Maria Thereza Lemos de Arruda Camargo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9330973218806362
  • Última atualização do currículo em 11/07/2015


Especialista em Etnofarmacobotânica. Especialização e atividades desenvolvidas em cursos e estágios junto à Disciplina Plantas Medicinais e Tóxicas , no Departamento de Botânica do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, sob orientação do Prof. Dr. Orestes Scavone e da Profa. Dra. Berta Lange de Morretes, de 1972 a 1985. Autora do Banco de Dados de sua coleção de plantas medicinais, conservadas junto ao Herbário do Departamento de Botânica da USP. Membro da diretoria do Centro de Estudos da Religião Duglas TTeixeira Monteiro , USP-PUCSP desde 1995. Pesquisadora do Centro de Estudos Etnofarmacológicos da Unifesp - Campus Diadema (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Thereza Lemos de Arruda Camargo
Nome em citações bibliográficas
CAMARGO, M. T. L. A.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto de Estudos Avançados - USP, Grupo de Estudos de História Ideologia e Mentalidades.
Rua da Consolação - de 2461 a 3313 - lado ímpar
Cerqueira César
01416001 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30811128


Formação acadêmica/titulação


Curso técnico/profissionalizante em andamento em TÉCNICO SECRETARIADO.
Universidade Presbiteriana Mackenzie.




Atuação Profissional



Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Pesquisadora pelo centro de estudos etnofarmacológicos (CEE).Colaboração em projetos de Mestrado, e iniciação cientifica.Ministra aulas em cursos de Pós-graduação.



Membro de corpo editorial


2002 - Atual
Periódico: Dominguezia


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Botânica.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Farmacologia.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


1989
Concurso Nacional de monografia "Câmara Cascudo"-Primeiro Prêmio, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Centro de Letras e Artes.
1972
27º "Concurso Mário de Andrade" - Primeiro Prêmio, Discoteca Pública Municipal - Prefeitura do Municipio de São Paulo.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CAMARGO, M. T. L. A.2012CAMARGO, M. T. L. A.; CAMARGO, M. T. L. A. . B.I do Milho. Bilhetes de Identidade, v. 40, p. 3-27, 2012.

2.
CAMARGO, M. T. L. A.2008CAMARGO, M. T. L. A.. Etnofarmacobotánica. Metodologia de pesquisa. Revista Dominguezia, v. 24, p. 71-75, 2008.

3.
CAMARGO, M. T. L. A.2007CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição Etnofarmacobotânica de Petiveria alliaceae L. (amansa-senhor) e a atividade hipoglicemiante relacionada a transtornos mentais.. Revista Dominguezia, v. 23, p. 21-27, 2007.

4.
CAMARGO, M. T. L. A.2007CAMARGO, M. T. L. A.. Amansa-senhor: a arma dos escravos contra seus senhores. Caderno Pós Ciências Sociais (UFMA) (Cessou em 2005. Cont. 1983-4527 Revista Pós Ciências Sociais (UFMA)), v. 4, p. 31-42, 2007.

5.
CAMARGO, M. T. L. A.2007CAMARGO, M. T. L. A.. Amansa senhor: arma dos negros contra seus senhores.. Caderno Pós Ciências Sociais (UFMA) (Cessou em 2005. Cont. 1983-4527 Revista Pós Ciências Sociais (UFMA)), v. 1, p. 30-42, 2007.

6.
CAMARGO, M. T. L. A.2005CAMARGO, M. T. L. A.. Os poderes das plantas sagradas numa abordagem etnofarmacobotânica .. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 15/16, p. 395-410, 2005.

7.
CAMARGO, M. T. L. A.2005CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas psicoativas usadas em rituais de cura . Arquivos Brasileiros de Fitomedicina Científica (São Paulo), v. 2, p. 104-108, 2005.

8.
CAMARGO, M. T. L. A.2000CAMARGO, M. T. L. A.. A influência portuguesa na medicina popular do Brasil desde seu descobrimento. Trabalhos de Antropologia e Etnologia, v. 40, p. 179, 2000.

9.
CAMARGO, M. T. L. A.2000CAMARGO, M. T. L. A.. A INFLUÊNCIA PORTUGUESA NA MEDICINA POPULAR DO BRASIL DESDE SEU DESCOIBRIMENTO. Trabalhos de Antropologia e Etnologia, v. 40, p. 179-188, 2000.

10.
CAMARGO, M. T. L. A.1999CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas rituais de religiões de influência africana no Brasil e sua ação. Dominguézia, v. 15, p. 1-6, 1999.

