Rachel Miranda Werneck

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1791814503806487
  • Última atualização do currículo em 23/07/2015


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Viçosa (2007) e Mestrado no Programa de Pós-graduação em Ecologia da Universidade de São Paulo (2012). Desde 2013 bolsista do programa Ciência sem Fronteiras/DAAD, cursando doutorado pleno na Universidade Rheinische Friedrich-Wilhelms, Bonn (Alemanha), em cooperação com o Museu de Zoologia Alexander Koenig, atuando principalmente no seguinte tema: Morfologia funcional da genitália de opiliões (Arachnida: Opiliones). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rachel Miranda Werneck
Nome em citações bibliográficas
Werneck, Rachel M.

Endereço


Endereço Profissional
Zoologisches Forschungsmuseum Alexander Koenig, Arachnida.
Adenauer Allee 160
---
53113 - Bonn, - Alemanha
Telefone: (11) 30917600
URL da Homepage: https://www.zfmk.de/de/zfmk/rachel-werneckhttp://


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2012
Mestrado em Ecologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: EFEITO DA DISPONIBILIDADE DE SÍTIOS DE NIDIFICAÇÃO SOBRE O SISTEMA DE ACASALAMENTO E O CUIDADO PATERNAL EM OPILIÕES (ARACHNIDA: OPILIONES),Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Glauco Machado.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: reproductive success; opiliones; nest site; paternal care.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Comportamento Animal.
2003 - 2007
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Título: RESPOSTAS ECOLÓGICAS DE GRILOS (ORTHOPTERA: GRYLLOIDEA) AO PULSO DE INUNDAÇÃO NO IGAPÓ DO RIO TARUMÃ MIRÍM DA AMAZÔNIA CENTRAL.
Orientador: Carlos Frankl Sperber.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2006 - 2006
Extensão universitária em Métodos de análise em Ecologia Quantitativa. (Carga horária: 28h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2005 - 2005
Ecologia de Cavernas. (Carga horária: 5h).
Sociedade de Ecologia do Brasil, SEB*, Brasil.
2005 - 2005
Filogeografia. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
2004 - 2004
Ilustração Científica. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: Bolsista FAPESP TT3, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: Discente, Enquadramento Funcional: Estudante de graduação, Carga horária: 0

Atividades

03/2007 - 07/2007
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Biologia Geral, Departamento de Biologia Geral.

Atividade realizada
Monitoria voluntária na disciplina BIO 132 - BIOLOGIA AMBIENTAL; contabilizando 120 horas..
03/2007 - 07/2007
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Biologia Geral, Departamento de Biologia Geral.

Atividade realizada
Monitoria voluntária na disciplina BIO 334 - ECOLOGIA DE POPULAÇÕES; contabilizando 120 horas..
6/2006 - 7/2007
Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Geral.

Estágio realizado
Projeto Adaptações de grilos a inundações periódicas na Amazônia Central.
3/2005 - 7/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Coordenação do Curso de Ciências Biológicas.

Cargo ou função
Representante discente na Comissão Coordenadora do Curso de Ciências Biológicas.
3/2005 - 7/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Geral.

Cargo ou função
Representante discente do Departamento de Biologia Geral.
10/2006 - 03/2007
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Biologia Geral, Departamento de Biologia Geral.

Atividade realizada
Monitoria voluntária na disciplina BIO 340 - EVOLUÇÃO ORGÂNICA; contabilizando 180 horas..
06/2006 - 09/2006
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Biologia Geral, Departamento de Biologia Geral.

Atividade realizada
Monitoria da disciplina BIO 131 - Ecologia Básica.
8/2006 - 8/2006
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde.

Atividade realizada
Aula sobre Evolução ministrada na disciplina BIO 132.
12/2004 - 6/2006
Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Geral.

Estágio realizado
Estágio no Laboratório de Ecologia Quantitativa.
10/2004 - 4/2006
Extensão universitária , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Geral.

Atividade de extensão realizada
Participação no Projeto Laboratório de Educação para a Cidadania.
10/2003 - 3/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Centro Acadêmico de Biologia.

