Renato César Ferreira Fernandes

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5848740692010723
  • Última atualização do currículo em 13/12/2017


Doutorando em Ciência Política na área de História do Pensamento Político Latino-Americano. Participante do Laboratório do Pensamento Político (PEPOL), situado na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde coordena o Grupo de Estudos sobre Trotskismo e América Latina (GETAL). Possui graduação em Ciências Sociais (2007) e mestrado em Ciência Política (2011) pela UNICAMP. Possui experiência em ensino técnico e médio nas áreas de ética, cidadania, sociologia, história e filosofia. Na pesquisa acadêmica desenvolve trabalhos na área de Ciência Política, com ênfase em Teoria Política Contemporânea, atuando principalmente nos campos de estudos da história do pensamento político, história das ideias, história do discurso político e da teoria dos partidos políticos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Renato César Ferreira Fernandes
Nome em citações bibliográficas
FERNANDES, R. C. F.;FERNANDES, RENATO


Formação acadêmica/titulação


2014
Doutorado em andamento em Ciência Política.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: As trajetórias da dependência argentina: a questão nacional em Milcíades Peña,
Orientador: Álvaro Gabriel Bianchi Mendez.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Marxismo; Teoria Política; Pensamento Político; Milcíades Peña.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: História do Pensamento Político.
2008 - 2011
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Oligarquia e transformismo: a crítica de Gramsci a Michels,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Alvaro Gabriel Bianchi Mendez.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Gramsci; Marxismo; Teoria Política.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
2004 - 2007
Graduação em Ciência Sociais.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: A formação do sujeito político operário.
Orientador: Alvaro Gabriel Bianchi Mendez.




Atuação Profissional



Centro de Educação Profissional de Campinas, CEPROCAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 10
Outras informações
Professor de Ética, psicologia e relações profissionais para curso de Técnico em Segurança do Trabalho. Professor de Ética e cidadania para curso de Técnica em Meio Ambiente.


Colégio Anjo da Guarda São Rafael, CAGSR, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Professor Horista, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 2
Outras informações
Aulas de Sociologia e Filosofia para ensino médio e pré-vestibular


Dórico Vestibulares, DV, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Professor Horista, Enquadramento Funcional: Docente, Carga horária: 1
Outras informações
Aulas de sociologia e filosofia para curso pré-vestibular.


Escola Estadual Professor Benedito Sampaio, EE PBS, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor OFA, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 6
Outras informações
Aulas de história para o 8º e 9º ano do Ensino fundamental.


Escola Estadual Guido Segalho, EE GS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor OFA, Carga horária: 10
Outras informações
Professor de História do Ensino Médio.

Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Professor OFA, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 9
Outras informações
Professor de História para o 1º ano do Ensino médio.


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Programa de Estágio Docente, Carga horária: 8
Outras informações
Fui bolsista no Programa de Estágio Docente, grupo C, cumprindo atividades de apoio à docência parcial, no primeiro semestre de 2015, nas atividades da disciplina HZ 345-B - Política III: Teorias do Estado, sob a supervisão do Prof. Dr. Frederico Normanha Ribeiro de Almeida do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP.


