Natalia Noschese Fingermann

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0792189853862806
  • Última atualização do currículo em 26/09/2018


Doutora em Administração Pública e Governo na FGV-SP (2014), Mestre em Social Development pela University of Sussex, reconhecido pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, e Bacharel em Relações Internacionais pela PUC-SP. Atualmente é professora e pesquisadora do Bacharelado em Relações Internacionais da Universidade Católica de Santos (UNISANTOS), Professora do Curso de Tecnologia em Gestão, Negócios e Inovação da FATEC SEBRAE e do Curso de Tecnologia em Secretariado da FATEC Itaqua, além de Pesquisadora Associada do Instituto de Estudos Sociais e Economicos (IESE- Moçambique). Atuou por seis anos como Coordenadora, Professora e Pesquisadora do curso de Relações Internacionais e da Pós-graduação em Projetos Sociais: Gestão e Perspectivas do Centro Universitário SENAC. Possui ampla experiência na área de Relações Internacionais e Administração Pública, atuando como consultora em instituições nacionais e internacionais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Natalia Noschese Fingermann
Nome em citações bibliográficas
FINGERMANN, N. N.;FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Católica de Santos, IPES.
Avenida Conselheiro Nébias - de 202 a 376 - lado par
Vila Mathias
11015002 - Santos, SP - Brasil
Telefone: (13) 32055555
URL da Homepage: www.senac.sp.br


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Administração Pública e Governo.
Fundação Getulio Vargas - SP, FGV-SP, Brasil.
com período sanduíche em Instituto de Estudos Sociais e Economicos (Orientador: Prof.Dr. Sergio Chichava).
Título: A COOPERAÇÃO TRILATERAL BRASILEIRA EM MOÇAMBIQUE - Um estudo de caso comparado: o ProALIMENTOS e o ProSAVANA, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Prof. Dr. Kurt E. Von Mettenheim.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: cooperação trilateral; ProSAVANA; ProALIMENTOS; cooperação técnica brasileira.
Grande área: Ciências Humanas
2006 - 2007
Mestrado em Social Development.
University of Sussex, US, Inglaterra.
Título: ?Aid Effectiveness and Poverty Reduction Strategy Papers?,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Prof. Dr. Andres Mejia Acosta.
Palavras-chave: Analise comparada de Honduras e Nicaragua; Banco Mundial; Estrategia de Redução de Pobreza; ex-post conditionality; degree of compliance.
2002 - 2005
Graduação em Relações Internacionais.
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Título: Tese ? Novas formas de Diplomacia Federativa: O Estado de Sao Paulo e as Parcerias Publico- Privado?.
Orientador: Prof. Dr. Fernando Luiz Abrucio.
2004 - 2004
Graduação em Relações Internacionais.
Universidad del Salvador, USAL, Argentina.
Título: Intercâmbio universitário.




Formação Complementar


2013 - 2013
Extensão universitária em Case study methodology ? small-n research designs. (Carga horária: 60h).
International Political Science Association, IPSA, Canadá.
2007 - 2007
Applied Research Methods por Michael Coppedge. (Carga horária: 40h).
Institute of Development Studies, IDS, Grã-Bretanha.
2007 - 2007
Methods of Quantitative Data Collection and Analys.
University of Sussex, US, Inglaterra.
2006 - 2006
Network Analysis Workshop. (Carga horária: 40h).
Institute of Development Studies, IDS, Grã-Bretanha.
2004 - 2004
Extensão universitária em Relações Internacionais.
Universidad del Salvador, USAL, Argentina.


Atuação Profissional



Universidade Católica de Santos, UNISANTOS, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 12
Outras informações
Disciplinas Lecionadas: História das Relações Internacionais e Política Internacional I e II LARI- MONU

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Coordenadora de Atividades Complementares, Carga horária: 10

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 12
Outras informações
Disciplinas ministradas :História das Relações Internacionais e Política Internacional Projeto do Laboratório de Relações Internacionais - MONU

Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 12
Outras informações
Disciplinas lecionadas: História da Política Externa Brasileira, Política Internacional e Cidades e Relações Internacionais

Atividades

08/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , IPES, .

02/2016 - Atual
Extensão universitária , IPES, .

Atividade de extensão realizada
Laboratório de Relações Internacionais (LARI) Projeto MONU.

