Alex da Silva Martire

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2974994861825943
  • Última atualização do currículo em 29/11/2018


Alex Martire é historiador (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP) e arqueólogo (Mestre e Doutor em Arqueologia pelo Museu de Arqueologia e Etnologia - USP), tendo desenvolvido sua pesquisa de Doutorado na área de Ciberarqueologia pelo MAE-USP. Tem experiência em História e Arqueologia Clássicas, especializando-se em Roma Antiga e Tecnologias voltadas à Arqueologia (Realidade Virtual e Aumentada). Sua dissertação de Mestrado versou sobre as técnicas e tecnologias empregadas na mineração romana antiga da Hispânia. Seu doutorado versou sobre a construção virtual e interativa da área de mineração antiga denominada Vipasca, ao sul de Portugal (atual Aljustrel). O pesquisador possui artigos publicados sobre o diálogo entre Realidade Virtual e Arqueologia em importantes eventos acadêmicos nacionais e internacionais, como o CAA (2016), a SVR (2014/2015) e a AIAC (2013). Atualmente, é pesquisador do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP, MAE-USP; www.larp.mae.usp.br), sendo responsável pelo desenvolvimento da área de ciberarqueologia, à qual é o primeiro a ter projeto de pesquisa acadêmico registrado em âmbito nacional (financiado pela FAPESP). Os trabalhos ciberarqueológicos dirigidos pelo pesquisador no LARP já foram objetos de pauta em meios midiáticos impressos e digitais.É coordenador do Grupo de Pesquisa no CNPq "ARISE - Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas" (www.arise.mae.usp.br), analisando arqueojogos e sua influência na cultura atual. Também desenvolve, junto ao Museu Municipal de Aljustrel (Portugal), projetos interativos ciberarqueológicos sobre o patrimônio histórico e arqueológico local. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Alex da Silva Martire
Nome em citações bibliográficas
MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2017
Doutorado em Arqueologia.
Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, MAE, Brasil.
Título: Ciberarqueologia em Vipasca: o uso de tecnologias para a reconstrução-simulação interativa arqueológica., Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Maria Isabel D'Agostino Fleming.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Ciberarqueologia; Arqueologia da Paisagem; Mineração; Interatividade; Roma Antiga; Realidade Virtual.
Grande área: Ciências Humanas
2009 - 2012
Mestrado em Arqueologia.
Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, MAE, Brasil.
Título: Arqueologia da paisagem mineira romana: a Hispânia e a Lusitânia,Ano de Obtenção: 2012.
Orientador: Maria Isabel D'Agostino Fleming.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Arqueologia da Paisagem; Mineração; Roma Antiga; Ibéria; Tecnologia; História.
Grande área: Ciências Humanas
2003 - 2008
Graduação em História.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C. - I d.C.): heterogeneidade, vida e trabalho..
Orientador: Maria Isabel D' Agostino Fleming.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Introdução a Produção de Games. (Carga horária: 15h).
Faculdade Cásper Líbero, FCL, Brasil.
2012 - 2012
Modelagem Avançada com Maya. (Carga horária: 32h).
Alpha Channel, ALPHACHANNEL, Brasil.
2012 - 2012
Unity 3D. (Carga horária: 32h).
Alpha Channel, ALPHACHANNEL, Brasil.
2012 - 2012
Curso de Geoprocessamento e Treinamento em SIG. (Carga horária: 24h).
Geosaber, GEOSABER, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Veredas. A saudade e a cidade em suas representaçõ.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2011 - 2011
Produção 3D com Autodesk Maya. (Carga horária: 32h).
Alpha Channel, ALPHACHANNEL, Brasil.
2010 - 2010
Curso de Geoprocessamento para Software TerraView.
Centro de Estudos da Metrópole, CEM, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Treinamento - Formas de Humanidade (MAE-USP). (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Kit de Objetos Arqueológicos (MAE-USP). (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Kit de Objetos Indígenas (MAE-USP). (Carga horária: 4h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2007 - 2007
Extensão universitária em Minerais e Rochas - IGc/USP. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Iniciação ao Latim I. (Carga horária: 30h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2004 - 2004
Extensão universitária em Projeto Integrado Arquivo/Universidade, DEOPS/SP. (Carga horária: 22h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Arte e Arquitetura Romana. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, MAE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Professor Ministrante, Enquadramento Funcional: Professor Ministrante, Carga horária: 6
Outras informações
ARQ5102 - 1 - Introdução prática à Ciberarqueologia: Modelagem 3D e Interatividade em tempo real. Objetivos: Apresentar, na prática, as relações existentes entre Arqueologia e Realidade Virtual dentro do campo denominado Ciberarqueologia. Serão pormenorizados os aspectos teóricos que estão estritamente ligados à prática/metodologia ciberarqueológica, bem como, a partir de exercícios, desenvolver as habilidades referentes à modelagem tridimensional manual e a programação em ambientes virtuais interativos. Justificativa: Desde os anos 2000, a visualização passiva de renderizações e animações de reconstruções arqueológicas cedeu lugar ao diálogo com a Cibernética (em grande parte, propiciado pelo avanço tecnológico computacional, reduzindo custos e aumentando a capacidade de processamento), surgindo a Ciberarqueologia (principalmente a partir dos trabalhos do arqueólogo Maurizio Forte). Tendo a Ciberarqueologia o prefixo ?ciber?, isso aponta que existe, então, um ciclo de autorregulação e reflexividade. Desse modo, ao contrário da Arqueologia Virtual praticada nos anos 1990 ? centrada em modelos 3D apenas ?, a Ciberarqueologia está preocupada com a interação entre os modelos e o ambiente virtual tridimensional no qual estão inseridos. Este curso visa apresentar, em um primeiro momento, o desenvolvimento histórico da Cibernética e sua relação com a Arqueologia. Contudo, o enfoque do curso está na prática: partindo de exercícios propostos, serão desenvolvidas, utilizando o programa Autodesk Maya, habilidades básicas de modelagem, texturização, iluminação e renderização de objetos de interesse arqueológico. Após a finalização da modelagem, serão abordados aspectos básicos de programação em motores gráficos (nesse caso, o Unity) a fim de criar a interatividade em tempo real entre o objeto modelado e o usuário. Desse modo, todos os processos centrais da teoria e metodologia da Ciberarqueologia serão abordados neste curso.

Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Mestrando, Enquadramento Funcional: Mestrando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

09/2017 - Atual
Ensino, Arqueologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
ARQ5102 - 1 Introdução prática à Ciberarqueologia: Modelagem 3D e Interatividade em tempo real
2004 - 2008
Estágios , Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, .

Estágio realizado
Estágio no Departamento Científico para desenvolvimento de Iniciação Cinetífica sob orientação da Profa. Dra. maria Isabel D'Agostino Fleming. Área de pesquisa: arqueologia romana; plebe urbana; artesanato.

ARISE - Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas, ARISE, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador de Grupo de Pesquisa
Outras informações
Coordenador do Grupo de Pesquisa (CNPQ) "ARISE - Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas" (www.archarise.com).


Laboratório de Arqueologia Romana Provincial, LARP, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Não remunerado, Enquadramento Funcional: Supervisor de Produção Tecnológica
Outras informações
Supervisor de Produção Tecnológica


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 20
Outras informações
Auxiliar de pesquisa no Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP), sob a coordenação e supervisão do prof. Dr. Sergio Adorno. Elaboração de banco de dados sobre cronologia de eventos em prisões do Estado de São Paulo.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
ARISE - Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas
Descrição: O Grupo de Pesquisa ARISE ? Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas ? surgiu no âmbito acadêmico do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, em 2017. Embora tenha sido fundado apenas esse ano, o embrião do ARISE começou muito tempo antes, durante conversas nos corredores do museu, ou tomando café nos bancos do estacionamento. Os diálogos giravam em torno de um eixo: aquilo que jogávamos recentemente (e como esses jogos são capazes de mudar nosso entendimento sobre a sociedade). Assim sendo, o ARISE foi se formando naturalmente, aos poucos, com discussões cada vez mais aprofundadas sobre a História e Arqueologia presentes nos jogos eletrônicos. Percebendo, então, que essa temática da cultura material digital é pouca explorada no meio acadêmico brasileiro, resolvemos formalizar um Grupo de Pesquisa (assinado pelo Prof. Dr. Vagner Porto - MAE/USP) junto ao CNPq para tornar nossas atividades oficiais dentro do MAE-USP. Somos um grupo de pesquisadoras e pesquisadores que têm por objetivo central a análise de jogos eletrônicos a partir do viés arqueológico e, além disso, também desenvolver aplicações interativas e eletrônicas que auxiliem nos campos da Educação e Museologia. Mas, acima de tudo, somos apaixonados por aquilo com o que temos contato antes mesmo de nos tornarmos arqueólogos: os jogos de videogame! No dia 18 de outubro de 2017, fizemos nosso lançamento oficial com um evento dentro do MAE-USP. Na ocasião, apresentamos nossa proposta, objetivos, metodologia, projetos desenvolvidos (incluindo a nossa primeira vídeo análise) e projetos em desenvolvimento (contando, até o momento, com projeções de filmes seguidas de debates, e a produção de um aplicativo interativo arqueológico sobre sambaquis). O ARISE, por estar presente em uma universidade pública, não tem fins lucrativos e todo o seu conteúdo é disponibilizado gratuitamente na internet em nossas redes sociais com o objetivo principal de difusão do conhecimento produzido na Academia..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Alex da Silva Martire - Coordenador / Vagner Carvalheiro Porto - Integrante / Rodrigo Araujo Lima - Integrante / Caroline Aparecida Oliveira - Integrante / Tomás Partiti Cafagne - Integrante / Matheus Cruz - Integrante / Cleberson Moura - Integrante / Juliana Mouro - Integrante / Felipe Perissato - Integrante / Vinicius Marino Carvalho - Integrante.
