José Carlos Silvério dos Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4535292692643309
  • Última atualização do currículo em 14/04/2018


Possui graduação em História (2009) e mestrado em História pela Universidade Federal de Ouro Preto (2012). Professor da Educação Básica, Técnica e Tecnológica do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais. Atuou como professor de História da Educação Básica dos anos finais do Ensino Fundamental. Desenvolve pesquisas na área de História do Brasil Império sobre os seguintes temas: Abolicionismo, Escravidão, Linguagens, Racialização e Abolição. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
José Carlos Silvério dos Santos
Nome em citações bibliográficas
SILVÉRIO, J. C.;SANTOS, J.C. Silvério dos

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais, Instituto Federal do Norte de Minas - Campus Araçuaí.
Fazenda do Meio Pé da Serra, S/N.
BR 367, km 278
39600000 - Araçuaí, MG - Brasil
Telefone: (38) 32013099
URL da Homepage: http://www.ifnmg.edu.br/aracuai


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2012
Mestrado em História.
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Título: Antiescravismo e racialização em Ouro Preto (1871-1888),Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Prof. Dr. Ronaldo Pereira de Jesus.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Escravidão; Abolição; Racialização; Linguagem.
Grande área: Ciências Humanas
2016
Especialização em andamento em Especialização em Ensino de Filosofia no Ensino Médio. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal de São João Del-Rei, UFSJ, Brasil.
2005 - 2009
Graduação em História.
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Extensão universitária em Educação Libertária: aspectos históricos, teóricos e práticos. (Carga horária: 30h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2016 - 2016
Ensino da História, Cultura e Arte Africana, Afro-Brasileira e Indígena. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, UENF, Brasil.
2015 - 2015
Doutrina Política: Socialismo. (Carga horária: 20h).
Instituto Legislativo Brasileiro, ILB, Brasil.
2014 - 2014
Curso de Formação Inicial para Tutores - Edital 06. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em A Construção do Estado Monárquico Brasileiro. (Carga horária: 32h).
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
2012 - 2012
Objetos Arqueológicos e Etnográficos - MAE/USP. (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Curso de Capacitação de Tutores em EAD. (Carga horária: 90h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2011 - 2011
Pós-abolição, cidadania e política. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2010 - 2010
Demografia e História. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Curso de Extensão Básico de Inglês. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em O anticomunismo no Brasil. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais, IFNMG, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

04/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto Federal do Norte de Minas - Campus Araçuaí, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI).

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, IFSULDEMINAS, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Profesor EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Atuação como docente de Ciências Humanas no Campus Avançado Carmo de Minas.


Instituto Federal Fluminense, IFF, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de História EBTT, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Lavras, UFLA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Tutor a distância, Enquadramento Funcional: Tutor a distância do curso de Pedagogia, Carga horária: 12
Outras informações
Desenvolvimento de atividades de tutoria no curso de Licenciatura em Pedagogia do CEAD/UFLA. As principais atribuições eram: acompanhamento contínuo das atividades discentes, aplicação e correção das atividades avaliativas, participação em cursos de atualização e capacitação, elaboração de relatórios mensais de acompanhamento dos alunos e apoio operacional à coordenação do curso em atividades presenciais nos Pólos.


Prefeitura Municipal de Paulinia, P/PAULINIA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor de Ensino Fundamental e Médio, Carga horária: 43
Outras informações
Leciona o conteúdo curricular da disciplina História.


Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, CEETEPS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Ensino Médio, Carga horária: 8


Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, SEE, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor da Educação Básica II - Titular, Carga horária: 40


Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Tutor a distância, Carga horária: 20
Outras informações
Desenvolvimento de atividades de tutoria de apoio acadêmico no curso de Licenciatura em Pedagogia do CEAD/UFOP. As principais atribuições eram: acompanhamento contínuo das atividades discentes, aplicação e correção das atividades avaliativas, participação em cursos de atualização e capacitação, elaboração de relatórios mensais de acompanhamento dos alunos e apoio operacional à coordenação do curso em atividade presencial nos Pólos de Apoio Presencial.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor da disciplina História do Brasil III, Carga horária: 12
Outras informações
A monitoria consiste em atividades teóricas e práticas, de caráter pedagógico, a serem desenvolvidas pelo monitor, visando ao atendimento de estudantes de determinada disciplina, para superação de dificuldades de aprendizado e contribuições com o trabalho docente para a melhoria da qualidade do ensino de graduação.