Faculdade de Tecnologia Sebrae, EN-FATEEC-SEBRAE, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 10
Outras informações
Disciplinas: Políticas Públicas e Empreendedorismo


Fundação de Mecanismo e Apoio a Sociedade Civil, MASC, Moçambique.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Consultora, Carga horária: 10
Outras informações
Elaboração da proposta política "Caminhos para a Descentralização em Moçambique", em co-autoria com o Prof.Dr. Fernando Luiz Abrucio


Faculdade de Tecnologia de Itaquaquecetuba, FATEC ITAQUA, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora Indeterminada, Carga horária: 9
Outras informações
Disciplinas: Geopolítica e Métodos de Produção de Conhecimento no Tecnólogo de Secretariado


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Pesquisadora do NEAI
Outras informações
O Núcleo pretende contribuir para a análise crítica do sistema internacional de Estados, seus atores e processos, seus temas e problemas, as ideias que nele circulam. O Brasil, sua política externa e seu lugar no sistema internacional tem lugar cativo em suas pesquisas, assim como a América Latina, uma e diversa como sempre. Nascido no âmbito do Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais-IPPRI, da Universidade Estadual Paulista-UNESP, e do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (UNESP, PUCSP, UNICAMP), o NEAI busca funcionar em associação com o grupo de pesquisa de mesmo nome criado na Plataforma dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Sua agenda de trabalho inclui a elaboração de textos pontuais e artigos de maior fôlego, a organização de informações, a socialização de conhecimentos, a realização de cursos, palestras, seminários e debates. O Núcleo está estruturado a partir de 6 Áreas Temáticas: A América Latina e o mundo; Atores do Sistema Internacional; Direitos humanos, migrações e novas subjetividades; Redes, tecnologias e modernidade; Política Externa Brasileira; Teoria Política e Relações Internacionai


Instituto de Estudos Sociais e Econômicos, IESE, Moçambique.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Pesquisadora Associada, Enquadramento Funcional: Pesquisadora Associada


Centro Universitário Senac, SENAC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2016
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40
Outras informações
Revisão do Projeto Pedagógico do Bacharelado; Desenvolvimento do Curso de Extensão na Área; Negociação de Parcerias Internacionais, com a consolidação de intercâmbio semestral aos alunos para University of East London, Hei-HEP e European Business School e parceria nacional com o CEBRI; Organização de Eventos; Líder da Linha de Pesquisa Desenvolvimento e Internacionalização; Demais atividades administrativas e pedagógicas da coordenação.

Atividades

03/2012 - 02/2016
Pesquisa e desenvolvimento , Centro Universitário SENAC - Campus Santo Amaro, .

03/2012 - 02/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Universitário SENAC - Campus Santo Amaro, .

Cargo ou função
Representante Docente no Consuni.
06/2010 - 02/2016
Direção e administração, Centro Universitário SENAC - Campus Santo Amaro, .

Cargo ou função
Coordenadora do Bacharelado em Relações Internacionais.
03/2014 - 12/2015
Ensino, Bacharel em Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Blocos Econômicos
Cooperação Internacional e Desenvolvimento
Projeto Interativo "Religião e Relações Internacionais" e Atividades Complementares
08/2013 - 08/2015
Ensino, Gestão Pública, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Democrática Comparada
03/2012 - 07/2012
Ensino, Bacharel em Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Organizações Políticas Internacionais; Organizações Econômicas Internacionais; Projeto Interativo "Religião e Relações Internacionais" I e II
08/2011 - 12/2011
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Blocos Regionais & Comércio Exterior e Projeto Interativo - Internacionalização de Empresas
02/2011 - 06/2011
Ensino, Bacharel em Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Organizações Políticas Internacionais; Organizações Economicas Internacionais e Blocos Regionais & Comércio Exterior
08/2010 - 12/2010
Ensino, Bacharel em Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Blocos Regionais & Comércio Exterior; Projeto Interativo - "Religiões e Relações Internacionais"

Centro Universitário Fundação Santo André, CUFSA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Tutora, Enquadramento Funcional: Tutora, Carga horária: 20
Outras informações
Pós-graduação lato sensu Semi- Presencial em Estado, Políticas Públicas e Gestão de Entidades da Sociedade Civil


