Aurenice Pontes Loio Vaz

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6736495590763860
  • Última atualização do currículo em 14/05/2018


Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico no Curso Técnico de Alimentos do CODAI/UFRPE. Possui doutorado em Ciência Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2010). Tem experiência na área de Biologia e Veterinária, com ênfase em Ciência dos Alimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: microbiologia, bromatologia, atributos de qualidade de alimentos, legislação, biossegurança e vigilância ambiental. Coordenadora Adjunta do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Pronatec Mulheres MIl - Codai/UFRPE (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Aurenice Pontes Loio Vaz
Nome em citações bibliográficas
VAZ, Aurenice Pontes Loio

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Rural de Pernambuco, Colégio Dom Agostinho Ikas - CODAI.
Av. Dr. Francisco Corrêa, 643
Centro
50000-000 - Sao Lourenco da Mata, PE - Brasil
Telefone: () 35250175


Formação acadêmica/titulação


2006 - 2010
Doutorado em Medicina Veterinária.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Título: Avaliação dos Teores de Metais Pesados e Cobre em Visceras de Animais de Produção, Brasil, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Lúcio Esmeraldo Honório de Melo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Metais pesados; Espectrofotometria; Produtos cárneos; cobre.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos / Especialidade: Avaliação e Controle de Qualidade de Alimentos.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura.
2001 - 2003
Mestrado em Nutrição.
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Caracterizacao fisico-quimica, microbiologica e cromatografica do acaizeiro,Ano de Obtenção: 2004.
Orientador: Zelyta Pinheiro de Faro.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1999 - 2000
Especialização em Controle de Qualidade de Alimentos. (Carga Horária: 360h).
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil.
Título: Avaliação dos laudos analíticos de queijo coalho.
Orientador: Zelyta Pinheiro de Faro.
1996 - 1999
Graduação em Licenciatura Plena em Biologia.
Autarquia Educacional de Belo Jardim, AEB, Brasil.
1987 - 1993
Graduação em Medicina Veterinária.
Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.




Formação Complementar


2015
Técnico de Alimentos - EAD. (Carga horária: 20h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2014
Técnico de Alimentos - EAD. (Carga horária: 8h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2014
PRONATEC FIC. (Carga horária: 20h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2013 - 2014
PRONATEC. (Carga horária: 20h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2013 - 2013
Técnico de Alimentos - EAD. (Carga horária: 8h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2011 - 2012
Técnico de Alimentos - EAD. (Carga horária: 8h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
2010 - 2010
Técnico de Alimentos - EAD. (Carga horária: 8h).
Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.


Atuação Profissional



LABORATÓRIO DE ANÁLISES AMBIENTAIS E PRODUTOS ALIMENTÍCIOS, LAAPA, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, Enquadramento Funcional: COORDENADORA TÉCNICA, Carga horária: 12
Outras informações
LABORATÓRIO CREDENCIADO PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PECUÁRIA E ABASTECIMENTO PARA REALIZAR ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS EM ALIMENTOS E ÁGUA - PORTARIA Nº33 , DE 03/03/2008 - DOU Nº43 , DE 04/03/2008 SEÇÃO I, pg 3.


Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MAPA, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: ESTAGIÁRIO, Enquadramento Funcional: ANALISTA DE ALIMENTOS, Carga horária: 20
Outras informações
LABORATÓRIO DE ANALISES DE ALIMENTOS Área de Atuação : Setor de Físico- Química de alimentos e resíduos. Análise físico-química de água, mel de abelhas, produtos lácteos e cárneos, produtos de pescado e ração para animais, ingredientes e concentrados.


Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Professora Substituta na disciplina Higiene Veterinária e Saúde Pública Departamento de Medicina Veterinária / UFRPE

Vínculo institucional

1996 - 1998
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 40
Outras informações
Professora Substituta nas disciplinas Higiene Veterinária e Saúde Pública e Epidemiologia e Planejamento em Saúde Animal - Departamento de Medicina Veterinária / UFRPE


Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI - UFRPE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Coordenação Adjunta do Pronatec Mulheres Mil, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor do Ensino Técnico e Tecnológico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Colégio Dom Agostinho Ikas, CODAI, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Bolsista FNDE, Enquadramento Funcional: Professor Ensino a Distância, Carga horária: 4
Outras informações
Curso Técnico de Alimentos - Disciplina Microbiologia Básica

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Bolsista FNDE, Enquadramento Funcional: Tutora a distância, Carga horária: 10
Outras informações
Curso Técnico de Alimentos


Faculdade Maurício de Nassau, FMN, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 12


Faculdade SENAC, SENAC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 10


Faculdade de Ciências Humanas de Olinda, FACHO, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2009
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor assistente, Carga horária: 4


Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, PRONATEC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: COORDENADORA ADJUNTA PRONATEC MULHERES MIL, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Aspectos sanitários do pescado do Rio Capibaribe comercializados na feira livre de São Lourenço da Mata - PE
Descrição: O peixe é um alimento de alto teor nutricional pelo seu elevado conteúdo de proteínas, vitaminas, ácidos graxos essenciais e sais minerais, portanto, torna-se de suma importância para o consumo da população. Contudo, os procedimentos de preparo, manipulação e conservação, realizados sem precauções sanitárias, os tornam um potencial de risco para os consumidores, principalmente aos apreciadores de pratos à base de peixe cru. O presente trabalho tem como objetivo identificar as o perfil microbiológico dos pescados comercializados na feira livre do município de São Lourenço da Mata. Vinte amostras de pescado serão avaliadas, por meio de análises microbiológicas para a detecção de coliformes totais e termotolerantes, estafilococos coagulase positiva, mesófilos e fungos filamentosos e não filamentosos, os dados obtidos serão comparados aos aspectos higiênico-sanitários das feiras livres. As análises serão feitas de acordo com as normas estabelecidas pela ANVISA..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2017 - 2018
Diagnóstico situacional das bolsistas Pronatec Mulheres Mil de Pernambuco e Paraíba (2016-2017) com a unidade ofertante Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas (UFRPE)
Descrição: O Programa Nacional Mulheres Mil começou a ser implantado em 2007, é um importantíssimo instrumento de inclusão social, assim como se apresenta como estratégia significativa no desenvolvimento da educação do país, uma vez que proporciona as pessoas a vivenciarem um ambiente educativo e a sua inserção no mercado de trabalho. O estudo teve como objetivo analisar a eficácia deste programa e a transformação social de mulheres em estado de vulnerabilidade no Estado de Pernambuco e Paraíba. A nossa amostra foi contemplada por mulheres integrantes ao Pronatec Mulheres Mil que estão inscritas no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC) nas pactuações de 2016.2 com a unidade ofertante do Colégio Dom Agostinho Ikas (UFRPE). Foram aplicados questionários padronizados e pré-codificados a 149 bolsistas. A Avaliação de Desempenho foi originalmente estruturada para mensurar o desempenho e o potencial dos docentes, desempenho do aluno e infraestrutura dos locais, deste modo, foram realizadas avaliações dos cursos ofertados pela referida Instituição em outra modalidade de Bolsa-Formação nas cidades de Goiana, Igarassu e João Pessoa. Como resultados parciais sinalizam um cumprimento das diretrizes que referenciam a metodologia específica do Programa Mulheres Mil apresentando dados positivos quanto à importância da qualificação profissional ao incentivo à empregabilidade e ao empreendedorismo, bem como à assistência social, na orientação das mulheres à busca de seus direitos básicos. No tocante a avaliação dos cursos profissionalizantes ofertados pela unidade ofertante, houve vários aspectos relevantes que norteiam desempenho de alta performance quanto a atuação profissional, como assiduidade, pontualidade e preocupação com a aprendizagem dos alunos relatados na vivência entre os pares. Entretanto quanto à infraestrutura dos locais, estes se mostraram resultados insatisfatórios, ressalta-se que são as prefeituras que cedem seus espaços disponíveis, e em alguns estados um percentual considerável de escolas apresenta condições de infraestrutura ruins..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE QUALIDADE DO AR INTERNO E DE UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO EM REPARTIÇÕES PÚBLICAS DE SÃO LOURENÇO DA MATA (2016)
Descrição: Esta pesquisa visará avaliação microbiológica do ar interno e de utensílios de escritório em repartições públicas em São Lourenço da Mata Metodologia: Serão avaliados o ambiente e a superfície de alguns objetos de escritório dentro da própria repartição. Os ambientes serão avaliados pela técnica de sedimentação simples. Essa técnica consiste na exposição de placas de Petri contendo meio padrão PCA (Plate Count Ágar) para determinação de microrganismos mesofilos aeróbios e outras placas contendo Ágar Sabouraund para determinação de Bolores e Leveduras; ambos os meios serão expostos por 15 minutos nos ambientes a serem avaliados. Em seguida, as placas serão transportadas sob condições adequadas para o laboratório e serão incubadas a 36°C por 48h e 25°C por 72h respectivamente. As superfícies dos objetos de escritório serão avaliadas utilizando-se a técnica do swab, onde o swab esterilizado e umedecido em solução diluente (solução salina) será friccionado na superfície a ser avaliada com uso de molde esterilizado, que delimitará a área que será amostrada. O swab será aplicado com pressão constante, em movimentos giratórios num ângulo de aproximadamente 30° em relação a superfície; em seguida será imerso em tubo de ensaio contendo solução salina, seguindo sob condições adequadas de refrigeração para análise laboratorial. A contagem de mesófilos aeróbios será realizada por espalhamento de uma alíquota de 0,1 ml da diluição na superfície do meio Padrão PCA (Plate Count Ágar) em placa e Petri e levado para incubação a 36°C por 48h. Os resultados serão comparados de acordo com as recomendações especificações propostos pela APHA ou OMS..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Diagnóstico situacional das bolsistas Pronatec Mulheres Mil de Pernambuco e Paraíba (2015-2016) com a unidade ofertante Colégio Dom Agostinho Ikas (UFRPE)
Descrição: O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) tem como principal objetivo ?expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional para a população brasileira? criado em 26 de outubro de 2011 pelo governo federal. O Programa Mulheres Mil, encontra-se vinculado ao Pronatec, apresentando-se como uma forma dinâmica de integração de saberes entre o professor e o aluno, tendo este último uma formação diferenciada pela própria característica da mulher que será inserida nesse contexto (vulnerabilidade e risco social, vítimas de violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral, com escolaridade baixa ou defasada). Seguindo a metodologia do Programa Mulheres Mil são aplicados um questionário do diagnóstico situacional das bolsistas que estão inscritas no SISTEC. Nesta pesquisa qualitativa, de caráter explicativo, nos propomos a fazer a tabulação dos dados coletados por estes questionários e analisarmos os resultados encontrados a fim de identificar o perfil dos sujeitos envolvidos acerca das pactuações 2015.1 abrangendo prefeituras municipais de Pernambuco (Abreu e Lima, Camaragibe e Paulista) e Paraíba (Cruz do Espírito Santo e Sapé) e as pactuações de 2015.2 que compreende as prefeituras municipais de Pernambuco (Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Belo Jardim, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Poção e Recife e Paraíba (João Pessoa), cujo foco principal é ?a caracterização, compreensão e interpretação dos fenômenos observados num grupo específico?. Nessa perspectiva, pretende-se contribuir para o aprofundamento do conhecimento sobre a Educação Profissional de mulheres pobres em situação de maior vulnerabilidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE FRUTAS E HORTALIÇAS MINIMAMENTE PROCESSADOS COMERCIALIZADO NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE- PE (2015)
Descrição: O consumo de frutas e hortaliças tem aumentado em todo mundo em função de que a sociedade moderna busca, a cada dia, hábitos de vida mais saldáveis.Frutas e hortaliças minimamente processados são, em essência, vegetais frescos que passam por alterações físicas, isto é, foram limpos, lavados, selecionados, descascados, picados, torneados e ralados, embalados e armazenados. (ROSA e CARVALHO, 2000), mas mantidos no estado fresco e metabolicamente ativos, que interferem nos fatores químicos, físicos e biológicos, responsáveis pela deterioração do produto. Por exemplo, cortes ou danos nos tecidos da planta provem liberação de nutrientes e enzimas intracelulares que favorecem a atividade enzimática e a proliferação de microrganismos. (FANTUZI, PUSCHMANN e VANETTI, 2004). Assim o referido projeto tem como objetivo fazer um levantamento preciso do perfil microbiológico, das condições higiênico-sanitárias dos produtos minimamente processados comercializados na região metropolitana do Recife, baseando-se na aplicação da Resolução RDC n° 12, de janeiro de 2001..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CALDOS DE CANA ? COMERCIALIZADOS EM VIAS PÚBLICAS NO MUNICÍPIO DE SÃO LOURENÇO DA MATA - PE
Descrição: O comércio de alimentos nas ruas é uma atividade socioeconômica que vem aumentando consideravelmente nos últimos anos (CARDOSO et al.2005). No Brasil, devido ao aumento da população e as mudanças no estilo de vida leva a esta população a consumir, cada vez mais, alimentos de rua. Os alimentos de rua, como são denominados, são alimentos ou bebidas (caldo de cana) preparados e prontos para serem comercializados, e posteriormente consumidos em locais públicos (principalmente nas ruas). Para muitos clientes são alimentos vantajosos, pois são mais baratos, práticos, acessíveis. Porém, existe o desconhecimento de que alimentos podem provocar doenças (CARDOSO et al.2005) e com isso o alimento de rua acaba favorecendo o crescimento microbiano geralmente causadores de intoxicações alimentares. Essa contaminação microbiológica vem principalmente devido a má condições higiênico-sanitária do manipulador e mal condicionamento desses alimentos, que são geralmente expostos a poeira e animais, como é o caso do material da presente pesquisa. Diante do exposto, o objetivo da pesquisa é fazer um levantamento preciso do perfil microbiológico, das condições durante o preparo e manipulação do produto comercializado (caldo de cana) nas vias públicas de São Lourenço da Mata..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
COMERCIALIZAÇÃO DE CACHORRO-QUENTE ? UMA AÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA
Descrição: Diversos fatores impulsionam a substituição da alimentação correta por lanches rápidos, em função da pouca disponibilidade de tempo, baixo custo e fácil acesso. Consumidores desse tipo de refeição preocupam-se mais com a praticidade do que com a qualidade higiênica e segurança do alimento ingerido. Traçar o perfil microbiológico do cachorro-quente comercializado em São Lourenço da Mata - PE e as condições durante o preparo e manipulação do produto. Avaliar as condições físico-estrutural e higiênico-sanitária durante o preparo do produto por ambulantes, baseada em um ?chek-list?; Identificar coliformes totais e termotolerantes e Staphylococcus sp pela técnica por spread plate..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DE AÇAÍ NA TIGELA COMERCIALIZADO EM CAMARAGIBE ? PE
