Marcelo Rodrigues dos Anjos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3560485778599761
  • Última atualização do currículo em 02/10/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas (2002), mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente (PGDRA) pela FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA e doutorado em Física Ambiental (PPGFA), pela UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO, é docente da UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS no Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente - IEAA, Campus Vale do Rio Madeira em Humaitá/AM onde também é Gestor do Parque Científico e Tecnológico para Inclusão Social - PCTIS. É curador da coleção ictiológica e coordenador do Laboratório de Ictiologia e Ordenamento Pesqueiro do Vale do Rio Madeira - LIOP. Coordena o Núcleo Regional do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) em Humaitá-AM, é fotógrafo científico ambiental e da vida silvestre. Têm experiência em projetos de pesquisa nas áreas de ecologia com ênfase em ecologia de comunidades, atuando principalmente nos seguintes temas: conservação, ecologia, zoologia, unidades de conservação e áreas protegidas, gestão territorial e ambiental, ordenamento e manejo de recursos naturais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Rodrigues dos Anjos
Nome em citações bibliográficas
ANJOS, M. R.;Marcelo Rodrigues dos Anjos

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Amazonas, Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente.
Rua: 29 de agosto nº 786
Centro
69800000 - Humaitá, AM - Brasil
Telefone: (97) 33732314
Fax: (97) 33731180
URL da Homepage: www.ufam.edu.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em Física Ambiental.
Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Título: EFEITO DO REGIME HIDROLÓGICO NA ESTRUTURAÇÃO DAS ASSEMBLEIAS DE PEIXES DA SUB-BACIA DO BAIXO RIO ROOSEVELT, SUDOESTE DA BACIA AMAZÔNICA, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Nadja Gomes Machado.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Assembleia de peixes; Regime hidrológico; Baixo rio Roosevelt; Sudoeste da bacia Amazônica.
2007 - 2009
Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente.
Fundação Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
Título: DISTRIBUIÇÃO E DIVERSIDADE DA FAUNA DE PEIXES NAS SUB - BACIAS DO MAICI E IPIXUNA MÉDIO MADEIRA ? AM/BRASIL.,Ano de Obtenção: 2009.
Orientador: Ângelo Gilberto Manzatto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Terra indígena; ecologia; Ictiofauna; Conservação; Análise Multivariada.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia Aplicada / Especialidade: Conservação das Espécies Animais.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Taxonomia dos Grupos Recentes.
Setores de atividade: Outros Setores.
2004 - 2005
Especialização em Pós Graduação em Metodologia do Ensino Superior. (Carga Horária: 360h).
Centro Universitário São Lucas, FSL, Brasil.
Título: A Importância do Planejamento no Ensino Superior.
Orientador: Alessandra Carvalho de Souza Melo Dias.
1998 - 2002
Graduação em Ciências Biológicas.
Fundação Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
Título: Investigação da Ictiofauna de Siluriformes em Microbacias na Região do Município de Porto Velho-RO.
Orientador: Augusto Sérgio Pinto da Silveira.




Formação Complementar


2015 - 2015
Oficina de Análises Multivariadas. (Carga horária: 10h).
Sociedade Brasileira de Ictiologia, SBI, Brasil.
2014 - 2015
Identificador Florestal - Parabotânico. (Carga horária: 40h).
New York Botanical Garden, NYBG, Estados Unidos.
2014 - 2014
Fotografia Científica. (Carga horária: 80h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2012 - 2012
Oficina de Monitoramento de Grupos Alvo. (Carga horária: 60h).
Programa de Pesquisa em Biodiversidade, PPBIO, Brasil.
2012 - 2012
Desenvolvimento Profissional: Formação Continuada. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
2009 - 2009
Extensão universitária em Estatística Pesqueira e Banco de Dados MS-Acess 03. (Carga horária: 32h).
Fundação Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
2009 - 2009
Inclusão Digital e Comunicação Comunitária. (Carga horária: 24h).
Grupo de Trabalho Amazônico, GTA, Brasil.
2009 - 2009
Agroecologia com Enfoque em Segurança Alimentar. (Carga horária: 40h).
Instituto Internacional de Educação do Brasil, IEB, Brasil.
2009 - 2009
Monitoramento e Avaliação de Projetos. (Carga horária: 40h).
United States Agency for International Development, USAID, Estados Unidos.
2009 - 2009
Captação de Recurso. (Carga horária: 30h).
United States Agency for International Development, USAID, Estados Unidos.
2009 - 2009
Piscicultura Intensiva em Tanques-Rede. (Carga horária: 24h).
Pacaas Engenharia Oportunidades e Soluções Ltda, PACAAS ENGENHARI, Brasil.
2009 - 2009
Elaboração de Projetos. (Carga horária: 32h).
Ministério da Pesca e Aquicultura, MPA, Brasil.
2009 - 2009
Ferramentas Econômicas para a Conservação. (Carga horária: 80h).
Instituto Internacional de Educação do Brasil, IEB, Brasil.
2008 - 2008
Extensão universitária em Introdução ao Geoprocessamento. (Carga horária: 24h).
Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazonia, IMAZON, Brasil.
2008 - 2008
Novas Tecnologias e Povos Indígenas. (Carga horária: 16h).
Google Inc., Google, Estados Unidos.
2007 - 2007
Normas e Procedimentos para Transferências Voluntá. (Carga horária: 20h).
Ministério da Educação, MEC, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Censos Visuais e Coletas Subaquáticas. (Carga horária: 224h).
Universidade dos Açores, UAç, Portugal.
2005 - 2005
Extensão universitária em Ecologia Comportamental de Peixes Pelágicos. (Carga horária: 10h).
Sociedade Brasileira de Ictiologia, SBI, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Gestão Participativa da Água. (Carga horária: 40h).
Associação de Defesa Etnoambiental, KANINDÉ, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Pesca e Manejo Comunitário de Pesca. (Carga horária: 44h).
Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, IBAMA, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Colheita de Sementes e Produção de Mudas de Espéci. (Carga horária: 32h).
Fundo Nacional do Meio Ambiente, FNMA, Brasil.
2003 - 2003
Word 2000. (Carga horária: 12h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.
2003 - 2003
Windows 98. (Carga horária: 12h).
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Proteção em Unidades de Conservação. (Carga horária: 10h).
Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, CBUC, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Registro Fotográfico de Fauna Marinha. (Carga horária: 120h).
Colonial Diver, COLONIAL DIVER, Brasil.
2002 - 2002
Taxonomia e Ecologia de Peixes Amazônicos. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
2001 - 2001
(mergulhador profissional) Assistant Instructor. (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.
2000 - 2000
Extensão universitária em SAF's (Sistemas Agroflorestais). (Carga horária: 12h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.
2000 - 2000
Divemaster. (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.
1999 - 1999
Extensão universitária em Biologia Molecular do Gene. (Carga horária: 45h).
Fundação Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
1999 - 1999
Extensão universitária em Multiplicadores de Educação Ambiental. (Carga horária: 85h).
Cooperativa dos Geógrafos de Rondônia, COOPGEO, Brasil.
1999 - 1999
Advanced Open Water Diver. (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.
1999 - 1999
Rescue Diver. (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.
1999 - 1999
Medic First Aid. (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.
1998 - 1998
Open Water Diver (mergulho amador). (Carga horária: 40h).
Professional Association of Diving Instructors, PADI, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 20
Outras informações
Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais - PPGCA pelo Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente - IEAA/UFAM.

Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro, Carga horária: 10
Outras informações
Representante institucional e conselheiro do Conselho Consultivo do Mosaico da Amazônia Meridional - CCMAM

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 40
Outras informações
Coordenador do Laboratório de Ictiologia e Ordenamento Pesqueiro do Vale do Rio Madeira - LIOP no Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente da Universidade Federal do Amazonas IEAA/UFAM.

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro, Carga horária: 10
Outras informações
Representante institucional e conselheiro do Conselho Consultivo do Parque Nacional dos Campos Amazônicos - CONCAMPOS

Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Docente dos cursos de Biologia e Química, nas disciplinas de Zoologia II (Vertebrados - peixes e anfíbios), Zoologia III (Vertebrados - répteis, aves e mamíferos); Agronomia disciplina de Anatomia Vegetal; Engenharia Ambiental disciplinas de Ecologia Geral e Ecotoxicologia e Biorremediação do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente Campus Vale do Rio Madeira IEAA/UFAM em Humaitá/AM.

Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador, Carga horária: 10
Outras informações
Coordenador do núcleo regional do Programa de Pesquisa em Biodiversidade - PPBio ligado ao Ministério de Ciência e Tecnologia - MCT

Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro
Outras informações
Representante institucional e conselheiro do Conselho Consultivo do Parque Nacional Nascentes do Lago Jaro - CONJARI

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor Formador I
Outras informações
Professor Formador I do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica - PARFOR. Turma IBB210 Manicoré/AM.

Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 12
Outras informações
Docente da disciplina de Biomonitoramento de Ecossistemas Aquáticos na Pós Graduação (Lato sensu) em Biologia da Conservação oferecida no Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente - IEAA Campus de Humaitá/AM.


Programa de Pesquisa em Biodiversidade, PPBIO, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador do Núcleo Regional, Carga horária: 20
Outras informações
Coordenador do Núcleo Regional do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio) em Humaitá/AM.


Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal, FACIMED, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30
Outras informações
Docente do Departamento de Matemática. Docente da Disciplina: Metodologia Científica.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30
Outras informações
Docente do Departamento de Química. Docente da Disciplina: Metodologia Científica.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular
Outras informações
Docente da disciplina "Análise Biológica em Perícia Ambiental" do curso de pós graduação (Lato sensu) em Auditoria, Perícia e Gestão Ambiental com a carga horária de 30 horas totais.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30
Outras informações
Docente do Departamento de Ciências Biológicas. Docente das Disciplinas: Anatomia Comparada de Vertebrados, Fisiologia Animal Comparada e Prática de Ensino.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Nomeação Portaria, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30
Outras informações
Membro do Núcleo Docente Estruturante ? NDE, do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental.

Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 30
Outras informações
Docente do Departamento de Tecnologia em Gestão Ambiental. Docente das Disciplinas: Ecologia Geral, Educação e Poluição Ambiental, Biodiversidade e Conservação, Elaboração de Projetos Ambientais, Metodologia Científica e Ferramentas Estratégicas para o Ordenamento de Recursos Naturais.


Colegiado Territorial Madeira Mamoré, TMM, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Vice coordenador executivo, Carga horária: 20


Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental, SEDAM, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Câmara Técnica Estadual de Pesca


FACCIO - Consultoria, Serviços Educacionais e Editoração, FACCIO, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor de Pós Graduação (Lato sensu)
Outras informações
Professor contratado para ministrar as disciplinas de Gestão Ambiental Urbana e Desenvolvimento Sustentável, no curso de Pós Graduação (Lato sensu) em Educação Ambiental.

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Professor de Pós Graduação (Lato sensu)
Outras informações
Professor contratado para ministrar as disciplinas de Gestão Ambiental Rural e Desenvolvimento Sustentável, no curso de Pós Graduação (Lato sensu) em Educação Ambiental.


Empresa Brasileira de Geoprocessamento, EMBRAGEO, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Consultor técnico, Carga horária: 30
Outras informações
Consultor técnico contratado para realizar levantamento pericial das Unidades de Conservação através de serviços de geoprocessamento e dinâmica do desmatamento no estado de Rondônia, inerente ao projeto de gestão ambiental integrada de Rondônia, constante no convênio nº 2005CV00025/SDS Ministério do Meio Ambiente.


Fundação Universidade Federal de Rondônia, UNIR, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 30
Outras informações
Marcelo Rodrigues dos Anjos, Bolsista CAPES ministrou a disciplina Ecologia II ? Ecossistemas e Comunidades durante o primeiro semestre de 2009 como professor colaborador.

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Orientador, Carga horária: 30


Cooperativa de Profissionais em Educação, COOPEDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2003
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Docente de Ensino Médio, Carga horária: 40


Associação de Defesa Etnoambiental, KANINDÉ, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Técnico, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Conselheiro Fiscal, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Assistente de estudos de Ictiologia
Outras informações
Contratado como assistente nos estudos de ictiologia no Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra da Cutia RO, com a finalidade de gerar dados ecológicos atualizados sobre fauna, flora e meio físico afim de gerar informações e bases para planos de manejo, gestão e programas de monitoramento de recursos naturais desta Unidade de Conservação.


Serviço Social da Indústria, SESI, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Docente de Ensino Fundamental e Médio, Carga horária: 20


Organização dos Seringueiros de Rondônia, OSR, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário
Outras informações
Campanha de Educação Ambiental nos meses de setembro e outubro de 1999 na Reserva Extrativista de Curralinho no município de Costa Marques Rondônia.