Escola Estadual Professor Doutor Paulo Mangabeira Albernaz, EE PAULO MANGAB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Efetivo Sociologia, Carga horária: 11
Outras informações
Professor de Sociologia para estudantes do Ensino Médio.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Trotskismo e América Latina
Descrição: O objetivo deste grupo de estudos é investigar as elaborações dos trotskistas sobre o continente latino-americano, refletindo sobre o conjunto, mas também sobre alguns países específicos, buscando constituir a ideia de que o trotskismo tem uma interpretação particular, com divergências internas próprias das correntes intelectuais, sobre o que é e como se formou as sociedades latino-americanas.Trabalhamos com a ideia de trotskismos, no plural, pois pensamos que por mais que as referências básicas são semelhantes, a própria história política e intelectual da corrente é plural: é impossível reivindicar um único trotskismo, dada a diversidade das elaborações e das correntes que partiram das mesmas teses elaboradas por Trotsky. Investigar as diferenças na elaboração intelectual dessas correntes é também parte da compreensão de como o próprio movimento se fragmentou e não conseguiu, até hoje, conformar-se como uma única corrente política e intelectual..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Renato César Ferreira Fernandes - Coordenador / Lígia Carrasco Silva - Integrante / Jéssica Marques - Integrante / Alex Bispo - Integrante.
2015 - Atual
Linguagem e metáfora em Antonio Gramsci
Descrição: Neste projeto de pesquisa temos um duplo objetivo. O primeiro é identificar a relação entre a linguagem e a metáfora presente nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. Na juventude, Gramsci estudou linguística na universidade e nos trabalhos carcerários podemos notar em diversos momentos as questões em torno da linguagem marcando assim umas das preocupações teóricas do autor. Nessa pesquisa, buscaremos mostrar as implicações que tem a noção de metáfora na noção de tradutibilidade formulada pelo autor. O nosso segundo objetivo é realizar um diálogo entre a linguística de Gramsci e seus contemporâneos, como Michel Bréal e Ferdinand de Saussure, e também um diálogo com as teorias mais recentes da Análise do Discurso, principalmente na tradição inaugurada por Michel Pêcheux. Nossa retomada do caminho traçado por Gramsci se inscreve numa tentativa de contribuir para uma análise materialista das questões em torno da linguagem, pensando que a língua é metafórica em seu processo mesmo, conforme o autor italiano..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Renato César Ferreira Fernandes - Coordenador / Luciana Nogueira - Integrante.
2009 - 2013
Uma tradição interrompida: Antonio Gramsci e a ciência política italiana
Descrição: Tomando como ponto de partida a idéia de que no começo do século XX em uma tradição nacional diversa do pensamento político ? a italiana ? teve lugar um projeto intelectual de conformação de uma nova Ciência Política, os objetivos desta pesquisa são: 1) fixar os traços característicos principais dessa tradição do pensamento político italiano tal como se consubstanciaram no começo do século XX; 2) reconstruir a história da afirmação dessa Ciência Política no começo do século XX investigando seus métodos e seu objeto; 3) identificar no âmbito dessa tradição o lugar ocupado pelo o pensamento político de Antonio Gramsci e verificar as soluções que este apresentou para os problemas apresentados pela Ciência Política italiana de sua época. Com isso pretende-se contribuir, em primeiro lugar para uma história da Ciência Política que valorize as diversidades nacionais e, em segundo lugar, para uma revalorização da contribuição gramsciana para a Ciência Política contemporânea..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (3) .

Integrantes: Renato César Ferreira Fernandes - Integrante / Álvaro Gabriel Bianchi Mendez - Coordenador / Daniela Haj Mussi - Integrante / Luciana Aliaga - Integrante / Leandro Oliveira Galastri - Integrante / Sabrina Areco - Integrante.
2005 - 2012
Marxismo e Teoria Política
Descrição: Com o Grupo de Pesquisa Marxismo e Teoria Política, pretendemos resgatar a reflexão a respeito dos complexos (e sempre problemáticos) vínculos dialéticos entre teoria e prática política, retornando à gênese dessa questão na tradição teórica fundada pela obra de Marx e Engels. Para realizar essa investigação teórica nos guiaremos por certas indagações que se colocam no âmbito da contemporaneidade. Hoje, em particular no campo hegemônico do chamado pensamento pós-moderno, a teoria da transformação política tem sido marginalizada, enquanto suposto projeto utópico. Caminhando em sentido contrário, pensamos que é preciso retornar à gênese primeira da teoria política agora negada, para estudar e refletir sobre os seus conceitos que têm sido obscurecidos (e supostamente teriam sido negados) pela imediatez histórica contemporânea. O Grupo de Pesquisa Marxismo e Teoria Política desenvolve suas atividades no âmbito do Centro de Estudos Marxistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), congregando professores, pesquisadores e estudantes de diversas universidades brasileiras..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) .

