Vanessa Santos do Canto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9037921832017837
  • Última atualização do currículo em 17/07/2017


Advogada. Graduada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2006). Mestre em Serviço Social pela mesma Universidade (2009). Doutoranda em Teoria do Estado e Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (início em 2010). Professora do Centro Universitário Geraldo di Biase (2012). Tem experiência em Direito Tributário e Direito do Trabalho. Desenvolve pesquisa nas seguintes áreas: História do Direito, Direito Constitucional, trabalho e saúde, com ênfase nas desigualdades raciais e de gênero. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Vanessa Santos do Canto
Nome em citações bibliográficas
CANTO, V. S.


Formação acadêmica/titulação


2010
Doutorado em andamento em Direito.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: "Constituir um Direito, Reescrever a História, Preservar a Memória": o processo de constituição do direito à saúde da população negra no Brasil (1987-2013),
Orientador: Francisco de Guimaraens.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Direito Constitucional; História; Memória; saúde da população negra.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: História do Direito.
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direitos Especiais / Especialidade: Políticas Públicas.
2007 - 2009
Mestrado em Serviço Social.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: O devir "mulher negra": subjetividade e resistência em tempos de crise do capitalismo,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Denise Pini Rosalem da Fonseca.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: mulheres negras; gênero; subjetividade; resistência; trabalho.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Serviço Social / Subárea: Serviço Social Aplicado.
2001 - 2006
Graduação em Direito.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Sieyès e o poder constituinte: uma abordagem crítica.
Orientador: Francisco de Guimaraens.
Bolsista do(a): PUC-Rio, PUC-RIO, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Dialogando sobre a Lei Maria da Penha. (Carga horária: 60h).
Instituto Legislativo Brasileiro do Senado Federal, ILB, Brasil.
2017 - 2017
Capacitação de Tutores EaD 2017. (Carga horária: 60h).
Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
2013 - 2013
Formação de Formadores do Projeto A Cor da Cultura. (Carga horária: 40h).
Canal Futura, Petrobras, SEPPIR, MEC, TV Globo, Fundação Cultural Palmares, CANAL FUTURA, PE, Brasil.
2011 - 2011
Direitos Humanos e Teoria do Reconhecimento. (Carga horária: 2h).
Faculdade Nacional de Direito da UFRJ, FND-UFRJ, Brasil.
2011 - 2011
Curso de Atualização Gênero, Direito e Saúde. (Carga horária: 16h).
Programa Direito e Saúde - Escola Nacional de Saúde Pública, DIHS/ENSP, Brasil.
2011 - 2011
Oficina Temas de Direito e Gênero. (Carga horária: 8h).
Red Latinoamericana de Académicos del Derecho / NDH PUC-Rio, RED ALAS, Brasil.
2010 - 2010
Capacitação de Avaliadores dos Cursos de Direito. (Carga horária: 16h).
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
2009 - 2009
Formação de tutores/as on line. (Carga horária: 24h).
Centro Latino-americano em Sexualidade e Direitos Humanos, CLAM/IMS/UERJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Contrato de Pessoal Temporário, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 20
Outras informações
O Núcleo de Estudos de Políticas Públicas em Direitos Humanos (NEPP-DH), órgão suplementar do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), foi aprovado pelo Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 14 de setembro de 2006, passando a integrar o Estatuto da UFRJ (art. 51, parágrafo único), e inaugurado em 18 de dezembro de 2006. Trata-se do primeiro Núcleo de Políticas Públicas em Direitos Humanos, com caráter estatutário, em universidade pública brasileira.

Atividades

04/2017 - Atual
Ensino, Multidisciplinar, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estudos de Políticas Públicas I
Estudos de Políticas Públicas II

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Estudante de outorado, Enquadramento Funcional: Estudante de doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Estudante de mestrado, Enquadramento Funcional: Estudante de mestrado, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 2, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Estágio docência

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Monitoria de Direito Constitucional, Carga horária: 12
Outras informações
Monitoria em Direito Constitucional I; Realização de pesquisa jurisprudencial e acompanhamento das turmas.

Atividades

05/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Direito, .

10/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Direito, .

08/2011 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Direito, .

08/2011 - Atual
Estágios , Departamento de Direito, .

Estágio realizado
Estágio docência em andamento no âmbito do Programa de Educação Tutorial - PET-JUR que desenvolve pesquisa sob o título "Bases materiais do constitucionalismo brasieiro" sob orientação do Prof. Francisco de Guimaraens.
08/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Direito, .

08/2010 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Direito, Departamento de Direito.

Atividade realizada
Grupo de Estudo Debates com Nancy Fraser: Reconhecimento, Inclusão Política e Justiça Social.
08/2010 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Direito, Departamento de Direito.

Atividade realizada
Grupo de Estudos Spinoza.
03/2007 - 06/2009
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Serviço Social, .

08/2007 - 12/2007
Estágios , Departamento de Serviço Social, .

Estágio realizado
Estágio docência realizado na disciplina Seminário de Conteúdo Variável. Tema: Violência doméstica e suas múltiplas manifestações; violência intrafamiliar e de gênero; abordagem da Lei Maria da Penha sob a orientação do Professor Antônio Carlos de Ol.
08/2006 - 12/2006
Estágios , Departamento de Direito, .

Estágio realizado
Monitoria em Direito Constitucional II; Grupo de estudos sobre Federalismo e Intervenção Federal..
03/2006 - 07/2006
Estágios , Departamento de Direito, .

Estágio realizado
Monitoria em Direito Constitucional I; Pesquisa, análise e apresentação semanal de Jurisprudência do STF.

Centro Universitário Geraldo di Biase, UGB, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 12
Outras informações
Docente horista: Ministra as Disciplinas Ética e Direitos Humanos; Direito e Legislação Social, Pensamento Social I, II e III.

Atividades

02/2017 - Atual
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Sociologia
Tópicos Especiais III: Gênero
02/2017 - Atual
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Direito
08/2016 - 12/2016
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pensamento Social III (Fenomenologia)
02/2016 - 07/2016
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pensamento Social III (Fenomenologia)
02/2014 - 07/2014
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Direito e Legislação Social
Pensamento Social I (Marxismo)
Pensamento Social III (Fenomenologia)
08/2013 - 12/2013
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Direito e Legislação Social
Direitos Humanos
02/2013 - 07/2013
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atividades Práticas Transversais de Aprendizagem III (Educação das Relações Étnico-Raciais)
Pensamento Social III (Fenomenologia)
Tópicos Especiais: Gênero e Etnia
Núcleo Temático I: campo sócio jurídico
06/2013 - 06/2013
Ensino, Curso de Especialização em Ética e Direitos Humanos, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ética e Direitos Humanos
08/2012 - 12/2012
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Direito e Legislação Social
Pensamento Social II (Positivismo / funcionalismo)
Ética e Direitos Humanos
02/2012 - 07/2012
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Pensamento Social III
Direito e Cidadania

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Portaria n 1.446, 28/12/2010, Carga horária: 0


Caritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro, CARITAS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Advogada, Enquadramento Funcional: Advogada, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Advogada, Enquadramento Funcional: Advogada, Carga horária: 20
Outras informações
Cáritas Arquidiocesana do Rio de Janeiro, em convênio com o alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) Cargo: Advogado Atribuição: atendimento jurídico a solicitantes de refúgio e a refugiados e elaboração de parecer de elegibilidade (de acordo com a Conveção de 1951 e com a Lei n.º 9.474/97).


Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Professora, Enquadramento Funcional: Professora-tutora, Carga horária: 20
Outras informações
Professora-tutora do Curso de Especialização em Gestão Pública de Saúde

Atividades

01/2011 - Atual
Ensino, Gestão Pública de Saúde, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
O público e o privado na gestão pública

Superintendência Estadual de Promoção da Igualdade de Racial / RJ, SUPIR/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 0
Outras informações
Realização de consultoria para elaboração do Plano para Promoção da Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro (SUPIR/RJ) no âmbito da Superintendência de Igualdade Racial vinculada a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro (SEASDH/RJ), no eixo direito à moradia e acesso à terra.

