Keila Modesto Tramonte

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3528083938706710
  • Última atualização do currículo em 16/05/2018


Doutora em Ciências pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (2014). Mestre em Química Ambiental e Ecotoxicologia pela Universidade Cruzeiro do Sul (2007). Engenheira de Segurança do Trabalho pelas Faculdades Oswaldo Cruz (2004). Licenciada em Química (Resolução CNE nº 2/97) pelas Faculdades Oswaldo Cruz (2001). Especialista em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2000). Engenheira química pela Universidade de Mogi das Cruzes (1993). Pós-doutorado pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (2017). Possui experiência como professora e coordenadora de cursos das áreas de Meio Ambiente (MA) e Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Atuou como consultora especialista em pesquisas e análises das necessidades de capacitação profissional do mercado de trabalho, desenvolvendo cursos e materiais didáticos. É consultora em programas de prevenção de riscos ambientais, gestão integrada em MA e SST e higiene ocupacional. No Instituto Oceanográfico da USP é pesquisadora colaboradora desenvolvendo estudos com ênfase em poluição marinha, monitoramento de metais em áreas impactadas por mineração, técnicas analíticas aplicadas à gestão costeira e estudos paleoceanográficos na plataforma continental sudeste brasileira, dentre outros. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Keila Modesto Tramonte
Nome em citações bibliográficas
TRAMONTE, K. M.;TRAMONTE, KEILA M.;TRAMONTE, KEILA MODESTO

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo.
Praça do Oceanográfico, 191
Butantã
05508120 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30916501


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Ciências - Programa: Oceanografia Química.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do Sistema Cananéia-Iguape, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Rubens Cesar Lopes Figueira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2005 - 2007
Mestrado em Química.
Universidade Cruzeiro do Sul, UNICSUL, Brasil.
Título: Síntese, funcionalização e caracterização da SBA -15 e sua potencialidade na remoção de metais em sistemas aquosos,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Lucildes Pita Mercuri.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Analítica / Especialidade: Análise de Traços e Química Ambiental.
2003 - 2004
Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho. (Carga Horária: 648h).
Faculdades Oswaldo Cruz, FOC, Brasil.
Título: Ergonomia Aplicada a Prevenção da Síndrome do Tunel do Carpo.
Orientador: Antonio Carlos Fonseca Vendrame.
2000 - 2001
Especialização em Licenciatura em Química - Resolução CNE nº 2/97. (Carga Horária: 660h).
Faculdades Oswaldo Cruz, FOC, Brasil.
Título: Estágio Supervisionado.
1999 - 2000
Especialização em Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável. (Carga Horária: 360h).
Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.
Título: Estudo do Impacto Causado pelos Agrotóxicos no Meio Ambiente e na Saúde Pública.
Orientador: Regis Nieto.
1989 - 1993
Graduação em Engenharia Química.
Universidade de Mogi das Cruzes, UMC, Brasil.


Pós-doutorado


2015 - 2017
Pós-Doutorado.
Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Geológica / Especialidade: Geoquímica Marinha.


Formação Complementar


2002 - 2002
Sistema de Gestão Integrado (SSO, Q e MA). (Carga horária: 88h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC SP, Brasil.
2000 - 2000
Síndrome Edif. Doentes Qual. Ar Int. Climatizados.
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC SP, Brasil.
1998 - 1998
Programa Desenv. Docentes - Higiene do Trabalho.
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC SP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora
Outras informações
Desenvolve pesquisas com ênfase em monitoramento de metais em ambientes marinhos; técnicas analíticas aplicadas à gestão costeira e estudos paleoceanográficos.

Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Pós-doutoranda, Enquadramento Funcional: Pós-doutoranda

Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutoranda, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora
Outras informações
Desenvolvimento de métodos analíticos para monitoramento de metais em ambientes aquáticos.


Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC SP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Coordenadora e especialista em SST, Carga horária: 40
Outras informações
De 2007-2009: Especialista em Saúde e Segurança no Trabalho junto à Gerência de Desenvolvimento de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional do SENAC São Paulo. Atividades desenvolvidas: Pesquisa e análise das necessidades de capacitação profissional do mercado de trabalho; Desenvolvimento de cursos em diferentes níveis educacionais (aperfeiçoamento, técnico e pós-graduação); Elaboração de materiais didáticos/instrucionais; Coordenação técnica de projetos desenvolvidos pela Instituição em colaboração com a Organização Mundial de Saúde (OMS) em Saúde Ocupacional. De 2004-2007: Coordenadora das áreas de Meio Ambiente, Segurança e Saúde no Trabalho (MA&SST) e Beleza/Estética da unidade operacional Tatuapé. Atividades desenvolvidas: Programação de cursos técnicos e de aperfeiçoamento; Seleção de candidatos aos programas; Contratação de professores; Coordenação de equipes (docentes, suporte técnico, biblioteca e atendimento ao cliente); Coordenação do Programa Aprendizagem (Menor Aprendiz); Execução de planos para operacionalização de cursos; Palestras, aulas e acompanhamento das turmas; Monitoramento financeiro e da qualidade dos programas das áreas; Colaboração técnica em projetos de reformulação e desenvolvimento de cursos junto à Gerência de Desenvolvimento de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional do SENAC São Paulo.

Vínculo institucional

1998 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Docência para cursos técnicos; Coordenação de turmas do curso Técnico em Segurança do Trabalho; Desenvolvimento/atualização de materiais didáticos e operacionalização de cursos. Conteúdos ministrados: Saúde e segurança do trabalho; Higiene do trabalho (riscos biológicos, físicos e químicos); Química aplicada; Toxicologia; Saneamento do Meio Ambiente (com ênfase em resíduos perigosos e recursos hídricos); Microbiologia ambiental; Gerenciamento de riscos; Gestão integrada (Saúde e segurança ocupacional e meio ambiente ? SSO eMA); Plano de Ação Emergencial/Contingência (PAE); Orientação para Trabalho de Conclusão de Curso/Projeto (Plano de Melhoria das Condições de Segurança do Trabalho para uma empresa real); Visitas Técnicas.


Faculdades Oswaldo Cruz, FOC, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Docência da disciplina de Proteção do Meio Ambiente para o curso de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho.


Instituto de Química da Universidade de São Paulo, IQ-USP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaboradora


Universidade Cruzeiro do Sul, UNICSUL, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Mestranda, Enquadramento Funcional: Mestranda


Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, SEE - SP, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1996
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora de Ciências e Química



