Luiz Armando Steinle Camargo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9578727553635730
  • Última atualização do currículo em 24/04/2018


Doutor pelo Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétrica da Universidade de São Paulo - USP (2015), com estágio no Dep. of Industrial Economics and Technology Management - NTNU (2012-2013); Mestre em Engenharia de Infraestrutura pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica - ITA (2005) e Engenheiro Civil pela Universidade de São Paulo - USP (2002). Possui extensa experiência profissional de mais de 14 anos atuando em engenharia consultiva e gestão de projetos de grande porte nas áreas de Energia, Óleo & Gás. De 2013 a 2017 foi Sócio Administrador/General Manager da BBB Energias Renováveis Ltda, filial na América Latina da BBB-Umwelttechnik GmbH (Grupo Ramboll), uma das principais empresas de consultoria alemã especializada em engenharia eólica. Prestou serviços que incluíram a emissão de certificados de vento e energia (bankable), avaliações eólicas, due dilligences em processos de aquisição de projetos/parques eólicos, project valuation, dentre outros serviços de assessoria para desenvolvimento e operação de parques eólicos no ACR e ACL. Desde 2010 atua como consultor da MRTS Consultoria e Engenharia Ltda nas áreas de geração e energias renováveis, regulação do setor elétrico, estratégia empresarial, análise de risco, comercialização de energia e investimentos em geração, desenvolvimento de ferramentas para tomada de decisões complexas e modelagem institucional do setor elétrico. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Luiz Armando Steinle Camargo
Nome em citações bibliográficas
CAMARGO, L. A. S.;STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO

Endereço


Endereço Profissional
Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas - PEA.
Cidade Universitária
Butantã
05508900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 30915503


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2015
Doutorado em Engenharia Elétrica.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
com período sanduíche em Norwegian University of Science and Technology (Orientador: Stein-Erik Fleten).
Título: Estratégias de comercialização e investimento, com ênfase em energias renováveis, suportadas por modelos de otimização especializados para avaliação estocástica de risco x retorno, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Prof. Dr. Dorel Soares Ramos.
Palavras-chave: Estratégias de Comercialização e Investimento; Análise Risco e CVaR; Otimização Estocástica; Estratégias de Contratação; Energias Renováveis.
Grande área: Engenharias
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Avaliação de Investimentos.
Setores de atividade: Eletricidade, gás e outras utilidades.
2003 - 2005
Mestrado em Engenharia de Infra-Estrutura Aeronáutica.
Instituto Tecnológico de Aeronáutica, ITA, Brasil.
Título: Avaliação e Gestão Sustentável do Uso da Terra Utilizando a Metodologia TIM - Threat Identification Model,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Prof. Dr. Wilson Cabral de Sousa Júnior.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Análise de Desenvolvimento; Modelagem computacional; Sistemas de Informações Geográficas (SIGs).
Grande área: Engenharias
1998 - 2002
Graduação em Engenharia Civil.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Engenheiro Civil.




Formação Complementar


2012 - 2012
Investimentos sob Incertezas. (Carga horária: 25h).
Norwegian University of Science and Technology, NTNU, Noruega.
2012 - 2012
Métodos Quantitativos em Finanças. (Carga horária: 25h).
Norwegian University of Science and Technology, NTNU, Noruega.
2012 - 2012
Commodities. (Carga horária: 25h).
Norwegian University of Science and Technology, NTNU, Noruega.
2011 - 2011
Avaliação de Investimentos. (Carga horária: 120h).
New York University - Stern School of Business, NYU Stern, Estados Unidos.
2010 - 2010
Precificação e Comercialização de Energia Elétrica. (Carga horária: 80h).
Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, EP/USP, Brasil.
2010 - 2010
Avaliação e Gerenc. de Risco no Mercado Energético. (Carga horária: 80h).
Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, EP/USP, Brasil.
2010 - 2010
Energia Eólica: Viabilidade Técnico-Econômica. (Carga horária: 80h).
Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, EP/USP, Brasil.
2010 - 2010
? Decisões Financeiras sob Condições de Risco. (Carga horária: 80h).
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - USP, FEAC/USP, Brasil.
2010 - 2010
?Modelos de Precificação de Ativos Financeiros. (Carga horária: 80h).
Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade - USP, FEAC/USP, Brasil.
2007 - 2007
Payments for Ecosystem Services. (Carga horária: 80h).
University of Vermont, UVM, Estados Unidos.
2007 - 2007
2nd Payments for Ecosystem Services Conference. (Carga horária: 80h).
University of Vermont, UVM, Estados Unidos.
2005 - 2005
Ferramentas Econômicas para a Conservação. (Carga horária: 120h).
Conservation Strategy Fund, CSF, Estados Unidos.
2005 - 2005
Sistemas de Informações Geográficas - SIG. (Carga horária: 30h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
2003 - 2003
"Gestão da qualidade do Ar em Centros Urbanos". (Carga horária: 20h).
Instituto do Banco Mundial, WBI, Estados Unidos.


Atuação Profissional



MRTS Consultoria e Engenharia Ltda, MRTS, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Senior, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2010 - 2017
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 20

Atividades

1/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , MRTS Consultoria e Engenharia Ltda, .

1/2012 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, MRTS Consultoria e Engenharia Ltda, .

Cargo ou função
Consultor.

BBB Umwelt Energias Renováveis Ltda, BBB-UMWELT, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2017
Vínculo: Sócio-Diretor, Enquadramento Funcional: Sócio Diretor, Carga horária: 20
Outras informações
De origem alemã, a BBB-Umwelttechnik oferece serviços especializados de consultoria e engenharia na área de energias renováveis. Atuando internacionalmente desde 1996, acumula sólida expertise embasada em mais de 25GW em Due Dilligence, 500 avaliações de recursos eólicos e estimativas de produção de energia e no desenvolvimento e comissionamento independente de mais de 200MW de geração eólica. O portfólio de serviços engloba: Due Dilligence Técnica, Medições Meteorológicas, Avaliações de Produção de Energia, Estudos de Viabilidade, Planejamento e Gerenciamento de Projetos, Obras e Contratos de O&M, treinamentos, dentre outros. Credenciada pela Ilac-MRA e DAkks e membro do conselho consultivo da Associação Alemã de Energia Eólica (BWE).

Atividades

09/2013 - 08/2017
Pesquisa e desenvolvimento , BBB Umwelt Energias Renováveis Ltda - SP - Brasil, .

