Hugo Reis Medeiros

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2908179919563504
  • Última atualização do currículo em 22/12/2018


Bacharel em Geografia e Mestre em ambos Ciências Biológicas (Ecologia Vegetal) e Agronomia (Entomologia) todos pela Universidade Estadual de Londrina. Atualmente doutorando do Programa de Pós Graduação em Ecologia Aplicada (Interunidades) da ESALQ/CENA/USP e integrante do Laboratório de Ecologia Espacial e Conservação (LEEC) da UNESP campus de Rio Claro. Atuo em pesquisas interdisciplinares envolvendo Ecologia da Paisagem, Biologia da Conservação, Entomologia, Ecologia Vegetal e Serviços Ecossistêmicos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Hugo Reis Medeiros
Nome em citações bibliográficas
MEDEIROS, H. R.;MEDEIROS, HUGO REIS


Formação acadêmica/titulação


2015 - 2018
Doutorado em Ecologia Aplicada.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Dalhousie University (Orientador: Karen Harper).
Título: The effects of landscape structure and local environmental features on the occurrence of natural enemies and pollinators in coffee fields, Ano de obtenção: 2018.
Orientador: Ciro Abbud Righi.
Coorientador: Milton Cezar Ribeiro.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2012 - 2014
Mestrado em Agronomia.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Efeitos da composição da paisagem sobre a ocorrência de insetos afidofágos (Syrphidae e Coccinellidae) na cultura do trigo.,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Ayres de Oliveira Menezes Junior.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.
2009 - 2010
Mestrado em Ciências Biológicas.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: AVALIAÇÃO ECOLÓGICA RÁPIDA: uma ferramenta para avaliação de integridade ecológica de remanescentes florestais,Ano de Obtenção: 2010.
Orientador: José Marcelo Domingues Torezan.
Bolsista do(a): Fundação de apoio a Universidade Estadual de Londrina., FAUEL, Brasil.
2004 - 2008
Graduação em Geografia.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Título: Uso e ocupação do solo no entorno de projetos de Restauração Ecológica influenciando na regeneração do sub-bosque..
Orientador: Osvaldo Coelho Pereira Neto.




Formação Complementar


2018 - 2018
First Aid and CPR.
Dalhousie University, D.U., Canadá.
2014 - 2014
Extensão universitária em Introdução ao pacote Adehabitat (Software R). (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
2013 - 2013
Propagação Vegetativa. (Carga horária: 4h).
Univeridade Estadual de londrina, UEL, Brasil.
2012 - 2012
Técnicas para coleta de dados em dossel. (Carga horária: 8h).
Univeridade Estadual de londrina, UEL, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em PROJETO RONDON - Operação Centenário da Comissão R. (Carga horária: 170h).
Ministério da Defesa, MD, Brasil.
2004 - 2004
Análise de processos erosivos e EIA-RIMA.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2004 - 2004
Gênese e evolução de cavernas.
Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
2004 - 2004
Biogeografia do Cerrado. (Carga horária: 6h).
Asociação Brasileira de Geógrafos - GO, AGB, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Norte do Paraná, UNOPAR, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Tutor de Sala, Enquadramento Funcional: tutor de sala, Carga horária: 20


Univeridade Estadual de londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: discente, Enquadramento Funcional: Programa de Iniciação IC - UEL (sem bolsa), Carga horária: 20

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: discente, Enquadramento Funcional: bolsista do Programa de Iniciação IC - UEL, Carga horária: 20
Outras informações
subprojeto de pesquisa " Utilização do instrumento Permeâmetro Guelph no estudo de Vulnerabilidade em Águas Subterrâneas nas imediações do lixão de Londrina - PR

Atividades

11/2007 - Atual
Estágios , PROIC, .

Estágio realizado
iniciação cientifica, pesquisa intitulada "Uso da riqueza de espécies na descrição do sucesso de iniciativas de restauração florestal"..
08/2006 - 08/2007
Estágios , PROIC, .

