Terezinha Oliveira Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7775806962551255
  • Última atualização do currículo em 05/02/2019


Doutora em Letras (UFBA) com interesse nas discussões acerca de raça, gênero e linguagem. Professora Adjunta -Oficina de Leitura e Produção Textual e Oficina de Leitura e Produção de Textos Acadêmicos - Centro Multidisciplinar Campus de Barra-Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Professora Permanente da Pós-Graduação em Ciências Humanas e Sociais ( PPGCHS/UFOB). Possui experiência na área de Formação de Professores de Língua Portuguesa-Ensino Fundamental, Médio, Educação de Jovens e Adultos. Palavras chave: Educação; Diversidade; Formação Docente (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Terezinha Oliveira Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, Terezinha Oliveira;SANTOS, T.O;OLIVEIRA, Terezinha

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Oeste da Bahia, Centro Multidisciplinar da Barra.
Rua 23 de agosto, s/n
Assunção
47100000 - Barra, BA - Brasil
Telefone: (74) 36143500


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Letras e Lingüística.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: "Só agora eu falo alto":Reflexões acerca de raça,gênero e linguagem na formação docente em EJA, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: América Lúcia Silva César.
Palavras-chave: Avaliação; Identidades; Linguagem; Alteridades.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
2005 - 2007
Mestrado em Letras e Lingüística.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Configurações Identitárias numa turma da EJA:uma leitura para além das margens,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: América Lúcia Silva Cesar.
Palavras-chave: Linguagem; Identidades; Alteridades.
1997 - 1998
Especialização em Especialização Em Língua Portuguesa. (Carga Horária: 450h).
Universidade do Estado da Bahia, UNEB, Brasil.
Título: Houve um estágio supervisionado na área de Formação de Professores,tendo como publico-alvo, os professores do Ensino Fundamental da Rede Estadual.
2017
Graduação em andamento em Pedagogia.
Universidade Norte do Paraná, UNOPAR, Brasil.
1984 - 1991
Graduação em Letras Vernáculas Com Inglês.
Universidade Católica do Salvador, UCSAL, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Interculturalidad, migración y racismos.
UNiversidad do Chile, UC, Chile.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Oeste da Bahia, UFOB, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: PROFESSOR ADJUNTO, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA CENTRO MULTIDISCIPLINAR CAMPUS DE BARRA

Atividades

05/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO-MEMBRO DA SUBCOMISSÃO LOCAL-CENTRO M. CAMPUS DE BARRA.
04/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE ENSINO E EXTENSÃO.
10/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
COMISSÃO- RELAÇÕES ÉTNICO RACIAIS PARA O ENSINO DE HISTÓRIA DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E INDÍGENA.
05/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO DA COMISSÃO TEMÁTICA DE GESTÃO PEDAGÓGICA.
12/2014 - Atual
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO DO NÚCLEO DOCENTE INTERDISCIPLINAR.
11/2014 - Atual
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA- Portaria 001-.
10/2014 - Atual
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
VICE -DIRETORA - Portaria 257/2014-.
10/2014 - Atual
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
COORDENADORA GERAL DOS NÚCLEOS DOCENTES- CGND -Portaria 256/2014-.
10/2014 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, .

Cargo ou função
Conselheiro Representante do Centro Multidisciplinar no Conselho de Ensino,Pesquisa e Extensão.
09/2014 - Atual
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Oficina de Leitura e Produção Textual
Oficina de Leitura e Produção de Textos Acadêmicos
09/2014 - Atual
Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Oficina de Leitura e Produção Textual
Oficina de Leitura e Produção de Textos Acadêmicos
11/2014 - 02/2016
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO DO CONSELHO DIRETOR DO CENTRO MULTIDISCIPLINAR DO CAMPUS DE BARRA-Portaria nº 005.
11/2014 - 02/2016
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
MEMBRO DO NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DO CURSO DE AGRONOMIA -PORTARIA 006/2014.
11/2014 - 01/2016
Direção e administração, Centro Multidisciplinar da Barra, .

Cargo ou função
COMISSÃO DE PLANEJAMENT,ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DA SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA -Portaria 001/Barra.