09/2013 - 07/2017
Serviços técnicos especializados , BBB Umwelt Energias Renováveis Ltda - SP - Brasil, .

Serviço realizado
Due Dilligence Técnica, Medições Meteorológicas, Avaliações de Produção de Energia, Estudos de Viabilidade, Planejamento e Gerenciamento de Projetos, Obras e Contratos de O&M, treinamentos, dentre outros..

GENPRO Engenharia S.A., GENPRO, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Coordenador de Projeto, Enquadramento Funcional: Coordenador de Integração de Projeto, Carga horária: 44
Outras informações
Coordenador de integração em Projetos Industriais para o Setor de Óleo & Gás. Gestão de Projetos.

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Engenheiro Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 44

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Engenheiro Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 43
Outras informações
Engenharia Consultiva. Área de Atuação: Gestão e Elaboração de Projetos para Empreendimentos Industriais do setor Óleo e Gás.

Atividades

07/2009 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
Coordenador de integração em Projetos Industriais para o Setor de Óleo & Gas. Gestão de Projetos..
07/2009 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
333 - Prestação de Serviços de Consultoria - OPI - ODEBRECHT PLANTAS INDUSTRIAIS - São Paulo, SP.
07/2009 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
345 - Projeto de Detalhamento para Implantação POY-PET - CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S.A. - São Paulo, SP.
07/2009 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
347 - P-58 e P-62 MTO - CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S.A. - São Paulo, SP.
07/2009 - 02/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
367 - Premium I & II Utility and OSBL Areas - Basic Design And FEED - FOSTER WHEELER - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
316 - Serviços de Engenharia para conclusão do projeto básico e detalhado de sistemas, infra-estrutura e instalações prediais do Laboratório de Geração Núcleo-Elétrica - LABGENE. - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
320 - Prestação de Serviços de Engenharia para consolidação do Projeto Básico e Elaboração do Projeto Executivo para o Projeto Eteno Verde - Produção de Eteno de Álcool para o site da COPESUL localizado em Triunfo - RS - BRASKEM - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
330 - Prestação de Serviços de Engenharia para a Conclusão do Projeto do Lote B nos Terminais de Guarulhos e Guararema da Transpetro. - CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT S.A. - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
331 - Prestação de Serviços de Engenharia de Proposta do Projeto das Plataformas FPSO dos Campos de Iara e Guará, localizados na Bacia de Santos. - OOG - ODEBRECHT ÓLEO E GÁS - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
333 - Prestação de Serviços de Consultoria - OPI - ODEBRECHT PLANTAS INDUSTRIAIS - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
335 - Nueva Unidad de Reforming con Regeneración Continua (CCR) y modificaciones en Unidades Asociadas - ing. de detalle - OPI. - ODEBRECHT PLANTAS INDUSTRIAIS - São Paulo, SP.
07/2008 - 07/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
338 - Prestação de Serviços de Engenharia de Detalhamento do Projeto de Escoramento Metálico interno e externo da Igreja de Mataripe, na RLAM. - PETROBRAS - PETRÓLEO BRASILEIRA S/A - São Paulo, SP.
07/2007 - 07/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
Engenharia Consultiva. Área de Atuação: Gestão e Elaboração de Projetos para Empreendimentos Industriais do setor Óleo e Gás..
07/2007 - 07/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
281 - Serviços de Engenharia para Projeto de Detalhamento da Estação de Tratamento de Condensado da Petrobrás-RPBC. - PETROBRAS - PETRÓLEO BRASILEIRA S/A - São Paulo, SP.
07/2007 - 07/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
290 - Serviços de Engenharia de Projetos, Gerenciamento de Suprimentos de equipamentos e materiais e Gerenciamento de Obras - BRENCO - São Paulo, SP.
07/2007 - 07/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
294 - Serviços de Engenharia de Detalhamento para o OSBL para o Projeto PETROQUIMICA SUAPE PTA para Companhia Petroquimica de Pernambuco, Suape - PE. - PETROQUÍMICA SUAPE - São Paulo, SP.
07/2007 - 07/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria de Engenharia, .

Cargo ou função
302 - Serviços de elaboração de Projetos Conceituais, Projetos Básicos, Projetos Executivos detalhados, prestação de Assistências Técnicas à Construção e Montagem e Revisão de Projetos Conforme Construídos - TRANSPETRO - São Paulo, SP.

Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas ?EPUSP, PEA/EPUSP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando - Gepea

Atividades

09/2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas - PEA, GEPEA - Grupo de Energia.


Steinle Camargo Consultoria Ltda, SCC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Prestação de Serviços de Engenharia Consultiva na área de Energia: Análise de Investimento e Estratégias de Comercialização. Elaboração de P&Ds na área de Energia: Comercialização, Investimentos e Regulação.

Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Prestação de Serviços de Engenharia Consultiva em Gestão e Desenvolvimento de Projetos de Engenharia Industrial.

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Consultoria de engenharia para Empresas (Privadas e Estatais) e ONGs. Participação em Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) nas áreas de Energia, Infraestrutura e Análise de Desenvolvimento Economico e Ambiental.

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Sócio, Enquadramento Funcional: Consultor
Outras informações
Empresa de Engenharia Consultiva. Prestação de Serviços em Projetos de Geomática Aplicada e Análise de Desenvolvimento Local/Regional com o enfoque Econômico e Ambiental. Participalção em Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) nas áreas de Infraestrutura e Meio Ambiente.


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Pesquisador/CNPq, Enquadramento Funcional: Pesquisador em projeto no Inst. de Economia, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisador no Instituto de Economia em Projeto vinculado ao PPG7-Banco Mundial. Bolsista CNPq, classe DTI-E. Área de Atuação: Análise Econômica de Desenvolvimento Regional e Avaliação da Implantação de Projetos de Infraestrutura. Coord. Prof. Dr. Ademar Ribeiro Romeiro.


Instituto Tecnológico de Aeronáutica, ITA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Participação em Projetos, Enquadramento Funcional: Pesquisador/Mestrando, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Desenvolvimento de modelos computacionais em geomática aplicada e ferramentas econômicas para a projeção de cenários futuros e determinação de tendências de desenvolvimento. Participação em projetos de pesquisa. Bolsista CAPES.