Estágio realizado
Iniciação Científica , pesquisa intitulada " Utilização do Permeâmetro Guelphno Estudo de vulnerabilidade em águas subterâneas nas imediações do lixão de Londrina - PR.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
The importance of forest remnants for the maintenance of predatory insect and their biological control services in agricultural landscapes of southeast Brazil.
Descrição: It is well established that habitat fragmentation negatively affects insects and associated ecosystem services such as biological control, however, little is known in Neotropical regions such as Atlantic forest biome. The aim of this project is to investigate the relative contribution of forest fragments on maintenance of predatory insects and their pest control services in agricultural landscapes of southeast Brazil. We expect to provide evidences that forest fragments are sources of beneficial insects which control pests in adjacent crops. Such information will aid conservationists to strengthen the importance of conserving Atlantic forest remnants for local stakeholders such as farmers..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
New sampling methods and statistical tools for biodiversity research: integrating animal movement ecology with population and community ecology
Descrição: A key challenge for ecological research is to understand the interactions between biotic and abiotic factors affecting the spatio-temporal dynamics of individuals, populations, species and communities. A profound understanding of fundamental ecology, together with robust and cost-effective methods of large-scale and long-term biodiversity monitoring, forms the basis for more applied research, such as the evaluation of the consequences of environmental change. Studies on biodiversity hotspots such as Brazilian tropical forests are especially relevant in the context of global environmental change and biodiversity loss. Untangling complex interactions among biotic and abiotic factors requires multidisciplinary studies, with strong knowledge of natural history, well-designed sampling schemes, and efficient analytical skills. In recent years, the ability to track and monitor wildlife populations has greatly increased and numerous types of sensors are currently available for ecological studies. These technical developments have enabled a significant increase in the amount and accuracy of data, but simultaneously they pose new challenges in the processing and analysis of the data. One example of such opportunities and challenges, relevant in the context of this project, is the use of autonomous recording units to collect audio data on communities of vocal animals, such as birds. With the advent of appropriate recording units (waterproof, wireless, easily transportable and with large memory capacities), the major challenges for large scale sampling are no longer related to data collection but to data processing, i.e. identifying individuals or species from their vocalizations and using statistical tools to extract biologically relevant information from the data. Another example is the use of a variety of tags that track continuously the movements and behaviours of individuals, such as small GPS tags, grids of digital radio telemetry data-loggers, and harmonic radar technology that allows one to map the movements of insects in a continuous fashion. This research proposal develops a multidisciplinary approach to study tropical forest biodiversity in two main Brazilian ecosystems: Amazon and Atlantic forests. The main novelty of this plan is in the use of new sampling technologies combined with the development of novel theoretical and statistical frameworks for obtaining robust inference at the levels of individuals, populations and communities. We will thus contribute to the integration of movement ecology to the fields of spatial population ecology and community ecology in general, and in particular produce new information on tropical biodiversity, including both basic and applied aspects. To achieve a sufficient level of generality, the research will be conducted in parallel in two major ecosystems that show different land-use history and levels of degradation.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Projeto Interface: Relações entre Estrutura da Paisagem, Processos Ecológicos, Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos
Descrição: Diante do desafio de planejar paisagens multifuncionais sustentáveis para que além das funções produtivas elas mantenham também parte da diversidade biológica original e das funções ecossistêmicas, este projeto pretende investigar como parâmetros da estrutura da paisagem regulam direta ou indiretamente diferentes serviços ecossistêmicos através de processos ecológicos variados. A regulação destes serviços vem sendo estudada em escalas locais, em geral através de manipulações experimentais, ou em escalas muito globais, em estudos baseados em correlações, havendo uma lacuna de conhecimento em escalas intermediárias de paisagem, que permitam aliar o entendimento dos mecanismos reguladores com uma maior precisão no poder de extrapolação espacial. Através da relação de medidas de taxa