Gustavo Constantino de Campos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0515845634254811
  • Última atualização do currículo em 11/07/2018


Doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP. Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo-FMUSP(2003). Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia pela FMUSP. Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ). Participa de atividades no grupo de Doenças Osteometabólicas do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do HC-FMUSP e do Grupo de Joelho da UNICAMP. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gustavo Constantino de Campos
Nome em citações bibliográficas
CAMPOS, G. C.;Campos, Gustavo Constantino de;de Campos, GC;CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO;CAMPOS, G.C.;DE-CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO;DE CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO;DE CAMPOS, G. C.;CAMPOS, GUSTAVO C DE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Campinas, Hospital das Clínicas, Departamento Médico.
Rua Vital Brasil, 251
Cidade Universitária
05410000 - Campinas, SP - Brasil
Telefone: (19) 35218775


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Ortopedia e Traumatologia.
Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, FMUSP, Brasil.
Título: Efeito da associação da triancinolona à viscossuplementação do joelho, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Márcia Uchôa de Rezende.
Palavras-chave: osteoartrite do joelho; viscossuplementação; injeções intra-articulares; acido hialuronico; corticosteroides.
Grande área: Ciências da Saúde
2003 - 2006
Especialização - Residência médica.
Instituto de Ortopedia e Traumatologia, IOT-HCFMUSP, Brasil. Residência médica em: Ortopedia e Traumatologia
Número do registro: .
2009 - 2010
Especialização em Pratica Profissionalizante em Doenças Osteometaból. (Carga Horária: 380h).
Instituto de Ortopedia e Traumatologia, IOT-HCFMUSP, Brasil.
Título: não se aplica.
Orientador: não se aplica.
2007 - 2008
Especialização em Complementação especializada em Cirurgia do Joelho.
Instituto de Ortopedia e Traumatologia, IOT-HCFMUSP, Brasil.
Título: Não há.
Orientador: José Ricardo Pécora.
1998 - 2003
Graduação em Medicina.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Atuação Profissional



Instituto Wilson Mello, IWM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Médico PAEPE, Carga horária: 24
Outras informações
Médico do Departamento de Ortopedia e Traumatologia

Atividades

9/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, Departamento de Ortopedia e Traumatologia da FCM/UNICAMP.


Hospital Vera Cruz, HVC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Médico Ortopedista, Carga horária: 24


Instituto de Ortopedia e Traumatologia, IOT-HCFMUSP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2014
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prática Prof. em Doenças Osteometabólicas, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: R4 do grupo de joelho, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prática Prof. em Doenças Osteometabólicas, Carga horária: 20


Hospital Estadual Sapopemba, HESAP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Médico Contratado, Enquadramento Funcional: Médico, Carga horária: 15



Linhas de pesquisa


1.
Osteoartrose

Objetivo: Analisar e pesquisar sobre os mais diversos aspectos da doença osteoartrite (epidemiologia, fisiopatogenia, doenças associadas e modalidades de tratamento). A linha de pesquisa inclui a análise da prevalência brasileira da doença osteoartrite e sua relação com comorbidades importante, com destaque para a obesidade. Buscar um melhor diagnóstico, propiciando melhor entendimento sobre quais os pacientes deverão receber tratamento conservador, e quais provavelmente beneficiarão-se de tratamento cirúrgico Buscamos também desenvolver as formas não farmacológicas de tratamento da doença, por serem mais baratas e de mais fácil acesso, como educação e uso de órteses. Análise crítica sobre o tratamento farmacológico e busca da otimização dos tratamentos (como, por exemplo, o uso concomitante de corticóide e ácido hialurônico). Análise sobre diferentes vias de acesso na confecção de prótese de joelho no paciente com artrose em valgo. Além do ensino e pesquisa, dar assistência ao portador de osteoartrite que atualmente recebe tratamento inadequado..
Grande área: Ciências da Saúde
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
Palavras-chave: osteoartrite; osteoartrite do joelho; corticosteroides; viscossuplementação; artroplastia.
2.
Transplantes de Tecidos Musculo-Esqueléticos

