Sofia Alexandra Marques Silva

Bolsista de Pós-doutorado Júnior do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0062405368911898
  • Última atualização do currículo em 10/10/2018


I am a Biologist (Faculty of Sciences, University of Porto - FCUP, 2004), with a MSc in Biodiversity and Genetic Resources (CIBIO-FCUP) and a Ph.D. in Biology/Genetics (Biosciences Institute, University of São Paulo - IB-USP, 2013). Currently I am a post-doc researcher at MPEG, Belem, Brazil. I am experienced in genetics and genomics, with particular emphasis on biogeography, phylogenetics / phylogenomics, phylogeography, population genetics / genomics, and wildlife conservation of Neotropical vertebrates. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sofia Alexandra Marques Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, S. M.;Sofia Marques Silva;Marques Silva, Sofia

Endereço


Endereço Profissional
Museu Paraense Emílio Goeldi, Diretoria, Coordenação de Zoologia.
Avenida Perimetral, 1901, Campus de Pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi, Laboratório de Biologia Molecular
Terra Firme
66077830 - Belém, PA - Brasil
Telefone: (91) 30756100


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2013
Doutorado em Biologia (Genética).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da UP (Orientador: Nuno Ferrand de Almeida).
Título: Contribuições para a conservação de Bradypus variegatus (preguiça comum): Processos históricos e demográficos moldando a diversidade nuclear, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Nadia de Moraes-Barros.
Coorientador: João Stenghel Morgante.
Bolsista do(a): Fundação para a Ciência e Tecnologia, FCT, Portugal.
2005 - 2008
Mestrado em Mestrado em Biodiversidade e Recursos Genéticos.
Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, FCUP, Portugal.
Título: Variação genética nuclear em duas espécies de mamíferos, a preguiça comum e o gambá de orelha preta, na Mata Atlântica, Brasil,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Nuno Ferrand de Almeida.
Coorientador: Nadia de Moraes-Barros.
Palavras-chave: Atlantic forest; Nuclear molecular markers; Microsatellites enriched library.
Grande área: Ciências Biológicas
2000 - 2004
Graduação em Biologia.
Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, FCUP, Portugal.


Pós-doutorado


2017
Pós-Doutorado.
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Animal.
2014 - 2017
Pós-Doutorado.
Universidade Federal do Pará / Museu Paraense Emílio Goeldi, UFPA/MPEG, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Animal.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Taxonomia dos Grupos Recentes.


Formação Complementar


2018 - 2018
Mini Curso sobre PCR em Tempo Real. (Carga horária: 3h).
Promega Biotecnologia do Brasil Lta, PROMEGA BR, Brasil.
2018 - 2018
Introdução à Bioinformática. (Carga horária: 45h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2016 - 2016
Approximate Bayesian Computation - análise genético-populacional. (Carga horária: 6h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2014 - 2014
Mini-Curso em Bioinformática na área de WGS. (Carga horária: 15h).
Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
2012 - 2012
17th Summer Institute in Statistical Genetics. (Carga horária: 45h).
University of Washington, UW, Estados Unidos.
2008 - 2008
Biblioteca genômica enriquecida em microssatélites. (Carga horária: 60h).
Instituto de Investigación en Recursos Cinegéticos, IREC, Espanha.
2004 - 2005
Estágio: Incidência de Coccidioses em Coelho-bravo.
Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, FCUP, Portugal.
2004 - 2004
IV Curso de Introdução ao Estudo das Aves.
Fundo Para a Protecção dos Animais Selvagens, FAPAS, Portugal.
2004 - 2004
Técnicas laboratoriais de análise de Coccidia. (Carga horária: 30h).
Instituto de Investigación en Recursos Cinegéticos, IREC, Espanha.
2003 - 2004
Curso de Introdução aos Carnívoros Terrestres.
Fundo Para a Protecção dos Animais Selvagens, FAPAS, Portugal.
2003 - 2004
Curso de Iniciação à Medicina Legal.
Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, ICBAS-UP, Portugal.
2003 - 2003
II Curso Avançado de Formação em Conservação e Ges.
Waves, WAVES, Portugal.
2002 - 2002
Curso de Introdução aos Mamíferos Marinhos.
Jardim Zoológico de Lisboa, ZOO DE LISBOA, Portugal.
2001 - 2001
Cursos Livres em Biomedicina - Doenças da Civilização.
Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto, IPATIMUP, Portugal.


Atuação Profissional



Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenação em Zoologia, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prog. Pós-Grad. em Biodiversidade e Evolução
Outras informações
Docência: "Filogeografia"

Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista PNPD/CAPES do PPGZool MPEG/UFPA, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Projeto: RESISTÊNCIA À MIXOMATOSE E ESCLARECIMENTO DAS RELAÇÕES FILOGENÉTICAS DE SYLVILAGUS BRASILIENSIS, LINNAEUS, 1758 Docência: "Evolução" (Microevolução) "Filogeografia/ Genética da Conservação" "Evolução e Diversidade de Vertebrados" (Mamíferos) Orientação e co-orientação: PIBIC Mestrado Participação em bancas de avaliação: Projeto Qualificação Mestrado Doutorado

Atividades

2015 - Atual
Ensino, BIODIVERSIDADE E EVOLUÇÃO, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia Evolutiva (Genética Básica)
Filogeografia
02/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria, Coordenação de Zoologia.

02/2014 - 02/2017
Ensino, Pós-Graduação em Zoologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diversidade e Evolução de Vertebrados (Mamíferos)
Evolução (Microevolução)
Filogeografia
02/2014 - 02/2017
Outras atividades técnico-científicas , Diretoria, Diretoria.

Atividade realizada
Journal Club em Biologia Evolutiva e Ecologia (Organização, Dinamização e Divulgação).

Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da UP, CIBIO-UP, Portugal.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador / Collaborator
Outras informações
Doutorado (2008-2013) e Pós-Doutorado (2014-...) realizados em parceria com o CIBIO/InBIO Laboratórioa Associado.

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro de equipe de censo

Atividades

2008 - 2013
Pesquisa e desenvolvimento , CIBIO, .

