Vitelio Marcos Brustolin

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5255328909165136
  • Última atualização do currículo em 04/12/2018


Pós-doutorado em andamento na Harvard University, onde também é Research Scientist. Professor Adjunto do Instituto de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais (INEST) da Universidade Federal Fluminense (UFF); Fellow e Researcher PhD na Harvard Law School (Direito) e no Harvard Department of the History of Science (História da Ciência); Professor Adjunto da Columbia University, na School of International and Public Affairs. É Mestre e Doutor em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ, com estágio doutoral em Harvard). Possui formação em Ciências Jurídicas (Direito) e Ciências Sociais pela Universidade Regional Integrada - URI, bem como, titulação em Comunicação Social - Jornalismo, com o Registro Profissional: 10.229/RS. Também é formado em Artes Dramáticas pela Le Mond, com o Registro Profissional 36.132 no Sated/RJ. Possui aperfeiçoamento em Filosofia pelo Centro Brasileiro de Filosofia - CBFC. É Técnico em Processamento de Dados pela Fundação Alto Uruguai para a Pesquisa e Ensino Superior - Fapes e Técnico em Radiocomunicação Internacional pela Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel. Tem experiência como Consultor Jurídico, Repórter nos jornais A Voz da Serra e Imprensa Livre, Assessor na Câmara Municipal e na Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, Jornalista em veículos como o Diário da Manhã e o Caderno Cátedra, professor de Filosofia e Educação para o Pensar no Centro Educacional Dom Bosco e professor de Artes Dramáticas no Ciad/RJ. Dirigiu a Comunicação do Departamento Geral de Ações Socioeducativas, na Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro e o Empreendedorismo na Ação Comunitária do Brasil pelo Programa Pan Social, patrocinado pela Petrobras. Foi docente na Pós-graduação da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército do Brasil (ECEME) e Analista de Gestão no Governo do Estado do Rio de Janeiro. É autor da obra "A Cultura Através do Livro", ganhadora da Moção de Honra da Academia Riograndense de Letras e dos livros "O Anjo Rebelde", publicado, respectivamente, pela Editoras Edelbra (1ª ed.) e Rovelle (demais edições), "O Pequeno Viajante", em processo de publicação pela Editora Rovelle. Também recebeu premiações em eventos literários como o Concurso Literário Nacional da SAMI e o Prêmio Literário Olintho de Oliveira. Ganhou o Prêmio Shinagel por Melhor Artigo na Harvard Extension School. É um dos autores escolhidos para compor a obra "13 contos imortais", de seleção nacional, publicada pela Editora Canal BRV. A sua tese de doutorado trata de políticas públicas que favoreçam o desenvolvimento científico e tecnológico na área da Defesa do Brasil, especialmente com o uso de tecnologias duais. Recebeu bolsa de estudos integral da Capes/Ciências sem Fronteiras e da Fundação Lemman para a Universidade Harvard. É Lemman Fellow. Atua, também, como consultor do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) para a Presidência do Brasil. Site do pesquisador na Universidade Harvard: http://scholar.harvard.edu/brustolin | Livros do pesquisador: www.viteliobrustolin.com | E-mail: info@viteliobrustolin.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Vitelio Marcos Brustolin
Nome em citações bibliográficas
BRUSTOLIN, V. M.;Brustolin, Vitelio;Vitelio Brustolin;Vitelio Marcos Brustolin;Brustolin, Vitelio Marcos;BRUSTOLIN, V.;BRUSTOLIN, V.M.;BUSTOLIN, V.M.;https://orcid.org/0000-0002-6737-570X

Endereço


Endereço Profissional
Harvard University, History of Science.
1 Oxford Street, 469
Science Center
02138 - Cambridge, - Estados Unidos
Telefone: (5521) 996979032
URL da Homepage: http://scholar.harvard.edu/brustolin


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Doutorado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
com período sanduíche em Harvard University (Orientador: Roberto Mangabeira Unger e Peter Louis Galison).
Título: Inovação e desenvolvimento via Defesa Nacional nos EUA e no Brasil, Ano de obtenção: 2014.
Orientador: Luiz Martins de Melo.
Coorientador: Roberto Mangabeira Unger e Peter Louis Galison.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Relações Internacionais; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Tecnologia; Sociologia; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais.
2008 - 2009
Mestrado em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Abrindo a Caixa-Preta: O desafio da transparência dos gastos militares no Brasil,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Luiz Martins de Melo.
Coorientador: Domício Proença Júnior.
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Economia; Direito; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Cenário Militar; Relações Internacionais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Atividades profissionais, científicas e técnicas; Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais.
2001 - 2002
Aperfeiçoamento em Filosofia.
Centro Brasileiro de Filosofia, CBFC, Brasil.
Título: Educação para o Pensar aplicada a jovens e adultos. Ano de finalização: 2002.
Orientador: Manoel Couto.
1999 - 2002
Aperfeiçoamento em Comunicação Social - Jornalismo.
Instituto Imprensa Livre, IMPL, Brasil.
Título: Atividades Jornalísticas na Região do Alto Uruguai. Ano de finalização: 2002.
Orientador: Milton Corrêa.
1998 - 2002
Graduação em Ciências Jurídicas (Direito) e Ciências Sociais.
Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, URI, Brasil.
Título: A teoria da vontade humana na organização da sociedade.
Orientador: Marco Antônio Scheuer de Souza.
2007 - 2008
Curso técnico/profissionalizante em Técnico em Radiocomunicação Internacional.
Escola Edison do Rio de Janeiro, EDRJ, Brasil.
2004 - 2006
Curso técnico/profissionalizante em Técnico em Artes Dramáticas.
Escola Le Mond de Artes Dramáticas, LE MOND, Brasil.
1995 - 1998
Curso técnico/profissionalizante em Processamento de Dados.
Fundação Alto Uruguai para a Pesquisa e o Ensino Superior, FAPES, Brasil.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
Harvard University, HARVARD, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.


Formação Complementar


2014
Extensão universitária em English Language Teaching. (Carga horária: 150h).
National Geographic Society, NGS, Estados Unidos.
2013 - 2013
Teaching English as a foreign language (TEFL). (Carga horária: 50h).
Advance Training, AT, Brasil.
2012 - 2013
Extensão universitária em Academic English. (Carga horária: 100h).
Harvard Extension School, HARVARD, Estados Unidos.
2012 - 2013
Extensão universitária em Professional English. (Carga horária: 100h).
Harvard Extension School, HARVARD, Estados Unidos.
2011 - 2011
Extensão universitária em English Communication. (Carga horária: 200h).
Instituto Brasil - Estados Unidos (Brazil - USA Institute), IBEU, Brasil.
2011 - 2011
Preparatório para o TOEFL. (Carga horária: 100h).
Cultura Inglesa, CI, Brasil.
2011 - 2011
English Communication. (Carga horária: 50h).
Faculdade CCAA, Faculdade CCAA, Brasil.
2007 - 2011
Extensão universitária em Advanced English. (Carga horária: 4000h).
Yes - Idiom's Course, YES, Brasil.
2007 - 2008
Extensão universitária em Inglês.
British And American, BAA, Brasil.


Atuação Profissional



Harvard University, HARVARD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Postdoctoral Researcher

Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting Professor

Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Scientist, Enquadramento Funcional: Research Scientist

Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: Researcher PhD, Fellow, Enquadramento Funcional: Researcher

Atividades

09/2012 - 09/2013
Pesquisa e desenvolvimento , History of Science, .

09/2012 - 09/2013
Ensino, History of Science, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
History of Science: from Galileo to the Human Genome Project

Columbia University, COLUMBIA, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Adjunct Professor, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto
Outras informações
Professor Adjunto da School of International and Public Affairs, no Global Executive Master of Public Administration.


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Credenciado na Pós-Graduação-PPGEST
Outras informações
Professor credenciado no Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos (PPGEST) do Instituto de Estudos Estratégicos (INEST) da Universidade Federal Fluminense (UFF).

Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Integrante de Grupo de Pesquisa
Outras informações
"O Laboratório Indústria de Defesa e Poder Político (LINP) tem como foco a pesquisa da base industrial de defesa e sua relações com o poder político, tendo em vista a geração de conhecimento necessário ao desenvolvimento da indústria nacional de defesa."

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Integrante de Grupo de Pesquisa
Outras informações
Laboratório Defesa e Politica[s]. Grupo de Pesquisa: Defesa, Ciência, Tecnologia e Politica Internacional

Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto
Outras informações
Professor no Instituto de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais (INEST) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Áreas de Concentração: Poder Político e Defesa Nacional; Inovação em ciência e tecnologia com base na estrutura da Defesa Nacional; Relações entre governo, academia e indústria no processo de inovação.

Atividades

7/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Estudos Estratégicos, .


Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF, IPEA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador em Pesquisa com Bolsa
Outras informações
Com mais de 700 indústrias envolvidas, o objetivo é gerar políticas públicas que contribuam para o desenvolvimento industrial. Sua pesquisa é sobre a integração entre universidades, indústrias e para a geração de ciência e tecnologia do governo.

Atividades

2/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada, .


Escola de Comando e Estado Maior do Exército, ECEME, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professor no Mestrado em Ciências Militares, Relações Internacionais e Estudos Estratégicos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército do Brasil (ECEME).


Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Orientador, Enquadramento Funcional: Parcial/Compartilhado
Outras informações
Orientador de Trabalhos de Conclusão de Curso em Curso de Especialização em Gestão Pública da UNIRIO.


Grupo IBMEC, IBMEC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Professor Contratado, Enquadramento Funcional: Parcial/Compartilhado
Outras informações
Professor de "Política de Defesa e Orçamento" no MBA do IBMEC e da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) em Política e Defesa.


Harvard Law School, HLS, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Diretor Acadêmico, Enquadramento Funcional: Eleito, Carga horária: 20
Outras informações
Diretor Acadêmico da Harvard Law School Brazilian Studies Association.


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro de Grupo de Pesquisa

Atividades

03/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Grupo de Economia de Defesa, .

Linhas de pesquisa
Estudos Estratégicos.
03/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Grupo de Economia de Defesa, .


Governo do Estado do Rio de Janeiro, GOVERNO/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2015
Vínculo: Funcionário Público, Enquadramento Funcional: Concursado, Carga horária: 40
Outras informações
Analista de Gestão. Atua nas áreas de auditoria governamental e controles internos no Governo do Estado do Rio de Janeiro. | Government Analyst. Leading areas of government auditing, legal controls and internal affairs in the State Government of Rio de Janeiro. Is responsible for the evaluation of public policies of the State Government of Rio de Janeiro, since 2009.

Atividades

02/2009 - Atual
Serviços técnicos especializados , Secretaria da Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro, .

Serviço realizado
Criação e avaliação de políticas públicas..

Universidade Estácio de Sá, UNESA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Dedicação Compartilhada, Carga horária: 16
Outras informações
Professor na Pós-Gradução em Direito, em parceria com a Faculdade do Amapá (FAMAP). | Professor at the Post-Graduation in Law, in partnership with the Faculty of Amapá (FAMAP).


Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro, SEEDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Assessor de Comunicação, Enquadramento Funcional: Concursado, Carga horária: 40
Outras informações
Produção de mecanismos de verificação governamental e transparência pública; contato com a mídia; produção de reportagens, releases e artigos; elaboração de texto de sites; relação institucional e relações públicas. | Communication Advisor. Production mechanisms of government and public transparency scanning, contacting the media, production of reports, press releases and articles; text elaboration of sites, institutional relations and public relations.


Secretaria da Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro, SCCRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador da Assessoria de Comunicação, Carga horária: 40
Outras informações
Produção de mecanismos de verificação governamental e transparência pública; coordenação da imagem pública do Departamento Geral de Ações Socioeducativas; contato com a mídia; produção de reportagens, releases e artigos; elaboração de texto de sites; relação institucional e relações públicas; direção da equipe de Comunicação. | Office of Communications Coordinator. Production of verification mechanisms and government public transparency, coordination of the public image of the General Department for Socio; contact with the media, production of reports, press releases and articles; text elaboration of sites; institutional relations and public relations, leadership team communication.


Instituto Guerreiros da Inclusão, IGI, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4
Outras informações
Professor de Artes Dramáticas para pessoas com e sem deficiências. Disciplinas ministradas: História do Teatro, Expressão Corporal, Interpretação. | Volunteer. Professor of Dramatic Arts for people with and without disabilities. Courses taught: History of Theatre, Body Expression, and Acting.


Ação Comunitária do Brasil, ACB/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Coordenador de Empreendedorismo, Carga horária: 10
Outras informações
Coordenação das atividades de profissionalização efetuadas por adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas no Estado do Rio de Janeiro pelo Programa Pan Social, sob o patrocínio da Petrobras. | Entrepreneurship Coordinator. Coordination of professional activities performed by adolescents in fulfillment of educational measures in the State of Rio de Janeiro Pan Social Program, under the sponsorship of Petrobras.


Câmara Municipal do Rio de Janeiro, CMRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Chefia de Comunicação, Carga horária: 36
Outras informações
Produção de mecanismos de verificação governamental e transparência pública, redação de reportagens, releases, artigos, texto de sites institucionais, coordenação da imagem pública de políticos; contato com a mídia; relação institucional e relações públicas; direção da equipe de Comunicação; elaboração de material político/publicitário; direção de políticos para a câmera; gosth writer de artigos assinados por parlamentares. | Head of Communication. Production mechanisms of government and public transparency checking, writing articles, press releases, text for institutional sites, coordination of the public image of politicians; contact with the media, institutional relations and public relations; direction of the Communications team, development of material political / advertising, political direction of the camera; Ghost writer of articles signed by parliamentarians.


Jornal Oficial da Arquidiocese do Rio de Janeiro, TF, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Jornalista - Repórter/Redator/Editor, Carga horária: 40
Outras informações
Execução de entrevistas, reportagens, artigos, revisões e crônicas. | Journalist - Reporter. Execution of interviews, reports, articles, reviews and chronic diseases.


Centro Educacional Dom Bosco, CEDB, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor de Filosofia e Educação p/o Pensar, Carga horária: 36
Outras informações
Ensino, Educação para o Pensar, Filosofia Contemporânea. |Professor of Philosophy. Education, Education for Thinking, Contemporary Philosophy.


Jornal A Voz da Serra, JVS, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Jornalista - Repórter/Redator, Carga horária: 30
Outras informações
Execução de entrevistas, reportagens, artigos, revisões e crônicas. | Journalist - Reporter / Editor. Execution of interviews, reports, articles, reviews and chronic diseases.


TV Globo ? RBS TV/Rio Grande do Sul, GLOBO, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário de Jornalismo, Carga horária: 20
Outras informações
Execução de entrevistas para a televisão. | Trainee Journalist. Interviews for television.


Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul ? Comarca de Erechim, DEPUB, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estágio de Direito, Carga horária: 20
Outras informações
Defesa de pessoas de reduzido poder aquisitivo em causas Cíveis, Criminais, Trabalhistas e Familiares. | Trainee. Defense for people of low income in civil, Criminal, Labor and Family.


Jornal Diário da Manhã, DM, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Jornalista - Repórter/Redator, Carga horária: 40
Outras informações
Execução de entrevistas, reportagens, artigos, revisões e crônicas. | Journalist - Reporter / Editor. Performing interviews, reports, articles, and reviews.


Ortigara & Advogados Associados, ORTIGARA, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1999
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário de advocacia, Carga horária: 40
Outras informações
Elaboração e organização de contratos e processos empresariais. | Trainee lawyer. Assembling and organizing contracts and business processes.


LKS Informática, LKS, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Professor contratado, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 36
Outras informações
Ensino de Processamento de Dados. | Professor. Teaching Data Processing.


Compudoctor Informática, COMPUDOCTOR, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1996
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 36
Outras informações
Ensino de Processamento de Dados. | Professor. Teaching Data Processing.


RGE ? Companhia Estadual de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul, RGE, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1996
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico do Sistema de Processamento de Dados, Carga horária: 36
Outras informações
Manutenção do sistema de informação. | Technical System Data Processing. Maintenance Information System.



Linhas de pesquisa


1.
Complexo militar-industrial-acadêmico.
2.
Formulação de políticas públicas que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico.
3.
Estudos Estratégicos.
4.
Integração entre governo, indústrias e universidades para a geração de ciência e tecnologia.
5.
Defesa, Ciência e Tecnologia e Politica Internacional


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Laboratório Indústria de Defesa e Poder Político (LINP)
Descrição: O Laboratório Indústria de Defesa e Poder Político (LINP) tem como foco a pesquisa da base industrial de defesa e sua relações com o poder político, tendo em vista a geração de conhecimento necessário ao desenvolvimento da indústria nacional de defesa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Mapeamento da Base Industrial de Defesa (Convênio IPEA/ABDI)
Descrição: Pesquisa acerca da Base Industrial de Defesa do Brasil, promovida pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, em convênio com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). A escolha dos pesquisadores foi por seleção pública. bolsa pesquisa, no âmbito Subprograma de Pesquisa para o Desenvolvimento Nacional ? PNPD do Programa de Mobilização da Competência Nacional para Estudos sobre o Desenvolvimento - PROMOB..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Vitelio Marcos Brustolin - Integrante / Ana Carolina Aguilera - Integrante / Patrícia Oliveira de Souza - Integrante / Alixandro Weneck Leite - Integrante / Jonathan de Araújo de Assis - Integrante / Fernanda das Graças - Integrante / Marcos Barbieri Ferreira - Integrante / Ariela Diniz - Integrante / Flávia Schmidt - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
2014 - Atual
Grupo de Economia da Inovação - UFRJ
Descrição: Grupo voltado para a pesquisa torno dos temas de desenvolvimento econômico, mudança tecnológica e crescimento; organização industrial; economia de empresas e gestão..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Laboratório Defesa e Politica[s]. Grupo de Pesquisa: Defesa, Ciência e Tecnologia e Politica Internacional
Descrição: O Laboratório Defesa e Política[s] foi criado, em 2011, no marco do projeto Estado e Políticas Industriais e Tecnológicas para a Defesa: o relacionamento entre os Centros de Pesquisa e a Indústria de Defesa no contexto da aquisição para os Grandes Projetos de Defesa. Apoiado por recursos da FAPERJ. Institucionalmente localiza-se na estrutura do Núcleo de Estudos Estratégicos Avançados do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (NEEA/INEST-UFF).
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (23) .
Integrantes: Vitelio Marcos Brustolin - Integrante / Luiz Pedone - Coordenador / Alex Jobim Farias - Integrante / Aureliano da Ponte - Integrante / Marcio Rocha - Integrante / Waldimir Pirró e Longo - Integrante / William de Sousa Moreira - Integrante / Andre Luiz Varella Neves - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1


Outros Projetos


2010 - Atual
Grupo de Pesquisa em Economia da Defesa
Descrição: O objetivo central deste grupo é a análise de políticas de defesa no âmbito do Sistema Nacional de Inovação (SNI) com ênfase na interligação entre as questões econômicas e políticas e dentro dessa relação o estudo dos arranjos institucionais. Visa discutir o desenvolvimento de políticas de inovação voltadas ao complexo industrial de defesa, assim como os agentes envolvidos nesse processo, além das lições da experiência internacional e efeitos de transbordamento para a indústria nacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Vitelio Marcos Brustolin - Integrante / Luiz Martins de Melo - Coordenador / Ana Carolina Aguilera Negrete - Integrante / Ariela Diniz Cordeiro - Integrante / Bruno Felipe Rodrigues Moreira - Integrante / José Leonardo Dias Duarte - Integrante.


