Laura Nogueira Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0449982536414696
  • Última atualização do currículo em 26/08/2015


Graduada em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985), mestre em História pela UFMG (2000) e doutora em Literatura Comparada pela Faculdade de Letras da UFMG (2007), sou professora concursada do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). Tenho experiência nas redes pública e particular ensino, a nível do ensino Médio e Superior, assim como na preparação de provas de concurso e de vestibular. Também atuei na preparação de cursos de capacitação para professores de redes estaduais e municipais. Desenvolvo pesquisa na área de História, Literatura Comparada e História da Educação atuando principalmente nos seguintes temas: Francisco Adolfo de Varnhagen, construção da nacionalidade brasileira, retórica. Nos últimos anos tenho me dedicado à história oral, com ênfase na história da educação técnica e tecnológica, trabalhando com a história da estruturação do curso técnico de Química Industrial, no CEFET-MG. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Laura Nogueira Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, Laura Nogueira

Endereço


Endereço Profissional
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Campus I.
Avenida Amazonas 5253
Nova Suíça
30480-000 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (31) 33197138
URL da Homepage: http://www.cefetmg.br


Formação acadêmica/titulação


2002 - 2007
Doutorado em Programa de Pós-Gradução em Letras: Estudos Literários.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
com período sanduíche em Universidade de Lisboa / Faculdade de Psicologia e Ciência da Educação (Orientador: Justino Magalhães).
Título: As Regras de Composição Retórica na Obra de Francisco Adolfo de Varnhagen, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: José Américo Miranda Barros.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Palavras-chave: Varnhagen; Colégio Militar da Luz; Ensino de Humanidades séc XIX; Nacionalismo; Retórica; Historicismo.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação.
Setores de atividade: Educação.
1997 - 2000
Mestrado em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Os Índios Bravos e o Sr. Visconde: os indígenas brasileiros na obra de Francisco Adolfo de Varnhagen,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: CIRO FLÁVIO DE CASTRO BANDEIRA DE MELO.
Palavras-chave: Varnhagen; Indianismo romântico; Teorias raciais sec XIX; IHGB; Nacionalismo; Brasil Império.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.
Setores de atividade: Educação.
1993 - 1995
Especialização em História do Brasil. (Carga Horária: 360h).
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas, Brasil.
1981 - 1985
Graduação em História.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.




Atuação Profissional



Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, CEFET-MG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora Efetiva EBTT nível 4, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2013 - Atual
Direção e administração, CEFET/MG, .

Cargo ou função
Coordenadora da Área de História do Depto de Geografia e História do CEFET-MG.
03/2013 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, CEFET/MG, .

Cargo ou função
Membro da Comissão para 70 anos do Curso Técnico de Mecânica do CEFET-MG.
08/2012 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, CEFET/MG, .

Cargo ou função
Membro do colegiado do curso de Letras.
08/2008 - Atual
Ensino, Engenharia Mecatrônica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filsofia da Tecnologia
Cultura Brasileira
08/2006 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
História Geral e História do Brasil

Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais, SEEMG, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: consultoria técnica, Carga horária: 20
Outras informações
Consultora contratada pela SEE-MG para gerar e atualizar conteúdos do CRV (Centro de Referência Virtual do Professor) relativos ao ensino de história. Essa consultoria implica em: 1. atuar como moderadora no fórum da disciplina no CRV; 2. produzir recursos para o ensino de história (Roteiros de Atividade e Orientações Pedagógicas para o Ensino de tópicos do Currículo) publicados no CRV; 3. acompanhar a implantação do currículo básico comum de história nas Escolas da Rede Pública Estadual.

Atividades

7/2005 - 7/2006
Serviços técnicos especializados , Centro de Referência do Professor, .

Serviço realizado
Produção de recursos para o Ensino de História no Centro de Referência Virtual do Professor da SEE/MG.
7/2005 - 7/2006
Serviços técnicos especializados , Centro de Referência do Professor, .

Serviço realizado
Planejamento e desenvolvimento de atividades de formação em serviço com professores de história.

Centro de Estudos e Pesquisas Educacionais de Minas Gerais, CEPEMG, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: professor convidado, Carga horária: 0
Outras informações
Professora convidada na disciplina "Proteção Ambiental" do Curso de Especialização em Educação Ambiental, ministrando o conteúdo "História do Pensamento Ambientalista Brasileiro".

Atividades

2/2003 - 7/2006
Ensino, Especialização Em Educação Ambiental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
História do Pensamento Ambientalista Brasileiro

Centro Universitário de Belo Horizonte, UNI-BH, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2005
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora assistente, Carga horária: 16
Outras informações
Professora das disciplinas do Curso de História: "Sociedade Brasileira II (Brasil Império), Fundamentos Metodológicos da História, História Contemporânea I, Didática da História, Historiografia Contemporânea e História da Educação.

Atividades

2/2001 - 7/2005
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Ciências Humanas, .

2/2001 - 7/2005
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociedade Brasileira II (Brasil Império)
Historiografia Brasileira
Didática de História
História e Educação
Fundamentos Metodológicos da História
Fundamentos de História
História Contemporânea I
O Mundo Contemporâneo da Formação aos Dias Atuais
2/2001 - 7/2005
Ensino, História do Brasil Contemporâneo, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Metodologia do Ensino da História II

Colégio Santa Marcelina, CSM, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Outro (especifique): professora, Carga horária: 12

Atividades

8/2000 - 8/2001
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Pitágoras Cidade Jardim, CP, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Outro (especifique): professora, Carga horária: 12

Atividades

2/1999 - 12/2000
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Colégio Santo Antônio Bh, CSA*, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora de Ensino Médio, Carga horária: 12

Atividades

2/1997 - 2/1999
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, P/BELO HORIZONTE, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Arquivista, Carga horária: 40
Outras informações
Funcionária do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte, designada para ações educativas no mesmo.

Atividades

2/1996 - 10/1996
Serviços técnicos especializados , Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte, Secretaria Muncipal de Cutura de Belo Horizonte.

Serviço realizado
Arquivista e educadora lotada no APCBH.

Secretaria Municipal de Educação Belo Horizonte, SMED/PBH, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1999
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 25
Outras informações
Professora concursada da Rede Municipal de Belo Horizonte, lotada na Escola Municipal Geraldo Teixeira da Costa, com atuação no Ensino Médio e Fundamental.