S.N. Saneamento Ltda, SNS, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 16



Linhas de pesquisa


1.
Estratégias de comercialização e investimento em Energias Renováveis com emprego de modelos de otimização estocástica e análise de risco via CVaR.
2.
Gestão de Portfólio, Investimentos em Renováveis, Precificação de Contratos e Assuntos Regulatórios de Planejamento e Expansão
3.
i- Desenvolvimento de Projetos Eólicos
4.
ii- Certificações de Vento e Energia
5.
iii- Redução de Incertezas no Prognóstico de Produção Eólica
6.
iv- Dispositivos de Sensoriamento Remoto LiDAR/SoDAR para medições de vento
7.
v- Modelagem para previsão sistematizada de geração de energia para planejamento econômico-financeiro e da operação de parques eólicos
8.
vi- Modelagem Econômico-financeiro de Projetos
9.
vii- Avaliação de Operação de Parques Eólicos


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Modelos de maximização de resultados do processo de Sazonalização da Garantia Física de UHEs
Descrição: Descrição: Projeto de P&D para desenvolvimento de modelos de maximização de resultados do processo de Sazonalização da Garantia Física de UHE?s, em particular, das que compõem o portfólio gerador da CTG Brasil. O modelo a ser desenvolvido se fundamenta na busca de retorno financeiro para estratégias ótimas de sazonalização de Garantia Física, para efeito de lastro de comercialização de energia e de rateio da produção do conjunto das usinas do MRE, ponderando explicitamente o portfólio de contratos existentes e a definir, com suas características específicas (sazonalização; cláusulas de flexibilidade e de exercício de opções). A definição, em determinado horizonte de análise, de estratégias de sazonalização, considera critérios de controle de risco específicos, estabelecidos em função do perfil de risco do Tomador de Decisão, ponderando ainda uma estimativa, a partir de técnica baseada em Teoria dos Jogos, da estratégia dos outros ?Players? do mercado, visto que os ganhos ou perdas de determinado perfil de sazonalização depende, em grande medida, da sazonalização adotada por outros agentes geradores, em particular no que se refere à sazonalização para fins de participação no rateio da produção do MRE.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Ewerton Guarnier - Integrante / Mateus Henrique Balan - Integrante / Laís Domingues Leonel - Integrante / Marcelo da Mota Lopes - Integrante.
2017 - Atual
Integração de fonte de geração termosolar por meio da nacionalização e implantação de usina piloto ao complexo de energias alternativas da UHE Porto Primavera
Descrição: A linha principal de investigação do Projeto focaliza a implementação de Plantas de energia Solar, com tecnologia de CSP (Concentradores Solares Parabólicos) , junto a Reservatórios de UHE?s existentes, destacando-se : Estudo dos efeitos de complementaridade energética, visando maximizar a receita de comercialização, respeitando restrições de risco, seja do ponto de vista global (empreendedor), como também os efeitos locais da geração renovável acrescentada (maximização do aproveitamento da infraestrutura existente ? Subestação / Terreno). Avaliação dos rebatimentos econômicos e financeiros da formação de um portfólio de fontes renováveis integradas localmente na área de um reservatório de uma UHE, na presença do parque gerador existente e avaliação de Arranjos Comerciais e Regulatórios !! Aferir o desempenho elétrico e energético da planta Solar CSP, via implantação de um Projeto Piloto na área do Reservatório da UHE Porto Primavera. Aferir, na pesquisa, benefícios da formação de portfólio de renováveis junto ao reservatório de uma planta hidrelétrica existente, permitindo computar : as vantagens de isenção de custo de terreno para instalação; não existência de custo de transmissão adicional, pois a ideia é integração com a planta existente, sem expansão na Subestação ou rede de transmissão saindo da UHE.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Ewerton Guarnier - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Mateus Henrique Balan - Integrante / Alexandre Rasi Aoki - Integrante.
2017 - Atual
Reforço na estrutura de suporte do Modelo Institucional vigente: Uma proposta baseada na ampliação do conceito vigente de Leilões de Expansão
Descrição: Projeto de P&D focado no desenvolvimento de uma pesquisa de natureza aplicada, mas ao mesmo tempo atendendo requisitos de pesquisa acadêmica, visando estabelecer uma metodologia ampla e aprofundada, com especial ênfase nos leilões direcionados (regionais), visando atendimento ao mercado regulado e, em especial, atendimento ao mercado livre. Nesse contexto, a expansão da oferta de energia elétrica deve ser oriunda, preferencialmente, de fontes ?regionais? de geração renováveis (ou não), que sejam relevantes na região (leilão ?vocacional?). A metodologia a ser desenvolvida irá contemplar as vertentes de Leilão de Expansão para atendimento aos requisitos de energia (Leilão de Energia Nova Regional) e Leilão de Expansão para atendimento aos requisitos de atendimento à demanda máxima do Sistema Interligado (Leilão de Potência Regional). A oferta proveniente desses Leilões será direcionada tanto para o atendimento ao mercado regulado, quanto para o mercado livre e, além disso, um sistema computacional (Plataforma) deverá ser também desenvolvido após definidas as metodologias de leilão de expansão nas duas vertentes citadas e elaboradas as especificações técnicas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Resposta da Demanda Industrial e sua Influência na formação dos Preços no Mercado de Energia Elétrica de Curto Prazo
Descrição: O presente Projeto de P&D tem foco na avaliação da Resposta da Demanda, representada por Consumidores Industriais da área de Alumínio; Aço e Petroquímica, aos estímulos do Preço no Mercado de Curto Prazo (PLD), contribuindo para o Despacho otimizado do Sistema Interligado, reduzindo custo de operação de térmicas, em benefício do Consumidor de modo geral. As seguintes linhas de pesquisa deverão ser trabalhadas durante a execução do Projeto: I. Linha de Pesquisa 1: Estudo detalhado do funcionamento dos setores de Alumínio, Aço e Petroquímica, com ênfase nos ciclos operativos e flexibilização da produção industrial. II. Linha de Pesquisa 2: Definição de ?Produto? do setor elétrico para atrair a participação de Grandes Consumidores Eletrointensivos em Mecanismo de Redução voluntária da Demanda, incluindo a alteração de despacho na Auto-produção. III. Linha de Pesquisa 3: Desenvolvimento de Metodologia / Modelagem e simulações computacionais para aferição do comportamento (energético) do Sistema Interligado e formação do PLD, incluindo representação estocástica da geração eólica, com verificação da influência nos índices de Confiabilidade Global. Para o desenvolvimento do projeto, as entidades executoras propõem, portanto, utilizar técnicas inovadoras na definição de uma metodologia que permita quantificar o impacto de uma resposta ?contratada? de grandes consumidores, em respostas a estímulos de preço e, ao mesmo tempo, evidenciar incentivos regulatórios que estimulem esses consumidores a participar de um mecanismo de despacho do sistema interligado que permita ao Operador do Sistema contar com adequadas reduções de consumo em resposta a elevações do preço no mercado de curto prazo. O principal aspecto inovador consiste na formulação de um método de avaliação da resposta dos Grandes Consumidores a estímulos de preço, associado a uma adequada sistematização de ferramentas de cálculo, que possa ser considerada "ex-ante" já no processo de formação do próprio PLD "Preço de Liquidação de Diferenças", juntamente com os mecanismos de incentivo que levem a uma participação efetiva dos Agentes de Consumo no despacho do SIN "Sistema Interligado Nacional".
