Bruno da Silveira Prudente

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0790796091423878
  • Última atualização do currículo em 06/11/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas (Bacharelado) pela Universidade do Sagrado Coração (Bauru, SP)(2008), mestrado em zoologia pelo Programa de Pós-graduação em Zoologia do convênio Universidade Federal do Pará e Museu Paraense Emílio Goeldi (2012) e doutorado em Zoologia com ênfase em ecologia e conservação pelo Programa de Pós-graduação em Zoologia do convênio Universidade Federal do Pará e Museu Paraense Emílio Goeldi (2017). Atuou como biólogo da Fundação Djalma Batista, vinculada com o Museu Paraense Emílio Goeldi. Atuou como bolsista do Programa de Capacitação Institucional (PCI) do Museu Paraense Emílio Goeldi. Atualmente atuo como professor do magistério superior na Universidade Federal Rural da Amazônia - Campus Capitão Poço. Possui experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Águas Continentais e Ecologia e Conservação de Peixes Amazônicos, atuando principalmente nas subáreas: Ecologia trófica e reprodutiva de peixes e Ecologia de comunidades aquáticas (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Bruno da Silveira Prudente
Nome em citações bibliográficas
PRUDENTE, B. S.;SILVEIRA PRUDENTE, BRUNO;DA SILVEIRA PRUDENTE, BRUNO;PRUDENTE, BS.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Rural da Amazônia.
Tv. Pau Amarelo
Vila Nova
66077830 - Capitão Poço, PA - Brasil
Telefone: (91) 992061044
URL da Homepage: http://www.capitaopoco.ufra.edu.br/


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Zoologia.
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Título: Influência da exploração madeireira na estrutura e diversidade das assembleias de peixes de riacho da Amazônia Oriental, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Luciano Fogaça de Assis Montag.
Coorientador: Paulo Santos Pompeu.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2010 - 2012
Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Título: Aspectos reprodutivos e alimentares da piranha Serrasalmus gouldingi (Fink & Machado-Allison,1992) (Characiformes: Serrasalmidae) em rios afogados da Amazônia Oriental.,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Luciano Fogaça de Assis Montag.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
2005 - 2008
Graduação em Biologia.
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
Título: Levantamento quali-quantitativo da ictiofauna, relacionado com a estrutura da mata ciliar do córrego Vargem Limpa, Bauru, SP.
Orientador: Maricê T. C. Domingues Heubel.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Introdução ao R. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
2013 - 2013
ARCGIS 10.1. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
2012 - 2012
Integridade Física de Sistemas Aquáticos: Protocolos e Análises. (Carga horária: 45h).
Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
2011 - 2011
Biologia Reprodutiva de Peixes. (Carga horária: 8h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2008 - 2008
Ecologia de Estuários e Manguezais. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2008 - 2008
Vertebrados Fósseis do Brasil. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2008 - 2008
Biogeografia Evolutiva. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2008 - 2008
Estágio em Triagem, Identificaçao e Curadoria. (Carga horária: 240h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2007 - 2007
Ecologia Aquatica:Ambientes de Agua doce e Marinho. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2007 - 2007
Ilustração Cientifica Aplicada a Herpetologia. (Carga horária: 10h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2007 - 2007
Estágio em Triagem, Identificaçao e Curadoria. (Carga horária: 248h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2006 - 2006
Manejo de Orquideas. (Carga horária: 4h).
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
2006 - 2006
Biologia e Manejo de Répteis e Anfíbios. (Carga horária: 12h).
Parque Zoológico Municipal de Bauru, PZMB, Brasil.
2006 - 2006
Oceanografia Biológica. (Carga horária: 4h).
Universidade Santa Cecília, UNISANTA, Brasil.
2006 - 2006
Primeiros Socorros. (Carga horária: 12h).
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
2006 - 2006
Ecologia do Cerrado. (Carga horária: 4h).
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
2006 - 2006
Scuba Diver. (Carga horária: 32h).
Adventure Dive, AD, Brasil.
2005 - 2005
Marcadores Moleculares no Estudo de Vetores. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2005 - 2005
Estagio em Manejo de Animais Silvestres em Cativei. (Carga horária: 154h).
Parque Zoológico Municipal de Bauru, PZMB, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Pará, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 51
Outras informações
Ministrei a disciplina "Estatística para ensino de ciências" no curso de graduação em Ciências Naturais, UFPA-Breves

Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Colaborador - PARFOR, Carga horária: 60
Outras informações
Ministrei a disciplina "Estudos de comunidades naturais" pertencente ao Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, adaptado para o PARFOR.


Fundação Amazônica de Defesa da Biosfera, FDB, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Biólogo, Enquadramento Funcional: Biólogo - Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Programa de Capacitação Institucional (PCI), Carga horária: 40
Outras informações
Participação no Programa de Capacitação Institucional (PCI) do Museu Paraense Emílio Goeldi , desenvolvendo o projeto intitulado: "ELABORAÇÃO DE ÍNDICES MULTIMÉTRICOS PARA AVALIAÇÃO DO EFEITO DO USO DA TERRA NA INTEGRIDADE ECOLÓGICA DE RIACHOS DA ÁREA DE ENDEMISMO BELÉM".

