Paula Kasten

Bolsista de Pós-doutorado Júnior do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7403387564940198
  • Última atualização do currículo em 12/11/2018


Graduada em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela UNESP (Bauru, 2008),obteve seu título de Mestre (2011) e Doutora (2016) em Ciências pela USP (Programa de Pós Graduação em Biologia Comparada, Ribeirão Preto) e desenvolveu ambos os projetos no Centro de Biologia Marinha (USP). Tem como interesse de pesquisa ecologia de ambientes costeiros e divulgação científica neste âmbito, sendo sua especialidade em ecologia larval e a dinâmica bento-pelagial. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Paula Kasten
Nome em citações bibliográficas
Kasten, Paula;Paula Kasten;Kasten, P


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2016
Doutorado em Biologia Comparada.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Efeitos da condição trófica ambiental na ecologia reprodutiva e desempenho larval em cracas do entremarés, Ano de obtenção: 2016.
Orientador: Augusto Alberto Valero Flores.
Coorientador: Réjean Tremblay.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: chthamalus bisinuatus; efeitos latentes; efeitos maternos; larvas.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Biologia Reprodutiva.
2009 - 2011
Mestrado em Biologia Comparada.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Agentes arrastadores do ritmo de emissão naupliar em Chthamalus bisinuatus (Pilsbry, 1916),Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Augusto Alberto Valero Flores.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: amplitude de maré; chthamalus bisinuatus; ritmos de emissão.
Grande área: Ciências Biológicas
2005 - 2008
Graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Distribuição Ecológica do Camarão-Branco Litopenaeus schmitti (BURKENROAD, 1936) (CRUSTACEA, DECAPODA, PENAEIDAE) em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo.
Orientador: Dr. Rogéio Caetano da Costa.


Pós-doutorado


2018
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Outros
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: ECOLOGIA DE ANIMAIS MARINHOS.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia / Subárea: Biotecnologia Ambiental e Recursos Naturais / Especialidade: Biodiversidade.


Formação Complementar


2018 - 2018
Ecosystem-Based Management Applied to Coastal Areas. (Carga horária: 16h).
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, FFLCH, Brasil.
2015 - 2015
Estágio de Pesquisa no Exterior.
Bangor University, BANGOR, Gales.
2013 - 2013
Estágio de Pesquisa no Exterior.
Université du Québec à Rimouski, UQAR, Canadá.
2012 - 2012
Estágio de Pesquisa no Exterior.
Université du Québec à Rimouski, UQAR, Canadá.
2010 - 2010
Climate Change and the Biodiversity. (Carga horária: 56h).
Museo Argentino de Ciencias Naturales Bernardino Rivadavia, MACN, Argentina.
2007 - 2007
Extensão universitária em Professor. (Carga horária: 40h).
Cursinho Pré-Vestibular PRINCIPIA - FAAC Unesp, PRC, Brasil.
2007 - 2007
Língua Espanhola-Módulo Avançado. (Carga horária: 40h).
Curso de Idiomas do Diretório Acadêmico da Faculdade de Engenharia- UNESP, DAFAE, Brasil.
2007 - 2007
Curso de Espanhol - Nível Avançado. (Carga horária: 40h).
Comision de Intercambio Educativo, COINED, Argentina.
2007 - 2007
Estágio de Acompanhamento na Divisão de Ciências B. (Carga horária: 202h).
Fundação Parque Zoológico de São Paulo, FPZSP, Brasil.
2006 - 2006
Biodiversidade do Pantanal. (Carga horária: 48h).
Instituo de Pesquisa Acqua Azuli, IPAA, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Técnica de projeto científico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Wizard Brasil, WIZARD, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Professor horista, Enquadramento Funcional: Professora de Inglês, Carga horária: 20


Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, USP, FFCLRP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2016
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: pós-graduando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro de Biologia Marinha - Universidade Estadual de São Paulo, CEBIMAR -USP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Estágiaria, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 16, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2007 - 12/2008
Estágios , Faculdade de Ciências de Bauru, Departamento de Ciências Biológicas.

Estágio realizado
Iniciação Científica sob orientação do Prof. Rogério C. da Costa - LABCAM.
03/2007 - 06/2007
Ensino, Licenciatura Plena em Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Monitoria de aulas práticas
Vertebrados