e estoque de serviços ecossistêmicos de regulação (e.g. polinização, controle de pragas e de doenças, regulação de fluxo hídrico e qualidade de água), provisão (água) e de suporte (estoque de carbono) com parâmetros da estrutura da paisagem (e.g. proporção de habitat nativos na paisagem, proximidade e quantidade de bordas entre fragmentos de vegetação nativa e áreas agrícolas, composição da paisagem), queremos contribuir com o entendimento dos efeitos da perda de habitat sobre os serviços ecossistêmicos, e investigar a existência de limiares e trade-offs nestes serviços. Com um desenho amostral espacialmente explícito, que vincula estas medidas com a amostragem das espécies que promovem esses serviços, aliado a experimentos, poderemos identificar como processos ecológicos que agem no nível da paisagem (e.g. conectividade, efeito de borda, complementação e suplementação de habitat) afetam e controlam a provisão de serviços ecossistêmicos. Ao considerar 35 paisagens em diferentes tipos de matrize agrícolas (café, pasto, eucalipto), num bioma altamente biodiverso e ameaçado (Mata Atlântica), poderemos avaliar a generalidade dos resultados obtidos comparando diferentes serviços na mesma matriz ou o mesmo serviço em matrizes distintas. Espera-se que: (i) existam limiares de perda de serviços ecossistêmicos de regulação e suporte ao longo de gradientes de perda de habitat, de forma similar ao que foi observado para a biodiversidade; (ii) esses limiares sejam regidos por uma série de processos ecológicos relacionados ao movimento das espécies que promovem o serviço ecossistêmico, e a mudanças (em geral não-lineares) da configuração da paisagem; (iii) em paisagens com matrizes mais florestais os limiares ocorram mais tarde ao longo do gradiente de perda de habitat. O conjunto destes dados servirá de subsídios a políticas públicas de ordenamento territorial e manutenção de serviços ecossistêmicos em paisagens agrícolas da Mata Atlântica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Potencial de Resiliência de áreas de floresta ombrófila mista impactadas por ação antrópica.
Descrição: Descrição: A Floresta Ombrófila Mista (floresta com araucária) sofreu intenso processo de fragmentação e degradação no Estado do Paraná, restando menos de 1% da sua área original ainda em condições primitivas. O presente projeto pretende investigar quais as características da avifauna e da vegetação das áreas florestais consideradas por Castella e Britez (2004) em estagio médio de sucessão. Comparando estas características com as de áreas nativas deste tipo de floresta seria possível determinar qual a perturbação máxima aceitável. Isto é, seria possível identificar quais as características das áreas em estágio médio de sucessão que indicariam maior potencial de resiliência daquele ecossistema florestal. Estas áreas seriam as mais adequadas para implementação de programas de manejo e conservação. A avaliação é desenvolvida com base em uma das poucas áreas nativas remanescentes de floresta ombrófila mista, a qual não sofreu degradação aparente, localizada na Floresta Nacional de Irati. Esta área nativa é utilizada como controle no presente estudo. Para a avaliação comparativa são utilizadas quatro métricas, as quais são representadas por índices: Índice de Integridade Biótica, Índice de Diversidade Funcional, Índice de Serviços Ecológicos e Avaliação Ecológica Rápida. Serão investigadas 12 áreas florestais consideradas em estágio médio de sucessão por Castella e Britez (2004) em três regiões do estado do Paraná: Turvo, Irati e Telêmaco-Borba. Para os Índices de Integridade Biótica, de Diversidade Funcional e de Serviços Ecológicos utilizam-se dados de aves enquanto que para a Avaliação Ecológica Rápida utilizam-se dados de vegetação. Espera-se que as áreas que atingirem os maiores valores destes índices tenham maior capacidade de resiliência e poderiam ser selecionadas como prioridades para conservação. Como resultado adicional espera-se obter um protocolo para avaliação da Integridade Biótica do ecossistema da Floresta Ombrófila Mista utilizando-se de ferramentas facilmente apl. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) . Integrantes: Luiz dos Anjos - Coordenador / Gabriela Menezes Bochio - Integrante / José Marcelo Torezan - Integrante / Hugo Reis Medeiros - Integrante / Fernando José Ferneda Freitas - Integrante / Larissa Corsini Calsavara - Integrante. Financiador(es): Fundação O Boticário de Proteção à Natureza - Auxílio financeiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
INFLUÊNCIA DE ÁREAS DE REFÚGIO COM VEGETAÇÃO ESPONTÂNEA NA OCORRÊNCIA DE INIMIGOS NATURAIS E FITÓFAGOS ASSOCIADOS ÀS CULTURAS DE SOJA E TRIGO
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Vegetação e aves como ferramenta na avaliação da qualidade de fragmentos florestais: um estudo de caso na Floresta Atlântica Brasileira