Integrantes: Renato César Ferreira Fernandes - Integrante / Álvaro Gabriel Bianchi Mendez - Coordenador / Valério Arcary - Integrante / Tatiana Prado Vargas - Integrante / Maíra Machado Bichir - Integrante / Thaís Mesquita Favoretto - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Teoria Política Contemporânea.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Marxismo.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Ciência Política.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco.
Italiano
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
NOGUEIRA, LUCIANA2017NOGUEIRA, LUCIANA ; FERNANDES, RENATO . LINGUAGEM E METÁFORA NOS CADERNOS DO CÁRCERE DE ANTONIO GRAMSCI. Entremeios, v. 14, p. 167-181, 2017.

2.
FERNANDES, R. C. F.;FERNANDES, RENATO2014 FERNANDES, R. C. F.. O partido revolucionário e sua degeneração: a crítica de Gramsci a Michels. Outubro (São Paulo), v. 1, p. 191-217, 2014.

3.
FERNANDES, R. C. F.;FERNANDES, RENATO2013FERNANDES, R. C. F.. Resenha de Tony Cliff, 'Lenin: la construcción del partido'. Contra a Corrente: Revista Marxista de Teoria, Política e História Contemporânea, v. 5, p. 79-80, 2013.

4.
FERNANDES, R. C. F.;FERNANDES, RENATO2007 FERNANDES, R. C. F.. Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. Cadernos Cemarx, v. n° 4, p. 40-58, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
FERNANDES, RENATO. Robert Michels. In: Rodrigo Duarte Fernandes dos Passos; Sabrina Areco. (Org.). Gramsci e seus contemporâneos. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016, v. , p. 191-212.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
FERNANDES, R. C. F.. As lutas começam a esquentar na França. Site da LIT, 15 out. 2012.

2.
FERNANDES, R. C. F.. France : la crise économique et la résistance des travailleurs. Site de la LIT, Paris, France, 28 set. 2012.

3.
FERNANDES, R. C. F.. A miséria da crítica. Site do PSTU, Internet, 13 out. 2009.

4.
FERNANDES, R. C. F.. Maio de 68: das barricadas a greve política. Encarte do Jornal Opinião Socialista, 05 maio 2008.

5.
FERNANDES, R. C. F.. A sombra de 68 voltou a rondar o continente europeu?. Encarte do Jornal Opinião Socialista, 02 mar. 2008.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, RENATO. A extrema esquerda e os sentidos de golpe de Estado na década peronista. In: V Fórum Brasileiro de Ciência Política, 2017, Teresina. V Fórum Brasileiro de Ciência Política. Teresina, 2017. v. 5.

2.
FERNANDES, RENATO; NOGUEIRA, L. . A língua como um museu de metáforas: a influência de Michel Bréal em Antonio Gramsci. In: Colóquio Internacional Antonio Gramsci, 2017, Campinas. Colóquio Internacional Antonio Gramsci, 2017.

3.
FERNANDES, RENATO. Estados (des)unidos da América Latina? Milcíades Peña e o debate sobre unidade latino-americana. In: 8º Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica, 2015, Lima. 8º Congresso Latinoamericano de Ciencia Política, 2015.

4.
FERNANDES, R. C. F.. Milcíades Peña e a questão nacional. In: Seminário Nacional de Teoria Marxista, 2014, Uberlândia. Anais Seminário Nacional de Teoria Marxista. Uberlândia: Pueblo Editorial, 2014. v. 1. p. 1-11.

5.
FERNANDES, R. C. F.. Oligarquia e democracia nos partidos políticos: a crítica de Gramsci a Michels. In: V Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica, 2010, Buenos Aires. Integración, Diversidad y Democracia en tiempos del Bicentenario, 2010. v. 1.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, R. C. F.. Os fundamentos da questão nacional latino-americana: a relação entre independência e revolução democrático-burguesa no pensamento de Milcíades Peña. In: VIII Colóquio Marx e Engels, 2015, Campinas. VIII Colóquio Marx e Engels, 2015. v. 1.

2.
FERNANDES, R. C. F.. Gramsci crítico de Michels - Liderança Carismática. In: Seminário Internacional Lukács e a Emancipação Humana, 2009, Marília. Gyögy Lukács e a Emancipação Humana. UNESP: Oficina Universitária, 2009.

