Cirlane Silva Ferreira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3339080399418471
  • Última atualização do currículo em 03/05/2017


Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Católica de Goiás (2002) e mestrado em Medicina Tropical pela Universidade Federal de Goiás (2006). Atualmente é biomédica da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia e professora da Universidade Estadual de Goiás- Campus Palmeiras de Goiás . Tem experiência na área de Medicina Tropical e Saúde Pública, com ênfase em Parasitologia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: Análises Clínicas e docência no ensino superior. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Cirlane Silva Ferreira
Nome em citações bibliográficas
FERREIRA, C. S.


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2006
Mestrado em Medicina Tropical.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Análise bioquímica e equilíbrio ácido-base em Biomphalaria glabrata, hospedeiro intermediário de Schistosoma mansoni, sob a exposição ao Stryphnodendron polyphyllum, planta moluscicida do Cerrado,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: José Clecildo Barreto Bezerra.
Palavras-chave: Biomphalaria glabrata, Cerrado, CLAE, Controle, eq; equilíbrio ácido-base, metabolismo; Schistosoma mansoni, Stryphnodendron polyphyllum.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Cuidado À Saúde das Populações Humanas; Saúde Humana.
1998 - 2002
Graduação em Biomedicina.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.




Atuação Profissional



Secretaria Municipal de saude, SMS, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: concursado, Carga horária: 30


Hospital de Urgência de Goiânia, HUGO, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2013
Vínculo: CargoComissionado, Enquadramento Funcional: Biomédica, Carga horária: 30

Atividades

06/2002 - Atual
Serviços técnicos especializados , Secretaria de Estado de Saúde, .

Serviço realizado
Gerente da qualidade e coordenadora do progama de educação permanente.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás, PUC GOIÁS, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: carteira profissional, Enquadramento Funcional: Professor convidado, Carga horária: 12
Outras informações
Tive outro contrato anterior, também como professora convidada, por prazo determinado de 06/02/2003 a 31/12/2003, tendo sido lotada no departamento de Biomedicina.

Atividades

02/2007 - Atual
Ensino, Biomedicina, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
sistema neurosensorial e endócrino
Organização Laboratorial e Controle de Qualidade
02/1999 - 02/2001
Outras atividades técnico-científicas , Ciências Biológicas e Biomédicas, Ciências Biológicas e Biomédicas.

Atividade realizada
Monitoria na disciplina de Protozoologia/ Helmintologia.

Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Estágiário, Enquadramento Funcional: estagiário, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio no labotatório de Protozoologia, DMIPP/ IPTSP. Laboratório de Bioquímica da Relação Parasito-hospedeiro.

Atividades

03/2006 - 03/2006
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Patologia Tropical e Saúde Publica, Instituto de Patologia Tropical e Saúde Publica.

Atividade realizada
Aprovação em concurso público para docente substituto, área de patologia geral do DMIPP/IPTSP/UFG.
11/2002 - 11/2003
Estágios , Instituto de Patologia Tropical e Saúde Publica, .

Estágio realizado
Laboratòrio de bioquímica de parasitos e hospedeiros do setor de parasitologia, sob orientação do Prof. Dr. José Clecildo.
02/2002 - 11/2002
Estágios , Instituto de Patologia Tropical e Saúde Publica, .

Estágio realizado
Laboratório de Protozoologia, setor de parasitologia ,sob orientação do prof. Dr.Marco Túlio.

Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: professor, Enquadramento Funcional: contrato por tempo determinado, Carga horária: 10