11.
CAMARGO, M. T. L. A.1999CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo da Ipomoea purpurea Roth., I. alba L. e I. pes-capre Ws. empregadas em rituais de religiões de origem e influência africana no Brasil. Revista Rojasiana, v. 5, p. 37-50, 1999.

12.
CAMARGO, M. T. L. A.1998CAMARGO, M. T. L. A.. As plantas na medicina popular e nos rituais afro-brasileiros. Revista de Investigaciones Folclóricas, v. 13, p. 56, 1998.

13.
CAMARGO, M. T. L. A.1997CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo etnobotânico de plantas do gênero Erytrina usadas em rituais de religiões afro-brasileiras. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 41, p. 179-190, 1997.

14.
CAMARGO, M. T. L. A.1997CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo etnofarmacobotânico de plantas do gênero Erythrina. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 42, p. 179-189, 1997.

15.
CAMARGO, M. T. L. A.1996CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo etnofarmacobotânico da planta mulungu (Erytrina verna Velloso) Leguminosae, empregada em rituais afro-brasileiras. Revista Rojasiana, v. 3, p. 196, 1996.

16.
CAMARGO, M. T. L. A.1996CAMARGO, M. T. L. A.. Medicina popular em favela de São Paulo. Histórica (São Paulo. Online), v. 187, p. 37-44, 1996.

17.
CAMARGO, M. T. L. A.1994CAMARGO, M. T. L. A.. Trajetória histórica das plantas rituais de religiões afro-brasileiras . Montalbán, v. 27, p. 151-239, 1994.

18.
CAMARGO, M. T. L. A.1993CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo etnofarmacobotânico de plantas. Revista Rojasiana, v. 1, p. 33, 1993.

19.
CAMARGO, M. T. L. A.1990CAMARGO, M. T. L. A.. As plantas condimentícias nas comidas rituais de cultos afro-brasileiros. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 31, p. 81-94, 1990.

20.
CAMARGO, M. T. L. A.1988 CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuiciones a los estudios etnofarmacobotánicos de especies vegetales usadas en los ritos afro-brasileiros. Montalbán, v. 20, p. 151, 1988.

21.
CAMARGO, M. T. L. A.1982CAMARGO, M. T. L. A.. O bálsamo de Ferrabrás. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, v. 10, p. 121-127, 1982.

22.
CAMARGO, M. T. L. A.1978CAMARGO, M. T. L. A.. Garrafada . Femina (Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstétrícia), v. 5(8), p. 89, 1978.

23.
CAMARGO, M. T. L. A.1978CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas usadas como anti-helmíntico na medicina popular. Ciência & Trõpico, v. 6, p. 89, 1978.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. As plantas medicinais e o sagrado. A Etnofarmacobotânica em uma revisão historiográfica da medicina popular no Brasil.l. 1ª. ed. São Paulo: Ícone Editora, 2014. v. 1. 280p .

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. A contribuição da obra de Michel Giacometti Artes de cura e espanta-males, nos estudos de capos semãnticos nos processos de formação e derivação dos vocábulos designativos de doenças, na medicina popular em Portugal e no Brasil.. 1. ed. Lisboa: Apenas Livros Tlda., 2014. v. 54. 55p .

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. Pajelança a dois. 1. ed. NATAL: EDUFRN, 2011. v. 1. 164p .

4.
CAMARGO, M. T. L. A.. O Milho e a Mandioca nas cozinhas brasileiras,segundo contam, suas histórias. São José dos Campos: Fundação Cultural Cassiano Ricardo, 2008. v. 1. 152p .

5.
CAMARGO, M. T. L. A.. Etnofarmacobotânica Conceituação e metodologia de pesquisa. São Paulo: Terceira Margem/Humanitas FFCL/USP, 2003.

6.
Martins.C & Lody. R (Org.) ; CAMARGO, M. T. L. A. (Org.) . A Etnobotânica e as plantas rituais afro-brasileiras . Faraimará - O caçador traz alegria. Mãe Stella. Rio de Janeiro: Pallas, 2000. v. 1. 412p .

7.
CAMARGO, M. T. L. A.. Herbário Etnobotânico (Banco de Dados de plantas medicinais e de rituais afro-brasileiros) As plantas do Catimbó em Meleagro de Luis da Câmara Cascudo. São Paulo: HUMANISTAS EDITORA, 1999. v. Vol.7. 201p .

