivíduo em escolas do Rio de Janeiro tem como objetivo investigar como as leis raciais que vigoram no estado estão interferindo nas representações e práticas de estudantes e professores de 32 escolas das redes estadual, federal e privada. Este projeto é um desdobramento do trabalho que venho desenvolvendo desde 2004. Busca descrever e analisar como se processa a transmissão e recepção de diretrizes que, geradas pelos órgãos de gestão educacional sem ampla discussão e de cima para baixo, atingem indivíduos e grupos mais distantes dos centros de decisão política do País. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
As culturas de gestão na Educação do Rio de Janeiro: a instituição escolar e a produção da qualidade de ensino
Descrição: A pesquisa verificará a relação entre os indicadores de qualidade das escolas, tais como índices de desempenho e de repetência, e as culturas de gestão das escolas no Estado do Rio de Janeiro. Existiriam várias culturas de gestão nas escolas do Estado do Rio de Janeiro ou só existe uma cultura de gestão que é esta popularizada pela polêmica que ganhou os espaços menos intelectualizados do Estado do Rio de Janeiro? Como caracterizar as culturas de gestão nas escolas do Estado do Rio de Janeiro? A organização da escola, seus rituais cotidianos influenciam as culturas de gestão? As políticas públicas seriam capazes de influenciar efetivamente as práticas das culturas organizacionais das escolas? Em que medida as escolas que formam bem seus alunos partilham das características apontadas pela literatura sobre escolas eficazes? Os índices propostos nessa literatura seriam bons para medir a qualidade da escola existente em nosso estado? Haveria especificidades visíveis na cultura organizacional das escolas da rede estadual no Estado que tem os piores indicadores de qualidade da região sudeste do Brasil?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2007
A discussão sobre cotas para negros na universidade brasileira
Descrição: Nesta pesquisa pretende-se verificar os reflexos dessa política nas escolas públicas da rede estadual do Rio de Janeiro nos comportamentos e valores dos diferentes atores envolvidos, alunos professores, diretores entre outros. Procura-se assim, por meio da análise de dados estatísticos, da observação participante em determinadas escolas, da realização de entrevistas em profundidade e da construção de histórias de vida, compreender o universo das pessoas que serão diretamente afetados pelas cotas, isto é, jovens estudantes dos colégios públicos do Estado do Rio de Janeiro, pertencentes às camadas mais pobres da população. Busca-se descobrir o que muda e o que permanece depois da introdução dessa política pública. Como estão se posicionando as escolas públicas, seus dirigentes e o próprio estado, através de seus representantes legais - secretarias de educação -, em relação a esta mudança de paradigma? Estarão os estudantes e os professores transformando suas representações de raça e de distribuição da justiças a partir desta nova maneira estruturar o acesso ao ensino superior?..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2007
Observa: Acompanhando as ações afirmativas no Ensino Superior no Brasil
Descrição: Observa tem como objetivo coletar, produzir, sistematizar e disseminar dados e análises sobre políticas de ação afirmativa nas universidades no Brasil e avaliar os seus impactos sobre os alunos beneficiados, as universidades onde estudam, e o país como um todo. As suas atividades prioritárias são (1) o desenvolvimento de pesquisa sobre a introdução das cotas (2) o desenvolvimento de pesquisa sobre outras ações afirmativas e iniciativas como ampliação de vagas, cursos noturnos (3) a construção e manutenção de uma pagina da internet contendo dados primários sobre a questão, a análise desses dados e os resultados da pesquisa (4) Medir o impacto dessas mudanças na estrutura administrativa e na gestão do ensino superior no Brasil. (5) Descrever o impacto dessas medidas de ação afirmativa na gestão da qualidade do ensino médio tomando o caso do Rio de Janeiro para estudo intensivo (6) Analisar as conseqüências dessas políticas para a sociedade como um todo. Apesar da importância da introdução de cotas, e da mudança que representa no arranjo das "relações raciais" no Brasil, não existe nenhuma instituição independente, dedicado ao monitoramento da iniciativa e à avaliação dos seus impactos sobre os alunos beneficiados, sobre as universidades, e sobre o País como um todo. Além disso, as universidades que adotaram as cotas certamente possuem dados qualitativos e quantitativos sobre os vestibulares e sobre os estudantes e seu desempenho no vestibular e ao longo do curso, mas estes não são em geral de domínio público. Até o momento foram realizadas poucas pesquisas comparativas envolvendo instituições públicas de ensino superior. A nossa proposta é, portanto, preencher essa lacuna, construindo e organizando uma rede de pesquisadores para acompanhar as ações afirmativas, tanto nas instituições que adotaram cotas raciais quanto as que adotaram outras formas de ações afirmativas no ensino superior no nosso país e que chamamos de Observa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2008 - 2012
Periódico: Revista Enfoques (Rio de Janeiro)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação/Especialidade: Sociologia da Educação.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação básica.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Sociologia das relações etnicorraciais.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2009
Diploma de Diginidade Academica CUM LAUDE em Ciências Sociais, UFRJ.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PRADO, A. P.2013PRADO, A. P. ; FREITAS, Ludmila F. . Entrevista: Yvonne Maggie. Uma antropóloga no campo: dos terreiros de umbanda às salas de aula de escolas públicas do Rio de Janeiro. Enfoques, v. 12, p. 1-6, 2013.

