Francine Pereira Rebelo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9826969110951769
  • Última atualização do currículo em 29/11/2018


Francine Pereira Rebelo é doutoranda pela Universidade Federal de Santa Catarina. É mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina, vinculada ao Núcleo de Estudos de Populações Indígenas (NEPI). Também é titulada como Maîtrise de Sciences Humaines et Sociales (mention strategie do developpement culture - master 1) pela Université d?Avignon et Pays du Vaucluse, Avignon, França. É bacharel e licenciada em Ciências Sociais também pela Universidade Federal de Santa Catarina, onde atuou como pesquisadora, com bolsa PIBIC, no Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), vinculado ao Laboratório de Antropologia Social e com bolsa PIBID,vinculado ao Departamento de Sociologia .Tem experiência em: relações de gênero , sexualidades, feminismo e etnologia indígena. É membro efetivo da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) desde 2018. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Francine Pereira Rebelo
Nome em citações bibliográficas
REBELO, F. P.


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2015
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Kunhangue Mba'e Kua: As trajetórias das mulheres cacicas Guarani Mbya de Santa Catarina,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Edviges Marta Ioris.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Guarani Mbya; Mulheres indígenas; Liderança política; Cacicas.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnologia Indígena.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Política indígena.
2011 - 2012
Especialização em Ciências Humanas e Sociais.
Université d'Avignon et des Pays de Vaucluse, UNIV-AVIGNON, França.
Título: Le cinéma itinerant dans la région PACA: de sa naissance en 35mm à son évolution vers le numérique.
Orientador: Emilie Pamart ; Joël Chapron.
Bolsista do(a): Université d'Avignon et des Pays de Vaucluse, UAPV, França.
2006 - 2011
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Licenciatura em Ciências Sociais.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2006 - 2011
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: As batonetes: Uma etnografia de mulheres caminhoneiras no Brasil.
Orientador: Profª. Drª. Miriam Pillar Grossi.




Formação Complementar


2015 - 2015
Minicurso Políticas de Sexualidade e Gênero na América Latina. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2015 - 2015
Constitucionalismo e territorialidades em uma perspectiva comparativa na Am. (Carga horária: 20h).
Red Latinoamericana de Antropología Jurídica, RELAJU, Brasil.


Atuação Profissional



Tomara! Educação e Cultura, TOMARA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Prestação de serviço, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 40
Outras informações
Assistente de Pesquisa no projeto CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO ? INSTITUTO UNIBANCO A Tomara! vem desenvolvendo ações para a implantação do Centro de Documentação do Instituto Unibanco. A intenção é preservar e divulgar conteúdos e documentos na área da Gestão em Educação, disponibilizando ao público interno e externo um acervo consolidado sobre essa temática.