Atividades

03/2012 - 09/2012
Serviços técnicos especializados , SUPIR/RJ, .

Serviço realizado
ealização de consultoria para elaboração do Plano para Promoção da Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro no âmbito da Superintendência de Igualdade Racial vinculada a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH/RJ).

Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Ingresso por meio de concurso público

Atividades

04/2005 - 02/2007
Estágios , Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, .

Estágio realizado
Estágio realizado junto à Procuradoria para Assuntos Tributários. Acompanhamento processual e redação de defesas do Estado nas áreas tributária e previdenciária..

Ministério Público do Trabalho - Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Re, PRT-1ª REGIÃO, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiária do curso de Direito - Ingresso por meio de concurso público.

Atividades

11/2004 - 11/2006
Estágios , Ministério Público do Trabalho - Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Re, .

Estágio realizado
Realização de apreciação prévia das denúncias recebidas e distribuídas para o Núcleo de Combate à Fraude nas Relações de Trabalho; Redação de petições iniciais de ações civis públicas; acompanhamento de ações fiscais..

Pré-Vestibular para Negros e Carentes, PVNC, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 4
Outras informações
Atuação junto ao Núcelo Marinheiro João Cândido como monitora de química orgânica e literatura.



Linhas de pesquisa


1.
Teoria do Direito, Ética e Construção da Subjetividade

Objetivo: Tão imprescindível quanto a explicitação dos modelos do pensamento jurídico, tem-se afigurado a análise sobre o que tais modelos têm a oferecer às diversas disciplinas jurídicas. Nesse contexto, o estudo das relações entre Direito e Estado deve privilegiar o exame dos aspectos teóricos do nosso sistema, em conexão com os institutos e referências estrangeiros. De outra parte, a crítica do paradigma da modernidade representa uma crítica do individualismo, realizada desde diversas perspectivas teóricas e disciplinares (filosofia, sociologia, antropologia, psicanálise), o que permitiu ultrapassar a concepção do indivíduo como um dado natural, tornando possível pensar a subjetividade como uma construção histórica. Abriu-se assim espaço para uma multifacetada reflexão, para a qual convergem as mais importantes questões relativas à crise do paradigma moderno e às características do modelo emergente (natureza/cultura, sujeito/objeto, corpo/psiquismo, razão/paixão). Esta perspectiva, por sua vez, abre horizontes novos, distantes tanto do determinismo quanto do relativismo, para pensar a questão ética. Esta linha de pesquisa visa criticar tais pressupostos, ao mesmo tempo em que busca constituir-se no arcabouço da reflexão contemporânea sobre este tema e sobre suas consequências para as teorias jurídicas e políticas. Seus objetivos de reflexão e análise são os seguintes: 1. A descrição e a crítica das distintas perspectivas sobre o fundamento e o conceito do direito, compreendendo o exame das metodologias do direito e dos modelos de racionalidade jurídica, com vistas a possibilitar a compreensão do fenômeno normativo levando em conta as abordagens dogmáticas (direito como norma) e pragmáticas (direito como decisão); 2. A análise das construções jurídicas, das exigências normativas calcadas em afirmações morais com pretensões de universalidade e dos problemas de conhecimento que essas formulações suscitam no debate jurídico atual; 3. A problematização dos pressuposto.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Setores de atividade: Atividades de atenção à saúde humana.
Palavras-chave: ética; políticas públicas; mulheres negras; subjetividade; resistência.
2.
Questões Sócio-Ambientais, Estudos Culturais e Desenvolvimento Sustentável

Objetivo: Linha de pesquisa que relaciona pluralidade cultural e biodiversidade com o desenvolvimento social, na concepção de projetos que envolvam: capacitação, preservação do meio ambiente, auto-gestão e sustentabilidade econômica e social no Estado do Rio de Janeiro..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Serviço Social / Subárea: Serviço Social Aplicado.
Palavras-chave: mulheres negras; subjetividade; resistência; trabalho.
3.
Direitos Humanos, Democracia e Ordem Internacional

Objetivo: Objetivo: A linha de pesquisa dedica-se ao tema dos direitos humanos em sua configuração integral, de modo a abranger os chamados direitos civis, os direitos políticos e os direitos sócio-econômico-culturais, problematizando, assim, a natureza política em sentido amplo dos direitos humanos. De outra parte, a reflexão jurídica é assumida em um quadro pós-positivista, conectada com a filosofia moral e política. A partir desta perspectiva, põe-se a discussão em torno de saber se a existência e o exercício dos direitos humanos implicam uma forma determinada do Estado de Direito e do regime democrático-representativo e um modus vivendi da sociedade em geral, bem como o debate sobre o processo de constituição de direitos para além do Estado. Seus objetivos de reflexão e análise são os seguintes: 1. Os direitos humanos como acesso à cidadania: processos de reivindicação de direitos ainda não reconhecidos pelo Estado e suas instituições. O tema dos direitos humanos enseja o exame da problemática da formação de novos sujeitos políticos e de novas e diversas formas de participação política. Insere-se nesta perspectiva o estudo dos movimentos das denominadas minorias (racial, feminista, ecológica, consumidores, profissionais etc.), de sua atuação política em favor do reconhecimento de novos direitos, bem como a discussão em torno do direito aos direitos; 2. Os direitos humanos como lógica de democratização do Estado e da sociedade civil e sua incompatibilidade com as formas autoritárias e totalitárias de dominação política, abrangendo a análise de formas concretas de Estado (democrático, autoritário, populista, oligárquico, etc.), de sua organização jurídico-política, de suas relações com a lógica de democratização que é própria à vigência e expansão dos direitos humanos e de seu devir, face ao processo de constituição de autonomias que desafiam e interpelam as instituições constituídas; 3. A fundamentação e a operacionalização dos direitos humanos através da identificação de.
Palavras-chave: direitos humanos; Democracia.
4.
Formação Constitucional do Brasil

Objetivo: Investigar os processos constituintes e constitucionais brasileiros à luz das dinâmicas políticas, sociais, culturais e econômicas que os impulsionaram. Objetiva compreender os movimentos de determinação normativa de natureza constitucional a partir das singularidades sociais, econômicas e políticas brasileiras. Reflete sobre os ordenamentos constitucionais brasileiros mediante método interdisciplinar, para identificar as circunstâncias de origem de cada um deles..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: História do Direito.
Palavras-chave: História Constitucional brasileira; Pensamento Constitucional; Poder Constituinte.
5.
Teoria do Direito, Ética e Construção da Subjetividade
6.
Direito, Gênero, Raça e o Pensamento de Mulheres Negras no contexto da Diáspora Africana nas Américas: interlocução necessária para repensar as normas e o processo de elaboração normativa no Brasil