CENTRO DE ESTUDOS DA CULTURA E MEIO AMBIENTE DA AMAZÔNIA - RIOTERRA, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Estágio, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2008 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Educação e Pesquisa, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Coordenação de Projetos, Carga horária: 40
Outras informações
Coordenador do eixo de Educação Ambiental do projeto "Semeando Sustentabilidade".

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Presidente, Carga horária: 40
Outras informações
Cargo assumido decorrente do afastamento do atual presidente Sérgio Augusto de Aviz Cunha

Vínculo institucional

2008 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Editorial, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1999 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Técnico, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Vice Presidente, Carga horária: 40


Faculdade São Lucas, F.S.L., Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Docente da pós graduação em Gestão Ambiental
Outras informações
Docente da disciplina "Manejo e Controle da Ictiofauna Amazônica" do curso de pós graduação (Lato sensu) em Gestão Ambiental com a carga horária de 32 horas totais.

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Docente da pós graduação em Gestão Ambiental
Outras informações
Docente da disciplina "Elementos da Gestão Ambiental" do curso de pós graduação (Lato sensu) em Gestão Ambiental com a carga horária de 20 horas totais.

Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Docente do Curso de Ciências Biológicas, Carga horária: 20
Outras informações
Docente do Departamento de Ciências Biológicas. Docente das Disciplinas: Zoologia III (vertebrados) peixes, anfíbios e répteis; Zoologia IV aves e mamíferos.

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Contrato, Enquadramento Funcional: Coordenador do Núcleo de Projetos, Carga horária: 20
Outras informações
Coordenador do Núcleo de Projetos da Faculdade São Lucas em Porto Velho Rondônia.

Atividades

02/2004 - 02/2007
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Zoologia III (peixes, anfíbios e répteis)
Zoologia IV (aves e mamíferos)
09/2005 - 06/2006
Direção e administração, Núcleo de Projetos, .

Cargo ou função
Coordenador.
10/2004 - 10/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciências Biológicas, .

Atividade de extensão realizada
Coleta e seleção de resíduos sólidos terrestres e subaquática e sensibilização ambiental Candeias do Jamari - RO.
07/2004 - 08/2004
Extensão universitária , Departamento de Ciências Biológicas, .

Atividade de extensão realizada
Acompanhamento e monitoramento da reprodução da tartaruga da Amazônia Podocnemis expansa e Podocnemis unifilis na praia Alta Município de Costa Marques - RO.

Governo do Estado de Rondônia, SEDUC, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor nível III, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Nível III (emergencial), Carga horária: 40