2011 - Atual
Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP)
Descrição: O Laboratório de Arqueologia Romana Provincial-LARP tem como objetivo viabilizar o desenvolvimento e aprofundamento das pesquisas realizadas no MAE-USP sobre a atuação romana nas províncias tendo como base os debates em torno dos seguintes temas: imperialismo romano; exército; romanização; alteridade/identidade; identidade e discurso; religião e política; urbanismo/urbanização; transformação dos espaços públicos; iconografia; espaço doméstico; tecnologia, produção e consumo; território e paisagem, entre outros. Nos dois primeiros anos do projeto LARP, prevê-se disponibilizar no site do Museu os resultados das pesquisas através do Sistema de Informações Geográficas-SIG, uma metodologia aplicada de forma inédita à Arqueologia Clássica desenvolvida em nosso meio. Visa-se, assim, tornar funcional um banco de dados para elaborar mapas temáticos de acordo com as pesquisas desenvolvidas pelos membros do LARP. Igualmente, estão entre os resultados esperados: a) a produção de textos-piloto relativos às discussões dos pesquisadores, que serão ampliados para inserção na pesquisa científica sobre o mundo greco-romano e no ensino universitário; b) produção de um Atlas interativo com informações ambientais e arqueológicas, disponível na internet através de um WEB-SIG; c) disponibilização em pdf ou diretamente no website de textos de referência sobre os temas analisados no Laboratório; d) realização de um simpósio com a participação dos membros do LARP e convidados do país e do exterior.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Alex da Silva Martire - Integrante / Tatiana Bina - Integrante / Maria Isabel D'Agostino Fleming - Coordenador / Vagner Carvalheiro Porto - Integrante / Marcio Teixeira-Bastos - Integrante / Irmina Doneux Santos - Integrante / Alex dos Santos Almeida - Integrante / Anisio Candido Pereira Filho - Integrante / Silvana Trombetta - Integrante / Alessandro Mortaio Gregori - Integrante / Marcia Severina Vasques - Integrante / Renato Pinto - Integrante / Andrea Piccini - Integrante / Alcídio Pinheiro Ribeiro - Integrante / Diana Lorena Rodríguez-Gallo - Integrante / Lygia Ferreira Rocco - Integrante / Elaine Cristina Carvalho da Silva - Integrante / Claudia Gradim de Oliveira Lyrio - Integrante / Gladys Mary Santos Sales - Integrante / Tomás Partiti Cafagne - Integrante / Julia Faria Codas - Integrante / Gustavo Sivi - Integrante / Matheus Cruz - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: Ciberarqueologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Arqueologia / Subárea: História Antiga e Medieval.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Realidade Virtual.
4.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Realidade Aumentada.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Cibernética.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Arqueologia Histórica.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
1MARTIRE, ALEX DA SILVA2018MARTIRE, ALEX DA SILVA; CARDOSO, JÉSSICA MENDES ; DA SILVA, RENATA ESTEVAM ; PARTITI, TOMÁS . Ciberarqueologia aplicada a sítios concheiros: o projeto sambaqui interativo. REVISTA MEMORARE, v. 5, p. 283, 2018.