Descrição: O objetivo deste estudo consiste em avaliar a correlação de valores de integridade biótica obtidos a partir de dados de vegetação e de aves em fragmentos florestais de Mata Atlântica no norte do Paraná. Se houver correlação, espera-se obter um índice que combine dados de vegetação e de aves para a determinação de um índice de integridade biótica sintetizado. Paralelamente, fragmentos florestais protegidos pelo Estado (reservas) serão comparados com outros não protegidos. Neste caso, espera-se que fragmentos protegidos tenham um índice de integridade biótica mais alto do que não protegidos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2012
FRAGMENTOS DE MATA E O CONTROLE BIOLÓGICO NATURAL DE PULGÕES DO TRIGO (HEMIPTERA: APHIDIDAE POR PARASITÓIDES E PREDADORES).
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
Protocolos de avaliação de sucesso e requisitos mínimos de projeto para restauração florestal baseados em biodiversidade, estrutura florestal e processos do ecossistema
Descrição: Para avaliar técnicas de restauração ambiental é preciso um protocolo consistente, baseado em informações obtidas de ecossistemas de referência e áreas-controle em sítios próximos. Os objetivos deste projeto são estudar o impacto de variáveis relacionadas com o desenho dos projetos de restauração sobre as variáveis utilizadas para a medição de sucesso dos mesmos, subsidiar políticas públicas e o estabelecimento de critérios mínimos para restauração ambiental, definir um protocolo para avaliação de sucesso de iniciativas de reflorestamento, incluindo variáveis de estrutura florestal, biodiversidade e processos do ecossistema. Serão utilizados numa primeira fase sítios de reflorestamento implantados desde 2001 em um experimento controlado, visando avaliar uma série de variáveis ligadas ao desenho do projeto e variáveis potenciais para avaliação de sucesso, distribuídas em biodiversidade, estrutura florestal e processos do ecossistema. Para aplicar o protocolo, 10 sítios de reflorestamento serão selecionados. Para as variáveis independentes com maior poder de previsão das variáveis usadas para avaliar o sucesso, serão propostos intervalos para um protocolo mínimo para projetos de reflorestamento. Através de uma análise de componentes principais serão determinadas as variáveis que contribuem mais para explicar a variação entre as áreas de reflorestamento, e estas serão usadas para propor metas mínimas, em relação ao ecossistema-referência, para projetos de restauração..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
UTILIZAÇÃO DO ÍNDICE DRASTICO PARA A AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE NATURAL DO AQUÍFERO FREÁTICO NA ÁREA DO ATERRO CONTROLADO DE LONDRINA - PR
Descrição: A POLUIÇÃO DAS ÁGUAS SUBTERRÂNEAS ESTÁ RECEBENDO AUMENTO DE ATENÇÃO DAS AGÊNCIAS REGULADORAS,TANTO FEDERAIS, QUANTO ESTADUAIS E DOS USUÁRIOS. COMO RESULTADO, A POLUIÇÃO TEM SIDO ENCONTRADA MAIS DISSEMINADA DO QUE SE SUPUNHA HÁ ALGUNS ANOS ATRÁS. ESTA ATENÇÃO TEM TAMBÉM RESULTADO EM LARGO RECONHECIMENTO DE QUE OS FATORES QUE POLUEM A ÁGUA SUBTERRÂNEA PODEM GERAR UMA SÉRIA AMEAÇA À SAÚDE QUE SEGUIDAMENTE NÃO ESTÁ APARENTE ÀQUELES QUE SERÃO AFETADOS E QUE A PURIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE ÁGUA SUBTERRÂNEA POLUÍDOS REQUER SÉCULOS OU GASTOS DE ALTAS SOMAS DE DINHEIRO. A MAIORIA DA POLUIÇÃO DA ÁGUA SUBTERRÂNEA RESULTA DA DISPOSIÇÃO DE RESÍDUOS NA SUPERFÍCIE DA TERRA, INCLUINDO FOSSAS SÉPTICAS E ATERROS SANITÁRIOS. O ATERRO CONTROLADO DE LONDRINA. A PARTIR DESSE MODELO DE FLUXO EM CONJUNTO AS INFORMAÇÕES SOBRE O AMBIENTE FÍSICO LOCAL E A DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ATIVIDADES SÓCIO-ECONÔMICAS DE USO E OCUPAÇÃO DE SOLO NA REGIÃO DE ESTUDO, PERMITIRÁ A AVALIAÇÃO DE VULNERABILIDADE À POLUIÇÃO DO AQÜÍFERO FREÁTICO LOCAL. ESPERA-SE COM ESSA PESQUISA OBTER-SE UM MODELO DE FLUXO COMO UMA BASE TÉCNICA E CIENTÍFICA REAL PARA O MONITORAMENTO DAS ÁGUAS DO CÓRREGO DOS PERIQUITOS E O RIBEIRÃO CAMBÉ NA ÁREA URBANA DE LONDRINA E ZONA DE EXPANSÃO..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2011
Programa de Reflorestamento da Bacia do Ribeirão Jacutinga, Londrina, Paraná
Descrição: Descrição: O projeto de reflorestamento das matas ciliares da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Jacutinga é uma das ações de natureza compensatória previstas no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), estabelecido em um acordo entre o Ministério Público do Estado do Paraná e a Companhia Brasileira de Petróleo Ipiranga em decorrência do vazamento de óleo diesel no Pool de Combustíveis de Londrina, ocorrido no segundo semestre de 2002. Este vazamento acarretou em infiltração de óleo no solo e no lençol freático e lançamento indireto desse óleo no Ribeirão Lindóia, afluente direto do Ribeirão Jacutinga e um dos principais rios componentes da bacia. O projeto visa à restauração das áreas de preservação permanente na bacia do Ribeirão Jacutinga, acima do ponto de captação de água da SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) em Ibiporã, compreendendo áreas nos municípios de Cambé, Londrina e Ibiporã, na região norte do Estado do Paraná. Neste projeto são utilizadas técnicas, baseadas principalmente em plantio de mudas, regeneração natural, e semeadura direta, para a restauração das áreas degradadas, utilizando espécies arbóreas nativas da região..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: Environment, Development and Sustainability
2018 - Atual
Periódico: SOCIOBIOLOGY


