Mathias Mistretta Pires

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1369273685630276
  • Última atualização do currículo em 14/11/2018


Sou formado em Ciências Biológicas pela Unicamp onde também obtive o título de Mestre em Ecologia sob orientação do Professor Sérgio F. dos Reis. Obtive o título de Doutor sob orientação do Professor Paulo R. Guimarães Jr junto ao programa de Pós-graduação em Ecologia da USP. Após o doutorado desenvolvi um projeto de pesquisa de pós-doutorado sob supervisão do Professor Tiago Quental no Laboratório de Macroecologia e Macroevolução no Departamento de Ecologia da USP. Atualmente, desenvolvo um projeto de pesquisa em parceria com o Professor Mauro Galetti no departamento de Ecologia da UNESP em Rio Claro. Desde 2018, sou Professor Doutor no Departamento de Biologia Animal do Instituto de Biologia (IB) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Meu principal interesse é compreender como interações ecológicas influenciam extinções em escala de tempo ecológica e geológica e as consequências ecológicas de extinções. Também tenho interesse em compreender os mecanismos que atuam em diversos níveis de organização biológica e estruturam interações ecológicas gerando padrões no nível de comunidades. Atuo como revisor das principais revistas científicas nas áreas de ecologia e evolução como Science, PNAS, Ecology Letters e Ecology. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mathias Mistretta Pires
Nome em citações bibliográficas
PIRES, M. M.;Pires, Mathias M;Pires, Mathias M.;PIRES, MATHIAS MISTRETTA;Pires, M M;Pires, MM;Mathias M Pires

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia Geral.
Rua do Matão
Butantã
05508090 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30917600
URL da Homepage: mathiasmpires.net.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Ecologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em University of California, Santa Cruz (Orientador: Paul L. Koch).
Título: Redes tróficas do Pleistoceno: estrutura e fragilidade, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Paulo Roberto Guimarães Jr.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2008 - 2010
Mestrado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Nicho trófico de Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae): Variação intrapopulacional e interindividual,Ano de Obtenção: 2010.
Orientador: Sérgio Furtado dos Reis.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2004 - 2007
Graduação em Ciencias Biologicas Bach/Lic.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.


Pós-doutorado


2017
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Biotecnologia Ambiental e Recursos Naturais / Especialidade: Biodiversidade.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação.
2014 - 2017
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.


Formação Complementar


2013 - 2013
Energetic Approach to Food Webs. (Carga horária: 25h).
Fundação Instituto de Física Teórica, IFT, Brasil.
2012 - 2012
Modelos Matemáticos em Ecologia. (Carga horária: 80h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2011 - 2011
Métodos Matemáticos em Biologia de Populações.
Fundação Instituto de Física Teórica, IFT, Brasil.
2011 - 2011
São Paulo School on Ecological Networks. (Carga horária: 100h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2007 - 2007
Introdução ao uso de marcadores moleculares. (Carga horária: 5h).
Sociedade de ecologia do Brasil, SEB, Brasil.
2006 - 2006
Metodologias para estudo de mamíferos. (Carga horária: 12h).
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil.
2005 - 2005
Citogenética de Peixes. (Carga horária: 8h).
Universidade do Sagrado Coração, USC, Brasil.
2005 - 2005
Introdução ao direito ambiental Brasileiro. (Carga horária: 20h).
Instituto Vidagua, VIDAGUA, Brasil.
2005 - 2005
Manejo de Aves e répteis em cativeiro. (Carga horária: 22h).
Zoologico Municipal de Bauru, ZOO-BAURU, Brasil.
2004 - 2004
Técnicas de avaliação do comportamento animal. (Carga horária: 12h).
Sociedade de Zoologicos do Brasil, SZB, Brasil.
1992 - 2002
Inglês-avançado. (Carga horária: 3h).
Centro de Comunicação Inglesa, CCI, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


University of California System, UC System, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2014 - 2018
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 30
Outras informações
Professor das disciplinas: Introdução ao estudo de redes Ecológicas (Programa de Pós-Graduação em Ecologia) Perda de Diversidade, Defaunação e os Desafios para Conservação (Programa de Pós-Graduação em Ecologia)

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Graduação, Enquadramento Funcional: Bolsista inicação cientifica, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Graduação, Enquadramento Funcional: Bolsista - PAD - programa apoio didático, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Graduação, Enquadramento Funcional: Bolsista iniciação cientifica, Carga horária: 12

Atividades

02/2008 - 02/2010
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biologia, Departamento de Biologia Animal.

08/2006 - 12/2006
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Apoio didático a disciplina BZ-480 - Zoologia de vertebrados
03/2006 - 07/2006
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Apoio didático a disciplina BZ-180 - Introdução a Zoologia

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 30
Outras informações
Professor da Disciplina Perda de Diversidade na Escala Ecológica e Evolutiva e Implicações para Conservação (Programa de Pós-Graduação em Ecologia)

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia Geral.

03/2010 - 03/2014
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Ecologia Geral.


University of Tennessee System, UT System, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador


Santa Fe Institute, SFI, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador colaborador


Associação Mata Ciliar - Sede, AMC, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

Atividades

02/2005 - 03/2005
Estágios , Coordenadoria de Fauna, .

Estágio realizado
Centro para conservação de felinos neotropicais e Centro de reabilitação de animais selvagens.

Instituto Mamíferos Aquáticos, IMA-BA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 48

Atividades

01/2007 - 02/2007
Estágios , Gamboa do Morro, .

Estágio realizado
Monitoramento de fauna aquática.

