Sergio Costa Pinto Junior

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7391209532045123
  • Última atualização do currículo em 03/09/2014


Possui graduação em Turismo com ênfase em ambientes naturais pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (2010). Possui graduação em Geografia Bacharelado pela Universidade Federal da Grande Dourados (2011). Mestre em Geografia, também pela Universidade Federal da Grande Dourados. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sergio Costa Pinto Junior
Nome em citações bibliográficas
PINTO JUNIOR, S. C.


Formação acadêmica/titulação


2012
Mestrado em andamento em Geografia.
Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
Título: ANALISE TÊMPORO-ESPACIAL DAS QUEIMADAS NO MATO GROSSO DO SUL E SUAS CONSEQUÊNCIAS SOCIOAMBIENTAIS,Orientador: André Geraldo Berezuk.
Coorientador: Charlei Aparecido da Silva.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
2007 - 2011
Graduação em Geografia - Bacharelado.
Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
Título: Análise da distribuição e da ocorrência de queimadas no Mato Grosso do Sul no ano de 2009 por meio do uso de imagens do NOOA-15.
Orientador: Prof.Dr.Charlei Aparecido da Silva.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2006 - 2010
Graduação em Turismo com ênfase em ambientes naturais.
Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Título: Turismo e qualidade de vida na Melhor Idade: Passeios turísticos na prevenção e recuperação da saúde mental em idosos asilados..
Orientador: Profa. Dra. Ednéia Albino Nunes Cerchiari.




Formação Complementar


2004 - 2008
Língua Inglesa - Intermediario II, III, IV.
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.
2003 - 2004
Informatica Basica, RH e Auxiliar Contábil. (Carga horária: 142h).
Centro de Idiomas e Infomática Avançada.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Grande Dourados, UFGD, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando no Programa de Pós Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista Iniciação Cientifica, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Outros, Enquadramento Funcional: Estagiário Estação Meteorológica FCT, Carga horária: 20


Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Projeto de Extensão, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.