Membro de comitê de assessoramento


2017 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Revista da UNIFA (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: O Cosmopolítico (ISSN 2318-9711)
2015 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Estudos Estratégicos
2015 - Atual
Periódico: Revista da Escola de Guerra Naval (Ed. português)
2016 - Atual
Periódico: Revista Diplomatize: Revista da Academia Nacional de Estudos Transnacionais
2014 - Atual
Periódico: REVISTA DE DIREITO DA CIDADE


Áreas de atuação


1.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos.
2.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Defesa Nacional.
3.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
4.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Direito.
5.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Ciência Política.
6.
Grande área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.


Idiomas


Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2018
02 - Harvard Visiting Professor, Harvard University.
2018
Conquista da Bolsa Professor Visitante no Exterior, Através de Concorrência Nacional, Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
2018
01 - Harvard Research Scientist, Harvard University.
2018
03 - Harvard Postdoctoral Researcher, Harvard University.
2017
Aceito para Pós-Doutorado no Harvard History of Science Department em Seleção Internacional, Harvard University.
2015
Aprovado para o cargo de Professor Adjunto na School of International and Public Affairs da Columbia University, Columbia University.
2014
Primeiro lugar em chamada pública nacional para pesquisadores. Modalidade de pesquisa: Equipamentos de Uso Individual, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada & Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.
2014
Escolhido na seleção de professores para a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército do Brasil (ECEME), ECEME.
2014
Finalista do Prêmio: Lemann Fellows de Alto Impacto, Fundação Lemann.
2014
Aprovado para o cargo de professor/pesquisador adjunto de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais na Universidade Federal Fluminense, UFF.
2013
Ganhador do Prêmio Shinagel por Melhor Artigo - Universidade Harvard, The Emanuel and Lilly Shinagel Prize - Harvard Extension School.
2011
Moção de Congratulações e Louvor, Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
2011
Declaração de Relevantes Serviços Prestados à Operação Lei Seca no Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro.
2010
Escritor escolhido em seleção nacional para o livro "13 Contos Imortais", Canal BRV Editora.
2008
Comendador da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), Arquiepiscopal Imperial Irmandade de Nossa Senhora das Dores.
2006
Ator da montagem ganhadora do Festival de Teatro do Rio de Janeiro de 2006: ?O Auto da Compadecida?. Prêmios da peça: ?Melhor Espetáculo?, ?Melhor Iluminação?, ?Melhor Cenário? e ?Melhor Ator?., Teatro Princesa Isabel.
2003
2º Lugar na Categoria Poesia do Concurso de Literatura da Sami. 2003. Poema: ?Revoada., SAMI.
2002
1º, 2º e 3º Lugares na Categoria Prosa do Concurso de Literatura da Sami. 2002. Crônicas: ?O lugar da amizade?, ?A morte da barata? e ?O último amigo do esquimó?., SAMI.
2000
Moção de Honra: Prêmio Literário Olintho de Oliveira da Academia Rio-Grandense e Letras. 2000. Obra: ?A cultura através do livro?., Academia Rio-Grandense de Letras.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Outras
Total de trabalhos:12
Total de citações:206
Vitelio Brustolin; Brustolin, V. M.; Vitelio Marcos Brustolin  Data: 16/01/2014

Artigos completos publicados em periódicos

1.
BUSTOLIN, V.M.2018BUSTOLIN, V.M.; PEDONE, L. ; MARTINS, C.C.B. . Military Malthusianism and the Strategic Partnership in the FX-2 Program. REVISTA DA ESCOLA DE GUERRA NAVAL (ED. PORTUGUÊS), v. 24, p. 276-300, 2018
Palavras-chave: Malthusianismo Militar; Parcerias Estratégicas; Aquisição de Equipamentos de Defesa.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://https://revista.egn.mar.mil.br/index.php/revistadaegn/article/view/704/pdf; Série: 2; ISSN/ISBN: 18093191
Jurgen Brauer e Paul Dunne detectam no Malthusianismo Militar uma vulnerabilidade da ocorrência de offsets. Esta vulnerabilidade é percebida a partir do fato de que o custo unitário de grandes sistemas de armas aumenta mais rapidamente do que as receitas orçamentárias dos governos. Uma das consequências deste fato é a busca dos governos por maior eficiência econômica mediante a globalização da produção e aquisição de armas. Se por um lado esta teoria afirma que veremos cada vez mais conflitos não convencionais, por outro justifica a construção de parcerias estratégicas na produção de sistemas de armas, como a Parceria Estratégica Brasil-Suécia, no âmbito do Programa FX-2. Deste modo, este artigo busca avaliar a presença do Malthusianismo Militar no caso brasileiro, a conformidade da Parceria Estratégica Brasil-Suécia com a Estratégica Nacional de Defesa, e analisa o papel desta Parceria no Programa FX-2.. .

2.
BUSTOLIN, V.M.2016BUSTOLIN, V.M.; OLIVEIRA, C.A. ; D?ALBERTO SENNA, C.J. . Análise das Práticas de Offset nos Contratos de Defesa no Brasil. Revista da Escola de Guerra Naval (Ed. português), v. 22, p. 169-196, 2016
Palavras-chave: Aquisicao de materiais de Defesa; Contratos de offset; Desenvolvimento industrial.
Grande área: Engenharias
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.jmksistemas.com.br/ojs/index.php/revistadaegn/index; Série: 1; ISSN/ISBN: 18093191
Neste estudo são apresentados dados históricos e econômicos acerca da utilização internacional de contratos militares de offset. Em seguida são analisados aspectos da política de compensação nas aquisições de produtos de defesa no Brasil. Sobre tais análises é apresentado um modelo das relações entre as partes interessadas na sistemática de compensação, possibilitando estabelecer quatro estratégias de offset para a Força Armada contratante. Também é traçada uma dinâmica de categorização e priorização das tecnologias de interesse. Além disso, são sugeridos processos necessários para a operacionalização das atividades de offset, especificamente, no período anterior à negociação dos Acordos de Compensação. Complementarmente, são analisados os processos propostos, à luz do relatório do Tribunal de Contas da União sobre as atividades de offset. A metodologia empregada é de revisão da literatura, bem como, de mapeamento da legislação e das normas vigentes. Na Conclusão são traçadas considerações sobre a relevância dos offsets na absorção de tecnologias militares e civis pelo Brasil, à luz das diretrizes expressas na Estratégia Nacional de Defesa. Palavras-chave: Aquisição de produtos de Defesa; Offsets militares; Gestão de processos na Marinha do Brasil; Compensações industriais, tecnológicas ou comerciais; Compensações na aquisição de tecnologias de uso dual. Palavras-chave: Aquisição de produtos de Defesa; Offsets militares; Gestão de processos na Marinha do Brasil; Compensações industriais, tecnológicas ou comerciais; Compensações na aquisição de tecnologias de uso dual.. .

3.
BRUSTOLIN, V. M.2015BRUSTOLIN, V. M.. Uma Análise das Práticas de Aquisição de Defesa nos EUA e no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Estratégicos, v. I, p. 9-38, 2015
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Aquisicao de materiais de Defesa; Producao de tecnologias de uso dual.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Naval e Oceânica.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Pesquisa e desenvolvimento científico; Educação. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://www.inest.uff.br/; Série: 4; ISSN/ISBN: 19845642
Neste estudo são analisadas as práticas de aquisição de tecnologias de Defesa nos Estados Unidos (EUA) e no Brasil. O objetivo é elucidar os processos adotados por ambos os países, a fim de tecer conclusões que possam beneficiar a geração própria de ciência e tecnologias, sobretudo de uso dual (tanto civil, quanto militar) no Brasil. A metodologia empregada é de revisão dos fluxogramas de processos disponíveis e das respectivas literaturas que os delineiam. A pesquisa referente ao Brasil foi conduzida na Universidade Federal do Rio de Janeiro e a concernente aos Estados Unidos foi produzida na Universidade Harvard (através de bolsa de estudos do governo do Brasil/Capes e da Fundação Lemann). Nas conclusões são propostas sugestões para a Defesa Brasileira. Palavras-chave: Aquisição de materiais de Defesa. Produção de tecnologias de uso dual. Processos e práticas de inovação militar nos Estados Unidos e no Brasil.. .

4.
BRUSTOLIN, V. M.2015BRUSTOLIN, V. M.. Base Industrial de Defesa: A competitividade internacional das empresas brasileiras de equipamentos de uso individual. Revista da Escola de Guerra Naval (Ed. português), v. 21, p. 143-180, 2015
Palavras-chave: Desenvolvimento industrial; Defesa nacional; Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual; Base Industrial de Defesa; Equipamentos de Uso Indivudual; Políticas de Incentivo à Inovação.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://https://www.egn.mar.mil.br/arquivos/revistaEgn/index.html; Série: 1; ISSN/ISBN: 18093191
Neste artigo é formatado um conceito de ?equipamentos de uso individual, com base nos documentos norteadores das Forças Armadas do Brasil. Em seguida são apresentadas as maiores empresas do mundo desse segmento, buscando oportunidades de mercado. Na sequência é realizado um mapeamento das empresas brasileiras que atuam na área, incluindo a sua estrutura produtiva, porte, localização e capacidade de inovação. A metodologia empregada é de: 1) análise de dados governamentais; 2) questionário para empresários; 3) entrevista presencial em uma amostra de empresas; 4) pesquisa bibliográfica. Nas conclusões são elencadas possibilidades de políticas públicas para contemplar a Base Industrial de Defesa do Brasil, com foco nas empresas desse segmento. Palavras-chave: Base Industrial de Defesa do Brasil. Equipamentos de Uso Individual. Políticas Públicas para a Defesa Nacional.. .

5.
Brustolin, Vitelio Marcos2015Brustolin, Vitelio Marcos. A contribuição das universidades e indústrias do Rio de Janeiro no desenvolvimento de tecnologias de Defesa Nacional. Cadernos do Desenvolvimento Fluminense, v. 1, p. 105-125, 2015
Palavras-chave: Defesa nacional; Desenvolvimento industrial; Inovação Científica e Tecnológica; Relações Internacionais; Base Industrial de Defesa; Complexo militar-industrial-acadêmico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Defesa Nacional.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/cdf/article/view/19713/15988; Série: 7; ISSN/ISBN: 23176539
Resumo Neste artigo defende-se que as tecnologias possuem usos múltiplos, podendo ter emprego civil e militar. Também comprova-se, através de documentos oficiais, que o Brasil tem sofrido entraves tecnológicos de nações estrangeiras, tornando vantajoso produzir equipamentos militares em território nacional. Por fim, demonstra-se que o País possui estrutura para produção local de ciência e tecnologias de Defesa e que o Estado do Rio de Janeiro destaca-se nesse contexto. A metodologia utilizada é de análise de recortes da história industrial-militar, além de legislação, documentos e dados oficiais. A pesquisa é parte de tese doutoral produzida na Universidade Federal do Rio de Janeiro e na Universidade Harvard (EUA), com recursos da Capes e da Fundação Lemann. Palavras-chave: Tecnologias de usos múltiplos. Geração de ciência e tecnologia via Defesa Nacional. O complexo militar-industrial-acadêmico no Estado do Rio de Janeiro (Brasil).. .

6.
BRUSTOLIN, V. M.2014BRUSTOLIN, V. M.. Dimensões e aplicações do Orçamento de Defesa do Brasil / Dimensions and executions of the Defense Budget of Brazil. Mural Internacional (Online), v. 5, p. 38-45, 2014
Palavras-chave: Defesa nacional; Relações Internacionais; Accountability.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Naval e Oceânica.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social. . Homepage: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/muralinternacional/article/view/7574; Série: N. 1; ISSN/ISBN: 21777314
O objetivo do presente artigo é elucidar a grandeza dos recursos destinados à área militar do Brasil. Para atingir tal finalidade são realizadas comparações externas ? com orçamentos de outras nações; e internas ? levando-se em conta as demais pastas da União. A metodologia empregada é de análise e comparação orçamentária. Nos casos mais pertinentes, também leva-se em conta a execução do que foi previsto. Nas considerações finais é apresentada a aplicação do orçamento de Defesa do Brasil, além de ser traçada uma análise crítica acerca de suas destinações. Palavras-chave: Orçamento de Defesa do Brasil. Gastos Militares. Economia de Defesa.. .

7.
BRUSTOLIN, V. M.2013BRUSTOLIN, V. M.. English, the Latin of our Era. Harvard Summer Review, v. 2, p. 35-37, 2013
Palavras-chave: Educacao; Estudo de Idiomas - Inglês.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.summer.harvard.edu/; Série: 1; ISSN/ISBN: 2161-8739
Grand Prize Winner, Shinagel Prize - Harvard University, The Emanuel and Lilly Shinagel Prize - Universidade Harvard, May 2013: In 1988 the Former Dean of the Division of Continuing Education at Harvard University, Dr. Michael Shinagel, established the Emanuel and Lilly Shinagel Prize Fund in memory of his parents, who learned English at night in NY after coming to the USA as refugees in 1941. Each semester, proceeds from this fund offer Grand Prizes and Honorable Mention Awards at students who write the best original articles.. .

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BRUSTOLIN, V. M.; NEGRETE, A. C. A. ; LEITE, A. W. ; LESKE, A. C. ; MIGON, E. X. F. ; CÔ ; ANDRADE, I. O. ; ASSIS, J. A. ; VIANELLO, J. M. ; FERREIRA, M. J. B. ; MATOS, P. O. . Mapeamento da Base Industrial de Defesa. 1. ed. Brasília: ABDI & IPEA, 2016. v. 1. 742p .
Palavras-chave: Aquisicao de materiais de Defesa; Base Industrial de Defesa; Equipamentos de Uso Indivudual.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: VáriosHomepage: http://www.abdi.com.br/Estudo/BID_13.06_baixa%20resolução.pdf; Série: 1; ISBN: 9788561323417.
Este é o primeiro mapeamento da Base Industrial de Defesa do Brasil. Esta obra reuniu oito dos principais cientistas de Desenvolvimento Industrial via Defesa no Brasil para mapearem e criarem análises e sugestões de políticas públicas para mais de 700 empresas. Esse trabalho foi desenvolvido durante mais de um ano e envolveu análise de dados governamentais e pesquisa de campo. Vitelio Brustolin escreveu o capítulo 8, sobre equipamentos de uso individual, que está disponível entre as páginas 597 a 692 e 731 a 736..

2.
BRUSTOLIN, V.M.. Inovação e Desenvolvimento via Defesa Nacional nos EUA e no Brasil. 1. ed. Novas Edições Acadêmicas, 2016. v. 1. 176p .
Palavras-chave: Complexo militar-industrial-acadêmico; Políticas de Incentivo à Inovação; Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: ImpressoHomepage: http://https://www.nea-edicoes.com/catalog/details/store/gb/book/978-3-8417-1874-7/inova%C3%A7%C3%A3o-e-desenvolvimento-via-defesa-nacional-nos-eua-e-no-brasil?search=brustolin; ISBN: 9783841718747.

3.
BRUSTOLIN, V. M.. O Anjo Rebelde (2 Ed.). 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Rovelle, 2012. v. 1. 180p .
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: ImpressoHomepage: http://www.rovelle.com.br; Série: 1; ISBN: 8588565161.

4.
BRUSTOLIN, V. M.; Paulo Balado . 13 Contos Imortais. 1. ed. Rio de Janeiro: Canal BRV, 2010. v. 1. 128p .
Palavras-chave: Literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Informação e comunicação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: ImpressoHomepage: http://www.canalbrv.com; ISBN: 9788563471017.
Obra é resultado da seleção de autores de todo o Brasil..

5.
BRUSTOLIN, V. M.. O Anjo Rebelde. 1. ed. Erechim: Edelbra, 2001. v. 1. 190p .
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISBN: 8588565161.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Uma cidade com cidadãos globais. Zero Hora, Rio Grande do Sul, p. 2 - 2, 27 abr. 2018.
Palavras-chave: Cidadania.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Data de publicação: 27/04/2018; ISBN: 15197670.

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Por Onde Anda.... Jornal Bom Dia, Rio Grande do Sul, p. 17 - 17, 18 jul. 2015.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://jornalbomdia.com.br/; Data de publicação: 18/07/2015.

3.
Brustolin, Vitelio; RODRIGUES, A. . Orçamento Militar: Defesa só no Papel (Military Budget: Defense Just in Theory). Revista Exame, Brasil, p. 32 - 33, 25 dez. 2013.
Palavras-chave: Cenário Militar; Gastos militares; Inovação Científica e Tecnológica.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Serviço Social.
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Atividades jurídicas, de contabilidade e de auditoria; Outras atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.exame.abril.com.br/; Data de publicação: 25/12/2013; ISBN: 01022881.
Reportagem da Revista Exame (ed. 1056) com alguns dados das pesquisas de Vitelio Brustolin sobre a distribuição dos gastos militares no Brasil e no mundo. A publicação foi na véspera de o Brasil anunciar a aquisição dos caças Gripen e a consequente parceria para produção conjunta de tecnologias com a empresa sueca Saab, corroborando com o direcionamento acadêmico apresentado nas pesquisas e na reportagem. | Reporting of Exame Magazine (ed. 1056) with some research data of Vitelio Brustolin on military spending in Brazil and worldwide..

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Análise da reeleição de Obama. Jornal Boa Vista, Rio Grande do Sul, Brasil, p. 3 - 3, 09 nov. 2012.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jornalboavista.com.br/site/noticia.php?id=15540&page=polis-apresenta-espacos-de-governo-a-base; Data de publicação: 09/11/2012; ISBN: 28368.
Um dia diferente, mas muito parecido com qualquer outro, o das Eleições nos Estados Unidos. Com o privilégio de assistir a tudo bem de perto, morando no Estado de um dos candidatos (o Romney) e frequentando a Universidade onde ambos estudaram, fico com a impressão de que vai longe a era do ?cinza?..