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Bolsita, Enquadramento Funcional: Monitor da disciplina Teoria da História II, Carga horária: 12
Outras informações
A monitoria consiste em atividades teóricas e práticas, de caráter pedagógico, a serem desenvolvidas pelo monitor, visando ao atendimento de estudantes de determinada disciplina, para superação de dificuldades de aprendizado e contribuições com o trabalho docente para a melhoria da qualidade do ensino de graduação.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista Iniciação Cientítica - PIVIC/UFOP, Carga horária: 12
Outras informações
O Programa Institucional de Voluntários de Iniciação Científica, PIVIC, é um programa voltado para o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação, sendo administrado pela UFOP. Tem como principais metas contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e reduzir o tempo médio de permanência dos alunos na pós-graduação.

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Membro da Comissão Temporária, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão Temporária
Outras informações
Integrante da Comissão Temporária para a elaboração do Planejamento Estratégico do Departamento de História. De composição mista, professores e alunos, a Comissão Temporária teve por objetivo estudar a estrutura do curso de História da UFOP e estabelecer propostas que viabilizassem melhorias. Integrei a comissão na condição de discente.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor da disciplina Teoria da História II, Carga horária: 12
Outras informações
A monitoria consiste em atividades teóricas e práticas, de caráter pedagógico, a serem desenvolvidas pelo monitor, visando ao atendimento de estudantes de determinada disciplina, para superação de dificuldades de aprendizado e contribuições com o trabalho docente para a melhoria da qualidade do ensino de graduação.

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Pró-Ativa, Carga horária: 12
Outras informações
Projeto Levantamento e confronto da bibliografia básica do curso de História com o acervo do Sisbin

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 5
Outras informações
A pesquisa Percepção Ambiental de Ouro Preto buscou investigar a relação que a população ouropretana tinha com o ambiente, quais ações desenvolviam ou queriam que o poder público desenvolvesse para tratar o tema, ou mesmo se o poder público deveria dedicar atenção ou alguma política pública à questão.

Atividades

03/2009 - 12/2009
Estágios , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, .

Estágio realizado
Monitor da disciplina de História do Brasil III.
11/2007 - 12/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Temporária para elaboração do Planejamento Estratégico do DEHIS para o ano de 2008..
03/2008 - 08/2008
Estágios , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, .

Estágio realizado
Monitor da disciplina Teoria da História II.
01/2007 - 01/2008
Estágios , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, .

Estágio realizado
Monitoria da disciplina Teoria da História.
01/2006 - 01/2007
Estágios , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, .

Estágio realizado
Levantamento e confronto da bibliografia básica do curso de história com o acervo do Sisbin.


Projetos de pesquisa


2007 - 2008
O conceito de Revolução às vésperas do golpe de 64
Descrição: A deposição do presidente João Goulart foi fruto de uma articulação conspiratória de alguns grupos militares em associação com setores da sociedade civil, que entendiam que o país vivia um momento de tensão social que o governo não conseguia pôr fim. Para conter a suposta subversão, os militares insubordinaram-se, saíram dos quartéis para entrar na política. A proposta do projeto foi entender o fenômeno histórico de 1964 a partir do conceito de Revolução. Para tanto, foi empregado os instrumentais teórico-metodológicos da ?História dos Conceitos? de Reinhart Koseleck e ?História dos Discursos Políticos? de John Pocock e Quentin Skinner. Tal abordagem significou examinar os elementos que constituíram a linguagem política dos grupos vitoriosos e como essa linguagem, na esteira do discurso revolucionário, assumiu funções operacionais decisivas como mobilização e legitimação. Procurou-se, desta forma, identificar como o uso do conceito revolução - tendo como campo semântico um complexo de linguagens - norteou as ações dos atores e como pôde contribuir para que a marcha dos militares ao Palácio do Planalto pudesse prescindir do uso generalizado e aberto do poderio bélico. Se a guerra civil não chegou a acontecer, uma intensa disputa conceitual esteve em curso e auxiliou a tomada do poder..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: José Carlos Silvério dos Santos - Integrante / José Carlos Silvério - Integrante / valdei Lopes de Araujo - Coordenador.


