Gabriel Cotrim de Souza

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6420797940252065
  • Última atualização do currículo em 25/09/2018


Possui graduação em Oceanografia pela Universidade Federal da Bahia, Brasil (2009) e doutorado em Ciências, Energia e Ambiente pela Universidade Federal da Bahia, Brasil (2015). Possui também pós-doutorado pela UFBA e faz parte dos grupos de pesquisa em oceanografia tropical (GOAT), grupo interdisciplinar em produtos naturais e ciências ambientais e do grupo de pesquisa em Toxicologia Ambiental e Ocupacional no Semiárido - ToxicAOS. Tem experiência na área de química analítica, química ambiental, geologia ambiental e oceanografia química, sendo a poluição marinha e estuarina, a biogeoquímica de metais traço e biomonitoramento ambiental suas principais áreas de atuação. Apresenta conhecimentos nas áreas de análises de solos e sedimentos. Atualmente, tem atuado fortemente em pesquisas sobre a determinação de interferentes endócrinos e metais traços em sistemas fluvio-estuarinos e os processos que controlam o comportamento desses contaminantes. Como docente, em 2013 foi professor substituto da UFBA lecionando a disciplina Oceanografia Química I. Atualmente é professor das disciplinas Geologia, Química Analítica, Análise Instrumental, Estatística e Análise Ambiental no Centro Universitário FG em Guanambi-Ba. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gabriel Cotrim de Souza
Nome em citações bibliográficas
COTRIM, G.;Cotrim, G.;Cotrim, Gabriel;DE SOUZA, GABRIEL COTRIM


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2015
Doutorado em Energia e Ambiente.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: INTERFERENTES ENDÓCRINOS EM AMBIENTES ESTUARINOS, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Gisele Olímpio da Rocha; Vanessa Hatje.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: CONTAMINANTES EMERGENTES; Interferentes Endocrinos; POLUIÇÃO MARINHA.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: QUÍMICA ANALÍTICA.
2006 - 2009
Graduação em oceanografia.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: AVALIAÇÃO DA BIODISPONIBILIDADE DE METAIS EM SEDIMENTOS ESTUARINOS.
Orientador: Vanessa Hatje.


Pós-doutorado


2015 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Formação Complementar


2010 - 2010
Análise Multivariada. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
2007 - 2007
Gerenciamento Costeiro. (Carga horária: 34h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante de Pós-doutorado, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2010 - 2015
Vínculo: ESTUDANTE, Enquadramento Funcional: ESTUDANTE DE DOUTORADO, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professor da disciplina Oceanografia Química I.

Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: ESTUDANTE, Enquadramento Funcional: INICIAÇÃO CIENTÍFICA, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/2010 - 05/2016
Pesquisa e desenvolvimento , CIEnAm, .

07/2013 - 04/2014
Ensino, Oceanografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Oceanografia Química 1

Faculdade de Guanambi, CESG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Professor das disciplinas: 1-Química Geral 2-Química Analítica aplicada à Nutrição 3-Química Analítica e Instrumental 4-Análise Instrumental 5-Análise Ambiental 6-Geologia

Atividades

02/2017 - Atual
Ensino, Engenharia Civil, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Geologia
Química Geral
06/2016 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Análise Ambiental
06/2016 - Atual
Ensino, Nutrição, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Química Analítica aplicada à Nutrição
04/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade Guanambi, .

04/2016 - Atual
Ensino, Farmácia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Análise Instrumental
Química Analítica

Faculdade de Tecnologias e Ciências, FTC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Atividades

02/2016 - 02/2017
Ensino, Engenharia Civil, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estatística Geral


Linhas de pesquisa


1.
Poluição Marinha

Objetivo: Avaliação da qualidade ambiental baseado na biogeoquímica dos sedimentos e sua influencia na biota; - Determinação de biodisponibilidade de metais em sedimentos..
2.
Interferentes endócrinos

Objetivo: Desenvolvimento de métodos; ocorrência e distribuição de Interferentes endócrinos..
3.
Geoquímica de Ecossistemas Costeiros

Objetivo: Avaliação e monitoramento dos aspectos geológicos e químicos de ecossistemas costeiros..
4.
Composição Vegetal e Avaliação Nutricional

Objetivo: ANÁLISE DA COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DA PLANTA PORTULACA OLERACEA.