Secretaria Municipal de Educação e Cultura Salvador Ba, SMEC, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Servidor, Carga horária: 40


Secretaria de Educação do Estado da Bahia, SEEBA, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: PROFESSOR, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Coronéis, jagunços, remeiros e mulheres: identidades culturais e relações de poder no romance "Porto Calendários", de Osório Alves de Castro"
Descrição: Trata-se de um projeto de pesquisa que tem como objetivo analisar o romance histórico Porto Calendário, de Osório Alves de Castro, a partir das construções identitárias de suas personagens, em especial, as personagens femininas e seus corpos circunscritos num sistema patriarcal cujo tempo/espaço compreende o início do século XX e o sertão remoto do Oeste da Bahia, Bacia do Rio Corrente, uma das Bacias Hidrográficas do Rio São Francisco respectivamente. Buscar-se-á, a partir de reflexões oriundas do campo dos Estudos Culturais estabelecer relações entre o objeto de análise e suas intersecções com o cenário sociopolítico de uma região ribeirinha governada pelo coronelismo em suas relações de poder institucional guiadas pelo acúmulo monetário. As representações dos tipos humanos, a exemplo dos remeiros, dos jagunços, das mulheres, em contraponto às representações dos coronéis, muito podem nos dizer acerca de relações de alteridade no século XXI numa sociedade atravessada por discursos de cidadania, inclusão, tolerância e direitos humanos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Mônica Mello dos Santos - Integrante.
2017 - Atual
Confecção de Guia Florístico das Dunas e Veredas do São Francisco para fins didáticos.
Descrição: A vegetação nativa está cada vez mais sofrendo pressão a favor do desflorestamento em todos os biomas brasileiros. Tanto a Caatinga quanto o Cerrado ainda são alvo de uma intensa perda de área de vido a interesses agropecuários, inclusive ambos são biomas sujeitos a desertificação e rápida degradação. Ações de degradação ambiental ocorrem em parte pelo desconhecimento da população acerca das espécies vegetais e sua importância para o ecossistema. Uma das vias de perpetuação do conhecimento é a confecção de guias ilustrados que apresentam e informam, de modo didático, elementos presentes em um dado ambiente. Dessa forma objetivo do projeto é a elaboração de um Guia Florístico apresentando as espécies vegetais que ocorrem nas matas ciliares da APA Dunas e Veredas do São Francisco assim como identificar as principais importâncias (para o ecossistema e para as comunidades) dessas espécies evidenciadas pela literatura científica especializada e atual. Desse modo o guia gerado visa sensibilizar a população sobre as questões ambientais voltado tanto para educação formal como não-formal que em etapas posteriores serão utilizados junto a eventos de Educação Ambiental. Além do mais esse projeto busca dar continuidade a trabalhos de levantamentos florísticos realizados anteriormente na APA afim de reduzir os impactos evidenciados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Integrante / Paulo Roberto de Moura Souza Filho - Coordenador.
2017 - Atual
Educando o campo pelo Velho Chico: pensando uma educação para o desenvolvimento sustentável em Barra - Ba
Descrição: O projeto Educando o Campo pelo Velho Chico tem como objetivo principal subsidiar estratégias de educação do campo pautadas nos conhecimentos de ciências agrárias trabalhados no Centro Multidisciplinar de Barra, promovendo assim a aproximação e diálogo entre o Centro, com suas três dimensões de pesquisa-ensino-extensão, e a comunidade. O projeto será norteado pela metodologia da pesquisa-ação, seguindo o ciclo diagnóstico-intervenção-avaliação. Em uma etapa inicial, em parceria com a secretaria de educação, faremos um diagnóstico da educação no município levantando informações sobre a formação e condições de trabalho dos professores, infraestrutura e acessibilidade das escolas e relação escola-comunidade. Tal diagnóstico preliminar servirá tanto para orientar ações da Secretaria de Educação, quanto para orientar atividades da UFOB que visam contribuir para o desenvolvimento da educação no município de Barra e região circunvizinha. Uma das atividades sendo gestadas no Centro Multidisciplinar de Barra que tem relação íntima com este projeto é o curso de formação continuada de professores em educação do campo. Em sintonia com o que foi aqui apresentado, a proposta principal do curso é criar um diálogo com os professores da rede pública de ensino no município para elaborar estratégias de ensino e materiais didáticos contextualizados e regionalizados e dar autonomia para que professores possam elaborar seus próprios materiais didáticos com base nos recursos disponíveis em sua comunidade. Este projeto acompanhará todas as etapas do curso, desde os módulos didáticos que serão ofertados no Centro Multidisciplinar de Barra até a elaboração, aplicação e avaliação das estratégias e materiais didáticos. Os estudantes encarregados da execução dos planos de trabalho atuarão como monitores ao longo de todo o processo e terão papel central principalmente na elaboração e avaliação de materiais didáticos. Vale enfatizar que todas as atividades e ações propostas aqui possuem como premissas a importância de estreitar os laços universidadeescola-comunidade, o respeito e valorização dos saberes e fazeres locais e procuram criar uma dinâmica de troca de conhecimento benéfica para todos os atores envolvidos. Pois, se por um lado o conhecimento gerado nas pesquisas conduzidas no CMB possui potencial para melhorar a qualidade de vida nas comunidades locais, por outro, o conhecimento tradicional acumulado naquelas comunidades ajudará no desenvolvimento de pesquisas desenvolvidas na universidade. Sendo, portanto, uma relação simbiótica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Integrante / Paulo Roberto de Moura Souza Filho - Coordenador / Climério Paulo da Silva Neto - Integrante.