Projetos de pesquisa


2013 - 2013
Antropologia, Gênero e Educação em Santa Catarina
Descrição: Este projeto de pesquisa, a ser realizado no âmbito do Programa de Apoio a Núcleos Emergentes PRONEM-FAPESC-CNPq visa a estudar como questões de gênero e sexualidade tem sido incorporadas pelas políticas públicas educacionais no Estado de Santa Catarina. Para o desenvolvimento deste projeto, serão articulados os campos teóricos da Antropologia, Educação, Psicologia e dos Estudos de Gênero visando a contribuir para a discussão e construção de políticas públicas educacionais, que objetivam a promoção da igualdade, da equidade e do respeito à diversidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2009
Dicionário de Criadoras/Dicionário de Antropológas
Descrição: Este projeto discute o papel das mulheres no desenvolvimento da Ciência, especialmente da Antropologia. Refletindo sobre a produção do coinhecimento científico, este estudo propõe resgatar a trajetória intelectual de antropólogas que realizaram importantes investigações, ocuparam cargos científicos e acadêmicos de destaque e inovaram em sua trajetória. Este projeto caminha no sentido de dar visibilidade a importantes trabalhos antropológicos ao passo que problematiza as relações de gênero que permeiam o fazer científico. Este projeto prevê a publicização de todos os resultados em meio impresso e eletrônico...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
Transmissão, formação e constituição do campo das Antropologias Contemporâneas em uma perspectiva de gênero
Descrição: Este projeto articula a investigação sobre o desenvolvimento das Antropologias Contemporâneas e dos Estudos de Gênero. Constituem a pesquisa visitas a instituições universitárias, eventos temáticos sobre gênero e feminismo, e revisão bibliográfica. As trajetórias acadêmicas de homens e mulheres, as abordagens das relações de gênero em disciplinas ministradas nos CURSOS de graduação, e os arranjos institucionais que determinam a abrangência desta temática nos currículos são centrais para a análise proposta..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2014 - Atual
Indígenas e Negros no Ensino Superior e em Acervos Virtuais
Descrição: Com a preocupação de ajudar a promover efetivo acesso dos indígenas à Universidade, e de colaborar para a consolidação e o sucesso das políticas afirmativas de inclusão dos indígenas no alunato da UFSC, o Projeto visa o desenvolvimento de um conjunto de atividades de formação e de divulgação sobre o Programa de Ações Afirmativas, assim como de promoção e valorização do conhecimento indígena. Essas atividades buscarão o envolvimento direto dos estudantes indígenas na UFSC, muitas das quais serão desenvolvidas em seus territórios de origens. Elas buscarão fomentar uma reflexão crítica e profunda da produção intelectual indígena, do papel e situação do indígena na universidade e na sociedade brasileira, além de contribuir para a construção de um exercício dialógico e intercultural com diferentes formas de produção de conhecimento. Desta forma, buscarão ajudar na construção de uma nova universidade, sensível e capaz de contribuir no atendimento das demandas das populações indígenas por um ensino superior de qualidade, e altamente comprometido com a ética e a responsabilidade social. O Projeto tem os seguintes objetivos: 1. Construir um espaço comum de trocas de saberes e fazeres entre a Universidade e os indígenas, constituindo-se em um laboratório de aprendizagem coletiva, interdisciplinar e interinstitucional de produção e valorização do conhecimento e experiências indígenas. 2. Identificar demandas de caráter cultural, de inserção social e econômica, a fim de possibilitar um efetivo e genuíno diálogo intercultural entre a Universidade e os povos indígenas. 3. Divulgar informações e entre a comunidade acadêmica da UFSC sobre os grupos indígenas do estado de Sul do país, especialmente, Santa Catarina, promovendo maior visibilidade sobre suas histórias, modos de vida, e de produção do conhecimento. 4. Fomentar a discussão do papel político, histórico, e cidadão dos indígenas na atual conjuntura universitária brasileira. 5. Preparação de estudantes indígenas da UFSC para sistematizar as experiências que trazem das aldeias e que vivem na academia, e dotá-los de instrumentos metodológicos para compreender e lidar com o universo acadêmico, e para que ajudem a divulgar as formas de acesso à Universidade junto as suas aldeias..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Francine Pereira Rebelo - Coordenador / Marcelo Henrique Romano Tragtenberg - Integrante / Edviges Ioris - Integrante.
2013 - 2013
Programa Ações Afirmativas para a Promoção da Igualdade Étnico-Racial no Ensino Superior de Santa Catarina
Descrição: Visando à promoção da igualdade étnico-racial no acesso a bens culturais e ao ensino superior, o programa pretende desenvolver ações que contribuam para a implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais, a partir de ações específicas voltadas ao fortalecimento de escolas indígenas, quilombolas e da rede pública (esta última da Coordenadoria Estadual de Educação da Região de Florianópolis - 18ª GECTEC). Propõe a realização de oficinas, a produção de material de uso pedagógico e a constituição de bancos de dados (em hipermídia) na UFSC voltados para a preservação da memória de acervos antropológicos (AVISC) e das trajetórias de estudantes cotistas na UFSC (Observatório).
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Francine Pereira Rebelo - Coordenador / Marcelo Henrique Romano Tragtenberg - Integrante / Edviges Ioris - Integrante.


