Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9821944513505622
  • Última atualização do currículo em 19/09/2018


Psicóloga formada pela Universidade Federal Fluminense (2002). Mestre (2006) e Doutora (2011) em Psicologia pela linha Clínica e Neurociência, Departamento de Psicologia PUC-Rio. Pós Doutorada no grupo Interação Social e Desenvolvimento-UERJ (2014). Professora adjunta do departamento de Psicologia UFF-PURO. Professora Colaboradora da Pós Graduação em Psicologia Social UERJ. Tem interesse em psicometria e avaliação psicológica, mais precisamente na validação de instrumentos de medidas em Psicologia. Atualmente enfatiza a investigação em Avaliação Cognitiva Experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: neuropsicologia e desenvolvimento cognitivo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos
Nome em citações bibliográficas
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat;FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.;Fioravanti-Bastos, A. C. M;Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos;Ana Carolina Moneratt;Ana Carolina Monneratt Fioravanti-Bastos;Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt;BASTOS, A.C.M.F.;FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat;BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Fluminense, Reitoria.
Rua Recife - até 599/600
Jardim Bela Vista
28895532 - Rio das Ostras, RJ - Brasil
Telefone: (21) 988454934
URL da Homepage: www.uff.br


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2011
Doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Efeito da raça na percepção de faces em crianças origem japonesas e não japonesas no Brasil em duas faixas etárias, Ano de obtenção: 2011.
Orientador: Jesus Landeira-Fernandez.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia do Desenvolvimento Humano / Especialidade: Processos Perceptuais e Cognitivos; Desenvolvimento.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Fundamentos e Medidas da Psicologia / Especialidade: Construção e Validade de Testes, Escalas e Outras Medidas Psicológicas.
2005 - 2006
Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: ?Propriedades Psicometricas do Inventario de Ansiedade Traço-Estado IDATE?,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Jesus Landeira-Fernandez.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
1997 - 2002
Graduação em Psicologia.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: A concepção de autonomia pessoal das crianças.
Orientador: Vera Maria Ramos de Vasconcellos.


Pós-doutorado


2013 - 2014
Pós-Doutorado.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: psicometria.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: psicologia evolucionista.
2011 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social / Especialidade: Relações Interpessoais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia do Desenvolvimento Humano.


Formação Complementar


2007 - 2007
avaliacao psicologica. (Carga horária: 4h).
Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica, IBAP, Brasil.
2000 - 2000
Theoretical and Methodological perspectives in dev. (Carga horária: 33h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.


Atuação Profissional



Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, TCE/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Avaliador de pesquisa, Enquadramento Funcional: Avaliador de pesquisas


Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2000 - 2003
Vínculo: estagiaria, Enquadramento Funcional: estagiária
Outras informações
Bolsista FAPERJ

Atividades

05/2017 - Atual
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Extensão, Departamento de Psicologia.

Atividade de extensão realizada
Cueso: desenvolvimento infantil e neurociências.
06/2015 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Departamento de Psicologia Rio das Ostras.

Cargo ou função
Membro do Nucleo Docente Estruturante.
02/2014 - Atual
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
estatistica
psicometria
metodologia de pesquisa quantitativa
metodos de inferência
Supervisão de estágio de avaliação psicológica
02/2015 - 02/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Departamento de Psicologia Rio das Ostras.

Cargo ou função
membro do colegiado de curso.
02/2014 - 07/2014
Extensão universitária , Pró-Reitoria de Extensão, Departamento de Psicologia.

Atividade de extensão realizada
Curso: Introdução a Psicometria.

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador
Outras informações
Pós Graduação em Psicologia Social

Atividades

06/2012 - Atual
Ensino, Psicologia Social, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos de análise quantitativa
Tópicos especiais em psicologia social I
Uso do SPSS
Topicos em psicometria
Psicometria 1
analises estatisticas e investigacoes psicologicas e o uso do spss
06/2011 - Atual
Ensino, Pós Graduação em Geriatria e Gerontologia, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Bases do sistema nervoso
Atenção
Funçoes executivas
memoria

Centro Universitário Augusto Motta, UNISUAM, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 12
Outras informações
Professora de Processos Psicológicos Básicos (Sensação, Percepção, Atenção, Linguagem; Inteligência, Aprendizagem, Memória; Motivação, Emoção) e Tecnicas Psicométricas de Avaliação Psicológica


Instituto Habilitar, IBNEURO, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Convidado, Carga horária: 12
Outras informações
Disciplina: "Técnicas do Exame Psicológico e Neuropsicológico"


Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2010
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio em docência, Carga horária: 4
Outras informações
Estágio em docência nas disciplinas Métodos Quantitativos, Processos Psicológicos Básicos, Ciência Cognitiva e Avaliação Psicológica, durante o mestrado e doutorado na PUC-Rio.



