Patrícia Kerches Rogeri

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9483429336530494
  • Última atualização do currículo em 17/01/2019


Possui graduação em Biologia, bacharelado e licenciatura, pela Universidade Federal de São Carlos (2008) e mestrado em Ecologia pela Unicamp (2011) e doutorado pela UNESP - Rio Claro (2018). Tem experiência em temas relacionados à deres de interação animal-planta, ecologia do indivíduo, ecologia do movimento, teoria do forrageamento ótimo e comportamento animal. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Patrícia Kerches Rogeri
Nome em citações bibliográficas
ROGERI, P. K.;ROGERI, PATRÍCIA K.;KERCHES ROGERI, PATRICIA;Kerches-Rogeri, Patricia;Kerches-Rogeri, P

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Rio Claro, Departamento de Ecologia.
Av. 24-A, 1515, UNESP - Universidade do Estado de São Paulo, Departamento de Ecologia, Laboratório de Ecologia Evolutiva
Jardim Bela Vista
13506900 - Rio Claro, SP - Brasil
Telefone: (16) 33518385
URL da Homepage: http://ib.rc.unesp.br/#!/departamentos/ecologia/pos-graduacao-em-ecologia-e-biodiversidade/


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2018
Doutorado em Pós-graduação em Ecologia e Biodiversidade.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
com período sanduíche em University of Helsinki (Orientador: Otso Ovanskainen).
Título: Especialização individual no uso do espaço e dieta no morcego frugívoro Sturnira lilium, Ano de obtenção: 2018.
Orientador: Márcio Silva Araújo.
Coorientador: Milton Cézar Ribeiro.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Ecologia do Movimento; Especialização individual; Morcegos; Dispersão de Sementes; Comportamento Animal.
Grande área: Ciências Biológicas
2009 - 2011
Mestrado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Especialização individual no uso do espaço em morcegos frugívoros,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Sérgio Furtado dos Reis.
Coorientador: Marco Aurelio Ribeiro de Mello.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2004 - 2008
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Morcegos frugívoros realizam dispersão de sementes direcionada?.
Orientador: Marco Aurelio Ribeiro de Mello.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Introdução ao Uso do R e suas aplicações estatísticas na Bio da Conservação. (Carga horária: 80h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
2016 - 2016
Modelagem de Nicho Ecológico no R. (Carga horária: 30h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2016 - 2016
Introdução à Estatística Bayesiana.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2011 - 2011
Introdução à análise de dados em Ciências Biológicas. (Carga horária: 16h).
Guilda Cursos, GUILDA CURSOS, Brasil.
2008 - 2008
Manejo e monitoramento de morcegos em áreas urban. (Carga horária: 6h).
Sociedade Brasileira de Mastozoologia, SBMZ, Brasil.
2008 - 2008
Especialização individual em populações naturais. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Curso Ibero Americano de Frugivoria e Dispersão de Sementes. (Carga horária: 120h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2007 - 2007
Estrutura e Dinâmica de Redes Ecológicas. (Carga horária: 14h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2007 - 2007
Polinizadores e Interação Inseto-Planta. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2007 - 2007
Ecologia/Conservação/História Natural de Serpentes. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2007 - 2007
Práticas inovadoras no Ensino da Educação Ambienta. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2007 - 2007
Noções básicas sobre primeiros socorros. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2007 - 2007
Introdução ao sensoriamento remoto. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2006 - 2006
Introdução à pesquisa com cetáceos. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2006 - 2006
Princípios Básicos de Etologia e Aplicações. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2004 - 2004
A ecologia dos mamíferos aquáticos. (Carga horária: 4h).
Sociedade de Estudos e Pesquisas em Ecossistemas Aquáticos, SEPEA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutoranda, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Prefeitura Municipal de Vinhedo, PM Vinhedo, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora Contratada PEBII: Ciências

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora Contratada PEBII: Ciências


Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, SEESP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor contratado, Carga horária: 22