Projetos de pesquisa


2015 - 2017
Registro sedimentar de elementos redox-sensíveis na plataforma continental sudeste brasileira
Descrição: Os metais, sejam de origem natural ou antrópica, são constituintes de diversos compartimentos do ambiente marinho, onde se encontram dissolvidos, adsorvidos em particulados ou presentes nas estruturas dos argilominerais. Muitos desses elementos são, distintamente, afetados por alterações nas condições de oxigenação no seu entorno sendo considerados elementos redox-sensíveis ou proxies redox. Geralmente, são mais solúveis sob condições oxidantes e, menos solúveis, sob condições de redução, resultando no enriquecimento autigênico na ausência de oxigênio. Dessa forma, o comportamento geoquímico desses elementos tem sido amplamente utilizado para melhor compreensão sobre as condições redox em sedimentos marinhos. Neste contexto, a presente proposta tem como objetivo principal investigar as condições de oxigenação de um trecho da plataforma continental sudeste brasileira, localizado no Embaiamento de São Paulo, através do registro sedimentar de elementos redox-sensíveis presentes em amostras de testemunho coletado na região. Devido ao comportamento geoquímico distinto dos elementos diante de variações redox, considerou-se adequado o uso de multiproxies, selecionando-se os elementos Cd, Co, Cr, Cu, Mn, Ni, V e Zn. Os resultados obtidos neste estudo também contribuirão para outros projetos de pesquisas que buscam o entendimento de alterações nas condições oceanográficas dessa região. A margem continental sudeste brasileira apresenta grande potencial para estudos relacionados à identificação de padrões de variações ambientais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Coordenador / Rubens César Lopes Figueira - Integrante.
2014 - Atual
MCTI/CNPQ/Universal 14/2014 - Processo: 461680/2014-9: Disponibilidade de arsênio em solos urbanos: Um estudo na cidade de São Paulo
Descrição: Um dos grandes desafios com que se defrontam as políticas públicas diz respeito à harmonização entre a sociedade moderna e a sustentabilidade urbana, uma vez que os impactos sobre o meio ambiente têm ocorrido de maneira e intensidades variadas, nos diferentes meios: solo, água e ar. O solo é um importante compartimento do ecossistema, pois exerce influência direta na qualidade de vida das pessoas, uma vez que apresenta como característica a forte interação com a fauna e flora. O corpo humano pode ser exposto diretamente, em solos, a substâncias químicas, como arsênio (As), metais pesados e compostos orgânicos derivados do petróleo, através da ingestão oral, contato dérmico e inalação de partículas de solo. Dessa forma, esse tipo de matriz geológica tem sido objeto de estudo em pesquisas ambientais em todo o mundo, principalmente nos grandes centros urbanos, onde as atividades industriais e a frota veicular têm contribuído para o enriquecimento ambiental de tais substâncias, comprometendo a qualidade de vida da população local. O As está entre os principais contaminantes ambientais, pois faz parte da composição da maioria dos resíduos gerados pelas atividades antrópicas. A Organização Mundial de Saúde listou o As como um dos dez compostos químicos que causa grande preocupação para a saúde pública, devido aos seus efeitos tóxicos como uma substância cancerígena. Além disso, o As inorgânico configura em primeiro lugar na Lista Prioritária de Substâncias Perigosas , elaborada pela Agência de Substâncias Tóxicas e Registro de Doenças dos Estados Unidos. Como consequência, existe grande interesse da comunidade científica em investigar o comportamento do As em amostras de água e solo e o potencial risco que esta substância oferece à população. Por outro lado, no Brasil, apesar do apoio de alguns órgãos governamentais, como as agências de fomento, o problema da contaminação química dos solos e corpos d´água tem sido avaliado de forma secundária. Portanto, o levantamento dos níveis naturais e de origem antrópica de As, bem como o entendimento de seu comportamento químico e mobilidade no solo são de grande relevância para a monitoração e para a tomada de decisões, quanto à remediação ou intervenção de áreas de risco, por parte dos órgãos ambientais. Nesse sentido, a presente proposta tem como objetivo principal investigar a qualidade do solo em São Paulo, por meio de amostras coletadas nas principais avenidas da cidade, como a Marginal Tietê e a Marginal Pinheiros. O trabalho dará enfoque à determinação dos teores de As associados aos principais componentes dos solos, para entender a mobilidade e a disponibilidade dessa substância perigosa.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Integrante / Andreza Portella Ribeiro - Coordenador / Ana Maria Graciano Figueiredo - Integrante.
2012 - 2014
Aplicação da extração sequencial no estudo da disponibilidade de metais em sedimentos superficiais e testemunhos rasos do sistema estuarino-lagunar Cananéia-Iguape.
Descrição: O sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape, localizado no sul do Estado de São Paulo, encerra um complexo de canais, associados a uma planície costeira, cuja evolução data dos eventos transgressivo-regressivos do Quaternário superior e cujos processos sedimentares atuais parecem ter sido dramaticamente alterados em função da atividade antrópica, nos últimos 150 anos. Não obstante, este sistema é considerado como reserva da biosfera, pela UNESCO, por situar-se entre os mais complexos, diversos e preservados ecossistemas de transição, entre os ambientes, continental e marinho existente no planeta. A abertura de um canal artificial, interligando o Rio Ribeira de Iguape com o Sistema Cananéia-Iguape (Valo Grande) foi iniciada em 1828 e finalizada em 1852. O canal artificial, com não mais do que 4 Km de extensão, escavado a profundidades inferiores a 2 metros e largura de aproximadamente 4,4 metros, foi rapidamente erodido pelo curso fluvial. Passado pouco mais de um século da abertura, o Valo Grande já havia atingido cerca de 235 metros de largura e 7 metros de profundidade. Desta forma, os elementos metálicos, cuja origem esta associada à região mineralizada do Alto Vale do Ribeira são drenados pelo rio Ribeira de Iguape e, aportam o sistema estuarino, pelo canal do Valo Grande. Um levantamento realizado com testemunhos longos na região (Processo Fapesp 06/04344-2 - O Registro Geológico da Atividade Antrópica no Sistema Estuarino-Lagunar de Cananéia-Iguape) mostraram fatores de enriquecimento elevados para Cu, Pb e Zn na região que compreende a desembocadura do Valo Grande, indicado a sua contribuição para o sistema. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar e quantificar a biodisponibilidade dos elementos Cu, Pb e Zn em sedimentos superficiais e em testemunhos rasos do Sistema Estuarino-Lagunar de Cananéia-Iguape por meio da extração sequencial e quantificação dos elementos por espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado (ICP-OES)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Integrante / Rubens César Lopes Figueira - Coordenador.