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Biólogo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Monitoria Invertebrados, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Monitoria Vertebrados, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Outro ( Bolsista PIBIC/CNPq), Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica - CNPq, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 34
Outras informações
Desenvolvimento de atividade de Educação Ambiental na 2ª Companhia de Policia Ambiental de Bauru, Durante a 14ª Semana do Meio Ambiente

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 30
Outras informações
Desenvolvimento de atividade de Educação Ambiental na 2ª Companhia de Policia Ambiental de Bauru, Durante a 13ª Semana do Meio Ambiente


Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Ecologia, Genética e Conservacão do Cerrado, Amazônia e Mata Atlantica
Descrição: Projeto Procad UFG/UNESP Rio Claro/UFPA/Museu Emilio Goeldi. O presente projeto propõe estudar os processos responsáveis pela origem e manutenção da Biodiversidade do Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica e como este conhecimento pode ser utilizado na conservação desta Biodiversidade. Diferentes grupos taxonômicos serão estudados, entre plantas, invertebrados e vertebrados, sob diferentes aspectos: diversidade beta em comunidades de riachos, filogenia/filogeografia de plantas e vertebrados, estrutura de comunidades e diversidade funcional de anuros e mamíferos, papel da fauna aquática na conservação de fragmentos de florestas na Amazônia e de igarapés, diversidade de moscas saprófitas e sua relação com a heterogeneidade ambiental, análise de lacunas de Aves, insetos aquáticos e Aves na Amazônia, comportamento de primatas e seu papel na dinâmica da floresta Amazônica, perda de endemismos na floresta Amazônica, ecologia e genética de plantas da Mata Atlântica e Cerrado em escala de paisagem e a conservação, o uso da fauna pela população Amazônica e seu papel na conservação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (5) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Integrante / Tiago O. Begot Ruffeil - Integrante / Naraiana Loureiro Benone - Integrante / Leandro Juen - Coordenador / Cristiane de Paula Ferreira - Integrante / Maria Cristina dos Santos Costa - Integrante / Juarez Carlos Brito Pezzuti - Integrante / Alexandre Luis Padovan Aleixo - Integrante / Marcos Pérsio Dantas Santos - Integrante / Ana Cristina Medes-Oliveira - Integrante / Maria Aparecida Lopes - Integrante / Hingara Leão - Integrante / Rosane Garcia Collevatti - Integrante / Paulo de Marco Junior - Integrante / Rogério Pereira Bastos - Integrante / Luís Maurício Bini - Integrante / José Alexandre Felizola Diniz Filho - Integrante / Carlos Augusto da Silva Peres - Integrante / Tadeu Siqueira - Integrante / Marcus Vinícius Cianciaruso - Integrante / Levi Carina Terribeli - Integrante / Mauro Galleti - Integrante / Milton C. Ribeiro - Integrante / Rafael Loyola - Integrante / Célio Fernando Baptista Haddad - Integrante / Adriano Sanches Melo - Integrante / Lisveth Valenzuela Mendonza - Integrante.
2015 - Atual
Aquatic biota monitoring of streams in mining areas of Paragominas, Para, Brazil
Descrição: Assess whether the mining and reforestation activities are affecting the integrity of aquatic ecosystems and their fauna, considering different scales of analysis. Specific objectives: i) Assess whether there are differences in environmental variables between sampling sites, seeking to verify if these differences are related to the type of use of the area (areas of conservation value and reforestation categories); ii) Use crustacean, aquatic insect and fish communities to evaluate the aquatic biodiversity of the region using richness, species composition and indices that assess environmental integrity; iii) Use species selected from Item ii as biomonitors for the evaluation of biochemical biomarkers; iv) Evaluate the utility of metabarcoding for non-invasive monitoring of aquatic organisms.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Integrante / Leandro Juen - Coordenador.Financiador(es): Hydro do Brasil - Cooperação.
2014 - 2015
Determinantes da distribuição da diversidade na Amazônia Paraense

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciano Fogaça de Assis Montag em 30/09/2016.
Descrição: Florestas de Terra-Firme são componentes importantes dos sistemas amazônicos, sendo um dos mais biodiversos do planeta. Apresentando uma grande diferenciação regional, com uma alta diversidade local (diversidade alfa) e baixa similaridade de composição entre as diferentes regiões (diversidade beta). As causas para a grande variedade de espécies e os processo envolvidos na distribuição das mesmas ainda são pouco compreendidos, mas sabe-se que envolve diversos fatores, entre os quais recebem destaque a variação ambiental e a distância geográfica. Já que é esperado que quanto menor a similaridade ambiental entre áreas maior será sua diversidade beta, em virtude de cada espécie possuir exigências ambientais distintas (teoria do nicho). Predição similar é esperado para ambientes separados por grandes distâncias geográficas, devido a dificuldade de dispersão entre as áreas (teoria neutra). Com base nesse arcabolso o projeto tem três objetivos principais: 1) Descrever o padrão de distribuição da diversidade da fauna em ambientes aquáticos e terrestres da Amazônia paraense; 2) Determinar o efeito da integridade do hábitat sobre o padrão de distribuição da riqueza, composição de espécies e diversidade genética. 3) Determinar a importância relativa de fatores espaciais e das regras de assembleia 2 (efeito do ambiente) sobre a distribuição da riqueza, composição de espécies e diversidade genética. Para isso serão amostrado quatro sítios, cada um localizado dentro de uma Floresta Nacional (Flona) (Caxiuanã, Tapajós, Tapirapé Aquiri e Saracá Taquera), estabelecendo 15 pontos amostrais. Em cada ponto serão amostrados 13 táxons (Abelha, Aranha, Formiga, Aves, Borboleta, Crustáceo, Drosophila, Ephemeroptera, Heteroptera, Odonata, Peixe, Plecoptera, Trichoptera). As comparações serão realizadas dentro de cada sítio e entre sítios, utilizando análises multivariadas e genéticas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2014
Pacto Municipal para Redução do Desmatamento em São Félix do Xingu - GCP/BRA/080/EC

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciano Fogaça de Assis Montag em 30/09/2016.
Descrição: Realizar estudo para conhecer aspectos migratórios, reprodutivos e ecotoxicológicos da ictiofauna, identificando os fatores ambientais que influenciam o processo reprodutivo e as taxas de crescimento das principais espécies comerciais de peixes que ocorrem no rio Xingu, no Município de São Félix do Xingu/PA, bem como realizar diagnóstico da pesca comercial da região, com o objetivo de subsidiar uma proposta de manejo da ictiofauna e um acordo de pesca na região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Biodiversity and Socio-Economic Impacts of Palm Oil Bioenergy Development in the Brazilian Amazon