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Ciência cidadã: monitoramento participativo da biodiversidade costeira como instrumento para a cidadania e o desenvolvimento sustentável
Descrição: Os ecossistemas marinhos costeiros estão dentre os mais diversos e produtivos do mundo, fornecendo serviços e bens à comunidade local. Seu funcionamento se dá em grande parte pela elevada diversidade de espécies que ali habitam. Entretanto, essa biodiversidade vem sofrendo grande ameaça. Os processos que regulam sua manutenção e dinâmica têm sido alterados por atividades antrópicas (urbanização das faixas litorâneas, exploração dos recursos naturais) e pelas mudanças climáticas naturais. Cientistas enfrentam um grande desafio para produzirem dados relativos à situação da biodiversidade costeira. Instaurar um programa de monitoramento da biodiversidade se torna indispensável se queremos aumentar nosso conhecimento dos efeitos de tais mudanças sobre os organismos. Porém, a escassez de financiamento e de disponibilidade de cientistas para atuarem simultaneamente em diferentes locais acaba por dificultar a implantação destes programas. Como alternativa, grupos de pesquisa têm utilizado a ciência cidadã como uma ferramenta para o monitoramento da biodiversidade. A ciência cidadã é um programa no qual voluntários, sem treinamento científico, participam ativamente no levantamento e análise de dados que serão utilizados em projetos científicos, aumentando o poder amostral em escalas temporais e espaciais. Além disso, permite que cidadãos se envolvam ativamente no processo cientifico, o que lhes proporciona maior autonomia pra discussões relacionadas ao ambiente e futuras tomadas de decisões. Entretanto, a utilização de dados produzidos por cidadãos cientistas enfrenta barreiras devido às diferenças inerentes à cada pessoa que, portanto, gera dados de qualidade e acurácia questionáveis. O presente projeto tem como objetivo elaborar um programa de ciência cidadã para o monitoramento da biodiversidade em costões rochosos na cidade de Santos, cidade altamente urbanizada e sede do maior porto da América Latina, onde a biodiversidade sofre grande pressões antrópicas. Pretende-se elaborar e aplicar um protocolo de monitoramento e validar os dados obtidos pelos cidadãos. Espera-se que a validação destes dados auxilie no início de um programa de monitoramento costeiro contínuo e plausível de ser aplicado em qualquer outra região do país, aumentado a rede de conhecimento científico e também aproximando a academia da sociedade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2018 - Atual
Coastal biodiversity and public policies: methodologies and actions to integrate stakeholders
Descrição: This project addresses interdisciplinary questions to integrate researchers, decision makers and local communities to develop a program for Innovative Public Policies with social relevance for coastal biodiversity conservation. Our main goal is to develop knowledge and skills and support the production of participative public policies built on the visions of a range of different stakeholders. We will use the coastal biodiversity of mangroves, rocky shores and sandy beaches from the Santos and Guarujá region as a model system. The coastal region is an important model area for innovative social public policies in conservation, due its socio-economic and cultural importance within a mosaic of human impacts. We will develop a diagnostic approach to evaluate coastal biodiversity and relevant public policies together with socio-ecological-environmental assessments to evaluate the environmental perception of stakeholders. Based on this, we will develop a citizen science program for coastal biodiversity monitoring to strength stakeholders links to the environment. Finally, to achieve our main goal, we will integrate such actions and knowledge with decision makers to develop an integrative program among stakeholders for productions of new public policies with social and ecological importance. Using an active methodology we aim to stimulate stakeholders to share their knowledge and identify advances and challenges in the transfer of knowledge and expectations. We also aim to develop their skills and competencies in leadership, planning and ability to work in groups to stimulate the establishment of an innovative social program of public policies that can be expanded for other regions and issues to allow a medium to long term return. This is an opportunity for interdisciplinary capacity development that will benefit human well-being for the next generations, providing best solutions and practices for management and conservation of marine biodiversity and ecosystem services..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: OCEAN & COASTAL MANAGEMENT


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de populações.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia larval.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Biologia Geral / Subárea: Cirripédios.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:2
Total de citações:6
Fator H:2
Kasten, Paula  Data: 03/08/2016

Artigos completos publicados em periódicos

1.
Kasten, P2013 Kasten, P; FLORES, AAV . Disruption of endogenous tidal rhythms of larval release linked to food supply and heat stress in an intertidal barnacle. MARINE ECOLOGY PROGRESS SERIES, v. 472, p. 185-198, 2013.

2.
Capparelli, Mariana V.2011Capparelli, Mariana V. ; Kasten, Paula ; Castilho, Antonio L. ; Costa, Rogério C. . Ecological distribution of the shrimp (Burkenroad, 1936) (Decapoda, Penaeoidea) in Ubatuba Bay, São Paulo, Brazil. Invertebrate Reproduction & Development, v. 55, p. 1-7, 2011.

Capítulos de livros publicados
1.
MAZZUCO, A. C. D. A. ; Paula Kasten . Chlorophyll-a and the Supply Side Ecology: Lessons from the Rocky Shores. In: Eduardo Jacob-Lopes; Leila Queiroz Zepka; Maria Isabel Queiroz. (Org.). Chlorophyll. 1ed.: Intech, 2017, v. , p. 7-19.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Kasten, Paula; CASTILHO, A.L. . Dinâmica populacional do camarão-branco Litopenaeus schmitti no litoral norte do estado de São Paulo.. In: VII Workshop da Pós-Graduação UNESP Botucatu, 2008, Botucatu. Livro de Resumos, 2008.

