Juliano Vilaverde Schmitt

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7878765997391297
  • Última atualização do currículo em 24/08/2018


Possui graduação em MEDICINA pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1999) e doutorado em Patologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012). Atualmente é professor assistente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. , atuando principalmente nos seguintes temas: fatores de risco, epidemiologia, acne e oncologia cutânea. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Juliano Vilaverde Schmitt
Nome em citações bibliográficas
SCHMITT, J. V.;Schmitt, Juliano Vilaverde;SCHMITT, J.V.;SCHMITT, JULIANO V.;SCHMITT, JULIANOVILAVERDE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina de Botucatu.
Av. Prof. Montenegro
distrito rubiao junior
18618-970 - Botucatu, SP - Brasil
Telefone: (14) 38116000


Formação acadêmica/titulação


2009 - 2012
Doutorado em Patologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: EXPRESSÃO DE FATORES ANTIAPOPTÓTICOS E DE PROLIFERAÇÃO EM QUERATOSES ACTÍNICAS, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: HÉLIO AMANTE MIOT.
Palavras-chave: CERATOSE ACTINICA; apoptose; cancer de pele; PROLIFERACAO CELULAR.
Grande área: Ciências da Saúde
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
2006 - 2007
Especialização - Residência médica.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. Residência médica em: CIRURGIA DERMATOLÓGICA
Número do registro: .
Bolsista do(a): Fundação do Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.
2002 - 2004
Especialização - Residência médica.
Instituto Lauro de Souza Lima, ILSL, Brasil. Residência médica em: DERMATOLOGIA
Número do registro: 100/99.
Bolsista do(a): Fundação do Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.
2000 - 2001
Especialização - Residência médica.
ASSOCIAÇÃO CULTURAL E CIENTÍFICA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA, ACCNSF, Brasil. Residência médica em: CLÍNICA MÉDICA
Número do registro: 091/2001.
2004 - 2006
Especialização em PÓS GRADUAÇÃO EM DERMATOCOSMIATRIA.
FACULDADE DE MEDICINA DO ABC, FMABC, Brasil.
Título: REVISÃO SOBRE A ASSOCIAÇÃO DO USO DE ISOTRETINOÍNA ORAL PARA ACNE COM DEPRESSÃO, TENTATIVA DE SUICÍDIO E SUICÍDIO..
Orientador: DOLORES GONZALEZ FRABRA.
1994 - 1999
Graduação em MEDICINA.
Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, UFCSPA, Brasil.




Formação Complementar


2004 - 2004
ACLS PROVIDER. (Carga horária: 16h).
CENTRO ORTOPRATIKA DE ENSINO E PESQUISA EM EMERGENCIAS MEDICAS, COEPEM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Assistente Doutor do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Departamento de dermatologia e radioterapia

Atividades

11/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Medicina de Botucatu, .


Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, HUEC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: MÉDICO ORIENTADOR E SUPERVISOR, PRECEPTOR, Carga horária: 10
Outras informações
ORIENTAÇÃO DE MÉDICOS RESIDENTES E ESPECIALIZANDOS EM DERMATOLOGIA EM AMBULATÓRIO GERAL, INTERCONSULTAS COM OUTRAS ESPECIALIDADES MÉDICAS, ORIENTAÇÃO DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA DA INSTITUIÇÃO. AULAS DE DERMATOLOGIA PARA ALUNOS DO QUARTO ANO DO CURSO DE MEDICINA.


CONSULTÓRIO MÉDICO PARTICULAR, CM, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: PROPRIETÁRIO, Enquadramento Funcional: ATENDIMENTO AMBULATORIAL, Carga horária: 40
Outras informações
ATENDIMENTO AMBULATORIAL EM DERMATOLOGIA E PROCEDIMENTOS CIRURGICOS AMBULATORIAIS


Fundação Pró-Hansen, FPH, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: CONTRATADO, Enquadramento Funcional: MÉDICO ATENDENTE, ORIENTADOR E SUPERVISOR, Carga horária: 20
Outras informações
ORIENTAÇÃO DE MÉDICOS ESTAGIÁRIOS ESPECIALIZANDOS EM DERMATOLOGIA E ATENDIMENTOS AMBULATORIAL DE PACIENTES DA REDE PÚBLICA DE CURITIBA E INTERIOR DO ESTADO DO PARANÁ ENCAMINHADOS AO DERMATOLOGISTA. ORIENTAÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE MEDICINA NA PUC DO PARANÁ EM ESTÁGIO AMBULATORIAL EM DERMATOLOGIA A PARTIR DE CONVÊNIO ENTRE AS INSTITUIÇÕES. ATUOU TAMBÉM NA ORGANIZAÇÃO E INFORMATIZAÇÃO DO ATENDIMENTO AMBULATORIAL E COMPÔS O CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO DA INSTITUIÇÃO POR 2 ANOS.


Hospital de Força Aérea de São Paulo, HFASP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: TENENTE MÉDICO - SERV MILITAR, Enquadramento Funcional: MÉDICO DERMATOLOGISTA, Carga horária: 30
Outras informações
TENENTE MÉDICO ATENDENDO EM AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA E PLANTÕES DE UTI E PRONTO ATENDIMENTO GERAL


PARANÁ CLÍNICAS, PC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: CONTRATADO, Enquadramento Funcional: MÉDICO DERMATOLOGISTA, Carga horária: 10



Linhas de pesquisa


1.
Qualidade de vida em dermatoloiga, acne, hidradenite supurativa, oncologia cutânea, melanoma, psicodermatologia, processamento digital de imagens