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Professor colaborador, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 30
Outras informações
Professor da disciplina Introdução ao estudo de redes ecológicas


Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Professor colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 30
Outras informações
Professor da Disciplina: Introdução ao Estudo de Redes Ecológicas (Programa de Pós graduação em Biologia Evolutiva)


Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Professor colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 30
Outras informações
Professor da disciplina: Introdução ao Estudo de Redes Ecológicas (Programa de Pós-Graduação em Biologia)



Linhas de pesquisa


1.
Interações tróficas
2.
Variação interindividual
3.
Interações ecológicas
4.
Macroevolução
5.
Interações ecológicas
6.
Biodiversidade
7.
Conservação
8.
Interações Animal-Planta
9.
Ecologia de Comunidades


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Efeitos da perda de diversidade em comunidades ecológicas sob a perspectiva de redes de interação
Descrição: A forma como interações ecológicas entre espécies estão organizadas em uma comunidade regula como a comunidade responde a perturbações e, portanto, como sua diversidade e composição mudam ao longo do tempo. Nesse projeto de pesquisa investigaremos os efeitos de interações ecológicas na dinâmica de comunidades locais sob a perspectiva da abordagem de redes ecológicas. Estudaremos tanto teias tróficas quanto mutualismos usando dados empíricos, redes teóricas e modelos de dinâmica ecológica para investigar os fatores que determinam a vulnerabilidade de espécies e interações a perturbações, bem como os efeitos da estrutura da rede de interações sobre as propriedades de comunidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Spatiotemporal variation and dynamics in ecological networks
Descrição: The application of network analysis to ecological networks has made tremendous progress in the past two decades, greatly increasing our understanding of the assembly and dynamics of ecological communities. Likewise, the rapidly advancing field of spatial ecology has demonstrated that processes operating over spatial and temporal scales have strong effects on ecosystems and their constituent organisms. However, research in either field seldom incorporates information from the other. In part, this endeavor has been hindered by the limited availability of datasets spanning suitably large spatial or temporal scales. More problematic is the lack of a theoretical framework and the analytical tools needed to interpret the spatio-temporal dynamics of ecological networks. This working group brings together a diverse group of scientists whose expertise spans both fields, including field biologists along with theoreticians and computational biologists. The group includes empiricists working on a wide range of biological systems in order to ensure access to a broad array of data against which newly developed models are tested. Beyond facilitating discussion and collaboration among disparate groups, this group will develop working hypotheses for factors driving network dynamics based on empirical patterns; explore one or more case studies of variation across space or time in ecological networks; and develop a new model of network dynamics based on the theory of island biogeography, incorporating biogeography, coevolution, and community ecology, to be used in interpreting empirical patterns..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Coupled grassland and mammalian community dynamics over ecological and evolutionary timescales
Descrição: The evolution of grassland habitats in the late Cenozoic has had a profound influence on mammalian evolution and community structure. Although the origins of C3 grasses are placed firmly in the Mesozoic, it was not until the early-mid Miocene that many forested habitats gave way to either heterogeneous grassland-woodland mosaics, or grass-dominated savannas. A second phase in grassland evolution occurred with the rise and spread of C4 grasses (which differ from C3 grasses in that they concentrate CO2 within their tissues), which tend to be drought-tolerant with fast turn-over and slow decomposition rates, promoting fire to the exclusion of woody vegetation. These evolutionary events directly followed the height of mammalian diversification, and are thought to have since played an important role in the evolutionary and ecological constraints driving many mammalian communities. The main objective of this project is to elucidate the origin, expansion, and ecological utilization of grassland plants by animals in both modern and paleontological contexts..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Modeling the ecological determinants of macroevolutionary dynamics
Descrição: A recurrent pattern found in the fossil record is the replacement of entire clades by ecologically similar lineages. These phenomena suggest ecological interactions between taxa in different clades may interfere with the evolutionary dynamics of a given lineage. In this project we propose to develop diversification models that include mechanistic components likely to underlie these macroevolutionary patterns. Specifically, we intend to expand earlier diversification models by including niche overlap, asymmetry of interaction effects and variable equilibrium diversity. Then, we will examine the outcomes of these models under realistic parameterization and compare the results with empirical data. By doing so we will be able to generate theoretical expectations for macroevolutionary patterns under varying ecologically plausible scenarios. The study proposed here will contribute to the development of macroevolution and paleobiology by establishing a framework linking ecology and macroevolutionary dynamics..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
The role of extinction and speciation rates, and the effect of different levels of biological organization on the origin and maintenance of biodiversity
Descrição: Despite the great interest in biodiversity, there are many unanswered questions regarding the patterns and processes that affect the diversity of a given clade or geographical region. This is to some extent due to the lack of understanding of diversification dynamics, which in the end will determine the number of species. Diversity dynamics studies have been traditionally done by paleontologists, but molecular phylogenies also carry historical information and therefore can be also used to study the diversification of different taxonomic groups. The main goal of this project is to study the origination and maintenance of biodiversity. To achieve those goals I will: 1- investigate the role of speciation and extinction rates on the diversification dynamics; 2- characterize the spacial and temporal patterns of diversity dynamics for different taxonomic groups; 3- investigate which potential factors might affect the speciation and extinction rates, and ultimately the diversity trajectory. Special attention will be given to groups showing declining diversity, given that: (a) we still do not know the role of speciation and extinction in this evolutionary scenario; (b) except for conservation biologists this scenario is ignored by most biologists; and (c) the phylogenetic signal of groups in decline has not been properly characterized yet. The effect of different levels of biological organization on the speciation and extinction rates will also be investigated. Those include for example the rates of morphological evolution and the spacial distribution of species. Additionally, the project will evaluate the limitations of current analytical tools used to study the diversity dynamics and will, if possible, develop new tools that integrate different approaches. The fossil record, molecular phylogenies, numerical simulations and ecological data will be used to achieve those goals. I expect that the integration of those four different approaches will result in a better understanding of different aspects related to diversification dynamics, and that the results from this project help on the development of a theory that explains the origin and maintenance of biodiversity..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Mathias Mistretta Pires - Integrante / Tiago B. Quental - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
2010 - Atual
Structure and coevolutionary dynamics in mutualistic networks
Descrição: One of the most central questions in evolutionary ecology is to understand how the evolution of species traits is affected by ecological interactions. Currently, a well-developed set of theories is available to describe how ecological interactions, such as mutualisms, mold and are molded by evolution and coevolution. These theories focus on the study of pairwise interactions. We already know, though, that even the most intimate types of species interactions are affected by other species in a given locality. In fact, most of these interactions involve dozens of species, forming ecological networks. The structure of different types of mutualistic networks has been described through metrics rooted on graph theory and statistical mechanics. However, the description of structural patterns of these networks has just began and we still do not understand how structure and coevolutionary dynamics are related in species networks. In this proposal, I would like to investigate how network structure and coevolution are related in mutualisms. To accomplish this goal, I will combine the approaches derived from network theory, numerical simulations and evolutionary models to ecological data. In a broader context, I expect to contribute to one of the timing topics in evolutionary ecology: the emergence of a theory to describe and predict the structure and coevolutionary dynamics of species networks..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (3) .
Integrantes: Mathias Mistretta Pires - Integrante / Paulo Roberto Guimarães Jr - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Zoologia
2011 - Atual
Periódico: Ecology (Brooklyn, New York, N.Y.)
2012 - Atual
Periódico: Biological Journal of the Linnean Society
2012 - Atual
Periódico: Behavioral Ecology and Sociobiology (Print)
2012 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2012 - Atual
Periódico: Journal of Animal Ecology (Print)
2013 - Atual
Periódico: Oecologia
2013 - Atual
Periódico: Apidologie
2014 - Atual
Periódico: Acta Theriologica
2014 - Atual
Periódico: Oikos
2014 - Atual
Periódico: MASTOZOOLOGIA NEOTROPICAL /JOURNAL OF NEOTROPICAL MAMMALOGY
2014 - Atual
Periódico: Ecology Letters
2014 - Atual
Periódico: Ecological Modelling
2015 - Atual
Periódico: Scientific Reports
2014 - Atual
Periódico: Global Ecology and Biogeography
2015 - Atual
Periódico: Ecography
2015 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Botany
2015 - Atual
Periódico: Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of Ame
2016 - Atual
Periódico: Trends in Ecology & Evolution (Amsterdam. Print)
2016 - Atual
Periódico: Science (New York, N.Y.)
2017 - Atual
Periódico: Methods in Ecology and Evolution
2017 - Atual
Periódico: Oecologia Australis
2017 - Atual
Periódico: AMERICAN NATURALIST
2017 - Atual
Periódico: Nature Ecology and Evolution
2018 - Atual
Periódico: Ecosphere
2018 - Atual
Periódico: Biology Letters
2018 - Atual
Periódico: BMC EVOLUTIONARY BIOLOGY
2018 - Atual
Periódico: PROCEEDINGS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES


Revisor de projeto de fomento


2016 - Atual
Agência de fomento: National Geographic Society
2015 - Atual
Agência de fomento: The National Science Foundation


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Comunidades.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Macroevolução.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Zoologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2015
Prêmio CAPES de Teses na área de Biodiversidade, CAPES.
2014
Prêmio de Melhor Tese, Programa de Pós-Graduação em Ecologia - IB - USP.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:34
Total de citações:591
Fator H:11
Pires, Mathias M  Data: 28/08/2018

Outras
Total de trabalhos:33
Total de citações:1017
Pires, Mathias M  Data: 09/08/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
HENNING, BARBARA2018HENNING, BARBARA ; DE SÁ CARVALHO, BENILTON ; Pires, Mathias M. ; BASSOI, MANUELA ; MARIGO, JULIANA ; BERTOZZI, CAROLINA ; ARAÚJO, MÁRCIO S. . Geographical and intrapopulation variation in the diet of a threatened marine predator, Pontoporia blainvillei (Cetacea). BIOTROPICA, v. 50, p. 157-168, 2018.

2.
Pires, Mathias M.2018Pires, Mathias M.; Guimarães, Paulo R. ; GALETTI, MAURO ; JORDANO, PEDRO . Pleistocene megafaunal extinctions and the functional loss of long-distance seed-dispersal services. ECOGRAPHY, v. 41, p. 153-163, 2018.

3.
MARJAKANGAS, EMMA-LIINA2018MARJAKANGAS, EMMA-LIINA ; GENES, LUÍSA ; Pires, Mathias M. ; FERNANDEZ, FERNANDO A. S. ; DE LIMA, RENATO A. F. ; DE OLIVEIRA, ALEXANDRE A. ; OVASKAINEN, OTSO ; PIRES, ALEXANDRA S. ; Prado, Paulo I. ; GALETTI, MAURO . Estimating interaction credit for trophic rewilding in tropical forests. PHILOSOPHICAL TRANSACTIONS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES, v. 373, p. 20170435, 2018.

4.
Pires, Mathias M.2018Pires, Mathias M.; RANKIN, BRIAN D. ; SILVESTRO, DANIELE ; QUENTAL, TIAGO B. . Diversification dynamics of mammalian clades during the K-Pg mass extinction. Biology Letters, v. 14, p. 20180458, 2018.

5.
SILVESTRO, D.2017SILVESTRO, D. ; PIRES, M. M. ; QUENTAL, T. B. ; SALAMIN, N. . Bayesian estimation of multiple clade competition from fossil data.. EVOLUTIONARY ECOLOGY RESEARCH, v. 18, p. 41-59, 2017.