2.
3MARTIRE, A.2017MARTIRE, A.. Ciberarqueologia: o diálogo entre Realidade Virtual e Arqueologia no desenvolvimento de Vipasca Antiga. CADERNOS DO LEPAARQ (UFPEL), v. 14, p. 29, 2017.

3.
2FLEMING, M.I.D'A.2017FLEMING, M.I.D'A. ; BINA, T. ; TEIXEIRA BASTOS, Marcio ; MARTIRE, A. ; GREGORI, A. M. . A Importância das Novas Tecnologias para a Arqueologia e suas Possibilidade de Uso. A Impressão 3D e os Projetos do LARP. VESTÍGIOS - Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v. 11, p. 57-79, 2017.

4.
4MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA2014 MARTIRE, A.. ROMA 360 e DOMUS: os projetos tridimensionais interativos do LARP. REVISTA DO MUSEU DE ARQUEOLOGIA E ETNOLOGIA, v. 18, p. 135, 2014.

5.
5MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA2012MARTIRE, A.. Visualização Científica na Arqueologia: propondo uma aplicação de baixo custo a partir da interatividade tridimensional. O caso do 'Banho Romano'.. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 22, p. 221, 2012.

6.
6MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA2011MARTIRE, A.. A arqueologia da paisagem mineira romana: a Hispânia e a Lusitânia. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 11, p. 71-75, 2011.

7.
7LEMOS, G.2010LEMOS, G. ; MARTIRE, A. . Antigos ou Modernos? O movimento republicano na França de Danton. História e-História, v. -, p. -, 2010.

8.
8MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA2009MARTIRE, A.. Resenha: REVELL, L. Roman imperialism and local identities. New York: Cambridge University Press, 2009. 236 pp. ISBN 978-0-521-88730-4. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v. 19, p. 367-370, 2009.

9.
9MARTIRE, A.;MARTIRE, ALEX DA SILVA2006MARTIRE, A.. Alice na crise dos 'ismos' - um diálogo histórico-literário. Klepsidra / Revista Virtual de História, v. 27, p. -, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
MARTIRE, A.. Ciberarqueologia: imersão e interatividade digitais no domínio arqueológico. In: Maria isabel D'Agostino Fleming. (Org.). Perspectivas da arqueologia provincial romana no Brasil. 1ed.São Paulo: Annablume, 2015, v. , p. 59-.

2.
TAUHYL, A. P. ; GREGORI, A. M. ; MARTIRE, A. ; BINA, T. . DOMUS: a utilização de recursos 3D para o ensino da Arqueologia romana. In: Maria isabel D'Agostino Fleming. (Org.). DOMUS: a utilização de recursos 3D para o ensino da Arqueologia romana. 1ed.São Paulo: Annablume, 2015, v. , p. 79-98.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MARTIRE, A.; BINA, T. . DOMUS: Cyber-Archeology and Education. In: CAA 2016 OSLO Exploring oceans of data, 29 March?2 April 2016, 2017, Oslo. CAA 2016 OSLO Exploring oceans of data, 29 March?2 April 2016, 2017.

2.
MARTIRE, A.; BINA, T. . DOMUS R.A. and DOMUS REDUX: Cyber- Archeology extended to Education. In: XVII Symposium on Virtual and Augmented Reality, 2015, São Paulo. 2015 XVII Symposium on Virtual and Augmented Reality, 2015.

3.
MARTIRE, ALEX DA SILVA. DOMUS: Cyber-Archeology in Three-Dimensional Virtual Environment. In: 2014 XVI Symposium on Virtual and Augmented Reality (SVR), 2014, Piata Salvador. 2014 XVI Symposium on Virtual and Augmented Reality. p. 148.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MARTIRE, A.. Through the Roman mining landscape: the use of Cyber-Archaeology for interactive reconstruction. In: XVIII International Congress of Classical Archaeology, 2013, Mérida. Preactas CIAC, 2013.

2.
MARTIRE, A.. Através da paisagem mineradora romana antiga: o uso da Ciberarqueologia para a reconstrução interativa tridimensional. In: III Semana Internacional de Arqueologia 'André Penin' - MAE/USP, 2013, São Paulo. III Semana Internacional de Arqueologia "André Penin" - MAE/USP, 2013.