2009 - 2011
Histórico da atividade antrópica no Canal de Bertioga-SP. Níveis de metais, semimetais e sedimentação recente em colunas sedimentares.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Rubens Cesar Lopes Figueira em 18/04/2018.
Descrição: O estudo proposto constitui uma base para a compreensão do nível de contaminação por metais e semimetais no canal da Bertioga (SP) em conjunto com a evolução sedimentar recente. Os despejos de resíduos industriais, na região da Baixada Santista, vêm se constituindo, ao longo das últimas décadas, uma das principais fontes de contaminação das águas do estuário santista. Desta forma, a compreensão da importância desta contaminação e do equacionamento das questões ambientais relativas à área, no que diz respeito à forma de contaminação dos sedimentos, sua distribuição espacial e temporal, é condição necessária para o planejamento de uso e ocupação do espaço costeiro. Para a execução deste trabalho realizou-se primeiramente um levantamento sísmico para a determinação espaço/temporal das camadas sedimentares recentes. O trabalho se consistiu da coleta de testemunhos ao longo do canal. Esses foram fatiados, a cada 1 ou 2 cm e as amostras analisadas quanto as características químicas (teores de metais, semimetais, carbono, nitrogênio e carbonato biodetrítico entre outros) e as suas características físicas (granulometria e susceptibilidade magnética). Foram feitas datações, utilizando os radionuclídeos 210Pb (t1/2 = 22,3 a) e 137Cs (t1/2 = 30 a), os quais possibilitaram a identificação dos estratos com as concentrações de metais pesados equivalentes ao período prévio à industrialização da Baixada Santista, assim como, permitiram a obtenção das taxas de sedimentação recentes, nos diversos do canal da Bertioga, e suas implicações com o processo atual de deposição na área..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Integrante / FIGUEIRA, RUBENS C.L. - Coordenador.
2007 - 2009
O registro geológico da atividade antrópica no sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape.
Descrição: Partindo-se dos pressupostos de que a contaminação de metais nas sequências sedimentares holocênicas que recobrem os fundos atuais dos canais do Sistema Cananéia-Iguape, tem como fonte as rochas do embasamento mineralizado do Vale do Ribeira, e que o principal vetor atual de aporte sedimentar para o sistema estuarino-lagunar é o rio Ribeira de Iguape, que transporta água doce e material em suspensão através do canal do Valo Grande, o objetivo principal do estudo proposto, foi reconstituição da história deposicional recente do Sistema Cananéia-Iguape tendo como elemento de referência a abertura do Valo Grande, como momento de modificação da história deposicional do Sistema. Nesse sentido, pretendia-se reconhecer, na coluna sedimentar, o registro da influência antrópica sobre as condições ambientais reinantes no sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape, mormente aquele resultante das modificações impostas no sistema, a partir da abertura do Valo Grande, no século XIX, bem como as oscilações decorrentes das diferentes fases de maior e menor aporte de água doce, sedimentos e metais, em situações de abertura e fechamento das comportas. Este objetivo principal foi alcançado a partir do registro das variações sedimentológicas e de teores de elementos metálicos, provenientes das zonas de mineração do Vale do Ribeira, através do Valo Grande. A importância do referido projeto é inquestionável, na medida em que a área de estudo constitui um dos mais importantes criadouros naturais do hemisfério sul, e alterações nas características físico-químicas, bem como o aporte de metais pesados, podem comprometer, definitivamente, a sustentabilidade do ecossistema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Integrante / Michel M. de Mahiques - Coordenador.
2005 - 2007
Síntese, funcionalização e caracterização da sílica SBA-15 e sua potencialidade na remoção de metais em sistemas aquosos.
Descrição: Este trabalho teve como objetivo avaliar a potencialidade da sílica mesoporosa altamente ordenada SBA-15 na remoção de metais pesados em sistemas aquosos. Esse material possui alta estabilidade hidrotérmica, térmica e mecânica, características que aliadas às elevadas áreas superficiais e altos volumes de poros, o tornam potencialmente útil para várias aplicações. Agentes sililantes podem ser adicionados à sílica para modificar a sua superfície e alterar as propriedades de adsorção permitindo sua atuação como um adsorvente seletivo para a remoção de metais. Com o propósito de avaliar a capacidade da sílica SBA-15 como adsorvente de Pb2+, esse material foi funcionalizado com o agente sililante aminopropiltrietoxilano (APTES). Como perspectiva de uma possível aplicação ambiental da sílica SBA-15, amostras de água da represa Billings foram escolhidas como matrizes e coletadas para avaliar a possível presença de chumbo, assim como, verificar a potencialidade do material na remoção desse metal presente nesse tipo de sistema..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Keila Modesto Tramonte - Integrante / Mercuri, Lucildes Pita - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Analítica.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geologia/Especialidade: Geoquímica.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Oceanografia / Subárea: Oceanografia Química.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Química / Subárea: Segurança do Trabalho.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TRAMONTE, KEILA MODESTO2018TRAMONTE, KEILA MODESTO; FIGUEIRA, RUBENS CESAR LOPES ; MAJER, ALESSANDRA PEREIRA ; DE LIMA FERREIRA, PAULO ALVES ; BATISTA, MIRIAM FERNANDA ; RIBEIRO, ANDREZA PORTELLA ; DE MAHIQUES, MICHEL MICHAELOVITCH . Geochemical behavior, environmental availability, and reconstruction of historical trends of Cu, Pb, and Zn in sediment cores of the Cananéia-Iguape coastal system, Southeastern Brazil. MARINE POLLUTION BULLETIN, v. 127, p. 1-9, 2018.

