Katia Crestine Poças

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4890836843747603
  • Última atualização do currículo em 08/10/2018


Doutora em Saúde Coletiva pelo PPGSC FS/UnB e Universidade Nova de Lisboa/UNL Portugal. Farmacêutica Sanitarista. Diretora de Atenção Primária à Saúde da Superintendência da Região Leste da Secretaria de Estado da Saúde do DF. Professora Adjunto da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília - Área de Medicina Social/Saúde Coletiva desde 2011. Participa do Grupo Gestor do UnA-SUS/UnB (Curso de Especialização em Saúde da Família). Coordena a Avaliação Externa da PMAQ-AB no Distrito Federal. Graduada em Farmácia e Bioquímica. Especialista em Farmacologia, Saúde do Trabalhador e Planejamento em Saúde. Mestre em Saúde Coletiva. Atua na área de Assistência farmacêutica desde 1995 e na área de Saúde Coletiva desde 2002. Atuou como Coordenadora Municipal de Vigilância em Saúde em São Mateus/ES (2002-2007), Coordenadora Estadual de Atenção Primária à Saúde no ES (2008), Consultora técnica do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais/MS (2009), Consultora técnica do Departamento de Atenção Básica/MS (2010-2011) . As áreas de pesquisa e atuação são em Gestão dos serviços de saúde, Avaliação de Serviços de Saúde, Atenção Primária em Saúde, Vigilância em Saúde, Assistência Farmacêutica. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Katia Crestine Poças
Nome em citações bibliográficas
POÇAS, K. C.;POÇAS,KC;POÇAS, K. CRESTINE;POCAS,K.C.;POCAS, KC;POÇAS, KÁTIA CRESTINE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina.
Campos Universitário Darcy Ribeiro
Faculdade de Medicina UnB
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31071701
URL da Homepage: http://www.fm.unb.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Nova de Lisboa (Orientador: Zulmira Hartz).
Título: Avaliação da Atenção Primária à Saúde no Distrito Federal, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Elisabeth Carmen Duarte.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Avaliação em Saúde; Atenção Primárica à Saúde; epidemiologia.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde Pública.
2006 - 2008
Mestrado em Saúde Coletiva.
Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Título: Óbitos por causas externas e acidentes de trabalho no município da Serra - ES,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Luiz Henrique Borges.
Palavras-chave: saude do trabalhador; acidentes de trabalho.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
Setores de atividade: Saúde Humana.
2009 - 2010
Especialização em Especialização em Planejamento em Saúde. (Carga Horária: 374h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: DESAFIOS NO MONITORAMENTO DAS AÇÕES EM PROGRAMAS DE SAÚDE.
Orientador: Florisneide R. Barreto.
2005 - 2006
Especialização em Especialização em Saúde do Trabalhador. (Carga Horária: 360h).
Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, EMESCAM, Brasil.
Título: Óbitos por causas externas e sua relação com as atividades ocupacionais na região metropolitana de Vitória - ES.
Orientador: Luiz Henrique Borges.
2003 - 2004
Especialização em Farmacologia - Atualização e novas perspectivas.
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Título: Efeitos adversos do uso do Captopril em hipertensos cadastrados na Unidade de Saúde da Família do Bairro Porto em São Mateus - ES.
Orientador: Idael Christiano Almeida Santa Rosa.
1989 - 1994
Graduação em Farmácia e Bioquímica.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
3ª Capacitação de Orientadores UNASUS UFPEL ESF. (Carga horária: 120h).
Universidade Federal de Pelotas, UFPEL, Brasil.
2009 - 2009
Treinamento em Tabwin SQR e R. (Carga horária: 12h).
Secretaria de Vigilância Em Saúde Ministério da Sáude, SVS MS, Brasil.
2004 - 2004
Curso Básico de Vig Epid das Hepatites Virais. (Carga horária: 28h).
Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo, SESA, Brasil.
2004 - 2004
Oficina de Gerência Em Hanseníase. (Carga horária: 24h).
Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo, SESA, Brasil.
2004 - 2004
Epidemiologia para os municípios. (Carga horária: 40h).
Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, CRF MS, Brasil.
2004 - 2004
Farmacologia Geral. (Carga horária: 40h).
Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, CRF MS, Brasil.
2004 - 2004
1ª Capacitação de Monitores em VigEpi Hepatites. (Carga horária: 32h).
Secretaria de Vigilância Em Saúde Ministério da Sáude, SVS MS, Brasil.
2004 - 2004
Curso Básico Em Saúde da Família. (Carga horária: 80h).
Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo, SESA, Brasil.
2002 - 2002
Gerenciamento de Projetos e Rotinas Em Saúde. (Carga horária: 40h).
Instituto de Administração Hospitalar e Ciências da Saúde, IAHCS, Brasil.
2000 - 2000
Curso de Gerenciamento e Administração. (Carga horária: 12h).
Conselho Regional de Farmácia do Estado do Espírito Santo - ES, CRF ES, Brasil.
1994 - 1994
Extensão universitária em Monitoria da disciplina Citologia Clínica. (Carga horária: 272h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
1994 - 1994
Extensão universitária em Urgências em Toxicologia. (Carga horária: 15h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
1994 - 1994
Extensão universitária em Atualização em Farmacologia e Doenças Cutâneas. (Carga horária: 16h).
Universidade Estadual de Maringá - PR, UEM, Brasil.
1993 - 1993
Extensão universitária em Regulação do Equilíbrio Ácido-base. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
1993 - 1993
Extensão universitária em Monitoria da diciplina Farmacotécnica. (Carga horária: 96h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
1993 - 1993
Extensão universitária em Antígeno HLA e suas aplicações. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
1993 - 1993
Extensão universitária em Monitoria da diciplina Farmacotécnica. (Carga horária: 112h).
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto Faculdade Medicina UnB, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Coordenadora da Área de Medicina Social Vice-coordenadora de Extensão


Ministério da Saúde, MS, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Contrato por produto, Enquadramento Funcional: Departamento de Atenção Básica, Carga horária: 40
Outras informações
Atuação na coordenação de Avaliação e Acompanhamento com os projetos AMQ, MCQ e Cooperação Técnica Integrada entre APS e SVS.

