Natally Vieira Dias

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2968467994422413
  • Última atualização do currículo em 20/12/2018


Possui graduação (2006), mestrado (2009) e doutorado (2015) em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 2012 é professora da Universidade Estadual de Maringá, campus de Ivaiporã, onde desenvolve e orienta pesquisas em História das Américas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Natally Vieira Dias
Nome em citações bibliográficas
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Maringá, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.
Av. Colombo, 5790
87020-900 - Maringa, PR - Brasil


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: A Revolução Mexicana nos debates político-intelectuais brasileiros: projeções, leituras e apropriações (1910-1941), Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Kátia Gerab Baggio.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2007 - 2009
Mestrado em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: O México como "lição": a Revolução Mexicana nos grandes jornais brasileiros e argentinos (1910-1915),Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Kátia Gerab Baggio.
Palavras-chave: Revolução Mexicana; América Latina; Imprensa.
2002 - 2006
Graduação em História - Licenciatura e Bacharelado.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: A Revolução Mexicana na imprensa brasileira (1910-1914).
Orientador: Kátia Gerab Baggio.




Atuação Profissional



Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2018 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História a América II
História da América III
História e Comunicação
02/2013 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América I
História da América II
08/2018 - 08/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Membro comissão de sindicância.
03/2018 - 07/2018
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América I
Historiografia
Tópicos Especiais em História da Arte I
03/2018 - 03/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participante Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
03/2018 - 03/2018
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participante Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
09/2017 - 01/2018
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América II
História da América III
Tópicos Especiais em História do Ensino de História
04/2017 - 08/2017
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América I
Tópicos Especiais em História das Relações Internacionais (Relações EUA/ América Latina)
07/2017 - 07/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participante Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DCS).
02/2017 - 02/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participantes Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
07/2015 - 12/2016
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História e Literatura I
11/2016 - 11/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participantes Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
06/2016 - 07/2016
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
A história intelectual na renovação da história política
02/2015 - 07/2016
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em História da Arte I
06/2016 - 06/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Participante de Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
05/2016 - 05/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Regional do Vale do Ivaí (CRV), .

Cargo ou função
Presidente Banca Examinadora para Processo de Ascensão de Nível Professor (DEF).
07/2014 - 12/2015
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em História das Relações Internacionais
02/2013 - 12/2015
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América III
02/2013 - 12/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia e Prática do Ensino de História

Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40


Faculdade Educação, FAE, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Bolsa Extensão Universitária, Enquadramento Funcional: Professor-Monitor EJA, Carga horária: 20
Outras informações
Atuação como professor de História no Ensino Fundamental-EJA no Colégio Pedagógico da UFMG; e na produção de material didático para o mesmo nível de ensino, através do Programa de Educação Básica de Jovens e Adultos, promovido em parceria pela FAE e CP/UFMG.

Atividades

08/2006 - 12/2006
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


EducarBrasil, EDUCARBRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Analista e Produtor de Conteúdos Didáticos
Outras informações
Desenvolvimento e análise de material didático produzido para o portal educacional EducarBrasil.