Projetos de extensão


2016 - Atual
Cineclube Debates
Descrição: O projeto Cineclube Debates se fundamenta nas contribuições e conquistas alcançadas na própria prática dos encontros de exibição e discussão, tanto de obras cinematográficas quanto documentais. Enquanto projeto, o Cineclube visa fomentar o exercício da discussão e o aprimoramento do senso crítico a fim de contribuir para uma maior inclusão e participação dos alunos e pessoas da comunidade no âmbito político. Tornar o Instituto um espaço mais democrático, ampliando seu raio de alcance para a comunidade, atendendo às demandas políticas, ora oferecidas pela escola, ora pela própria comunidade. Por meio de encontros, círculos de discussão, mesas redondas e exibições de filmes pertinentes à reflexão filosófica, o projeto tem estimulado o exercício do pensar sobre questões que fazem parte da realidade dos diversos envolvidos, a nível local, regional e nacional. O encontros e debates promovidos pelo Cineclube aproximou docentes e profissionais de diversas áreas, expandindo a prática integradora dentro do campus. A inclusão dos diversos atores do processo de construção reflexiva permitiu ao Cineclube exercer certa função educacional primordial que é o desenvolvimento autônomo e legitimo da cidadania. O que se espera com a continuidade de tal iniciativa é a ampliação de horizontes, tanto dos alunos pertencentes ao Instituto Federal Fluminense quanto das demais instituições educacionais envolvidas..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
NEABI Campus Bom Jesus do Itabapoana
Descrição: O NEABI Campus Bom Jesus do Itabapoana atuará tendo norte o apoio às atividades de ensino, o desenvolvimento de pesquisa e ações de extensão voltadas à valorização da história e da cultura afro-brasileira e indígena. O projeto busca ofertar oportunidade de formação continuada a profissionais de educação que atuam no município e região para a efetivação das políticas de ação afirmativa no tocante às relações raciais no Brasil. A partir da Lei 10.639/03 as escolas estão obrigadas a desenvolver currículos que contemplem o ensino da História da África e da cultura afrobrasileira. No entanto, mais de uma década após a aprovação da lei poucas têm sido as ações concretas empreendidas em favor de sua real implementação. Dentre os fatores que tem obstacularizado seu cumprimento efetivo, destacasse a formação de professores e a compreensão adequada de fenômeno tão complexo como é o racismo no Brasil. As ações de capacitação dos profissionais da educação que atuam no município e região terão como base o desenvolvimento de pesquisas sobre a presença e contrubuição dos negros e indígenas da região Noroeste Fluminense nas mais diferentes áreas e dimensões, buscando com isso elevar o conhecimento acerca dessas populações e subsidiar ações educativas baseadas na história e cultura locais e regionais, amparando o desenvolvimento de projetos de ensino contextualizados e ações culturais que reflitam a identidade regional. O NEABI atuará na articulação dos movimentos sociais, valorizando seus saberes e experiências e apoiando sua agenda de luta por uma sociedade antirracista, contribuindo para que a comunidade acadêmica do Campus Bom Jesus e sociedade bonjesuense e região possam ampliar sua interação e reforçar seus vínculos na luta contras toda e qualquer forma de discriminação..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: José Carlos Silvério dos Santos - Integrante / José Carlos Silvério - Coordenador / Tatiana da Costa Sena - Integrante / Eduardo Moreira - Integrante / Rafael Ferreira Tardin da Silva - Integrante / Bianca dos Santos Batista - Integrante / Lucilene Benevenuti - Integrante / Raphaela Aparecida Machado Silva - Integrante / Celiane da Silva Vieira - Integrante / Angela da Silva Gomes Poz - Integrante.
2016 - Atual
Núcleo de Gênero - Lugar de mulher é onde ela quiser
Descrição: O projeto faz parte do esforço coletivo de professores (as) e alunos (as) do campus Bom Jesus em promover o debate de gênero, dentro e fora da sala de aula, abordando as diversas temáticas, sobretudo aquelas relacionadas ao combate ao machismo, manifestado em suas diferentes expressões. Assume grande importância social tendo em vista que a região noroeste fluminense é uma das que apresenta maior incidência de violência contra a mulher. Tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a discriminação da mulher de sua condição cidadã e trabalhadora e despertar a sociedade para a luta em torno dos direitos humanos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Intervenções: estética, politica e ações educativas em direitos humanos
Descrição: O projeto visa desenvolver ações educativas no espaço escolar e no âmbito comunitário voltadas para a construção, defesa e promoção de uma cultura de respeito aos Direitos Humanos. A proposta é realizar intervenções artístico-culturais no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus Bom Jesus do Itabapoana e em diversos locais na cidade de Bom Jesus do Itabapoana ? RJ e Bom Jesus do Norte - ES buscando comunicação com a opinião pública local em torno dos problemas colocados pela agenda dos Direitos Humanos no país e, em particular, nos dois municípios. A proposta também almeja construir um intercâmbio e uma interlocução permanente com órgãos governamentais e não governamentais que atuam na área dos Direitos Humanos. Para tanto, as intervenções terão como princípio um vínculo ético e político com a defesa dos Direitos Humanos e como objetivo a promoção de uma cultura de respeito aos Direitos Humanos nos municípios de Bom Jesus do Itabapoana RJ e Bom Jesus do Norte ? ES..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Centro de Memória IFF-Noroeste Fluminense
