Flavio Luis Soares de Barros

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8383879441535237
  • Última atualização do currículo em 09/06/2017


Doutor em Relações Internacionais pelo IRI-USP, Mestre em Letras pela FFLCH-USP. Graduado em Letras pela FFLCH-USP. Áreas de atuação: Relações internacionais, Cultura em Relações Internacionais, Indústrias Criativas, Estudos Literários, Tradução, Diplomacia Cultural. Experiância em projetos de intercâmbio cultural e artístico, produção cultural e artística e tradução literária. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Flavio Luis Soares de Barros
Nome em citações bibliográficas
BARROS, Flávio;BARROS, Flávio L. Soares de


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Relações Internacionais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Civilização, Diversidade, Desenvolvimento: Dimensões da cultura em Relações Internacionais, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Rossana Rocha Reis.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Relações culturais internacionais; Economia da cultura; Políticas públicas culturais; Construtivismo; Política internacional.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Gestão cultural.
2007 - 2011
Mestrado em LETRAS (EST. LING., LITERÁRIOS E TRADUTOLÓGICOS EM FRANCÊS).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Labirinto de espelhos: configurações e dispositivos do impasse em Bouvard e Pécuchet, de Gustave Flaubert,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Verónica Galindez-Jorge.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: gustave flaubert; romance francês; labirinto; impasse; modernidade.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária.
2003 - 2007
Graduação em Língua e Literatura Francesa.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1993 - 1996
Graduação em Desenvolvimento Internacional.
Centro Universitário de Roskilde, RUC, Dinamarca.
1983 - 1987
Graduação em Administração Pública.
Fundação Getulio Vargas - SP, FGV-SP, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
?O Brasil e a Cooperação Sul-Sul: uma perspectiva. (Carga horária: 12h).
Instituto de Relações Internacionais - USP, IRI-USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP, FFLCH - USP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
GELLE (Grupo de Estudos Literatura Loucura Escritura) Descrição: Grupo de estudos dedicado ao estudos das relações discursivas entre os eixos temáticos Literatura, Escritura e Loucura, tendo como interface de discussão, num primeiro momento, a obra Arqueologia do Saber de Michel Foucault e os autores aos quais se dedicam os participantes. Coordenadora: Verónica Galindez Jorge



Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Projeto Cátedra José Bonifácio 2014 - A América Latina na atual conjuntura internacional: os potenciais impactos econômicos, sociais e políticos
Descrição: A Cátedra José Bonifácio tem o objetivo realizar, por meio de projetos anuais, estudos sobre temas contemporâneos da Ibero-América, sob a coordenação de personalidades do universo político, econômico e social do espaço ibero-americano. O Projeto 2014, dirigido por Enrique Iglesias, ex-presidente do BID e Secretário Geral da SEGIB, tem como temática A América Latina na atual conjuntura internacional: os potenciais impactos econômicos, sociais e políticos . Na justificativa para definição dessa temática, Enrique Iglesias observa que o mundo vivencia uma mudança de época intensa, em que se torna difícil avaliar e prever os acontecimentos futuros. Essa mudança está gerando impacto nos equilíbrios políticos internacionais alcançados nas últimas décadas, na emergência de novas tendências fragmentadoras da economia e do comércio mundial, assim como nas transformações sociais impulsionadas por movimentos emanados da população e no crescimento das novas classes médias. Tais fenômenos se projetam sobre a América Latina. Esta edição da Cátedra tem como objetivo estimular a pesquisa por meio da reflexão a respeito das possíveis implicações das mudanças no âmbito mundial sobre a América Latina e das alternativas de políticas nacionais e regionais para enfrentá-la..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - Atual
GELLE (Grupo de Estudos Literatura Loucura Escritura)
Descrição: Grupo de estudos dedicado ao estudos das relações discursivas entre os eixos temáticos Literatura, Escritura e Loucura, tendo como interface de discussão, num primeiro momento, a obra Arqueologia do Saber de Michel Foucault e os autores aos quais se dedicam os participantes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Flavio Luis Soares de Barros - Integrante / Verónica Galindez Jorge - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Teoria Literária.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
6.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional.