6.
BONALDO, ROBERTA M.2017BONALDO, ROBERTA M. ; Pires, Mathias M. ; GUIMARÃES, PAULO ROBERTO ; HOEY, ANDREW S. ; HAY, MARK E. . Small Marine Protected Areas in Fiji Provide Refuge for Reef Fish Assemblages, Feeding Groups, and Corals. Plos One, v. 12, p. e0170638, 2017.

7.
CANTOR, MAURICIO2017CANTOR, MAURICIO ; Pires, Mathias M. ; MARQUITTI, FLAVIA M. D. ; RAIMUNDO, RAFAEL L. G. ; SEBASTIÁN-GONZÁLEZ, ESTHER ; COLTRI, PATRICIA P. ; PEREZ, S. IVAN ; BARNECHE, DIEGO R. ; BRANDT, DÉBORA Y. C. ; NUNES, KELLY ; DAURA-JORGE, FÁBIO G. ; FLOETER, SERGIO R. ; Guimarães, Paulo R. . Nestedness across biological scales. Plos One, v. 12, p. e0171691, 2017.

8.
Pires, Mathias M.2017Pires, Mathias M.; MARQUITTI, FLAVIA M.D. ; Guimarães, Paulo R. . The friendship paradox in species-rich ecological networks: Implications for conservation and monitoring. Biological Conservation, v. 209, p. 245-252, 2017.

9.
SEBASTIÁN-GONZÁLEZ, ESTHER2017SEBASTIÁN-GONZÁLEZ, ESTHER ; Pires, Mathias M. ; DONATTI, CAMILA I. ; Guimarães, Paulo R. ; DIRZO, RODOLFO . Species traits and interaction rules shape a species-rich seed-dispersal interaction network. Ecology and Evolution, p. 4496-4506, 2017.

10.
PIRES, MATHIAS MISTRETTA2017PIRES, MATHIAS MISTRETTA. Rewilding ecological communities and rewiring ecological networks. Perspectives in Ecology and Conservation, p. 257-265, 2017.

11.
Pires, Mathias M.2017 Pires, Mathias M.; SILVESTRO, DANIELE ; QUENTAL, TIAGO B. . Interactions within and between clades shaped the diversification of terrestrial carnivores. EVOLUTION, v. 71, p. 1855, 2017.

12.
GALETTI, MAURO2017GALETTI, MAURO ; MOLEÓN, MARCOS ; JORDANO, PEDRO ; Pires, Mathias M. ; Guimarães, Paulo R. ; PAPE, THOMAS ; NICHOLS, ELIZABETH ; HANSEN, DENNIS ; OLESEN, JENS M. ; MUNK, MICHAEL ; DE MATTOS, JACQUELINE S. ; SCHWEIGER, ANDREAS H. ; OWEN-SMITH, NORMAN ; JOHNSON, CHRISTOPHER N. ; MARQUIS, ROBERT J. ; SVENNING, JENS-CHRISTIAN . Ecological and evolutionary legacy of megafauna extinctions. BIOLOGICAL REVIEWS, v. 93, p. 845-862, 2017.

13.
Guimarães, Paulo R.2017Guimarães, Paulo R. ; Pires, Mathias M. ; JORDANO, PEDRO ; BASCOMPTE, JORDI ; THOMPSON, JOHN N. . Indirect effects drive coevolution in mutualistic networks. NATURE, p. 511-514, 2017.

14.
LEMOS-COSTA, PAULA2016LEMOS-COSTA, PAULA ; Pires, Mathias M. ; ARAÚJO, MÁRCIO S. ; DE AGUIAR, MARCUS A. M. ; Guimarães, Paulo R. . Network analyses support the role of prey preferences in shaping resource use patterns within five animal populations. OIKOS, v. 125, p. 492-501, 2016.

15.
PIRES, M. M.2015 PIRES, M. M.; KOCH, P. L. ; FARINA, R. A. ; AGUIAR, M. A. M. ; REIS, S. F. ; GUIMARAES JR, P. R. . Pleistocene megafaunal interaction networks became more vulnerable after human arrival. PROCEEDINGS OF THE ROYAL SOCIETY B-BIOLOGICAL SCIENCES, v. 282, p. 20151367, 2015.

16.
YEAKEL, JUSTIN D.2015YEAKEL, JUSTIN D. ; Pires, Mathias M. ; RUDOLF, LARS ; DOMINY, NATHANIEL J. ; KOCH, PAUL L. ; Guimarães, Paulo R. ; GROSS, THILO . Reply to Evans and Bar-Oz et al.: Recovering ecological pattern and process in Ancient Egypt. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, v. 112, p. E240-E240, 2015.

17.
Pires, Mathias M.2015Pires, Mathias M.; CANTOR, MAURÍCIO ; Guimarães, Paulo R. ; DE AGUIAR, MARCUS A. M. ; DOS REIS, SÉRGIO F. ; COLTRI, PATRICIA P. . The network organization of protein interactions in the spliceosome is reproduced by the simple rules of food-web models. Scientific Reports, v. 5, p. 14865, 2015.

18.
Pires, Mathias M.2015Pires, Mathias M.; SILVESTRO, DANIELE ; QUENTAL, TIAGO B. . Continental faunal exchange and the asymmetrical radiation of carnivores. Proceedings - Royal Society. Biological Sciences (Print), v. 282, p. 20151952, 2015.

19.
Pires, Mathias M.2014Pires, Mathias M.; GALETTI, MAURO ; DONATTI, CAMILA I. ; PIZO, MARCO A. ; DIRZO, RODOLFO ; Guimarães, Paulo R. . Reconstructing past ecological networks: the reconfiguration of seed-dispersal interactions after megafaunal extinction. Oecologia, v. 175, p. 1247-1256, 2014.