5.
BRUSTOLIN, V. M.. O caminho percorrido de Erechim à Harvard. Jornal Boa Vista, Erechim, p. 7 - 7, 24 ago. 2012.
Palavras-chave: Educação; Literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jornalboavista.com.br/site/noticia.php?id=14119&page=o-caminho-percorrido-de-erechim-a-harvard-; Data de publicação: 24/08/2012; ISBN: 01689001.
Vitelio Brustolin é escritor, jornalista, jurista, cientista social, mestre e doutorando em Políticas Públicas, Estratégias, Desenvolvimento pela UFRJ, Visiting Researcher PhD pela Harvard University, e se dedica, especialmente, ao estudo da Filosofia e da Teologia..

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Erechinense vai fazer doutorado em Harvard. Bom Dia, Erechim, p. 24 - 24, 22 ago. 2012.
Palavras-chave: Educação; Gastos militares.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público / Especialidade: Direito Internacional Público.
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jornalbomdia.com.br/variedades/erechinense-vai-fazer-doutorado-em-harvard; Data de publicação: 22/08/2012; ISBN: 21762504.
O erechinense Vitélio Brustolin vai realizar um sonho de muitos cientistas. Ele cursará doutorado na universidade de Harvard, nos Estados Unidos..

7.
BRUSTOLIN, V. M.. Erechinense fará doutorado em Harvard. Cadernos da Escola de Comunicação (Unibrasil), Erechim, p. 6 - 6, 15 ago. 2012.
Palavras-chave: Ciência Política; Ciências Juridicas e Sociais; Educação; Estudos Estratégicos.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.diariodamanha.com/noticias.asp?a=view&id=36716; Data de publicação: 15/08/2012; ISBN: 16793366.
O pesquisador Vitélio Brustolin, natural de Erechim e hoje radicado no Rio de Janeiro, está de malas prontas para Harvard, onde inicia em setembro sua pesquisa naquela que é considerada a melhor universidade do mundo. Vitélio foi aceito, ao mesmo tempo, em dois programas de Visiting Researcher PhD na prestigiosa Universidade Harvard. Por isso está se mudando para Boston e Cambridge, nos Estados Unidos, a fim de aprofundar seus estudos no Harvard Department of the History of Science (História da Ciência) e na Harvard Law School (Direito)..

8.
BRUSTOLIN, V. M.. Erechinense na Harvard University. Diário Oficial da União. Seção 3 (Online), Erechim, p. 8 - 8, 10 ago. 2012.
Palavras-chave: Educação; Ciências Juridicas e Sociais; Ciência Política.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 10/08/2012; ISBN: 16777069.
O escritor, jornalista, advogado e pesquisador, Vitelio Brustolin, está com o passaporte carimbado para os Estados Unidos, onde acabou de ser admitido como Visiting Researcher PhD na mais antiga instituição de ensino superior dos Estados Unidos e uma das instituições educacionais mais prestigiadas do mundo, a Harvard University..

9.
BRUSTOLIN, V. M.. Harvard está logo ali. Observatório da Imprensa (São Paulo), Rio de Janeiro, p. 31 - 31, 17 mar. 2012.
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fodia.ig.com.br%2Fportal%2Fbrasil%2Fharvard-est%25C3%25A1-logo-ali-1.420846&h=MAQHwUGfv; Data de publicação: 17/03/2012; ISBN: 15197670.
?Quero aproveitar o máximo? O gaúcho Vitelio Brustolin, 31 anos, é escritor, jornalista e advogado. Doutorando em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento na UFRJ, foi aceito em Harvard para um ano como ?Visiting PhD Student? (em tradução livre: ?estudante visitante de PhD?). Vai com a noiva, e o plano é se dedicar à pesquisa sobre Políticas Públicas Comparadas. Brustolin tem como principal objetivo nos EUA aprofundar seu conhecimento na forma como o país desenvolveu, desde a Guerra Fria, a partir das necessidades de defesa, a tecnologia que hoje já saiu do cenário militar ? o avião a jato e a Internet, por exemplo. Brustolin quer, na volta, ajudar o Brasil a seguir no mesmo caminho, mesmo sem um histórico de guerras. ?Eu quero aproveitar o máximo, abrir o máximo de portas possível?, diz o jornalista, que já analisa propostas de trabalho para quando terminar o doutorado. Brustolin vai com bolsa do governo federal, mas não do programa ?Ciências Sem Fronteiras?..

10.
BRUSTOLIN, V. M.. Pagamento da folha de pessoal absorve 80% dos recursos. Jornalistas da Web, São Paulo, p. f1 - f2, 27 fev. 2012.
Palavras-chave: Accountability; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www2.valoronline.com.br/especiais/2543226/pagamento-da-folha-de-pessoal-absorve-80-dos-recursos; https://conteudoclippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2012/2/27/pagamento-da-folha-de-pessoal-absorve-80-dos-recursos; Data de publicação: 27/02/2012; ISBN: 18084400.
O orçamento do Ministério da Defesa, que em 2011 chegou a R$ 60,8 bilhões, é o terceiro maior do governo. Perde apenas para a previdência social (R$ 294 bilhões) e para a área da saúde (R$ 74 bilhões). Mas cerca de 80% dos recursos destinam-se ao pagamento da folha de pessoal, e 63% desse total vão para funcionários aposentados. Apenas 13,7% do orçamento destinam-se ao custeio, e menos ainda - 6,7% dos R$ 60 bilhões - são transformados em investimentos, segundo dados do pesquisador Vitélio Brustolin, que defendeu sua tese sobre o tema na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Brustolin está de malas prontas para os Estados Unidos, onde fará um pós-doutorado em Harvard sobre a indústria de defesa americana. "Embora tenha o terceiro orçamento da União, o dinheiro destinado a manter os equipamentos atuais, o que cria um risco: sucateamento e dificuldade para aquisição de novos.".

11.
BRUSTOLIN, V. M.. Reforço na base. Jornalistas da Web, São Paulo, p. F1 - F1, 27 fev. 2012.
Palavras-chave: Accountability; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.valor.com.br/especiais/2543222/reforco-na-base; Data de publicação: 27/02/2012; ISBN: 18084400.
Outra preocupação é em relação aos recursos para investir em novos projetos. "Cerca de 80% do orçamento da pasta está atrelado à folha de pagamento e 63% desse total está direcionado a inativos", afirma o pesquisador Vitélio Brustolin. "Colocar dinheiro em tecnologia militar traz muitos benefícios para a área de inovação, já que muitas aplicações são usadas também no campo civil", diz..

12.
BRUSTOLIN, V. M.. Dilma vai atrás de inovação na Alemanha. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 fev. 2012.
Palavras-chave: Accountability; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://todamidia.blogfolha.uol.com.br/2012/02/27/dilma-vai-atras-de-tecnologia-na-cebit/; Data de publicação: 27/02/2012; ISBN: 14145723.
O ?Valor? publica hoje especial sobre a indústria de defesa, destacando do pesquisador Vitélio Brustolin que ?colocar dinheiro em tecnologia militar traz muitos benefícios para a área de inovação, já que muitas aplicações são usadas também no campo civil?..

13.
BRUSTOLIN, V. M.. Defesa espera investimentos de R$ 100 bilhões em 20 anos. Jornalistas da Web, São Paulo, 16 fev. 2012.
Palavras-chave: Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.valor.com.br/brasil/2533064/defesa-espera-investimentos-de-r-100-bilhoes-em-20-anos; http://www.fab.mil.br/portal/capa/index.php?datan=16/02/2012&page=mostra_notimpol; Data de publicação: 16/02/2012; ISBN: 18084400.
A maior parte do orçamento de defesa - cerca de 80% dos R$ 60 bilhões - é reservado para a folha de pagamento, segundo o pesquisador Vitélio Brustolin, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Brustolin frisa que a parte de investimento e custeio das Forças representa menos de 15% do total..

14.
BRUSTOLIN, V. M.. Defesa gasta 50% de seu orçamento com inativos. O Globo, Brasil, p. 1 - 3, 13 dez. 2009.
Palavras-chave: Economia; Defesa nacional; Transparência pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://ces.fgvsp.br/index.php?r=noticias%2Fview&id=169912; Data de publicação: 13/12/2009; ISBN: 423412354.
Defesa gasta 80% do orçamento com folha salarial das Forças Armadas. Déficit previdenciário vai crescer até 2043, revela estudo de Vitelio Brustolin, pesquisador da UFRJ..

15.
BRUSTOLIN, V. M.. Defesa gasta 80% do orçamento com folha salarial. Defesa gasta 80% do orçamento com folha salarial, Blog do Noblat, 12 dez. 2009.
Palavras-chave: Accountability; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2009/12/12/defesa-gasta-80-do-orcamento-com-folha-salarial-249579.asp; Data de publicação: 12/12/2009; ISBN: 423412354.
Enquanto discute como vai comprar ou construir caças e submarinos de última geração , o Brasil gasta quase todo o seu orçamento de Forças Armadas para pagar salários. Reportagem publicada na edição deste domingo do Globo mostra que de cada R$ 100 que o Ministério da Defesa desembolsa por ano, R$ 80 são destinados aos pagamentos da folha, pensões e aposentadorias de militares. Os outros R$ 20 são fatiados em investimentos (6,74%) e custeio (13,7%), revela estudo do pesquisador Vitelio Brustolin a partir de dados do Siafi. O estudo foi apresentado há dias no programa de Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento do Instituto de Economia da UFRJ..

16.
BRUSTOLIN, V. M.. Secretária de Educação apresenta sistema de gerenciamento de escolas a prefeitos do Rio. Jus Brasil, Jus Brasil, 16 jan. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jusbrasil.com.br/noticias/606265/educacao-apresenta-novo-sistema-para-gerenciar-escolas; Data de publicação: 16/01/2009; ISBN: 58384569.

17.
BRUSTOLIN, V. M.. Educação apresenta novo sistema para gerenciar escolas. Diário de Petrópolis, Diário de Petrópolis, 14 jan. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.diariodepetropolis.com.br/noticia.asp?e=001125&N=03; Data de publicação: 14/01/2009; ISBN: 23487654.

18.
BRUSTOLIN, V. M.. Escola: o melhor lugar para se passar as férias. Jus Brasil, Jus Brasil, 12 jan. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jusbrasil.com.br/noticias/585375/escola-o-melhor-lugar-para-se-passar-as-ferias; Data de publicação: 12/01/2009; ISBN: 58384569.

19.
BRUSTOLIN, V. M.. Música da melhor qualidade vai animar as suas férias. Seeduc, Seeduc, 08 jan. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.educacao.rj.gov.br/index5.aspx?tipo=categ&idcategoria=567&idItem=3407&idsecao=13; Data de publicação: 08/01/2009; ISBN: 48736253.

20.
BRUSTOLIN, V. M.. Adolescentes do Degase participam do Encceja. Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, http://www.imprensa.rj.gov.br/, 30 nov. 2007.
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Saúde e Serviços Sociais.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.imprensa.rj.gov.br/SCSSiteImprensa/detalhe_noticia.asp?ident=41929; Data de publicação: 30/11/2007; ISBN: 89423782.

21.
BRUSTOLIN, V. M.. Pena de morte para inocentes. Jornal O Dia, Rio de Janeiro, p. 7 - 7, 15 abr. 2007.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 15/04/2007; ISBN: 35629854.

22.
BRUSTOLIN, V. M.. Julgamentos equivocados. Voz da Serra, Rio Grande do Sul, p. 7 - 7, 14 ago. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Data de publicação: 14/08/2006; ISBN: 65852110.

23.
BRUSTOLIN, V. M.. Os ideais dos representantes do povo. Jornal Diário da Manhã, Rio Grande do Sul, p. 2 - 2, 21 maio 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 21/05/2006; ISBN: 65892722.

24.
BRUSTOLIN, V. M.. O bem e o mal são fundamentos da liberdade. Voz da Serra, Rio Grande do Sul, p. 3 - 3, 12 abr. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Data de publicação: 12/04/2006; ISBN: 65852110.

25.
BRUSTOLIN, V. M.. A recompensa consiste em fazer. O Testemunho de Fé, Rio de Janeiro, p. 12 - 12, 02 out. 2005.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 02/10/2005; ISBN: 63335287.

26.
BRUSTOLIN, V. M.. Somos todos seres inseguros. Voz da Serra, Rio Grande do Sul, p. 3 - 3, 16 jun. 2005.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 16/06/2005; ISBN: 65852110.

27.
BRUSTOLIN, V. M.. A maioria dos heróis é como certos quadros.... A Voz da Serra, Rio Grande do Sul, p. 7 - 7, 21 nov. 2004.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 21/11/2004; ISBN: 65852110.

28.
BRUSTOLIN, V. M.. A forma da caridade. Diário da Manhã, Rio Grande do Sul, p. 2 - 2, 12 fev. 2004.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 12/02/2004; ISBN: 65892722.

29.
BRUSTOLIN, V. M.. O sol reluz sobre as nuvens. Diário da Manhã, Rio Grande do Sul, p. 4 - 4, 26 out. 2003.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 26/10/2003; ISBN: 65892722.

30.
BRUSTOLIN, V. M.. Grandes incêndios são combatidos com fogo. Voz da Serra, Rio Grande do Sul, p. 2 - 2, 03 jun. 2003.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 03/06/2003; ISBN: 65852110.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Contraposição Analítica dos Contratos de Offset. In: IX ENABED - Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Estratégicos, 2016, Florianópolis. Forças Armadas e Sociedade Civil: Atores e Agendas da Defesa Nacional no Século XXI, 2016.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.enabed2016.abedef.org/.

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Economia de Defesa: O Orçamento Militar do Brasil em perspectiva. In: Poder Aeroespacial e Estudos Interdisciplinares de Segurança e Defesa, 2014, Rio de Janeiro. Poder Aeroespacial e Estudos Interdisciplinares de Segurança e Defesa. Rio de Janeiro: UNIFA, 2014. v. 1. p. 28-36.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Industrial.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://https://www.unifa.aer.mil.br/seminario/grupos.php; ISSN/ISBN: 9788589117081.
Análise comparativa do Orçamento de Defesa nos âmbitos interno e externo do Brasil..

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Complexo militar-industrial-acadêmico: Um modelo de geração de ciência e tecnologias necessárias ao Brasil. In: VIII EBANED, 2014, Brasília. VIII Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa, 2014.
Palavras-chave: Defesa nacional; Inovação Científica e Tecnológica; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Ciência Política.
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.abedef.org.

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Desenvolvimento Econômico e Inovação via Defesa Nacional nos EUA e no Brasil. In: 3o Seminário de Direito da Propriedade Intelectual e Desenvolvimento, 2013, Rio de Janeiro. 3o Seminário de Direito da Propriedade Intelectual e Desenvolvimento. Rio de Janeiro: INPI, 2013.
Palavras-chave: Defesa nacional; Ciência Política; Direito Internacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público / Especialidade: Direito Internacional Público.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Energia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www3.ucam.br/mee/edital_seminario_prop_intelc_desenv_eco.pdf.

5.
BRUSTOLIN, V. M.. Processos de aquisição de tecnologias de Defesa nos Estados Unidos em contraponto ao Brasil, a partir da Segunda Guerra Mundial. In: 3a Semana de Defesa e Gestão Estratégica Internacional, 2013, Rio de Janeiro. SDGEI. Rio de Janeiro, 2013.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Defesa nacional; Relações Internacionais.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Nuclear.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.semanadefesa.com.br.

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Políticas de geração de inovações de uso dual (civis e militares) nos EUA e no Brasil. In: Jornada de Pesquisa do Instituto de Economia da UFRJ - 2013, 2013, Rio de Janeiro. Jornada de Pesquisa - IE - UFRJ - 2013. Rio de Janeiro, 2013.
Palavras-chave: Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Accountability; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção.
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.ie.ufrj.br/index.php/index-pesquisa/index-seminarios-da-pesquisa.

7.
BRUSTOLIN, V. M.. Desenhos institucionais e processos de produção nas Defesas dos EUA e do Brasil. In: X Jornada Científica da ECEMAR, 2013, Rio de Janeiro. X Jornada Científica da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica. Rio de Janeiro: UNIFA, 2013.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Defesa nacional; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Naval e Oceânica.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Nuclear.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://https://www.ecemar.aer.mil.br/.

Artigos aceitos para publicação
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Economic Development and Innovation through National Defense in the USA and Brazil. Cadernos de Direito e Desenvolvimento, 2016.
Palavras-chave: Direito Internacional; Defesa nacional; Economia.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Pesquisa e desenvolvimento científico; Atividades de vigilância, segurança e investigação. ; ISSN/ISBN: 23171324.

Apresentações de Trabalho
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Science, Technology and National Defense in the United States and Brazil: a Comparative Analysis. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: I - Drive Nascar; Cidade: Orlando, Florida; Evento: Brasil America Legal & Business Summit; Inst. promotora/financiadora: Brazil America Council.

2.
BRUSTOLIN, V.M.; NICOARA, Olga . Indigenous Communities, Technology, and Governance in the Amazonian Rainforest. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Defesa nacional; Inovação Científica e Tecnológica; Preservação da Amazônia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: Hawaii, Estados Unidos; Cidade: Lahaina, HI; Evento: 2017 Annual Conference of t2017 Annual Conference of the Association of Private Enterprise Education; Inst. promotora/financiadora: Association of Private Enterprise Education - APEE.

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Moderador dos Eixos Temáticos: Pensamento Político Brasileiro e Segurança Pública. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ECEME; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: XVI Ciclo de Estudos Estratégicos; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Moderador dos Eixos Temáticos: Segurança Pública e a Influência das Questões Sociais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ECEME; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: XVI Ciclo de Estudos Estratégicos; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

5.
BRUSTOLIN, V. M.. A Crise do Mar do Sul da China. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Geopolítica; Direito Internacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Federal Fluminense; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Palestra do Centro Acadêmico Sergio Vieira de Mello; Inst. promotora/financiadora: CASVIM - UFF.

6.
BRUSTOLIN, V. M.; CABRAL, R. P. . Aspectos Jurídicos da Guerra dos Seis Dias. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: História Militar; Direito Internacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: UNIRIO; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Palestra no Curso de História Militar; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

7.
BUSTOLIN, V.M.. IV Encontro Brasileiro de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Segurança Internacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: INEST; Cidade: Niteroi; Evento: EBERI IV; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal Fluminense.
Coordenação do Grupo de Trabalho: Segurança Internacional.

8.
BRUSTOLIN, V. M.. Palestra sobre o livro O Anjo Rebelde. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Educacao.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Praça de Maricá; Cidade: Maricá; Evento: III Festa Literária de Maricá - FLIM; Inst. promotora/financiadora: Prefeitura de Maricá.