Objetivo: Desenvolver o uso de enxerto proveniente de transplante de tecidos musculo-esqueléticos na prática ortopédica.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Impacto do Tratamento Individualizado da Artrose nos pacientes aguardando PTJ
Descrição: Osteoartrite representa enorme fardo à sociedade por ser importante causa de dor, disfunção e perda de qualidade de vida, principalmente na população idosa. A osteoartrite dos joelhos, ou gonartrose, é a forma mais comum da doença. A artroplastia total do joelho é o procedimento cirúrgico mais realizado no tratamento da gonartrose. Porém, sua indicação ainda é subjetiva e depende da experiência do cirurgião, da percepção do paciente e ainda do tratamento até então realizado. Observa-se com grande frequência que o paciente encaminhado para cirurgia do joelho devido a ?falha do tratamento conservador? infelizmente não teve a oportunidade de receber o tratamento conservador adequado, o que pode levar um indivíduo a ser submetido a uma cirurgia por um problema que poderia ter sido resolvido sem ela. Este estudo tem por objetivo definir o perfil clínico, radiológico, funcional e laboratorial dos pacientes encaminhados para tratamento cirúrgico do joelho, e avaliar o impacto de um tratamento conservador individualizado em parte destes pacientes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Prevalência de artrose nos pacientes obesos aguardando tratamento por cirurgia bariátrica
Descrição: Osteoartrite é importante causa de dor e perda de qualidade de vida na população e grande fardo para a sociedade. A obesidade, outra comorbidade com grande impacto social e econômico é importante fator de risco para o desenvolvimento da osteoartrite. No Brasil, estima-se que 4,14% da população apresenta osteoartrite. Estudo americano reportou uma prevalência de 22,9% na população obesa submetida a cirurgia bariátrica. Este estudo tem por objetivo definir a prevalência de osteoartrite em pacientes obesos aguardando tratamento com cirurgia bariátrica no Hospital de Clínicas da UNICAMP..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Relação entre a técnica utilizada e alargamento do túnel pós reconstrução do LCA
Descrição: Os túneis ósseos confeccionados para a fixação do enxerto na reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA) podem apresentar alargamento com o passar dos anos. Este alargamento pode levar a uma falha da cirurgia e ocorre por diversos fatores, entre eles o tipo de enxerto utilizado e sobretudo o tipo e local da fixação do enxerto. Este estudo tem por objetivo correlacionar a presença e magnitude do alargamento dos túneis na recontrução do LCA com a técnica utilizada.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Gustavo Constantino de Campos - Coordenador / Daniel Pacca - Integrante / Jõao Batista de Miranda - Integrante / Alessandro Rozim Zorzi - Integrante.
2015 - Atual
Panorama do tratamento da artrose dos joelhos no Brasil
Descrição: Pesquisa realizada durante o Curso de Joelho de Campinas, evento que contou com a participação de cerca de 500 ortopedistas especialistas em joelho. A pesquisa tem por objetivo traçar um perfil das práticas mais comumente adotadas no tratamento de osteoartrose dos joelhos pelo ortopedista brasileiro especialista em joelho..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Panorama da recontrução do ligamento cruzado anterior do joelho no Brasil
Descrição: Pesquisa realizada durante o Curso de Joelho de Campinas, evento que contou com a participação de cerca de 500 ortopedistas especialistas em joelho. A pesquisa tem por objetivo traçar um perfil das práticas mais comumente adotadas no tratamento cirurgico da lesão do ligamento cruzado anterior do joelho pelo ortopedista brasileiro especialista em joelho..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2015
Revisão Sistemática: A incidência de lesões ipsilaterais e contralaterais do LCA após sua reconstrução com relação à técnica utilizada
Descrição: Lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho é uma lesão comum na prática esportiva. Sua incidência varia entre 0,03% na população geral até 7,32% em atletas do sexo feminino. É uma lesão grave caracterizada por uma função física insatisfatória e perda de qualidade de vida no curto prazo. O manejo ideal de uma lesão de LCA ainda gera debate. Entre as opções cirúrgicas existe uma enorme variedade de técnicas, com a utilização de vários tipos de enxertos e diferentes dispositivos de fixação. Apesar da recente popularidade, a técnica denominada anatômica (ou transportal), considerada por muitos autores como a com melhor resultado, parece apresentar também uma maior incidência de relesão do que a técnica isométrica (transtibial). Essa incidência de relesão aumentada, no entanto, pode simplesmente decorrer do fato do enxerto ter sido posicionado realmente numa posição mais fisiológica, sendo assim submetido a uma força maior do que o enxerto que é colocado em posição isométrica. Sabe-se que a incidência de lesão do LCA do joelho contralateral é 2X maior que a incidência de relesão em joelhos operados por técnica transtibial. Se a maior incidência de relesão observada nos joelhos operados por técnica anatômica acompanhar uma diminuição na incidência de lesão contralateral, isso poderia ser mais uma prova de que a técnica anatômica realmente reproduz melhor o ligamento original. O objetivo deste estudo é avaliar as incidências de relesão do LCA e lesão do LCA no joelho contralateral em pacientes submetidos a reconstrução, relacionando-as com a técnica utilizada.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2014
Osteotomia de Puddu com ou sem enxerto ósseo. Estudo Clínico Observacional
Descrição: Objetivo: Comparar o resultado funcional e radiográfico de osteotomias de cunha aberta medial na tíbia proximal (Puddu), realizadas com ou sem a colocação de enxerto ósseo, em um período de seguimento médio de 6 anos. Método: Foram avaliados pacientes submetidos a Osteotomia de Puddu entre 2003 e 2011. Foram divididos em dois grupos: com enxerto ósseo autólogo de crista ilíaca e sem enxerto. Os desfechos usados foram o Knee Society Score (KSS), o ângulo fêmuro-tibial (FT) e a classificação de Albäch modificada. Resultados: O tempo de seguimento médio foi de 73,9 ± 16,7 meses. Não houve diferença do KSS entre os grupos. No grupo com enxerto, a média do KSS foi 65,9 (IC 55,3 a 75). No grupo sem enxerto a média do KSS foi 60,4 (IC 52,3 a 68,5), p = 0,443. Considerando como perda de correção uma variação maior que 2 graus na medida do angulo FT, a incidência no grupo com enxerto foi 44,4% e no grupo sem enxerto foi 35,3% (p = 0,58). Houve piora da classificação de Albach em 75% dos joelhos no grupo com enxerto e 36,8% no grupo sem enxerto (p = 0,016). Conclusão: Nesta amostra, o uso do enxerto ósseo não apresentou vantagem para a Osteotomia de Puddu com seguimento médio de 6 anos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Fratura por insuficiência do joelho e osteoporose
Descrição: Osteoporose é uma doença óssea sistêmica caracterizada por baixa massa óssea e deterioração da microarquitetura do tecido ósseo com consequente fragilidade óssea e susceptibilidade a fraturas. Após os 50 anos, 50% das mulheres e 20% homens terão uma fratura osteoporótica (por fragilidade). Fratura por fragilidade é definida como aquela que resulta de um trauma de baixa energia, como uma queda da própria altura. Uma fratura prévia é importante preditor de uma nova fratura, especialmente nos primeiros 5 anos após a fratura inicial. Uma segunda fratura pode ser particularmente devastadora se for uma fratura de quadril. Baixa densidade mineral óssea, medida através da densitometria óssea, assim como uma fratura osteoporótica prévia, são os dois grandes fatores de risco para a ocorrência de uma nova fratura. Uma abordagem mais racional utilizada atualmente para minimizar os custos na saúde com mais eficiência e num período mais curto de tempo utiliza a estratégia de primeiramente prevenir a ocorrência de uma fratura secundária, seguida de estratégias de prevenção primária. Neste contexto, a correta identificação das fraturas por fragilidade e o consequente tratamento dos indivíduos faz-se imperativo. Existem atualmente dados insuficientes a respeito da epidemiologia e da evolução dos outros tipos de fraturas por fragilidade, também conhecidas por fratura não vertebral não quadril (NVNQ). Entre estas, a fratura do rádio distal e a fratura do úmero proximal são as mais frequentes. Existe um tipo de fratura, no entanto, que é simplesmente ignorada pela comunidade médica: a fratura por insuficiência do joelho. O fato de nenhum estudo da literatura sequer aventar a hipótese de que este tipo de fratura possa ser uma fratura por fragilidade talvez ocorra porque, até há poucos anos atrás, acreditava-se que esta entidade era uma osteonecrose do joelho. A fratura por insuficiência do joelho ocorre geralmente em indivíduos mais velhos e portadores de osteoartrite do joelho. Este estudo, portanto, tem por objetivo avaliar se há relação entre a fratura por insuficiência do joelho e a osteoporose. Mais ainda, espera-se descobrir se esta fratura poderá ser definida como uma fratura por fragilidade, elegendo os indivíduos por ela acometidos a uma profilaxia para a ocorrência de nova fratura osteoporótica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Relação entre posicionamento da placa e a inclinação tibial posterior na osteotomia tibial alta
Descrição: Objetivo: Uma das principais causas de falha da osteotomia tibial alta de cunha de abertura é o aumento inadvertido da inclinação posterior da tíbia (slope tibial). Para evitar essa complicação tradicionalmente recomenda-se um posicionamento posterior da placa de fixação. O Objetivo deste trabalho é correlacionar o posicionamento da placa de fixação da osteotomia tibial alta e a alteração do slope tibial. Método: Foram avaliadas as radiografias de 43 pacientes submetidos a osteotomia tibial alta de cunha de abertura para determinar o posicionamento da placa no plano sagital e o slope tibial. Resultados: Após o procedimento, o slope tibial apresentou aumento médio de 2.7 graus (p=0.0005). Este aumento, porém, não apresentou relação com o posicionamento da placa. A magnitude do slope tibial pré intervenção apresentou relação estatisticamente significante com o aumento do slope tibial (P=0.0065). Conclusão: No presente estudo a osteotomia tibial alta causou aumento do slope tibial. Este aumento relacionou-se ao valor pré-operatório do slope, mas não foi influenciado pelo posicionamento da placa ou pelo tamanho da cunha..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
ValgusKnee: Estudo Clínico Controlado para Comparacão de Duas Vias Cirúrgicas na Artroplastia de Joelho com Deformidade em Valgo