Atividades

10/1986 - 2/1996
Ensino,

Disciplinas ministradas
História

Fundação Educacional Nordeste Mineiro, FENORDE, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1986
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Outro (especifique): professor assistente, Carga horária: 0

Atividades

2/1986 - 10/1986
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Império


Linhas de pesquisa


1.
História, Ciência e Educação Profissional.

Objetivo: Produzir conhecimento sobre a relação entre ciência, técnica e cultura urbana, buscando as implicações dessa relação no processo de escolarização profissional que se configura no Brasil a partir de fins do século XIX..
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação / Especialidade: História da Educação.
Palavras-chave: História da Educação; História da educação técnica e tecnológica; História oral.
2.
Metodologia do Ensino da História


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
O historiador Varnhagen, os cronistas coloniais e a História geral do Brasil
Descrição: Pesquisa de caráter bibliográfico partirá da leitura cuidadosa dos índices das obras dos cronistas coloniais citados pelo historiador Francisco Adolfo de Varnhagen (1817-1878) em sua História geral do Brasil (HGB). Pretende-se identificar os capítulos nos quais aqueles cronistas descreveram a natureza brasileira e analisar a visão que dela construíram. Na sequência, serão selecionados e analisados os capítulos da HGB nos quais seu autor construiu uma visão dessa natureza. Baseando sua narrativa histórica naqueles cronistas, Varnhagen muito provavelmente mudou sua perspectiva analítica sobre as relações estabelecidas pelo colonizador europeu com a natureza americana. Em 1840, ele mostrou-se um adepto da crítica ambiental de seu tempo, aodenunciar a forma devastadora como se dava a ocupação de terras florestadas brasileiras. Masna HGB (1877), apresentou a natureza como uma feroz inimiga do projeto de conquista ecivilização empreendido pelo europeu/português. Segundo ele, a natureza brasileira, formada pormatas impenetráveis, cheias de espinhos e produtoras de frutos venenosos, fora domada graçasao esforço incomensurável de incansáveis colonos. A seu ver, estes colonos haviam empreendido uma hórrida luta , controlando uma natureza indômita em favor da civilização. Partindo dos estudos sobre a crítica ambiental oitocentista, cujas ideias iluminam a denúncia da devastação e da destruição feitas por Varnhagen, pretende-se compreender porque o autor abandonou estes pressupostos, passando a concordar e apoiar o uso depredador da natureza brasileira.Provavelmente os estudos dos cronistas coloniais, citados pelo historiador em sua História geral,influenciaram sua perspectiva no que se refere à forma de relação do homem europeu com a natureza americana..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
A história ambiental e temas de História do Brasil no Livro Didático
Descrição: Pesquisa de caráter bibliográfico de qualificação de capítulos de coleções de livrosdidáticos apresentados no Guia do Programa Nacional de Livro Didático 2015 / Ensino Médio /História. Nos critérios de avaliação dos livros didáticos, o Guia apresenta a questão ambientalcomo um tema central de avaliação das obras. Isto porque, segundo os pareceristas, apenas um otrabalho em conjunto de várias disciplinas seria capaz de propiciar uma visão mais profunda econsequente de questões como, dentre outras, a ambiental. O tema em si necessitaria de umaabordagem interdisciplinar e, simultaneamente, a provocaria. Contudo, uma leitura dos títulos doscapítulos dos livros aprovados no PNLD/Ensino Médio/História permite constatar que as relaçõesdo homem com o ambiente natural não estão explicitadas. Considerando ainda o recortehistoriográfico adotado pelos autores, a leitura dos resumos das obras e dos pareceres dosavaliadores no Guia reforça a percepção da ausência de perspectiva ambiental nas obrasdidáticas aprovadas pelo PNLD 2015. O trabalho proposto pretende realizar uma pesquisa sobreum tema ali veiculado (ou não) a questão ambiental - em 5 livros didáticos de primeiro ano dascoleções aprovadas pelo PNLD 2015 Ensino Médio / História. Serão analisados dois temasnormamente abordados nos livros de História destinados àquela série de ensino: um primeiro, é achegada dos portugueses na América e as primeiras relações por eles estabelecidas com a MataAtlântica; um segundo, é a produção açucareira e a intensificação do ataque à Mata Atlântica.Justifica-se a escolha de tais temas considerando o enorme impacto ambiental gerado desde oinício do processo de conquista do território americano pelo colonizador português, assim comopela introdução e estruturação da produção açucareira..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Isabela Cristina Rosa - Integrante.
2014 - 2015
Ouvir para contar: a construção de um acervo de memórias de alunos negros diplomados pelo Curso Técnico de Química Industrial do Cefet-MG (1965-1978)
Descrição: A pesquisa proposta é a de realizar entrevistas orais semiestruturadas com alunos e alunas negros diplomados pelo curso Técnico de Química Industrial, diurno e noturno, da Escola Técnica, nos anos iniciais de seu funcionamento, entre 1964 e 1970. As entrevistas orais, transcritas, conferidas, pontuadas, anotadas e autorizadas pelos depoentes, constituirão um acervo de memórias. Esse conjunto de entrevista se somará a um outro formado pelas memórias de alunos e professores do Curso, construído graças à realização de projetos anteriores. O levantamento dos dados cadastrais dos alunos das duas primeiras turmas do Curso permitiu verificar que todos os 61 matriculados eram homens adultos brancos. A composição étnica do Curso não seria, contudo, uma marca exclusiva daquelas turmas. Os dados dos alunos das turmas do período em questão, noturnas e diurnas, mostram que a predominância étnica branca foi uma constante. No turno noturno, de um total de 207 ingressos nas seis turmas do período, apenas 16 eram negros. Destes, 10 foram diplomados. Considerando a mesma marca temporal para o turno diurno, das seis turmas ingressas, totalizando 233 alunos, somente 21 eram negros e, dentre eles, somente 12 diplomaram. Certamente o levantamento do perfil étnico dos ingressos no Curso em questão, entre 1964 e 1970, é, no mínimo, inquietante. A História Oral é uma metodologia de pesquisa para o estudo da história contemporânea, que permite ampliar o conhecimento sobre experiências, valores e sentimentos. Resta dar voz àqueles homens e mulheres negros que, ultrapassando uma barreira étnica, alcançaram uma formação técnica e adquiriram uma bagagem educacional que os distinguia da imensa maioria dos negros brasileiros. Teria esta formação representado um diferencial em suas vidas?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Adriana Rodrigues Gonçalves - Integrante / Silvani dos Santos Valentim - Integrante / Alexandre José Gonçalves Costa - Integrante / Marina do Nascimento Neves - Integrante.Número de orientações: 1
2014 - 2015
Francisco Adolfo de Varnhagen, a crítica ambiental oitocentista e as práticas agrícolas brasileiras de seu tempo
Descrição: Estudo da mudança de perspectiva analítica do historiador e diplomata brasileiro, Francisco Adolfo de Varnhagen (1817-1878), sobre as relações estabelecidas pelo homem branco com a natureza americana. Em trabalho publicado em 1840, ele mostrou-se seguidor da crítica ambiental de seu tempo, ao denunciar a devastadora forma de ocupação das terras florestadas da nação brasileira. Varnhagen partilhava da certeza de que a utilização irracional e perdulária dos recursos naturais punha em risco a sobrevivência do jovem país, por ser um erro segundo a teoria da economia da natureza. Em 1877, contudo, ao publicar a segunda edição de sua maior obra - História geral do Brasil ele apresentou a natureza como a mais feroz inimiga da conquista do território pelo colonizador português. Em sua descrição, esta natureza era formada por matas impenetráveis, cheias de espinhos e produtoras de frutos venenosos, além de repleta de animais peçonhentos. Para dominar o selvagem território, teria o colono travado uma incansável luta e despendido um esforço incomensurável para domar esta indômita natureza e fazê-la produzir os alimentos necessários à vida e à civilização. Com a realização do trabalho, pretende-se analisar porque o historiador abandonou os pressupostos da crítica ambiental, apoiando o uso perdulário dos recursos naturais empregado no processo colonizador. Entre os textos em questão, porém, o diplomata publicou alguns estudos sobre a produção agrícola brasileira de seu tempo, nos quais comparou as técnicas de plantio empregadas no Brasil àquelas utilizadas em outras partes da América, no cultivo das mesmas plantas. Pergunta-se se Varnhagen teria condenado as práticas de desmatamento e de uso exaustivo das terras empregadas pela grande lavoura brasileira, ou se teria ele apresentado o agricultor de seu tempo como um continuador da luta colonial contra uma natureza indômita e, neste caso, efetivamente abandonado as teorias da economia da natureza..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Isabela Cristina Rosa - Integrante.
2014 - 2015
Francisco Adolfo de Varnhagen e a crítica ambiental oitocentista
Descrição: Estudo da mudança de perspectiva analítica do historiador e diplomata brasileiro, Francisco Adolfo de Varnhagen (1817-1878), sobre as relações estabelecidas pelo colonizador europeu com a natureza americana. Em trabalho datado de 1840, ele mostrou-se um adepto da crítica ambiental de seu tempo, ao denunciar a forma devastadora como se dava a ocupação de terras florestadas brasileiras. Contudo, nas páginas de sua História Geral do Brasil (1877), ao tratar da colonização do território brasileiro, apresentou a natureza como uma feroz inimiga da conquista do território empreendido pelo homem europeu. Segundo ele, a natureza brasileira seria composta por matas impenetráveis, cheias de espinhos e produtoras de frutos venenosos. Tal natureza fora domada, a seu ver, graças ao esforço incomensurável de incansáveis colonos, que empreenderam uma hórrida luta , domando uma natureza indômita em favor da civilização. Partindo dos estudos sobre a crítica ambiental oitocentista, cujas ideias iluminam a denúncia da devastação e da destruição feitas por Varnhagen, pretende-se compreender porque o autor abandonou estes pressupostos, passando a concordar e apoiar o uso depredador da natureza brasileira. Provavelmente estudos dos cronistas coloniais, citados pelo historiador em sua História Geral, influenciaram sua perspectiva quanto à forma de relação do homem com a natureza americana..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2013
Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de alunas diplomadas pelo curso Técnico de Química Industrial matutino da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, atual CEFET-MG 1966-1970
Descrição: A pesquisa proposta é a de recolher, transcrever e constituir um acervo de memórias de alunas-diplomadas pelo curso Técnico de Química Industrial da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, entre os anos de 1966 e 1970. A mulher se fez presente no Curso, exatamente em meados da década de 1960, quando representava apenas de 5 a 15% dos ingressos no turno matutino. No ano de 1969, contudo, elas foram 57% dos matriculados. O que explicaria o vertiginoso crescimento do número? Esta predominância feminina marcaria o Curso a partir de então. Pretende-se que as alunas formadas no período relatem os motivos que as levaram a escolher a formação técnica, porque escolheram o curso de Química, o que significou para elas ingressar numa Escola exclusivamente masculina, como eram vistas e tratadas e quais os desafios enfrentados por elas para se inserirem num mercado de trabalho dominado pelo gênero masculino. O produto final é a construção de um acervo de fontes orais, composto pelas entrevistas gravadas e transcritas que, juntamente com outras fontes documentais, permita a construção trabalhos científicos sobre o Curso, sobre a própria Instituição, assim como trabalhos ligados à história da educação técnica no Brasil e as questões de gênero..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Fábio Liberato de Faria Tavares - Integrante.
2012 - 2013
A criação do curso Técnico de Química Industrial nas Atas do Conselho de Representantes e de Professores da Escola Técnica de Belo Horizonte.
Descrição: Em 1959, o governo federal, pelo Decreto n. 47.038, modificou a organização e o funcionamento da rede federal de ensino, dotando as escolas técnicas de autonomia jurídica, financeira e didática. A administração e a criação de novos cursos passaram a ser atribuição de um Conselho de Representantes, composto por elementos internos e externos às instituições. A lei determinou também a criação de um Conselho de Professores, órgão consultivo e deliberativo em termo pedagógico-didático. O primeiro Conselho de Representantes instalado na Escola Técnica de Belo Horizonte, atual CEFET-MG, iniciou seus trabalhos em novembro de 1961; em janeiro do ano seguinte, o Conselho de Professores foi instalado. Todas as reuniões destes Conselhos foram registradas em Atas que se encontram depositadas no Arquivo Geral da Instituição. A pesquisa proposta é a de realizar a leitura e análise das Atas dos Conselhos, desde a instalação dos mesmos até 1974, quando a estrutura dos órgãos colegiados da Escola foi modificada pelo Decreto n. 75.079, sendo ambos os Conselhos instintos e suas atribuições assumidas, em parte, pelo Conselho Técnico Consultivo. Pretende-se retirar destas Atas as proposições, discussões e deliberações sobre a criação dos cursos técnicos em geral e do de Química Industrial, em particular..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Rachel Gervásio De Marco - Integrante.
2012 - 2013
Análise dos dados coletados sobre o Curso Técnico de Química Industrial do CEFET-MG - 1964-1978
Descrição: Analisar os dados sobre o Curso Técnico de Química Industrial de 1964 a 1978 na antiga Escola Técnica, atual CEFET-MG, a partir de dados sistematizados dos ingressos nos anos. Serão trabalhados os dados já levantados de 1279 alunos que se encontram lançados em planilhas Excel e que foram utilizados para compor gráficos e tabelas referentes ao perfil dos alunos por período levantado: de 1964 a 1966; de 1967 a 1970 e, por fim, 1971 a 1978. Elaboraremos, no presente projeto, um painel a partir do conjunto desses dados, construindo gráficos com os dados que nos permitam uma visão do perfil do aluno, ao longo de todo período. Realizaremos um estudo sobre a composição do corpo docente, assim como sintetizaremos os dados referentes às relações Escola/Empresa. Além disso, analisaremos as mudanças realizadas na grade curricular do Curso, buscando compreender as razões de terem sido realizadas e as motivações da Escola para implementá-las. Necessário ainda se faz listar as Escolas de origem daqueles alunos, destacando as que estavam visivelmente ligadas a indústrias, como é o caso da Escola da Companhia Belgo-Mineira..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Estudo do perfil dos alunos do Curso de Química no período de 1967-1978 no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
Descrição: O projeto objetiva levantar informações acadêmicas e sociais, no Arquivo do Registro Escolar do Cefet-MG, sobre os alunos que ingressaram no curso de Química da Instituição, nos anos de 1967 a 1978. Visa-se dar prosseguimento a pesquisa desenvolvida no Bic-Jr 2009-2010, na qual foram apurados e analisados os dados dos alunos que compunham as turmas dos três primeiros anos de funcionamento do Curso na Instituição. Esta pesquisa produziu um Pôster e um artigo, selecionados para serem apresentados no Senept 2010. No presente trabalho, serão levantados os dados dos alunos, do período proposto, referentes a: etnia, gênero, formação anterior, situação sócio-econômica, período de permanência no curso, situação final do egresso (certificado ou diplomado). Simultaneamente buscar-se-ão informações sobre a composição da grade curricular do Curso, sobre as empresas e estabelecimentos onde os estudantes realizavam estágio e sobre o corpo docente do curso. A pesquisa resultará na confecção de gráficos que, analisados, nos permitirão construir um perfil dos alunos que ingressavam no curso e apurar a percentagem dos concluintes e de evasão escolar. O período delimitado corresponde àquele no qual a Instituição, então denominada de Escola Técnica de Minas Gerais, assistiu à consolidação do Curso de Química. Corresponde também, em parte, ao período no qual, sob intensa repressão política e militar, o Brasil viveu um crescimento econômico de cerca de 10% ao ano. O denominado milagre econômico e seu colapso interferiram no perfil tanto do aluno que ingressava na Instituição quanto no daquele que dela saía? Qual o papel dos cursos técnicos num momento de crescimento econômico? São questões que orientam o trabalho a ser realizado. Demanda-se do candidato habilidade de manuseio dos programas de planilha Excel e Word, assim como habilidade para realizar pesquisa na internet..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2012
Ouvir para contar: construção de um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos do curso de Química/CEFET-MG, décas de 1960-1970.
Descrição: A proposta da pesquisa é a de recolher, transcrever e constituir um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos diretamente envolvidos no processo de construção e de consolidação do curso Química do CEFET-MG, nas décadas de 1960 e 1970. Pretende-se que professores e funcionários relatem sua experiência na vida institucional, no que se refere diretamente à constituição do curso. Buscar-se-ão prioritariamente informações dos professores e funcionários depoentes sobre: dados biográficos, formação acadêmica/profissional, funções exercidas, sua inserção na Instituição e na construção do curso, suas lembranças/opiniões a respeito da elaboração das grades curriculares, das escolhas de conteúdos, de métodos de ensino e de práticas pedagógicas, de financiamento, de preferências acadêmicas e políticas, dentre outras. No que se refere aos alunos-egressos, pretende-se com as entrevistas o relato de como o currículo e a experiência escolar foi compreendida e vivenciada por esses sujeitos e da importância da formação recebida para a atuação profissional e/ou trajetória de vida. Também se buscará o espaço de apropriação da cultura escolar e a representação que as pessoas possuem do papel e da função da escola.Objetiva-se construir um acervo de fontes documentais que possam ser, posteriormente, utilizadas em projetos de pesquisa, em diversos campos de conhecimento, tais como a história institucional, da educação, da ciência. O produto final da pesquisa é a construção de um acervo de fontes orais, composto pelas entrevistas gravadas e transcritas que, juntamente com outras fontes documentais, possa permitir a construção trabalhos científicos sobre o Curso, sobre a própria Instituição, assim como trabalhos ligados à história da ciência e da educação técnica e tecnológica no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Laura Nogueira Oliveira - Coordenador / Carla Simone Chamon - Integrante / Braulio Silva Chaves - Integrante.Financiador(es): Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
2009 - 2010
A construção de um campo de conhecimento: a criação e consolidação do curso de química no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
Descrição: O projeto tem como objetivo investigar a história do curso de Química no CEFET-MG, a partir do acervo documental da Instituição, buscando localizar as discussões e debates que antecederam a sua criação, no começo da década de 1960, até o ano de 1978, quando a Instituição passa a ser denominada pelo nome que prevalece nos dias atuais. Pretende-se analisar as motivações para a criação do curso e como se deu o seu processo de consolidação dentro da Instituição. Para isso serão pesquisados os arquivos Institucionais que possam responder às seguintes proposições: as ações do poder público para a criação do curso, a estrutura curricular proposta no início de seu funcionamento, o primeiro corpo docente, o público a quem se digira o curso (primeiros alunos), os equipamentos disponíveis na época e a idéia que se fazia da pesquisa e ensino da Química em uma Instituição técnica, no contexto das décadas de 1960 e 1970..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação/Especialidade: História da Educação.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Ensino-Aprendizagem.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Filosofia da História.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Comparada.


