Lorena Enéas Rosa Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7701576836776972
  • Última atualização do currículo em 04/04/2018


Mestre em Estudos Linguísticos, pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) (2017). Possui graduação em Licenciatura em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (2010). No período da graduação, participou como bolsista de Iniciação Científica, realizando pesquisas sobre a formação do português brasileiro em documentos da imprensa feirense. Tem experiência em Linguística, desenvolvendo pesquisas na área de Lingüística Histórica, com ênfase na sócio-história do português brasileiro e na sintaxe diacrônica do português. Além disso, também atua na área da Sociolingüística e Dialetologia, com relação aos seguintes temas: variação lingüística - língua portuguesa - formação da língua portuguesa no Brasil, português brasileiro. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Lorena Enéas Rosa Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, L. R.;SANTOS, L. E. R.


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2017
Mestrado em Estudos Linguísticos.
Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.
Título: A variação da concordância nominal de número em cartas de inábeis do sertão baiano (1906-2000),Ano de Obtenção: 2017.
Orientador: Zenaide de Oliveira Novais Carneiro.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Cartas pessoais; Inábeis; Português Brasileiro; Concordância Nominal.
2005 - 2010
Graduação em Letras Vernáculas.
Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.
Título: TIPOS DE CLÍTICOS EM TEXTOS IMPRESSOS DO SÉCULO XX.
Orientador: Zenaide de Oliveira Novais Carneiro.
Bolsista do(a): PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, PROBIC, Brasil.




Atuação Profissional



Colégio Estadual Durvalina Carneiro, CEDC, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20


Colégio Municipal Governador Luiz Viana Filho, CMGLVF, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20
Outras informações
Como professora, desenvolvi atividades e elaborei projetos na área da Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.