Projetos de pesquisa


2012 - Atual
EDITAL UNIVERSAL 14/2012 - Caracterização de contaminantes emergentes classificados como disruptores endócrinos na Baía de Todos os Santos-BA
Descrição: Interferentes endócrinos (IE) são agentes exógenos que interferem na síntese, secreção, transporte, na ligação, na ação e/ou na eliminação de hormônios do organismo, sendo estes responsáveis pela manutenção da homeostase, reprodução, desenvolvimento e/ou comportamento de seres vivos. Os IE podem ter diferentes tipos de atividades (e.g. estrogênica ou anti-androgênica) e podem causar seus efeitos através de diferentes mecanismos de ação (agonista ou antagonista de hormônios, afetar a síntese de hormônios e/ou o metabolismo). Os IE podem ser encontrados em várias matrizes ambientais, mas eles são detectados principalmente no ecossistema aquático, o qual é particularmente suscetível à contaminação devido à intensa liberação de efluentes domésticos e industriais. Dentre os IE, podem ser citados alguns compostos com alta atividade estrogênica, produtos químicos provenientes de processos industriais e esgotos domésticos, tais como os alquilfenóis, ftalatos, hormônios naturais e sintéticos e analgésicos/antiinflamatórios, dentre outros. Dentre os vários compostos que podem ser classificados como DE, os que terão foco principal na presente proposta estão divididos em três grande grupos: (i) compostos sintéticos de origem industrial tais como o bisfenol A (BPA), 4-nonilfenol (4NP), 4-octilfenol (4OP) e dimetilftalato (DMP); (ii) hormônios naturais e sintéticos tais como estrogênio sintético 17a-etinilestradiol (EE2) e os estrogênios naturais como estriol (E3), estrona (E1) e o 17B-estradiol (E2); e (iii) analgésicos/anti-inflamatórios tais como paracetamol (PC), ibuprofeno (IB), diclofenaco (DF), cafeína (CF), aspirina (AP) e ácido mefenâmico (AM). Nesta proposta, os referidos DE serão investigados em amostras de corpos d'água, biota e sedimentos da Baía de Todos os Santos (BTS). Espera-se elencar possíveis marcadores de emissão industrial (como os listados em (i)) e/ou de esgoto doméstico (como os listados em (ii) e (iii)) e avaliar como esses compostos se distribuem e se c.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Gabriel Cotrim de Souza - Integrante / Francisco Barros - Integrante / Hatje, Vanessa - Integrante / Cristiane Sampaio Fahning - Integrante / Gisele Olímpio Rocha - Coordenador / josé domingos santos silva - Integrante.
2007 - 2009
Avaliacao das relacoes entre teores de metais traco e comunidades bentonicas como indicadores de biodisponibilidade de contaminantes em sedimentos estuarinos
Descrição: Os elevados teores de metais traço nos sedimentos são frequentemente citados na literatura como importantes causadores de stress para comunidades bentônicas. Os metais traço nos sistemas aquáticos são acumulados nos sedimentos, onde podem atingir concentrações várias ordens de magnitude maiores que a coluna d água. Uma vez que os sedimentos são habitas para muitos organismos, a sua contaminação por metais traço pode causar efeitos adversos em organismos bentônicos. Existem poucas ferramentas para avaliar de maneira exata qual a porção da concentração total dos metais traço no sedimento que é biodisponível para ingestão ou transporte dentro de um organismo (Peltola et al., 2005). No entanto, é sabido que a concentração total de metais em sedimentos não é totalmente biodisponível para os organismos. Assim, em estudos de avaliação de contaminação ambiental, é mais importante determinar a especiação química dos metais, a qual fornece informações sobre a mobilidade do metal, sua disponibilidade e/ou toxicidade do que a concentração total dos elementos (Rauret, 1998). A análise de comunidades bentônicas em programas de monitoramentos é essencial, pois as espécies são relativamente sedentárias, tem tempo de vida relativamente longo e consistem em um variado número de espécies que apresentam diferentes tolerâncias ao stress. Assim, um método para avaliar a disponibilidade de metais traço, em sedimentos estuarinos, para comunidades bentônicas, não necessitando da análise dos teores de metais em organismos, seria extremamente útil como ferramenta para o rastreamento de risco ambiental. O objetivo geral deste trabalho é buscar a melhor relação entre dados de metais traço, extraídos utilizando diversas soluções, e dados sobre a estrutura de comunidades bentônicas, como indicadora da biodisponibilidade de metais traço (Cd, Cr, Cu, Co, Ni, Pb, Zn, Mn e As) em sedimentos estuarinos. Para a primeira etapa deste projeto serão utilizadas amostras de sedimentos lamosos coletada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Gabriel Cotrim de Souza - Integrante / Sergio Luiz Costa Ferreira - Integrante / Francisco Carlos Rocha de Barros - Integrante / Hatje, Vanessa - Coordenador.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: JOURNAL OF THE BRAZILIAN CHEMICAL SOCIETY