Projetos de pesquisa


2010 - 2011
Queimadas e Condições da Atmosfera na Faixa Sul de Mato Grosso do Sul no Ano de 2009
Descrição: Nas últimas décadas nos deparamos com algumas mudanças em relação ao clima e tempo, que são nítidas devido as mesmas serem sentidas de forma brusca, podendo ser analisadas sob formas variadas, tendo em vista que a constante transformação do espaço geográfico exerce influência no que diz respeito a dinâmica da atmosfera. A Climatologia esta relacionada à esse vínculo ao estudar as características da atmosfera em contato com a superfície terrestre e a distribuição espacial destas características de forma têmporo-espacial. Através de dados representados em estudos sob diversas escalas mostra-se que Mato Grosso Do Sul desaponta como terceiro no ranking nacional em número de queimadas, na maioria dos casos causadas, através de ações de caráter humano e, em escalas crescentes, cada vez mais rápido. Essas alterações favorecem mudanças não vivenciadas anteriormente como a, por exemplo, a estiagem fora de época, onde aparece em grande escala temporal trazendo grande preocupação aos produtores rurais de Mato Grosso Do Sul, deixando em alerta ambientalistas devido a estiagem ser um fator favorável para se propiciar queimadas. O número de queimadas registradas este ano no Estado já é de 230% maior do que no mesmo período de 2008. No ano de 2009 as queimadas começaram a ocorrer muito antes do período considerado crítico entre junho e setembro o número em Mato Grosso do Sul, foram 409 ocorrências, mais do que o triplo registrado no mesmo período do ano passado, com 123 focos de calor. Esta condição deixa o Estado numa incômoda posição de destaque no ranking de queimadas, ficando atrás apenas da Bahia (628) e do Ceará (541), os campeões em registros de focos de calor neste ano. No país, este ano foram registrados mais de 4300 focos. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Um dos objetivos da Climatologia, principalmente aquela com caráter geográfico, é buscar meios para que possam ser explicados e possivelmente resolvidas as problemáticas que envolvem.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Tabulação, Tratamento e Análise De Dados Pluviais Da Bacia
Descrição: As mudanças apresentadas nas últimas décadas em relação ao clima e tempo são nítidas e podem ser analisadas sob formas variadas, tendo em vista que a constante transformação do espaço geográfico exerce influência no que diz respeito à dinâmica da atmosfera. A Climatologia se relaciona com esse vínculo ao estudar as características da atmosfera em contato com a superfície terrestre e a distribuição espacial destas características de forma têmporo-espacial. Estudos em diversas escalas têm demonstrado que os elementos tempo temperatura e pluviosidade estão sendo modificados através de ações de caráter humano e, em escalas de detalhe e semi-detalhe, cada vez mais rápido. Um dos objetivos da Climatologia, principalmente aquela com caráter geográfico, é o de buscar meios para que possam ser explicados e possivelmente resolvidas as problemáticas que envolvem essas modificações. Como os estudos de Climatologia se baseiam em série de em dados meteorológicos a confiabilidade e uma análise prévia da qualidade dos dados é fundamental e influenciam diretamente nas projeções e na determinação de padrões climáticos. Nesse sentido o presente estudo tem como objetivo avaliar a qualidade da série histórica dos dados pluviais existentes para a bacia do Rio Ivinhema (MS). Acredita-se que esse estudo permitirá a elaboração de uma série de outros trabalhos cujo teor venha a envolver o estudo do regime pluvial da bacia, bem como, a determinação do padrão de distribuição espacial das chuvas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2009 - 2010
Turismo e qualidade de vida na Melhor Idade: Passeios turísticos na prevenção e recuperação da saúde mental em idosos asilados.
Descrição: Estudos mostram que uma grande parcela dos idosos vive de maneira insatisfatória, muitos deles perdem suas funções cognitivas, ou seja, parte da memória e conseqüentemente tornam-se pessoas dependentes e depressivas, comprometendo a qualidade de vida na terceira idade. Com a finalidade de intervir nessa realidade está sendo executado o Projeto de Extensão Turismo e qualidade de vida na Melhor Idade: Passeios turísticos na prevenção e recuperação da saúde mental em idosos asilados, o qual tem por objetivo proporcionar aos idosos do Lar do Idoso do município de Dourados- MS, o exercício das funções cognitivas, bem como a manutenção da saúde física e mental, por meio do lazer e atividades turísticas, propiciando uma melhor qualidade de vida, bem estar e satisfação pessoal a esses indivíduos. O City Tour foi realizado pelos acadêmicos do curso de Turismo, com condutores cadastrados no Convention & Visitors Bureau, quinzenalmente, às quintas feiras, percorrendo alguns pontos turísticos de Dourados, como a Usina Termelétrica Senador Filinto Müller, conhecida também como Usina Velha; o Parque Antenor Martins, Parque de Exposição, Parque dos Ipês e Parque Arnulfo Fioravante, Pesqueiro Café da Fazenda, CEPER I plano, Estádio Douradão, Museu Histórico de Dourados, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, assim como outros pontos de referencia da cidade. Esses passeios turísticos auxiliaram os idosos a relembrar e reviver aspectos da sua própria vida, além de reintegrá-los a comunidade de uma forma prazerosa e altamente educativa. Portanto, podemos perceber que o projeto permitiu uma integração da Universidade com a comunidade, beneficiando não só os acadêmicos, mas principalmente os idosos, contribuindo com a independência e autonomia do indivíduo de forma a inseri-los novamente no meio social, levando essa população a um envelhecimento mais saudável e uma melhor qualidade de vida, por meio do lazer e turismo. Este projeto foi realizado com o apoio da Empresa de ônibus M.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (13) .
Integrantes: Sergio Costa Pinto Junior - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2



Idiomas


Inglês
Compreende BemLê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PINTO JUNIOR, S. C.2014PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva ; BEREZUK, A. G. . AS TRANSFORMAÇÕES DA PAISAGEM NA UNIDADE DE PLANEJAMENTO E GERENCIAMENTO IVINHEMA A PARTIR DA EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção Três Lagoas, v. 19, p. 28-55-55, 2014.

2.
PINTO JUNIOR, S. C.2013PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva . A dinâmica climática do Mato Grosso do Sul e as queimadas do ano de 2009: uma análise têmporoespacial a partir das imagens do NOAA-15. Acta Geográfica (UFRR), v. 2012, p. 223-237, 2013.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PINTO JUNIOR, S. C.; BEREZUK, A. G. ; Charlei Aparecido da Silva . ''A Importância da Sub-bacia do Rio Ivinhema e sua relação com a expansão da cana-de-açúcar''. In: XXI Encontro Sul-Mato-Grossense de Geógrafos e V Encontro Regional de Geografia, 2013, Dourados -MS. EDP - A natureza e a produção do Espaço, 2013.

2.
PINTO JUNIOR, S. C.; BEREZUK, A. G. ; Charlei Aparecido da Silva . ''A Incidência de doenças respiratórias: Correlaçôes entre a expansão da cana-de-açúcar nos municípios de Nova Andradina; Rio Brilhante e Maracajú e características climáticas''. In: X ENANPEGE, 2013, Campinas - SP. REPERCUSSÕES ESPACIAIS DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS GLOBAIS, 2013.