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MEDEIROS, H. R.2017 MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; RIBEIRO, M. C. ; MORALES, M. N. ; MARTELLO, F. ; Neto, O. C. P. ; CARSTENSEN, D. W. ; MENEZES Jr, A. O. . Non-crop habitats modulate alpha and beta diversity of flower flies (Diptera, Syrphidae) in Brazilian agricultural landscapes. BIODIVERSITY AND CONSERVATION, v. xx, p. 1-18, 2017.

2.
BORTOLOTTO, O. C.2016BORTOLOTTO, O. C. ; MENEZES Jr, A. O. ; HOSHINO, A. T. ; MEDEIROS, H. R. . Influence of distance from adjacent forest fragments on aphids (Hemiptera: Aphididae) parasitoidism in wheat fields in Parana State, Brazil. Revista Colombiana de Entomologia, v. 42 (1), p. 1-3, 2016.

3.
MEDEIROS, H. R.2016 MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; RIBEIRO, M. C. ; MENEZES Jr, A. O. . Landscape complexity affects cover and species richness of weeds in Brazilian agricultural environments. Basic and Applied Ecology (Print), v. 17, p. 731-740, 2016.

4.
MEDEIROS, HUGO REIS2015 MEDEIROS, HUGO REIS; BOCHIO, GABRIELA MENEZES ; RIBEIRO, MILTON CEZAR ; TOREZAN, JOSÉ MARCELO ; DOS ANJOS, LUIZ . Combining plant and bird data increases the accuracy of an Index of Biotic Integrity to assess conservation levels of tropical forest fragments. Journal for Nature Conservation (Print), v. 25, p. 1-7, 2015.

5.
ZAIDEN, T.2015ZAIDEN, T. ; SILVA, F. C. M. ; MEDEIROS, H. R. ; ANJOS, L. . Decadal persistence of frugivorous birds in tropical forest fragments of northern Paraná. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 15, p. 1-7, 2015.

6.
MEDEIROS, H. R.;MEDEIROS, HUGO REIS2013 MEDEIROS, H. R.; Torezan, J. M. D. . Evaluating the ecological integrity of Atlantic forest remnants by using rapid ecological assessment. Environmental Monitoring and Assessment (Dordrecht. Online), v. 185, p. 4373-4382, 2013.