9.
BRUSTOLIN, V. M.. How to Create Civilian Technologies via National Defense: The Military-industrial-academic Complexes in the United States and Brazil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Base Industrial de Defesa; Desenvolvimento industrial; Relações Internacionais.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Defesa Nacional.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: Florida Atlantic University; Cidade: Boca Raton, Florida; Evento: II Brazil - Florida Summit; Inst. promotora/financiadora: Florida Atlantic University & Brazil International Foundation.

10.
BRUSTOLIN, V.M.. Base Industrial de Defesa: Principais Achados do Mapeamento. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ABDI; Cidade: Brasília; Evento: Seminário: Mapeamento da Base Industrial de Defesa; Inst. promotora/financiadora: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Ministério da Defesa.

11.
BRUSTOLIN, V. M.. Logística e Indústria de Defesa. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Complexo militar-industrial-acadêmico; Defesa nacional; Desenvolvimento industrial.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Local: UFRJ - Ilha do Fundão; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Palestra para a Disciplina Logística e Mobilização Militar; Inst. promotora/financiadora: Graduação em Defesa e Gestão Estratégica Internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

12.
BRUSTOLIN, V. M.. Políticas Públicas: A Atuação do Estado no Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Produção de tecnologias de uso dual.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: FGV BOTAFOGO - Praia de Botafogo, 190 - 8° andar; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Palestra do MBA Executivo em Economia e Gestão: Relações Governamentais; Inst. promotora/financiadora: Fundação Getúlio Vargas - FGV/Rio.
Algumas das principais inovações científicas e tecnológicas desenvolvidas a partir da Segunda Guerra Mundial foram iniciadas como empreendimentos militares, embora, sem tardar, tenham sido empregadas para uso civil. Os Estados Unidos foram pioneiros nesse processo, institucionalizando políticas públicas de integração entre governo, indústrias e universidades para vencer a Guerra. Posteriormente esse modelo foi empregado para antagonizar a ? hoje extinta ? União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) na hegemonia científico-tecnológica e militar do planeta. Partindo-se desse estudo de caso, a palestra analisa situações paralelas, como as da Coreia do Sul e de Israel, contrapondo-os às políticas públicas de estímulo à inovação praticadas no Brasil..

13.
BRUSTOLIN, V. M.. Falando de Política Pública. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
Palavras-chave: Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Propriedade Intelectual; Tecnologia.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Casa da Ciência da UFRJ - Campus da Praia Vermelha; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Festival Universitário de Cultura (FestFIC); Inst. promotora/financiadora: UFF, UFRJ, UFRRJ, UNIRIO, UENF, UERJ, CEFET e IFF.
Mesa de Debate ?Falando de Política Pública.? Mediadora Profa. Dra. Ana Célia Castro. Tema abordado: Políticas para a Defesa Nacional..

14.
BRUSTOLIN, V. M.. Equipamentos de Uso Individual no Mapeamento da Base Industrial de Defesa. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual; Desenvolvimento industrial; Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ABDI; Cidade: Brasília-DF; Evento: Mapeamento da Base Industrial de Defesa; Inst. promotora/financiadora: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.
Apresentação dos principais resultados do Mapeamento da Base Industrial de Defesa - organizado pelo IPEA e pela ABDI - para os atores governamentais envolvidos no setor: MD, MDIC, MCTI, MRE, MJ, BNDES, FINEP, AEB, APEX..

15.
BRUSTOLIN, V. M.. Similarities Between the Civil Rights Movement in the USA and Protests in Brazil During 2013 and 2014. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Estado Democrático de Direito.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Educação; Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Royal Golden Tulip São Conrado; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: III Encontro Nacional dos Estudantes de Direito da Universidade Estácio de Sá; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estácio de Sá.
Palestra sobre direitos civis e democracia para os estudantes de Direito da Universidade Estácio de Sá..

16.
BRUSTOLIN, V. M.. Opening the Black Box: the challenge of transparency of the military expenditures in Brazil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
Palavras-chave: Accountability; Ciência Política; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Ciência Política.
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Inglês; Local: Núcleo de Estudos Estratégicos Avançados (NEA); Cidade: Niterói; Evento: International Workshop: Defence, Science & Technology, and International Politics; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal Fluminense.

17.
BRUSTOLIN, V. M.. Transformações da ciência e da tecnologia nas guerras do Século XX. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Defesa Nacional.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Campus Cidade Universitária; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: IV Semana de Defesa e Gestão Estratégica Internacional; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio de Janeiro.

18.
BRUSTOLIN, V. M.. Inovação e Propriedade Intelectual nas Guerras do Século XX. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
Palavras-chave: Propriedade Intelectual.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Auditório da Universidade Cândido Mendes; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: IV Seminário de Propriedade Intelectual - 20 Anos de Organização Mundial do Comércio; Inst. promotora/financiadora: Universidade Candido Mendes.
Palestra no IV Seminário de Propriedade Intelectual do Mestrado em Direito da Universidade Candido Mendes, sob o tema: "20 Anos de Organização Mundial do Comércio"..

19.
BRUSTOLIN, V. M.. Coordenação do Grupo de Trabalho: Ciência, Tecnologia & Inovação e as questões de Defesa. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Propriedade Intelectual; Defesa nacional; Inovação Científica e Tecnológica.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Federal Fluminense, campus do Gragoatá; Cidade: Niterói; Evento: I Encontro Brasileiro de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais (EBERI I); Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal Fluminense.
Coordenação do Grupo de Trabalho "Ciência, Tecnologia & Inovação e as questões de Defesa" no I Encontro Brasileiro de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais (EBERI I) da Universidade Federal Fluminense..

20.
Vitelio Brustolin. Políticas de geração de inovações de uso dual (civis e militares) nos EUA e no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
Palavras-chave: Accountability; Ciência Política; Ciências Juridicas e Sociais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: II Jornada de Pesquisa do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Instituto de Economia - UFRJ.

21.
BRUSTOLIN, V. M.. Processos de aquisição de tecnologias de Defesa nos Estados Unidos em contraponto ao Brasil, a partir da Segunda Guerra Mundial. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Defesa nacional; Estudos Estratégicos.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Naval e Oceânica.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: UFRJ - Cidade Universitária; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: III Semana de Defesa e Gestão Estratégica Internacional; Inst. promotora/financiadora: UFRJ.

22.
BRUSTOLIN, V. M.. Desenhos institucionais e processos de produção nas Defesas dos EUA e do Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Ciência Política; Cenário Militar; Defesa nacional.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Naval e Oceânica.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ECEMAR; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: 10a Jornada Científica da Escola de Comando Maior da Aeronáutica - ECEMAR; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando Maior da Aeronáutica.

23.
BRUSTOLIN, V. M.. Generation of Science and Technology through the National Defense: The Model of the United States in contrast to the practices of Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Direito Internacional; Estado Democrático de Direito; Ciência Política.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: Harvard Law School; Cidade: Cambridge; Evento: Harvard Law School Colloquium; Inst. promotora/financiadora: Harvard University.

24.
BRUSTOLIN, V. M.. Teatro Inclusivo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: Teatro.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência Física (Ciad) Mestre Candeia; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Teatro Inclusivo; Inst. promotora/financiadora: Instituto Guerreiros da Inclusão.

Outras produções bibliográficas
1.
SENNA, C. ; BRUSTOLIN, V.M. . Gerenciamento de Crises. Rio de Janeiro, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Administração Pública; Gerenciamento de Crises.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Autor traduzido: Claudio J. D. Senna; Título da obra original: Gerenciamento de Crises: Usando Mapas Críticos para Organizar o que é Complexo e Caótico; ISSN/ISBN: 9788550800721.
A obra de Senna fundamenta-se em sua extensa e diversificada formação técnica, passa pelas suas experiências profissionais em situações críticas e avassaladoras e encontra desfecho em uma metodologia cuja leitura é imprescindível - sobretudo para tomadores de decisão. A visão do autor é realista: ?crises são fenômenos que regularmente ocorrem e podem causar maiores prejuízos e sofrimentos se não estivermos devidamente preparados para enfrentá-las.? De fato, o próprio conhecimento empregado para solucionar crises é de extrema utilidade para prevê-las e até evitá-las, como poderá ser observado ao longo do livro (há inclusive, uma metodologia para se ?Elaborar o Plano de Prevenção?)..

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Revista da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Imprensa Oficial, 2009 (Pública).
Palavras-chave: Transparência pública.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.rio.rj.gov.br/pessoacomdeficiencia; ISSN/ISBN: 5485225484.
Revista oficial de prestação de contas da Secretaria Municipal da Pessoa (SMPD) com Deficiência do Rio de Janeiro..

3.
BRUSTOLIN, V. M.. 80% do orçamento das Forças Armadas custeia folha de pagamento, diz pesquisa. Rio de Janeiro: Globo, 2009 (Pública).
Palavras-chave: Cenário Militar; Economia; Transparência pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL1412698-5598,00-DO+ORCAMENTO+DAS+FORCAS+ARMADAS+CUSTEIA+FOLHA+DE+PAGAMENTO+DIZ+PESQUISA.html; ISSN/ISBN: 3232342123.
As Forças Armadas têm bastante dinheiro, mas gastam a maior parte com custeio de pessoal e benefícios sociais, afirma o pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Vitelio Brustolin..

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Altos e baixos. São Paulo: Abril, 2009 (Pública).
Palavras-chave: Economia; Defesa nacional; Estudos Estratégicos.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/brasil/altos-e-baixos/; ISSN/ISBN: 45232423456.
O pesquisador Vitelio Brustolin constatou que nos anos pré-eleitorais e eleitorais há um aumento de recursos para os militares: o fato se repetiu em 1998, 2001-2002, 2005-2006 e tende a se repetir no próximo ano com a compra dos caças para a aeronáutica. No entanto, nos anos de crise financeira - como em 1999, 2003 e neste ano de 2009 - há cortes em investimento e em custeio..

5.
BRUSTOLIN, V. M.. Militares de bolsos cheios. São Paulo: Abril, 2009 (Pública).
Palavras-chave: Accountability; Economia; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/brasil/militares-de-bolsos-cheios/; ISSN/ISBN: 45232423456.
Uma pesquisa de Vitelio Brustolin, na UFRJ, mostra que as Forças Armadas respondem pela terceira maior fatia do orçamento brasileiro. Com gastos estimados este ano em 50 bilhões de reais, as armas que ficam sob o guarda-chuva do Ministério da Defesa só receberão menos verba que as pastas da Saúde e da Previdência Social..

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Ministério da Defesa tem o terceiro maior orçamento do Brasil. Rio de Janeiro: Monitor Mercantil, 2009 (Pública).
Palavras-chave: Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Realidade Brasileira; Transparência pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://www.monitormercantil.com.br/mostranoticia.php?id=71905; ISSN/ISBN: 4634234233.
Pesquisa realizada pelo pesquisador Vitelio Brustolin na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra que o orçamento militar brasileiro é o terceiro maior do país. Além disso, o estudo diz que 80% do total dos recursos são gastos em folha de pagamento, dos quais 63% para inativos e pensionistas, que juntos, somam 330 mil pessoas. O documento foi divulgado nesta segunda pela instituição superior de ensino e mostra que o orçamento do Ministério da Defesa é o terceiro maior do Brasil, perdendo, apenas para os ministérios da Previdência Social e da Saúde..

7.
BRUSTOLIN, V. M.. Informe Márcio Pacheco. Rio de Janeiro: Aerographic, 2007 (Política).
Palavras-chave: Política.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 874598732.

8.
BRUSTOLIN, V. M.. Informe Jovem. Rio de Janeiro: Aerographic, 2006 (Política).
Palavras-chave: Política; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 84576343.

9.
BRUSTOLIN, V. M.. Barão em Verso II. Erechim, 2003. (Prefácio, Pósfacio/Posfácio)>.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Autor traduzido: Instituto Anglicano Barão do Rio Branco; Título da obra original: Barão em Verso II; ISSN/ISBN: 865467654.
(Poetry contest). Erechim, Brazil: Pub: IABRB, 2003. (Foreword, Preface, Afterword). Additional references: Brazil / Portuguese. Means of disclosure: Printed.

10.
BRUSTOLIN, V. M.. Universo Dom. Erechim: São Cristóvão, 2002 (Educacional).
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
Referências adicionais: Brasil/Português; ISSN/ISBN: 898765432.

11.
Luis Carlos Festl ; BRUSTOLIN, V. M. . Quando a Realidade se Une à Ficção - A Trajetória do Filme O Quatrilho no Cinema Brasileiro. Erechim/RS, 1998. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.
Palavras-chave: Análise Cinematográfica; Crítica Cinematográfica.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
Referências adicionais: Brasil/Português; Autor traduzido: Luis Carlos Festl; Título da obra original: Quando a Realidade se Une à Ficção - A Trajetória do Filme O Quatrilho no Cinema Brasileiro; ISSN/ISBN: 8457639876.
(When Reality Joins Fiction - The trajectory of the film O Quatrilho in Brazilian Cinema). Erechim/RS, Brazil: Pub: São Cristõvão, 1998. (Foreword, Preface, Afterword). Keywords: Film Review, Film Critic Areas of knowledge: Humanities, Arts, Linguistics Additional references: Brazil / Portuguese..


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Revista Superinteressante, Ed. 316. Reportagem: 'E se houvesse guerra civil no Brasil?'. 2013.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Análise científica de hipótese estratégica-militar; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 1; Nº páginas: 1; Cidade: São Paulo; Inst. promotora/financiadora: Editora Abril.

2.
Vitelio Brustolin; RODRIGUES, A. . Revista Exame, ed. 1056. Reportagem: Orçamento Militar: Defesa só no Papel. 2013.
Palavras-chave: Cenário Militar; Accountability; Relações Internacionais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
Grande Área: Engenharias / Área: Engenharia Aeroespacial.
Setores de atividade: Atividades jurídicas, de contabilidade e de auditoria.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.exame.com.br; Finalidade: Artigo em Revista; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 2; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Editora Abril.
Segundo o cientista social brasileiro Vitelio Brustolin, pesquisador visitante na Universidade Harvard, nos EUA, ?Os investimentos tem sido insuficientes para modernizar as Forças Armadas. Mesmo sem se envolver em guerras, o Brasil poderia usar as pesquisas na área de Defesa como fonte de inovação para outros setores, como informática e aviação?. (Revista Exame, 25/12.2013, p. 32-33). | According to the Brazilian social scientist Vitelio Brustolin, a visiting researcher at Harvard University, USA, "The investment has been insufficient to modernize the Armed Forces. Even without engaging in wars, Brazil could use the research in the area of Defense as a source of innovation for other sectors such as IT and aviation. "(Exame Magazine, 25.12.2013, p. 32-33)..

Trabalhos técnicos
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Elaboração de Proposta de Mestrado Profissional em Defesa Nacional. 2014.
Palavras-chave: Educacao; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.eceme.ensino.eb.br; Finalidade: Educação/Formação Profissional; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 20; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.
Elaboração de Proposta de Mestrado Profissional em Defesa Nacional.

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Redação de Regulamento de Mestrado Profissional. 2014.
Palavras-chave: Educacao; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Currículo.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.eceme.ensino.eb.br; Finalidade: Educação/Formação Profissional; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 26; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando e Estado Maior do Exército.
Redação de Regulamento de Mestrado Profissional.

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Criação de Edital de Curso de Pós-Graduação. 2014.
Palavras-chave: Educacao.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.eceme.ensino.eb.br; Finalidade: Educação/Formação Profissional; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 18; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.
Criação de Edital de Curso de Pós-Graduação.

4.
BRUSTOLIN, V. M.. II Debate Técnico sobre o Mapeamento da Base Industrial de Defesa. 2014.
Palavras-chave: Desenvolvimento industrial; Defesa nacional; Gestão Pública.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.brasil.gov.br/defesa-e-seguranca/2014/12/especialistas-debatem-mapeamento-da-base-industrial-de-defesa; Finalidade: Possibilitar uma visão sistêmica da capacidade produtiva, tecnológica e de inovação da Base Industrial de Defesa do Brasil; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 190; Cidade: Brasília, D.F.; Inst. promotora/financiadora: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - ABDI.
Esse estudo foi realizado para a Presidência da República do Brasil. Financiando pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), em parceria com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o estudo propicia um mapeamento completo das indústrias de defesa do Brasil..

5.
BRUSTOLIN, V. M.. I Debate Técnico sobre o Mapeamento da Base Industrial de Defesa. 2014.
Palavras-chave: Desenvolvimento industrial; Defesa nacional; Gestão Pública.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.abdi.com.br/Paginas/noticia_detalhe.aspx?i=3920; Finalidade: Possibilitar uma visão sistêmica da capacidade produtiva, tecnológica e de inovação da Base Industrial de Defesa do Brasil; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 4; Nº páginas: 86; Cidade: Brasíia, D.F.; Inst. promotora/financiadora: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - ABDI.
Esse estudo foi realizado para a Presidência da República do Brasil. Financiando pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), em parceria com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o estudo propicia um mapeamento completo das indústrias de defesa do Brasil..

6.
Brustolin, Vitelio. Adequação da Legislação do Estado do Rio de Janeiro nos Termos da Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da Organização das Nações Unidas - ONU. 2011.
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Produzir parecer técnico sobre as alterações necessárias na legislação do Estado do Rio de Janeiro para se adequar à convenção para Pessoas com Deficiência que o Brasil é signatário.; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 6; Nº páginas: 556; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BRUSTOLIN, V. M.. É preciso estudar. 2012.
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Educação; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 14/08/2012; Emissora: TV Globo - Rio Grande do Sul (RBS TV).
Palestra em escola pública, tema de reportagem da TV aberta no Rio Grande do Sul..

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Sitema Partidário Brasileiro. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).
Palavras-chave: Sistema Político Brasileiro.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Sitema Partidário Brasileiro; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 27/04/2010; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Mesa redonda sobre eleições, política e sistema partidário brasileiro..

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Sistema Eleitoral Brasileiro. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).
Palavras-chave: Ciência Política.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Sistema Eleitoral Brasileiro; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 22/07/2010; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Mesa redonda sobre a organização e funcionamento do Sistema Eleitoral Brasileiro..

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Grandes nomes discutem o que vai ser do livro em papel. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Literatura; Tecnologia.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Artes, cultura, esporte e recreação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Literatura e tecnologia; Duração do evento: 2; Data de apresentação: 06/08/2010; Emissora: TV Globo (Programa: Jornal da Globo); Cidade: Paraty.
Encontro de escritores e leitores na festa literária de Paraty reacende um debate: o livro impresso tem futuro, na era digital? Link: http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2010/08/grandes-nomes-discutem-o-que-vai-ser-do-livro-em-papel.html.