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Direito, Gênero, Raça e o Pensamento de Mulheres Negras no contexto da Diáspora Africana nas Américas: interlocução necessária para repensar as normas e o processo de elaboração normativa no Brasil
Descrição: Desde meados da década de 1970 "mulheres de cor", notadamente mulheres negras têm questionado o que tem sido denominado de feminismo tradicional. Seus questionamentos suscitam importantes reflexões relacionadas ao acesso aos direitos na medida em que ressaltam a importância de análises que articulem as dimensões de gênero, raça, classe e orientação sexual na elaboração normativa e de políticas públicas. Mulheres negras têm se constituído enquanto importantes agentes políticos no âmbito da luta por melhores condições vida da comunidade negra e na luta antirracista. Neste sentido, têm elaborado uma crítica contundente das sociedades nas quais vivem ao demonstrar que as desigualdades sociais são perpassadas pela raça além das questões relativas ao gênero. Mulheres negras têm contribuído para o debate acerca das relações familiares, violência contra as mulheres, direitos sexuais e reprodutivos, controle social de politicas públicas, trabalho, dentre outros temas relativos aos direitos humanos das mulheres. Neste sentido, o Direito tem desempenhado um papel importante enquanto mecanismo de luta das mulheres negras. No entanto, existe uma lacuna na produção teórica do Direito no que se refere a uma reflexão que abarque a produção intelectual de mulheres negras. Não obstante, a originalidade e o vigor da produção intelectual elaborada por mulheres negras no contexto da diáspora africana, notadamente nas Américas, o pensamento das mulheres negras ainda é pouco conhecido no Brasil e, especificamente, pelos acadêmicos e pesquisadores da área do Direito. Assim, o presente grupo de pesquisa propõe o estudo do pensamento de mulheres negras produzido no contexto da diáspora africana para estabelecer um diálogo com as teorias críticas do Direito. O objetivo é produzir pesquisas teóricas e empíricas que articulem gênero, raça, classe e orientação sexual na análise da produção normativa no âmbito do direito público e privado desde a perspectiva das mulheres negras..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Integrante / Márcia Nina Bernardes - Coordenador.
2017 - Atual
Análise das expressões da questão social no Núcleo de Prática Jurídica do Centro Universitário Geraldo di Biase (2014-2016)
Descrição: Desde as últimas três décadas do século XX podem ser observadas profundas mudanças na sociedade em razão da globalização econômica e do neoliberalismo. Estas mudanças têm causado profundas transformações no mundo do trabalho que, por sua vez, têm impactado as instituições sociais. Podemos perceber que estão ocorrendo grandes transformações nos modos de produção e reprodução da social. No âmbito da produção foram modificados os modos e as relações de produção que têm sido traduzidas no aumento do desemprego, da precarização e do trabalho autônomo. No âmbito da reprodução social podem ser verificadas mudanças na subjetividade dos indivíduos com o surgimento de novos grupos sociais e também na família que tem se afastado cada vez mais do modelo nuclear burguês. Neste sentido, vem ocorrendo o fenômeno da judicialização das relações sociais, ou seja, o Direito tem adquirido centralidade enquanto mediador das relações sociais. E é no conjunto dessas transformações que o Serviço Social tem enfrentado novos desafios para a sua atuação profissional, na medida em que atua diretamente sobre as expressões da questão social e tem sido desafiado a estabelecer um debate interdisciplinar no âmbito de sua atuação. Assim, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo geral apreender algumas expressões da questão social que tem se manifestado em Volta Redonda através da atuação do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do Centro Universitário Geraldo di Biase (UGB). Compreendemos que o NPJ pode ser considerado como uma área de atuação do Serviço Social no campo sociojurídico e, dessa forma, torna-se importante não só para a formação acadêmica e profissional dos estudantes de Direito, mas também para os estudantes de Serviço Social. Dentre os objetivos específicos estão: Verificar quais são as questões relativas ao mundo do trabalho e à família explicitadas no âmbito de atuação do NPJ do UGB; Investigar se são registrados casos de violência doméstica e intrafamiliar contra mulher no âmbito da atuação do NPJ do UGB; Verificar qual é o perfil dos assistidos; Levantar as possíveis demandas para a rede socioassistencial de Volta Redonda; Refletir junto aos alunos do curso de Serviço Social sobre a importância do NPJ como área de atuação do campo sociojurídico e de promoção da justiça social..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Coordenador.Número de orientações: 2
2013 - 2013
O ativismo político das comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas no Sul Fluminense
Descrição: A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, nos art. 215 e 216 dispõe sobre o reconhecimento e a importância de serem preservados e valorizados os patrimônios materiais e imateriais dos diferentes povos que contribuíram e contribuem para a formação do Estado brasileiro. Essa perspectiva aponta para a diversidade e o pluralismo valoriza as diferenças e está relacionada com a redefinição da ideia de nação e de identidade nacional. Antes do atual texto constitucional, com as restrições colocadas pela prática do tombamento, os valores que pautavam as políticas patrimoniais eram a excepcionalidade, autenticidade, materialidade e permanência do bem a ser protegido. Entretanto, o decreto n°. 3.551, de 04 de agosto de 2000, instituiu o Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial. No ano de 2005, o jongo foi reconhecido como patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e foi registrado no livro Formas de Expressão, que teve como base a pesquisa realizada pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular (CNFCP). Além disso, é fundamental destacar que esse fato se deve a mobilização política de diferentes grupos jongueiros existentes na região Sudeste do Brasil. O reconhecimento dos direitos culturais é um passo importante para a efetividade dos direitos humanos. Diante desse contexto, propusemos o projeto de pesquisa ?O ativismo político das comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas no Sul Fluminense?, pois o jongo é uma das expressões culturais mais marcantes da região. A presença do jongo no sul Fluminense decorre da forte influência cultural deixada pelos indivíduos que foram trazidos da África Central, os escravos genericamente denominados de bantus, durante o tráfico transatlântico de escravos e destinados ao trabalho nas lavouras, sobretudo de café..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Coordenador / Luana de Oliveira - Integrante / Igor Raposo Porto - Integrante / Monique Barbosa Dutra - Integrante / Pedro Paulo Machado - Integrante / Raquel Gonçalves Heleno - Integrante / Sonia Regina Rodrigues Maia - Integrante.
Número de produções C, T & A: 11 / Número de orientações: 5
2012 - Atual
Violência Doméstica e discriminação baseada em gênero: uma análise interdisciplinar da aplicação da normativa nacional e internacional no Brasil
Descrição: Violência doméstica é um tipo dentre outros de violência contra mulheres. Da mesma forma, mulheres não são as vítimas exclusivas desse tipo de abuso e outros grupos sociais também podem sofrer violência doméstica, tais como crianças e idosos. No entanto, a violência doméstica afeta desproporcionalmente as mulheres, e impede a sua participação social em condições de paridade com os homens. Afinal, o que há de tão específico na violência doméstica em relação a outras formas de violência? O que a define? Por que é tão grave? O primeiro objetivo da pesquisa, portanto, é discutir a natureza da discriminação contra a mulher e também o relacionamento entre a questão de gênero e outras formas de tratamento desigual em sociedades democráticas. (i) como pensar a relação entre público e privado na questão de gênero, (ii) como pensar a autonomia individual da mulher em uma estrutura patriarcal, (iii) como definir mulher para fins de formulação das normas jurídicas e das políticas públicas, considerando-se a crítica à identidade pós-estruturalista, e finalmente (v) qual o papel do direito e da política na definição das fronteiras entre público e privado e na proteção das minorias. O segundo objetivo dessa pesquisa reside no tratamento dessas questões no que se refere às politicas de enfrentamento da violência contra mulher, em especial na aplicação da Lei Maria da Penha vis-a-vis a normativa internacional sobre o tema. O objetivo aqui é identificar os standards desenvolvidos com relação (i) à definição de violência contra mulher (ii) ao perfil de mulher protegida, (iii) aos protocolos de acesso à Justiça para mulheres vítimas de violência, definidos de acordo com esse perfil; (iv) métodos de prova admitidos em função da especificidade desse tipo de violência (basta o testemunho da suposta vítima?) e (v) à amplitude da interferência do Estado na privacidade e na autonomia de vítimas de violência doméstica...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Integrante / Márcia Nina Bernardes - Coordenador / Adriana Vidal de Oliveira - Integrante / Rafaela Araújo Rodrigues - Integrante / Debora Cheskys - Integrante / Ana Carolina Pereira da Silva - Integrante / Mariana Imbelloni Braga Albuquerque - Integrante / Daniella Fernandes Ferrari - Integrante / Rafaela Miotto de Almeida - Integrante.
2011 - Atual
Programa de Educação Tutorial - Bases materiais do constitucionalismo brasileiro
Descrição: O projeto se vincula ao Programa de Educação Tutorial - PET JUR - e busca investigar os processos constituintes e constitucionais brasileiros à luz das dinâmicas políticas, sociais, culturais e econômicas que impulsionaram tais processos. O objetivo é, portanto, compreender os movimentos de determinação normativa de natureza constitucional a partir das singularidades sociais, econômicas e políticas brasileiras..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Integrante / Francisco de Guimaraens - Coordenador.
2010 - Atual
Discriminação baseada em gênero
Descrição: Esta pesquisa tem como objetivo examinar temas relacionados à questão de gênero no Brasil, no contexto do processo de redemocratização do país, bem como de dinâmicas que se tornaram possíveis graças a processos genericamente chamados de globalização política: transformações do Direito Internacional - criando uma espécie de legalidade (rule of law) supracional - a consolidação do regime internacional de direitos humanos e a emergência de uma sociedade civil transnacional. Trata-se de, por um lado, abordar a discussão epistemológica sobre gênero e desigualdade e, por outro lado, discutir questões político-jurídicas relacionadas às implicações da agenda política internacional e do Direito Internacional para o movimento de mulheres no Brasil..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Vanessa Santos do Canto - Integrante / Márcia Nina Bernardes - Coordenador / Adriana Vidal de Oliveira - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Ideias & Inovação - Lato Sensu
2009 - Atual
Periódico: Global Brasil (Rio de Janeiro)
2009 - Atual
Periódico: Lugar Comum (UFRJ)


