Aline Sanches

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0570819174001324
  • Última atualização do currículo em 04/09/2018


Professora do Departamento de Psicologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM-PR). Psicóloga pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, campus Assis-SP. Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos. Doutora em Filosofia pela UFSCAR e em Psicanálise e Psicopatologia pela Université Denis Diderot - Paris 7 (co-tutela com a École Doctorale Recherches en Psychanalyse). Atua como docente no ensino superior desde 2008, com ênfase nas seguintes áreas: epistemologia e história da psicologia e da psicanálise, teorias e sistemas em psicologia, psicologia do desenvolvimento, técnicas psicoterápicas, filosofia contemporânea e história das ciências. Dedica-se à pesquisa dos seguintes temas : clínica psicanalítica, filosofia de Gilles Deleuze, "O Anti-Édipo", filosofia da psicanálise, metapsicologia, epistemologia e história da psicologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Aline Sanches
Nome em citações bibliográficas
SANCHES, A.


Formação acadêmica/titulação


2008 - 2013
Doutorado em Filosofia.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
com período co-tutela em Université Paris Diderot (Orientador: Monique David-Ménard).
Título: INCONSCIENTE E INSTINTO DE MORTE: um itinerário do debate inicial de Deleuze com a psicanálise, Ano de obtenção: 2013.
Orientador: Richard Theisen Simanke.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Deleuze; metapsicologia; inconsciente; Instinto; Filosofia da diferença.
2006 - 2008
Mestrado em Filosofia.
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Título: Máquinas, corpo sem órgãos e pulsões: um diálogo entre O Anti-Édipo de Deleuze e Guattari e a metapsicologia freudiana.,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Richard Theisen Simanke.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Metapsicologia Freudiana; Deleuze e Guattari; Teoria das pulsões; Psicanálise.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.
2001 - 2005
Graduação em Psicologia.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Estudo do conceito de Inconsciente no pensamento de Gilles Deleuze e Félix Guattari: possíveis ressonâncias com a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann.
Orientador: Hélio Rebello Cardoso Junior.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2007
Uma história da psicopatologia: a paranóia. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2006 - 2006
Modalidades de Entrevista Inicial com Crianças. (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.
2005 - 2005
Extensão universitária em Interação de Aspectos Psicodinâmicos com Psicofar. (Carga horária: 44h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.
2001 - 2005
Extensão universitária em Língua Alemã I, II, III e IV. (Carga horária: 360h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Fundamentos das Instituições Disciplinares.. (Carga horária: 35h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em A Produção do Sofrimento Psíquico e as Práticas Ps. (Carga horária: 50h).
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 40

Atividades

10/2015 - Atual
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atenção à saude I
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia geral
Teoria psicanalítica

Faculdade de Jandaia do Sul, FAFIJAN, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2015
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Graduação

Atividades

03/2008 - 02/2015
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Epistemologia e História da Psicologia
Fenomenologia, Existencialismo e Humanismo
Psicodiagnóstico I
Psicologia Social Crítica
Supervisão de estágios em Psicologia Clínica
Técnicas Psicoterápicas II
Teorias e Sistemas II
01/2011 - 12/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, FACULDADE DE JANDAIA DO SUL, Conselho Superior.

Cargo ou função
Membro Titular no Conselho Superior - Consup, representando o Colegiado de Psicologia no mandato 2011-2012.

Clínica de Psicologia, CP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Psicóloga, Enquadramento Funcional: Psicoterapeuta de orientação psicanalítica
Outras informações
Atendimento a adolescentes e adultos; Supervisões clínicas; Grupos de estudos.


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2013
Vínculo: Aluna Pós-Graduação, Enquadramento Funcional: Doutorado

Atividades

03/2006 - 04/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Educação e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia e Metodologia das Ciências.


Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho - FC Bauru (SP), UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor substituto, Carga horária: 12

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 4

Atividades

08/2008 - 12/2008
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos Epistemológicos da Psicanálise
03/2008 - 07/2008
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia da Forma e da Percepção
Teoria Psicanalítica I

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - FCL Assis, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2005
Vínculo: Aluno/Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário de psicologia/Pesquisador

Atividades

02/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências e Letras de Assis, Departamento de História, .

04/2004 - 12/2005
Estágios , Faculdade de Ciências e Letras de Assis, Departamento de Psicologia Clínica, .

Estágio realizado
Psicoterapia de referencial psicanalítico com adultos, adolescentes e famílias.
04/2004 - 12/2005
Estágios , Departamento de Psicologia Experimental e do Trabalho, .

Estágio realizado
Atendimento individual em orientação profissional de referencial psicanalítico.

