Pedro Rupf Pereira Viana

Bolsista de Doutorado do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3006967533223205
  • Última atualização do currículo em 30/10/2018


Técnico em Eletrotécnica formado pelo Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), graduado em Licenciatura em Química pelo IFES, mestre em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pelo IFES e doutorando em Engenharia Metalúrgica e de Materiais na COPPE/UFRJ, atuando no Laboratório de Ensaios Não-Destrutivos, Corrosão e Soldagem (LNDC). Possui experiência em: (1) Corrosão e impedância eletroquímica em aços inoxidáveis e duplex; (2) Metalurgia Física. Palavras-Chave: Corrosão, Impedância Eletroquímica, Metalurgia Física. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Pedro Rupf Pereira Viana
Nome em citações bibliográficas
VIANA, P. R. P.;RUPF, P. P. V.;Pedro R. P. Viana;VIANA, PEDRO R. P.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, Centro Federal de Educação Tecnológica do Espírito Santo - Unidade Vitória.
Av. Vitória
Jucutuquara
29140-000 - Vitoria, ES - Brasil
Telefone: (27) 33352180


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em Engenharia Metalúrgica e de Materiais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Estudo do transporte de massa envolvendo processos catódicos e via impedância eletro-hidrodinâmica de interesse nas áreas de petróleo e gás,
Orientador: Oscar Rosa Mattos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Corrosão; Impedância Eletrohidrodinâmica; Mecanismos de corrosão.
Grande área: Engenharias
2012 - 2014
Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.
Título: Estudo da corrosão intergranular nos aços AISI 304L, AISI 316L e AISI 2205 usando técnicas eletroquímicas,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Viviane Azambuja Favre-Nicolin.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Corrosão; Impedância eletroquímica; Sensitização.
Grande área: Engenharias
2008 - 2012
Graduação em Química.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.
Título: Estudo da corrosão via impedância eletroquímica dos aços inoxidáveis AISI 304L e AISI 316L.
Orientador: Viviane Azambuja Favre-Nicolin.
2004 - 2007
Curso técnico/profissionalizante em Eletrotécnica.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.




Formação Complementar


2012 - 2012
Extensão universitária em IX Escola do CBPF. (Carga horária: 32h).
Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, CBPF, Brasil.
2012 - 2012
Introdução à Tribologia. (Carga horária: 3h).
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.
2010 - 2010
Introdução à química forense. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorado, Carga horária: 8, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluno de doutorado no Laboratório de Ensaios Não-Destrutivos, Corrosão e Soldagem (LNDC), afiliado à COPPE, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atuando na área de mecanismos de corrosão em risers de petróleo via Impedância Eltrohidrodinâmica (EHD)

Atividades

01/2015 - 02/2015
Estágios , Laboratório de Ensaios Não-Destrutivos, Corrosão e Soldagem (LNDC), .

Estágio realizado
Estágio (em nível de doutorado), supervisionado pelo prof. Oscar Rosa Mattos nas áreas de soldagem, corrosão sob tensão e impedância eletroquímica.

Faculdade Pitágoras de Linhares (ES), PITAGORAS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

09/2013 - 03/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade Pitágoras de Linhares (ES), .


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, IFES, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2014
Vínculo: Iniciação científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: Estudo da impedância eletroquímica em aços inoxidáveis

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4
Outras informações
Professor (em caráter de estágio à docência) da disciplina de Ciências dos Materiais para o 3° período do curso de Engenharia Metalúrgica

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: Estudo do efeito da corrosão do aço inoxidável AISI 409 em soluções de H2SO4 e NaCl

Atividades

02/2013 - 06/2013
Ensino, Engenharia Metalúrgica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência dos Materiais

Centro Universo de Educação e Desenvolvimento, UNIVERSO, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20


Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Iniciação científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: Oxigenação de amostras supercondutoras de YBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3)

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Iniciação científica, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: Preparação de amostras de alta Tc em atmosfera de ozônio

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: Plasma para pirólise e processamento de gás natural

Atividades

03/2005 - 03/2006
Estágios , Centro de Ciências Exatas, Departamento de Física e Química.