2.
TRAMONTE, KEILA MODESTO2016TRAMONTE, KEILA MODESTO; FIGUEIRA, RUBENS CESAR LOPES ; FERREIRA, PAULO ALVES DE LIMA ; RIBEIRO, ANDREZA PORTELLA ; BATISTA, MIRIAM FERNANDA ; MAHIQUES, M. M. . Environmental availability of potentially toxic elements in estuarine sediments of the Cananéia-Iguape coastal system, Southeastern Brazil. Marine Pollution Bulletin., v. 103, p. 260-269, 2016.

3.
TRAMONTE, KEILA MODESTO2016TRAMONTE, KEILA MODESTO; FIGUEIRA, RUBENS CESAR LOPES ; FERREIRA, PAULO ALVES DE LIMA ; MAJER, ALESSANDRA PEREIRA ; BATISTA, MIRIAM FERNANDA ; RIBEIRO, ANDREZA PORTELLA ; SALAROLI, ALEXANDRE BARBOSA ; SARTORETTO, JULIÊ ROSEMBERG ; MAHIQUES, MICHEL MICHAELOVITCH DE . Evaluation of metals availability in sediments of the Bertioga Channel (Santos Estuarine Complex - SP - Brazil): A tool for chemical pollution monitoring. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 16, p. 289-297, 2016.

4.
MARTINS, VIRGÍNIA A.2013MARTINS, VIRGÍNIA A. ; FRONTALINI, FABRIZIO ; TRAMONTE, KEILA M. ; FIGUEIRA, RUBENS C.L. ; MIRANDA, PAULO ; SEQUEIRA, CRISTINA ; FERNÁNDEZ-FERNÁNDEZ, SANDRA ; DIAS, JOÃO A. ; YAMASHITA, CINTIA ; RENÓ, RAQUEL ; LAUT, LAZARO L.M. ; SILVA, FREDERICO S. ; RODRIGUES, MARIA ANTONIETA DA C. ; BERNARDES, CRISTINA ; NAGAI, RENATA ; SOUSA, SILVIA H.M. ; MAHIQUES, MICHEL ; RUBIO, BELÉN ; BERNABEU, ANA ; REY, DANIEL ; ROCHA, FERNANDO . Assessment of the health quality of Ria de Aveiro (Portugal): Heavy metals and benthic foraminifera. Marine Pollution Bulletin., v. 70, p. 18-33, 2013.

5.
RIBEIRO, ANDREZA PORTELLA2012RIBEIRO, ANDREZA PORTELLA ; TRAMONTE, KEILA MODESTO ; BATISTA, MIRIAM FERNANDA ; MAJER, ALESSANDRA PEREIRA ; SILVA, CHARLES ROBERTO DE ALMEIDA ; DEMANE, GUILHERME ; FERREIRA, PAULO ALVES DE LIMA ; MONTONE, ROSALINDA CARMELO ; FIGUEIRA, RUBENS CESAR LOPES . Fractionation of Trace Metals and Arsenic in Coastal Sediments From Admiralty Bay, Antarctica. INCT-APA Annual Activity Report, v. 1, p. 130-134, 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Donatelli Filho, H. ; RIBEIRO, A. P. ; PUGAS, M. S. ; TRAMONTE, K. M. . Modelo para gerenciamento de reagentes e resíduos químicos: Implantação em laboratórios universitários. In: Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade, 2017, São Paulo-SP. Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade, 2017.