3.
MARTIRE, A.. Arqueologia da paisagem mineira: Roma e Hispânia. In: XVII Congresso Nacional de Estudos Clássicos, 2009, Natal. XVII Congresso Nacional de Estudos Clássicos: Amizade e prazer no mundo antigo - Catálogo Geral. Natal, 2009. p. 68.

Artigos aceitos para publicação
1.
FLEMING, M. I. D. ; BINA, T. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; MARTIRE, A. ; GREGORI, A. M. . A importância das novas tecnologias para a arqueologia e suas possibilidades de uso. A impressão 3d e os projetos do LARP.. VESTÍGIOS. REVISTA LATINO-AMERICANA DE ARQUEOLOGIA HISTÓRICA, 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
MARTIRE, A.. Humanidades Digitais: do escaneamento à Ciberarqueologia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MARTIRE, A.. Humanidades Digitais e Arqueologia: um diálogo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MARTIRE, A.; CARVALHO, V. M. . Humanidades Digitais na prática: dialogando Estudos Clássicos e Computação por meio de narrativas interativas não-lineares. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MARTIRE, A.. VIPASCA ANTIGA: o desenvolvimento. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MARTIRE, A.. Outras realidades arqueológicas ? a virtualização do passado. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MARTIRE, A.. Jon Snow sabe algo: a Pompeia de Hollywood e a Pompeia arqueológica. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BINA, T. ; MARTIRE, A. . Pompéia e Herculano: parâmetros da arquitetura doméstica romana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
MARTIRE, A.. Ciberarqueologia: conceitos e práticas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
MARTIRE, A.. Menção Honrosa pelo conto 2010 (Conto).

2.
MARTIRE, A.. Berserker. Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2009 (Romance).

3.
MARTIRE, A.. "Sabor Limão". In: Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro - Festa Surpresa. Porto Seguro: Via Literária Produtora Cultural, 2009 (Conto).


Produção técnica
Programas de computador sem registro
1.
MARTIRE, A.; PEREIRA FILHO, A. C. ; ROCCO, L. F. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; FLEMING, M.I.D'A. ; CRUZ, M. ; TROMBETTA, S. ; CAFAGNE, T. P. ; PORTO, V. C. ; CARVALHO, V. M. ; PINA, A. D. V. ; GREGORI, A. M. ; MOURO, J. . O Último Banquete em Herculano. 2018.

2.
MARTIRE, A.. VIPASCA ANTIGA. 2016.

3.
MARTIRE, A.; FLORENZANO, M. B. B. ; HIRATA, E. V. ; TALIB, P. ; FONTES, B. . Uma Casa Grega. 2015.

4.
MARTIRE, A.; FLORENZANO, M. B. B. ; LIMA, R. A. ; FIDELIS, L. H. ; PORTO, V. C. . Um Porto Grego. 2015.

5.
MARTIRE, A.; FLEMING, M. I. D. ; BINA, T. ; GREGORI, A. M. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; SANTOS, I. D. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; TROMBETTA, S. ; PORTO, V. C. . DOMUS R.A.. 2014.

6.
MARTIRE, A.; GREGORI, A. M. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; SANTOS, I. D. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; FLEMING, M. I. D. ; TROMBETTA, S. ; BINA, T. ; PORTO, V. C. . DOMUS REDUX. 2014.

7.
MARTIRE, A.. Banho Romano 3D. 2013.

8.
FLEMING, M. I. D. ; BINA, T. ; PORTO, V. C. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; SANTOS, I. D. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; TROMBETTA, S. ; GREGORI, A. M. . DOMUS. 2013.

9.
MARTIRE, A.. Paisagem Mineira nos tempos romanos. 2012.

Trabalhos técnicos
1.
MARTIRE, A.. Organizador/Produtor audiovisual no II Ciclo de Debates do LARP. 2017.