Estágio realizado
Plasma para pirólise e processamento de gás natural.


Linhas de pesquisa


1.
Corrosão em aços inoxidáveis e aços carbono

Objetivo: Esta linha de pesquisa tem por objetivo o estudo dos diversos tipos de corrosão, em especial as corrosões intergranulares, transgranulares e de pites em materiais que sofreram tratamentos térmicos e/ou soldagem, utilizando técnicas potenciométricas de reativação potenciocinética (EPR), voltametria cíclica e impedância eletroquímica (EIS).
Grande área: Engenharias
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Físico-Química.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Analítica / Especialidade: Eletroanalítica.
Palavras-chave: Corrosão; Sensitização; Impedância eletroquímica.


Projetos de pesquisa


2010 - 2011
Estudo da impedância eletroquímica dos aços AISI 304L e AISI 316L nitretados a plasma
Descrição: O objetivo do trabalho é verificar, através da nitretação à plasma em atmosfera de 80% H2 e 20% N2 em 05 horas de tratamento, como ocorre a formação da Fase S nos aços inoxidáveis austeníticos de baixo teor de carbono, bem como estudar a formação/evolução da camada de óxido de cromo (Cr2O3) após tratamento térmico via nitretação à plasma..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Pedro Rupf Pereira Viana - Coordenador / Viviane Monteiro Azambuja - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2009 - Atual
Estudo da impedância eletroquímica em aços inoxidáveis
Descrição: Aços inoxidáveis austeníticos com baixa concentração de carbono têm sido largamente utilizados em indústrias químicas e petroquímicas. Por isso, o estudo da resistência a corrosão desses aços em meios utilizados nessas indústrias tem sido motivo de vários trabalhos científicos. É conhecido que os aços inoxidáveis podem sofrer corrosão intergranular ou sensitização quando expostos a elevadas temperaturas, tendo a precipitação de carbetos de cromo (M23C6) nos contornos de grãos. Por outro lado, quando aços inoxidáveis austeníticos são expostos por longos períodos a uma faixa de temperatura de 500 °C a 900 °C, a precipitação de várias fases, além do M23C6, pode ocorrer. Como por exemplo, M6C e as fases intermetálicas sigma, chi e laves. Aços inoxidáveis com concentração de carbono abaixo de 0,03% apresentam um decréscimo na susceptibilidade de corrosão intergranular, exemplos da classe AISI 304L e 316L. O presente trabalho tem como objetivo investigar a precipitação nos aços AISI 304L e 316L quando expostos a temperaturas de 400 °C, 500 °C e 600 °C. E através de testes de impedância eletroquímica, analisar o efeito dos tratamentos térmicos e dos possíveis precipitados formados nesses aços na resistência a corrosão em meio de 3,5 % de NaCl (água do mar sintética)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Projeto: Estudo do efeito da corrosão do aço inoxidável AISI 409 em soluções de H2SO4 e NaCl
Descrição: O objetivo deste trabalho visa levantar dados acerca da matriz do aço AISI 409 em ambientes de H2SO4, para estudo da região de passivação; e no NaCl para estudo de formação dos "pites". Além disso, será realizado também estudos metalográficos, de microdureza e difração de Raios-X.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Pedro Rupf Pereira Viana - Integrante / Leonardo Cabral Gontijo - Coordenador / Valéria Mattede Formigoni - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2007 - 2008
Oxigenação de amostras supercondutoras de YBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio
Descrição: A descoberta dos supercondutores, em especial os de alta temperatura crítica (TC), representa um grande marco na ciência. Os supercondutores cerâmicos policristalinos (alta TC) podem ser produzidos por vários métodos (Cerâmico, Sol Gel, etc) e durante sua preparação a oxigenação desempenha um papel fundamental. A oxigenação determina a distribuiçãoo de portadores de carga nesses supercondutores e, portanto, a supercondutividade. Esse trabalho propõe o preparo de supercondutores policristalinos utilizando o método cerâmico, sendo a etapa de oxigenaçãoo feita em atmosfera ambiente e ozônio (O3). Os óxidos precursores passaram por três calcinações a 940 °C por 24 horas, um processo de síntese a 940 °C por 48 horas, e posteriormente foram oxigenados, por um período de 20 horas. Para o estudo de oxigenação foi usado a resistividade AC à 4 pontas, em quatro amostras: uma sem tratamento de oxigenação, uma oxigenada a 350 °C em atmosfera ambiente eduas em atmosfera de ozônio: uma a 350 °C e outra a 25 °C, utilizando um gerador de ozônio a partir do ar..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Pedro Rupf Pereira Viana - Coordenador / Fabricio Frizera Borghi - Integrante / Marcelle Monteiro de Lacerda - Integrante / Maurício Gomes das Virgens - Integrante / Alfredo Gonçalves Cunha - Integrante.Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.
2006 - 2007
Preparação de amostras supercondutoras de alta Tc em atmosfera de ozônio
Descrição: Esse trabalho propõe o preparo de supercondutores policristalinos utilizando o método cerâmico, sendo a etapa de oxigenação feita com o gás de ozônio (O3). O ozônio exerce pressão química de oxigênio no composto, que apresenta vacâncias de oxigênio. Isso resulta em uma melhor formação do composto e uma diminuição do tempo de oxigenação, melhorando suas características supercondutoras. Para isso usamos uma máquina de produção de O3 a partir do ar. A máquina foi previamentecalibrada da seguinte forma: com um espectrômetro óptico comparamos o espectro de emissão de uma lâmpada de Hg (na região do ultavioleta - comprimento de onda inferior a 400 nm) com e sem a presença de ozônio no meio observado. O ozônio absorve muito bem a luz ultravioleta. Encontrando um ponto de absorção máxima, estudamos a produção de O3 em função de alguns parâmetros da máquina (velocidade do fluxo do gás, corrente, comprimento da mangueira de saída, etc) e do tempo (estabilidade na produção). Encontramos que a máquina tem um maior rendimento para um fluxo de 2 litros/min, e para maiores valores de corrente. O segundo passo foi verificar o efeito do ozônio na oxigenação de uma amostra cerâmica de SmBa2Cu3O7-d (Sm123). Duas amostras foram preparadas sob as mesmas condições e oxigenadas na presença do ar e do ozônio, com o mesmo tempo de tratamento. Através de medidas de susceptibilidade e resistividade verificamos que a amostra oxigenada napresença de O3 apresentou melhoes parâmetros supercondutores (temperatura crítica de transição, largura da transição) do que aquela oxigenada em ar. Logo, conseguimos uma máquina que produz O3 de forma máxima e estável e esse gás pode substituir o oxigênio na etapa de oxigenação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Pedro Rupf Pereira Viana - Coordenador / Cleiton Kenup Piumbini - Integrante / Maurício Gomes das Virgens - Integrante / Alfredo Gonçalves Cunha - Integrante / Paulo de Oliveira Maciel Júnior - Integrante / Gilcéia Líbera Sargnália Vassem - Integrante / Wemerson Bernardone - Integrante.Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Materiais e Metalúrgica / Subárea: Metalurgia Física/Especialidade: Corrosão.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Física / Subárea: Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas/Especialidade: Física de Plasmas e Descargas Elétricas.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Física / Subárea: Física da Matéria Condensada/Especialidade: Supercondutividade.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
LEAL, P. H. M.2018 LEAL, P. H. M. ; LEITE, N. A. ; VIANA, P. R. P. ; DE SOUSA, F. V. V. ; BARCIA, O. E. ; MATTOS, O. R. . Numerical Analysis of the Steady-State Behavior of CE Processes in Rotating Disk Electrode Systems. JOURNAL OF THE ELECTROCHEMICAL SOCIETY, v. 165, p. H466-H472, 2018.