Revisor de periódico


2011 - 2011
Periódico: Revista da ABPN
2012 - 2013
Periódico: Interfaces Científicas - Direito
2012 - Atual
Periódico: Direitos Culturais (Online)
2016 - Atual
Periódico: Revista Publicum
2017 - Atual
Periódico: Revista Jurídica CESUMAR. Mestrado
2017 - Atual
Periódico: Direito e Justiça (URI)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito Público.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito/Especialidade: História do Direito.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direitos Especiais/Especialidade: Direitos Humanos.


Idiomas


Francês
Compreende RazoavelmenteLê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende BemLê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2017
Aprovada em 3° lugar no concurso para professor substituto da UFF - Departamento de Serviço Social, Universidade Federal Fluminense.
2017
Aprovada em 4° lugar na seleção simplificada para professor temporário da UEMG - Departamento de Direito, Universidade do Estado de Minas Gerais.
2017
Aprovada em 2° lugar no concurso para professor temporário da UFRJ - Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas, Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2017
Aprovada em 5° lugar na seleção simplificada para professor temporário da UEMG - Departamento de Direito, Universidade do Estado de Minas Gerais.
2016
Aprovada em 6° lugar no concurso para professor substituto da UFF - Departamento de Segurança Pública, Universidade Federal Fluminense.
2013
Menção Honrosa na VIII Jornada de Iniciação Científica do UGB: Categoria Ciências Sociais Aplicadas, Centro Universitário Geraldo di Biase / PROPPEX.
2008
Bolsista de desempenho acadêmico, CAPES.
2007
Bolsista de desempenho acadêmico, CAPES.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CANTO, V. S.2017CANTO, V. S.. O direito à moradia adequada e o Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro. Revista ABPN, v. 9, p. 444-464, 2017.

2.
CANTO, V. S.2017CANTO, V. S.. Direito e História no Brasil: reflexões a partir da elaboração e implementação da Lei 10.639/2003. CADERNOS DO DEPARTAMENTO DE DIREITO DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO, v. 1, p. 01-15, 2017.

3.
CANTO, V. S.2014CANTO, V. S.. O debate sobre o modelo de reconhecimento entre Nancy Fraser e Axel Honneth e a atualização da teoria habermasiana. Cadernos do Departamento de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, v. III, p. 158-170, 2014.

4.
OLIVEIRA, L.2014OLIVEIRA, L. ; CANTO, V. S. ; PORTO, I.R. ; DUTRA, M. B. ; MACHADO, P. P. ; HELENO, R. G. ; MAIA, S. R. R. . O ativismo político de comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas no Sul Fluminense. Revista Episteme Transversalis, v. 7, p. 19-47, 2014.

5.
CANTO, V. S.2010 CANTO, V. S.. O devir mulher negra: uma proposta ontológica e epistemológica. Lugar Comum (UFRJ), v. 29, p. 59-79, 2010.

6.
CANTO, V. S.2009CANTO, V. S.. Resenha de livro: GARCIA, Antônia dos Santos. Desigualdades raciais e segregação urbana em capitais antigas: Salvador, cidade D´Oxum e Rio de Janeiro, cidade de Ogum. Rio de Janeiro: Garamond, 2009, 544p.. Revista África e Africanidades, v. 2, p. 1-6, 2009.

7.
SILVA, C. F. S.2008SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres negras brasileiras construindo identidades negras positivas: um caminho para consolidação da cidadania?. Revista África e Africanidades, v. 3, p. 1-12, 2008.

8.
CANTO, V. S.2008CANTO, V. S.. Resenha do livro ARRUTI, José Maurício Paiva Andion. Mocambo: Antropologia e história do processo de formação quilombola. Bauru, SP: Edusc, 2006. 368 p.. O Social em Questão, v. 18, p. 161-163, 2008.

9.
CANTO, V. S.2007CANTO, V. S.. Mocambo: antropologia e história do processo de formação quilombola. Em Debate (PUCRJ. Online), v. 6, p. 1-3, 2007.

10.
CANTO, V. S.2007CANTO, V. S.. Trabalhadores bancários: entre a cidadania usurpada e a violência institucionalizada. Em Debate (PUCRJ. Online), v. 06, p. 01-09, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
CANTO, V. S.. Brancas virtuais: mulheres negras no setor bancário. In: FONSECA, D.P.R.; LIMA, T.M.O.. (Org.). Outras mulheres: mulheres negras brasileiras ao final da primeira década do século XXI. 1ed.Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio, 2012, v. , p. 141-160.

2.
CANTO, V. S.. Mulheres negras e relações de poder. In: FONSECA, D. P R.; LIMA, T.M.O.. (Org.). Outras mulheres: mulheres negras brasileiras ao final da primeira década do século XXI. 1ed.Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio, 2012, v. , p. 39-48.

3.
CANTO, V. S.. O setor bancário e a "nova" subjetividade dos trabalhadores: uma análise da articulação de movimentos sociais e instituições na defesa dos direitos sociais. In: Lucí Faria Punheiro. (Org.). Movimentos Sociais, Políticas Sociais e Questão Social: elementos para uma análise da realidade no Brasil e América Latina. Rio de Janeiro: Gramma, 2011, v. , p. 73-86.

4.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres negras brasileiras construindo identidades negras positivas: um caminho para consolidação da cidadania?. In: Nágila Oliveira dos Santos; André Luiz S. Silva. (Org.). Cadernos África e Africanidades. 1ed.Rio de Janeiro: Revista África e Africanidades, 2009, v. 2, p. 75-90.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres negras brasileiras construindo identidades negras positivas: um caminho para consolidação da cidadania?. Boletim Gênero, Raça e Etnia - Fevereiro e Março de 2011 - ONU Mulheres Brasil e Cone Sul, Brasília, p. 1 - 10, 01 abr. 2011.

2.
RODRIGUES, A. S. ; CANTO, V. S. ; RODRIGUES, V. R. . A luta contra o racismo e os Direitos Humanos. ITINERANTE - Jornal da Liga dos Direitos Humanos, Rio Grande do Sul, p. 10 - 10, 01 jun. 2010.

3.
CANTO, V. S.. As cotas para negros no ensino superior e o biopoder. Global Brasil (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, p. 28 - 29, 24 maio 2010.

4.
CANTO, V. S.. Modulações biopolíticas e bioeconômicas: racismo e sexismo no setor bancário brasileiro. Global Brasil (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, p. 12 - 13, 01 out. 2009.

5.
RODRIGUES, A. S. ; CANTO, V. S. . Direitos Humanos e Racismo no Brasil. CRESS Informa: Jornal do Conselho Regional de Serviço Social do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, p. 16 - 16, 08 jun. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo de Pinheiral: entre História, memória e direitos. In: V Seminário Internacional de Políticas Culturais, 2014, Rio de Janeiro. Anais do V Seminário Internacional de Políticas Culturais. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2014. p. 01-14.