Colégio Diocesano Objetivo, IEDA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Estagiário de Psicologia, Enquadramento Funcional: Psicólogo de Orientação Profissional, Carga horária: 8

Atividades

03/2004 - 12/2005
Estágios , Colégio Diocesano Objetivo, .

Estágio realizado
Atendimento individual e grupal em Orientação Profissional com enfoque psicanalítico.

EE prof Carlos Alberto Oliveira, EE CAO, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Estagiário de Psicologia, Enquadramento Funcional: Estagiário

Atividades

04/2003 - 12/2003
Estágios , EE Prof. Carlos Alberto Oliveira, .

Estágio realizado
Ministrar aulas semanais de Psicologia.


Linhas de pesquisa


1.
Filosofia da psicologia e da psicanálise
2.
Epistemologia da psicanálise

Objetivo: Analisar a questão do sujeito pelo viés da obra de Freud e outros autores da Psicanálise, como Lacan e Melanie Klein. Examinar as relações entre metaspicologia, crítica da cultura e biologia. Estabelecer a contribuição da psicanálise à crítica contemporânea da noção de representação que dirige o horizonte do pensamento moderno..
Palavras-chave: afeto; consciência; inconsciente; metapsicologia; neuroses; representação.
3.
Questões e práticas relativas ao inconsciente em Deleuze/Guattari e Foucault