20.
YEAKEL, J. D.2014 YEAKEL, J. D. ; PIRES, M. M. ; RUDOLF, L. ; DOMINY, N. J. ; KOCH, P. L. ; GUIMARAES, P. R. ; GROSS, T. . Collapse of an ecological network in Ancient Egypt. PROCEEDINGS OF THE NATIONAL ACADEMY OF SCIENCES OF THE UNITED STATES OF AMERICA, v. 111, p. 14472-14477, 2014.

21.
MARQUITTI, FLAVIA MARIA DARCIE2014MARQUITTI, FLAVIA MARIA DARCIE ; GUIMARÃES, PAULO ROBERTO ; PIRES, MATHIAS MISTRETTA ; BITTENCOURT, LUIZ FERNANDO . MODULAR: software for the autonomous computation of modularity in large network sets. Ecography (Copenhagen), v. 37, p. 221-224, 2014.

22.
PIRES, M. M.2013PIRES, M. M.; Guimarães, Paulo R. . Interaction intimacy organizes networks of antagonistic interactions in different ways. Journal of the Royal Society Interface, v. 10, p. 20120649, 2013.

23.
CANTOR, M.2013CANTOR, M. ; PIRES, M. M. ; LONGO, G. O. ; GUIMARAES JR., P. R. ; SETZ, E. Z. F. . Individual variation in resource use by opossums leading to nested fruit consumption. Oikos (Kobenhavn), v. 122, p. 1085-1093, 2013.

24.
PIRES, M. M.2013PIRES, M. M.; MARTINS, E. G. ; ARAÚJO, M. S. ; REIS, S. F. . Between-individual variation drives the seasonal dynamics in the trophic niche of a Neotropical marsupial. Austral Ecology (Print), v. 38, p. 664-671, 2013.

25.
VIDAL, M. M.2013VIDAL, M. M. ; PIRES, M. M. ; GUIMARAES JR., P. R. . Large vertebrates as the missing components of seed-dispersal networks. BIOLOGICAL CONSERVATION, v. 163, p. 42-48, 2013.

26.
GALETTI, M.2013 GALETTI, M. ; GUEVARA, R. ; CORTES, M. C. ; FADINI, R. ; VON MATTER, S. ; LEITE, A. B. ; LABECCA, F. ; RIBEIRO, T. ; CARVALHO, C. S. ; COLLEVATTI, R. G. ; PIRES, M. M. ; GUIMARAES, P. R. ; BRANCALION, P. H. ; RIBEIRO, M. C. ; JORDANO, P. . Functional Extinction of Birds Drives Rapid Evolutionary Changes in Seed Size. Science (New York, N.Y.), v. 340, p. 1086-1090, 2013.

27.
GIBERT, J. P.2013GIBERT, J. P. ; PIRES, M. M. ; THOMPSON, J. N. ; GUIMARAES JR., P. R. . The Spatial Structure of Antagonistic Species Affects Coevolution in Predictable Ways. The American Naturalist, v. 182, p. 578-591, 2013.

28.
SANTOS-RONDON, M. V. S.2012SANTOS-RONDON, M. V. S. ; PIRES, M. M. ; REIS, S. F. ; UETA, M. T. . Marmosa paraguayana (Marsupialia: Didelphidae) as a New Host for Gracilioxyuris agilisis (Nematoda: Oxyuridae) in Brazil. The Journal of Parasitology, v. 98, p. 170-174, 2012.

29.
MOLEON, M.2012MOLEON, M. ; SEBASTIAN-GONZALEZ, E. ; SANCHEZ-ZAPATA, J. A. ; REAL, J. ; PIRES, M. M. ; GIL-SANCHEZ, J. M. ; BAUTISTA, J. ; PALMA, L. ; BAYLE, P. ; GUIMARAES JR., P. R. ; BEJA, P. . Changes in intrapopulation resource use patterns of an endangered raptor in response to a disease-mediated crash in prey abundance. Journal of Animal Ecology (Print), v. 81, p. 1154-1160, 2012.

30.
PIRES, M. M.2011PIRES, M. M.; WIDMER, C. E. ; SILVA, C. ; SETZ, E. Z. F. . Differential detectability of rodents and birds in scats of ocelots, Leopardus pardalis (Mammalia: Felidae). Zoologia (Curitiba): an international journal for zoology, v. 28, p. 280-283, 2011.

31.
MATURANA, V. G.2011MATURANA, V. G. ; PACE, F. ; CARLOS, C. ; PIRES, M. M. ; CAMPOS, T. A. ; NAKAZATO, G. ; STHELING, E. G. ; LOGUE, C. M. ; NOLAN, L. K. . Subpathotypes of Avian Pathogenic Escherichia coli (APEC) exist as defined by their Syndromes and Virulence Traits. The Open Microbiology Journal, v. 5, p. 55-64, 2011.

32.
Pires, Mathias M.2011Pires, Mathias M.; Prado, Paulo I. ; Guimarães, Paulo R. . Do Food Web Models Reproduce the Structure of Mutualistic Networks?. PLoS One, v. 6, p. e27280, 2011.

33.
PIRES, M. M.2011 PIRES, M. M.; GUIMARAES JR., P. R. ; ARAÚJO, M. S. ; GIARETTA, A. A. ; LOPES, J. C. L. ; REIS, S. F. . The nested assembly of individual-resource networks. Journal of Animal Ecology (Print), v. 80, p. 896-903, 2011.

