Jean François Germain Tible

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9800900089728138
  • Última atualização do currículo em 12/02/2019


Possui graduação em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001), mestrado pelo Instituto de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2005) e doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2012). Atualmente é professor do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo. Tem experiência nas áreas de Relações Internacionais e Política, atuando principalmente nos seguintes temas: Marx; Revoltas, Revoluções e Movimentos Políticos, Teoria social e política das Relações Internacionais. Autor de Marx selvagem (São Paulo, Annablume, 2013; 3a edição, Editora Autonomia Literária, 2018) e co-organizador de Junho: potência das ruas e das redes (Fundação Friedrich Ebert, 2014), Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil (FES, 2015) e Negri no Trópico 23°26'14'' (Autonomia Literária, Editora da Cidade e n-1 edições, 2017). Textos e livros disponíveis em: https://usp-br.academia.edu/JeanTible (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Jean François Germain Tible
Nome em citações bibliográficas
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.
Avenida Professor Luciano Gualberto, 315 - 2. andar - sala 2045
Butantã
05508010 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (011) 30913780


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2012
Doutorado em Sociologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período sanduíche em Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (Orientador: Michael Löwy).
Título: Marx e América Indígena: diálogo a partir dos conceitos de abolição e recusa do Estado, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: Marcelo Siqueira Ridenti.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Karl Marx; Pierre Clastres; Estado; Movimentos indígenas; Antropologia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Movimentos políticos e sociais.
2003 - 2005
Mestrado em Relações Internacionais.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: O Mundial e a Estrela da Manhã: a Imaginação Política Crítica entre Estado e Movimento,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: João Franklin Abelardo Pontes Nogueira.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Teoria de Relações Internacionais; Soberania; Estado; Movimentos Sociais; Teoria Política e Social; marxismo.
1998 - 2001
Graduação em Relações Internacionais.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2017 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Coordenação dos Seminários do DCP.
03/2015 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Relações Internacionais
Processos e atores na política internacional contemporânea II
08/2018 - 12/2018
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas dissidentes: a partir da revolução mundial de 1968
08/2017 - 12/2017
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Cosmopolitismos e Cosmopolíticas
09/2015 - 09/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Membro do Conselho da Biblioteca Florestan Fernandes.
03/2017 - 06/2017
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Novas fronteiras do político: movimentos sociais e relações internacionais no mundo contemporâneo
08/2016 - 12/2016
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Revoltas, Revoluções, Relações Internacionais

Intercâmbio, Informações, Estudos e Pesquisas, IIEP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Diretoria


Fundação Friedrich Ebert, FES, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Diretor de projetos, Carga horária: 40


Centro Universitário Fundação Santo André, CUFSA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 12

Atividades

08/2011 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Desenvolvimento, Democracia e Segurança na América Latina
Política Externa Brasileira
Teoria das Relações Internacionais

Partido dos Trabalhadores (Diretório Nacional), PT, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Assessor da Secretaria de Rel. Internacionais, Carga horária: 40
Outras informações
Em licença no período 03/2003-02/2005


Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais, Universidade de São Paulo, NUPRI/USP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Pesquisador Junior do NUPRI-USP (http://www.usp.br/cartainternacional/modx/) no Grupo de Pesquisa Movimentos Sociais na Arena Transnacional.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Poderes e Resistências na poltica mundial contemporânea
Descrição: Toma-se o ano de 1968 e sua revolução mundial como marco e ponto de partida da política contemporânea. As revoltas estudantis, operárias, negras, das mulheres e dos colonizados, em distintos pontos do planeta, em diferentes intensidades, dissolvem estabilidades nos mais diversos âmbitos da vida social e das principais instituições políticas, no bloco socialista, no chamado Ocidente e nos países do então Terceiro Mundo. Tal disrupção provoca uma forte reação dos poderes constituídos, que se manifesta em variadas esferas. Na reorganização do mundo do trabalho (com o fim do paradigma industrial) com mudanças substantivas nos setores de ponta da produção econômica e no caráter cada vez mais decisivo do conhecimento, o que irá se acentuar no decorrer dos anos (por exemplo nos setores da internet e logística). Na caracterização da crise de 1968 como excesso de democracia e de demandas de determinados setores (Huttington et al), seguida de uma progressiva perda de legitimidade das instituições das democracias representativas (inclusive a captura destas pelas grandes corporações empresariais). Nas chamadas políticas de austeridade e aumento expressivo das desigualdades (uma grande quantidade de relatórios e investigações o atestam), de um modo geral. No incremento dos aparatos repressivos dos Estados, reforçados pelas novas tecnologias, e na estratégia de encarceramento em massa em vários países. Frente a esses fechamentos democráticos, novas resistências se fazem notar. Num primeiro momento com o fim do ordem bipolar e o desmoronamento do bloco soviético (as revoluções de veludo) e logo, a seguir, nos debates acerca da globalização neoliberal que se expressam em inúmeras mobilizações (Caracas em 1989, Chiapas em 1994, França em 1995, Coreia do Sul em 1997, Seattle em 1999, Praga em 2000 e Genova em 2001) que questionam as antigas e novas instituições globais, mas perdem força com a reorientação da agenda mundial para as questões securitárias, após o 9/11. Um novo ciclo se expressa alguns anos depois, após a crise financeira de 2008, a partir de uma pequena cidade da Tunísia que vai levar a queda de governantes no poder há décadas e se espraiar na Primavera Árabe que por sua vez, influenciará, do outro lado do Mediterrâneo, explosões sociais e políticas no Sul da Europa, depois no Norte e, atravessando o Atlântico, na América do Norte e do Sul. Ecos se farão ouvir, ainda em outras partes do continente africano e na Ásia. Em que pese a diversidade das situações e das ferramentas empregadas, alguns elementos de novos laboratórios políticos podem ser observados, na importância das assembleias, das reapropriações territoriais e das novas subjetividades. Trata-se, em suma, de uma investigação coletiva acerca das lutas políticas contemporâneas em âmbito global. Isso se desdobra, por um lado, no estudo das estratégias de distintos Estados, aparatos repressivos e poderes constituídos e, por outro, das políticas que expressam os protestos, dissensos e ocupações pelo mundo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Jean François Germain Tible - Coordenador / Lucas Damasceno Pereira - Integrante / Philippe Franco Scerb - Integrante / Caetano Patta da Porciuncula e Barros - Integrante / Júlia Tibiriçá Diegues - Integrante / Gabriel Pietro Siracusa - Integrante / Iago Checo Rondello - Integrante / Guilherme Giuliano Nicolau - Integrante / Natália Lima Araújo - Integrante / Pedro Cesar Vivas - Integrante / Matheus Pinzan - Integrante / Augusto Malaman - Integrante / Phirtia R R da Silva - Integrante / Rebeca Diaz Degenszajn - Integrante / Valéria Magalhães Frajuca - Integrante / Nicolau Gayão Beny de Santos Silveira - Integrante.
2015 - Atual
De-Provincializing Soft Power: A Global-Historical Approach
Descrição: "De-Provincializing Soft Power: A Global-Historical Approach" is a three-year research project designed to study the power of cultural persuasion in foreign relations in ways that look beyond the Transatlantic and Western framework in which studies of "soft power" originated in the early 1990s. The project introduces the cases of three emerging powers, Brazil, China, and Turkey, that have developed soft-power agendas in rivalry with the U.S., Europe, and, in at least one region?Africa?with each other. The project will bring into conversation scholars in history, communications, cultural studies, and international relations to develop key indicators to understanding national practices of soft power, their cultural tap roots and historical legacies, as they were transformed in light of cyber-technology, multilateralism, and big shifts in relative economic, military, and political power. The principal activities are conferences held in successive years at Columbia's centers in Istanbul, Beijing, and Rio de Janeiro, each bringing together faculty investigators and student participants from the regions represented in the study. In building its team, the project will exploit Columbia's cross-school resources and draw on the Global Centers' ability to facilitate regional research partnerships.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Jean François Germain Tible - Integrante / Victoria De Grazia - Coordenador / Dilek Barlas - Integrante / Fernando Santomauro - Integrante / Hongmei Li - Integrante / Jack Snyder - Integrante / Jiang Fei - Integrante / Martina Bassan - Integrante / Mustafa Kutlay - Integrante / Logan de La Barre-Hays - Integrante / Pang Zhongying - Integrante / Richard Balme - Integrante / Wang Yiwei - Integrante / Burcu Baycurt - Integrante.
2012 - 2016
O Brasil no Conselho de Segurança da ONU
Descrição: O Brasil participou da Conferência de São Francisco (1945), sendo um dos 50 países fundadores da Organização das Nações Unidas (ONU). O Brasil atua desde o início da ONU em diversos órgãos, destes destaca-se a participação do Brasil no Conselho de Segurança (CS). Sem sombras de dúvidas a relevância do CS para as relações internacionais é incontestável. Ainda, para o Brasil a relevância do órgão vem se tornando cada vez mais acentuada. Desde 1994 o Brasil postula oficialmente uma vaga enquanto membro permanente de um Conselho de Segurança reformado. Tendo em vista estas questões e a quase completa ausência de pesquisas em ciência política e relações internacionais sobre o Brasil e o CS e sobre o Brasil no CS, o presente projeto de pesquisa pretende tecer um panorama das atuações do país enquanto membro não permanente no Conselho de Segurança (com direito a voto mas não a veto) nos dez mandatos que teve até os dias de hoje.5 Tal pesquisa tem caráter inédito no cenário brasileiro sua necessidade passou a ser evidenciada quando da produção de um paper sobre o Brasil no Conselho de Segurança da ONU, biênio 2010- 2011 (FERREIRA, 2012). A partir de pesquisa em diversas páginas na internet, na Biblioteca Azeredo da Silveira em Brasília, além de conversas informais com diplomatas brasileiros notou-se a ausência de informações sistematizadas e de análises sobre os diversos mandatos do Brasil no CS enquanto membro não-permanente: não existem pesquisas e sistematizações, seja por parte da Universidade brasileira, seja por parte da chancelaria do mesmo país, sobre as atuações do Brasil nestas várias ocasiões em que participou do CS.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Jean François Germain Tible - Integrante / Carlos Enrique Ruiz Ferreira - Coordenador / Marcionila Fernandes - Integrante.


Outros Projetos


2012 - Atual
Grupo de Reflexões sobre Relações Internacionais
Descrição: Grupo interdisciplinar e intersetorial para discussão e articulação em relação à política externa brasileira.
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.

Integrantes: Jean François Germain Tible - Coordenador / Carlos Enrique Ruiz Ferreira - Integrante / Sergio Godoy - Integrante / Monica Valente - Integrante / Fernando Santomauro - Integrante / Gonzalo Berron - Integrante / Terra Budini - Integrante / Deisy de Freitas Lima Ventura - Integrante / Michelle Ratton Sanchez Badin - Integrante.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Nossa Voz
2015 - Atual
Periódico: Perseu: História, Memória e Política
2015 - Atual
Periódico: Revista Política Latinoamericana


Revisor de periódico


2009 - 2009
Periódico: Lusotopie (Paris)
2015 - Atual
Periódico: Revista Ciências Humanas
2015 - Atual
Periódico: Lua Nova (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Perseu: História, Memória e Política
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2016 - Atual
Periódico: Humanidades em Diálogo (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: E-Latina (Buenos Aires)
2017 - Atual
Periódico: Revista IEB
2017 - Atual
Periódico: Análise Social
2017 - Atual
Periódico: BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais
2018 - Atual
Periódico: NOVOS ESTUDOS CEBRAP (ONLINE)
2018 - Atual
Periódico: Revista de Antropologia (USP. Impresso) ( 003-4770)
2018 - Atual
Periódico: MONÇÕES: REVISTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFGD


Revisor de projeto de fomento


2018 - Atual
Agência de fomento: Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas
2014 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Teoria de Relações Internacionais.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Movimentos sociais.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Marxismo.