Idiomas


Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2009
Menção honrosa - orientação da Equipe Vera Cruz na Primeira Olimpíada Nacional em História do Brasil, UNICAMP.
2007
Professora Patrona do Curso de História, turno da noite, do UNI-BH, do 2o semestre de 2006, UNI-BH.
2006
Professora Homenageada do Curso de História, do turno da noite, do UNI-BH, do 1o semestre de 2006, UNI-BH.
2005
Professora Paraninfa do Curso de História da turma B, turno da Noite, do UNI-BH, do 1o semestre de 2005, UNI-BH.
2004
Professora homenageada do Curso de História do UNI-BH, turno da noite, do 2o semestre de 2004, UNI-BH.
2003
Professora homenageada do Curso de História do UNI-BH, turma B, turno da noite, do 1o semestre de 2003, UNI-BH.
2002
Professora Patrona do Curso de História do UNI-BH, turma B, turno da noite, do 2o semestre de 2002, UNI-BH.
2001
Professora homenageada do Curso de História do UNI-BH, turma A, turno da noite, do 2o semestre de 2001, Uni-Bh.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira2012 OLIVEIRA, Laura Nogueira. Francisco Adolfo de Varnhagen e a negação do indianismo romântico. O Eixo e a Roda (UFMG), v. 21, p. 125, 2012.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira2001OLIVEIRA, Laura Nogueira. A fundação do Brasil a partir de alguns prefácios e posfácios de José de Alencar.. Revista do Uni Bh, Belo Horizonte, v. 1, n.1, p. 57-71, 2001.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; RIBEIRO, L. E. L. (Org.) ; LOPES, Jeannette de Magalhães Moreira (Org.) ; VIDIGAL, M. C. S. (Org.) ; OLIVEIRA, R. F. (Org.) ; FRANCA, C. G. (Org.) ; COSTA, F. M. (Org.) . Cinquenta anos do Curso Técnico em Química: fragmentos de nossa história. 1ª. ed. Belo Horizonte: Editora CEFET-MG, 2015. v. 1. 62p .

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NEVES, M. N. (Org.) ; GONCALVES, Adriana Rodrigues (Org.) ; SILVA, N. A. C. (Org.) ; BRAZ, B. S. (Org.) . Ouvir para Contar: memórias de alunos negros do Curso Técnico em Química Cefet-MG de 1964 à 1978. 1ª. ed. Belo Horizonte: CEFET-MG, 2015. v. 1. 122p .

Capítulos de livros publicados
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CARVALHO, M. H. M. ; ALVES, Talita Cristiana . O arquivo do registro escolar e o arquivo geral como fontes para o estudo da História da Educação: apontamentos sobre o curso Técnico de Química do CEFET-MG e seus alunos (1964-1969). In: Adalson Nascimento e Carla Simone Chamon. (Org.). Arquivos e História do Ensino Técnico no Brasil. 1ªed.Belo Horizonte: Mazza Edições, 2013, v. , p. 161-178.

