Moisés Stahl

Bolsista de Doutorado do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0600687294127046
  • Última atualização do currículo em 06/09/2018


Atualmente realiza doutorado em história econômica pela Universidade de São Paulo, USP. A pesquisa de doutorado conta com o financiamento da agência de pesquisa CNPq. Possui mestrado em História pela Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP Campus de Guarulhos-SP (2015). A pesquisa de mestrado contou com o financiamento da agência de pesquisa CAPES. Possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP Campus de Assis-SP (2008). Possui especialização em Antropologia pela Universidade do Sagrado Coração USC, Bauru-SP (2012). Publicou em 2016: "Louis Couty e o Império do Brasil (1871-1891)", pela Editora UFABC. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil, atuando principalmente nos seguintes temas: Império do Brasil, História Contemporânea, Primeira República, expansão cafeeira, economia cafeeira, mão de obra, imigração, escravidão, trabalhador nacional livre (século XIX), Louis Couty, Sociedade Central de Imigração, ciência e identidade nacional. Contato: moisesstahl@usp.br (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Moisés Stahl
Nome em citações bibliográficas
STAHL, M.;STAHL, MOISÉS

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.
Avenida Professor Lineu Prestes
Cidade Universitária - Butantã
05508000 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30913786


Formação acadêmica/titulação


2017
Doutorado em andamento em História Econômica.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Ciência para o café: cientistas e instituições na expansão cafeeira do centro-sul 1870-1930,
Orientador: Lélio Luiz de Oliveira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Expansão cafeeira; Instituições científicas; Império do Brasil; Primeira República; Doenças do cafeeiro; Ciência.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da ciência.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2013 - 2015
Mestrado em História.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Título: O Solo e o Homem: Louis Couty, o problema da mão de obra e a constituição do povo no Império do Brasil 1871-1891,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Wilma Peres Costa.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Louis Couty; mão-de-obra; constituição da nação; Ciência; Brasil Império: 1850-1888; Sociedade Central de Imigração.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Imigração, Escravidão e Homens Livres.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia do Brasil Império.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
2011 - 2012
Especialização em Antropologia. (Carga Horária: 420h).
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
Título: Imigrantes Japoneses: estudo antropológico das transformações e permanências na organização familiar japonesa no município de Duartina ? 1926 ? 1975.
Orientador: Dra. Lourdes Conde Feitosa.
2005 - 2008
Graduação em Historia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Terra e Trabalho: A Mão-de-Obra no Império.
Orientador: Claudinei Magno Magre Mendes.




Formação Complementar


2012 - 2012
História oral e história pública. (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2012 - 2012
Acessibilidade e Inclusão de Pessoas com Deficiênc. (Carga horária: 8h).
Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado de São Paulo, SEBPSP, Brasil.
2012 - 2012
Formação de Professor pela Escola de Formação de P. (Carga horária: 360h).
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, SEESP, Brasil.
2011 - 2011
ECONOMIA, POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL IMPÉRIO. (Carga horária: 6h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2008 - 2008
História do Tempo Presente. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2007 - 2007
O pensamento Político de Caio Prado Júnior. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2006 - 2006
Citações. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2005 - 2005
O Modelo Político da Autocracia Bizantina. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2005 - 2005
Os 25 anos do PT: uma história política do Tempo P. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aluno do doutorado em história economica
Outras informações
Desenvolvimento de pesquisa em nível de doutorado no departamento de história econômica da Universidade de São Paulo, USP.