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Programa Interdisplinar de Estudos de Populações - Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-história
Descrição: Propostas de investigação interdisciplinar tornaram-se corriqueiras no meio acadêmico brasileiro nas últimas duas décadas, todavia, ações efetivamente interdisciplinares continuam bastante raras. Muitos pesquisadores procuram explorar questões e noções advindas de diferentes áreas, mas por trabalharem isolados, não tem como evitar momentos de confusões conceituais ou de superficialidade na coleta, na organização e na análise dos dados. Uma das alternativas para superar tais situações reside na prática coletiva interdisciplinar, ou seja, diferentes pesquisadores concorrendo para o diálogo comum a partir de suas competências específicas. Assim, o Programa Interdisciplinar de Estudos de Populações - Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-história se propõe a pesquisar as relações dos povos não-ocidentais entre sí e com as sociedades envolventes no âmbito do cone sul americano, entendendo que dessa forma podemos contribuir com significativos aportes para o desenvolvimento científico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Coordenador / Lúcio Tadeu Mota - Integrante.
2016 - Atual
Projeções político-culturais do México pós-revolucionário no continente: latino-americanismo e indigenismo através dos periódicos MONTERREY e AMÉRICA INDÍGENA (1930-1960)
Descrição: O processo revolucionário iniciado em 1910 no México e seus desdobramentos políticos e culturais, nas décadas seguintes, tiveram uma grande incidência continental, sendo que a Revolução Mexicana figurou como o principal modelo de transformação social na América Latina pelo menos durante toda a primeira metade do século XX. Nesse período, as facetas anti-imperialista e latino-americanista, marcantes no movimento mexicano, transformaram o país em um eixo fundamental na articulação de projetos de solidariedade continental, bem como o tratamento dado pelo México revolucionário às questões agrária e indígena fizeram com que o país se erigisse no cenário continental como o principal exemplo de atenção a essas históricas demandas, que perpassavam diversos países do continente. Portanto, pode-se afirmar que o latino-americanismo e o indigenismo foram dois dos principais elementos balizadores da projeção internacional do México pós-revolucionário, destacando-se o fato de que esses dois elementos foram oficialmente fomentados pelo Estado mexicano por meio de uma ativa política externa levada a cabo no cenário continental a partir da Revolução de 1910. A pesquisa aqui descrita consiste em recuperar e analisar parte dessa atuação assumida pelo México pós-revolucionário por meio da análise de dois periódicos que funcionaram com importantes promotores do latino-americanismo e do indigenismo ligados à política externa mexicana no continente: MONTERREY. Correo literario de Alfonso Reyes, editado entre 1930 e 1938 pelo escritor-embaixador mexicano, com um evidente viés latino-americanista e a revista América Indígena: órgano trimestral del Instituto Indigenista Interamericano, dirigido pelos mexicanos Moisés Sáenz e Manuel Gamio entre 1941 e 1960..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Natally Vieira Dias - Coordenador.
2016 - Atual
Núcleo de Pesquisas em História Religiosa e das Religiões
Descrição: O Núcleo de Pesquisa em História Religiosa e das Religiões, tem como objetivo, estabelecer um diálogo entre diversos pesquisadores de diversas instituições com o intuito de desenvolver pesquisas voltadas para o estudo das mais variadas formas de manifestações religiosas e religiões monoteístas constituídas. Ao estabelecer um diálogo inter-institucional, o Grupo intenciona desenvolver, nas instituições envolvidas, um campo de pesquisa em história religiosa e das religiões, configurando pontos de referência neste campo do conhecimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Coordenador / vanda fortuna serafim - Integrante / solange ramos de andrade - Integrante.
2014 - Atual
História Visual, Artistas e Intelectuais
Descrição: Grupo de pesquisa registrado no CNPQ.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Coordenador / Carlos Alberto Sampaio Barbosa - Integrante.
2013 - 2015
Laboratório de Estudos em Religiosidades e Culturas (LERC)
Descrição: Projeto docente.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Integrante / vanda fortuna serafim - Coordenador.
2013 - 2015
A Revolução Mexicana nos debates político-intelectuais brasileiros (1910-1940)
Descrição: Projeto docente.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Coordenador.

Número de produções C, T & A: 8
2011 - Atual
Dimensões culturais e políticas do exílio latino-americano
Descrição: Grupo de pesquisa registrado no CNPQ.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Natally Vieira Dias - Integrante / Adriane Vidal Costa - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2016 - 2018
Periódico: REVISTA ELETRÔNICA DA ANPHLAC


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Ensino História.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Filosofia da História.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
DIAS, NATALLY VIEIRA2018DIAS, NATALLY VIEIRA. Monterrey. Correo literario de Alfonso Reyes: a publicação do escritor-embaixador e suas convergências e dissonâncias em relação às diretrizes oficiais da secretaria de relações exteriores do México (1930-1937). Revista Antíteses, v. 11, p. 217-243, 2018.

2.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2018DIAS, N. V.. Projeções da Revolução Mexicana na América Latina no pós 1917: o caso brasileiro. Diálogos (On-line), v. 22, p. 4-18, 2018.