2016 - 2017
"Da mão para a boca": Espaço convite para a leitura dos alimentos como identidade cultural
Descrição: Universidade Federal do Oeste da Bahia, em 2014, através da inauguração do seu Campus de Ciências Agrárias, iniciou suas atividades letivas no município de Barra oferecendo os cursos de Medicina Veterinária e Agronomia. De lá para cá, esse locus situado entre os Rios Grande e o São Francisco, tem vivido um crescente fluxo de recepção aos novos atores sociais representados pelos discentes, docentes, técnicos administrativos, geralmente oriundos de outras regiões da Bahia e do Brasil. Percebe-se que outras confluências estão em processo, seja na adaptação daqueles sujeitos às configurações locais, em seus aspectos geográfico, sociopolítico e econômico, destacando nesse recorte os hábitos alimentares. As trocas de informações acerca de ingredientes culinários, mesclas e possibilidade de variações alimentares, nos modos de fazer, estão em jogo, confirmando o que nos diz Hall (2006) acerca do sujeito pós-moderno como aquele que possui caráter múltiplo, móvel e fragmentado da noção de identidade única. Seria esse o caso do município de Barra onde o abará e o acarajé não são os elementos simbólicos da tal cantada baianidade? Qual o conceito de baianidade nessas bandas da Região Oeste da Bahia? São provocações que justificam o percurso dessa pesquisa, numa análise socioantropológica do alimento, visto que de acordo com Rocha (s/d), ?o ato de comer envolve uma vasta gama de fatores atravessados por critérios econômicos, nutricionais, políticos, éticos, religiosos, ambientais e estéticos?. Enquanto para Santana & Silva (2012.p.1) ?Através da alimentação, é possível visualizar e sentir tradições que não são ditas?. Desse modo, propõe-se uma reflexão acerca do alimento como papel fundamental para se pensar questões de identidade, destacando, no aspecto macro, a diversidade cultural em diálogo com influência do processo histórico de formação do povo brasileiro e, no aspecto micro, as ressonâncias desse processo nas tradições e costumes regionais presentes no município de Barra, município de Barra-Ba, buscando capturar parte de sua dimensão territorial, composta pela população urbana, povos ribeirinhos, quilombolas, assentados, etc..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2016 - Atual
Sabedoria de cura e seus agentes: o uso de raízes, plantas, folhas e fé como laços espirituais e físicos entre o homeem e o mundo natural
Descrição: Neste projeto de pesquisa, o termo "agentes de cura" instiga-nos a redimensioná-lo para além do campo lexical e das artes do bem-fazer. Entre a palavra que categoriza e os seres que as representam, há fissuras, tensões, fendas, textos epidérmicos nos quais a oralidade se perfaz em trilha para que o ontem e o hoje não sejam apenas denominações circunstanciais. Acrescenta-se que esses agentes, em suas identidades pessoal/laboral, possuem conhecimentos etnobotânicos necessários para a potencialização do conhecimento fitogeografia da região Oeste, bem como para o estabelecimento de um diálogo com as instituições sanitárias regionais/nacional, considerando as finalidades do uso das plantas medicinais, além do enriquecimento do acervo memorialístico local, considerando a importância da egopolítica do conhecimento em suas experiências de vida, um movimento fulcral na descolonização das narrativas hegemônicas.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2015 - 2016
A arte cerâmica no município de Barra-BA: amassando o barro, modelando saberes
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2015 - 2015
SABERES E TRADIÇÕES NO USO E MANEJO DAS PLANTAS MEDICINAIS, EM BURITIRAMA- BA
Descrição: Em dias atuais, há um grande fluxo de informações em trânsito, em especial, para quem acessa as redes sociais. Entretanto, há saberes inerentes ao campo da oralidade que, se não forem resgatados, estão propensos a desaparecerem e, junto com eles, as tradições que fazem parte da identidade cultural de um povo, a exemplo da fitoterapia. A partir desse contexto, essa pesquisa tem como objetivo conhecer os nomes das plantas mais usadas e suas finalidades, no contexto urbano da cidade de Buritirama-Ba. Esse objetivo se amplia no nosso interesse, também, em identificar se a benzedura ainda é uma prática recorrente naquela região; identificar se, entre os moradores, há variação linguística inerente ao nome de algumas plantas; contribuir com informações acerca da flora medicinal característica do Oeste da Bahia, bem como colaborar com a elaboração de políticas públicas que levem em consideração a biodiversidade do bioma cerrado-caatinga, no que diz respeito ao à sua utilidade terapêutica, a partir dos saberes e tradições do povo buritiramense.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.