2.
PUGAS, M. S. ; RIBEIRO, A. P. ; TRAMONTE, K. M. ; TEIXEIRA, R. A. . Teores de arsênio em amostras de solos de importantes avenidas de São Paulo-SP, Brasil. In: Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade, 2016, São Paulo - SP. Simpósio Internacional de Gestão de Projetos, Inovação e Sustentabilidade, 2016.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
TRAMONTE, K. M.; RIBEIRO, A. P. ; FERREIRA, P. A. L. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Determinação dos níveis de As e Pb no Sistema Cananéia-Iguape. In: XIV Congresso Brasileiro de Geoquímica, 2013, Diamantina-MG. XIV Congresso Brasileiro de Geoquímica, 2013.

2.
MARTINS, V. ; TRAMONTE, K. M. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; FERNANDEZ-FERNANDEZ, S. ; MIRANDA, P. ; FERREIRA, B. ; DIAS, A. ; SOUSA, S. H. M. ; LAUT, L. ; ROCHA, F. . Agglutinated species in the assemblages of foraminifera of Ria de Aveiro (N Portugal). In: IWAF - 9 International Workshop on Agglutinated Foraminifera, 2012, Zaragoza - Spain. 9th International Workshop on Agglutinated Foraminifera, 2012.

3.
TRAMONTE, K. M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; SALAROLI, A. B. ; MAHIQUES, M. M. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape. In: V Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2011, Santos. V Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2011.

4.
Silva, C.R.A. ; RIBEIRO, A. P. ; FRANÇA, E.J. ; TRAMONTE, K. M. ; Martins, C.C ; Mahiques, M.M. ; Montone, RC ; FIGUEIRA, R. C. L. . Determinação de Cu, Ni, Pb e Zn em sedimentos marinhos da Baía do Almirantado, Ilha Rei George, Antártica. In: V Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2011, Santos. V Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2011.

5.
TRAMONTE, K. M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; SALAROLI, A. B. ; CHRISTOFOLI, G. ; Tessler, M.G. ; Mahiques, M.M. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Estudo da disponibilidade de Cd, Cr, Cu, Ni, Pb e Zn em sedimentos do Canal da Bertioga (SP). In: XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar, 2011, Balneário Camboriú. XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DIAS, G. P. ; Nagai, R. H. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; TRAMONTE, K. M. ; Salaroli . Condições paleoredox do talude continental SE brasileiro nos últimos 45 mil anos. In: VII Congresso Brasileiro de Oceanografia - CBO2016, 2016, Salvador/BA. VII Congresso Brasileiro de Oceanografia - CBO2016, 2016.

2.
DIAS, G. P. ; TRAMONTE, K. M. ; Salaroli ; Nagai, R. H. ; Figueira, R.C. . Proxies geoquímicos como ferramenta para avaliação de condições paleoredox em ambientes marinhos. In: XII Congresso de Geoquímica dos Países de Língua Portuguesa/ I Workshop de Geomatemática nas Ciências da Terra, 2016, Fortaleza/CE. XII Congresso de Geoquímica dos Países de Língua Portuguesa, 2016.

3.
TRAMONTE, K. M.; FERREIRA, P. A. L. ; RIBEIRO, A. P. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; MAHIQUES, M. M. . The contribution of mining activities on anthropogenic imput of Cu, Pb and Zn in the Cananéia-Iguape System. In: 4 th International Nuclear Chemistry Congress, 2014, Maresias-SP. 4 th International Nuclear Chemistry Congress, 2014.

4.
FERREIRA, P. A. L. ; RIBEIRO, A. P. ; TRAMONTE, K. M. ; FRANCA, E. J. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Natural and artificial radionuclides distribution in the Cananéia-Iguape estuarine systen, São Paulo-Brazil. In: 8th International Conference on the Analysis Geological and Environmental Materials, 2012, Búzios-RJ. 8th International Conference on the Analysis Geological and Environmental Materials, 2012.

5.
TRAMONTE, K. M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; FERREIRA, P. A. L. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Biodisponibilidade de Cu, Pb e Zn em sedimentos superficiais da região do canal do Valo Grande (Iguape-SP). In: Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2012, Rio de Janeiro. Congresso Brasileiro de Oceanografia, 2012.

6.
MARTINS, V. ; TRAMONTE, K. M. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; MARTINS, P. ; MIRANDA, P. ; SEQUEIRA, C. ; FERREIRA, B. ; LAUT, L. ; SOBRINHO, F. ; RODRIGUES, A. ; BERNARDES, C. ; DIAS, A. ; SILVA, E. F. ; ROCHA, F. . Poluição antrópica na Ria de Aveiro (Portugal): um programa integrado de caracterização ambiental. In: II Encontro da Rede BRASPOR, 2012, Paraty-RJ. II Encontro da Rede BRASPOR, 2012.