3.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2017DIAS, N. V.. José Veríssimo e os ?inconvenientes? de suas leituras estadunidenses da guerra civil no México (1913-1914). REVISTA ELETRÔNICA DA ANPHLAC, v. XVII, p. 202-230, 2017.

4.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2016DIAS, N. V.. De índios, camponeses, bandidos e doentes: a faceta popular da Revolução Mexicana noticiada por grandes jornais brasileiros e argentinos: uma análise comparada (1910-1914). Revista de História Comparada (UFRJ), v. 10, p. 170-200, 2016.

5.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2013DIAS, N. V.. Diplomacia e atuação intelectual: Alfonso Reyes e a embaixada mexicana no Brasil (1930-1936). Temporalidades, v. 5, p. 97-110, 2013.

6.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2010DIAS, N. V.. O Brasil no ?espelho do México?: visões da Revolução Mexicana na imprensa brasileira (1910-1914). Revista Espaço Acadêmico (UEM), v. 10, p. 37-45, 2010.

7.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2008DIAS, N. V.. Entre a selva e as alturas: movimentos indígenas no México e na Bolívia. Outros Tempos, v. 5, p. 173-190, 2008.

8.
DIAS, N. V.;DIAS, NATALLY VIEIRA2006DIAS, N. V.; PEREIRA, Aline M. D. ; FARIA, Raíssa A. P. ; MIRANDA, Renata C. . A experiência de iniciação à docência na EJA e a formação do professor de história. Trabalho e Educação em Perspectiva, v. 3, p. 55-65, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
DIAS, N. V.. América Indígena e Boletín Indigenista: as publicações oficiais do Instituto Indigenista Interamericano e as vicissitudes da formação de uma rede intelectual transnacional em torno da instituição indigenista continental (1941-1945). In: Adriane Vidal Costa; Claudio Maíz. (Org.). Sociabilidade dos intelectuais nas tramas da "cidade letrada": produção político-cultural latino-americana a partir de redes transnacionais. 1ed.Belo Horizonte: Fino Traço, 2018, v. 1, p. 190-2015.

2.
DIAS, N. V.. DE LA INFORMACIÓN A LA OPIINIÓN: La Revolución Mexicana en la prensa brasileña (1910-1914). In: Pineda Soto, Adriana. (Org.). Recorridos de la prensa moderna a la prensa actual. 1ªed.Morelia: Universidad Autónoma de Querétaro/ Universidad Michoacana de San Nicolás de Hidalgo, 2015, v. , p. 135-158.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana na crítica da intelectualidade conservadora católica brasileira nos anos 20: o discurso da revista A Ordem sobre o México revolucionário. In: VII Congresso Internacional de História (UEM), 2015, Maringá-PR. Anais do VII Congresso Internacional de História (UEM), 2015. p. 591-603.

2.
DIAS, N. V.. O México revolucionário em MONTERREY: o correio literario de Alfonso Reyes muito além do personalismo (1930-1936). In: XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014, Niterói. Anais do XI Encontro Internacional da ANPHLAC, 2014. p. 1-11.

3.
DIAS, N. V.. Entre a função diplomática e a autonomia intelectual: Alfonso Reyes e seu latino-americanismo no Brasil (1930-1936). In: VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA - UEM, 2013, Maringá. ANAIS DO VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA, 2013. v. 1. p. 1-9.

4.
DIAS, N. V.; BARCELOS, L. . Intelectuais, cultura e política em Encuentro de la cultura cubana. In: II Encontro do Grupo de Estudo e Trabalho em Historia e Linguagem, 2012, Belo Horizonte. Linguagem no mundo, mundo na linguagem: Anais Eletrônicos do II Encontro do Grupo de Estudo e Trabalho em Historia e Linguagem. Belo Horizonte, 2012. v. 1. p. 65-71.

5.
DIAS, N. V.. Projeções do México revolucionário no Brasil (1910-1922). In: XXVI Simpósio Nacional de História - ANPHU-SP, 2011, São Paulo. Anais Eletrônicos do XXVI Simpósio Nacional de História - ANPHU-São Paulo, 2011. p. 1-9.

