Paula Roberta Gabbai Armelin

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5923553184607536
  • Última atualização do currículo em 19/10/2018


Professora Adjunta no Departamento de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora. Doutora em Letras, na área de concentração Linguística Geral (2011-2015) pela Universidade de São Paulo. Realizou estágio Sanduíche na Queen Mary University of London (set/2013-ago/2014). Mestre em Letras, na área de concentração Linguística Geral (2009-2011) pela Universidade de São Paulo. Bacharel em Letras, com habilitação em Português e Francês (2005-2009) pela mesma universidade. Desde 2005, é membro do Grupo de Estudos em Morfologia Distribuída da Universidade de São Paulo (GREMD-USP). Também é membro do Núcleo de Estudos em Aquisição da Linguagem e Psicolinguística da Universidade de Juiz de Fora (NEALP-UFJF). Atualmente, sua pesquisa tem como foco a descrição e análise de aspectos morfológicos, sintáticos e morfossintáticos das línguas naturais, a partir de uma perspectiva formalista de gramática. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Paula Roberta Gabbai Armelin
Nome em citações bibliográficas
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Letras, Departamento de Letras.
Universidade Federal de Juiz de Fora (Campus UFJF)
São Pedro
36036900 - Juiz de Fora, MG - Brasil
Telefone: (32) 21023150


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Lingüística.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A relação entre Gênero e Morfologia Avaliativa nos Nominais do Português Brasileiro: Uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Ana Paula Scher.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Concordância Nominal; Gênero Gramatical; Classes Nominais; Morfologia Avaliativa.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Morfossintaxe.
2009 - 2011
Mestrado em Lingüística.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz do Sistema de Núcleos Funcionais Aplicativos,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Ana Paula Scher.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Estrutura argumental; Bitransitividade; Núcleos Funcionais Aplicativos; Alternância Dativa.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Morfossintaxe.
2005 - 2009
Graduação em Letras - Bacharelado Português-Francês.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Avaliação da Complexidade Morfológica das Palavras. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2015 - 2015
Rhyming systems - Ministrado pela Profa. Dra. Donca Steriade (MIT). (Carga horária: 5h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2015 - 2015
Movement, Multi- dominance, and islands - Cristopher Obrien (MIT). (Carga horária: 5h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2015 - 2015
Contrast in phonological analysis: arguments from nasality - Juliet Stanton. (Carga horária: 5h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2015 - 2015
Agreement Everywhere - Ministrado pelo Prof. Dr. Shigeru Miyagawa (MIT). (Carga horária: 5h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2015 - 2015
Topics in Neo-Constructionism - Profa. Dra. Hagit Borer (QMUL). (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2014 - 2014
Universals in Phonology (L. Hyman). (Carga horária: 8h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2014 - 2014
Representations of Context (M. Abrusan). (Carga horária: 8h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2014 - 2014
Universals in the Nominal Phrase (G. Cinque). (Carga horária: 8h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2014 - 2014
Universals in Person and Number - Daniel Harbour. (Carga horária: 8h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2013 - 2013
Syntax (Ad Neeleman). (Carga horária: 15h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2013 - 2013
Dos Estudos Tradicionais à Morfologia Distribuída. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2013 - 2013
Phonology (Amalia Arvaniti). (Carga horária: 15h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2013 - 2013
Topics in Argument Structure (A. Alexiadou). (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2013 - 2013
Processamento e Aquisição (L. M. Sicuro). (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2013 - 2013
Theoretical and Developmental Syntax (A. Belletti). (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
2013 - 2013
Semantics (D. Lazaridou-Chatzigoga). (Carga horária: 15h).
Advanced Core Training in Linguistics, ACTL, Inglaterra.
2012 - 2012
The Development of Language (David Lighfoot).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2012 - 2012
Tópicos em Fonologia II (Andrew Nevins). (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2012 - 2012
Morphosyntax/Argument Structure (Edit Doron). (Carga horária: 6h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2012 - 2012
Tópicos em Sintaxe II (Cilene Rodrigues). (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2012 - 2012
Tópicos em Semântica II (Suzi Lima). (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2011 - 2011
Lingüística clínica - Prof. Virginia Jaichenco. (Carga horária: 4h).
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
2011 - 2011
Learning in Generative Grammar (Jefrey Lidz). (Carga horária: 15h).
Associação Brasileira de Linguística, ABRALIN, Brasil.
2011 - 2011
Sintaxis del español. (Carga horária: 6h).
Universidad de Alcalá de Henares, UAH, Espanha.
2011 - 2011
In a word: the nominal continuum (H. Borer). (Carga horária: 25h).
Associação Brasileira de Linguística, ABRALIN, Brasil.
2011 - 2011
Advanced Distributed Morphology (Andrew Nevins). (Carga horária: 25h).
Associação Brasileira de Linguística, ABRALIN, Brasil.
2011 - 2011
Sintaxe Experimental (Marcus Maia). (Carga horária: 15h).
Associação Brasileira de Linguística, ABRALIN, Brasil.
2010 - 2010
Introdução à Linguística Histórico Comparativa. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Pronouns and Attitudes (Yael Sharvit). (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Teoria da Otimidade (Giovana Ferreira Gonçalves). (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Latex para Linguistas. (Carga horária: 8h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Curso de Linguística Geral (Cristina Altman). (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Linguística, Neurolinguística e Patologias. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2010 - 2010
Morfo-fonologia (L. C. Schwindt). (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009
Topics in the Structure of Bantu Languages. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2009 - 2009
Grammatical Categories: Variation in Romance. (Carga horária: 15h).
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
2009 - 2009
The Ecology of Language Evolution (S. Mufwene). (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1996 - 2004
Inglês. (Carga horária: 500h).
Centro Cultural Anglo Americano, CCAA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Adjunta, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2018 - Atual
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
LEC181 - Morfossintaxe I
LEC182 - Morfossintaxe II
03/2018 - Atual
Ensino, Lingüística, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Morfologia e Sintaxe
08/2017 - 12/2017
Ensino, Letras - Português, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Linguística II (LEC051)
Morfossintaxe I (LEC181)
Oficina XII ? Estudos Linguísticos/Clássicos - Abordagens funcionalistas e formalistas da gramática (LEC293)
Tópicos de Estudos Linguísticos XV: Abordagens analíticas de fenômenos morfológicos (LEC 316)
08/2017 - 12/2017
Ensino, Lingüística, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Morfologia e Sintaxe (2026010)
02/2017 - 07/2017
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Linguística II (LEC051)
Morfossintaxe I (LEC181)
08/2016 - 01/2017
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Morfossintaxe I
Morfossintaxe II
08/2016 - 12/2016
Ensino, Lingüística, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Morfologia e Sintaxe (2026010)
04/2016 - 08/2016
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Morfossintaxe I
Morfossintaxe II
Práticas de Gêneros Acadêmicos
10/2015 - 03/2016
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Morfossintaxe I
Oficina de Estudos Linguísticos VI: a leitura em sala de aula
Práticas de Gêneros Acadêmicos

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: Pesquisadora de doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista CNPq, Enquadramento Funcional: Pesquisadora de mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsista Fapesp, Enquadramento Funcional: Pesquisadora de Iniciação Científica, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsa Fapesp - Processo: 2007/07995-7