Outros Projetos


2010 - 2011
PIBID UFSC Subprojeto de Licenciatura em Ciências Sociais
Descrição: O PIBID Ciências Sociais toma a pesquisa como ponto de partida, buscando desvelar possibilidades educativas da área em escolas de educação básica e, ao mesmo tempo, propiciar aos licenciandos uma maior aproximação da realidade escolar na qual atuarão futuramente. Objetiva assim enriquecer a formação docente, ao articular teoria e prática em um processo reflexivo que pensa a escola nas suas especificidades, mas também nas suas determinações sociais e históricas mais amplas. As atividades desenvolvem-se em duas escolas da rede pública estadual de ensino: o Instituto Estadual de Educação e a Escola Estadual de Educação Básica Leonor de Barros. O trabalho vem enfatizando: estudos sistemáticos sobre educação escolar e a sociologia no ensino médio; pesquisa empírica nas instituições escolares selecionadas para o projeto; assessoramento aos professores supervisores em atividades como planejamento de aulas, pesquisa e preparação de materiais e recursos didáticos, apoio à realização de tarefas e atividades em sala de aula etc.; participação em reuniões pedagógicas e de planejamento escolar nas escolas; organização de palestras e eventos formativos nas escolas; apresentação de filmes/vídeos significativos para a reflexão sociológica, acompanhados de debate; organização de eventos na UFSC sobre o ensino das ciências sociais; participação em congressos e encontros nacionais sobre o ensino das ciências sociais na educação básica. Tais atividades pretendem contribuir para um fortalecimento da escola pública como espaço educativo e para a valorização e qualificação dos processos de formação docente na universidade..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Francine Pereira Rebelo - Integrante / Nise Jinkings - Coordenador.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2012
Menção Honrosa do Prêmio Lévi-Strauss 2012 - Modalidade Artigo, Associação Brasileira de Antropologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
REBELO, F. P.2017REBELO, F. P.; GUERRA, L. A. . Participação política das mulheres zapatistas: desafios e resistências. INTERETHNIC@ - REVISTA DE ESTUDOS EM RELAÇÕES INTERÉTNICAS, v. 20, p. 4-25, 2017.

2.
REBELO, F. P.2014REBELO, F. P.. Os aspectos legais da territorialização no Brasil: algumas reflexões sobre o conceito de populações tradicionais. Diálogo (UNILASALLE), v. 27, p. 75-84, 2014.

3.
REBELO, F. P.2008 REBELO, F. P.; GOES, L. M. . Engenheiras: reflexão sobre a atuação acadêmica e profissional das mulheres. Mosaico Social, v. IV, p. 83-93, 2008.

Capítulos de livros publicados
1.
REBELO, F. P.. Reflexionando sobre el liderazgo de mujeres indígenas MbyaGuarani desde la teoría feminista decolonial. In: Mariana Gómez; Silvana Sciortino. (Org.). Mujeres indígenas y formas de hacer política: un intercambio de experiencias situadas en Brasil y Argentina. 1ed.Temperley: Tren em movimiento, 2018, v. , p. 113-134.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
REBELO, F. P.. Pesquisadora investiga cotidiano e formas de resistência das mulheres caminhoneiras no Brasil.. Jornal Chico da Boléia, Rio de Janeiro, p. 7 - 9, 31 mar. 2014.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
REBELO, F. P.. Tornando-se cacica: a emergência de mulheres lideranças políticas nas comunidades Guarani Mbya de Santa Catarina. In: 30ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2016, João Pessoa. Anais 30ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2016. p. 1-26.

2.
REBELO, F. P.. As mulheres cacicas Guarani Mbyá e a participação feminina na luta pelo reconhecimento dos direitos territoriais indígenas.. In: II Congreso de Estudios Poscoloniales | III Jornadas de Feminismo Poscolonial, 2015, Buenos Aires. II Congreso de Estudios Poscoloniales | III Jornadas de Feminismo Poscolonial, 2014.

3.
REBELO, F. P.. Mulheres Caciques: Uma etnografia sobre as representações de gênero a respeito de lideranças femininas Guarani em Santa Catarina.. In: 29ª Reunião Brasileira de Antropologia, 2014, Natal/RN. GT's aprovados - 060. Movimentos indígenas, políticas indígenas e indígenas na política: Repensando a política interétnica indígena para o Século XXI, 2014. p. 1-17.

4.
REBELO, F. P.. Mulheres motoristas de caminhão: Viajando pelos arranjos familiares. In: Fazendo Gênero 10, 2013, Florianópolis. Seminário Internacional Fazendo Gênero 10 (Anais Eletrônicos), 2013. p. 1-11.