2005 - 2008
Pesquisa e desenvolvimento , CIBIO, .

2003 - 2005
Pesquisa e desenvolvimento , CIBIO, .


Instituto de Pesquisa e Conservação de Tamanduás, PROJETO TMANDUÁ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

10/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Projeto Tamanduá, .

Cargo ou função
Pesquisadora colaboradora.

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Collaborator, Enquadramento Funcional: Colaborador / Collaborator

Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Doutoranda, Enquadramento Funcional: Integrante, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2009 - 08/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Biociências, Departamento de Biologia.


Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, FCUP, Portugal.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Aluno de Iniciação Cientifica, Enquadramento Funcional: Integrante

Atividades

2004 - 2005
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, .

2004 - 2005
Estágios , Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, .

Estágio realizado
Estudo sobre a Incidência de Coccidioses em Duas Populações de Coelho ? Bravo (Oryctolagus cuniculus algirus) Sujeitas a Diferentes Condições Climatéricas.

EspaçoTerra, Lda., ET, Portugal.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Monitora de crianças e jovens
Outras informações
Educação ambiental



Linhas de pesquisa


1.
Variação genética nuclear em preguiça (Bradypus variegatus) e de gambá de orelha preta (Didelphis aurita) na Mata Atlântica, Brasil
2.
Utilidade do desenvolvimento de microssatélites através de sequenciamento de nova geração
3.
Prospeção de lince-ibérico e outros carnivoros terrestres
4.
Abundância de coelho Europeu e lebre Ibérica em Portugal
5.
Processos históricos e demográficos moldando a diversidade nuclear de Bradypus variegatus
6.
Conservação de preguiças do género Bradypus
7.
Biogeografia da Mata Atlântica, Brasil
8.
Incidência de coccidioses em coelho Europeu (Oryctolagus cuniculus algirus) em Portugal
9.
Resistência à mixomatose em Sylvilagus brasiliensis, Linnaeus 1758
10.
Relações filogenéticas e filogeografia de Sylvilagus brasiliensis, Linnaeus 1758
11.
Padrões biogeográficos em aves Amazônicas
12.
Filogeografia de aves Amazônicas em áreas abertas
13.
História e diversificação de aves Amazônicas em áreas alagadas