2.
Cláudia Alves ; NEPOMUCENO, Maria de Araújo ; FERREIRA NETO, Amarílio ; CUNHA, Beatriz Rietmann da Costa e ; PINTASSILGO, Joaquim ; HENRIQUE, Márcio Couto ; CUNHA, Maria Teresa Santos ; TEODORO, Manuela ; SCHNEIDER, Ornar ; OLIVEIRA, Laura Nogueira . Sobre o ensino de humanidades no Real Colégio Militar da Luz, no primeiro quartel do XIX. In: Claudia Alves; Maria de Araújo Nepomuceno. (Org.). Militares e educação em Portugal e no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Qgartet Editora, 2010, v. , p. 271-291.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Diabrite contra a timonice do Jornal de Timon maranhense: o texto e seu autor.. In: José Américo de Miranda Barros; César Nardelli Cambraia. (Org.). Crítica Textual: reflexões & práticas. Belo Horizonte: Núcleo de Estudos de Crítica Textual - Faculdade de Letras da UFMG, 2004, v. , p. 133-142.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Francisco Adolfo de Varnhagen e o pensamento ambientalista oitocentista. In: XXVII Simpósio Nacional de História da ANPUH, 2013, Natal. Anais do XXVII Simpósio Nacional de História da ANPUH. Natal: UFRN, 2013. v. 1. p. 1-10.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. A CRIAÇÃO DO CURSO TÉCNICO DE QUÍMICA INDUSTRIAL DA ESCOLA TÉCNICA DE BELO HORIZONTE NA MEMÓRIA DE PROFESSORES E ALUNOS DA PRIMEIRA TURMA/1964. In: IX Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2012, Lisboa. IX Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2012. v. 1. p. 1-15.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Uma experiência de utilização da Revista Virtual de História da Biblioteca Nacional no Estudo de tópicos de História do Brasil colonial. In: IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História, 2011, Florianópolis. IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2011. v. 1. p. 1-12.

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. . A implementação do curso Técnico de Química no Cefet-MG: a construção de um campo de conhecimento - 1964-1966. In: Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, 2010, Belo Horizonte. II Senept - Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, 2010. v. 1. p. 1-16.

5.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. APONTAMENTOS SOBRE O ENSINO DE LITERATURA, RETÓRICA E POÉTICA NO REAL COLÉGIO MILITAR, PORTUGAL, NO SÉCULO XIX.. In: VIII Congresso Luso-Brasileiro, 2010, São Luís. VIII Congresso Luso Brasilieiro de História da Educação. São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2010. p. 1-13.

6.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. APONTAMENTOS SOBRE O CURRÍCULO E O ENSINO DE HISTÓRIA NO COLÉGIO MILITAR DA LUZ (PORTUGAL), NO PRIMEIRO QUARTEL DO SÉCULO XIX.. In: IX Congresso Iberoamericano de História da Educação Latino-americana, 2009, Rio de Janeiro. IX Congresso Iberoamericano de História da Educação Latino-americana. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2009. p. 1-12.

7.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Apontamentos sobre o Compendio de História Universal de Antonio Leite Ribeiro e o aprendizado escolar de Francisco Adolfo de Varnhagen da história como mestra da vida .. In: XXV Simpósio Nacional de História, 2009, Fortaleza. Anais do ... Simpósio Nacional de História. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2009. v. 1. p. 01-09.

8.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. A biografia de Tiradentes na HGB, de Francisco Adolfo de Varnhagen. In: XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 2007, São Leopoldo, RS. Anais - XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA (Cd-rom). São Leopoldo: Unissinos, 2007. v. 1. p. 1-11.

9.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Recursos discursivos retóricos no Memorial Orgânico de Francisco Adolfo de Varnhagen. In: XXIII Simpósio Nacional de História. História: Guerra e Paz, 2005, Londrina. Anais do XXIII Simpósio Nacional de História. História: Guerra e Paz. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, 2005.

10.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Heterogeneidade e exclusão social no pensamento de Varnhagen.. In: VIII Semana de Letras: discurso e diferença no limiar do milênio, 2002, Viçosa. Anais da VIII Semana de Letras: discurso e diferença no limiar do milênio. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2002. p. 149-152.

11.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NUNES, Maria Terezinha . Da extinção do tráfico de escravos à criação do trabalho livre - uma política de exclusão, domesticação e resistência do trabalhador (1850-1945). . In: X Encontro Regional da ANPUH, 1996, Mariana. Anais do X Encontro Regional da ANPUH, 1996. p. 235-242.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Heterogeneidade e Exclusão no Pensamento de Varnhagen.. In: XI Encontro Regional da ANPUH, 1998, Uberlândia. Anais do XI Encontro Regional da ANPUH, 1998. p. 416-418.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Sobre o ensino de Humanidades no Real Colégio Militar da Luz no início do segudo quartel do século XIX. In: VI Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2008, Porto. Livro de Resumos IVII Congresso Luso Brasileiro de História da Educação, 2008. v. 1. p. 278-279.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Apontamentos sobre o currículo e o ensino de história no Colégio Miliar da Luz (Portugal) no primeiro quartel do século XIX. In: VII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ENSINO DE HISTÓRIA, 2006, BELO HORIZONTE. ENPEH - noos problemas e novas abordagens. Belo Horizonte: LABEPEH - FaE/UFMG, 2006. v. 1. p. 111-111.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. O emprego de tópicas da tradição clássica por Francisco Adolfo de Varnhagen na redação de biografias. In: XV Encontro Regional de História, 2006, São João del Rey. Anais do XV Encontro Regional de História. Editora da UFSJ: São João del Rey, 2006. v. 1. p. 78-78.

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Marcos de uma formação escolar: as regras de composição retórica no Memorial Orgânico de Francisco Adolfo de Varnhagen.. In: V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, 2004, Évora - Portugal. Livro de Resumos do V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, 2004. p. 147-147.

5.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Equívocos de um pseudônimo: um problema bibliográfico. In: I Seminário de Crítica Textual, 2002, Belo Horizonte. Caderno de Resumos do I Seminário de Crítica Textual. Belo Horizonte: Núcleo de Estudos de Crítica Textual - FALE/UFMG, 2002. p. 21-21.

6.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Os tupi na História Geral do Brasil de Francisco Adolfo de Varnhagen. In: XII Encontro Regional de História - História e Política: compromissos do historiador, 2000, Belo Horizonte. Caderno de Resumos do XII Encontro Regional de História. Belo Horizonte: Imprensa Universitária UFMG, 2000. v. 1. p. 78.

Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. A CRIAÇÃO DO CURSO TÉCNICO DE QUÍMICA INDUSTRIAL DA ESCOLA TÉCNICA DE BELO HORIZONTE NA MEMÓRIA DE PROFESSORES E ALUNOS DA PRIMEIRA TURMA/1964. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
TAVARES, F. L. F. ; OLIVEIRA, Laura Nogueira . As mulheres e o Curso Técnico de Química Industrial da Escola Técnica Federal de Minas Gerais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Memórias da implantação do Curso Técnico de Química da ETBH. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; ALVES, Talita Cristiana . Apontamentos sobre a história do curso Técnico de Química do CEFET-MG (1964-1970). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Uma experiência de utilização da Revista Virtual de História da Biblioteca Nacional no Estudo de Tópicos de Brasil Colonial. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. APONTAMENTOS SOBRE O ENSINO DE LITERATURA, RETÓRICA E POÉTICA NO REAL COLÉGIO MILITAR, PORTUGAL, NO SÉCULO XIX.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. . A implementação do curso Técnico de Química no Cefet-MG: a construção de um campo de conhecimento (1964-1966). 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. . Análise da constituição das primeiras turmas do curso de Química na Escola Técnica de Belo Horizonte, atual Cefet-MG - 1964-9166. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. UMA EXPERIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO DA REVISTA VIRTUAL DE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA NACIONAL NO ESTUDO DE TÓPICOS DE BRASIL COLONIAL. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
ALVES, Talita Cristiana ; OLIVEIRA, Laura Nogueira . Poster com gráficos analisados. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Apontamentos sobre o compêndio de História Universal de Antonio Leite Ribeiro e o aprendizado escolar de Francisco Adolfo de Varnhagen da história como 'mestra da vida'. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Apontamentos sobre o Currículo e o Ensino de História no Colégio Militar da Luz - Portugal - no primeiro quartel do século XIX. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Sobre o ensino de humanidades no Real Colégio Militar da Luz. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. A biografia de Tiradentes na História geral do Brasil, de Francisco Adolfo de Varnhagen. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Apontamentos sobre o currículo e o ensino de História no Colégio Militar da Luz - Portugal - no primeiro quartel do XIX. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. O emprego de tópicas da tradição clássica por Francisco Adolfo de Varnhagen na redação de Biografias. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. REcursos discursivos retóricos no "Memorial Orgânico" de Francisco Adolfo de Varnhagen. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Marcas de uma formação escolar: as regras de composição retórica no "Memorial Orgânico" de Francisco Adolfo de Varnhagen.. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Diatribe contra a timonice do Jornal do Timon maranhense: o texto e seu autor. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Equívocos de um pseudônimo: um problema bibliográfico. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Heterogeneidade e exclusão social no pensamento de Varnhagen. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Heterogeneidade e exclusão social no pensamento de Varnhagen. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Elaboração de questões para concurso público de professor de história. 2006.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Elaboração de questões para Exame Supletivo. 2006.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Produção de recursos para o ensino de história para o CRV/SEE-MG. 2005.

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; PARRELA, I.D. . Belo Horizonte: imagem e memória. 1996.

Trabalhos técnicos
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Parecer a artigo submetido à Revista Eletrônica História e Historiografia, n. 14.. 2013.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; EUFRASIO, E. S. . 70 anos do Curso Técnico de Mecânica (1943-2013). 2013.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. ; Goodwin Jr, James W. . Elaboração das provas de História para processo Seletivo 2º semestre 2011 para cursos de Graduação e de EPTNM. 2011.

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. ; Goodwin Jr, James W. . Elaboração das Provas de História para a Comissão Permanente de Vestibular do Cefet-MG. 2010.

5.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES, B. S. ; Goodwin Jr, James W. . Elaboração das Provas de História para a Comissão Permanente de Vestibular do Cefet-MG. 2010.

6.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; Goodwin Jr, James W. ; CHAVES, B. S. . Elaboração de questões de História para processos seletivos da Educação Técnica de nível médio e do Ensino Superior do CEFET-MG. 2009.

7.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Relatório de Atividades de Pesquisas desenvidas na Universidade de Lisboa. 2004.


Demais tipos de produção técnica
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. 200 anos a vinda da família real (Entrevista). 2008. (Matéria em boletim informativo CEFET-MG).

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Centros de informação: mediações de leitura e a cidade. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Proteção e Preservação Ambiental: história do pensamento ambientalista brasileiro. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Os índios bravos e o Sr. Visconde: os indígenas na obra de Francisco Adolfo de Varnhagen. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Currículo Básico Comum de História para o Ensino Fundamental. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Relatório final de atividades de pesquisa (PPDE). 2004. (Relatório de pesquisa).

7.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Visita Orientada: Fazendas de Café Oitocentistas do Vale do Paraíba. 2004. (Visita Orientada para curso de Graduação em História).

8.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Fotografias do Século XIX na História. 2002. .

9.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Violência no silenciamento do índio. 2001. .

10.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Perspectivas metodológicas e atividades didáticas para o ensino da História. 2000. .

11.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Excluídos da História: índios e ciganos. 2000. .

12.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NUNES, Maria Terezinha . Da extinção do tráfico de escravos à criação do trabalho livre: uma política de exclusão, domesticação e resistência do trabalhador (1850-1945). 1996. .

13.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NUNES, Maria Terezinha . Da extinção do tráfico de escravos à criação do trabalho livre: uma política de exclusão, domesticação e resistência do trabalhador (1850-1945). 1996. .

14.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1996. .

15.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1996. .

16.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1996. .

17.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1995. .

18.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Metodologia de Ensino de História. 1995. .

19.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1995. .

20.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1995. .

21.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Programa Curricular de História. 1994. .


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. 5a Gincana Cultural CEFET-MG Campus Divinópolis. 2008 (Membro Comissão Organizadora evento cultural).

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Debate entre candidatos a Prefeito. 2008 (Presidir comissão organizadora de evento realizado no CEFET-MG campus Divinópolis).

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Seminário: A chegada da Família Real ao Braisl: 200 anos de consequências. 2008 (Participação em debate promovido pela Câmara de Vereadores de Divinópolis, MG).

4.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. 4a Gincana Cultural do Cefet-mg Campus Divinópolis. 2007 (Membro de Comissão Organizadora de evento).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; VALENTIM, S. D. S.; FONSECA, M. V.. Participação em banca de Aniele Fernandes de Sousa Leão. História, memória e relações etnicorraciais: diálogos com a juventude negra da educação profissional e tecnológica integrada de nível médio do CEFET-MG. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação Tecnológica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAMON, C. S.; PEDROSA, J. G.; NASCIMENTO, A. O.. Participação em banca de Patrícia Carla Oliveira Carneiro. Memória e Patrimônio científico e tecnológico: o Centro de Memória da Engenharia. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação Tecnológica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

3.
MENEZES, R. S.; COELHO, O. V. S.; OLIVEIRA, Laura Nogueira; SILVA, M. R.. Participação em banca de Maria Cecília Guilherme Siffert Pereira Diniz. A voz do morro de fraque e cartola. O encontro entre o massivo e o popular em. 2012. Dissertação (Mestrado em Estudos de Linguagem) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

Teses de doutorado
1.
BARROS, J. A. M.; BRANDAO, J. J. L.; SOARES, C. C.; FERREIRA, V. M. P.; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Participação em banca de Eliana Petrillo Januzzi. Edição e estudo das "Sátiras, epigramas e outras poesias", do Padre José Joaquim Correia de Almeida. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação Estudos Literários UFMG) - Faculdade de Letras.

Qualificações de Doutorado
1.
MIRANDA, J. A.; BRANDAO, J. J. L.; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Participação em banca de Eliana Petrillo Januzzi. Edição e Estudo da obra satírica do Padre José Joaquim Correia de Almeida. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CARVALHO, E. B.; MOREIRA, M. S. S.. Participação em banca de Marina Silva Soares Moreira.Educação Ambiental e representação social de meio ambiente dos alunos na Escola pública de ensino médio: um estudo de caso. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; TEDESCHI, D. M. R.; SILVA, D. C.. Comissão Examinadora do Processo Seletivo Simplificado. 2015. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; FRANKLIN, M. C.; DOMINGO, M. C.. Presidente de Banca Examinadora em Concurso Publico EBTT. 2014. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; FRANKLIN, M. C.; COSTA, E. R. S.. Presidente de Banca Examinadora de Concurso Público de EBTT. 2014. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

4.
FRANKLIN, M. C.; OLIVEIRA, Laura Nogueira; CARTRO, I.. Concurso Publico EBTT 2013. 2013. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

5.
Chamon, Carla S.; Goodwin Jr, James W.; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Comissão Examinadora do Concurso Público para Professor da Carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. 2010. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

6.
CHASIN; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Concurso público para professor do Ensino Básico - área Sociologia - do Instituto Federal Sul de Minas, Campus Inconfidentes. 2009. Instituto Federal Sul de Minas.