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Supervisora curso Semi-Presencial, Carga horária: 30
Outras informações
Curso de Especialização Semi-Presencial de Gestão Estratégica em Políticas Públicas


Fundação Getulio Vargas - SP, FGV-SP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora do CEMF, Carga horária: 5


MZ Consult, MZ CONSULT, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Analista, Enquadramento Funcional: Analista Pleno de RI, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Analista Pleno de Relações com Investidores. Contato diário com mercado de capitais. Carteira de clientes: Gafisa, GP Investments, Bradesco, BRMALLS, São Carlos, COPASA e Pampa Energia.Colaboração na divulgação dos resultados trimestrais ao mercado financeiro de diversas empresas. Elaboração de estudos de Shareholder ID, Targeting, Perception Studies e estudos setoriais. Coordenação da equipe.

Atividades

02/2008 - 05/2010
Serviços técnicos especializados , MZ Consult, .

Serviço realizado
Analista de Relacoes com Investidores.

Institute of Development Studies, IDS, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Projeto de Pesquisa, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Consultoria para o projeto financiado pela PNUD ?Pro-poor Governance: Governance and Poverty Conceptualisation, Measurement and Linkage?. Colaboração na identificação e na analise dos indicadores de governança e pobreza e na elaboração do trabalho final. Projeto Coordenado por : Prof. Dr Andres Mejia Acosta e Prof. Dr. Aaron Schneider


Institute of Development Studies, IDS, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Assistente de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 30
Outras informações
Atuação na área de pesquisa quantitativa e qualitativa. Preparação de relatórios e revisão literária para trȇs projetos: reforma dos serviços públicos no Brasil, México e India, a definição do gastos e da distribuição do orçamento público em 40 países e preparacao de sistema interativo de acesso a pesquisa Sharepoint



Linhas de pesquisa


1.
Coordenação da Linha de Pesquisa Desenvolvimento e Internacionalização

Objetivo: Linha de Pesquisa envolve diversos projetos de pesquisa da Graduação do SENAC, incluindo o Projeto de Pesquisa da Agência Brasileira de Cooperação que faço parte..
2.
Projeto de Pesquisa - A Cooperação Sul-Sul brasileira em Moçambique
3.
Análise de Conjuntura Internacional