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2013 - 2018
Especialização individual no uso do espaço e dieta no morcego frugívoro Sturnira lilium
Descrição: A maior parte dos estudos em ecologia trata indivíduos coespecíficos como equivalentes. No entanto, tem sido crescente o número de estudos que verificaram que os indivíduos de uma mesma população podem utilizar diferentes subconjuntos do total de recursos utilizados por sua população, o que foi definido como especialização individual. Morcegos frugívoros são importantes dispersores de sementes e a especialização individual no uso do espaço e na dieta traz consequências para essa função ecológica. No presente estudo verificamos a presença de variação interindividual no uso do espaço e de especialização individual na dieta no morcego frugívoro Sturnira lilium e investigamos possíveis mecanismos dessa variação. Para isso, 28 indivíduos adultos foram capturados em rede de neblina e marcados com radiotransmissores monitorados por meio de receptores fixos (?dataloggers?) distribuídos pela área de estudo de acordo com características da paisagem. Estudamos a dieta desses mesmos indivíduos a partir de amostras fecais, com foco na análise das sementes presentes e amostras de pelos por meio de análise de isótopos estáveis de carbono e nitrogênio. Para investigar um possível mecanismo gerador dessa variação, estabelecemos a ordem dos itens alimentares para cada indivíduo, por meio da razão entre o conteúdo energético e o tempo de manipulação de cada recurso (Teoria de Forrageamento Ótimo). Para isso, realizamos experimentos com 30 indivíduos para medir o tempo de manipulação dos recursos. Também medimos o conteúdo energético dos frutos. Encontramos variação interindividual no uso do espaço e movimento sumarizada em síndromes de movimento: indivíduos generalistas de habitat associados com frutos de Piper e indivíduos especialistas em áreas abertas associados com frutos de Solanum. Verificamos que os indivíduos variam principalmente no consumo de insetos, com indivíduos muito frugívoros e indivíduos onívoros. A análise de isótopos estáveis indicou que o fruto mais consumido pelos indivíduos, Solanum, não foi o fruto mais rentável energeticamente segundo os experimentos para metade dos indivíduos, para os quais o fruto mais rentável foi Piper. Isso pode acontecer por competição interespecífica, uma vez que existem outras espécies de morcegos que consomem os mesmos recursos. Estes resultados sugerem que a diferença na ordem de preferência dos recursos, somada à competição interespecífica e características comportamentais parecem ser os mecanismos geradores dos padrões de movimento e uso do espaço observados nesta população do morcego frugívoro S. lilium em uma paisagem fragmentada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Especialização individual no uso do espaço por morcegos frugívoros
Descrição: Estudos recentes têm sugerido especialização individual no uso de diferentes recursos por populações de animais. Em paisagens heterogêneas, é provável que ocorra também especialização individual no uso do espaço. Para testar essa hipótese, estudei uma população do morcego frugívoro Sturnira lilium (Chiroptera: Phyllostomidae) em uma área de cerrado no sudeste do Brasil. Hipotetizei também que essa especialização individual deveria decorrer indiretamente de uma especialização individual na dieta e diretamente de diferenças na distribuição espacial das principais plantas-alimento na área. Monitorei por radiotelemetria 13 indivíduos de S. lilium de junho a agosto de 2009 e de junho a agosto de 2010. Para medir a variação interindividual no uso do espaço, usei uma metodologia baseada em redes complexas. Com uma imagem de satélite de alta resolução da área de estudo, determinei 13 subáreas de acordo com o tipo predominante de habitat. Nessas subáreas, estimei a densidade das principais plantas-alimento de S. lilium e contei o número de pontos de atividade estimados para cada indivíduo. As áreas de uso totais estimadas variaram de 4 a 457 ha (110 ± 126,8). Observei grande variação interindividual no uso de áreas nucleares de forrageio (E = 0,80), porém sem agrupamento ou superdispersão (Cws = -0,115). A variação encontrada não foi explicada por sexo ou peso. Dois indivíduos concentraram sua atividade em subáreas com maior densidade de Solanaceae, quatro em subáreas com maior densidade de Piperaceae, e um em subáreas com maior densidade de Cecropiaceae. Estes resultados corroboram a hipótese de especialização individual no uso do espaço pela população de S. lilium estudada, estando a especialização ligada à dieta e à distribuição espacial das plantas-alimento. Essas variações interindividuais podem ter consequências sobre a forma como morcegos S. lilium prestam serviços ambientais de dispersão de sementes e conectam elementos de paisagens fragmentadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