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Mateus Balan - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Fillipe Henrique Neves Soares - Integrante / João Ricardo Graminha Bordin - Integrante.
2014 - 2015
Estudo de Avaliação da Atratividade de Integração das Fontes Solar e Hidrelétrica contemplando definição de Metodologia e Modelo de Simulação
Descrição: O objetivo é estabelecer os conceitos e os requisitos de modelagem computacional, para avaliação da Atratividade de Integração das Fontes Solar e Hidrelétrica, junto a Reservatórios de Usinas em operação, contemplando a definição de Metodologia e Modelo de Simulação. A implantação de centrais fotovoltaicas junto a usinas hidroelétricas existentes pode propiciar uma redução significativa do custo da energia, caso se possa estabelecer uma operação integrada entre as plantas solar e hidrelétrica, utilizando o reservatório da usina para regularizar a produção da central solar e, ao mesmo tempo, tirando proveito da subestação existente, para redução dos custos de instalação, já que não haveria a necessidade de uma nova subestação e sua conexão ao sistema. No caso do Estado de São Paulo, a maior parte das centrais hidrelétricas foi dimensionada com baixo fator de capacidade (relação entre a energia assegurada e potência instalada abaixo de 50%), principalmente as usinas localizadas nos rios Tietê e Paranapanema. Esta característica permite uma maior flexibilidade operacional, pois como a subestação foi dimensionada para atender a potência instalada na usina no horário de ponta do Sistema, há uma folga razoável nos demais horários. Além disso, a existência de um reservatório permite que durante o dia não haja vertimentos, quando a geração hidráulica é reduzida para permitir o escoamento da produção fotovoltaica, com armazenamento da água que deixou de ser turbinada, para utilização no período noturno, quando a geração fotovoltaica cessa. O que se pretende com o arcabouço conceitual e a metodologia a ser estabelecida é justificar o ganho de energia assegurada proporcionado pela geração fotovoltaica agregada à usina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Lucas Torres Witzler - Integrante / José Roberto de Andrade Chaves - Integrante / Ewerton Guarnier - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Mateus Henrique Balan - Integrante / Donato da Silva Filho - Integrante.
2014 - Atual
Integração de Plantas Eólicas e Solares Fotovoltaicas a Usinas Hidrelétricas Existentes: Uma abordagem via Complementação Energética com o suporte prático de plantas piloto com diferentes tecnologias
Descrição: O produto principal do projeto, estudo dos efeitos de complementaridade energética visando a maximização da receita com a comercialização e respeitando a restrição de riscos, caso se mostre viável, tanto técnica como financeiramente, tem potencial de aplicação em todo o território nacional em empresas concessionárias de geração que queiram aumentar os montantes de energia firme disponível mediante geração de origem renovável. A aplicação de plantas solares em plataforma flutuante abre a possibilidade a possibilidade de aplicações em regiões com alagamentos naturais como partes da Amazônia, onde a distribuição de energia convencional é técnica e economicamente inviável, podem se beneficiar do desenvolvimento de um sistema flutuante para atendimento dos consumidores isolados. Ressalta-se ainda, além da otimização energética proposta, o fomento das energias alternativas, eólica e solar fotovoltaica, esta última avaliada em termos de 2 tecnologias: filmes finos e painéis rígidos cristalinos. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Donato da Silva Filho - Integrante / Luiz Cláudio Ribeiro Galvão - Integrante / André Luiz Veiga Gimenes - Integrante / Ewerton Guarnier - Integrante / Lucas Torres Witzler - Integrante / Miguel Edgar Morales - Integrante.
2013 - 2015
Sistema Computacional para a Precificação de Contratos Bilaterais de Energia Elétrica, com o suporte de algoritmos genéticos e técnicas avançadas de previsão de preços de médio e longo prazos
Descrição: O Projeto de P&D proposto terá como foco principal a precificação de contratos bilaterais no mercado livre, tema relevante e bastante oportuno para a Duke Energy International, Geração Paranapanema S.A., face à necessidade de complementar sua estratégia para a comercialização da energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre ACL, no horizonte de médio e longo prazos. Para o Projeto em formatação, propõe-se um foco específico na precificação de contratos, utilizando um arcabouço conceitual em fase inicial de investigação e técnicas de precificação desenvolvidas pelas entidades Executoras e que tem se mostrado promissoras para o objeto pretendido, embora ainda no nível de protótipo e de forma muito insipiente. Cumpre salientar que, a despeito do desenvolvimento inicial exitoso e dos avanços já obtidos, o estágio alcançado está longe de esgotar o assunto e, por sua relevância, merece intensa investigação e aprofundamento. Para o desenvolvimento do projeto, as entidades executoras propõem, portanto, utilizar técnicas inovadoras na definição da estratégia ótima de precificação de contratos de energia. Os principais aspectos inovadores consistem na formulação de uma metodologia para precificar a energia em momento futuro, em função dos preços no mercado de curto prazo e dos preços de aquisição de energia de novos empreendimentos e, a partir dessa base conceitual, utilizar algoritmos genéticos para obter melhor aderência, às práticas de mercado, dos parâmetros inerentes à formulação desenvolvida. A utilização de algoritmos genéticos ao problema em tela, se deve à natureza combinatória que caracteriza o problema representado pela necessidade de ajuste dos parâmetros da função de estimação do preço em MWh para contratos bilaterais negociados no âmbito do mercado livre, fato que impede a utilização de algoritmos convencionais de varredura de um espaço de estados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Ewerton Guarnier - Integrante / J R de A Chaves - Integrante / Marciano Morozowski Filho - Integrante / Ivana Costa Nasser - Integrante.
2013 - 2015