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
A Emergência econômica da China e seus impactos sobre o Mercosul: Os casos de Brasil e Argentina
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Natalia Noschese Fingermann - Coordenador.
2013 - Atual
A POLÍTICA EXTERNA DO GOVERNO LULA DA SILVA E O DESENVOLVIMENTO AFRICANO NO MARCO DA COOPERAÇÃO SUL-SUL
Descrição: O objetivo geral deste trabalho é analisar a política de cooperação Sul-Sul para a África durante a gestão Lula nas áreas de educação profissional, agricultura e políticas públicas. A análise das questões do tema da cooperação, no desenho maior da nova estratégia de inserção do País na gestão Lula da Silva, nos revela sua utilização como um dos instrumentos da política externa brasileira. Coordenada pela ABC/MRE, uma ampla agenda de cooperação internacional com 37 países africanos e 706 projetos em curso são representativos dessa nova fase nas relações entre o País e a nova África no marco da nossa política externa. No discurso veiculado pelo Itamaraty, esse novo "olhar" acerca da cooperação, em oposição à vertical relação que tem caracterizado os projetos de "auxilio" ou "ajudas" fornecidas pelo Norte, se dá em patamares horizontais e livres de condicionalidades, na busca de benefícios mútuos e do crescimento econômico e social. (ABC, 2010). Nesse discurso da política externa brasileira, segundo o qual a cooperação brasileira é desinteressada e busca desenvolver projetos sem contrapartida, podemos perceber elementos de certa ?solidariedade interessada?. Através dela, o País exercita a cooperação como instrumento de política externa e entende como um investimento os recursos humanos, físicos e financeiros aportados nos projetos de cooperação para o desenvolvimento. Na revisão do paradigma da cooperação encontramos importantes elementos para o entendimento do papel dos assim chamados países intermediários ou de renda média na reconfiguração da geopolítica mundial..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
Um estudo da Agência Brasileira de Cooperação em Moçambique
Descrição: A arquitetura do sistema de ajuda internacional passa por um processo de transformação, no qual as barreiras Norte e Sul tornam-se cada vez mais indefinidas, e a cooperação trilateral, que une as práticas opostas da cooperação Norte-Sul com a cooperação Sul-Sul, emerge como uma nova modalidade da cooperação técnica brasileira. Com o objetivo de compreender esse cenário, esta tese almeja identificar e contrastar as motivações e as práticas dos agentes da cooperação trilateral brasileira por meio de um estudo de caso comparado de dois projetos, desenvolvidos pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), no setor agrícola em Moçambique: o ProALIMENTOS, parceria entre a United States Agency for International Development (USAID- -Brasil) e ABC, e o ProSAVANA, parceria entre Japan International Cooperation Agency (JICA) e ABC. Para isso, a pesquisa parte dos pressupostos da actor-oriented approach para estabelecer uma análise multinível, que cria desta forma um elo entre o agente e a estrutura, a prática e a política, com um olhar sobre o contexto macro, meso e micro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Natalia Noschese Fingermann - Coordenador / Gabriel Rutschka - Integrante / Michelle Antonio Nunes - Integrante / Thayris de Oliveira - Integrante / Rafael Silva - Integrante.
2011 - 2012
Banco Mundial - Análise das Politicas de Financiamento voltadas ao Desenvolvimento Sustentável
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Natalia Noschese Fingermann - Coordenador / Lucca Pollini - Integrante / Fabio Roberto da Silva - Integrante.
2007 - 2007
Indicadores de Pobreza e Governança
Descrição: Elaborar um indicador de governança que considere a quantidade e a qualidade das politicas publicas ao combate a pobreza para desenvolver uma nova maneira de avaliar democracia e governança.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2007
The politics of the budget process
Descrição: O objetivo da pesquisa era analisar os fatores politicos internos e externos que tem a capacidade de influenciar no orçamento público Coordenador do Projeto : Prof. Dr. Andres Mejia Acosta.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2007
A participação da sociedade civil na reforma dos serviços públicos de educação e saude no Brasil, México e India
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2011 - 2013
Simulação das Nações Unidas
Descrição: O projeto capacita alunos de graduação em resolução de conflitos por meio de Simulações das Nações Unidas, assim como transforma esses alunos em multiplicadores de Simulações da ONU para atender essa demanda em escolas públicas e privadas do Ensino Médio..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Natalia Noschese Fingermann - Coordenador.
2010 - 2011
Conexão Local
Descrição: Análise dos serviços dos correspondentes bancários da Caixa Ecônomica Federal em Goiás..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Natalia Noschese Fingermann - Coordenador.Financiador(es): GV Pesquisa - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 2


Revisor de periódico


2011 - Atual
Periódico: InterfacEHS (Ed. português)
2017 - Atual
Periódico: MONÇÕES: REVISTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS DA UFGD
2017 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of International Relations


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Organizações Internacionais.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Instituições Governamentais Específicas.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2014
Doutora pela FGV-SP com distinção, FGV-SP.
2007
MA em Social Development recebido com Merito, Univesity of Sussex.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE2017FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Será o fim dos projetos de Cooperação Sul-Sul brasileira?. Mundorama, v. 11, p. 1, 2017.

2.
OTAVIO, A.2017OTAVIO, A. ; FINGERMANN, N. N. ; MERCURIO, F. . O papel da South Africa National Defense Force na inserção regional da África do Sul. Actualidad BRICS, v. 3, p. 1, 2017.

3.
MERCURIO, F.2016MERCURIO, F. ; FINGERMANN, N. N. . The role of South Africa in regional trade blocs. Actualidad BRICS, v. 1, p. 1, 2016.

4.
FINGERMANN, N. N.2016FINGERMANN, N. N.; MERCURIO, F. . Has Dalamini Zuma´s tenure in African union Comission contributed to South Africa regional leadership?. Actualidad BRICS, v. 2, p. 1, 2016.

5.
CHICHAVA, SERGIO2015CHICHAVA, SERGIO ; FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE . A Cooperação Sul-Sul do Brasil e da China no setor agrícola - Uma análise comparada em Moçambique: CITTAU e ProALIMENTOS. Meridiano 47 (UnB), v. 16, p. 37-44, 2015.