Morcegos Frugívoros Realizam Dispersão de sementes direcionada?
Descrição: A dispersão de sementes é considerada um mutualismo entre organismos de vida livre. Os benefícios para os animais são bem compreendidos, porém as vantagens para as plantas não são tão evidentes. Pretendo estudar nesse trabalho mais detalhadamente a ?hipótese da dispersão direcionada? que tem como base o comportamento de forrageio dos frugívoros, que implicaria na deposição das sementes preferencialmente em ?locais seguros?. Morcegos da família Phyllostomidae são excelentes modelos para testar hipóteses dentro desse contexto, pois apresentam subfamílias de frugívoros especialistas e oportunistas. Assim, este projeto almeja responder se morcegos frugívoros especialistas realizam dispersão direcionada. Os animais serão capturados, marcados com radiotransmissores e monitorados para se localizar áreas nucleares de repouso e forrageio, e também abrigos diurnos e noturnos (de alimentação). Além disso, analisarei os locais dos abrigos noturnos, a fim de testar se neles há maior densidade de plântulas de diferentes espécies e maior concentração de nutrientes no solo, em relação a pontos aleatórios. Espero observar que frugívoros especialistas levam sementes preferencialmente para abrigos noturnos que funcionam como locais seguros, aumentando assim a chance de elas germinarem e se estabelecerem. (AU).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Comportamento Animal.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Interação animal-planta.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Movimento Animal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GONÇALVES, FERNANDO2018GONÇALVES, FERNANDO BOVENDORP, RICARDO S. BECA, GABRIELLE BELLO, CAROLINA COSTA-PEREIRA, RAUL MUYLAERT, RENATA L. RODARTE, RAISA R. VILLAR, NACHO SOUZA, RAFAEL GRAIPEL, MAURÍCIO E. CHEREM, JORGE J. FARIA, DEBORAH BAUMGARTEN, JULIO ALVAREZ, MARTÍN R. VIEIRA, EMERSON M. CÁCERES, NILTON PARDINI, RENATA LEITE, YURI L. R. COSTA, LEONORA P. MELLO, MARCO A. R. FISCHER, ERICH PASSOS, FERNANDO C. VARZINCZAK, LUIZ H. PREVEDELLO, JAYME A. CRUZ-NETO, ARIOVALDO P. , et al.CARVALHO, FERNANDO PERCEQUILLO, ALEXANDRE R. PAVIOLO, AGUSTIN NAVA, ALESSANDRA DUARTE, JOSÉ M. B. DE LA SANCHA, NOÉ U. BERNARD, ENRICO MORATO, RONALDO G. RIBEIRO, JULIANA F. BECKER, RAFAEL G. PAISE, GABRIELA TOMASI, PAULO S. VÉLEZ-GARCIA, FELIPE MELO, GERUZA L. SPONCHIADO, JONAS CEREZER, FELIPE BARROS, MARÍLIA A. S. DE SOUZA, ALBÉRICO Q. S. DOS SANTOS, CINTHYA C. GINÉ, GASTÓN A. F. Kerches-Rogeri, Patricia WEBER, MARCELO M. AMBAR, GUILHERME CABRERA-MARTINEZ, LUCÍA V. ERIKSSON, ALAN SILVEIRA, MAURÍCIO SANTOS, CAROLINA F. ALVES, LUCAS BARBIER, EDER REZENDE, GABRIELA C. GARBINO, GUILHERME S. T. RIOS, ÉLSON O. SILVA, ADNA NASCIMENTO, ALEXANDRE TÚLIO A. DE CARVALHO, RODRIGO S. FEIJÓ, ANDERSON ARRABAL, JUAN AGOSTINI, ILARIA LAMATTINA, DANIELA COSTA, SEBASTIAN VANDERHOEVEN, EZEQUIEL DE MELO, FABIANO R. DE OLIVEIRA LAROQUE, PLAUTINO JERUSALINSKY, LEANDRO VALENÇA-MONTENEGRO, MÔNICA M. MARTINS, AMELY B. LUDWIG, GABRIELA DE AZEVEDO, RENATA B. ANZÓATEGUI, AGUSTIN DA SILVA, MARINA X. FIGUERÊDO DUARTE MORAES, MARCELA VOGLIOTTI, ALEXANDRE GATTI, ANDRESSA PÜTTKER, THOMAS BARROS, CAMILA S. MARTINS, THAIS K. KEUROGHLIAN, ALEXINE EATON, DONALD P. NEVES, CAROLINA L. NARDI, MARCELO S. BRAGA, CARYNE GONÇALVES, PABLO R. SRBEK-ARAUJO, ANA CAROLINA MENDES, POLIANA DE OLIVEIRA, JOÃO A. SOARES, FÁBIO A. M. ROCHA, PATRÍCIO A. CRAWSHAW, PETER RIBEIRO, MILTON C. GALETTI, MAURO ; ATLANTIC MAMMAL TRAITS: a data set of morphological traits of mammals in the Atlantic Forest of South America. ECOLOGY, v. 99, p. 498-498, 2018.