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Poluição Marinha.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Analítica/Especialidade: Análise de Traços e Química Ambiental.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2009
Prêmio PUBLIC-FAPEX, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica-PIBIC.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:4
Total de citações:27
Fator H:3
Cotrim, Gabriel; Cotrim, G.  Data: 22/12/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Hatje, Vanessa2017 Hatje, Vanessa ; PEDREIRA, RODRIGO M. A. ; DE REZENDE, CARLOS EDUARDO ; SCHETTINI, CARLOS AUGUSTO FRANÇA ; DE SOUZA, GABRIEL COTRIM ; MARIN, DANIELI CANAVER ; HACKSPACHER, PETER CHRISTIAN . The environmental impacts of one of the largest tailing dam failures worldwide. Scientific Reports, v. 7, p. 1-13, 2017.

2.
Cotrim, Gabriel2016Cotrim, Gabriel; FAHNING, CRISTIANE S. ; ROCHA, GISELE O. DA ; Hatje, Vanessa . Endocrine disruptors: strategies for determination and occurrence in marine environments. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 16, p. 299-326, 2016.

3.
LISBOA, NORMANDO S.2013LISBOA, NORMANDO S. ; FAHNING, CRISTIANE S. ; Cotrim, Gabriel ; DOS ANJOS, JEANCARLO P. ; DE ANDRADE, JAILSON B. ; Hatje, Vanessa ; DA ROCHA, GISELE O. . A simple and sensitive UFLC-fluorescence method for endocrine disrupters determination in marine waters. Talanta (Oxford), v. 117, p. 168-175, 2013.

4.
HATJE, V.2010HATJE, V. ; Macedo, S.M. ; de Jesus, R.M. ; COTRIM, G. ; Garcia, K.S. ; de Queiroz, A.F. ; Ferreira, S.L.C. . Inorganic As speciation and bioavailability in estuarine sediments of Todos os Santos Bay, BA, Brazil. Marine Pollution Bulletin., p. 1-8, 2010.

5.
Hatje, Vanessa2009Hatje, Vanessa ; Costa, Letícia M. ; Korn, Maria Graças A. ; Cotrim, Gabriel . Speeding up HCl extractions by employing ultrasound energy to evaluate trace elements bioavailability in sediments. Journal of the Brazilian Chemical Society (Impresso), v. 20, p. 846-852, 2009.

Capítulos de livros publicados
1.
HATJE, V. ; ROCHA, G. O. ; LEONEL, J. ; COTRIM, G. ; FAHNING, CRISTIANE S. . Estudos de caso e futuros desafios para a avaliação da qualidade dos ecossistemas marinhos da Baía de Todos os Santos. In: Hatje, V.; Dantas, L.M.V.; de Andrade, J.B.. (Org.). Baía de Todos os Santos: avanços nos estudos de longo prazo. 1ed.Salvador: EDFUBA, 2018, v. ., p. 193-246.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
COTRIM, G.; HATJE, V. . Avaliação da biodisponibilidade de metais em sedimentos estuarinos. In: XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008, Arraial do Cabo-Rj. Anais da XX Semana Nacional de Oceanografia, 2008.