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Contrato por produto, Enquadramento Funcional: Programa Nacional de Hepatites Virais, Carga horária: 40


Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo, SESA/ES, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Comissionado, Enquadramento Funcional: Coordenação Estadual da Atenção Básica, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação na gestão como Coordenadora Estadual de Atenção Básica


Secretaria Municipal de Saúde de São Mateus - ES, SEMUS SM ES, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2007
Vínculo: Comissionado, Enquadramento Funcional: Coordenação Vigilância em Saúde, Carga horária: 40
Outras informações
Atuação na gestão como Coordenadora Municipal de Vigilância em Saúde


Instituto Laboro - Estácio de Sá, IL, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Aula ministrada para o Curso de Pós Graduação em Auditoria, Planejamento e Gestão em Saúde. Professora do Módulo de 20 horas/aula da disciplina de Gestão e Auditoria da Assistência Farmacêutica e Gestão de Tecnologias em Brasília/DF

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Aula ministrata para o Curso de Pós Graduação em Auditoria, Planejamento e Gestão em Saúde. Professora do Módulo de 20 horas/aula da disciplina de Gestão e Auditoria da Assistência Farmacêutica. Aula ministrada em Palmas/TO.

Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Aula ministrada para o Curso de Pós Graduação em Auditoria, Planejamento e Gestão em Saúde. Professora do Módulo de 20 horas/aula da disciplina de Gestão e Auditoria da Assistência Farmacêutica em Brasília/DF.

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Aula ministrada para o Curso de Pós Graduação em Auditoria, Planejamento e Gestão em Saúde. Professora do Módulo de 20 horas/aula da disciplina de Gestão e Auditoria da Assistência Farmacêutica em Brasília/DF.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora
Outras informações
Aula ministrada para o Curso de Pós Graduação em Auditoria, Planejamento e Gestão em Saúde. Professora do Módulo de 20 horas/aula da disciplina de Gestão e Auditoria da Assistência Farmacêutica em Brasília/DF.


Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professor convidado para ministrar aula no Curso de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca RJ (ENSP - FIOCRUZ). Aula ministrata em 17/11/2010 de carga horária de 04 horas sobre: "O Uso da AMQ como instrumento de avaliação de desempenho e de melhoria da Qaulidade na Atenção Básica."


Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Aluno de especialização, Enquadramento Funcional: Aluno


Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor da disciplina Bioquímica, Carga horária: 8
Outras informações
Disciplina ministrada para os alunos de graduação em Ciências Biológicas no CEUNES São Mateus -ES


Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, EMESCAM, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Outro (especifique)Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante de pós graduação


Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Outro (especifique) Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante de pós graduação


Universidade Estadual de Maringá - PR, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1994
Vínculo: Outro (especifique) Estudante, Enquadramento Funcional: Estudante


Escola Master LTDA, ESCOLA MASTER, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Professora de ensino técnico, Carga horária: 8
Outras informações
Professora das disciplinas de bioquímica e Imunologia para o curso técnico de Patologia Clínica


Centro Educacional São Gotardo LTDA, ESCOLA CONHECER, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professora de Química, Carga horária: 16


Hospital Regional Dr. Roberto Arnizaut Silvares, HRAS, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Contrato temporário, Enquadramento Funcional: Farmacêutica - Bioqímica, Carga horária: 30
Outras informações
Atuação no laboratório de análises clínicas em hematologia, bioquímica e microbiologia.


Drogamed comércio de medicamentos LTDA, DROGAMED, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1998
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Farmacêutica e Grente, Carga horária: 44


Secretaria de Estado da Saúde, SES, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Cargo Comissionado, Enquadramento Funcional: Diretora de Atenção Primária à Saúde da SRSLE