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrado em história, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvimento de pesquisa de mestrado em história do Império do Brasil. O objeto de análise da pesquisa foi as ações e o pensamento do cientista francês Louis Couty (1854-1884). Desse modo, procedemos em analisar dois temas nos quais Louis Couty, como demonstramos, teve significativa atuação: a questão da mão de obra e sua relação com os debates sobre a constituição do povo. A periodização da pesquisa envolveu o ano de 1871, ano da Lei do Ventre Livre que exerceu no pensamento de Louis Couty posição estratégica quando de sua análise sobre a evolução da sociedade brasileira, até o ano de 1891. Em 1891 a Sociedade Central de Imigração encerrou suas atividades de agir em defesa de uma imigração seletiva para o Brasil a fim de obter com isso uma modernização do país. Como demonstramos, as ideias imigrantistas de Louis Couty foram assimiladas no programa da Sociedade Central entre outras questões que tratamos na dissertação. Além disso, o ano de 1891 marca a memória que os coevos de Louis Couty tinham dele quando o então ex-imperador Pedro II encaminha carta a Alfredo d.'E. Taunay e assinala os feitos de Louis Couty para a ciência do Brasil. Esta carta de Pedro II ficou conhecida à época como o testamento político do Império. O objetivo foi entender suas relações problematizando sua interlocução e convergência de suas teses com a construção de projetos reformistas que visavam um Brasil moderno a partir da imigração europeia. Chegou ao Império no contexto da crise da escravidão e do regime monárquico, período de intensos e decisivos debates sobre os destinos do regime político, da formação da nacionalidade brasileira e o próprio destino do país. Examinamos como os escritos de Louis Couty expressam alguns temas fundamentais do debate do final do século XIX como a questão do trabalho, da formação do povo e a concepção da identidade nacional, pautados por algumas especificidades: sua interlocução, como mediador cultural, nas redes institucionais do Império.


Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Aluno da pós-graduação, Enquadramento Funcional: Aluno da Especialização em Antropologia, Carga horária: 8
Outras informações
Aluno do curso de Especialização em Antropologia. Desenvolvendo pesquisa na área de antropologia cultural e gênero. Estudamos a imigração japonesa no centro oeste paulista, no município de Duartina 1926-1975.


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Bolsista IC


Faculdade de Tecnologia de Bauru, FATEC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Auxiliar de Biblioteca, Carga horária: 40
Outras informações
Auxiliamos na organização e catalogação do acervo da Biblioteca da FATEC Bauru. Organizamos eventos e palestras na área de humanidades de modo geral.


Colégio Master, CL, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 12
Outras informações
Professor de História no Ensino Fundamental e professor substituto no Ensino Médio.


Instituto Educacional Monte Sião, IEMS, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Docente, Enquadramento Funcional: Professor de História e Filosofia, Carga horária: 3
Outras informações
Professor de história e Filosofia.



Projetos de pesquisa


2005 - 2008
Terra e Trabalho: A Mão-de-Obra no Império
Descrição: As relações de trabalho foi um tema muito debatido durante o período correspondente ao Brasil Império. Nessa pesquisa procurou-se entender o olhar do imigrante sobre esse processo no qual estava inserido: o período de transição do trabalho escravo para o trabalho livre. Como também o olhar do colono sobre o escravo e o nacional livre. Para entender esse momento de nossa história utilizei como fonte principal o escrito do colono suíço Thomas Davatz. O livro Memórias de um colono no Brasil relata o processo de utilização do trabalhador imigrante na expansão cafeeira do centro-sul..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Moisés Stahl - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Economia cafeeira.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Historia do Brasil Império.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Pensamento Político.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Pensamento Político/Especialidade: Mão-de-Obra.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Imigração, Escravidão e Homens Livres.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende PoucoLê Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Contemplado com o Edital 001/2016 para publicação de livro., Editora UFABC (Universidade Federal do ABC).


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
STAHL, M.2016STAHL, M.. História política, história do político: ostracismo, retorno e debate. Albuquerque: Revista de História, v. 8, p. 6-23, 2016.

2.
STAHL, M.2016STAHL, M.. Um laboratório para o Império. Almanack, p. 226-229, 2016.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
STAHL, M.. Louis Couty e o Império do Brasil: o problema da mão de obra e a constituição do povo no final do século XIX (1871-1891). 1. ed. São Bernardo do Campo: UFABC, 2016. v. 1. 310p .

Capítulos de livros publicados
1.
STAHL, M.. Raízes, caminhos e visões de Sérgio Buarque de Holanda. In: Leonardo Dallacqua de Carvalho; Felipe Yera Barchi. (Org.). Intelectuais e nação: leituras de Brasil na República. 1aed.Curitiba: Appris, 2018, v. , p. 187-205.