Universidade do Estado do Amazonas, UEA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 20
Outras informações
Docente da disciplina de Ecologia Geral no curso de Tecnologia em Gestão Ambiental ministrado no município de Humaitá/AM.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
ESTUDO SOBRE A VIABILIDADE DE EXPLORAÇÃO DE ESPÉCIES OLEAGINOSAS NA PRODUÇÃO DE BIOCOMBUSTÍVEIS
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Laura Raisa de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Bolsa.
2017 - Atual
Análise Socioeconômica da Colônia de Pescadores Z-31 Dr. Renato Pereira Gonçalves no Sudoeste da Amazônia.
Descrição: A pesca admite ampla importância na economia da Amazônia, visto que, é essencial na sustentabilidade da mesma, que constitui como fonte de alimentos, ocupação de mão-de-obra e de renda para a população, principalmente para as pequenas comunidades do meio rural. O trabalho analisará os aspectos socioeconômicos da pesca na região de atuação da colônia de pescadores Z-31 Dr. Renato Pereira Gonçalves no sul do estado do Amazonas. Os dados serão obtidos a partir da aplicação de questionários aos indivíduos cadastrados da colônia de pescadores Z-31 no sul do Amazonas. Na dimensão socioambiental será analisado aspectos como origem, faixa etária, escolaridade, composição familiar e as características de infraestrutura das residências. No âmbito da estrutura produtiva serão caracterizadas as relações de produção, duração do esforço de pesca, tipos de embarcação, espécies capturadas e apresentadas estimativas de custos, rendimentos e do ponto de nivelamento da atividade. Por fim, serão apresentadas as análises referentes à organização social, crédito, assistência técnica e comercialização..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Crisna Pereira dos Santos - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Bolsa.
2017 - Atual
Estudo da fauna parasitológica do tucunaré, Cichla sp. (Actinopterygii: Perciformes), coletados na lagoa Paraíso, Sudoeste do Amazonas, Brasil.
Descrição: Dentre os peixes nativos que se destacam na ictiofauna amazônica, encontra-se o tucunaré, Cichla sp. O gênero compreende 15 espécies reconhecidas, dos quais o padrão de coloração e merísticos são os mais significativos para diferenciá-las. São peixes de médio a grande porte e são reconhecidos pelo seu valor comercial para consumo, com finalidade ornamental e pela pesca esportiva. Apesar de ser uma espécie abundante na região, bastante consumida pela população, apresenta poucos estudos parasitológicos dessas espécies. O trabalho tem como objetivo fazer o estudo da diversidade parasitária que pode ser encontrada em Cichla sp. provenientes do lago Paraíso na cidade de Humaitá, sul do Estado do Amazonas. Os peixes serão coletados em dois períodos hidrológicos (seca e cheia) utilizando redes de emalhar e pretende-se coletar de 20 a 30 exemplares em cada um destes períodos. Em seguida os parasitos encontrados serão coletados, identificados, e a estrutura das infra-comunidades parasitárias serão analisadas estatisticamente. Espera-se com este trabalho aumentar as informações sobre os parasitos que acometem os peixes do gênero Cichla que habitam o sul do Amazonas podendo assim fazer análises mais aprofundadas, já que esta região é tão pouco conhecida do ponto de vista parasitológico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Elton Lira de Freitas Junior - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Bolsa.
2017 - Atual
Avaliação do Uso de biofertilizante e seus resíduos sólidos na produção e crescimento de alface em Humaitá, Amazonas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Ana Paula Costa da Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Bolsa.
2015 - 2016
Distribuição e diversidade da fauna ictiológica do médio Rio Roosevelt a montante da Cachoeira do Sumaúma ? Amazônia Ocidental
Descrição: Os peixes desempenham um papel primordial no ecossistema amazônico, principalmente em razão da rede hidrográfica excepcionalmente extensa da bacia, o que lhes permite interagir, em todo espaço regional, nos diversos níveis tróficos. Em termos ecológicos a diversidade física e a heterogeneidade dos ambientes presentes na calha do rio representa a potencialidade de existência de nichos ecológicos distintos e, consequentemente, uma maior variabilidade de espécies. Corredeiras, pedrais e lagoas marginais, por exemplo, podem abrigar uma ictiofauna diferenciada da encontrada na calha do rio, muitas vezes endêmicas a estes ambientes exclusivos. As corredeiras também podem atuar, dependendo de seu desnível, como obstáculo e barreira geográfica (gradiente) para algumas espécies. O presente estudo tem como objetivo principal investigar a distribuição e diversidade das assembléias de peixes da Bacia do Rio Roosevelt e seus tributários no trecho que compreende o denominado aqui médio Rio Roosevelt localizado entre os trechos a montante da Cachoeira do Sumaúma e a jusante da Cachoeira do Infernão, produzindo um banco de dados ictiológicos e de variáveis ambientais que permitam compreender a dinâmica da comunidade ao longo de um gradiente ambiental, através do monitoramento do trecho estudado (PIBIC)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Josiane Neves dos Santos - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2014 - 2016
Monitoramento limnológico da Lagoa do Paraíso sul do estado do Amazonas/Brasil - PIBIC
Descrição: À margem da legislação de uso do solo e associada à especulação vem sendo reproduzida por diferentes classes sociais, resultando na ocupação de áreas sem infra-estrutura sanitária e causando a degradação da qualidade das águas naturais. Assim, a principal causa de degradação das águas no espaço urbano é o lançamento de efluentes domésticos sem o tratamento adequado, os quais são ricos em matéria orgânica e nutrientes. Dessa forma, o excessivo aporte de nutrientes nos ecossistemas aquáticos é fortemente correlacionado com a ocupação humana na bacia hidrográfica. O presente estudo tem como objetivo principal caracterizar a dinâmica e monitorar aspectos limnológicos referentes a Lagoa do Paraíso no sul do estado do Amazonas e verificar possíveis influencias do Rio Madeira a jusante da Usina de Santo Antônio com alterações dos pulsos nas regiões de várzea..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2014 - 2016
INFLUÊNCIA DA DINÂMICA DE NUTRIENTES E PRODUTIVIDADE PRIMÁRIA NA ESTRUTURA DAS ASSEMBLEIAS DE PEIXES EM RIACHOS DO SUDOESTE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL
Descrição: randes sistemas aquáticos suportam uma grande diversidade de peixes e tem sido fortemente estudado, entretanto, pouco se conhece sobre as redes de igarapés sua ictiofauna e sua importância na formação de sistemas mais complexos e os mecanismos que sustentam e limitam a diversidade nestes locais. Estudos nas áreas de nascentes e cabeceiras de tributários de grandes rios são imprescindíveis para o conhecimento da dinâmica de igarapés com características tão específicas. Diversas hipóteses e conceitos tem sido utilizados para explicar a variação da riqueza de espécies e a composição da ictiofauna em rios neotropicais. Com relação à dinâmica de igarapés é importante considerar que a diversidade é independente da dimensão dos trechos amostrados. Isso evidencia a importância de se intensificar estudos relacionados à comunidade de peixes em diferentes microbacias dentro de uma mesma região, Devido a um grande número de espécies que apresentam movimentos migratórios, sejam estes pela mudança do nível da água, para fins tróficos e/ou reprodutivos. Neste contexto há uma necessidade de se conhecer a dinâmica das assembleias de peixes em redes de igarapés, permitindo um maior entendimento a respeito dos mecanismos que promovem e mantém a riqueza de peixes em ambientes de igarapés bem como as variações estruturais da comunidade. O presente trabalho terá como objetivo Investigar e avaliar os efeitos da produtividade primária e dinâmica de nutrientes na estrutura das assembleias de peixes em riachos em doze igarapés de primeira a terceira ordem próximos a Humaitá/AM. Um histórico sobre o conhecimento da ictiofauna no rio Madeira é apresentado, reunindo uma parte importante da literatura sobre inventários de espécies e discutindo a ocorrência de endemismos nesse rio em relação à bacia Amazônica. Para testar o efeito dos fatores locais e regionais variáveis ambientais na riqueza e na composição de espécies, bem como o efeito dos principais habitats serão utilizadas coletas padronizadas com baterias de dez malhadeiras somando uma área de 409,7m2 por um período de 24 horas monitoradas a cada 6 horas. Serão analisadas 12 amostras representativas do período de estação chuvosa e 12 amostras para a estação seca, em coletas durante 2 períodos ao ao longo de 12 meses além das variáveis ambientais ligadas a produtividade primária de cada igarapé amostrado. Os dados obtidos permitirão reconhecer a estrutura, diversidade, heterogeneidade, distribuição e variação temporal da fauna de peixes nos principais tributários da planície amazônica mais especificamente o sul do Amazonas próximo a Humaitá. Produzindo conhecimento que permitirá orientar e subsidiar o manejo e conservação da ictiofauna e igarapés associados..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - Auxílio financeiro.
2014 - 2015
Distribuição e diversidade da fauna ictiológica do baixo Rio Roosevelt a jusante da Cachoeira do Sumaúma ? Amazônia Ocidental - PIBIC
Descrição: O conhecimento da influência da variação ambiental, de processos regionais e históricos sobre a distribuição das espécies e composição das comunidades de peixes ainda continua insuficiente. Através da caracterização da dinâmica natural das comunidades, de sua relação com variações ambientais e dos mecanismos envolvidos no processo de estruturação de comunidades, podem ser planejadas ações de manejo de recursos naturais ou de avaliação e mitigação de danos causados por alterações ambientais antropogênicas. O estudo tem como objetivo principal investigar a distribuição e diversidade das assembleias de peixes da Bacia do Rio Roosevelt e seus tributários no trecho que compreende o denominado aqui baixo Rio Roosevelt, localizado entre os trechos a jusante da Cachoeira do Sumaúma e a e a foz ou confluência do Rio Aripuanã, produzindo um banco de dados ictiológicos e de variáveis ambientais que permitam compreender a dinâmica da comunidade ao longo de um gradiente ambiental, através do monitoramento do trecho estudado (PIBIC)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2012 - 2013
Monitoramento da fauna ictiológica da Lagoa do Paraíso, sul do Estado do Amazonas/Brasil - PIBIC
Descrição: O presente estudo tem como objetivo principal investigar a distribuição e diversidade das assembleias de peixes da Lagoa do Paraíso produzindo um banco de dados ictiológicos e de variáveis ambientais que permitam compreender a dinâmica da comunidade ao longo de um gradiente temporal, através do monitoramento da lagoa que sofre influencia do Rio Madeira a jusante da Usina de Santo Antônio com alterações dos pulsos nas regiões de várzea. (PIBIC).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2012 - Atual
Estudo e Monitoramento da Variação Temporal da Fauna de Peixes na Bacia do Rio Roosevelt ? Parque Nacional Campos Amazônicos (PNCA)
Descrição: Grandes sistemas aquáticos suportam uma grande diversidade de peixes e tem sido fortemente estudado, entretanto, pouco se conhece sobre as redes de igarapés sua ictiofauna e sua importância na formação de sistemas mais complexos e os mecanismos que sustentam e limitam a diversidade nestes locais. Estudos nas áreas de nascentes e cabeceiras de tributários de grandes rios são imprescindíveis para o conhecimento da dinâmica de igarapés com características tão específicas. Diversas hipóteses e conceitos tem sido utilizados para explicar a variação da riqueza de espécies e a composição da ictiofauna em rios neotropicais. Com relação à dinâmica de igarapés é importante considerar que a diversidade é independente da dimensão dos trechos amostrados. Isso evidencia a importância de se intensificar estudos relacionados à comunidade de peixes em diferentes microbacias dentro de uma mesma região, Devido a um grande número de espécies que apresentam movimentos migratórios, sejam estes pela mudança do nível da água, para fins tróficos e/ou reprodutivos. Neste contexto há uma necessidade de se conhecer a dinâmica das assembleias de peixes em redes de igarapés, permitindo um maior entendimento a respeito dos mecanismos que promovem e mantém a riqueza de peixes em ambientes de igarapés bem como as variações estruturais da comunidade. O presente trabalho terá como objetivo investigar e analisar o efeito dos fatores locais e regionais na riqueza e composição das espécies de peixes ao longo da bacia do rio Roosevelt nos limites do Parque Nacional Campos Amazônicos através do estudo e monitoramento da variação temporal destas comunidades. O PNCA, com área de 809.158 ha, situado entre as coordenadas geográficas de 7º30'S a 9º15'S, 61º30'W a 62º30'W, possui cerca de 84% da sua área localizados em dois municípios do Estados do Amazonas - Manicoré e Novo Aripuanã; cerca de 15% no Município de Machadinho D´Oeste, no Estado de Rondônia; e menos de 1% no Município de Colniza, no Estado de Mato.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / João Ânderson Fulan - Integrante / Luciano Augusto Souza Rohleder - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente - Auxílio financeiro.
2010 - 2011
Semeando Sustentabilidade
Descrição: O objetivo principal deste projeto é estabelecer diretrizes com bases sustentáveis para recuperação de áreas de preservação permanente em propriedades rurais localizadas no entorno de unidades de conservação do sudoeste da Amazônia, melhorando aspectos relativos à conservação dos recursos naturais, seus serviços socioeconômicos e ambientais. Finalmente contribuindo para a implementação das zonas de amortecimento destas unidades. Promovendo o desenvolvimento de uma compreensão integrada do meio ambiente em suas múltiplas e complexas relações, envolvendo aspectos ecológicos, legais, políticos, sociais, econômicos, científicos e culturais incentivando à participação individual e coletiva, permanente e responsável, na preservação do equilíbrio do meio ambiente, entendendo-se a defesa da qualidade ambiental como um valor inseparável do exercício da cidadania..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante / Alexis de Sousa Bastos - Coordenador / Alessandra da Silva Martins - Integrante.Financiador(es): PETROBRAS - Auxílio financeiro.
2006 - 2006
Diagnóstico Etno Ambiental Participativo da Terra Indígena Ipixuna AM
Descrição: Conservar os recursos naturais da Terra Indígena Ipixuna, por intermédio do conhecimento de seus ecossistemas, gerando o planejamento de atividades econômicas e ambientalmente sustentáveis.Tendo como meta principal a ser alcançada um diagnóstico etno ambiental participativo, definido como um processo flexível, com a participação do povo indígena Parintintin, onde se possa obter e aplicar, informações biológicas e ecológicas, destinada à tomada eficaz de decisões conservacionistas. Esse diagnóstico resulta em mapas ecológicos atualizados e informes que descrevem a vegetação, flora, fauna, assim como o meio físico, as atividades humanas e o uso atual da terra. A síntese e análise dessas informações permitem fazer recomendações apropriadas sobre o uso da terra e as atividades de conservação nas áreas de estudo. A avaliação também fornece, informação base para os planos de manejo, gestão e programas de monitoramento de longo prazo dos recursos naturais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Ana Paula Albuquerque de Melo - Integrante.Financiador(es): United States Agency for International Development - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2005 - 2005
Diagnóstico Etno Ambiental Participativo da Terra Indígena Nove de Janeiro AM
Descrição: Conservar os recursos naturais da Terra Indígena Nove de Janeiro, por intermédio do conhecimento de seus ecossistemas, gerando o planejamento de atividades econômicas e ambientalmente sustentáveis.Tendo como meta principal a ser alcançada um diagnóstico etno ambiental participativo, definido como um processo flexível, com a participação do povo indígena Parintintin, onde se possa obter e aplicar, informações biológicas e ecológicas, destinada à tomada eficaz de decisões conservacionistas. Esse diagnóstico resulta em mapas ecológicos atualizados e informes que descrevem a vegetação, flora, fauna, assim como o meio físico, as atividades humanas e o uso atual da terra. A síntese e análise dessas informações permitem fazer recomendações apropriadas sobre o uso da terra e as atividades de conservação nas áreas de estudo. A avaliação também fornece, informação base para os planos de manejo, gestão e programas de monitoramento de longo prazo dos recursos naturais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Ana Paula Albuquerque de Melo - Integrante.Financiador(es): United States Agency for International Development - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2004 - 2004
Diagnóstico Etno Ambiental Participativo da Terra Indígena Igarapé Lourdes RO
Descrição: Conservar os recursos naturais da Terra Indígena Igarapé Lourdes RO, por intermédio do conhecimento de seus ecossistemas, gerando o planejamento de atividades econômicas e ambientalmente sustentáveis.Tendo como meta principal a ser alcançada um diagnóstico etno ambiental participativo, definido como um processo flexível, com a participação do povo indígena Gavião e Arara, onde se possa obter e aplicar, informações biológicas e ecológicas, destinada à tomada eficaz de decisões conservacionistas. Esse diagnóstico resulta em mapas ecológicos atualizados e informes que descrevem a vegetação, flora, fauna, assim como o meio físico, as atividades humanas e o uso atual da terra. A síntese e análise dessas informações permitem fazer recomendações apropriadas sobre o uso da terra e as atividades de conservação nas áreas de estudo. A avaliação também fornece, informação base para os planos de manejo, gestão e programas de monitoramento de longo prazo dos recursos naturais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Aldimar Lima Dos Reis - Integrante.Financiador(es): United States Agency for International Development - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
2003 - 2004
Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra da Cutia RO
Descrição: Conservação dos recursos naturais do parque, por intermédio do conhecimento de seus ecossistemas, gerando o planejamento de atividades econômicas e ambientalmente sustentáveis. Tendo como meta principal a ser alcançada um diagnóstico ambiental, onde se possa obter e aplicar, informações biológicas e ecológicas, destinada à tomada eficaz de decisões conservacionistas. Esse diagnóstico resulta em mapas ecológicos atualizados e informes que descrevem a flora, fauna e o meio físico, as atividades humanas e o uso atual da terra. A síntese e análise dessas informações permitem fazer recomendações apropriadas sobre o uso da terra e as atividades de conservação nas áreas de estudo. A avaliação também fornece, informação e base para os planos de manejo, gestão e programas de monitoramento de longo prazo dos recursos naturais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Caracterização do desembarque para o ordenamento da atividade de pesca no Sul do Amazonas
Descrição: A pesca na região amazônica se destaca em relação às demais regiões brasileiras, tanto costeiras quanto de águas interiores, pela riqueza de espécies exploradas, pela quantidade de pescado capturado e pela dependência da população tradicional a esta atividade. Apesar de importantes para o desenvolvimento econômico, os barramentos promovem alterações graves e irreversíveis no regime hidrológico natural dos rios, formando um novo ecossistema, com estruturas, funções e biotas características. Essas profundas alterações causas diversos impactos nas comunidades de peixes, de forma que as construções de barragens são inclusas na lista de maiores ameaças a biodiversidade de água doce do Brasil. A análise de dados de produção pesqueira permite conhecer a situação dos estoques das principais espécies submetidas à exploração, sua evolução ao longo do tempo e permite tomada de decisões visando disciplinar e ordenar a exploração dos recursos. Desta forma, o presente trabalho visa investigar o desembarque pesqueiro na Colônia Z-31 do município de Humaitá (AM), visando apoiar políticas publicas que possam orientar a manutenção da biodiversidade fomentando o aumento da produção, bem como a conservação dos estoques pesqueiros além de gerar indicadores de possíveis alterações no estado de normalidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / João Carlos Costa Alves - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2018 - Atual