2.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo no Sul Fluminense: reflexõe sobre história, memória e direitos desde uma perspectiva interdisciplinar. In: XVI Encontro Regional de História da ANPUH-Rio, 2014, Rio de Janeiro. Anais do XVI Encontro Regional de História da ANPUH-Rio: saberes e práticas científicas. Rio de Janeiro: ANPUH-Rio, 2014.

3.
CANTO, V. S.. Relações de gênero e raça no setor bancário: algumas notas sobre o trabalho no contexto da reestruturação produtiva. In: IV Encontro Nacional de Política Social, 2009, Espírito Santo. Anais do IV Encontro Nacional de Política Social. Espírito Santo, 2009. p. 1-24.

4.
CANTO, V. S.. Inserção profissional de mulheres negras no trabalho do setor financeiro: possibilidades de resistência em tempos de crise do sindicalismo. In: X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais: sociedades desiguais e paradigmas em confronto, 2009, Braga. Desigualdades, Estado e sistemas políticos:classes e movimentos sociais, migrações e etnicidades. Braga: Universidade do Minho, 2009. v. VII. p. 143-148.

5.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres negras brasileiras e a construção de identidades negras positivas: trajetórias e rupturas de um debate político. In: IV Jornada Internacional de Políticas Públicas, 2009, São Luís. JOINPP: Anais da IV Jornada Internacional de Políticas Públicas. São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2009.

6.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres Negras Brasileiras Construindo Identidades Negras Positivas: um caminho para construção da cidadania?. In: 19ª Conferência Mundial de Serviço Social, 2008, Salvador. Caderno de trabalhos. Salvador: CFESS; CRESS 5ª Região e IFSW, 2008.

7.
CANTO, V. S.. Desigualdades étnico-raciais, trabalho e sujeitos políticos: um debate necessário. In: 19ª Conferência Mundial de Serviço Social, 2008, Salvador. Caderno de trabalhos. Salvador: CFESS; CRESS 5ª Região e IFSW, 2008.

8.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Novos sujeitos coletivos: mulheres negras brasileiras. In: XI Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social, 2008, São Luís. Trabalho, políticas socias e projeto ético-político profissional do assistente social: resistência e desafios. São Luís: Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social, 2008. p. 1-8.

9.
CANTO, V. S.. Trabalho e questão racial no Brasil: notas acerca de sua relação na contemporaneidade. In: XI Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social, 2008, São Luís. Trabalho, politicas sociais e projeto etico-politico profissional do assistente social: resistência e desafios. São Luís: Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social, 2008. p. 1-8.

10.
CANTO, V. S.. Mulheres Negras no Trabalho do Setor Financeiro: subjetividade e resistência em tempo de crise do sindicalismo. In: V Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros, 2008, Goiânia. V Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as: pensamento negro e anti-racismo. Goiânia: ABPN, UFG, UCG, UEG, NEAAD/UFG, CEAB/UCG, 2008.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo de Pinheiral: entre História, memória e direitos. In: II Simpósio de Pesquisa e de Prática Pedagógicas do UGB, 2014, Volta Redonda. Anais do II Simpósio de Pesquisa e de Prática Pedagógicas do UGB. Volta Redonda: UGB / FERP, 2014.

2.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo no Sul Fluminense: reflexõe sobre história, memória e direitos desde uma perspectiva interdisciplinar. In: XVI Encontro Regional de História - ANPUH-RJ, 2014, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos do XVI Encontro Regional de História - ANPUH-RJ, 2014.

3.
SANTOS, C. C. P. ; CANTO, V. S. . O direito à moradia adequada e resistência de mulheres negras na cidade do Rio de Janeiro. In: IV Congresso Baiano de Pesquisadores Negros, 2013, Cruz das Almas. Caderno de Resumos do IV Congresso Baiano de Pesquisadores Negros. Cruz das Almas: Universidade Federal da Bahia, 2013.

4.
CANTO, V. S.. A saúde da população negra no Congresso Nacional: breve análise do debate legislativo no processo de elaboração da Lei n. 12.288/2010 (Estatuto da Igualdade Racial). In: Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagogicas dos Docentes do UGB, 2013, Volta Redonda. Simpósio de Pesquisa e de Práticas Pedagogicas dos Docentes do UGB - Anais. Volta Redonda: Centro Universitário Geraldo di Biase, 2013. v. 01. p. 01-01.

5.
CANTO, V. S.. Mulheres Negras o setor bancário do município do Rio de Janeiro (relato de experiência de pesquisa). In: 3º Encontro de Pesquisa em Serviço Social, 2010, Taubaté. Livro de Resumos. Taubaté: UNITAU-Departamento de Serviço Social, 2010. p. 1-1.

6.
CANTO, V. S.. Inserção profissional de mulheres negras no trabalho do setor financeiro: possibilidades de resistência em tempos de crise do sindicalismo. In: X Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais: Sociedades Desiguais e Paradigmas em Confronto, 2009, Braga. Livro de resumos. Braga, 2009. p. 1-452.

7.
CANTO, V. S.. Mulheres negras no sistema bancário: subjetividade e resistência em tempos de crise do capitalismo. In: II Seminário Nacional ?O Feminismo no Brasil, Reflexões Teóricas e Perspectivas, 2008, Salvador. Livro de Resumos. Salvador: PPGNEIM; UNEB; SPM; DFID/UK, 2008. p. 1-124.

8.
CANTO, V. S.. Mulheres Negras no Trabalho do Setor Financeiro: subjetividade e resistência em tempo de crise do sindicalismo. In: V Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros, 2008, Goiânia. Caderno de resumos do V Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as. Goiânia: ABPN, UFG, UCG, UEG, NEAAD/UFG, CEAB/UCG, 2008.

9.
CANTO, V. S.. Inserção profissional e possibilidades de resistência de mulheres negras no setor financeiro em tempos de crise do sindicalismo. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 8: Corpo, Violência e Poder, 2008, Florianópolis. Caderno de Programação - Simpósio temático 01 - A questão racial no Brasil e as relações de gênero. Florianópolis, 2008.

Apresentações de Trabalho
1.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo de Barra do Piraí: um estudo sobre o perfil socioeconômico de jongueiros do Sul Fluminense. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
CANTO, V. S.. Direitos Humanos na interseccionalidade de gênero, raça e classe. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
CANTO, V. S.. O direito à moradia adequada e o Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Estado do Rio de Janeiro. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
CANTO, V. S.. Direito e História no Brasil: reflexões a partir da elaboração e implementação da Lei n. 10.639/2003. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O Jongo de Pinheiral: entre História, memória e direitos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, A. V. . O Jongo de Pinheiral: entre História, memória e direitos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O jongo no Sul Fluminense: reflexões sobre História, memória e direitos desde uma perspectiva interdisciplinar. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
CANTO, V. S.. A saúde da população negra no Congresso Nacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
CANTO, V. S.. Vandalizando o feminismo? Gênero, raça e desigualdades na contemporaneidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
HELENO, R. G. ; CANTO, V. S. ; OLIVEIRA, L. ; PORTO, I.R. ; DUTRA, M. B. ; MACHADO, P. P. ; MAIA, S. R. R. . O Jongo na cidade de Barra do Piraí: uma discussão sobre História, Memória e Direitos na contemporaneidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
CANTO, V. S.. Movimento feminista: história e dilemas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
CANTO, V. S.. O direito à saúde e população negra no Brasil: lutas, conquistas e desafios. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
CANTO, V. S.. A questão racial e os refugiados africanos no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
CANTO, V. S.. Refugiados Africanos no Rio de Janeiro: questões contemporâneas sobre a Diáspora Africana nas Américas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
SANTOS, C. C. P. ; CANTO, V. S. . O direito a moradia e as desigualdades: um estudo do impacto das remoções sobre a vida de mulheres moradoras de favelas da cidade do Rio de Janeiro - RJ. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
CANTO, V. S.. O Estatuto da Igualdade Racial e o debate público sobre racismo: reflexões sobre direitos e política no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
CANTO, V. S.. Metamorfoses do trabalho, racismo e sexismo: novos olhares, antigas questões. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
CANTO, V. S.. Então, não sou uma mulher? O direito à saúde e as mulheres negras no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
CANTO, V. S.. O Ano Internacional do Afrodescendentes e o Estatuto da Igualdade Racial no paradigma do racismo imperial. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
CANTO, V. S.. Políticas de redistribuição e de reconhecimento: contribuições críticas ao debate entre Axel Honneth e Nancy Fraser. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
CANTO, V. S.. O direito à saúde e a população negra no Brasil: um olhar sobre o "gênero", a "raça" e as políticas de gestão da vida na contemporaneidade. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
CANTO, V. S.. O debate sobre o modelo de reconhecimento entre Nancy Fraser e Axel Honneth e a atualização da teoria habermasiana. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