Atividades

02/2013 - 07/2013
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0433: Elementos de Linguística I, sob supervisão da Profa. Dra. Ana Paula Scher.
07/2011 - 12/2011
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0434: Elementos de Linguística II, sob supervisão da Prof. Dr. Marcello Modesto.
02/2011 - 07/2011
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0433: Elementos de Linguística I, sob supervisão da Profa. Dra. Esmeralda Vailati Negrão.
07/2010 - 12/2010
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0435: Morfologia, sob supervisão da Profa. Dra. Ana Paula Scher.
02/2010 - 07/2010
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0433: Elementos de Linguística I, sob supervisão da Profa. Dra. Elaine Bicudo Grolla.
07/2009 - 12/2009
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
PAE - Programa de Aperfeiçoamento de Ensino - Estágio docente na disciplina FLL0434: Elementos de Linguística II, sob supervisão da Profa. Dra. Evani de Carvalho Viotti.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Revisitando o processo de Conversão Morfológica
Descrição: Este trabalho se insere no âmbito dos estudos que investigam a interface entre a formação de palavras e de sentenças ou, mais especificamente, as possibilidades de interação entre o que tradicionalmente se conhece como morfologia e sintaxe. Para tanto, o fenômeno empírico abordado neste projeto é o processo de formação de palavras denominado conversão morfológica. De maneira geral, tal fenômeno se caracteriza pelo fato de uma forma linguística poder ser classificada em diferentes categorias lexicais sem sofrer, no entanto, qualquer alteração morfológica (Cunha e Cintra, 1985; Don 1993; Bauer e Varela, 2005; Vilalva, 2013), A natureza do processo de conversão é tema de debate na literatura, de modo que esse fenômeno tem recebido diversas nomenclaturas em diferentes trabalhos. Também paira na literatura uma hesitação a respeito de qual seria o componente da gramática em que o processo de conversão deve ser inserido, evidenciando diferentes análises a partir das mais diversas perspectivas teóricas. A perspectiva que guia este projeto é a de que a existência de um fenômeno linguístico como a Conversão Morfológica é uma forte evidência de que a categoria é resultado não de uma especificação lexical, mas da organização dos morfemas no interior da palavra e do ambiente sintático propriamente dito em que essas formações se encontram, revelando uma forte interação entre a estrutura da palavra e a estrutura da sentença. Nesse sentido, a natureza categorial fica evidente somente a partir da distribuição e do comportamento sintático das formas. Portanto, a conversão morfológica, fenômeno em que a mesma forma aparece em diferentes categorias, é reanalisado como uma mesma realização morfofonológica ocorrendo em diferentes ambientes sintáticos. Para tanto, utilizaremos como suporte teórico uma abordagem sintática de formação de palavras, tal como o quadro teórico da Morfologia Distribuída (cf. HALLE e MARANTZ, 1993; MARANTZ, 1997), doravante MD, e o modelo Exoesqueletal (cf. BORER, 2005a, 2005b, 2013), doravante XS, que possuem em sua base a rejeição da ideia de um léxico gerativo capaz de formar estruturas. O sistema computacional (sintaxe) passa a ser visto como responsável pela formação de palavras, sintagmas ou mesmo de sentenças. Nessas abordagens, as categorias lexicais deixam de ter estatuto de primitivo dentro da teoria da gramática, o que é consequência da hipótese de que as raízes são elementos desprovidos de categoria. Essa hipótese tem sido, no entanto, implementada de diferentes maneiras na literatura. Dentro do modelo da MD, por exemplo, o processo de categorização se dá através da postulação da existência de núcleos funcionais especializados (n, v, a), responsáveis por fornecer categoria à estrutura a que eles se anexam. Tais núcleos fazem parte do conjunto de elementos funcionais da língua e estão sujeitos ao processo de Inserção de Vocabulário. Não é consensual dentro do modelo, no entanto, quais são os traços formais que integram cada um dos categorizadores, o que deixa latente, mais uma vez, as questões sobre a natureza do processo de conversão. A necessidade de que a raiz se concatene a um núcleo categorizador especializado, tal como proposto pela MD, é amplamente questionada no modelo XS. Nesse modelo, os segmentos de Projeção Estendida (no sentido de GRIMSHAW, 1991) podem se concatenar diretamente às raízes e, mais do que isso, tais elementos são capazes de categorizá-la. Não existe, no entanto, dentro do modelo um consenso a respeito de quais seriam, exatamente, os segmentos de Projeção Estendida que integram cada uma das categorias lexicais. Dessa maneira, este projeto busca definições sintáticas para as categorias lexicais que integram o processo de Conversão, buscando explicitar a sua constituição de traços e os núcleos da sua projeção estendida (Grimshaw, 1991; Borer, 2005a, 2005b, 2013)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Paula Roberta Gabbai Armelin - Coordenador / Dalila Maria de Souza - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Juiz de Fora - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1
2017 - Atual
Classes de palavras revisitadas: natureza categorial e estrutura funcional
Descrição: Este projeto de pesquisa revisita o debate acerca da natureza categorial das diferentes classes de palavras, buscando, a partir de uma perspectiva sintática da formação de palavras, investigar qual é a sequência mínima de núcleos funcionais, bem como quais são os traços formais necessários e suficientes para que cada uma das categorias lexicais sejam sintaticamente formadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Paula Roberta Gabbai Armelin - Coordenador / Nilton Duarte Melo - Integrante / Dalila Maria de Souza - Integrante / Lydsson Agostinho Gonçalves - Integrante / Carina Karolina de Matos Vieira - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Juiz de Fora - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 3
2011 - 2015
A relação entre Gênero e morfologia avaliativa nos nominais do português brasileiro: uma abordagem sintática da formação de palavras
Descrição: Este projeto se insere na área de Teoria da Gramática, no âmbito dos estudos a respeito da formação de palavras e pretende analisar a estrutura morfossintática de dados de aumentativo e diminutivo no português do Brasil, doravante PB. Mais especificamente, analisaremos dados tais como carro > carrinho/carrozinho/carrinhozinho ou carro > carrão/*carrozão/carrãozão. A interação entre os formadores de aumentativo e diminutivo no PB também estão sob o escopo do nosso projeto e podem ser representados por dados, tais como carro> carrãozinho/*carrinhozão. A formação de aumentativos e diminutivos no PB tem sido sistematicamente tratada em dois eixos principais: (a) a partir de uma perspectiva descritiva, encontrada, por exemplo, em manuais de gramática ou trabalhos diacrônicos e (b) a partir de uma perspectiva morfofonológica, encontrada em estudos inseridos em diversos quadros teóricos, como a Fonologia Lexical e a Teoria da Otimidade. Muitas questões, no entanto, persistem a partir desses tratamentos e os pesquisadores parecem estar longe de um consenso. Nesse sentido, permanecem questões a respeito do estatuto gramatical dos formadores de aumentativos e diminutivos no PB, bem como dos processos que estão aí envolvidos. A proposta deste projeto é, portanto, fornecer uma análise morfossintática para a formação de diminutivos e aumentativos no PB, tendo como pano de fundo a hipótese de que tal perspectiva pode desfazer algumas das controvérsias que cercam o fenômeno em análise. Para tanto, apoiamo-nos em um dos recentes desenvolvimentos da Gramática Gerativa, conhecido como Morfologia Distribuída (Halle & Marantz,1993), que propõe que a formação de palavras e sintagmas se dão através de processos sintáticos. Este projeto pretende, portanto, (i) contribuir para os estudos a respeito da formação de palavras, atentando, em especial, para a interface entre a morfologia e a sintaxe e (ii) explicar a formação e interpretação dos diminutivos e aumentativos no PB, buscando solucionar as diversas controvérsias que esse tema levanta na Teoria da Gramática..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
Formação de Palavras, Estrutura Argumental e Geometria de Traços sob a perspectiva da Morfologia Distribuída