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DO ÁCIDO TRANEXÂMICO EM DRUG DELIVERY NO TRATAMENTO DO MELASMA: ESTUDO SPLIT-FACE
Descrição: Avaliar o efeito da aplicação de ácido tranexamico em lesões de melasma facial com o auxílio de melhoradores de penetração de medicação tópica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - Atual
Exames de imagem no estadiamento e seguimento do melanoma cutâneo: uma coorte retrospectiva
Descrição: serão analisados todos os casos de melanoma tratados e acompanhados no hospital de clínicas da faculdade de medicina de Botucatu (FMB-UNESP) do ano de 1999 ao ano de 2016, verificando os resultados dos exames de imagem segundo os laudos radiológicos e classificando os incidentalomas de acordo com a relevância. Trata-se de um estudo com um desenho tipo coorte retrospectiva. Serão analisados todos os casos de melanoma tratados e acompanhados no hospital de clínicas da faculdade de medicina de Botucatu (FMB-UNESP), de acordo com os base de dados do próprio serviço do ano de 1999 ao ano de 2016, excluindo-se tumores ?in situ?, os dados serão obtidos através da revisão dos prontuários médicos. Serão avaliados os resultados dos exames de imagem segundo os laudos radiológicos. A positividade será considerada verdadeira quando obtida evidência histológica da lesão, ou quando a evolução do paciente manifestar recidiva clinicamente evidente. Serão considerados como incidentalomas tumores cuja investigação diagnóstica foi motivada por achados em exames de estadiamento e seguimento do melanoma. Os custos dos exames serão analisados através dos valores constantes na última edição disponível da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM) e na tabela unificada de procedimento pelo SUS. Com o estudo, pretendemos acrescentar novas informações sobre os aspectos clínicos no estadiamento e seguimento do melanoma, com perspectiva de otimização no custeio da saúde..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / luiza boava souza - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
2017 - Atual
PAPEL DO ESTUDO/REESTUDO DO LINFONODO SENTINELA NA RICIDIVA LOCAL DO MELANOMA MALIGNO.
Descrição: As alterações cutâneas clínicas manifestas pelo melanoma maligno já eram descritas desde a Antiguidade, todavia os métodos diagnósticos, prognósticos e terapêuticos ganharam força e efetividade no decorrer do último século. A fisiopatologia do melanoma é complexa, e tem como principal fator gatilho a exposição solar, pelas radiações UVA e UVB. Sendo os métodos preventivos baseados na retirada deste fator. Uma vez diagnosticado, o melanoma precisa ser adequadamente estadiado para que se proponha o tratamento mais adequado, bem como que se determine o prognóstico associado. Neste aspecto, o estudo de linfonodo sentinela (ESL) tem importante papel, além de auxiliar na decisão da indicação do esvaziamento linfonodal. Embora as recorrências locais e em trânsito signifiquem, per se, um pior prognóstico, a literatura apresenta dados controversos e não definitivos do papel de se repetir o mapeamento do linfonodo sentinela nestes casos. Considerando o que foi acima exposto, propõe-se esta revisão sistemática, que se dará pela seleção de artigos pertinentes, através de mecanismos de busca específicos nas principais bases de dados (MEDLINE; LILACS; Base Cochrane e EMBASE). A depender dos dados obtidos, estes poderão ser submetidos a metanálise..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / gabriel peres - Integrante / Antônio José Maria Cataneo - Integrante.
2017 - Atual
AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO UNGUEAL: COMPARAÇÃO ENTRE BIOTINA E MINOXIDIL TÓPICO
Descrição: As unhas são estruturas totalmente queratinizadas compostas por aproximadamente 25 camadas de queratina dispostas em diferentes orientações a depender do local da lâmina ungueal. Espera-se que o ritmo de crescimento para quirodáctilos seja de 3 mm ao mês e pododáctilos de 1 mm ao mês. Produtos que modifiquem a velocidade de crescimento ungueal podem ter ação terapêutica como nas onicomicoses e onicodistrofias. Inúmeros fatores afetam o aparato ungueal, de forma que aproximadamente 10% das queixas dermatológicas advém dele. Objetivo: Avaliar a eficácia do minodil tópico 5% e da biotina 2,5mg oral na velocidade de crescimento das unhas das mãos. Método: Ensaio clínico prospectivo, randomizado e pareado em sexo, idade em quatro grupos de 8 participantes. Os grupos serão: controle, uso de minoxil exclusivo, uso de biotina exclusivo e uso combinado. Serão realizadas duas marcações em cada lâmina ungueal do segundo e quarto quirodáctilo bilateral e o crescimento ungueal será avaliado nos dias 0, 14, 28 e 42..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / HELIO AMANTE MIOT - Integrante / Luiz Eduardo Fabricio de Melo Garbers - Integrante.
2016 - Atual
Avaliação e detecção precoce de alteração na função renal em pacientes com psoríase
Descrição: Analisar alterações laboratoriais renais em portadores de psoríase e controles, procurando possíveis associações..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
EFICÁCIA E SEGURANÇA DO CREME DE COLCHICINA 0,5% VERSUS TERAPIA FOTODINÂMICA COM AMINOLEVULINATO DE METILA NO TRATAMENTO DO CAMPO DE CANCERIZAÇÃO CUTÂNEO: UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO
Descrição: Avaliar o efeito terapêutico do uso de colchicina tótica no tratamento de queratoses actínicas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Integrante / Miot, Hélio Amante - Coordenador / Anna carolina Miola - Integrante.
2015 - 2016
Avaliação do perfil das lesões de carcinoma basocelular provenientes da campanha nacional do câncer de pele.
Descrição: O câncer de pele representa a neoplasia mais frequente em seres humanos e corresponde a parte significativa dos gastos em saúde em um modo geral. Com o objetivo de esclarecimento e divulgação da importância dos cuidador relacionados à prevenção primária do câncer de pele e para aproximar a especialidade da comunidade e agregar atividades comunitárias à entidade, a sociedade brasileira de dermatologia vem promovendo anualmente desde 1999, no mês de novembro/dezembro, durante um dia, a campanha nacional de prevenção do câncer de pele, onde, além de atividades educativas, é realizado gratuitamente o exame dermatológico, focado no diagnóstico de cânceres de pele. Aproximadamente 8% dos indivíduos atendidos nas campanhas do câncer de pele são diagnosticados com alguma lesão suspeita. Destas lesões, aproximadamente 80 a 90% são carcinomas basocelulares. Na campanha realizada na cidade de Botucatu é ofertado aos pacientes diagnosticados a realização dos respectivos tratamentos no HC-FMB, porém pouco se conhece da proporção de pacientes diagnosticados na campanha que realmente realiza o procedimento cirúrgico, qual a proporção que é um caso novo de câncer de pele e não recorrência e quais as chances de tais pacientes apresentarem um novo câncer de pele e se existe algum sinal indicativo de que os casos diagnosticados nas campanhas tendem a ser mais precoces em comparação com os pacientes provenientes das vias regulares em encaminhamento ao serviço de dermatologia do HC-FMB. Pretendemos identificar o perfil dos tumores diagnosticados na campanha nacional de prevenção do câncer de pele realizada na cidade de Botucatu, principalmente do carcinoma basocelular, em comparação com casos acompanhados e encaminhados pelas vias regulares no ambulatório de dermatologia do HC-FMB e verificar se há precocidade, quanto ao tamanho das lesões, nos tumores identificados na campanha. Verificar o risco de recorrência de carcinomas basocelulares nos pacientes diagnosticados na campanha nacional de prevenção. Serão avaliados os laudos anatomopatológicos provenientes dos pacientes diagnosticados nas campanhas de 2011 a 2013, de acordo com dados constantes nos registros mantidos no próprio departamento de dermatologia. Esses laudos serão comparados transversalmente aos laudos de pacientes operados para carcinomas basocelulares, porém que não constam nos registros das campanhas de prevenção. Também será avaliado o risco acumulado de novo carcinoma basocelular entre os pacientes da campanha operados de 2011 a 2012. Esperamos identificar o perfil das lesões diagnosticadas na campanha, a proporção de pacientes que segue no serviço após o diagnóstico clínico, as taxas e de recorrência e sinais indicadores de precocidade nos diagnósticos realizados na campanha..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / HELIO AMANTE MIOT - Integrante / thweicyka Pinheiro Wakiyama - Integrante / Maria Laura Marconi França - Integrante / Larissa Pierri Carvalho - Integrante.
2015 - Atual
Reconhecimento de emoções faciais em portadores de psoríase, melasma e controles hígidos.
Descrição: As doenças dermatológicas impactam na saúde dos portadores em diferentes aspectos, incluindo de forma significativa prejuízos no bem-estar psicossocial. Estudos verificaram prejuízos na qualidade de vida semelhantes ao observado em portadores de cardiopatias graves, neoplasias malignas avançadas ou diabetes melitus para algumas dermatoses, tais como acne, psoríase e hidradenite supurativa graves. Lesões de pele podem sugerir sinais de risco de contaminação suscitando comportamentos aversivos em observadores, o que pode gerar repercussões psicológicas nos portadores de doenças de pele, incluindo mudanças comportamentais e no processamento e reconhecimento de emoções. Por outro lado, estudos clínicos e laboratoriais sugerem que algumas dermatoses como alopecias, acne e psoríase poderiam sofrer interferência de distúrbios psicológicos na gravidade das mesmas. Estudos prévios indicaram que portadores de psoríase tem uma maior tendência a acreditar que serão julgados pelos outros exclusivamente através da aparência de sua pele. Além disso, possivelmente como mecanismo de enfrentamento, apresentam um déficit no reconhecimento facial da expressão de nojo, o que foi confirmado em análise de ressonância magnética cerebral funcional. Os portadores de psoríase avaliados apresentavam reduzida ativação da insula após visualização de expressões de nojo. A insula está associada ao processo de julgamento relacionado à estigmatização e empatia. No presente estudo pretendemos avaliar a capacidade de identificação de expressões faciais, principalmente o nojo, em portadores de dermatoses com diferentes potenciais de desencadeamento de aversão e comprometimento elevado na qualidade de vida e controles sem dermatoses pareados por sexo e idade, procurando identificar se há prejuízo nesta função cognitiva relacionado à presença, comprometimento na qualidade de vida, e aversividade desencadeada pelas doenças de pele, assim como verificar se há correlação entre essa observação e prejuízos na qualidade de vida e presença de sinais de ansiedade e depressão nos portadores de dermatoses. Trata-se de um estudo de desenho transversal. Serão incluídas 104 pessoas de ambos os sexos acima de 17 anos de idade entre funcionários da faculdade de medicina de Botucatu e do hospital de clínicas da FMB-UNESP e pacientes em acompanhamento ambulatorial no serviço de dermatologia, apresentando psoríase ou melasma. Os dados serão colhidos através de entrevista presencial. Serão coletados dados demográficos e socioeconômicos, inquérito de qualidade de vida em dermatologia, escala de ansiedade e depressão hospitalar, inventário de fobia social e o teste de reconhecimento facial de emoções com 56 imagens de 7 emoções. Variáveis contínuas serão analisadas bivariadamente pelos testes paramétrico t de student e não paramétrico Mann-Whitney, dependendo da normalidade das distribuições, avaliada pelo teste de Shapiro-Wilk. As variáveis categóricas serão comparadas pelos testes de qui-quadrado ou exato de Fisher, de acordo com o menor número de eventos obtido em cada análise. As correlações serão analisadas pelos testes de Pearson ou Spearman, de acordo com a normalidade das distribuições. Os escores obtidos serão avaliados entre os grupos através do teste de ANOVA, Kruskal-Wallis e modelos lineares generalizados mistos. A consistência interna dos questionários será avaliada pelo índice alfa de Cronbach. Esperamos identificar alteração na capacidade de reconhecimento facial de emoções em portadores de dermatoses. Principalmente na expressão de nojo, como possível mecanismo psicológico relacionado ao processo de aceitação da doença de pele..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / Thales Vianna Coutinho - Integrante / Maria Laura Marconi França - Integrante.
2015 - Atual
Avaliação de sintomas depressivos em pacientes em tratamento de acne vulgar.
Descrição: Neste estudo pretendemos avaliar a gravidade, impacto na qualidade de vida e sintomas depressivos em pacientes com acne, o impacto dos efeitos colaterais do tratamento para a acne na qualidade de vida, e como os sintomas depressivos e a qualidade de vida evoluem no decorrer do tratamento da acne..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / Priscilla Alves Pereira - Integrante.
2014 - Atual
ALTERAÇÕES ULTRASSONOGRÁFICAS EM PACIENTES COM PSORÍASE SEM ARTRITE PSORIÁSICA: UM ESTUDO CONTROLADO
Descrição: AVALIAR PACIENTES COM PSORIASE CUTÂNEA, SEM SINAIS CLÍNICOS OU SINTOMAS DE ARTRITE, QUANTO A PRESENÇA DE ENTESITES SUBCLÍNICAS AVIDENCIADAS ATRAVÉS DA ULTRASSONOGRAFIA.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (2) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Integrante / lincoln zambaldi fabricio - Integrante / Manuela F. Zuchi - Integrante / Anber Ancel Tanaka - Coordenador / CAMILA ARAUJO SCHARF PINTO - Integrante.
2014 - Atual
Avaliação da aversão desencadeada por doenças dermatológicas.
Descrição: A sensibilidade ao nojo, ou repugnância, é uma característica fundamental do comportamento humano, inerente a todas as pessoas normais, porém apresenta intensidade variável entre os indivíduos e no decorrer do tempo. Se acredita que o nojo tem a importante função de evitar o contato das pessoas com materiais contaminados ou situações com risco de contágio. Desta forma acreditamos que, tanto por aspectos comportamentais inatos, quanto por fatores culturais e orgânicos, as lesões dermatológicas desencadeariam no observador variados graus de aversão. Tal sensação pode estar relacionada a problemas psicossociais e de preconceito sofridos pelos portadores de dermatoses diversas. A melhor compreensão deste sentimento pode ajudar a combater tal aspecto mórbido das doenças de pele. Acreditamos identificar diferentes intensidades de aversão a imagens de doenças dermatológicas. Tal sentimento pode estar associado a características individuais dos entrevistados, como sexo e idade, assim como com certar características comuns das imagens a serem apresentadas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / Miot, Hélio Amante - Integrante / Thales Vianna Coutinho - Integrante / NATACHA UEDA - Integrante.
2014 - Atual
Exérese de carcinomas basocelulares sólidos menores de 1 centímetro com margem de segurança conservadora (2 milímetros): Análise micrográfica das margens laterais
Descrição: Carcinoma basocelular (CBC) é a neoplasia maligna mais comum em humanos, principalmente em fototipos mais baixos. O risco cumulativo (durante toda a vida) de seu desenvolvimento, na população branca, é de mais de 30%. Lesões de poucos milímetros já podem ser identificadas, e, à medida que se desenvolvem (atingindo até vários centímetros) as características clínicas se tornam mais evidentes. O tratamento do CBC é realizado preferencialmente pela excisão cirúrgica, pois fornece material para exame histopatológico, permitindo avaliação mais detalhada das características do tumor e principalmente a situação das margens de excisão. É estabelecido que as margens cirúrgicas de segurança para os tumores basocelulares é de 3-4 mm, porém muitos fatores influenciam esta decisão, principalmente quando da localização facial do CBC. Atualmente, devido a melhoria no acesso a saúde e a informação, a maioria das lesões de CBC tratadas cirurgicamente apresentam-se com tamanhos menores que 2 cm (estágio 1). Tais lesões tendem a manifestar uma agressividade menor, com baixas taxas de recidiva local quando clinicamente bem delimitadas e não infiltrativas. Da mesma forma, lesões de CBC de padrão menos agressivo e acometendo áreas nobres como a face são frequentemente tratadas com margens de segurança mais econômicas, como 2 a 3 milímetros. Por outro lado, tal abordagem tem caráter empírico havendo poucos estudos controlados que a sustentam. Da mesma forma, há uma carência de dados que auxiliem na identificação das características clínicas das lesões de CBC que favorecem uma abordagem terapêutica mais conservadora. Neste estudo realizaremos o tratamento cirúrgico de lesões de CBC de baixo risco (bem delimitadas, menores de 1 cm de diâmetro, nodulares) pela excisão com margem de segurança de 2 mm. Previamente à retirada do tumor em si, será realizada a exérese das margens laterais com bisturi de lâmina dupla e em havendo comprometimento destas pelo exame histológico por congelamento realizar-se-á ampliação das margens em passos de 2mm até a obtenção de margens livres. Pretendemos assim identificar se lesões de baixo risco são suscetíveis ao tratamento com margens conservadoras, ou se identificamos subgrupos destas lesões mais apropriadas a tal abordagem com taxas de cura aceitáveis. Além da análise imediata das margens os pacientes serão seguidos por 24 meses para verificar as taxas de recidiva local clinicamente evidente e verificar a concordância de tal evento com os resultados obtidos na ánalise das margens.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / HAMILTON OMETTO STOLF - Integrante / MARIANGELA ESTHER MARQUES - Integrante.Financiador(es): Fundo de Apoio à Dermatologia de São Paulo - Sebastião Sampaio - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Níveis de vitamina D sérica e acne da mulher adulta: Um estudo caso-controle.
Descrição: O estudo pretende verificar se mulheres adultas com acne apresentam alterações nos níveis de vitamina D, em vista dos efeitos desta substância sobre as glândulas sebáceas e a resposta inflamatória ao P. acnes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Incidência de câncer de pele não melanoma em transplantados renais e uso regular de inibidores do sistema renina-angiotensina
Descrição: Avaliar potencial efeito protetor do uso regular de inibidores do sistema angiotensina sobre o desenvolvimento de câncer de pele em imunodepreimidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / Vitor Hugo Figueiredo de Jesus - Integrante.
2013 - Atual
Caracterização do campo de cancerização da pele: aspectos morfométricos, de textura da cromatina, proliferação e apoptose.
Descrição: Queratose actínica (QA) é uma doença de pele pré-neoplásica causada, principalmente, pela radiação solar em áreas fotoexpostas. É caracterizada pela proliferação atípica dos queratinócitos da pele e possui elevado risco de transformação em carcinoma espinocelular (CEC). Atualmente, admite-se que 60% dos CECs são originários de queratoses actínicas. A pele cronicamente fotoexposta apresenta dano genômico que predispõe à carcinogênese. O surgimento de QAs nessa região configura a existência de um campo de cancerização, cuja intervenção precoce pode resultar em prevenção primária do CEC. Nosso estudo tem como principal objetivo reconhecer elementos indicadores de dano genômico de forma a caracterizar o campo de cancerização em estudos de carcinogênese cutânea. Para isso, contamos com 38 fragmentos de pele de três regiões distintas da pele: (1) queratose actínica; (2) pele fotoexposta perilesional e (3) pele fotoprotegida axilar. Espera-se que os queratinócitos da pele fotoexposta possuam menos alterações fenotípicas do que da fotoprotegida, identificado pelas alterações de formato, tamanho nuclear, e heterogeneidade da cromatina (coloração HE); assim como expressão imuno-histoquímica de marcadores de proliferação (Ki-67), apoptose (p53 e survivina). Serão analisados 30 núcleos por fragmento. Os desempenhos das variáveis para caracterização das regiões serão comparados pelo discriminante linear de Fisher. As correlações entre as variáveis serão avaliadas pelo coeficiente de Pearson. Acreditamos que alterações morfométricas e da heterogeneidade da cromatina possam constituir um método eficiente para identificar o campo de cancerização se comparado com os métodos imuno-histoquímicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Juliano Vilaverde Schmitt - Coordenador / MARIANGELA ESTHER MARQUES - Integrante / HELIO AMANTE MIOT - Integrante / GABRIELLI BRIANEZI - Integrante / MARIANA ANTEGHINI CASTILHO - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.