Projetos de extensão


2018 - 2018
Multiletramentos digitais: Blog
Descrição: A oficina será oferecida com o objetivo de levar os participantes a refletirem acerca da importância dos textos multimodais nos processos de multiletramentos.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2018 - 2018
Diálogos (em) Cenas: uma proposta de leitura e expressão corporal
Descrição: Oficina leitura e expressão corporal como constituintes da linguagem teatral. Através da leitura e análise de textos de gêneros diversos, os participantes apresentarão uma leitura performática daqueles..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Marcos Wilker da Conceição Santos - Integrante.
2018 - 2018
SER MULHER: (RE)EXISTÊNCIAS
Descrição: EVENTO REALIZADO PELO FILHXS DE FRIDA- GRUPO DE ESTUDOS.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Eumara Maciel dos Santos - Integrante.
2017 - 2017
Identidade e Diversidade nos multiletramentos digitais: leitura e produção de texto
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2017 - 2017
CINE NOVEMBRO: (RE)EXISTÊNCIAS
Descrição: O EVENTO, ALOCADO NO PROJETO DE EXTENSÃO "LUZ, CÂMERA, educAÇÃO", FEZ PARTE DAS COMEMORAÇÕES DA SEMANADA CONSCIÊNCIA NEGRA 2018, NO CENTRO MULTIDISCIPLINAR CAMPUS DE BARRA, COM A AMOSTRA DE FILMES TEMÁTICOS ACERCA DAS QUESTÕES SÓCIOPOLÍTICAS VIVENCIADAS PELA POPULAÇÃO INDEPENDENTE DO TEMPO/ESPAÇO..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Eumara Maciel dos Santos - Integrante.
2017 - Atual
Espaço Griot- Sob a sombra do tamboril
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Eumara Maciel dos Santos - Integrante / Mônica Mello dos Santos - Integrante / Danilo Rocha de Melo - Integrante / Everaldo Henrique Souza do Vale - Integrante.
2017 - Atual
CINE NOVEMBRO RE(EX)SISTÊNCIA II
Descrição: Exibição de filmes com a temática étnico-racial em suas intersecções de gênero, classe, faixa etária, estética, etc.,.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Eumara Maciel dos Santos - Integrante.
2016 - 2016
III Festival de Cultura das Comunidades de Barra
Descrição: O presente projeto tem como objetivo geral integrar os conhecimentos acadêmicos com as epistemologias dos povos tradicionais, destacando, nessa ação, o Distrito de Ibiraba (distante 54 km da sede) locus do III Festival de Cultura das Comunidades Rurais da Barra. Mais que um evento cultural, o Festival representa a luta daqueles povos para que suas memórias e ?atos do fazer? não se invisibilizem nem se percam nos processos excludentes da globalização e pós-modernidade. A Universidade Federal do Oeste da Bahia, em sua missão de ?promover a formação, a produção e difusão do conhecimento e o desenvolvimento da sociedade por meio de ações que efetivem a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão?, Insere-se como parceira, naquela agência, através do Centro Multidisciplinar Campus de Barra, representado pelo seus servidores: docentes e técnico administrativo, como palestrantes na composição de uma Mesa-Redonda, bem como os seus estudantes, envolvendo representantes dos cursos de Agronomia e Medicina Veterinária apresentarão resultados de pesquisas de campo, práticas pedagógicas resultantes de suas experiências Através de oralidades, semioses, sons e imagens, o Festival apresentará ao público visitante: Exposição de Artesanato, Concurso de Poesia, Palestras, Corrida de Argolinha, ?Derby? do Jegue, Apresentação de Grupos Culturais, Dança e Contradança de São Gonçalo, Sinhá Furdunga, Zamparina, Batuques, Samba de Corrida, Toada, Luna, Lundu, Terno