Descrição: O consumo crescente dos chamados sucos de frutas naturais, mixers e sua popularização como "bebida energética" é crescente e começa a ganhar popularidade em outras regiões do país, tornando-se uma espécie de importância sócio-econômica relevante e tendo em vista a escassez de dados sobre a qualidade microbiológica e físico-química do açaí na tigela reveste-se de grande empenho, uma vez que a demanda por esse produto, assim este estudo tem o objetivo de traçar o perfil físico-químico e microbiológico do açaí na tigela comercializado em Camaragibe ? PE através de parâmetros físico-químicos do acaí na tigela quanto a Umidade, Matéria Seca, Resíduo mineral fixo (cinzas), Determinação de pH, Sólidos solúveis totais (ºBrix), Acidez Titulável Total e Relação Brix/Acidez) e Identificar aeróbios mesófilos por semeadura pour plate e bolores e leveduras pela técnica por spread plate..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DO PICOLÉ ARTESANAL COMERCIALIZADO EM SÃO LOURENÇO DA MATA - PE
Descrição: O sorvete é uma sobremesa gelada à base de lacticínios, como leite inclusive em pó e condensado, creme de leite ou nata, iogurte, açúcar, glicose, gemas de ovos frescos ou em pó, sucos e polpas de frutas ou frutas naturais, dentre outros, assim constituem nutrientes para o crescimento de bactérias que contaminam o produto em etapas subseqüentes do processamento. No período de agosto de 2012 a março de 2013 foram coletadas 30 amostras de picolés artesanais de vários sabores, comercializados na Cidade de São Lourenço da Mata ? PE. As amostras de picolés artesanais foram conduzidas, ao Laboratório de Microbiologia do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas-codai, para fins de análises microbiológicas. As contagens microbianas observadas nas amostras de picolés foram elevadas para bactérias aeróbias mesófilas, bolores e leveduras. Portanto, há necessidade de investimentos contínuos em boas práticas de fabricação para prevenção da contaminação e do crescimento microbiano na cadeia produtiva do picolé. De acordo com as amostras analisadas se percebe a grande necessidade de um acompanhamento da Fiscalização Sanitária nos pontos comerciais, em relação aos cuidados que se deve ter durante o armazenamento, preparo e manipulação do picolé, a fim de minimizar os riscos de contaminação por microrganismos, que demonstra ser um dos principais problemas enfrentados na elaboração desse alimento. Além da necessidade de uma orientação no modo em que este produto deve ser embalado, atender aos requisitos de rotulagem nutricional, ter a garantia da segurança do produto, contra os agentes internos e externos e dotados de características próprias para conservá-lo e protegê-lo dos efeitos naturais, tais como as bactérias, a luz, a umidade, entre outros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
A Qualidade de Vida no Trabalho dos profissionais da área de processamento e distribuição de alimentos em Camaragibe
Descrição: PIBIC-EM (INICIAÇÃO CIENTÍFICA) - CNPq.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
A Qualidade de Vida no Trabalho dos profissionais da área de processamento e distribuição de alimentos em São Lourenço da Mata.
Descrição: PIBIC-EM (INICIAÇÃO CINETÍFICA) - CNPq.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2015 - Atual
PROJETO ZOONOSES EM ESCOLAS PÚBLICAS DE SÃO LOURENÇO DA MATA
Descrição: A Instituição de Ensino tem a necessidade de maior integração com a comunidade para favorecer seu desenvolvimento, a fim de que esta alcance melhores condições de vida. Neste contexto, o projeto objetiva implementar ações de educação em saúde, através da comunicação e mobilização social na área correlata. O projeto consiste em analisar as Unidades Territoriais dos aglomerados subnormais do Município de São Lourenço da Mata/PE e identificar os riscos de ocorrência de zoonoses e agravos a saúde. Deste modo, será preparado de material didático onde abordarão os temas com o uso de historinhas didáticas envolvendo animais, levando-se os alunos a entenderem de uma forma lúdica, no qual as atividades serão realizadas nas escolas públicas de Ensino Fundamental das comunidades de São Lourenço da Mata/PE.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2014 - 2014
Trabalhando com Qualidade - A importância da Microbiologia para o Curso Técnico em Alimentos do Codai/UFRPE
Descrição: Os alimentos são expostos a mudanças de condições durante várias fases, como plantação, colheita, abate, beneficiamento, preparação e distribuição. Essas etapas são importantes, pois podem amplificar o potencial de contaminação microbiana. A prevenção de doenças veiculadas por alimentos, através de instituição de medidas preventivas eficazes e de treinamento, aliada à implantação de boas práticas de higiene, desde o campo até o consumidor final, irá contribuir para a minimização de contaminação e/ou crescimento bacteriano indesejado em produtos alimentícios. Enquanto que os órgãos públicos exigem da empresa o fornecimento de produtos seguros e regem essa segurança estabelecendo leis, códigos, normas e outros procedimentos, obrigando, assim, ao desenvolvimento de programas, nas indústrias, que garantam a salubridade dos alimentos. Associado a isto temos vários casos de toxinfecções alimentares sendo demonstrada pela mídia, registros de fraudes em alimentos. Diante deste fato, uma das maneiras de se conseguir um resultado microbiologicamente satisfatório, aliado à prevenção de doenças veiculadas por alimentos, é o uso de organismos indicadores de condições higiênico-sanitárias. Para isto, é de fundamental importância as análises microbiológicas dos alimentos para assegurar a qualidade dos produtos ofertados ao consumidor. Deste modo, o projeto tem por objetivo de auxiliar a comunidade na escolha profissional, de modo a tornar o ingresso na instituição mais consciente e evitar futuras evasões no período acadêmico. Demonstrando a importância da disciplina, todos os equipamentos, vidrarias, vestimentas e técnicas analíticas utilizadas na área. Serão apresentadas as Normas e Legislações oficiais. Demonstrar os campos de atuação dos técnicos em alimentos, como: O profissional poderá atuar em gerenciamento e participação em equipes técnicas de empresas agroindustriais, assim como em trabalhos de assessoria, consultoria, controle de qualidade e marketing; administração de órgãos, instituições públicas responsáveis pela formulação e implantação de programas de defesa e educação do consumidor; gerenciamento de serviços de atendimento ao consumidor em empresas de alimentos, restaurantes públicos, indústrias, redes comerciais ligadas ao ramo da alimentação, laboratórios de análise sensorial e de qualidade em indústrias alimentícias e atuar em docência e pesquisa na Área de Microbiologia de Alimentos, Área de ciência e tecnologia de alimentos e nutrição. Área de Gestão, Garantia, Controle de Qualidade. Demonstrar a importância da implementação das Boas Práticas em toda a cadeia produtiva de alimentos como: Boas Práticas Agrícolas (BPA), Boas Práticas de Fabricação (BPF), Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs) e Procedimentos Padronizados de Higiene Operacional (PPHO); Descrever estudos e projetos para implantação, controle e verificação de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC); Explanar a comunidade a possibilidade de pesquisa, extensão e consultoria em gestão garantia e controle da qualidade no setor de alimentos: Indústrias, agroindústria, UANs e outros processos e serviços do setor. O projeto foi desenvolvido na exposição será realizada no Parque de Exposição Professor Antônio Coelho e é promovida pela Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária e Sociedade Nordestina dos Criadores, no Recife, durante 16 a 23 de novembro de 2014..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Aurenice Pontes Loio Vaz - Coordenador / Carolina Barbosa da Silva - Integrante / Tiago Luiz Fonseca Silva - Integrante / Laryssa Raquel Sena de FranÇa Fernandes - Integrante / Lucas Xavier Ferreira - Integrante / Paulino Rodrigues Mendes de Souza - Integrante / Renata Vicente dos Santos Rodrigues - Integrante.
2014 - Atual
APLICAÇÃO DOS CONHECIMENTOS BÁSICOS ACERCA DA MICROBIOLOGIA A ALUNOS DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA REDE PUBLICA DE ENSINO DE SÃO LOURENÇO DA MATA
Descrição: O projeto refere-se da importância da microbiologia visa à conscientização dos discentes, despertando o pensamento cientifico, assim como sua aplicação as rotinas do cotidiano, ou seja a importância da higiene pessoal, armazenamento de alimentos, lavagem das mãos durante as refeições, corte das unhas, uma vez que o modo incorreto pode gerar DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos e Água) ou mesmo ficarem doentes. Assim, o projeto busca a promover conhecimento acerca da microbiologia e seus impactos a saúde pessoal da comunidade escolar, incluindo a visita às escolas públicas de São Lourenço da Mata, onde os estudantes irão assistir a contação de história sobre o mundo dos microrganismos, tema desenvolvido em dois livros da ?Coleção Microfamília, destinado às crianças da faixa etária de 8 a 10 anos, com o objetivo de divulgar o conhecimento científico microbiológico de forma lúdica. A turma ainda participará de um circuito de atividades com jogos educativos referentes à temática, além da observação microscópica. Uma linguagem simples e rica em imagens e associações, assim como práticas realizadas pelos alunos que evidenciam o mundo microbiano e as boas práticas na produção de alimentos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2013 - 2014
Mini - curso sobre Elaboração de projetos (SIGProj) e currículo lattes aos discentes do Codai
Descrição: O presente projeto de extensão, através de referencias bibliográficas, pretende desenvolver nos discentes as habilidades e disposições necessárias à construção de projetos de extensão, conhecimento da plataforma Sigproj e construção de currículo no formato lattes. Destina -se aos discentes que estão devidamente matriculado no Colégio Dom Agostinho Ikas - Codai. Têm por objetivo apresentar sugestões de exercícios, atividades e planos de projetos de extensão sobre diversos temas e habilidades presentes. A escola pública ainda não realiza um trabalho de capacitação na elaboração de projetos efetivo com discentes no Ensino médio e Técnico. Esse fato deixa o nosso ensino público em débito com a sua clientela, pois alimenta uma forma de exclusão social das mais sérias, já que priva seus alunos dos benefícios cognitivos, conhecimento específico e estruturado sobre um assunto preciso. Além do mais, o projeto propiciará aos alunos envolvidos uma vivência mais rica da realidade das nossas escolas, o que é fundamental para a sua formação enquanto profissional da educação.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2013 - 2014
IMPLEMENTAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM CAMARAGIBE (2013)
Descrição: A indústria de alimentos representa um ramo que cresceu de forma expressiva, nas últimas décadas. Dentro desse contexto, o desenvolvimento e crescimento das padarias e confeitarias têm acompanhado e se destacado significativamente (SOUZA, 2012). Como a qualidade dos alimentos deve está diretamente relacionada com a preservação da saúde da população e com a segurança alimentar frente às exigências e direitos do consumidor, define-se como primordial a responsabilidade do produtor e proprietários de estabelecimentos se ajustar aos padrões técnicos legais de segurança alimentar para, dessa forma, disponibilizar produtos de alta qualidade no mercado (BELLE et al., 2004). Avaliar qualitativamente a presença de coliformes, nas superfícies dos equipamentos (bancada, masseira e divisora), bem como as condições higiênico-sanitárias e a adequações das Boas Práticas de Fabricação de padarias de Camaragibe a fim de assegurar o direito da população de consumir alimentos mais higiênicos e de melhor qualidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2013 - 2013
HEPATITE B E C: ATENÇÃO AOS PROFISSIONAIS DA BELEZA!
Descrição: A hepatite é uma doença infecto-contagiosa, causada por um vírus altamente resistente, com transmissão muitas vezes por instrumentos utilizados em salão de beleza, como alicates, tesouras de unhas, etc..., assim é importante a informação tanto para os profissionais, no caso manicures e pedicures com os clientes . Causando a destruição crônica das células hepáticas promove cicatrizes e, consequentemente, resulta no desenvolvimento de cirrose. Aproximadamente 50% dos casos de cirrose evoluem para o hepatocarcinoma. Em adultos com déficit de imunidade, o risco é cerca de 50% maior para hepatite crônica. Formas de Controle Autoclaves - esterilização por 30 minutos a uma temperatura de 121 °C ou 15 minutos a uma temperatura de 132 °C Estufa com a temperatura de 170ºC por 1 hora ou 160º C por 2 horas. Material individual do cliente Uso de luvas e vacinação contra Hepatite B pelos profissionais de beleza. Evidenciando a necessidade de uma atenção especial a este grupo de profissionais, já que não há divulgação necessária no ambiente de trabalho..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
Refrigerantes! Doce veneno?
Descrição: O consumo de refrigerantes também reduz significativamente a ingestão de bebidas saudáveis como a água, o leite e os sucos naturais, perdendo nutrientes importantes. Os governos têm sido orientados pela Organização Mundial da Saúde para proibir propaganda de alimentos com baixo valor nutricional nas escolas, tais como: Coca Cola, Pepsi, e outros refrigerantes. Essa pesquisa realizada mostra o consumo de refrigerante entre jovens com idade de 11 a 17 anos, em escolas públicas e particulares da Região Metropolitana do Recife. O intuito da pesquisar é saber a porcetagem de consumo entres o jovens nessa faixa étaria, visando que a maioria não conhece os malefícios do consumo excessivo da bebida. Os jovens de hoje em dia, trocam sua refeição por fast-food e sucos por refrigerantes, uma opção nada saudável, para um organismo tão jovem, que pode ocasionar doenças no futuro como a gastrite, osteoporose, câncer, diabetes entre outras. Através da pesquisa realizada concluímos que 95% dos estudantes entrevistados consomem e gostam de refrigerante, com isso o risco de doenças ocasionadas pela bebida vem começando a aparecer nos jovens entrevistados, visto que 18% já sentem queimação no estômago e 5% já apresentam gastrite. O consumo de refrigerante está muito relacionando com o sensação de prazer, pois 74% responderam que sente essa sensação ao tomar. Muitos sabem dos malefícios, mais ainda assim tomam pela facilidade e praticidade que a bebida proporciona. As marcas com suas propagandas chamativas e as embalegens coloridas, chamam a atenção principalmente dos jovens que são os que mais consomem. No entanto, devemos tomar muito cuidado com essa bebida, pois ao mesmo tempo que proporciona prazer, tem um grande índice de causar várias tipos de doenças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
AVALIAÇÄO DAS CONDIÇÖES HIGIÊNICO-SANITÁRIAS DA MERENDA ESCOLAR DA COMUNIDADE ESCOLAR DA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL LUIZ DIAS LINS ? ESCADA/PE
Descrição: O projeto acerca saúde e qualidade dos alimentos visa à realização da pesquisa e investigação das Boas Práticas de Manipulação dos alimentos, visando à melhoria das condições sanitárias dos alimentos na comunidade escolar da Escola Técnica Estadual Luiz Dias Lins, condições essas que quando realizadas de modo incorreto geram DTA (Doenças Transmitidas por Alimentos e Água), que se manifesta de três formas: infecção, intoxicações e toxinfecção. Assim, o projeto busca a promover a saúde na comunidade escolar referenciando a qualidade da merenda ofertada..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2012 - 2012
Implementação de Boas Práticas de Fabricação em Padarias em Camaragibe-PE
Descrição: O presente projeto possibilitou a vivência da realidade em unidades de alimentação, permitindo o cumprimento de atividades diversas, como por exemplo: planejamento, com distribuição de conteúdos de acordo com o tempo, a gestão do tempo, aplicação dos questionários, inclusive a avaliação dos dados. Portanto, houve a preparação completa que possibilitou aos bolsistas do curso técnico em alimentos atuar como futuro profissional, buscando sempre novos caminhos para a aprendizagem significativa..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2011
A Qualidade de Vida no Trabalho dos profissionais da área de processamento e distribuição de alimentos na região Metropolitana do Recife - PE
Descrição: A atual situação de saúde do trabalhador pode ser comprometida por uma diversidade de fatores, por sua vez, o controle de causas de acidentes, sejam agentes físicos, químicos e biológicos causadores de agravos, esforços físicos (carga excessiva dos funcionários) e sobrecargas mentais (ameaça de perder o emprego e pressão para atingir metas). Os fatores que contribuem para a subnotificação desses acidentes junto aos trabalhadores no Brasil ocorre devido às dificuldades em registrá-las e pelo fato dos mecanismos de proteção ao trabalhador não serem muito bem definidos. O acidente é muito mais fácil de notificar porque é observado, o que não acontece com as doenças por meio da análise da história ocupacional, que surgem lentamente e nem sempre são diretamente relacionadas ao trabalho. Diante do exposto, este estudo objetiva reconhecer, caracterizar, avaliar o grau em que as condições, ambientes e organização do trabalho estão envolvidos e registrar estes indicadores de trabalho que podem causar doenças ou danos à saúde dos trabalhadores em áreas de processamento e distribuição de alimentos. Quanto aos condicionantes técnico-organizacionais que afetam o desenvolvimento do trabalho algumas pesquisas apontam o crescimento e diversificação do comércio, e doenças e/ou acidentes classicamente a ele relacionadas como: as doenças cardiocirculatórias, os cânceres, a morbidade músculo-esquelética expressa nas lesões por esforços repetitivos (LERs), o desgaste mental e físico patológicos e mesmo as mortes por excesso de trabalho, além das doenças psicoafetivas e neurológicas ligadas ao estresse (GORENDER, 1997). Levando-se em consideração que estudos conduzidos em Unidades de Alimentação e Nutrição ainda são incipientes, justifica o aprofundamento de estudos científicos sobre o assunto..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Sapore Brasile
Descrição: PROCESSO N°: SIGProj N°: 64912.336.73669.21102010 Este trabalho teve como objetivo formular cinco diferentes tipos de biscoito tipo ?petit four? e compará-los em relação ao custo e qualidade, onde foram realizados análise sensorial quanto a aceitação do produto avaliando os seguintes: cor, aspecto, aroma, textura, sabor, testes de intenção de compra e consumo e teste de ordenação de preferência através de análise sensorial. E participação na 69º Exposição Nordestina de Animais e Produtos Derivados - EXPO2010..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Capacitação Técnica de Merendeiras de Escolas Municipais localizadas na região metropolitana de São Lourenço da Mata
Descrição: Realização de uma ação de educação sanitária em creches municipais com o objetivo de melhorar as condições higiênico-sanitárias dessas unidades e fornecer alimentos de qualidade que atendam parte das necessidades nutritivas das crianças que freqüentam as creches..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2010 - 2010
Implementação de Boas Práticas de Fabricação em 3 (três) padarias na Região Metropolitana do Recife - PE
Descrição: A consulotria será implementada sob responsabilidade do prefessor coordenador juntamente com os discentes do curso técnico de alimentos do Colégio Dom Agostinho Ikas - CODAI em 3 padarias da Região Metropolitana do Recife (Camaragibe, Iputinga e Várzea). No Projeto de consultoria pretende-se : ? Desenvolver uma conduta da utilização de boas práticas de produção, estará reduzindo consideravelmente o risco de doenças transmitidas por alimentos e a melhoria na produção de alimentos; ? Implementar ações de educação em saúde, enfatizando as boas práticas de fabricação, através da comunicação e mobilização social, utilizando-se os discentes, como elos multiplicadores no processo educacional. ? Produzir, reproduzir e divulgar materiais Técnico ? científico e educativo na área de estudo, ressaltando a importância das boas práticas de produção ( higiene pessoal e ambiental, manipulação de alimentos, instalações, lay-out, armazenamento de mercadorias, controle de resíduos, etc.). Membros Vinculados: (discentes do ensino técnico) Cibely da Silva Gomes (C.H. 10 horas/Mês) Edson Luiz da Silva Junior (C.H. 10 horas/Mês) Josefa Andréa de Souza Oliveira (C.H. 10 horas/Mês) Hyslla Sweyla da Cruz (C.H. 10 horas/Mês) Alane Luiza Aguiar Gomes da Silva (C.H. 10 horas/Mês) Joao Gabriel Menezes da Silva (C.H. 10 horas/Mês) Sammy Antonio de Jesus (C.H. 10 horas/Mês) Mariana Pontes Loio Vaz (C.H. 10 horas/Mês) Elisângela França Soares (C.H. 10 horas/Mês) Alexsandra Anselmo Carvalho de Lima (C.H. 10 horas/Mês) Marielza Mrtins de Santana (C.H. 10 horas/Mês).
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
2005 - 2005
Projeto Bem Estar animal e Posse Responsável em Escolas Públicas de Dois Irmãos
Descrição: Bem Estar animal e Posse Responsável em Escolas Públicas de Dois Irmãos, temas relacionados zoonoses e Impacto a Saúde Pública..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (80) .
Integrantes: Aurenice Pontes Loio Vaz - Coordenador.