6.
DIAS, N. V.. Oliveira Lima e José Veríssimo: visões da Revolução Mexicana na imprensa brasileira (1910-1914). In: 9º Encontro Internacional da ANPHLAC, 2010, Goiânia. Anais Eletrônicos do 9º Encontro Internacional da ANPHLAC, 2010. p. 1-14.

7.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana e o debate sobre as relações continentais (1910-1914). In: VIII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2008, Vitória. Anais Eletrônicos do VIII Encontro Internacional da ANPHLAC Vitória ? 2008, 2008. p. 1-15.

8.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana e os sentidos de "revolução" na imprensa sul-americana (1910-1915). In: XVI Encontro Regional de História - ANPUH 2008, 2008, Belo Horizonte. Anais eletrônicos do XVI Encontro Regional de História - ANPHU 2008, 2008. p. 1-10.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
DIAS, N. V.. O latino-americanismo de Columbia, uma revista de 'cultura, política, letras, propaganda e expansão continentais' (1928-1929). In: X Encontro Internacional da ANPHLAC, 2012, São Paulo. Caderno de Resumos, 2012. p. 84-84.

2.
DIAS, N. V.. Oliveira Lima e José Veríssimo: visões da Revolução Mexicana na imprensa (1910-1914). In: IX Encontro Internacional da ANPHLAC, 2010, Goiânia. Caderno de Resumos, 2010. p. 65-66.

3.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana e os sentidos de 'revolução' na imprensa latino-americana (1910-1915). In: Encontro Regional de História - ANPUH-MG, 2008, Belo Horizonte. Caderno de Resumos, 2008. p. 230-231.

4.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana e o debate sobre as relações continentais nos grandes jornais brasileiros (1910-1915). In: VIII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2008, Vitória. Caderno de Resumos, 2008. p. 1-1.

Artigos aceitos para publicação
1.
DIAS, N. V.. O México revolucionário e o latino-americanismo no Brasil nos anos 20. ESBOÇOS (UFSC), 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
DIAS, N. V.. A democracia de papel. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
DIAS, N. V.. A revista América Indígena e a consolidação de um indigenismo interamericano (1941-1945). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
DIAS, N. V.. Alguns apontamentos sobre a participação canadense em América Indígena: órgano trimestral del Instituto Indigenista Interamericano (1942-1960). 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
DIAS, N. V.. O Brasil e as projeções continentais do México revolucionário: a construção de um latino-americanismo através do periódico MONTERREY, editado pelo escritor-embaixador Alfonso Reyes no Rio de Janeiro nos anos 30. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
DIAS, N. V.. Projeções da Revolução Mexicana na América Latina no pós 1917: o caso brasileiro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
DIAS, N. V.. A revista América Indígena e a projeção continental do indigenismo mexicano (1941-1960). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
DIAS, N. V.. Monterrey. Correo Literario de Alfonso Reyes e as projeções político-culturais do México pós-revolucionário no continente (1930-1936). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
DIAS, N. V.. A estratégia continental mexicana e o latino-americanismo no Brasil nos anos 20 e 30. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana na crítica da intelectualidade conservadora católica brasileira nos anos 20: o discurso da revista A Ordem sobre o México revolucionário. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
DIAS, N. V.. De la información a la opinión: la Revolución Mexicana en la prensa brasileña (1910-1914). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
DIAS, N. V.. Algumas reflexões sobre a imprensa popular mexicana de inícios do século XX: as ilustrações de Posada nas hojas sueltas de Vanegas Arroyo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
DIAS, N. V.. O México revolucionário em MONTERREY: o correio literario de Alfonso Reyes muito além do personalismo (1930-1936). 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
DIAS, N. V.. Monterrey, correo literario de Alfonso Reyes: 'noticias mexicanas' para o mundo, a partir do Brasil (1930-1936). 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
DIAS, N. V.. O latino-americanismo de Columbia, uma revista de 'cultura, política, letras, propaganda e expansão continentais' (1928-1929). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
DIAS, N. V.. A grande imprensa como espaço de intervenção e debate político-intelectual: uma análise das discussões desencadeadas nos grandes diários brasileiros a partir das notícias sobre o México revolucionário (1910-1914). 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
DIAS, N. V.; BARCELOS, L. . Intelectuais, cultura e política em Encuentro de la cultura cubana. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
DIAS, N. V.. Projeções do México revolucionário no Brasil (1910-1922). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
DIAS, N. V.. Oliveira Lima e José Veríssimo: visões da Revolução Mexicana na imprensa. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
DIAS, N. V.. A Revolução mexicana e o debate sobre as relações continentais nos grandes jornais brasileiros, 1910-1915. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana e os sentidos de 'revolução' na imprensa latino-americana (1910-1915). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
DIAS, N. V.; BARBOSA, C. A. S. . Revista Eletrônica da ANPHLAC entrevista o historiador Pablo Yankelevich. São Paulo: ANPHLAC, 2017 (Entrevista).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
DIAS, N. V.. Parecer ad-hoc para a Revista Eletrônica da ANPHLAC. 2017.