2.
DE SOUSA, FLÁVIO V. V.2017 DE SOUSA, FLÁVIO V. V. ; VIANA, PEDRO R. P. ; TRIBOLLET, BERNARD ; BARCIA, OSWALDO E. ; MATTOS, OSCAR R. . Hydrogen Evolution Reaction Evaluation in Aqueous Solutions Containing CO at Different Pressures. Journal of the Electrochemical Society, v. 164, p. C294-C299, 2017.

3.
SCHAEFFER, M. F.2016SCHAEFFER, M. F. ; BORGES, W. B. ; TOZIN, R. C. A. ; RUPF, P. P. V. . Influência do Bismuto na estrutura e morfologia do revestimento galvanizado por imersão à quente. Revista ABM - metalurgia, materiais & mineracao, v. 72, p. 65, 2016.

4.
RUPF, P. P. V.2015RUPF, P. P. V.; VENTURINI, L. ; SOUZA, Y. S. . Intergranular Corrosion of AISI 304 Heat Treated at 800 °C Varying Range Times. JOURNAL OF CHEMISTRY AND CHEMICAL ENGINEERING, v. 9, p. 262-268, 2015.

5.
RUPF, P. P. V.2015RUPF, P. P. V.; SANTOS, B. B. ; DIAS, N. B. . Intergranular Corrosion of UNS S31803 Heat Treated at 800 °C Varying Range Times. JOURNAL OF CHEMISTRY AND CHEMICAL ENGINEERING, v. 9, p. 503-508, 2015.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
de ARAUJO, M. S. ; VIANA, P. R. P. ; GONTIJO, L. C. . Os efeitos do uso da gaiola catódica na nitretação a plasma do aço inoxidável AISI 316L. In: 20° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais, 2012, Joinville. Os efeitos do uso da gaiola catódica na nitretação a plasma do aço inoxidável AISI 316L, 2012. p. 7865-7872.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VIANA, P. R. P.; MACIEL JR, P. O. ; DIAS, M. C. ; CUNHA, A. G. . Oxigenação de amostras supercondutoras de SmBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3). In: XLIX Congresso Brasileiro de Química, 2009, Porto Alegre - RS. A Química e a Sustentabilidade. Rio de Janeiro - RJ: Associação Brasileira de Química, 2009. v. 01. p. 87-88.

2.
VIANA, P. R. P.; GONTIJO, L. C. ; AZAMBUJA, V. M. . Estudo do efeito da corrosao do aço inoxidável ferrítico AISI 409 em soluções de H2SO4 0,1M e NaCl 3,5%. In: IV Jornada de Iniciação Científica do IFES, 2009, Vitória. Caderno de Resumos - IV Jornada de Iniciação Científica do IFES. Vitória, 2009. v. 04. p. 62-63.