8.
CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas medicinais e de rituais afro-brasileiros II. São Paulo: Editora ÍCONE, 1998. v. 2. 232p .

9.
CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas medicinais e de rituais afro-brasileiros I. São Paulo: ALMED, 1988. v. 2. 97p .

10.
CAMARGO, M. T. L. A.. Medicina popular: Aspectos metodológicos para pesquisa Componentes medicinais de origem vegetal, animal e mineral. São Paulo: ALMED, 1985.

11.
CAMARGO, M. T. L. A.. Garrafada. Rio de Janeiro: MEC, 1975.

Capítulos de livros publicados
1.
CAMARGO, M. T. L. A.; CAMARGO, M. T. L. A. ; Peters, C.E.M. ; MARTINEZ-HERNAEZ, A. ; MARTINS, P. H. N. . A religiosidade da medicina popular. In: Puttini, Rodolfo; Albuquerque, Leila Marrch Basto de. (Org.). A religiosidade na medicina popular. 1ed.São Paulo: Annablume, 2013, v. 1, p. 53-66.

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. A religiosidade na medicina popular. In: Rodolfo Franco Puttini; Leila Marrach Basto de Albuquerque. (Org.). Aventuras antropológicas no campo fa saúde. 01ed.São Paulo: Annablume/Fapesp, 2013, v. 01, p. 53-66.

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. ____ Das comidas de santo dedicadas aos orixás às cozinhas profanas das casas brasileiras . In: Maria Eunice Maciel, Estélio Gomberg. (Org.). Temas culturais e alimentalção. Aracaju: Editora UFS:Fundação Oviêdo Teixeira, 2007, v. , p. -.

4.
CAMARGO, M. T. L. A.; BARROS, J. F. P. ; REESINK, E. ; Grunewald.A.R ; Pinto.M.C . Jurema (Mimosa hostilis Benth) e sua relação com os transes nos sistemas de crença afro-brasileiros. In: Clarice Novais da Mota e Ulisses Paulino de Albuquerque. (Org.). As muitas faces da Jurema: de especie bontanica á divindade afr-indigena. Recife: Bagaço, 2002, v. 1, p. 151-170.

5.
CAMARGO, M. T. L. A.. Jurema (Mimosas hostilis Benth.) e sua relação com os transes nos sistemas de crenças afro-brasileiros . In: Clarice Novaes da Mota & Ulysses Paulino de Albuquerque. (Org.). As muitas faces da jurema. De espécie botânica à divindade afro-indígena. Recife: Bagaço, 2002, v. 1, p. 151-170.

6.
CAMARGO, M. T. L. A.. A etnobotânica e as plantas Rituais Afro-brasileiras. In: Cléo Martins & Raul Lody. (Org.). Faraimará- O caçador traz alegria Mãe Stella 60 anos de iniciação. Rio DE Janeiro: Pallas, 2000, v. , p. 98-105.

7.
CAMARGO, M. T. L. A.. "Plantas condimentícias na medicina popular". In: Instituto Brasileiro de Educação, Ciência e Cultura. (Org.). Estudos de Folclore em Homenagem a Manuel Diegues Júnior. Rio de Janeiro: IBECC, 1990, v. , p. 185-195.

8.
CAMARGO, M. T. L. A.. Mirra, Incenso e Estoraque nos cultos afro-brasileiros . In: Carlos Eugênio Marcondes Moura,. (Org.). Meu sinal está no seu corpo / Escritos sobre a religião dos orixás. São Paulo: EDICON/EDUSP, 1989, v. , p. 64-72.

9.
CAMARGO, M. T. L. A.. O cobreiro na medicina popular . In: Américo Pellegrine Filho. (Org.). Antologia do Folclore Brasileiro. São Paulo: EDART, 1982, v. , p. 129-.

10.
CAMARGO, M. T. L. A.. Medicina Popular. In: FUNARTE. (Org.). Museus Brasileiros. Rio de Janeiro: FUNARTE, 1981, v. 5, p. 23-26.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. Remédio caseiro . Visão, São Paulo, 04 out. 1982.

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. Garrafadas: crendices ou remédio de verdade . Jornal de Plantas Flores, Abril Cultural, p. suplemento, 22 abr. 1979.

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. Medicina popular: Coisa de gente ignorante? . Visão, SÃO Paulo, p. 58 - 59.

4.
CAMARGO, M. T. L. A.. "Medicina popular . Jornal Labor, São PAULO.

5.
CAMARGO, M. T. L. A.. A influência portuguesa na medicina popular do brasil desde seu descobrimento. Trabalhos de antropologia e etnologia, Porto-Portugal, p. 179 - 188.