2.
DIAS, N. V.. Parecer ad hoc Revista Escrita da História. 2017.

3.
DIAS, N. V.. Parecer ad hoc Revista Eletrônica da ANPHLAC. 2014.

4.
DIAS, N. V.. Parecer ad-hoc para a Revista Temporalidades. 2012.

5.
DIAS, N. V.. Correção prova História Vestibular UFMG. 2010.

6.
DIAS, N. V.. Elaboração de questões para o Banco de Itens do Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. 2010.

7.
DIAS, N. V.. Parecer ad-hoc para a Revista Temporalidades. 2009.

8.
DIAS, N. V.. Correção prova História - Vestibular UFMG. 2009.

9.
DIAS, N. V.. Elaboração de questões para o Banco de Itens do Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. 2009.

10.
DIAS, N. V.. Elaboração de questões para o Banco de Itens do Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. 2007.


Demais tipos de produção técnica
1.
DIAS, N. V.. História e imprensa: apontamentos teórico-metodológicos para o uso dos jornais como fonte e objeto da história. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
DIAS, N. V.. Itens Avaliativos História - Programa Avaliação Aprendizagem Escolar. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Secretaria Estado Educação MG).

3.
DIAS, N. V.. Itens avaliativos de História - Programa de Avaliação de Aprendizagem Escolar. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais).

4.
DIAS, N. V.. Imprensa, história e política na América Latina. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
DIAS, N. V.. Itens avaliativos de História - Programa de Avaliação de Aprendizagem Escolar. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais).

6.
DIAS, N. V.. A Revolução Mexicana na imprensa brasileira. 2005. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DIAS, N. V.; COSTA, Adriane Vidal. Participação em banca de Bruna Reis Afonso. Os livros didáticos produzidos durante a ditadura de Stroessner no Paraguai e na ditadura civil-militar brasileira (1959-1983): o ensino de História e as versões da Guerra do Paraguai. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
DIAS, N. V.. Participação em banca de MÔNICA LUCIANA LIMONTA. BREVE HISTÓRIA POLÍTICA DA VENEZUELA (1958-2004). 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Humanidades) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Raphael Coelho Neto. Culturas Políticas de esquerda na América Latina nos anos 1920: revolução e libertação nacional em José Carlos Mariátegui, Haya de la Torre e Julio Antonio Mella. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Flávia Schetuino Marques Gomes. Guerra do Pacífico: o combate naval de Iquique e a construção do nacionalismo chileno nas páginas do jornal El Mercurio de Valparaíso - maio de 1879. 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Angelo Anderson Andrade Coimbra. Partido Comunista do peru Sendero Luminoso: ideologia, política e estratégias de guerrilha. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Bárbara Carolina Medeiros de Tompa. A Revolução Sandinista e a Libertação Nacional. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Suely de Carvalho Araujo Loos. Sarmiento e a formação do Estado Nacional Argentino. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Camila Filomena Costa. Cultura política e revoluções de esquerda na América Latina: a experiência da Frente Sandinista de Libertação Nacional na Nicarágua. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Fernanda Bastos Barbosa.Despotismo modernizador: Porfirio Díaz, Senhor do México: as representações de Porfirio Díaz e seu governo em escritores contemporâneos ao seu regime presidencial, 1901-1911. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Ouro Preto.