23.
SANTOS, C. C. P. ; CANTO, V. S. . Direito à Cidade e Resistência: o protagonismo político das mulheres face às remoções na cidade do Rio de Janeiro. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
CANTO, V. S.. Mulheres Negras, Política e Direito: uma análise do processo de elaboração do Estatuto da Igualdade Racial. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
CANTO, V. S.. O setor bancário e a "nova" subjetividade dos trabalhadores: uma análise da articulação entre movimentos sociais e instituições em defesa dos direitos sociais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
CANTO, V. S.. Diferença, Ética e constituição dos direitos: diálogo entre a teoria política feminista, a filosofia da diferença e o pensamento de Antonio Negri. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
CANTO, V. S.. Devir-mulher negra na Brasil contemporâneo. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
CANTO, V. S.. Direitos sexuais e reprodutivos e a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
CANTO, V. S.. Mulheres negras no setor bancário: processos identitários de gênero e raça em tempos de crise do capitalismo. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
CANTO, V. S.; RODRIGUES, A. S. ; IGNACIO, J. ; SILVA, C. F. S. . São mulheres e são negras: considerações iniciais sobre direitos sexuais e reprodutivos de mulheres negras no Município de Nova Iguaçu. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

31.
CANTO, V. S.. Corpos dóceis? Considerações sobre biopoder, biopolítica e identidades de gênero e raça nas sociedades de controle. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
CANTO, V. S.. Repensando gênero, raça, classe e identidade: considerações críticas acerca do lugar das mulheres negras no setor bancário do município do Rio de Janeiro. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
CANTO, V. S.. Raça, gênero e classe: novos desafios para o mundo do trabalho na contemporaneidade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
CANTO, V. S.. Mulheres Negras no Trabalho do Setor Financeiro: subjetividade e resistência em tempo de crise do sindicalismo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
CANTO, V. S.. Desigualdades étnico-raciais, trabalho e sujeitos políticos: um debate necessário. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Mulheres Negras Brasileiras Construindo Identidades Negras Positivas: um caminho para construção da cidadania?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
CANTO, V. S.. Trabalho e questão racial no Brasil: notas acerca de sua relação na contemporaneidade. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
CANTO, V. S.. Mulheres negras no setor bancário: subjetividade e resistência em tempo de crise do capitalismo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
CANTO, V. S.. Os negros e a concretização dos direitos. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
SILVA, C. F. S. ; CANTO, V. S. . Novos sujeitos coletivos: mulheres negras brasileiras.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
CANTO, V. S.. A discriminação do negro em Cuba: causas e consequências. Rio de Janeiro: Revista Lugar Comum/E-papers, 2010 (tradução de artigo).

2.
CANTO, V. S.. Conversações no impasse: dilemas políticos do presente - Parte 2. Rio de Janeiro: E-papers/Lugar Comum, 2010 (tradução de artigo).

3.
CANTO, V. S.. Conversações no impasse: dilemas políticos do presente - Parte 1. Rio de Janeiro: E-papers/Lugar Comum, 2010 (tradução de artigo).

4.
CANTO, V. S.. O devir-mulher negra: subjetividade e resistência em tempos de crise do capitalismo 2009 (Dissertação de mestrado).

5.
CANTO, V. S.. Sieyès e o poder constituinte: uma abordagem crítica. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2006 (Monografia de conclusão de curso de graduação em Direito).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CANTO, V. S.; IGNACIO, J. . Relatório para subsidiar a elaboração do Plano Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Rio de Janeiro - Eixo: Direito à moradia, terra e habitação. 2012.

Trabalhos técnicos
1.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Jurídica Cesumar. 2017.

2.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Direitos Culturais. 2016.

3.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Publicum. 2016.

4.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Interfaces Científicas - Direito. 2013.

5.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Direitos Culturais. 2013.

6.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Ideias e Inovação - Lato Sensu. 2013.

7.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Interfaces Científicas - Direito. 2012.

8.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Interfaces Científicas - Direito. 2012.

9.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para o 5º Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão da UNIMONTES. 2011.

10.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista da ABPN. 2011.

11.
FONSECA, Denise P. R. ; CEVA, A. L. A. ; PASSOS, Ana Helena I. ; CANTO, V. S. ; RODRIGUES, M. I. ; PIRES, T. . Relatório do Seminário Nacional sobre a Proteção e Promoção da Liberdade Religiosa no Brasil - Um dever do estado e da Sociedade. 2009.

12.
CANTO, V. S.. Parecer técnico para publicação: Revista Lugar Comum, n. 29. 2009.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MENDES, A. F. ; CANTO, V. S. . Sistema de Cotas nas Universidades Públicas. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
CANTO, V. S.. Políticas para a Promoção da Igualdade Racial. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
CANTO, V. S.. Colóquio Diversidade Étnicorracial: um debate contemporâneo. 2014. (Coordenação de Mesa Redonda).

3.
CANTO, V. S.. Formação de Professores no Projeto A Cor da Cultura. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
CANTO, V. S.. A produção de conhecimento sobre gênero e raça no Serviço Social. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
CANTO, V. S.. Unidade I do Módulo I - Trajetória Sóciocultural dos Negros e Indígenas e Unidade I do Módulo II - A Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial - UNIAFRO/UNIMONTES. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

6.
CANTO, V. S.; OLIVEIRA, L. . O ativismo político de comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas. 2013. (Relatório de pesquisa).

7.
CANTO, V. S.. O ativismo de mulheres negras e a constituição dos direitos. 2012. (Coordenação de Mesa Redonda).

8.
CANTO, V. S.. II Curso de Introdução ao Pensamento de Michel Foucault. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
CANTO, V. S.. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Etnicorraciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana: Gestão. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
CANTO, V. S.. Gênero, Raça e Sexualidade. 2011. (Coordenação de Grupo de Trabalho).

11.
CANTO, V. S.. Gênero como Sistemas de Justiça: que mulheres são protegidas e de que forma?. 2011. (Coordenação de Grupo de Trabalho).

12.
CANTO, V. S.. Introdução ao pensamento de Michel Foucault. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
CANTO, V. S.; RODRIGUES, B. A. C. . Apostilas para o curso Saúde e Aprovação - Serviço Social. 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático).

14.
CANTO, V. S.. Mulher negra no sistema bancário. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

15.
CANTO, V. S.; IGNACIO, J. . Questão Social e Questão Racial no Brasil. 2009. (Oficina).

16.
FONSECA, Denise P. R. ; GIACOMINI, Sonia Maria ; MOREIRA, A. ; CEVA, A. L. A. ; CANTO, V. S. . Relatório da Reunião de Avaliação da 1ª Etapa da Pesquisa de Mapeamento das Casas de Religiões de Matriz Africana do Rio de Janeiro. 2009. (Relatório).

Demais trabalhos
1.
CANTO, V. S.. Direitos Humanos e políticas públicas de enfrentamento ao racismo:algumas considerações acerca do Poder Judiciário. 2010 (Palestra) .

2.
SZANIECKI, Barbara ; SILVEIRA, Sérgio Amadeu ; BENTES, I. ; CANTO, V. S. . Direitos e políticas culturais. 2010 (Mesa Redonda) .