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
History and diversification of floodplain forest bird communities in Amazonia: towards an integrated conservation plan
Descrição: The main objective of this project is to understand the historical and current spatial distribution of biotic diversity along the Amazonian flooded habitats and relate these data to past and current environments in order to assess the real impact that proposed hydroelectric facilities would impose on the future of Amazonian biodiversity. Our specific goals are (i) to understand genomic diversity within selected species and species complexes endemic to Amazonian flooded habitats, and to assess whether there is cryptic diversity; (ii) to determine the intra-population diversity and demographic history of flooded habitat species and relate it to the evolution of the Amazonian landscape and to discover whether there are low-diversity taxa especially vulnerable to habitat loss and fragmentation; (iii) to characterize distribution patterns of all bird species endemic to Amazonian flooded habitats to assess whether there are unrecognized areas of endemism (iv) to determine habitat affinities and vulnerability of floodplain species to permanent flooding at the Madeira river dams lakes (Santo Antônio and Jirau); (v) to produce a detailed map of Amazonian flooded environments and determine the nature and extent of the habitat types that will be affected by flooding resulting from the planned dams; (vi) to predict how the impact of permanently flooding large portions of the habitat will affect endemic populations and connectivity among populations in different Amazonian sub-basins; (vii) to integrate the results above to identify especially vulnerable taxa and sub basins and identify priority conservation areas, providing this information to the governmental agencies in order to support future conservation management strategies and planning. It is important to emphasize that, at the two lead institutions, INPA and MPEG, we already have the largest collection of tissue samples of Amazonian birds from flooded habitats (Table 1 in Appendix), and this pre-existing material makes it possible for us to accomplish these objectives in two years, as we are proposing only two additional field expeditions to cover sampling gaps in key threatened areas. All remaining activities can be developed in parallel by the different key personnel involved, with a final analysis uniting the genetic and spatial data..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Sofia Alexandra Marques Silva - Integrante / Camila Ribas - Coordenador / Alexandre Luis Padovan Aleixo - Integrante / John Bates - Integrante / José Maria Cardoso da Silva - Integrante / Fernando Mendonça Horta - Integrante / Joel Cracraft - Integrante.Financiador(es): U.S. Agency for International Development - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Taxonomia e conservação da várzea Amazônica: UCEs resolvendo controvérsias e descrevendo histórias evolutivas
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - 2017
Understanding landscape changes: How deforestation is affecting functional landscape connectivity of Amazonian bat populations
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Sofia Alexandra Marques Silva - Integrante / Leonardo Carreira Trevelin - Coordenador.Financiador(es): Bat Conservation International - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2014 - 2018
Esclarecimento das relações filogenéticas e da resistência à mixomatose em Sylvilagus brasiliensis, Linnaeus, 1758
Descrição: O tapeti (Sylvilagus brasiliensis, Linnaeus, 1758) é uma espécie de coelho do Novo Mundo, cuja vasta área de distribuição contrasta com a escassez de dados biológicos, ecológicos, geográficos e genéticos sobre a espécie. O tapeti é também o hospedeiro natural do vírus da mixomatose. Este vírus causa apenas a formação de um pequeno fibroma cutâneo benigno no tapeti, mas é letal no coelho Europeu (Oryctolagus cuniculus, Linnaeus, 1758). Os prejuízos económicos e ecológicos consequentes deste grau de fatalidade são vastos. No entanto, existem poucos trabalhos analisando geneticamente a resistência à mixomatose em tapeti. Assim o presente projeto pretende colmatar esta falha propondo-se comparar a variabilidade de genes candidatos à resistência à mixomatose entre hospedeiros naturais e não naturais do vírus. Pela primeira vez será aplicada uma nova tecnologia molecular de identificação do vírus da mixomatose em tapeti. As relações taxonômicas entre S. brasiliensis e as demais espécies de leporídeos também nunca foram aprofundadas. Assim, se espera esclarecer a posição filogenética da espécie em relação aos demais leporídeos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Sofia Alexandra Marques Silva - Coordenador / Alexandre Luis Padovan Aleixo - Integrante / Joana Abrantes - Integrante / José Silva Jr. - Integrante.Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 1
2014 - 2017
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em biodiversidade e uso da terra da Amazônia
Descrição: O INCT em biodiversidade e uso da terra da Amazônia é uma rede internacional e multi-disciplinar de pesquisa que parte do princípio que atividades de conservação e desenvolvimento não são necessariamente mutuamente exclusivas, e que a obtenção de projetos mais eficientes de uso da terra requer uma compreensão explícita da extensão dessa compatibilidade recíproca. Dessa maneira, este INCT consiste em uma contribuição para o que pode ser mais apropriadamente descrito como uma nova era na ciência da conservação --onde, ao invés de se adotar um foco isolado sobre as conseqüências biológicas das atividades antrópicas, teríamos a oportunidade de gerar informações e abordagens inéditas que lidam diretamente com o problema científico de como intensificar as oportunidades de conservação ambiental numa região tropical dominada pelo Homem. Trata-se de uma questão básica de importância global, que reside no âmago dos objetivos estabelecidos pela Avaliação dos Ecossistemas do Milênio (Millenium Ecosystem Assessment; http://www.millenniumassessment.org/en/index.aspx). A principal meta do instituto é prevenir e minimizar o processo de perda de Biodiversidade na região do ?Arco do Desmatamento? da Amazônia brasileira, subsidiando ações de políticas públicas em sinergia com projetos já em andamento como, por exemplo, no estado do Pará, o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e os programas ?Extinção Zero? e ?1 bilhão de árvores?, ligados respectivamente à proteção de espécies ameaçadas de extinção e à restauração da cobertura florestal do estado (http://www.sectam.pa.gov.br/). A premissa principal da proposta é que a ampliação e a difusão do conhecimento sobre a Biodiversidade são fatores chave para uma adesão cada vez maior à aplicação de práticas sustentáveis na exploração dos recursos naturais e uso da terra na região Amazônica. A elaboração de indicadores de sustentabilidade em diferentes escalas temporais e a avaliação das práticas de uso da terra com base em tais indicadores.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) / Mestrado acadêmico: (15) / Doutorado: (8) .
Integrantes: Sofia Alexandra Marques Silva - Integrante / Alexandre Luis Padovan Aleixo - Integrante / Ima Célia Guimarães Vieira - Coordenador / Márcia Motta Maués - Integrante / Izildinha Miranda - Integrante / Iran Veiga - Integrante.Financiador(es): Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - 2015
Uso da ferramenta código de barras no monitoramento da diversidade genética de populações de aves de áreas de canga na região da Serra dos Carajás, Pará
Descrição: A Serra dos Carajás se situa na Amazônia oriental e abriga uma das comunidades de aves mais ricas da região neotropical, mesmo tendo sido inventariada por biólogos apenas parcialmente. A região é protegida e explorada pela mineradora VALE S. A. desde a descoberta no local do maior depósito de minério de ferro do mundo. Inseridos nas florestas de terra firme da Serra dos Carajás encontram-se grandes fragmentos de uma vegetação baixa e seca que ocorre sobre os afloramentos de minério de ferro conhecida como canga. As espécies de aves associadas à essa vegetação são típicas de vários tipos de paisagens abertas e semi-abertas e também podem ser encontradas em enclaves amazônicos de cerrado e campinarana. As populações dessas espécies estão naturalmente isoladas de outras populações de mesma espécie de outros biomas. Esse fato é importante tanto do ponto de vista biogeográfico quanto do conservacionista. Alguns estudos preliminares verificaram que a vegetação de canga, além de servir de habitat para muitos animais, pode abrigar táxons endêmicos além de espécies ainda não conhecidas pela ciência. Para traçar estratégias para a preservação e monitoramento da biodiversidade da região de Carajás, é imprescindível saber diferenciar essas espécies e verificar a viabilidade genética dessas populações em longo prazo. Na tentativa de facilitar e criar um método padronizado de identificação e catalogação de espécies, Hebert et al. (2003a) sugeriram a utilização do COI, um pequeno fragmento de DNA mitocondrial de fácil amplificação que associado a um espécime tipo, pode diferenciar espécies como um código de barras (DNA barcode). Desde então, o DNA barcode vem sendo testado apresentando resultados animadores, especialmente para aves norte-americanas. Espécies não crípticas podem ser identificadas por métodos taxonômicos tradicionais ou moleculares sem ambigüidade. Entretanto, quando se trata de espécies crípticas, a maior parte da biodiversidade global ainda permanece desconhecida..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2015
Sistemática molecular, biogeografia e revisão taxonômica de aves florestais distribuídas nos biomas Amazônia e Mata atlântica
Descrição: Descrição: Os biomas florestais Amazônia e Mata Atlântica são os mais extensos da América do Sul Cis-Andina (porção do continente situada a leste da cordilheira dos Andes) e, juntos, abrigam a maior diversidade de aves de todo o planeta. Por que esses dois biomas abrigam tantas espécies de aves? Apesar de uma literatura relativamente extensa direcionada à responder essa pergunta, não existe consenso sobre como a grande diversidade de aves destes biomas foi gerada nos contextos geográfico, temporal e ecológico. O número de estudos filogeográficos e de ecologia histórica que procuraram responder a esta questão publicados até o momento são poucos, o que ainda impede uma avaliação crítica da generalidade de alguns padrões já identificados. O objetivo deste projeto é otimizar / maximizar a produção e interpretação de dados filogenéticos e de ecologia histórica inéditos para o maior número possível de linhagens de aves dos biomas Amazônia e Mata Atlântica com boa representatividade em coleções de tecidos no Brasil e no exterior. Com base nesse critério, um conjunto de 163 linhagens representativo dos biomas Amazônia e Mata Atlântica foi selecionado para amostragem neste projeto (ver Tabela 1, abaixo). Ao final deste estudo, espera-se obter informações para uma síntese dos padrões espacial, temporal e ecológico de diversificação da avifauna dos dois maiores biomas brasileiros e que juntos, abarcam a quase totalidade dos biomas florestais Cis-Andinos da América do Sul. Paralelamente, os resultados obtidos também servirão para uma ampla revisão taxonômica dos limites inter-específicos das linhagens amostradas, através da análise integrada de caracteres moleculares, bioacústicos e morfológicos. Objetivos específicos: 1) Reconstruir filogenias com base em vários loci dos genomas nuclear e mitocondrial para buscar padrões filogenéticos / filogeográficos gerais convergentes e divergentes para um conjunto filogeneticamente e ecologicamente representativo de linhagens de aves dos bio..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (7) .
Integrantes: Sofia Alexandra Marques Silva - Integrante / Camila Ribas - Integrante / Alexandre Luis Padovan Aleixo - Coordenador / Péricles Sena do Rêgo - Integrante / Mario Cohn-Haft - Integrante / Ana Albernaz - Integrante.Número de orientações: 1
2009 - 2017
Seleção de marcadores moleculares neutros e não neutros para o estudo populacional e filogenético de Pilosa (Mammalia)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2017
Bases moleculares e morfológicas da diversidade de preguiças (Pilosa, Xenarthra) e seu papel como ferramenta para investigação de processos evolutivos, biogeografia e aplicação na conservação biológica
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2015
Variabilidade genética de algumas espécies de vertebrados ameaçadas pelo comércio ilegal: rotas e padrões do tráfico e repatriação de individuos apreendidos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Origem e dispersão das populações de preguiças: desenvolvimento de marcadores moleculares ligados aos cromossomas X e Y e a autossomas, e comparação com os resultados do DNA mitocondrial
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
Impacto da implementação de medidas de gestão de habitat nas populações de coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus algirus) no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Descrição: http://www.icnf.pt/NR/rdonlyres/F27AE981-0700-4947-A6E3-E23D09BFC3E9/0/relatorio_habitat_coelho_bravo.pdf.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2005
Avaliação da Eficácia da Gestão do Habitat em Populações de Coelho-Bravo (Oryctolagus cuniculus algirus) no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2004
Avaliação da toxicidade de um efluente de uma fábrica de papel com Procambarus clarkii e Danio rerio
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Edentata (Belo Horizonte)
2015 - Atual
Periódico: Veterinaria Italiana
2015 - Atual
Periódico: Emu (Melbourne. Print)
2016 - Atual
Periódico: Check List (São Paulo. Online)
2016 - Atual
Periódico: Journal of Mammalogy
2018 - Atual
Periódico: Plant Ecology and Evolution
2017 - Atual
Periódico: Journal of Natural History
2018 - Atual
Periódico: JOURNAL OF BIOGEOGRAPHY
2018 - Atual
Periódico: Veterinary Parasitology: Regional Studies and Reports