6.
FINGERMANN, N. N.;FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE2013FINGERMANN, N. N.. Os mitos por trás do ProSAVANA. Boletim IDeAs, v. 49, p. 1, 2013.

7.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE2013FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. *Os mitos por trás do ProSAVANA*. AGROANALYSIS (FGV), v. 1, p. 1, 2013.

8.
FINGERMANN, N. N.;FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE2012FINGERMANN, N. N.. Book review: ÁFRICA PARCEIRA DO BRASIL ATLÂNTICO ? RELAÇÕES INTERNACIONAIS DO BRASIL E DA ÁFRICA NO INÍCIO DO SÉCULO XXI; SARAIVA, de José Flavio Sombra. Século XXI : revista de relações internacionais / Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio Grande do Sul., v. 3, p. 129-133, 2012.

9.
SEO, Emilia. S. M.2011SEO, Emilia. S. M. ; FINGERMANN, N. N. . SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS: PANORAMA DO SEGMENTO ELETRO ELETRÔNICOS. InterfacEHS (Ed. português), v. 6, p. 1-13, 2011.

Capítulos de livros publicados
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Brazil in international cooperation: A study of the ProAlimentos project in Mozambique. In: Alden, Chris; Chichava, Sergio; Alves, Ana Cristina. (Org.). Mozambique and Brazil ? Forging New Partnerships or Developing Dependency?. 1ed.Johanesburgo: Jacana, 2017, v. 1, p. 1-20.

2.
FINGERMANN, N. N.. O BRASIL E A COOPERAÇÃO TRILATERAL: UM ESTUDO DE CASO DO PROSAVANA. In: Mariano, Karina; Menezes, Roberto G.; Moreira Jr, Hermes. (Org.). Mundo em Transição Novos Vértices de Poder, Instituições e Cooperação. 1ed.Dourados: UFGD, 2017, v. 1, p. 1-436.

3.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Um olhar do IESE à Cooperação Sul-Sul brasileira. In: Luis Brito, Carlos Nuno Castel-Branco, Sergio Chichava, Salvador Forquilha, Antônio Forquilha. (Org.). Desafios para Moçambique 2017. 1ed.Maputo: IESE, 2017, v. 1, p. 203-230.

4.
RIBEIRO, C. O. ; FINGERMANN, N. N. . África Subsaariana: considerações sobre paz, inseguridade e crises.. In: In: Rafael Salatini de Almeida. (Org.). Reflexões sobre a paz. 1ed.: UNESP, 2013, v. Vol 1, p. 15-.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE; MENEZES, R. G. . A Cooperação Sul-Sul no governo de Dilma Rousseff. In: 6º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2017, Belo Horizonte. 6º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2017. v. 1.

2.
HOMENKO NETO, A. ; FINGERMANN, N. N. . The transnationalization of Brazilian SMEs. In: 2012 Congress of the Latin American Studies Association, 2012, São Francisco. 2012 Congress of the Latin American Studies Association, 2012.

3.
FINGERMANN, N. N.. Development Bank and Regional Development: The case of BDMG. In: IPSA-ECPR Joint Conference - Whatever happened to North-South?, 2011, São Paulo. IPSA-ECPR Joint Conference - Whatever happened to North-South?, 2011.

4.
FINGERMANN, N. N.; Brandão de Andrade e Silva, Rodrigo . Antitrust in Latin America - A comparative study: Argentina, Brazil and Peru. In: V CONGRESO LATINOAMERICANO DE CIENCIA POLÍTICA- ?Integración, Diversidad y Democracia en tiempos del Bicentenario?, 2010, Buenos Aires. V CONGRESO LATINOAMERICANO DE CIENCIA POLÍTICA- ?Integración, Diversidad y Democracia en tiempos del Bicentenario?. Buenos Aires, 2010. v. 1.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FINGERMANN, N. N.; Foguel, Flavio Henrique dos Santos . TÉCNICA DO INCIDENTE CRÍTICO: REFLEXÕES SOBRE POSSIBILIDADES DE USO NO CAMPO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. In: IV SIPEQ - SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS, 2010, Rio Claro. IV SIPEQ - SEMINÁRIO INTERNACIONAL EM PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS. O RIGOR EM QUESTÃO: FUNDAMENTOS, MÉTODOS E DESDOBRAMENTOS - CADERNO DE RESUMOS, 2010. p. 61-61.