Descrição: A via mais utilizada para realização de artroplastias de joelho é conhecida como Para Patelar Medial (PPM). Ela pode ser usada para qualquer tipo de deformidade. Uma via alternativa, chamada Para Patelar Lateral (PPL), também conhecida como via de Keblish, tem sido indicada como superior, por alguns cirurgiões, para casos de deformidade em valgo do joelho. Ela teria a vantagem teórica de facilitar o balanço ligamentar das partes moles e permitir um melhor desempenho da patela. Entretanto, não existe um estudo clínico adequado para dar suporte a esta teoria. O objetivo deste estudo é comparar o desempenho destas duas vias de acesso cirúrgico disponíveis para a realização de artroplastia de joelho em pacientes com deformidade em valgo. A amostra será composta por 60 pacientes do Ambulatório de Cirurgia do Joelho do HC UNICAMP, que já estão na fila de espera para esta cirurgia. Eles serão divididos de maneira aleatória em dois grupos de 30 pacientes para cada via de acesso. O desfecho principal será o desempenho funcional do paciente após dois anos, medido pela escala Knee Score (KS). Desfechos secundários serão as escalas funcionais SF-36 e WOMAC para qualidade de vida; a amplitude de movimento do joelho, medida com goniômetro manual, dois anos após a cirurgia. Também serão avaliados desfechos secundários imediatamente após a cirurgia: o sangramento peri-operatório, avaliado pela diferença dos níveis séricos de hemoglobina um dia antes e dois dias após a cirurgia; a dor pós-operatória, avaliada pela escala visual de dor (EVD), medida diariamente durante os sete primeiros dias após a cirurgia. O mascaramento será feito para os pacientes e para os avaliadores. A análise estatística será feita pelo programa de computador Small STATA 12.1 (Statacorp 2012, College Station, TX). As médias da diferença pré e pós-operatória das escalas KS, SF-36 e WOMAC serão comparadas pelo teste T de Student para amostras não pareadas, assim como as médias das amplitudes de movimento e as médias da diferença dos níveis de hemoglobina. A somatória do EVD dos sete dias será comparada pelo teste . O tamanho da amostra foi estimado de acordo com o desfecho principal (escala KS), com os seguintes parâmetros: alfa = 0,05%, poder = 80% e diferença clinicamente significativa mínima de . O resultado esperado é que a média dos desfechos principal e secundários da via PPL apresente resultado significativamente superior ao da via PPM. Com esse resultado, poderemos padronizar e justificar o uso rotineiro desta via, nos casos de deformidade em valgo, aumentando a qualidade dos resultados cirúrgicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Correlação entre o tempo decorrido da lesão do Ligamento Cruzado Anterior e sua reconstrução e a incidência de lesões associadas
Descrição: Introdução: as lesões meniscais e condrais estão presentes com grande associação nas lesões do ligamento cruzado anterior (LCA). Existe ainda duvida se a demora para a realização da cirurgia para correção da lesão do LCA pode propiciar maior ocorrência de lesões associadas. Objetivo: analisar joelhos de pacientes com instabilidade sintomática do joelho, submetidos à reconstrução artroscópica do LCA no período de 1984 a2013 para identificar lesões associadas à ruptura do LCA. Método: estudo retrospectivo que vai analisar prontuários de 704 pacientes (763 joelhos) submetidos à cirurgia para reconstrução do LCA. Resultados esperados: Esperamos encontrar uma correlação positiva entre o tempo decorrido da lesão e a incidência de lesões..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Perfil funcional dos pacientes com lesão do ligamento cruzado anterior do joelho classificados como ?Copers? após tratamento conservador
Descrição: A lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) é um assunto que ainda gera grandes discussões entre os pesquisadores na ortopedia contemporânea (1). A incidência de lesões nos EUA está entre 0,3 e 1,2 lesões por 1.000 habitantes, sendo 61% delas relacionadas com o esporte (2). Seu mecanismo de lesão mais comum é uma rotação associada a um mecanismo em valgo ou varo, que determina uma associação de forças resultando na ruptura do LCA (1). Como consequência leva a uma instabilidade anterior do joelho que, se não tratada corretamente, pode impossibilitar o retorno aos esportes que envolvem manobras de ?pivô? e ?giro? com membro inferior, causar dor, desconforto, derrame articular recidivante, lesões meniscais e condrais (3,4). Segundo avaliações específicas individualizadas, o tratamento dessas lesões pode ser conservador, com um programa específico de reabilitação, ou cirúrgico, com a reconstrução do LCA (5). Noyes (6) sugeriu que um terço dos pacientes evoluirá bem sem cirurgia, um terço se manterá inalterado e um terço não terá boa evolução sem a reconstrução do LCA. Trabalhos brasileiros (7) mostram uma incapacidade permanente do indivíduo em manter a atividade física pré-lesão ao trauma com o tratamento conservador. Estudos prévios sugerem critérios preditivos da boa evolução dessas lesões com o tratamento conservador, que quando identificados, predizem o retorno do paciente ao esporte em níveis próximos aos de pré-lesão. Fitzgerald (8) sugeriu critérios que distinguem dois grupos distintos de pacientes: ?Copers?, ou aqueles que têm potencial de ter sucesso com o tratamento conservador e os ?Não Copers?, aqueles que não terão sucesso com o tratamento conservador e consequentemente necessitam da cirurgia de reconstrução do ligamento. Desta forma, é importante identificar e avaliar corretamente os pacientes com lesão do LCA que se enquadram em cada tipo de conduta para evitar gastos e riscos desnecessários com o tratamento cirúrgico ou resultados insatisfatórios com o tratamento conservador. É difícil encontrar na literatura trabalhos longitudinais que avaliem no longo prazo o perfil funcional de pacientes classificados como Copers que optaram pelo tratamento conservador. Tal informação é fundamental para validar a relevância dos critérios sugeridos por Fitzgerald, além de auxiliar cirurgiões no processo de decisão clínica quanto a cirurgia de reconstrução do LCA. É importante ressaltar que aos pacientes classificados como Copers é feita orientação de tratamento não cirúrgico através de um programa de exercícios. No entanto, infelizmente alguns pacientes não aderem ao programa, e efetivamente acabam não realizando tratamento algum. O objetivo deste estudo é saber como encontram-se atualmente, do ponto de vista de função e qualidade de vida, os pacientes com lesão de LCA classificados como ?Copers? e investigar se os pacientes efetivamente realizaram algum tratamento conservador, definir qual foi este tratamento e analisar eventual relação entre o tratamento realizado e o status atual..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2014
Avaliação do uso da palmilha valgizante no tratamento da osteoartrite dos joelhos
Descrição: Estudo prospectivo e randomizado avaliando o uso da palmilha valgizante no tratamento da osteoartrite dos joelhos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Gustavo Constantino de Campos - Integrante / Alexandre Felício Pailo - Integrante / MÁRCIA UCHÔA DE Rezende - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1
2010 - 2011
Estudo prospectivo e randomizado avaliando o efeito da adição da triancinolona à viscosuplementação do joelho
Descrição: Trata-se de um estudo sobre viscosuplementação do joelho com 104 pacientes portadores de gonartrose, que serão divididos em 2 grupos. Um grupo irá receber infiltração com synvisc, e o outro receberá synvisc e triancinolona. O objetivo deste estudo é avaliar eventual melhora nos resultados a curto prazo da viscosuplementação através da adição de corticóide ao procedimento de viscosuplementação com synvisc..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Gustavo Constantino de Campos - Coordenador / RICCARDO GOMES GOBBI - Integrante / Alexandre Felício Pailo - Integrante / MÁRCIA UCHÔA DE Rezende - Integrante / Olavo Pires de Camargo - Integrante.
Número de produções C, T & A: 11
2010 - 2011
COMPARAÇÃO ENTRE INFILTRAÇÕES DE ÁCIDO HIALURÔNICO DE DIFERENTES PESOS MOLECULARES NO TRATAMENTO DA OSTEOARTROSE DOS JOELHOS. ESTUDO PROSPECTIVO RANDOMIZADO
Descrição: Trata-se de um estudo que visa comparar dois tipos de ácido hialurônico com pesos moleculares diferentes no tratamento da osteoartrose dos joelhos, de forma prospectiva e randomizada, avaliando sua eficácia tanto objetiva quanto subjetivamente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
A Incidência de Osteopenia e Osteoporose em Indivíduos Aguardando Artroplastia Total do Quadril
Descrição: O presente estudo destina-se a avaliar a incidência de osteoporose nos pacientes com coxartrite, através da realização de Densitometria Óssea em 300 pacientes agendados para artroplastia total do quadril no HC-FMUSP..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
AVALIAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS MECÂNICAS DO CIMENTO ACRÍLICO ORTOPÉDICO COMBINADO COM ANTIBIÓTICO E AZUL DE METILENO
Descrição: A utilização do polimetilmetacrilato em artroplastias de joelho é prática amplamente difundida no meio ortopédico. O cimento ortopédico é utilizado há mais de 50 anos, e este assunto merece grande atenção. O uso do cimento em artroplastias apresenta algumas desvantagens, entre elas a dificuldade de sua retirada, necessária no momento de uma eventual revisão. Outro aspecto a ser considerado é a adição de antibióticos ao cimento para tratamento e profilaxia de infecções, prática amplamente realizada. Realizamos ensaios para testar as características mecânicas do cimento ortopédico misturado com vancomicina, azul de metileno, ou simultaneamente a ambos, avaliando possíveis alterações na sua viabilidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2006
Estudo anatômico do trajeto da artéria vertebral na coluna cervical inferior humana
Descrição: Nosso estudo tem o objetivo de investigar a relação da artéria vertebral e o forame transversal da sétima vértebra cervical em nosso meio, com a finalidade de colaborar para a presunção do risco do uso do parafuso pedicular na coluna cervical..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Cirurgia/Especialidade: Cirurgia Ortopédica.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Cirurgia/Especialidade: Cirurgia Traumatológica.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Cirurgia/Especialidade: Artroscopia e Cirurgia do Joelho.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2008
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho, Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho.
2007
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PACCA, DANIEL MOREIRA2018PACCA, DANIEL MOREIRA ; DE-CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO ; ZORZI, ALESSANDRO ROZIN ; CHAIM, ELINTON ADAMI ; DE-MIRANDA, JÕAO BATISTA . PREVALENCE OF JOINT PAIN AND OSTEOARTHRITIS IN OBESE BRAZILIAN POPULATION. ABCD. ARQUIVOS BRASILEIROS DE CIRURGIA DIGESTIVA, v. 31, p. 1344, 2018.