34.
PIRES, M. M.;Pires, Mathias M;Pires, Mathias M.;PIRES, MATHIAS MISTRETTA;Pires, M M;Pires, MM;Mathias M Pires2010PIRES, M. M.; MARTINS, E. G. ; SILVA, M. N. F. ; REIS, S. F. . Gracilinanus microtarsus (Didelphimorphia: Didelphidae). Mammalian Species (Print), v. 42, p. 33-40, 2010.

35.
PIRES, M. M.2010PIRES, M. M.; MARTINS, E. G. ; DOMINICI, L. ; FERNANDES, F. R. ; CLEMENTE-CARVALHO, R. B. G. ; SILVA, M. N. F. ; REIS, S. F. . Young didelphid consumption by Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae) in Southeastern Brazil. Mastozoología Neotropical (Impresa), v. 17, p. 183, 2010.

36.
Carlos, Camila2010Carlos, Camila ; Pires, Mathias M ; STOPPE, NANCY C ; Hachich, Elayse M ; SATO, MARIA IZ ; GOMES, TÂNIA AT ; Amaral, Luiz A ; Ottoboni, Laura MM . Escherichia coli phylogenetic group determination and its application in the identification of the major animal source of fecal contamination. BMC Microbiology (Online), v. 10, p. 161, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
Raimundo, Rafael Luís Galdini ; MARQUITTI, FLAVIA MARIA DARCIE ; de Andreazzi, Cecilia Siliansky ; PIRES, MATHIAS MISTRETTA ; GUIMARÃES, PAULO ROBERTO . Ecology and Evolution of Species-Rich Interaction Networks. In: Dáttilo W.; Rico-Gray V.. (Org.). Ecological Networks in the Tropics. 1ed.: Springer International Publishing, 2018, v. , p. 43-58.

2.
GUIMARAES JR, P. R. ; Pires, Mathias M ; MARQUITTI, F. M. D. ; RAIMUNDO, R. L. G. . Ecology of mutualisms. eLS (Encyclopedia of Life Sciences). 15ed.Chichester: John Wiley & Sons, Ltd, 2016, v. , p. 1-9.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PIRES, M. M.. Lições Milenares do Clima. Scientific American Brasil, p. 53 - 61, 02 abr. 2016.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PIRES, M. M.; DOMINICI, L. ; FERNANDES, F. R. ; MARTINS, E. G. ; REIS, S. F. . Omnivory by Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae)in a Brazilian Cerrado remnant: Diet Composition and Dietary Seasonality. In: III Congresso Latino-Americano de Ecologia, 2009, São Lourenço. Anais do III Congresso Latino-Americano de Ecologia, 2009.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PIRES, M. M.; DOMINICI, L. ; FERNANDES, F. R. . Diet of Micoureus paraguyanus (Didelphimorphia: Didelphidae) in a Brazilian Cerrado: Seasonality and Intrapopulation variation. In: 10th Internation Mammalogical Congress, 2009, Mendoza. IMC10 Abstracts, 2009.

2.
PIRES, M. M.; WIDMER, C. E. ; SILVA, C. ; SETZ, E. Z. F. . Tempo de passagem e eliminação de pêlos e penas e fezes de jaguatiricas (Leopardus pardalis).. In: I Congresso Sul-Americano de Mastozoologia, 2006, Gramado, RS. Anais do I Congresso Sul-Americano de Mastozoologia, 2006.

Artigos aceitos para publicação
1.
DELMAS, EVA ; BESSON, MATHILDE ; BRICE, MARIE-HÉLÈNE ; BURKLE, LAURA A. ; DALLA RIVA, GIULIO V. ; FORTIN, MARIE-JOSÉE ; GRAVEL, DOMINIQUE ; Guimarães, Paulo R. ; HEMBRY, DAVID H. ; NEWMAN, ERICA A. ; OLESEN, JENS M. ; Pires, Mathias M. ; YEAKEL, JUSTIN D. ; POISOT, TIMOTHÉE . Analysing ecological networks of species interactions. BIOLOGICAL REVIEWS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
NASCIMENTO, L. ; GUIMARAES JR, P. R. ; PIRES, M. M. . The Evolution of Fruits and Spines in Neotropical Palms. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
PIRES, M. M.; GALETTI, M. . The multiple states of mammalian communities in the Anthropocene. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
GALETTI, M. ; PEDROSA, F. ; PIRES, M. M. ; BERCE, W. ; LEVI, T. . The frugivores of the Anthropocene: invasive species promote critical seed dispersal services in defaunated landscapes. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SILVESTRO, DANIELE ; PIRES, M. M. ; QUENTAL, T. B. ; SALAMIN, N. . Inferring origination, dispersal and extinction processes from the fossil record. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
Pires, M M; RANKIN, B. ; SILVESTRO, D. ; QUENTAL, TIAGO B. . Origination and extinction in mammalian clades during the K-Pg mass extinction. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
GRACIOTTI, R. P. ; Pires, M M ; QUENTAL, TIAGO B. . Unraveling the diversification of Equidae at diferente taxonomic levels and under different preservation models. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
QUENTAL, TIAGO B. ; Pires, M M . Rates of speciation and extinction are highly correlated in mammals. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
PIRES, M. M.. The ecological context and consequences of the extinction of large vertebrates: a network perspective. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PIRES, M. M.. The effects of intercontinental migrations on macroevolutionary dynamics. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PIRES, M. M.. Variação e incerteza no estudo de redes ecológicas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
GRACIOTTI, R. P. ; PIRES, M. M. ; QUENTAL, T. B. . Dinâmica macroevolutiva de Equidae (Mammalia) e resposta da diversificação a mudanças na vegetação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