Apresentações de Trabalho
1.
FINGERMANN, N. N.. Qualificação Profissional como Diferencial nas Empresas que se Internacionalizam- A formação de líderes e técnicos para o mercado internacional. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
FINGERMANN, N. N.. Brazil and Trilateral Development Cooperation in Mozambique: The case of ProSAVANA and ProALIMENTOS 2015 (Future Agricultures Consortium).

2.
CHICHAVA, S. ; FINGERMANN, N. N. . Chinese and Brazilian agricultural models in Mozambique. The case of the Chinese Agricultural Technology Demonstration Centre and of the Brazilian ProALIMENTOS programme 2015 (Future Agricultures Consortium).

3.
FINGERMANN, N. N.; RIBEIRO, C. O. . Brasil e África: Uma parceria estratégica. Rio de Janeiro: Edição Especial do CEBRI Dossiê Brasil e a Agenda Global., 2012 (CEBRI).

4.
Diniz, Eduardo ; FINGERMANN, N. N. ; Best, Nina . Mobile banking and Conditional Cash Transfer programs. Proyecto Capital - Inshort - Number 26/September 2011, 2011 (Proyecto Capital).

5.
Diniz, Eduardo ; FINGERMANN, N. N. ; Best, Nina . Correspondent banking. Proyecto Capital, 2011 (Proyecto Capital).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Precariedade e estagnação da política externa brasileira expõem crise no Itamaraty. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
FINGERMANN, N. N.. Após ?explosão? no governo Lula, Brasil deixa de criar novos postos diplomáticos. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
FINGERMANN, N. N.. Demissão de Patriota expõe atraso do Itamaraty, diz especialista. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
FINGERMANN, N. N.. Campanha contra privatização da terra lançada em Moçambique. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
FINGERMANN, N. N.. Argentina se escora na China para enfrentar potências mundiais. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
FINGERMANN, N. N.. De olho em demais regiões mundiais, Mercosul deixa de estreitar relações com América Latina. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
FINGERMANN, N. N.. Cristina Kirchner conduz o tango argentino. 2011. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
FINGERMANN, N. N.. Agenda do País precisa se adequar à do mundo. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE; CORONATO, D. R. . Morte de Fidel Castro gera onda de notas diplomáticas. 2016. (Site).

2.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Será o fim dos projetos de cooperação Sul-Sul do Brasil?. 2016. (Site).

3.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. A Cooperação Sul-Sul no Governo Dilma. 2015; Tema: Cooperação Sul-Sul. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
FINGERMANN, N. N.; JUSTO, M. G. ; PAIVA, D. L. . Projeto Pedagógico do Bacharelado em Relações Internacionais SENAC. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Reestruturação do Projeto Pedagógico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE; LEITE, I. C.; CASTELAN, D. R.; CESARINO, L. M. C. N.. Participação em banca de LAÍS CAROLINE KUSS. A INCLUSÃO DO PROSAVANA NA AGENDA DA COOPERAÇÃO TRIANGULAR BRASIL-JAPÃO-MOÇAMBIQUE: CONTEXTO EXTERNO, RELAÇÔES BILATERAIS E CONTEXTO DOMÉSTICO BRASILEIRO. 2017. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Participação em banca de Décio Alves Ribeiro Júnior. ?Avaliação da Gestão de Comunicação em Mandato Parlamentar?. 2017. Dissertação (Mestrado em Estado, Governo e Políticas Públicas) - Faculdade latino americana de Ciências Sociais.

Qualificações de Doutorado
1.
FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE; LOUREIRO, F.; SCHOR, A.. Participação em banca de Leticia Andrade. A TRANSFERÊNCIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS ENTRE PAÍSES: O CASO DO PROGRAMA MAIS ALIMENTOS INTERNACIONAL. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Relações Internacionais) - IRI -USP.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FINGERMANN, N. N.; MENEZES, R. G.; CAMPOS, R. P.. Participação em banca de Allison Novaes.RELAÇÕES BRASIL-ALEMANHA: COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SANTOS, F. A.; GONCALVES, P. C.; ALBUQUERQUE, J. L. C.; CORSI, F. L.; MENDONCA, P. M. E.; FINGERMANN, NATALIA NOSCHESE. Membro Titular da Banca Examinadora ao cargo de Professor Adjunto A - Campus Osasco, na área Relações Internacionais, subárea Segurança Internacional. 2017. Universidade Federal de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
40o Encontro Anual da Anpocs. Mundo em transição: novos vértices de poder, instituições e cooperação. 2016. (Congresso).