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Zika, Dengue e Chikungunya: abordagem multidisciplinar para desenvolvimento de soluções aplicáveis em saúde pública.
Descrição: Descrição: Este projeto congrega várias equipes que vêm desenvolvendo estudos com vírus Zika (ZIKV), Chikungunya (CHIKV) e dengue (DENV) ao longo dos últimos anos nas instituições de pesquisa do DF em resposta à demanda da sociedade brasileira sobre o complexo mosquito e os vírus associados. O projeto foi dividido em quatro subprojetos com o objetivo geral de desenvolver soluções prontamente aplicáveis na saúde pública para a redução da incidência das viroses no DF. O subprojeto I apresenta como tema o 'Controle de mosquito Aedes' e tem como líder Rodrigo Gurgel (UnB) com estreita participação de Rose Monnerat (Embrapa-CENARGEN). Esse subprojeto tem como objetivo o monitoramento de A. aegypti em áreas urbanas do DF e avaliação de impacto do controle com pyriproxyfen (PPF) e das taxas de infecção de A. aegypti e outros mosquitos por arbovírus no DF; o subprojeto II tem como tema 'Aspecto clinico da Zika, Chikungunya e Dengue', liderado por Gustavo Romero (UnB). Esse subprojeto tem como objetivo revelar aspectos clínicos, epidemiológicos e imunológicos envolvidos na história natural da infecção pelo ZIKV em um cenário de circulação simpátrica dos DENV e CHIKV e de elevada cobertura vacinal contra febre amarela no DF; o subprojeto III trata da 'Evolução de Genoma do ZIKV, CHIKV e DENV', liderado por Bergmann Ribeiro (UnB). Esse subprojeto tem como objetivo a caracterização da diversidade genética de DENV, ZIKV e CHKV circulantes no DF e investigação da presença de outros arbovírus em amostras de sangue de indivíduos com doença febril aguda, em A. aegypti e em primatas silvestres por meio de abordagens metagenômicas; e o subprojeto IV, com o tema 'Nova abordagem de kit diagnóstico de febre Zika, Chikungunya e Dengue', é liderado pelo coordenador do projeto Tatsuya Nagata (UnB). Esse subprojeto tem como objetivo desenvolver antígenos específicos para DENV, CHIKV e ZIKV utilizando a estratégia de expressão de multiepítopos específicos e vírus-like particles (VLPs) em sistemas de expressão de proteína baseada em baculovírus e planta. Todas as equipes possuem ampla experiência nos temas propostos e já iniciaram os trabalhos propostos neste projeto com CHIKV e ZIKA, além do DENV, para acelerar a obtenção dos resultados. Os resultados serão amplamente divulgados em congressos, encontros e simpósios, utilizando veículos impressos e eletrônicos por meio de artigos técnicos e científicos e particularmente com a produção de material didático específico para escolas públicas pela equipe do projeto...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Katia Crestine Poças - Coordenador / Maria Regina Fernandes de Oliveira - Integrante / Elisabeth Carmen Duarte - Integrante / Walter Massa Ramalho - Integrante / Lucia Rolim Santana de Freitas - Integrante / Wildo Navegantes Araujo - Integrante / Gustavo Romero - Integrante.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal - Auxílio financeiro.
2013 - 2016
AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE NO DISTRITO FEDERAL
Descrição: ESTUDOS DE LINHA DE BASE E FORMULAÇÃO DE INDICADORES E MODELOS DE AVALIAÇÃO DA ESTRUTURAÇÃO, DESEMPENHO E RESULTADOS DAS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Katia Crestine Poças - Integrante / Elisabeth Carmen Duarte - Coordenador / Walter Massa Ramalho - Integrante.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa DF - Auxílio financeiro.
2013 - 2015
PET Vigilância em Saúde - Analise de Situação de Saúde
Descrição: A Universidade de Brasília e a Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal cientes do seu papel na formação de recursos humanos e produção de conhecimento participam do presente projeto denominado ?Observatório de Análise de Situação de Saúde no DF e entorno? para participação no PET/VS objetivando contribuir para identificação, controle e redução de fatores de risco, determinantes e condicionantes de danos à saúde por meio do fomento de grupos de aprendizagem tutorial, multidisciplinares e intersetoriais, no âmbito da Vigilância em Saúde, que permita a construção do saber a partir de uma proposta trabalho articulada as necessidades e realidade regional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
TESE DE DOUTORADO EM AVALIAÇÃO DA APS
Descrição: Projeto de pesquisa em desenvolvimento, consta de dois inquéritos populacionais: um em parceria com a Pesquisa de Avaliação Externa da AB no Brasil por meio do PMAQ/AB que avaliou a estrutura física das equipes de AB no Brasil e um inquerito populacional telefônico em parceria com o VIGITEL para avaliação da AB em Brasília/DF e em Belo Horizonte/MG..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Katia Crestine Poças - Coordenador / Elisabeth Carmen Duarte - Integrante / Lucia Rolim Santana de Freitas - Integrante / Deborah Carvalho Malta - Integrante.
2012 - Atual
Avaliação Externa e Censo das Unidades Básicas de Saúde
Descrição: Parceria com a UFPEL para coordenação da etapa DF da Avaliação Externa e Censo das Unidades Básicas de Saúde, Registro no SICONV número 760463/11. Convênio UFPel ? Fundação Simon Bolivar 07/2011..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
PET Atenção Básica Ceres/Santa Isabel GO
Descrição: Atuação como voluntária no Projeto PET Atenção Básica, parceria entre o Ministério da Saúde e UnB.O Projeto acontece no município de Ceres e Santa Isabel - GO. O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde é regulamentado pela Portaria Interministerial nº 421, de 03 de março de 2010..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
PET Vigilância em Saúde - Inquérito RIDE DF
Descrição: Atuação como voluntária no Projeto PET Saúde Vigilância em Saúde, parceria com a SVS Ministério da Saúde, Fiocruz, UFG, NESC, NESP e UnB. O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde - PET-Saúde é regulamentado pela Portaria Interministerial nº 421, de 03 de março de 2010..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Desafios do monitoramento das ações em programas de saúde
Descrição: Este estudo tem por objetivo analisar o processo de monitoramento das ações do Programa Nacional de Controle da Hanseníase (PNCH) e propor estratégias para aumentar a sua utilização no planejamento. Trata-se de uma pesquisa explicativa, baseada em levantamento documental, questionário semi-estruturado aplicado aos coordenadores estaduais das 27 Unidades Federadas; e entrevistas com 02(dois) informantes chave do monitoramento das ações pactuadas das áreas técnicas da SVS/MS. Verificou-se que os Estados e Distrito Federal realizam monitoramento em sua maioria (59%), por meio de supervisão direta e indireta e o Ministério da Saúde realiza pelos consultores técnicos do Departamento de Apoio à Gestão da Vigilância em Saúde ? DAGVS/SVS/MS e da Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Hanseníase ? CGPNCH/DEVEP/SVS/MS. As visitas aos estados são agendadas e acordadas com as áreas técnicas no Estado, sendo o DAGVS diretamente com a área da vigilância em saúde estadual enquanto a CGPNCH com as coordenações estaduais do programa. Dos 59% que informaram que realizam o monitoramento, 79,1% deles relatam que não há dificuldades para se realizar o monitoramento nos municípios, no entanto o restante aponta dificuldades do tipo: número insuficiente de profissionais nas equipes estaduais, dicotomia nas ações de vigilância epidemiológica e atenção básica e a falta de apoio das regionais de saúde na atividade de monitoramento. Fez-se necessário compreender e descrever o processo de pactuação para melhor entender o monitoramento das ações pactuadas pelo programa no Pacto e PAVS. Nossa observação da fragilidade do processo de pactuação se dá quanto à falta de realização de oficinas ou reuniões locais, nos municípios, para discussão com os principais atores do processo, que são os profissionais que estão na atenção primária, responsáveis diretos no alcance das metas. As oficinas e reuniões estaduais que acontecem para o monitoramento são geralmente induzidas pelo Ministério d.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Óbitos por causas externas e acidentes de trabalho no município da Serra-ES
Descrição: Estudo descritivo das mortes por causas externas, ocorridas entre 2000 e 2005, entre homens e mulheres, de 10 anos ou mais de idade, residentes no município da Serra, Espírito Santo, com objetivos de descrever o perfil da população ocupada; descrever o padrão dos óbitos por causas externas segundo as variáveis: tipo de causa, sexo, faixa etária e ocupação; e identificar as relações existentes entre os óbitos por causas externas e os acidentes de trabalho. Foram utilizadas bases de dados oficiais. Os resultados obtidos foram analisados em dois períodos agregados: 2000 a 2002 e 2003 a 2005. Observou-se que em cinco anos o número de empregos formais no município aumentou 85,07% enquanto a população geral aumentou 19,31%, destacando o setor da construção como o que mais contribuiu com a expansão, sendo responsável por 25,55% do acréscimo. Observou-se ainda que, no período de 2000 a 2002, as causas externas foram a principal causa de morte respondendo por 30,1% das mortes e, para os anos de 2003 a 2005, a segunda causa com 28,2% dos óbitos. Quanto ao sexo, encontrou-se que, em média, morreram oito homens para cada mulher por causas externas. O impacto dos homicídios permanece superior na população masculina - variando de 72,2% a 73,61% entre os dois períodos estudados - e na faixa etária de 15 a 19 anos ? com 83,56% e 89,18%, respectivamente - diminuindo nas faixas de maior idade. Para a maioria das ocupações, a causa externa representa a maior proporção de mortes, sendo os homicídios responsáveis por 67,22% das mortes nos anos de 2000 a 2002 e 69,70% nos anos de 2003 a 2005. Os estudantes representaram a maior proporção de óbitos por causas externas nos dois períodos, com 12,81% e 12,07%, respectivamente. Entre 2000 e 2002, observaram-se percentuais de 10,4% para trabalhadores braçais, 9,94% para refrataristas e 5,01% para tratoristas. Nos anos de 2003 a 2005, houve um aumento de 14,36% nos óbitos por causas externas, sendo os refrataristas com 11,74%, trabalhadores br.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2016 - 2016
Oficina de Construção do Modelo Lógico do Plano de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis no DF
Descrição: Realizada uma oficina para a construção coletiva do modelo lógico do Plano de Enfrentamento das DCNT no DF e construção da matriz e análise e julgamento do Plano de enfrentamento das DCNT do DF em parceria com a Sra. Taís Porto Oliveira, discente do mestrado profissional em Saúde Pública, da ENSP/FIOCRUZ, sob orientação das Profas. Dra. Elisabeth Carmen Duarte e Ms.Katia Crestine Poças da Faculdade de Medicina da UnB..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Katia Crestine Poças - Coordenador / Elisabeth Carmen Duarte - Integrante / Tais Porto - Integrante.
2012 - Atual
Internato rural em Ceres: mais de uma decada de parceria entre UnB e o município de Ceres ? GO
Descrição: Desde 2002, a área de Medicina Social, em busca de experiências inovadoras para a Faculdade de Medicina, iniciou um estágio optativo que consistia em uma vivência no serviço de parto humanizado, no Hospital Pio X, filantrópico. Com o sucesso da experiência, logo o estágio foi transformado em obrigatório e foi abrangendo outras atividades inerentes a Atenção Primária em Saúde. Além disso, o estágio de vivência foi ampliado para o curso de Enfermagem. Hoje, após dez anos da experiência e mais de 700 estudantes dos cursos de Medicina e de Enfermagem, pode-se dizer que trata-se de experiência pedagógica exitosa..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) .
Integrantes: Katia Crestine Poças - Integrante / Patricia Taira Nakanishi - Integrante / Elisabeth Carmen Duarte - Coordenador.