2.
STAHL, M.. O problema da mão de obra no Império do Brasil no pensamento de Louis Couty (1871-1888). In: Ismênia de Lima Martins; Alexandre Hecker. (Org.). E/Imigrações questões inquietações. 1ed.São Paulo: Expressão & Arte, 2013, v. 1, p. 213-232.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
STAHL, M.; COSTA, J. R. . 120 anos de relações institucionais entre Brasil e Japão: uma longa história. Jornal da Semana, Duartina, p. 3 - 3, 28 nov. 2015.

2.
STAHL, M.. Fado Eleitoral. Coluna Pensar/Jornal da Cidade, Bauru, p. 15 - 15, 01 out. 2012.

3.
STAHL, M.. 1992 e o início do século XXI: o meio ambiente em pauta. Revista Glocal, São Paulo, p. 40 - 41, 01 mar. 2012.

4.
STAHL, M.. Imigração e transculturação: estudo antropológico dos colonos japoneses do município de Duartina no centro-oeste paulista. (Entrevista). Jornal da Semana, Duartina-SP, p. 4 - 4, 04 fev. 2012.

5.
STAHL, M.. Museu: Escrita da História e Educação. Jornal da Semana, Duartina, p. 4 - 4, 22 jan. 2011.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
STAHL, M.. Louis Couty, lugares e saberes na busca de um povo no Império do Brasil. In: Saberes e Práticas Científicas, 2014, Rio de Janeiro. Anais do XVI Encontro Regional de História da Anpuh-RIO: Saberes e Práticas Científicas. Rio de Janeiro: Anpuh Rio, 2014. v. 11. p. 1-5.

2.
STAHL, M.. O Solo e o Homem: o problema da mão-de-obra no Império através dos escritos de Louis Couty (1871-1888). In: XXVI Simpósio Nacional de História Anpuh: 50 anos, 2011, São Paulo. http://www.snh2011.anpuh.org/. São Paulo: ANPUH-SP, 2011. p. 01-14.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
STAHL, M.. Memórias de um colono em um Prefácio (Thomas Davatz e Sérgio Buarque de Holanda), na tentativa de entender um sistema. In: XXIV Semana de História: ?Pensando o Brasil no centenário de Caio Prado Júnior?, 2007, Assis. Anais da XXIV Semana de historia, 2007.

2.
STAHL, M.. Caio Prado Jr. e sua contribuição para o entendimento do Sistema de Parceria. In: XXIV Semana de História Pensando o Brasil no Centenario de Caio Prado Jr., 2007, Assis. XXIV Anais da Semana de História, 2007.

3.
STAHL, M.. Revolta de Ibicaba e o fim do sistema de parceria. In: XXVIII Congresso de Iniciação Cientifica da Unesp, 2006, Bauru. XXVIII Anais do Congresso de Iniciação Cientifica da Unesp, 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
STAHL, M.. Lançamento do livro: Louis Couty e o Império do Brasil (1871-1891). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
STAHL, M.. A moléstia do café e a ação da ciência na produção cafeeira do centro-sul (1878-1887). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
STAHL, M.. Ciência em expansão: a economia cafeeira do centro-sul e a ação da ciência (1870-1930). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
STAHL, M.; COSTA, J. R. . Em meio a idas e vindas, lugares e memórias: os 120 anos de relações entre Brasil e Japão. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
STAHL, M.. Louis Couty, lugares e saberes na busca de um povo no Império do Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
STAHL, M.. Louis Couty e o problema da mão de obra no Império do Brasil - 1871-1888. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
STAHL, M.. O Solo e o Homem: o problema da mão-de-obra no Império através dos escritos de Louis Couty (1871-1888). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
STAHL, M.. A história do livro: um olhar sobre a relação livro e sociedade. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
STAHL, M.. Memórias de um colono em um Prefácio (Thomas Davatz e Sérgio Buarque de Holanda), na tentativa de entender um sistema. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
STAHL, M.. Caio Prado Júnior e sua contribuição para o entendimento do Sistema de Parceria. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
STAHL, M.. Revolta de Ibicaba e o fim do sistema de parceria. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
STAHL, M.. Emissão de parecer para Albuquerque: Revista de História (UFMS). 2017.