3.
CANTO, V. S.. Direitos Humanos e políticas públicas de enfrentamento ao racismo:algumas considerações acerca do Poder Judiciário. 2010 (Palestra) .

4.
BERTULIO, D. L. L ; PRUDENTE, W. R. ; SILVA, L. F. M. ; CANTO, V. S. . Rompendo barreriras: ações afirmativas, Poder Judiciário e o Estado brasileiro. 2010 (Mesa redonda) .

5.
CANTO, V. S.. Gênero, raça e direitos humanos: uma análise da elaboração dos documentos de proteção aos direitos das mulheres negras no Brasil. 2009 (Palestra) .

6.
CUNHA JUNIOR, H. A. ; FONSECA, Denise P. R. ; CANTO, V. S. . Os Direitos Humanos e a diversidade: políticas afirmativas em debate. 2009 (Mesa redonda) .

7.
CANTO, V. S.; IGNACIO, J. . A política habitacional e o Serviço Social. 2009 (Palestra) .

8.
CANTO, V. S.. Aprovada no 33º Exame da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB/RJ. 2008 (Aprovação em concurso público) .

9.
CANTO, V. S.. Aprovada em 2º lugar na seleção pública para ingresso no Curso de Mestrado do Departamento de Serviço Social da PUC-RIO. 2006 (Aprovação em concurso público) .

10.
CANTO, V. S.. Aprovada na seleção pública para ingresso no Programa de Monitoria do Departamento de Direito da PUC-Rio na disciplina de Direito Constitucional I. 2006 (Aprovação em concurso público) .

11.
CANTO, V. S.. Aprovada na seleção pública para ingresso no Programa de Monitoria do Departamento de Direito da PUC-Rio na disciplina de Direito Constitucional II. 2006 (Aprovação em concurso público) .

12.
CANTO, V. S.. Aprovada na seleção pública para estagiára do curso de Direito da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro. 2005 (Aprovação em concurso público) .

13.
CANTO, V. S.. Aprovada na seleção pública para estagiára de direito do Ministério Público do Trabalho - Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região. 2004 (Aprovação em concurso público) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CHRISTIAN, A.; BORGES, A.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Luiza Ramos Figueiredo Goncalves.Trabalho escravo: um crime que ainda existe. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

2.
PIRES, T.; SCHETTINI, A. M. B.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Larissa Maria da Silva Vicente.Racismo institucional no Brasil e Poder Judiciário: um olhar sobre os casos de intolerância religiosa contra as religiões de matriz africana no Estado do Rio de Janeiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

3.
COSTA, B. M.; FERREIRA, F. G. A.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Júlia Hauaji Rangel Franco.A lei de drogas e o encarceramento feminnino. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

4.
PIRES, T.; BERNARDES, M. N.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Paula Breatriz Duarte Celano.O papel da heteronormatividade nos processos de homogeneização e dominação social. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

5.
CARDOSO, C. R.; DELLORTO, C. L. B.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Letícia França Corrêa.Racismo: reflexões sobre as restrições constitucionais. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

6.
LEITE, Fábio Carvalho; MARTEL, L. C. V.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Mayara Rahman Rufino.Ações afirmativas e o Princípio da Igualdade: a constitucionalidade do sistema de cotas raciais no ordenamento jurídico brasileiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

7.
ALEGRIA, I.; SILVA, Katia R. C.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Juliana Mamede Wiering de Barros.Transexualidade: os efeitos no ordenamento jurídico brasileiro. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

8.
SILVA, G.; CANTO, V. S.; NASCIMENTO, E. M.. Participação em banca de Leonardo Francisco de Oliveira.O fenômeno dos guetos: um estudo sobre a homossexualidade na boate Auê no município de Volta Redonda. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase.

9.
PIRES, T.; VARELA, T. R.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Caroline Lyrio Silva.Racismo institucional e Poder Judiciário: o impacto da atuação jurisprudencial do TJRJ. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

10.
PIRES, T.; VARELA, T. R.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Yuri Coimbra Muniz.Desigualdades raciais e Direito: análise jurídica da Lei 10.639/03 e seus mecanismos de efetivação. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

11.
CAVALLAZZI, R. L.; CALIXTO, M. J.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Lucas Giovannoni Oliveira.Superendividamento e crédito consignado. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

12.
MARTINS, A. H. P. S. W.; WILLEMAN, Marianna Montebello; CANTO, V. S.. Participação em banca de Adriana de Souza Machado.A titularidade dos serviços de saneamento básico no Brasil. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

13.
PEIXINHO, M. M.; TOSTES, André Hermanny; CANTO, V. S.. Participação em banca de Ivo Paes Barreto Filho.Responsabilidade civil do Estado por omissão na saúde. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

14.
LEITE, Fábio Carvalho; SOARES, R. C. L.; CANTO, V. S.. Participação em banca de Marcella Parpinelli Moliterno.O direito à saúde no ordenamento jurídico brasileiro e a política de dispensação de medicamentos. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

15.
ACIOLI, Felipe Girdwood; PANTOJA, TERESA C. G; CANTO, V. S.. Participação em banca de Fernanda Soeiro de Britto.Os critérios para estabelecer o preço de emissão de ações e sua configuração prática. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VI Congresso Internacional Constitucionalismo e Democracia. O direito À moradia adequada e o Plano Estadual de Promoção da Iguaçdade Racial do Estado do Rio de Janeiro. 2016. (Congresso).

2.
Colóquio Diversidade Étnicorracial: um debate contemporâneo. 2014. (Outra).

3.
III Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial do Rio de Janeiro. 2013. (Outra).

4.
Seminário Direitos Humanos: história e contemporaneidade. 2013. (Seminário).

5.
IV Fórum de Imigração do Rio de Janeiro.A questão racial e os refugiados africanos no Brasil. 2012. (Seminário).

6.
VII JORNIC - As bases históricas do assistencialismo no Brasil. 2012. (Outra).

7.
XXI Congresso Nacional do CONPEDI - Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito. 2012. (Congresso).

8.
III Seminário Municipal de Equidade em Saúde da População Negra do Rio de Janeiro. 2011. (Seminário).

9.
Seminário de Reflexão e Memória da Cultura Afrobrasileira:.Direito à Cidade e Resistência: o protagonismo político das mulheres negras face às remoções na cidade do Rio de Janeiro. 2011. (Seminário).

10.
Seminário Diversidade, Cultura Afro-Brasileira e Educação das Relações Etnicorraciais. 2011. (Seminário).

11.
Seminário Políticas de Ação Afirmativa: desafios e conquistas. 2011. (Seminário).

12.
XI Congresso Luso-Afro Brasileiro de Ciências Sociais. O direito à saúde e a população negra no Brasil: um olhar sobre o "gênero", a "raça" e as políticas de gestão da vida na contemporaneidade. 2011. (Congresso).

13.
Jornadas Antonio Negri.Diferença, Ética e constituição dos direitos: diálogo entre a teoria política feminista, a filosofia da diferença e o pensamento de Antonio Negri. 2010. (Seminário).

14.
Jornadas de Jovens Pesquisadores.O setor bancário e a "nova" subjetividade dos trabalhadores: uma análise da articulação entre movimentos sociais e instituições em defesa dos direitos sociais. 2010. (Outra).

15.
Seminário Cultura, trabalho e cidade: dos direitos do trabalho ao trabalho dos direitos - Homenagem a Joaquim Herrera Flores.Direitos e Políticas Culturais. 2010. (Seminário).

16.
Seminário da Pós-Graduação em Direito da PUC-Rio.Direitos sexuais e reprodutivos e a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra. 2010. (Seminário).

17.
Seminário O Devir-Mulher do Mundo.O devir-mulher negra no Brasil contemporâneo. 2010. (Seminário).

18.
VI Congresso Brasileiro de Pesquisadores(as) Negros(as). Afrodiáspora: saberes pós-coloniais, poderes e movimentos sociais. Rompendo barreiras: políticas de ação afirmativa, Poder Judiciário e o Estado brasileiro. 2010. (Congresso).