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Psicanálise e mitologia: interfaces e implicações teórico-clínicas
Descrição: A mitologia tem sido utilizada como uma importante fonte de possibilidades para a investigação do psiquismo na psicanálise. Freud se valeu da mitologia na construção do seu arcabouço conceitual e enfatizou a importância do conhecimento dos mitos para a formação do analista. Bion também empregou mitos para elucidar seus posicionamentos acerca da compreensão do funcionamento psíquico, destacando a relevância de se estudar possíveis correlações entre elementos míticos e a experiência clínica. Na concepção bioniana, os mitos constituem conteúdos elementares de pensamento em busca de desenvolvimento, de significação e de expressão no empreendimento de expansão e crescimento mental. Nesse panorama, os mitos poderiam ser tomados como modelos para construir compreensões acerca das experiências emocionais, tanto em sentido amplo referente à humanidade, quanto em sentido estrito daquelas experiências vividas clinicamente no contexto da relação transferencial. Considerando a importância atribuída pelos autores clássicos à mitologia, no esforço de compreensão do psiquismo humano e na formação do analista para ampliar sua capacidade de apreensão do mundo mental, nos propomos investigar como tem ocorrido esse encontro entre a psicanálise e a mitologia no campo teórico e seus possíveis desdobramentos na prática clínica, passando pelo processo formativo do analista. Para tanto, nos pautaremos numa perspectiva metodológica qualitativa de vértice psicanalítico, que norteará nossa busca pelo estabelecimento do estado da arte do que vem sendo produzido e expresso na literatura psicanalítica, através da revisão e análise do material encontrado, bem como pela realização de entrevistas com profissionais da área, procurando levantar, descrever e analisar as suas concepções acerca dessa temática..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Aline Sanches - Coordenador / Paulo José da Costa - Integrante.
2016 - Atual
Georges Devereux e a etnopsicanálise no Brasil
Descrição: O tema desta pesquisa é a etnopsicánalise, disciplina que inclui os saberes da psicanálise e antropologia. O objetivo principal é compreender os fundamentos da etnopsicanálise de Georges Devereux (1908-1985), assim como, levantar quais são as repercussões dos seus estudos no Brasil. A pesquisa será dividida em duas etapas: a primeira etapa será a pesquisa teórica e a segunda a revisão de literatura. Na primeira etapa, os textos estudados aqui serão os principais livro de Devereux sobre etnopsicanálise: Psychoterapie d indien des plaines (1951), De l angoisse à la méthode dans les sciences du comportement (1967), Essais d ethnopsychiatrie générale (1970) e Ethnopsychanalyse complémentariste (1972). A segunda etapa terá como base a busca a ser realizada na base de dados Lilacs e no banco de resumo de teses da CAPES e incluirá o período que estiver disponível para consulta. Na base de dados Lilacs, a busca será com o radical etnopsi , o critério de seleção será: artigo que inclua a psicanálise em sua fundamentação. No banco de resumos de teses da capes, a busca será com a palavra-chave etnposicologia , etnopsicanálise e etnopsiquiatria , também serão incluídos as teses e dissertações que incluam a psicanálise em sua fundamentação. Uma vez selecionados os artigos, teses e dissertações serão lidos na íntegra e buscaremos identificar se Devereux é citado ou fundamenta o trabalho, quais conceitos e ou ideais do autor são empregadas. Além disso, buscaremos identificar quais são os objetivos, metodologia, principais resultados/conclusões das pesquisas. Embora pouco conhecida no Brasil, os fundamentos da etnopsicanálise de Devereux contribuiu para o desenvolvimento na França de práticas terapêuticas com migrantes. Assim como na França, acreditamos que no Brasil, a etnopsicanálise de Devereux também pode trazer contribuições para a pesquisa e intervenção com povos indígenas, migrantes e refugiados..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
INCONSCIENTE E INSTINTO DE MORTE: um itinerário do debate inicial de Deleuze com a psicanálise
Descrição: Apresentação de Sacher-Masoch, publicado por Deleuze em 1967, critica a psicanálise por sustentar a falsa noção de sadomasoquismo, ao mesmo tempo em que propõe uma distinção entre instinto de morte e pulsão de morte para que o sadismo e o masoquismo sejam considerados como processos diferentes e mutuamente exclusivos. Deleuze apoia-se nos argumentos de Freud, particularmente no texto Além do princípio de prazer (1920), para conceber o instinto de morte como um princípio transcendental e diferenciá-lo de seu representante psíquico, a pulsão de morte. Deleuze inaugura assim uma investigação filosófica a respeito do campo transcendental e do princípio de prazer, investigação que se fará acompanhada de um intenso debate com a teoria psicanalítica e que terá continuidade em suas obras posteriores. Deleuze valoriza a sugestão freudiana de um funcionamento inconsciente indiferente ao princípio do prazer e regido pela repetição, e propõe retomá-lo sob a forma de sínteses transcendentais do tempo. Diferença e Repetição (1968) coloca Freud em diálogo com outros filósofos ? principalmente Hume, Bergson e Nietzsche ? e postula três sínteses transcendentais marcadas pela repetição, ou três sínteses passivas do tempo, que são constitutivas do inconsciente e independentes do princípio de prazer. Daí deriva-se uma releitura de várias noções psicanalíticas a partir de seus avanços filosóficos, que se fundamenta em uma compreensão do instinto de morte como o princípio positivo originário da repetição e a força que engendra o ?pensar? no pensamento sob o efeito de uma violência. Lógica do Sentido (1969) conduz esta linha de investigação para o problema da produção de sentidos a partir da força dos paradoxos e identifica o instinto de morte ao não senso. Algumas coordenadas de Freud, Klein e Lacan são retomadas na composição de uma nova imagem da filosofia e do que significa pensar. Buscando demonstrar que o pensamento e o sentido se produzem em estreita relação com o corpo erógeno e pulsional, Deleuze retoma o desenvolvimento psicossexual à luz de seus conceitos filosóficos e apresenta sua própria versão da gênese e da dinâmica das instâncias psíquicas. Tendo em conta este percurso filosófico de Deleuze, esta pesquisa de doutorado dedicou-se a explorar o seu debate com a psicanálise, segundo uma trajetória delineada pelo conceito de instinto de morte ao longo destas três obras. Procuramos demonstrar como Deleuze compreende e se apropria de algumas noções psicanalíticas, articulando-as com os demais conceitos de sua filosofia. Indicamos quais temas advindos da psicanálise foram valorizados na composição de uma filosofia transcendental da diferença. A partir de uma exposição sistemática das críticas e propostas que este filósofo dirige ao campo psicanalítico neste período específico, realizamos o confronto direto entre as intervenções filosóficas de Deleuze e os textos psicanalíticos originais. Assim, pretendeu-se com esta pesquisa oferecer contribuições para uma discussão sobre a pertinência, coerência e relevância deste debate para ambos os domínios..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Aline Sanches - Coordenador / richard theisen simanke - Integrante.
2006 - 2008
Máquinas, corpo sem órgãos e pulsões: um diálogo entre O Anti-Édipo de Deleuze e Guattari e a metapsicologia freudiana
Descrição: Em O Anti-Édipo, Deleuze e Guattari (1972) efetuam análises críticas originais da psicanálise, e oferecem propostas teóricas e práticas para os problemas que identificam no legado freudiano. Contudo, a escrita agressiva e o estilo peculiar deste empreendimento não costumam atrair os leitores interessados em psicanálise, e esta obra polêmica confunde-se comumente com um projeto de destruição e superação da psicanálise. O resultado disso é que, até hoje, não se tem claro se - ou como - a elaboração conceitual desenvolvida por estes autores pode oferecer contribuições ao campo psicanalítico, assim como pouco se discute sobre a relevância e pertinência desta proposta crítica. O diálogo desta obra com a psicanálise costuma ser dispensado, a não ser quando se pretende reafirmar suas oposições. Ocorre que O Anti-Édipo mantêm uma relação ambígua com a psicanálise, na medida em que não deixa de se apoiar em aspectos centrais do pensamento freudiano em sua proposta de superar as limitações e anacronismos da psicanálise. De fato, os autores pretendem conceber um inconsciente imanente e produtivo que se mostra incompatível com noções muito caras à psicanálise. Por outro lado, o registro econômico do inconsciente freudiano é altamente valorizado neste projeto, e os conceitos de máquina desejante e corpo sem órgãos, por exemplo, articulam-se curiosamente com a teoria das pulsões. Assim, nesta dissertação buscamos apresentar O Anti-Édipo, considerando que seus autores também trabalharam com a psicanálise, a partir de uma retomada positiva e específica da teoria freudiana das pulsões. Inicialmente, apresentamos esta obra através dos conceitos de máquina desejante e corpo sem órgãos, avançando em suas teses específicas e identificando os pressupostos envolvidos em sua construção. Em seguida, apontamos algumas articulações entre estes conceitos e a teoria das pulsões de Freud, não os fazendo equivaler, mas identificando as questões impostas à psicanálise a part.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Aline Sanches - Coordenador / richard theisen simanke - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2003 - 2005
Estudo do inconsciente em Gilles Deleuze e Félix Guattari: possíveis ressonâncias com a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann
Descrição: Em nosso curso de graduação em Psicologia, encontramos na Psicanálise os principais instrumentos para orientar nossa prática enquanto psicólogos. Ao mesmo tempo, é-nos apresentada a Esquizoanálise, proposta crítica articulada pelo filósofo Gilles Deleuze em co-autoria com o psicanalista Félix Guattari. Apesar destes autores nunca terem escrito um livro sobre Psicologia, este não deixa de ser um campo problematizado, pois a Esquizoanálise contém uma teoria do inconsciente em que o conceito de desejo se constrói de forma a romper com alguns postulados da Psicanálise. Além disso, atualmente muitos trabalhos são realizados com o intuito de utilizar esse saber denominado de Esquizoanálise de uma forma mais orientada para uma prática clínica . Contudo, muitas vezes, estas duas teorias são reduzidas à condição de oposições inconciliáveis, dado os equívocos teóricos que as apresentam como campos incomunicáveis, sobretudo quando colocam Deleuze e Guattari na posição de meros iconoclastas. É então muito comum que os alunos se ?filiem? a uma e deixem de lado a outra, perdendo-se assim a possibilidade de criar um campo de vibração produtiva entre ambas, uma vez que a filiação a um dos termos neutraliza a existência do outro. Ao entrarmos em contato com a obra de Fabio Herrmann, importante representante da Psicanálise contemporânea brasileira, chamou-nos a atenção sua maneira de teorizar e aplicar a Psicanálise. De seus estudos dedicados à obra de Freud, nasceu uma teoria própria, a Teoria dos Campos. Alguns dos elementos dessa teoria, nota-se, aproximam-se curiosamente de alguns elementos da Esquizoanálise. Este fato levou-nos a uma investigação mais detalhada de ambas, e a presente pesquisa de iniciação científica, com a seguinte hipótese norteadora: investigar possíveis ressonâncias entre estes dois sistemas teóricos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Aline Sanches - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.