Projetos de desenvolvimento


2011 - 2013
Telessaúde DF
Descrição: A estratégia operacional é pautada na implantação de uma infra-estrutura de informática de telecomunicação para o desenvolvimento contínuo a distância dos profissionais das equipes de Saúde da Família (SF), a partir da utilização de multimeios (biblioteca virtual, videoconferência, canais públicos de televisão, vídeo streaming e chats); e na estruturação de um sistema de consultoria e segunda opinião educacional entre especialistas em Medicina de Família e Comunidade e preceptores de SF, profissionais da Atenção Primária e Instituições de Ensino Superior..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.


Outros Projetos


2006 - 2006
Óbitos por causas externas e sua relação com as atividades ocupacionais na região metropolitana de Vitória ? ES.
Descrição: Com o objetivo de analisar o comportamento dos óbitos em relação aos fatores ocupacionais, no presente estudo foi realizado um estudo ecológico a partir das bases de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/ SUS). Foram coletados dados referentes aos óbitos totais e por causas externas segundo as variáveis do subgrupo ?ocupação? e ?acidentes de trabalho?, registrados no período compreendido entre 2000 e 2004 na população de 15 a 49 anos de idade da Região Metropolitana de Vitória ? ES. Foram verificados índices consideráveis de óbitos por causas externas entre os estudantes e, quanto à ocupação, os maiores percentuais de óbitos dessa categoria situaram-se no grupo de trabalhadores braçais, da construção civil, condutores de veículos, agropecuários polivalentes, donas-de-casa e outros trabalhadores administrativos. O padrão entre causa de óbito e atividade ocupacional sugere uma provável relação entre morte e processo de trabalho, a qual pode ter o seu real significado velado pela qualidade precária de informação da variável acidente de trabalho. Dessa forma, o desenvolvimento de estratégias para a melhoria da qualidade de registro de tais dados mostra-se elemento de fundamental importância para o diagnóstico da situação e, conseqüentemente, para o estabelecimento de estratégias de intervenção em Vigilância à Saúde do Trabalhador e para a efetivação de políticas relacionadas..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2004 - 2004
Efeitos adversos do uso do captopril em hipertensos cadastrados na Unidade de Saúde da família do bairro Porto de São Mateus - ES
Descrição: O objetivo do estudo foi levantar quais são os efeitos adversos causados pelo uso do captopril e identificar a relação dos efeitos encontrados na pesquisa com os descritos na literatura. Foi utilizado o estudo de levantamentos, a técnica foi a da entrevista estruturada e o instrumento utilizado foi o roteiro de entrevista. Resultados: dos entrevistados 60% são do sexo masculino, faixa etária de 30 a 80 anos e mais, escolaridade abaixo do ensino médio completo. Quanto aos efeitos adversos 53,33% não relataram, 23,335 TOSSE SECA, 13,33% FRAQUEZA, correspondendo o esperado descrito na literatura..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
1994 - 1994
Padronização da técnica de determinação de carboxiemoglobina em sangue
Descrição: KATIA CRESTINE POÇAS. .. 1994. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Paula Nishiyama..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Epidemiologia e Serviços de Saúde


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Avaliação em serviços de saúde.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Gestão em serviços de Saúde.
4.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Planejamento em Saúde.
5.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Atenção Básica à Saúde.
6.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Saúde do Trabalhador.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
POÇAS, KÁTIA CRESTINE2017POÇAS, KÁTIA CRESTINE; FREITAS, LÚCIA ROLIM SANTANA DE ; DUARTE, ELISABETH CARMEN ; POÇAS, KÁTIA CRESTINE ; FREITAS, LÚCIA ROLIM SANTANA DE ; DUARTE, ELISABETH CARMEN . Censo de estrutura da Atenção Primária à Saúde no Brasil (2012): estimativas de coberturas potenciais*. EPIDEMIOLOGIA E SERVICOS DE SAUDE, v. 26, p. 275-284, 2017.