2.
MARTIRE, A.. Organizador/Diretor audiovisual no III Ciclo de Debates do LARP. 2017.

3.
MARTIRE, A.. Organizador/Diretor audiovisual no IV Ciclo de Debates do LARP. 2017.

4.
MARTIRE, A.; TEIXEIRA-BASTOS, M. . Organizador/Diretor audiovisual no VI Ciclo de Debates do LARP. 2017.

5.
MARTIRE, A.; FLEMING, M. I. D. . Escaneamentos 3D de peças do acervo do MAE-USP. 2017.

6.
MARTIRE, A.. Coleta de material em campo e acervo museológico. 2016.

7.
MARTIRE, A.. Produtor audiovisual no I Ciclo de Debates do LARP. 2016.

8.
MARTIRE, A.. Website - www.vipasca.com. 2016.

9.
TEIXEIRA-BASTOS, M. ; MARTIRE, A. . Organizador/Produtor audiovisual no I Ciclo de Debates do LARP. 2016.

10.
MARTIRE, A.. Coleta de material em campo e acervo museológico. 2014.

11.
MARTIRE, A.. Coleta de material em campo e acervo museológico. 2013.

12.
MARTIRE, A.. Escavações arqueológicas em sítio de mineração romana (Oficina metalúrgica) de Aljustrel, Portugal. 2010.

13.
MARTIRE, A.. Escavações arqueológicas em sítio de mineração romana (Casa administrativa; visitação de galerias) de Tresminas (Vila Pouca de Aguiar, Portugal). 2010.

14.
MARTIRE, A.. Escavações arqueológicas em sambaqui no sítio Laranjal (Miracatu, São Paulo). 2007.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MARTIRE, A.; OLIVEIRA, C. A. ; CRUZ, M. ; CAFAGNE, T. P. ; PERISSATO, F. ; CARVALHO, V. M. ; LIMA, R. A. ; MOURO, J. ; PORTO, V. C. . [Escavando Jogos] 0 A.D.. 2017.

2.
MARTIRE, A.; OLIVEIRA, C. A. ; MOURO, J. ; CRUZ, M. ; LIMA, R. A. ; CAFAGNE, T. P. ; CARVALHO, V. M. ; PERISSATO, F. ; PORTO, V. C. . ARISE na exposição 'A Era dos Games'. 2017.

Redes sociais, websites e blogs
1.
MARTIRE, A.. Interactive Archaeology. 2014; Tema: Site de divulgação sobre ciberarqueologia. (Site).

2.
MARTIRE, A.. LARP USP. 2013; Tema: Página de divulgação do LARP. (Rede social).

3.
MARTIRE, A.; BINA, T. ; GASPAR, M. . III Semana Internacional de Arqueologia 'André Penin' - MAE/USP. 2013. (Site).

4.
MARTIRE, A.. Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP). 2012; Tema: Criação do website para o LARP. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
FLEMING, M. I. D. ; MARTIRE, A. ; OLIVEIRA, C. A. ; CRUZ, M. ; LIMA, R. A. ; CAFAGNE, T. P. ; DUARTE, C. W. G. ; MOURO, J. . Da impressão 3D à resina: a produção de réplicas do LARP (2017). 2017. (Vídeo de Produção Técnica/Tecnológica).

2.
MARTIRE, A.; FLORENZANO, M. B. B. ; OLIVEIRA, C. A. ; PEIXOTO, R. F. ; PORTO, V. C. . Uma Cidade Grega. Um passeio por Túrio.. 2015. (Animação).

3.
MARTIRE, A.; MOURA, C. . Revisões Sistemáticas: uma Forma de Levantar Eficientemente o Estado da Arte em Pesquisa. 2015. (Vídeo de Palestra).

4.
MARTIRE, A.. O Jogo. 2012. (Animação).

5.
MARTIRE, A.. Archeoboy. 2012. (Animação).

6.
MARTIRE, A.. Vitae. 2011. (Animação).

7.
MARTIRE, A.. Be(ing) a Viking. 2011. (Animação).

8.
MARTIRE, A.. Stásis. 2011. (Animação).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Qualificações de Doutorado
1.
MARTIRE, A.; TROMBETTA, S.. Participação em banca de Munir Lutfe Ayoub. Entre ritos e mitos: os ancestrais e a preservação da ordem social através da memória no mundo pré-cristão escandinavo. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Arqueologia) - Museu de Arqueologia e Etnologia da USP.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
A trajetória do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP-MAE/USP): pesquisa e educação.LARP Interativo. 2018. (Encontro).

2.
I Congresso Internacional de Numismática ? Novos Diálogos e Perspectivas. Humanidades Digitais: panorama e aplicações na Numismática. 2018. (Congresso).

3.
II Semana de Estudos Arqueológicos e Etnoarqueológicos da UFRN.Ciberarqueologia: da Cibernética pós-Guerra à Realidade Virtual arqueológica. 2018. (Outra).