Projetos de extensão


2015 - Atual
Elaboração do periódico científico Psicologia em Estudo
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: PSICOLOGIA EM ESTUDO (ONLINE)
2015 - Atual
Periódico: PSICOLOGIA EM ESTUDO (IMPRESSO)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: PSICANÁLISE.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia.


Idiomas


Alemão
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SANCHES, A.2018SANCHES, A.. O instinto de morte e o ?além do princípio do prazer?: um diálogo entre Sabina Spielrein e Gilles Deleuze. NATUREZA HUMANA (ONLINE), v. 20, p. 98-114, 2018.

Capítulos de livros publicados
1.
SANCHES, A.. A importância de Pensar o Além do Princípio de Prazer na Filosofia Transcendental: Diálogos entre Deleuze e Freud. In: FORAZARI, S.K.; AZEVEDO, A.B.; RAMACCIOTTI, B.L. et al.. (Org.). Deleuze Hoje. 1ed.São Paulo: FAP-UNIFESP, 2014, v. 1, p. 509-521.

2.
SANCHES, A.. O Anti-Édipo e a Psicanálise: uma relação fértil para além das polêmicas. In: Christiane Carrijo Eckhardt Mouammar; Érico Bruno Viana Campos. (Org.). Psicanálise e Questões da Contemporaneidade- I. 1ed.Curitiba - PR: Editora CRV, 2013, v. 1, p. 121-134.