de Reis, Samba do Pescador, Violeiros, Caixeiros, Rabequeiros. Metodologia: O projeto constitui-se de duas etapas: Na Etapa 1, Distrito de Ibiraba receberá a Mostra Fotográfica do artista Rui Resende, intitulada ? Vaqueiros e o Homem do Sertão?. Trata-se de uma coleção de quadros com representações daqueles que traduzem o pioneirismo e a formação do povo Nordestino. A exploração visual de uma mostra fotográfica com tipos regionais poderá despertar nos seus receptores a potencialização do seu senso de pertencimento, bem como a valorização dos seus ancestrais. A visibilidade desses sujeitos ordinários nos atinam para um olhar mais apurado dirigido àqueles que os processos globalizantes teimam em empurrar cada vez mais para as franjas sociais. Os visitantes poderão registrar suas impressões por escrito e/ou com desenhos. Esses registros serão recolhidos como parte de uma memória discursiva, advinda da produção e recepção daquela linguagem não verbal. Na Etapa 2, docentes e técnico administrativo representarão a Universidade Federal do Oeste da Bahia, como palestrantes, na composição da Mesa Redonda sob a temática ?(Re) tratos do olhar: identidades, memória e sustentabilidade? para a troca de conhecimentos específicos acerca da Sustentabilidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (30) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador.
2016 - Atual
"Luz, Câmera, EducAção:
Descrição: A partir de mostras cinematográficas, o projeto tem como objetivo geral a (re)aproximação do público telespectador com questões culturais, no que se referem aos contextos sociointeracionais, memória, narrativas marginais, pertencimentos, tradições frente aos processos de globalização na pós-modernidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Eumara Maciel dos Santos - Integrante / João Rogério de Lima Azevedo - Integrante / Charles Bispo Ferreira - Integrante / Mônica Mello dos Santos - Integrante / Danilo Rocha Melo - Integrante / Thays Rodrigues Silva - Integrante.
2015 - 2015
Oficina de Leitura e Teatro
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .

Integrantes: Terezinha Oliveira Santos - Coordenador / Sérgio Brito de C.Farias - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Língua Portuguesa.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Leitura e Produção de Texto.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2017
Mneção honrosa, Universidade Federal do Oeste da Bahia.
2006
"Destaque Sepesq", UFBA-SEPESQ 2006.
2000
Professora Destaque, Secretaria de Educação e Cultura do Estado da Bahia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SANTOS, Terezinha Oliveira2012 SANTOS, Terezinha Oliveira. MULHERES NEGRAS, ESCOLARIDADE, SEXISMO E SUBORDINAÇÃO: IDENTIDADES EX-POSTAS NA SALA DE AULA. Pontos de Interrogação: Revista de Crítica Cultural, v. 2, p. 144, 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, M. M. ; SANTOS, Terezinha Oliveira . Sabores, cheiros e memórias: diálogos entre hábitos alimentares e identidade cultural, em Barra-Ba.. In: II CONGRESSO INTERNACIONAL DA DIVERSIDADE DO SEMIÁRIDO, 2017, Campina Grande. II CONIDIS, 2017. v. 1. p. 1-13.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. FORMAÇÃO DOCENTE EM EJA:DIVERSIDADE, SILENCIO, INVISIBILIDADES. In: Trabalho Docente e Formação: Políticas, Práticas e Investigação: Pontes para a mudança, 2014, PORTO-PORTUGAL. Trabalho Docente e Formação: Políticas, Práticas e Investigação: Pontes para a mudança. PORTO /PORTUGAL: CIiE Centro de Investigação e Intervenção Educativas, 2014.