Idiomas


Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2018
Marx selvagem - melhores livros do ano (categoria: sociologia), Quatro cinco um - a revista dos livros.
2017
Negri no Trópico 23º 26′ 14" - melhores livros do ano (categoria: filosofia), Quatro cinco um - a revista dos livros.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TIBLE, JEAN2018TIBLE, JEAN. Marx salvaje. NUEVA SOCIEDAD, v. 277, p. 125-137, 2018.

2.
TIBLE, JEAN2018TIBLE, JEAN. Brechas que inspiram: Maio de 68 e nós. OUTUBRO (SÃO PAULO), v. 30, p. 10-24, 2018.

3.
TIBLE, JEAN2018TIBLE, JEAN. Estamos todos en peligro: razones y perspectivas de la victoria electoral autoritaria en Brasil. REVISTA POLÍTICA LATINOAMERICANA, v. 7, p. 30-57, 2018.

4.
TIBLE, JEAN2017TIBLE, JEAN. les luttes de classes au Brésil : mésopolitique des quinze dernières années. vacarme, v. 78, p. 70-78, 2017.

5.
TIBLE, JEAN2017TIBLE, JEAN. Marx na floresta. Margem Esquerda, v. 29, p. 34-43, 2017.

6.
TIBLE, JEAN2017TIBLE, JEAN. Entrevista a Jean Tible: 'Hay que hacer colectividades no cerradas, alianzas promiscuas'. Crítica y Resistencias. Revista de conflictos sociales latinoamericanos, v. 5, p. 227-234, 2017.

7.
TIBLE, JEAN2016TIBLE, JEAN. Golpe à brasileira: Crises política e econômica, impedimento e lutas democráticas. REVISTA POLÍTICA LATINOAMERICANA, v. 2, p. 1, 2016.

8.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2015TIBLE, J.. Encrucijadas brasileñas: entre protestas, procesos y elecciones. Nueva Sociedad, v. 255, p. 25-37, 2015.

9.
TIBLE, J.2015TIBLE, J.; MORAES, A. . Fin de fiesta en Brasil?. Nueva Sociedad, v. 259, p. 4-14, 2015.

10.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2014TIBLE, J.. Marx contra o Estado. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 13, p. 53-87, 2014.

11.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2014TIBLE, J.. Marx e os outros. Lua Nova (Impresso), v. 91, p. 199-228, 2014.

12.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2014TIBLE, J.. Antropofagia de Marx: predação, produção e lutas cosmopolíticas. Nada (Lisboa), v. 18, p. 30-49, 2014.

13.
SCHAVELZON, SALVADOR2014SCHAVELZON, SALVADOR ; TIBLE, JEAN . Deux formes de luttes amérindiennes. Multitudes, v. 56, p. 101-209, 2014.

14.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2013TIBLE, J.. Una nueva clase media en Brasil? El lulismo como fenómeno político-social. Nueva Sociedad, v. 243, p. 4-17, 2013.

15.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2013TIBLE, J.. Lulismo e o fazer-se de uma nova classe. Lugar Comum (UFRJ), v. 40, p. 21-34, 2013.

16.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2013TIBLE, J.. Cosmologias contra o capitalismo: Karl Marx e Davi Kopenawa. R@U : Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCAR, v. 5, p. 46-55, 2013.

17.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2011TIBLE, J.. Lutas contra o Um: notas do diálogo entre uma antropologia e um Marx contra o Estado. R@U : Revista de Antropologia Social dos Alunos do PPGAS-UFSCAR, v. 3, p. 171-197, 2011.

18.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2011TIBLE, J.. A imaginação política crítica entre Estado e movimento. Revista de Estudos Internacionais, v. 2, p. 4-30, 2011.

19.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2010TIBLE, J.. Devenirs de l?anthropophagie, du Brésil au Monde. Multitudes (Paris), v. 42, p. 146-151, 2010.

20.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2010TIBLE, J.. Lutas cosmopolíticas: Marx e América Indígena (Yanomami). Lugar Comum (UFRJ), v. 30, p. 31-44, 2010.

21.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2009TIBLE, J.. José Carlos Mariátegui: Marx e América Indígena. Cadernos Cemarx, v. 6, p. 97-114, 2009.

22.
TIBLE, J.;TIBLE, JEAN2008TIBLE, J.. Lutas Operárias em São Paulo e no ABC nos anos 70. Lugar Comum (UFRJ), v. 25-26, p. 291-309, 2008.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
TIBLE, JEAN. Marx Selvagem. 3. ed. São Paulo: Editora Autonomia Literária, 2018. v. 1. 344p .

2.
SANTIAGO, H. (Org.) ; TIBLE, JEAN (Org.) ; TELLES, V. (Org.) . Negri no Trópico 23°26'14''. 1. ed. São Paulo: Autonomia Literária, Editora da Cidade e n-1 edições, 2017. v. 1. 336p .

3.
TIBLE, JEAN. Marx selvagem. 2. ed. São Paulo: Annablume, 2016.

4.
MORAES, A. (Org.) ; TARIN, B. (Org.) ; TIBLE, JEAN (Org.) . Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil. 1. ed. São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2015. v. 1. 163p .

5.
QUROGA, Yesko (Org.) ; TIBLE, J. (Org.) . Alemanha: O SPD e a grande coalizão. Porque entramos e o que deu errado nas eleições. 1. ed. São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2014. v. 1. 28p .