3.
SANCHES, A.. Da desmontagem do sadomasoquismo a um princípio transcendental. In: Richard Theisen Simanke; Francisco Verardi Bocca; Claudia Murta. (Org.). Psicanálise em Perspectiva IV. 4ed.Curitiba: CRV, 2013, v. IV, p. 177-198.

4.
SANCHES, A.. A interpretação em questão: ressonâncias entre a Teoria dos Campos e O Anti-Édipo de Deleuze e Guattari. In: Leda Herrmann; Leda Maria Codeço Barone. (Org.). Interpretação e Cura: V Encontro da Teoria dos Campos por escrito. São Paulo - SP: Casa do Psicólogo, 2010, v. 1, p. -.

5.
SANCHES, A.. Concepção de inconsciente a partir de uma revisão crítica da Psicanálise: a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann. In: Josette Monzani; Luiz R. Monzani. (Org.). Fabio Herrmann: uma viagem psicanalítica. 1ed.São Carlos: Pedro e João Ed./ CECH-UFSCar, 2008, v. 1, p. 85-109.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SANCHES, A.; MURASSAKI, L. ; GUERRA, N. . Felicidade e sofrimento: um olhar psicanalítico sobre a cultura da analgesia. Jornal Psicologia em Foco, Maringá, p. 15 - 15, 01 mar. 2017.

2.
SANCHES, A.. Metapsicologia e o misterioso reino entre o físico e o mental. Jornal Psicologia em Foco, Maringá-PR, p. 7 - 7, 01 ago. 2014.

3.
SANCHES, A.. Afinal, a psicanálise é uma ciência?. Jornal Psicologia em Foco, Maringá-PR, p. 10 - 10, 01 fev. 2014.

4.
SANCHES, A.; BOCCHI, J. C. . O sofrimento como expressão da vida: os limites da cultura diagnóstica. Jornal Psicologia em Foco, Maringá, p. 13 - 13.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SANCHES, A.. Contribuições de Deleuze e Guattari para uma psicanálise política e social. In: XIII Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica, 2009, Belo Horizonte - MG. XIII /Colóquio Internacional de Psicossociologia Sociologia Clinica, 2009.

2.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Ruptura de Campo: proposta clínica e metodológica de Fabio Herrmann. In: XIX Encontro de Psicologia e VI Encontro de Pós-Graduação: Percursos e Perspectivas, 2006, Assis - SP. www.assis.unesp.br/encontrosdepsicologia/anais, 2006.

3.
SANCHES, A.. Anti-Édipo e Metapsicologia Freudiana. In: II Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise, 2006, São Paulo. II Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise, 2006.

4.
SANCHES, A.; HASHIMOTO, F. . Orientação Profissional: considerações sobre os lutos da infância e sobre a família durante o processo de construção da identidade profissional do adolescente. In: I Simpósio Internacional do Adolescente - Adolescência hoje: desafios, práticas e políticas, 2005, SÃO PAULO. I Simpósio Internacional do Adolescente - Adolescência hoje: desafios, práticas e políticas, 2005.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SANCHES, A.. Les trois synthèses au-delà du principe de plaisir: des dialogues entre Deleuze et Freud. In: III Anual Meeting of International Society of Psychoanalysis and Philosophy, 2010, São Paulo. Function and Field of Clinical Concepts: III Annual Meeting of International Society of Psychoanalysis anda Philosophy, 2010. v. 1. p. 32-34.

2.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Teoria dos Campos e Esquizoanálise: Problematizações sobre o Conceito de Inconsciente na Psicanálise. In: II Simpósio em Filosofia: Filosofia e Psicologia, 2006, Marília. II Simpósio em Filosofia: Filosofia e Psicologia, 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANCHES, A.. What does it take to generate thinking and creating?. In: 11th International Deleuze and Guattari Conference, 2018, Campinas. Revista Linha Mestra ? Ano XII. No. Extra (June/2018). MICROREVOLUTIONS AND POLITICS AND DESIRE: WAR MACHINES AGAINST FASCISMS. Campinas, 2018. v. n.extr. p. 110-110.

2.
SANCHES, A.. Além da pulsão, há o instinto: argumentos a favor da impessoalidade do inconsciente, segundo Deleuze. In: V Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise, 2013, São Paulo - SP. V Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. São Paulo-SP: Compacta Gráfica e Editora, 2013. v. 1. p. 20-20.

3.
SANCHES, A.. Considerações sobre a ciência psicanalítica e a proposta metodológica da teoria dos campos. In: VI Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos, 2010, São Paulo. VI Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos: meditações clínicas, diálogos possíveis, 2010. v. 1.

4.
SANCHES, A.. O masoquismo no centro do debate entre Deleuze e a psicanálise. In: III Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise, VII Congresso Nacional de Filosofia Contemporanea da PUCPR, 2009, Curitiba. Caderno de resumos do VII Congresso Nacional de Filosofia Contemporanea; III Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. Curitiba: Champagnat, 2009. v. 1. p. 27-27.