Universidade Estadual de Feira de Santana, UEFS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsisa de Iniciação Científica, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Sócio-história do português brasileiro nos sertões baianos, do século XVII ao XX
Descrição: Este projeto é um desdobramento do projeto "Vozes do sertão em dados: história, povos e formação do português brasileiro" (CNPq. Processo 401433/2009-9/Consepe: 102/2009) estrutura-se em três agendas inter-relacionadas de investigação, em consonância com agendas dos seguintes projetos, com os quais têm filiação: ?Projeto Para a História do Português (PROHPOR/UFBA/IL), ?Projeto Nacional Para a História do Português Brasileiro/PHPB, equipe baiana/PHPB-BA?, ?Corpus Histórico do Português Anotado Tycho Brahe? (Unicamp). Atualmente, em sua segunda fase, com o Projeto ?A língua portuguesa no tempo e no espaço: contato linguístico, gramáticas em competição e mudança paramétrica? (Unicamp/FAPESP). As agendas são: a) histórico-filológica, com o objetivo de constituir corpora diacrônicos de documentos diversos, escritos no Brasil, a partir do século XVI; b) gramatical, com o objetivo de realizar descrições sobre mudanças linguísticas com base na análise dos corpora constituídos e c) história social-linguística, com o objetivo de fazer estudos de reconstrução mais ampla da história social linguística do Brasil, do português brasileiro e, em particular, do português da grande área do semiárido baiano. Os acervos dos projetos estão em expansão. No momento, o projeto dispõe de corpora nos seguintes moldes: a) coletâneas de textos manuscritos e impressos de amplo conjunto de textos inéditos, com foco na grande área do semiárido baiano, com edições em versão fac-similar e semidiplomática, 2) Corpus mínimo para estudos linguísticos, disponível em www.uefs.br/dohs; 3) Corpus eletrônico ? CE-DOHS, disponível em www.uefs.br/cedohs.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (9) / Doutorado: (3) . Integrantes: Zenaide de Oliveira Novais Carneiro - Coordenador / Lorena Rosa Santos - Integrante / Mariana Fagundes de Oliveira - Integrante / Adilson Silva de Jesus - Integrante / Priscila Starline Estrela Tuy Batista - Integrante / Marinalda Silva Freitas - Integrante / Elaine Brandão Santos - Integrante / Elane Santos - Integrante / Huda da Silva Santiago - Integrante / ROSANA RODRIGUES XAVIER - Integrante / MAIARA DA SILVA LEMOS - Integrante / Rejane Cristine Santana Cunha - Integrante. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Lorena Enéas Rosa Santos - Integrante / Tárcia Priscila Lima Dória - Integrante / Huda da Silva Santiago - Integrante / Priscila Starline Estrela Tuy Batista - Integrante / Mariana Fagundes de Oliveira - Integrante / Adilson Silva de Jesus - Integrante / Marinalda Silva Freitas - Integrante / Zenaide de Oliveira Novais Carneiro - Coordenador / Elaine Brandão Santos - Integrante / Elane Santos - Integrante / ROSANA RODRIGUES XAVIER - Integrante / MAIARA DA SILVA LEMOS - Integrante / Rejane Cristine Santana Cunha - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.
2011 - Atual
CE - DOHS - Corpus Eletrônico de Documentos Históricos do Sertão
Descrição: Trata-se de um banco de dados a ser desenvolvido em várias fases. Assim sendo, o Projeto CE-DOHS (FAPESB 5566/2010/Consepe 202/2010) é uma interface, em formato eletrônico, do banco digital DOHS Documentos Históricos do Sertão (www.uefs.br/dohs), que faz parte do projeto Vozes do Sertão em Dados: história, povos e formação do português brasileiro (CNPq. Processo 401433/2009-9/Consepe:102/2009/www.uefs.br/cedohs). Os produtos são edições em linguagem XML, feitas com uso da ferramenta eDictor (FARIA; KEPLER; PAIXÃO DE SOUSA, 2007; 2012), por meio de convênio com o Corpus Histórico do Português Tycho Brahe (www.tycho.iel.unicamp.br), coordenado por Charlotte Galves (Unicamp). Os produtos por fase são: Fase I (2010-2011) edição XML da Coleção Cartas Brasileiras, volumes 1, 2 e 3, organizadas por Carneiro et al (2011); trata-se de mais de 1.000 cartas, escritas entre 1808-2000; Fase II (2012-2013) edição XML de Publica-se em Feira de Santana (CARNEIRO; OLIVEIRA, 2012); são textos impressos, cartas de leitores, redatores e anúncios de jornais feirenses, publicados ao longo de todo o século XX; Fase III (2013-2014) ? edição XML da de Amostras de fala da região semiárida, organizadas por Almeida e Carneiro (2008), gravadas entre 1998 e 2006; representam as regiões Piemonte da Diamantina, Chapada da Diamantina, Nordeste e Paraguaçu; Fase IV (2015-2017) edição XML da Livros manuscritos dos séculos XVIII e XIX do Sobrado do Brejo do Campo Seco, sertão da Bahia (Vol. 1 Livro de Razão e Vol. 2. Livro do Gado, em processo de organização por Carneiro e Oliveira. Fase V: documentos raros, tais como, documentos de inábeis, indígenas, entre outros..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2016