6.
MORAES, A. (Org.) ; GUTIÉRREZ, B. (Org.) ; PARRA, H. (Org.) ; ALBUQUERQUE, H. (Org.) ; SCHAVELZON, S. (Org.) ; TIBLE, J. (Org.) . Junho: potência das ruas e das redes. 1. ed. São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2014. 258p .

7.
TIBLE, J.. Marx Selvagem. 1. ed. São Paulo: Annablume, 2013. 228p .

8.
GERBER, E. (Org.) ; PAPA, F. (Org.) ; TIBLE, J. (Org.) ; SANSEVIERO, R. (Org.) ; BALARDINI, S. (Org.) . Modelos de Desenvolvimento, Trabalho e Sustentabilidade: desafios para o progressismo na América Latina. 1. ed. São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2011. 149p .

Capítulos de livros publicados
1.
TIBLE, JEAN. Marx na América, Marx na floresta. In: Ulrich Gmünder. (Org.). Karl Marx y Sudamérica en el siglo XXI. 1ed.Caracas: Goethe Institut, 2018, v. 1, p. 132-142.

2.
NEGRI, A. ; TIBLE, JEAN . 'Vejo a revolução em curso': entrevista com Antonio Negri. In: Homero Santiago; Jean TIble; Vera Telles. (Org.). Negri no Trópico 23°26'14''. 1ed.São Paulo: Autonomia Literária, Editora da Cidade e n-1 edições, 2017, v. , p. 317-335.

3.
TIBLE, JEAN. Clastres e nós. In: Marcelo Checchia. (Org.). Combate à vontade de potência. 1ed.São Paulo: Annablume, 2016, v. 1, p. 132-145.

4.
TIBLE, J.. Marx and Anthropophagy: Notes for a Dialogue Between Marx and Viveiros de Castro. In: Pedro Neves Marques. (Org.). The Forest and The School: Where to sit at the dinner table?. 1ed.Londres: Archive Books, 2015, v. 1, p. 455-484.

5.
BELCHIOR, D. ; TIBLE, JEAN . "O Brasil é o nó que a gente precisa desatar: a beleza da nossa mistura como produtora de direitos". In: MORAES. A.; TARIN, B.; TIBLE, J.. (Org.). Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil. 1ed.São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2015, v. 1, p. 99-118.

6.
RHATTO, S. ; PARRA, H. ; TIBLE, JEAN . Saravá! Tecnopolítica e Organização. In: MORAES, A.; TARIN, B.; TIBLE, J.. (Org.). Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil. 1ed.São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2015, v. 1, p. 135-164.

7.
TIBLE, JEAN. Selvagem junho. In: SILVA, G.; CORSINI, L.. (Org.). Democracia x Regimes de pacificação: a insistente recusa do controle exercido em nome da segurança. 1ed.São Paulo: Annablume, 2015, v. 1, p. 111-122.

8.
MORAES, A. ; TIBLE, JEAN . Quando novos personagens entram em cena?. In: MORAES, A.; TARIN, B.; TIBLE, J.. (Org.). Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil. 1ed.São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2015, v. 1, p. 13-39.

9.
TIBLE, J.. Um encontro entre Marx e os Yanomami: lutas cosmopolíticas. In: Mauricio Siqueira; Giuseppe Cocco. (Org.). Por uma política menor: arte, comum e multidão. 1ed.Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2014, v. , p. 225-242.

10.
MORAES, A. ; GUTIÉRREZ, B. ; PARRA, H. ; ALBUQUERQUE, H. ; TIBLE, JEAN ; SCHAVELZON, SALVADOR . Junho está sendo. In: MORAES, A.; GUTIERREZ, B.; PARRA, H.; ALBUQUERQUE, H.; TIBLE, J.; SCHAVELZON, S.. (Org.). Junho: potência das ruas e das redes. 1ed.São Paulo: Fundação Friedrich Ebert, 2014, v. 1, p. 8-21.

11.
TIBLE, J.. Lutas Contra o Um: notas do diálogo entre uma Antropologia e um Marx contra o Estado. In: José Rubens Mascarenhas de Almeida; João Diógenes Ferreira dos Santos. (Org.). Estado, Políticas Públicas e Capitalismo: múltiplas interpretações. 1ed.Campinas: Alínea, 2012, v. , p. 63-84.

12.
ABREU, M. A. ; TIBLE, J. . Políticas Inovadoras no cenário federal, a visão dos ministros da Igualdade Racial. In: Matilde Ribeiro. (Org.). As políticas de Igualdade Racial: reflexões e perspectivas. 1ed.São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2012, v. , p. 35-50.

13.
SILVA, F. J. R. ; TIBLE, J. . O movimento negro como agente ativo na construção de políticas de igualdade racial. In: RIBEIRO, Matilde. (Org.). As Políticas de Igualdade Racial: reflexões e perspectivas. 1ed.São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2012, v. , p. 105-121.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
TIBLE, JEAN; ALLEN, N. . A Savage Marx. Verso Books, Londres, 06 fev. 2019.

2.
TIBLE, JEAN. Estamos Todos em Perigo: razões e perspectivas da vitória eleitoral autoritária no Brasil. Blog da Editora Autonomia Literária, São Paulo, 11 jan. 2019.

3.
TIBLE, JEAN. Siamo tutti in pericolo: ragioni e prospettive della vittoria elettorale autoritaria in Brasile. Euronomade, Itália, 06 jan. 2019.

4.
TIBLE, JEAN. Brésil : nous sommes tous en danger. Fondation Jean-Jaurès, Paris, 29 nov. 2018.

5.
TIBLE, JEAN. Brasil: estamos todos em perigo. Blog da Editora Autonomia Literária, São Paulo, 05 nov. 2018.

6.
TIBLE, JEAN. Brasil: estamos todos en peligro. La Diaria, Montevidéu, 01 nov. 2018.

7.
TIBLE, JEAN. Il Brasile combattuto tra passato e futuro. Euronomade, Itália, 05 out. 2018.

8.
TIBLE, JEAN. Brasil se debate entre pasado y futuro. Le Monde diplomatique, edición Cono Sur, Buenos Aires, 01 out. 2018.