5.
SANCHES, A.. Deleuze e a psicanálise: uma leitura peculiar da teoria das pulsões. In: III Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise, 2008, Rio de Janeiro e Niterói. Psicanálise e Sociedade: III Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise. Rio de Janeiro: UFF/UFRJ, 2008. p. 48-48.

6.
SANCHES, A.. As máquinas de Deleuze e Guattari. In: II Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise, 2007, São Carlos - SP. II Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise, 2007. p. 49-49.

7.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Estudo do inconsciente em Deleuze/Guattari: possíveis ressonâncias com a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann. In: 12º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, 2004, São Paulo - SP. 12º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA USP, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
SANCHES, A.. L'instinct de mort, au-delà du principe de plaisir: Sabina Spielrein, Gilles Deleuze. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SANCHES, A.. What does it take to generate thinking and creating?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SANCHES, A.. Instinto de morte, um diálogo entre Sabina Spielrein e Gilles Deleuze. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SILVA, M. E. G. B. ; SANCHES, A. . O quarto da raiva: um estudo psicanalítico sobre as vicissitudes da agressividade. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SANCHES, A.. Sobre produzir o pensar entre a loucura e a arte, segundo Deleuze. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SANCHES, A.. Corpo, invenção e escritura. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SANCHES, A.. Além da pulsão, há o instinto: argumentos a favor da impessoalidade do inconsciente, segundo Deleuze. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SANCHES, A.. O papel da psicanálise na filosofia de Deleuze. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SANCHES, A.. Du non sens au sens: les frontières entre la pensée et la schizophrénie. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SANCHES, A.. O Anti-Édipo e a Psicanálise: uma relação fértil para além das polêmicas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SANCHES, A.. Considerações sobre a ciência psicanalítica e a proposta metodológica da teoria dos campos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
SANCHES, A.. A importância de se pensar o além do princípio de prazer na filosofia transcedental: diálogos entre Deleuze e Freud. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
SANCHES, A.. Les trois synthèses au-delà du principe de plaisir: des dialogues entre Deleuze et Freud. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
SANCHES, A.. Contribuições de Deleuze e Guattari para uma psicanálise política e social. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
SANCHES, A.. O masoquismo no centro do debate entre Deleuze e a psicanálise. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
SANCHES, A.. A interpretação em questão: ressonâncias entre a Teoria dos Campos e O Anti-Édipo de Deleuze e Guattari. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SANCHES, A.. A leitura deleuzeiana da teoria das pulsões em Apresentação de Sacher-Masoch. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
SANCHES, A.. Deleuze e a psicanálise: uma leitura peculiar da teoria das pulsões. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
SANCHES, A.. Análise e discussão da revisão crítica da metapsicologia freudiana proposta pela Esquizoanálise. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
SANCHES, A.. As máquinas de Deleuze e Guattari. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Teoria dos Campos e Esquizoanálise: problematizações sobre o conceito de inconsciente na Psicanálise. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Ruptura de Campo: proposta clínica e metodológica de Fabio Herrmann. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
SANCHES, A.. Anti-Édipo e Metapsicologia Freudiana. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
SANCHES, A.; HASHIMOTO, F. . Orientação Profissional: considerações sobre os lutos da infância e sobre a família durante o processo de construção da identidade profissional do adolescente.. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Estudo do inconsciente em Deleuze/Guattari: possíveis ressonâncias com a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SANCHES, A.; BONADIO, R. A. A. . Editorial Revista Psicologia em Estudo. Maringá 2016 (Editorial).

2.
SQUVERER, A. ; SANCHES, A. . A castração e seus efeitos estilísticos: da parresia foucaultiana a uma postura psicanalítica. Rio de Janeiro, 2013. (Tradução/Artigo).

3.
ROUQUET, K. ; SANCHES, A. . A loucura de Marcel Proust: a invenção das pequenas Madalenas, 2013. (Tradução/Outra).

4.
WOLF-FEDIDA, M. ; SANCHES, A. . História da psicopatologia: definições e aplicações, 2012. (Tradução/Outra).

5.
FOURCADE, J-M. ; SANCHES, A. . As 'personalidades limites' na contemporaneidade, 2012. (Tradução/Outra).

6.
Prado de Oliveira ; SANCHES, A. . Edith Banfield Jackson, paciente de Sigmund Freud Pioneira nos cuidados mãe-bebê e na neonatologia: como escrever a história (no prelo). Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 2010. (Tradução/Artigo).