2.
STAHL, M.. Membro da Comissão Científica da Semana de Educação Municipal de Bauru. 2017.

3.
STAHL, M.. Emissão de parecer para a Revista Tempo (UFF). 2017.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
STAHL, M.. A voz do autor. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
STAHL, M.; GROSSI, T. M. G. ; BARCHI, F. Y. . O Lugar do Conhecimento na Sociedade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Lançamentos de livros da Editora da UFABC.Lançamento do livro: Louis Couty e o Império do Brasil (1871-1891). 2017. (Encontro).

2.
Pensando os cem anos da Revolução Russa. A moléstia do café e a ação da ciência na produção cafeeira do centro-sul (1878-1887). 2017. (Congresso).

3.
VIII Congresso de Pós-Graduandos do Programa de Pós-Graduação em História Econômica. Ciência em expansão: a economia cafeeira do centro-sul e a ação da ciência (1870-1930). 2017. (Congresso).

4.
Estado, Cultura, Elites 1822-1930. 2014. (Seminário).

5.
Saberes e práticas cientificas. XVI Encontro Regional de História Anpuh Rio.Louis Couty, lugares e saberes na busca de um povo no Império do Brasil. 2014. (Simpósio).

6.
XXX Semana de História: Memórias, Imagens e Narrativas. Louis Couty e o problema da mão de obra no Império do Brasil - 1871-1888. 2013. (Congresso).

7.
II Semana da Biblioteca: Leitura e Sociedade. Leituras e Leitores na Contemporaneidade. 2012. (Congresso).

8.
Simpósio Internacional de História Pública. 2012. (Simpósio).

9.
I Semana da Biblioteca da Fatec Bauru.A história do livro: um olhar sobre a relação livro e sociedade. 2011. (Encontro).

10.
XXVI Simpósio Nacional de História Anpuh: 50 anos.O Solo e o Homem: o problema da mão-de-obra no Império através dos escritos de Louis Couty (1871-1888). 2011. (Simpósio).

11.
I Seminário Internacional "Cultura, Politica e Identidades na America Latina". 2008. (Seminário).

12.
XXV Semana de História, "Autoritarismo e Democracia". 2008. (Congresso).

13.
XXIV Semana de História: ?Pensando o Brasil no centenário de Caio Prado Júnior?. Memórias de um colono em um Prefácio (Thomas Davatz e Sérgio Buarque de Holanda), na tentativa de entender um sistema. 2007. (Congresso).

14.
XXIV Simpósio Nacional de História, ? História e Multidisciplinaridade: territórios e deslocamentos; promovido pela Associação Nacional de História ? ANPUH. 2007. (Simpósio).

15.
?Imigração Japonesa no Brasil?; primeiras comemorações do centenário da imigração japonesa para o Brasil. 2006. (Outra).

16.
I Seminário Educação e Sexualidades: superando desigualdades. 2006. (Seminário).

17.
IV Encontro de Educação do Oeste Paulista. 2006. (Encontro).

18.
XVIII Congresso de Iniciação Cientifica da Unesp. Revolta de Ibicaba e o fim do Sistema de Parceria. 2006. (Congresso).

19.
XVIII Encontro Regional de História, Anpuh São Paulo, ? O historiador e seu tempo. 2006. (Encontro).

20.
I Ciclo Internacional de Estudos Antigos e Medievais ? VII Ciclo de Estudos Antigos e Medievais - Relações de Poder, Cultura e Educação. 2005. (Outra).

21.
XXIII Semana de História: História e Imagem: Imagem da História. 2005. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
STAHL, M.. Fado Eleitoral. Coluna Pensar/Jornal da Cidade, Bauru, p. 15 - 15, 01 out. 2012.



Outras informações relevantes


Membro da Associação Nacional de História - ANPUH. Membro da Sociedade Brasileira de Estudos do Oitocentos - SEO. Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica - ABPHE. Fui colaborador na Revista Almanack, fazendo parte da equipe responsável pelo levantamento da produção acadêmica recém-publicada cujo tema possua afinidades com a temática abordada pela Revista Almanack.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 14:17:05