9.
TIBLE, JEAN. Lula Liberto!. Blog da Editora Autonomia Literária, São Paulo, 11 set. 2018.

10.
TIBLE, JEAN. Lula Libre. La Diaria, Montevidéu, 10 set. 2018.

11.
TIBLE, JEAN; FACHIN, P. . A esquerda dividida por Junho de 2013 e a possibilidade de construir novas conexões. Entrevista especial com Jean Tible. IHU - Instituto Humanitas Unisinos, São Leopoldo, 27 jun. 2018.

12.
TIBLE, JEAN. As brechas que inspiram: 68 e nós. Le Monde diplomatique Brasil, São Paulo, 22 maio 2018.

13.
TIBLE, JEAN. Quando Quebra Queima, coletivA ocupação: explosão, levante politico-artistico e revolução do cotidiano. Urucum, São Paulo, 11 maio 2018.

14.
TIBLE, JEAN. 1968, revoltas no Brasil e no mundo: a barricada fecha a rua, mas abre caminhos. Blog do Dragão, Fortaleza, 25 abr. 2018.

15.
TIBLE, JEAN. Teat(r)o oficina: corpos livres em perigo. teoria e debate, São Paulo, 17 nov. 2017.

16.
TIBLE, JEAN. brasil-brasa-llama: algunas notas sobre la situación brasileña. HEMISFERIO IZQUIERDO, Uruguai, 08 set. 2017.

17.
TIBLE, JEAN. brasile-brace-fiamme: alcune note sulla situazione politica brasiliana. euronomade, Itália, 05 ago. 2017.

18.
TIBLE, JEAN. brasil-brasa-chama: algumas notas sobre a situação política brasileira. Buala, Lisboa, 28 jul. 2017.

19.
MORAES, A. ; PARRA, H. ; ALBUQUERQUE, H. ; SCHAVELZON, S. ; TIBLE, JEAN . A periferia contra o estado? Para escapar das ciências tristes! Criemos outras possibilidades. blog urucum, São Paulo, 24 abr. 2017.

20.
TIBLE, JEAN. Secundas: desobediência e organização. Teoria e Debate, São Paulo, 14 dez. 2016.

21.
MORAES, A. ; TIBLE, JEAN . A primavera Ròzá e a poética da revolução hoje. OutrasPalavras, São Paulo, 30 dez. 2015.

22.
TIBLE, JEAN. Golpe a la brasilera: Crisis política y económica, impedimentos y luchas democráticas. Horizontes del Sur, Buenos Aires, 02 out. 2015.

23.
MORAES, A. ; FREITAS, F. J. M. ; NOZAKI, William ; TIBLE, JEAN . Fazer-política, fazer-cidade: o municipalismo radical da Espanha que bem poderia ser o nosso. Carta Maior, São Paulo, 05 jun. 2015.

24.
MORAES, A. ; FREITAS, F. J. M. ; NOZAKI, William ; TIBLE, J. . O petismo vive! E o PT?. Teoria e Debate, São Paulo, 25 maio 2015.

25.
FREITAS, F. J. M. ; TIBLE, J. . Junho disruptivo: a nova configuração do conflito de classes no Brasil. Cuadernos de Coyuntura del GESHAL Grupo de Estudios en Sociología Histórica de América Latina, Facultad de Ciencias Sociales de la UBA, Instituto de Estudios de América Latina y el Caribe., Buenos Aires, 04 jul. 2014.

26.
TIBLE, J.. Le Parti et l?Ordre : les défis lancés au PT par la rue. Autres Brésils, Paris, 30 abr. 2014.

27.
TIBLE, J.. O partido e a ordem. Carta Maior, 23 fev. 2014.

28.
FREITAS, F. J. M. ; TIBLE, J. . Junho disruptivo. Democracia Socialista, São Paulo, p. 187 - 197, 03 dez. 2013.

29.
TIBLE, J.. Democracia en Brasil. Revista Interquorum, Lima, Peru, p. 10 - 13, 11 out. 2013.

30.
TIBLE, J.. O partido em seu labirinto? O PT e as jornadas de junho. Portal da Fundação Perseu Abramo, 25 jul. 2013.

31.
TIBLE, J.. Dilma : quelle continuité ?. Autres Brésils, Paris, França, 24 out. 2011.

32.
TIBLE, J.. Lettre de campagne (électorale). Bastamag, Paris, França, 08 set. 2010.

33.
TIBLE, J.. Lutas Cosmopolíticas: Marx e os Yanomami. Global Brasil, Rio de Janeiro, , v. 12, p. 46 - 46, 01 maio 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TIBLE, J.. Alteridade, diálogo, movimentos: Marx e América Indígena. In: IV Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia, 2009, Lisboa. IV Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia "Classificar o Mundo". Lisboa, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
TIBLE, JEAN. Experiências do comum. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
TIBLE, JEAN. Marx Selvagem. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SILVA, G. ; CORSINI, L. ; MORAES, A. ; TIBLE, JEAN . Pesquisa e periferia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SA, G. ; BAILAO, A. S. ; TIBLE, JEAN . Relações entre humanos e não-humanos - novos (velhos) subalternos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ETINERANCIAS, C. ; GAMELA, I. K. ?. T. ; TIBLE, JEAN . A vida em comum. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
MCFADDEN, P. ; KADUMA, I. ; NGUENHA, A. ; TIBLE, JEAN . A New Vision and Narrative for an Autonomous and Democratic Development in Southern Africa: Rereading Marx and the Thinkers of the Liberation Era. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
NHAMPULE, A. ; TIBLE, JEAN . Debate sobre Marx Selvagem. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
GUERRA, D. A. ; ASCAVA, L. ; TIBLE, JEAN ; CAROLINA, A. ; JESUS, A. . Encontro para partilha e bença com Tantinha e mulheres da agricultura urbana. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
ANTUNES, R. ; FERNANDES, L. ; TIBLE, JEAN . Marx, 200 anos. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
HEINRICH, M. ; ABRAMIDES, B. ; REZENDE, C. ; TIBLE, JEAN . Karl Marx: vida e obra de um bicentenário (e o que ainda podemos aprender). 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
SZTUTMAN, R ; ADOUE, S. ; RUBBO, D. A. ; TIBLE, JEAN . Marx e questão indígena. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
TIBLE, JEAN. Marx salvaje. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
DUMENIL, G. ; BARTRA, A. ; FINESCHI, R. ; TIBLE, JEAN . Marx salvaje. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
GREINER, C. ; PELBART, P. P. ; BARBOSA, J. ; HONESKO, V. ; COSTA, R. ; TIBLE, JEAN . Maio/1968 Junho/2013. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
CARNEIRO, H. ; ROCHA, C. ; TIBLE, JEAN . Como entender e combater a Era Bolsonaro. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