2.
POÇAS, K. C.2011POÇAS, K. C.; CAZARIN, G. ; MENDES, M. F. M. . Avaliação e qualidade em saúde: Fonte de inovações e reflexões. Revista Brasileira de Saúde da Família (Brasília), v. 12, p. 51-58, 2011.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
POÇAS, K. C.; CAMPOS, C. E. A. ; PISCO, L. ; MENDES, M. F. M. ; CAZARIN, G. ; BENEVIDES, I. A. ; SARTI, T. ; TAKEDA, S. ; REIS, S. . Melhoria Contínua da Qualidade na Atenção Primária à Saúde: Conceitos, métodos e diretrizes.. 1. ed. Brasília/DF: Ministério da Saúde, 2010. v. 1. 140p .

Capítulos de livros publicados
1.
FEIJO, G. C. ; SILVEIRA, C. ; ROMAO, J. F. . ; POÇAS, K. C. ; LIMA, M. G. ; PINHEIRO, R.M. . Curso de especialização em saúde da família autoinstrucional da Universidade de Brasília. In: Cristiane Martins Gomes de Gusmão; Vildeane da Rocha Borba; Julio Venancio de Menezes Junior; Carlos Alberto Pereira de Oliveira; Edinalva Neves Nascimento; Vinicius de Araujo Oliveira. (Org.). II Relato de experiências em tecnologias educacionais do Sistema UNA-SUS 2015. 01ed.Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2015, v. , p. 06-326.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MORAIS, M. ; SOARES, E. B. ; POÇAS, K. C. . Inserção das ações de vigilância das hepatites virais na Atenção Básica. In: VIII Congresso Brasileiro de DST e AIDS e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais, 2010, Brasilia. Inserção das ações de vigilância das hepatites virais na atenção básica, 2010.

2.
POÇAS, K. C.; BORGES, L.H. . Óbitos por causas externas e acidentes de trabalho no município da Serra-ES. In: IX Congresso Brasieliro de Saúde Coletiva, 2009, Recife - PE. Numero Suplementar da Revista Ciência e Saúde Coletiva, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
POCAS, KC. Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
PINHEIRO, R.M. ; POÇAS, K. C. ; LIMA, M. G. ; ROMAO, J. F. . ; SILVEIRA, C. ; FEIJO, G. C. . Especialização em Saúde da Família à distância: a experiência da UNASUS/UnB. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
POÇAS, K. C.; FREITAS, L. R. S. ; DUARTE, E.C. . Estrutura e atributos na atenção básica do DF, 2012. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
QUEIROZ, R. C. S. ; THOMAZ, E. B. A. F. ; TONELLO, A. S. ; POÇAS, K. C. ; CALVO, M. C. M. ; ROVERY, M. ; SILVA, N. C. ; ROCHA, T. ; THUME, E. ; Facchini, L.A . PMAQ - AB: estrutura dos serviços de odontologia nas UBS do Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
NAKANISHI, P.T. ; POÇAS, K. C. . Avaliação da Atenção Primária de Ceres, Goiás: saúde da criança, 2011. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
NAKANISHI, P.T. ; POÇAS, K. C. . A experiência do pet ? Atenção Básica: parceria entre serviço e universidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
POÇAS, K. C.; NAKANISHI, P.T. . Sala de Situación de Salud: saber para planificar. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
MORAIS, M. ; SOARES, E. B. ; POÇAS, K. C. . Inserção das ações de vigilância das hepatites virais na Atenção Básica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
POÇAS, K. C.. Aprovação: Óbitos por causas externas e acidentes de trabalho no município da Serra ES. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
POÇAS, K. C.. Aprovaçao: Qualidade dos dados de hepatite B no sistema de informação de agravos de notificação: desafios da vigilância. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
POÇAS, K. C.. Aprovação: Qualidade dos dados de hepatite C no sistema de informação de agravos de notificação: desafios da vigilância. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
LIMA, H.C.A.V. ; POÇAS, K. C. ; et al . Hepatite viral tipo B: subnotifcação de óbitos e estimativa de mortalidade no Brasil de 2004 a 2006. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
POÇAS, K. C.. Incidência de dengue no município de São Mateus - ES. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
POÇAS, K. C.. Acidentes com animais domésticos causadores de raiva. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
POÇAS, K. C.. Pragas urbanas atendidas pela vigilância Ambiental. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
POÇAS, K. C.. Escorpionismo no norte do Espírito Santo. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
POÇAS, K. C.. Acidentes com animais domésticos causadores de raiva. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
POÇAS, K. C.. Escorpionismo no norte do Espírito Santo. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
POÇAS, K. C.. Incidência de dengue no município de São Mateus ? ES. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
POÇAS, K. C.. Pragas urbanas atendidas pela vigilância Ambiental. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Produtos tecnológicos
1.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a proposta de conteúdo referente ao Botulismo para o Caderno de Atenção Básica em doenças de veiculação hídrica, em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS/MS. 2010.

2.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a proposta de conteúdo referente ao Rotavírus para o Caderno de Atenção Básica em doenças de veiculação hídrica, em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS/MS.. 2010.

3.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a proposta de conteúdo referente ao Cólera para o Caderno de Atenção Básica em doenças de veiculação hídrica, em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde - SVS/MS.. 2010.

4.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo processo de acompanhamento das atividades de integração da Atenção Básica com a Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Malária no ano de 2010.. 2010.

5.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo processo de acompanhamento das atividades de integração da Atenção Básica com a Coordenação Geral do Programa Nacional de Controle da Dengue no ano de 2010.. 2010.

6.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a análise epidemiológica do banco de dados de hepatites A no SINAN no ano de 2008, para o Brasil, Regiões, Unidades Federadas e Capitais.. 2009.

7.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a análise epidemiológica do banco de dados de hepatites B e D no SINAN no ano de 2008, para o Brasil, Regiões, Unidades Federadas e Capitais.. 2009.

8.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a análise epidemiológica do banco de dados de hepatites B e C no SINAN no ano de 2008, para o Brasil, Regiões, Unidades Federadas e Capitais.. 2009.

9.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a análise das exposições e prováveis fonte/mecanismo de infecções descritas nos instrumentos de notificação do banco de dados de hepatites B do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN) no ano de 2008, para o Brasil, Regiões, Unidades Federadas e Capitais.. 2009.