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciano Fogaça de Assis Montag em 30/09/2016.
Descrição: The goal of this study is to evaluate the impacts of palm oil plantation expansion in the Brazilian Amazon in three interconnected dimensions: environmental, policy and socioeconomic. The study case focal area is the Pará State, northern Brazil. These issues will be assessed from a multi-stakeholder?s perspective, including the views of government agencies, private palm oil companies and affected small landholders. We will use mixed methods of social and natural science research (both qualitative and quantitative) to collect data, specifically evaluating how policies for palm oil crop expansion affect protected areas, biodiversity and local communities (social groups), currently and in the future. These three dimensions will provide a holistic understanding of palm oil based biodiesel impacts in Brazil to suggest means for achieving a sustainable palm oil production in the country. Specifically we intend to: 1) evaluate public policies for the biofuel sector and their relationship to biodiversity and protected areas (legal reserves) policies; 2) define the main drivers for biofuel crop expansion and implications for protected areas and biodiversity conservation as evidenced by species richness and abundance of terrestrial arthropods, aquatic biota, amphibians and birds; 3) assess the impact of palm oil cropping systems for biofuel development on socioeconomic systems. The study will focus on the Pará municipalities included in the Belém Endemism Center such as Moju, Igarapé-Mirim, Tailândia, Tomé-Açu, Acará and Concórdia do Pará, on the basis that these communities concentrate current and projected palm oil plantations according to the Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). The project will combine the expertise of natural and social scientists to investigate socio- ecological impacts of the palm oil biofuel industry currently under development in the one of the most endangered and complex human-modified landscape in Brazilian Amazon.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Coordenador.
2014 - Atual
Influência dos diferentes tipos de uso do solo sobre a biodiversidade na Amazônia Oriental

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciano Fogaça de Assis Montag em 30/09/2016.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Zoneamento bioenergético do plantio de palma e os impactos a biodiversidade no Estado do Pará