Outros Projetos


2017 - 2017
MÉTODOS DE ANÁLISE MICROBIOLÓGICA EM ALIMENTOS, MANIPULADORES E SUPERFÍCIES DE CONTATO
Descrição: realização de um minicurso com duração de 9 horas ofertado na XVII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão 2017, nos dias 17,18 e 19 de outubro de 2017. Conteúdo Segurança em laboratório Vidrarias e suas funções Procedimento adequado de diluição das amostras Análises de Superfícies, manipuladores e ambiente Marcha Analítica (Mesófilos Aeróbios Viáveis) Marcha Analítica (Staphylococcus) Coloração de Gram.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Ciência e Tecnologia de Alimentos / Subárea: Ciência de Alimentos/Especialidade: Avaliação e Controle de Qualidade de Alimentos.


Prêmios e títulos


2017
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2017, UFRPE.
2017
Professor homenageado E Patronesse dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2017, UFRPE.
2016
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2016, UFRPE.
2016
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2016, UFRPE.
2015
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2015, UFRPE.
2015
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2015, UFRPE.
2014
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2014, UFRPE.
2014
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2014, UFRPE.
2013
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2013, UFRPE.
2013
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2013, UFRPE.
2012
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2012, UFRPE.
2012
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2012, UFRPE.
2011
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2011, UFRPE.
2011
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2011, UFRPE.
2010
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 1º semestre - 2010, UFRPE.
2010
Professor homenageado dos Formandos do Curso Técnico de Alimentos do Colégio Dom Agostinhos Ikas - 2º semestre - 2010, UFRPE.
2008
Professor homenageado dos Formandos do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia - 1º semestre - 2008, Faculdade Maurício de Nassau.
2008
Professor homenageado dos Formandos do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia - 2º semestre - 2008, Faculdade Maurício de Nassau.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PONTES, A. P.2013PONTES, A. P. ; FIRMINO, C. A. ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . LA PRÁCTICA PEDAGÓGICA DOCENTE: LA TEORÍA-PRÁCTICA EN LA ENSEÑANZA SUPERIOR. COMUN SOC-NAVARRA, v. 2, p. 14, 2013.

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio2009VAZ, Aurenice Pontes Loio; Zelyta Pinheiro de Faro ; Alexandre . Perfil Cromatográfico dos Ácidos graxos do Fruto do açaizeiro. Higiene Alimentar, v. 23, p. 123-126, 2009.

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio2003 VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação de Laudos analíticos de queijo coalho, à luz das Legislações Federal e Estadual de Pernambuco. Higiene Alimentar, artigos, v. 17, n.109, p. 19-24, 2003.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; Sebastião Camilo de Melo Filho ; Rodrigo Acioli de Oliveira . XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS. In: XXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS, 2010, Salvador. Análise quanto ao Teor de Sódio dos Lanches Consumidos por Estudantes de uma Faculdade Privada da Cidade do Recife ? PE, 2010.

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. AVALIAÇÃO DE RÓTULOS DE ALIMENTOS LÁCTEOS INDUSTRIALIZADOS COMERCIALIZADOS EM RECIFE - PE, 2009 - UMA ABORDAGEM POR ESTUDANTES DE GASTRONOMIA. In: Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade Senac 2009, 2009, Recife. AVALIAÇÃO DE RÓTULOS DE ALIMENTOS LÁCTEOS INDUSTRIALIZADOS COMERCIALIZADOS EM RECIFE - PE, 2009 - UMA ABORDAGEM POR ESTUDANTES DE GASTRONOMIA, 2009.

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. ESTUDO OBSERVACIONAL SOBRE AS FASES DE CRESCIMENTO FÚNGICO EM ALIMENTOS. In: Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade Senac, 2009, Recife. ESTUDO OBSERVACIONAL SOBRE AS FASES DE CRESCIMENTO FÚNGICO EM ALIMENTOS, 2009.

4.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação das condições higiênico-sanitárias no centro alimentar localizado no mercado público São José do Município de Recife - PE, 2003. Revista Higiene Alimentar.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Amanda R. Bandeira ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Avaliação do consumo de alimentos ricos em sódio por estudantes da Faculdade Maurício de Nassau, em Recife ? PE.. In: IV Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. Avaliação do consumo de alimentos ricos em sódio por estudantes da Faculdade Maurício de Nassau, em Recife ? PE., 2008.

2.
Vânia B. Tavares ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Estudo do Consumo de Fibras Alimentares por Alunos de Diversos Cursos da Faculdade Maurício de Nassau PE. In: IV Congresso de Nacional deNutrição, 2008, Recife. Estudo do Consumo de Fibras Alimentares por Alunos de Diversos Cursos da Faculdade Maurício de Nassau PE, 2008.

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Freqüência de Ingesta Hídrica Diária dos Estudantes Universitários. In: IV Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. Freqüência de Ingesta Hídrica Diária dos Estudantes Universitários, 2008.

4.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. AVALIAÇÃO DE RISCO MICROBIOLÓGICO EM AMBULANTES: UMA ABORDAGEM POR ESTUDANTES DE GASTRONOMIA. In: IV Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. AVALIAÇÃO DE RISCO MICROBIOLÓGICO EM AMBULANTES: UMA ABORDAGEM POR ESTUDANTES DE GASTRONOMIA, 2008.

5.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Staphylococcus spp. IMPORTANTE INDICADOR MICROBIOLÓGICO. In: Iv Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. Staphylococcus spp. IMPORTANTE INDICADOR MICROBIOLÓGICO, 2008.

6.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação dos parâmetros de qualidade físico-químicos e de rotulagem de polpas congeladas de acerola e graviola. In: IV Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. Avaliação dos parâmetros de qualidade físico-químicos e de rotulagem de polpas congeladas de acerola e graviola, 2008.

7.
Margarida Oliveira ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . PERFIL DOS LIPÍDIOS INGERIDOS AO LONGO DAS REFEIÇÕES POR ALUNOS DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU. In: IV Congresso Nacional de Nutrição, 2008, Recife. ALUNOS DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU, 2008.

8.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Determinação dos níveis de chumbo em vísceras bovinas, suínas e aves por espectrofotometria de absorção atômica. In: II Congresso Nacional de Nutrição, 2006, Recife. Determinação dos níveis de chumbo em vísceras bovinas, suínas e aves por espectrofotometria de absorção atômica, 2006.

9.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Caracterização e Avaliação da qualidade de polpas de açaí industrializadas. In: XIV ENCONTRO NACIONAL DE ANALISTAS DE ALIMENTOS, 2005, GOIANIA -GO, 2005.

10.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Perfil cromatográfico dos ácidos graxos do fruto do açaizeiro. In: XIV ENCONTRO NACIONAL DE ANALISTAS DE ALIMENTOS, 2005, GOIANIA -GO, 2005.

11.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação quanto ao conhecimento dos manipuladores de ambientes domiciliares a cerca de boas práticas de processamento. In: I Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária, 2005, guarapari. Avaliação quanto ao conhecimento dos manipuladores de ambientes domiciliares a cerca de boas práticas de processamento, 2005.

12.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Trabalho de extensão universitária na área de saúde pública em escolas de ensino fundamental de comunidades carentes. In: I Congresso Nacional de Saúde Pública Veterinária, 2005, Guarapari. Trabalho de extensão universitária na área de saúde pública em escolas de ensino fundamental de comunidades carentes, 2005.

13.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Métodos alternativos utilizados para conscientização de alunos de escolas publicas de comunidades carentes sobre zoonoses e criatórios urbanos. In: no V Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão ? V Congresso de Extensão. UFRPE., 2005, Recife. Métodos alternativos utilizados para conscientização de alunos de escolas publicas de comunidades carentes sobre zoonoses e criatórios urbanos, 2005.

14.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Implantação da análise de perigos e pontos críticos de controle na produção artesanal de doce de leite. In: 55º Reunião Anual da SBPC, 2003, RECIFE-PE, 2003.

15.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação de Laudos analíticos de queijo tipo coalho e as Legislações Federal e Estadual de Pernambuco. In: XII Encontro Nacional de Analistas de Alimentos, 2001, Maceió/AL. O analista e a Gestão da Qualidade, 2001. v. 01. p. 100-100.