2.
Campos, Gustavo Constantino de2017Campos, Gustavo Constantino de; TEIXEIRA, PAULO EDUARDO PORTES ; CASTRO, ALEX ; JUNIOR, WILSON DE MELLO ALVES . Femoral positioning influences ipsi-and contralateral anterior cruciate ligament rupture following its reconstruction: Systematic review and meta-analysis. WORLD JOURNAL OF ORTHOPEDICS, v. 8, p. 644, 2017.

3.
PASSARELLI, MARCUS CEREGATTI2017PASSARELLI, MARCUS CEREGATTI ; FILHO, JOSÉ ROBERTO TONELLI ; BRIZZI, FELIPE AUGUSTO MENDES ; Campos, Gustavo Constantino de ; ZORZI, ALESSANDRO ROZIM ; MIRANDA, JOÃO BATISTA DE . Comparison of Puddu osteotomy with or without autologous bone grafting: a prospective clinical trial. REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA, v. 52, p. 555-560, 2017.

4.
BLAKENEY, WILLIAM G.2017BLAKENEY, WILLIAM G. ; THAUNAT, MATHIEU ; OUANEZAR, HERVE ; DE CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO ; DE PADUA, VITOR BARION CASTRO ; SONNERY-COTTET, BERTRAND . Distal Semimembranosus Tendon Avulsions: Acute Surgical Repair in a Professional Rugby Player. Orthopaedic Journal of Sports Medicine, v. 5, p. 232596711773110, 2017.