Descrição: O Centro de Memória IFF-Noroeste Fluminense foi criado no ano de 2012 com o objetivo de resguardar a memória local da região Noroeste Fluminense. Realizando atividades que buscam valorizar a identidade local, o Centro de Memória procura fomentar pesquisas, oficinas e palestras junto à comunidade, através da educação patrimonial, entendida aqui como um instrumento de fortalecimento de vínculos entre a pesquisa e a população para a realização do Inventário dos Bens de referencial cultural de Bom Jesus do Itabapoana. O patrimônio local só será reconhecido e preservado se fizer sentido para a comunidade local. Durante o ano de 2015 desenvolveu importantes ações na área da Educação Patrimonial, levantamento das manifestações artísticas e culturais locais e no reconhecimento e valorização destas manifestações culminando com a criação do Centro Cultural IFF-Bom Jesus que visa associar o CM com o Neabi, Núcleo de Gênero e a Coordenação de Arte e Cultura, potencializando mutuamente as atividades realizadas nestes programas\projetos. Neste sentido o intuito deste projeto é continuar contribuindo para o aprofundamento das pesquisas históricas, de memória social e do patrimônio cultural, bem como promover ações para fortalecer as políticas culturais na região..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2016 - Atual
Núcleo de Estudos e Pesquisas Estratégicos (NEPE)
Descrição: O Núcleo de Estudos e Pesquisas Estratégicos (NEPE) é um fórum permanente de promoção do livre pensamento, reunindo intelectuais e setores representativos das diversas áreas dos saberes, a fim de discutir os problemas locais e nacionais na perspectiva de apontar propostas e encaminhamentos para as superações de seus entraves. Contará com o apoio do Grêmio Estudantil do Instituto Federal Fluminense que ficará responsável por envolver os estudantes, membros da sociedade civil organizada, bem como a comunidade, para apresentar suas demandas em torno de temas específicos da população em geral e da juventude em especial, além do Neabi (Núcleo de Estudos Afro-brasileiro e Indígena), do Centro de Memória do campus Bom Jesus, da União Estadual dos Estudantes (UEE) e União Brasileira de Mulheres (UBM)..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2015 - 2016
Diálogos sobre a escravidão, a cultura afro-brasileira e o racismo
Descrição: A aprovação da Lei 10.639/03 é resultado de lutas históricas do movimento negro em prol de uma educação antirracista. Desde então as escolas estão obrigadas a desenvolver currículos que contemplem o ensino da História da África e da cultura afro-brasileira. No entanto, mais de uma década após a aprovação da lei poucas têm sido as ações concretas empreendidas em favor de sua real implementação. Dentre os fatores que tem obstacularizado seu cumprimento efetivo, destaca-se a formação de professores e a compreensão adequada de fenômeno tão complexo como é o racismo no Brasil. O projeto consiste no oferecimento de um curso de capacitação para educadores com vistas ao atendimento das exigências da legislação educacional. O curso será orientado pela perspectiva da ecologia dos saberes e contará com rodas de conversas nas quais serão convidados ativistas, agentes culturais, autoridades públicas e lideranças comunitárias envolvidas na luta contra o racismo no município. Como apoio, construir-se-á uma plataforma virtual para servir como espaço de interlocução permanente e divulgação das ações, das manifestações culturais, dos movimentos sociais e demais instituições envolvidas com a cultura afro-brasileira e africana. O espaço do site articulará ações e facilitará a construção de uma rede de agentes e instituições, parceiras na promoção da educação das relações etnicorraciais, ampliando a interlocução e intercâmbio do IFFluminense ? Campus Bom Jesus com a sociedade bonjesuense..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2016
Educação Patrimonial: conhecer para preservar o patrimônio cultural de Bom Jesus
Descrição: Inicialmente circunscrita no universo dos museus e centros culturais, a Educação Patrimonial atualmente se insere em diversas esferas de atuação, envolvendo diferentes setores da sociedade. Pensando sobre este viés estamos propondo desenvolver oficinas de educação patrimonial junto aos professores da Educação Básica e representantes da sociedade civil de Bom Jesus do Itabapoana. Conhecendo os bens culturais que são produtos da diversidade cultural do município e pertencentes a todos e para usufruto coletivo, esperamos ver surgir ações e práticas educativas críticas aliada à formação cidadã da população..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2014 - 2015
Centro de Memória IFF - Noroeste Fluminense
Descrição: O Centro de Memória IFF-Noroeste Fluminense foi criado no ano de 2012 com o objetivo de resguardar a memória local da região Noroeste Fluminense e renovar a visão de memória existente nas comunidades locais. Realizando atividades que buscam valorizar a identidade local, o Centro de Memória procura produzir e salvaguardar um acervo de depoimentos na instituição, a partir de pesquisas sobre locais, eventos, trajetórias de vida ou atividades coletivas em comunidades na região Noroeste Fluminense. Reconhecendo a memória, pretende também valorizar a comunidade local, resgatando elementos da cultura brasileira que hoje são diluídos em uma cultura cada vez mais globalizante. Assim, o Centro de Memória IFF-Noroeste Fluminense atua na região com o objetivo de reconhecer esta cultura regional, a partir da valorização da mesma, para que a percepção da identidade não se perca, mas seja renovada, construindo uma relação renovada entre memória e História local em toda a comunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVÉRIO, J. C. . Além de xingar as empresas de transporte coletivo, o que podemos fazer?. O Espeto, Mariana - MG, 01 jun. 2009.