5.
BRUSTOLIN, V. M.. Senado aprova projeto de lei que dá novas atribuições às Forças Armadas no combate à criminalidade. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Defesa nacional.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Soberania nacional, Defesa, Segurança Pública; Duração do evento: 18; Data de apresentação: 07/08/2010; Emissora: CBN; Cidade: Rio de Janeiro.
Forças Armadas passam a ter poder de polícia na Faixa de Fronteira. Link: http://cbn.globoradio.globo.com/programas/cbn-total/2010/08/06/SENADO-APROVA-PROJETO-DE-LEI-QUE-DA-NOVAS-ATRIBUICOES-AS-FORCAS-ARMADAS-NO-COMBATE-A.htm.

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Auditoria das Urnas Eletrônicas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Accountability; Auditoria governamental.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Transparência Pública, Accountability, Auditoria Governamental, Controles Internos e Externos; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 15/10/2010; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Entrevista sobre a confiabilidade do sistema eleitorial brasileiro, em especial, no concernete às urnas eletrônicas e à capacidade de auditá-las..

7.
BRUSTOLIN, V. M.. Antenados na Geral-Política. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Ciência Política.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Política; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 18/08/2009; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Programa de televisão informativo sobre política. Veiculação nacional..

8.
BRUSTOLIN, V. M.. Apesar de ser o terceiro maior do País, orçamento de Defesa é mal utilizado. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Accountability; Relações Internacionais; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Defesa Nacional, Estudos Estratégicos, Transparência Pública, Políticas Públicas, Relações Internacionais; Duração do evento: 12; Data de apresentação: 29/09/2009; Emissora: Rádio CBN; Cidade: Rio de Janeiro.
Acessível pelo link: http://cbn.globoradio.globo.com/programas/jornal-da-cbn/2009/09/29/APESAR-DE-SER-O-TERCEIRO-MAIOR-DO-PAIS-O-ORCAMENTO-DAS-FORCAS-ARMADAS-E-MAL-UTILIZAD.htm.

9.
BRUSTOLIN, V. M.. Pesquisa mostra que Brasil investe pouco em estratégia nas Forças Armadas Brasileiras. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Cenário Militar; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento; Transparência pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Defesa Nacional, Estudos Estratégicos, Transparência Pública, Políticas Públicas, Relações Internacionais; Duração do evento: 5; Data de apresentação: 11/12/2009; Emissora: TV Globo (Programa: Jornal da Globo); Cidade: Nacional-Brasil.
As Forças Armadas têm bastante dinheiro, mas gastam a maior parte com custeio de pessoal e benefícios sociais, afirma Vitelio Brustolin, pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Link: http://g1.globo.com/jornaldaglobo/0,,MUL1412734-16021,00-PESQUISA+MOSTRA+QUE+BRASIL+INVESTE+POUCO+EM+ESTRATEGIA+NA+FAB.html.

10.
BRUSTOLIN, V. M.. Antenados na Geral-Assessoria de Imprensa. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Meios de Comunicação; Realidade Brasileira; Liberdade de Expressão; Comunicação Social.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Assessoria de Imprensa; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 20/11/2008; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Programa de televisão informativo sobre profissões. Veiculação nacional..

11.
BRUSTOLIN, V. M.. Antenados na Geral-Eleições. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Ciência Política.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Informação e comunicação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Eleções; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 23/09/2008; Emissora: TV Boas Novas; Cidade: Rio de Janeiro.
Programa de televisão informativo sobre eleições. Veiculação nacional..

12.
BRUSTOLIN, V. M.. Nas Ondas da Canção. 2006. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Juventude e política; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 10/10/2006; Emissora: Rádio Catedral FM; Cidade: Rio de Janeiro.

Redes sociais, websites e blogs
1.
Vitelio Brustolin. Vitelio Brustolin - Harvard University Website. 2013; Tema: Website oficial de Vitelio Brustolin na Universidade Harvard. (Site).
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Homepage: http://scholar.harvard.edu/brustolin.
http://scholar.harvard.edu/brustolin.

2.
Vitelio Brustolin. Perfil de Lemann Fellow. 2013; Tema: Perfil do pesquisador na Fundação Lemann. (Site).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Estudos Estratégicos.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.fundacaolemann.org.br/fellowship/fellows/fellow/?id=3248.
http://www.fundacaolemann.org.br/fellowship/fellows/fellow/?id=3248.

3.
Brustolin, Vitelio. Vitelio Brustolin - Website Oficial. 2012; Tema: Literatura, Ciência. (Site).
Palavras-chave: Literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.viteliobrustolin.com.
http://www.viteliobrustolin.com.


Demais tipos de produção técnica
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Docente da disciplina 'Política de Defesa e a Questão Orçamentária' no Master Business Administration (MBA) do IBMEC em convênio com a Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
Palavras-chave: Gastos militares; Accountability; Política.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Unidade: semanas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Campo dos Afonsos; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: IBMEC em convênio com a Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR)..
MBA ministrado para oficiais superiores das Forças Armadas do Brasil..

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Apostila: A Política de Defesa e a Questão Orçamentária. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material para Master Business Administration (MBA)).
Palavras-chave: Gastos militares; Política; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Apostila para MBA em Política e Defesa.
Material didático para a disciplina "Política de Defesa e a Questão Orçamentária" no Master Business Administration (MBA) do IBMEC em convênio com a Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR)..

3.
Brustolin, Vitelio. A Journey Through Science, Special Focus: from Galileo to the Human Genome Project. 2013. .
Palavras-chave: História Comparada.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Outro; Unidade: semanas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: Havard University; Cidade: Cambridge; Inst. promotora: Harvard University.

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Técnicas de Petição Inicial. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Direito.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Campus Millôr Fernandes; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá.

5.
BRUSTOLIN, V. M.. Técnicas de Elaboração de Contratos. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Direito.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Campus Rebouças; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá.

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Pós-Graduação em Direito Penal e Processual Penal. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).
Palavras-chave: Direito; Direito Penal; Direito Procesusal Penal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Macapá/AP; Cidade: Macapá; Inst. promotora: Faculdade do Macapá - FAMAP.

7.
BRUSTOLIN, V. M.. Técnicas de Petição Inicial. 2008. .
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Direito.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Campus Barra World; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá.

8.
BRUSTOLIN, V. M.. Técnicas de Petição Inicial. 2008. .
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Direito.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Campus Menezes Côrtes; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá.

9.
BRUSTOLIN, V. M.. Técnicas de Petição Inicial. 2008. .
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Direito.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 16; Local: Campus Nova América; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá.

10.
BRUSTOLIN, V. M.. Informe Degase. 2008. (Editoração/Periódico).
Referências adicionais: Brasil/Português; Editora: Aerographic; Nº páginas: 4; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Secretaria da Casa Civil do Estado do Rio de Janeiro.

11.
BRUSTOLIN, V. M.. Manual de Convivência. 2005. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Manual de convivência sobre pessoas com deficiência, destinado a pessoas sem deficiência).
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Conscientização. Distribuído gratuitamente pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro.


Produção artística/cultural
Artes Cênicas
1.
Willian Vita ; BRUSTOLIN, V. M. . Os Incríveis Anos 60. 2007. Teatral.
Palavras-chave: Teatro.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Ativ. dos autores: ; Tipo de evento: Outro; Local do evento: Teatro Glaucio Gil; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Companhia Gente Nova.

2.
BRUSTOLIN, V. M.. O Auto da Compadecida. 2007. Teatral.
Referências adicionais: Brasil/Português; Ativ. dos autores: ; Premiação: Festival de Teatro do Rio de Janeiro; Autor da obra de referência: Ariano Suassuna; Ano da obra de referência: 1959; Tipo de evento: Festival; Local do evento: Teatro Princesa Isabel; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Teatro Princesa Isabel.

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Sócrates - Mestre da Grécia. 2005. Teatral.
Referências adicionais: Brasil/Português; Ativ. dos autores: ; Tipo de evento: Festival; Local do evento: Cedim; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora: Sopro do Ator.

Artes Visuais
1.
BRUSTOLIN, V. M.. O Livro Vermelho. 2008. Filme.
Referências adicionais: Brasil/Português; Premiação: Prêmio Histórias Incríveis; Inst. promotora: Produtora Histórias Incríveis.

2.
Ulisses Teixeira ; Társio Abrantes ; Gabriel Garcia ; BRUSTOLIN, V. M. . Censurado. 2008. Filme.
Palavras-chave: Cinema; Atuação.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: ; Inst. promotora: Universdidade Estácio de Sá-UNESA.

3.
Luiz Fernando Reis ; BRUSTOLIN, V. M. . Cantadas. 2008. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: Filme Privado.

4.
Paulo Balado ; BRUSTOLIN, V. M. . Bean Sidhe. 2008. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Estados Unidos/Português; Meio de divulgação: ; Inst. promotora: Scream Kings.

5.
BRUSTOLIN, V. M.. Melhor que Chocolate. 2007. Filme.
Referências adicionais: Brasil/Português; Premiação: Prêmio CN Artes; Inst. promotora: CN Artes.

6.
BRUSTOLIN, V. M.. Como Conquistar uma Garota. 2007. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: Filme de Iniciativa Privada.

7.
Antônio Cantuário ; BRUSTOLIN, V. M. . Inimigo On-Line. 2007. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: Filme de Iniciativa Privada.

8.
Luiz Fernando Reis ; BRUSTOLIN, V. M. . O Enfermeiro. 2006. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: Universidade Estácio de Sá-UNESA.

9.
Cininha de Paula ; BRUSTOLIN, V. M. . Vamos pra Praia. 2005. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: CN Artes.

10.
João Duarte ; BRUSTOLIN, V. M. . De que é a Vida?. 2005. Filme.
Palavras-chave: Cinema.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Inst. promotora: Filme de Iniciativa Privada.

Outras produções artísticas/culturais
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Vidas Opostas. 2007.
Palavras-chave: Televisão.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Rio de Janeiro

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Frei Tito. 2006.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Rio de Janeiro

3.
BRUSTOLIN, V. M.. O Golpe do Baú. 2006.
Palavras-chave: Televisão.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Rio de Janeiro



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Eduardo Antonio Pereira de Freitas. A pirataria marítima no Golfo da Guiné: Um estudo de caso sobre a Nigéria. 2018. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Estudos Marítimos) - Escola de Guerra Naval.
Palavras-chave: Cenário Militar; Geopolítica; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
RODRIGUES, C. M.; CABRAL, R. P.; SUAREZ, M. A. G.; BRUSTOLIN, V.. Participação em banca de Jéssica Germano de Lima Silva. A inserção internacional brasileira no entorno estratégico do Atlântico Sul: Sua legitimação através da cooperação. 2016.
Palavras-chave: Defesa nacional; Ciências Marítimas; Entorno Estratégico.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Este trabalho investiga o movimento brasileiro de inserção em seu entorno estratégico do Atlântico Sul. O foco é voltado para legitimação dessa inserção através dos projetos de cooperação realizados com os países africanos, membros da Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul, Angola e Namíbia. Duas teorias são utilizadas como base para o estudo, a da Interdependência Complexa, e a do soft power, ambas desenvolvidas por Joseph Nye, a primeira juntamente com Robert Keohane. Em seguida, é descrita a política externa brasileira, investigando a prioridade conferida às cooperações Sul-Sul. Por fim, é abordado o tema das cooperações técnicas e militares dadas no continente africano, apontando os benefícios auferidos pelo Brasil com essa postura. Palavras-chave: Brasil; Política Externa; Atlântico Sul; Cooperação Internacional; Soft power..

3.
MOREIRA, W. S.; ALMEIDA, N. N.; FARIAS, A. J.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Felipe Augusto Rodolfo Medeiros. As práticas internacionais de acordos de offset: contribuições às bases teórica, normativa e de políticas públicas do Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Estudos Marítimos) - Escola de Guerra Naval.
Palavras-chave: Contratos de offset.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Este trabalho aborda a temática dos acordos de compensação comercial, tecnológica e industrial ? usualmente conhecidos como ―offsets‖. Eles se tornaram, no decurso das últimas décadas, obrigatórios na aquisição de sistemas de armas no mundo todo. Condicionar a importação desses equipamentos a investimentos, por parte do exportador, em transferência de tecnologia e nacionalização da produção parece ser um arranjo vantajoso para os países compradores, comumente não desenvolvedores de tecnologia de ponta. Esta proposição é desafiada por intelectuais europeus e norte- americanos, cujos Estados impõem gradativas restrições à prática desses acordos. Esses autores costumam argumentar que offsets são ineficazes e ineficientes na atribuição de alavancar o nível de desenvolvimento tecnológico do comprador. Nesta dissertação, buscar-se-á investigar essas e outras questões correlatas. No primeiro capítulo deste trabalho, offsets serão debatidos em seus aspectos teóricos e conceituais. Em seguida, no segundo e terceiro capítulos, serão identificadas as tendências que os grandes exportadores e importadores estabelecem por meio de suas políticas de compensação. No capítulo quatro serão listadas, do conjunto da experiência internacional, contribuições às bases teórica, normativa e de políticas públicas do Brasil. Este trabalho conclui que as políticas brasileiras para gestão de acordos de compensação se coadunam de maneira parcial às melhores práticas internacionais e enumera 23 questões, na visão deste autor, relevantes para elaboração de uma política nacional de offsets. Palavras-chave: Off.

4.
PEDONE, L.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Guilherme Tadeu Berriel da Silva Oliveira. Uma Avaliação dos Processos de Transferência de Tecnologia do PROSUB, Guarani e H-XBR. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V.M.. Participação em banca de Aline Mirilli Mac Cord. The Brazilian Plant and Animal Health Protection. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
Brazil is one of the biggest food exporters in the world, trading an amount of 100 billion dollars in 2013, which represents 33% of national exports and 22% of the country?s GDP. The food exportation is responsible for the country?s commercial balance generates 24% of national jobs (data from the Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, 2012). The successful continuity of Brazilian agribusiness depends on the existence of a plant and animal health protection system to block the vulnerabilities of a massive extension of land, 15.179km of international borders, climate diversity and entrance risks or dissemination of plagues and diseases that could compromise present production and reduce markets. More than protecting food production, the international food market is totally dependable of strong sanitary measures, and Brazilian products figure among the safest in the world. This paper explains what is plant and animal health protection in Brazil and the importance of a modern plant and animal health protection system to Brazilian competitiveness and international food security, as many countries are dependable of Brazilian products - including some of the most vulnerable populations in the world. It also presents the modernization actions of the Plant and Animal Health Protection Plan, a US$ 400 million program conduced by the Brazilian Ministry of Agriculture, Livestock and Supply..

6.
LUKAUSKAS, A.; EIMICKE, W. B.; BRUSTOLIN, V.M.. Participação em banca de Denise Tiemi Yagui. Brazil?s Pension Reform: As Analysis of the Pension System and the Political Economy. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Este estudo analisa o sistema da Previdência Social Brasileira num contexto de crise fiscal, incluindo uma revisão da literatura sobre a recessão econômica, os regimes previdenciários, a sustentabilidade financeira do sistema e a análise de economia política. Além disso, ele fornece uma análise dos stakeholders e análise dos principais determinantes aplicada ao que têm sido proposto para a reforma da previdência. Através da análise da economia política, verificou-se que, nas atuais condições, há mais fatores que não favorecem a reforma da previdência do que fatores favoráveis. Esta é uma descoberta relevante, não necessariamente para concluir que a reforma não deva ou não possa ser adotada com sucesso, mas para levantar o ponto de que as estratégias do governo devem ser reavaliadas e talvez alteradas para criar um contexto mais favorável para reforma. O objetivo deste estudo é contribuir para outros estudos sobre reforma da previdência e para estudos de economia política, bem como pode ser útil para aqueles que estão buscando para elaborar, adotar e implementar a reforma da previdência no Brasil. Palavras-chave: Reforma da Previdência, Crise Fiscal, Economia Política, Análise dos Stakeholders..

7.
LUKAUSKAS, A.; EIMICKE, W. B.; BRUSTOLIN, V.M.. Participação em banca de Eduardo Andrade Speeden. Exploring the quality of budget planning in the municipalities of Sao Paulo State: a quantitative analysis based on IEGM/TCESP. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
O orçamento é um documento central da política governemental, mostrando quais objetivos serão priorizados no ano seguinte e no médio prazo. O Brasil tem uma legislação avançada, em que a orçamentação moderna orientada para resultados é exigida em todos os níveis de governo. No entanto, tem sido um desafio para os gestores públicos brasileiros alinhar o processo de planejamento com a alocação dos recursos, resultando em alterações excessivas do orçamento inicial. Este trabalho pretende contribuir para a literatura ainda escassa sobre o planejamento orçamentário no Brasil, explorando os fatores que influenciam a sua qualidade. A pesquisa quantitativa foi baseada no IEGM, índice criado pelo TCESP (Tribunal de Contas do Estado de Sao Paulo) que mede a efetividade do planejamento nos 644 municípios do Estado de São Paulo. A pesquisa mostrou que quanto maior o município, pior a qualidade de seu planejamento orçamentário. O orçamento per capita tem efeito positivo na qualidade do planejamento. Inesperadamente, não foi encontrada associação entre a qualidade do planejamento e iniciativas de transparência, a existência de equipe de planejamento e a existência de controle interno formalmente instituído no municipio. Os resultados também sugerem que a superestimação do orçamento é uma estratégia comumente adotada por governos municipais. Palavras chave: Planejamento Orcamentario, Orcamento Publico, Financas Publicas..

8.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Eduardo Spanó Junqueira de Paiva. Information management for industrial and innovation policies: an analysis of the M&E system of Plano Brasil Maior and prescriptions. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Information management is key for building powerful Monitor and Evaluation (M&E) systems capable of guiding industrial and innovation policies design and implementation. This papers objective is to contribute to the discussion about information management applied to M&E of industrial and innovation policies through the analysis of the case of Brazil. First, it will discuss the strategic role played by information in institutional arrangements in general and, specially, in industrial and innovation policies. Second, it will describe how information management was set up in order to support M&E systems inside the institutional arrangement of the Brazilian industrial policy of the first Dilma Administration (2011-14). Finally, it will propose a debate about tools to potentially improve information management in future design and implementation of M&E systems for industrial and innovation policies. These prescriptions will be based on benchmark of management, legal and technology tools applied in other areas of public administration and in the private sector. Keywords: Public policy. Industrial policy. Monitor & Evaluation. Information manage- ment..