Riscos de Mercado na Comercialização de Energia: Uma Abordagem via Complementação Energética e Gestão de Portfólio de Projetos, considerando a mitigação de incertezas da Geração Eólica
Descrição: Este Projeto de P&D foca metodologia e ferramental associado para gerenciar o risco de mercado na comercialização de energia elétrica, visando a maximizar seus resultados e atender a níveis de risco pré-especificados. Nesse sentido, para mitigar incertezas intrínsecas à geração eólica, adota-se uma abordagem baseada em dois conceitos basilares: Complementação Energética e Gestão de Portfólio de Projetos. Na validação do ferramental e como parte importante do escopo do Projeto, inclui-se a identificação das condições necessárias para garantir atratividade econômica à integração do parque hidrelétrico da Duke com outras fontes renováveis, com ênfase em plantas eólicas.A distribuição de ocorrências de vento em parques eólicos, individualmente considerados, evidencia um alto grau de incerteza, que pode comprometer a viabilidade econômica do empreendimento. No entanto, quando diversos parques são agregados em um portfólio de projetos, ocorre importante redução desta incerteza, ampliando significativamente as possibilidades de maximizar as receitas de comercialização, fato detalhadamente confirmado ao longo do trabalho..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Ewerton Guarnier - Integrante / J R de A Chaves - Integrante / Marciano Morozowski Filho - Integrante / Ivana Costa Nasser - Integrante / Lucas Torres Witzler - Integrante / André Takeshi Tamashiro - Integrante.
2012 - 2014
Metodologia e Ferramental para Previsão de Energias Afluentes e Precificação de Contratos aplicados à definição de Estratégia Ótima de Contratação para Empresas Geradoras, incluindo Energia Existente e Novos Empreendimentos
Descrição: Projeto de P&D para desenvolver uma metodologia e implementar um sistema computacional que permita valorar os riscos e o retorno de portfólios de contratos de comercialização de energia para centrais hidrelétricas existentes e novos projetos de geração a serem implementados, nesse caso com ênfase em fontes renováveis eólica e cogeração a biomassa, sob as óticas sistêmica e empresarial. Para tanto serão utilizadas como suporte para a ferramenta de definição de estratégia ótima de contratação, um módulo de previsão de energias afluentes e estimativa de preços de curto prazo, que por sua vez alimenta um módulo de precificação de contratos em função da duração e do prazo de início de entrega da energia. Particular atenção será dispensada à avaliação da possibilidade de hedge entre os diversos empreendimentos, que contemplam características de produção com regime sazonal complementar, estudando-se a melhor estratégia para a formação do portfólio de contratos, através da composição de volumes contratados associados a distintas durações (curto e longo prazos) e perfis de contratação (sazonalização dos contratos). Como alternativas de contratação, serão considerados contratos tanto no ambiente de contratação livre, quanto no ambiente de contratação regulada...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Ewerton Guarnier - Integrante / J R de A Chaves - Integrante / Marciano Morozowski Filho - Integrante / Ivana Costa Nasser - Integrante / Lucas Torres Witzler - Integrante.
2012 - Atual
Arranjos técnicos e comerciais para inserção da geração solar fotovoltaica na matriz energética brasileira com instalação de planta solar na Arena Itaquerão
Descrição: Projeto de P&D Estratégico para atendimento da Chamada pública nº 013/2011 da ANEEL . O Projeto se caracteriza por duas linhas de desenvolvimento bastante distintas e com algum grau de independência entre si, sendo (i) Metodológica e conceitual com foco em arranjos técnicos e comerciais e (ii) Tecnológica, no âmbito da qual será construída uma central solar no estádio de futebol do Corinthians, popularmente conhecido como Itaquerão . Como objetivos, pode-se citar : (i) Ajustes na regulação para viabilizar a inserção da geração solar fotovoltaica, a partir de análise comparativa focando a regulamentação vigente x regulamentação desejável ( remoção de obstáculos ), contemplando incentivos fiscais e regulatórios avaliando no detalhe GD e micro geração, com utilização de smart-grid , regras de conexão elétrica e Leilões de Expansão e de Reserva; (ii) Metodologia e software associado, para análise econômico e financeira detalhada de Projetos de Geração Solar Fotovoltaica, com sinalização da evolução de custos; (iii) Definição de políticas específicas para estímulo do desenvolvimento da indústria nacional relacionada à geração solar fotovoltaica; (iv) Avaliação do desempenho das tecnologias existentes conceitualmente e na prática (pequenos módulos no site da futura central), bem como estabelecer o modelo mais adequado para inserção na matriz energética; (v) Análise da complementaridade entre energia solar e eólica. Em particular, focando o conceito de mini redes elétricas, para aplicação em Sistemas Isolados (redução CCC)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Coordenador / Dorel Soares Ramos - Integrante / José Aquiles Baesso Grimoni - Integrante / Eliane Aparecida Faria Amaral Fadigas - Integrante / André Luiz Veiga Gimene - Integrante / Miguel Edgar Morales Udaeta - Integrante / Lineu Belico dos Reis - Integrante / José Roberto de Andrade Chaves - Integrante / Mateus Balan - Integrante / Sunny Jonathan - Integrante.
2010 - 2011
Metodologia e Sistema Computacional para previsão de preços com apoio de Redes Neurais e técnicas de clusterização de energias afluentes, considerando efeitos climáticos do tipo El Niño e La Niña
Descrição: Projeto de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) com foco principal na previsão de energias afluentes e preços no mercado de curto prazo (PLD), considerando técnicas de agrupamento (Cluster Analysis) e consideração de fenômenos climáticos. Testes de metodologia baseada em Redes Neurais como alternativa para previsão de preços em horizonte inferior a 1 ano. Além disso, ferramental para precificação de contratos bilaterais no mercado livre, o que tende a ser bastante oportuno para a AES Tietê, em face de sua necessidade de comercializar a energia que será liberada do atual contrato de self-dealing com a Eletropaulo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Dorel Soares Ramos - Coordenador / Ewerton Guarnier - Integrante / S N Barilari - Integrante / M A Pelegrini - Integrante.Financiador(es): AES Tietê/ANEEL - Remuneração.
2006 - 2007
O Valor da Água: análise econômico-ecológica das interações sociais e ambientas na bacia do rio Purus