Cargo ou função
Coordenadoria Acadêmica.
4/2004 - 12/2004
Estágios , Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Vegetal.

Estágio realizado
Estágio no Laboratório de Anatomia Vegetal.
8/2003 - 8/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Biologia Vegetal.

Cargo ou função
Representante discente do departamento de Biologia Vegetal.


Projetos de pesquisa


2010 - 2012
Efeitos da disponibilidade de sítios reprodutivos sobre o sistema de acasalamento e o cuidado parental em opiliões (Arachnida: Opiliones)
Descrição: Em sistemas de acasalamento poligínicos por defesa de recursos a intensidade da competição entre machos deve depender da disponibilidade de recursos para reprodução. Assim, o sucesso reprodutivo dos machos pode estar associado à capacidade de adquirir e monopolizar recursos. Portanto, a disponibilidade dos sítios reprodutivos deve ser determinante na intensidade da competição intrassexual. Quanto menos sítios reprodutivos houver, menor o número de machos que terá acesso a parceiras reprodutivas. O objetivo deste projeto é testar hipóteses sobre o efeito da disponibilidade de sítios reprodutivos sobre o sistema de acasalamento e o cuidado parental em opiliões (Arachnida: Opiliones), manipulando experimentalmente a disponibilidade dos sítios reprodutivos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2010
Evolução do dimorfismo sexual e intra-sexual em opiliões da família Gonyleptidae (Arachnida: Opiliones)
Descrição: A origem e a manutenção de caracteres sexuais secundários nos machos, tais como chifres, plumagem colorida e canto elaborado, têm sido motivo de interesse desde Darwin. Esses caracteres geralmente originam-se por seleção sexual, mediante mecanismos evolutivos de seleção de parceiros ou de combate pelo acesso a indivíduos do sexo oposto. O objetivo deste projeto é estabelecer as interações existentes entre a intensidade da seleção intra-sexual e a presença de morfos alternativos masculinos, assim como entre a forma de cuidado parental e o grau do dimorfismo sexual existente nos opiliões da família Gonyleptidae. Os Gonyleptidae representam um modelo ideal de estudo, pois na maioria das espécies o dimorfismo sexual é acentuado. Além disso, os armamentos masculinos são usados apenas no combate intra-sexual e não estão sujeitos à seleção pelas fêmeas, o que facilita a discriminação dos processos que levaram à evolução do dimorfismo sexual. Finalmente, os Gonyleptidae também são particularmente adequados para estudos sobre o efeito e a forma do cuidado parental na evolução do dimorfismo sexual, já que este comportamento evoluiu diversas vezes dentro da família. O presente projeto é uma proposta inédita que estabelece uma ponte entre as disciplinas de morfologia comparada e de ecologia comportamental como meio de explicar a evolução do dimorfismo sexual e inter-sexual empregando os opiliões como modelo de estudo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
Werneck, Rachel M.2012Werneck, Rachel M.; CAETANO, D. S. ; MACHADO G . Maternal care in the Neotropical harvestman Liogonyleptoides tetracanthus (Opiliones: Gonyleptidae). The Journal of Arachnology, v. 40, p. 135-137, 2012.

2.
Zatz, Camila2011Zatz, Camila ; Werneck, Rachel M. ; Macías-Ordóñez, Rogelio ; Machado, Glauco . Alternative mating tactics in dimorphic males of the harvestman Longiperna concolor (Arachnida: Opiliones). Behavioral Ecology and Sociobiology (Print), v. 65, p. 995-1005, 2011.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
WERNECK, Rachel Miranda; MACHADO G . Efeito da disponibilidade de sítios de nidificação sobre a competição intrassexual em opiliões neotropicais (Opiliones: Gonyleptidae). In: III Congresso Lationoamericano de Aracnología, 2011, Montenegro. III Congresso Lationoamericano de Aracnología, 2011.

2.
Zatz, Camila ; Werneck, Rachel M. ; Machado, Glauco . Behavioral role of sexually dimorphic legs in a neotropiical harvestman. In: 46th Animal Behavior Meeting, 2009, Pirenopolis. 46th Animal Behavior Meeting., 2009.