Projetos de extensão


2016 - 2016
Hepatites Virais - Rompendo o Silêncio
Descrição: As hepatites virais representam um grave problema de Saúde Pública. São chamadas de doenças silenciosas, pois muitas vezes não apresentam sintomas. Desse modo, torna-se necessário que um conjunto de ações de saúde, de caráter individual e coletivo, abrangendo promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde seja intensificado, a fim de atender a tão complexa e crescente demanda (BRASIL, 2009). A progressão da doença pode levar décadas e a sua velocidade é determinada por vários fatores, entre eles a idade do paciente na época da infecção, a sua idade atual e a capacidade de defesa de seu sistema imunológico. Ao longo dos anos, cerca de 50% das formas crônicas da hepatite B evoluem para cirrose e câncer no fígado - hepatocarcinoma. Existe uma forte correlação entre a hepatite crônica e hepatocarcinoma, onde o risco de desenvolver hepatocarcinoma é 100 vezes maior entre os portadores do vírus da hepatite B, em comparação aos não portadores do vírus (FERREIRA e SILVEIRA, 2006). Então estamos propondo uma ação de assistência básica, que através de um método dinâmico e informativo busca sanar as dúvidas e fornecer conhecimento a todos incluindo a população acadêmica, trabalhadores na educação e alunos das escolas no município de Palmeiras de Goiás. Os projetos de extensão da UEG- Campus Palmeiras de Goiás têm alcançado um papel importante no cotidiano da população, fazendo parte da vida de todos nós, ensinando, educando, informando, formando opiniões e conceitos..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (36) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Cirlane Silva Ferreira - Coordenador.
2015 - 2106
?VIVA MELHOR SABENDO?- PREVENÇÃO ÀS DST/AIDS NO AMBIENTE ESCOLAR
Descrição: Os jovens têm sido alvo de preocupação de saúde pública relacionada à atividade sexual precoce, à gravidez não planejada e à contaminação por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). O uso de contraceptivos adequados é altamente efetivo na prevenção de DSTs e no planejamento familiar. Embora o conhecimento do uso de preservativos para prevenção de DSTs esteja largamente propagado, a prevalência de uso deste ainda está aquém do esperado. Estudos indicaram que a maioria dos estudantes possui um conhecimento teórico correto sobre as medidas preventivas contra DSTs e que provavelmente existam fatores relacionados à educação ou culturais que impedem os estudantes fazerem uso das medidas preventivas que conhecem. A prevenção desses problemas que abrange a sexualidade do jovem deve iniciar visando à melhora da educação nas escolas e no âmbito universitário. Conhecendo-se o perfil dos nossos futuros profissionais em diferentes áreas e estimulando-se a adequada contracepção para estes estudantes, poderá melhorar a aderência dos jovens à apropriada contracepção, diminuindo-se a prevalência de DSTs e gestações não planejadas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (24) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Cirlane Silva Ferreira - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Apresentações de Trabalho
1.
FERREIRA, C. S.. Técnicas para coleta de sangue. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FERREIRA, C. S.. Gasometria: Interpretação Clínica e Laboratorial. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FERREIRA, C. S.. Interpretação da Gasometria. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
FERREIRA, C. S.. A Evolução da Biomedicina, com enfoque nas novas áreas de atuação do Biomédico.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
VINAUD, M. C. ; FERREIRA, C. S. ; Lino Junior, RS ; BEZERRA, J. C. B. . Dosagem bioquímica de enzimas do metabolismo in vivo de cisticercos de Taenia crassiceps.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
VINAUD, M. C. ; FERREIRA, C. S. ; Lino Junior, RS ; BEZERRA, J. C. B. . Dosagem enzimática de glicose, cálcio, uréia e proteínas no metabolismo in vivo de cisticercos de Taenia crassiceps.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
FERREIRA, C. S.; VINAUD, M. C. ; ALBERNAZ, D. A. ; BEZERRA, J. C. B. . Análise bioquímica na hemolinfa de Biomphalaria glabrata sob a exposição ao extrato de Stryphnodendron polyphyllum, planta moluscicida do cerrado.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
FERREIRA, C. S.; BEZERRA, J. C. B. . Análise bioquímica em Biomphalaria glabrata sob ação de Stryphnodendron polyphyllum, planta moluscicida do cerrado. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
ALBERNAZ, D. A. ; FERREIRA, C. S. ; BEZERRA, J. C. B. ; LUZ, C. . Ação moluscicida de fungos hifomicéticos sobre Biomphalaria glabrata. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
FERREIRA, C. S.; ALBERNAZ, D. A. ; VINAUD, M. C. ; BEZERRA, J. C. B. . Concentração de glicose, uréia, proteínas e cálcio em Biomphalaria glabrata sob ação de Stryphnodendrom polyphyllum, planta moluscicicda do cerrado. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
MENDES, J. M. ; FERREIRA, C. S. ; BEZERRA, J. C. B. . Ação antimalárica in vivo de extratos de plantas do cerrado no desenvolvimento de Plasmodium berghei. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FERREIRA, C. S.. Doação de Sangue. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Congresso Internacional de Biomedicina. 2016. (Congresso).

2.
Capacitação para Profissionais Executores de testes Rápidos.Capacitação para Profissionais Executores de testes Rápido. 2012. (Outra).

3.
7 Semana de Cultura e Cidadania PUC Goiás. Atendimento na Estação Saúde. 2011. (Feira).

4.
Simpósio de Manejo Clínico do Usuário com Dengue.Simpósio de Manejo Clínico do Usuário com Dengue. 2011. (Simpósio).

5.
6 Semana de Cultura e Cidadania da PUC Goiás. Orientação aos alunos na Estação Saúde. 2010. (Feira).