Descrição: Este projeto é parte de um projeto maior que tem por objetivo principal avaliar os impactos das atividades antrópicas sobre a qualidade da água na bacia do Rio Purus. Este projeto envolve 4 instituições: Universidade Federal da Amazônia (UFAM), Universidade Federal do Pará (UFPA), Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE) e Instituto de Economia da Unicamp (IE-Unicamp). O rio Purus, de águas brancas, é um dos maiores tributários do rio Amazonas. Desde suas nascente no Peru, percorre aproximadamente 3.700km, atravessando no território brasileiro, os estados do Acre e Amazonas. Drena uma área de 373.156,77 km2 sendo que deste total 73% se encontra no Estado do Amazonas, 21% no Estado do Acre, 5,5% no Peru e 0,5% na Bolívia. Representa ainda, a maior área de várzea do sistema Solimões-Amazonas (21.833 km2). Por ser a segunda maior drenagem do Estado do Acre, o Zoneamento Ecológico-Econômico do Acre identificou a bacia do rio Purus como prioritária para a preservação dos recursos hídricos. O curso do rio o define como um rio de domínio federal, no que concerne à gestão dos recursos hídricos. A população residente na porção brasileira da bacia do Purus é de 788.409 habitantes, dos quais 62% vivem nas áreas urbanas (IBGE, 2000). O desmatamento da bacia hidrográfica na porção brasileira é de 4,58% da área total da bacia. Como mencionado, abriga unidades de conservação federais, estaduais e municipais tais como a Floresta Nacional de Macaua, a Floresta Estadual de Antimary, a Estação Ecológica do Rio Acre, no Estado do Acre, e a Reserva Biológica do Abufari, a Área de Proteção Ambiental do Médio Purus, a Reserva Municipal de Quelônios em Canutama e a Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçú-Purus no Estado do Amazonas. Neste contexto, surge a necessidade do entendimento da complexidade que envolve a gestão dos recursos hídricos a partir de uma análise das relações entre as funções ambientais, atores sociais e as formas de gestão dos recursos hídricos hoje estabelecidas formal ou informalmente no ambiente urbano e rural, como o primeiro passo para a proposição de um modelo de gestão eficaz das águas para a região amazônica. A proposta propiciará um refinamento do diagnóstico sócio-econômico e ambiental da bacia do rio Purus, com foco nos recursos hídricos, além de subsidiar a implementação de um modelo local/regional de gestão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (8) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Ademar Ribeiro Romeiro - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2003 - 2005
TIM: Threat Identification Model
Descrição: A dinâmica de uso da terra atende a princípios econômicos que em geral desconsideram aspectos de sustentabilidade ambiental. As áreas naturais próximas a estes eixos de instalação de atividades antrópicas estão em constante ameaça em função desta ocupação cujo planejamento, quando existente, ignora o meio ambiente em sua integralidade. Procurando romper com esta tradição, algumas iniciativas surgiram, no sentido de atribuir um caráter de planejamento e otimização do uso da terra, especialmente em meio rural. Nesta direção, alguns estudos têm sido desenvolvidos a partir do uso do modelo TIM ("Threat Identification Model") em processos de avaliação do uso do solo, o qual é um método baseado em técnicas de análise definidas pela FAO. O TIM é baseado na identificação de fontes de sustentabilidade dentro dos sistemas de manejo de uso agrícola. Este conceito de avaliação é similar aos utilizados em metodologias de avaliação da terra, onde as limitações para determinado uso são identificadas. Ele também é utilizado como medida preventiva capaz de identificar e prevenir problemas ambientais graves ou irreversíveis. Uma das premissas deste modelo é o estabelecimento das "Melhores Práticas" utilizadas em uma determinada região a partir de interação científica-cognitiva, nas quais são considerados aspectos de produtividade e integridade ambiental, além de viabilidade econômica e facilidade de implementação baseados em critérios científicos e no conhecimento dos agricultores e ou fazendeiros. A presente proposta contempla a adequação e desenvolvimento da metodologia TIM para estudos de sustentabilidade e embasamento de políticas de uso e ocupação da terra no âmbito do Corredor Ecológico Cerrado-Pantanal, numa abordagem piloto para o município de Costa Rica, MS. A validação do modelo poderá servir de guia para a implantação metodológica em outras localidades, bem como a própria extensão do modelo para escalas regionais..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Fabiano Morelli - Integrante / Daniele Oliveira Coelho - Integrante / Wilson Cabral de Sousa Júnior - Coordenador / Mário Barroso - Integrante.Financiador(es): Conservação Internacional - Cooperação.
2003 - 2005
UHEs no Sudoeste de Goiás: avaliação sócio-econômica e ambiental
Descrição: O projeto consiste em uma avaliação técnico-econômica e ambiental de empreendimentos hidrelétricos no sudoeste de Goiás. Foram analisados os aproveitamentos hidrelétricos AHE Couto Magalhães - bacia do rio Araguaia; AHEs Itumirim e Olho D'água - bacia do rio Corrente; AHEs Salto e Salto do Rio Verdinho - bacia do rio Verde; e AHEs Caçu e Barra dos Coqueiros - bacia do rio Claro. Estes empreendimentos se localizam em uma região geográfica (e, portanto, geoeconômica) na qual se situam nascentes das bacias do Paraguai, do Paraná e do Araguaia-Tocantins, onde outrora havia um intenso intercâmbio genético. É possível que, em certa medida, isto possa continuar ocorrendo, ainda que se tenha ampliado a fragmentação dos remanescentes naturais de vegetação com o conseqüente escasseamento dos refúgios de fauna. Nesta região se insere a proposta de conservação do Corredor Ecológico Cerrado-Pantanal, cuja idéia contempla a existência de um mosaico de unidades de conservação, áreas protegidas por reserva legal e domínios privados com atividades econômicas com práticas sustentáveis. É importante que se conduzam os estudos sobre a inserção destes empreendimentos hidrelétricos, num contexto ampliado, atendendo às premissas normativas de análises ambientais que deveriam acompanhar os estudos de inventário do potencial energético dos cursos d'água e da viabilidade dos projetos escolhidos. Os temas tratados podem ser agrupados em três blocos: a) contextualização do trabalho e dos objetos em estudo, além de apresentar uma análise do setor elétrico e os desdobramentos mais recentes das políticas de gestão de energia no Brasil; b) aspectos de técnica construtiva e análise dos estudos de viabilidade; e c) resultados das análises econômicas dos empreendimentos sob abordagens da economia ambiental e ecológica. Após estas análises, são apresentadas as considerações da equipe sobre os empreendimentos e sua inserção regional, de forma a subsidiar tomadas de decisão..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Luiz Armando Steinle Camargo - Integrante / Fabiano Morelli - Integrante / Wilson Cabral de Sousa Júnior - Coordenador / Paulo Sinisgalli - Integrante / Moahmar Ghazi - Integrante / Lidiane de Fátima Vilela - Integrante / Mário Barroso - Integrante.Financiador(es): Conservação Internacional - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2017 - Atual
Periódico: ESPAÇO ENERGIA
2013 - Atual
Periódico: ENERGY SYSTEMS