6.
CAMARGO, M. T. L. A.. Os poderes das plantas sagradas em uma abordagem etnofarmacobotânica. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, p. 395 - 410.

7.
CAMARGO, M. T. L. A.. O bálsdamo de ferrabrás. Revista do instituto His~´orico e geográfico de goiaís, p. 121 - 128.

8.
CAMARGO, M. T. L. A.. Contribuição ao estudo etnobotânico de plantas do genero Erytrina em rituais de Religiões afro-brasileiras. Revista Rojasiana, Paraguai, p. 186 - 196.

9.
CAMARGO, M. T. L. A.. As Plantas comentíciais nas comidas rituais de cultos afro-brasileiras. revista do instituto de estudos brasileiros da universidade de são paulo, SP, p. 81 - 94.

10.
CAMARGO, M. T. L. A.; SCAVONE, O. . Plantas usadas como anti-helm~itico na medicina popular. Ciência e trópico, SP, p. 89 - 108.

Apresentações de Trabalho
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. Práticas Médicas em Contextos Religiosos Afro-Brasileiros - Umbanda. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. Trayetoria historica de las plantas rituales en las religiones afro-brasileiras. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. As plantas que compõem o Chá AYAHUASCA são os mais populares alucinógenos brasileiros. 2003. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. A cura Pelas Plantas. 1983. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. Remédio Caseiro. 1982. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
MARQUES, C. ; CAMARGO, M. T. L. A. . Coisa de gente ignorante?. 1980. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
CAMARGO, M. T. L. A.. Garrafada: crendice ou remédio de verdade?. 1979. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. Curso de Medicina Popular no Brasil: conceito, práticas de cura, plantas empregadas nas preparações medicinais. 1985. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. Curso de Medicina Popular no Brasil: histórico, estudos a respeito,. 1984. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. Curso de Medicina Popular. 1983. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
CAMARGO, M. T. L. A.. Curso de Medicina Popular. 1982. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas medicinais e tóxicas. 1981. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
SCAVONE, O. ; CAMARGO, M. T. L. A. . Plantas medicinais e tóxicas. 1978. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

7.
SCAVONE, O. ; CAMARGO, M. T. L. A. . Plantas medicinais e tóxicas. 1975. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
13º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia.Estudo Etnofarmacobotânico das plantas em seu papel na eficácia das terapêuticas mágico religiosas, na medicina popular. 2012. (Seminário).

2.
Encontro do Cone Sul sobre tropeirismo - X SENATRO.Milho e mandioca na dieta dos tropeiros, com ênfase nas farinhas.. 2010. (Seminário).

3.
X SEMINÁRIO NACIONAL E VII ENCONTRO DO CONE SUL SOBRE TROPEIRISMO - X SENATRO.Milho e Mandioca na alimentação dos tropeiros, com ênfase nas respectivas farinhas. 2010. (Seminário).

4.
XXI Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil.Garrafada NA MEDICINA POPULAR DO BRASIL: UMA REVISÃO HISTORIOGRÁFICA. 2010. (Simpósio).

5.
XXI Simpósio de Plantas Medicinais eXI International Congress ofEthnopharmacology. Garrafada na medicina popular: uma revisão historiográfica. 2010. (Congresso).

6.
Curso de Etnofarmacologia.Práticas médicas em contextos religiosos afro-brasileiros - Umbanda.. 2009. (Encontro).

7.
Discioplina "Saúde Coletiva".Medicina Popular. 2009. (Encontro).

8.
III Simpósio de Medicina Popular e natural.Raízes históricas da medicina popular. 2008. (Simpósio).

9.
IV Seminário Paulista da Rede Nacional de religiões Afro-Brasileiras..A arte de cuidar bem: Benzimentos, unguentos, beberragens e ebós para a apromoção da saúde nas comunidades de terreiro.. 2008. (Seminário).

10.
XX Simpósio de Plantas Medicinais e X Internacional Congress of Ethnopharmacology. Etnofarmacologia - usos da Erythrina speciosa Andr. na medicina popular e em rituais afro-brasileiros.. 2008. (Congresso).

11.
Curso pós-graduação.Raízes históricas da medicina popular. 2007. (Encontro).

12.
Curso Pós-graduação.Fitoterápicos e suas implicações. 2007. (Encontro).

13.
IX Simpósio Argentino y XII Simpósio latinoamericano de Farmacobotânica.Contribuição ao estudo etnofarmacobotânico do milho (Zea mays L.). Técnicas de manejo pelos índios guarani. 2007. (Simpósio).