A importância de coleções biológicas no processo de ensino e aprendizagem (Uma experiência alternativa utilizada como espaço educador)
Descrição: As coleções biológicas tratam-se depósitos de organismos que são ou que já foram encontrados em seus ambientes naturais. Consoante à sua natureza é intrínseco que seja considerada um testemunho da biodiversidade quer seja regional ou continental e desta forma é dotada de inestimável valor e rica fonte de informações sobre os organismos (ZAHER & YOUNG, 2003). Sua importância se propaga desde pesquisas científicas que abordem evolução, sistemática, filogenia, ecologia até o fornecimento de dados utilizados para formular estratégias de gestão do meio ambiente, se estendendo também as práticas de ensino, entre outras funções que tem implicações em todos os níveis da sociedade. Dentro do território brasileiro, o qual apresenta grande diversidade na sua flora e fauna, sua relevância se torna ainda maior, o que exige mais esforços para o conhecimento e catalogação de sua biota. Em relação a esta biodiversidade, o grupo de peixes se destaca por apresentar um expressivo número de espécies, especialmente no sistema hidrográfico localizado na Amazônia sul-ocidental, a bacia do rio Madeira, representada por cerca de 1.000 espécies de peixes e atualmente detentora do título de bacia com a maior diversidade ictiofaunistíca do mundo. Em paralelo a esta riqueza, esforços devem ser empregados para seu conhecimento e catalogação, e consequentemente formação de coleções biológicas que sirvam de testemunho e histórico dessa diversidade. As coleções biológicas têm como função principal armazenar, preservar e ordenar o acervo de espécimes representando a diversidade biológica de organismos (fósseis e atuais) que povoaram o planeta até os dias de hoje..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Moisés Santos de Souza - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Outra.
2015 - 2016
Prevenção ao uso de drogas para alunos da escola estadual Marly Carvalho Lobato Nery em Humaitá/AM
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante / Euricléia Gomes Coelho - Coordenador.
2015 - 2016
Ensino de Ciências: Jogos didáticos
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (16) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante / Euricléia Gomes Coelho - Coordenador.
2014 - 2015
LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO DA COLÔNIA DE PESCADORES Z-31 DR. RENATO PEREIRA GONÇALVES NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA
Descrição: Na Amazônia, a pesca assume grande importância socioeconômica visto que constitui fonte vital de alimentos, ocupação de mão-de-obra e de renda para a população, especialmente para as pequenas comunidades do meio rural. O trabalho analisará os aspectos socioeconômicos da pesca na região de atuação da colônia de pescadores Z-31 Dr. Renato Pereira Gonçalves no sul do estado do Amazonas. Os dados serão obtidos a partir da aplicação de questionários aos indivíduos cadastrados da colônia de pescadores Z-31 no sul do Amazonas Na dimensão socioambiental será analisado aspectos como origem, faixa etária, escolaridade, composição familiar e as características de infraestrutura das residências. No âmbito da estrutura produtiva serão caracterizadas as relações de produção, duração do esforço de pesca, tipos de embarcação, espécies capturadas e apresentadas estimativas de custos, receitas e do ponto de nivelamento da atividade. Por fim, serão apresentadas as análises referentes à organização social, crédito, assistência técnica e comercialização..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Rodrigo Tartari - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2014 - 2015
ESTUDO BATIMÉTRICO DA LAGOA DO PARAÍSO COMO SUBSÍDIO PARA ANÁLISE ECOLÓGICA DE PEIXES PARA A PRODUÇÃO PESQUEIRA
Descrição: A lagoa Paraíso é caracterizada por ser um meandro ferradura, localizada no município de Humaitá, sul do Estado do Amazonas. O objetivo deste trabalho é realizar o estudo morfométrico da lagoa Paraíso, que servirá como referência para promover a formação continuada aos beneficiários ligados ao ordenamento e conservação de estoques pesqueiros e sobre taxonomia e estatística de peixes amazônicos e também para realização de monitoramento físico-químico da água e identificação da biota local como peixes e macroinvertebrados bentônicos. Será realizada 2 coletas sendo uma no mês seco e outra no período de transição seco chuvoso uma vez que no período chuvoso já existe uma coleta (ANJOS, et al., 2014). Busca-se entender a morfometria da lagoa do Paraíso e a dinâmica de migração de espécies de peixes com a conexão com rio Madeira. Neste intuito o acadêmico fará pesquisa cientifica e a aplicação social se dará pela análise conjunta com a colônia de pescadores que se beneficiará com as atividades de pesca e produção..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante / Rodrigo Tartari - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2014 - 2015
CARACTERIZAÇÃO DO DESEMBARQUE PESQUEIRO NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA
Descrição: A pesca na região amazônica se destaca em relação às demais regiões brasileiras, tanto costeiras quanto de águas interiores, pela riqueza de espécies exploradas, pela quantidade de pescado capturado e pela dependência da população tradicional a esta atividade. Apesar de importantes para o desenvolvimento econômico, os barramentos promovem alterações graves e irreversíveis no regime hidrológico natural dos rios, formando um novo ecossistema, com estruturas, funções e biotas características. Essas profundas alterações causas diversos impactos nas comunidades de peixes, de forma que as construções de barragens são inclusas na lista de maiores ameaças a biodiversidade de água doce do Brasil. A análise de dados de produção pesqueira permite conhecer a situação dos estoques das principais espécies submetidas à exploração, sua evolução ao longo do tempo e permite tomada de decisões visando disciplinar e ordenar a exploração dos recursos. Desta forma, o presente trabalho visa investigar o desembarque pesqueiro na Colônia Z-31 do município de Humaitá (AM), visando apoiar políticas publicas que possam orientar a manutenção da biodiversidade fomentando o aumento da produção, bem como a conservação dos estoques pesqueiros além de gerar indicadores de possíveis alterações no estado de normalidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Rodrigo Tartari - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Bolsa.
2014 - 2014
Coleções Ictiológicas e Taxonomia de Peixes Amazônicos
Descrição: As coleções biológicas tratam-se depósitos de organismos que são ou que já foram encontrados em seus ambientes naturais. Consoante à sua natureza é intrínseco que seja considerada um testemunho da biodiversidade quer seja regional ou continental e desta forma é dotada de inestimável valor e rica fonte de informações sobre os organismos. Sua importância se propaga desde pesquisas científicas que abordem evolução, sistemática, filogenia, ecologia até o fornecimento de dados utilizados para formular estratégias de gestão do meio ambiente, se estendendo também as práticas de ensino, entre outras funções que tem implicações em todos os níveis da sociedade. Dentro do território brasileiro, o qual apresenta grande diversidade na sua flora e fauna, sua relevância se torna ainda maior, o que exige mais esforços para o conhecimento e catalogação de sua biota. Em relação a esta biodiversidade, o grupo de peixes se destaca por apresentar um expressivo número de espécies, especialmente no sistema hidrográfico localizado na Amazônia sul-ocidental, a bacia do rio Madeira, representada por cerca de 1.000 espécies de peixes e atualmente detentora do título de bacia com a maior diversidade ictiofaunistíca do mundo. Em paralelo a esta riqueza, esforços devem ser empregados para seu conhecimento e catalogação, e consequentemente formação de coleções biológicas que sirvam de testemunho e histórico dessa diversidade. Considerando o exposto, o presente curso visa desenvolver os conteúdos teóricos e práticos sobre coleções biológicas explorando a ictiofauna regional. Pois, para o exercício da função de curadoria, é importante e necessário que profissionais da área de pesquisa, educação, entre outras, sejam capacitados efetivamente através de cursos que abordem a teoria e aplicação dos conhecimentos básicos dos procedimentos realizados em acervos biológicos desde sua instalação até sua manutenção..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Rodrigo Tartari - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2012 - 2012
Técnicas de seleção e coleta de amostras vegetais e sementes de espécies arbóreas nativas
Descrição: Uma das primeiras preocupações quando se planeja a coleta de sementes florestais nativas, visando à recuperação ambiental de áreas cujos ecossistemas estejam degradados, é definir as áreas a serem visitadas assim como a metodologia correta a ser empregada na colheita de propágulos. Deve-se buscar informações sobre a localização geográfica das fontes de sementes. Esses dados podem ser obtidos em herbários de universidades, jardins botânicos e centros de pesquisa. Um dos procedimentos para a definição das áreas de coleta é a prospecção prévia, que consiste em pesquisas ou sondagens para descobrir a localização das espécies florestais desejadas. Os procedimentos vão desde entrevistas com mateiros ou produtores de uma determinada região, botânicos ou pesquisadores até consultas em bibliografia especializada que definam a localização geográfica de determinada espécie da qual se pretende coletar sementes. Uma vez identificadas às árvores matrizes, essas passam a fazer parte das coletas futuras, tanto em área natural de coleta de sementes alterada ou não. A coleta de sementes florestais nativas envolve um conjunto de problemas, dos quais se destaca a questão do tamanho das populações e da sua distribuição, como no caso de populações disjuntas de difícil delimitação. Dessa forma, a estratégia de coleta a ser adotada deve ser específica para cada situação, dependendo da forma de amostragem das populações, dos fatores climáticos, ecológicos e logísticos, além do que a demanda por sementes pode indicar a necessidade de treinamento de mão de obra e se há ou não necessidade de recrutamento de mais pessoal para o grupo de coleta. A seleção e o recrutamento de pessoas com aptidão e o treinamento e capacitação para a coleta/escalada podem demandar algum tempo. Neste sentido, o projeto busca desenvolver atividades de capacitação referentes a técnicas de seleção e coleta de amostras vegetais e sementes de espécies arbóreas nativas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Luciano Augusto Souza Rohleder - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2012 - 2012
Técnicas de coleta e preparação de vertebrados
Descrição: A motivação da coleta e preparação de material zoológico prende-se ao fato de que, em muitas espécies existem dúvidas sobre a sua real classificação e distribuição geográfica, não sendo possível afirmar que tal espécie ocorra em determinada área sem existência de uma comprovação material, ou então através de uma pesquisa visual ou sonora, isto quando a espécie em questão tenha caracteres morfológicos que não deixam dúvidas quanto ao seu reconhecimento. As técnicas de coleta variam conforme a espécie, por exemplo: aves: redes, laços, arapucas; pequenos mamíferos ou roedores: gaiolas ou ratoeiras; morcegos: redes ou puçás; grandes mamíferos: gaiolas, laços e armadilhas; peixes: redes, tarrafas, puçás e linha com anzol; anfíbios são capturados a noite com uso de lanterna, estes são localizados através da vocalização que denuncia seu esconderijo; a coleta de répteis deve ser mais cuidadosa, em especial com as espécies venenosas, sendo necessário adaptar métodos dependendo do momento da coleta; Entretanto, trabalhos de montagem de esqueleto e taxidermia ajustam-se mais perfeitamente à preservação de exemplares mortos por acidente (carros, cabos e fios de alta tensão) ou doença, comuns em parques ecológicos, vítimas de represamentos ou outros impactos ambientais. Desta forma, o projeto busca apresentar e disseminar técnicas de coleta e preparação de vertebrados a discentes, técnicos de laboratório, do curso de Biologia e Química do IEAA/UFAM e professores de Biologia da rede pública do município de Humaitá-AM para que estes possam além de conhecer as técnicas empregadas na coleta e preparação de vertebrados, possam produzir materiais para suas aulas, ser multiplicadores das técnicas aprendidas não só na coleta e preparação, como também na conservação dos materiais preparados a fim de se criar um acervo de material biológico representativo para região..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Luciano Augusto Souza Rohleder - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2011 - 2012
O Uso de Ferramentas Estratégicas para o Ordenamento Territorial e Gestão de Recursos FLONA Humaitá
Descrição: A Floresta Nacional de Humaitá está localizada no município de Humaitá sul do Amazonas e foi criada a partir do Decreto 2.485 em 02/02/1998, a área de uso sustentável possui cerca de 468.790 hectares. A realidade socioambiental encontrada na Flona Humaitá caracteriza-se pela falta de organização social, baixa participação individual, falta de espaços coletivos de consulta e/ou tomada de decisão, falta de articulação entendendo que esta depende das variáveis anteriores (ISA, 2010). Para garantir a participação dos atores envolvidos na construção uma proposta de envolvimento social coletivo, faz-se necessário reunir atores diversos. Também é necessário o aprofundamento sobre questões socioeconômicas e ambientais para termos o máximo de subsídios para construir ou identificar demandas que auxiliassem o processo de planejamento e organização da comunidade. Neste sentido, há a necessidade de trabalharmos o processo de sensibilização coletiva para questões locais, identificando que ações socioambientais conseguiriam envolver a participação de diversos atores. Dessa forma, se pensou em trabalhar ferramentas estratégicas que pudessem ser mecanismos eficientes para o ordenamento de recursos e controle social, com uma preocupação diretamente ligada a formação continuada a processos de aprendizagem multidisciplinar disseminação de informação, discussão, reflexão, para que assim os atores envolvidos no processo de desenvolvimento regional possam visualizar suas demandas, prioridades, potencialidades e principalmente suas fragilidades protagonizando o processo de construção de ordenamento e gestão..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Heron Salazar Costa - Integrante / Aldecy de Almeida Santos - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2011 - 2012
O Uso de Ferramentas Estratégicas para o Ordenamento Territorial e Gestão de Recursos PAE BOTOS
Descrição: O Projeto de Assentamento Agroextativista Botos está localizada no município de Humaitá sul do Amazonas e foi criado em 2004, a área de uso extrativista possui 101.397,6518 hectares em um perimetro de 293.981,72 metros, com quatro comunidades ribeirinhas e cerca de 200 familias. A realidade socioambiental encontrada no PAE Botos é de baixa organização social, baixa participação individual, falta de espaços coletivos de consulta e/ou tomada de decisão, falta de articulação entendendo que esta depende das variáveis anteriores. Para garantir a participação dos atores envolvidos na construção uma proposta de envolvimento social coletivo, faz-se necessário reunir atores diversos. Também é necessário o aprofundamento sobre questões socioeconômicas e ambientais para termos o máximo de subsídios para construir ou identificar demandas que auxiliassem o processo de planejamento e organização da comunidade e seu plano de uso, instrumentos previstos na Portaria 268 de 1996 do INCRA. Neste sentido, há a necessidade de trabalharmos o processo de sensibilização coletiva para questões locais, identificando que ações socioambientais conseguiriam envolver a participação de diversos atores. Dessa forma, se pensou em trabalhar ferramentas estratégicas que pudessem ser mecanismos eficientes para o ordenamento de recursos e controle social, com uma preocupação diretamente ligada a formação continuada a processos de aprendizagem multidisciplinar disseminação de informação, discussão, reflexão, para que assim os atores envolvidos no processo de desenvolvimento regional possam visualizar suas demandas, prioridades, potencialidades e principalmente suas fragilidades protagonizando o processo de construção de ordenamento e gestão..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador / Angela Maria Gonçalves de Oliveira - Integrante / Leonardo Dourado de Azevedo Neto - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal do Amazonas - Auxílio financeiro.
2011 - 2011
Investigação de Ferramentas Estratégicas Para o Ordenamento de Recursos e Conservação na Reserva Extrativista Federal Rio Cautário - RO
Descrição: Desenvolver um processo educativo de mudança de comportamento dos discentes em relação à ferramentas disponíveis para gerenciar o ordenamento dos recursos naturais e a elaboração de projetos ambientais, considerando váriáveis como a análise regional características socioeconômicas (aspectos históricos e culturais) bem como a descrição geomorfológica dos recursos disponíveis sua capacidade de suporte e resiliência regional, procurando fornecer evidências especialmente favoráveis sobre o processo de gestão e ordenamento dos recursos naturais permitindo visualizar como se dá este processo e que ferramentas podem ser utilizadas para otimizar e garantir a utilização dos recursos elaborando projetos que garantam a disponibilidade a longo prazo sem o esgotamento dos estoques de matéria prima..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (42) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.
2010 - 2010
Perspectivas de Investigação e Análise Socioambiental em Porto Rolim do Guaporé-RO
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (42) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Coordenador.
2005 - 2005
Intercâmbio em Educação Transdisciplinar em Empreendedorismo e Desenvolvimento Sustentável nas Comunidades do Baixo Madeira - Nazaré e Cuniã
Descrição: O objetivo desse intercâmbio é dar aos estudantes à oportunidade de desenvolver competências, de trabalhar em grupos multidisciplinares e interculturais para que se criem e compartilhem os conhecimentos e ferramentas para implementação do desenvolvimento socioambiental na região. A idéia é que os estudantes possam aplicar os modelos estudados durante o processo de formação no desenvolvimento socioambiental local. Para realizar isto a UNIVERSITEIT VAN AMSTERDAM - UVA, representada pelo: EXPERTISE CENTRUM DUURZAME ONTWIKKELING ? ECDO, em colaboração com outras instituições, desenvolveu um modelo educativo transdisciplinarde construção que permitiu melhorar os aspectos organizacionais dando ênfase a valorização do capital social garantindo a participação dos atores envolvidos nas localidades pesquisadas. As pesquisas foram conduzidas nas comunidades Nazaré e Cuniã. As duas comunidades localizadas no baixo Madeira-RO..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) .
Integrantes: Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante / Miguel Nenevê - Coordenador / Mariluce Paes de Souza - Integrante.Financiador(es): Núcleo de Ciências Sociais - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2008 - 2010
Projeto Peixe Vivo
Descrição: Diminuir a pressão sobre os recursos naturais do P.E. Corumbiara e do seu entorno, melhorando as formas de controle e a participação social em espaços de tomada de decisões através do fortalecimento do capital social da região inserindo cursos de formação em inclusão digital, gestão territorial e ambiental, ecologia da pesca, políticas públicas, gênero, raça e etnia, direito ambiental (com ênfase às atividades de pesca), gestão administrativo-financeira, comunicação e elaboração de projetos; possibilitar a inclusão de gênero e a geração de renda alternativa através de capacitação em processamento de pescado, melhorando o seu aproveitamento econômico pela introdução de novas técnicas de conservação e preparo de alimentos a base de peixe. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Integrantes: Alexis de Sousa Bastos - Coordenador / Marcelo Rodrigues dos Anjos - Integrante. Financiador(es): Programa Áreas Protegidas da Amazônia - Outra...
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
2007 - 2010
Apoio a Agricultura Familiar no Entorno do Parque Nacional da Serra da Cutia RO
Descrição: Contribuir com atividades de geração de renda alternativa para agricultores familiares no entorno do Parque Nacional Serra da Cutia/RO através do fortalecimento da cadeia produtiva de derivados de mandioca..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Revista EDUCAmazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente
2012 - Atual
Periódico: Revista Estratégica