12.
PIRES, M. M.; KOCH, P. L. ; FARINA, R. A. ; RINDEL, D. ; PEREZ, S. I. ; REIS, S. F. ; GUIMARAES JR, P. R. . The structure and dynamics of South American megafaunal assemblages and the aftermath of megafaunal extinctions in Patagonia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
PIRES, M. M.; SILVESTRO, D. ; QUENTAL, T. B. . The radiation of Carnivora after Cenozoic continental faunal exchanges. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
QUENTAL, TIAGO B. ; PIRES, M. M. ; SILVESTRO, D. . Clade competition and diversity dependence in deep time. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
PIRES, M. M.. A radiaçao evolutiva de Carnivora após migrações entre continentes. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
MARQUITTI, FLAVIA MARIA DARCIE ; PIRES, M. M. ; GUIMARAES JR, P. R. . The role of cheaters on the stability of mutualistic networks. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
PIRES, M. M.; KOCH, P. L. ; AGUIAR, M. A. M. ; GUIMARAES JR., P. R. . The dynamics of Pleistocene large- mammal communities in the Americas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
VIDAL, M. M. ; PIRES, M. M. ; GUIMARAES JR., P. R. . Assessing  the  role  large-­‐bodied  vertebrates  play  in  seed-­‐dispersal  networks. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
YEAKEL, J. D. ; PIRES, M. M. ; DOMINY, N. J. ; KOCH, P. L. ; GUIMARAES JR., P. R. ; RUDOLF, L. ; GROSS, T. . Unraveling an ecological network: 6000 years of anthropogenic and climatic impacts on an Egyptian food web. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
LEMOS-COSTA, P. ; PIRES, M. M. ; ARAÚJO, M. S. ; GUIMARAES JR., P. R. . Using network models to reveal underlying processes leading to the organization of individual variation in resource use. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
PIRES, M. M.; KOCH, P. L. ; GUIMARAES JR., P. R. . The structure of Pleistocene predator-prey networks. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
PIRES, M. M.. Nicho trófico de Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae): variação intrapopulacional e interindividual.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
PIRES, M. M.; DOMINICI, L. ; FERNANDES, F. R. . Diet of Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae) in a Brazilian Cerrado: seasonality and intrapopulation variation. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
PIRES, M. M.; WIDMER, C. E. ; SILVA, C. ; SETZ, E. Z. F. . Tempo de passagem e eliminação de pêlos e penas em fezes de de jaguatiricas (Leopardus pardalis). 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
PIRES, L. A. S. ; PARDO, R. B. ; CARRATORE, C. R. ; KIECKHOFER, H. ; ROCHA, D. S. ; SARACHI, F. A. O. ; RAYENA, D. L. ; BASSANI, E. ; CONTIN, G. O. V. ; MIYAGUI, S. ; OMETTO, T. F. R. ; PIRES, M. M. . Formação de grupos e distribuição espacial de populações de capivaras (Hydrochaeris hydrochaeris) na fazenda experimental da UNIMAR-Marília-SP. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
PIRES, M. M.; SETZ, E. Z. F. . Eficácia de enriquecimento e caracterização comportamental de atelídeos em cativeiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
PIRES, M. M.; MATURANA, V. G. ; TREVIZAN, G. ; Lopes C M ; TERRA, T. N. ; GRASSI, M. C. ; FREITAS, A. V. L. . Estudo faunístico em bromélias na mata da Praia Dura, Ubatuba, SP. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Demais tipos de produção técnica
1.
PIRES, M. M.. Introdução ao estudo de Redes Ecológicas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PIRES, M. M.; VIDAL, M. M. . Introdução ao estudo de Redes Ecológicas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
PIRES, M. M.; VIDAL, M. M. . Introdução ao estudo de Redes Ecológicas. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
PIRES, M. M.. Biodiversidade e Biologia da Conservação. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FREITAS, A. V. L.; RIBEIRO, D. B.; Pires, Mathias M.. Participação em banca de Patrícia Eyng Gueratto. Estradas dentro de florestas afetam as comunidades de borboletas frugívoras?. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
VASCONCELLOS NETO, J.; PIRES, M. M.; COSTA, F. A. F.. Participação em banca de Benito Leopoldo Trento. Percevejos de renda (Hemiptera: Heteroptera: Tingidae) e suas plantas hospedeiras na Serra do Japi, Jundiaí-SP. 2017. Dissertação (Mestrado em BIOLOGIA ANIMAL) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
REIS, S. F.; PIRES, M. M.; GUIMARAES JR, P. R.. Participação em banca de Carolina Lemes Nascimento Costa. Dinâmica populacional ancestral de Poecilia vivipara (Teleostei: Poeciliidae): a influência das mudanças paleoclimáticas. 2014. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
GALETTI, MAURO; MARTINS, K.; PINHEIRO, F.; PIZO, MARCO A.; Pires, M M. Participação em banca de Carolina da Silva Carvalho. Variação fenotípica, genética e dispersão de sementes de uma palmeira na Mata Atlântica. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Biodiversidade) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
FREITAS, A. V. L.; PIRES, M. M.; SANTOS, F. A. M.; RIBEIRO, M. C.; RIBEIRO, D. B.. Participação em banca de Jessie Pereira dos Santos. Padrões de diversidade das borboletas frugívoras (Família Nymphalidae) em diferentes escalas macroecológicas. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
GALETTI, MAURO; BRANCALION, P. H. S.; MELLO, M. A. R.; PIRES, M. M.; EMER, C.. Participação em banca de Laura Carolina Bello Lozano. Defaunation effects on carbon stock in tropical forests. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Biodiversidade) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
AGUIAR, M. A. M.; KRAENKEL, R. A.; PIRES, M. M.; ROMERO, G. Q.; NOGUEIRA, A.. Participação em banca de Paula Lemos da Costa. Coevolução em interações dependentes de contexto. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
ROMERO, G. Q.; VIEIRA, S. A.; SARMENTO, H. M. P. M.; REIS, S. F.; PIRES, M. M.. Participação em banca de Pablo Augusto Poleto Antiqueira. Efeitos das mudanças climáticas na estrutura de comunidades e funcionamento ecossistêmico utilizando bromélias-tanque como sistema modelo. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
REIS, S. F.; ANDRADE, D. O. V.; AGUIAR, M. A. M.; PIRES, M. M.; ROSA, L. C. D. T.. Participação em banca de Barbara Henning Silva. Termorregulação em pequenos mamíferos: mecanismos no nível do organismo com consequências ecológicas. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
MARTINS, F. R.; PIRES, M. M.; REIS, S. F.. Participação em banca de Luis Francisco Prado Pinheiro Ferreira Salles. Teoria metabólica da ecologia. 2018.