5.
REZENDE, MÁRCIA UCHOA DE2017REZENDE, MÁRCIA UCHOA DE ; FRUCCHI, RENATO ; PAILO, ALEXANDRE FELÍCIO ; Campos, Gustavo Constantino de ; PASQUALIN, THIAGO ; HISSADOMI, MARCELO ISSAO . PARQVE: PROJECT ARTHRITIS RECOVERING QUALITY OF LIFE THROUGH EDUCATION: TWO-YEAR RESULTS. Acta Ortopédica Brasileira, v. 25, p. 18-24, 2017.

6.
REZENDE, M. U.2017REZENDE, M. U. ; ANDRUSAITIS, F. R. ; SILVA, R. T. ; OKAZAKI, E. ; CARNEIRO, J. D. A. ; CAMPOS, G. C. ; PAILO, A. F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. ; VILLAÇA, P. R. . Joint lavage followed by viscosupplementation and triamcinolone in patients with severe haemophilic arthropathy: objective functional results. HAEMOPHILIA, v. 23, p. e105-e115, 2017.

7.
TONELLI FILHO, JOSÉ ROBERTO2016TONELLI FILHO, JOSÉ ROBERTO ; PASSARELLI, MARCUS CEREGATTI ; BRITO, JOÃO ALBERTO SALLES ; CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO ; ZORZI, ALESSANDRO ROZIM ; MIRANDA, JOÃO BATISTA DE . Keblish's lateral surgical approach enhances patellar tilt in valgus knee arthroplasty. REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA, v. 51, p. 680-686, 2016.

8.
BRITO, NÁDIA LUCILA ROCHA2016BRITO, NÁDIA LUCILA ROCHA ; DE REZENDE, MARCIA UCHOA ; PASQUALIN, THIAGO ; DE CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO ; FRUCCHI, RENATO ; HISSADOMI, MARCELO ISSAO ; PAILO, ALEXANDRE FELICIO ; DE CAMARGO, OLAVO PIRES . Analysis of Anthropometric Measurements and Dietary Intake in Patients Undergoing a Multi-Professional Osteoarthritis Education Program (PARQVE-Project Arthritis Recovering Quality of Life by Means of Education). Open Journal of Orthopedics, v. 06, p. 32-45, 2016.

9.
DE CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO2016DE CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO; NERY, WILTON ; TEIXEIRA, PAULO EDUARDO PORTES ; ARAUJO, PAULO HENRIQUE ; ALVES, WILSON DE MELLO . Association Between Meniscal and Chondral Lesions and Timing of Anterior Cruciate Ligament Reconstruction. Orthopaedic Journal of Sports Medicine, v. 4, p. 232596711666930, 2016.

10.
DE REZENDE, M. U.2016DE REZENDE, M. U. ; HISSADOMI, M. I. ; DE CAMPOS, G. C. ; FRUCCHI, R. ; PAILO, A. F. ; PASQUALIN, T. ; BRITO, N. L. R. ; SANTANA, O. F. M. ; MOREIRA, M. M. ; STRUTZ, C. G. ; MATOS, N. B. D. S. ; DE CAMARGO, O. P. ; HERNANDEZ, A. J. . One-Year Results of an Educational Program on Osteoarthritis: A Prospective Randomized Controlled Trial in Brazil. Geriatric Orthopaedic Surgery & Rehabilitation, v. 7, p. 86-94, 2016.

11.
16DOMINGUES, VITOR RODRIGUES2015DOMINGUES, VITOR RODRIGUES ; Campos, Gustavo Constantino de ; PLAPLER, PÉROLA GRIMBERG ; Rezende, Márcia Uchôa de . Prevalence of osteoporosis in patients awaiting total hip arthroplasty. Acta Ortopédica Brasileira (Impresso), v. 23, p. 34-37, 2015.

12.
BRITO, N.L.2015BRITO, N.L. ; REZENDE, M.U. ; CAMPOS, G.C. ; HISSADOMI, M.I. ; PASQUALIM, T. ; PAILO, A.F. ; FRUCHI, R. ; CAMARGO, O.P. . Analysis of anthropometric measurements and dietary intake in patients undergoing a multi-professional program osteoarthritis treatment (parqve - project arhtritis recovering quality of life by means of education). Osteoarthritis and Cartilage, v. 23, p. A386-A387, 2015.

13.
BRITO, N.L.2015BRITO, N.L. ; ROSALES, A.E. ; REZENDE, M.U. ; FRUCHI, R. ; CAMPOS, G.C. ; PAILO, A.F. . BMI, pain and function in patients with knee osteoarthritis. Osteoarthritis and Cartilage, v. 23, p. A336, 2015.

14.
CAMPOS, GUSTAVO C DE2015CAMPOS, GUSTAVO C DE. Placebo effect in osteoarthritis: Why not use it to our advantage?. WORLD JOURNAL OF ORTHOPEDICS, v. 6, p. 416, 2015.

15.
6CAMPOS, G. C.2014CAMPOS, G. C.. Tibial slope after MEdial Openig-Wedge High Tibial Osteotomy: Is plate positioning the biggest issue?. WULFENIA, v. 21, p. 173, 2014.

16.
7Campos, Gustavo Constantino de2014Campos, Gustavo Constantino de; KOHARA, MARCELO TOMIO ; REZENDE, MARCIA UCHOA ; SANTANA, OLGA FUGIKO MAGASHIMA ; MOREIRA, MERILU MARINS ; CAMARGO, OLAVO PIRES DE . Schooling of the patients and clinical application of questionnaires in osteoarthitis. Acta Ortopédica Brasileira (Impresso), v. 22, p. 256-259, 2014.

17.
10ROSALES, ANDRES DE LA ESPRIELLA2014ROSALES, ANDRES DE LA ESPRIELLA ; BRITO, NADIA LUCILA ROCHA ; FRUCCHI, RENATO ; Campos, Gustavo Constantino de ; PAILO, ALEXANDRE FELICIO ; Rezende, Márcia Uchôa de . Obesity, ostearthritis and clinical treatment. Acta Ortopédica Brasileira (Impresso), v. 22, p. 136-139, 2014.

18.
8CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO2014CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO; HISSADOMI, MARCELO ISSAO ; FRUCCHI, RENATO ; PASQUALIN, THIAGO ; REZENDE, MARCIA UCHÔA DE . Adding triamcinolone to viscosupplementation: one year outcome of randomized trial. Medical Express, v. 1, p. 257-261, 2014.

19.
9Campos, Gustavo Constantino de2014Campos, Gustavo Constantino de. Chondroprotective agents: are we being too dogmatic?. Medical Express, v. 1, p. 211-213, 2014.