Projetos de extensão


2013 - 2013
Curso teórico-prático preparatório para a residência de dermatologia - 2013
Descrição: Oferecer informações e treinamento para médicos residentes em dermatologia referente as técnicas utilizadas por esta especialidade médica no atendimento ao paciente, incluído métodos diagnósticos e terapêuticos, e apresentar orientações sobre suas atividades durante o curso de especialização em dermatologia..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Surgical & Cosmetic Dermatology


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Surgical & Cosmetic Dermatology
2011 - Atual
Periódico: JEADV. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology
2014 - Atual
Periódico: Journal of Medical Genetics (Print)
2018 - Atual
Periódico: PSYCHIATRY RESEARCH
2017 - Atual
Periódico: INTERNATIONAL JOURNAL OF DERMATOLOGY
2017 - Atual
Periódico: Clinical and Experimental Dermatology
2017 - Atual
Periódico: The Journal of Dermatology
2017 - Atual
Periódico: Journal of Cosmetic Dermatology
2017 - Atual
Periódico: APPLIED IMMUNOHISTOCHEMISTRY & MOLECULAR MORPHOLOGY
2017 - Atual
Periódico: IEEE Access


Revisor de projeto de fomento


2013 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Dermatologia.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Sistemas de Computação/Especialidade: Teleinformática.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
1 lugar premio do juri mini-comunicação 72 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, sociedade brasileira de dermatologia.
2015
3 LUGAR Trabalho de Investigação Científica, SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA - REGIONAL SAO PAULO.
2014
BECA PARA PARTICIPACAO DA XXXII RADLA - SANTIAGO-CHILE, sociedade brasileira de dermatologia.
2014
3 lugar trabalho de investigacao científica - premio profa. dra. Yara Pessoa, sociedade brasileira de dermatologia.
2013
1 lugar trabalho de investigacao científica - premio prof. dr. joão gontijo, sociedade brasileira de dermatologia.
2013
1 lugar trabalho de investigacao científica - premio prof. fernando terra, sociedade brasileira de dermatologia e galderma.
2013
1 lugar trabalho de investigacao científica - dermatologia sanitária, sociedade brasileira de dermatologia regional são paulo.
2013
3 lugar trabalho de investigacao científica - premio prof. dr. joão gontijo, sociedade brasileira de dermatologia.
2012
SEGUNDO LUGAR NA CATEGORIA POSTER DIGITAL - INVESTIGACAO, SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA - REGIAO SUL.
2011
BOLSA FIDE - CONGRESSO MUNDIAL DE DERMATOLOGIA - SEOUL, SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA.
2010
PRIMEIRO LUGAR COMO TRABALHO DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA, SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA.
2010
PROJETO RESIDENTES ROC, SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA.
2009
CERTIFICADO DE PROFICIENCIA, INSTITUTO CULTURAL BRASIL-ESTADOS UNIDOS.
2009
SEGUNDO LUGAR NA CATEGORIA INVESTIGACAO - CIRURGICA, SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA - REGIONAL SAO PAULO.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
IANHEZ, MAYRA2018IANHEZ, MAYRA ; SCHMITT, JULIANO V. ; MIOT, HELIO A. . Prevalence of hidradenitis suppurativa in Brazil: a population survey. INTERNATIONAL JOURNAL OF DERMATOLOGY, v. 57, p. 618-620, 2018.

2.
SCHMITT, JULIANOVILAVERDE2018SCHMITT, JULIANOVILAVERDE; HADDAD, GABRIELAR ; MIOT, HÉLIOAMANTE ; ALENCAR MARQUES, MARIANGELAESTHER . Excision of basal cell carcinomas smaller than 1 cm with 2 mm safety margins: Lateral margin adequacy evaluated by double-bladed scalpel method. Indian Journal of Dermatology Venereology & Leprology, v. 84, p. 603-606, 2018.

3.
JORGE, MARILIA FORMENTINI SCOTTON2018JORGE, MARILIA FORMENTINI SCOTTON ; MIGUEL, LÍVIA MARIA ZANARDI ; BRAGHIROLI, CÍNTIA SANTOS ; Schmitt, Juliano Vilaverde . Demodicosis as treatment complication of amicrobial pustulosis of the folds. ANAIS BRASILEIROS DE DERMATOLOGIA (ONLINE), v. 93, p. 566-569, 2018.

4.
MIOLA, ANNA CAROLINA2018MIOLA, ANNA CAROLINA ; FERREIRA, ELIANE ROIO ; Abbade, Luciana Patricia Fernandes ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; MIOT, HELIO AMANTE . Randomized clinical trial testing the efficacy and safety of 0.5% colchicine cream versus photodynamic therapy with methyl aminolevulinate in the treatment of skin field cancerization: study protocol. BMC CANCER, v. 18, p. 340, 2018.

5.
Wakiyama, T.C.2017Wakiyama, T.C. ; FRANCA, M. L. ; Carvalho, LP ; MARQUES, M. E. A. ; MIOT, HA ; SCHMITT, J. V. . Initial basal cell carcinomas diagnosed in the National Campaign for Skin Cancer Prevention are smaller than those identified by the conventional medical referral system. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 92, p. 26-29, 2017.