Idiomas


Dinamarquês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Alemão
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Norueguês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Sueco
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2013
Bolsa-prêmio de incentivo à vocação diplomática, CNPq-MRE.
2011
Bolsa-prêmio de incentivo à vocação diplomática, CNPq-MRE.
2009
Bolsa-prêmio de incentivo à vocação diplomática, Instituto Rio Branco-CNPq.
2008
1º lugar - Prêmio Off-Flip de Literatura - categoria Contos, Off-Flip.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
BARROS, Flávio. Fortalecimento da identidade ibero-americana como projeto estratégico. In: Iglesias, Enrique (coord.); Damiani, Gerson; Garcé, Adolfo; Zibetti, Fabiolo Wust. (Org.). Os desafios da América Latina no século 21. 1ed.São Paulo: Edusp, 2015, v. 1, p. 227-243.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BARROS, Flávio L. Soares de. A difusão da cultura brasileira no exterior: além da diplomacia cultural e do soft power. In: Encontro de estudos multidisciplinares de cultura-ENECULT, 2016, Salvador-Bahia. Culturas digitais, 2016. v. 1.

Apresentações de Trabalho
1.
BARROS, Flávio. The Braziian Culture Ministry as a Foreign Policy Actor. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
BARROS, Flávio L. Soares de. Diplomacia cultural e política externa: a cultura como fonte de poder no governo Lula. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BARROS, Flávio. Labirinto de espelhos: por uma poética do impasse em Bouvard e Pécuchet, de Gustave Flaubert. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
Cooper, J. F. ; BARROS, Flávio . O Último dos Moicanos. São Paulo: Larousse do Brasil, 2003. (Tradução/Livro).

2.
Peyron-Bonjon, C. ; BARROS, Flávio . A Cultura Geral: Baluarte Indissociável da Educação e da Formação, 2002. (Tradução/Outra).

3.
Morin, Edgar ; BARROS, Flávio . Educação e Cultura, 2002. (Tradução/Outra).

4.
Peixoto, Nelson Brissac ; BARROS, Flávio . Arte/Cidade - Projeto de Intervenção Urbana, 2002. (Tradução/Outra).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
BARROS, Flávio L. Soares de. DiploCultural. 2014; Tema: Diplomacia cultural e cooperação cultural internacional. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica

Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
BARROS, Flávio. Hundens Testamente - O Auto da Compadecida. 1992. Teatral.

2.
BARROS, Flávio. Setecentros. 1991. Teatral.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Encontro multidisciplinar de cultura-ENECULT.A difusão da cultura brasileira no exterior: além da diplomacia cultural e do soft power. 2106. (Encontro).

2.
ISA Annual Convention. The Brazilian Culture Ministry as a Foreign Policy Actor. 2015. (Congresso).

3.
III Seminário de Pesquisa da Pós-graduação IRI/USP.Diplomacia cultural e Política externa: a cultura como fonte de poder no governo Lula. 2014. (Seminário).

4.
Encontro de Pesquisa da pós-graduação e iniciação científica.Labirinto de espelhos: dispositivos e configurações do impasse em Bouvard e Pécuchet, de Gustave Flaubert. 2010. (Encontro).

5.
V Encontro da Pós-graduandos da FFLCH-USP.Labirinto de espelhos: o impasse em Bouvard e Pécuchet, de Gustave Flaubert. 2010. (Encontro).

6.
Encontro da Pesquisa de Pós-Graduação e Iniciação Científica.Labirinto de espelhos: por uma poética do impasse em Bouvard e Pécuchet, de Gustave Flaubert. 2009. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Lameirinha, C. A. B. ; BARROS, Flávio . O Rio que nos une também nos separa - Museu de Bairro de Santana. 2000. (Exposição).

2.
Lameirinha, C. A. B. ; BARROS, Flávio . Cinematográfica Maristela. 1998. (Exposição).



Outras informações relevantes


Representante discente eleito na Comissão de Cooperação Nacional e Internacional do IRI/USP (2014-2015). Estágio de docência na Universidade de São Paulo, disciplina "História das Relações Internacionais II" na graduação em Relações Internacionais no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo, com bolsa do Programa de Aperfeiçoamento do Ensino (PAE), 2013. Bolsista CAPES de março de 2010 a abril de 2011.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 1:06:40