Apresentações de Trabalho
1.
Marcela Danille Ferreira da Silva ; Fabiana da Silva Luciano ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Avalição das condições higiênicas- sanitárias do picolé artesanal comercializados em São Lourenço da Mata-PE. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
SILVA, M. G. ; Alane ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Caracterização Microbiologica de açaí na tigela comercializado em camaragibe/PE. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
Thalita F.S.R ; Marcos Alexandre ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Avaliação das condições higienico-sanitárias da merenda escolar de escolas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SANTOS, T. G. ; CAVALCANTE, C. G. ; SOARES, R. C. A. ; Simone Dias ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Implementação de Boas Práticas em Padarias de Camaragibe. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
Alane ; CAVALCANTE, C. G. ; Fabiana da Silva Luciano ; Marcos Alexandre ; SOARES, R. C. A. ; Simone Dias ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Pesquisa de consumo de refrigerante por crianças e adolescente do ensino fundamental e médio na região metropolitana do recife/Pe. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

6.
Simone Dias ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Caracteristicas físico-química de açaí na tigela. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
Thamires Dias ; Márcia Maria ; Welha Yuk ; MAria Lúcia ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Pare,verifique e proteja-se. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
luciene lima ; SANTANA, Y. M. D. ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . Hepatite B e C: cuidados as proficianal da beleza. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Paticipação como Supervissora da XXVIII feira de informação em Agropecuária e conhecimentos gerais (FIA). 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

10.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Superbactéria KPC. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; Sebastião Camilo de Melo Filho ; Rodrigo Acioli de Oliveira . Análise quanto ao teor de sódio dos lanches consumidos por estudantes de uma faculdade privada da cidade do Recife - PE. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. COORDENADORA ADJUNTA DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC MULHERES MIL. 2014.

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. SUPERVISORA NO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC. 2013.

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. COORDENADORA DO LABORATÓRIO DE MICROBIOLOGIA DO COLÉGIO DOM AGOSTINHO IKAS. 2013.

4.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Executor de Crédito Orçamentário ? Programa Nacional de Alimentação Escolar. 2010.

5.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. COORDENADORA DO LABORATÓRIO DE QUÍMICA CODAI/UFRPE ? 2010/2012. 2010.

Trabalhos técnicos

Demais tipos de produção técnica
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; LUCIANO, F. S. ; SILVA, M. G. ; SILVA, S. D. S. . Contaminação dos Alimentos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. II Forum de Coordenadores Gerias do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego das Escolas Técnicas Vinculadas as Universidades Federais. 2014. (FORUM).

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. MÉTODOS DE ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS. 2011 (CURSO TEÓRICO-PRÁTICO. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Palestra Superbactéria KPC. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Palestra ?Contaminantes de carne bovina e Segurança dos Alimentos?. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Palestra ?Saúde Pública e Risco Ambiental?. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. SUPERBACTÉRIA KPC. 2010 (PALESTRA).

Demais trabalhos
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. MÉTODOS DE ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE ALIMENTOS. 2011 (CURSO TEÓRICO-PRÁTICO ( CARGA HORÁRIA) 35 HORAS E 30 MINUTOS) .

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Laboratório de Físico-química de Alimentos. 2000 (Estágio) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Ana Virgínia Marinho; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Wania Cordeiro de Melo.Observação do Controle de Qualidade em Restaurante comercial sob a pespectiva do alimento seguro. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Bacharelado em Gastronomia e Segurança Alimentar) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

2.
Flavia Elizabete Costa Ramos; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Flávia Elizabete Costa Ramos.Impacto da Capacitação em Higiene para Manipuladores em Seis Unidades de Alimentação e Nutrição nas Cidades de Recife e Jaboatão dos Guararapes ? PE. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

3.
Márcia Gonçalves de Andrade; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Márcia Gonçalves de Andrade.Perfil da DoençasTransmitidas por Alimentos nas Escolas Públicas do Recife no período de 2004 a 2008. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

4.
Gerlane Fabiana Lopes da Silva; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Gerlane Fabiana Lopes da Silva.Contagem e sensibilidade antimicrobiana de cepas de Staphylococcus spp., isoladas de carne bovina comercializadas nos mercados públicos da cidade do Recife - Pernambuco em 2009. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

5.
Jaime Pereira de Barros; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Jaime Pereira de Barros.Qualidade de instalações, equipamentos, higienização, manipuladores e armazenamento de alimentos em restaurantes self-service em Recife. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

6.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Érika Maria C. de Oliveira.Avaliação de Rotulagem Nutricional e Acidez em Conserva de palmitos em Recife , Pernambuco. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

7.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Angélica Barbosa Flor.Análise das Condições de hortifrutis minimamente processados em supermercados na cidade do Recife. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

8.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Adriana Luz da Rocha.Avaliação das condições higiênico-sanitária de carnes bovinas em uma rede de supermercados em Recife. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

9.
Maria Cristina Albuquerque de Melo; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Maria Cristina Albuquerque de Melo.Análise Físico-química e Higiênico-sanitária das carnes bovinas in natura comercializadas em mercados públicos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Faculdade Maurício de Nassau.

10.
Klara Priscilla da Silveira e Souza; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Klara Priscilla da Silveira e Souza.Análise Físico-química e de rotulagem de polpas de cajá (Spondias Lutea L.) no grande Recife. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

11.
Aline Paula Fontes de Santana; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Aline Paula Fontes de Santana.Avaliação Nutricional em Criança de Idade entre 1 a 5 anos de uma Ceche, Carpina-PE. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

12.
Ana Carolina da Costa Lima; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Carolina da Costa Lima.Avaliação das Condições Higiênico-Sanitárias da Distribuição de Alimentos em Restaurantes Self-Service? em Recife ? 16 de dezembro de 2008. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

13.
Olga Passos Ávila; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Olga Passos Ávila.Incidência de Contaminação Bacteriana em Camarão Marinho em Mercados Públicos do Recife. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

14.
Bruna Daniele Santiago de Oliveira; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Bruna Daniele Santiago de Oliveira.Incidência de Contaminação Bacteriana em Queijo Tipo Cru (Coalho) e Tipo Cozido (Manteiga) em Mercados Públicos do Recife. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife.

15.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Cleide do Nascimento de Freitas.Avaliação Fisico ?Estrutural e Higiênico-Sanitárias dos Minimercados Situados na área de Abrangência do Distrito Sanitário I. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

16.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Alanna Isis Maciel Martins.Análise Microbiológica de Água e Coxinhas de Frango Comercializadas por Ambulantes do Centro de Recife e das suas condições Higiênico-Sanitárias. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

17.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Manoela de Freitas Pereira.Estudo dos surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no período de 2003 a 2005, notificados pela Vigilância Sanitária do Distrito Sanitário III ? 22 de junho de 2006. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

18.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Claudiene Figueiredo da Silva.Avaliação das condições Higiênico-Sanitárias e Microbiológicas de salgados comercializados na cidade do Recife. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

19.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Vânia Karina Tinoco Novaes.Vivencia e convivência com cães na Ilha de Fernando de Noronha - 30 de junho de 2006. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

20.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Carolina Tavares Bezerra Mendes.Diagnostico Laboratorial de Anemia Infecciosa eqüina e Levantamento Epidemiológico dos casos ocorridos no estado da Bahia entre 2001 e 2005 - 30 de junho de 2006.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

21.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Suzane Leite Matos.Situação Epidemiológica da Dengue no Município de Garanhuns no período de janeiro a maio de 2006 - 30 de junho de 2006.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

22.
Gisele Barbosa da Silva; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Gisele Barbosa da Silva.Análises Físico-químicas da carne mecanicamente separada de frango. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

23.
Cícero Tiago da Silva Gomes Filho; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Cícero Tiago da Silva Gomes Filho.Condições Higiênico-sanitárias dos Serviços de Alimentação em Hotéis/Motéis do Distrito Sanitário IV. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biologicas) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

24.
Kely Cristiany Magalhães Santos; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Kely Cristiany Magalhães Santos.Atum fresco para Exportação. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

25.
Andréa Dantas de Vasconcellos.; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Andréa Dantas de Vasconcellos.Inspeção Sanitária e Controle de Qualidade da Carne Moída Resfriada de Bovino. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

26.
Mariana Cavalcanti Pedrosa; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Mariana Cavalcanti Pedrosa.Avaliação Histopatologica do coração, pulmão, rins e fígado de cobaias expostas ao consumo do Bacillus thuringiensis israelensis. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

27.
Graziela Cavalcante de Lima; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Graziela Cavalcante de Lima.Avaliação das condições Higiênico sanitárias da carne bovina in natura comercializada na região do Distrito Sanitário VI. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

28.
Paloma Lima Duarte; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Paloma Lima Duarte.Boas Práticas de Fabricação (BPF) na Indústria de Alimentos. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