3.
Werneck, Rachel M.; Sperber, Carlos Frankl . ADAPTAÇÕES DE GRILOS (ORTHOPTERA: GRYLLOIDEA) A INUNDAÇÕES PERIÓDICAS NA AMAZÔNIA CENTRAL. In: XVI SIC - Simpósio de Iniciação Científica - UFV, 2007, Viçosa, MG. XVI SIC - Simpósio de Iniciação Científica ( CD de Resumos). Viçosa, MG, 2007.

4.
Werneck, Rachel M.; Sperber, Carlos Frankl ; Mews, C.M. . A riqueza de espécies de grilos (Orthoptera: Grylloidea) da Amazônia Central responde ao pulso de inundação?. In: VIII Congresso de Ecologia do Brasil, 2007, Caxambu. VIII Congresso de Ecologia do Brasil, 2007.

5.
Werneck, Rachel M.; Sperber, Carlos Frankl ; Mews, C.M. . Respostas ecológicas de grilos (Orthoptera: Grylloidea) ao pulso de inundação. In: XVII SIC - Simpósio de Iniciação Científica, 2007, Viçosa. XVII SIC - Simpósio de Iniciação Científica, 2007.

6.
Sperber, Carlos Frankl ; Werneck, Rachel M. ; Soares, L.G.S. ; Vital, M.V.C. ; SZINWELSKI, N. . Interaction of spatial arrangement with killing agent on cricket (Orthoptera: Grylloidea) sampling efficiency. In: ATBC - Annual Meeting of the Association of Tropical Biology and Conservation: "Linking Tropical Biology with Human Dimensions", 2007, Morelia. ATBC - Annual Meeting of the Association of Tropical Biology and Conservation: "Linking Tropical Biology with Human Dimensions", 2007.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Congresso Lationoamericano de Aracnología. Efeito da disponibilidade de sítios de nidificação sobre a competição intrassexual em opiliões neotropicais (Opiliones: Gonyleptidae). 2011. (Congresso).

2.
46th Animal Behavior Meeting. Behavioral role of sexually dimorphic legs in a neotropical harvestman. 2009. (Congresso).

3.
VII Eugen Warming Lectures in Evolutionary Ecology. 2007. (Outra).

4.
VIII Congresso de Ecologia do Brasil. A riqueza de espécies de grilos (Orthoptera:Grylloidea) da Amazônia Central responde ao pulso de inundação?. 2007. (Congresso).

5.
XVII SIC - Simpósio de Iniciação Científica.Respostas ecológicas de grilos (Orthoptera: Grylloidea) ao pulso de inundação. 2007. (Simpósio).

6.
XVI Simpósio de Iniciação Científica.ADAPTAÇÕES DE GRILOS (ORTHOPTERA: GRYLLOIDEA) A INUNDAÇÕES PERIÓDICAS NA AMAZÔNIA CENTRAL. 2007. (Simpósio).

7.
XXIV Semana Acadêmica de Biologia "(Re)Produção e Transmissão do conhecimento: desvendando o universo acadêmico". 2007. (Outra).

8.
I Reunião de Ecologiada UFV: Orthopterologia: o que é isso? Desmistificando o bicho grilo. 2006. (Outra).

9.
VII Congresso de Ecologia do Brasil. 2005. (Congresso).

10.
XXIII Semana Acadêmica de Biologia - Triólogo do novo tempo: conhecimento, sociedade e cultura.. 2005. (Outra).

11.
55° Congresso Nacional de Botânica. 2004. (Congresso).

12.
Biowork-VI - Biotecnologia & Saúde. 2004. (Outra).

13.
III Simpósio de Meio Ambiente: terra, água e ar. 2004. (Simpósio).

14.
XVII CONEBio: Conselho Nacional do Estudantes de Biologia. 2004. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Werneck, Rachel M.. I Reunião de Ecologiada UFV: Orthopterologia: o que é isso? Desmistificando o bicho grilo. 2006. (Outro).

2.
Werneck, Rachel M.. XXIII Semana Acadêmica de Biologia - Triólogo do novo tempo: conhecimento, sociedade e cultura.. 2005. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 8:40:21