16.
MELEGH, A. ; SZYRANIY, T. ; CHAVES, J. ; TIBLE, JEAN . A ascensão da Extrema-Direita no Leste Europeu - Debate em solidariedade a Atilla Melegh. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

17.
GUERRA, D. A. ; MORAES, A. ; AUGUSTO, A. ; SALEM, J. ; ALBUQUERQUE, H. ; TIBLE, JEAN . Debate sobre Marx Selvagem - lançamento da terceira edição. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

18.
MACFARLANE, A. ; TIBLE, JEAN . Brazil on fire? Protests, crisis and confrontations. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
TIBLE, JEAN; NEVES, J. . Savage Marx: Tensions and Encounters Between the European Revolutionary and Indigenous Perspective-Struggles. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

20.
MORAES, A. ; AUGUSTO, A. ; TIBLE, JEAN . A imaginação no poder: perspectivas da periferia no século XXI. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

21.
SCHAVELZON, S. ; FRACALANZA, P. ; TIBLE, JEAN . Pós desenvolvimentismo e novas direções. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
TIBLE, JEAN. La teoría crítica desde Brasil y la crisis del progresismo. 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
LOWY, M. ; DAYAN-HERZBRUN, S. ; GLOWCZEWSKI, B. ; LYRA, F. ; ANDREA, T. P. D. ; TIBLE, JEAN . Débat autour de Marx Selvagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
FELDMAN, I. ; CALIL, R. ; TIBLE, JEAN . Debate sobre o filme 'Eu, Daniel Blake' (Ken Loach). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

25.
SANTOMAURO, F. ; TIBLE, JEAN . Iliberal Clouds. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
ANDRADE, D. ; TIBLE, JEAN . América Latina en la nueva configuración mundial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SILVEIRA, S. A. ; MUSSE, R. ; ZACARIAS, G. ; TIBLE, JEAN . A política como espetáculo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
DELGADO, A. ; LOPES, B. ; TIBLE, JEAN . Autonomismo e ação direta. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
ARAÚJO, Luciana ; TIBLE, JEAN . Identidade Feminina: A Mulher na América Latina. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
BRAGA, R. ; SANTOS, F. L. B. ; TIBLE, JEAN . Conservadorismo e luta política em perspectiva comparada. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
SOUTO, V. ; CUNHA FILHO, C. M. ; MARQUES, V. ; TIBLE, JEAN . Lançamento do livro 'Marx Selvagem' em Fortaleza. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
SANTAELLA, R. ; SANTANA, L. ; GONCALVES, A. ; TIBLE, JEAN . A Resistência e a Rebeldia estão na rua. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

33.
BOTAS, N. A. ; TIBLE, JEAN . Marx e América Latina. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
FORJAZ, C. ; TIBLE, JEAN . Marx Selvagem e Bertold Brecht. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
FORJAZ, C. ; TIBLE, JEAN . Debate sobre a leitura encenada de 'Horácios e Curiácios' de Brecht. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
FLAKSMAN, C. ; FIGUEIREDO, M. V. ; SZTUTMAN, R ; MANICA, D. T. ; TIBLE, JEAN . Feitiçarias contrapolíticas, contrafeitiçarias políticas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

37.
SIMOES, J. ; SOUZA, R. ; TIBLE, JEAN . Violência, Política, Movimentos Sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

38.
ROQUE, T. M. ; MORAES, A. ; TEIXEIRA, R. R. ; TIBLE, JEAN . O comum e o comunismo, ontem e hoje. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
FONTES, Y. M. ; TIBLE, JEAN . Saberes indígenas e marxismo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
MORAES, A. ; ALBUQUERQUE, H. ; PARRA, H. ; TIBLE, JEAN . Debate sobre o texto 'A periferia contra o estado? Para escapar das ciências tristes! Criemos outras possibilidades'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
MORAES, A. ; AUGUSTO, A. ; SCAN, D. ; LEMOS, L. ; TIBLE, JEAN . Conferências Parque Augusta - Ecologia Social. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
RIBEIRO, A. M. M. ; TIBLE, JEAN . Pesquisa e movimentos sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
AGUIAR, C. M. ; AGATHANGELOU, A. ; DELGADO, A. C. T. ; TIBLE, JEAN . Fronteiras, insurgência e pensamento pós-colonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
NEGRI, A. ; BRAGA, R. ; TIBLE, JEAN . Apresentação de Antonio Negri. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

45.
LEITE, J. G. P. ; ALBUQUERQUE, H. ; TIBLE, JEAN . debate sobre a vida e obra do filósofo Antonio Negri, os movimentos sociais contemporâneos e o livro Negri no Trópico 23º26′14″. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
TIBLE, JEAN. O que é Resistência Internacional?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
TIBLE, JEAN. Diálogo ? Pesquisa-ativista (Dentro e fora da universidade). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