2.
Kasten, Paula; CASTILHO, A.L. ; COSTA, R. C. . Variação na Biomassa e no tamanho do camarão-branco Litopenaeus schmitti (Decapoda:Penaeoidea) na Enseada de Ubatuba, São Paulo. In: V Congresso sobre Crustáceos, 2008, Gramado. Livro de Resumos, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
Kasten, P; GIOUX, A. R. ; CASTAGNA, A. ; FLORES, AAV . Environmental factors linked to demography and reproductive effort of barnacle populations in the Southwestern Atlantic. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
Kasten, P; TREMBLAY, R. ; FLORES, AAV . Maternal effects and larval nutrition: plastic responses may favour recruitment success in a tropical barnacle. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
Kasten, Paula; TREMBLAY, R. ; Flores, A. A. V. . Importancia relativa de processos de pequenas e grandes escalas determinando padrões espaciais na fecundidade e qualidade larval em uma craca do entremaré tropical.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
Kasten, Paula; Flores, A. A. V. . Componentes de controle endógeno e exógeno da emissão larval no cirripédio Chthamalus bisinuatus (Pilsbry, 1916). 2011. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
Kasten, Paula; Flores, A. A. V. . Agentes arrastadores do rimto de emissão naupliar na craca Chthamalus bisinuatus. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
Kasten, Paula; Flores, A. A. V. . Ciclos de claro e escuro não induzem ritmos circadianos de emissão naupliar na craca Chthamalus bisinuatus (Cirripedia:Chthamalidae).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
8° Fórum Mundial da Água. Citizenship, coastal biodiversity and public policies: innovative approaches for coastal conservation. 2018. (Feira).

2.
Active Citizen International Facilitators Development Workshop.Treinamento internacional para desenvolvimento de facilitação em projetos sociais. 2018. (Oficina).

3.
Circulando a Educação Ambiental no Estado de São Paulo.Relatório em grupo de discussão. 2018. (Encontro).

4.
II Simpósio Brasileiro Sobre Praias Arenosas / XI Encontro Nacional de Gerenciamento Costeiro. 2018. (Encontro).

5.
V Encontro da REABS - Rede de Educação Ambiental da Baixada Santista. 2018. (Encontro).

6.
ZEE - Entender para participar. Oficina para construção participativa do ZEE do Estado de de São Paulo.Relatora do grupo de trabalho Mitigação e Resiliência às Mudanças Climáticas. 2018. (Oficina).

7.
11th International Temperate Reef Symposium.Environmental factors linked to demography and reproductive effort of barnacle populations in the Southwestern Atlantic. 2016. (Simpósio).

8.
Aquatic Biodiversity and Ecosystems Meeting.Maternal effects and larval nutrition: plastic responses may favour recruitment success in a tropical barnacle. 2015. (Encontro).

9.
43rd Annual Benthic Ecology Meeting.Relative importance of large and small-scale processes setting spatial patterns of fecundity and larval quality in a tropical intertidal barnacle.. 2014. (Encontro).

10.
VI Congresso Brasileiro sobre Crustáceos. Ciclos de claro e escuro não induzem ritmos circadianos de emissão naupliar na craca Chthamalus bisinuatus (Cirripedia:Chthamalidae).. 2010. (Congresso).

11.
X Simpósio Brasileiro de Cronobiologia.Agentes arrastadores do rimto de emissão naupliar na craca Chthamalus bisinuatus. 2010. (Simpósio).

12.
V Congresso Sobre Crustáceos. Variação na Biomassa e Tamanho do camarão-branco Litopenaeus schmitti (DECAPODA: PENAEOIDEA) na Enseada de Ubatuba, São Paulo, Brasil.. 2008. (Congresso).

13.
VII Workshop da Pós-Graduação.Dinâmica populacional do camarão-branco Litopenaeus schmitti no litoral norte do estado de São Paulo.. 2008. (Outra).

14.
XV Semana da Biologia.Mini-cursos: Vertebrados Fósseis do Brasil. 2008. (Outra).

15.
I Workshop de Ciências Biológicas.Mini-cursos: O Licenciado em Ciências Biológicas e a Pesquisa em Educação: duas experiências; Estudos em Biologia da Conservação de Peixes, Aves e Mamíferos; Ecologia e Metodologia de Coleta em Ambientes Marinhos.. 2007. (Outra).

16.
VIII Congresso Aberto aos estudantes de Biologia. Mini-Curso: Metodologia e Redação Científica. 2007. (Congresso).

17.
XIV Semana da Biologia.Proposta para o período de defeso da camarão-branco Litopenaeus schmitti (BURKENROAD, 1036) (DENDROBRANCHIATA, PENAEIDAE) com enfoque no recrutamento juvenil na região de Ubatuba, SP.. 2007. (Outra).

18.
XIII Semana da Biologia.Mini-Cursos: Fisiologia do Sono e Manejo de Animais Silvestres. 2006. (Outra).

19.
X Semana da Biologia.Mini-cursos: Manejo de Aves Silvestres; Biologia e Ecologia de Baleias, Botos e Golfinhos.. 2006. (Outra).

20.
XII Semana da Biologia.Mini-cuso: Ecologia e conservação de carnívoros- Introdução à pesquisa de campo.. 2005. (Outra).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 1:44:13