4.
II Simpósio do LARP. Atualizando o passado: pesquisa, educação e as humanidades digitais.Produtos LARP. 2018. (Simpósio).

5.
II Simpósio do LARP. Atualizando o passado: pesquisa, educação e as humanidades digitais.Construindo Vipasca: Ciberarqueologia aplicada à História Romana. 2018. (Simpósio).

6.
Unity Developer Day Brasil 2018. Showcase - DOMUS VR (Produto LARP). 2018. (Exposição).

7.
VI Ciclo de Debates do LARP - "ARQUEOLOGIA DIGITAL: MEIOS NOVOS DE ABORDAR O PASSADO".Uma Introdução às Humanidades Digitais. 2017. (Outra).

8.
XIX Congresso da Sociedade de Arqueologia Brasileira. CIBERARQUEOLOGIA EM VIPASCA: REALIDADE VIRTUAL E ARQUEOLOGIA. 2017. (Congresso).

9.
CAA 2016 OSLO Exploring oceans of data, 29 March?2 April 2016. DOMUS: Cyber-Archeology and Education. 2016. (Congresso).

10.
XVII Symposium on Virtual and Augmented Reality.DOMUS R.A. and DOMUS REDUX: Cyber- Archeology extended to Education. 2015. (Simpósio).

11.
XVI Jornada de História Antiga (UFPel).O laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP): um panorama. 2015. (Outra).

12.
XVI Jornada de História Antiga (UFPel).Arqueologia da paisagem mineira romana: Tresminas e Vipasca. 2015. (Outra).

13.
2014 XVI Symposium on Virtual and Augmented Reality (SVR).DOMUS: Cyber-Archeology in three-dimensional virtual environment. 2014. (Simpósio).

14.
III Semana Internacional de Arqueologia 'André Penin' - MAE/USP.Através da paisagem mineradora romana antiga: o uso da Ciberarqueologia para a reconstrução interativa tridimensional. 2013. (Outra).

15.
XVIII International Congress of Classical Archaeology. Through the Roman mining landscape: the use of Cyber-Archaeology for interactive reconstruction. 2013. (Congresso).

16.
II Semana de Arqueologia MAE - USP 2011.A arqueologia da paisagem mineira romana: a Hispânia e a Lusitânia. 2011. (Simpósio).

17.
II Colóquio Internacional Antigos e Modernos - antigos, modernos, selvagens: diálogos franco-brasileiros de História e Antropologia.. 2009. (Outra).

18.
II Encontro LEIR-USP: Da (in)utilidade do conceito de identidade para a História Antiga.. 2009. (Simpósio).

19.
Jornada de História e Filosofia da Educação: temas e autores.. 2009. (Outra).

20.
XVII Congresso Nacional de Estudos Clássicos - SBEC.. Arqueologia da paisagem mineira: Roma e Hispânia.. 2009. (Congresso).

21.
16º SIICUSP - Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo..Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C. - I d.C.): heterogeneidade, vida e trabalho. 2008. (Simpósio).

22.
II Jornada de Estudos Clássicos e Educação da FEUSP. 2008. (Outra).

23.
I Seminário Internacional sobre a Tortura. 2008. (Seminário).

24.
VII Semana de Estudos Clássicos e Educação da FEUSP - Paidéia & Humanitas. 2008. (Outra).

25.
15º SIICUSP - Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo.Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C. - I d.C.): heterogeneidade, vida e trabalho. 2007. (Simpósio).

26.
I EPEGH (Encontro de Pesquisa na Graduação em História)/USP.Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C-I d.C): heterogeneidade, vida e trabalho. 2007. (Encontro).

27.
I Semana de Arqueologia/MAE-USP.Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C-I d.C): heterogeneidade, vida e trabalho. 2007. (Outra).

28.
I Jornada de Estudos Clássicos e Educação da FEUSP. 2006. (Outra).

29.
V Semana de Estudos Clássicos e Educação da FEUSP - Grécia e Roma - Teatro e Educação. 2006. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MARTIRE, A.. ARISE - NEW GAME ? Palestra ?Os artefatos podem jogar? A digitalização do patrimônio arqueológico em jogos eletrônicos?. 2018. (Outro).

2.
MARTIRE, A.. II Simpósio do LARP. Atualizando o passado romano: pesquisa, educação e as humanidades digitais. 2018. (Outro).