7.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES. Concurso público para professor do Ensino Básico - área História - do Instituto Federal Sul de Minas, Campus Inconfidentes. 2009. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais.

8.
CHASIN; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Concurso público para professor do Ensino Básico - área Filosofia - do Instituto Federal Sul de Minas, Campus Inconfidentes. 2009. Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais.

9.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Concurso Público para Professor Substituto de História para o CEFET-MG campus Divinópolis. 2008. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

10.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; Goodwin Jr, James W.; Chamon, Carla S.. Concurso para carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do CEFET-MG, área de História. 2008. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

11.
Goodwin Jr, James W.; Chamon, Carla S.; OLIVEIRA, Laura Nogueira. Consurso Público para professor efetivo de história do CEFET-MG campus Nepomuceno. 2007. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

12.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; Lemos, Fernando A.; MOTA, Kleuver, L.. Concurso para Professor Substituto de História CEFET-MG campus Divinópolis. 2007. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

13.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NUNES, Maria Terezinha. Concurso Público para a Fundação de Ensino de Contagem-FUNEC. 2006. Fundação de Ensino de Contagem-FUNEC.

Outras participações
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira. Revisora da prova de História do Processo Seletivo da Comissão Permanente de Vestibular do CEFET-MG. 2015. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; CHAVES; Goodwin Jr, James W.. Elaboração de questões de História para a Comissão Permanente de Vestibular do CEFET-MG. 2009. Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
IX Encontro Nacional Perspectivas do Ensino de História / IV Encontro Internacional do Ensino de Histórianal.A História Ambiental e o ensino de temas de História do Brasil. 2015. (Encontro).

2.
XXVIII Simpósio Nacional de História.A natureza brasileira, cenário da colonização, na História geral de F. A. de Varnhagen. 2015. (Simpósio).

3.
XXVII Simpósio nacional de história da ANPUH.Francisco Adolfo de Varnhagen e a crítica ambientalista oitocentista. 2013. (Simpósio).

4.
XXVII Simpósio nacional de história da ANPUH.Mini-curso: A retórica e a escrita da história no século XIX. 2013. (Simpósio).

5.
IX Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. A criação do curso Técnico de Química Industrial na Escola Técnica de Belo Horizonte na memória de professores e alunos da primeira turma. 2012. (Congresso).

6.
IX Encontro Nacional dos Pesquisadores do Ensino de História.Uma experiência de utilização da Revista Virtual de História da Biblioteca Nacional no estudo de tópicos de história do Brasil Colonial. 2011. (Encontro).

7.
Sábado Letivo organizado pelas Coordenações dos Cursos Técnicos d Química e Meio Ambiente.História Ambiental. 2011. (Oficina).

8.
IV Seminário do Departamento de Química do Cefet/MG.Memórias da criação do Curso de Química no Cefet/MG. 2010. (Encontro).

9.
Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica.A implementação do curso Técnico de Química no Cefet-MG: a construção de um campo de conhecimento (1964-1966). 2010. (Seminário).

10.
VIII Congresso Luso-Brasileiro. Apontamentos sobre o ensino de literatura, retórica e poética no Real Colégio Militar, Portugal, no século XIX. 2010. (Congresso).

11.
VIII Encontro Regional Sudeste de História Oral.Memórias da implantação do curso técnico de Química da Escola Técnica de Belo Horizonte. 2010. (Encontro).

12.
VI Semana de Ciência & Tecnologia do Cefet/MG.Análise da Constituição das primeiras turmas do curso de Química na ETBH, atual Cefet/MG - 1964/1966. 2010. (Encontro).

13.
XV Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino.UMA EXPERIÊNCIA DE UTILIZAÇÃO DA REVISTA VIRTUAL DE HISTÓRIA DA BIBLIOTECA NACIONAL NO ESTUDO DE TÓPICOS DE BRASIL COLONIAL. 2010. (Encontro).

14.
IX Congresso Iberoamericano de História da Educação Latino-americana. Apontamentos sobre Currículo e o Ensino de História no Colégio Militar da Luz - Portugal - no primeiro quartel do século XIX. 2009. (Congresso).

15.
XXV SIMPÓSIO NACIONAL DA ANPUH.Apontamentos sobre o compêndio de HIstória Universal de Antonio Leite Ribeiro e o aprendizado escolar de Franciscco Adolfo de Varnhagen da história como 'mestra da vida'. 2009. (Simpósio).

16.
LABEPEH promove Diálogos.Diálogos A História em cena: arte e narrativas no vestibular. 2008. (Encontro).

17.
VI Congresso Luso Brasileiro de História da Educação. Sobre o ensino de Humanidades no Real Colégio Militar da Luz no início do segundo quartel do século XIX. 2008. (Congresso).

18.
VII SEMANA DE EVENTOS DA FACULDADE DE LETRAS DA UFMG.Coordenação de Mesa Redonda "Literatura e Ciência no Brasil". 2007. (Encontro).

19.
XXIV SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA.A biografia de Tiradentes na HGB, de Francisco Adolfo de Varnhagen. 2007. (Simpósio).

20.
I Encontro de Professores de áreas do CEFET-MG: ciências humanas e suas tecnologias.Participante. 2006. (Encontro).

21.
XXIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - História: Guerra e Paz.XXIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA. 2005. (Simpósio).

22.
V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação - Igreja, Estado, Sociedade civil - instâncias promotoras de Ensino. V Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. 2004. (Congresso).

23.
II Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais. II Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais. 2003. (Congresso).

24.
I Seminário de Crítica Textual.I Seminário de Crítica Textual. 2002. (Seminário).

25.
XIII ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA..XIII ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA. 2002. (Encontro).

26.
XII ENCONTRO REGIONAL DA ANPUH/MG. História e Política: compromissos do historiador.XII ENCONTRO REGIONAL DA ANPUH/MG. 2000. (Encontro).

27.
VIII SEMANA DE LETRAS.VIII SEMANA DE LETRAS. 1998. (Encontro).

28.
XI ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA.XI ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA. 1998. (Encontro).

29.
XIX SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA - História e Cidadania.XIX SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA. 1997. (Simpósio).

30.
Jornada Internacional de História Urbana. Cidades-capitais do séc. XIX: racionalidade, cosmopolitismo e transferência de modelos..Jornada Internacional de História Urbana. 1996. (Encontro).

31.
X ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA - ANPUH MG.X ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA. 1996. (Encontro).

32.
Tiradentes Hoje: Imaginário e Política na República Brasileira.Tiradentes Hoje: Imaginário e Política na República Brasileira. 1992. (Seminário).

33.
A Geografia e a História, luta e resistência dos Índios de Minas.A Geografia e a História, luta e resistência dos Índios de Minas. 1991. (Seminário).