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Configurações Identitárias numa turma da EJA:uma leitura para além das margens. In: XII Congresso da Associação Internacional para Pesquisa Inercultural (ARIC), 2009, Florianópolis. XII Congresso da Associação Internacional para a Pesquisa Intercultural, 2009.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira; VALE, E. H. S.do . A cerâmica baiana do município de Barra: a arte no amassar do barro, modelando saberes. In: Seminário de Iniciação Científica da Universidade Federal do Oeste da Bahia, 2017, Santa Maria da Vitória. PIBIC PESQUISARE. Barreiras: UFOB, 2016. v. 1. p. 87-87.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SANTOS, M. M. . 'Da mão para a boca': espaço-convite para a leitura da influência da cultura na alimentação. In: Seminário de Iniciação Científica, 2017, Barra. III Seminário de Iniciação Científica da Universidade Federal do Oeste da Bahia. Barreiras: UFOB, 2017. v. 2. p. 100-100.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira. A educação pelo barro: as lições do axé na arte cerâmica de Mestre Gerard. In: X COPENE - Congresso de Pesquisador@s Negr@s- ABPN -, 2018, Uberlândia -Minas Gerais. X Copene, 2018.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Formação de professores numa pedagogia multiculturalmente sensível. In: I CBPN -Congresso Baiano de Pesquisadores Negros, 2007, Salvador. Caderno de Resumos, 2007. p. 191-191.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira; VALE, E. H. S.do . Na linguagem da arte cerâmica de Barra-BA-diálogos entre os rios Grande e São Francisco. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. A educação pelo barro: as multissemioses na arte religiosa de ' Mestre Gerard'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SANTOS, M. M. ; SANTOS, Terezinha Oliveira . Sabores, cheiros e memórias: diálogos entre hábitos alimentares e identidde cultural, em Barra-Ba.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Formação docente na EJA:diversidade, silêncios e invisibilidades. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Constituições Identitárias numa turma de EJA:Uma leitura para além das margens. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Formação de Professores numa pedagogia multiculturalmente sensível. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira; OLIVEIRA, R. . MINICONTO PARA ACRIANÇA QUE HÁ EM VOCÊ. RIO DE JANEIRO: COLEÇÕES DARDA, 2018 (LITERATURA INFANTIL).

2.
MACIEL, E. ; SANTOS, T.O . O SEM-FIM DA INFÃNCIA. SALVADOR, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SANTOS, T.O. Comissão Científica do Seminário Corpus Possíveis no Brasil Profundo- CIDEC-SUL. 2018.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Conselho Editorial da Editora da Universidade do Estado da Bahia (EDUNEB),. 2017.

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Conselho Editorial da Editora da Universidade do Estado da Bahia (EDUNEB),. 2016.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA NETO, C. P. ; FREITAS, R. S. ; MAGALHAES JUNIOR, J. T. ; SANTOS, Terezinha Oliveira . A hora do campo. 2018.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. VI Simpósio Baiano das Licenciaturas e VI Seminário Baiano do PIBID/IAT. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira; BARBOZA JUNIOR, C. A. ; SOUZA FILHO, P. R. M. . (Re)tratos do olhar: identidades, memória e sustentabilidade. 2016. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Redes sociais, websites e blogs
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira. palavras de vidro. 2007; Tema: Crônicas/poemas. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Viver Escola. 2013. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Projeto).

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SILVA FILHO, A. ; SILVA, Enoilma Simões. Paixão Correia . Atividades Complementares de apoio à aprendizagem do aluno. 2013. (Cadernos Didáticos).

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Marcos de Aprendizagem de Língua Portuguesa. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Reformulação das Diretrizes Pedagógicas).