2.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Ana Paula Aparecida Araújo.Movimento neozapatista: um novo repertório de ação coletiva. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Centro Universitário Newton Paiva.

3.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Elizabete Lopes Ferreira.Belle Époque: modernidade e civilidade à francesa nos anúncios das casas comericiais da capital mineira (1989-1919). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Centro Universitário Newton Paiva.

4.
DIAS, N. V.. Participação em banca de Daiene Solange Dalamora.A questão nacional nas páginas dos jornais mineiros, 1942-1945. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Centro Universitário Newton Paiva.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
GOMES, W. A.; BAGGIO, K. G.; DIAS, N. V.. Exame de Qualificação de Doutorado: Escritas de si, escritas da Revolução: a literatura da Revolução Mexicana em páginas autobiográficas (1928-1958). 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
LUZ, M. C. P.; COSTA, Adriane Vidal; DIAS, N. V.. Exame de qualificação de Mestrado: A revista Chiapas e o debate intelectual em torno do EZLN (1995-2004). 2017. Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
ANDRADE, C. M.; COSTA, Adriane Vidal; DIAS, N. V.. Exame de Qualificação de Mestrado: Trajetória político-intelectual, representações do poder e revolução nas obras do mexicano Martín Luis Guzmán (1928-1963). 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI EPHIS. Brasil e as projeções continentais do México revolucionário: a construção de um latino-americanismo através do periódico MONTERREY, editado pelo escritor-embaixador Alfonso Reyes no Rio de Janeiro nos anos 30. 2017. (Congresso).

2.
XII Encontro Internacional da ANPHLAC. A revista América Indígena e a projeção continental do indigenismo mexicano (1941-1960). 2016. (Congresso).

3.
XXI Semana de História da UEM. Monterrey. Correo Literario de Alfonso Reyes e as projeções político-culturais do México pós-revolucionário no continente (1930-1936). 2016. (Congresso).

4.
XXI Semana de História da UEM. Coordenação Simpósio Temático: Intelectuais, cultura e política nas Américas. 2016. (Congresso).

5.
I Colóquio História Visual, Artistas e Intelectuais. A estratégia continental mexicana e o latino-americanismo no Brasil nos anos 20 e 30. 2015. (Congresso).

6.
VII Congresso Internacional de História da UEM. A Revolução Mexicana na crítica da intelectualidade conservadora católica brasileira nos anos 20: o discurso da revista A Ordem sobre o México revolucionário. 2015. (Congresso).

7.
III Encontro de Pesquisa em História da UFMG. Algumas reflexões sobre a imprensa popular mexicana de inícios do século XX: as ilustrações de Posada nas hojas sueltas de Vanegas Arroyo. 2014. (Congresso).

8.
III Encontro de Pesquisa em História da UFMG. Coordenação de Simpósio Temático: Política editorial, impressos e leitura. 2014. (Congresso).

9.
IX Encuentro Internacional de Historiadores de la Prensa. De la información a la opinión: la Revolución Mexicana en la prensa brasileña (1910-1914). 2014. (Congresso).

10.
XI Encontro Internacional da ANPHLAC. O México revolucionário em MONTERREY: o correio literario de Alfonso Reyes muito além do personalismo (1930-1936). 2014. (Congresso).

11.
XI Encontro Internacional da ANPHLAC.Coordenação mesa: Revolução Mexicana, intelectuais e imprensa: debates internos e projeções continentais (anos 1920 e 1930). 2014. (Encontro).

12.
II Encontro de Pesquisa em História da UFMG. Monterrey, correo literario de Alfonso Reyes: 'noticias mexicanas' para o mundo, a partir do Brasil (1930-1936). 2013. (Congresso).