20.
2Campos, Gustavo Constantino de2014Campos, Gustavo Constantino de; REZENDE, MARCIA UCHÔA ; PASQUALIN, THIAGO ; FRUCCHI, RENATO ; BOLLIGER NETO, RAUL . Lateral wedge insole for knee osteoarthritis: randomized clinical trial. São Paulo Medical Journal (Impresso), v. 00, p. 00-00, 2014.

21.
18BRITO, N.L.2014BRITO, N.L. ; REZENDE, M.U. ; HISSADOMI, M.I. ; PAILO, A.F. ; PASQUALIN, T. ; CAMPOS, G.C. ; FRUCCHI, R. . BMI, obesity and education. Osteoarthritis and Cartilage, v. 22, p. S195-S196, 2014.

22.
19REZENDE, M.U.2014REZENDE, M.U. ; HISSADOMI, M.I. ; FRUCCHI, R. ; CAMPOS, G.C. ; PAILO, A.F. ; PASQUALIN, T. ; SANTANA, O.F. ; MOREIRA, M.M. ; BRITO, N.L. ; STRUTZ, C.G. ; MATOS, N.B. ; CAMARGO, O.P. . PARQVE - project arthritis recovering quality of life by means of education. One year follow-up. Effects on pain, function, BMI and quality of life of the educational program, coping skills and level of education. Osteoarthritis and Cartilage, v. 22, p. S196, 2014.

23.
17CAMPOS, G.C.2014CAMPOS, G.C.; REZENDE, M.U. ; FRUCHI, R. ; PASQUALIN, T. ; HISSADOMI, M.I. . Adding triamcinolone to viscosupplementation: one year outcome of randomized trial. Osteoarthritis and Cartilage, v. 22, p. S198, 2014.

24.
1CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO2013CAMPOS, GUSTAVO CONSTANTINO; REZENDE, MARCIA U. ; PAILO, ALEXANDRE F. ; FRUCCHI, RENATO ; CAMARGO, OLAVO PIRES . Adding Triamcinolone Improves Viscosupplementation: A Randomized Clinical Trial. Clinical Orthopaedics and Related Research, v. 471, p. 613-620, 2013.

25.
3Rezende, Márcia Uchôa de2013Rezende, Márcia Uchôa de ; Campos, Gustavo Constantino de ; PAILO, ALEXANDRE FELÍCIO . Conceitos atuais em osteoartrite. Acta Ortopédica Brasileira (Impresso), v. 21, p. 120-122, 2013.

26.
13Campos, Gustavo Constantino de2013Campos, Gustavo Constantino de; Rezende, Márcia Uchôa de ; PAILO, ALEXANDRE FELÍCIO ; FRUCCHI, RENATO ; PASQUALIM, THIAGO ; CAMARGO, E OLAVO PIRES DE . Estudo prospectivo e randomizado que avalia a adição de corticoide à viscossuplementação: três meses de seguimento. Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso), v. 48, p. 322-329, 2013.

27.
12ZÓBOLI, ALEJANDRO AGUSTIN CARRI2013ZÓBOLI, ALEJANDRO AGUSTIN CARRI ; Rezende, Márcia Uchôa de ; Campos, Gustavo Constantino de ; PASQUALIN, THIAGO ; FRUCCHI, RENATO ; CAMARGO, OLAVO PIRES DE . Ensaio clínico prospectivo e randomizado: regime único e semanal de viscossuplementação. Acta Ortopédica Brasileira (Impresso), v. 21, p. 271-275, 2013.

28.
5Rezende, Márcia Uchôa de2013Rezende, Márcia Uchôa de ; CAMPOS, G. C. ; PAILO, ALEXANDRE FELÍCIO ; FRUCCHI, RENATO ; PASQUALIM, THIAGO ; CAMARGO, O. P. . PARQVE-Project Arthritis Recovering Quality of Life by Means of Education Short-term Outcome in a Randomized Clinical Trial. Journal of Arthritis, v. 2, p. 1, 2013.

29.
11Rezende, Márcia Uchôa de2013Rezende, Márcia Uchôa de ; Campos, Gustavo Constantino de . A osteoartrite é uma doença mecânica ou inflamatória?. Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso), v. 48, p. 471-474, 2013.

30.
20REZENDE, M.U.2013REZENDE, M.U. ; CAMPOS, G.C. ; PAILO, A.F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. ; HISSADOMI, M.I. ; BRITO, N.L. ; FARIAS, F.E. ; MONTEIRO, A.P. ; SILVA, C.A. ; CERNIGOY, C.H. . PARQVE - project arthritis recovering quality of life by means of education - a pilot study in Brazil. Osteoarthritis and Cartilage, v. 21, p. S149, 2013.

31.
REZENDE, M.U.2013REZENDE, M.U. ; CAMPOS, G.C. ; PAILO, A.F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. . PARQVE - project arthritis recovering quality of life by means of education - a pilot study in Brazil. Osteoarthritis and Cartilage, v. 21, p. S149, 2013.

32.
REZENDE, M.U.2013REZENDE, M.U. ; CAMPOS, G.C. ; PAILO, A.F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. . PARQVE - project arthritis recovering quality of life by means of education - a pilot study in Brazil. Osteoarthritis and Cartilage, v. 21, p. S149, 2013.

33.
4Rezende, Márcia Uchôa de2012Rezende, Márcia Uchôa de ; Campos, Gustavo Constantino de . Viscosuplementação. Revista Brasileira de Ortopedia (Impresso), v. 47, p. 160-164, 2012.

34.
21CAMPOS, G.C.2012CAMPOS, G.C.; REZENDE, M.U. ; PAILO, A.F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. . Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. Osteoarthritis and Cartilage, v. 20, p. S169-S170, 2012.

35.
15Abreu, Marcos Felipe Marcatto de2009 Abreu, Marcos Felipe Marcatto de ; Gobbi, Riccardo Gomes ; Zenaide, Maurício Rodrigues ; CAMPOS, G. C. ; Pereira, César Augusto Martins ; Pécora, José Ricardo ; Camanho, Gilberto Luis . Avaliação biomecânica do cimento ortopédico combinado com antibiótico e azul de metileno. Acta Ortopédica Brasileira, v. 17, p. 162-166, 2009.