6.
PINTO, CAMILA ARAUJO SCHARF2017PINTO, CAMILA ARAUJO SCHARF ; REBELLATO, PRISCILA REGINA ORSO ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; TORRE, DEBORAH SKUSA DE . Lip volumization using botulinum toxin. SURGICAL & COSMETIC DERMATOLOGY, v. 9, p. 24, 2017.

7.
GARBERS, LUIZ EDUARDO FABRICIO DE MELO2016GARBERS, LUIZ EDUARDO FABRICIO DE MELO ; SLONGO, HELENA ; FABRICIO, LINCOLN HELDER ZAMBALDI ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; BONALUMI FILHO, AGUINALDO . Incidence, clinical manifestations and clipping of nail psoriasis in the dermatology center of the Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 91, p. 300-305, 2016.

8.
Colenci, R.2016Colenci, R. ; JACINTO, J. S. ; MIOT, HA ; MARQUES, MARIANGELA ESTER ; SCHMITT, J. V. ; Abbade, Luciana Patricia Fernandes . Biomembrane of hemicellulose dressing versus collagenase in the treatment of chronic venous ulcers: randomized clinical trial, open and controlled study. Wound Repair and Regeneration, v. 24, p. A5-A5, 2016.

9.
ZUCHI, M. F.2015ZUCHI, M. F. ; AZEVEDO, P. O. ; TANAKA, A. A. ; SCHMITT, J.V. ; MARTINS, L. E. A. M. . Serum levels of 25-hydroxy vitamin D in psoriatic patients. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 90, p. 430-432, 2015.

10.
MENDAÇOLLI, PAOLA JUNG2015MENDAÇOLLI, PAOLA JUNG ; BRIANEZI, GABRIELLI ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; Marques, Mariângela Esther Alencar ; Miot, Hélio Amante . Nuclear morphometry and chromatin textural characteristics of basal cell carcinoma. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 90, p. 874-878, 2015.

11.
REBELLATO, PRISCILA REGINA ORSO2015REBELLATO, PRISCILA REGINA ORSO ; FAUCZ, LUCIANA RODRIGUES LISBOA ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; PINTO, CAMILA ARAÚJO SCHARF . Trichloroacetic acid peeling in the treatment of actinic melanosis in the back of the hands: a comparative randomized study between two vehicles. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 7, p. 294-297, 2015.

12.
SCHMITT, J. V.2014 SCHMITT, J. V.; LIMA, B. Z. ; SOUZA, M. C. M. R. ; MIOT, H. A. . Keratosis pilaris and prevalence of acne vulgaris: a cross-sectional study. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 89, p. 91-95, 2014.

13.
SCHMITT, J. V.2014 SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . Oral acetylsalicylic acid and prevalence of actinic keratosis. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso), v. 60, p. 131-138, 2014.

14.
BRIANEZI, G.2014 BRIANEZI, G. ; HANDEL, A.C. ; SCHMITT, J.V. ; MIOT, L.D.B. ; MIOT, H.A. . Changes in nuclear morphology and chromatin texture of basal keratinocytes in melasma. JEADV. Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology, v. 28, p. n/a-n/a, 2014.

15.
SCHMITT, J. V.2014SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . Distribution of Brazilian dermatologists according to geographic location, population and HDI of municipalities: an ecological study. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 89, p. 1013-1015, 2014.

16.
SCHMITT, J. V.2013SCHMITT, J. V.; BOMBONATTO, G. ; TRIERWEILE, SM ; FABRE, A. B. . General aspects of drug interactions with systemic antifungals in a retrospective study sample. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 88, p. 476-479, 2013.

17.
GEQUELIM, G. C.2013GEQUELIM, G. C. ; KUBOTA, C. Y. ; SANCHES, S. ; DRANKA, D. ; MEJIA, M. M. ; SUMIYA, F. M. ; SCHMITT, J. V. . Perception of brittle nails in dermatologic patients: a cross-sectional study. Anais Brasileiros de Dermatologia (Online), v. 88, p. 1022-1025, 2013.

18.
SOUZA, F. H. M.2013SOUZA, F. H. M. ; BEBBER, F. R. L. ; SOARES, VC ; SCHMITT, J. V. ; ATAIDE, D. S. T. . Estudo comparativo do uso de pigmentação exógena como adjuvante à luz intensa pulsada no tratamento de melanoses solares do dorso das mãos. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 5, p. 28-30, 2013.

19.
CONSOLO, T. D.2013CONSOLO, T. D. ; SCHMITT, J. V. ; STOLF, H. O. . Condilomas acuminados genitais em crianças: série de 10 casos. Diagnóstico & Tratamento, v. 18, p. 105-107, 2013.

20.
SCHMITT, J. V.2012SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . Actinic keratosis: a clinical and epidemiological revision. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 87, p. 425-434, 2012.

21.
ribeiro, cf2012ribeiro, cf ; SOUZA, F. H. M. ; JORDAO, J. M. ; HAENDCHEN, L. C. ; MESQUITA, L. A. F. ; SCHMITT, J. V. ; FAUCZ, LL . Photodynamic therapy in actinic cheilitis: clinical and anatomopathological evaluation of 19 patients. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 87, p. 418-423, 2012.

22.
SCHMITT, J. V.2012SCHMITT, J. V.; ribeiro, cf ; SOUZA, F. H. M. ; SIQUEIRA, EBD ; BEBBER, F. R. L. . Hair loss perception and symptoms of depression in female outpatients attending a general dermatology clinic. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 87, p. 412-417, 2012.

23.
Schmitt, Juliano Vilaverde2012Schmitt, Juliano Vilaverde; BOMBONATTO, GIOVANA ; MARTIN, MANOELA ; Miot, Hélio Amante . Risk factors for hidradenitis suppurativa: a pilot study. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 87, p. 936-938, 2012.

24.
FABRE, A. B.2011FABRE, A. B. ; FOLADOR, B. ; SCHMITT, J. V. . Persistence of Acne beyond 21 Year of Age in Adolescent Female Patients: A Retrospective Cohort. Journal of Clinical & Experimental Dermatology, v. 2, p. 1000122, 2011.

25.
Schmitt, Juliano Vilaverde2011Schmitt, Juliano Vilaverde; Tavares, Mariana ; Cerci, Felipe Bochnia . Mulheres adultas com acne apresentam maior risco de elevação de triglicerídeos ao uso de isotretinoína oral. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 86, p. 807-810, 2011.

26.
Schmitt, Juliano Vilaverde2011Schmitt, Juliano Vilaverde; Chinem, Valquíria Pessoa ; Marques, Mariângela Esther Alencar ; Miot, Hélio Amante . Aumento da incidência de carcinoma basocelular em hospital universitário: 1999 a 2009. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 86, p. 375-377, 2011.

27.
Souza, Cláudia Fernanda Dias2011Souza, Cláudia Fernanda Dias ; Thomé, Emanuela Plech ; Menegotto, Paula Fatuch ; Schmitt, Juliano Vilaverde ; Shibue, José Roberto Toshio ; Tarlé, Roberto Gomes . Topografia do carcinoma basocelular e suas correlações com o gênero, a idade e o padrão histológico: um estudo retrospectivo de 1.042 lesões. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 86, p. 272-277, 2011.

28.
SCHMITT, J. V.2011SCHMITT, J. V.; MARCHIORO, H. Z. . Baixa eficácia do uso de solução de hidróxido de potássio a 5% por 28 dias no tratamento de molusco contagioso. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 3, p. 368-369, 2011.

29.
SOUZA, F. H. M.2010SOUZA, F. H. M. ; ribeiro, cf ; SCHMITT, J. V. ; FABRICIO, L. Z. ; WEIGERT, S. ; ATAIDE, D. S. T. . Estudo comparativo de uso de Laser de diodo (810nm) versus luz intensa pulsada (filtro 695nm) em epilação axilar. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 2, p. 78, 2010.

30.
Schmitt, Juliano Vilaverde2010Schmitt, Juliano Vilaverde; DECHANDT, I. T. ; DOPKE, G. ; RIBAS, M. L. ; CERCI, F. B. ; VIESI, J. M. Z. ; MARCHIORO, H. Z. ; ZUNINO, M. M. B. ; MIOT, H. A. . Armadillo meat intake was not associated with leprosy in a case control study, Curitiba (Brazil). Memórias do Instituto Oswaldo Cruz (Impresso), v. 105, p. 857-862, 2010.

31.
SCHMITT, J. V.;Schmitt, Juliano Vilaverde;SCHMITT, J.V.;SCHMITT, JULIANO V.;SCHMITT, JULIANOVILAVERDE2009 SCHMITT, J. V.; Masuda, Paula Yoshiko ; Miot, Hélio Amante . Padrões clínicos de acne em mulheres de diferentes faixas etárias. Anais Brasileiros de Dermatologia (Impresso), v. 84, p. 349-354, 2009.

32.
SCHMITT, J. V.2009SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . Ensaio randomizado, duplo-cego e controlado de anestesia tópica induzida por iontoforese de lidocaína. Surgical & Cosmetic Dermatology, v. 1, p. 112-114, 2009.

33.
RAGUGNETI, J. D.2003RAGUGNETI, J. D. ; SCHMITT, J. V. . FOLICULITE PERFURANTE. Arquivos Dermatológicos do Instituto Lauro de Souza Lima, v. 2, p. 28-31, 2003.

Capítulos de livros publicados
1.
MIOT, H.A. ; SCHMITT, J. V. . Informática aplicada à dermatologia. In: Walter Belda Junior; Nilton Di Chiacchio, Paulo Ricardo Criado. (Org.). Tratado de dermatologia. 2ed.São Paulo: Atheneu, 2014, v. 2, p. 2665-2672.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCHMITT, J. V.. As fases da acne. gazeta do povo, curitiba-pr, 25 out. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PEREIRA, P. A. ; MALZONI, M. L. ; COUTINHO, T. V. ; MIOT, H. A. ; SCHMITT, J.V. . PORTADORES DE MELASMA TÊM MAIOR HABILIDADE EM RECONHECER EXPRESSÕES FACIAIS NEGATIVAS.. In: 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2017, salvador-ba. 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA,, 2017.

2.
PEREIRA, P. A. ; BORGES, P. R. C. G. ; SCHMITT, J.V. . NÍVEIS SÉRICOS DE 25-HIDROXIVITAMINA D EM MULHERES ADULTAS COM ACNE: UM ESTUDO PILOTO.. In: 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA,, 2017, salvador-ba. 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA,, 2017.