2.
41st St.Gallen Symposium.Peter Day in an interactive session with Leaders of Tomorrow. 2011. (Simpósio).

3.
Seguros Massificados.Presidente de todas as mesas. 2011. (Seminário).

4.
Latin American Studies Association (LASA). 2009. (Congresso).

5.
IDS Capacity Building Workshop: Applied Research Methods por Michael Coppedge. 2007. (Oficina).

6.
IDS Capacity Building Workshop : Network Analysis Workshop. 2006. (Oficina).

7.
PricewaterhouseCoopers Conference : Practical Challenges and Lesson in Public Sector Reform. 2006. (Simpósio).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
SUELI VILA NOVA BARBOZA. SÃO PAULO CARINHOSA. A APLICAÇÃO DE UMA POLÍTICA INTERSETORIAL PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA NA CIDADE DE SÃO PAULO. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Estado, Governo e Políticas Públicas) - Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais. (Orientador).

2.
APARECIDA RODRIGUES DOS SANTOS. O desafio de garantir o direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adoles-centes em serviços de acolhimento instituci-onal. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Estado, Governo e Políticas Públicas) - Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais. (Orientador).

3.
LINAMAR AMARO DE SOUZA. ELES POR ELES MES-MOS: O que pensam os adolescentes auto-res de atos infracion-ais. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Estado, Governo e Políticas Públicas) - Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Giovanna Bertolaccini. Cooperação chinesa no Brasil. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Católica de Santos. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Patricia Zanella. Uma análise do discurso do Ministro das relações exteriores. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Católica de Santos. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

2.
Mariana Pereira de Souza. O papel da OIT em Moçambique no governo de Salazar. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Católica de Santos. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

3.
Evelyn de Morais. A inserção das empresas brasileira no cenário internacional. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Administração) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

4.
Felipe Latessa. A imigração árabe em São Paulo. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Bacharel em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

5.
Alessandra Barbieri e Juliana Maruyama. Análise do Discurso na Mídia Internacional sobre o Governo Lula. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

6.
Gabriel Rutschka e Erika D´Abbala. A Cooperação para o Desenvolvimento da Romênia. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

7.
Luiza Sinico e Hannah Tsubaki. O setor calçadista no Mercosul. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Administração) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

8.
Fabio Roberto da Silva. O Banco Mundial em Santa Catarina. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Bacharel em Administração - Sustentabilidade) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

9.
MARCELO ALKMIN DE OLIVEIRA. Análise de Risco Socioambiental e a Sustentabilidade Corporativa das Instituições Financeiras. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Bacharelado em Engenharia Ambiental) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

10.
FERNANDA HADDAD GOMES. ESTRATÉGIA DE ENTRADA E DE OPERAÇÃO EM MERCADOS INTERNACIONAIS PELO SEGMENTO SIDERÚRGICO. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Bacharel em Administração - Sustentabilidade) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

Iniciação científica
1.
Ikaro Gonçalves Vieira. O investimento externo direto da China no Brasil. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Universidade Católica de Santos, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

2.
Rafael Silva. O papel das ONGs no ProSAVANA. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

3.
Thayris de Oliveira. A Agência Brasileira de Cooperação no Haiti. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

4.
Michelle Antonio Nunes. A Agência Brasileira de Cooperação em Moçambique. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharel em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

5.
Gabriel Rutschka. A Cooperação Trilateral da ABC. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharel em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

6.
Fabio Roberto da Silva. Estudo de Caso: Santa Catarina e o papel do Banco Mundial. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharel em Administração - Sustentabilidade) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.

7.
Lucca Leite Pollini. Estudo de Caso: Santa Catarina e os resultados do financiamento do Banco Mundial. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharel em Relações Internacionais) - Centro Universitário Senac. Orientador: Natalia Noschese Fingermann.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 4:50:53