Membro de comitê de assessoramento


2018 - Atual
Agência de fomento: Instituto Federal do Amazonas


Revisor de periódico


2008 - Atual
Periódico: Acta Amazonica
2017 - Atual
Periódico: INTERNATIONAL JOURNAL OF SOCIAL ECOLOGY AND SUSTAINABLE DEVELOPMENT
2010 - Atual
Periódico: ESTRATÉGICA (FAAP)
2010 - Atual
Periódico: ESTRATÉGICA (FAAP)
2010 - Atual
Periódico: ESTRATÉGICA (FAAP)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Fisiologia.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Taxonomia dos Grupos Recentes.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Morfologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SOARES, J. M.2018SOARES, J. M. ; GOMES, J. M. ; ANJOS, M. R. ; SILVEIRA, J. N. ; CUSTODIO, F. B. . Mercury in fish from the Madeira River and health risk to Amazonian and riverine populations. FOOD RESEARCH INTERNATIONAL, v. 109, p. 537-543, 2018.

2.
SOUZA, M. S.2018SOUZA, M. S. ; SALMAN, A. K. D. ; ANJOS, M. R. ; SAUSEN, D. ; PEDERSOLI, M. A. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. . Serviços Ecológicos de Insetos e Outros Artrópodos em Sistemas Agroflorestais. Educamazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, v. 20, p. 22-35, 2018.

3.
ANJOS, M. R.2016 ANJOS, M. R.; MACHADO, N. G. ; SILVA, M. E. P. ; BASTOS, W. R. ; MIRANDA, M. R. ; CARVALHO, D. P. ; MUSSY, M. H. ; HOLANDA, I. B. B. ; BIUDES, M. S. ; FULAN, J. A. . Bioaccumulation of methylmercury in fish tissue from the Roosevelt River, Southwestern Amazon basin. Revista Ambiente & Água, v. 11, p. 508-519, 2016.

4.
FULAN, J. A.2015FULAN, J. A. ; TARTARI, R. ; SILVA, V. V. ; ANJOS, M. R. ; NEVES, G. P. . Morphometric study of Lake Paraíso, southern Amazonas State, Brazil. O Biológico (Online) (São Paulo), v. 77, p. 11-16, 2015.

5.
FULAN, J. A.2015FULAN, J. A. ; SILVA, V. V. ; ANJOS, M. R. . Colonização de macroinvertebrados durante a decomposição de Eichhornia azurea (Swartz) Kunth em uma lagoa, sul do estado do Amazonas. AMBIENCIA, v. 11, p. 629-637, 2015.

6.
FULAN, J. A.2015FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. ; MACHADO, N. G. . Effect of temperature on the life cycle of Acanthagrion Selys, 1876 (Insecta: Coenagrionidae) under artificial conditions. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 15, p. 1-3, 2015.

7.
ANJOS, M. R.2015ANJOS, M. R.; SOUZA, V. C. ; SANTIAGO, R. C. ; MACHADO, N. G. ; BIUDES, M. S. ; FULAN, J. A. . PISCICULTURA NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA: O CASO DE RONDÔNIA EM 2009. Global Science and Technology, v. 8, p. 143-152, 2015.

8.
FULAN, J. A.2015FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. . Colonization by Chironomidae larvae in decomposition of Eichhornia azurea (Swartz) Kunth in the Paraíso lake, south Amazonas State, Brazil.. Acta Scientiarum. Biological Sciences (Online), v. 37, p. 1, 2015.

9.
TARTARI, R.2015TARTARI, R. ; MACHADO, N. G. ; ANJOS, M. R. ; CUNHA, J. M. ; MUSIS, C. R. ; NOGUEIRA, J. S. ; BIUDES, M. S. . Análise de Índices Biofísicos a Partir de Imagens TM Landsat 5 em Paisagem Heterogênea no Sudoeste da Amazônia. Revista Ambiente & Água, v. 10, p. 943-953, 2015.

10.
FULAN, J. A.2015FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. . Predation by Erythemis nymphs (Odonata) on Chironomidae (Diptera) and Elmidae (Coleoptera) in different conditions of habitat complexity. Acta Limnologica Brasiliensia (Online), v. 27, p. 454-458, 2015.

11.
ANJOS, M. R.2015 ANJOS, M. R.; MANZATTO, A. G. ; MACHADO, N. G. . ASSEMBLEIAS DE PEIXES EM IGARAPÉS DE TERRA FIRME EM DUAS SUB-BACIAS DO MÉDIO RIO MADEIRA, BRASIL. Evolução e Conservação da Biodiversidade, v. 6, p. 1, 2015.

12.
BENTES, D. D. B.2014BENTES, D. D. B. ; ANJOS, M. R. ; VALES, I. S. ; RIBEIRO, P. N. T. . CARACTERIZAÇÃO DA FAUNA ICTIOLÓGICA DA LAGOA PARAÍSO, SUL DO ESTADO DO AMAZONAS ? BRASIL.. Revista EDUCAmazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, v. XII, p. 147-164, 2014.

13.
ANJOS, M. R.2011 ANJOS, M. R.; SCHULZ, M. . Investigation of Deforestation of Environmental Protection Areas of Madeira River Permanent Preservation Areas in Rondônia Amazon, Brazil. International Journal of Social Ecology and Sustainable Development, v. 2, p. 66-76, 2011.

14.
ANJOS, M. R.2010 ANJOS, M. R.; ANDRADE, F. A. ; MONTE, Pamela Monalisa Rodrigues . Innovation Applied to the Recovery of Degraded Areas by Clay Extraction Through the Installation of Fish Culture Activity in the Region of the Sub Basin of the Upper Region of the Machado River, Rondônia, Brazill. Estratégica (FAAP), v. 10, p. 23-36, 2010.

Capítulos de livros publicados
1.
FULAN, J. A. ; FERREIRA, L. ; SANTOS, L. R. ; ANJOS, M. R. . Biological Monitoring Working Party (BMWP) como ferramenta na avaliação da qualidade ambiental da lagoa Paraíso, sul do Amazonas. In: João Ânderson Fulan. (Org.). Biological Monitoring Working Party (BMWP) como ferramenta na avaliação da qualidade ambiental da lagoa Paraíso, sul do Amazonas. 1ed.São Paulo: Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2015, 2015, v. 1, p. 53-60.

2.
FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. ; SILVA, V. V. ; SOUSA, I. S. . Efeito da precipitação na qualidade da água do rio Madeira, Humaitá, Amazonas. In: João Ânderson Fulan. (Org.). Efeito da precipitação na qualidade da água do rio Madeira, Humaitá, Amazonas. 1ed.São Paulo: Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2015, 2015, v. 1, p. 75-84.

3.
ANJOS, M. R.; MANZATTO, A. G. ; MACHADO, N. G. ; FULAN, J. A. . Riqueza e distribuição espacial de peixes na subbacia do rio Ipixuna no sudoeste da Bacia Amazônica. In: João Ânderson Fulan. (Org.). Riqueza e distribuição espacial de peixes na subbacia do rio Ipixuna no sudoeste da Bacia Amazônica. 1ed.São Paulo: Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2015, 2015, v. 1, p. 47-61.

4.
ANJOS, M. R.; MELO, A. P. A. . LEVANTAMENTO BIOLÓGICO ICTIOFAUNA. In: Ivaneide Bandeira Cardozo; Israel Correa Vale Junior. (Org.). DIAGNÓSTICO ETNOAMBIENTAL PARTICIPATIVO, ETNOZONEAMENTO E PLANO DE GESTÃO EM TERRAS INDÍGENAS - T.I. Ipixuna. 536ed.Porto Velho: EDUFRO, 2012, v. 2, p. 80-81.

5.
ANJOS, M. R.; REIS, A. L. . LEVANTAMENTO BIOLÓGICO ICTIOFAUNA. In: Ivaneide Bandeira Cardozo; Israel Correa Vale Junior. (Org.). DIAGNÓSTICO ETNOAMBIENTAL PARTICIPATIVO, ETNOZONEAMENTO E PLANO DE GESTÃO EM TERRAS INDÍGENAS - T.I. Igarapé Lourdes. 536ed.Porto Velho: EDUFRO, 2012, v. 1, p. 33-34.

6.
ANJOS, M. R.; MELO, A. P. A. ; MANZATTO, A. G. . RIQUEZA E DISTRIBUIÇÃO DA FAUNA DE PEIXES DE PEIXES NA SUB BACIA DO MAICI, MEDIO MADEIRA, ESTADO DO AMAZONAS, BRASIL.. In: Artur de Souza Moret; Wanderley Rodrigues Bastos. (Org.). Desenvolvimento Regional em Rondônia. 002ed.Rio de Janeiro: Letra Capital, 2011, v. 001, p. 87-98.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ANJOS, M. R.; ROHLEDER, L. A. S. ; ZANCHI, F. B. . Oficina 'Técnicas de seleção e coleta de amostras vegetais e sementes de espécies arbóreas nativas' acontece no NR Humaitá. http://ppbio.inpa.gov.br/noticias/vege_humaita, http://ppbio.inpa.gov.br/exten.

2.
ANJOS, M. R.; ROHLEDER, Luciano Augusto de Souza ; ZANCHI, F. B. . Oficina ?Técnicas de coleta e preparação de vertebrados? acontece no NR Humaitá. http://ppbio.inpa.gov.br/noticias/verte_humaita, http://ppbio.inpa.gov.br/exten.

3.
ANJOS, M. R.. Os rios de Rondônia, ricos em peixe e importantes como hidrovias. Portal Amazônia.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ANJOS, M. R.; CARVALHO, L. R. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; PEDERSOLI, M. A. ; BARROS, B. S. F. ; TARTARI, R. ; LOURENCO, I. H. ; SOUZA, M. S. . ACERVO DA COLEÇÃO ICTIOLÓGICA DO LABORATÓRIO DE ICTIOLOGIA E ORDENAMENTO PESQUEIRO DO VALE DO RIO MADEIRA ? LIOP/UFAM. In: 4º Simpósio sobre Sistemas Sustentáveis, 2018, Porto Alegre. Anais do 4º Simpósio sobre Sistemas Sustentáveis. Porto Alegre: Editora Interciência, 2018. v. 1. p. 268-274.

2.
ANJOS, M. R.; CARVALHO, L. R. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; PEDERSOLI, M. A. ; ALVES, J. C. C. ; TARTARI, R. ; LOURENCO, I. H. ; SOUZA, M. S. . PERCEPÇÃO DA PERDA DE ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL RIO MADEIRA, SUDOESTE DA AMAZÔNIA. In: 8ª Reunião de Estudos Ambientais, 2018, Porto Alegre. Anais do 8ª Reunião de Estudos Ambientais. Porto Alegre: Editora Interciência, 2018. v. 1. p. 416-423.