7.
MEDEIROS, H. R.;MEDEIROS, HUGO REIS2010MEDEIROS, H. R.; Torezan, J. M. D. ; Neto, O. C. P. . Uso e ocupação do solo no entorno de projetos de restauração ecológica influenciando na regeneração do sub-bosque. Geografia (Londrina), v. 19, p. 85-97, 2010.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
DIAS, J. ; MEDEIROS, H. R. ; Torezan, J. M. D. . Invasões biológicas. In: XIV semana de Estudos em Ciências Biológicas e V Colóquio de Incentivo a Pesquisa, 2010, Guarapuava. . Anais do XIV Semana de Estudos em Ciências Biológicas e V Colóquio de Incentivo a Pesquisa, 2010.

2.
CELLIGOI, A ; LAMONICA, D. ; MACHADO, A. ; BARBOSA, R.S ; MEDEIROS, H. R. . Determinação das condutividades hidráulicas das zonas saturada e não saturada do aquífero freático nas adjacências do aterro controlado de Londrina - PR 2006. In: XIV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, 2006, Curitiba-PR. anais do XIV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, 2006.

3.
CELLIGOI, A ; BARBOSA, R.S ; MEDEIROS, H. R. ; MACHADO, A. . Utilização do Permeâmetro Guelph na determinação da condutividade hidráulica da zona saturada e não saturada do aquífero freático nas imediações do Lixão de Londrina - PR.. In: XIV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, 2006, Curitiba-PR. anais do XIV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, 2006.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
MENEZES Jr, A. O. ; HOSHINO, A. T. ; MEDEIROS, H. R. ; MORALES, M. N. . Syrphidae (Diptera) afidófagos em lavouras de trigo na região norte do paraná... In: 7.ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale (RCBPTT), 2013, Londrina. Anais da 7.ª Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale (RCBPTT), 2013.

2.
MEDEIROS, H. R.; CARVALHO, E. S. ; Torezan, J. M. D. . ESTADO DE CONSERVAÇÃO DE FRAGMENTOS DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL NO NORTE DO PARANÁ. In: I Simpósio de Sustentabilidade, 2011, São Lourenço. Anais do I Simpósio de Sustentabilidade, 2011.

3.
SISMEIRO, M. ; BORDIGNON, A. ; MEDEIROS, H. R. ; MENEZES Jr, A. O. ; HOSHINO, A. T. . INFLUÊNCIA DA VEGETAÇÃO NA PRESENÇA DE PREDADORES EM UM AGROECOSSISTEMA. In: X Congresso de Ecologia, 2011, São Lourenço. Anais do X Congresso de Ecologia, 2011.

4.
MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; MENEZES Jr, A. O. . Influência de reservas florestais sobre a fauna de inimigos naturais de insetos praga de cultivos adjacentes. In: 5° Congresso Nacional de Extensão Universitária, 2011, Londrina. Anais do 5° Congresso Nacional de Extensão Universitária, 2011.

5.
Torezan, J. M. D. ; MEDEIROS, H. R. ; Neto, O. C. P. ; Massocato, F. F. . Influência da paisagem do entorno na riqueza de espécies lenhosas na regeneração do sub-bosque de reflorestamentos. In: IX Congresso de Ecologia do Brasil, 2009, São Lourenço. Ecologia e o Futuro da Biosfera, 2009.

6.
MEDEIROS, H. R.; Torezan, J. M. D. . Uso da diversidade de espécies lenhosas na descrisão do sucesso de iniciativas de restauração florestal. In: XVII Encontro Anual de Iniciação Científica, 2008, Foz do Iguaçu. XVII EAIC, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MEDEIROS, H. R.; RIBEIRO, M. C. ; GRANDINETE, Y. C. ; RIGHI, C. A. . Forest Cover Positively Affects Social Wasp Communities In Brazilian Agricultural Landscapes. In: 1st International Conference on Community Ecology, 2017, Budapeste. Book of Abstracts of 1st International Conference on Community Ecology, 2017.

2.
BOCHIO, GABRIELA MENEZES ; MEDEIROS, H. R. ; ANJOS, L. . Bird Functional Diversity across a forest fragmentation gradient in Atlantic Forest.. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015. Anals of X Neotropical Ornithological Congress.

3.
CALSAVARA, L. C. ; BOCHIO, G. M. ; MEDEIROS, H. R. ; Torezan, J. M. D. ; LIMA, M. R. ; ANJOS, L. . Functional bird richness in a forest complexity gradient in Araucaria forests.. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015. Anals of X Neotropical Ornithological Congress.