7.
TRAMONTE, K. M.; FIGUEIRA, R. C. L. ; RIBEIRO, A. P. ; BATISTA, M.F. ; SALAROLI, A. B. ; MAHIQUES, M. M. . Aplicação da extração sequencial no estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema Cananéia-Iguape. In: 2° Encontro Brasileiro sobre Especiação Química, 2010, São Pedro, SP. 2° Encontro Brasileiro sobre Especiação Química, 2010.

8.
SALAROLI, A. B. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; GONCALVES, C. ; MAHIQUES, M. M. ; TRAMONTE, K. M. . Estudo da aplicabilidade da água régia para a abertura total de metais e semi-metais em sedimentos marinhos. In: IV Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2008, São Paulo. IV Simpósio Brasileiro de Oceanografia, 2008.

9.
TRAMONTE, K. M.; Dias, S.F.A. ; Dutra, B. ; Bacani, R. ; Consentino, I.C. ; Fantini, M.C.A. ; Matos, J.R. ; Mercuri, L.P. . Avaliação da Aplicação da sílica SBA-15 como um promissor adsorvente de Pb2+ em sistemas aquosos. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006, São Pedro. IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006.

10.
Dias, S.F.A. ; TRAMONTE, K. M. ; Tanaka, M.N. ; Figueira, R.C. ; Santos, V.G. ; Mercuri, L.P. . Nova abordagem para a caracterização da composição de sedimento marinho via TG/DTG/DTA e AE. In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006, São Pedro. IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
TRAMONTE, K. M.; FERREIRA, P. A. L. ; RIBEIRO, A. P. ; FIGUEIRA, R. C. L. ; MAHIQUES, M. M. . The contribution of mining activities on anthropogenic imput of Cu, Pb and Zn in the Cananéia-Iguape System. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
TRAMONTE, K. M.; RIBEIRO, A. P. ; FERREIRA, P. A. L. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Determinação dos níveis de As e Pb no Sistema Cananéia-Iguape. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
TRAMONTE, KEILA M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; FERREIRA, P. A. L. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Biodisponibilidade de Cu, Pb e Zn em sedimentos superficiais da região do canal do Valo Grande (Iguape-SP). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
TRAMONTE, K. M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; Salaroli ; CHRISTOFOLI, G. ; Tessler, M.G. ; MAHIQUES, M. M. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Estudo da disponibilidade de Cd, Cr, Cu, Ni, Pb e Zn em sedimentos do Canal da Bertioga (SP). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
TRAMONTE, K. M.; BATISTA, M.F. ; RIBEIRO, A. P. ; Salaroli ; MAHIQUES, M. M. ; FIGUEIRA, R. C. L. . Estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
TRAMONTE, K. M.; FIGUEIRA, R. C. L. ; RIBEIRO, A. P. ; BATISTA, M.F. ; Salaroli ; MAHIQUES, M. M. . Aplicação da extração sequencial no estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema Cananéia-Iguape. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
TRAMONTE, K. M.; Dias, S.F.A. ; Dutra, B. ; Bacani, R. ; Consentino, I.C. ; Fantini, M.C.A. ; Matos, J.R. ; Mercuri, L.P. . Avaliação da Aplicação da sílica SBA-15 como um promissor adsorvente de Pb2+ em sistemas aquosos In: IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006, São Pedro.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Demais tipos de produção técnica
1.
SOARES, V. L. G. ; COSTA, A. T. ; PENAYO, E. A. ; UEMA, L. K. ; TRAMONTE, K. M. ; MAENO, M. ; FANTAZZINI, M. L. ; PEDREIRA, R. L. ; GODINI, M. D. Q. . Plano de orientação para oferta do curso Técnico em Segurança do Trabalho do SENAC São Paulo. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Assessoria).

2.
TRAMONTE, KEILA M.; LUDESCHER, L. M. ; VALLE, M. A. C. . Direção Responsável. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Plano de curso de formação inicial e continuada (SENAC SP)).

3.
TRAMONTE, K. M.; SILVA, R. ; CASARIN, E. C. B. . Higiene Ocupacional Aplicada. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Plano de curso de formação inicial e continuada (SENAC SP)).

4.
TRAMONTE, K. M.; SOTO, J. M. O. G. ; BUSANELLO, M. R. . Programa de Conservação Auditiva (PCA). 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Plano de curso de formação inicial e continuada (SENAC SP)).