Descrição: Este projeto tem o objetivo de ampliar o escopo dos estudos em Morfologia Distribuída na pesquisa em Linguística no Brasil. Faremos isso por meio de discussões sobre processos de formação de palavras, concatenativos ou não, nas línguas naturais, bem como sobre questões relacionadas à noção de estrutura argumental, e à ideia de geometria de traços para os sistemas pronominais e flexionais, sempre fundamentadas pelo modelo da Morfologia Distribuída. Os estudos focam línguas como o português brasileiro (PB), o espanhol peninsular (EP), o inglês, o japonês e o hebraico, investigando, em particular, questões tais como prefixação de negação e de repetição no PB, prefixação de formalidade no japonês, sufixação para a formação de verbos denominais, também em PB, formação de nominalizações em PB e em hebraico, de termos aumentativos e diminutivos no PB e em outras línguas românicas, formações do tipo de mesclagem e truncamento em PB e EP, questões relacionadas à estrutura argumental de predicados verbais, nominais e adjetivais, além de questões voltadas para o detalhamento do conjunto de traços do sistema flexional do PB. Com esses trabalhos, pretendemos identificar, nas línguas em foco, propriedades mais gerais das línguas naturais. Palavras-chave: raízes, estrutura argumental, formação de palavras, sistema flexional, causatividade, sincretismo.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil Revisitadas à Luz da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos
Descrição: Este trabalho revisita as sentenças bitransitivas do Português do Brasil (PB) a partir de dois aspectos que consideramos ser fundamentais para descrever e explicar a bitransitividade nessa língua: (a) a possibilidade de alternância entre as preposições a e para na introdução do elemento indireto e (b) a possibilidade de alternância na ordem dos complementos do predicado verbal. Nesse mesmo sentido, surgem como questão os dados do dialeto falado no português da Zona da Mata Mineira (PBM), já atestado e investigado em Scher (1996), em que verificamos a possibilidade de omissão da preposição, mas uma manutenção da possibilidade de alternância da ordem dos complementos verbais. Para dar conta do primeiro aspecto em questão, apoiamo-nos na proposta de núcleos funcionais Aplicativos introdutores de argumento nos moldes de Pylkkänen (2002). A escolha teórica se justifica pelo fato de a presença da preposição a gerar sentenças não-ambíguas em que uma relação semântica de transferência de posse, representada por um Aplicativo Baixo, nos termos de Pylkkänen (2002), é estabelecida entre os dois complementos verbais. A escolha da preposição para, por outro lado, gera sentenças ambíguas entre essa mesma relação de transferência de posse e o estabelecimento de uma espécie de beneficiário do evento, esse último representado por um Aplicativo Alto, também nos termos de Pylkkänen. A partir daí, propomos que os argumentos de um verbo bitransitivo são inseridos via uma projeção funcional que licencia ambos os elementos e estabelece a relação semântica adequada entre eles. Para o PB, a nossa proposta é a de que a preposição seja a realização fonológica do núcleo da projeção Aplicativa. Mais especificamente para a variante do PBM, a nossa análise é a de que o mesmo núcleo Aplicativo esteja presente, sem a realização fonológica da preposição, mas com a mesma constituição de traços formais das sentenças do PB. A hipótese que daí se segue é que uma operação morfológica, sem consequências sintáticas, seja responsável pela ausência dessa preposição. Um modelo teórico separacionista, em que a sintaxe trabalha com traços formais e não fonológicos e em que a inserção de fonologia acontece depois de operações sintáticas e morfológicas, tal como a Morfologia Distribuída (Halle & Marantz, 1993), surge, então, como perspectiva de análise. Para dar conta da possibilidade de alternância na ordem dos complementos em sentenças bitransitivas do PB e do PBM, propomos, então, que aspectos informacionais sejam responsáveis pelo licenciamento dessas estruturas. Sugerimos, com Scher (1996), que a ordem VPPNP, no PB e, possivelmente, VNPNP, no PBM, em entonação normal, revela o caráter de Tópico do elemento colocado entre o verbo e o objeto direto e, assim, finalizamos nossa proposta apoiadas em Armelin (2009), em especial, no quadro teórico do modelo cartográfico, nos moldes de Rizzi (1997) e Belletti (2002). Esses autores, explodindo respectivamente CP e IP, encontram aí crucialmente posições informacionais de Foco e Tópico. A nossa proposta, nesse sentido, é a de que o aspecto informacional, a saber, a movimentação de um elemento para a posição de especificador da projeção de Tópico, será responsável pelo licenciamento da ordem VPPNP nos dados do PB. Palavras-Chaves: Bitransitividade; Aplicativos; Estrutura Argumental; Preposição Topicalização.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
A Morfologia Distribuída e as Nominalizações Eventivas no Português do Brasil
Descrição: Com este projeto de pesquisa pretendo investigar os aspectos morfossintáticos e semânticos das nominalizações no português do Brasil (PB), visando descrever e analisar seu comportamento nessa língua. Para tanto, farei uso de duas teorias sobre a arquitetura da gramática: Princípios e Parâmetros (P&P) (Chomsky 1981, 1982, 1986; Chomsky & Lasnik, 1993) e em sua versão mais recente, o Programa Minimalista (Chomsky, 1995, 1998 e 1999), e Morfologia Distribuída (DM) (Halle & Marantz, 1993, Marantz, 1997). Embora apresentem distinções importantes, os dois modelos teóricos compartilham de noções fundamentais sobre a natureza da faculdade da linguagem, como, por exemplo, a crença de que essa faculdade é uma dotação genética do ser humano. Além disso, todo o aparato operacional da gramática, assumido por P&P, é, também, assumido por DM. A descrição e a análise de formas nominalizadas do PB procurarão determinar a maneira como os diferentes processos de nominalização existentes nas línguas naturais podem refletir as propriedades dessa faculdade da linguagem..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP
Descrição: Neste projeto retomamos a investigação das sentenças bitransitivas do português do Brasil (PB). Em particular, discutimos os aspectos informacionais de pares de sentenças tais como o ?Paulo deu um livro ao João/O Paulo deu ao João um livro?, bem como do par correspondente ?Paulo deu um livro o João/O Paulo deu o João um livro?, já atestado no dialeto do PB falado na Zona da Mata mineira, doravante PBM, investigado em Scher (1996). Para tanto, esse estudo foi dividido em duas partes. Em uma delas, mais abrangente e assentada teoricamente no quadro da Gramática Gerativa, mais especificamente à luz da Cartografia Estrutural do IP proposta em Belletti (2002), nos concentramos em propor uma estrutura sintática para os dados do PB como um todo. Assim, propomos, nesse projeto, uma estrutura com posições nucleares de Foco e Tópico na periferia de CP e em IP para as sentenças bitransitivas do PB, assumindo o caráter de tópico do elemento que fica entre o verbo e objeto direto quando a ordem dos elementos é VPPNP ou VNPNP respectivamente para o PB e para o PBM. Na sua segunda fase, de caráter mais particular, procuramos encontrar uma explicação para a possibilidade da ausência da preposição nos dados do PBM. Para tanto, usamos como apoio teórico o quadro de um dos recentes desenvolvimentos da Gramática Gerativa, a Morfologia Distribuída (Halle & Marantz,1993). Propomos, então, que as marcas da preposição estão presentes na derivação sintática das sentenças do PBM, havendo, após a sintaxe, uma operação morfológica responsável pelo apagamento dessa preposição..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2010
A Natureza do Léxico e suas Relações com a Morfologia, a Sintaxe e a Semântica
Descrição: Com o objetivo de contribuir para a discussão sobre a formação dos itens lexicais dentro do léxico ou dentro da sintaxe, este projeto investiga a morfologia, a sintaxe e a semântica das expressões lingüísticas procurando descobrir as propriedades essenciais do léxico para, então, determinar se uma gramática que disponha de apenas um componente gerativo poderá dar conta da capacidade gerativa das línguas naturais. No âmbito do projeto são discutidas questões de alternância de modo geral, bem como questões sobre a formação de estruturas nominais, simples e compostas. Em particular, discutem-se questões relacionadas à alternância entre formas sintéticas e analíticas, à alternância ergativa, inergativa, média ou bitransitiva, a nominalizações deverbais ou não, e a verbos denominais, à voz passiva e à formação de estruturas nominais complexas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Morfossintaxe.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2018ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Restrições de localidade nas formações de diminutivo do português brasileiro: mapeando uma relação de dependência entre -inh e gênero. DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 42, p. 483, 2018.