5.
REBELO, F. P.; GOES, L. M. . Engenheiras: reflexão sobre a atuação profissional das mulheres. In: XVI Jornadas de Jóvenes Investigadores, 2008, Montevideo. Engenheiras: reflexão sobre a atuação profissional das mulheres. Montevideo: Centro cultural de españa montevideo, 2008. p. 4084-4093.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
REBELO, F. P.. A ?lei do branco? na luta pelos direitos territoriais indígenas: a resistência das mulheres cacicas guarani Mbya de Santa Catarina. In: IX Congresso da Rede Latinoamericana de Antropologia Jurídica, 2015, Pirenópolis. Anais do IX Congresso da Rede Latinoamericana de Antropologia Jurídica, 29 de setembro a 02 de outubro de 2015, Pirenópolis [recurso eletrônico] : Sociedades Plurais e Estados Nacionais : Limites e Desafos para a Efetividade de Direitos, 2015. p. 242-242.

Apresentações de Trabalho
1.
REBELO, F. P.; GROISMAN, A. ; ZANARDI, P. ; ULIANO, S. . Uso de drogas e ensino à distância: conteúdo e constituição da agência de intervenção. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
REBELO, F. P.. CORRÊA, Mariza. Traficantes do simbólico e outros ensaios sobre a história da antropologia, Editora UNICAMP, 2013. São Carlos: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de São Carlos (PPGAS?UFSCar, 2016 (Resenha de livro).

2.
GROSSI, M. P. ; REBELO, F. P. . CARNEIRO DA CUNHA, Manuela [Cascais 1943]. In: Béatrice Didier; Antoinette Fouque; Mireille Calle-Gluber. (Org.). Dictionnaire des Femmes Créatrices.. Paris: Edition des Femmes - Antoinette Fouque, 2013 (Verbete de dicionário)., 2013 (Artigo).

3.
GROSSI, M. P. ; REBELO, F. P. . STRATHERN, Marilyn [Bromley Kent, 1941]. In: Béatrice Didier; Antoinette Fouque; Mireille Calle-Gluber. (Org.). Dictionnaire des Femmes Créatrices.. Paris: Edition des Femmes - Antoinette Fouque, 2013 (Verbete de dicionário)., 2013 (Artigo).

4.
REBELO, F. P.. Exclusão e formas de resistência: uma etnografia de mulheres caminhoneiras. 2012 (Artigo).

5.
REBELO, F. P.; COURDURIES, J. . O amor em conta: circulação e uso do dinheiro pelos casais homossexuais franceses. Paris: Revue Scientifique de l'Association des Chercheurs et Etudiants Brésiliens en France, 2012. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
VASCONCELOS, V. C. C. ; MELO, C. R. ; REBELO, F. P. ; Salles de Faria, Camilla ; Malina, L. L. . Laudo pericial antropológico no âmbito do processo de autos de ação ordinária nº 2009.72.01.005799-5/SC, referente à demarcação das 4 Terras Indígenas do litoral norte de Santa Catarina: Piraí, Tarumã, Pindoty e Morro Alto.. 2014.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
"Povos Indígenas: Traçando memórias e circulando saberes", palestra com Daniel Munduruku. 2018. (Outra).

2.
18th IUAES Congress. Maternidades entre os povos Guarani: revisitando a literatura antropológica brasileira. 2018. (Congresso).

3.
18th IUAES Congress.WS 25 - Rede Global de Antropologia Feminista - Um momento para o encontro de todas as mulheres. 2018. (Oficina).

4.
A Greve dos Caminhoneiros: condições de trabalho e implicações políticas.A Greve dos Caminhoneiros: condições de trabalho e implicações políticas. 2018. (Encontro).

5.
Race|Sex|Power 2018.The Resistance of Indigenous Women Leaders Guarani Mbya: Notes Toward a Decolonial Feminism Theory. 2018. (Outra).

6.
13th Women?s Worlds Congress & Seminário Internacional Fazendo Gênero 11. 2017. (Congresso).

7.
"Migração, os direitos da mãe natureza, o clima e as disputas norte-sul". 2016. (Outra).

8.
Caminhos para a qualidade da educação pública: impactos e evidências. 2016. (Seminário).

9.
Curso Autoras Negras da Literatura Brasileira. 2016. (Outra).

10.
Palestra: Estado e políticas públicas para a diversidade. 2015. (Outra).

11.
Políticas Públicas de Gênero no Governo Dilma?. 2015. (Outra).

12.
?Por uma antropologia não ortodoxa? - Aula Magna proferida por Roque Laraia, professor emérito da Universidade de Brasília.. 2014. (Outra).