2.
DE LARA MUYLAERT, RENATA2017 DE LARA MUYLAERT, RENATA ; STEVENS, RICHARD D. ; ESBÉRARD, CARLOS EDUARDO LUSTOSA ; MELLO, MARCO AURELIO RIBEIRO ; GARBINO, GUILHERME SINICIATO TERRA ; VARZINCZAK, LUIZ H. ; FARIA, DEBORAH ; DE MORAES WEBER, MARCELO ; KERCHES ROGERI, PATRICIA ; REGOLIN, ANDRÉ LUIS ; DE OLIVEIRA, HERNANI FERNANDES MAGALHÃES ; COSTA, LUCIANA DE MORAES ; BARROS, MARÍLIA A. S. ; SABINO-SANTOS, GILBERTO ; CREPALDI DE MORAIS, MARA ARIANE ; KAVAGUTTI, VINICIUS SILVA ; PASSOS, FERNANDO C. ; MARJAKANGAS, EMMA-LIINA ; MAIA, FELIPE GONÇALVES MOTTA ; RIBEIRO, MILTON CEZAR ; GALETTI, MAURO . ATLANTIC BATS: a dataset of bat communities from the Atlantic Forests of South America. ECOLOGY, v. 98, p. 3227-3227, 2017.

3.
2MUYLAERT, R. L.2014 MUYLAERT, R. L. ; TEIXEIRA, R. C. ; HORTENCI, L. ; ESTEVAO, J. R. ; ROGERI, P. K. ; MELLO, M. A. R. . Bats (Mammalia: Chiroptera) in a cerrado landscape in São Carlos, southeastern Brazil. Check List (São Paulo. Online), v. 10, p. 287, 2014.