4.
SANTOS, Terezinha Oliveira. CURSO DE APROFUNDAMENTO DA PRÁTICA EDUCATIVA NA ESCOLA COMUNITÁRIA. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SANTOS, T.O; ANECLETO, U.C; SILVA, O. S. F. Participação em banca de JONATAS SILVA SANTIAGO. IDENTIDADE E MAL-ESTAR DOCENTE: DISCUTINDO SOBRE A DOCÊNCIA EM UMA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL. 2018.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira; QUEIROZ, DELCELE MASCARENHAS; LIMA, MARIA NAZARÉ MOTA DE. Participação em banca de NADJENA MIRANDA DOS SANTOS. "OMOLÚWÁBI"- IDENTIDADE E PRÁTICA DOCENTE:ALICERCES PARA A (des)CONSTRUÇÃO E CAMINHOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA LEI Nº 10639/03. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação e Contemporaneidade) - Universidade do Estado da Bahia.

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SILVA, O. S. F.; GOMES, A. R.. Participação em banca de Lucicleide Miranda Gonçalves Jatobá. O professor e seu discurso sobre diversidade: (re)construção discursiva sobre as diversidades socioculturais na/da escola por professores e,m situação de formação. 2018. Dissertação (Mestrado em MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE) - Universidade do Estado da Bahia.

Teses de doutorado
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SANTOS, E. M. O.; BORGES, C. L. C.; OLIVEIRA, G. M.; PEREIRA, J. N.. Participação em banca de IVANA CARLA OLIVEIRA SACRAMENTO. ENTRE ACERTOS E DESCONTINUIDADES: POLÍTICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA NA BAHIA E PERSPECTIVAS DE INOVAÇÃO. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura) - Universidade Federal da Bahia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SANTOS, T.O. Participação em banca de Variação linguístico-regional na Universidade Federal do Oes.Variação linguística no campus da UFOB. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) - Universidade Federal do Oeste da Bahia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SANTOS, T.O; SILVA NETO, M.; FERNANDES, F. S.. Concurso para contratação de docente por tempo determinado. 2017. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira; PASCOLI, M.; PASCOALI, G.. Concurso Docente Magistério Superior Edital 01/16. 2015. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

3.
SANTOS, T.O; GUERRA, A. M. N. M.; CARVALHO, K. A.. Processo Seletivo para Professor por Tempo Determinado da Carreira de Magistério Superior. 2015. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

Outras participações
1.
SANTOS, T.O. CONCURSO LITERÁRIO OSÓRIO ALVES DE CASTRO. 2016. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira. I Seminário de Iniciação Científica da UFOB- CNPQ. 2015. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

3.
SANTOS, T.O; GUERRA, A. M. N. M.; JESUS, A. C. S.. Avaliação de Estágio Probatório de Servidor. 2015. Universidade Federal do Oeste da Bahia.

4.
SANTOS, Terezinha Oliveira. PRÊMIO CURTA HISTÓRIAS PERSONALIDADES NEGRAS. 2014. Fundação Cultural Palmares.

5.
SANTOS, Terezinha Oliveira. Parlamento Jovem Brasileiro- Bahia. 2013. Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
X Congresso de Pesquisador@s Negr@s -ABPN. Educação pelo barro: as lições do axé na arte de Mestre Gerard. 2018. (Congresso).

2.
11ª SECONBA- SEMANA DE COSNCIÊNCIA NEGRA DE BARREIRAS."Entretecendo palavras e empdrando narrativas negras". 2015. (Oficina).

3.
II SINBAIANIDADE SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE BAIANIDADE.A arte religiosa de "Mestre Gerár": Expressão e Estratégias de Res(Ex)istências. 2015. (Simpósio).

4.
Semana Acadêmica do DHCT XXIV e II Semana Acadêmica de Engenharia de."As expressões religiosas de "Mestre Gerárd": um diálogo entre o homeme , os rios , o barro e a arte. 2015. (Outra).

5.
II Encontro Luso-Brasileiro sobre o trabalho e formação docente e formação. Trabalho docente e diversidade. 2013. (Congresso).

6.
II Encontro Luso-Brasileiro sobre o trabalho e formação docente e formação. Formação docente em EJAA: diversidade, silêncios e invisibilidades. 2013. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, T.O; SOUZA FILHO, P. R. M. . Semana do Meio Ambiente 2018. 2018. (Outro).