5.
RIBEIRO, F. M. G. ; TRAMONTE, K. M. ; NAGY, V. . Prevenção de riscos associados aos resíduos de serviços de saúde. 2009. (Manual Técnico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RIBEIRO, A. P.; FERREIRA, M. L.; TRAMONTE, K. M.. Participação em banca de Marta Santiago Pugas. Determinação de arsênio em solos urbanos de São Paulo e os possíveis impactos na saúde pública. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis) - Universidade Nove de Julho.

2.
RIBEIRO, A. P.; Zajac, M.A.L.; FERREIRA, A. P. N. L.; TRAMONTE, K. M.. Participação em banca de Regina Aparecida Teixeira. Estratégias para redução de resíduos químicos em laboratórios didáticos de uma Instituição de Ensino Superior (IES). 2017. Dissertação (Mestrado em Curso no nivel de Mestrado) - Universidade Nove de Julho.

Qualificações de Mestrado
1.
RIBEIRO, A. P.; FERREIRA, M. L.; TRAMONTE, K. M.. Participação em banca de Marta Santiago Pugas. Arsênio em amostras ambientais: avaliação da qualidade de solos na cidade de São Paulo e potenciais riscos à saúde. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Curso no nivel de Mestrado) - Universidade Nove de Julho.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Roadshow Espectroscopia Atômica e Molecular - Agilent Technologies. 2015. (Outra).

2.
4 th International Nuclear Chemistry Congress. The contribution of mining activities on anthropogenic imput of Cu, Pb and Zn in the Cananéia-Iguape System. 2014. (Congresso).

3.
XIV Congresso Brasileiro de Geoquímica. Determinação dos níveis de As e Pb no Sistema Cananéia-Iguape. 2013. (Congresso).

4.
Congresso Brasileiro de Oceanografia. Biodisponibilidade de Cu, Pb e Zn em sedimentos superficiais da região do canal do Valo Grande (Iguape-SP). 2012. (Congresso).

5.
V Simpósio Brasileiro de Oceanografia.Estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape. 2011. (Simpósio).

6.
XIV Congresso Latino-Americano de Ciências do Mar. Estudo da disponibilidade de Cd, Cr, Cu, Ni, Pb e Zn em sedimentos do Canal da Bertioga (SP). 2011. (Congresso).

7.
2° Encontro Brasileiro sobre Especiação Química.Aplicação da extração sequencial no estudo da disponibilidade de metais em sedimentos do sistema Cananéia-Iguape. 2010. (Encontro).

8.
Antropicosta Iberoamerica. 2010. (Outra).

9.
Ações Preventivas nos Locais de Trabalho e seus Benefícios na Saúde do Trabalhador. 2008. (Seminário).

10.
Plano Global de Saúde dos Trabalhadores da OMS. 2008. (Outra).

11.
VIII Semana da Pesquisa da Fundacentro. 2008. (Outra).

12.
As Condições de Saúde e Trabalho dos Enfermeiros e seus Paradigmas. 2007. (Seminário).

13.
Gerenciamento de Riscos na Indústria Petroquímica. 2007. (Seminário).

14.
II Congresso Brasileiro de Higiene Ocupacional. 2007. (Congresso).

15.
IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. Avaliação da aplicação da sílica SBA-15 como promissor adsorvente de chumbo em sistemas aquosos. 2006. (Congresso).

16.
1ª Teleconferência em Segurança e Saúde no Trabalho do Estado de SP. 1998. (Outra).

17.
Semana do Centro de Ciências Exatas e de Tec. da UMC. 1993. (Outra).

18.
Semana do Centro de Ciências Exatas e de Tec. da UMC. 1991. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FURLANETO, B. A. ; TRAMONTE, K. M. ; GOELZER, B. ; BARREIROS, D. ; ANDRADE, M. P. . Ações preventivas nos locais de Trabalho e seus benefícios na saúde do trabalhador. 2008. (Outro).



Outras informações relevantes


COLABORAÇÃO EM PROJETO:

(2010-2011) LEVANTAMENTO DOS NÍVEIS DE METAIS E METALÓIDES EM SEDIMENTOS DE SUPERFÍCIE E TESTEMUNHOS COLETADOS NA BAÍA DO ALMIRANTADO, ILHA REI GEORGE, ANTÁRTICA.
Natureza: Pesquisa. 
Integrantes: Rubens César Lopes Figueira, César C Martins, Rosalinda C Montone, Michel M Mahiques, Andreza Portella Ribeiro - Coordenador.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 21:02:08