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luciano Fogaça de Assis Montag em 30/09/2016.
Descrição: O objetivo deste estudo é avaliar os impactos da expansão das plantações de palma na Amazônia Oriental sobre a biodiversidade aquática e de aves. Com isso, pretendemos gerar recomendações para o planejamento ecológico-econômico de uso do solo e apresentar estratégias de manejo, que possam permitir investimentos mais efetivos tanto para a conservação ambiental como para o desenvolvimento econômico da região. O estudo de caso será focado no Estado do Pará. Usaremos métodos mistos de pesquisa em ciências naturais (qualitativa e quantitativa) para coletar dados, e perticularmente avaliar como as políticas para a expansão da cultura de palma de óleo afeta áreas protegidas e a biodiversidade, hoje e no futuro.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Coordenador / Tiago O. Begot Ruffeil - Integrante / Naraiana Loureiro Benone - Integrante / Leandro Juen - Integrante / Marcos Pérsio Dantas Santos - Integrante.
2013 - 2015
Variação espaço-temporal em comunidades aquáticas de igarapés afogados do sítio PPBio Caxiuanã, Amazônia Oriental
Descrição: Considerando as teorias sobre limitação à dispersão e explicações neutras e baseadas no nicho para explicar a similaridade entre comunidades, quantificaremos a importância relativa dos fatores espaciais e ambientais para explicar a variação na composição das comunidades de Heteroptera, Odonata e de Peixe no Flona de Caxiuanã. Concomitante a isso, será avaliado se existe concordância entre as assembléias estudadas, caso exista uma alta concordância entre os organismos pode-se padronizar apenas um ou dois grupos taxonômicos que melhor representam a exigência de toda a comunidade aquática para serem coletados, podendo reduzir o número de táxons, diminuindo custos e tempo na identificação, facilitando assim, a implementação do monitoramento biológico da qualidade ambiental. Assim, este trabalho tem como objetivo a compreensão de fatores ambientais e históricos na estruturação das comunidades aquáticas de igarapés e os padrões de congruências na distribuição dos grupos aquáticos. Estes dados sobre riqueza e abundância de cada grupo permitirão: a) estimar a relação entre a composição de cada grupo taxonômico com variáveis ambientais; b) relacionar e comparar a diversidade da área de estudo com dados de outras áreas do PPBio; c) integrar informações da distribuição das espécies com dados gerados em outros módulos do PPBio visando entender os padrões regionais da distribuição de cada grupo taxonômico d) capacitar recursos humanos (comunidade local, alunos de ensino médio, graduação e pós-graduação) para atuarem em pesquisas de biodiversidade, e assim divulgar as informações obtidas junto aos órgãos públicos competentes, e para o público em geral, de modo a subsidiar decisões de conservação e manejo da diversidade amazônica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Biologia e ecologia de peixes na Amazônia Oriental: influência do ambiente e do espaço em diferentes níveis de organização
Descrição: Este projeto visa associar aspectos teóricos importantes desenvolvidos nos estudos da ecologia e biologia alimentar e reprodutiva das espécies de peixes e nos padrões de distribuição das comunidades dulcícolas, visando acrescentar informações para as práticas de manejo e conservação para diferentes níveis de organização (espécie, populações e comunidades) de peixes na Amazônia Oriental. O primeiro subprojeto refere-se à determinação da influência dos ciclos pluviométricos e das variáveis ambientais na ecologia alimentar e reprodutiva de espécies de peixes dulcícolas da Amazônia Oriental. Neste trabalho, busco desenvolver alguns critérios que permitam a comparação da biologia alimentar e reprodutiva de espécies dulcícolas a diferentes locais que estão sujeitos a diferentes condições ambientais. O segundo subprojeto se refere ao uso do banco de dados e de informações de campo para a compreensão da distribuição da ictiofauna de igarapés na Amazônia Oriental..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Coordenador / Tiago Magalhaes da Silva Freitas - Integrante / Valeria de Albuquerque Oliveira - Integrante / Leandro Juen - Integrante / Thiago Augusto Pedroso Barbosa - Integrante / Cristiane de Paula Ferreira - Integrante / Cleonice Maria Cardoso Lobato - Integrante / Roberta Dannyele de Oliveira Raiol - Integrante / Francisco Lucas M. C. do Nascimento - Integrante.
2012 - Atual
Tempo de resiliência das comunidades aquáticas após o corte seletivo de madeira na Amazônia Oriental
Descrição: A diversidade biológica é extremamente dependente das atividades humanas, uma vez que áreas utilizadas economicamente pelo homem podem sobrepor aquelas de grande valor para conservação biológica. Com a recente intensificação das atividades humanas, observou-se uma maior destruição dos ecossistemas naturais, que juntamente com a grande escassez de conhecimento biológico básico das espécies e dos sistemas, ameaçam a integridade biológica dos hábitats e a permanência das espécies em seus ambientes naturais, juntamente coma falta e/ou ineficiência de políticas públicas adequadas a conservação. Sendo assim, os estudos que visam levantar informações de como as alterações afetam os sistemas, testando se as comunidades conseguem se recuperar naturalmente após sofrem impactos, e qual o tempo necessário para acontecer essa resiliência, são extremamente importantes. O presente projeto tem como objetivo principal fornecer informações sobre qual o efeito da retirada seletiva de madeira sobre a comunidade aquática, avaliando a capacidade de auto-depuração da comunidade em retornar ao seu estado original após passar por alterações, bem como o tempo necessário para o fenômeno de resiliência acontecer. Adicional a isso, testaremos se a complexidade ambiental também é afetada, através de índices multimétricos que mensuraram a integridade das comunidades aquáticas. Para isso serão amostrados aproximadamente 50 cursos d água (igarapés) distribuídos em um gradiente de tempo de regeneração, onde será incluída áreas que estão há aproximadamente 40 anos em regeneração até áreas que passaram por alteração ambiental à menos de um ano. A biodiversidade aquática amostrada será representada pelas ordens de insetos aquáticos (Ephemeroptera, Heteroptera, Odonata e Trichoptera) e de Peixe..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Bruno da Silveira Prudente - Integrante / Wolmar Beijamin Wosiacki - Integrante / Luciano Fogaça de Assis Montag - Integrante / Tiago Magalhaes da Silva Freitas - Integrante / Paulo de Marco Junior - Integrante / Denis Silva Nogueira - Integrante / Karina Dias da Silva - Integrante / Nelson Silva Pinto - Integrante / Yulie Feitosa Shimano - Integrante / José Max Barbosa de Oliveira Júnior - Integrante / Valeria de Albuquerque Oliveira - Integrante / Naraiana Loureiro Benone - Integrante / Lenise Batista Galvão - Integrante / Leandro Juen - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2006 - 2010
Dinâmica de Clareiras sob impacto da exploração petrolífera, Município de Coari, Amazonas
Descrição: Este projeto tem como objetivo prover conhecimento e tecnologia para subsidiar a recuperação de clareiras causadas pela atividade da indústria petroleira na Região do Rio Urucu, Amazônas. Para tanto, pretende-se executar inventário botânico, através de parcelas permanentes, na floresta tropical primária na área de influência da atividade petrolífera e em áreas de reflorestamento para restauração da paisagem florestal, identificando as espécies colonizadoras das clareiras sob impacto e avaliando o efeito de borda causado pela abertura destas clareiras na vegetação adjacente; caracterizar a florística, a fitossociologia e a estrutura da floresta primária e dos reflorestamentos das clareiras; determinar a idade e o estágio sucessional das clareiras, através de análise multitemporal por sensoriamento remoto, detectado no projeto Integrador Caracterização e Análise da Dinâmica da Paisagem ; caracterizar a estrutura e dinâmica das comunidades de animais ocupando clareiras artificiais oriundas das atividades exploração petrolífera e floresta adjacente; comparar os processo iniciais de recolonização faunistica nestas clareiras, considerando àquelas sujeitas à regeneração natural e reflorestadas e; identificar indicadores que permitam monitorar, através de estudos faunísticos e florísticos, o grau de recuperação da dinâmica da floresta ao longo do processo de regeneração florestal..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2016 - Atual
Periódico: Hydrobiologia
2016 - Atual
Periódico: Revista da Biologia


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas/Especialidade: Ecologia de comunidade de peixes.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2015
Menção honrosa ao trabalho Resposta das assembleias de peixes de igarapé à exploração madeireira de impacto reduzido (EIR) na Amazônia Oriental, XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FERREIRA, M. C.2018FERREIRA, M. C. ; RUFFEIL, T. O. B. ; PRUDENTE, B. S. ; JUEN, L. ; MONTAG, L. F. A. . Effects of oil palm plantations on habitat structure and fish assemblages in Amazon streams. ENVIRONMENTAL BIOLOGY OF FISHES, v. 000, p. 1-16, 2018.

2.
PRUDENTE, B. S.2018PRUDENTE, B. S.; MONTAG, L. F. A. ; POMPEU, P. S. . Using multimetric indices to assess the effect of reduced impact logging on ecological integrity of Amazonian streams. ECOLOGICAL INDICATORS, v. 91, p. 315-323, 2018.