9.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V.M.. Participação em banca de Clarissa Malinverni Barbosa Cintra de Souza. Collaborative governance as a strategy to overcome cities challenges: a case study of Juntos Program. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
World urban population has been growing rapidly and every city around the world will be required to build effective public policies to guaranteeing citizens basic rights. Through the case study of Juntos Program, the largest coalition of Brazil?s most prominent business leaders and local governments, this paper aims to identify in which aspects and through which mechanisms this collaborative governance at the local level can be considered an effective strategy to address urban, economic and social challenges. Keywords: Public administration; Public policies; Collaborative governance; Corporate responsibility..

10.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Pedro Arias Martins. A Framework for Comparing Centralized Municipal Customer Services ? An Analysis of Madrid, New York City and Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
In the last 20 years many municipalities around the world implemented centralized Municipal Customer Services (MCS), aiming to unify the official channels of communications between residents/tourists and the City Hall, increasingly using the approach of citizens as customers or citizens-centered government. However, when analyzing or comparing MCS, the focus generally is only in the contact center. The main question of this project is: what are the basic dimensions to analyze a MCS going further than assessing only the contact center? This paper proposes a broader framework for the analysis and comparison of MCS, considering eight key basic components: Historic; Population, Channels of Communications; Services Offered; Performance Assessment; Transparency; Volume; and Management. The framework consists on questions concerning aspects of each of these components, description of the factor and a metric for analysis. Three case studies of MCS are done using the framework: New York City?s 311; Línea Madrid; and Rio de Janeiro?s 1746. The analysis considers only official data published on the internet by each municipality. Additionally, a comparative discussion between the three cities is done to apply the framework proposed, in order to validate which components and factors are comparable and how the different cities approach each one. This highlights the differences in the methodologies of each city in terms of management, analysis and publishing of their own data. The conclusion is that the framework is valid as a practical tool for public managers and outside entities to analyze MCS; given that it establishes comparable indicators; contains the basic and most necessary items for a broader sense then just analyzing the contact center. Therefore, it can and should be used by cities that already have a MCS and for cities that are in the process of establishing their own. However, some factors must be analyzed with cautious, because different MCS approach the same issues.

11.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V. M.; EIMICKE, W. B.. Participação em banca de Alberto Zeraik Junior. Urban voids: proposal of a conceptual model for identification and management in the city of Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
A priori, urban voids comprises of buildings, housing units, industrial buildings that are closed or out of use, in addition to the vacant and underutilized land, unoccupied areas, vacant land and most part of the vacant building are in areas of the city that has a good urban infrastructure while new developments occurs in areas where the infrastructure is close to nothing. All these urban voids are, to some extent, a result of the processes of occupation and appropriation of space by different social stratus. The paper will be taken into account geographical and historical configuration of the local, in addition to political, economic and social conditions for current application of the concept within the urban area proposed as study. The objective of this paper is to propose a Conceptual Model for Identification and Management of Underutilized and Abandoned buildings in the City of Rio de Janeiro. It will be define the possible ways to identify the urban voids and what are the best options to legally treat them. Also it will be given some options of occupation to these urban voids considering the many City`s social programs. This action will include the use of onerous instruments under the Master Plan for Sustainable Urban Development of the Rio de Janeiro City, or suggest changes in specific local urban legislation, at the same time allowing economic incentives for the owners to put these properties back into use according with Government reform and inequality that Brazil is setting over the coming years. Keywords: urban void, management of underutilized and abandoned buildings..

12.
LUKAUSKAS, A.; COHEN, S.; EIMICKE, W. B.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Jualiana Augusto Cardoso. Local Governance and the Global Environmental Goals: Innovative Approches Towards Action. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
Esta dissertação tem como objetivo abordar as possíveis formas de promover uma melhor cooperação em todos os níveis federativos, especialmente considerando as ações locais, a fim de alcançar as metas ambientais globais. Esta abordagem irá considerar o papel da governança local e as metas ambientais globais e fornecer contribuições no âmbito da teoria de Criação de Valor Público, bem como casos de sucesso em todos os diferentes níveis federativos. As questões de sustentabilidade em nível global emergem de atividades, compromissos e atitudes culturais dos agentes no nível local. Iniciativas isoladas em sustentabilidade não produzem impacto relevante, enquanto engajar a população é um dos aspectos mais difíceis no sentido de cumprir as metas ambientais. A fim de alcançar este objetivo, a sinergia entre os níveis federal, estadual e local é necessária. Principalmente, os governos locais têm o dever de implementar e promover políticas públicas que podem influenciar comportamento das pessoas. De acordo com Michael Moore, os governos têm de ser guiado pela geração constante de valor público, e não por limitações impostas pela sua infra-estrutura institucional. A criação de valor público se concentra no desempenho eficiente dos governos baseados em resultados e argumenta sobre a geração de impacto derivado da intervenção da autoridade pública, em termos do que seria o seu propósito estratégico. A gestão eficiente dos recursos e da prestação de serviços públicos, através de escolhas identificadas como valiosas para os cidadãos não só asseguram uma melhor alocação de recursos, mas aumenta o envolvimento do público e os resultados globais. A partir dessa perspectiva, este artigo abordará, qualitativamente, por meio de revisão da literatura, o conceito de bens públicos, a criação da teoria de valor público do ponto de vista ambiental, conceitos de governança ambienta l e sistema finance iro sustentáve l e ainda apresentará casos de sucesso como bechmark. A conclusão irá conside.

13.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Joan Frederick Baudet Ferreira França. Can Regional Governments Contribute to the Global Governance on Climate Adaptation?. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
A livable climate on Earth can be deemed a global public good. As such, its maintenance relies on managing interdependence among nations and promoting international cooperation. However, the challenge of addressing climate change effectively requires not only the commitment of nation-states but also that of a multi-stakeholder engagement, including the private sector, the civil society and subnational governments. On adaptation to climate change in particular, regional governments are assigned with legal responsibilities and policy tools that are pivotal to this global effort. Based on an exploratory approach, this study represents a formative evaluation of regional governments' contributions to the global governance on climate adaptation. Thus, after exploring the notion of climate change adaptation as a global public good, it assesses the global governance on adaptation from the perspective of regional governments, in order to ask: a) whether they can or not contribute to such global effort; and b) if they can do so, how to leverage their actions. As a result, this study argues that regional governments should be valued for their vital deliverables to the global adaptation governance and furthers a few recommendations on how to maximize these contributions..

14.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Francisco Carvalheira Neto. Progressive Taxation as a policy tool to fight inequality. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
This paper ́s purpose is to provide a brief literature review on progressive taxation as policy tool designed to counteract inequality trends. In order to fulfill this objective, the paper relies on Thomas Piketty and other authors. It also describes some basic trends and characteristics of income and wealth inequality worldwide, as well as a summary of the negative political and economic consequences of inequality. The basic premise is the recognition of increasing inequality of income and wealth worldwide as central problem to the effective governance of democracies, as well as to the competitiveness of the economy. In order to counteract that tendency, the paper relies on the influence of the tax system structure on inequality, presenting a historical background of progressive taxation as a principle of fiscal policy in democracies. Finally, the paper also describes several progressive forms of taxation that might be adopted in order to reform the tax system. Keywords: Income and wealth inequality. Taxation. Progressivity. Fiscal Policy..

15.
LUKAUSKAS, A.; TAFNER, P.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Celina Filgueiras de Melo. An Analysis of Public Debt Sustainability of Sub-National Governments - Case Study of Rio de Janeiro State Government. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
Essa dissertação tem como objetivo analisar a sustentabilidade da dívida pública do governo do Estado do Rio de Janeiro (ERJ). Esta pesquisa irá analisar a dívida pública do ERJ e propor uma futura análise para identificar o período ideal em que a dívida pública deveria ser paga e o que é necessário para ajustá-lo. A pesquisa será baseada em dados formais e públicos disponibilizados pelo ERJ e pela literatura disponível relacionada ao Modelo de Gerações Sobrepostas (OLG) sugerido para uma análise mais detalhada sobre a sustentabilidade da dívida. Esta pesquisa tem como objetivo identificar como a distribuição estimada de pagamento da dívida pública do ERJ está programada para ocorrer e analisar, posteriormente, se o estado pode otimizar a sustentabilidade dessa dívida pública ao alterar o período de pagamentos. Em primeiro lugar, será avaliado o modo como o pagamento da dívida pública do ERJ foi distribuído. Em seguida, será analisado em quanto tempo em média os investimentos decorrentes dessas dívidas são quitados. Em um próximo estudo, será examinado se os pagamentos da dívida do ERJ estão alinhados com as gerações que irão ser beneficiadas com seus investimentos. Finalmente, será mostrado como governos subnacionais podem criar medidas para lidar com as restrições existentes e como certas medidas podem ser adotadas para otimizar os pagamentos da dívida pública e torná-los mais sustentáveis. Ao analisar a situação da dívida pública do ERJ, algumas melhorias relacionadas com sua duração podem ser claramente percebidas e precisam ser abordadas. Considerando os investimentos do estado e as gerações que irão se beneficiar a partir dele, o alongamento do prazo dos pagamentos irá torná- los mais sustentáveis e mais justo para a sociedade como um todo. A necessidade de implementar tais medidas surgiu devido à deterioração econômica e política do Brasil. Palavras-chave: Modelo de Gerações Sobrepostas (OLG), sustentabilidade da dívida pública, finanças públicas..

16.
LUKAUSKAS, A.; TREBAT, T.; COHEN, S.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Rafaela Dias Romero. City halls and their own role on fighting climate change: the case of Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
This dissertation aims to analyze the role of local level in terms of sustainability management, taking city halls not only as regulators of city wide emissions, but also as corporations that indeed generate their own emissions through their operations, buildings, fleet, etc. Based on literature review, and making use of comparative analysis of New York, San Francisco and Rio de Janeiro climate action plans, the main objective is to highlight strategies for Rio de Janeiro's city hall in order to improve its corporate?s sustainability management. The document begins presenting climate change issue as a public good, its challenges, and examines the relationship between sustainability management and cities competitiveness. Then it discusses sustainability management at the local level, while presenting a comparative analysis of case studies. In addition, data management is presented as a challenging issue when building a public corporate sustainability information system. Finally, it proposes strategies to improve Rio?s sustainability management and observes both gaps and benefits. Keywords: Climate change, Sustainability management, City level..

17.
LUKAUSKAS, A.; BRUSTOLIN, V.M.. Participação em banca de Leandro Barboni. E-Government Challenges: How to overcome?. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês.
Os governos têm de fazer as escolhas certas para promover a melhoria da vida das pessoas, enquanto enfrenta o aumento da demanda por serviços de qualidade e a falta de recursos financeiros para investimentos. Uma saída para isso é a melhoria da eficiência dos gastos públicos. Governos ao redor do mundo têm concentrado esforços no desenvolvimento de políticas de TIC e o estabelecimento de padrões que visam a construção de uma arquitetura interoperável para dotar os cidadãos de acesso à informação e serviços. Os governos que usam TIC para gerir a administração pública e prestar serviços públicos são considerados governos eletrônicos. Projetos de governo eletrônico procuram melhorar a ação dirigida ao cidadão; melhorar o acesso a informações e serviços; otimizar e troca de informações dentro de agências governamentais e em diferentes níveis de governo. Este artigo analisará os desafios relacionados com a implementação de um projeto de governo eletrônico e os benefícios percebidos pelas administrações que adoptaram este modelo. Palavras-chave: governo eletrônico, dados abertos, integração de dados, processo eletrônico..

18.
PEDONE, L.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Giordano Bruno Antoniazzi Ronconi. Processo político no planejamento de defesa e impacto na sua indústria nacional entre 1973-1985 e 2003-2015. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Inovação Científica e Tecnológica; Políticas de Incentivo à Inovação.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Qualificações de Doutorado
1.
LONGO, W. P. E.; PEDONE, L.; SARAIVA, R. C. R.; BERNARDO FILHO, O.; ALMEIDA, N. N.; MOREIRA, W. S.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Nathalie Torreão Serrão. Indústria de Defesa, complexidade econômica e inovação. 2015.
Palavras-chave: Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
O diálogo entre teorias e dados, em Ciência Política, é dificultado pela complexidade e imprecisão características dos problemas abordados pela disciplina. Modelagens baseadas em lógica fuzzy foram sugeridas como possível solução (RAGIN, 2000; ROYES e BASTOS, 2001; SALEJ, 2007, entre outros), mas seu uso nas ciências sociais brasileiras tem sido limitado. Esta tese inspira-se nessa metodologia para contornar dificuldades metodológicas de estudos prévios sobre a relação entre defesa e desenvolvimento, testando uma previsão teórica do spin-off de que um aumento no nível científico e tecnológico da indústria de defesa conduziria a um aumento no nível científico e tecnológico da indústria como um todo e da indústria de alta tecnologia. Para tal fim, elaboram-se indicadores de complexidade industrial para cada uma das indústrias supracitadas, com metodologia própria, e se analisam os casos relevantes para o teste da teoria (países com valores de VI extremos). Os resultados condizem com a perspectiva schumpeteriana do papel da inovação para o crescimento econômico, mostrando forte correlação entre a complexidade da indústria de alta tecnologia e a complexidade da indústria como um todo. Também condiz com diversos trabalhos empíricos que contestam a presença desse efeito de alavancagem da indústria de defesa, em especial nos EUA a partir dos anos 80 (GANSLER, 1995; KELLY e RISHI, 2003; RUTTAN, 2006), não observando correlação da complexidade da indústria de defesa com as demais. Palavras-chave: Lógica fuzzy, spin-off, indústria de defesa, CT&I, complexidade econômica..

Qualificações de Mestrado
1.
BRUSTOLIN, V. M.; CABRAL, R. P.; RODRIGUES, C. M.. Participação em banca de Eduardo Antonio Pereira de Freitas. A pirataria marítima no Golfo da Guiné: uma questão de segurança no Atlântico Sul. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Estudos Marítimos) - Escola de Guerra Naval.
Palavras-chave: Ciências Marítimas; Defesa nacional; Segurança Internacional.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos.
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
PEDONE, L.; HEYE, T. F.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Cesar Castello Branco Martins. A construção de parcerias para o fortalecimento da defesa nacional no âmbito dos programas FX-2 e KC-X. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Offset para Defesa; Aquisicao de materiais de Defesa; Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
SILVA, L. M. A.; MATOS, P. O.; FERREIRA, M. J. B.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Ricardo Henrique Correia dos Santos. O desenvolvimento da cadeia industrial aeronáutica so o contexto da competitividade. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Ciências Aeroespaciais) - Universidade da Força Aérea.
Palavras-chave: Aquisicao de materiais de Defesa; Base Industrial de Defesa; Ciências aeroespaciais.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
BRUSTOLIN, V. M.; PEDONE, L.; HEYE, T. F.. Participação em banca de Leandro Augusto Pinotti. Base Industrial de Defesa e Desenvolvimento Tecnológico: Estudo comparado entre Brasil e Suécia. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Complexo militar-industrial-acadêmico; Inovação Científica e Tecnológica; Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
FIGUEIREDO, E. L.; BRUSTOLIN, V.. Participação em banca de Alex Guedes Brum. O impacto da migração internacional no desenvolvimento das nações: o caso da comunidade brasileira na Flórida. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
PEDONE, L.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Guilherme Tadeu Berriel da Silva Oliveira. Prosub, Guarani e FX-2: Uma avaliação dos respectivos contratos de transferência de tecnologia. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Aquisicao de materiais de Defesa; Accountability; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
BRUSTOLIN, V. M.; MOREIRA, A. L. S.. Participação em banca de Hamuy, Thaíssa Cristina Junqueira. Redução da Judicialização do SUS: Alternativa para a promoção do uso racional de medicamentos. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.
Palavras-chave: Gestão Pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Hamuy, Thaíssa Cristina Junqueira. Redução da Judicialização do SUS: Alternativa para a promoção do uso racional de medicamentos. Ano: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador)..

2.
BRUSTOLIN, V. M.; MOREIRA, A. L. S.. Participação em banca de Arantes, Veronica Ribeiro. As Decisões Judiciais sobre Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar do SUS. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.
Palavras-chave: Gestão Pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Arantes, Veronica Ribeiro. As Decisões Judiciais sobre Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar do SUS. Ano: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador)..

3.
BRUSTOLIN, V. M.; MOREIRA, A. L. S.. Participação em banca de Almeida, Wagner Alexandre Silva de. Erro Médico: Ilegibilidade, Má Caligrafia ou Negligência?. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.
Palavras-chave: Gestão Pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Almeida, Wagner Alexandre Silva de. Erro Médico: Ilegibilidade, Má Caligrafia ou Negligência? Ano: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador)..

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
RODRIGUES, T. M. S.; BRUSTOLIN, V. M.. Participação em banca de Vinicius de Moraes Roland.A Securitização da Questão Climática no Relatório ?Human Security Now?. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Ciência Política.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Banca de Seleção de Professores do Quadro Permanente da Escola Superior de Guerra (ESG). 2017. Escola Superior de Guerra.
Palavras-chave: Defesa nacional; Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Membro da Banca de Seleção para dois professores do Quadro Permanente da Escola Superior de Guerra (ESG), na área de Políticas Públicas e Defesa Nacional..

Avaliação de cursos
1.
PEDONE, L.; NICOARA, Olga; BRUSTOLIN, V. M.. IV Curso de Avaliação de Políticas Públicas e Laboratório de Prática de Avaliação de Programas Governamentais. 2017. Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Outras participações
1.
FIGUEIREDO, E. L.; BRUSTOLIN, V. M.; ALMEIDA, F. R. F.. Julgamento da Melhor Dissertação do Instituto de Estudos Estratégicos da UFF. 2017. Universidade Federal Fluminense.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos; Relações Internacionais.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Relações Internacionais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
BRUSTOLIN, V. M.; Claudino Piloto; Vera Beatriz Sass; Paulo Dias Ferndandes; Nelly Todeschini Cantelle. Barão em Verso III. 2004. Instituto Anglicano Barão do Rio Branco.
Palavras-chave: Concurso de Poesias.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
Setores de atividade: Outros Setores.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.iabrb.com.br.

3.
BRUSTOLIN, V. M.; Claudino Piloto; Nelly Todeschini Cantelle; Paulo Dias Ferndandes; Vera Beatriz Sass. Barão em Verso II. 2003. Instituto Anglicano Barão do Rio Branco.
Palavras-chave: Concurso de Poesias.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes.
Referências adicionais: Brasil/Português.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Poder Aeroespacial e Estudos Interdisciplinares de Segurança e Defesa. O Orçamento de Defesa do Brasil em perspectiva comparada. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://https://www.unifa.aer.mil.br/seminario/grupos.php.