2.
FREITAS, Ludmila F.2009FREITAS, Ludmila F.. Nem por beleza, nem por vaidade: discursos sobre masculinidade e depilação masculina. Enfoques (Rio de Janeiro), v. 8, p. 68-81, 2009.

3.
FREITAS, Ludmila F.2007 FREITAS, Ludmila F.. Refletindo sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em uma escola estadual do Rio de Janeiro. Habitus (UCG), v. 4, p. 54-61, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
FREITAS, Ludmila F.. Embates jurídicos e políticos em torno da aplicabilidade de Lei de Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira (Lei nº 10.639/03). In: Kátia Sento Sé Mello, Fábio Reis Mota, Jacqueline Sinhoretto. (Org.). Sensibilidades Jurídicas e Sentidos de Justiça na Contemporaneidade: Interlocução entre Antropologia e Direito. 1ed.Niterói: Editora da UFF, 2013, v. 1, p. 285-300.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FREITAS, Ludmila F.. O que dizem Ministério Público, movimentos negros, organizações não governamentais e as escolas acerca da aplicação da Lei de Educação das Relações Étnico-raciais e Ensino de Historia e Cultura Afro-Brasileira e Africana (Lei 10.639). In: XIV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009, Rio de Janeiro. XIV Congresso Brasileiro de Sociologia - Consensos e Controversias, 2009.

2.
FREITAS, Ludmila F.. Culturas de Gestão da Lei 10.639: O Caso da Denúncia no Ministério Público Federal contra as Escolas que não implementaram a Lei de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. In: II Semana de Integração Acadêmica do CFCH, 2008, Rio de Janeiro. II Semana de Integração Acadêmica do CFCH, 2008.

3.
FREITAS, Ludmila F.. Cumpra-se a lei: um estudo dos processos condenatorios contra as escolas que nao implementaram a Lei 10.639 de 2003. In: 26ª Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, 2008, Porto Seguro. Anais da 26ª ReuniãoBrasileira de Antropologia, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FREITAS, Ludmila F.. IX Jornada Interna dos Alunos de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ. In: IX Jornada Interna dos Alunos de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ, 2008, Rio de Janeiro. Anais da IX Jornada Interna dos Alunos de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ, 2008. p. 01-53.