36.
14KAJIMOTO, B. H. J.2006 KAJIMOTO, B. H. J. ; ADDEO, R. L. D. ; CAMPOS, G. C. ; NARAZAKI, D. K. ; CORREIA, L. S. ; ARAUJO, M. P. ; CRISTANTE, A. F. ; IUTAKA, A. S. ; MARCON, R. M. ; OLIVEIRA, R. P. ; BARROS FILHO, T. E. P. . Estudo anatômico do trajeto da artéria vertebral na coluna cervical inferior humana. Acta Ortopédica Brasileira, v. 15, p. 109-113, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
CAMPOS, G. C.. Um olhar científico: Lesões por overtraing nos atletas de triatlo. In: Bruno Aires; Luciana Rosário. (Org.). História das Olimpíadas - Um olhar científico. 1ed.Rio de Janeiro: Editora DOC, 2012, v. 1, p. 56-69.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CAMPOS, G. C.; REZENDE, M. U. ; PAILO, A. F. . Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. In: OARSI, 2012, Barcelona. OARSI, 2012.

2.
REZENDE, M. U. ; CAMPOS, G. C. . Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. In: IOF-ECCEO12 European Congress on Osteoporosis and Osteoarthritis, 2012, Bordeaux. Osteoporosis International, 2012.

3.
CAMPOS, G. C.. evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. In: OARSI, 2011, San Diego. OARSI, 2011.

Artigos aceitos para publicação
1.
CAMPOS, G.C.. Placebo effect in osteoarthritis: Why not use it to our advantage?. World Journal of Orthopaedics, 2015.

2.
de Campos, GC. Lower Limb Thrombosis After Tibialis Tendon Tenorrhaphy: Case Report and Literature Review. Journal of Trauma & Treatment, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
de Campos, GC. Osteoartrite de Joelho - Conceitos atuais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
de Campos, GC. Conceitos atuais em osteoartrite. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
de Campos, GC. Tratamento conservador de artrose. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
de Campos, GC. Novas opções de medicamentos no tratamento de osteoartrose. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
de Campos, GC. Tratamento Clínico da Instabilidade Femoropatelar. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
de Campos, GC. Tratamento Conservador da artrose do joelho - Conceitos Atuais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
de Campos, GC. Há preditores de resultados em viscossuplementação da osteoartrite?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
de Campos, GC. Viscossuplementação Associada à corticoterapia. Há diferenças?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
de Campos, GC; REZENDE, M. U. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. ; CAMARGO, O. P. . Efeito da adição da triancinolona à viscossuplementação: 1 ano de segmento. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
CAMPOS, G. C.; REZENDE, M. U. ; PAILO, A. F. ; FRUCCHI, R. ; PASQUALIN, T. . Estudo prospectivo e randomizado avaliando a associação da triancinolona à viscossuplementação. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
CAMPOS, G. C.. Artrose Primária e Tratamento Clínico. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
CAMPOS, G. C.. Artroses: Estamos Tratando Corretamente?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
CAMPOS, G. C.; ABREU, M. F. M. ; ZENAIDE, M. R. ; GOBBI, R. G. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. ; HERNANDEZ, A. J. . Avaliação das características biomecânicas do cimento ortopédico combinado com antibiótico e azul de metileno. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CAMPOS, G. C.; GOBBI, R. G. ; REZENDE, M. U. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. ; HERNANDEZ, A. J. . TRATAMENTO DE LESÕES CONDRAIS DO JOELHO ATRAVÉS DA TÉCNICA DE MICROFRATURAS: 13 CASOS COM MÉDIA DE 2 ANOS E 2 MESES DE EVOLUÇÃO. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
CAMPOS, G. C.; ANGELINI, F. J. ; GOBBI, R. G. ; ZENAIDE, M. R. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. ; HERNANDEZ, A. J. . Fratura do poste de estabilização posterior de ATJ diagnosticada por artroscopia. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
CAMPOS, G. C.; OLIVEIRA, P. R. D. ; LIMA, A. L. L. M. ; GOBBI, R. G. ; REZENDE, M. U. ; PECORA, J. R. . Monoartrite do joelho causada pelo agente Sporothrix Schenkii. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
ZENAIDE, M. R. ; CAMPOS, G. C. ; GOBBI, R. G. ; PAILO, A. F. ; ANGELINI, F. J. ; CAMANHO, G. L. ; PECORA, J. R. ; REZENDE, M. U. . OXIGENIOTERAPIA PÓS-OPERATÓRIA NA ARTROPLASTIA TOTAL DE JOELHO - RESULTADOS. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
CAMPOS, G. C.; GOBBI, R. G. ; ABREU, M. F. M. ; ZENAIDE, M. R. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. . Avaliação das características biomecânicas do cimento ortopédico combinado com antibiótico e azul de metileno. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
CAMPOS, G. C.; GOBBI, R. G. ; ZENAIDE, M. R. ; REZENDE, M. U. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. . TRATAMENTO DE LESÕES CONDRAIS DO JOELHO ATRAVÉS DA TÉCNICA DE MICROFRATURAS: 13 CASOS COM MÉDIA DE 2 ANOS E 2 MESES DE EVOLUÇÃO. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
BITAR, A. C. ; CAMPOS, G. C. ; ZENAIDE, M. R. ; DELIA, C. O. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. ; HERNANDEZ, A. J. . PÓS-OPERATÓRIO NA RECONSTRUÇÃO DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR: ESTUDO PROSPECTIVO E RANDOMIZADO COMPARANDO A ANESTESIA SUBARACNOÍDEA COM BUPIVACAÍNA E MORFINA E A ANESTESIA SUBARACNOÍDEA COM BUPIVACAÍNA ASSOCIADA À INFUSÃO INTRA-ARTICULAR DE MORFINA E ROPIVACAÍNA. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
CAMPOS, G. C.. Revisão de ATJ associada a reconstrução do mecanismo extensor com aloenxerto. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
CAMPOS, G. C.. Revisão de ATJ em paciente patelectomizado. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
BITAR, A. C. ; DELIA, C. O. ; CAMPOS, G. C. ; CAMANHO, G. L. . Reconstrução do LCP em paciente esqueleticamente imaturo com agenesia ligamentar. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
CAMPOS, G. C.. Neoplasias Ortopédicas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

25.
OTOCH, M. ; DELIA, C. O. ; ZENAIDE, M. R. ; CAMPOS, G. C. ; PECORA, J. R. ; CAMANHO, G. L. . Osteotomia varizante em "V" do fêmur distal fixada com placa medial: experiência de 5 casos. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
14˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. 2012. (Congresso).

2.
14˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. ESTUDO PROSPECTIVO E RANDOMIZADO AVALIANDO A ADIÇÃO DE TRIANCINOLONA À VISCOSSUPLEMENTAÇÃO. 2012. (Congresso).

3.
AAOS - American Association of Orthopaedix Surgeons Annual Meeting. 2012. (Congresso).

4.
II Jornada Itinerante de Quadril da SBQ-SP. 2012. (Simpósio).

5.
II Jornada Itinerante de Quadril da SBQ-SP.Artrose do Joelho: Artrose Primária e Tratamento Clínico. 2012. (Simpósio).