7.
SANCHES, A.; VALENTE, M. L. L. C. . Casos de família: valores familiares na sociedade brasileira 2005 (Artigo Científico Apresentado como Requisito para Conclusão do Curso de Graduação em Psicologia).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SANCHES, A.. IV Jornada e II Simpósio Internacional de Psicanálise da UNESP. 2014.

2.
SANCHES, A.. Jornada de Iniciação Científica e Tecnológica da UFSCar. 2008.


Demais tipos de produção técnica
1.
SANCHES, A.. Instinto de morte e corpo sem órgãos: uma introdução ao debate de Deleuze com a psicanálise. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SANCHES, A.. Esquizoanálise. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SANCHES, A.. Introdução à 'O Anti-Édipo: Capitalismo e Esquizofrenia' de Deleuze e Guattari. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
SANCHES, A.. Contribuições de Deleuze e Guattari para uma psicanálise política e social. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
SANCHES, A.. Máquinas, corpo sem órgãos e pulsões: um diálogo entre O AntiÉdipo de Deleuze e Guattari e a metapsicologia freudiana.. 2008. (Relatório de pesquisa).

6.
SANCHES, A.; CARDOSO JUNIOR, H. R. . Estudo do Conceito de Inconsciente no pensamento de Gilles Deleuze e Félix Guattari: possíveis ressonâncias com a Teoria dos Campos de Fabio Herrmann. 2006. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
COSTA, P. J.; SANCHES, A.; REIS, M. E. B. T.. Participação em banca de Ana Flávia Cícero Conde. A compulsão à repetição e as repetições de Sísifo: reflexões a partir da teoria psicanalítica. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
COSTA, P. J.; SANCHES, A.; TRINCA, R. T.. Participação em banca de Camila Mangolim Berlino. Navegar pelo desconhecido: contribuições da litaratura e da psicanálise. 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
HONDA, H.; MANIAKAS, G. C. F.; SANCHES, A.. Participação em banca de Kelen da Mota Lima. Caminhos do sofrimento psíquico: a autodestrutividade das pulsões de morte. 2016. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.

Qualificações de Mestrado
1.
COSTA, P. J.; SANCHES, A.; REIS, M. E. B. T.. Participação em banca de Ana Flávia Cícero Conde. A compulsão à repetição e as repetições de Sísifo: reflexões a partir da teoria psicanalítica. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
COSTA, P. J.; TRINCA, R. T.; SANCHES, A.. Participação em banca de Camila Mangolim Berlino. Navegar pelo Desconhecido: contribuições da literatura e da psicanálise. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
HONDA, H.; SANCHES, A.; MANIAKAS, G. C. F.. Participação em banca de Kelen da Mota Lima. Caminhos do sofrimento psíquico: a autodestrutividade das pulsões de morte no sintoma. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11th International Deleuze and Guattari Conference. What does it take to generate thinking and creating?. 2018. (Congresso).

2.
X Colloque de la Societé Intenationale de Psychanalyse et Philosophie. L'instinct de mort, au-delà du principe de plaisir: Sabina Spielrein, Gilles Deleuze. 2018. (Congresso).

3.
VII Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. Instinto de morte, um diálogo entre Sabina Spielrein e Gilles Deleuze. 2017. (Congresso).

4.
X Encontro das seções regionais: morte e vida na contemporaneidade.O quarto da raiva: um estudo psicanalítico sobre as vicissitudes da agressividade. 2017. (Encontro).

5.
II Forum de Psicanálise e Cinema da UNESP Bauru - O corpo e suas (in)satisfações.Corpo, invenção e escritura. 2013. (Outra).

6.
II Semana de Estudos em Psicopatologia. Arte e Loucura..Sobre produzir o pensar entre a loucura e a arte, segundo Deleuze. 2013. (Outra).

7.
V Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. Além da pulsão, há o instinto: argumentos a favor da impessoalidade do inconsciente, segundo Deleuze. 2013. (Congresso).

8.
VI Ciclo de Estudos Integrados e VII Simpósio Jurídico - Capitalismo ou capitalismos: Reflexões para o futuro.Esquizoanálise. 2013. (Simpósio).

9.
Encontro de Psicanálise e Filosofia da Diferença.O papel da psicanálise na filosofia de Deleuze. 2012. (Encontro).

10.
2º Ciclo de Palestras em História e Filosofia da Psicologia.O Anti-Édipo e a Psicanálise: uma relação fértil para além das polêmicas. 2011. (Outra).

11.
III Jornada de Psicanálise da UNESP & I Fórum de Psicanálise e Cinema -.Contribuições de Deleuze e Guattari para uma psicanálise política e social. 2011. (Outra).

12.
IV Colloque de la Societé Internacionale de Philosophie et Psychanalyse.Du non sens au sens: les frontières entre la pensée et la schizophrénie. 2011. (Encontro).