10.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a elaboração de um dicionário de dados utilizados no sitema de informações de agravos de notifcação SINAN NET, para as Hepatites Virais.. 2008.

11.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a elaboração de um caderno de análise para tabulação de dados para a hepatite A, no SINAN NET.. 2008.

12.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a elaboração de um caderno de análise para tabulação de dados para a hepatite B, no SINAN NET.. 2008.

13.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a elaboração de um caderno de análise para tabulação de dados para a hepatite C, no SINAN NET.. 2008.

14.
POÇAS, K. C.. Documento técnico contendo a elaboração de um caderno de análise para tabulação de dados para a hepatite D, no SINAN NET.. 2008.

Trabalhos técnicos
1.
POÇAS, K. C.; RESENDE, L.T.L. . Hepatite C. Fornecimento de Interferon Peguilado + Ribavirina. 2008.

2.
POÇAS, K. C.; CAMPOS, K.B. . Informação acerca de número de pessoas infectadas pelos vírus das hepatites B e C associado ao consumo de drogas.. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
POCAS, KC; DUARTE, E.C. ; NAKANISHI, P.T. ; RAMALHO, W. M. . AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE NO DISTRITO FEDERAL. 2016. (Relatório de pesquisa).

2.
POÇAS, K. C.; BEZERRA, M. L. B. F. . Cuidado integral à saúde do idoso. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático para curso de Especialização Saúde da Família UNASUS/UNB).

3.
PINHEIRO, R.M. ; POÇAS, K. C. . Assistência Farmacêutica. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - MaterialdidáticoparacursodeEspecializaçãoSaúdedaFamíliaUNASUS/UNB).

4.
POÇAS, K. C.. Políticas Públicas de Saúde no Brasil para o Programa Mais Médicos MS. 2013. .

5.
POÇAS, K. C.. Atenção Primária à Saúde no Brasilpara o Programa Mais Médicos MS. 2013. .

6.
POÇAS, K. C.. Desigualdades em Saúde no Brasil para o Programa Mais Médicos. 2013. .

7.
POÇAS, K. C.. Autoavaliação para a Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica : AMAQ. 2012. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

8.
POÇAS, K. C.; AMORIM, T. R. ; RIBEIRO P. C. ; CAMPOS, K.B. . Doenças Infecciosas e parasitárias - guia de bolso. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

9.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2009. .

10.
POÇAS, K. C.; CAMPOS, K.B. . Guia de Vigilância Epidemiológica. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

11.
POÇAS, K. C.. PLANO DE PREPARAÇÃO E RESPOSTA DO SISTEMA Ú ICO DE SAÚDE FRENTE AOS DESASTRES ASSOCIADOS ÀS INUNDAÇÕES. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

12.
POÇAS, K. C.; PISTELLI, A. C. ; AMORIM, T. R. ; RIBEIRO P. C. . ABCDE das hepatites virais para agentes comunitários de saúde. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

13.
POÇAS, K. C.. III Capacitação da Equipe Profissional para Ações Interdisciplinars no Atendimento às Hepatites Virais no Serviços Especializados da Média Complexidade do SUS. 2008. .

14.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2008. .

15.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2008. .

16.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2008. .

17.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais - Macroregional Sudeste. 2008. .

18.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais - Macrorregional Nordeste. 2008. .

19.
POÇAS, K. C.; et al . Material instrucional para capacitação em vigilância epidemiológica das Hepatites Virais. 2008. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Normas e Manuais técnicos).

20.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2007. .

21.
POÇAS, K. C.. Curso Básico de Saúde da Família. 2006. .

22.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2005. .

23.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2005. .

24.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2005. .

25.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2005. .

26.
POÇAS, K. C.. II Semana de Profilaxia e Diagnóstico de Enteroparasitoses. 1994. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
POÇAS, K. C.; BEZERRA, M. L. B. F.; NORONHA, E. F.. Seleção Simplificada Professor Substituto da Faculdade de Medicina, área de Clínica Médica - edital 343/2014. 2014. Universidade de Brasília.

2.
NORONHA, E. F.; POÇAS, K. C.; BEZERRA, M. L. B. F.. Seleção Simplificada Professor Substituto da Faculdade de Medicina, área de Clínica Médica - edital 356/2014. 2014. Universidade de Brasília.

3.
POÇAS, K. C.; FEIJO, G. C. S.; BEZERRA, M. L. B. F.. Seleção Simplificada de Professor Substituto da Faculdade de Medicina - área de Medicina Social - edital 461/2013. 2013. Universidade de Brasília.

4.
POÇAS, K. C.; LIMA, D. D.; AMORAS, A. F.. Seleção Simplificada de Professor Visitante da Faculdade de Medicina - área de Medicina Social - edital 022/2013. 2013. Universidade de Brasília.

5.
FEIJO, G. C. S.; DUARTE, E.C.; POÇAS, K. C.. Seleção Simplificada Professor Substituto da Faculdade de Medicina, área de Clínica Médica - edital 358/2013. 2013.

6.
POÇAS, K. C.. Comissão Científica da 11ª EXPOEPI. 2011.

7.
POÇAS, K. C.. Comissão Científica da 10ª EXPOEPI. 2010.

8.
POÇAS, K. C.. Comissão Científica da 9ª EXPOEPI. 2009.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
10 thInternational Conference on Educationan New Learning Technologies. Permanent Education Program in Health - online course medical documents. 2018. (Congresso).

2.
Forum Nacional de Atenção Primária à Saúde. 2018. (Outra).

3.
4º Congresso Nacional de Medicina Tropical. 2017. (Congresso).

4.
HIT Health System Review. 2017. (Encontro).

5.
Sistemas comparados de APS nas cidades de Lisboa e do Rio de Janeiro. 2017. (Encontro).

6.
Tuberculose: A História e o Patrimônio. 2017. (Simpósio).

7.
V CONGRESSO NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA. 2017. (Congresso).

8.
X Congresso Brasileiro de Epidemiologia. BALANÇO METAS ENFRENTAMENTO DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS NO DISTRITO FEDERAL. 2017. (Congresso).

9.
III Congresso Regional de Medicina Familiar Wonca ? Iberoamericana ? CIMF. X Seminário Internacional de Atención Primaria de Salud. Sala de Situación de Salud: saber para planificar. 2012. (Congresso).