29.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Alessandra Cristina Marinho da Costa.Perfil Higiênico-sanitário em Abatedouros Avícolas do Distrito Sanitário VI. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

30.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Júlio César Simões de Souza.Estudos dos Fatores de Risco que favorecem o aparecimento de escorpiões em domicílios localizados nas áreas de abrangência do Distrito Sanitário VI - Recife-PE. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

31.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Adriano Pimentel Liesen Nascimento.Controle Populacional de Cãs e Gatos e Ações em Vigilância Ambiental do Distrito Sanitário III ? Recife-PE. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

32.
Juliana Paula Gonçalves Coelho; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Juliana Paula Gonçalves Coelho.Qualidade de Água distribuída e consumida em escolas municipais e residenciais localizadas nos bairros Ibura e COHAB, situados Distrito Sanitário VI na cidade do Recife. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

33.
Vanuska Gomes Valença; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Vanuska Gomes Valença.Avaliação por Armadilha de êxodo, do Poder Residual do Bacillus sphaericus VECTOLEX G Formulação Granulada no Controle de Culex Quinquefasciatus Considerando sem Poder Dispersivo em Criadouros Tipo Fossa. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

34.
Manoel Barbosa Camelo Neto; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Manoel Barbosa Camelo Neto.Natureza das Irregularidades Identificadas nos Termos de Notificação emitidos pela Vigilância Sanitária do Recife no Ano de 2004. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

35.
Ana Araújo de Almeida Vidon; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Araújo de Almeida Vidon.Controle de Qualidade na Cadeia Produtiva do Leite e seus Derivados. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

36.
Ana Cristine Sandes Moura; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Cristine Sandes Moura.Controle de Qualidade na Produção de Leite. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

37.
Ana Carolina Reina Pereira; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Ana Carolina Reina Pereira.Avaliação da Qualidade Microbiológica e Físico-química do Leite Pasteurizado Tipo C Fornecido as creches Municipais da Cidade do Recife situadas no Distrito Sanitário V. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

38.
Fabiana Pacheco Hopper; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Fabiana Pacheco Hopper.Análise de Ações de desratizações em bancos de dados informatizados. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.

39.
RIBEIRO, Adriana Matias; VAZ, Aurenice Pontes Loio. Participação em banca de Adriana Matias Ribeiro.Avaliação das condições higiênico-sanitárias dos serviços de alimentação nos mercados públicos situados na área de abrangência do Distrito Sanitário II. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; SATURNINO, M.. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Ensino Médio PIBIC-EM. 2016. Universidade Federal Rural de Pernambuco.

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; SATURNINO, M.. Relatório Parcial (versão oral e escrita) do Porgrama Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Ensino Médio PIBIC-EM 2016/2017. 2016. Universidade Federal Rural de Pernambuco.

3.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Avaliação do relatório parcial PIBIC-EM 2015-2016. 2015. Universidade Federal Rural de Pernambuco.

4.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. XII JORNADA DE ENSINO,PESQUISA E EXTENSÃO - SESSÃO DE PAINEL. 2012. Universidade Federal Rural de Pernambuco.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XVII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão- JEPEX 2017.MAPA SOCIAL DE UMA RUA NA COMUNIDADE DE BRASÍLIA TEIMOSA. 2017. (Outra).

2.
XVII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão- JEPEX 2017.Diagnóstico situacional das bolsistas Pronatec Mulheres Mil de Pernambuco e Paraíba (2016-2017) com a unidade ofertante Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas (UFRPE). 2017. (Outra).

3.
XVII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão- JEPEX 2017.A ATIVIDADE LÚDICA COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO E APRENDIZAGEM. 2017. (Outra).

4.
XVII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão- JEPEX 2017.ANÁLISE MICROBIOLOGICA DE QUALIDADE DO AR INTERNO E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIOS EM REPARTIÇÕES PÚBLICAS DE SÃO LOURENÇO DA MATA, PE (2016). 2017. (Outra).

5.
XXiX Feira de Informações Agropecuárias do CODAI. Análise Microbiológica de Coliformes e Bactérias Mesófilas em Água do Rio Capibaribe. 2015. (Feira).

6.
18 ENCONTRO NACIONAL DE REDE FEMINISTA NORTE E NORDESTE DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE A MULHER E RELAÇÕES DE GÊNERO - REDOR r. 2014. (Encontro).

7.
II FORUM DE COORDENADORES GERAIS DO PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO DAS ESCOLAS VINCULADAS AS UNIVERSIDADES FEDERAIS. 2014. (Outra).

8.
XXII Congreso Latinoamericano de Microbiología - ALAM 2014 y IV Congreso Colombiano de Microbiología - 4CCM 2014. ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE CALDOS DE CANA COMERCIALIZADOS EM VIAS PÚBLICAS NO MUNICÍPIO DE SÃO LOURENÇO DA MATA ? PE / BRASIL. 2014. (Congresso).

9.
XXII Congreso Latinoamericano de Microbiología y 4 Congreso Colombiano de Microbiología. IMPLEMENTAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM PADARIAS EM CAMARAGIBE ? PE/BRASIL. 2014. (Congresso).

10.
XIII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão ? UFRPE.. CONTAMINAÇÃO POR BOLORES E LEVEDURAS NA FARINHA DE ROSCA DO COMÉRCIO DE SÃO LOURENÇO DA MATA E CAMARAGIBE (2013). 2013. (Exposição).

11.
XIII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão ? UFRPE.. IMPLEMENTAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO EM PADARIAS EM CAMARAGIBE - PE. 2013. (Exposição).

12.
XIII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão - UFRPE.. COMERCIALIZAÇÃO DE CACHORRO-QUENTE ? UMA AÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA. 2013. (Exposição).

13.
XV CONGRESO INTERNACIONAL DE HUMANIDADES Palabra y Cultura en América Latina: herencias y desafíos TEMA: ?Valores y creencias en el contexto sociolingüístico y cultural latinoamericano?. Trabalho ?La Práctica Pedagógica Docente: La Teoría-Práctica en la Enseñanza Superior? - Santiago - Chile. 2012. (Congresso).

14.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.GRANDES? PEQUENOS PROTAGONISTAS. 2012. (Outra).

15.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS, QUAIS OS RISCOS DE TANTA PRATICIDADE?. 2012. (Outra).

16.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.Hepatite B e C: Atenção aos Profissionais da Beleza!. 2012. (Outra).

17.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.BACTÉRIAS DO BEM!. 2012. (Outra).

18.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.PREBIÓTICOS ? TRABALHE SEU INTESTINO!. 2012. (Outra).

19.
XVIII Feira de Informações em Agropecuárias e Conhecimentos Gerais.PREBIÓTICOS ? TRABALHE SEU INTESTINO!. 2012. (Outra).

20.
XXVIII Feira de Informações em Agropecuária e Conhecimentos Gerais.VOCÊ TEM FOME DE QUÊ ?. 2012. (Outra).

21.
V Congresso Latino Americano e XI Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos. 2011. (Congresso).

22.
XI JORNADA DE ENSINO E PESQUISA E EXTENSÃO / UFRPE.Comportamento do Consumidor em Relação as informações nutricionais existentes no rótulo dos produtos. 2011. (Seminário).

23.
XI JORNADA DE ENSINO E PESQUISA E EXTENSÃO / UFRPE.Prevalência da distribuição do Sistema ABO entre os visitantes da FEIRA DE INFORMAÇÕES EM AGROPECUÁRIAS (FIA/2010). 2011. (Outra).

24.
XI JORNADA DE ENSINO E PESQUISA E EXTENSÃO / UFRPE -.Qualidade de vida dos profissionais na área de processamento e distribuição de alimentos em Camaragibe. 2011. (Outra).

25.
XXVII FEIRA DE INFORMAÇÕES EM AGROPECUÁRIA E CONHECIMENTOS GERAIS (FIA).Qualidade de vida dos profissionais na área de processamento e distribuição de alimentos na região metropolitana do Recife. 2011. (Outra).

26.
XXVII FEIRA DE INFORMAÇÕES EM AGROPECUÁRIA E CONHECIMENTOS GERAIS (FIA) ?.Determinação microbiológica de bolores e leveduras em cereais matinais. 2011. (Outra).

27.
XXVII FEIRA DE INFORMAÇÕES EM AGROPECUÁRIA E CONHECIMENTOS GERAIS (FIA) ?.Qualidade microbiológica de amostras de leite produzido na região metropolitana de Recife. 2011. (Outra).

28.
XXVII FEIRA DE INFORMAÇÕES EM AGROPECUÁRIA E CONHECIMENTOS GERAIS (FIA) ?.Aplicação de Questionários para avaliação do nível de compreensão pelos discentes sobre a variedade dos alimentos. 2011. (Outra).