3.
TARTARI, J. C. ; TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. . INFLUÊNCIA DA PRECIPITAÇÃO PLUVIAL NA DIVERSIDADE E ABUNDÂNCIA DA ARTROPODOFAUNA TERRESTRE EM FRAGMENTO DE MATA DO PARQUE AMBIENTAL MARRECAS DE FRANCISCO BELTRÃO-PR. In: XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2018, Foz do Iguaçú. XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Foz do Iguaçú: XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2018. v. 1. p. 1-9.

4.
TARTARI, R. ; NOGUEIRA, J. S. ; TARTARI, J. C. ; ANJOS, M. R. . ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO EM ÁREA COM FORMAÇÃO DE CAMPOS NATURAIS E FLORESTA NA AMAZÔNIA BRASILEIRA. In: XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2018, Foz de Iguaçú. XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Foz do Iguaçú: XIV SIBESA ? Simpósio Ítalo Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2018. v. 1. p. 1-9.

5.
TARTARI, R. ; MONTANHER, O. C. ; ZANCHI, F. B. ; MARQUES, M. ; Marcelo Rodrigues dos Anjos ; NOGUEIRA, J. S. . Determinação de modelo digital de elevação em região de transição de Savana Parque e Floresta Densa no interflúvio Purus-Madeira. In: XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2017, Santos. XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Santos: SBSR, 2017. v. 1. p. 7827-7834.

6.
ANJOS, M. R.; TARTARI, R. ; PEDERSOLI, M. A. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; SOUZA, M. S. ; FULAN, J. A. . Investigação do desmatamento da Floresta Estadual de Rendimento Sustentado Araras em Rondônia, Amazônia Ocidental. In: XVIII Simósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2017, Santos. XVIII Simósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Santos: SBSR, 2017. v. 1. p. 7782-7788.

7.
TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. ; ZANCHI, F. B. ; MARQUES, M. ; MACHADO, N. G. ; HOMEM, D. P. ; NOGUEIRA, J. S. . DETERMINAÇÃO DA VAZÃO DE CHEIA MÁXIMA DE 2014 NO MÉDIO CURSO DO RIO MADEIRA. In: XXVII Congreso Latinoamericano de Hidráulica, 2016, Lima. XXVII Congreso Latinoamericano de Hidráulica. Lima: IAHAIRH, 2016. v. 1.

8.
ANJOS, M. R.; TARTARI, R. ; PEDERSOLI, M. A. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; SOUZA, M. S. ; FULAN, J. A. . Investigação do Desmatamento da Floresta Estadual de Rendimento Sustentado Araras em Rondônia, Amazônia Ocidental. In: XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2016, Santos. XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Santos: SBSR, 2016. v. 1. p. 1-7.

9.
TARTARI, R. ; MONTANHER, O. C. ; ZANCHI, F. B. ; ANJOS, M. R. ; NOGUEIRA, J. S. . Determinação de modelo digital de elevação em região de transição de Savana Parque e Floresta Densa no interflúvio Purus-Madeira. In: XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2016, Santos. XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Santos: SBSR, 2016. v. 1. p. 8-16.

10.
TARTARI, R. ; MONTANHER, O. C. ; ZANCHI, F. B. ; MARQUES, M. ; ANJOS, M. R. ; NOGUEIRA, J. S. . Levantamento cartográfico e caracterização da bacia no rio Puruzinho no interflúvio Purus-Madeira. In: XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 2016, Santos. XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Santos: SBSR, 2016. v. 1. p. 17-24.

11.
TARTARI, R. ; PEREIRA, A. R. ; ANJOS, M. R. ; CHIAPETTI, J. ; PEREIRA, A. R. . PERCEPÇÃO AMBIENTAL SOBRE PERDAS DE ÁGUA NO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DO MUNICÍPIO DE HUMAITÁ-AM. In: XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2015, Brasília. XXI Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos - Segurança Hídrica e Desenvolvimento Sustentável: Desafios do Conhecimento e da Gestão. Brasília, 2015. v. Único. p. 1-8.

12.
TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. . INFLUÊNCIA DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA QUALIDADE DA ÁGUA DO IGARAPÉ DO CRATO NO MUNICÍPIO DE HUMAITÁ/AM. In: XI Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas - MG, 2014, Poços de Caldas. PRODUÇÃO ALIMENTAR SUSTENTÁVEL: CAMINHOS E DESAFIOS PARA O EQUILÍBRIO ECOLÓGICO, 2014. v. 6. p. 184.

13.
ANJOS, M. R.; FULAN, J. A. ; TARTARI, R. . ESTUDO BATIMÉTRICO DA LAGOA DO PARAÍSO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS - AMAZÔNIA OCIDENTAL. In: XI Congresso Nacional de Meio Ambiente de Poços de Caldas - MG, 2014, Poços de Caldas. PRODUÇÃO ALIMENTAR SUSTENTÁVEL: CAMINHOS E DESAFIOS PARA O EQUILÍBRIO ECOLÓGICO, 2014. v. 6. p. 183.

14.
ANJOS, M. R.; FULAN, J. A. . INVESTIGAÇÃO DAS ASSEMBLÉIAS DE PEIXES EM UM TRECHO DE IGARAPÉS DE TERRA FIRME DRENADOS PELAS SUB BACIAS DOS RIOS MAICI E IPIXUNA MÉDIO MADEIRA ? AM/BRASIL. In: XI Congresso de Ecologia do Brasil e I Congresso Internacional de Ecologia, 2013, Porto Seguro/BA. Biodiversidade e Sustentabilidade. Porto Seguro, 2013. v. 1. p. 352-354.

15.
FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. ; CUNHA, R. C. . INFLUÊNCIA DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS E QUÍMICAS DA ÁGUA NA DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE LARVAS DE ODONATA ASSOCIADAS À Eichhornia crassipes (mart) NO RIO URUAPIARA, AFLUENTE DO RIO MADEIRA/AM. In: XI Congresso de Ecologia do Brasil e I Congresso Internacional de Ecologia, 2013, Porto Seguro/BA. Biodiversidade e Sustentabilidade, 2013. v. 1. p. 381-383.

16.
ANJOS, M. R.; BIUDES, M. S. ; MACHADO, N. G. . Focos de calor na Amazônia brasileira. In: II Simpósio CENBAM e PPBio Amazônia Ocidental, 2013, Manaus/AM. II Simpósio CENBAM e PPBio Amazônia Ocidental, 2013.

17.
ANJOS, M. R.. Inovações Tecnológicas Aplicadas à Recuperação de Áreas Degradadas pela Extração de Argila através da Instalação da Atividade Piscícola na Região da Sub Bacia do Alto Rio Machado. In: WITS Conference: Water, Innovation, Technology & Sustainability, 2011, São Paulo. WITS Conference: Water, Innovation, Technology & Sustainability, 2011.

18.
ANJOS, M. R.. Investigação do Desflorestamento da APA do Rio Madeira em Áreas de APPs Amazônia Rondônia. In: WITS Conference: Water, Innovation, Technology & Sustainability, 2011, São Paulo. WITS Conference: Water, Innovation, Technology & Sustainability.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
PINHEIRO, J. B. ; OLIVEIRA, E. S. ; PEREIRA, L. S. ; AZEVEDO, R. A. ; SOUZA, M. S. ; CASTRO, A. V. ; ANJOS, M. R. . Ocorrência de Hypothenemus sp.associado à cultura do cupuaçu (Theobroma grandiflorum (Willd. ex Spreng & K. Schum) em Humaitá, Amazonas.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2018, Foz do Iguaçú. XXXII Congresso Brasileiro de Zoologia. Foz do Iguaçú: XXXII Congresso Brasileiro de Zoologia, 2018. v. 1. p. 1-2.

2.
PERIN, J. L. ; ANJOS, M. R. ; PEDERSOLI, M. A. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; NASCIMENTO, A. M. ; SANTOS, C. P. ; SOUZA, I. A. V. ; SOUZA, M. S. . INFLUÊNCIA DE FRAGMENTOS FLORESTAIS NA ESTRUTURA POPULACIONAL DE CIGARRINHAS-DAS-PASTAGENS (HEMIPTERA:CERCOPIDAE) EM HUMAITÁ-AM, SUL DO AMAZONAS. In: XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017, Viçosa. XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution. Viçosa: XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017. v. 1. p. 1-1.

3.
PERIN, J. L. ; PEDREIRA, Y. M. S. ; FREITAS JUNIOR, E. L. ; NEGREIRO, A. D. L. ; PEDERSOLI, M. A. ; PEDERSOLI, N. R. N. B. ; SOUZA, M. S. ; ANJOS, M. R. . CENÁRIO DO DESFLORESTAMENTO NA FLORESTA ESTADUAL DE RENDIMENTO SUSTENTADO GAVIÃO EM RONDÔNIA, AMAZÔNIA OCIDENTAL. In: XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017, Viçosa. XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution. Viçosa: XIII Congresso de Ecologia e III International Symposium of Ecology and Evolution, 2017. v. 1. p. 1-2.

4.
ANJOS, M. R.; MIQUELES, E. X. ; C.CERQUEIRA, J. ; HELOU NETO, E. S. ; KOSHEV, N. ; ARCHILLA, N. . Phase-Retrieval as a Regularization Problem. In: 26th RAU ANNUAL USERS MEETING LNLS/CNPEM, 2016, Campinas. 26th Annual Users? Meeting (RAU). Campinas: cnpem.br/rau, 2016. v. Único. p. 67-67.

5.
ANJOS, M. R.; BENTES, D. D. B. ; MACHADO, N. G. ; TARTARI, R. ; FULAN, J. A. ; RIBEIRO, P. N. T. . Caracterização da Fauna Ictiológica da Lagoa Paraíso, Sudoeste da Amazônia Brasileira. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. Anais do XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia. Recife, 2015. v. 1. p. 237-237.

6.
ANJOS, M. R.; SOUZA, V. C. ; MACHADO, N. G. ; FULAN, J. A. ; TARTARI, R. . ANÁLISE CADASTRAL DA PISCICULTRA NO ESTADO DE RONDÔNIA SUDOESTE DA AMAZÔNIA. In: XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia, 2015, Recife. Anais do XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia. Recife, 2015. v. 1. p. 106-106.

7.
RIBEIRO, P. N. T. ; SANTOS, J. N. ; FLORESTA, A. C. ; PAES, A. P. ; PASSOS, D. E. ; ANJOS, M. R. . Levantamento da Ictiofauna de um Trecho da Sub-bacia do Baixo Rio Roosevelt ? Sudoeste da Amazônia. In: XIII Congreso Colombiano de Ictiólogos y IV Encuentro de ictiólogos suramericanos, 2015, Leticia (Colombia). XIII Congreso Colombiano de Ictiólogos y IV Encuentro de ictiólogos suramericanos. Letícia, 2015.

8.
SOARES, J. M. ; GOMES, J. M. ; ANJOS, M. R. ; ANDRADE, A. ; CUSTODIO, F. ; GLORIA, M. B. . TEORES DE MERCÚRIO TOTAL EM PESCADOS DO RIO MADEIRA, NO MUNICIPIO DE HUMAITA-AM. In: Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos: ?Ciência de Alimentos: Qualidade de Vida e Envelhecimento Saudável?, 2015, Campinas. Simpósio Latino Americano de Ciência de Alimentos: ?Ciência de Alimentos: Qualidade de Vida e Envelhecimento Saudável?,. Campinas: n/a, 2015. v. 2. p. n/a-n/a.

9.
FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. ; BENTES, D. D. B. . MODIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS EM CHIRONOMIDAE (INSECTA) COMO BIOINDICADOR NA AVALIAÇÃO DO SEDIMENTO EM UM IGARAPÉ NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

10.
BENTES, D. D. B. ; TORRES FILHO, J. S. ; CUNHA, J. M. ; ANJOS, M. R. . AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE SULFATO NAS PRECIPITAÇÕES PLUVIOMÉTRICAS NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

11.
TORRES FILHO, J. S. ; BENTES, D. D. B. ; CUNHA, J. M. ; ANJOS, M. R. . ANÁLISE DE NITRATO NAS PRECIPITAÇÕES PLUVIOMÉTRICAS NO SUDOESTE DA AMAZÔNIA OCIDENTAL. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

12.
ANJOS, M. R.; SILVA, M. E. P. ; MACHADO, N. G. ; BASTOS, W. R. ; MIRANDA, M. R. ; MUSSY, M. H. ; HOLANDA, I. B. B. . NÍVEIS DE METIL MERCÚRIO MeHg EM TECIDO MUSCULAR DE PEIXES DO RIO ROOSEVELT SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

13.
ANJOS, M. R.; SILVA, M. E. P. ; MACHADO, N. G. ; BASTOS, W. R. ; MIRANDA, M. R. ; MUSSY, M. H. ; HOLANDA, I. B. B. . NÍVEIS DE MERCÚRIO TOTAL (THg) EM TECIDO MUSCULAR DE PEIXES DO RIO ROOSEVELT SUDOESTE DA AMAZÔNIA BRASILEIRA. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

14.
TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. ; PEREIRA, A. R. . SANEAMENTO BÁSICO E IDENTIFICAÇÃO DE ENTEROPARASITAS NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS-BRASIL. In: XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2014, GUARAPARI/ES. ECOTOX 2014, 2014.