48.
TIBLE, JEAN. A revolução russa na América latina. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

49.
GONCALVES, M. V. ; TIBLE, JEAN . Marx Selvagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
ROGENS, B. ; TIBLE, JEAN . Marx Selvagem. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

51.
TIBLE, JEAN. Cidades insurgentes e coletivos urbanos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

52.
TIBLE, JEAN; ARAÚJO, Luciana . Ser latino-americano. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

53.
GRESPAN, J. ; Demirović ; TIBLE, JEAN . A Crise na Europa e o regime de acumulação com dominância financeira. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

54.
CABRERA, Damian ; LIRA, Ícaro ; TIBLE, JEAN . Alteridade na identidade. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

55.
SANCHEZ, F. ; SINHORETTO, Jacqueline ; PARRA, H. ; BERGAMIN, Marta ; TIBLE, JEAN . Crise política e novas perspectivas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

56.
TIBLE, JEAN. Autonomismo e as novas formas de organização coletiva. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
TIBLE, JEAN. comentários ao texto 'As raízes históricas do neoliberalismo ou o nascimento do homem econômico'. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

58.
TIBLE, JEAN. Qué pasa, Brasil? Duele Brasil?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

59.
VANZOLINI, M. ; TIBLE, JEAN . Perspectivas sobre trabalho e lazer. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

60.
TIBLE, JEAN. Has Brazilian Soft Power Melted?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

61.
PINTO NETO, Moyses ; TIBLE, JEAN . O que resta de junho?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

62.
BATISTONI, R ; TIBLE, JEAN . Oposição Sindical Metalúrgica (1967-1987). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
MARQUES, V. ; PISANI, M. ; TIBLE, JEAN . Cyber Marx e Marx Selvagem. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

64.
TIBLE, JEAN. Ocupar o futuro: autonomia, militância e crise do partido. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

65.
SZTUTMAN, R ; TIBLE, JEAN . Feitiçarias do capitalismo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

66.
BOTAS, N. A. ; TIBLE, JEAN . Marxismo e América Latina. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

67.
TELLES, V. ; TIBLE, JEAN . Política selvagem? pesquisa em curso sobre as 'revoltas globais'. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

68.
TIBLE, JEAN. Política selvagem: quando Clastres encontra Marx. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

69.
TIBLE, JEAN. Formação cultural do povo brasileiro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

70.
NASCIMENTO, S. ; NATIVIDADE, M. ; CAPIBERIBE, A. ; TIBLE, JEAN . Diálogos urbanos em tempos perturbadores. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

71.
TIBLE, JEAN. Marx e os povos indígenas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

72.
TIBLE, JEAN. Nova esquerda, novos atores e mobilizações?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

73.
SEROUSSI, B. ; WAHNICH, Sophie ; TIBLE, JEAN . Revoltas e revoluções, perspectivas e ferramentas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

74.
TIBLE, JEAN; BARROS, Joana ; RAFAEL, R. . Narrativas, práticas políticas e outras formas de incidências coletivas sobre o espaço urbano pelo direito à cidade e pelo bem viver. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

75.
QUATRO, F. Z. ; HOFFMAN, C. ; AMPARO, P. ; PORTELLA, A. P. ; TIBLE, JEAN . Marx selvagem: reforma agrária no ar. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

76.
ANDRADE, G. ; FEITOSA, E. ; TIBLE, JEAN . Potência das ruas e das redes:. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

77.
CORREA, J. C. M. ; MARTIN, D. ; KRENAK, A. ; TIBLE, JEAN . Fronteiras fluidas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

78.
TIBLE, JEAN. Brasil hoy en día. Un breve análisis del lulismo, sus políticas sociales, los gobiernos de Dilma y algunas aproximaciones a comprender su destitución y desafíos. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

79.
TIBLE, JEAN. Brazil - a typical case of soft power?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

80.
TIBLE, JEAN. Looking ahead: the challenges of democratising politics. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

81.
TIBLE, J.. Gerações e ciclos de lutas no Brasil e no mundo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

82.
TIBLE, J.. A sociedade vai às ruas: ideologias, embates políticos e as jornadas de junho de 2013. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

83.
TIBLE, JEAN. Manifestações: atual cenário político. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

84.
TIBLE, JEAN; DUNKER, C. I. L. ; CESARINO, P. N. . O uso do perspectivismo para além da antropologia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

85.
TIBLE, JEAN. Desafios para a ação da esquerda e transformação do Estado brasileiro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

86.
TIBLE, JEAN. Comunismo selvagem. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

87.
TIBLE, JEAN. As ruas e o direito à cidade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

88.
TIBLE, J.. Análise de Conjuntura (Curso de Formação Política). 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

89.
TIBLE, JEAN. subversões e políticas contemporâneas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

90.
TIBLE, JEAN. Política. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

91.
TIBLE, J.. Brésil global: colonialité et résistances dans les relations Brésil-Angola-Mozambique. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

92.
TIBLE, J.. Marx Selvagem. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

93.
TIBLE, J.. Cartografias, lutas, comum. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

94.
TIBLE, J.. Marx Salvaje. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

95.
TIBLE, J.. Espectros e lutas: notas a respeito de um diálogo entre Marx e América Indígena. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

96.
TIBLE, J.. Em torno ao drama da identidade política do imigrante. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

97.
TIBLE, J.. Is Brazil doing different? Brazilian debates about south-south cooperation. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

98.
TIBLE, J.; FREITAS, F. J. M. . Uma visão marxista da nova classe trabalhadora. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

99.
TIBLE, J.. Os impactos da sociedade civil na política externa. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

100.
TIBLE, J.. Desenvolvimento, descolonização e globalização. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

101.
TIBLE, J.. Fórum Social Mundial, Participação Popular e as Manifestações no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

102.
TIBLE, J.. Revolta e Contracultura. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
TIBLE, J.. O trabalho das metrópoles. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