2.
SILVÉRIO, J. C. . "Código do Furto" e justiça social: devaneios críticos no limite da moral média. O Espeto, Mariana - MG, 01 maio 2009.

3.
SILVÉRIO, J. C. . 13 de maio, a cidadania negra e a construção de alternativas. O Espeto, Mariana - MG, 15 abr. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SILVÉRIO, J. C. . Questões da Abolição e do Pós-abolição em Ouro Preto/MG. In: III Simpósio ILB. Itinerários da Pesquisa Histórica: Métodos, Fontes e Campos Temáticos, 2010, Mariana. ANAIS DO III SIMPÓSIO IMPÉRIOS E LUGARES NO BRASIL, 2010.

Apresentações de Trabalho
1.
SILVÉRIO, J. C. . Poemeto artisticamente belo, politicamente indecoroso: considerações sobre linguagem e escravidão em Minas Gerais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SILVÉRIO, J. C. . Idéias antiescravistas e relações raciais impressas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
SILVÉRIO, J. C. . Notas sobre a racialização das relações sociais em Ouro Preto (1871-1888). 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SILVÉRIO, J. C. . Retorno ao Golpe através da Revolução: o conceito de revolução e os militares na intervenção de 1964. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SILVÉRIO, J. C. . Movimento estudantil: do sonho à luta. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, J.C. Silvério dos . Por uma prática educativa emcancipatória: teorias críticas e pós-críticas de currículo e as dimensões de classe, raça e gênero. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
RABELO, F. L. ; SANTOS, J.C. Silvério dos . Concurso Vestibular do 1º Semestre de 2015. 2014. (Elaborador de questões da prova de História de Concurso Vestibular).



Bancas




Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SANTOS, J.C. Silvério dos; RABELO, F. L.. Concurso Vestibular do 1º Semestre de 2015. 2015. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense.

2.
SANTOS, J.C. Silvério dos. III Mostra do Conhecimento: Ensino, Pesquisa e Extensão. 2014. Instituto Federal Fluminense - Campus Bom Jesus do Itabapoana.

3.
SANTOS, J.C. Silvério dos. III Mostra do Conhecimento: Ensino, Pesquisa e Extensão. 2014. Instituto Federal Fluminense - Campus Bom Jesus do Itabapoana.