3.
JORGE, M. F. S. ; MIGUEL, L. M. Z. ; BRAGHIROLI, C. ; MARQUES, M. E. A. ; SCHMITT, J.V. . DEMODICIDOSE EM PORTADORA DE DERMATOSE PUSTULOSA AMICROBIANA DAS DOBRAS. In: 71o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2016, PORTO ALEGRE-RS. 71o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2016.

4.
REBELLATO, P. R. O. ; PINTO, C. A. S. ; FAUCZ, LL ; SCHMITT, J.V. . AVALIACAO DA INFLUENCIA DE DOIS DIFERENTES VEICULOS PARA O TRATAMENTO DE MELANOSES ACTINICAS NO DORSO DAS MAOS COM ACIDO TRICLOROACETICO 20%. In: 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015, SAO PAULO-SP. 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015.

5.
BRAGHIROLI, C. ; SCHMITT, J.V. ; MIOT, L. D. B. ; MIOT, H. A. . ALEM DA EVIDENCIA: E SE FOSSE EM VOCE?. In: 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015, SAO PAULO-SP. 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015.

6.
SOUSA, J. T. ; ABBADE, L. P. F. ; ORASMO, C. R. ; SCHMITT, J.V. ; MARQUES, M. E. . PUSTULOSE AMICROBIANA DAS DOBRAS: RARIDADE DE UM CASO SEM ASSOCIACAO COM DOENCAS AUTOIMUNES. In: 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015, SAO PAULO-SP. 70 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2015.

7.
REIS, L. M. ; ZUCHI, M. F. ; GARBERS, L. E. F. M. ; FABRE, A. B. ; TANAKA, A. A. ; SCHMITT, J.V. . QUERATOSE SEBORREICA: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE ELETROCAUTERIZAÇÃO E CRIOCIRURGIA COMO TERAPÊUTICA. In: 69 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014, RECIFE-PE. 69 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014.

8.
ZUCHI, M. F. ; AZEVEDO, P. O. ; MASSANARES, B. M. ; TANAKA, A. A. ; SCHMITT, J.V. ; MARTINS, L. E. A. M. . PREVALENCIA DE AUTOANTICORPOS EM PACIENTES COM PSORIASE. In: 69 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014, RECIFE-PE. 69 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014.

9.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . Distribuição dos dermatologistas no Brasil segundo a região geográfica, população e IDH dos municípios: um estudo ecológico.. In: Reunião anual dos dermatologistas dos estado de são paulo, 2013, santos-sp. Reunião anual dos dermatologistas dos estado de são paulo, 2013.

10.
BEBBER, F. R. L. ; SOUZA, F. H. M. ; ribeiro, cf ; SIQUEIRA, EBD ; SCHMITT, J. V. ; FABRICIO, L. Z. ; FAUCZ, LL . TRATAMENTO CIRÚRGICO DE SIRINGOMA: ESTUDO COMPARATIVO DA EXCISÃO COM TESOURA OFTALMOLÓGICA DE CASTROVIEJO E ELETROCAUTERIZAÇÃO. In: XXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatologica, 2011, CURITIBA-PR. XXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatologica, 2011.

11.
BEBBER, F. R. L. ; SOARES, VC ; SOUZA, F. H. M. ; ribeiro, cf ; SIQUEIRA, EBD ; SCHMITT, J. V. ; ATAIDE, D. S. T. . ESTUDO COMPARATIVO DO USO DE PIGMENTAÇÃO EXÓGENA COMO ADJUVANTE À LUZ INTENSA PULSADA NO TRATAMENTO DE MELANOSES SOLARES DE DORSO DE MÃOS: AVALIAÇÃO DA PACIENTE. In: XXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatologica, 2011, CURITIBA-PR. XXIII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatologica, 2011.

12.
MENDACOLLI, TJ ; OCANHA, JP ; SCHMITT, J. V. ; MIOT, H. A. . ASSOCIACAO ENTRE ALTERACOES DERMATOLOGICAS E EVENTOS CARDIOVASCULARES EM HOMENS: UM ESTUDO CASO-CONTROLE. In: 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011, FLORIANOPOLIS. 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011.

13.
SOUZA, F. H. M. ; BEBBER, F. R. L. ; FERNANDES, GP ; FILLUS NETO, J ; SCHMITT, J. V. . SINDROME DOS ANAGENOS SOLTOS - DESCRICAO DE CASO E REVISAO DE LITERATURA. In: 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011, FLORIANOPOLIS. 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011.

14.
KAPP, K ; ribeiro, cf ; ZILLO, F. C. ; SCHMITT, J. V. ; BONALUMI FILHO, A ; FABRICIO, L. Z. . AVALIACAO DO PERFIL EPIDEMIOLOGICO DOS PACIENTES COM PSORIASE EM HOSPITAL UNIVERSITARIO DO SUL DO BRASIL. In: 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011, FLORIANOPOLIS. 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011.

15.
SCHMITT, J. V.; BOMBONATTO, G. ; TRIERWEILE, SM ; FABRE, A. B. . PERFIL CLINICO E DEMOGRAFICO E POTENCIAIS INTERACOES MEDICAMENTOSAS EM PORTADORES DE ONICOMICOSE: ESTUDO RETROSPECTIVO. In: 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011, FLORIANOPOLIS. 66 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2011.

16.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . ENSAIO DUPLO CEGO E CONTROLADO DE ANESTESIA TOPICA INDUZIDA POR IONTOFORESE DE LIDOCAINA. In: XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA, 2009, UBERLANDIA-MG. XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA, 2009.

17.
SCHMITT, J. V.; GIOSTRI, I. F. ; UNTERSTELL, N. ; MENEGOTTO, P. F. ; CAMPOS, J. K. S. . PSORIASE LINEAR - RELATO DE CASO. In: 63 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2008, FORTALEZA-CE. 63 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2008.

18.
SCHMITT, J. V.; STOLF, H. O. ; MARQUES, M. E. ; SOARES, G. C. . CASO PARA DIAGNÓSTICO. In: JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006, BOTUCATU-SP. JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006.

19.
SCHMITT, J. V.; FRANCO JUNIOR, G. R. ; HADDAD JUNIOR, V. ; CARRENHO, A. B. ; MARQUES, M. E. . PAPILOMATOSE RETICULADA E CONFLUENTE. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2006, CURITIBA-PR. CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2006.

20.
SCHMITT, J. V.; HADDAD, G. R. ; SOARES, G. C. ; FERREIRA, A. G. T. ; MARQUES, M. E. ; PUTINATTI, M. S. M. A. ; LASTORIA, J. C. . HANSENÍASE TUBERCULÓIDE SIMULANDO GRANULOMA ANULAR - DEMONSTRATIVO. In: JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006, BOTUCATU-SP. JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006.

21.
SCHMITT, J. V.; HADDAD, G. R. ; SOARES, G. C. ; STOLF, H. O. . NEVO MELANOCÍTICO CONGÊNITO PILOSO GIGANTE - DISCUSSÃO TERAPÊUTICA. In: JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006, BOTUCATU-SP. JORNADA DERMATOLÓGICA, 2006.

22.
SCHMITT, J. V.; RAGUGNETI, J. D. ; COLLET, R. ; LORA, F. M. . RETICULO-HISTIOCITOSE CONGÊNITA DE CURA ESPONTÂNEA - RELATO DE CASO. In: X REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2005, CAMPINAS-SP. X REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2005.

23.
SCHMITT, J. V.; MACIEL, S. L. C. ; BARRETO, J. A. ; OPROMOLLA, D. V. A. . XANTOMA ERUPTIVO - RELATO DE CASO. In: 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003, VITORIA - ES. 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003.

24.
SANTO, G. A. E. ; SCHMITT, J. V. ; FLEURY, R. N. ; OPROMOLLA, D. V. A. ; NAKANDAKARI, M. T. C. B. R. . LESÃO SOLITÁRIA COM CARACTERÍSTICAS DE ALOPECIA AREATA E VITILIGO. In: 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003. 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003.

25.
SCHMITT, J. V.; FLEURY, R. N. ; MACIEL, S. L. C. ; BARRETO, J. A. . ASSOCIAÇÃO DE MICOBACTERIOSE COM CARCINOMA ESPINOCELULAR DE PELE - RELATO DE CASO. In: 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2002, PORTO ALEGRE - RS. 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2002.

26.
SCHMITT, J. V.; BARRETO, J. A. ; MACIEL, S. L. C. ; GODOY, A. S. ; VIANA FILHO, D. C. . PÊNFIGO HERPETIFORME - RELATO DE CASO. In: 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2002. 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA.

27.
BARRETO, J. A. ; VIANA FILHO, D. C. ; SCHMITT, J. V. ; GODOY, A. S. ; RAGUGNETI, J. D. . LINFANGIOMA CIRCUNSCRITO PENO-ESCROTAL. In: 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2002. 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA.

28.
MACIEL, S. L. C. ; FLEURY, R. N. ; BARRETO, J. A. ; SCHMITT, J. V. ; SANTO, G. A. E. . XANTOMA PLANO NORMOLIPÊMICO DIFUSO (XPND) - RELATO DE CASO. In: 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2002. 57 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA.

29.
SCHMITT, J. V.. TIMOLIPOMA - RELATO DE CASO. In: VII FORUM DE ATUALIZAÇÃO DO HOSPITAL FÁTIMA, 2000, CAXIAS DO SUL - RS. VII FORUM DE ATUALIZAÇÃO DO HOSPITAL FÁTIMA, 2000.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
LIBORIO, R. S. ; MALZONI, M. L. ; PEREIRA, P. A. ; CARRIJO, A. C. N. ; PENHA, M. A. ; MARQUES, M. E. A. ; SCHMITT, J.V. . SÍNDROME DE SWEET EM LACTENTE: RELATO DE CASO DE DERMATOSE RARA NA INFÂNCIA, COM ACOMETIMENTO OFTALMOLÓGICO GRAVE.. In: 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA,, 2017, salvador-ba. 72o CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA,, 2017.