19.
Congresso Internacional Além do Muro 1989-2009. Mulheres negras no setor bancário: processos identitários de gênero e raça em tempos de crise do capitalismo. 2009. (Congresso).

20.
II Colóquio Internacional de Filosofia Política: Estratégias, Relações de Poder e Liberdade. 2009. (Outra).

21.
II Seminário Nacional de Direito Ambiental da OAB/RJ. 2009. (Seminário).

22.
I Jornada de Educação para Igualdade Racial na Baixada Fluminense. 2009. (Outra).

23.
I Seminário Internacional Direitos Humanos, Políticas Públicas e Relações Raciais - Brasil & EUA. 2009. (Seminário).

24.
I Seminário Internacional Gênero Raça Classe e Identidade Social no Brasil e na França.Repensando Gênero, Raça, Classe e Identidade: considerações críticas acerca do lugar das mulheres negras no trabalho do setor bancário do município do Rio de Janeiro. 2009. (Seminário).

25.
I Seminário Nacional de Estudos de Trabalho e Política. 2009. (Seminário).

26.
Palestra Racismo e Sociedade. 2009. (Outra).

27.
Pré-Congresso SINTUPERJ 2009. Raça, gênero e classe: novos desafios para o mundo do trabalho na contemporaneidade. 2009. (Congresso).

28.
Seminário Educação, Sexualidade, Gênero e Diversidade.Corpos dóceis? Considerações sobre biopoder, biopolítica e identidades de gênero e raça nas sociedades de controle. 2009. (Seminário).

29.
Seminário Internacional Informação, Poder e Política: Novas Mediações Tecnológicas e Institucionais. 2009. (Seminário).

30.
Seminário Nacional sobre a Proteção da Liberdade Religiosa no Brasil: um dever do Estado e da Sociedade. 2009. (Seminário).

31.
Seminário O Judiciário Debate a Discriminação Racial. 2009. (Seminário).

32.
V Jornada de Intercâmbio de Trabalhos de Serviço Social na Área de Saúde do Estado do Rio de Janeiro / I Encontro de Serviço Social da UFRJ.São mulheres e são negras: considerações iniciais sobre direitos sexuais e reprodutivos de mulheres negras Município de Nova Iguaçu. 2009. (Encontro).

33.
19ª Conferência Mundial de Serviço Social. Desigualdades Étnico- Raciais, Trabalho e Sujeitos Políticos: um debate necessário. 2008. (Congresso).

34.
19ª Conferência Mundial de Serviço Social. Mulheres negras brasileiras construindo identidades negras positivas: um caminho para construção da cidadania?. 2008. (Congresso).

35.
Os Negros e a Concretização dos Direitos: Reflexões em Comemoração ao Dia da Consciência Negra..Abertura do Seminário Os Negros e a Concretização dos Direitos: Reflexões em Comemoração ao Dia da Consciência Negra.. 2008. (Seminário).

36.
Seminário Sobre Favelas. 2008. (Seminário).

37.
Somos +10: alunos do mestrado em Serviço Social apresentam seus projetos.Mulheres negras no setor bancário: subjetividade e resistência em tempos de crise do capitalismo. 2008. (Seminário).

38.
V Congresso Brasileiro de Pesquisadores/as Negros/as: pensamento negro e anti-racismo. Comunicação oral. 2008. (Congresso).

39.
XI Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social.Novos sujeitos coletivos: mulheres negras brasileiras. 2008. (Encontro).

40.
XI Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social.Trabalho e questão racial no Brasil: notas acerca de sua relação na contemporaneidade. 2008. (Encontro).

41.
II Congresso Internacional de Direitos Sociais da Procuradoria Geral do Municipio do Rio de Janeiro. 2007. (Congresso).

42.
I Seminário Formas de Discriminação no Mundo do Trabalho. 2007. (Seminário).

43.
Seminário Direito Coletivo do Trabalho, à luz da Emenda 45 ? Aspectos Materiais e Processuais. 2006. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BERNARDES, M. N. ; OLIVEIRA, A. V. ; CANTO, V. S. . Oficina Temas de Direito e Gênero e Conferência Violência Contra a Mulher no Direito Comparado e Internacional. 2011. (Outro).

2.
PIRES, T. ; CANTO, V. S. . Seminário de Reflexão e Memória da Cultura Afrobrasileira: "O Ano Internacional dos Afrodescendentes e a Resistência Política dos Negros no Brasil de Zumbi dos Palmares a Abdias Nascimento". 2011. (Outro).

3.
GUIMARAENS, F ; SANTIAGO, H. S. ; ROCHA, M. A. ; STERN, A. L. S. ; MENDES, A. P. ; VIEIRA, R. B. ; CANTO, V. S. . Jornadas Antonio Negri 2011. 2011. (Outro).

4.
ALMEIDA, M. S. ; BORGES, R. ; MÜLLER, Tânia M. P. ; FELISBERTO, F. ; LIMA, Augusto César Gonçalves e ; RENATO JR., R ; PEREIRA, Amilcar Araujo ; CANTO, V. S. ; ANDRADE, M. A. S. . VI Congresso Brasileiro de Pesquisadores(as) Negros(as). Afrodiáspora: saberes pós-coloniais, poderes e movimentos sociais. 2010. (Congresso).

5.
MENDES, P. B. ; JANOARIO, R. S. ; CANTO, V. S. . Debate em defesa das cotas raciais.. 2009. (Outro).

6.
CANTO, V. S.; RODRIGUES, A. S. ; SILVA, C. F. S. ; IGNACIO, J. . Os Negros e a Concretização dos Direitos: Reflexões em Comemoração ao Dia da Consciência Negra. 2008.. 2008. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Douglas de Lima Pereira. A cor e a violência: genocídio da juventude negra na cidade de Volta Redonda?. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. (Orientador).

2.
Maiara Andressa da Silva Lima. Controle social de políticas públicas: uma análise da atuação do movimento negro de Volta Redonda. Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Bruna Resende da Conceição. Uma análise de gênero e raça nas relações familiares a partir dos atendimentos realizados no Núcleo de Prática Jurídica do UGB. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. (Orientador).

2.
Daniele Ferreira dos Santos Alves. A esfera privada, a heteronormatividade e o gênero: uma análise de arranjos familiares a partir dos atendimentos realizados no Núcleo de Prática Jurídica do UGB. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Carolina Câmara Pires dos Santos. A raça do gênero? As guerreiras da Estradinha e a luta pelo direito à moradia adequada.. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio. Orientador: Vanessa Santos do Canto.

Iniciação científica
1.
Igor Raposo Porto. O direito à assistência social e as comunidades jongueiras de Barra do Piraí e Pinheiral. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. Orientador: Vanessa Santos do Canto.

2.
Monique Barbosa Dutra. O ativismo político das comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas em Barra do Piraí. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. Orientador: Vanessa Santos do Canto.

3.
Pedro Paulo Machado. O perfil socioeconômico dos jongueiros do município de Barra do Piraí. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. Orientador: Vanessa Santos do Canto.

4.
Sonia Regina Rodrigues Maia. O ativismo político das comunidades jongueiras no processo de implementação de políticas públicas em Pinheiral. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. Orientador: Vanessa Santos do Canto.

5.
Raquel Gonçalves Heleno. O perfil socioeconômico dos jongueiros do município de Pinheiral. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Serviço Social) - Centro Universitário Geraldo di Biase. Orientador: Vanessa Santos do Canto.



Educação e Popularização de C & T



Cursos de curta duração ministrados
1.
CANTO, V. S.. Formação de Professores no Projeto A Cor da Cultura. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Outras informações relevantes


Participei do GT Moradia e do GT Gênero durante o processo de elaboração de propostas e organização do Fórum Justiça ocorrido nos dias 08 e 09 de novembro de 2011, na UERJ, campus Maracanã.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 6:49:49