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Biogeografia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Parasitologia / Subárea: Parasitologia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2012
Tuition scholarship for the 17th Summer Institute in Statistical Genetics (SISG 2012), Summer Institute in Statistical Genetics, UW Biostatistics.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, S. M.2018 SILVA, S. M.; Dávila, J. ; VOIRIN, B. ; L, S ; Ferrand, N. ; Moraes-Barros, N. . The curious case of Bradypus variegatus sloths: populations in threatened habitats are biodiversity components needing protection. BIODIVERSITY AND CONSERVATION, v. 27, p. 1291-1308, 2018.

2.
Marques Silva, Sofia2018Marques Silva, Sofia; EDUARDO AGNE, CARLOS ; ALEIXO, ALEXANDRE ; BONATTO, SANDRO L. . Phylogeny and systematics of Chiroxiphia and Antilophia manakins (Aves, Pipridae). MOLECULAR PHYLOGENETICS AND EVOLUTION, v. 127, p. 706-711, 2018.

3.
CARVALHO, D.2017CARVALHO, D. ; SOUSA-NEVES, T. ; CERQUEIRA, P. V. ; GONSIOROSKI, G. ; SILVA, S. M. ; SILVA, D. P. ; SANTOS, M. P. D. . Delimiting priority areas for the conservation of endemic and threatened Neotropical birds using a niche-based gap analysis. PLoS One, v. 12, p. e0171838, 2017.

4.
RUEDAS, L.2017RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . A prolegomenon to the systematics of South American cottontail rabbits (MAMMALIA, LAGOMORPHA, LEPORIDAE: Sylvilagus): designation of a neotype for S. brasiliensis (Linnaeus, 1758), and restorations of S. andinus (Thomas, 1897) and S. tapetillus (Thomas, 1913). Miscellaneous Publications - Museum of Zoology, University of Michigan, v. 205, p. 1-67, 2017.

5.
FERREIRA, G.2016FERREIRA, G. ; ALEIXO, A. ; SILVA, S. M. . Systematic review of the Cinnamon-throated Woodcreeper Dendrexetastes rufigula (Aves: Dendrocolaptidae) based on a multilocus phylogeography. Revista Brasileira de Ornitologia, v. 24, p. 358-369, 2016.

6.
SILVA, S. M.2015SILVA, S. M.; Ferreira, C. ; PAUPERIO, J. ; SILVA, R. M. ; Alves, P.C. ; LEMOS, A. . Coccidiosis in European rabbit (Oryctolagus cuniculus algirus) populations in the Iberian Peninsula. Acta Parasitologica, v. 60, p. 350-355, 2015.

7.
SILVA, S. M.2014SILVA, S. M.; Juliana L. Summa ; Maria Eugênia L. Summa ; Vilma Clarice Geraldi ; Marius Belluci ; Alberto Klefasz ; Morgante, J. ; Moraes-Barros, N. . Contribution of Wildlife Governmental Centers to Conservation and Biological Study of Sloths Bradypus variegatus. Natureza e Conservação - Brazilian Journal of Nature Conservation, v. 12, p. 79-85, 2014.

8.
SILVA, S. M.2013SILVA, S. M.; Clozato, C. L. ; Moraes-Barros, N. ; Morgante, J. . Towards a standard framework to describe behaviours in the common-sloth (Bradypus variegatus Schinz, 1825): novel interactions data observed in distinct fragments of the Atlantic forest, Brazil. Brazilian Journal of Biology (Impresso), v. 73, p. 527-531, 2013.