10.
11ª Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças ? EXPOEPI.Parecerista da Comissão Científica. 2011. (Outra).

11.
Metodologias de Avaliação da Qualidade das Informações sobre Causas de Óbito. 2011. (Oficina).

12.
10º Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças - EXPOEPI.Comissão científica e palestrante na oficina pré-expoepi. 2010. (Outra).

13.
1º Simpósio Piauiense de Assistência Farmacêutica.O Papel do Farmacêutico na Atenção Básica em Saúde: um direito de todos!. 2010. (Simpósio).

14.
3º Simpósio Nacional de Assistência Farmacêutica.O papel do Farmcêutico na Atenção Básica em Saúde: um direito de todos!. 2010. (Simpósio).

15.
Ciclo de debates sobre Redes Regionalizadas de Atenção à Saúde.Vigilância em Saúde e Promoção da Saúde. 2010. (Encontro).

16.
Encontro Nacional - Avaliação e Qualidade na Atenção Primária em Saúde: o AMQ e a Estratégia Saúde da Família nos grandes centros urbanos".O desafio da expansão da SF nos grandes centros urbanos. 2010. (Encontro).

17.
Oficina Macroregional Sudeste de Integração entre Atenção Primária e Vigilância em Saúde.Integração APS e VS. 2010. (Oficina).

18.
Oficina Macroregional Sul e Centro Oeste de Integração Atenção Primária e Vigilância em Saúde -.Integração APS e VS. 2010. (Oficina).

19.
Seminário: 'Dengue: Desafios e Estratégias para Porto Alegre'.O papel da Atenção Básica no Controle da Dengue. 2010. (Seminário).

20.
VIII Congresso Brasileiro de Prevenção em DST e AIDS e I Congresso Brasileiro de Prevenção das Hepatites Virais. Cheguei! Quando as hepatites virais batem à porta. 2010. (Congresso).

21.
XXVI Congresso das Secretarias Municipais de Saúde do Paraná. Oficina de Integração Atenção Básica e Vigilância em Saúde. 2010. (Congresso).

22.
Consulta Nacional sobre HIV/AIDS no Sistema Penitenciário.Paticipação nos trabalhos em grupos. 2009. (Outra).

23.
XII Simpósio Internacional de Terapêutca em Hepatite Viral. 2009. (Simpósio).

24.
8ª Mostra Nacional de Experiências Bem - sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças - EXPOEPI. 2008. (Outra).

25.
Capacitação de Vigilância Epidmiológica de Hepatites Virais - Macrorregonal Nordeste.Prevenção das Hepatites Virais - contribuições da Vigilância Epidemiológica. 2008. (Outra).

26.
Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais - RN.Situação Epidemiológica da Hepatites Viras no Brasil. 2008. (Outra).

27.
Fórum de coordenadores Estaduais de Hepatites Virais.Formação do Grupo Técnico de Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais. 2008. (Encontro).

28.
IV Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família. 2008. (Seminário).

29.
Reunião Anual de Monitoramento e Avaliação da Hanseníase.Participação de trabalho em grupo. 2008. (Outra).

30.
VII Enontro Nacional de ONGS de Heptites Virais.CTAs: Desafios e perspectivas para a detecção das hepatites virais. 2008. (Encontro).

31.
XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia - EPI 2008. 2008. (Congresso).

32.
Encntro dos Coordenadores Estaduais de Atenção Básica.Participante. 2007. (Encontro).

33.
II Câmara Técnica da Atenção Primária em Saúde.Participante. 2007. (Encontro).

34.
III Seminário Internacional da Atenção Primária - Saúde da Família - "Expansão com qualidade & Valorização dos Resultados". 2007. (Seminário).

35.
Oficina de integração para construção da matriz curricular do curso de especialização da SESA/APS.Moderadora de grupo. 2007. (Oficina).

36.
Oficina Preparatória para construção da matriz curricular do curso de especialização da SESA/APS Macro ? Sul.Moderadora de grupo. 2007. (Oficina).

37.
Oficina Preparatória para construção da matriz curricular do curso de especializaçao da SESA/APS Macro - Centro.Moderadora de grupo. 2007. (Oficina).

38.
Oficina Preparatória para construção da matriz curricular do curso de especialização da SESA/APS Macro - Norte.Moderadora de grupo. 2007. (Oficina).

39.
Seminário Nacional da Avaliação para a melhoria da Qualidade na Estratégia Saúde da Família - AMQ.O AMQ como instrumento de fortalecimento da ESF e sua integração com a Vigilância em Saúde. 2007. (Seminário).

40.
Seminário Nacional de Avaliação para Melhoria da Qualidade (AMQ) na Estratégia Saúde da Família.2º Painel Nacional: relato de experiêncioas municipais de implantação do AMQ. 2007. (Seminário).

41.
Seminário sobre o Paradigma Inter e Transdisciplinar. 2007. (Seminário).

42.
1º Simpósio de Assistência Farmacêutica.Participação dos trabalhos em grupos. 2006. (Simpósio).

43.
5º Congresso da Federação Nacional dos Farmacêuticos. Participação como delegada. 2006. (Congresso).

44.
1ª Conferencia Intermunicipal de Saúde doTrabalhador.Participação como delegada. 2005. (Outra).

45.
3ª Conferência Nacional de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde - Etapa Muicipal.Coordenação de grupo de trabalho. 2005. (Outra).

46.
3ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador.Participação como delegada eleita Getor/prestador. 2005. (Outra).

47.
Etapa InterMunicipal da 3ª Conferência Nacional de Gestão o Trabalho e Educação na Saúde.Gestão do Trabalho. 2005. (Outra).

48.
IV Seminário Mateense de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus na Faculdade Vale do Cricaré.Farmacologia no tratamento da hipertensão arterial e do diabetes mellitus. 2004. (Seminário).

49.
Jornada Regional de controle de infecção em serviços de saúde. 2004. (Outra).

50.
Oficina do Projeto Nascer. 2004. (Oficina).

51.
Seminário de Avaliação e Planejamento de Estratégias para Vigilância Epidemiológica das Donça Febris e Imunização do Estado do ES. 2003. (Seminário).

52.
I Seminário Estadual sobre Mortalidade Materna e Humanização do pré-natal e nascimento. 2002. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
POÇAS, K. C.; REIS, S. . Encontro Nacional - Avaliação e Qualidade na Atenção Primária em Saúde: O AMQ e a Estratégia Saúde da Família nos grandes centros urbanos".. 2010. (Outro).