13.
1ºEncontro de Estudos Ambientes, Percepções e Práticas - Com Fábio Mura e Thiago Mota Cardoso. 2014. (Encontro).

14.
29ª Reunião Brasileira de Antropologia. 2014. (Encontro).

15.
29ª Reunião Brasileira de Antropologia.Mulheres Caciques: Uma etnografia sobre as representações de gênero a respeito de lideranças femininas Guarani em Santa Catarina.. 2014. (Encontro).

16.
A Terra Indí­gena Toldo Chimbangue e a vida de Ana da Luz Fortes do Nascimento - Fendó. 2014. (Outra).

17.
Café antropológico: debate do filme ?As Hiper Mulheres: Itão Kuêgü? (2011).Debate do filme ?As Hiper Mulheres: Itão Kuêgü? (2011). 2014. (Encontro).

18.
Encontro de Saberes: Diálogos, Desafios e Alianças. 2014. (Encontro).

19.
III Congreso de Estudios Poscoloniales y III Jornadas de Feminismo Poscolonial" Genealogias criticas de la colonialidad". As mulheres cacicas Guarani Mbyá e a participação feminina na luta pelo reconhecimento dos direitos territoriais indígenas. 2014. (Congresso).

20.
IV Seminário Interuniversitário - Terras Indígenas e Crescimento Econômico: Tempos de Dúvidas e Desafios.. 2014. (Seminário).

21.
Mídias e Terras Indígenas no Brasil. 2014. (Outra).

22.
Mostra Wixárika (Huichol) e Purhépecha (Tarasco). 2014. (Exposição).

23.
Palestra ?A identidade para sair da invisibilidade: a circulação das populações entre categorias legais.?,com Vèronique Boyer. 2014. (Seminário).

24.
Seminário Gênero e Populações Indígenas: Etnologia indígena e estudos gênero.Etnologia indígena e estudos gênero. 2014. (Seminário).

25.
Seminário Gênero e Populações Indígenas: Os feminismos indígenas na América Latina.Os feminismos indígenas na América Latina. 2014. (Seminário).

26.
Seminário Gênero e Populações Indígenas: Pesquisas recentes sobre gênero entre populações guarani.Pesquisas recentes sobre gênero entre populações guarani. 2014. (Seminário).

27.
XI CAAS - XI Congreso Argentino de Antropología Social.. Las mujeres caciques Guaraní en los espacios de discusión política del sur de Brasi. 2014. (Congresso).

28.
4ª Reunião Geral do GDE ? Formação em Questões Etnico-raciais e Gênero. 2013. (Encontro).

29.
A Regulamentação da Profissão e da Pesquisa Antropológica com Henyo Barretto e Carmen Rial. 2013. (Encontro).

30.
Aula Magna com a professora Diana Brown - ?O Corpo em Jogo: Juventude, Beleza e Envelhecimento?. 2013. (Outra).

31.
Café antropológico: Escoloraização e diversidade cultural. Entre processos de homogeneização e estratégias de autonomia. 2013. (Encontro).

32.
Café antropológico - Rendez vous chez Lacan - Um encontro com Lacan.. 2013. (Outra).

33.
Ciclo de cinema e debates trânsitos contemporâneos - Yndio do Brasil. 2013. (Encontro).

34.
CIPIAL - Primer Congreso Internacional Los pueblos indígenas de América Latina , siglos XIX-XXI. Los procesos de territorialización en Brasil: Reflexionando sobre el concepto de poblaciones tradicionales.. 2013. (Congresso).