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência/Especialidade: Viabilidade Economico-Financeira de Empreendimentos de Geração Sazonal de Energia.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência/Especialidade: Geração da Energia Elétrica.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Infra-Estrutura de Transportes.
5.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil / Subárea: Óleo & Gás.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO2016 STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO; SOARES RAMOS, DOREL ; GUARNIER, EWERTON ; ISHIDA, SERGIO ; MATSUDO, EDUARDO . Alternative Generation Sources Portfolio: Optimal Resources Allocation and Risk Analysis Supported by Genetics Algorithms. Revista IEEE América Latina, v. 14, p. 3232-3241, 2016.

2.
CAMARGO, L. A. S.;STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO2013CAMARGO, L. A. S.; GUARNIER, E. ; RAMOS, D. S. . Análise da atratividade econômica de associações hidro-eólicas como suporte a decisões estratégicas de comercialização de energia e novos investimentos.. Revista SODEBRAS, v. 8, p. 89-97, 2013.

3.
BOUMANS, R.2010BOUMANS, R. ; ROMEIRO, A. R. ; CAMPOS, E.M.G. ; FASIABEN, M.C.R. ; ANDRADE,D.C. ; Tôsto, S.G. ; MORAES, J.F.l. ; CAMARGO, L. A. S. ; SINISGALLI, Paulo ; SOUSA JÚNIOR, W. C. ; AMBROSIO,L.A. . Modelagem dinâmica do uso e cobertura das terras para o controle da erosão na bacia hidrográfica dos Rios Mogi-Guaçu e Pardo - São Paulo - Brasil. Revista Iberoamericana de Economía Ecológica, v. 14, p. 1-12, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
KLEBA, J. B. ; SOUSA Jr, W. C. ; WAICHMAN, A. V. ; SINISGALLI, P. A. ; ROMEIRO, A. R. ; CAMARGO, L. A. S. . O Homem e o Rio: Vivências de campo na calha do Purus.. In: Souza Junior, W.C; Waichman, A. V. Sinisgalli, P. A. A.; Angelis, C. F.; Romeiro, A. R... (Org.). Rio Purus: Águas, Território e Sociedade naAmazônia Sul-Ocidental. Rio Purus: Águas, Território e Sociedade naAmazônia Sul-Ocidental.. 1ed.Goiânia: LibriMundi, 2011, v. 1, p. 34-40.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. ; ISHIDA, S. . Análise estruturada de portfólio de empreendimentos de geração de características sazonal e complementar com o suporte de algoritmos genéticos. Revista de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL..

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CAMARGO, L. A. S.; CHAVES, J. R. A. ; Ramos, D. S. ; Balan, M. H. ; PASCHOALOTTO, L. A. C. ; RIBEIRO, V. N. . Mecanismos de Incentivo e Aspectos Regulatórios para a Inserção da Energia Solar Concentrada no Brasil. In: VII Congresso Brasileiro de Energia Solar - CBENS 2018, 2018, Gramado-RS. Anais do VII Congresso Brasileiro de Energia Solar, 2018.

2.
Balan, M. H. ; Ramos, D. S. ; GUARNIER, E. ; CAMARGO, L. A. S. . Optimal Investment Allocation for Supplying Isolated Systems by Renewable Energy Plants. In: THE 12th LATIN-AMERICAN CONGRESS ON ELECTRICITY GENERATION AND TRANSMISSION - CLAGTEE 2017, 2017, Mar del Plata - Argentina. Anais do CLAGTEE 2017, 2017.

3.
CAMARGO, L. A. S.; RAMOS, D. S. ; Guarnier, E. ; Balan, M. H. . Definições de Parâmetros de Negociação para Operações de Swap e Precificação de Contratos Contendo Cláusula de Flexibilidade com Suporte de Modelo de Otimização Estocástica e Análise de Risco Versus Retorno. In: XXIV Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica - SNPTEE 2017, 2017, Curitiba - PR. XXIV Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica - SNPTEE 2017, 2017.

4.
Lucas Torres Witzler ; Ramos, D. S. ; CAMARGO, L. A. S. ; GUARNIER, E. ; Balan, M. H. . Reconstruction of Wind Generation Historical Series Aiming at the Analysis of Energy Complementarity: Methodology and Applications. In: 2016 13th International Conference on the European Energy Market (EEM), 2016, Porto-Portugal. 2016 13th International Conference on the European Energy Market (EEM).

5.
Tamashiro, A. T. ; Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. . Otimização de investimentos em fontes renováveis via estruturação de portfolio de empreendimentos de geração complementar com o suporte de algoritmos genéticos.. In: Simpósio Brasileiro de Sistemas Elétricos - SBSE, 2014, Foz do Iguaçú. Anais do Simpósio Brasileiro de Sistemas Elétricos - SBSE, 2014.

6.
CAMARGO, L. A. S.; Guarnier, E. ; Ramos, D. S. ; Witzler, L. T. ; MATOS, V. ; FINARDI, E. . Análise Estruturada de Mecanismos para Mitigação dos Riscos de Comercialização de Usinas Eólicas Alocadas no Mercado Livre.. In: XIII SEPOPE - SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERATIONAL AND EXPANSION PLANNING, 2014, Foz de Iguaçú. XIII SEPOPE - SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERATIONAL AND EXPANSION PLANNING, 2014.

7.
CAMARGO, L. A. S.; Guarnier, E. ; Ramos, D. S. ; Witzler, L. T. . Análise da Atratividade na Participação de Empresas Geradoras Hidráulicas em SPE para Desenvolvimento de Projetos Eólicos.. In: XIII SEPOPE - SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERATIONAL AND EXPANSION PLANNING, 2014, Foz de Iguaçú. XIII SEPOPE - SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERATIONAL AND EXPANSION PLANNING, 2014.

8.
Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. ; Ramos, D. S. . Formação de Portfólio Hidro-Eólico de Empresas Geradoras de Energia Elétrica.. In: 4ª RENOMAT Conferência Internacional de Materiais e Processos para Energias Renováveis, 2014, Porto Alegre. anais do 4ª RENOMAT Conferência Internacional de Materiais e Processos para Energias Renováveis, 2014.