2.
PERES, G. ; TONDIN, A. A. R. ; ARRUDA, G. O. ; PENHA, M. A. ; CAMPOS, E. B. P. ; MIOT, H. A. ; SCHMITT, J.V. . RETALHO PERIALAR CRESCENTE PARA CORREÇÃO DE DEFEITOS CIRÚRGICOS NA SOLEIRA NASAL E LÁBIO SUPERIOR: RELATO DE CASO.. In: 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017, São Paulo-SP. 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017.

3.
PERES, G. ; SOUZA, L. B. ; MIOT, H. A. ; ESPOSITO, A. C. C. ; CARRIJO, A. C. N. ; JORGE, M. F. S. ; SCHMITT, J.V. . A CAMPANHA NACIONAL DE PREVENÇÃO E A AVALIAÇÃO MÉDICA ESTÃO ASSOCIADAS AO DIAGNÓSTICO PRECOCE DO MELANOMA CUTÂNEO. In: 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017, São Paulo-SP. 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017.

4.
PERES, G. ; MOREIRA, R. G. ; HADDAD, G. R. ; MIOT, H. A. ; MARQUES, M. E. A. ; STOLF, H. O. ; SCHMITT, J.V. . EXÉRESE DE CARCINOMAS BASOCELULARES SÓLIDOS MENORES DE 1 CENTÍMETRO COM MARGEM DE SEGURANÇA CONSERVADORA (2 MILÍMETROS. In: 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017, São Paulo-SP. 29o Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2017.

5.
ZUCHI, M. F. ; AZEVEDO, P. O. ; TANAKA, A. A. ; SCHMITT, J.V. ; SILVA, M. A. A. . PREVALENCIA DE DEFICIENCIA DE VITAMINA D EN PACIENTES CON PSORIASE. In: XXXII REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS, 2014, SANTIAGO-CHILE. XXXII REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS, 2014.

6.
ZUCHI, M. F. ; AZEVEDO, P. O. ; TANAKA, A. A. ; SCHMITT, J.V. . NÍVEIS SÉRICOS DE 25-HIDROXIVITAMINA D EM PORTADORES DE PSORÍASE. In: 22 JORNADA SUL-BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014, CURITIBA-PR. 22 JORNADA SUL-BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2014.

7.
OCANHA, J. P. ; MENDACOLLI, T. J. ; VASCONCELOS, L. ; RAMOS, P. M. ; SCHMITT, J. V. ; MIOT, H. A. . ALTERAÇÕES CUTÂNEAS ASSOCIADAS À ATEROSCLEROSE: SEGUIMENTO LONGITUDINAL A PARTIR DE UM ESTUDO CASO CONTROLE. In: 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013, brasilia-df. 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013.

8.
HANDEL, A. C. ; MIOT, H. A. ; BRIANEZI, G. ; MIOT, L. D. B. ; SCHMITT, J. V. . MORFOMETRIA NUCLEAR E TEXTURA DA CROMATINA NOS QUERATINÓCITOS BASAIS DE MELASMA FACIAL.. In: 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013, brasilia-df. 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013.

9.
MUNHOZ, T. ; CONSOLO, T. D. ; SCHMITT, J. V. ; STOLF, H. O. . CONDILOMAS ACUMINADOS GENITAIS EM CRIANÇAS: SÉRIE DE 10 CASOS.. In: 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013, brasilia-df. 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013.

10.
MUNHOZ, T. ; CASTILHO, M. A. ; BRIANEZI, G. ; SCHMITT, J. V. ; MIOT, H. A. . CARACTERIZAÇÃO DO CAMPO DE CANCERIZAÇÃO DA PELE: ASPECTOS MORFOMÉTRICOS, DE TEXTURA DA CROMATINA, PROLIFERAÇÃO E APOPTOSE.. In: 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013, brasilia-df. 66 congresso da sociedade brasileira de dermatologia, 2013.

11.
SCHMITT, J. V.; LIMA, B. Z. ; SOUZA, M. C. M. R. ; SOMACAL, A. P. B. ; ROMAGNOLLI, L. E. ; PASSOS, P. C. V. R. . Portadores de queratose pilar apresentam menor risco e gravidade para acne vulgar: um estudo transversal. In: 20 jornada sul-brasileira de dermatologia, 2012, FLORIANOPOLIS. 20 jornada sul-brasileira de dermatologia, 2012.

12.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . aspirin and risk of actinic keratoses - a retrospective cohort. In: 22nd World Congress of Dermatology, 2011, seul - Coreia. 22nd World Congress of Dermatology, 2011.

13.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . FATORES DE RISCO PARA QUERATOSES ACTÍNICAS EM PACIENTES MAIORES DE 50 ANOS.. In: XXII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2010, Rio de Janeiro-RJ. XXII Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, 2010.

14.
Schmitt, Juliano Vilaverde; MARTINS, M. C. A. ; UTZIG, J. B. ; KALED NETA, E. L. ; CARNEIRO, M. G. L. N. . SAZONALIDADE DO DIAGNÓSTICO DE DERMATITE SEBORRÉICA. In: 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, rio de janeiro. 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

15.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . ÁCIDO ACETILSALICÍLICO E RISCO DE QUERATOSES ACTÍNICAS: UMA COORTE RETROSPECTIVA. In: 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, rio de janeiro. 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

16.
MIOT, L. D. B. ; MIOT, H. A. ; CHINEM, V. P. ; SCHMITT, J. V. . AUMENTO DA INCIDÊNCIA DE CARCINOMA BASOCELULAR EM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ENTRE 1999 E 2009. In: 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, rio de janeiro. 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

17.
SCHMITT, J. V.; BOMBONATTO, G. ; MARTIN, M. ; MIOT, H. A. . FATORES DE RISCO PARA HIDRADENITE SUPURATIVA: UM ESTUDO CASO-CONTROLE. In: 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, rio de janeiro. 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

18.
SCHMITT, J. V.; FABRE, A. B. ; FOLADOR, B. ; MATSUMOTO, J. L. ; MIOT, H. A. . PERSISTÊNCIA DE ACNE EM MULHERES ADULTAS: UMA COORTE RETROSPECTIVA. In: 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, rio de janeiro. 65º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

19.
UTZIG, J. B. ; SCHMITT, J. V. ; MARTINS, M. C. A. ; PACHNICKI, MA ; MESQUITA, L. A. F. . POIKILODERMA VASCULARE ATROPHICANS: RELATO DE UM CASO. In: 65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, RIO DE JANEIRO-RJ. 65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

20.
SOUZA, F. H. M. ; BEBBER, F. R. L. ; SIQUEIRA, EBD ; SCHMITT, J. V. ; FABRICIO, L. Z. . SINDROME DE LAUGIER HUNZIKER - RELATO DE CASO. In: 65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, RIO DE JANEIRO-RJ. 65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

21.
SOUZA, F. H. M. ; ribeiro, cf ; SCHMITT, J. V. ; FABRICIO, L. Z. . SINDROME DE LAUGIER HUNZIKER - RELATO DE CASO. In: 19 JORNADA SUL-BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010, CURITIBA-PR. 19 JORNADA SUL-BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2010.

22.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. ; DELLATORRE, G. ; PAIXAO, MP . CORRELAÇÃO ENTRE ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) E INDICADORES DE HANSENÍASE. In: REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

23.
CAMPOS, J. K. S. ; SCHMITT, J. V. ; OLIVIERI, G. ; VIESI, J. M. Z. . Dermatose pustulosa amicrobiana das dobras. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2009, SAO JOSE DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

24.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. ; VIESI, J. M. Z. ; MARCHIORO, H. Z. ; ZUNINO, M. M. B. . Hanseníase não se associa à ingesta de carne de tatu em pacientes de Curitiba. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSE DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

25.
MARCHIORO, H. Z. ; CERCI, F. B. ; SCHMITT, J. V. . Liquen Aureus em paciente idosa. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

26.
SCHMITT, J. V.; DELLATORRE, G. ; CERCI, F. B. . Notalgia parestésica ? análise de 16 casos. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

27.
SOUZA, C. F. D. ; THOME, E. P. ; SHIBUE, J. R. T. ; TARLE, R. G. ; SCHMITT, J. V. . Padrões de localização das lesões de carcinoma basocelulares segundo o sexo. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

28.
SCHMITT, J. V.; MASUDA, P. Y. ; MIOT, H. A. ; BEBBER, F. R. L. . Padrões clínicos de acne em mulheres de diferentes faixas etárias. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

29.
ZUNINO, M. M. B. ; MARCHIORO, H. Z. ; SCHMITT, J. V. ; DELLATORRE, G. ; VIESI, J. M. Z. . PAPILOMATOSE RETICULADA CONFLUENTE DE GOUGEROT-CARTEAUD: RELATO DE DOIS CASOS. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

30.
VIESI, J. M. Z. ; SELEME, M. T. ; MESQUITA, L. A. F. ; SCHMITT, J. V. . PILOLEIOMIOMA MÚLTIPLO: RELATO DE 2 CASOS DE OCORRÊNCIA FAMILIAR. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

31.
CERCI, F. B. ; VIESI, J. M. Z. ; ZUNINO, M. M. B. ; SCHMITT, J. V. . POROQUERATOSE DE MIBELLI ? RELATO DE 2 CASOS. In: REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO D SÃO PAULO, 2009, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. RADESP 2009, 2009.

32.
SCHMITT, J. V.; CERCI, F. B. ; MARCHIORO, H. Z. ; VIESI, J. M. Z. ; ZUNINO, M. M. B. . ANALISE DE 157 LESOES INICIAIS DE CARCINOMA BASOCELULAR QUANTO A DISTRIBUICAO ETARIA E DE GENERO SEXUAL. In: 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009, BELEM - PA. 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009.

33.
MENEGOTTO, P. F. ; VIESI, J. M. Z. ; MESQUITA, L. A. F. ; SCHMITT, J. V. . LIPOIDOPROTEINOSE: RELATO DE UM CASO. In: 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009, BELEM - PA. 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009.

34.
ZUNINO, M. M. B. ; SCHMITT, J. V. ; MARCHIORO, H. Z. ; DOMINICIS, CN . REACAO EXUBERANTE AO DICLOFENACO TOPICO NO TRATAMENTO DE CERATOSES ACTINICAS. In: 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009, BELEM - PA. 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009.