9.
SILVA, S. M.2012 SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; RIBAS, C. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . Divide to conquer: a complex pattern of biodiversity depicted by vertebrate components in the Brazilian Atlantic Forest. Biological Journal of the Linnean Society, v. 107, p. 39-55, 2012.

10.
Moraes-Barros, N.2010Moraes-Barros, N. ; GIORGI, Ana ; SILVA, S. M. ; Morgante, J. . Reevaluation of the Geographical Distribution of Bradypus tridactylus Linnaeus, 1758 and B. variegatus Schinz, 1825. Edentata (Belo Horizonte), v. 11, p. 53-61, 2010.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SILVA, S. M.; AREAL, H. . Descobrimentos: do Eu. I. ed. São Paulo: Empíreo, 2016.

Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, S. M.; Clozato, C. L. . Estudo de casos em mamíferos terrestres. In: Gisele Pires de Mendonça Dantas. (Org.). Introdução à filogeografia aplicada à conservação biológica de vertebrados Neotropicais. 1ed.Curitiba: CRV, 2013, v. 1, p. 121-146.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BERTASSONI, A. ; CATAPANI, M. ; SILVA, S. M. . Tatus, tamanduás e preguiças são parentes?. Ciência Hoje das Crianças, , v. 284, p. 6 - 10, 22 nov. 2016.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BRAGA, F. G. ; SILVA, S. M. . ROAD KILLED MAMMALS FROM THE MUSEUM OF NATURAL HISTORY OF CAPÃO DA IMBUIA, CURITIBA, PARANÁ, SOUTHERN BRASIL. In: I Congresso Iberoamericano de Biodiversidade e Infraestrutura Viária / IV Road Ecology Brazil, 2017, Lavras. Anais do I Congresso Iberoamericano de biodiversidade e infraestrutura viária & IV Congresso de ecologia de estradas. Lavrasfer: UFLA, 2016. p. 44-45.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . Revisiting the phylogeny and taxonomy of South American cottontails, Sylvilagus Gray, 1867 (Lagomorpha: Leporidae). In: 98th Annual Meeting of the American Society of Mammalogists, 2018, Manhattan. 98th Annual Meeting of the American Society of Mammalogists - Abstract Book, 2018. v. 1. p. 49-49.

2.
Santos, L. H. Q. ; SILVA, S. M. . Diferenças genéticas de Sylvilagus brasiliensis (Linnaeus, 1758) no Brasil. In: XXV Seminário de Iniciação Científica, 2017, Belém. Seminário de Iniciação Científica PIBIC. Belém: MPEG - NÚCLEO EDITORIAL DE LIVROS, 2017. v. 25.

3.
AZUAJE, R. ; WECKSTEIN, J. D. ; DISPOTO, J. H. ; SILVA, S. M. ; ALEIXO, A. . Molecular systematics of a poorly studied Amazon endemics: Hylexetastes sclater 1889 (Aves: Dendrocolaptidae). In: Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biodiversity, 2016, Vairão. Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biodiversity, 2016. p. 42.

4.
RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . Systematics and biogeography of South American cottontail rabbits (Mammalia, Lagomorpha, Leporidae: Sylvilagus). In: 5th World Lagomorph Conference, 2016, Turlock. Proceedings of the 5th World Lagomorph Conference. Turlock: Endangered Species Recovery Program, California State University Stanislaus, 2016. p. 41-41.

5.
MENDES, F. ; SILVA, S. M. ; DELSUC, F. ; VOIRIN, B. ; Moraes-Barros, N. . Taxonomic identity of the Neotropical pygmy sloth (Bradypus pygmaeus): save a critically endangered species or lose a least concern population?. In: Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biodiversity, 2016, Vairão. Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biodiversity, 2016. p. 47.

6.
SILVA, S. M.; RUEDAS, L. ; SILVA JUNIOR, J. S. E. ; ALEIXO, A. . Diversidade genética de Sylvilagus brasiliensis (Linnaeus, 1758) no Brasil. In: 8º Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2015, João Pessoa. 8º Congresso Brasileiro de Mastozoologia - Livro de Resumos, 2015.

7.
SILVA, S. M.; Et al. . Models of diversification and comparative phylogeography of Amazon birds. In: X Neotropical Ornithological Congress & XXII Congresso Brasileiro de Ornitologia, 2015, Manaus. Manaus 2015 Joint Congress NOC CBO - Abstracts/Resumos/Resumenes, 2015.

8.
SILVA, S. M.; VOIRIN, B. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. ; Moraes-Barros, N. . The common and the endangered Bradypus sloths - is there a correlation between genetic diversity and endangered species?. In: 24th International Congress for Conservation Biology: Conservation for a Changing Planet, 2010, Edmonton. Conservation for a Changing Planet, 2010. p. 227.

9.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Godinho, R. ; Carneiro, M. ; Ferrand, N. . New markers, same result: low genetic diversity on the Atlantic forest common-sloth nuclear gene genealogies. In: 10th International Mammalogical Congress, 2009, Mendoza. 10th International Mammalogical Congress Abstracts: Mendoza, Argentina, 9-14 August 2009, 2009. p. 178.

10.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Godinho, R. ; Dávila, J. ; Morgante, J. ; Ferrand, N. . Isolamento e caracterização de microssatélites em preguiça-comum (Bradypus variegatus): reduzida diversidade genética em marcadores hipervariáveis. In: 54º Congresso Nacional de Genética, 2008, Salvador, BA. 54º Congresso Nacional de Genética. Bahia: Sociedade Brasileira de Genética, 2008. p. 164-164.

11.
Moraes-Barros, N. ; Miyaki, C. Y. ; SILVA, S. M. ; Godinho, R. ; Carneiro, M. ; Dávila, J. ; Martin, P. ; Vaughan, C. ; Ramirez, O. ; Barbosa, O. ; Bandeira, R. ; Loguercio, M. ; Oliveira, L. R. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . Filogeografia y el status taxonómico de Bradypus variegatus: detección de linajes evolutivos distintos a través de dados moleculares y morfológicos y su importancia para la conservación. In: XXI Jornadas Argentinas de Mastozoologia, 2007, Tafí del Valle. XXI Jornadas Argentinas de Mastozoologia - Libro de Resumenes, Programa. Tafi del Vale: Sociedad Argentina para el Estudio de los Mamíferos, 2007. p. 127-127.