2.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais Macrorregional Sudeste. 2008. (Outro).

3.
POÇAS, K. C.. Capacitação em Vigilância Epidemiológica das Hepatites Virais Macrorregional Nordeste. 2008. (Outro).

4.
POÇAS, K. C.. I Seminário Nacional de Avaliação para Melhoria da Qualidade (AMQ) na Estratégia Saúde da Família. 2007. (Outro).

5.
POÇAS, K. C.. 1ª Conferência Intermunicipal de Saúde do Trabalhador dos municípios de Jaguaré, São Mateus e Conceição da Barra - ES - Etapa Mnicipal da 3ª CNST. 2005. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Taís Porto Oliveira. Plano de enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis do DF: um estudo de avaliabilidade. 2017. Dissertação (Mestrado em Avaliação em Saúde) - Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - Fiocruz, . Coorientador: Katia Crestine Poças.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Alessandra Ramos. Baixa adesão ao tratamento de HAS em ESF no município de Santo Antonio do Descoberto GO. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

2.
Ana Lemos. Lesão por esforço repetitivo nos trabalhadores da ESF. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

3.
Aron Silveira. Número excessivo de medicamentos controlados em ESF. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

4.
Elisiane Beck. Acolhimento e assistência à saúde na Atenção Básica. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

5.
Elislaine Souza. Intervenções da eSF relacionadas às DART: LER e DORT. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

6.
Isabela Castro. A importância de educação em saúde aos cuidadores de pessoas idosas. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

7.
Josilene Barbosa. Qualidade na coleta de dados do Sinan, Açucena/MG. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

8.
Mariana Borges. Terapia ocupacional e atuação no contexto social. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

9.
Marisol Schneider. O ACS e o URM. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

10.
Miriam Vieira. HAS: um mal silencioso e destemido. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

11.
Patricia Alvares. Saúde bucal do idoso no município de Arapuá. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

12.
Patricia Conceição. Importância da Assistência Farmacêutica no bairro Santra Cruz dos Navegantes, Guarujá/SP. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

13.
Pedro Amaral. Polifarmácia em pacientes idosos da ESF Custódio Pereira, Uberlândia/MG. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

14.
Rosangela Costa. NASF/ESF: a importância do planejamento estratégico na implantação e organização. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

15.
Tábata Laise Sousa. Atuação de uma eSF em Itaueira/PI. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

16.
Thaís Vendruscolo. Grande tempo de espera para atendimento com clínico geral em uma UBS do interior de SP. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

17.
Talita Borges. Planejamento familiar: reproduzir sem repetir. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

18.
Leozane Pereira. Combate ao Aedes Aegypti. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

19.
Roberto Lucas Moura Ruben Pereira. Gravidez na adolescencia em Paes Landim/PI. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

20.
Darcieli Ramos. Planejamento estratégico acerca da gestação na adolescência. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

21.
STEPHANI DE MORAES PARREIRA. ASSISTÊNCIA HUMANIZADA NAS SALAS DE ESPERA DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE.. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

22.
João Victor Rolim de Pontes Vieira. ESTÍMULO À CAPTAÇÃO E ACOMPANHAMENTO CLÍNICO DE ASMÁTICOS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DE SÃO SEBASTIÃO - DF. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

23.
Frederico Moraes Cardoso Marques. TRATAMENTO ADEQUADO PARA PACIENTES DIABÉTICOS: UMA CONQUISTA SOCIAL. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

24.
Fagner Joaquim de Andrade. GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: UM PROBLEMA SOCIAL E DE SAÚDE PUBLICA NA ESTRATÉGIA DE SAUDE DA FAMÍLIA NO BELVEDERE, CRISTALINA-GO. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

25.
Rodrigo Diniz Linhares Lourenço. PROPOSTA DE INTERVENÇÃO NA SITUAÇÃO DE SAÚDE DA POPULAÇÃO DE AURILÂNDIA. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

26.
Kelly Andressa de Paula. RECONHECENDO A DEMANDA REPRIMIDA DE UMA UNIDADE DE SAUDE DA FAMILIA DE RIBEIRAO PRETO/SP. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

27.
Ulete Mota Neto. RELATO DE EXPERIÊNCIA EM DEMANDA ESPONTÂNEA COM FOCO NA IMPLANTAÇÃO DO PROTOCOLO DE MANCHESTER EM UBS - CENTRO DE SAÚDE JARDIM LEBLOM. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Saúde da Família) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.

28.
Ana Cristina Barreto Peixoto Sampaio. Descarte de medicamentos domiciliares. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Vigilância Sanitária do IFAR/PUC) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Orientador: Katia Crestine Poças.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Andreisson de Carvalho Souza. O controle de Hiperdia em ESF no DF. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Gestão de Saúde Coletiva) - Universidade de Brasília. Orientador: Katia Crestine Poças.



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


Comitê Coordenador da Rede de Pesquisas em Atenção Primária à Saúde - participação na qualidade de suplente da coordenação do Centro-Oeste desde maio de 2012.
Membro efetivo de Comissões ou Grupos de Trabalho da Administração Superior ou dos Órgãos Superiores da UnB ou Unidades: Menbro do Comite Gestor do Pró- saúde, desde 2013.
Docente da disciplina ?Introdução a Práticas de Saúde?. Código: 173215. Carga Horária: 60 horas e 04 créditos. Professora Responsável da disciplina.
Docente da disciplina ?Internato em Medicina Social?. Código: 179671. 20 créditos. Docente dos seminários de Atenção Primária à Saúde, que são parte integrante e obrigatória do Internato em Medicina Social, onde se trabalha com grupos tutoriais. 
Docente da disciplina ?Organização e Administração de Serviços de Saúde?. Código: 173070. Carga Horária: 30 horas e 02 créditos. Professora Responsável da disciplina. 

Participação em grupos de trabalho no MInistério da Saúde, dentre eles: Grupo de trabalho do PMAQ - Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica. Grupo de Trabalho para Elaboração do Manual da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (RENAST); Grupo de Trabalho da Cooperação Técnica Integrada entre Atenção Básica e Vigilância em Saúde; Grupo de Trabalho do Apoio Matricial da Vigilância em Saúde na Atenção Básica e o Grupo de Trabalho para a elaboração da Formação do Agente de Vigilância em Saúde.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 14:52:55