Apresentações de Trabalho
1.
VIANA, P. R. P.; DE SOUSA, F. V. V. ; BARCIA, O. E. ; MATTOS, O. R. . Hydrogen Evolution Reaction Evaluation in Aqueous Solutions Containing H2S at Different Pressures. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
VIANA, PEDRO R. P.; DE SOUSA, FLÁVIO V. V. ; BARCIA, OSWALDO E. ; MATTOS, OSCAR R. . Hydrogen Evolution Reaction Evaluation in Aqueous Solutions Containing H2S at Different Pressures. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
LEAL, P. H. M. ; DE SOUSA, FLÁVIO V. V. ; VIANA, P. R. P. ; LEITE, N. A. ; BARCIA, OSWALDO E. ; MATTOS, OSCAR R. . Cálculo da Impedância Eletro-hidrodinâmica através de séries hidrodinâmicas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
LEAL, P. H. M. ; DE SOUSA, FLÁVIO V. V. ; VIANA, P. R. P. ; LEITE, N. A. ; BARCIA, OSWALDO E. ; MATTOS, OSCAR R. . Análise numérica do efeito de reações homogêneas na corrente limite do eletrodo de disco rotatório. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
VIANA, P. R. P.; NESPOLI, D. M. ; FAVRE-NICOLIN, V. A. . Study of intergranular corrosion of AISI 304L and AISI 316L using electrochemical impedance spectroscopy. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VIANA, P. R. P.; NESPOLI, D. M. ; FAVRE-NICOLIN, V. A. . Estudo da corrosão intergranular nos aços AISI 304L e AISI 316L usando espectroscopia de impedância eletroquímica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
VIANA, P. R. P.. London theory: A classical and quantum description. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
de ARAUJO, M. S. ; VIANA, P. R. P. ; GONTIJO, L. C. . Os efeitos do uso da gaiola catódica na nitretação a plasma do aço inoxidável AISI 316L. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
VIANA, P. R. P.; AZAMBUJA, V. M. . Estudo da impedância eletroquímica em aços inoxidáveis. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
VIANA, P. R. P.. Oxigenação de amostras supercondutoras de SmBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3). 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
VIANA, P. R. P.; AZAMBUJA, V. M. ; GONTIJO, L. C. . Estudo do efeito da corrosao do aço inoxidável ferrítico AISI 409 em soluções de H2SO4 0,1M e NaCl 3,5%. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
VIANA, P. R. P.; MACIEL JR, P. O. ; DIAS, M. C. ; CUNHA, A. G. . Oxigenação de amostras supercondutoras de SmBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3). 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
VIANA, P. R. P.; BORGHI, F. F. ; LACERDA, M. M. ; VIRGENS, M. G. ; CUNHA, A. G. . Oxigenação de amostras supercondutoras de YBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
VIANA, P. R. P.; MACIEL JR, P. O. ; PIUMBINI, C. K. ; VIRGENS, M. G. ; Sargnália, G. L. V. ; Bernardone, W. ; CUNHA, A. G. . Preparação de amostras supercondutoras de alta TC em atmosfera de ozônio.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
BARCIA, OSWALDO E. ; LEITE, N. A. ; DE SOUSA, FLÁVIO V. V. ; VIANA, PEDRO R. P. ; MATTOS, OSCAR R. . CÁLCULO DA IMPEDÂNCIA ELETRO-HIDRODINÂMICA ATRAVÉS DE SÉRIES NUMÉRICAS. Ponta Grossa: Atena Editora, 2018 (Capítulo de Livro).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
GRIPPA, D. C.; LADISLAU, T.; RUPF, P. P. V.. Participação em banca de Rodolfo Rodrigues Ambrósio.Compósitos particulados de resina poliéster reforçadas com fibras de Eucaliptus grandis. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES).

2.
GRIPPA, D. C.; LADISLAU, T.; RUPF, P. P. V.. Participação em banca de Táilla Margon Machado.Compósitos particulados de resina poliéster reforçadas com fibras de Eucaliptus grandis. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES).

3.
DIONELLO, L.; SANTORIO, R.; RUPF, P. P. V.. Participação em banca de Jônatas Melo de Carvalho.Aplicação do processo oxidativo avançado fenton para a degradação do corante azo presente no corante têxtil Guarany. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES).

4.
DIONELLO, L.; LADISLAU, T.; RUPF, P. P. V.. Participação em banca de Dantara Freires Santana.Recuperação do coagulante a partir do lodo gerado na estação de tratamento de água do SAAE de Linhares-ES. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES).

5.
DIONELLO, L.; LADISLAU, T.; RUPF, P. P. V.. Participação em banca de Rosilene Valfré Laudevino.Recuperação de coagulante a partir do lodo gerado na estação de tratamento de água do SAAE de Linhares-ES. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES).