Apresentações de Trabalho
1.
FREITAS, Ludmila F.. 'Somos quem podemos ser, Sonhos que podemos ter': 'Trajetórias', 'Projetos' e 'campos de possibilidade' de alunos do ensino médio numa favela carioca. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
FREITAS, Ludmila F.. Fazendo antropologia em escolas cariocas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FREITAS, Ludmila F.. Embates jurídicos e políticos em torno da aplicabilidade da lei de ensino de História e Cultura Afro-Brasileira (lei nº 10.639/03). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
FREITAS, Ludmila F.. O que dizem Ministério Público, movimentos negros, organizações não governamentais e as escolas acerca da aplicação da Lei de Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana (Lei 10.639). 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
FREITAS, Ludmila F.. Cumpra-se a lei: um estudo dos processos condenatórios contra as escolas que não implementaram a Lei 10.639 de 2003.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
FREITAS, Ludmila F.. Culturas de Gestão da Lei 10.639: O Caso da Denúncia no Ministério Público Federal contra as escolas que não implementaram a Lei de Hsitória e Cultura Afro-Brasileira e Africana. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
FREITAS, Ludmila F.. Nem por beleza, nem por vaidade: discursos sobre masculinidade e depilação masculina. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
FREITAS, Ludmila F.. Sociologia no ensino médio: a construção da relação aluno-disciplina. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
FREITAS, Ludmila F.. A "diversidade" na "universalidade": reletindo sobre o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana em uma escola da zona norte do Rio de Janeiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
FREITAS, Ludmila F.. Relações Raciais e Reserva de Vagas nas Universidades Públicas: Refletindo sobre a Proposta das Novas Diretrizes. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
FREITAS, Ludmila F.. Uma Nova Pedagogia Racial. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
PRADO, A. P. ; FREITAS, Ludmila F. . Organização edição temática 'Etnografia e educação: atores, espaços e representações' v. 12, n.2, (2013) 2013 (academico).

2.
FREITAS, Ludmila F.; PRADO, A. P. . Apresentação da tradução do artigo Studying urban schools de Howard S. Becker, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
FREITAS, Ludmila F.; PRADO, A. P. . Apresentação Edição Temática Etnografia e Educação; atores, espaços e representações, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FREITAS, Ludmila F.. Parecer de artigo para a revista Horizontes Antropológicos, n.49,. 2017.

2.
FREITAS, Ludmila F.. Parecer de artigo para a Revista Sodebrás, julho,. 2016.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FREITAS, Ludmila F.. Iniciativa qualifica jovens estudantes para atuarem nos Jogos Rio 2016. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
FREITAS, Ludmila F.. Vídeo aulas de reforço para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em uma escola da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro. 2010. (Relatório de pesquisa).

2.
FREITAS, Ludmila F.. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana: um estudo de caso. 2007. (Relatório de pesquisa).

3.
FREITAS, Ludmila F.. Lei 10.639/03: uma nova interpretação da fábula das três raças?. 2006. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Academia Brasileira de Ciências - Reunião Regional da Vice-Presidência do Rio de Janeiro em homenagem ao Acadêmico e Antropólogo Gilberto Velhoeiro. 2012. (Outra).

2.
Seminário Internacional Brasil e Portugal: Jovens, Subjetividades es e Novos Horizontes. 2012. (Seminário).

3.
I Seminário do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Estado do RIo de Janeiro. 2011. (Seminário).

4.
I Seminário Permanente de Educação e Diversidade Étnico-Racial do Estado do RIo de Janeiro. 2011. (Seminário).

5.
I Encontro Nacional de Antropologia do Direito. 2009. (Encontro).

6.
I Encontro Nacional sobre Ensino de Sociologia na Educação Básica (ENESEB).Observando o familiar: O Largo de São Franscisco. 2009. (Encontro).

7.
XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. O que dizem Ministério Público, movimentos negros, organizações não governamentais e as escolas acerca da aplicação da Lei de Educação das Relações Étnico-Raciais e Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana (Lei 10.639). 2009. (Congresso).

8.
26ª Reunião da Associação Brasileira de Antropologia. Cumpra-se a lei: um estudo dos processos condenatorios contra as escolas que nao implementaram a Lei 10.639 de 2003.. 2008. (Congresso).

9.
28º Encontro Anual da ANPOCS. 2008. (Encontro).

10.
II Semana de Integração Acadêmica do CFCH.Culturas de Gestão da Lei10.639:O Caso da Denúncia no Ministério Público Federal contra as escolas que não implementaram a Lei de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. 2008. (Outra).