34.
V Encontro dos Pesquisadores do Barroco Mineiro.V Encontro dos Pesquisadores do Barroco Mineiro. 1991. (Encontro).

35.
Seminário Sessenta Anos da Revolução de 30.Seminário Sessenta Anos da Revolução de 30. 1990. (Seminário).

36.
2o Encontro Municipal dos Professores de História de Belo Horizonte.2o Encontro Municipal dos Professores de História de Belo Horizonte. 1989. (Encontro).

37.
Seminário "Rerum Gestarum".Seminário "Rerum Gestarum". 1987. (Seminário).

38.
Brasil 1964-1984: uma perspectiva histórica.Brasil 1964-1984: uma perspectiva histórica. 1984. (Seminário).

39.
I Encontro Inter-Regional de Professores da Área de Ciências Humanas.I Encontro Inter-Regional de Professores da Área de Ciências Humanas. 1983. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PRIETO, C. F. ; OLIVEIRA, Laura Nogueira ; LOPES, Jeannette de Magalhães Moreira ; RIBEIRO, L. E. L. ; VIDIGAL, M. C. S. . 50 anos do Curso Técnico em Química: fragmentos de uma história. 2014. (Exposição).

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; FRANKLIN, M. C. ; DEDESTCHI, D. . Semana História e Memória: os 50 anos do golpe civil-militar de 1964. 2014. (Exposição).

3.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; EUFRASIO, E. S. ; SOUZA, S. S. ; PRIETO, C. F. . 70 Anos do Curso Técnico de Mecânica. 2013. (Exposição).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Marina Helena Meira Carvalho. Ouvir para Contar: construção de um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos do curso de Química/Cefet-MG, décadas de 1960-1970. Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em Graduação História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. (Orientador).

2.
Izadora Maria da Conceição e Fernando. Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos do curso de Química/Cefet-MG, décadas de 1960-1970.. Início: 2010. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. (Orientador).

3.
Talita Cristiana Alves. Estudo do perfil dos alunos do Curso de Química no período de 1967-1978 no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). Início: 2009. Iniciação científica (Graduando em Educação Técnica e Tecnológica) - Centro Federal de Educação Técnica e Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. (Orientador).

4.
Juliana Lemos Piquerotti. Estudo do perfil dos alunos do Curso de Química no período de 1967-1978 no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). Início: 2009. Iniciação científica (Graduando em Educação Técnica e Tecnológica) - Centro Federal de Educação Técnica e Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Lucas Henrique e Franco Silva. A relação museu-escola: estratégias de ensino na implantação do Museu Histórico de Belo Horizonte. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Centro Universitário de Belo Horizonte. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

2.
Eliene Isabel Fonsenca Bortolini. A Formação de Professores Indíigenas em Minas Gerais. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Centro Universitário de Belo Horizonte. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

3.
Odair José Souto. Trabalho, Educação e Tecnologia: relações necessárias entre a produção do conhecimento e a formação do trabalhador no mundo moderno. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Centro Universitário de Belo Horizonte. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

Iniciação científica
1.
Bárbara Santana Braz. Construção de um acervo de memórias de ex-alunos negros diplomados pelo curso Técnico de Química Industrial, noturno e matutino, da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, atual CEFET-MG - 1964 -1977. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Química Tecnológica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

2.
Adriana Rodrigues Gonçalves. Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de ex-alunos negros diplomados pelo curso Técnico de Química Industrial, noturno e matutino, da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, atual CEFET-MG 1964 -1978. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História do Ensino Técnico e Tecnológico) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

3.
Nardele Aparecida Chaves Silva. Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de ex-alunos negros diplomados pelo curso Técnico de Química Industrial, noturno e matutino, da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, atual CEFET-MG 1964 -1978. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História do Ensino Técnico e Tecnológico) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

4.
Stela Marques Santos. Francisco Adolfo de Varnhagen e a crítica ambiental oitocentista. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Geral) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

5.
Isabela Cristina Rosa. Francisco Adolfo de Varnhagen e a crítica ambiental oitocentista. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Geral) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

6.
Stela Marques Santos. Francisco Adolfo de Varnhagen e a crítica ambiental oitocentista. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Geral) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

7.
Fábio Liberato de Faria Tavares. Ouvir para Contar: a construção de um acervo de memória de alunas diplomadas do Curso Técnico de Química Industrial: 1965-1978. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Departamento de Geografia e História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

8.
Marina Helena Meira Carvalho. A criação do curso Técnico de Química Industrial nas Atas do Conselho de Representantes e de Professores da Escola Técnica de Belo Horizonte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Departamento de Geografia e História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

9.
Adriana Rodrigues Gonçalves. Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de alunos negros diplomados pelo curso Técnico de Química Industrial, noturno e matutino, da Escola Técnica Federal de Minas Gerais, atual CEFET-MG 1964 -1970. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Bacharelado em Letras) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

10.
ALVES, Talita Cristiana. Estudo do perfil dos alunos do Curso Técnico de Química no período de sua consolidação (1971-1978) no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet - MG) . 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Departamento de Geografia e História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

11.
MARCO, Rachel Gervásio De. Atas do Conselho de Representantes do CEFET-MG: Um primeiro contato. . 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Departamento de Geografia e História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

12.
CARVALHO, Marina Helena Meira. Ouvir para contar Construção de um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos do curso de Química/ CEFET-MG, décadas de 1960-1970 . 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Departamento de Geografia e História) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

13.
Izadora Maria da Conceição e Fernando. Ouvir para contar construção de um acervo de memórias de professores, funcionários e alunos-egressos do curso de Química/Cefet-MG, décadas de 1960-1970.. 2010. Iniciação Científica - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

14.
Talita Cristiana Alves. Estudo do perfil dos alunos do Curso Técnico de Química no período de sua consolidação no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Técnica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

15.
Juliana Lemos Piquerotti. Estudo do perfil dos alunos do Curso Técnico de Química no período de sua consolidação no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Técnica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

16.
Brian Diniz Amorim. Relatório Final do Projeto: A construção de um campo de conhecimento: a criação e consolidação do curso de Química no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. . 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Educação Técnica e Tecnológica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.

17.
Talita Cristiana Alves. Relatório Final do Projeto: A construção de um campo de conhecimento: a criação e consolidação do curso de Química no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. . 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Formação Técnica) - Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Laura Nogueira Oliveira.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; RIBEIRO, L. E. L. (Org.) ; LOPES, Jeannette de Magalhães Moreira (Org.) ; VIDIGAL, M. C. S. (Org.) ; OLIVEIRA, R. F. (Org.) ; FRANCA, C. G. (Org.) ; COSTA, F. M. (Org.) . Cinquenta anos do Curso Técnico em Química: fragmentos de nossa história. 1ª. ed. Belo Horizonte: Editora CEFET-MG, 2015. v. 1. 62p .

2.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; NEVES, M. N. (Org.) ; GONCALVES, Adriana Rodrigues (Org.) ; SILVA, N. A. C. (Org.) ; BRAZ, B. S. (Org.) . Ouvir para Contar: memórias de alunos negros do Curso Técnico em Química Cefet-MG de 1964 à 1978. 1ª. ed. Belo Horizonte: CEFET-MG, 2015. v. 1. 122p .


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OLIVEIRA, Laura Nogueira; EUFRASIO, E. S. ; SOUZA, S. S. ; PRIETO, C. F. . 70 Anos do Curso Técnico de Mecânica. 2013. (Exposição).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/10/2018 às 21:35:17