3.
PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva . A Distribuição e a ocorrência têmporo-espacial das queimadas no Mato Grosso do Sul, uma análise através das imagens do satélite NOAA-15 ,. In: X Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, 2012, Manaus - AM. X Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, 2012.

4.
PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva . ''Avaliação e organização da qualidade da série histórica dos dados pluviais existentes para a bacia do Rio Ivinhema (MS)''. In: XIV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 2011, Dourados -MS. XIV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, 2011.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva . ''Análise da Distribuição e ocorrência das queimadas no Mato Grosso do Sul, no ano de 2009''. In: ENG- Encontro Nacional de Geógrafos, 2012, Belo Horizonte. XVII Encontro Nacional de Geógrafos, 2012.

Apresentações de Trabalho
1.
PINTO JUNIOR, S. C.. Avaliação e organização da qualidade da série histórica dos dados pluviais existentes para a bacia do Rio Ivinhema (MS). 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
PINTO JUNIOR, S. C.; Charlei Aparecido da Silva . Organização e análise de dados pluviais da Bacia do Rio Ivinhema MS. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PINTO JUNIOR, S. C.. Tabulação, Tratamento e Análise De Dados Pluviais Da Bacia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
PINTO JUNIOR, S. C.. Turismo e qualidade de vida na Melhor Idade: Passeios turísticos na prevenção e recuperação da saúde mental em idosos asilados.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
X ENANPEGE - Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Geogr afia.A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS RESPIRATÓRIAS: CORRELAÇÕES ENTRE A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR NOS MUNICÍPIOS DE NOVA ANDRADINA; RIO BRILHANTE E MARACAJÚ E CARACTERÍSTICAS CLIMÁTICAS. 2013. (Encontro).

2.
XXI ENSUL - Encontro Sul Mato Grossense de Geógrafos V EREGEO Encontro Regional de Geografia.A IMPORTANCIA DA SUB-BACIA DO RIO IVINHEMA E SUA RELAÇÃO COM A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR. 2013. (Encontro).

3.
X Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica.A Distribuição e a ocorrência têmporo-espacial das queimadas no Mato Grosso do Sul, uma análise através das imagens do satélite NOAA-15. 2012. (Simpósio).

4.
XVII Encontro Nacional de Geógrafos.''ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO E OCORRÊNCIA DAS QUEIMADAS NO MATO GROSSO DO SUL NO ANO DE 2009''. 2012. (Encontro).

5.
ENEPE - Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão.Queimadas e Condições Atmosféricas na Faixa Sul de Mato Grosso do Sul no ano de 2009. 2011. (Encontro).

6.
XIV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada.Avaliação e organização da qualidade da série histórica dos dados pluviais existentes para a bacia do Rio Ivinhema (MS). 2011. (Simpósio).

7.
1 Encontro de Ensino de Graduação, 3 Encontro de Pós-Graduação, 4 Encontro de Iniciação Cientifica e 4 Encontro de Extensão da UFGD.Tabulação, Tratamento e Análise De Dados Pluviais Da Bacia. 2010. (Encontro).

8.
VXIII Encontro Sul Mato Grossense de Geógrafos.Organização e análise de dados pluviais da Bacia do Rio Ivinhema MS. 2010. (Encontro).

9.
7 SEMEX - Seminário de Extensão Universitária da UEMS - 7 ENIC - Encontro de Iniciação Científica da UEMS.Turismo e qualidade de vida na Melhor Idade: Passeios turísticos na prevenção e recuperação da saúde mental em idosos asilados.. 2009. (Seminário).

10.
7 SEMEX - Seminário de Extensão Universitária da UEMS - 7 ENIC - Encontro de Iniciação Científica da UEMS. 2009. (Seminário).

11.
I Semana do Geógrafo. 2009. (Encontro).

12.
XVII Encontro Sulmatogrossense de Geógrafos. 2009. (Encontro).

13.
Capacitação para Agentes Comunitários e Profissionais da Saúde. 2008. (Oficina).

14.
IX Semana do Meio Ambiente e XII Eco Dourados ''Desenvolvendo Estratégias para caminhos Sustentáveis''. 2008. (Outra).

15.
Projeto de Ensino ''Oficinas do Turismo: Em busca do conhecimento''. 2008. (Outra).

16.
Dourados Cidade Educadora. 2007. (Congresso).

17.
V Marcha Civico-Cultural ''Retirada da Laguna''. 2007. (Outra).

18.
VII Semana do Meio Ambiente, X Eco Dourados. 2006. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 9:24:56