6.
II Jornada Itinerante de Quadril da SBQ-SP.Artrose do Quadril: Artrose Primária e Tratamento Clínico. 2012. (Simpósio).

7.
IOF-ECCEO12 European Congress on Osteoporosis and Osteoarthritis. Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. 2012. (Congresso).

8.
OARSI - Osteoarthritis Research Society International Congress. 2012. (Congresso).

9.
OARSI - Osteoarthritis Research Society International Congress. Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. 2012. (Congresso).

10.
42º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. 2011. (Congresso).

11.
42º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. ESTUDO PROSPECTIVO E RANDOMIZADO AVALIANDO A ADIÇÃO DE CORTICÓIDE À VISCOSSUPLEMENTAÇÃO: 4 SEMANAS DE SEGUIMENTO. 2011. (Congresso).

12.
8th Bienal Congress of the International Society of Arthroscopy, Knee Surgery and Orthopaedic Sports Medicine. 2011. (Congresso).

13.
Advanced Surgical Treatment of the Unstable Knee, ACL & PCL Reconstruction, Osteochondral and Meniscal Lesions Repair and Tibial Opening Wedge Osteotomy with Puddu Plate. 2011. (Oficina).

14.
CIOT - Congresso do Instituto de Ortopedia e Traumatologia. 2011. (Congresso).

15.
CIOT - Congresso do Instituto de Ortopedia e Traumatologia.Módulo de Tratamento I - Orteses. 2011. (Oficina).

16.
CIOT - Congresso do Instituto de Ortopedia e Traumatologia.Viscossuplementação. 2011. (Oficina).

17.
CIOT - Congresso do Instituto de Ortopedia e Traumatologia.Capacitação de Médicos no Tratamento da OA - Órteses. 2011. (Oficina).

18.
OARSI - Osteoarthritis Research Society International Congress. 2011. (Congresso).

19.
OARSI - Osteoarthritis Research Society International Congress. Evaluation of the effect of adding corticosteroid to viscosupplementation: a prospective and randomized study. 2011. (Congresso).

20.
Synvisc Educational Program. 2011. (Oficina).

21.
13˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. O uso de órteses (palmilhas valgizantes, varizantes, proprioceptivas; joelheiras anti-varo e anti-valgo). 2010. (Congresso).

22.
13˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. 2010. (Congresso).

23.
Atualidade no Tratamento do LCA. 2010. (Oficina).

24.
LCA O curso. 2010. (Simpósio).

25.
40º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. 2009. (Congresso).

26.
IV Curso Interinstitucional de Cirurgia de Joelho. 2009. (Seminário).

27.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Fratura do poste de estabilização posterior de ATJ diagnosticada por artroscopia. 2008. (Congresso).

28.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Avaliação das características mecânicas do cimento acrílico ortopédico combinado com atb e azul de metileno. 2008. (Congresso).

29.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Revisão de ATJ associada a reconstrução do mecanismo extensor com aloenxerto. 2008. (Congresso).

30.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Monoartrite de Joelho Causada pelo Agente Sporothrix Schenckii. 2008. (Congresso).

31.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Tratamento de lesões condrais do joelho através de microfraturas. 2008. (Congresso).

32.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. Revisão de ATJ de joelho em paciente previamente patelectomizada. 2008. (Congresso).

33.
12˚ Congresso Brasileiro de Cirurgia do Joelho. 2008. (Congresso).

34.
Curso de artroplastia total primária do joelho. 2008. (Simpósio).

35.
Curso Internacional do Joelho SBCJ - Regional São Paulo.Tratamento de lesões condrais do joelho através de microfraturas. 2008. (Simpósio).

36.
Curso Internacional do Joelho SBCJ - Regional São Paulo. 2008. (Simpósio).

37.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Tratamento de lesões condrais do joelho através de microfraturas: 13 casos com 2 anos de evolução. 2007. (Congresso).

38.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Revisão de ATJ em joelho Patelectomizado. 2007. (Congresso).

39.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Oxigenioterapia pós operatória na artroplastia total de joelho - Resultados Iniciais. 2007. (Congresso).

40.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Revisão de ATJ associada a reconstrução do mecanismo extensor com aloenxerto. 2007. (Congresso).

41.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Avaliação das características biomecânicas do cimento ortopédico combinado com antibiótico e azul de metileno. 2007. (Congresso).

42.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Osteotomia Varizante em "V" do fêmur distal fixada com placa medial: experiência de 5 casos. 2007. (Congresso).

43.
39º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. 2007. (Congresso).

44.
Curso de Complicações na Cirurgia Ortopédica e Traumatologia Desportiva - como tratar e como prevenir. 2007. (Seminário).

45.
III Curso Interinstitucional de Cirurgia do Joelho. 2007. (Simpósio).

46.
Professor Albert Burstein in Brazil. 2007. (Seminário).

47.
Simpósio sobre instabilidade femoro-patelar. 2007. (Simpósio).

48.
Workshop do Sistema de Navegação em Cirurgia do Joelho - Orthopilot. 2007. (Oficina).

49.
38º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. Estudo Anatômico do trajeto da artéria vertebral na coluna cervical baixa. 2006. (Congresso).

50.
38º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. 2006. (Congresso).

51.
Atualização em cirurgia do joelho. 2006. (Seminário).

52.
Curso de Medicina do Esporte - IOT. 2006. (Seminário).

53.
37º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. 2005. (Congresso).

54.
37º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. participante. 2005. (Congresso).

55.
36o. Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. A influencia dos novos bisfosfonatos na massa óssea de crianças com osteogênese imperfeita. 2004. (Congresso).

56.
36º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. A influência dos novos bifosfonados na massa óssea de crianças com osteogênese imperfeita. 2004. (Congresso).

57.
III Congresso Internacional de Osteoporose e doenças Osteometabólicas. Possibilidades de regeneração do tecido ósseo com a utilização dos novos bifosfonados. 2004. (Congresso).

58.
Recentes Avanços em Ortopedia e Traumatologia Pediátrica.Apresentação e Discussão de Casos Clínicos. 2001. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CAMPOS, G. C.. Oficina de Osteoartrite - Capacitação de Médicos no Tratamento da OA - "A Assistência Multidiciplinar na OA". 2011. (Congresso).

2.
CAMPOS, G. C.. Coordenação - Módulo 4 - Conferência Internacional - Soft tissue complications in ACL rehab. 2010. (Congresso).

3.
CAMPOS, G. C.. III curso interinstitucional de Traumatologia Ortopédica. 2006. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 10/12/2018 às 3:11:32