3.
MONTAG, L. F. A.2018MONTAG, L. F. A. ; WINEMILLER, K. O. ; LEAO, H. ; BENONE, N. L. ; TORRES, N. R. ; PRUDENTE, B. S. ; HOENGHOUS, D. ; RUFFEIL, T. O. B. ; JUEN, L. . Land cover, riparian zones, and instream habitat influence stream fish assemblages in the eastern Amazon. ECOLOGY OF FRESHWATER FISH, v. 27, p. 1-13, 2018.

4.
FREITAS, T. M. S.2018FREITAS, T. M. S. ; PRUDENTE, B. S. ; FREITAS, D. T. H. ; BENONE, N. L. ; LEAO, H. ; DUTRA, G. M. ; MONTAG, L. F. A. . Fishes of Caxiuanã: 20 years (1993 to 2012) of sampling in a protect area of the Eastern Amazon. BOLETIM DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI. ZOOLOGIA, v. 13, p. 185-204, 2018.

5.
FREITAS, T. M. S.2017FREITAS, T. M. S. ; SOUZA, J. B. S. E. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . Length?weight relationship in ten fish species from the Nhamundá River, the Amazon Basin, Brazil. Revista Acta Amazonica, v. 47, p. 75-78, 2017.

6.
PRUDENTE, B. S.2017 PRUDENTE, B. S.; POMPEU, P. S. ; JUEN, L. ; MONTAG, L. F. A. . Effects of reduced-impact logging on physical habitat and fish assemblages in streams of Eastern Amazonia. Freshwater Biology, v. 62, p. 303-316, 2017.

7.
FREITAS, D. T. H.2017FREITAS, D. T. H. ; RUFFEIL, T. O. B. ; PRUDENTE, B. S. ; FREITAS, T. M. S. ; MONTAG, L. F. A. . Length-weight relationships of six fish species from Tapajós River, Eastern Amazon, Brazil. JOURNAL OF APPLIED ICHTHYOLOGY, v. 1, p. 1-3, 2017.

8.
PRUDENTE, B. S.2016PRUDENTE, B. S.; CARNEIRO-MARINHO, P. ; VALENTE, R. M. ; MONTAG, L. F. A. . Feeding ecology of Serrasalmus gouldingi (Characiformes: Serrasalmidae) in the lower Anapu River region, Eastern Amazon, Brazil. Revista Acta Amazonica, v. 46, p. 259-270, 2016.

9.
DA SILVEIRA PRUDENTE, BRUNO2015DA SILVEIRA PRUDENTE, BRUNO; FERREIRA, MARIA AUXILIADORA PANTOJA ; DA ROCHA, ROSSINEIDE MARTINS ; DE ASSIS MONTAG, LUCIANO FOGAÇA . Reproductive biology of the piranha Serrasalmus gouldingi (Fink and Machado-Allison 1992) (Characiformes: Serrasalmidae) in -drowned- rivers of the Eastern Amazon. Environmental Biology of Fishes, v. 98, p. 11-22, 2015.

10.
FREITAS, TMS.2015FREITAS, TMS. ; PRUDENTE, BS. ; OLIVEIRA, VA. ; OLIVEIRA, MNC. ; PRATA, EG. ; LEÃO, H. ; MONTAG, LFA. . Influence of the flood pulse on the reproduction of Tocantinsia piresi (Miranda Ribeiro) and Auchenipterus nuchalis (Spix & Agassiz) (Auchenipteridae) of the middle Xingu River, Brazil. Brazilian Journal of Biology (Online), v. 75, p. 158-167, 2015.

11.
FREITAS, T. M. S.2014FREITAS, T. M. S. ; SILVEIRA PRUDENTE, BRUNO ; FONTOURA, N. F. ; MONTAG, L. F. A. . Length-weight relationships of dominant fish species from Caxiuan~a National Forest, Eastern Amazon, Brazil. Journal of Applied Ichthyology, v. 30, p. 1-3, 2014.

12.
GONCALVES, A. F. G.2013GONCALVES, A. F. G. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. ; CARVALHO FILHO, F. A. . Feeding ecology of Dash-dot Tetra Hemigrammus belottii (Steindachner 1882) (Characiformes: Characidae) in the streams of the Urucu River basin, central Amazonia, Brazil. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 13, p. 141-147, 2013.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FREITAS, T. M. S. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. ; ALMEIDA, V. H. C. . Os Peixes e as Florestas Alagadas de Caxiuanã. 1. ed. Belém: , 2010. v. 1. 26p .

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MONTAG, L. F. A. ; PRUDENTE, B. S. ; BENONE, N. L. ; RUFFEIL, T. O. B. ; WINEMILLER, K. O. . Evaluating the effect of different land uses on habitat and fish assemblages in Amazon rainforest streams. In: 2018 Annual Meeting of the Texas Chapter American Fisheries Society, 2018, College Station. 2018 Annual Meeting of the Texas Chapter American Fisheries Society, 2018.

2.
MONTAG, L. F. A. ; PRUDENTE, B. S. ; LEAO, H. ; BENONE, N. L. ; VELENZUELA, L. ; CARVALHO, H. ; GONCALVES, J. L. S. ; JACOB, L. L. ; SANTOS, L. ; RUFFEIL, T. O. B. . Estrutura ecomorfologica de 41 Characiformes de riachos Amazônicos. In: XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2017, Porto Seguro. Caderno de resumos do XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2017.

3.
FREITAS, TMS. ; DUTRA, G. M. ; NETO-FERREIRA, A. L. ; SALVADOR, G. N. ; LEAO, M. D. V. ; PEIXOTO, L. W. ; MENDONCA, M. B. ; MONTAG, L. F. A. ; PRUDENTE, B. S. ; FREITAS, T. M. S. ; WOSIACKI, Wolmar Benjamin . Avaliação rápida da ictiofauna das unidades de conservação estaduais da calha norte do rio Amazonas, Pará, Brasil. In: XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2017, Porto Seguro. Caderno de resumos do XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2017.