4.
SILVÉRIO, J. C.. XVIII Seminário de Iniciação Científica - Avaliador dos Trabalhos. 2010. Universidade Federal de Ouro Preto.

5.
SILVÉRIO, J. C.. XVIII Seminário de Iniciação Científica - Avaliador dos Resumos. 2010.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Workshop Trabalho, Formação/Profissionalização de Professores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica no Estado de Minas Gerais. 2014. (Oficina).

2.
Cultura popular brasileira nos acervos do Museu de Arte Sacra de São Paulo e Pinacoteca do estado de São Paulo. 2012. (Encontro).

3.
II Pensando África e suas Diásporas - II Semana da Consciência Negra.Poemeto artisticamente belo, politicamente indecoroso: considerações sobre linguagem e escravidão em Minas Gerais. 2011. (Seminário).

4.
XI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Idéias antiescravistas e relações raciais impressas na Imperial Cidade de Ouro Preto. 2011. (Congresso).

5.
III Simpósio ILB. Itinerários da Pesquisa Histórica: Métodos, Fontes e Campos Temáticos.Questões da Abolição e do Pós-abolição em Ouro Preto/MG. 2010. (Simpósio).

6.
Seminário Internacional. Justiça, Administração e Luta Social: Dimensões do Poder em Minas. 2010. (Seminário).

7.
Colóquio Olhares Sobre o Negro: educação das relações étnico-raciais, historiografia e literatura.Notas sobre a racialização das relações sociais em Ouro Preto (1871-1888). 2009. (Outra).

8.
II Simpósio do LAHPS - 90 Anos da OIT: Mobilização Social e Direitos Trabalhistas. 2009. (Simpósio).

9.
Africanidade e Museus. 2008. (Outra).

10.
CINEOP. 3º Mostra de Cinema de Ouro Preto. 2008. (Oficina).

11.
III Semana Gramsciana: o legado de Gramsci e os problemas contemporâneos da vida social e política. 2007. (Seminário).

12.
I Simpósio Império e Lugares no Brasil. 2007. (Simpósio).

13.
Seminário Nacional de História da Historiografia. 2007. (Seminário).

14.
XXIV Simpósio Nacional de História. História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos.Retorno ao Golpe através da Revolução: o conceito de revolução e os militares na intervenção de 1964.. 2007. (Simpósio).

15.
11º CONEB da UNE. Por uma UNE do tamanho do Brasil.. 2006. (Encontro).

16.
1º Mostra de Profissões da Universidade Federal de Ouro Preto.. 2006. (Outra).

17.
I Seminário de História do ICHS: caminhos da historiografia brasileira contemporânea. 2006. (Oficina).

18.
Semana de Recepção aos Novos Alunos de História e Letras - 2006/2.Movimento estudantil: do sonho à luta. 2006. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, J.C. Silvério dos ; MOREIRA, E. ; RABELO, F. L. . Fotografia é Memória: o registro fotográfico no tempo. 2014. (Exposição).

2.
ANDRADE, F. E. ; SILVÉRIO, J. C. ; OLIVEIRA, K. E. M. ; AMATI, M. V. C. ; JESUS, R. P. ; LICO, T. S. . III Simpósio ILB. Itinerários da Pesquisa Histórica: Métodos, Fontes e Campos Temáticos. 2010. (Congresso).

3.
SILVEIRA, M. A. ; ANTUNES, A. A. ; SILVÉRIO, J. C. ; MARTINS, L. G. ; DAMASCENO, N. O. A. . Seminário Internacional. Justiça, Administração e Luta Social: Dimensões do Poder em Minas. 2010. (Congresso).

4.
SILVÉRIO, J. C. ; ANDRADE, B. O. de. ; CAETANO, M. C. ; CARNEIRO, M. S. ; GONCALVES, A. G. ; PEIXOTO, J. I. ; SANCHES, D. ; SANTOS, E. P. dos. ; SANTOS, R. F. . Colóquio Olhares Sobre o negro: educação das relações étnico-raciais, historiografia e literatura. 2009. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
SANTOS, J.C. Silvério dos . Por uma prática educativa emcancipatória: teorias críticas e pós-críticas de currículo e as dimensões de classe, raça e gênero. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 4:58:08