35.
SCHMITT, J. V.; CERCI, F. B. ; MARCHIORO, H. Z. ; VIESI, J. M. Z. ; ZUNINO, M. M. B. . PRURIDO CRONICO E ALTERACOES LABORATORIAIS. In: 14 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO, 2009, SAO JOSE DO RIO PRETO-SP. 14 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO, 2009.

36.
SCHMITT, J. V.; TAVARES, M. ; CERCI, F. B. . FATORES ASSOCIADOS A ALTERACOES LABORATORIAIS EM PACIENTES DE ACNE TRATADOS COM ISOTRETINOINA ORAL. In: 14 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO, 2009, SAO JOSE DO RIO PRETO-SP. 14 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO, 2009.

37.
CAMPOS, J. K. S. ; SCHMITT, J. V. ; MARCHIORO, H. Z. . RELATO DE CASO: ERUPCAO PRIMAVERIL JUVENIL. In: 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009, BELEM - PA. 64 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2009.

38.
SCHMITT, J. V.; MENEGOTTO, P. F. ; SOUZA, C. F. D. . carcinoma basocelular de 20 anos de evolução associado a miíase cavitária. In: XIII REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2008, CAMPINAS-SP. XIII REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2008.

39.
SCHMITT, J. V.; BORGES, CA ; Thomé, Emanuela Plech ; MENEGOTTO, P. F. ; GIOSTRI, I. F. . TUBERCULIDE PAPULO NECROTICA SEM FOCO TUBERCULOSO IDENTIFICADO, APRESENTANDO REMISSAO APOS O USO DE MINOCICLINA. In: 63 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2008, FORTALEZA-CE. 63 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2008.

40.
SCHMITT, J. V.; FRANCO JUNIOR, G. R. ; STOLF, H. O. . DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE LOSÕES NÓDULO-CÍSTICAS NA FRONTE. In: XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA, 2006, SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP. XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA, 2006.

41.
SCHMITT, J. V.; PONTELLO, A. F. S. ; HADDAD, G. R. ; LASTORIA, J. C. ; MARQUES, M. E. . SÍNDROME DE SWEET: APRESENTAÇÃO ATÍPICA E EXUBERANTE. In: 61 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2006, CURITIBA-PR. 61 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2006.

42.
SCHMITT, J. V.; RAGUGNETI, J. D. ; COLLET, R. ; CUCK, G. . PAGET EXTRAMAMÁRIO - RELATO E CASO. In: X REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2005, CAMPINAS-SP. X REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, 2005.

43.
SCHMITT, J. V.; MACIEL, S. L. C. ; TONELLO, C. S. ; BARRETO, J. A. ; FLEURY, R. N. ; OPROMOLLA, D. V. A. . PARACOCCIDIOIDOMICOSE SARCOÍDICA - RELATO DE CASO. In: 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003, vitoria-es. 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003.

44.
MACIEL, S. L. C. ; GODOY, A. S. ; NAKANDAKARI, M. T. C. B. R. ; FLEURY, R. N. ; OPROMOLLA, D. V. A. ; SCHMITT, J. V. . DERMATOSE PUSTULOSA EROSIVA DO COURO CABELUDO - RELATO DE CASO. In: 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003, vitoria-es. 58 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA, 2003.

Artigos aceitos para publicação
1.
MIOLA, A.C. ; ROIO, E.F. ; LIMA, T.R.R. ; SCHMITT, J.V. ; ABBADE, L.P.F. ; MIOT, H.A. . Effectiveness and safety of 0.5% colchicine cream <i>versus</i> photodynamic therapy with methyl aminolevulinate in the treatment of actinic keratosis and skin field cancerisation of the forearms: a randomized controlled trial. BRITISH JOURNAL OF DERMATOLOGY, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHMITT, J.V.. Carcinoma Basocelular e Espinocelular: Clínica e Diagnóstico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SCHMITT, J. V.. CASO CLINICO 02 DO SERVICO DE DERMATOLOGIA DO HOSPITAL UNIVERSITARIO EVANGELICO DE CURITIBA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
SCHMITT, J. V.; MASUDA, P. Y. ; MIOT, H. A. . PADROES CLINICOS DE ACNE EM MULHERES DE DIFERENTES FAIXAS ETARIAS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SCHMITT, J. V.; TAVARES, M. . FATORES DE RISCO PARA ELEVACAO DE TRIGLICERIDEOS AO USO DE ISOTRETINOINA ORAL NO TRATAMENTO DA ACNE. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. . ACIDO ACETILSALICILICO E RISCO DE QUERATOSES ACTINICAS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A. ; DECHANDT, I. T. ; DOPKE, G. ; RIBAS, M. L. ; CERCI, F. B. ; VIESI, J. M. Z. ; MARCHIORO, H. Z. ; ZUNINO, M. M. B. . RISCO DE HANSENIASE E HISTORICO DE INGESTA DE CARNE DE TATU EM PACIENTES DE CURITIBA. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
SCHMITT, J. V.; MINOTTO, A. . MIOCARDIOPATIA DILATADA PUERPERAL: RELATO DE CASO. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
SOUZA, F. H. M. ; SCHMITT, J. V. . PROJETOS RESIDENTES ROC 2010 (PRÊMIO).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SCHMITT, J.V.. Reformulação curricular curso de medicina. 2014.

Programas de computador sem registro
1.
SCHMITT, J.V.. Aplicação de teste de reconhecimento facial de emoções. 2014.

2.
SCHMITT, J. V.; FABRICIO, L. Z. . WEBSITE DO SERVICO DE DERMATOLOGIA DO HOSPITAL UNIVERSITARIO EVANGELICO DE CURITIBA. 2010.

3.
SCHMITT, J. V.. PRODERMA - SITE DE DISCUSSOES EM DERMATOLOGIA. 2008.

4.
SCHMITT, J. V.. Sistema de tabulação de dados de pesquisa e análises bivariadas. 2008.

5.
SCHMITT, J. V.. SISTEMA DE AGENDA E PRONTUARIO ELETRONICO. 2008.

Produtos tecnológicos
1.
SCHMITT, J. V.. CAMARA DE FOTOTERAPIA PARA PUVATERAPIA. 2011.

2.
SCHMITT, J. V.. FORNECEDOR DE CORRENTE CONTROLADA PARA IONTOFORESE DE MEDICAMENTOS. 2010.

3.
SCHMITT, J. V.. INSTRUMENTO PARA FOTOGRAFIA DE IMAGENS FLUORESCENTES A EXPOSICAO UV. 2010.

Trabalhos técnicos
1.
SCHMITT, J. V.. Orientação de atendimento médico - ambulatório de dermatologia geral. 2012.

2.
SCHMITT, J. V.. Atendimento e orientação mutirão de cirurgia dermatológica. 2012.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SCHMITT, J.V.. CAMPANHA DE PREVENÇÃO DO CANCER DE PELE. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
SCHMITT, J. V.. Espinhas não são um problema só dos jovens. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
SCHMITT, J. V.. Site do serviço de dermatologia da faculdade de medicina de botucatu-unesp. 2013; Tema: Discussão e arquivamento de casos clínicos relevantes academicamente. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
SCHMITT, J.V.. Técnica cirúrgica em cirurgia dermatológica. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Vídeo).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PERES, G.; MIOT, H. A.; FAVERI, J.; SCHMITT, J. V.. Participação em banca de gabriel peres. sobrecarga lipidica pre-operatoria em cirurgia ambulatorial: investigação sobre sangramento intraoperatório e complicações. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado Profissional associado à Residência Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
MARQUES, M. E.; SCHMITT, J. V.. Participação em banca de juliana polizel ocanha. foxp3 e imp3: impacto na evolução dos diferentes subtipos clínicos de melanoma cutâneo. 2016. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
MIOT, H. A.; SCHMITT, J. V.; BAGATIN, E.. Participação em banca de ANA CAROLINA HANDEL. FATORES DE RISCO PARA MELASMA FACIAL EM MULHERES: UM ESTUDO CASO-CONTROLE. 2013. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
MIOT, H. A.; FRODE, T. S.; SCHMITT, J. V.. Participação em banca de Juliana Kida Ikino. ESTUDO DO ENVOLVIMENTO DA RESPOSTA INFLAMATÓRIA NA FISIOPATOGENIA DO MELASMA/ ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA.. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
MARQUES, M. E.; ABBADE, L. P. F.; SCHMITT, J. V.; BAGATIN, E.; YARAK, S.. Participação em banca de andreia de almeida tamega. Expressão gênica e proteica de receptores de estrogênio B e progesterona no melasma facial de mulheres de pele sã adjacente. 2014. Tese (Doutorado em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
Miot, Hélio Amante; FRODE, T. S.; Schmitt, Juliano Vilaverde. Participação em banca de Daniel Holthausen Nunes. AVALIAÇÃO TOTAL DAS MARGENS CIRÚRGICAS LATERAIS DOS CARCINOMAS BASOCELULARES COM A UTILIZAÇÃO DE BISTURI DE LÂMINA DUPLA ? ASSOCIAÇÃO CLÍNICO-HISTOPATOLÓGICA E ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SCHMITT, J. V.; BAGATIN, E.; SANCHES JUNIOR, J. A.; SOTTO, M. N.; TOMIMORI, J.. Participação em banca de CAROLINA OKADA ZERBINI GUIMARÃES. ESTUDO COMPARATIVO SOBRE O EMPREGO DE 5-FLUORURACIL A 5% EM CREME VERSUS SUA UTILIZAÇÃO COMO AGENTE DE PEELINGS SUPERFICIAIS SERIADOS NO TRATAMENTO DO FOTOENVELHECIMENTO AVANÇADO. 2013. Tese (Doutorado em MEDICINA TRANSLACIONAL) - Universidade Federal de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
SCHMITT, J. V.; MIOT, H. A.. Participação em banca de jacqueline silva brito lima. Expressão de fatores de proliferação e antiapoptóticos em carcinoma basocelular. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Mestrado
1.
MIOT, H. A.; ABBADE, L. P. F.; SCHMITT, J.V.. Participação em banca de MARIA PAULA BARBIERI DELIA. AVALIACAO COMPARATIVA DA ANCESTRALIDADE EM MULHERES COM MELASMA FACIAL: UM ESTUDO TRANSVERSAL. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
MIOT, H. A.; ABBADE, L. P. F.; SCHMITT, J. V.. Participação em banca de PAULO MÜLLER RAMOS. ANÁLISE COMPARATIVA DA EXPRESSÃO DE RECEPTORES DE DIOXINA E APOPTOSE NOS FOLÍCULOS PILOSOS DE PACIENTES COM ALOPECIA ANDROGENÉTICA FEMININA. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
MIOT, H. A.; SCHMITT, J. V.; ABBADE, L. P. F.. Participação em banca de ANA CAROLINA HANDEL. FATORES DE RISCO PARA MELASMA FACIAL EM MULHERES: UM ESTUDO CASO-CONTROLE. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Patologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SCHMITT, J.V.. Concurso para Carreira Docente do Departamento de Medicina do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), subárea de Saúde do Adulto Idoso. 2015. Universidade Federal de São Carlos.