35.
Conferência ?Os Limites do Capital e o Direito à Cidade? com David Harvey. 2013. (Outra).

36.
Debate:?A Política Indigenista sob Comando do Agronegócio: e agora, Brasil?. 2013. (Outra).

37.
Debate: ?Arte Engajada? com Carlos Latuff e Cristiano Onofre. 2013. (Outra).

38.
Encontro com Lideranças Indígenas. 2013. (Encontro).

39.
Explodindo o Gênero - Marie-Hélène Bourcier em Palestra Aberta- Queer Zones Ie. 2013. (Outra).

40.
Fazendo Gênero 10.Mulheres motoristas de caminhão: viajando pelos arranjos familiares. 2013. (Seminário).

41.
Gênero, psicanálise e politica - Seminário Internacional Transoceanik. 2013. (Seminário).

42.
Gênero, Questões Raciais e Militância - Seminário Internacional Transoceanik. 2013. (Seminário).

43.
GT Violências e Sexualidades - Jornadas Internacional do NIGS - Trabalho de campo, ética e sexualidades. 2013. (Outra).

44.
Jornada Gênero, Feminismo e Ciências.História da Antropologia sob a ótica de gênero: recuperando trajetórias de antropólogas. 2013. (Outra).

45.
Jornadas Antropológicas PPGAS / UFSC.Os aspectos legais da territorialização no Brasil: refletindo sobre o conceito de populações tradicionais. 2013. (Outra).

46.
Mesa Política e Homossexualidades.- Jornadas Internacional do NIGS - Trabalho de campo, ética e sexualidades.. 2013. (Outra).

47.
Palestra "A Experiência da Nova Cartografia Social" com Alfredo Wagner Berno de Almeida. 2013. (Outra).

48.
Palestra - "Pesquisa 'risco zero': é possível? É desejável? com Claudia Fonseca.. 2013. (Outra).

49.
Palestra Antropologia no Sul do País e o Acervo de Sílvio Coelho dos Santos com Maria José Reis e Nádia Philippsen Fürbringer. 2013. (Outra).

50.
Palestra de Maria Luisa Femenias (Universidade de La Plata ? Argentina) ?Contribuições Filosóficas de Judith Butler para a teoria feminista contemporânea?. 2013. (Outra).

51.
Palestra - Pesquisa intervenção feminista com Claudia Mayorga (UFMG). 2013. (Outra).

52.
Risques aux frontières de la vie / Riscos nas fronteiras da vida (e da morte)- Seminário INternacional Transoceanik. 2013. (Seminário).

53.
Seminário NEPI (Núcleo de Estudos sobre Povos Indígenas). 2013. (Seminário).

54.
28ª RBA/Reunião Brasileira de Antropologia.As batonetes: uma etnografia sobre mulheres motoristas de caminhão no Brasil. 2012. (Encontro).

55.
Capitales européennes de la culture: valorisation des territoires et mobilisation des populations. 2012. (Encontro).

56.
Colóquio Internacional ?Educação Libertária: 100 anos da Escola Moderna de São Paulo. 2012. (Outra).

57.
Génération des Digital natives et participation citoyenne. 2012. (Encontro).

58.
Multiculturalité et identité européenne: crise et enjeux. 2012. (Encontro).

59.
Pour une société numérique libre par Richard Stallman. 2012. (Simpósio).

60.
Séminaire interdisciplinaire "Féminismes et anarchismes". 2012. (Seminário).

61.
Seminário Ações Afirmativas: O que são Cotas? ? Desmistificando as Ações Afirmativas e os Desafios da Permanência de Estudantes na UFSC. 2012. (Seminário).

62.
Violencia contra las mujeres: perfil de algunos factores desecadenantes com a professora Maria Luisa Femenias. 2012. (Outra).

63.
XLII Semana de Estudos de Psicologia.Mulher: sua liberdade e autonomia. 2012. (Encontro).

64.
Conferência Feminismo e Maternidade com a prof. Dra. Lucila Scavone. 2011. (Outra).

65.
Oficina permanente de Sociologia: Metodologia do Ensino e experiências docentes no Ensino Médio.Oficina permanente de Sociologia: Metodologia do Ensino e experiências docentes no Ensino Médio. 2011. (Oficina).

66.
A paixão genealógica à luz das novas formas de parentesco: paradoxo verdadeiro ou falso?. 2010. (Outra).

67.
Conversa com a Pesquisadora Sylvie Sagnes. 2010. (Encontro).

68.
Dia latino americano pela legalização do aborto - Exibição e debate do filme, ' O preço de uma escolha'. 2010. (Outra).

69.
Jornadas NIGS - A Obra de Miguel Vale de Almeida.Gênero e sexualidades a partir do livro Outros Destinos. 2010. (Encontro).