13.
III Simpósio do GT História das Religiões e das Religiosidades.Coordenação Simpósio Temático: Religiosidades e Culturas na América Latina. 2013. (Simpósio).

14.
VIII Encuentro Internacional de Historiadores de la Prensa. A grande imprensa como espaço de intervenção e debate político-intelectual: uma análise das discussões desencadeadas nos grandes diários brasileiros a partir das notícias sobre o México revolucionário (1910-1914). 2012. (Congresso).

15.
X Encontro Internacional da ANPHLAC. O latino-americanismo de Columbia, uma revista de 'cultura, política, letras, propaganda e expansão continentais' (1928-1929). 2012. (Congresso).

16.
II Encontro do Grupo de estudo e Trabalho em História da Linguagem - Mundo na linguagem e linguagem no mundo. Intelectuais, cultura e política em Encuentro de la cultura cubana. 2011. (Congresso).

17.
XXVI Simpósio Regional de História - ANPUH. Projeções do México revolucionário no Brasil (1910-1922). 2011. (Congresso).

18.
9º Encontro Internacional da ANPHLAC. Oliveira Lima e José Veríssimo: visões da Revolução Mexicana na imprensa. 2010. (Congresso).

19.
Encontro Regional de História - ANPUH-MG. A Revolução Mexicana e os sentidos de 'revolução' na imprensa latino-americana (1910-1915). 2008. (Congresso).

20.
VIII Encontro Internacional da ANPHLAC. A Revolução mexicana e o debate sobre as relações continentais nos grandes jornais brasileiros, 1910-1915. 2008. (Congresso).

21.
XIV Semana de Iniciação Científica da UFMG.A Revolução Mexicana na imprensa brasileira (1910-1914). 2005. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DIAS, N. V.. III Simpósio do GT História das Religiões e das Religiosidades da Associação Nacional de História. 2013. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Aline Rodrigues Pierobom. Os artigos de indigenistas mexicanos na revista América Indígena (1941-1960). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Ana Carla Ribeiro Rodrigues. União e instrução: a educação do indivíduo libertário através do periódico anarquista La Protesta Humana (1897-1901). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).

3.
Higor Braen da Silva. As sociedades indígenas pré-colombianas nas narrativas dos livros didáticos de História do Programa Nacional do Livro Didático 2018 selecionados pelas escolas públicas da região do Vale do Ivaí (PR). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marcelo Felício Martins Pinto. O EZLN e a construção de uma autonomia indígena zapatista. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História das revoluções e dos movimentos sociais) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

Iniciação científica
1.
Letícia Rita Ribeiro. O indigenismo peruano na revista américa indígena: órgano trimestral del instituto indigenista interamericano (1941-1945). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

2.
Guilherme Gomes dos Santos. A polêmica indigenista norte-americana nas páginas da revista América Indígena (1942-1945). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

3.
Denis Carlos Moser Ieni. O passado indígena do México na obra do pintor Diego Rivera (1926-1950). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

4.
Larissa Motta Foss. Imagens do ?índio? na revista américa indígena: órgano trimestral del instituto indigenista interamericano (1941-1945). 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

5.
Thiago Caetano Custódio. As culturas pré-hispânicas nos livros didáticos usados pelas escolas públicas de Ivaiporã e região na última década. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

6.
Ligiane Cristine Szpaler Pereira / Thaísa Luzeti Lunardello. A história dos Estados Unidos nos livros didáticos usados pelas escolas públicas de Ivaiporã e região na última década. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

7.
Danielle Thaís Vital Gonçalves. A participação popular na Revolução Mexicana através da obra de José Clemente Orozco: os murais La despedida, La familia e Mujeres (1926). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.

8.
André Rodrigues. O anticlericalismo na imprensa anarquista sul-americana uma análise comparada dos jornais A Lanterna e La Protesta (1897-1904). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Natally Vieira Dias.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
DIAS, N. V.. Imprensa, história e política na América Latina. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
DIAS, N. V.. História e imprensa: apontamentos teórico-metodológicos para o uso dos jornais como fonte e objeto da história. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 4:24:53