13.
V Semana de Psicologia - a psicologia em transformação.Shame no more - John Krokidas e Auto conhecimento. 2011. (Outra).

14.
Colóquio Deleuze, leitor dos modernos.A importância de se pensar o além do princípio de prazer na filosofia transcedental: diálogos entre Deleuze e Freud. 2010. (Outra).

15.
III Anual Meeting of International Society of Psychoanalysis and Philosophy.Les trois synthèses au-delà du principe de plaisir: des dialogues entre Deleuze et Freud. 2010. (Encontro).

16.
III Anual Meeting of International Society of Psychoanalysis and Philosophy.Presentation of papers. 2010. (Encontro).

17.
Politique du Sexuel. 2010. (Outra).

18.
VI Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos: Meditações clínicas, diálogos possíveis.Considerações sobre a ciência psicanalítica e a proposta metodológica da teoria dos campos. 2010. (Encontro).

19.
III Semana de Psicologia - a produção do conhecimento em psicologia.A figueira do inferno. 2009. (Outra).

20.
XIII Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica.Contribuições de Deleuze e Guattari para uma psicanálise política e social. 2009. (Outra).

21.
III Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise.Deleuze e a psicanálise: uma leitura peculiar da teoria das pulsões. 2008. (Encontro).

22.
II Semana de Psicologia: a psicologia na perspectiva interdisciplinar. 2008. (Outra).

23.
IV Seminário de Pós Graduação em Filosofia da UFSCar.A leitura deleuzeiana da teoria das pulsões em Apresentação de Sacher-Masoch. 2008. (Seminário).

24.
V Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos.A interpretação em questão: ressonâncias entre a Teoria dos Campos e O Anti-Édipo de Deleuze e Guattari. 2008. (Encontro).

25.
II Congresso Internacional de Filosofia da Psicanálise. As máquinas de Deleuze e Guattari. 2007. (Congresso).

26.
III Seminário de Pós-Graduação em Filosofia da UFSCar.Análise e discussão da revisão crítica da metapsicologia freudiana proposta pela Esquizoanálise. 2007. (Seminário).

27.
I Encontro de Psicanálise de Pres. Prudente. Juventude, psicanálise e bem estar social: aspectos preventivos, ministrado por David Levisky. 2006. (Encontro).

28.
II Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia e Psicanálise.Anti-Édipo e Metapsicologia Freudiana. 2006. (Encontro).

29.
II Simpósio em Filosofia: Filosofia e Psicologia.II Simpósio em Filosofia: Filosofia e Psicologia. 2006. (Simpósio).

30.
XIX Encontro de Psicologia e VI Encontro de Pós-Graduação: Percursos e Perspectivas.Ruptura de Campo: proposta clínica e metodológica de Fabio Herrmann. 2006. (Encontro).

31.
I Simpósio Internacional do Adolescente - Adolescência hoje: desafios, práticas e políticas.I Simpósio Internacional do Adolescente - Adolescência hoje: desafios, práticas e políticas. 2005. (Simpósio).

32.
IV Encontro Psicanalítico da Teoria dos Campos. 2005. (Encontro).

33.
Palestras David Zimerman: Os passeios pelos campos da psicanálise; Aplicação nas práticas das dinâmicas de grupo; Seminário clínico.. 2005. (Seminário).

34.
V Encontro Temático da Psicologia Clínica. 2005. (Encontro).

35.
12º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.12º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP. 2004. (Simpósio).

36.
Encontro Científico com Fabio Herrmann: O método e a criação do campo analítico; Seminário clínico I e II. 2004. (Encontro).

37.
I Encontro Comemorativo ao dia do Psicólogo - Profissionais que queremos formar. 2004. (Encontro).

38.
Seminário Internacional Michel Foucault: Perspectivas. 2004. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Teixeira, M. A. R. ; Silva, Lúcia Cecília ; SANCHES, A. . As personalidades-limites na contemporaneidade. 2012. (Outro).

2.
Silva, Lúcia Cecília ; SANCHES, A. . Seminários Internacionais em Psicopatologia e Psicanálise Contemporânea III. 2012. (Outro).

3.
SANCHES, A.. III Semana de Psicologia. 2009. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Bárbara Dalvanna de S. Isidoro. Das identificações primárias ao Narcisismo contemporâneo: A construção da imagem corporal em mulheres. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Juliana Petry Lima. Sobre a relação de causalidade entre o desenvolvimento psicossexual infantil e as psicopatologias. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Maria Eduarda G. Branco da Silva. Uma análise da destruição ?anti-estresse? em ambientes controlados. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Universidade Estadual de Maringá. Orientador: Aline Sanches.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 17:34:25