14.
Curso pós-graduação.Práticas médicas em contextos - Umbanda. 2006. (Encontro).

15.
XII Congresso Brasileiro de Folclore.. Meleagro de Luís da Câmara Cascudo e Namoros com a medicina de Mário de Andrade, num estudo comparativo.. 2006. (Congresso).

16.
Plantas medicinais do Brasil.O pesquisador consegue estudá-las. 2005. (Simpósio).

17.
XXX Encontro Cultural de Laranjeiras SE.Tropeirismo: farinha de mandioca e de milho: de que modo mudanças culinárias se associam a movimentos sociais e migratórios.. 2005. (Encontro).

18.
VIII Simpósio Argentino y XI Simpósio latinoamericano de Farmacobotânica..Metodologia de Pesquisa de Etnofarmacobotãnica.. 2004. (Simpósio).

19.
XI Congresso Brasileiro de Folclore. Metodologia de pesquisa de Medicina popular. 2004. (Congresso).

20.
I Simpósio Internacional sobre uso de Plantas Medicinais..Presidência de mesa. 2003. (Simpósio).

21.
SeminárioGastronomia em Gilberto Freire.Milho e mandioca na diáspora africana. 2003. (Seminário).

22.
X Simpósio Latinoamericano e VII Simpósio Argentino de Farmacobotânica.Contribuição ao estudo Etniofarmacobotânico da bebida denominada "jurema" e seus aditivos paicoativos. 2001. (Seminário).

23.
IX Simpósio Latinoamericano de Farmacobotânica.Estudo Etnnofarmacobotânico de Alpinia Zerumbet - Zingiberaceae, empregada na medicina popular e em rituais afro-brasileiros.. 1999. (Simpósio).

24.
Jornada de Estudos Medievais.Carlos Magno e as plantas - Um estudo etnofarmacobotânico. 1999. (Encontro).

25.
Simpósio Nacional de Medicina Popular e Natural.A Etnobotãnica e a Pesquisa de Plantas na Medicina Popular. 1999. (Simpósio).

26.
XXIV Encontro Cultural de Laranjeiras.Sagrado e profano no universo mágico-religioso das plantas rituais afro-brasileiras. 1999. (Encontro).

27.
VI Simpósio Argentino de Farmacobotânica.El aporte de la Etnobotánicaal estudio de la Farmacobotánica. 1998. (Simpósio).

28.
XXII Encontro Cultural de Laranjeiras.Contribuição à pesquis DE PLANTAS RITUAIS DE RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS. 1997. (Encontro).

29.
VI Congressoda Associação Latinoamericana de Estudos Afro-Asiáticos (ALDAAB). Plantas rituais e o transe de possessão nas religiões afro-brasileiras. 1996. (Congresso).

30.
VIII CONGRESSO iNTERNACIONAL DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS. cONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DE ESPÉCIES DE eRYTHRINA - lEGUMINOSAE, EMPREGADAS EM RITUAIS DE RELIGIÕES AFRO-BRASILEIRAS. 1996. (Congresso).

31.
VIII Simpósio latinoamericano de Farmacobotânica e II Reunião de la Sociedad Latinoamericana de Fitoquímica. Plantas medicinais e as práticas médicas populares. 1996. (Congresso).

32.
V Simposio Argentino de Farmacobotánica.Plantas usadas em rituais de religiões afro-brasileiras. 1995. (Simpósio).

33.
Ciclo de Estudos sobre Aspéctos da Cultura Brasileira.Medicina Popular. 1994. (Outra).

34.
IV Congresso Brasileiro de Estudos Afro-asiáticos (ALADAAB). Trajetória histórica das plantas rituais afro-brasileiras. 1994. (Congresso).

35.
VII Simpósio Latinoamericano de Farmacobotánica.Etnofarmacobotânica de plantas medicinais usadas na medicina popular. 1993. (Simpósio).

36.
IV Simpósio Argentino de Farmacobotânica.Ação farmacológica de plantas rituais de religiões afro-brasileiras. 1992. (Simpósio).