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2018ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; MELO, N. D. . Investigando a estrutura morfossintática das formações em des-X-ar: um enfoque no fenômeno da parassíntese. WORKING PAPERS EM LINGUÍSTICA (ONLINE), v. 19, p. 90, 2018.

3.
SCHER, ANA PAULA2018SCHER, ANA PAULA ; BASSANI, INDAIÁ DE SANTANA ; ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI . A ideia por trás do Colóquio Brasileiro de Morfologia (CBM) e os trabalhos do III CBM publicados neste volume. DELTA. DOCUMENTAÇÃO DE ESTUDOS EM LINGUÍSTICA TEÓRICA E APLICADA (PUCSP. IMPRESSO), v. 34, p. 475-482, 2018.

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2017ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. On the Morphosyntax of Augmentatives in Brazilian Portuguese. REVISTA LETRAS, v. 96, p. 7, 2017.

5.
BARBOSA, J. W. C.2015BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; Ana Paula Scher . Parametric variation observations from Brazilian Portuguese: Is there dative shift in Romance?.. Estudos Linguísticos (Lisboa), v. 11, p. 35-60, 2015.

6.
BASSANI, I. S.2015BASSANI, I. S. ; CARVALHO, J. M. ; BARBOSA, J. W. C. ; MINUSSI, Rafael Dias ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; LAZZARINI CYRINO, J. P. ; RODERO-TAKAHIRA, A. G. . Morfologia sem teleologia: uma resenha de Localism versus Globalism in Morphology and Phonology, de David Embick.. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 13, p. 258, 2015.

7.
Ana Paula Scher2014Ana Paula Scher ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Variação paramétrica e variação dialetal: uma análise para as construções dativas do inglês e do português brasileiro. Revista Veredas, v. 18, p. 138-160, 2014.

8.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2014ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. The non-compositional domain: diminutives and augmentatives in Brazilian Portuguese. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 43, p. 395-410, 2014.

9.
LAZZARINI CYRINO, J. P.2013LAZZARINI CYRINO, J. P. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, R. D. . Sobre o conhecimento enciclopédico de gênero. Cadernos do NEMP, v. 4, p. 105-117, 2013.

10.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2011ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sobre a interação entre as marcas de diminutivo e aumentativo no português brasileiro. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 09, p. 11, 2011.

11.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2010ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças bitransitivas do Português Brasileiro: aspectos informacionais, semânticos e sintáticos. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 39, p. 419-432, 2010.

12.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai;ARMELIN, PAULA ROBERTA GABBAI2008ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; CYRINO, J. P. L. ; SCHER, A. . Morfologia Distribuída: Revendo os Conceitos de Fissão. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 6, p. revel.inf.br, 2008.

Capítulos de livros publicados
1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Classifying Nominals in Brazilian Portuguese: a Unified Account for Gender and Inflectional Class. In: Ludmila Veselovská; Markéta Janebová. (Org.). Complex Visibles Out There: Language Use and Linguistic Structure.. 1ed.Olomouc: Palacký University: , 2014, v. , p. 67-82.

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Notas sobre a alternância entre as preposições a e para em sentenças bitransitivas do português brasileiro. In: Rozana Reigota Naves; Heloisa Maria M. Lima-Salles. (Org.). Estudos Formais da Gramática das Línguas Naturais. 1ed.Gioânia: Cânone Editorial, 2011, v. , p. 268-279.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. O COMPORTAMENTO MORFOLÓGICO E SEMÂNTICO DE VERBOS TERMINADOS EM -ICAR E ?ISCAR NO PORTUGUÊS BRASILEIRO: DIMINUTIVIZAÇAO E PLURALIDADE. In: Abralin, 2016, Natal. Estudos Linguísticos: textos selecionados/ABRALIN-2013. João Pessoa: Ideia, 2013. p. 323.

2.
LAZZARINI CYRINO, J. P. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, Rafael Dias . On the Encyclopedic Knowledge of Gender. In: 9th Mediterranean Morphological Meeting, 2015, Dubrovnik. Proceedings of the Ninth Mediterranean Morphological Meeting, 2015. p. 77.

3.
Ana Paula Scher ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Preposition Absence in Ditransitive Sentences in Brazilian Portuguese. In: IX Workshop on Formal Linguistics, 2013, Rio de Janeiro. Proceedings of the IX Workshop on Formal Linguistics., 2013.

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A Estrutura de Argumentos e a Ordem Linear em Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil. In: I Jornadas de Jóvenes Lingüistas, 2012, Buenos Aires. Actas de las I Jornadas de Jóvenes Lingüistas. Buenos Aires: Editorial de la Facultad de Filosofía y Letras Universidad de Buenos Aires, 2011. p. 165-172.

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Revisitando a bitransitividade no PB. In: V EPOG - Encontro de Pós-Graduandos da FFLCH/USP, 2010, São Paulo. Anais do V EPOG, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Classifying nominals in Brazilian Portuguese: a syntactically unified account for Gender and Inflectional Class. In: lomouc Linguistics Colloquium (Olinco), 2014, Olomouc. Olinco Book of Abstracts, 2014. p. 89-91.

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. On the relation between Gender and Inflectional Class in Brazilian Portuguese: a syntactic account. In: Inflectional Class Day, 2014, Manchester. Abstracts, 2014.

3.
SCHER, A. P. ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Variação Micro- e Macroparamétrica em Construções Dativas : O Caso do Caso no Português Brasileiro. In: XI CELSUL, 2014, Chapecó. Caderno de Programação e Resumos do XI CELSUL, 2014.

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Dispensando diacríticos de Classe Nominal: um tratamento sintático da formação de palavra. In: 25 Jornada Nacional do GELNE (Grupos de Estudos Linguísticos do Nordeste te), 2014, Rio Grande do Norte. Caderno de Programação e Resumos da 25a Jornada do Gelne, 2014.

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Unifying gender and inflectional class: an account for the Brazilian Portuguese nominal system. In: The Olomouc Linguistics Colloquium, 2014, Olomouc. Olomouc Linguistics Colloquium Book of Abstracts, 2014. p. 89-91.

6.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. VERBOS TERMINADOS EM ?ISCAR E ?ICAR NO PORTUGUÊS BRASILEIRO: DIMINUTIVIZAÇÃO E PLURALIDADE. In: VIII Congresso Internacional da Abralin, 2013, Natal. Caderno de Programação e Resumos do VIII Congresso Internacional da Abralin, 2013.

7.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Marcadores de Classe nos Nominais do Português Brasileiro: uma Abordagem Baseada em Traçcos. In: XVI ENAPOL, 2013, São Paulo. Caderno de Resumos XVI ENAPOL: Unidade e Pluralidade Linguística, 2013. p. 57-58.

8.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. O Estatuto Morfossintático de Aumentativos e Diminutivos do Português Brasileiro. In: 61 Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL), 2013, São Paulo. Caderno de Reumos, 2013.

9.
CYRINO, J. P. L. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, Rafael Dias . Sobre o Conhecimento Enciclopédico de Gênero. In: II Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2013, Rio de Janeiro. Resumos do II Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2013.

10.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Investigando a noção de classe nos nominais do português brasileiro. In: Encontro do GT de Teoria da Gramática 2013, 2013, São Paulo. Resumos do Encontro do GT de Teoria da Gramática 2013, 2013.

11.
BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; Ana Paula Scher . Parametric Variation observations from Brazilian Portuguese: is there dative shift in Romance?.. In: Portuguese Linguistics in the United States (PLUS), 2013, Athens. PLUS 2013 abstract booklet, 2013. p. 57-58.

12.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Marcadores de Classe nos Nominais do Português Brasileiro: Uma Abordagem Baseada em Traços. In: XVI Enapol: unidade e pluralidade linguística, 2013, São Paulo. Caderno de Resumos XVI ENAPOL: Unidade e Pluralidade Linguística, 2013. p. 57-58.

13.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. O Estatuto Morfossintático de Aumentativos e Diminutivos Não-Composicionais do Português Brasileiro. In: Sexagésimo Primeiro Seminário do GEL, 2013, São Paulo. Caderno de Programação e Resumos do Sexagésimo Primeiro Seminário do GEL, 2013.

14.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Investigando a noção de classe nos nominais do português brasileiro. In: Encontro Nacional do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática, 2013, São Paulo. Caderno de Programação e Resumos do Encontro Nacional do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática - 2013, 2013.

15.
LAZZARINI CYRINO, J. P. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, Rafael Dias . On the Encyclopedic Knowledge of Gender. In: MMM9 ( Mediterranean Morphology Meeting 9), 2013, Dubrovnik. Proceedings of 9th Mediterranean Morphology Meeting (MMM9), 2013.

16.
BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Variações Paramétricas em Línguas Românicas e Germânicas: uma Análise para as Construções Dativas. In: II Congresso Internacional de Linguística Histórica, 2012, São Paulo. II Congresso Internacional de Linguística Histórica, 2012. p. 702.

17.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A formação de diminutivos no português do Brasil: investigando a distribuição sintática de inho e zinho. In: X Celsul, 2012, Cascavel. Anais do X Celsul, 2012.

18.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. COMPORTAMENTO MORFOLÓGICO E MAPEAMENTO SINTÁTICO: AS PROPRIEDADES DE INHO E ZINHO NA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS DO PB. In: XVII Encontro Nacional da Anpoll, 2012, Niteroi. Anais do XVII Encontro Nacional da Anpoll, 2012.

19.
Ana Paula Scher ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . . Preposition Absence in Ditransitive Sentences in Brazilian Portuguese. In: IX Workshop on Formal Linguistics, 2012, Rio de Janeiro. Anais do IX Workshop on Formal Linguistics, 2012.