Vozes do Sertão em Dados: história, povos e formação do português brasileiro: FASE 1
Descrição: O projeto "Vozes do sertão em dados: história, povos e formação do português brasileiro" (CNPq. Processo 401433/2009-9/Consepe: 102/2009) estrutura-se em três agendas inter-relacionadas de investigação, em consonância com agendas dos seguintes projetos, com os quais têm filiação: ?Projeto Para a História do Português (PROHPOR/UFBA/IL), ?Projeto Nacional Para a História do Português Brasileiro/PHPB, equipe baiana/PHPB-BA?, ?Corpus Histórico do Português Anotado Tycho Brahe? (Unicamp). As agendas são: a) histórico-filológica, com o objetivo de constituir corpora diacrônicos de documentos diversos, escritos no Brasil, a partir do século XVI; b) gramatical, com o objetivo de realizar descrições sobre mudanças linguísticas com base na análise dos corpora constituídos e c) história social-linguística, com o objetivo de fazer estudos de reconstrução mais ampla da história social linguística do Brasil, do português brasileiro e, em particular, do português da grande área do semiárido baiano. Os acervos dos projetos estão em expansão. No momento, o projeto dispõe de corpora nos seguintes moldes: a) coletâneas de textos manuscritos e impressos de amplo conjunto de textos inéditos, com foco na grande área do semiárido baiano, com edições em versão fac-similar e semidiplomática, 2) Corpus mínimo para estudos linguísticos, disponível em www.uefs.br/dohs; 3) Corpus eletrônico ? CE-DOHS, disponível em www.uefs.br/cedohs.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (3) ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Lorena Enéas Rosa Santos - Integrante / Tárcia Priscila Lima Dória - Integrante / Zenaide de Oliveira Novais Carneiro - Coordenador / Maria Rosane Passos - Integrante / Huda da Silva Santiago - Integrante / Priscila Starline Estrela Tuy Batista - Integrante / Mariana Fagundes de Oliveira - Integrante / Adilson Silva de Jesus - Integrante / Anderléia de Jesus Mascarenhas - Integrante / Maiany Soares de Oliveira - Integrante / Marinalda Silva Freitas - Integrante / Luana Manuela Lima Silva - Integrante / Bruna Trindade Lima Santos - Integrante / Telma Garrido de Araújo - Integrante / Charlotte Galves - Integrante / Erivaldo Fagundes Neves - Integrante / Afrânio Brabosa - Integrante / Marta Carvalho Ferreira Lisboa - Integrante / Suani de Almeida Vasconcelos - Integrante / Mateus Oliveira - Integrante / JAQUELINE LE - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Bolsa.
2008 - 2009
Análise lingüística em documentos da imprensa feirense, 1900-2000 (Fase VI - PHPB-BA/Equipe Feira)
Descrição: Compõe-se de um corpus informatizado, extraído de jornais feirenses para análises lingüísticas sobre formação do português brasileiro. A região escolhida, Feira de Santana é importante para a compreensão do panorama lingüístico da Bahia Imperial e do início da República. O corpus abrange todo o século XX e é composto por anúncios, cartas de leitores e de redatores. Posteriormente, está prevista a coleta de textos manuscritos. Os resultados dessa fase podem ser comparados com a coleta feita na imprensa baiana, referente ao século XIX. Faz parte do projeto Contribuição para a constituição de um banco de textos e de um banco de dados para o estudo da história da língua portuguesa, no Brasil, do Século XVII- XX (Fase VI-PHPB-BA/Equipe FeiraI)". Integra o PROHPOR/UFBA (www.prohpor.ufba.br), coordenado por Rosa Virgínia Mattos e Silva. Está inserido na linha de pesquisa referente ao português brasileiro, filiado ao projeto nacional, PHPB, desde 1997. Essa equipe regional, do PHPB, é coordenada por Tânia Conceição Freire Lobo....
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (2) .
Integrantes: Lorena Enéas Rosa Santos - Integrante / Tárcia Priscila Lima Dória - Integrante / Mônica Araújo Cruz - Integrante / Denise Branco Cerqueira - Integrante / Zenaide de Oliveira Novais Carneiro - Coordenador.
2008 - Atual
Escrita de mãos inábeis: estudo linguístico-filológico (Parte do Projeto Vozes do Sertão em Dados (CNPq)
Descrição: Descrição: O projeto tem como objetivo descrever, a partir de edição semidiplomática de um conjunto de cartas pessoais escritas nos séculos XIX -XX, por redatores oriundos da zona rural do sertão baiano, aspectos extrínsecos, como aqueles relacionados ao suporte, e intrínsecos aos documentos, como as propriedades caligráficas, apresenta-se, também, a classificação das abreviaturas, assim como a variação scriptográfica correspondente aos textos de um dos redatores. Os critérios para a edição semidiplomática foram elaborados com base nas normas de transcrição para documentos manuscritos do Projeto Para a história do português brasileiro (MATTOS E SILVA, 2001), e as cartas fazem parte do banco Corpus Eletrônico de Documentos Históricos do Sertão/ CE-DOHS (www.uefs.br/cedohs), do Projeto Vozes do Sertão em Dados: história, povos e formação do Português Brasileiro (CNPq. 401433/2009-9), da Universidade