9.
Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. ; ISHIDA, S. . Análise estruturada de portfólio de unidades de geração de características sazonal e complemen-tar com o suporte de algoritmos genéticos.. In: Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica - CITENEL, 2013, Rio de Janeiro. Congresso de Inovação Tecnológica em Energia Elétrica - CITENEL, 2013.

10.
Ramos, D. S. ; CAMARGO, L. A. S. ; Guarnier, E. ; Witzler, L. T. . Increasing Profits by Trading Hydro-Wind Portfolio: A Complementarity Strategy Approach.. In: 10ª International Conference on the European Energy Market, 2013, Estocolmo. 10ª International Conference on the European Energy Market, 2013.

11.
CAMARGO, L. A. S.; Guarnier, E. ; Ramos, D. S. ; Witzler, L. T. . A Business Model to Incentivize Hydro Companies Inversions in Wind and Biomass Power Plants.. In: 4th International Youth Conference on Energy 2013 (IYCE'13), 2013, Siófok. 4th International Youth Conference on Energy 2013 (IYCE'13), 2013.

12.
Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. ; ISHIDA, S. . Metodologia e Ferramental de Apoio à Decisão Empresarial para formação de Portfólio de Fontes Renováveis.. In: XV Encontro Regional Ibero Americano da CIGRÈ - XV ERIAC, 2013, Foz do Iguaçu. XV Encontro Regional Ibero Americano da CIGRÈ - XV ERIAC, 2013.

13.
Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; CAMARGO, L. A. S. . Incorporando os efeitos da complementaridade Hidro-Eólica na formação do Portfólio de Empresas Geradoras de Energia Elétrica.. In: XII SYMPOSIUM OF SPECIALISTS IN ELECTRIC OPERATIONAL AND EXPANSION PLANNING - SEPOPE, 2012, Rio de Janeiro. XII SEPOPE, 2012.

14.
Ramos, D. S. ; Guarnier, E. ; BARILARI, S. N. ; PELEGRINI, M. A. ; CAMARGO, L. A. S. ; QUEEN, A. S. . Projeção de Preços no Mercado de Curto Prazo: Análise por Clusterização de ENAs e Incorporação de Fenômenos Climatológicos.. In: IV Simpósio Brasileiro de Sistemas Elétricos - SBSE, 2012, Goiânia. Anais do IV SBSE, 2012.

15.
CAMARGO, L. A. S.; SOUSA JÚNIOR, W. C. ; MORELLI, F. . Uso de Geotecnologias na Análise de Sustentabilidade no Meio Rural: Estudo de Caso no Corredor Ecológico Cerrado-Pantanal. In: XII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2005, Goiânia - GO. Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto (SBSR). São José dos Campos: INPE, 2005. v. 12. p. 49-56.

16.
CAMARGO, L. A. S.; COELHO, D. O. ; MORELLI, F. ; SOUSA JÚNIOR, W. C. . Modelagem de riscos ambientais para a gestão rural sustentável. In: I Seminário Internacional: Desenvolvimento Local na Integração: Estratégias, Instituições e Políticas, 2004, Rio Claro-SP. I Seminário Internacional - IGCe/UNESP, 2004. v. 1.

17.
CAMARGO, L. A. S.; SOUSA JÚNIOR, W. C. . Geomática aplicada à gestão sustentável no meio rural: estudo de caso. In: Amazontech 2004, 2004, Cuiabá. Amazontech 2004, 2004. v. 1.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
CAMARGO, L. A. S.; VALDEZ, G. P. ; Ramos, D. S. . Contract Portfolio Optimization in the Brazilian Energy System.. In: 26TH European Conference on Operational Research, 2013, Roma. 26TH European Conference on Operational Research, 2013.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CAMARGO, L. A. S.. Pagamentos por Serviços Ambientais do P.N. Três Picos-RJ. 2005.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
CAMARGO, L. A. S.. Corredor Ecológico Guaporé-Mamoré-Itenez. 2003. (Cartas, mapas ou similares/Mapa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO; GUETTER, A. K.; FABIANI, A. L. T.; ANDRADE, F. O.; BESSA, M. R.. Participação em banca de LEANDRO JOSE LEMES STIVAL. A Study of Wind Assessment on the Wind Power Performance. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental) - Universidade Federal do Paraná.

2.
DETZEL, D. H. M.; CAMARGO, L. A. S.; BESSA, M. R.; MINE, M. R. M.; FILL, H. D. O. A.. Participação em banca de GUSTAVO JALDIN OCHOA. Avaliação do efeito de usinas eólicas sobre a capacidade de regularização do sistema hidrelétrico brasileiro.. 2017. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental) - Universidade Federal do Paraná.

3.
SAUER, I. L.; FADIGAS, E. A. F. A.; CAMARGO, L. A. S.; SANTOS, R. R.. Participação em banca de José Vitor Pereira Miguel. A Influência da Duração da Campanha de Medição Anemométrica na Avaliação de Recursos Eólicos com Base na Aplicação de Métodos MCP. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Energia) - Instituto de Energia e Ambiente - Universidade de São Paulo.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Brazil Winpower 2015. Redução de Incertezas no desenvolvimento de projetos eólicos. 2015. (Feira).

2.
Windpower Tech Brazil 2015.Redução de Incertezas no desenvolvimento de projetos eólicos.. 2015. (Seminário).

3.
Bazil Windpower 214. Redução de Incertezas no desenvolvimento de projetos eólicos, certificação de projetos eólicos.. 2014. (Feira).

4.
Conference on Energy Finance. 2012. (Congresso).

5.
The 5th Nordic Optimization Symposium 2012.. 2012. (Simpósio).

6.
I Seminário Internacional: Desenvolvimento Local na Integração: Estratégias, Instituições e Políticas.I Seminário Internacional: Desenvolvimento Local na Integração: Estratégias, Instituições e Políticas. 2004. (Seminário).



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO2016 STEINLE CAMARGO, LUIZ ARMANDO; SOARES RAMOS, DOREL ; GUARNIER, EWERTON ; ISHIDA, SERGIO ; MATSUDO, EDUARDO . Alternative Generation Sources Portfolio: Optimal Resources Allocation and Risk Analysis Supported by Genetics Algorithms. Revista IEEE América Latina, v. 14, p. 3232-3241, 2016.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 7:25:01