20.
Ana Paula Scher ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Ausência de Preposição em Sentenças Bitransitivas do Português da Zona da Mata Mineira: sintaxe, morfologia ou fonologia?. In: Sexagésimo Seminário do GEL, 2012, São Paulo. Caderno de Programação e Resumo do Sexagésimo Seminário do GEL, 2012.

21.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A formação de diminutivos no português do Brasil: localidade e ciclicidade na distribuição de inho e -zinho. 2012. In: XV Enapol, 2012, São Paulo. Anais do XV Enapol, 2012.

22.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A ESTRUTURA SINTÁTICA E A ORDEM LINEAR EM SENTENÇAS BITRANSITIVAS DO PORTUGUÊS DO BRASIL. In: VII Congresso Internacional da ABRALIN, 2011, Curitiba. Anais do VII Congresso Internacional da ABRALIN, 2011.

23.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A SINTAXE DA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS E AUMENTATIVOS NO PORTUGUÊS DO BRASIL. In: 59. Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL), 2011, Bauru. Anais do 59. Seminário do Gel, 2011.

24.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Discutindo a composicionalidade na formação de diminutivos e aumentativos do Português Brasileiro. In: XIV Encontro dos Alunos de Pós-graduação em Linguística da USP (ENAPOL), 2011, São Paulo. Caderno de Resumos do XIV Enapol, 2011.

25.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A INTERAÇÃO ENTRE AS MARCAS DE DIMINUTIVO E AUMENTATIVO NO PORTUGUÊS BRASILEIRO. In: I Colóquio Brasileiro de Morfologia, 2011, Rio Grande do Sul. Caderno de Resumos, 2011.

26.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Identificando a bitransitividade no PB: Ordem e Linearidade. In: I Jornadas de Jóvenes Lingüistas, 2011, Buenos Aires. Caderno de Resumos, 2011.

27.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. INVESTIGANDO OS ASPECTOS SINTÁTICOS DA EXPRESSÃO DE GRAU NO PB. In: Encontro Nacional do Grupo de Trabalho Teoria da Gramática/ GTTG - ANPOLL, 2011, Alagoas. Caderno de Resumos Encontro Nacional da Anpoll, 2011.

28.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Afinal, o que é uma sentença bitransitiva?. In: XVI Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da America Latina (ALFAL), 2011, Alcalá de Henares. Caderno de Resumos do XVI Congresso Internacional da ALFAL, 2011.

29.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Discutindo o neologismo no âmbito da sintaxe: a relação entre o gerúndio e os morfemas de diminutivo. In: II Congresso Internacional de Neologia das Línguas Românicas, 2011, São Paulo. Caderno de Resumos do II Congresso Internacional de Neologia das Línguas Românicas, 2011.

30.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; BARBOSA, J. W. C. . Parametric variation, event framing and morphophonological constraints: a comparative study of datives and double object constructions. In: 8th Workshop on Syntax & Semantics (WoSS8), 2011, Paris. 8th Workshop on Syntax & Semantics (WoSS8), 2011.

31.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. O redobro do clítico em sentenças bitransitivas do espanhol à luz da teoria de movimento por copia. In: 58º Seminário do GEL, 2010, São Carlos. 58 GEL, 2010.

32.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A estrutura de arugmentos em sentenças bitransitivas do Português do Brasil. In: IX CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, 2010, Palhoça. IX CELSUL, 2010.

33.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Revisitando a bitransitividade no Português brasileiro. In: V EPOG - Encontro de Pós-Graduandos da FFLCH/USP, 2010, São Paulo. V EPOG, 2010. p. 273.

34.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sobre a estrutura de argumentos em sentenças bitransitivas do Português do Brasil. In: XXV Encontro da ANPOLL, 2010. XXV Encontro da ANPOLL, 2010.

35.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Argumento, Adjunto ou Aplicado: considerações sobre o estatuto do elemento preposicionado em sentenças bitransitivas do Português Brasileiro. In: XIII Enapol - USP, 2010, São Paulo. Caderno de Resumos XIII Enapol, 2010. v. 01.

36.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Algumas considerações a respeito de Núcleos Funcionais Aplicativos em sentenças bitransitivas do PB. In: XII Enapol: Linguística Contemporânea - Desafiios e Tendências, 2009, São Paulo. XII ENAPOL, 2009.

37.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças bitransitivas do PB: aspectos semânticos, sintáticos e informacionais. In: 57º Grupo de Estudos Lingüísticos - GEL, 2009, Ribeirão Preto. 57 GEL, 2009.

38.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças bitransitivas do português brasileiro: as preposições a e para à luz do sistema de núcleos funcionais aplicativos. In: GT-TG: Encontro do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática, 2009, Brasília. Encontro Nacional do Grupo de Trabalho Teoria da Gramática: Caderno de Resumos, 2009. p. 46-47.

39.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SENTENÇAS BITRANSITIVAS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO: AS PREPOSIÇÕES A E PARA À LUZ DO SISTEMA DE NÚCLEOS FUNCIONAIS APLICATIVOS. In: Enanpoll, 2009, Brasília. Caderno de Resumos do Encontro GT-TG, 2009.

40.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil Revsitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. In: XI Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP ( SIICUSP), 2008, São Paulo. XI SIICUSP, 2008.

41.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. In: 56º Grupo de Estudos Linguisticos - GEL, 2008, São Jośe do Rio Preto. 56 Seminário do Gel, 2008.

42.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. In: XVI Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP ( SIICUSP), 2008, São Paulo. XVI SIICUSP, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
SOUZA. Dalila Maria de ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . O processo de conversão morfológica na interação entre formação de palavras e de sentença. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
MELO, N. D. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Discutindo os limites da hipótese de acategorialidade das raízes. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
GONÇALVES, Lydsson Agostinho ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Verbos depoentes no latim: relação entre as marcas morfológicas e a estrutura argumental. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SCHER, A. P. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . As formações agentivas em -eir- no português brasileiro: uma abordagem sintática. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Marcilese, Mercedes ; Name, Maria Cristina Lobo . Gender marking and morphological awareness in Brazilian Portuguese. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Ana Paula Scher . On the compositionality of agentive nouns with -eir- in Brazilian Portuguese: the interface between syntactic structure and interpretation.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Marcilese, Mercedes ; Name, Maria Cristina Lobo . 48th Linguistic Symposium on Romance Languages (LSRL 48). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
GONÇALVES, Lydsson Agostinho ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Uma proposta de estrutura para a morfologia de voz em latim: voz ativa, não ativa e ausência de voz,. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
MELO, N. D. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Inserção Tardia para raízes: supleção e depoência. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Ana Paula Scher . A interface entre a estrutura sintática e a interpretação de nomes agentivos em -eir. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Marcilese, Mercedes ; Name, Maria Cristina Lobo . O processamento de gênero em nomes do português brasileiro. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
MELO, N. D. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . REVISITANDO A NOÇÃO DE RAIZ ACATEGORIAL NO CONTEXTO TEÓRICO DA MORFOLOGIA DISTRIBUÍDA. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Investigando a não-composicionalidade nas formas diminutivas: uma abordagem localista. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Marcilese, Mercedes ; Name, Maria Cristina Lobo . Um estudo experimental sobre a consciência morfológica da vogal final -o como marca de gênero nos nominais do português brasileiro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Deriving non-compositional interpretation in diminutive and augmentative formation: a localist approach to meaning. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Mapping a dependence relation between diminutive and nominal structure. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A Relação entre Gênero e Morfologia Avaliativa nos Nominais do Português Brasileiro Uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sobre a relação estrutural entre diminutivo e Gênero nos nominais do português brasileiro: considerações localistas.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Mapping a dependence relation between diminutive and nominal structure. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Comportamento morfossintático dos pares -inho/-zinho e -ão/-zão: um ou dois morfemas? - Conciliando a controvérsia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. The Double Status of the Consonant /z/ in Brazilian Portuguese Diminutive and Augmentative Formation. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Accounting for Theme Vowels in Brazilian Portuguese: No Root Diacritics and no Morphological Well-Formedness Requirements. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. On the relation between Gender and Inflectional Class in Brazilian Portuguese: a syntactic account. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Unifying gender and inflectional class: an account for the Brazilian Portuguese nominal system. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Locality issues in diminutive formation. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
Ana Paula Scher ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Micro- and macroparametric variation in datives: the case of Brazilian Portuguese Case. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Dispensando diacríticos de Classe Nominal: um tratamento sintático da formação de palavra. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
SCHER, A. P. ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Variação Micro- e Macroparamétrica em Construções Dativas : O Caso do Caso no Português Brasileiro. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Classifying nominals in Brazilian Portuguese: a syntactically unified account for Gender and Inflectional Class. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Verbos terminados em -iscar-icar no Português Brasileiro: Diminutivização e Pluralidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
CYRINO, J. P. L. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, Rafael Dias . Sobre o Conhecimento Enciclopédico de Gênero. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Revisitando a Noção de Vogal Temática nos Nominais do Português Brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