4.
MELLO, R. C. ; PRUDENTE, B. S. ; BENONE, N. L. ; DANGIOLELLA, A. B. ; MONTAG, L. F. A. . INFLUÊNCIA DA EXPLORAÇÃO MADEIREIRA EM DIFERENTES COMPONENTES DA DIVERSIDADE DE PEIXES EM RIACHOS DA AMAZÔNIA. In: XIII Congresso de Ecologia do Brasil e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017, Viçosa. Caderno de resumos do XIII Congresso de Ecologia do Brasil e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017.

5.
NUNES, E. M. B. ; BENONE, N. L. ; LOBATO, C. M. C. ; FERREIRA, M. C. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . A influencia da plantação de palmana dieta de Hyphessobrycon heterorhabdus (Characiformes: Characidae) em riachos amazônicos. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015.

6.
JACOB, L. L. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . Efeito da exploração madeireira de impacto reduzido na dieta de Helogenes marmoratus Gunter, 1863 (Teleostei: Cetopcsidae) em igarapés da Amazônia Oriental. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015.

7.
PETROLLI, M. G. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . Efeito da Exploração Madeireira de Impacto Reduzido (EIR) na dieta de Hyphessobrycon heterorhabdus (Ulrey, 1894) (Characiformes, Characidae) em igarapés de terra firme da Amazônia Oriental. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015.

8.
PRUDENTE, B. S.; POMPEU, P. S. ; MONTAG, L. F. A. ; JUEN, L. . Resposta das assembleias de peixe de igarapé à Exploração Madeiteira de Impacto Reduzido (EIR) na Amazônia Oriental. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015.

9.
PRUDENTE, B. S.; FERREIRA, M. A. ; ROCHA, R. M. ; MONTAG, L. F. A. . Biologia reprodutiva da piranha Serrasalmus Gouldingi Fink & Machado-Allison, 1992 (Characiformes: Serrasalmidae) em rios afogados da Amazônia Oriental: Influência do pulso de inundação. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

10.
MONTAG, L. F. A. ; BARBOSA, T. A. P. ; SOARES, B. E. ; OLIVEIRA, E. S. ; PRUDENTE, B. S. ; FREITAS, T. M. S. . Nota prévia de alguns aspectos ecológicos de Boulengerella curvieri (Agassiz, 1829) no médio Rio Xingu, Amazônia Oriental. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

11.
MONTAG, L. F. A. ; BARBOSA, T. A. P. ; SOARES, B. E. ; OLIVEIRA, E. S. ; PRUDENTE, B. S. ; FREITAS, T. M. S. . Dados preliminares da ecologia alimentar e reprodutiva de Hydrolycus tatauaia, Toledo-Piza, Menezes & Santos, 1999 no médio Rio Xingu. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

12.
FERREIRA, M. C. ; PRUDENTE, B. S. ; BENONE, N. L. ; MONTAG, L. F. A. . Efeito da monocultura do dendê (Elaeais guineensis) na estrutura da assembleia de peixes de igarapés da Amazônia Oriental. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

13.
PRUDENTE, B. S.; FREITAS, T. M. S. ; BARBOSA, T. A. P. ; OLIVEIRA, E. S. ; SOARES, B. E. ; MONTAG, L. F. A. . Dieta e reprodução do mandubé Ageneiosus ucayalensis Castelnau, 1855 no médio Rio Xingu: Dados preliminares. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

14.
FREITAS, T. M. S. ; PRUDENTE, B. S. ; BARBOSA, T. A. P. ; OLIVEIRA, E. S. ; SOARES, B. E. ; MONTAG, L. F. A. . Aspectos alimentares e reprodutivo de Tocantinsia piresi (Miranda-Ribeiro,1920) no médio Rio Xingu: Dados Preliminares. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

15.
FREITAS, T. M. S. ; OLIVEIRA, E. S. ; SOARES, B. E. ; BARBOSA, T. A. P. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . Ecologia alimentar e reprodutiva de Auchenipterus nuchalis (Agassiz, 1929) no médio Rio Xingu: Dados preliminares. In: XX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2013, Maringá. XX Encontro Brasileiro de Ictiologia - Resumos, 2013.

16.
PRUDENTE, B. S.; MONTAG, L. F. A. . Dados preliminares dos aspectos alimentares e padrão de crescimento de Serrasalmus gouldingi Fink & Machado-Alisson, 1992 (Characiformes: Serrasalmidae) em igarapés afogados da Amazônia Oriental. In: XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011, Manaus. Livro de Resumos do XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011.

17.
FREITAS, T. M. S. ; PRUDENTE, B. S. ; MONTAG, L. F. A. . Dados preliminares da dieta e padrao de crescimento da Saricanga Acestrorhynchus falcirostris (Characiformes: acestrorhynchidae) em rios da amazônia oriental. In: XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011, Manaus. Livro de Resumos do XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2011.

18.
PRUDENTE, B. S.; MONTAG, L. F. A. ; HEUBEL, M. T. D. . Influência da vegetação ripária na ictiofauna do córrego Vargem Limpa. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2010, Belém-PA. CD de Resumos, 2010.

19.
PRUDENTE, B. S.; WOSIACKI, Wolmar Benjamin ; MONTAG, L. F. A. . Novas contribuições para ictiofauna da bacia do rio Urucu na Base Operacional Geologo Pedro de Moura. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2010, Belém-PA. CD de Resumos, 2010.

20.
PRUDENTE, B. S.; RUFFEIL, T. O. B. ; PEIXOTO, L. W. . Análise preliminar da relação peso-comprimento e alimentação de Carnegiella strigata (Characiformes: Gasteropelecidae) no igarapé Taissuí, Benevides-PA. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2010, Belém-PA. CD de Resumos, 2010.