Artigos aceitos para publicação
1.
SILVA, S. M.; RUEDAS, L. ; Santos, L. H. Q. ; SILVA JUNIOR, J. S. E. ; ALEIXO, ALEXANDRE . Illuminating the obscured phylogenetic radiation of South American Sylvilagus Gray, 1867 (Lagomorpha: Leporidae). JOURNAL OF MAMMALOGY, 2019.

2.
AZUAJE, R. ; WECKSTEIN, J. D. ; DISPOTO, J. H. ; PATEL, S. ; CACIOPPO, J. A. ; BATES, J. ; SILVA, S. M. ; ALEIXO, ALEXANDRE . Molecular systematics of the Amazonian endemic genus Hylexetastes (Aves: Dendrocolaptidae): taxonomic and conservation implications. IBIS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . Revisiting the phylogeny and taxonomy of South American cottontails, Sylvilagus Gray, 1867 (Lagomorpha: Leporidae). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SILVA, S. M.. A História Evolutiva da Mata Atlântica: Um estudo de caso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
AZUAJE, R. ; WECKSTEIN, J. D. ; DISPOTO, J. H. ; SILVA, S. M. ; ALEIXO, A. . Molecular systematics of a poorly studied Amazon endemics: Hylexetastes sclater 1889 (Aves: Dendrocolaptidae). 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
MENDES, F. ; SILVA, S. M. ; DELSUC, F. ; VOIRIN, B. ; MORAES-BARROS, N. . Taxonomic identity of the Neotropical pygmy sloth (Bradypus pygmaeus): save a critically endangered species or lose a least concern population?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
BRAGA, F. G. ; SILVA, S. M. . Road killed mammals from the Museum of Natural History of Capão da Imbuia, Curitiba, Paraná, Southern Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . Systematics and biogeography of South American cottontail rabbits (Mammalia, Lagomorpha, Leporidae: Sylvilagus). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
SILVA, S. M.; Et al. . Models of diversification and comparative phylogeography of Amazon birds. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SILVA, S. M.. À procura da alternativa perfeita: Origem, Evolução e Conservação da Biodiversidade Neotropical. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SILVA, S. M.; RUEDAS, L. ; SILVA JUNIOR, J. S. E. ; ALEIXO, A. . Diversidade genética de Sylvilagus brasiliensis (Linnaeus, 1758) no Brasil. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . How many microsatellites are necessary to change an hypothesis?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . Construindo o caminho da preguiça-comum (Bradypus variegatus) ? Ligação entre as florestas Atlântica e Amazónica pelo Nordeste Brasileiro. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
SILVA, S. M.; RIBAS, C. ; Moraes-Barros, N. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . DIVIDE TO CONQUER: Is there an Atlantic forest vertebrates' longitudinal pattern of distribution?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . The curious case of Bradypus variegatus (common sloth) microsatellites. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
SILVA, S. M.; BRYSON, V. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. ; Moraes-Barros, N. . THE COMMON AND THE ENDANGERED BRADYPUS SLOTHS - IS THERE A CORRELATION BETWEEN GENETIC DIVERSITY AND ENDANGERED SPECIES?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Godinho, R. ; Carneiro, M. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . New markers, same result - low genetic diversity on the common-sloth muclear gene genealogies. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
SILVA, S. M.; Moraes-Barros, N. ; Godinho, R. ; Dávila, J. ; Morgante, J. ; Ferrand, N. . Isolamento e caracterização de microssatélites em preguiça-comum (Bradypus variegatus): reduzida diversidade genética em marcadores hipervariáveis. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
Moraes-Barros, N. ; Miyaki, C. Y. ; SILVA, S. M. ; Godinho, R. ; Carneiro, M. ; Martin, P. ; Vaughan, C. ; Ramirez, O. ; Barbosa, O. ; Bandeira, R. ; Loguercio, M. ; Oliveira, L. R. ; Ferrand, N. ; Morgante, J. . Filogeografia y el status taxonómico de Bradypus variegatus: detección de linajes evolutivos distintos a través de dados moleculares y morfológicos y su importancia para la conservación. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SILVA, S. M.. Entre o Sono e o Sonho - Antologia de Poesia Contemporânea - Vol VIII. Lisboa: Chiado, 2017 (Poema em livro: Sou fora do tempo).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FILMES, U. S. ; SILVA, S. M. . As novas viagens philosóphicas - Panamá e Brasil: o mundo vagaroso das preguiças. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
RODRIGUES, V. ; SILVA, S. M. . Tugas - Nova geração no Brasil. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica

Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
SILVA, S. M.. Entre o Sono e o Sonho - Antologia de Poesia Contemporânea - Vol VIII. 2017 (Poema em livro: Sou fora do tempo).

2.
SILVA, S. M.; AREAL, H. . Lançamento do livro - Descobrimentos: do Eu. 2016 (Livro de poesia e prosa poética).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Teses de doutorado
1.
AMARAL, F. S. R.; BATALHA FILHO, H.; HARADA, M. L.; SILVA, S. M.. Participação em banca de Leonardo de Sousa Miranda. Filogeografia comparada de aves com distribuição pan-Amazônica. 2015. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

2.
Morgante, J.; Scheepmaker, D. S.; Oliveira, L. R.; SILVA, S. M.; MAGALHAES, A. F. A.. Participação em banca de Camila Clozato Lara. Estrutura populacional em tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla Linnaeus, 1758): variação molecular em regiões genômicas neutras e sob-seleção. 2014. Tese (Doutorado em Biologia (Genética)) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
ALEIXO, A.; PELOSO, P.; SILVA, S. M.; STURARO, M.. Participação em banca de Tiago Emanuel Costa Ferreira de Sousa Neves. História biogeográfica de três grupos de aves neotropicais (Aves: Troglodytidae) a partir do Sequenciamento de Nova Geração - Metodologia de Elementos Ultraconservados (UCEs). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

2.
REGO, P. S.; SILVA, S. M.; BURLAMAQUI, T. C.. Participação em banca de Joiciane Nascimento de Oliveira. HISTÓRIA BIOGEOGRÁFICA DE TRÊS ESPÉCIES DE AVES NEOTROPICAIS (AVES ? VIREONIDAE) E REVISÃO SISTEMÁTICA DA FAMÍLIA A PARTIR DO SEQUENCIAMENTO DE NOVA GERAÇÃO ? METODOLOGIA DE ELEMENTOS ULTRACONSERVADOS (UCE'S). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Biologia Ambiental) - Universidade Federal do Pará.