104.
TIBLE, J.. Yanomami life-projects and its challenge of the conventional politics. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

105.
TIBLE, J.. Temas contemporâneos da América Latina: UNASUL. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

106.
TIBLE, J.. Brazil, Lula years and the colonial questions: government/movements dynamics. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

107.
TIBLE, J.. Brazil, South/Latin America and the emerging Global South. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

108.
TIBLE, J.. Marx et l?Amérique Indigène chez Mariátegui et en Bolivie contemporaine. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

109.
TIBLE, J.. Pierre Clastres et les luttes Yanomami contemporaines: lectures critiques. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

110.
TIBLE, J.. Processos de integração na América Latina. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

111.
TIBLE, J.. Brazil and the World: Culture and Politics. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

112.
TIBLE, J.. Relações Internacionais. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

113.
TIBLE, J.. Lutas cosmopolíticas: Marx e América Indígena (Yanomami). 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

114.
TIBLE, J.. Alteridade, diálogo, movimentos: Marx e América Indígena. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

115.
TIBLE, J.. Le Brésil et son rôle de leader en Amérique Latine et au Mercosur. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

116.
TIBLE, J.. Aspects sociaux: pauvreté. criminalité et exclusion sociale. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

117.
TIBLE, J.. Marx-ismo e América Indígena: diálogo entre os conceitos de recusa e extinção do Estado. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

118.
TIBLE, J.; FERREIRA, C. E. R. ; CORTEZ, C. . Considerações sobre o processo sócio-político boliviano. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

119.
TIBLE, J.. Orientação Profissional: Relações Internacionais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

120.
TIBLE, J.. La integración regional e el rol de las juventudes. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

121.
TIBLE, J.. La coopération sud-sud et ses difficultés. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
VALENTE, Monica ; MORENO, Ricardo ; TIBLE, JEAN . Golpismo no Brasil e na América Latina, ontem e hoje. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2016 (debate).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
TIBLE, JEAN. Comissão de seleção para avaliação dos projetos submetidos ao edital Ruas e Redes, edital para seleção e apoio a projetos de inclusão, cidadania e cultura digital para a Cidade de São Paulo. 2014.

Trabalhos técnicos
1.
TIBLE, J.. Assessoria Técnico-Científica. 2015.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
TIBLE, JEAN. cobertura especial dos desdobramentos do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
TIBLE, JEAN. ?O PT vai ter de se reinventar sem Lula?. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
MOURA, M. S. ; TIBLE, JEAN . O que é isso? Ciência política. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
PIVA, M. ; TIBLE, JEAN . Política dos Estados Unidos para a América Latina. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
BOURGAREL, G. ; TIBLE, JEAN . La crise politique décryptée. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
FACHIN, P. ; TIBLE, JEAN . Uma trilogia para repensar os consensos que paralisam a esquerda. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
TIBLE, JEAN. Novas esquerdas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
TIBLE, JEAN. Lo que puede venir. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
TIBLE, JEAN. Com impeachment, PT de Lula e Dilma volta a ser um pequeno líder no tabuleiro político. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
TIBLE, JEAN. Crisis política en Brasil. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
TIBLE, JEAN. Le système politique brésilien est en train de s?écrouler. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
TIBLE, J.. Cuidados simbolicos. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
TIBLE, J.. PT, há futuro?. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
TIBLE, J.. A esquerda no divã do governismo. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
TIBLE, J.. A vitória da contradição. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
TIBLE, JEAN. La crisis política en Brasil. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
TIBLE, JEAN; TITELMAN, N. ; BREWER, S. E. ; BECHLER, R. . Renewing the Latin American connection. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

18.
TIBLE, JEAN. Ocupação das escolas paulistas e os ecos de junho de 2013. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
TIBLE, JEAN; MORAES, A. . Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
TIBLE, JEAN. As prendas amargas de Lula da Silva no dia do seu aniversário. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
TIBLE, JEAN. La propuestas de política exterior de los candidatos presidenciales. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
TIBLE, J.. Mundial y protestas en Brasil. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
TIBLE, J.. Brasil: ?Estamos ante un terremoto político?. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
TIBLE, J.. Le Brésil contemporain: ses luttes, ses défis. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

25.
TIBLE, J.. Les gamins des rues. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
TIBLE, J.. Missão de Observação Eleitoral da Organização dos Estados Americanos (MOE/OEA). 2009. (Observação Eleitoral Internacional).

2.
TIBLE, J.. Missão de Observação Eleitoral da Organização dos Estados Americanos MOE/OEA. 2008. (Observação Eleitoral Internacional).


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
TIBLE, JEAN. Quando Quebra Queima. 2018. Teatral.

2.
TIBLE, JEAN. Revolta Lilith. 2018. Teatral.

3.
TIBLE, JEAN. La Despedida. 2017. Teatral.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RODRIGUES, G. M. A.; SCHUTTE, G. R.; RODRIGUES, T. M. S.; HIRST, M. E. S.; TIBLE, JEAN. Participação em banca de Tadeu Morato Maciel,. O papel do Brasil na ?pacificação? e reconstrução do Estado Haitiano através da MINUSTAH: a turva fronteira entre espaços de segurança nacionais e internacionais. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Federal do ABC.

2.
LARA, A. H.; NASCIMENTO, O.; MATUCK, A.; TIBLE, JEAN. Participação em banca de Carolina Nery. Artectura: A apropriação do espaço Urbano através da Arte Participativa, na metodologia do Diagrama de Deleuze. 2018. Dissertação (Mestrado em Estética e História da Arte) - Universidade de São Paulo.

3.
ANDRADE, E. O.; BORGES NETO, J. M.; TIBLE, JEAN. Participação em banca de Antonio Vogaciano Barbosa Mota Filho. That?s my man! Subimperialismo e dependência no governo Lula (2003-2010). 2017. Dissertação (Mestrado em História Econômica) - Universidade de São Paulo.