3.
FLEMING, M. I. D. ; MARTIRE, A. . III Ciclo de Debates do LARP - Egito Romano: entre tradição e inovação. 2017. (Outro).

4.
MARTIRE, A.; FLEMING, M. I. D. . IV Ciclo de Debates do LARP - ARQUEOLOGIAS MEDIEVAIS - DESMISTIFICANDO A 'IDADE DAS TREVAS'. 2017. (Outro).

5.
FLEMING, M. I. D. ; MARTIRE, A. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. . VI Ciclo de Debates do LARP - "ARQUEOLOGIA DIGITAL: MEIOS NOVOS DE ABORDAR O PASSADO". 2017. (Outro).

6.
MARTIRE, A.; OLIVEIRA, C. A. ; MOURA, C. ; PERISSATO, F. ; MOURO, J. ; CRUZ, M. ; LIMA, R. A. ; PORTO, V. C. ; CAFAGNE, T. P. ; CARVALHO, V. M. . Lançamento - ARISE Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas. 2017. (Outro).

7.
MARTIRE, A.; FLEMING, M. I. D. . II Ciclo de debates do LARP: Metalurgia e Mineração ? Estudos do Brasil Colonial e de Roma Antiga. 2017. (Outro).

8.
FLEMING, M. I. D. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; MARTIRE, A. . I Ciclo de Debates do LARP - Crise em todo lugar?. 2016. (Outro).

9.
MARTIRE, A.. III Semana Internacional de Arqueologia "André Penin" - MAE/USP. 2013. (Outro).



Inovação



Programa de computador sem registro
1.
FLEMING, M. I. D. ; BINA, T. ; PORTO, V. C. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; SANTOS, I. D. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; TROMBETTA, S. ; GREGORI, A. M. . DOMUS. 2013.

2.
MARTIRE, A.; FLEMING, M. I. D. ; BINA, T. ; GREGORI, A. M. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; SANTOS, I. D. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; TROMBETTA, S. ; PORTO, V. C. . DOMUS R.A.. 2014.

3.
MARTIRE, A.; GREGORI, A. M. ; ALMEIDA, A. S. ; PEREIRA FILHO, A. C. ; SANTOS, I. D. ; TEIXEIRA-BASTOS, M. ; FLEMING, M. I. D. ; TROMBETTA, S. ; BINA, T. ; PORTO, V. C. . DOMUS REDUX. 2014.

4.
MARTIRE, A.; FLORENZANO, M. B. B. ; HIRATA, E. V. ; TALIB, P. ; FONTES, B. . Uma Casa Grega. 2015.

5.
MARTIRE, A.; FLORENZANO, M. B. B. ; LIMA, R. A. ; FIDELIS, L. H. ; PORTO, V. C. . Um Porto Grego. 2015.

6.
MARTIRE, A.. VIPASCA ANTIGA. 2016.


Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
MARTIRE, A.; CARVALHO, V. M. . Humanidades Digitais na prática: dialogando Estudos Clássicos e Computação por meio de narrativas interativas não-lineares. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Outras informações relevantes


Tem experiência na área de Ciberarqueologia, Humanidades Digitais, História e Arqueologia Clássica. Membro do Grupo de Pesquisa do CNPq "Formas de contato e processos de transformação no Mediterrâneo Antigo: Roma e suas províncias". Membro e Supervisor de Produção Tecnológica do Laboratório de Arqueologia Romana e Provincial (LARP) financiado pela FAPESP.
Desenvolveu Iniciação Científica (2006-2008), com bolsa FAPESP, sobre a vida cotidiana da plebe urbana romana e a produção de artesanatos. 
Desenvolveu seu projeto de Mestrado (2009-2012), com bolsa FAPESP, sobre a mineração romana na Península Ibérica. Referente a sua pesquisa, participou de escavações em sítios arqueológicos de Portugal ligados à mineração antiga romana, Tresminas e Aljustrel (2010), além de produzir animações em vídeo sobre as técnicas de exploração mineral e criar uma paisagem mineradora hipotética interativa e navegável em computadores. Desenvolveu pesquisa de Doutorado (2012-2017) com bolsa FAPESP sobre Ciberarqueologia aplicada à Vipasca Romana, produzindo o aplicativo ?Vipasca Antiga?, que pode ser obtido no site criado pelo pesquisador (www.vipasca.com).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 8:01:33