2.
10a Jornada Científica da Escola de Comando Maior da Aeronáutica - ECEMAR. Desenhos institucionais e processos de produção nas Defesas dos EUA e do Brasil. 2013. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=1299b6ba28&view=att&th=14078e71adcd3ad6&attid=0.1&disp=inline&realattid=f_hk4c141n0&safe=1&zw&sadssc=1&sadnir=2&saduie=AG9B_P-zvXJPXPDvmcBpDlnq3XkR&sadet=1396746558503&sads=mMum6a4.

3.
3o Seminário de Direito da Propriedade Intelectual e Desenvolvimento.Desenvolvimento Econômico e Inovação via Defesa Nacional nos EUA e no Brasil. 2013. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.admr.com.br/abpi-3-seminario-de-propriedade-intelectual-da-ucam-inpi/.

4.
Harvard Law School Colloquium. Innovation and Development through National Defense in the USA and Brazil. 2013. (Exposição).
Referências adicionais: Estados Unidos
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

5.
III Semana de Defesa e Gestão Estratégica Internacional.Processos de aquisição de tecnologias de Defesa nos Estados Unidos em contraponto ao Brasil, a partir da Segunda Guerra Mundial. 2013. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.semanadefesa.com.br.

6.
Jornada de Pesquisa do Instituto de Economia da UFRJ - 2013.Políticas de geração de inovações de uso dual (civis e militares) nos EUA e no Brasil. 2013. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.ie.ufrj.br/index.php/jornada-pesquisa2013.

7.
XI Encontro Nacional de Estudos Estratégicos - ENEE. 2012. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

8.
Investigação Filosófica.Investigação Filosófica em Mathew Lipman. 2007. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

9.
Oficina de Interpretação para TV e Cinema, com Roberto Jabor.Luz, Câmera, Ação!. 2006. (Oficina).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

10.
Filosofia Contemporânea. 2005. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

11.
Oficina de Interpretação para a Câmera, com Cininha de Paula.Dramaturgia aplicada ao cinema. 2005. (Oficina).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

12.
O profissional do Direito nos dias atuais. 2005. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

13.
III Semana Acadêmica Multidisciplinar de Direito. 2004. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

14.
II Semana Multidisciplinar de Direito. 2003. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

15.
Garantias Locatícias. 2002. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

16.
I Semana Acadêmica Multidisciplinar de Direito. 2002. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

17.
Alimentos no Direito de Família. 2001. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

18.
Jornada de Direito Penal e Processual Penal. 2001. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

19.
Contratos bancários. 2000. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

20.
Direito Penal da sociedade: um compromisso das novas gerações. 2000. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

21.
I Congresso Multidisciplinar de Direito. 2000. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

22.
Seminário Kodak de Fotografia.Fotografia jornalística. 2000. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

23.
VI Fórum de Estudos das Ciências Jurídicas e Sociais. 2000. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

24.
VII Fórum de Estudos das Ciências Jurídicas e Sociais. 2000. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

25.
Seminário sobre reforma constitucional. 1999. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

26.
Remédios Constitucionais. 1998. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

27.
V Fórum de Estudos das Ciências Jurídicas e Sociais. 1998. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Guerra Fria: Entre o Local e o Global. 2017. (Congresso).
Palavras-chave: Estudos Estratégicos.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 1; Local: UFF; Cidade: Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense.



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Victor Brito Ferraz. Hacktivismo como modificador das políticas de Defesa Cibernética: quando o vistual reverbera no físico. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense. (Orientador).
Palavras-chave: Defesa Cibernetica; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
Rafael Laginha do Nascimento. Uma releitura da Convenção de Genebra após o advento dos drones. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense. (Orientador).
Palavras-chave: Drones; VANTs; Direito Internacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
Leandro Augusto Pinotti. Base Industrial de Defesa e Desenvolvimento Tecnológico: Estudo comparado entre Brasil e Suécia. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Estudos Estratégicos da Defesa e da Segurança) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).
Palavras-chave: Complexo militar-industrial-acadêmico; Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual; Inovação Científica e Tecnológica.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Aline Mirilli Mac Cord. The Brazilian Plant and Animal Health Protection. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Brazil is one of the biggest food exporters in the world, trading an amount of 100 billion dollars in 2013, which represents 33% of national exports and 22% of the country?s GDP. The food exportation is responsible for the country?s commercial balance generates 24% of national jobs (data from the Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, 2012). The successful continuity of Brazilian agribusiness depends on the existence of a plant and animal health protection system to block the vulnerabilities of a massive extension of land, 15.179km of international borders, climate diversity and entrance risks or dissemination of plagues and diseases that could compromise present production and reduce markets. More than protecting food production, the international food market is totally dependable of strong sanitary measures, and Brazilian products figure among the safest in the world. This paper explains what is plant and animal health protection in Brazil and the importance of a modern plant and animal health protection system to Brazilian competitiveness and international food security, as many countries are dependable of Brazilian products - including some of the most vulnerable populations in the world. It also presents the modernization actions of the Plant and Animal Health Protection Plan, a US$ 400 million program conduced by the Brazilian Ministry of Agriculture, Livestock and Supply..

2.
Denise Tiemi Yagui. Brazil?s Pension Reform: As Analysis of the Pension System and the Political Economy. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Este estudo analisa o sistema da Previdência Social Brasileira num contexto de crise fiscal, incluindo uma revisão da literatura sobre a recessão econômica, os regimes previdenciários, a sustentabilidade financeira do sistema e a análise de economia política. Além disso, ele fornece uma análise dos stakeholders e análise dos principais determinantes aplicada ao que têm sido proposto para a reforma da previdência. Através da análise da economia política, verificou-se que, nas atuais condições, há mais fatores que não favorecem a reforma da previdência do que fatores favoráveis. Esta é uma descoberta relevante, não necessariamente para concluir que a reforma não deva ou não possa ser adotada com sucesso, mas para levantar o ponto de que as estratégias do governo devem ser reavaliadas e talvez alteradas para criar um contexto mais favorável para reforma. O objetivo deste estudo é contribuir para outros estudos sobre reforma da previdência e para estudos de economia política, bem como pode ser útil para aqueles que estão buscando para elaborar, adotar e implementar a reforma da previdência no Brasil. Palavras-chave: Reforma da Previdência, Crise Fiscal, Economia Política, Análise dos Stakeholders..

3.
Eduardo Andrade Speeden. Exploring the quality of budget planning in the municipalities of Sao Paulo State: a quantitative analysis based on IEGM/TCESP. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
O orçamento é um documento central da política governemental, mostrando quais objetivos serão priorizados no ano seguinte e no médio prazo. O Brasil tem uma legislação avançada, em que a orçamentação moderna orientada para resultados é exigida em todos os níveis de governo. No entanto, tem sido um desafio para os gestores públicos brasileiros alinhar o processo de planejamento com a alocação dos recursos, resultando em alterações excessivas do orçamento inicial. Este trabalho pretende contribuir para a literatura ainda escassa sobre o planejamento orçamentário no Brasil, explorando os fatores que influenciam a sua qualidade. A pesquisa quantitativa foi baseada no IEGM, índice criado pelo TCESP (Tribunal de Contas do Estado de Sao Paulo) que mede a efetividade do planejamento nos 644 municípios do Estado de São Paulo. A pesquisa mostrou que quanto maior o município, pior a qualidade de seu planejamento orçamentário. O orçamento per capita tem efeito positivo na qualidade do planejamento. Inesperadamente, não foi encontrada associação entre a qualidade do planejamento e iniciativas de transparência, a existência de equipe de planejamento e a existência de controle interno formalmente instituído no municipio. Os resultados também sugerem que a superestimação do orçamento é uma estratégia comumente adotada por governos municipais. Palavras chave: Planejamento Orcamentario, Orcamento Publico, Financas Publicas.

4.
Eduardo Spanó Junqueira de Paiva. Information management for industrial and innovation policies: an analysis of the M&E system of Plano Brasil Maior and prescriptions. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Information management is key for building powerful Monitor and Evaluation (M&E) systems capable of guiding industrial and innovation policies design and implementation. This papers objective is to contribute to the discussion about information management applied to M&E of industrial and innovation policies through the analysis of the case of Brazil. First, it will discuss the strategic role played by information in institutional arrangements in general and, specially, in industrial and innovation policies. Second, it will describe how information management was set up in order to support M&E systems inside the institutional arrangement of the Brazilian industrial policy of the first Dilma Administration (2011-14). Finally, it will propose a debate about tools to potentially improve information management in future design and implementation of M&E systems for industrial and innovation policies. These prescriptions will be based on benchmark of management, legal and technology tools applied in other areas of public administration and in the private sector. Keywords: Public policy. Industrial policy. Monitor & Evaluation. Information manage- ment..

5.
Clarissa Malinverni Barbosa Cintra de Souza. Collaborative governance as a strategy to overcome cities challenges: a case study of Juntos Program. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
World urban population has been growing rapidly and every city around the world will be required to build effective public policies to guaranteeing citizens basic rights. Through the case study of Juntos Program, the largest coalition of Brazil?s most prominent business leaders and local governments, this paper aims to identify in which aspects and through which mechanisms this collaborative governance at the local level can be considered an effective strategy to address urban, economic and social challenges. Keywords: Public administration; Public policies; Collaborative governance; Corporate responsibility..

6.
Pedro Arias Martins. A Framework for Comparing Centralized Municipal Customer Services ? An Analysis of Madrid, New York City and Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
In the last 20 years many municipalities around the world implemented centralized Municipal Customer Services (MCS), aiming to unify the official channels of communications between residents/tourists and the City Hall, increasingly using the approach of citizens as customers or citizens-centered government. However, when analyzing or comparing MCS, the focus generally is only in the contact center. The main question of this project is: what are the basic dimensions to analyze a MCS going further than assessing only the contact center? This paper proposes a broader framework for the analysis and comparison of MCS, considering eight key basic components: Historic; Population, Channels of Communications; Services Offered; Performance Assessment; Transparency; Volume; and Management. The framework consists on questions concerning aspects of each of these components, description of the factor and a metric for analysis. Three case studies of MCS are done using the framework: New York City?s 311; Línea Madrid; and Rio de Janeiro?s 1746. The analysis considers only official data published on the internet by each municipality. Additionally, a comparative discussion between the three cities is done to apply the framework proposed, in order to validate which components and factors are comparable and how the different cities approach each one. This highlights the differences in the methodologies of each city in terms of management, analysis and publishing of their own data. The conclusion is that the framework is valid as a practical tool for public managers and outside entities to analyze MCS; given that it establishes comparable indicators; contains the basic and most necessary items for a broader sense then just analyzing the contact center. Therefore, it can and should be used by cities that already have a MCS and for cities that are in the process of establishing their own. However, some factors must be analyzed with cautious, because different MCS approach the same issues.

7.
Alberto Zeraik Junior. Urban voids: proposal of a conceptual model for identification and management in the city of Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
A priori, urban voids comprises of buildings, housing units, industrial buildings that are closed or out of use, in addition to the vacant and underutilized land, unoccupied areas, vacant land and most part of the vacant building are in areas of the city that has a good urban infrastructure while new developments occurs in areas where the infrastructure is close to nothing. All these urban voids are, to some extent, a result of the processes of occupation and appropriation of space by different social stratus. The paper will be taken into account geographical and historical configuration of the local, in addition to political, economic and social conditions for current application of the concept within the urban area proposed as study. The objective of this paper is to propose a Conceptual Model for Identification and Management of Underutilized and Abandoned buildings in the City of Rio de Janeiro. It will be define the possible ways to identify the urban voids and what are the best options to legally treat them. Also it will be given some options of occupation to these urban voids considering the many City`s social programs. This action will include the use of onerous instruments under the Master Plan for Sustainable Urban Development of the Rio de Janeiro City, or suggest changes in specific local urban legislation, at the same time allowing economic incentives for the owners to put these properties back into use according with Government reform and inequality that Brazil is setting over the coming years. Keywords: urban void, management of underutilized and abandoned buildings..

8.
Juliana Augusto Cardoso. Local Governance and the Global Environmental Goals: Innovative Approches Towards Action. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Esta dissertação tem como objetivo abordar as possíveis formas de promover uma melhor cooperação em todos os níveis federativos, especialmente considerando as ações locais, a fim de alcançar as metas ambientais globais. Esta abordagem irá considerar o papel da governança local e as metas ambientais globais e fornecer contribuições no âmbito da teoria de Criação de Valor Público, bem como casos de sucesso em todos os diferentes níveis federativos. As questões de sustentabilidade em nível global emergem de atividades, compromissos e atitudes culturais dos agentes no nível local. Iniciativas isoladas em sustentabilidade não produzem impacto relevante, enquanto engajar a população é um dos aspectos mais difíceis no sentido de cumprir as metas ambientais. A fim de alcançar este objetivo, a sinergia entre os níveis federal, estadual e local é necessária. Principalmente, os governos locais têm o dever de implementar e promover políticas públicas que podem influenciar comportamento das pessoas. De acordo com Michael Moore, os governos têm de ser guiado pela geração constante de valor público, e não por limitações impostas pela sua infra-estrutura institucional. A criação de valor público se concentra no desempenho eficiente dos governos baseados em resultados e argumenta sobre a geração de impacto derivado da intervenção da autoridade pública, em termos do que seria o seu propósito estratégico. A gestão eficiente dos recursos e da prestação de serviços públicos, através de escolhas identificadas como valiosas para os cidadãos não só asseguram uma melhor alocação de recursos, mas aumenta o envolvimento do público e os resultados globais. A partir dessa perspectiva, este artigo abordará, qualitativamente, por meio de revisão da literatura, o conceito de bens públicos, a criação da teoria de valor público do ponto de vista ambiental, conceitos de governança ambienta l e sistema finance iro sustentáve l e ainda apresentará casos de sucesso como bechmark. A conclusão irá conside.

9.
Joan Frederick Baudet Ferreira França. Can Regional Governments Contribute to the Global Governance on Climate Adaptation?. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Um clima habitável na Terra pode ser considerado um bem público global. Sendo assim, sua manutenção depende da gestão da interdependência entre nações e da promoção da cooperação internacional. Entretanto, o desafio de responder com efetividade às mudanças climáticas requer não apenas o compromisso de estados nacionais como também o de um engajamento de diversos atores, entre os quais o setor privado, a sociedade civil e os governos subnacionais. No tocante à adaptação climática em particular, governos regionais detêm responsabilidades legais e ferramentas de políticas públicas que são essenciais para esse esforço global. Com base em abordagem exploratória, este estudo representa uma avaliação formativa das contribuições dos governos regionais para a governança global em adaptação climática. Logo, após explorar a noção de adaptação às mudanças climáticas como um bem público global, este estudo avalia a governança global em adaptação a partir da perspectiva dos governos regionais, com objetivo de investigar: a) se eles podem ou não contribuir para tal esforço global; e b) se eles puderem, como dinamizar suas ações. Consequentemente, este estudo defende o fato de que os governos regionais deveriam ser valorizados por seus aportes vitais para a governança global em adaptação e apresenta algumas recomendações sobre como maximizar essas contribuições..

10.
Victor Zajdhaft. Evaluation of fund raising from National (PMAT - BNDES) and International (PNAFM - IDB) organizations to Brazilian municipal governments. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Um clima habitável na Terra pode ser considerado um bem público global. Sendo assim, sua manutenção depende da gestão da interdependência entre nações e da promoção da cooperação internacional. Entretanto, o desafio de responder com efetividade às mudanças climáticas requer não apenas o compromisso de estados nacionais como também o de um engajamento de diversos atores, entre os quais o setor privado, a sociedade civil e os governos subnacionais. No tocante à adaptação climática em particular, governos regionais detêm responsabilidades legais e ferramentas de políticas públicas que são essenciais para esse esforço global. Com base em abordagem exploratória, este estudo representa uma avaliação formativa das contribuições dos governos regionais para a governança global em adaptação climática. Logo, após explorar a noção de adaptação às mudanças climáticas como um bem público global, este estudo avalia a governança global em adaptação a partir da perspectiva dos governos regionais, com objetivo de investigar: a) se eles podem ou não contribuir para tal esforço global; e b) se eles puderem, como dinamizar suas ações. Consequentemente, este estudo defende o fato de que os governos regionais deveriam ser valorizados por seus aportes vitais para a governança global em adaptação e apresenta algumas recomendações sobre como maximizar essas contribuições..

11.
Francisco Carvalheira Neto. Progressive Taxation as a policy tool to fight inequality. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
This dissertation ́s purpose is to provide a brief literature review on progressive taxation as policy tool designed to counteract inequality trends. In order to fulfill this objective, the paper relies on Thomas Piketty and other authors. It also describes some basic trends and characteristics of income and wealth inequality worldwide, as well as a summary of the negative political and economic consequences of inequality. The basic premise is the recognition of increasing inequality of income and wealth worldwide as central problem to the effective governance of democracies, as well as to the competitiveness of the economy. In order to counteract that tendency, the paper relies on the influence of the tax system structure on inequality, presenting a historical background of progressive taxation as a principle of fiscal policy in democracies. Finally, the paper also describes several progressive forms of taxation that might be adopted in order to reform the tax system. Keywords: Income and wealth inequality. Taxation. Progressivity. Fiscal Policy..

12.
Rafaela Dias Romero. City halls and their own role on fighting climate change: the case of Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
This dissertation aims to analyze the role of local level in terms of sustainability management, taking city halls not only as regulators of city wide emissions, but also as corporations that indeed generate their own emissions through their operations, buildings, fleet, etc. Based on literature review, and making use of comparative analysis of New York, San Francisco and Rio de Janeiro climate action plans, the main objective is to highlight strategies for Rio de Janeiro's city hall in order to improve its corporate?s sustainability management. The document begins presenting climate change issue as a public good, its challenges, and examines the relationship between sustainability management and cities competitiveness. Then it discusses sustainability management at the local level, while presenting a comparative analysis of case studies. In addition, data management is presented as a challenging issue when building a public corporate sustainability information system. Finally, it proposes strategies to improve Rio?s sustainability management and observes both gaps and benefits. Keywords: Climate change, Sustainability management, City level..

13.
Leandro Barboni. E-Government Challenges: How to overcome?. 2016. Dissertação (Mestrado em Global Executive Master of Public Administration) - Columbia University, . Coorientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Public Administration.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Tipo de orientação: Coorientador.
Os governos têm de fazer as escolhas certas para promover a melhoria da vida das pessoas, enquanto enfrenta o aumento da demanda por serviços de qualidade e a falta de recursos financeiros para investimentos. Uma saída para isso é a melhoria da eficiência dos gastos públicos. Governos ao redor do mundo têm concentrado esforços no desenvolvimento de políticas de TIC e o estabelecimento de padrões que visam a construção de uma arquitetura interoperável para dotar os cidadãos de acesso à informação e serviços. Os governos que usam TIC para gerir a administração pública e prestar serviços públicos são considerados governos eletrônicos. Projetos de governo eletrônico procuram melhorar a ação dirigida ao cidadão; melhorar o acesso a informações e serviços; otimizar e troca de informações dentro de agências governamentais e em diferentes níveis de governo. Este artigo analisará os desafios relacionados com a implementação de um projeto de governo eletrônico e os benefícios percebidos pelas administrações que adoptaram este modelo. Palavras-chave: governo eletrônico, dados abertos, integração de dados, processo eletrônico..