4.
ANJOS, L. ; BOCHIO, G. M. ; MEDEIROS, H. R. ; ARAKAKI, B. R. ; Torezan, J. M. D. ; RIBEIRO, M. C. . On the use of suboscines as biological indicators of functional connectivity of forest fragments. In: X Neotropical Ornithological Congress, 2015. Anals of X Neotropical Ornithological Congress.

5.
HOSHINO, A. T. ; MENEZES Jr, A. O. ; MEDEIROS, H. R. ; BORDIGNON, A. . Circadian flight activity of natural enemy insects in soybean fields. In: 14º Simpósio de Controle Biológico, 2015. Anais do 14º Simpósio de Controle Biológico.

6.
MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; BORTOLOTO, O. ; MENEZES Jr, A. O. . INFLUÊNCIA DOS AGROTÓXICOS SOBRE A OCORRÊNCIA DE PREDADORES (COLEOPTERA: COCCINELIDAE) E PARASITOIDES (HYMENOPTERA: APHIDINAE) EM PLANTAÇÕES DE TRIGO.. In: III Encontro de Ciências Biológicas da UEL, 2012, Londrina. Anais do III Encontro de Ciências Biológicas da UEL, 2012.

7.
MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; MORALES, M. ; MENEZES Jr, A. O. . INFLUÊNCIA DA PAISAGEM E DO MANEJO FITOSSANITÁRIO SOBRE A OCORRÊNCIA DE SYRPHIDAE (DIPTERA) NA CULTURA DO TRIGO. In: XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012, Curitiba. Anais XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012.

8.
MEDEIROS, H. R.; HOSHINO, A. T. ; BORTOLOTO, O. ; MENEZES Jr, A. O. . PARASITOIDES AFIDÓFAGOS NA CULTURA DO TRIGO NO NORTE DO ESTADO DO PARANÁ. In: XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012, Curitiba. Anais XXIV Congresso Brasileiro de Entomologia, 2012.

9.
SISMEIRO, M. ; MEDEIROS, H. R. ; MENEZES Jr, A. O. ; HOSHINO, A. T. . influência da vegetação nativa na presença de parasitóides em um agroecossistema. In: 12 Simpósio de Controle Biológico - SICONBIOL, 2011, São Paulo. 12 Simpósio de Controle Biológico, 2011.

10.
MEDEIROS, H. R.; Torezan, J. M. D. . Avaliação Ecológica Rápida (AER) com ênfase na comunidade vegetal da floresta Estacional Semidecidual. In: 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010, Manaus. 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010.

11.
MEDEIROS, H. R.; Torezan, J. M. D. . Plantas medicinais em matas de galeria do município de Nobres-MT. In: 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010, Manaus. 61 Congresso Nacional de Botânica, 2010.

12.
MEDEIROS, H. R.; Ulisses Souza Portes . A aplicação da metodologia de situações problema no processo de Ensino - Aprendizagem de conhecimentos geográficos: A experiência do Estágio de Regência.. In: IV ENCONTRO DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 2007, Londrina. Anais do IV ENCONTRO DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 2007.

13.
MEDEIROS, H. R.; Ulisses Souza Portes . A relevância do trabalho pedagógico com o uso de situações - problema elaboradas a partir dos conhecimentos prévios dos alunos a fim de ampliar o seu interesse no processo de ensino aprendizagem de conhecimentos geográficos: o caso da terceira série do ensino médio do Colégio Aplicação.. In: IV ENCONTRO DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 2007, Londrina. Anais do IV ENCONTRO DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 2007.

14.
MEDEIROS, H. R.; CELLIGOI, A . Utilização do Permeâmetro Guelph no estudo de vulnerabilidade das águas subterrâneas nas imediações do Lixão de Londrina - PR.. In: Encontro anual de Iniciação Científica, 2007, Maringá. Anais do Encontro anual de Iniciação Científica, 2007.