2.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SOUZA FILHO, P. R. M. . 2º Simpósio Ciências Agrárias e Sustentabilidade. 2017. (Outro).

3.
SANTOS, Terezinha Oliveira; SANTOS, E. M. ; PAULA NETO, C. . Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. 2015. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Sonia Maria Laranjeira Pimentel. A creche como espaço de letramento escolar. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Patricia da Silva Araújo. A importância da auto-estima no desenvolvimento escolar de crianças negras. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Rita de Cássia Silva Santos. Contribuição dos contos africanos na construção da identidade de alunos da Educação Infantil. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Luciene Nascimento Trindade. Educação infantil:relações de gênero no espaço da brinquedoteca. Início: 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Iniciação científica
1.
MONICA SANTOS DE MELO. CORONÉIS, JAGUNÇOS, REMEIROS E MULHERES: IDENTIDADES CULTURAIS E RELAÇÕES DE PODER NO ROMANCE. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Oeste da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
LUCIENE NASCIMENTO TRINDADE. Gênero e sexualidade:de que maneira essas relações se apresentam no espaço da brinquedoteca da escola comunitária Luiza Mahim?. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.

2.
SONIA MARIA LARANJEIRA PIMENTEL. COMO SE FOSSE BRINCADEIRA DE RODA: RODA DE LEITURA E PRÁTICAS DE LETRAMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.

3.
PATRICIA DA SILVA ARAUJO. ESSA ESCOLA (NÃO) É A MINHA CARA: A IMPORTANCIA DA IDENTIDADE CULTURAL DAS CRIANÇAS NEGRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Docência na Educação Infantil) - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.

Iniciação científica
1.
Monica dos Santos Mello. "Da mão para a boca": Espaço convite para a leitura dos alimentos como identidade cultural. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Oeste da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.

2.
Everaldo Henrique Souza do Vale. A cerâmica baiana do município de Barra:a arte no amassar do barro, modelando saberes. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal do Oeste da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.

3.
Iarla Marques da Cruz. SABERES E TRADIÇÕES NO USO E MANEJO DAS PLANTAS MEDICINAIS, EM BURITIRAMA- BA. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Oeste da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Terezinha Oliveira Santos.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira; VALE, E. H. S.do . Na linguagem da arte cerâmica de Barra-BA-diálogos entre os rios Grande e São Francisco. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SILVA NETO, C. P. ; FREITAS, R. S. ; MAGALHAES JUNIOR, J. T. ; SANTOS, Terezinha Oliveira . A hora do campo. 2018.


Redes sociais, websites e blogs
1.
SANTOS, Terezinha Oliveira. palavras de vidro. 2007; Tema: Crônicas/poemas. (Blog).



Outras informações relevantes


Membro do Grupo de Pesquisa "Corpus Possíveis" 
Linha de Pesquisa 
Abordar raça, gênero e sexualidade desde uma perspectiva interseccional;
Propor ações, nos diversos campos disciplinares de interesse do Grupo, que auxiliem no cumprimento da Lei 10.639/03;
Assessorar a educação básica no enfrentamento da violência contra sujeitos minoritários, em especial as pessoas negras e sexualmente dissidentes;


Membro do Grupo de Pesquisa Dinâmicas Espaciais e Desenvolvimento Territorial - GRUDET 

Nas últimas décadas a região do Oeste Baiano tem passado por transformações socioespaciais que implicam na necessidade de olhares apurados sobre as questões referentes ao modelo de desenvolvimento baseado em uma reestruturação territorial produtiva que tem no agronegócio o seu principal elemento constitutivo. Essa configuração, historicamente tem desencadeado uma série de impactos socioambientais, culturais, econômicos e políticos, os quais demandam a realização de estudos e pesquisas que contribuam para minimizar as disparidades socioeconômicas entre os grupos sociais em questão. Diante disso, o GRUDET tem a missão de realizar estudos e pesquisas de natureza científica, de maneira multi e interdisciplinar, que visem contribuir para o desenvolvimento territorial que considere os interesses dos menos favorecidos e mais impactados pelo modelo de desenvolvimento regional vigente.

Linha de Pesquisa

Paisagens Culturais e Análises Geoambientais e Desenvolvimento Territorial


http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2274518010683122



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 6:50:03