37.
XLII Congresso Nacional de Botânica. Plantas medicinais na medicina popular. 1992. (Congresso).

38.
XXXVI Congresso de Olericultura. Cultura de plantas medicinais e meio ambiente. 1992. (Congresso).

39.
Curso: A saúde da gente brasileira.Práticas alternativas e populares de saúde. 1989. (Outra).

40.
VI Congresso Internacional de la Asociación Latinoamericana de Estudios Afroasiáticos. Contribuiçãoaos estudos etnofarmacobotânicos das espécies Cola acuminata, Mimosa hostilis, Nicotiana tabacum, usadas em rituais afro-brasileiros. 1989. (Congresso).

41.
Congresso Internacional "Escravidão". Plantas medicinais e rituais afro-brasileiros. 1988. (Congresso).

42.
V Congresso Internacional da Associação latinoamericana de Estudos afroasiáticos. Etnofarmacobotânica de plantas de rituais afro-brasileiros. 1987. (Congresso).

43.
I Simpósio Argentino y latinoamericano de Farmacobotânica.Banco de dados de plantas medicinais. 1983. (Simpósio).

44.
III Congresso Latinoamericano de Botânica y II Congresso Nacional de Botânica. Banco de dados sobre plantas usadas na medicina popular.. 1982. (Congresso).

45.
Curso: Folclore Brasileiro.Medicina Popular. 1979. (Outra).

46.
II Congresso Latinoamericano de Botânica e XXIX Congresso Nacional de Botânica. Anti-helmínticos vegetais usados pelas correntes migratórias fixadas em São Paulo. 1978. (Congresso).

47.
III Encontro Cultural de Laranjeiras.Medicina Popular. 1978. (Encontro).

48.
V Simpósio de Plantas Medicinais. 1978. (Simpósio).

49.
Curso: Plantas medicinais: princípios ativos e aplicações.Plantas na medicina popular. 1977. (Outra).

50.
Curso: Plantas no folclore.Plantas medicinais. 1975. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. Exposição de Medicina Popular. 1990. (Exposição).

2.
CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas Tóxicas. 1990. (Exposição).

3.
CAMARGO, M. T. L. A.. A cozinha Colonial Paulista. 1988. (Exposição).

4.
CAMARGO, M. T. L. A.. Plantas empregadas na Medicina Popular. 1984. (Exposição).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
CAMARGO, M. T. L. A.. Práticas Médicas em Contextos Religiosos Afro-Brasileiros - Umbanda. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Outras informações relevantes


- Ciclo Ginasial   Instituto Mackenzie   1944.
- Curso Técnico Secretariado   Instituto Mackenzie   1947.
- Curso básico de inglês pela União Cultural Brasil - Estados Unidos   1947 
   1949.
  Cursos de Conversação e Short Stories   1950   1951.
- Associação Alumni. 
  Intensive course level VI. 1976.
  Curso: Tradução e Versão Literária   dois semestres.
  Palestrante sobre Plantas medicinais e suas aplicações nos Curso de
  Formação
  de Tradutores e Intérpretes   1983.
- Curso: Terapêuticas Alternativas   Departamento de Saúde da UEE   SP  
  Sociedade Paulista de História Natural   Centro Acadêmico da Biologia   
  USP - de 24 a 27 de março de 1980. (total 14 horas)
- Curso: Plantas Medicinais e Tóxicas   Sociedade Paulista de História 
  Natural   Centro Acadêmico da Biologia   USP   de 22 a 26 de setembro 
  de 1980.
- Semana de Jardinagem e Paisagismo   Sociedade Botânica do Brasil   1973.
- Curso: Noções de Botânica para Paisagistas   1974.
             Morfologia da raiz e do caule   Estruturas aéreas e subterrâneas.
             Morfologia da folhas   Multiplicação vwegetativa.
             Morfologia da flor   Polinização   Fecundação   Fruto   Semente.
             Utilização das chaves para a identificação das famílias de
             Angiospermas.
             Exercícios de classificação de Angiospermas.
- Curso: Plantas Tóxicas e Medicinais   Faculdade de Medicina   USP   
  1976.
- Curso: Especialização em Pesquisa folclórica. Instituto Joaquim Nabuco de 
  Pesquisas Sociais   julho de 1976.
- Curso: 5 aulas sobre  Medicina Popular    Universidade Federal de 
  Uberlância   1979.
- Curso: Terapêuticas Alternativas   Departamento de Saúde da UEE-SP  
  1980.
- Curso: Plantas Medicinais e Tóxicas   Sociedade Paulista de História 
  Natural (Centro Acadêmico da Biologia   USPJ   1981.
- Curso: Odontologia Psicossomática e Hipnologia Sindicato dos
  Odontologistas no Estado de São Paulo   1987.
  Curso: Tópicos de Bo



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 21:27:43