3.
ALEIXO, A.; SILVA, S. M.; SILVA JUNIOR, J. S. E.; STURARO, M.. Participação em banca de Tainá Carreira da Rocha. Filogeografia comparada e modelagem de distribuição de diferentes espécies de aves de distribuição disjunta entre Florestas Amazônica e Atlântica. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

4.
SANTOS, M. P. D.; PIRES, T. C. S. A.; LEES, A. C.; REGO, P. S.; SILVA, S. M.. Participação em banca de Leonardo Moura dos Santos Soares. Sistemática Molecular e Filogeografia Comparada dos Gêneros Monasa e Nonnula (Aves: Bucconidae). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

5.
SANTOS, M. P. D.; PIRES, T. C. S. A.; LEES, A. C.; SILVA JUNIOR, J. S. E.; SILVA, S. M.. Participação em banca de Lucas Eduardo Araújo Silva. Filogeografia Comparada e Taxonomia de Espécies do Gênero Phaethornis swainson, 1827 (AVES:TROCHILIDAE). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Zoologia) - Universidade Federal do Pará.

Qualificações de Mestrado
1.
SILVA, S. M.; SILVA, S. S.. Participação em banca de KELY CRISTINA PIEDADE MARTINS. FILOGEOGRAFIA E ESTRUTURA GENÉTICA POPULACIONAL DO DENTÃO Lutjanus jocu (LUTJANIDAE ? PERCIFORMES) DO ATLÂNTICO OCIDENTAL. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Biologia Ambiental) - Universidade Federal do Pará.

2.
ALEIXO, A.; SILVA, S. M.; SENA, L.. Participação em banca de Camila Alves Reis. ANÁLISE FILOGEOGRÁFICA DE Lepidothrix coronata (SPIX, 1825) (AVES, PASSERIFORMES). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi.

3.
REGO, P. S.; SILVA, S. M.; MELO, M. A. D.. Participação em banca de Leilton Luna. CARACTERIZAÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL DADIVERSIDADE E ESTRUTURA POPULACIONAL DO SOLDADINHO-DO-ARARIPE (Antilophia bokermanni COELHO & SILVA, 1998) POR MEIO DE ANÁLISES DE MICROSSATÉLITES. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Biologia Ambiental) - Universidade Federal do Pará.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ALEIXO, A.; SILVA, S. M.; ALMEIDA, B.. Participação em banca de Carlynne China Simões.Filogeografia de Rhynchocyclus olivaceus (AVES: Rhynchocucyclidae): implicações biogeográficas e taxonômicas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Pará.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
SILVA, S. M.. Biogeografia histórica dos habitats alagáveis Amazônicos: Uma perspectiva onitológica. 2017. Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Congresso Iberoamericano de Biodiversidade e Infraestrutura Viária / IV Road Ecology Brazil. Road killed mammals from the museum of natural history of capão da Imbuia, Curitiba, Paraná, Brazil. 2017. (Congresso).

2.
Norwegian-Brazilian Business and Science Week - Amazon Biodiversity and Evolution. 2017. (Seminário).

3.
Norwegian-Brazilian Business and Science Week - Amazon Biodiversity and Evolution. 2017. (Seminário).

4.
Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biology. olecular systematics of a poorly studied Amazon endemics: Hylexetastes sclater 1889 (Aves: Dendrocolaptidae). 2016. (Congresso).

5.
Trends in Biodiversity and Evolution - Tropical Biology. Taxonomic identity of the Neotropical pygmy sloth (Bradypus pygmaeus ): save a critically endangered species or lose a least concern population?. 2016. (Congresso).

6.
XII Biologando.A História Evolutiva da América do Sul. 2016. (Encontro).

7.
XIII Seminário da Pós-Graduação em Zoologia.Avaliador na Área de Evolução. 2016. (Seminário).

8.
8º Congresso Brasileiro de Mastozoologia. Diversidade genética de Sylvilagus brasiliensis (Linnaeus, 1758) no Brasil. 2015. (Congresso).

9.
I SEMINÁRIO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO.Avaliador. 2015. (Seminário).

10.
I Workshop do Projeto Tamanduá.I Workshop Projeto Tamanduá. 2015. (Oficina).

11.
SIMBRAFAUNA.Sistemática e Conservação de Xenarthra (Tamanduás, Preguiças e Tatus). 2015. (Simpósio).

12.
X Neotropical Ornithological Congress & XXII Congresso Brasileiro de Ornitologia. Models of diversification and comparative phylogeography of Amazon birds. 2015. (Congresso).

13.
II Congreso Latinoamericano de Mastozoología / XXV Jornadas Argentinas de Mastozoología. Construindo o caminho da preguiça-comum (Bradypus variegatus) - Ligação entre as florestas Atlântica e Amazónica pelo Nordeste Brasileiro. 2012. (Congresso).

14.
I International Symposium On Evolutionary Biology.How many microsatellites are necessary to change an hypothesis?. 2012. (Simpósio).

15.
Trends in Biodiversity and Evolution - New Challenges in Conservation Genetics.The curious case of Bradypus variegatus (common sloth) microsatellites. 2011. (Encontro).

16.
V Biennial Meeting for the International Biogeographic Society. DIVIDE TO CONQUER:Is there an Atlantic forest vertebrates' longitudinal pattern of distribution?. 2011. (Congresso).