Outras produções bibliográficas
1.
MEDEIROS, H. R.; OLIVE|RA, A. ; BISCOLA, G. ; DUARTE, R. . Geografia e Música uma proposta de ensino 2006 (III Encontro de ensino de Geografia).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
MEDEIROS, H. R.. Trabalho técnico voluntário para a execução de Geoprocessamento da APA Mananciais do Rio Paraíba do Sul do Instituto Chico Mendes para a Conservação da Biodiversidade e IBAMA. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
Fontes, E. O. ; MEDEIROS, H. R. ; OLIVEIRA, R. . Curso de Ecologia de campo. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
MEDEIROS, H. R.. Mostra sobre instrumentos de Climatologia. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Semana Acadêmica Do Curso De Agronomia Uel. 2013. (Outra).

2.
III Encontro de Ciências Biológicas da UEL.INFLUÊNCIA DOS AGROTÓXICOS SOBRE A OCORRÊNCIA DE PREDADORES (COLEOPTERA: COCCINELIDAE) E PARASITOIDES (HYMENOPTERA: APHIDINAE) EM PLANTAÇÕES DE TRIGO.. 2012. (Encontro).

3.
5° Congresso Nacional de Extensão Universitária. Influência de reservas florestais sobre a fauna de inimigos naturais de insetos praga de cultivos adjacentes. 2011. (Congresso).

4.
GEAMA - Grupo de Estudos Avançados Sobre Meio Ambiente. 2011. (Encontro).

5.
61 Congresso Nacional de Botânica. Avaliação Ecológica Rápida (AER) com ênfase na comunidade vegetal da floresta Estacional Semidecidual. 2010. (Congresso).

6.
IX Congresso de Ecologia do Brasil. Influência da paisagem do entorno na riqueza de espécies lenhosas na regeneração do sub-bosque de reflorestamentos. 2009. (Congresso).

7.
Ciclo de Palestras sobre Evolução. 2008. (Outra).

8.
Ecologia Política: Desafios Sócio-Ambientais Contemporâneos. 2008. (Seminário).

9.
II Jornada do Dia Internacional do Meio Ambiente - Gestão de Resíduos e Recursos Naturais. 2008. (Outra).

10.
I Semana de Tecnologia e Meio Ambiente da UTFPR. 2008. (Seminário).

11.
XVII Encontro Anual de Iniciação Científica - EAIC.Uso da diversidade de espécies lenhosas na descrição do sucesso de iniciativas de Restauração Florestal. 2008. (Encontro).

12.
Global Alliance for the Amazon and the Climate Protection.Global Alliance for the Amazon and the Climate Protection. 2007. (Seminário).

13.
I Encontro Estadual de Ciência e Tecnologia da Seti. 2007. (Encontro).

14.
IV ENCONTRO DE ENSINO DE GEOGRAFIA.A aplicação da metodologia de situações problema no processo de Ensino - Aprendizagem de conhecimentos geográficos: A experiência do estágio de regência. 2007. (Encontro).

15.
XVI encontro Anual de Iniciação Científica PIBIC - CNPq.Utilização do Permeâmetro Guelph no estudo de vulnerabilidade das águas subterâneas nas imediações do Lixão de Londrina - PR. 2007. (Encontro).

16.
III Encontro de Ensino de Geografia desafios do ensino de Geografia na contemporaneidade.Geografia e Música uma proposta de ensino. 2006. (Encontro).

17.
XIV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas. Utilização do Permeâmetro Guelph na determinação da condutividade hidráulica da zona não saturada do Aquifero Freático nas imediações do lixão de Londrina - PR. 2006. (Congresso).

18.
XV Encontro Nacional dos Estudantes de Geografia. 2005. (Encontro).

19.
1ª Jornada de estudos epistemológicos do Departamneto de Geociências A Ciência em debate as regras, o jogo e a arte do conhecimento científico..A Ciência no Período Medieval.. 2004. (Outra).

20.
VI Congresso Brasileiro de Geógrafos. 2004. (Congresso).

21.
XX Semana de Geografia. 2004. (Outra).



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
Fontes, E. O. ; MEDEIROS, H. R. ; OLIVEIRA, R. . Curso de Ecologia de campo. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Outras informações relevantes


Aprovação em Processo Seletivo para Professor de Magistério Superior da Universidade Federal da Fronteira Sul - Edital Nº 251/UFFS/2013 - Área / Subárea: Geociências / Biogeografia - 2º Lugar (2013).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/01/2019 às 18:28:50