3.
FERNANDES, R. C. F.. Gramsci e Michels: diálogos sobre burocratização. In: 5° Seminário Internacional Gramsci, 2007, Marília. Trabalho, política e cultura em Gramsci. Marília: Oficina Universitária, 2007. p. 55-58.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
NOGUEIRA, LUCIANA ; FERNANDES, RENATO . Langage et métaphore dans les Cahiers de Prison de Antonio Gramsci: une approche à partir de l?histoire des idées linguistiques. In: 14th International Conference On The History of The Language Sciences, 2017, Paris. ICHolS XIV, 2017. v. 1. p. 147-148.

2.
FERNANDES, R. C. F.; NOGUEIRA, L. . Linguagem e metáfora nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. In: 63º Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos, 2015, Campinas. Programação do 63º Seminário do Grupo de Estudos Linguístico, 2015.

3.
FERNANDES, R. C. F.. Gramsci crítico de Michels. In: 6° Colóquio Internacional Marx e Engels, 2009, Campinas. Marx Engels 6° Colóquio Internacional, 2009.

4.
FERNANDES, R. C. F.. O sujeito-processo de Rosa Luxemburg. In: A teoria política de Rosa Luxemburgo, 2009, Natal. Seminário Internacional "A teoria política de Rosa Luxemburgo", 2009. v. 1. p. 16-16.

5.
FERNANDES, R. C. F.. Gramsci e Michels: diálogos sobre burocratização. In: 5º Colóquio Marx e Engels, 2007, Campinas. 5º Colóquio Marx e Engels, 2007.

6.
FERNANDES, R. C. F.. Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. In: Teoria Política do Socialismo, 2005, Marília. Teoria Política do Socialismo, 2005.

7.
FERNANDES, R. C. F.. Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. In: 4º Encontro de Pesquisas em Ciências Humanas, 2005, Campinas. 4º Encontro de Pesquisas em Ciências Humanas, 2005.

8.
FERNANDES, R. C. F.. Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. In: 4º Colóquio Marx e Engels, 2005, Campinas. 4º Colóquio Marx e Engels, 2005.

Apresentações de Trabalho
1.
FERNANDES, RENATO; NOGUEIRA, L. . A língua como um museu de metáforas: a influência de Michel Bréal em Antonio Gramsci. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
NOGUEIRA, L. ; FERNANDES, RENATO . Langage et métaphore dans les Cahiers de Prison de Antonio Gramsci: une approche à partir de l?histoire des idées linguistiques. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
FERNANDES, RENATO. A extrema esquerda e os sentidos de golpe de Estado na década peronista. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

4.
FERNANDES, R. C. F.. Milcíades Peña y el problema nacional. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
FERNANDES, R. C. F.. É possível escrever a história dos partidos subalternos? Uma análise às margens do Caderno 25 de Antonio Gramsci. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
FERNANDES, R. C. F.; NOGUEIRA, L. . Linguagem e metáfora nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
FERNANDES, R. C. F.. Os fundamentos da questão nacional latino-americana: a relação entre independência e revolução democrático-burguesa no pensamento de Milcíades Peña. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

8.
FERNANDES, RENATO; NOGUEIRA, L. . Uma história sui generis? A contribuição das reflexões althusserianas para uma história materialista do pensamento político. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
FERNANDES, RENATO; NOGUEIRA, L. . Linguagem e metáfora nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
FERNANDES, RENATO. Estados Desunidos da América Latina? Milcíades Peña e o debate sobre a unidade latino-americana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
FERNANDES, RENATO. A tragédia do peronismo: a análise de Milcíades Peña. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
FERNANDES, RENATO. Milcíades Peña e a questão nacional nos anos 1960. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
FERNANDES, R. C. F.. Oligarquia e democracia nos partidos políticos: a crítica de Gramsci a Michels. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
FERNANDES, R. C. F.. George Novack e o método do programa de transição 2016 (Artigo em Blog de divulgação científica).

2.
FERNANDES, R. C. F.. Antonio Gramsci e o centralismo democrático nos Cadernos do Cárcere 2015 (Artigo em Blog de divulgação científica).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FERNANDES, R. C. F.. Revista Ideias. 2010.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
14th International Conference On The History of The Language Sciences. Langage et métaphore dans les Cahiers de Prison de Antonio Gramsci: une approche à partir de l?histoire des idées linguistiques. 2017. (Congresso).