33.
Ana Paula Scher ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Parametric Variation observations from Brazilian Portuguese: is there dative shift in Romance?.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. On the limits between gender and theme vowel in Brazilian Portuguese Nominals. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

35.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Hipóteses sobre Gênero e Vogal Temática nos Nominais do Português Brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Marcadores de Classe nos Nominais do Português Brasileiro: Uma Abordagem Baseada em Traços. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. O Estatuto Morfossintático de Aumentativos e Diminutivos Não-Composicionais do Português Brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Investigando a noção de classe nos nominais do português brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
LAZZARINI CYRINO, J. P. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai ; MINUSSI, Rafael Dias . On The Encyclopedic Knowledge of Gender. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

40.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. ?A formação de diminutivos no português do Brasil: investigando a distribuição sintática de ?inho e ?zinho?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

41.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. COMPORTAMENTO MORFOLÓGICO E MAPEAMENTO SINTÁTICO: AS PROPRIEDADES DE ?INHO E ?ZINHO NA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS DO PB. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
SCHER, A. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Preposition Absence in Ditransitive Sentences in Brazilian Portuguese. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
Ana Paula Scher ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Ausência de Preposição em Sentenças Bitransitivas do Português da Zona da Mata Mineira: sintaxe, morfologia ou fonologia?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; BARBOSA, J. W. C. . Variações Paramétricas em Línguas Românicas e Germânicas: uma Análise para as Construções Dativas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A formação de diminutivos no português do Brasil: localidade e ciclicidade na distribuição de ?inho e -zinho. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

46.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A ESTRUTURA SINTÁTICA E A ORDEM LINEAR EM SENTENÇAS BITRANSITIVAS DO PORTUGUÊS DO BRASIL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

47.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A SINTAXE DA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS E AUMENTATIVOS NO PORTUGUÊS DO BRASIL. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Investigando a distribuição de -inho e ?zinho em dados de diminutivo do PB Análises em Teoria da Otimidade e em Morfologia Distribuída. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

49.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Discutindo a composicionalidade na formação de diminutivos e aumentativos do Português Brasileiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

50.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SOBRE A INTERAÇÃO ENTRE AS MARCAS DE DIMINUTIVO E AUMENTATIVO NO PORTUGUÊS BRASILEIRO. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

51.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Identificando a bitransitividade no PB: Ordem e Linearidade. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. INVESTIGANDO OS ASPECTOS SINTÁTICOS DA EXPRESSÃO DE GRAU NO PB. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

53.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. AFINAL, O QUE É UMA SENTENÇA BITRANSITIVA?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

54.
BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . Parametric variation, event framing and morphophonological constraints: a comparative study of datives and double object constructions. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

55.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Discutindo o neologismo no âmbito da sintaxe: a relação entre o gerúndio e os morfemas de diminutivo. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

56.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Syntax revisiting Morphophonological controversies: predicting the distribution of ?inho and ?zinho diminutives in Brazilian Portuguese. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

57.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. "Sobre a Estrutura de Argumentos em Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil". 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

58.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. " O Redobro do Clítico em Sentenças Bitransitivas do Espanhol à Luz da Teoria de Movimento por Cópia". 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

59.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; SCHER, A. . ?A Estrutura de Argumentos em Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil: Aspectos Semânticos da Alternância de Preposição?.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

60.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Argumento, Adjunto ou Aplicado: considerações sobre o estatuto do elemento preposicionado em sentenças bitransitivas do Português Brasileiro. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

61.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Revisitando a Bitransitividade no PB. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

62.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. A bitransitividade e os argumentos aplicados: revisitando dados do PB. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

63.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. SENTENÇAS BITRANSITIVAS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO: AS PREPOSIÇÕES A E PARA À LUZ DO SISTEMA DE NÚCLEOS FUNCIONAIS APLICATIVOS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

64.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Argumento, adjunto ou aplicado: considera ̧co ̃es sobre o estatuto do elemento preposicionado em senten ̧cas bitransitivas do Portugu?es do Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

65.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

66.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Bitransitividade e Cartografia nos dados do PB. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Membro do Comité Avaliador de Resumos do IV Colóquio Brasileiro de Morfologia (UFBA - 2018). 2018.

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Revista de Estudos da Linguagem (RELIN, UFMG) - ISSN 2237-2083. 2017.

3.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Membro do Comité Avaliador dos Anais do X Congresso Internacional da ABRALIN (UFF - 2017). 2017.

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Revista de Estudos Linguísticos VEREDAS - ISSN 1982-2243. 2017.

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Revista Letras (UFPR) - ISSN 2236-0999. 2017.

6.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Caderno de Estudos Linguísticos (CEL,Unicamp) - ISSN 2447-0686. 2017.

7.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Revista de Estudos Linguísticos e Literários (UFBA) - ISSN 2176-4794. 2016.

8.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Parecerista ad hoc Revista Linguística (UFRJ) - ISSN 2238-975X. 2016.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
Ana Paula Scher ; BASSANI, I. S. ; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai . DELTA. 2018. (Editoração/Periódico).

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Os Diminutivos e Aumentativos do Português Brasileiro: Uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras. 2015. (Relatório de pesquisa).

3.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Os Diminutivos e Aumentativos do Português Brasileiro: Uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras. 2013. (Relatório de pesquisa).

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivias Revisitadas à Luz da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos. 2011. (Dissertação de Mestrado).

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil Revisitadas à Luz da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos. 2010. (Relatório de pesquisa).

6.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos. 2010. (Relatório de Qualificação de Mestrado).

7.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. 2008. (Relatório de pesquisa).

8.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. 2007. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Name, Maria Cristina Lobo; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; Fonseca, Aline Alves; BASSANI, I. S.. Participação em banca de Raquel Cristina Moreira de Souza. Verbos inacusativos e inergativos no PB: a interface sintaxe-prosódia. 2018 - Universidade Federal de Juiz de Fora.

2.
LESSA-DE-OLIVEIRA, A. S. C.; TEMPONI, C. N.; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Participação em banca de Marcelo Meira Alves. A categoria tempo na Libras e na interlíngua Português-Libras: aquisição do Português escrito como L2 por surdos. 2017. Dissertação (Mestrado em LINGUÍSTICA) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Teses de doutorado
1.
Name, Maria Cristina Lobo; Marcilese, Mercedes; Salgado, Ana Cláudia Peters; AUGUSTO, M. R.; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; LOPES, R. E. V.. Participação em banca de Daniele Souza de Leite Molina. Aquisição da linguagem e variação linguística: um estudo sobre a flexão verbal variável na aquisição do PB. 2018.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
EL-JAICK, Ana Paula Grillo; ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; OLIVEIRA, Marcos Vinicius Ferreira de. Seleção para Professor Substituto - Faculdade de Letras (Processo no 23071.011004/2017-31). 2017. Universidade Federal de Juiz de Fora.

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai; EL-JAICK, Ana Paula Grillo; OLIVEIRA, Marcos Vinicius Ferreira de. Seleção para Professor Substituto - Processo n. 23071.008999/2015-91 - Faculdade de Letras. 2015. Universidade Federal de Juiz de Fora.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
3rd EISSI ? Syntax and Semantics, Interfaces & Cognition. On the compositionality of agentive nouns with -eir- in Brazilian Portuguese: the interface between syntactic structure and interpretation. 2018. (Congresso).

2.
48th Linguistic Symposium on Romance Languages (LSRL 48). Gender marking and morphological awareness in Brazilian Portuguese. 2018. (Congresso).