4.
1ANDRADE, TIAGO Y.2013 ANDRADE, TIAGO Y. ; THIES, WIBKE ; ROGERI, PATRÍCIA K. ; KALKO, ELISABETH K. V. ; MELLO, MARCO A. R. . Hierarchical fruit selection by Neotropical leaf-nosed bats (Chiroptera: Phyllostomidae). Journal of Mammalogy (Print), v. 94, p. 1094-1101, 2013.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CRUZ, M. A. ; ROGERI, P. K. . ndividualismo permeia hábitos de morcegos, revela dissertação. Jornal da Unicamp, Unicamp, p. 9 - 9, 14 maio 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
Kerches-Rogeri, Patricia. Teoria do Forrageamento Ótimo, Especialização Individual no uso de recursos. frugivoria e dispersão de sementes por morcegos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
ROGERI, PATRÍCIA K.. Dispersão de sementes por morcegos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
ROGERI, PATRÍCIA K.; NIEBUHR, B. B. S. ; MUYLAERT, R. L. . Incorporating space use into the assessment of interindividual variation of Sturnira lilium fruit bats. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MUYLAERT, R. L. ; ROGERI, P. K. ; MELLO, M. A. R. . The success of cafeteria trials with the bat Stunira lilium (Chiroptera: Phlyllostomidae) depends on how the fruits are offered.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
ROGERI, P. K.; MELLO, M. A. R. ; MUYLAERT, R. L. . Interindividual variations in use of space and fruit preferences of the bat Sturnira lilium (Chiroptera: Phyllostomidae) in a Cerrado area. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
MUYLAERT, R. L. ; ROGERI, P. K. ; MELLO, M. A. R. . Use of space by the bat Sturnira lilium (Chiroptera: Phyllostomidae) in a heterogeneous Cerrado area.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
ROGERI, P. K.; ANDRADE, T. Y. ; MELLO, M. A. R. . Morcegos frugívoros (chiroptera: phyllostomidae) realizam dispersão de sementes direcionada?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ANDRADE, T. Y. ; ROGERI, P. K. ; MELLO, M. A. R. . Seleção de frutos por morcegos filostomídeos: preferência ou oportunismo?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
ANDRADE, T. Y. ; ROGERI, P. K. ; MELLO, M. A. R. . Morcegos (chiroptera: phyllostomidae) selecionam frutos de piperaceae com base no tamanho?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
HORTENCI, L. ; TEIXEIRA, R. C. ; ROGERI, P. K. ; LOPES, X. M. ; Valente-Neto, F. ; KOROIVA, R. ; SCATOLLINI, T. L. C. . Biologia Floral de Pyrostegia venusta (Bignoniaceae) em uma área de cerrado stricto sensu. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Demais tipos de produção técnica
1.
ROGERI, PATRÍCIA K.; MUYLAERT, R. L. ; MARTINEZ, L. . Ecologia e conservação de morcegos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ROGERI, PATRÍCIA K.. Ecologia e conservação de mamíferos. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
ROGERI, PATRÍCIA K.; MUYLAERT, R. L. . Introdução a Ecologia de Morcegos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
ROGERI, PATRÍCIA K.. Aula prática de morcegos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
ROGERI, P. K.. Captura e identificação de morcegos. 2010. (Aula de graduação).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Landscape Metrics in Practice. 2016. (Encontro).

2.
Encontro Brasileiro para o Estudo de Quiropteros. Comissão Científica. 2015. (Congresso).

3.
Encontro Brasileiro para o Estudo de Quiropteros. Especialização Individual no uso do espaço em morcegos frugívoros. 2015. (Congresso).

4.
I MEB - Movement Ecology Brazil Workshop.Incorporating space use into the assessment of interindividual variation of Sturnira lilium fruit bats. 2015. (Encontro).

5.
Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservervation. Use of space by the bat Sturnira lilium (Chiroptera: Phyllostomidae) in a heterogeneous Cerrado area. 2012. (Congresso).

6.
Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservervation. Interindividual variations in use of space and fruit preferences of the bat Sturnira lilium (Chiroptera: Phyllostomidae) in a Cerrado area. 2012. (Congresso).

7.
V Congresso Brasileiro de Mastozoologia. 2010. (Congresso).

8.
IV Congresso Brasileiro de Mastozoologia. Morcegos frugívoros realizam dispersão direcionada?. 2008. (Congresso).

9.
Congresso Aberto aos Estudantes de Biologia. 2007. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ROGERI, PATRÍCIA K.. I MEB ? Movement Ecology Brazil Workshop. 2015. (Outro).

2.
ROGERI, PATRÍCIA K.. LEEC-Meeting:SpatialEcologyandConservation. 2015. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
ROGERI, PATRÍCIA K.; MUYLAERT, R. L. ; MARTINEZ, L. . Ecologia e conservação de morcegos. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ROGERI, PATRÍCIA K.. Ecologia e conservação de mamíferos. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 18:30:31