Outras participações
1.
SCHMITT, J. V.. 22ª Jornada Sul Brasileira de Dermatologia. 2014. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Reg. Paraná.

2.
SCHMITT, J. V.. XXV Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica - Campos 2013. 2013. SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA DERMATOLOGICA.

3.
SCHMITT, J. V.. CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. 2012. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Seção RJ.

4.
SCHMITT, J. V.. REUNIAO ANUAL DE DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS. 2012. REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS.

5.
SCHMITT, J. V.. 17ª RADESP Reunião Anual dos Dermatologistas do Estado de São Paulo. 2012. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Regional São Paulo.

6.
SCHMITT, J. V.. CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA. 2011. SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA DERMATOLOGICA.

7.
SCHMITT, J. V.. CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. 2011. Sociedade Brasileira de Dermatologia - Seção RJ.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
71º CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Cirurgia como passo decisivo em acidentes por animais aquáticos. 2016. (Congresso).

2.
22ª Jornada Sul Brasileira de Dermatologia.Pesquisa na internet. 2014. (Outra).

3.
69 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Tópicos (antimicrobianos / inibidores calcineurina) NO TRATAMENTO DA ROSÁCEA. 2014. (Congresso).

4.
A Faculdade de Medicina de Botucatu e a Pesquisa nos Próximos 50 anos. 2013. (Seminário).

5.
Reunião anual dos dermatologistas do estado de são paulo. 2013. (Congresso).

6.
22ND WORLD CONGRESS OF DERMATOLOGY. 2011. (Congresso).

7.
54 JORNADA PARANAENSE DE DERMATOLOGIA.CORTICOTERAPIA SISTEMICA. 2011. (Encontro).

8.
54 JORNADA PARANAENSE DE DERMATOLOGIA.CORTICOTERAPIA SISTEMICA. 2011. (Encontro).

9.
MODO DE ACAO E RELEVANCIA PARA SERES HUMANOS. 2011. (Oficina).

10.
XXIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA. 2011. (Congresso).

11.
52 JORNADA PARANAENSE DE DERMATOLOGIA. 2010. (Encontro).

12.
65 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. FOTOGRAFIA ULTRAVIOLETA E INFRAVERMELHA. 2010. (Congresso).

13.
CURSO DE ATUALIZACAO EM PSORIASE. 2010. (Seminário).

14.
XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA. 2010. (Congresso).

15.
14 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO. 2009. (Encontro).

16.
QUAL A MELHOR ABORDAGEM DE TUMORES MALIGNOS GRANDES. 2009. (Outra).

17.
XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA. 2009. (Congresso).

18.
13 REUNIAO DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SAO PAULO. 2008. (Encontro).

19.
47 JORNADA PARANAENSE DE DERMATOLOGIA. 2008. (Outra).

20.
CURSO TEORICO - PRATICO EM VIDEO: HANSENIASE. 2008. (Outra).

21.
XXVI RADLA - REUNIAO ANUAL DE DERMATOLOGISTAS LATINO-AMERICANOS. 2008. (Encontro).

22.
62 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. 2007. (Congresso).

23.
124 JORNADA DERMATOLÓGICA PAULISTA. 2006. (Encontro).

24.
2 REUNIAO DERMATOLOGICA ORDINÁRIA. 2006. (Encontro).

25.
61 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. 2006. (Congresso).

26.
dermatoscopia passo a passo. 2006. (Outra).

27.
PALESTRA SOBRE VASCULITE. 2006. (Encontro).

28.
TERAPEUTICA I - 61 CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. 2006. (Outra).

29.
VASCULITES NA PRATICA DERMATOLOGICA. 2006. (Outra).

30.
XVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA. 2006. (Congresso).

31.
TERAPÊUTICA DERMATOLÓGICA. 2005. (Encontro).

32.
117 JORNADA DERMATOLÓGICA PAULISTA. 2004. (Encontro).

33.
3 REUNIÃO DERMATOLÓGICA ORDINÁRIA. 2004. (Encontro).

34.
IX REUNIÃO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. 2004. (Encontro).

35.
113 JORNADA DERMATOLÓGICA PAULISTA. 2003. (Encontro).

36.
1 ENCONTRO DE TERAPÊUTICA DERMATOLÓGICA CLÍNICA E CIRÚRGICA. 2003. (Encontro).

37.
4 REUNIAO DERMATOLÓGICA ORDINÁRIA. 2003. (Encontro).

38.
58 CONGRESSO BRASILEIRO DE DERMATOLOGIA. 2003. (Congresso).

39.
5 REUNIAO DERMATOLÓGICA ORDINÁRIA. 2003. (Encontro).

40.
8 REUNIAO ANUAL DOS DERMATOLOGISTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO. 2003. (Encontro).

41.
CURSO TEORICO ORGANIZACAO E GERENCIAMENTO DO CONSULTORIO. 2003. (Outra).

42.
CURSO TEORICO PSICODERMATOSES / PSICOFARMACOS I E II. 2003. (Outra).

43.
JORNADA DERMATOLÓGICA DO XI DISTRITO E JORNADA DERMATOLÓGICA DA FAMEMA. 2003. (Encontro).

44.
JORNADA DO VII DISTRITO DERMATOLÓGICO. 2003. (Encontro).

45.
57 CONGRESSO BRASILEIRO DE DERMATOLOGIA. 2002. (Congresso).

46.
PALESTRA SOBRE FISIOLOGIA CARDÍACA E ELETROCARDIOGRAMA.FISIOLOGIA CARDÍACA E ELETROCARDIOGRAMA. 2001. (Seminário).

47.
SEMANA INTERNA DE PREVENCAO DE ACIDENTES DE TRABALHO.PRIMEIROS SOCORROS. 2001. (Seminário).

48.
PALESTRA SOBRE PRIMEIROS SOCORROS.PRIMEIROS SOCORROS. 2000. (Seminário).

49.
SEMANA INTERNA DE PREVENCAO DE ACIDENTES DE TRABALHO.PRIMEIROS SOCORROS. 2000. (Outra).

50.
2 ENCONTRO DE ATUALIZAÇÃO EM CARDIOLOGIA DA FFFCMPA - HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA. 1998. (Encontro).

51.
ATUALIZACAO EM MEDICINA INTERNA. 1998. (Outra).

52.
SINAIS E SINTOMAS COMUNS EM PEDIATRIA: ABORDAGEM DIAGNOSTICA. 1998. (Outra).

53.
XIV SEMANA CIENTÍFICA DA FFFCMPA E COMPLEXO HOSPITALAR SANTA CASA. 1998. (Encontro).

54.
I CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM ANTIBIOTICOTERAPIA DA FFFCMPA. 1997. (Encontro).

55.
CURSO DE RADIOTERAPIA PULMONAR. 1996. (Outra).

56.
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS. 1994. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SCHMITT, J. V.. 22ª Jornada Sul Brasileira de Dermatologia. 2014. (Outro).

2.
MIOT, H. A. ; SCHMITT, J. V. . CONGRESSO BRASILEIRO DE CIRURGIA DERMATOLOGICA. 2011. (Congresso).

3.
SCHMITT, J. V.. I FÓRUM PARANAENSE DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM DERMATOLOGIA E HANSENOLOGIA. 2010. (Congresso).

4.
SCHMITT, J. V.. VIII FÓRUM DE ATUALIZAÇÃO DO HOSPITAL FÁTIMA - AIDS - ATUALIDADES E PERSPECTIVAS. 2001. (Congresso).

5.
SCHMITT, J. V.. I CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM ANTIBIOTICOTERAPIA DA FFFCMPA. 1997. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Rayana Gonçalves Moreira. Exérese de carcinomas basocelulares sólidos menores de 1 centímetro com margem de segurança conservadora (2 milímetros): Análise micrográfica das margens laterais. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional associado à Residência Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. (Orientador).

2.
Priscilla Alves Pereira. Avaliação de sintomas depressivos em pacientes em tratamento de acne vulgar. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado Profissional associado à Residência Médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Maria Laura Marconi França. Reconhecimento de emoções faciais em portadores de psoríase, melasma e controles hígidos.. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

2.
Mariana Anteghini Castilho. Caracterização do Campo de Cancerização da pele: aspectos morfométricos, de textura da cromatina, proliferação e apoptose. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

3.
Camila Ferrari Ribeiro. Hair loss perception and symptoms of depression in female outpatients attending a general dermatology clinic. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

4.
Cláudia Fernanda Dias Souza. Topography of basal cell carcinoma and their correlations with gender, age and histologic pattern: a retrospective study of 1042 lesions. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

5.
Andrea Buosi Fabri. Persistence of Acne beyond 21 Year of Age in Adolescent Female Patients: A Retrospective Cohort. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

6.
Giovana Bombonatto. Fatores de risco para hidradenite supurativa: um estudo piloto.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

7.
Mariana Tavares. Adult women with acne have a higher risk of elevated triglyceride levels with the use of oral isotretinoin. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.

8.
Paula Yoshiko Masuda. Acne in women: clinical patterns in different age-groups. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em ESTÁGIO EM DERMATOLOGIA) - Fundação Pró-Hansen. Orientador: Juliano Vilaverde Schmitt.



Educação e Popularização de C & T



Programa de Computador sem registro de patente
1.
SCHMITT, J.V.. Aplicação de teste de reconhecimento facial de emoções. 2014.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 09/12/2018 às 22:50:19