17.
24th INTERNATIONAL CONGRESS for CONSERVATION BIOLOGY : CONSERVATION for a CHANGING PLANET. THE COMMON AND THE ENDANGERED BRADYPUS SLOTHS - IS THERE A CORRELATION BETWEEN GENETIC DIVERSITY AND ENDANGERED SPECIES?. 2010. (Congresso).

18.
International Symposium on Phylogeography. 2010. (Simpósio).

19.
10th International Mammalogical Congress. New molecular markers, same resulta. low genetic diversity on the Atlantic Forest common-sloth nuclear gene genealogies. 2009. (Congresso).

20.
54º Congresso Brasileiro de Genética. Isolamento e caracterização de microssatélites em preguiça-comum (Bradypus variegatus): reduzida diversidade genética em marcadores hipervariáveis. 2008. (Congresso).

21.
I Jornadas Cinegéticas do PNSACV. 2005. (Encontro).

22.
VI Jornadas sobre Conservação da Natureza e Educação Ambiental. 2005. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OHANA, A. ; SILVA, S. M. . II Workshop Projeto Tamanduá. 2016. (Outro).

2.
SILVA, S. M.; BURLAMAQUI, T. C. ; STURARO, M. . Ciclo de Seminários em Biologia Evolutiva e Ecologia. 2015. (Outro).

3.
SILVA, S. M.; BURLAMAQUI, T. C. ; STURARO, M. . Ciclo de Seminários em Biologia Evolutiva e Ecologia. 2014. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Samara Alves Barroso de Souza. Incremento do conhecimento de uma espécie amazônica: Filogeografia e dieta de Rhinophylla pumilio. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em BIODIVERSIDADE E EVOLUÇÃO) - Museu Paraense Emílio Goeldi. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Juliana Damasceno Carvalho Magro. Filogeografia do complexo Xiphorhynchus guttatus / guttatoides (AVES: DENDROCOLAPTIDAE). Início: 2018 - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Roxiris Auxiliadora Azuaje Rodriguez. Revisão sistemática do gênero Hylexetastes com base em marcadores moleculares. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Zoologia) - Museu Paraense Emílio Goeldi, . Coorientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

Iniciação científica
1.
Larissa Hasnah Queiroz dos Santos. Diferenças genéticas de Sylvilagus brasiliensis no Brasil. 2016. Iniciação Científica - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

2.
Gilmax Gonçalves Ferreira. Filogeografia de Dendrexetastes rufigula (AVES: DENDROCOLAPTIDAE) com base em marcadores moleculares mitocondriais e nucleares (Co-Orientação). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

3.
Carlynne China Simões. Revisão taxonômica de Rhynchocyclus olivaceus (Aves: Rhynchocyclidae) com base em morfometria e caracteres de plumagem (Co-orientação). 2015. Iniciação Científica - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

4.
Bernardo Onça Prestes. Filogenia molecular e filogeografia de Microcerculus marginatus/bambla (AVES: TROGLODYTIDAE). 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Naturais) - Museu Paraense Emílio Goeldi, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

Orientações de outra natureza
1.
Larissa Hasnah Queiroz dos Santos. Técnicas moleculares aplicadas ao estudo filogeográfico de espécies de aves Amazônicas. 2016. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade da Amazônia. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

2.
Hanna Pamplona. Caracterização genética de populações de Artibeus gnomus numa área de floresta fragmentada no Centro de Endemismo Belém, Brasil. 2016. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade da Amazônia. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

3.
Gilmax Gonçalves Ferreira. Caracterização genética de populações de Rhinophylla pumilio (PHYLLOSTOMIDAE) numa área de floresta fragmentada no Centro de Endemismo Belém, Brasil. 2016. Orientação de outra natureza. (Ciências Biológicas) - Universidade da Amazônia. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.

4.
Elodie Guilhot. Diversidade genética em aves Amazônicas inferida através da técnica dos. 2015. Orientação de outra natureza - L'Université des Antilles et de la Guyane. Orientador: Sofia Alexandra Marques Silva.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
SILVA, S. M.; Clozato, C. L. . Estudo de casos em mamíferos terrestres. In: Gisele Pires de Mendonça Dantas. (Org.). Introdução à filogeografia aplicada à conservação biológica de vertebrados Neotropicais. 1ed.Curitiba: CRV, 2013, v. 1, p. 121-146.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BERTASSONI, A. ; CATAPANI, M. ; SILVA, S. M. . Tatus, tamanduás e preguiças são parentes?. Ciência Hoje das Crianças, , v. 284, p. 6 - 10, 22 nov. 2016.


Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, S. M.. À procura da alternativa perfeita: Origem, Evolução e Conservação da Biodiversidade Neotropical. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SILVA, S. M.. A História Evolutiva da Mata Atlântica: Um estudo de caso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BRAGA, F. G. ; SILVA, S. M. . Road killed mammals from the Museum of Natural History of Capão da Imbuia, Curitiba, Paraná, Southern Brazil. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
RUEDAS, L. ; SILVA, S. M. ; FRENCH, J. H. ; Platt II, R. N. ; SALAZAR-BRAVO, J. ; MORA, J. M. ; THOMPSON, C. W. . Systematics and biogeography of South American cottontail rabbits (Mammalia, Lagomorpha, Leporidae: Sylvilagus). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
RODRIGUES, V. ; SILVA, S. M. . Tugas - Nova geração no Brasil. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
FILMES, U. S. ; SILVA, S. M. . As novas viagens philosóphicas - Panamá e Brasil: o mundo vagaroso das preguiças. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, S. M.; BURLAMAQUI, T. C. ; STURARO, M. . Ciclo de Seminários em Biologia Evolutiva e Ecologia. 2014. (Outro).

2.
SILVA, S. M.; BURLAMAQUI, T. C. ; STURARO, M. . Ciclo de Seminários em Biologia Evolutiva e Ecologia. 2015. (Outro).



Outras informações relevantes


Aprovada como 6ª classificada no Edital 38/2016 da Universidade Federal do Espírito Santo para provimento de cargo de Professor do Magistério Superior do Quadro Permanente desta Universidade na área de Genética (15/07/2016).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/10/2018 às 7:26:17