3.
Alfalito 2018 - Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da América Latina. Uma proposta de estrutura para a morfologia de voz em latim: voz ativa, não ativa e ausência de voz,. 2018. (Congresso).

4.
Encontro Nacional do Grupo de Trabalho de Teoria da Gramática ? GT-TG ? Anpoll,.REVISITANDO A NOÇÃO DE RAIZ ACATEGORIAL NO CONTEXTO TEÓRICO DA MORFOLOGIA DISTRIBUÍDA. 2018. (Encontro).

5.
IV Congresso Brasileiro de Morfologia. As formações agentivas em -eir- no português brasileiro: uma abordagem sintática. 2018. (Congresso).

6.
VI Simpósio Mundial de Estudos de Língua Portuguesa.Um estudo experimental sobre a consciência morfológica da vogal final -o como marca de gênero nos nominais do português brasileiro. 2017. (Simpósio).

7.
Encontro do Núcleo de Estudos em Aquisição da Linguagem e Processamento.A Relação entre Gênero e Morfologia Avaliativa nos Nominais do Português Brasileiro Uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras. 2016. (Encontro).

8.
Nominals. Mapping a dependence relation between diminutive and nominal structure. 2016. (Congresso).

9.
V Congresso Internacional de Estudos Linguísticos. Deriving non-compositional interpretation in diminutive and augmentative formation: a localist approach to meaning. 2016. (Congresso).

10.
III Colóquio Brasileiro de Morfologia. Comportamento morfossintático dos pares -inho/-zinho e -ão/-zão: um ou dois morfemas? - Conciliando a controvérsia. 2015. (Congresso).

11.
III Congresso Internacional de Estudos Linguísticos (CIEL). The Double Status of the Consonant /z/ in Brazilian Portuguese Diminutive and Augmentative Formation. 2015. (Congresso).

12.
IX Congresso Internacional da Abralin. Sobre a relação estrutural entre diminutivo e Gênero nos nominais do português brasileiro: considerações localistas.. 2015. (Congresso).

13.
25 Jornada Nacional do GELNE (Grupos de Estudos Linguísticos do Nordeste te). Dispensando diacríticos de Classe Nominal: um tratamento sintático da formação de palavra. 2014. (Congresso).

14.
Ditransitive constructions in a cross-linguistic perspective - held in Connection with Syntax of the World's Languages VI (SWL6). Micro- and macroparametric variation in datives: the case of Brazilian Portuguese Case. 2014. (Congresso).

15.
Inflectional Class Day.On the relation between Gender and Inflectional Class in Brazilian Portuguese: a syntactic account. 2014. (Encontro).

16.
Queen Mary University Linguistics Postgraduate Conference 2014. Locality issues in diminutive formation. 2014. (Congresso).

17.
The Olomouc Linguistics Colloquium. Classifying nominals in Brazilian Portuguese: a syntactically unified account for Gender and Inflectional Class. 2014. (Congresso).

18.
The University of Edinburgh Linguistics and English Language Postgraduate Conference. Unifying gender and inflectional class: an account for the Brazilian Portuguese nominal system. 2014. (Congresso).

19.
Workshop on Ibero-Romance Phonology and Morphology UCL Linguistics in association with SOAS and the London Phonology Seminar. Accounting for Theme Vowels in Brazilian Portuguese: No Root Diacritics and no Morphological Well-Formedness Requirements. 2014. (Congresso).

20.
XI CELSUL. Variação Micro- e Macroparamétrica em Construções Dativas : O Caso do Caso no Português Brasileiro. 2014. (Congresso).

21.
Encontro Nacional do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática.Investigando a noção de classe nos nominais do português brasileiro. 2013. (Encontro).

22.
Escola de Inverno em Linguística Formal.Revisitando a Noção de Vogal Temática nos Nominais no Português Brasileiro. 2013. (Outra).

23.
II Colóquio Brasileiro de Morfologia. Sobre o Conhecimento Enciclopédico de Gênero. 2013. (Congresso).

24.
Mind in Society Launch Event.On the limits between gender and theme vowel in Brazilian Portuguese Nominals. 2013. (Encontro).

25.
MMM9 ( Mediterranean Morphology Meeting 9). On the encyclopedic Knowledge of Gender. 2013. (Congresso).

26.
Portuguese Linguistics in the United States (PLUS). Parametric Variation observations from Brazilian Portuguese: is there dative shift in Romance?.. 2013. (Congresso).

27.
Sexagésimo Primeiro Seminário do GEL.O Estatuto Morfossintático de Aumentativos e Diminutivos Não-Composicionais do Português Brasileiro. 2013. (Seminário).

28.
VIII Congresso Internacional da Abralin. VERBOS TERMINADOS EM ?ISCAR E ?ICAR NO PORTUGUÊS BRASILEIRO: DIMINUTIVIZAÇÃO E PLURALIDADE. 2013. (Congresso).

29.
Workshop em Morfologia Distribuída.Hipóteses Sobre Gênero e Vogal Temática nos Nominais do Português Brasileiro. 2013. (Encontro).

30.
XVI Enapol: unidade e pluralidade linguística. Marcadores de Classe nos Nominais do Português Brasileiro: Uma Abordagem Baseada em Traços. 2013. (Congresso).

31.
I Dia da Morfologia: jornada em comemoração aos 216 anos do termo 'Morfologia'. 2012. (Outra).

32.
II Congresso Internacional de Linguística Histórica. Variações Paramétricas em Línguas Românicas e Germânicas: uma Análise para as Construções Dativas. 2012. (Congresso).

33.
IX Workshop on Formal Linguistics.Preposition Absence in Ditransitive Sentences in Brazilian Portuguese. 2012. (Seminário).

34.
Sexagésimo Seminário do GEL.Ausência de Preposição em Sentenças Bitransitivas do Português da Zona da Mata Mineira: sintaxe, morfologia ou fonologia?. 2012. (Seminário).

35.
Sexagésimo Seminário do GEL.Título do trabalho: AUSêNCIA DE PREPOSIçãO EM SENTENçAS BITRANSITIVAS NO PORTUGUÊS DA ZONA DA MATA MINEIRA: SINTAXE, MORFOLOGIA OU FONOLOGIA?. 2012. (Seminário).

36.
X CELSUL. ?A formação de diminutivos no português do Brasil: investigando a distribuição sintática de ?inho e ?zinho?. 2012. (Congresso).

37.
XXVII Encontro Nacional da Anpoll. COMPORTAMENTO MORFOLÓGICO E MAPEAMENTO SINTÁTICO: AS PROPRIEDADES DE ?INHO E ?ZINHO NA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS DO PB. 2012. (Congresso).

38.
59. Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL).SOBRE A SINTAXE DA FORMAÇÃO DE DIMINUTIVOS E AUMENTATIVOS NO PORTUGUÊS DO BRASIL. 2011. (Seminário).

39.
8th Workshop on Syntax & Semantics (WoSS8). Syntax revisiting Morphophonological controversies: predicting the distribution of ?inho and ?zinho diminutives in Brazilian Portuguese. 2011. (Congresso).

40.
8th Workshop on Syntax & Semantics (WoSS8). Parametric variation, event framing and morphophonological constraints: a comparative study of datives and double object constructions. 2011. (Congresso).

41.
Colóquio Brasileiro de Morfologia. SOBRE A INTERAÇÃO ENTRE AS MARCAS DE DIMINUTIVO E AUMENTATIVO NO PORTUGUÊS BRASILEIRO. 2011. (Congresso).

42.
Encontro Nacional do Grupo de Trabalho Teoria da Gramática/ GTTG - ANPOLL.INVESTIGANDO OS ASPECTOS SINTÁTICOS DA EXPRESSÃO DE GRAU NO PB. 2011. (Encontro).

43.
I Encontro de Morfologia Distribuída do Nordeste. Investigando a distribuição de -inho e ?zinho em dados de diminutivo do PB : Análises em Teoria da Otimidade e em Morfologia Distribuída. 2011. (Congresso).

44.
II Congresso Internacional de Neologia das Línguas Românicas. Discutindo o neologismo no âmbito da sintaxe: a relação entre o gerúndio e os morfemas de diminutivo. 2011. (Congresso).