2.
Colóquio Internacional Antonio Gramsci.A língua como um museu de metáforas: a influência de Michel Bréal em Antonio Gramsci. 2017. (Outra).

3.
Gênero fora da caixa."Ideologia de gênero" nas escolas?. 2017. (Outra).

4.
V Fórum Brasileiro de Ciência Política.A extrema esquerda e os sentidos de golpe de Estado na década peronista. 2017. (Outra).

5.
63º Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos.Linguagem e metáfora nos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. 2015. (Seminário).

6.
8º Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica. Estados Desunidos da América Latina? Milcíades Peña e o debate sobre a unidade latino-americana. 2015. (Congresso).

7.
Coloquio Internacional "50 años de Lire le Capital".Uma história sui generis? A contribuição das reflexões althusserianas para uma história materialista do pensamento político. 2015. (Simpósio).

8.
Seminário de Estudos Gramsci.É possível escrever a história dos partidos subalternos? Uma análise às margens do Caderno 25 de Antonio Gramsci. 2015. (Seminário).

9.
VI Encontro de Estudos da Linguagem.A significação na filosofia: uma análise a partir dos Cadernos do Cárcere de Antonio Gramsci. 2015. (Encontro).

10.
VIII Colóquio Marx e Engels.Os fundamentos da questão nacional latino-americana: a relação entre independência e revolução democrático-burguesa no pensamento de Milcíades Peña. 2015. (Outra).

11.
XVI Semana de História: História, Ensino e Sociedade.Xenofobia, imigração e fronteiras: (re)colocando o problema da nação. 2015. (Outra).

12.
IV Encontro Internacional de Ciências Sociais.A tragédia do peronismo: a análise de Milcíades Peña. 2014. (Encontro).

13.
Seminário Nacional de Teoria Marxista.Milcíades Peña e a questão nacional nos anos 60. 2014. (Seminário).

14.
Complémentarité des approches quantitatives et qualitatives dans l'analyse des discours ?. 2012. (Simpósio).

15.
Le travail sur la langue en Europe. 2012. (Seminário).

16.
V Congreso Latinoamericano de Ciencia Politica. Oligarquia e democracia nos partidos políticos: a crítica de Gramsci a Michels. 2010. (Congresso).

17.
6° Colóquio Internacional Marx e Engels.Gramsci crítico de Michels. 2009. (Outra).

18.
Seminário Internacional Lukács e a Emancipação Humana.Gramsci crítico de Michels - Liderança Carismática. 2009. (Seminário).

19.
5° Colóquio Internacional Marx e Engels.Gramsci e Michels: um diálogo sobre a burocracia. 2007. (Outra).

20.
5° Seminário Internacional Gramsci.Gramsci e Michels: diálogos sobre burocratização. 2007. (Seminário).

21.
I Colóquio Marx e os Marxismos.Gramsci e Michels: diálogos sobre burocratização. 2007. (Simpósio).

22.
4º Colóquio Marx e Engels.4º Colóquio Marx e Engels. 2005. (Simpósio).

23.
Encontro de Pesquisa em Ciências Humanas.Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. 2005. (Encontro).

24.
Teoria Política do Socialismo.Concepção de Partido em Rosa Luxemburg. 2005. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERNANDES, R. C. F.. Histórias do Comunismo: o Partido Bolchevique e o Partido Comunista Brasileiro. 2015. (Outro).

2.
FERNANDES, R. C. F.. Nem classe trabalhadora, nem socialismo: O PT das origens aos dias atuais. 2015. (Outro).

3.
FERNANDES, R. C. F.. Marx e as crises. 2009. (Outro).

4.
FERNANDES, R. C. F.. 5° Colóquio Internacional Marx e Engels. 2007. (Congresso).

5.
FERNANDES, R. C. F.. 4° Colóquio Internacional Marx e Engels. 2005. (Congresso).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
FERNANDES, R. C. F.. Milcíades Peña y el problema nacional. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 24/01/2019 às 11:44:53