11.
I Jornada de Ciências Sociais - IFCS/UFRJ.Educação e Sociedade. 2008. (Outra).

12.
IX Jornada Interna dos Alunos do Programa de Pos Graduação em Sociologia e Antropologia.O Caso da Denúncia no Ministerio Público Federal contra as Escolas que não Implementaram a Lei de História e Cultura Afro Brasileira e Africana (Lei 10.639/03). 2008. (Outra).

13.
IX Jornada Interna dos Alunos do Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia.Campo religioso: negociando significados. 2008. (Outra).

14.
Seminário "Acessibilidade - O Decreto nº 5.296/04 e sua aplicação". 2008. (Seminário).

15.
1° Seminário Estadual do Programa Escola Aberta. 2007. (Seminário).

16.
31° Encontro Anual da Anpocs. 2007. (Encontro).

17.
Encontros com a Sociologia e Antropologia - Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia do IFCS/UFRJ ?O cão de raça e o vira-lata: Um olhar do mundo animal para a sociedade brasileira?. 2007. (Encontro).

18.
Encontros com a Sociologia e Antropologia - Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia do IFCS/UFRJ "O drama racial de crianças brasileiras: socialização entre pares e preconceito". 2007. (Encontro).

19.
Fórum ?Memória Viva e Ação Cultural na Escola?. 2007. (Outra).

20.
II Colóquio Educação, Cidadania e Exclusão Etnografia em Educação: Fracasso Escolar - conversas sobre teoria e prática. 2007. (Congresso).

21.
Mini-Curso "Ciências Sociais: Novas Tendências", no 31° Encontro Anual da Anpocs. 2007. (Outra).

22.
Seminário ?A recepção da Sociologia alemã no Brasil?. 2007. (Seminário).

23.
Seminário de Estudos Avançados do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antroplogia IFCS/UFRJ Perplexidades sobre os rumos do entusiasmo político: raça em pauta. 2007. (Seminário).

24.
Seminário Internacional Mercado de Trabalho e Gênero ? comparações Brasil/ França. 2007. (Seminário).

25.
Seminário sobre as novas tecnologias da Internet e sua relação com a Antropologia.. 2007. (Outra).

26.
?Raça", Etnia e Cultura no Brasil. 2006. (Outra).

27.
A escola no seu ambiente: políticas públicas e seus impactos.Uma Nova Pedagogia Racial. 2006. (Seminário).

28.
África- Brasil: Crepúsculo da Civilização Rumo a Uma Nova História Afirmativa. 2006. (Seminário).

29.
Aula Magna sobre a Lei 10.639/03. 2006. (Outra).

30.
Encontros com a Sociologia e Antropologia - Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia do IFCS/UFRJ "Cultos ao corpo e cultura praieira em Florianópolis. 2006. (Encontro).

31.
Fórum Estadual de ?Educação e diversidade Étnico-Racial? do estado do Rio de Janeiro. 2006. (Outra).

32.
29º Encontro Anual da ANPOCS. 2005. (Congresso).

33.
Noel Rosa canta o Rio de Janeiro. 2005. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MAGGIE, Y. ; FREITAS, Ludmila F. . Observando o familiar: O Largo de São Francisco. 2009. (Exposição).

2.
FREITAS, Ludmila F.. IX Jornada Interna dos Alunos de Pos Graduação de Sociologia e Antropologia. 2008. (Outro).

3.
FREITAS, Ludmila F.. A Venezuela no CEFET - Exibição do documentario "A revolução não será televisionada" seguido de palestra e debate. 2007. (Outro).

4.
FREITAS, Ludmila F.. A escola no seu ambiente: políticas públicas e seus impactos. 2006. (Outro).



Outras informações relevantes


Organização do número temático "Etnografia e Educação: atores, espaços e representações" da Revista Enfoques (UFRJ) juntamente com a Profa. Ana Pires do Prado (Faculdade de Educação- UFRJ), 2013



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 7:14:42