2.
HATJE, V. ; COTRIM, G. . AVALIAÇÃO DA BIODISPONIBILIDADE DE METAIS TRAÇO EM SEDIMENTO ESTUARINO. In: III CONGRESSO BRASILEIRO DE OCEANOGRAFIA. CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE OCEANOGRAFIA, 2008. Anais do III Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LISBOA FILHO, N. S. ; FAHNING, C. S. ; COTRIM, G. ; ANJOS, J. P. ; HATJE, V. ; ROCHA, G. O. . Desenvolvimento de metodologia analítica para a determinação de disruptores endócrinos em águas do mar da Baía de Todos os Santos. In: 35ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2012, Águas de Lindóia. 35ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, 2012.

2.
FAHNING, C. S. ; Cotrim, G. ; LISBOA, NORMANDO S. ; ANJOS, J. P. ; Hatje, Vanessa ; ROCHA, GISELE O. DA . Determinação de Interferentes Endócrinos em amostras de água da Baía de Todos os Santos, Bahia. In: 5º Congreso Iberoamericano de Quimica Analptica, 2012, Montevideu. Anais do 5º congreso Iberoamericano de Quimica Analitica, 2012.

3.
COTRIM, G.; BARROS, F. ; HATJE, V. . Avaliação da biodisponibilidade de metais traço em sedimentos estuarinos. In: XIII Congresso latino-americano de ciências do mar, 2009, Havana, Cuba. Anais do XIII Congresso latino-americano de ciências do mar, 2009.

4.
HATJE, V. ; MACEDO, S. M. ; JESUS, R. M. ; COTRIM, G. ; SANTANA, F. A. ; FERREIRA, S. L. C. . As speciation in estuarine sediments of Todos os Santos Bay, BA. In: XIII Congresso Latinoamericano de Ciencias del Mar, 2009, Havana. Anais do XIII Congresso Latinoamericano de Ciencias del Mar, 2009.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Whorkshop de Engenharia Civil.Desastres Ambientais e Recursos Hídricos. 2017. (Seminário).

2.
SIMPÓSIO DE FARMÁCIA DA FACULDADE GUANAMBI PESQUISA E INOVAÇÃO FARMACÊUTICA: UMA VISÃO DO SEMIÁRIDO.CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL POR INTERFERENTES ENDÓCRINOS E SEUS IMPACTOS SOBRE OS SERES VIVO. 2017. (Simpósio).

3.
I Whorkshop de Seminários Geral em Química - A Química do Antropoceno. 2014. (Seminário).

4.
Sustentabilidade, Desenvolvimento Regional e Recursos Naturais.Determinação de Interferentes Endócrinos por UFLC-FLU em amostras de água do entorno da Baía de Todos os Santos (BTS). 2012. (Seminário).

5.
SEMINÁRIO ESTUDANTIL DE PESQUISA BAÍA DE TODOS OS SANTOS.BIODISPONIBILIDADE DE METAIS EM SEDIMENTO ESTUARINO. 2011. (Seminário).

6.
I Workshop Baiano de Quimiometri. 2010. (Simpósio).

7.
VI Workshop Baía de Todos os Santos. 2010. (Seminário).

8.
XXVIII Seminário Estudantil de Pesquisa / X Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação.Avaliação da biodisponibilidade de metais em sedimentos. 2009. (Seminário).

9.
3 º Congresso Brasileiro de Oceanografia e 1º Congresso Ibero-Americano de Oceanografia. Avaliação da biodisponibilidade de metais traço em sedimentos estuarinos. 2008. (Congresso).

10.
3º Escola de Verão em Química na Bahia. 2008. (Seminário).

11.
XX Semana Nacional de Oceanografia.Avaliação da biodisponibilidade de metais traço em sedimentos estuarinos. 2008. (Encontro).

12.
XXVII Seminário Estudantil de Pesquisa / IX Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação.Avaliação da Biodisponibilidade de Metais em Sedimentos Estuarinos. 2008. (Seminário).

13.
2º Escola de Verão em Química na Bahia. 2007. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
JULIANA FERNANDES COSTA. DISTRIBUIÇÃO DE FÓSFORO TOTAL NO RIO CARNAÍBA DE DENTRO. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biomedicina) - Faculdade de Guanambi. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Orientações de outra natureza
1.
TAINAM RAMOS DA SILVA. MONITORIA DA DISCIPLINA DE QUÍMICA ANALÍTICA. 2017. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Faculdade de Guanambi. Orientador: Gabriel Cotrim de Souza.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 3:09:55