Estadual de Feira de Santana. Essas cartas, uma amostra representativa da vertente popular do português brasileiro, são produtos de mãos inábeis (MARQUILHAS, 2000) e evidenciam a recorrência à prática da escrita por indivíduos com baixo nível de letramento, pois o afastamento das normas gramaticais e ortográficas percebido nos textos indica que são redatores que tiveram pouco contato com os modelos normativos prescritos pela escola. São analisados fenômenos morfossintáticos, tais como: variação na marcação número, em sintagmas nominais e verbais, pronomes de tratamento (você), na função de sujeito e de complemento, pronomes possessivos, variação no uso do artigo definido, relativas, colocação de clíticos, entre outros. Considerando que há, nos documentos, muitas peculiaridades que requerem um cuidado especial, o trabalho filológico com manuscritos desse tipo exige que se assegure a confiabilidade da edição, afinal, a investigação acerca de alguns aspectos presentes nesses textos exige informações precisas, como por exemplo, em relação à grafia utilizada. Isso implica em uma interferência mínima do editor, já que a presença e a frequência de formas não convencionais fornecerão indícios da maior ou menor familiaridade do redator com a escrita.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (6) Doutorado: (1) ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Lorena Enéas Rosa Santos - Integrante / Tárcia Priscila Lima Dória - Integrante / Zenaide de Oliveira Novais Carneiro - Coordenador / Huda da Silva Santiago - Integrante / MAIARA DA SILVA LEMOS - Integrante / Rosana Carvalho Brito - Integrante / Janaina de Oliveira Costa Mascarenhas - Integrante / Gutemberg Magalhães Oldack Barbosa - Integrante / Elaine Santos e Santos - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Histórica.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2017
Dissertação de Mestrado aprovada com distinção, Universidade Estadual de Feira de Santana., Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos.
2015
Bolsa Estudantil do Mestrado, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANTIAGO, H. S. ; SANTOS, L. R. . Sobre o processo de produção de narrativas dos sertanejos baianos: a busca por indícios acerca das práticas de escrita.. In: VII Congresso Internacional de Pesquisa (Auto) Biográfica, 2016, Cuiabá. VII Congresso Internacional de Pesquisa (Auto) Biográfica, 2016.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, L. R.; CARNEIRO, Zenaide de Oliveira Novais . TIPOS DE CLÍTICOS EM JORNAIS FEIRENSES DO SÉCULO XX. In: XIII Semana de Iniciação Científica: Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, 2009, Feira de Santana. XIII Semana de Iniciação Científica: Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana, 2009. v. 13. p. 332-334.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, L. R.. Tipos de clíticos em textos impressos do século XX. In: ROSAE- I Congresso Internacional de Linguística Histórica, 2009, Salvador. ROSAE- I Congresso Internacional de Linguística Histórica. Salvador: EDUFBA, 2009. v. 1. p. 178-179.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, L. E. R.; CARNEIRO, Z. O. N. . A VARIAÇÃO DA CONCORDÂNCIA NOMINAL DE NÚMERO EM CATAS ESCRITAS POR SERTANEJOS INÁBEIS DO SÉCULO XX (1906-2000): UMA ABORDAGEM MÓRFICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SANTOS, L. E. R.. A observação da saliência fônica na variação da concordância nominal em cartas escritas por mãos inábeis. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SANTOS, L. E. R.. A análise da concordância nominal de número em cartas escritas por inábeis: um estudo representativo do português brasileiro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SANTOS, L. E. R.. Uma análise global da variação da concordância nominal de número em cartas de inábeis do século XX. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SANTOS, L. E. R.. Alguns dados sobre a variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX (1906-2000). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SANTOS, L. E. R.; SANTIAGO, H. S. . Sobre o processo de produção de narrativas dos sertanejos baianos: a busca por indícios acerca das práticas de escrita. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SANTOS, L. E. R.. A VARIAÇÃO DA CONCORDÂNCIA NOMINAL DE NÚMERO EM CARTAS DO SERTÃO BAIANO (1906-2000): CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SANTOS, L. E. R.. A VARIAÇÃO DA CONCORDÂNCIA NOMINAL EM CARTAS DE INÁBEIS E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SANTOS, L. E. R.; CARNEIRO, Zenaide de Oliveira Novais . A variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SANTOS, L. R.. TIPOS DE CLÍTICOS EM TEXTOS IMPRESSOS DO SÉCULO XX. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
SANTOS, L. R.; CARNEIRO, Zenaide de Oliveira Novais . TIPOS DE CLÍTICOS EM JORNAIS FEIRENSES DO SÉCULO XX. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