21.
PRUDENTE, B. S.; HEUBEL, M. T. D. . Levantamneto quali-quantitativo da ictiofauna, comparado com a estrutura da mata ciliar do córrego Vargem Limpa, Bauru, SP. In: XV Fórum de Iniciação Científica, 2008, Bauru, SP. XV Fórum de Iniciação Científica, 2008.

22.
PRUDENTE, B. S.; PATTI, M. ; CORADI, S. T. . Levantamento Enteroparasitológico de Felídeos Cativos Mantidos no Parque Zoológico Municipal de Bauru. In: XII Jornada de Ciências Biológicas, 2008, Bauru. XII Jornada de Ciências Biológicas, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia de riachos Amazônicos, dinâmica, ameaças e estratégias de conservação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia reprodutiva de peixes teleósteos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
PRUDENTE, B. S.. Expansão urbana e a saúde dos ecossistemas de riacho. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PRUDENTE, BS.. O Efeito do Uso do Solo Sobre a Biodiversidade Aquática na Amazônia Oriental. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia reprodutiva de peixes teleósteos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia reprodutiva de peixes teleósteos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
PRUDENTE, B. S.. Aspectos reprodutivos de peixes teleósteos - teoria e prática. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia de Igarapés. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MONTAG, L. F. A. ; PRUDENTE, B. S. ; WOSIACKI, Wolmar Benjamin ; MENDONCA, M. B. . Estrutura de comunidades de peixes de iagarapés sob influência de ação petrolífera da Base Operacional Geólogo Pedro de Moura, bacia do Rio Urucu, Coari (AM). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PRUDENTE, B. S.; MAGEZI, G. S. ; LANDIS, M. B. ; HEUBEL, M. T. D. . Semana do Meio Ambiente em Bauru (SP): Uma parceria de Futuro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
PRUDENTE, B. S.. Inventário e avaliação da ictiofauna para a elaboração do EIA/RIMA do CTR Metropolitano, Acará, PA. 2015.

2.
PRUDENTE, B. S.. Identificação dos peixes utilizados para compor o EA/PBA da expansão da Estrada de Ferro de Carajás. 2012.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
PRUDENTE, B. S.. Ecologia de Igarapés. 2011. (Disciplina).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Vitória de Nazaré Gama Silva. Diversidade morfológica de aves e extinções na Região Metropolitana de Belém. 2018. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

2.
PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Lorrane Gabrielli Cantanhede. Impactos da pastagem na diversidade taxonômica e funcional de peixes de riachos amazônicos. 2018. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

Qualificações de Doutorado
1.
JUEN, L.; RUFFEIL, T. O. B.; PRUDENTE, B. S.; ESPÍRITO-SANTO, H. M. V.; LIGEIRO, R.; BENONE, N. L.. Participação em banca de Naiara Raiol Torres. A transformação da paisagem e os efeitos sobre a biodiversidade aquática amazônica. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia Aquática e Pesca) - Universidade Federal do Pará.

2.
FERREIRA, M. A.; NUNES, Z. M. P.; PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Luciano Domingues Queiroz. Ecologia reprodutiva e reprodução induzida do jaraqui Semaprochilodus brama Valenciennes 1850 (Characiforemes: Prochilofontidae) no lago da UHE Tucuruí-PA.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Animal) - Universidade Federal do Pará.

3.
MICHELAN, T. S.; SHUWARTZ, G.; PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Híngara Leão Sousa. Uso da terra e assembleias de peixes de riachos na Amazônia Oriental. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

4.
PRUDENTE, B. S.; FERREIRA, MARIA AUXILIADORA PANTOJA. Participação em banca de José Leocyvan Gomes Nunes. Ecologia alimentar e reprodutiva do amarelinho Baryancistrus xanthellus Rapp Py-Daniel, Zuanon & Ribeiro de Oliveira, 2011. (Siluriformes, Loricariidae) no médio Rio Xingu, Pará, Brasil.. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Animal) - Universidade Federal do Pará.

Qualificações de Mestrado
1.
PRUDENTE, B. S.; LIGEIRO, R.. Participação em banca de João Lucas da Silva Gonçalves. A similaridade morfológica atuando sobre o padrão de coocorrência de peixes de riachos na Amazônia Oriental. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em ECOLOGIA) - Universidade Federal do Pará.

2.
PRUDENTE, B. S.; ROCHA, R. M.; MONTAG, L. F. A.. Participação em banca de Rafael Rodrigues Farias. Ecologia reprodutiva e alimentar do peixe lápis Copela arnoldi (Characiformes: Lebiasinidae) em riachos da Amazônia Oriental. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

3.
SANTOS, M. P. D.; PRUDENTE, B. S.; SILVA, R. R.. Participação em banca de Vitória de Nazaré Gama Silva. O espaço morfológico de aves e extinções locais na Região Metropolitana de Belém. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PRUDENTE, B. S.; LIGEIRO, R.. Participação em banca de Luma Tainee Dias Costas.Cenário referência e aplicação do IBI em riachos de uma região madeireira na Amazônia Oriental. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Oceanografia) - Universidade Federal do Pará.

2.
PRUDENTE, B. S.; SOUZA, M. N. V.; SODRE, D.. Participação em banca de Rynara Costa Mello.Modelagem de nicho ecológico de espécies do grupo Rhinella granulosa (Amphibia, Anura, Bufonidae): definindo os limites de distribuição atual. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Giovanni Sampaio Palheta / Lidia Brasil Seabra.Influência do habitat físico sobre a estrutura ecomorfológica de peixes de riacho da amazônia oriental. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade da Amazônia.

4.
PRUDENTE, B. S.. Participação em banca de Evelyn Martha de Barros Nunes.Influência da Plantação de Palma na Dieta de Hyphessobrycon heterorhabdus (Characiformes: Characidae). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade da Amazônia.