15.
FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. . AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE METAIS PESADOS UTILIZANDO MODIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS EM CHIRONOMIDAE (INSECTA) EM UM IGARAPÉ NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS. In: II ENCONTRO DE BIOLOGIA, 2014, Muzambinho/MG. II Encontro de Biologia do IFSULDEMINAS, 2014.

16.
TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. ; CUNHA, J. M. . ANÁLISE MICROCLIMÁTICA EM TRANSECTO HORÁRIO EM FUNÇÃO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NO CAMPUS DA UFAM EM HUMAITÁ- AM. In: III ENCONTRO DE FÍSICA DO CENTRO-OESTE e da 11a ESCOLA MATO-GROSSENSE DE FÍSICA, 2014, Cuiabá. II ENCONTRO DE FÍSICA DO CENTRO-OESTE e da 11a ESCOLA MATO-GROSSENSE DE FÍSICA, 2014.

17.
TARTARI, R. ; ANJOS, M. R. ; ZANCHI, F. B. . VARIAÇÃO DA UMIDADE E TEMPERATURA DO AR EM TRANSECTO SOBRE O RIO MADEIRA EM PERÍODO DE CHEIA. In: III ENCONTRO DE FÍSICA DO CENTRO-OESTE e da 11a ESCOLA MATO-GROSSENSE DE FÍSICA, 2014, Cuiabá. II ENCONTRO DE FÍSICA DO CENTRO-OESTE e da 11a ESCOLA MATO-GROSSENSE DE FÍSICA, 2014.

18.
FULAN, J. A. ; ANJOS, M. R. . UMA ABORDAGEM PALEONTOLÓGICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS. In: XXIII Congresso Brasileiro de Paleontologia, 2013, Gramado. Fósseis Brasileiros: Testemunhos da Deriva Continental, 2013.

19.
ANJOS, M. R.; ROHLEDER, L. A. S. ; MONTE, Pamela Monalisa Rodrigues . DISTRIBUTION AND RICHNESS OF THE ICHTHYOFAUNA IN SUB BASIN OF THE IPIXUNA RIVER, MID MADEIRA, WESTERN AMAZON, BRAZIL.. In: 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation - Ecology, Evolution and Sustainable Use of Tropical Biodiversity, 2012, Bonito - MS, Brazil. Ecology, Evolution and Sustainable Use of Tropical Biodiversity, 2012. v. Único. p. 15-15.

20.
ANJOS, M. R.; ARAUJO, C. S. ; ROHLEDER, L. A. S. . ECOLOGICAL ASPECTS, DIVERSITY AND DISTRIBUTION OF SNAKES IN BIOTOPE PRESERVED AND ANTHROPOGENIC JAMARI NATIONAL FOREST - RONDÔNIA - WESTERN AMAZON/BRAZIL. In: 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation - Ecology, Evolution and Sustainable Use of Tropical Biodiversity, 2012, Bonito - MS, Brazil. Ecology, Evolution and Sustainable Use of Tropical Biodiversity, 2012. v. Único. p. 97-97.

21.
ANJOS, M. R.; SOUZA, Michelle Roumiê dos ; MONTE, Pamela Monalisa Rodrigues . Aspectos de Conservação e Exploração em Cativeiro do Curió (Oryzoborus angolesis) no Município de Porto Velho-Rondônia Amazonia/BRASIL.. In: IX Congreso de Ornitología Neotropical ? VIII Congreso Peruano de Ornitología, 2011, Cuzco. IX Congreso de Ornitología Neotropica. Cuzco, 2011. p. 259-259.

22.
ANJOS, M. R.; SILVEIRA, A. S. P. . Investigação de Siluriformes em Microbacias do Município de Porto Velho RO. In: IV Encontro Nacional de Biólogos, 2002, Ouro Preto MG. Investigação de Siluriformes em Microbacias do Município de Porto Velho RO. Ouro Preto: Folium Design, 2002. v. Único.

Artigos aceitos para publicação
1.
MIQUELES, E. X. ; ARCHILLA, N. ; ANJOS, M. R. ; WESTFAHL JUNIOR, H. ; HELOU NETO, E. S. . Quantitative determination of metals in radish usin x-ray fluorescence spectrometry (submetido). Applied Mathematical and Computational Sciences, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
ANJOS, M. R.. Conservação da Biodiversidade Aquática na Amazônia - Relação Rios e Floresta. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
ANJOS, M. R.; BASTOS, A. S. . Projeto "Semeando Sustentabilidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
ANJOS, M. R.; MELO, A. P. A. ; Kondogeorgos . Levantamento Ictiológico Preliminar da Terra Indígena Parintintin Nove de Janeiro - AM. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ANJOS, M. R.. Planejamento nas Instituições de Ensino Superior. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
ANJOS, M. R.; REIS, A. L. ; MELO, A. P. A. . Diagnóstico Ictiológico da Terra Indígena Igarapé Lourdes- RO. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
ANJOS, M. R.; SILVA, A. C. ; REIS, A. L. ; MELO, A. P. A. . Levantamento do Componente Ictiológico da Terra Indígena Igarapé Lourdes RO. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
ANJOS, M. R.; SILVEIRA, A. S. . Investigação de Siluriformes em Microbacias do Município de Porto Velho - RO. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
ANJOS, M. R.; SILVEIRA, A. S. . Levantamento Preliminar de Siluriformes em Microbacia do Município de Porto Velho. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
ANJOS, M. R.. Ferramentas de Educação a Distância na Formação de Jovens e Adultos na Amazônia. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ANJOS, M. R.; SILVA, J. A. S. ; SCHULZ, M. . Levantamento Pericial das Unidades de Conservação e Dinâmica do Desmatamento no Estado de Rondônia. 2007.

2.
ANJOS, M. R.; MELO, A. P. A. . Avaliação Ecológica Rápida da Ictiofauna da Terra Indígena Ipixuna AM. 2006.

3.
ANJOS, M. R.; MELO, A. P. A. . Avaliação Ecológica Rápida da Ictiofauna da Terra Indígena Nove de Janeiro AM. 2005.

4.
ANJOS, M. R.; REIS, A. L. ; MELO, A. P. A. . Avaliação Ecológica Rápida da Ictiofauna da Terra Indígena Igarapé Lourdes RO. 2004.

5.
Torrente-Vilara, G. ; ANJOS, M. R. ; Brasil de Souza, S.T. ; ARAÚJO, T.R. . Avaliação Ecológica Rápida da Ictiofauna do Parque Nacional da Serra da Cutia RO. 2003.

Processos ou técnicas
1.
BASTOS, A. S. ; BANDEIRA, I. ; CUNHA, S. A. A. ; ANJOS, M. R. . "Góv Akêe". 2007.

2.
BASTOS, A. S. ; BASTOS, F. S. ; CUNHA, S. A. A. ; ANJOS, M. R. . O que beira a beira do do rio Madeira. 2007.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
ANJOS, M. R.. Ecologia de Comunidades de Peixes Amazônicos. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
ANJOS, M. R.. Taxidermia. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
ANJOS, M. R.. Curso de Piscicultura Intensiva em Tanques Rede. 2009. .

4.
ANJOS, M. R.. Gestão Ambiental Urbana e Desenvolvimento Sustentável. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
ANJOS, M. R.. Gestão Ambiental Rural e Desenvolvimento Sustentável. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
ANJOS, M. R.. Ordenamento e Manejo de Recursos Naturais. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
ANJOS, M. R.. Apresentação do Diagnóstico da Terra Indígena Igarapé Lourdes Rondônia BRASIL. 2005. (Palestra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VAZ, M. A. B.; ANJOS, M. R.; QUERINO, C.A.S.. Participação em banca de Marcelo Pebles Gomes Pinto. Modelagem Hidrodinâmica nos Campos Naturais Amazônicos em Distintas Fases de Ocupação Antrópica em Humaitá, Amazonas, Brasil. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas.

2.
LIMA, J. P. S.; ANJOS, M. R.; SOUZA, M. S.. Participação em banca de Mizael Andrade Pedersoli. Interação Morcego-Planta: Contribuições da Dispersão de Sementes de Plantas Fitoterápicas para Sustentabilidade em Humaitá. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas.

3.
CAVALCANTE, M. M. A.; ANJOS, M. R.; SILVA, R. G. C.; BATISTA, J. F.. Participação em banca de Maria do Rozário Almeida da Silva. A Participação dos Atores Sociais no Processo de Gestão das Unidades de Conservação Afetadas pela Obra de Infraestrutura das Hidrelétricas do Rio Madeira. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Geografia - PPGG/UNIR) - Fundação Universidade Federal de Rondônia.

4.
CAVALCANTE, M. M. A.; ANJOS, M. R.; SILVA, R. G. C.; BATISTA, J. F.. Participação em banca de Fátima Cristina Guerreiro Reale. Hidrelétricas na Amazônia e Potenciais Impactos no Extrativismo da Castanha (Bertholletia excelsea) em Cachoeira Porteira, Oriximiná - PA. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Geografia - PPGG/UNIR) - Fundação Universidade Federal de Rondônia.

5.
SANTOS, A. A.; COSTA, H. S.; ANJOS, M. R.. Participação em banca de Tayson Antônio Ceron Rodrigues da Costa. Monitoramento da Qualidade das Águas Subterrâneas Utilizando o Arduino. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas.

6.
RIBEIRO, P. N. T.; PIMENTEL, E. T.; MIRANDA, M. R.; ANJOS, M. R.. Participação em banca de Patrício Neto Teles Ribeiro. Variáveis Indicadores de Qualidade Ambiental na Assembleia de Peixes de um Trecho do Rio Roosevelt na Região Amazônica. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade Federal do Amazonas.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
PEREIRA, R. G. A.; ANJOS, M. R.; TRINDADE, A.; TEIXEIRA, M. A. D.. Participação em banca de José Dirceu da Rosa Pacheco. BÚFALOS ASSELVAJADOS DO VALE DO GUAPORÉ- RO. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação em Gestão Ambiental) - Centro Universitário São Lucas.

2.
TEIXEIRA, M. A. D.; ANJOS, M. R.; BAHIA, M. A. S.; NASCIMENTO, J. J.. Participação em banca de Andréia Albina Marinho. POLUIÇÃO SONORA, NA AVENIDA PINHEIRO MACHADO EM PORTO VELHO ? RO. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação em Gestão Ambiental) - Centro Universitário São Lucas.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
OLIVEIRA, V. G.; ANJOS, M. R.; MEOTTI, P. R. M.. Participação em banca de aria do carmo Roberto Araújo.O processo de Ensino-Aprendizagem de Química no Ensino Médio com Implemento do Ensino Integral na Escola Estadual de Tempo Integral Álvaro Maia no município de Humaitá-AM. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

2.
ALECRIM, A. M.; ANJOS, M. R.; ROLDAO, J. P.. Participação em banca de Rodrigo Henrique Risso Aires.A Participação do Estágio Supervisionado naFormação do Aluno de Licenciatura dupla em Ciências: Biologia e Química. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

3.
SANTOS, L. R.; ALECRIM, A. M.; ANJOS, M. R.. Participação em banca de João de Jesus Soares Prestes.A Vivência da Prática Docente a Partir dos Estágios Supervisionados no Curso de Ciências: Biologia e Química. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

4.
ANJOS, M. R.. Participação em banca de Nilza da Silva Gomes.Relatosde experiências dos estágios supervisionados em escolas do município de Humaitá-AM. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

5.
ANJOS, M. R.. Participação em banca de Marinildo Silva da Cruz.Importancia do Estagio supervisionado para a formação de professores. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

6.
OLIVEIRA, A. T. G.; COSTA, R. D. S.; ANJOS, M. R.; SILVA, V. V.. Participação em banca de Ana Thaís Gomes de Oliveira.A EXPERIÊNCIA DO ESTÁGIO PARA FORMAÇÃO DE UM EDUCADOR. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

7.
BEZERRA, B. S. S.; RIOS, K. A.; ANJOS, M. R.; COELHO, E. G.. Participação em banca de Bruno Sizino Silva Bezerra.UMA OPORTUNIDADE DE VIVENCIAR A REALIDADE DO PROCESSO EDUCACIONAL E A PRÁTICA DE ENSINO EM CIÊNCIAS, BIOLOGIA E QUÍMICA EM ESCOLAS PÚBLICAS DO MUNICÍPIO DE HUMAITÁ - AM. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

8.
ALECRIM, A. M.; ANJOS, M. R.; RIOS, K. A.. Participação em banca de Jéssica Pollyana Celeste dos Santos Santana.ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ENSINO DE CIÊNCIAS, BIOLOGIA E QUÍMICA. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

9.
ANJOS, M. R.; SILVA, V. V.. Participação em banca de Josivânia Moraes de Carvalho.RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas.