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
4ª Semana METALMAT.Hydrogen Evolution Reaction Evaluation in Aqueous Solutions Containing H2S at Different Pressures. 2018. (Outra).

2.
7th International Corrosion Meeting - INTERCORR. Hydrogen Evolution Reaction Evaluation in Aqueous Solutions Containing H2S at Different Pressures. 2018. (Congresso).

3.
XXI Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica.Cálculo da Impedância Eletro-hidrodinâmica através de séries hidrodinâmicas. 2017. (Simpósio).

4.
XXI Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica.Análise numérica do efeito de reações homogêneas na corrente limite do eletrodo de disco rotatório. 2017. (Simpósio).

5.
III Workshop de Tecnologia em Metalurgia e Materiais do PROPEMM. Estudo da corrosão intergranular nos aços AISI 304L e AISI 316L usando espectroscopia de impedância eletroquímica. 2013. (Congresso).

6.
I Seminário de Coprodutos da ArceloMittal. 2013. (Seminário).

7.
XII Encontro da SBPMat.Study of intergranular corrosion of AISI 304L and AISI 316L using electrochemical impedance spectroscopy. 2013. (Encontro).

8.
XII Encontro da SBPMat.London theory: A classical and quantum description. 2013. (Encontro).

9.
19° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais. Estudo da impedância eletroquímica em aços inoxidáveis. 2010. (Congresso).

10.
19° Congresso Brasileiro de Engenharia e Ciência dos Materiais. Oxigenação de amostras supercondutoras de SmBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3). 2010. (Congresso).

11.
65° Congresso da ABM. Estudo do efeito da corrosao do aço inoxidável ferrítico AISI 409 em soluções de H2SO4 0,1M e NaCl 3,5%. 2010. (Congresso).

12.
XLIX Congresso Brasileiro de Química. Oxigenação de amostras supercondutoras de SmBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio (O3). 2009. (Congresso).

13.
XXX Encontro Nacional de Física da Matéria Condensada.Oxigenação de amostras supercondutoras de YBa2Cu3O7-d em atmosfera de ar e ozônio.. 2007. (Encontro).

14.
XXIX Encontro Nacional de Física da Matéria Condensada.Preparação de amostras supercondutoras de alta TC em atmosfera de ozônio.. 2006. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SOUZA, E. M. F. ; GOMES, G. P. ; PONTES, N. S. ; MEDEIROS, R. F. ; VIANA, P. R. P. . 18ª Semana da Química da UFRJ. 2010. (Congresso).

2.
MARQUES, C. ; DIAS, G. S. ; VIANA, P. R. P. . I Escola de Física Teórica e Aplicada. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Maykon Schulz Buthe. Aplicação das técnicas de planejamento experimental no estudo da corrosão intergranular do aço AISI 304. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES). Orientador: Pedro Rupf Pereira Viana.

2.
Gleyce Dayane Máximo Santos. Aplicação das técnicas de planejamento experimental no estudo da corrosão intergranular do aço AISI 304. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES). Orientador: Pedro Rupf Pereira Viana.

3.
Brunela Azeredo Coutinho. Estudo da corrosão intergranular no aço AISI 2205 para tratamentos térmicos entre 600 e 800°C. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES). Orientador: Pedro Rupf Pereira Viana.

4.
Tiago Agrizzi. Estudo da corrosão intergranular no aço AISI 2205 para tratamentos térmicos entre 600 e 800°C. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES). Orientador: Pedro Rupf Pereira Viana.

5.
Mariana Fornaciari Schaeffer. Avaliação do bismuto na espessura e na resistência à corrosão em um processo de galvanização por imersão à quente. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Química) - Faculdade Pitágoras de Linhares (ES). Orientador: Pedro Rupf Pereira Viana.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 23:54:41