2.
PIRES, M. M.; NUNES, C. E. P.; SHIRAI, L. T.. Participação em banca de Giulia Bagarolli D'Angelo. História natural das relações alimentares de aves com plantas em um parque urbano no Sudeste do Brasil. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em BIOLOGIA ANIMAL) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
BARROS, T. S.; PIRES, M. M.; OMENA, P. M.. Participação em banca de Neliton Ricardo Freitas Lara. Influência de fatores estruturais e impactos ambientais sobre a estabilidade de meta-redes tróficas. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Biodiversidade) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
SANTOS, E. S. A.; PIRES, M. M.; GRANT, T.. Participação em banca de ERIKA MARQUES DE SANTANA. Consequences of polyandry on the evolution of male weaponry in Neotropical anurans. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Ecologia) - Universidade de São Paulo.

5.
PIRES, M. M.. Participação em banca de Vinicius Augusto Galvão Bastazini. Untangling the tangled bank: a novel method for partitioning the effects of phylogeny and traits on ecological networks. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
OLIVEIRA, P. S. M. C.; KOCH, I.; PIRES, M. M.. Participação em banca de José Otávio Venancio Ferreira. A importância da fauna frugívora na restauração ecológica. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Estadual de Campinas.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ATBC2018. The multiple states of mammalian communities in the Anthropocene. 2018. (Congresso).

2.
II Reunião da ABECO & 6º SET. The Evolution of Fruits and Spines in Neotropical Palms. 2018. (Congresso).

3.
Evolution Meeting - 2017. Origination and extinction in mammalian clades during the K-Pg mass extinction. 2017. (Congresso).

4.
I Reunião da ABECO & 5º Simpósio de Ecologia Teórica.Variação e incerteza no estudo de redes ecológicas. 2016. (Simpósio).

5.
IX Congreso Latinoamericano de Paleontología. The structure and dynamics of South American megafaunal assemblages and the aftermath of megafaunal extinctions in Patagonia. 2016. (Congresso).

6.
Evolution Meeting - 2015. The radiation of Carnivora after Cenozoic continental faunal exchanges. 2015. (Congresso).

7.
Identifying the regulators of biodiversity in deep time. 2014. (Simpósio).

8.
Megafauna and Ecosystem Function: from the Pleistocene to the Anthropocene.Reconstructing past ecological networks: the reconfiguration of seed- dispersal interactions after megafaunal extinction. 2014. (Encontro).

9.
Intecol 2013. The dynamics of Pleistocene large- mammal communities in the Americas. 2013. (Congresso).

10.
Calpaleo. The structure of Pleistocene predator-prey networks. 2012. (Congresso).

11.
10th International Mammalogical Congress. DIET OF MICOUREUS PARAGUAYANUS (DIDEPHIMORPHIA:DIDELPHIDAE) IN A BRAZILIAN CERRADO: SEASONALITY AND INTRAPOPULATION VARIATION. 2009. (Congresso).

12.
III Congresso Latino-Americano de Ecologia. Omnivory by Micoureus paraguayanus (Didelphimorphia: Didelphidae)in a Brazilian Cerrado remnant: Diet Composition and Dietary Seasonality. 2009. (Congresso).

13.
VIII Congresso de Ecologia do Brasil. 2007. (Congresso).

14.
I Congresso Sul-Americano de Mastozoologia. . TEMPO DE PASSAGEM E ELIMINAÇÃO DE PÊLOS E PENAS EM FEZES DE JAGUATIRICAS (Leopardus pardalis). 2006. (Congresso).

15.
XIV Congresso Interno de Iniciação Cientifica - PIBIC. Eficácia de enriquecimento e caracterização comportamental de Atelídeos em cativeiro.. 2006. (Congresso).

16.
IV Encontro Nacional sobre Animais Selvagens. 2005. (Encontro).

17.
VII Congresso Aberto a Estudantes de Biologia. . ESTUDO FAUNÍSTICO EM BROMÉLIAS NA MATA DA PRAIA DURA, UBATUBA, SP. 2005. (Congresso).

18.
XXVIII Congresso da Sociedade de Zoologicos do Brasil. 2004. (Congresso).

19.
XXVII Congresso da Sociedade de Zoologicos do Brasil. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Lucas F. do Nascimento. Interações entre grandes frugívoros e palmeiras (Arecaceae) neotropicais em comunidade ecológicas e a evolução de defesas e frutos. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Ecologia) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Lilian Patricia Sales Macedo. Climate change effects on frugivores and seed-dispersal interactions. Início: 2018. Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Iniciação científica
1.
Rodolfo P. Graciotti. Dinâmica macroevolutiva de Equidae. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Bruno de Sousa Moraes. Divulgação científica das atividades de pesquisa do Departamento de Biologia Animal, do Instituto de Biologia da Unicamp. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Estadual de Campinas. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 14:33:56