5.
PRUDENTE, B. S.; BARBOSA, T. A. P.. Participação em banca de Pedro Carneiro Marinho.Ecologia alimentar da piranha Serrasalmus gouldingi Fink & Machado-Alisson, 1992 (Characiformes: Serrasalmidae) em rios afogados do baixo rio Anapu, Pará, Brasil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pará.

6.
MONTAG, L. F. A.; PRUDENTE, B. S.; BENONE, N. L.. Participação em banca de Eliane Silva de Oliveira.Variáveis ambientais influenciam na dieta de um lebiasinídeo na Amazônia Oriental?. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pará.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia.Elaboração e validação de índices multimétricos para avaliação do efeito da exploração madeireira na integridade de riachos da Amazônia Oriental. 2017. (Encontro).

2.
XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia. RESPOSTA DAS ASSEMBLEIAS DE PEIXES DE IGARAPÉ À EXPLORAÇÃO MADEIREIRA DE IMPACTO REDUZIDO (EIR) NA AMAZÔNIA ORIENTAL. 2015. (Congresso).

3.
XXX Congresso Brasileiro de Zoologia.?Avaliação do efeito da exploração madeireira de impacto reduzido na ictiofauna de igarapés da Amazônia Oriental?. 2014. (Simpósio).

4.
XX Encontro Brasileiro de Ictiologia. 2013. (Congresso).

5.
IV Seminário Científico do PPBio Amazônia Oriental "Amazônia": Um Mosaico para Estudos em Biodiversidade."Aspéctos da Ecologia Alimentar e Crescimento de Serrasalmus goulding Fink & Machado-Alisson (Characiformes: Serrasalmidae) em igarapés afogados da Amazônia Oriental: Dados Preliminares'. 2011. (Seminário).

6.
XIX Encontro Brasileiro de Ictiologia. 2011. (Encontro).

7.
III Reunião Científica da Rede CTPetro Amazônia.Estrutura de comunidades de peixes de igarapés sob influência de ação petrolífera da Base Operacional Geólogo Pedro de Moura, bacia do Rio Urucu, Coari (AM). 2010. (Encontro).

8.
XXVIII Congresso Brasileiro de Zoologia. 2010. (Congresso).

9.
XII Jornada de Ciências Biológicas.Levantamento Enteroparasitológico de Felídeos Cativos Mantidos no Parque Zoológico Municipal de Bauru. 2008. (Outra).

10.
XV Semana de Biologia (Unesp-Bauru). 2008. (Outra).

11.
XXVII Congresso Nacional de Zoologia. 2008. (Congresso).

12.
I Fórum de Responsabilidade Sócio-Ambiental. 2007. (Outra).

13.
III Congresso Brasileiro de Herpetologia. 2007. (Congresso).

14.
VI Workshop da Pos-graduaçao em Ciências Biológicas "Ciência com Comciência". 2007. (Outra).

15.
"Instrumentos de Gestão Ambiental Paticipativa". 2006. (Outra).

16.
17 Encontro de Biologos do CRBIO 1. 2006. (Congresso).

17.
Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono. 2006. (Outra).

18.
Semana Nacional de Ciencias e Tecnologia - Bauru.Atividade de Popularização Cientifica e Tecnologica. 2006. (Outra).

19.
XI Jornada deCiências Biológicas USC.Semana do Meio Ambiente em Bauru (SP): Uma parceria de futuro. 2006. (Outra).

20.
XI Jornada deCiências Biológicas USC. 2006. (Outra).

21.
"Anatomohistofisiologia da contração muscular"."Anatomohistofisiologia da contração muscular". 2005. (Outra).

22.
Cidades sustentáveis e cidades insustentáveis. 2005. (Outra).

23.
Grand Expo Bauru.Educação ambiental. 2005. (Outra).

24.
Palestra. 2005. (Outra).

25.
V Workshop de Genética. 2005. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PRUDENTE, B. S.. VII Seminário do Programa de Capacitação Institucional do Museu Paraense Emílio Goeldi: Pegadas do Homem na Amazônia. 2017. (Outro).

2.
PRUDENTE, B. S.. XII Jornada de Biologia. 2008. (Outro).

3.
PRUDENTE, B. S.. III Congresso Brasileiro de Herpetologia. 2007. (Congresso).

4.
PRUDENTE, B. S.. 14º Semana do Meio Ambiente. 2007. (Outro).

5.
PRUDENTE, B. S.. 13º Semana do Meio Ambiente. 2006. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Laís Lobato Jacob. Efeito da exploração madeireira na estrutura ecomorfológica das assembleias de peixes em riachos de terra firme na Amazônia Oriental. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Bruno da Silveira Prudente.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Pedro Carneiro Marinho. Ecologia alimentar da piranha Serrasalmus gouldingi Fink & Machado-Allison, 1992 (Characiformes: Serrasalmidae) em rios afogados do baixo Rio Anapu, Pará, Brasil. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pará. Orientador: Bruno da Silveira Prudente.

Iniciação científica
1.
Laís Lobato Jacob. Efeito da estrutura do hábitat físico na dieta de Helogenes marmoratus Günther, 1863 (Siluriformes: Cetopsidae) em igarapés de terra firme da Amazônia Orienta. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pará, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Bruno da Silveira Prudente.

2.
Andrey Felipe Gomes Golçalves. Aspectos da ecologia alimentar de Hemigrammus belottii (Steindachner, 1882) na bacia do rio Urucu, município de Coari ? AM. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Bruno da Silveira Prudente.



Outras informações relevantes


* Participação no Grupo de pesquisa de Embriofetotoxicidade e Plantas Medicinais no período de 2005-2006.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/11/2018 às 24:23:37