12.
SANTOS, L. E. R.. OFICINA DIDÁTICA SOBRE LINGUAGENS NA ESCOLA: UMA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
SANTOS, L. R.; DÓRIA . Uma Introdução à pesquisa sociolïngüística. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

14.
SANTOS, L. R.; DÓRIA . A história da língua portuguesa para alunos do ensino fundamental.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SANTOS, L. E. R.. Coordenação da sessão de comunicação intitulada: VARIAÇÃO, MUDANÇA E ENSINO. 2016.


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, L. E. R.. LÍNGUA, CULTURA E SOCIEDADE: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A PESQUISA SOCIOLINGUÍSTICA. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SANTOS, L. R.. TIPOS DE CLÍTICOS NAS ORDENS V-cl ~cl-V EM DOCUMENTOS DO SERTÃO BAIANO: 1900-1950. 2009. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
II Reunião Científica: diálogos filológicos, linguísticos e literários.Língua, Cultura e Sociedade: algumas considerações sobre a pesquisa sociolinguística. 2016. (Oficina).

2.
II Reunião Científica: diálogos filológicos, linguísticos e literários.A variação da concordância nominal em cartas de inábeis e sua contribuição para o ensino de língua portuguesa. 2016. (Encontro).

3.
Variação Sociolinguística do Português do Brasil- Morfossintaxe.Alguns dados sobre a variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX (1906-2000). 2016. (Seminário).

4.
VII Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica. Sobre o processo de produção de narrativas dos sertanejos baianos: a busca por indícios acerca das práticas de escrita. 2016. (Congresso).

5.
VII Congresso Internacional de Pesquisa (Auto)Biográfica. Sobre o processo de produção de narrativas dos sertanejos baianos: a busca por indícios acerca das práticas de escrita. 2016. (Congresso).

6.
V Encontro de Sociolinguística.A variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX. 2015. (Encontro).

7.
VI GELIC- Encontro do Grupo de Estudos de Línguas em Contato. 2015. (Encontro).

8.
II Seminário Regional Gramáticas e Ensino. 2009. (Seminário).

9.
Intertextualidade e Música. 2009. (Oficina).

10.
I Seminário de Estágio do Curso de Letras: partilhando experiências. 2009. (Seminário).

11.
I Seminário de Estágio do Curso de Letras: partilhando experiências. 2009. (Oficina).

12.
I Seminário Regional de Práticas de Ensino de Línguas na Escola. 2009. (Seminário).

13.
IV Circuito de Leitura: As Múltiplas Faces do Letramento. 2009. (Outra).

14.
ROSAE- I Congresso Internacional de Linguística Histórica. TIPOS DE CLÍTICOS EM TEXTOS IMPRESSOS DO SÉCULO XX. 2009. (Congresso).

15.
XIII Seminário de Iniciação Científica.TIPOS DE CLÍTICOS EM JORNAIS FEIRENSES DO SÉCULO XX. 2009. (Seminário).

16.
Dies Latinitates.Dies Latinitates. 2008. (Seminário).

17.
Dies Latinitatis. 2008. (Seminário).

18.
I Jornada de Produção Científica da Graduação do Departamento de Letras e Artes. 2008. (Outra).

19.
I Seminário de Leitura Crítica do Conto Baiano. 2008. (Seminário).

20.
I Seminário Práticas de Ensino de Línguas na Escola. 2008. (Seminário).

21.
I Seminário Regional Práticas de Ensino de Línguas na Escola..A história da Língua Portuguesa para alunos do ensino fundamental. 2008. (Seminário).

22.
O negro e a educação para as relações étnico-raciais. 2008. (Seminário).

23.
Seminário de Leitura Crítica do conto baiano. 2008. (Seminário).

24.
VIII Semana de Letras e Artes: as Artes, as Letras, a Literatura e a Ciência em foco..Uma Introdução à pesquisa sociolingüística. 2008. (Oficina).

25.
VIII Semana de Letras e Artes: O século dos cânones: as Artes, as Letras, a Literatura e a Ciência em foco. 2008. (Outra).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, L. E. R.; CARNEIRO, Zenaide de Oliveira Novais . A variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SANTOS, L. E. R.. Alguns dados sobre a variação da concordância nominal de número em cartas pessoais do século XX (1906-2000). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SANTOS, L. E. R.; SANTIAGO, H. S. . Sobre o processo de produção de narrativas dos sertanejos baianos: a busca por indícios acerca das práticas de escrita. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SANTOS, L. E. R.; CARNEIRO, Z. O. N. . A VARIAÇÃO DA CONCORDÂNCIA NOMINAL DE NÚMERO EM CATAS ESCRITAS POR SERTANEJOS INÁBEIS DO SÉCULO XX (1906-2000): UMA ABORDAGEM MÓRFICA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 18:59:54