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Hamuy, Thaíssa Cristina Junqueira. Redução da Judicialização do SUS: Alternativa para a promoção do uso racional de medicamentos. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Direito.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Redução da Judicialização do SUS: Alternativa para a promoção do uso racional de medicamentos.

2.
Arantes, Veronica Ribeiro. As Decisões Judiciais sobre Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar do SUS. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Direito.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
As Decisões Judiciais sobre Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar do SUS.

3.
Almeida, Wagner Alexandre Silva de. Erro Médico: Ilegibilidade, Má Caligrafia ou Negligência?. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Accountability; Direito.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Erro Médico: Ilegibilidade, Má Caligrafia ou Negligência?.

4.
Santos, Luciene Belfort. Formação de Conselhos Gestores Locais em Unidades de Saúde da Família. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Gestão Pública.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Formação de Conselhos Gestores Locais em Unidades de Saúde da Família.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Luiza Hasselmann de Freitas Torviso. O Estado Islâmico nas Mídias Sociais: Uma Estratégia no Recrutamento de Combatentes Estrangeiros. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Terrorismo; Recrutamento; Estado Islâmico.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público / Especialidade: Direito Internacional Público.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Com o advento e a progressiva popularização das mídias sociais na internet, a chamada propaganda of the deed toma uma nova dimensão. O presente trabalho irá avaliar como essa variável tem repercutido no fenômeno do recrutamento de combatentes estrangeiros para o lado de forças irregulares ? em especial, para o Estado Islâmico. O objetivo é tentar entender o que torna o presente grupo tão atraente para os prospectos oriundos de fora do teatro de operações da Síria e do Iraque, onde o mesmo atua numa guerra de guerrilha e utiliza-se de táticas terroristas. O propósito deste trabalho é, ainda, avaliar como o uso das mídias sociais para fins de propaganda influencia na aliciação e posterior recrutamento de prospectos estrangeiros. Através da revisão de literatura e de um breve estudo exploratório em busca de fontes primárias, o recorte temporal foca no período do início da Guerra Fria até o ano de 2016. Percebeu-se através desta pesquisa que o grupo em questão não é pioneiro no uso da propaganda online, mas que, no entanto, este vem sabendo adequá-la a específicos públicos-alvo no intuito de aliciar e recrutar novos membros e simpatizantes com uma maestria sem precedentes. Verifica-se ainda que as mídias sociais, ao contrário do que era pensado até pouco tempo, tem tido um papel fundamental na transição entre radicalização e operacionalização e que será necessário um esforço conjunto para estancar os fluxos de combatentes estrangeiros para o território dominado na Síria e no Iraque..

2.
Mariana Casimiro Monteiro Lima. Os Direitos Humanos e a Proteção Internacional dos Direitos de Orientação Sexual e Identidade de Gênero. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Direito Internacional; Direitos Humanos; ONU.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direitos Especiais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Os Direitos Humanos estão cada vez mais em pauta atualmente, e o respeito a eles é um dos três grandes objetivos no âmbito da criação da Organização das Nações Unidas (ONU), junto com a promoção à Paz mundial e o desenvolvimento econômico de seus países membros. Dentro desta grande área, existem várias subáreas. E é em uma dessas áreas de estudo dentro dos Direitos Humanos que se desenvolve este estudo, a área dos Direitos da população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais). Sabe-se da existência de documentos internacionais que salvaguardam esses Direitos, porém, em muitos países no sistema internacional eles ainda não são aplicados. E é aí que se encontra o problema estudado por esta pesquisa. Procurou-se analisar esses documentos e descobrir qual a sua repercussão pelo mundo: se eles são aplicados em sua totalidade, se não o são, ou ainda se são aplicados em partes. Para isso, a metodologia utilizada foi a de revisão de literatura, com foco principal nos documentos internacionais de Direitos Humanos analisados nesta pesquisa, e a de análise de estudos de caso, na forma de casos julgados por diferentes cortes de Direitos Humanos pelo mundo. Ao final deste trabalho, se descobre até onde os Direitos Humanos são efetivos em proteger os Direitos de Orientação Sexual e Identidade de Gênero em âmbito internacional..

3.
Hyury Duarte Silva. O limite das organizações internacionais na resolução de conflitos: o caso da Coreia do Norte. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Direito Internacional; Armas Nucleares; Tratado de Não-Proliferação Nuclear.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

4.
Agatha de Souza Lopes. Morfologia da violência miliciana em tempos de pacificação: racionalizando conflitos e paz na República Democrática do Congo. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Estudos Estratégicos.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

5.
Wesley Eduardo dos Santos Oliveira. Aja como se estivesse sendo vigiado o tempo todo, porque você está ? Estado, Liberdade e Segurança. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

6.
Isabela Cristina Silva Ferreira. Internacionalização de empresas e inovação tecnológica para o desenvolvimento econômico: estudo de caso das economias alemã e sul-coreana. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Desenvolvimento industrial.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

7.
Beatriz Martins de Albuquerque. A saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris: consequências para o Meio Ambiente Global. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Aquecimento global; Direito Internacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

8.
Camilla da Rosa. As políticas públicas das operações de peacekeeping contra o estupro na situação de conflito e pós-conflito: uma análise das unidades de gênero da MONUSCO e da UNMIL. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Segurança Internacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

9.
Gabriela Campos Furtado. Crianças-soldado e Direito Internacional: Normas versus Práticas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Crianças-soldado; UNICEF; Direito Internacional.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Relações Internacionais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Em 1996 a pauta das Crianças-Soldado entrou definitivamente na Agenda Internacional. O relatório de Graça Machel alertava para a natureza violenta dos conflitos no período pós-Guerra Fria, que atingia diretamente os civis e principalmente as crianças. Desde então foram gerados diversos documentos com o compromisso de proteger crianças envolvidas ativamente em hostilidades, criminalizando práticas que envolvem o recrutamento e uso das mesmas. Contudo, as normas se mostraram ineficientes em seus objetivos. Apesar do comprometimento firmado em fóruns internacionais, muitos países ainda utilizam crianças-soldado em suas Forças Armadas, beneficiadas por falhas terminológicas e generalizantes contidas na redação das leis. Além disso, grupos armados trabalham uma esfera na qual o Direito Internacional é irrelevante: a ilegalidade. A discrepância entre a normatividade e as práticas é um dos grandes desafios do multilateralismo. Neste trabalho, a dicotomia tem como foco a problemática das crianças associadas com forças e grupos armados, um tema que se desenvolveu ao longo das últimas duas décadas, mas que permanece à sombra de interesses internacionais..

10.
Rodrigo Coli Bernardes. O impacto da ausência de definição de terrorismo para as Nações Unidas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Terrorismo.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

11.
Lívia de Rezende Costa Carvalho. A utilização dos drones e sua aplicação estratégica na Guerra ao Terror: o caso do Estado Islâmico. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Vitelio Marcos Brustolin.
Palavras-chave: Drones; Terrorismo.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.



Inovação



Projetos de pesquisa

Outros projetos


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
BRUSTOLIN, V. M.2015BRUSTOLIN, V. M.. Base Industrial de Defesa: A competitividade internacional das empresas brasileiras de equipamentos de uso individual. Revista da Escola de Guerra Naval (Ed. português), v. 21, p. 143-180, 2015
Palavras-chave: Desenvolvimento industrial; Defesa nacional; Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual; Base Industrial de Defesa; Equipamentos de Uso Indivudual; Políticas de Incentivo à Inovação.
Grande área: Outros
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Economia de Tecnologia.
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Estudos Estratégicos. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://https://www.egn.mar.mil.br/arquivos/revistaEgn/index.html; Série: 1; ISSN/ISBN: 18093191
Neste artigo é formatado um conceito de ?equipamentos de uso individual, com base nos documentos norteadores das Forças Armadas do Brasil. Em seguida são apresentadas as maiores empresas do mundo desse segmento, buscando oportunidades de mercado. Na sequência é realizado um mapeamento das empresas brasileiras que atuam na área, incluindo a sua estrutura produtiva, porte, localização e capacidade de inovação. A metodologia empregada é de: 1) análise de dados governamentais; 2) questionário para empresários; 3) entrevista presencial em uma amostra de empresas; 4) pesquisa bibliográfica. Nas conclusões são elencadas possibilidades de políticas públicas para contemplar a Base Industrial de Defesa do Brasil, com foco nas empresas desse segmento. Palavras-chave: Base Industrial de Defesa do Brasil. Equipamentos de Uso Individual. Políticas Públicas para a Defesa Nacional.. .

2.
Brustolin, Vitelio Marcos2015Brustolin, Vitelio Marcos. A contribuição das universidades e indústrias do Rio de Janeiro no desenvolvimento de tecnologias de Defesa Nacional. Cadernos do Desenvolvimento Fluminense, v. 1, p. 105-125, 2015
Palavras-chave: Defesa nacional; Desenvolvimento industrial; Inovação Científica e Tecnológica; Relações Internacionais; Base Industrial de Defesa; Complexo militar-industrial-acadêmico.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa / Subárea: Defesa Nacional.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/cdf/article/view/19713/15988; Série: 7; ISSN/ISBN: 23176539
Resumo Neste artigo defende-se que as tecnologias possuem usos múltiplos, podendo ter emprego civil e militar. Também comprova-se, através de documentos oficiais, que o Brasil tem sofrido entraves tecnológicos de nações estrangeiras, tornando vantajoso produzir equipamentos militares em território nacional. Por fim, demonstra-se que o País possui estrutura para produção local de ciência e tecnologias de Defesa e que o Estado do Rio de Janeiro destaca-se nesse contexto. A metodologia utilizada é de análise de recortes da história industrial-militar, além de legislação, documentos e dados oficiais. A pesquisa é parte de tese doutoral produzida na Universidade Federal do Rio de Janeiro e na Universidade Harvard (EUA), com recursos da Capes e da Fundação Lemann. Palavras-chave: Tecnologias de usos múltiplos. Geração de ciência e tecnologia via Defesa Nacional. O complexo militar-industrial-acadêmico no Estado do Rio de Janeiro (Brasil).. .

Artigos aceitos para publicação
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Economic Development and Innovation through National Defense in the USA and Brazil. Cadernos de Direito e Desenvolvimento, 2016.
Palavras-chave: Direito Internacional; Defesa nacional; Economia.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Pesquisa e desenvolvimento científico; Atividades de vigilância, segurança e investigação. ; ISSN/ISBN: 23171324.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Erechinense vai fazer doutorado em Harvard. Bom Dia, Erechim, p. 24 - 24, 22 ago. 2012.
Palavras-chave: Educação; Gastos militares.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público / Especialidade: Direito Internacional Público.
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jornalbomdia.com.br/variedades/erechinense-vai-fazer-doutorado-em-harvard; Data de publicação: 22/08/2012; ISBN: 21762504.
O erechinense Vitélio Brustolin vai realizar um sonho de muitos cientistas. Ele cursará doutorado na universidade de Harvard, nos Estados Unidos..

2.
BRUSTOLIN, V. M.. O caminho percorrido de Erechim à Harvard. Jornal Boa Vista, Erechim, p. 7 - 7, 24 ago. 2012.
Palavras-chave: Educação; Literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.jornalboavista.com.br/site/noticia.php?id=14119&page=o-caminho-percorrido-de-erechim-a-harvard-; Data de publicação: 24/08/2012; ISBN: 01689001.
Vitelio Brustolin é escritor, jornalista, jurista, cientista social, mestre e doutorando em Políticas Públicas, Estratégias, Desenvolvimento pela UFRJ, Visiting Researcher PhD pela Harvard University, e se dedica, especialmente, ao estudo da Filosofia e da Teologia..

3.
Brustolin, Vitelio; RODRIGUES, A. . Orçamento Militar: Defesa só no Papel (Military Budget: Defense Just in Theory). Revista Exame, Brasil, p. 32 - 33, 25 dez. 2013.
Palavras-chave: Cenário Militar; Gastos militares; Inovação Científica e Tecnológica.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Serviço Social.
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Atividades jurídicas, de contabilidade e de auditoria; Outras atividades profissionais, científicas e técnicas.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.exame.abril.com.br/; Data de publicação: 25/12/2013; ISBN: 01022881.
Reportagem da Revista Exame (ed. 1056) com alguns dados das pesquisas de Vitelio Brustolin sobre a distribuição dos gastos militares no Brasil e no mundo. A publicação foi na véspera de o Brasil anunciar a aquisição dos caças Gripen e a consequente parceria para produção conjunta de tecnologias com a empresa sueca Saab, corroborando com o direcionamento acadêmico apresentado nas pesquisas e na reportagem. | Reporting of Exame Magazine (ed. 1056) with some research data of Vitelio Brustolin on military spending in Brazil and worldwide..


Apresentações de Trabalho
1.
Vitelio Brustolin. Políticas de geração de inovações de uso dual (civis e militares) nos EUA e no Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).
Palavras-chave: Accountability; Ciência Política; Ciências Juridicas e Sociais.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: II Jornada de Pesquisa do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Inst. promotora/financiadora: Instituto de Economia - UFRJ.

2.
BRUSTOLIN, V. M.. Similarities Between the Civil Rights Movement in the USA and Protests in Brazil During 2013 and 2014. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Estado Democrático de Direito.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Outros / Área: Defesa.
Setores de atividade: Educação; Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Royal Golden Tulip São Conrado; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: III Encontro Nacional dos Estudantes de Direito da Universidade Estácio de Sá; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estácio de Sá.
Palestra sobre direitos civis e democracia para os estudantes de Direito da Universidade Estácio de Sá..

3.
BRUSTOLIN, V. M.. Equipamentos de Uso Individual no Mapeamento da Base Industrial de Defesa. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Ciência, Tecnologia e Inovação de Uso Dual; Desenvolvimento industrial; Base Industrial de Defesa.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: ABDI; Cidade: Brasília-DF; Evento: Mapeamento da Base Industrial de Defesa; Inst. promotora/financiadora: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.
Apresentação dos principais resultados do Mapeamento da Base Industrial de Defesa - organizado pelo IPEA e pela ABDI - para os atores governamentais envolvidos no setor: MD, MDIC, MCTI, MRE, MJ, BNDES, FINEP, AEB, APEX..

4.
BRUSTOLIN, V. M.. Logística e Indústria de Defesa. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Complexo militar-industrial-acadêmico; Defesa nacional; Desenvolvimento industrial.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Local: UFRJ - Ilha do Fundão; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Palestra para a Disciplina Logística e Mobilização Militar; Inst. promotora/financiadora: Graduação em Defesa e Gestão Estratégica Internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Cursos de curta duração ministrados
1.
Brustolin, Vitelio. A Journey Through Science, Special Focus: from Galileo to the Human Genome Project. 2013. .
Palavras-chave: História Comparada.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Outro; Unidade: semanas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: Havard University; Cidade: Cambridge; Inst. promotora: Harvard University.


Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
BRUSTOLIN, V. M.. Apostila: A Política de Defesa e a Questão Orçamentária. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material para Master Business Administration (MBA)).
Palavras-chave: Gastos militares; Política; Defesa nacional.
Grande área: Outros
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Apostila para MBA em Política e Defesa.
Material didático para a disciplina "Política de Defesa e a Questão Orçamentária" no Master Business Administration (MBA) do IBMEC em convênio com a Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR)..


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BRUSTOLIN, V. M.. É preciso estudar. 2012.
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Educação; Duração do evento: 60; Data de apresentação: 14/08/2012; Emissora: TV Globo - Rio Grande do Sul (RBS TV).
Palestra em escola pública, tema de reportagem da TV aberta no Rio Grande do Sul..


Redes sociais, websites e blogs
1.
Vitelio Brustolin. Vitelio Brustolin - Harvard University Website. 2013; Tema: Website oficial de Vitelio Brustolin na Universidade Harvard. (Site).
Palavras-chave: Educação.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Homepage: http://scholar.harvard.edu/brustolin.
http://scholar.harvard.edu/brustolin.

2.
Vitelio Brustolin. Perfil de Lemann Fellow. 2013; Tema: Perfil do pesquisador na Fundação Lemann. (Site).
Palavras-chave: Ciências Juridicas e Sociais; Estudos Estratégicos.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.fundacaolemann.org.br/fellowship/fellows/fellow/?id=3248.
http://www.fundacaolemann.org.br/fellowship/fellows/fellow/?id=3248.

3.
Brustolin, Vitelio. Vitelio Brustolin - Website Oficial. 2012; Tema: Literatura, Ciência. (Site).
Palavras-chave: Literatura.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Setores de atividade: Educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.viteliobrustolin.com.
http://www.viteliobrustolin.com.



Outras informações relevantes


Conquista da Bolsa Professor Visitante no Exterior, Através de Concorrência Nacional, Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior 
|
01 - Harvard Research Scientist, Harvard University 
|
02 - Harvard Visiting Professor, Harvard University 
|
03 - Harvard Postdoctoral Researcher, Harvard University 
|
Aceito para Pós-Doutorado no Harvard History of Science Department em Seleção Internacional, Harvard University 
|
Aprovado para o cargo de Professor Adjunto na School of International and Public Affairs da Columbia University
|
Aprovado no concurso público para professor adjunto da Universidade Federal Fluminense (UFF), no Instituto de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais (INEST);
|
Finalista do Prêmio Lemann Fellows de Alto Impacto;
|
Escolhido na seleção de professores para a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército do Brasil (ECEME);
|
Cientista escolhido para compor equipe do mapeamento da Base Industrial de Defesa do Brasil;
|
Fellow e Researcher PhD na Universidade Harvard, em dois programas: Harvard Law School e Harvard Department of the History of Science;
|
Lemann Fellow;
|
Bolsista PDSE - CAPES;
|
Bolsista do Programa Ciências Sem Fronteiras;
|
Bolsista da Fundação Lemann no Programa Ciências sem Fronteiras em Harvard;
|
Aprovado no concurso público para o cargo de Analista de Gestão do Estado do Rio de Janeiro (2008);
|
Aprovado no concurso público para o cargo de Analista Previdenciário do Instituto Nacional da Seguridade Social (2003);
|
Site em Harvard: http://scholar.harvard.edu/brustolin
|
Livros escritos: www.viteliobrustolin.com



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/12/2018 às 3:03:11