10.
SANTOS, A. A.; ANJOS, M. R.; ZANCHI, F. B.; TARTARI, R.. Participação em banca de KLENNA LÍVIA GOMES PEIXOTO.MONITORAMENTO DA QUALIDADE E QUANTIDADE DA ÁGUA DO RIO BEEN NO MUNICÍPIO DE HUMAITÁ-AM. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal do Amazonas.

11.
MELO, A. P. A.; ANJOS, M. R.; SILVA, S. G.. Participação em banca de Polyana Barbosa.ASPECTOS DA CAÇA NA LINHA 55, Km 05 A 10 MUNICÍPIO DE SÃO FELIPE D' OESTE-RO. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal.

12.
CHABAN, A.; ANJOS, M. R.; LARANJEIRA, I. N. S.. Participação em banca de Rochele Sguissardi.MONITORAMENTO DE ZOOPLÂNCTON DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO DO MUNICÍPIO DE CACOAL-RO. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal.

13.
SILVA, S. G.; ANJOS, M. R.; PROLO JUNIOR, S. L.. Participação em banca de Gisele de Oliveira Santana.PESQUISA BIBLIOGRÁFICA SOBRE DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DA ARARAJUBA (Guarouba guarouba-PSITTACIDAE). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal.

14.
SOUZA, M.; ANJOS, M. R.; SILVA, S. G.; LARANJEIRA, I. N. S.. Participação em banca de Mikael Antônio Vieira.COMPARAÇÃO DE CARACTERES MORFOLÓGICOS DE ESPÉCIES DA FAMÍLIA BIGNONIÁCEAE JUSS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal.

15.
Kondogeorgos; ANJOS, M. R.; FERREIRA, M. M.. Participação em banca de Sueder Alessi Tenório.MONITORAMENTO DAS VARIÁVEIS FÍSICO-QUÍMICAS E BACTERIOLÓGICAS DA MICROBACIA DO IGARAPÉ LAGOA DOS SAPOS DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO - RO. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário São Lucas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ANJOS, M. R.; SILVA, A. Q.; BRITO, G. M.. Membro da Banca Avaliadora da Área de Conhecimento Estatística. 2015. Universidade Federal do Amazonas.

2.
ANJOS, M. R.; SILVA, V. V.; COSTA, R. D. S.. Presidente da Banca Avaliadora para Seleção Simplificada para Professor Substituto do Magistério Surperior da Área de Conhecimento de Ciências Biológicas. 2015. Universidade Federal do Amazonas.

3.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; COELHO, E. G.. Banca Examinadora para Seleção de Professor Substituto. 2011. Universidade Federal do Amazonas.

Outras participações
1.
ANJOS, M. R.; MUNHOZ, A. N. R.; SILVA, J. R. C.; AGUIAR, M. O.; SOUZA, K. A.; MIRANDA, M. R.. Comitê de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM. 2018. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas.

2.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; SILVA, V. V.. Monitoramento biológico da fauna bentônica na Lagoa do Paraíso, sul do estado do Amazonas. 2012. Universidade Federal do Amazonas.

3.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; ALECRIM, A. M.. Monitoramento das características físicas e químicas da água do Rio Madeira no município de Humaitá, AM. 2012. Universidade Federal do Amazonas.

4.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; SANTOS, A. A.. Caracterização morfométrica da Lagoa do Paraíso no sul do estado do Amazonas. 2012. Universidade Federal do Amazonas.

5.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; ANDRADE, A. E.. Levantamento dos Oligoquetos que ocorrem em plantas flutuantes no igarapé Been, sul do estado do Amazonas. 2011. Universidade Federal do Amazonas.

6.
FULAN, J. A.; ANJOS, M. R.; SILVA, V. V.. Identificação das larvas de Chiromomidae (Diptera) que ocorrem no igarapé Been, sul do estado do Amazonas. 2011. Universidade Federal do Amazonas.

7.
NASCIMENTO, A. V. S.; ANJOS, M. R.; ANDRADE, A. E.. Epidemiologia comparativa da doença Sigatoka Negra e Sigatoka Amarela da bananeira na região Sul do Estado do Amazonas. 2011. Universidade Federal do Amazonas.

8.
ANJOS, M. R.; CAMPOS, L.; VIEIRA, R. M.; BUISSA FILHO, R.; PIRES, W. L.; ALMEIDA, A. M.; NAZARIO, A.; MIRANDA, A.; SANTOS, I.; ANDRES, J. S.; BORGES, K. F.; MASO, M. D.; ABREU, K. C. S.. II Simpósio de Iniciação Científica. 2010. Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XIII Congreso Colombiano de Ictiólogos y IV Encuentro de ictiólogos suramericanos. Levantamento da Ictiofauna de um Trecho da Sub-bacia do Baixo Rio Roosevelt Sudoeste da Amazônia. 2015. (Congresso).

2.
XXI Encontro Brasileiro de Ictiologia. ANÁLISE CADASTRAL DA PISCICULTRA NO ESTADO DE RONDÔNIA SUDOESTE DA AMAZÔNIA. 2015. (Congresso).

3.
II ENCONTRO DE BIOLOGIA.AVALIAÇÃO DA PRESENÇA DE METAIS PESADOS UTILIZANDO MODIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS EM CHIRONOMIDAE (INSECTA) EM UM IGARAPÉ NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS. 2014. (Encontro).

4.
III ENCONTRO DE FÍSICA DO CENTRO-OESTE e da 11a ESCOLA MATO-GROSSENSE DE FÍSICA.VARIAÇÃO DA UMIDADE E TEMPERATURA DO AR EM TRANSECTO SOBRE O RIO MADEIRA EM PERÍODO DE CHEIA.. 2014. (Encontro).

5.
XIII Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia. SANEAMENTO BÁSICO E IDENTIFICAÇÃO DE ENTEROPARASITAS NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS-BRASIL. 2014. (Congresso).

6.
XXIII Congresso Brasileiro de Paleontologia. UMA ABORDAGEM PALEONTOLÓGICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA NO SUL DO ESTADO DO AMAZONAS. 2013. (Congresso).

7.
49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology.ECOLOGICAL ASPECTS, DIVERSITY AND DISTRIBUTION OF SNAKES IN BIOTOPE PRESERVED AND ANTHROPOGENIC JAMARI NATIONAL FOREST - RONDÔNIA - WESTERN AMAZON/BRAZIL. 2012. (Simpósio).

8.
I Worksop Clima, Biodiversidade e Uso da Terra no Interflúvio Madeira - Purus. 2012. (Outra).

9.
IX Congreso de Ornitología Neotropical ? VIII Congreso Peruano de Ornitología. Aspectos de Conservação e Exploração em Cativeiro do Curió (Oryzoborus angolesis) no Município de Porto Velho-Rondônia Amazonia/BRASIL.. 2011. (Congresso).

10.
WITS Conference: Water, Innovation, Technology & Sustainability. Investigação do Desflorestamento da APA do Rio Madeira em Áreas de APPs Amazônia Rondônia. 2011. (Congresso).

11.
Monitoramento de Impacto sobre a Biodiversidade: Concessões Florestais na FLONA do Jamari RO.Projeto "Semeando Sustentabilidade". 2010. (Seminário).

12.
X Simpósio Colombiano de Ictiologia, II Encontro Colombo-Venezolano de Ictiólogos y Primer Encuentro Suramericano de Ictiólogos.Ecologia e distribuição da fauna de peixes nas sub bacias do Maici e Ipixuna Médio Madeira - AM/BRASIL. 2009. (Simpósio).

13.
Trinta e Cinco Anos de Colonização da Amazônia: Rondônia. 2007. (Seminário).

14.
X Congresso Brasileiro de Limnologia. DIAGNÓSTICO ICTIOLÓGICO PRELIMINAR DA TERRA INDÍGENA PARINTINTIN NOVE DE JANEIRO - AM. 2005. (Congresso).

15.
XVI EBI - Encontro Brasileiro de Ictiologia.DIAGNÓSTICO ICTIOLÓGICO DA TERRA INDÍGENA IGARAPÉ LOURDES - RO. 2005. (Encontro).

16.
Seminário Internacional de Educação Superior na Amazônia: Cenários, Experiências e Perspectivas.Levantamento do Componente Ictiológico da Terra Indígena Igarapé Lourdes RO. 2004. (Seminário).

17.
II Congresso Internacional (Latino-Americano) de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Humano: Intercâmbio Interdisciplinar. LEVANTAMENTO PRELIMINAR DE SILURIFORMES EM MICROBACIAS DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO - RO.. 2002. (Congresso).

18.
III Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. 2002. (Congresso).

19.
IV Encontro Nacional de Biólogos.INVESTIGAÇÃO DE SILURIFORMES EM MICROBACIAS DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO - RO. 2002. (Encontro).

20.
XXIV Congresso Brasileiro de Zoologia. 2002. (Congresso).

21.
I Telecongresso Internacional de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ferramentas de Educação a Distância na Formação de Jovens e Adultos na Amazônia. 2001. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
COSTA, H. S. ; ANJOS, M. R. ; TARTARI, R. ; ZANCHI, F. B. ; QUERINO, C.A.S. ; DA SILVA QUERINO, J.K.A. . I Workshop Clima, Biodiversidade e Uso da Terra no Interflúvio Madeira-Purus. 2012. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Clara Arruda Pessoa Coelho. A ATIVIDADE DA PISCICULTURA COMO FATOR DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA OCIDENTAL - RONDÔNIA - BRASIL. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação em Gestão Ambiental) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

2.
Vânio Carlos de Souza e Roberto Claudio Santiago. LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS DADOS CADASTRAIS DA PISCICULTURA NO ESTADO DE RONDÔNIA. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação em Gestão Ambiental) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

3.
Camila Paula Cruz da Cunha. INVESTIGAÇÃO DA ATIVIDADE PISCÍCOLA EM SISTEMAS DE TANQUES-REDE. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Pós Graduação em Gestão Ambiental) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Patrício Neto Teles Ribeiro. Distribuição, Diversidade da Fauna de Peixes de um trecho da sub-Bacia do Baixo Rio Roosevelt. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal do Amazonas, Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

2.
Lidiane Ferreira. Relatório Final de Estágio Supervisionado. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

3.
Paulo Gilberto da Cruz Moura. CENÁRIO DA EDUCAÇÃO EM ESCOLAS DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DO SUL DO AMAZONAS, HUMAITÁ/AMAZONAS - BRASIL. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

4.
Tatiane de Oliveira Moraes. PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO NO SUL DO AMAZONAS - BRASIL. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências - Biologia e Química) - Universidade Federal do Amazonas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

5.
Carlos Silva Araújo. ASPECTOS ECOLÓGICOS, DIVERSIDADE E DISTRIBUIÇÃO DE SERPENTES EM BIÓTOPOS PRESERVADOS E ANTROPIZADOS DA FLORESTA NACIONAL DO JAMARI RONDÔNIA - AMAZÔNIA OCIDENTAL. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Faculdade São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

6.
Ana Paula Albuquerque de Melo. LEVANTAMENTO DO COMPONENTE ICTIOFAUNA DA TERRA INDÍGENA IGARAPÉ LOURDES - RO. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

7.
Michele Roumié de Souza. ASPECTOS ECOLÓGICOS EM CATIVEIRO E EXPLORAÇÃO DO CURIÓ (Oryzoborus angolesis) NO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO - RO. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

8.
Leonardo Cordeiro Pestana. AVALIAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO PARA SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) EM EMPRESA DO SETOR DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DOMUNICÍPIO DE PORTO VELHO-RO: Estudo de Caso da Usina Termoelétrica Rio Madeira. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Centro Universitário São Lucas. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.

Orientações de outra natureza
1.
Alunos Holandeses e Brasileiros. PROJETO DE INTERCÂMBIO EM EDUCAÇÃO TRANSDISCIPLINAR EM EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NAS COMUNIDADES DO BAIXO MADEIRA - NAZARÉ E CUNIÃ. 2005. Orientação de outra natureza - Núcleo de Ciências Sociais. Orientador: Marcelo Rodrigues dos Anjos.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ANJOS, M. R.; ROHLEDER, L. A. S. ; ZANCHI, F. B. . Oficina 'Técnicas de seleção e coleta de amostras vegetais e sementes de espécies arbóreas nativas' acontece no NR Humaitá. http://ppbio.inpa.gov.br/noticias/vege_humaita, http://ppbio.inpa.gov.br/exten.

2.
ANJOS, M. R.; ROHLEDER, Luciano Augusto de Souza ; ZANCHI, F. B. . Oficina ?Técnicas de coleta e preparação de vertebrados? acontece no NR Humaitá. http://ppbio.inpa.gov.br/noticias/verte_humaita, http://ppbio.inpa.gov.br/exten.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/10/2018 às 7:41:25