70.
Les temps en sciences sociales. 2010. (Outra).

71.
Seminário Internacional Fazendo Gênero 9.História da Antropologia sob a ótica de gênero: recuperando trajetórias de antropólogas. 2010. (Seminário).

72.
Seminário Internacional Fazendo Gênero 9. 2010. (Seminário).

73.
18º Seminário de Iniciação Científica da UFSC.Projeto de criadoras: recuperando as histórias das antropólogas. 2008. (Seminário).

74.
7ª SEPEX - Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão.História da Antropologia sob a ótica de gênero: recuperando trajetórias de antropólogas. 2008. (Seminário).

75.
All in the family?Gender, Caste and Politics in an Indian Metropolis com a Prof.Dra. Janaki Nair.. 2008. (Outra).

76.
Conferência "O Ritmo da vida na pós-modernidade: O reencatamento do tempo? com Dr. Michel Maffesoli. 2008. (Outra).

77.
IX Semana de Ciências Sociais. 2008. (Outra).

78.
Mesa Redonda:"Trazendo diferentes olhares sobre a questão da violência de gênero". 2008. (Outra).

79.
Mulheres - Mais política e mais poder. 2008. (Seminário).

80.
Políticas de atenção a homens autores de violência contra a mulher. 2008. (Seminário).

81.
Seminário Ensino Religioso, Gênero e Sexualidade em Santa Catarina. 2008. (Seminário).

82.
XVI Jornadas de Jovens Pesquisadores da AUGM.Engenheiras: reflexão sobre a atuação profissional das mulheres. 2008. (Seminário).

83.
XXIII Encontro Nacional dos Estudantes de CIências Sociais - As ciências sociais pensando o mundo: conflitos da diversidade e as incertezas contemporâneas. 2008. (Encontro).

84.
31°Encontro Anual da Anpocs. 2007. (Encontro).

85.
Colóquio "15 anos da Revista de Estudos Feministas". 2007. (Outra).

86.
VIII Semana de Ciências Sociais. 2007. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MONTEIRO, E. ; SCHILD, J. ; DARELLA, M. D. ; MOMBELLI, R. ; REBELO, F. P. . Comissão de articulação com comunidades indígenas, quilombolas e ciganas- 18th IUAES World Congress. 2018. (Congresso).

2.
AVILA, A. ; TAKIGAWA, A. S. ; FIRMINO, C. R. ; MONTEIRO, E. N. S. ; REBELO, F. P. ; PEDRONI, G. ; GOMES, G. B. ; BANDEIRA, I. A. ; PACHECO, K. H. ; CASTELLANO, M. Q. ; PISANI, M. S. ; RODRIGUES, V. S. . Comissão de organização do encontro da rede global de antropologia feminista - 18th IUAES Congress. 2018. (Congresso).

3.
REBELO, F. P.. Palestra: Gênero e raça no trabalho em tecnologia da informação com Jordão Horta Nunes. 2018. (Outro).

4.
REBELO, F. P.; JESUS, S. C. . Seminários Gênero e Populações Indígenas. 2014. (Outro).

5.
REBELO, F. P.; MOREIRA, D. S. ; LEITE, L. ; SALLES, P. L. ; PINCERATI, W. ; GROSSI, M. P. ; FERNANDES, F. B. M. ; AVILA, S. ; FERREIRA, V. K. ; FIGUEIREDO, G. ; REA, C. ; ARISI, B. M. ; SILVA, G. . Journée d'études APEB-NIGS Questions LGBT : Recherches au Brésil et en France - Questions Theoriques et Politiques. 2012. (Outro).

6.
REBELO, F. P.; Sucupira, Gicele. . III - Evento Inter-Núcleos de Gênero (UFSC): Mesa Redonda: QUESTÕES DE GÊNERO NA UNIVERSIDADE.. 2008. (Outro).

7.
WEISS, F. ; GOES, L. M. ; GROSSI, M. P. ; FERREIRA, V. K. ; REBELO, F. P. . Seminário Ensino Religioso, gênero e sexualidade em Santa Catarina. 2008. (Outro).

8.
REBELO, F. P.; CABRAL, C. ; GROSSI, M. P. . Mesa-redonda:Questões de gênero na universidade. 2008. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 1:58:17