45.
I Jornadas de Jóvenes Lingüistas. Identificando a bitransitividade no PB: Ordem e Linearidade. 2011. (Congresso).

46.
Palestra: Linguística Cognitiva, conquistas e desafios: balanço de três décadas. Tardes de Linguística. Prof. Margarida Salomão. UFJF.. 2011.. 2011. (Outra).

47.
VII Congresso Internacional da ABRALIN. SOBRE A ESTRUTURA SINTÁTICA E A ORDEM LINEAR EM SENTENÇAS BITRANSITIVAS DO PORTUGUÊS DO BRASIL. 2011. (Congresso).

48.
XIV Encontro dos Alunos de Pós-graduação em Linguística da USP (ENAPOL).Discutindo a composicionalidade na formação de diminutivos e aumentativos do Português Brasileiro. 2011. (Encontro).

49.
XVI Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da America Latina (ALFAL). AFINAL, O QUE É UMA SENTENÇA BITRANSITIVA?. 2011. (Congresso).

50.
58º Seminário do GEL.O redobro do clítico em sentenças bitransitivas do Espanhol à luz da teoria de movimento por cópia. 2010. (Seminário).

51.
A interface Fonologia-Morfologia no Português do Brasil (Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Seung Hwa Lee). 2010. (Outra).

52.
Conceptualizing Metaphors versus Embodying the Language - Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Cornejo Alarcón. 2010. (Seminário).

53.
Embedded Sentences: Historical and Syntatic Perspectives ( Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Uli Sauerland). 2010. (Outra).

54.
Embedded Sentences: the acquisition Perspective (Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Uli Sauerland). 2010. (Outra).

55.
Hipotetizandinho acerca do caráter infixal do morfema de diminutivo no português brasileiro ( Palestra Ministrada pelo Prof. Dr. Maximiliano Guimarães). 2010. (Outra).

56.
Intersubjectivity as Co-phenomenology: From the Holism of Meaning to the Being-in-the-world-with-others - Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Cornejo Alarcón da Universidade Católica do Chile. 2010. (Seminário).

57.
I Workshop de Linguas Indígenas da USP. 2010. (Congresso).

58.
IX CELSUL - Círculo de Estudos Linguísticos do Sul. A Estrutura de Argumentos em Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil: Aspectos Semânticos da Alternância de Preposição. 2010. (Congresso).

59.
Significado, contexto y experiencia: Evidencias conductuales y electrofisiológicas del holismo del significado - Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Cornejo Alarcón. 2010. (Seminário).

60.
Two Sides of the Same Coin - Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Cornejo Alarcón. 2010. (Seminário).

61.
V EPOG - Encontro de Pós-Graduandos da FFLCH/USP. Revisitando a bitransitividade no português do Brail. 2010. (Congresso).

62.
VII Workshop on Formal Linguistics. 2010. (Congresso).

63.
Who Says What the Words Say? The Problem of Linguistic Meaning in Psychology - Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Carlos Cornejo Alarcón. 2010. (Seminário).

64.
XIII Enapol - USP. Argumento, Adjunto ou Aplicado: considerações sobre o estatuto do elemento preposicionado em sentenças bitransitivas do Português Brasileiro. 2010. (Congresso).

65.
XXV Encontro da ANPOLL. Sobre a estrutura de argumentos em sentenças bitransitivas do português brasileiro. 2010. (Congresso).

66.
57º Grupo de Estudos Lingüísticos - GEL. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro: aspectos semânticos, sintáticos e informacionais. 2009. (Congresso).

67.
Análise da Conversa Etnometodológica: o domínio da linguagem natural como fundamento da ação social (Palestra ministrada pelo Prof. Dr. Pedro Garcez). 2009. (Outra).

68.
Aquisição de Forma de Prestígio: o Papel do Gênero em Tempo Real ( Palestra ministrada pelo Prof. Livre Docente Anthony Naro e pela Profa. Dra. Maria Marta Pereira Scherre). 2009. (Outra).

69.
Dimensões Linguísticas da Concordância Verbbal: um estudo em tempo real ( Palestra ministrada pelo Prof. Livre Docente Anthony Naro e pela Profa. Dra. Maria Marta Pereira Scherre). 2009. (Outra).

70.
GT-TG: Encontro do Grupo de Trabalho em Teoria da Gramática. Sentenças bitransitivas do português brasileiro: as preposições a e para à luz do sistema de núcleos funcionais aplicativos. 2009. (Congresso).

71.
III Workshop do Projeto Temático "Sintaxe Gerativa do Português Brasileiro na Entrada do Século XXI: Minimalismo e Interfaces". 2009. (Seminário).

72.
Morfologia Distribuída - Algumas notas sobre compostos em português brasileiro e em libras ( Palestra Ministrada pela Profa. Dra. Maria Cristina Figueredo Silva). 2009. (Outra).

73.
Pseudo-Clivadas - Palestra ministrada pelo prof. dr. Carlos Mioto. 2009. (Outra).

74.
Reflexões sobre o imperativo e os subsistemas dos pronomes você/tu no português brasileiro ( palestra ministrada pelo Prof. Livre Docente Anthony Naro e pela Profa. Dra. Maria Marta Pereira Scherre). 2009. (Outra).

75.
Workshop em Estrutura Argumental. 2009. (Seminário).

76.
XII Enapol: Linguística Contemporânea - Desafiios e Tendências. Algumas considerações a respeito de Núcleos Funcionais Aplicativos em Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro. 2009. (Congresso).

77.
56º Grupo de Estudos Linguisticos - GEL. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. 2008. (Congresso).

78.
XI Enapol: Caminhos do Lingüísta - Manual de Sobrevivência. 2008. (Congresso).

79.
XVI Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP ( SIICUSP).Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil Revisitadas à Luz da Cartografia Estrutural do IP. 2008. (Simpósio).

80.
X Enapol: Os Clássicos da Lingüística e a Pesquisa Atual. 2007. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. III Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2015. (Congresso).

2.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. 2º.Seminário de Programas de Pós-graduação da Área de Letras e Linguística: identidades, convergências e perspectivas. 2013. (Outro).

3.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Sexagésimo Seminário do GEL. 2012. (Congresso).

4.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. XIII Encontro dos Alunos de Pós-Graduação da USP. 2010. (Congresso).

5.
ARMELIN, Paula Roberta Gabbai. Tardes de Linguística na USP. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Nilton Duarte Melo. Supleção verbal. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Federal de Juiz de Fora. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Carina Karolina Vieira de Matos. Classes de palavras revisitadas: a estrutura dos particípios. Início: 2018 - Universidade Federal de Juiz de Fora, Pró Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa da UFJF. (Orientador).

2.
Lydsson Agostinho Gonçalves. Classes de palavras revisitadas: a natureza dos verbos depoentes do latim (Fase 2). Início: 2018 - Universidade Federal de Juiz de Fora. (Orientador).

3.
Dalila Maria de Souza. Revisitando o processo de conversão morfológica. Início: 2018 - Universidade Federal de Juiz de Fora, Pró Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa da UFJF. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Raquel Cristina Moreira de Souza. Verbos inergativos e inacusativos no PB: a interface sintaxe-prosódia. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Juiz de Fora, . Coorientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.

Iniciação científica
1.
Lydsson Agostinho Gonçalves. Classes de palavras revisitadas: a natureza dos verbos depoentes do latim. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.

2.
Dalila Maria de Souza. Classes de palavras revisitadas: revistando a conversão morfológica. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.

3.
Nilton Duarte Melo. A estrutura morfossintática das formações em des-X-ar: revisitando o fenômeno da parassíntese (Fase 2). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Português) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Pró-reitoria de pesquisa/UFJF. Orientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.

4.
Warley José Daniel da Silva. A morfossintaxe dos advérbios em -mente. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Letras) - Universidade Federal de Juiz de Fora. Orientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.

5.
Nilton Duarte Melo. A estrutura morfossintática das formações em des-X-ar: revisitando o fenômeno da parassíntese. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Letras) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Pró-reitoria de pesquisa/UFJF. Orientador: Paula Roberta Gabbai Armelin.



Outras informações relevantes


01 - Sócia da Associación de Lingüística y Filologia de América Latina (ALFAL). 
02 - Sócia da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). 
03 - Sócia do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL). 
04 - Sócia do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste (GELNE). 
05 - Membro do Grupo de Estudos em Morfologia Distribuída da Universidade de São Paulo (GREMD/USP).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/10/2018 às 23:45:28