29.
II Simpósio em Ciência e Tecnologia de Alimentos e I Congresso do INstituto Nacional de Frutos Tropicais. 2010. (Congresso).

30.
Minicurso.Microbiologia de Alimentos e Métodos de Análise Microbiológica. 2010. (Outra).

31.
XXII Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Análise quanto ao teor de sódio dos lanches consumidos por estudantes de uma faculdade privada da cidade do Recife - PE. 2010. (Congresso).

32.
XXII CONGRESSO BRASILEIRO E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS. 2010. (Congresso).

33.
Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão da Faculdade Senac. 2009. (Encontro).

34.
IV Congresso Nacional de Nutrição. Aurenice Pontes Loio Vaz. 2008. (Congresso).

35.
I Fórum Notari Food Service. 2007. (Outra).

36.
II Congresso Nacional de Nutrição. Determinação dos Níveis de chumbo de vísceras bovinas, suínas e aves por espectrotofometria. 2006. (Congresso).

37.
Formação de Grupos de Trabalho em Áreas de Risco Ambiental.Saúde Pública e Risco Ambiental. 2005. (Encontro).

38.
I Congresso Nacional de Saúce Pública Veterinária. 2005. (Congresso).

39.
V Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão ? V Congresso de Extensão. UFRPE.. 2005. (Encontro).

40.
XIV ENCONTRO NACIONAL DE ANALISTAS DE ALIMENTOS. Caracterização e Avaliação da qualidade de polpas de açaí industrializadas. 2004. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Feira de Informações Agropecuárias e Conhecimentos Gerais - FIA. 2011. (Outro).

2.
VAZ, Aurenice Pontes Loio. Seminário Técnico em Alimentos. 2010. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
VERÔNICA MARIA SENA DE ALBUQUERQUE. ANÁLISE DO ATENDIMENTO DA ROTULAGEM DE CORTES DE CARNE BOVINA ?IN NATURA?, EMBALADA A VÁCUO FRENTE A LEGISLAÇÃO VIGENTE. Início: 2013. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE E VIGILÂNCIA SANITÁRI) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
JUELINE TELES GUEDES. CONHECIMENTO DO CONSUMIDOR EM RELAÇÃO À ROTULAGEM DE ALIMENTOS EMBALADOS. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em CURSO DE GESTÃO DA QUALIDADE E VIGILÂNCIA SANITÁRI) - UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

2.
Adriana Cristina de Oliveira. A PRESENÇA DE BACTERIÓFAGO NA INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS E SUAS IMPLICAÇÕES QUANTO AO RISCO DE CONTAMINAÇÃO OU QUEDA NA PRODUÇÃO. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão da Qualidade e Segurança de Alimentos) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

3.
Adriana Teixeira Barbosa. Análise Microbológica de Bolores, Leveduras e Bactérias láticas em Suco de uva pasteurizado. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão da Qualidade e Segurança de Alimentos) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Juliane Thais M. Matoso. Microbiologia dos Alimentos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas - UFRPE) - Colégio Dom Agostinho Ikas. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

2.
Fabiola Carneiro Pereira. Microbiologia dos Alimentos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas - UFRPE) - Colégio Dom Agostinho Ikas. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

3.
Juliana Nunes Carvalho. Microbiologia dos Alimentos. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas - UFRPE) - Colégio Dom Agostinho Ikas. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

4.
Walquiria Etelvina da Conceição. Parâmetros físico-químcos e microbiológicos do leite pasteurizado tipo C comercializado na Região Metropolitana do Recife (RMR). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

5.
Maria Cristina Albuquerque de Melo. Análise Físico-química e Higiênico-sanitária das carnes bovinas in natura comercializadas em mercados públicos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

6.
Klara Priscilla da Silveira e Souza. Análise Físico-química e de rotulagem de polpas de cajá (Spondias Lutea L.) no grande Recife. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Nutrição) - Centro universitário Maurício de Nassau - Recife. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

7.
Alanna Isis Maciel Martins. Análise Microbiológica de Água e Coxinhas de Frango Comercializadas por Ambulantes do Centro de Recife e das suas condições Higiênico-Sanitárias. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

8.
Manoela de Freitas Pereira. Estudo dos surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no período de 2003 a 2005, notificados pela Vigilância Sanitária do Distrito Sanitário III ? 22 de junho de 2006. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

9.
Claudiene Figueiredo da Silva. Avaliação das condições Higiênico-Sanitárias e Microbiológicas de salgados comercializados na cidade do Recife? ? 28 de junho de 2006.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

10.
Suzane Leite Matos. Situação Epidemiológica da Dengue no Município de Garanhuns no período de janeiro a maio de 2006 - 30 de junho de 2006. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

11.
Vânia Karina Tinoco Novaes. Vivencia e convivência com cães na Ilha de Fernando de Noronha - 30 de junho de 2006. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

12.
Ana Carolina Tavares Bezerra Mendes. Diagnostico Laboratorial de Anemia Infecciosa eqüina e Levantamento Epidemiológico dos casos ocorridos no estado da Bahia entre 2001 e 2005 - 30 de junho de 2006.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

13.
Ana Carolina Pereira Reina. Avaliação da Qualidade Microbiológica e Físico-química do Leite Pasteurizado Tipo C Fornecido às Creches Municipais da Cidade do recife Situadas no Distrito Sanitário V. 2005. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

14.
Adriana Matias Ribeiro. A avaliação das Condições Higiênico-Sanitárias dos Serviços de Alimentação nos Mercados Públicos Situados na área de Abrangência do Distrito Sanitário II - Região Norte do Recife-PE. 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

15.
Adriano Pimentel Liesen Nascimento. Controle Populacional de Cãs e Gatos e Ações em Vigilância Ambiental do Distrito Sanitário III ? Recife-PE? ? 09 de dezembro de 2005.. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

16.
Ana Cleide do Nascimento de Freitas. Avaliação Fisico ?Estrutural e Higiênico-Sanitárias dos Minimercados Situados na área de Abrangência do Distrito Sanitário I ? Recife-PE? ? 12 de dezembro de 2005. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural de Pernambuco. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

Orientações de outra natureza
1.
Mirelli Henrique Lopes da Silva. Análise de Alimentos. 2013. Orientação de outra natureza. (Técnico em Alimentos) - Colégio Dom Agostinho Ikas. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.

2.
Marília Miriam da Silva. Qualidade de Alimentos. 2013. Orientação de outra natureza. (Técnico em Alimentos) - Colégio Dom Agostinho Ikas. Orientador: Aurenice Pontes Loio Vaz.



Inovação



Projetos de pesquisa

Outros projetos


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
PONTES, A. P.2013PONTES, A. P. ; FIRMINO, C. A. ; VAZ, Aurenice Pontes Loio . LA PRÁCTICA PEDAGÓGICA DOCENTE: LA TEORÍA-PRÁCTICA EN LA ENSEÑANZA SUPERIOR. COMUN SOC-NAVARRA, v. 2, p. 14, 2013.


Cursos de curta duração ministrados
1.
VAZ, Aurenice Pontes Loio; LUCIANO, F. S. ; SILVA, M. G. ; SILVA, S. D. S. . Contaminação dos Alimentos. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Outras informações relevantes


Supervisora dos Cursos PRONATEC - Codai/UFRPE (2013)

Comissão de Conselho Técnico Administrativo - CTA - Colégio Dom Agostinho Ikas - (2012/.2014)

Comissão de Elaboração do Curso Tecnológico na Área de Alimentos (2012)

Comissão de Divulgação de Seleção dos Cursos Técnicos na Modalidade em EAD 2012.1

Executora de Crédito Orçamentário para Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE - MC (2011)

Coordenação Adjunta do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego  Pronatec Mulheres Mil (2014 -

Comissão Desempenho Acadêmico dos docentes do Colégio Dom Agostinho Ikas ? CODAI (Titular) (2015 - 

Comissão para Promoção Funcional do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico ? EBTT / Codai. (2014 - 

Coordenadora do Laboratório de Microbiologia do Colégio Dom Agostinho Ikas ( 2010 - 

Professora Responsável pelas disciplinas de Microbiologia Básica e Microbiologia dos Alimentos do Colégio Dom Agostinho Ikas ( 2010 - 

Comissão de Conselho Técnico Administrativo - CTA - Colégio Dom Agostinho Ikas - (2015 -

Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Universitário, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. - Comissão do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Ensino Médio - PIBIC - EM - PRPPG/UFRPE (2014 -

Portaria N. 669/2017 - GR, de 01 de junho de 2017 - Conselhos, Comissões e Consultoria, Gabinete da Reitoria - Comissão de Sindicância (2017) 
Portaria N. 670/2017 - GR, de 01 de junho de 2017 - Conselhos, Comissões e Consultoria, Gabinete da Reitoria - Comissão de Sindicância (2017)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 5:59:41