6.
XXI Semana de Integração Acadêmica e Planejamento. 2008. (Encontro).

7.
X Congresso Brasileiro de Biomedicina. 2006. (Congresso).

8.
II Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG. Análise bioquímica na hemolinfa de Biomphalaria glabrata sob a exposição ao extrato de Stryphnodendron polyphyllum, planta moluscicida do cerrado. 2005. (Congresso).

9.
IV Seminário do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública-Pesquisa e Extensão.IV Seminário do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública-Pesquisa e Extensão. 2005. (Seminário).

10.
Técnicas de coleta de Sangue. 2005. (Encontro).

11.
XIX Congresso Brasileiro de Parasitologia. Ação moluscicida de fungos hifomicéticos sobre Biomphalaria glabrata. 2005. (Congresso).

12.
III Seminário do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública. 2004. (Seminário).

13.
I Simpósio de Medicina Laboratório Clínico do Hospital das Clínicas - UFG. 2004. (Simpósio).

14.
Curso de Biossegurança: Implicações na saúde humana e controle de OGMs. 2003. (Seminário).

15.
XIII Semana de Planejamento Acadêmico Integrado. 2003. (Encontro).

16.
XVIII Congresso Brasileiro de Parasitologia. 2003. (Congresso).

17.
I Curso de rotinas em infecção hospitalar do HuGO. 2002. (Encontro).

18.
IV Curso: Técnicas teórico praticas de coleta biológico. 2002. (Outra).

19.
I Simpósio de Hematologia e Hemoterapia. 2001. (Simpósio).

20.
II Semana Científica de Biomedicina. 2000. (Encontro).

21.
VII Congresso Brasileiro de Biomedicina. 2000. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Shirley Ferreira da Silva. Soroprevalência e fatores de risco para sífilis em população carcerária no município de Palmeiras de Goiás.. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. (Orientador).

2.
Eline Rosa da Silva. Perfil dos doadores de sangue do município de Palmeiras de Goiás. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. (Orientador).

3.
Daiany Cristina Carvalho. Prevalência da infecção pelo HIV/aids em detentos da Agencia Prisional de Palmeiras de Goiás.. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. (Orientador).

4.
Alyne Fernandes Silva.. Exposição ocupacional dos trabalhadores do Pronto-Socorro Municipal de Palmeiras de Goiás,materiais biológicos e perfurocortantes, e o risco de contrair o vírus da Hepatite dos tipos B e C. Início: 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Karlla Cristtina Gonçalves de Freitas. Estado vacinal e conhecimento dos profissionais de saúde sobre hepatite B, nas unidades de atenção básica no munícipio de Palmeiras de Goiás. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Cirlane Silva Ferreira.

2.
VALÉRIA GOMES CARDOSO DIAS. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SOBRE A CARACTERIZAÇÃO DA DOENÇA DE ALZHEIMER.. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Cirlane Silva Ferreira.

3.
FRANCIZÉLLEN FERREIRA DE SOUSA SANTOS. A SÍNDROME DE BURNOUT E SUA INCORRÊNCIA NA CLASSE DOCENTE: ESTUDO DE CASOS EM DOCENTES DO ENSINO PÚBLICO NO MUNICÍPIO DE PALMEIRAS DE GOIÁS. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas- Licenciatura) - Universidade Estadual de Goiás. Orientador: Cirlane Silva Ferreira.



Outras informações relevantes


Fui estagiária no laboratório de Protozoologia- setor de Parasitologia do Instituto de Patologia Tropical e saúde Pública-UFG- no período de fevereiro a novembro de 2002, tendo participado do projeto de pesquisa: "Estudo Clínico-Epidemiológico e Laboratorial das infecções por agentes entéricos oportunistas em pacientes imunosuprimidos no Estado de Goiás, perfazendo uma carga horária de 172 horas, sob a orientação do professor Dr. Marco Túlio Antônio Garcia-Zapata.

Realizei estágio no laboratório de Bioquímica de Parazitos e Hospedeiros do Setor de Parasitologia do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública-UFG- no período de novembro de 2002 a novembro de 2003, tendo participado ativamente na execução de projetos de pesquisas, com elaboração e apresentação de resultados em reuniões científicas, com carga horária de 620 horas.

Pestei serviço de monitoria no departamento de Ciências Biològicas e Biomédicas para o curso de Biomedicina, na disciplina de Protozoologia/Helmintologia, sob orientação do professor José Roberto Carneiro, no período de 1999/2 a 2001/2, com carga horária de 12 horas semanais.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/11/2018 às 22:27:58