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Elaboração de Medidas em Comportamento Organizacional
Descrição: O presente projeto de amplo escopo tem por objetivo explorar o campo da medida aplicada às organizações. Atualmente o campo no Brasil conta com uma quantidade limitada de instrumentos com propriedades psicométricas conhecidas, sem as quais não é possível fazer uso adequado dos mesmos para a tomada de decisão. O presente projeto tem por objetivo abarcar os temas de Qualidade de Vida no Trabalho, Clima Organizacional e Cultura Organizacional...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Desenvolvimento de um protocolo para avaliação neuropsicológica das Funções Executivas
Descrição: A revisão de questões metodológicas e conceituais relacionadas à avaliação neuropsicológica das Funções Executivas (FEs), tem sido muito discutida atualmente. As FEs envolvem funções cognitivas como atenção, memória, raciocínio e julgamento, relacionadas ao planejamento e execução de comportamentos complexos. Apesar da discrepância na literatura atual, evidências (da neuroimagem, da neurofisiologia e da neuropsicologia) sugerem a existência de diferentes processos cognitivos, relacionados a diferentes regiões corticais e subcorticais, envolvidos nas FEs. (Stuss & Alexander, 2000). Tal diferenciação possibilita operacionalização na investigação dessas diferentes funções. Miyake, et al., (2000) descreve o sistema inibitório como o sistema responsável pela capacidade do sujeito de inibir uma resposta, automática ou treinada, quando lhe for solicitado. Consta de uma função básica das FEs, uma vez que é o pressuposto para que o sujeito redirecione a execução da tarefa, implicando na flexibilidade cognitiva e consequente tomada de decisão. O funcionamento satisfatório desta função pode estar ligado essencialmente ao controle da impulsividade. Neste projeto, usaremos três instrumentos para avaliar um protocolo neuropsicológico do sistema inibitório e controle da impulsividade na tomada de decisão, objetivando uma melhor compreensão destes mecanismos das funções executivas: 1- Uma variação do Teste Stroop (Stroop, 1935), chamada "Stop Signal", desenvolvida para estudar a imposição de controle cognitivo para minimizar a interferência no processamento central produzida por distratores. 2- O Barratt Impulsiveness Scale (BIS-11), uma escala de autorrelato que avalia a presença de manifestações da impulsividade. 3- O IGT (Iowa Gambling Task, versão em Português ? Malloy-Diniz et al, 2008), uma tarefa neuropsicológica para avaliar o processo de tomada de decisões. Estudaremos a interação do Teste Stroop - ?Stop Signal?, no qual a emissão da resposta deve ser cancelada após a ocorrência de um sinal específico, com instrumentos para avaliar o cotrole inibitório e a impulsividade na tomada de decisão (IGT e BIS-11). Nosso objetivo é definir um protocolo de testagem a partir de instrumentos que avaliem, principalmente a atenção e o controle inibitório. Assim, investigaremos a correlação entre os resultados sobre as tendências de manifestação de comportamentos impulsivos na capacidade de tomar decisões e como que a imposição de controle executivo de alta ordem, visando resolver os conflitos inerentes à tarefa Stroop, interagirá com outros controles necessários ao cancelamento da resposta a ser executada, em função do surgimento do comando de STOP. Em outras palavras, investigaremos como o sistema executivo organiza este controle de alta ordem em duas subfunções distintas: resolver os conflitos inerentes à tarefa Stroop e eventualmente (em decorrência do aparecimento do sinal de STOP) frear a execução da resposta que estava sendo planejada, ativando um processo de inibição da resposta. A definição do protocolo de avaliação neste projeto é essencial para que possamos aplicar, através de futuras colaborações, protocolos semelhantes em populações clínicas ou subclínicas com comprometimento de funções executivas, ampliando nosso entendimento sobre estas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos - Coordenador / Wayson Maturana - Integrante.Financiador(es): pibic - Auxílio financeiro.
2014 - 2017
Crenças e metas parentais de socialização das emoções em crianças
Descrição: O presente projeto está embasado na perspectiva evolucionista e sociocultural, e, portanto, tem uma visão teórica interacionista do indivíduo com o ambiente em que se desenvolve. Os pais são considerados como agentes fundamentais na socialização de competências da criança relacionadas à manifestação e compreensão das emoções, e no estabelecimento de metas que moldam selves mais autônomos ou mais interdependentes. Assim sendo, é necessário conhecer melhor o que pensam sobre as emoções, a necessidade de acompanharem e transmitirem conhecimentos a esse respeito às suas crianças, bem como as tendências que privilegiam em termos de seus filhos tornarem-se indivíduos mais independentes ou mais relacionais. Tendo como objetivos principais investigar crenças e metas parentais de socialização para emoção, e desenvolver instrumentos para o estudo dessas concepções, esse projeto está composto por dois estudos que tem os seguintes propósitos: (1) ampliar estudo anterior, realizado no Rio de Janeiro, sobre crenças e metas de socialização da emoção, investigando um ambiente rural, de pequenas comunidades agrícolas (Apeú, no Pará) e comparar os dados dos dois contextos, e (2) adaptar escalas de crenças (desenvolvida por Chan, 2011) e de metas de socialização parentais (segundo Halberstadt et al., 2008) relacionadas à emoção, para uso com população do Rio de Janeiro. Além de pais e mães, residentes no Apeú, município de Castanhal, no Pará, pais e mães residentes no Rio de Janeiro também participarão do projeto no estudo de validação de escalas a serem adaptadas. Espera-se que esse trabalho traga contribuições não só para a compreensão do processo de socialização da emoção em contextos nacionais, mas para a produção de instrumentos de investigação neste campo de estudo, apropriados para sua utilização com participantes brasileiros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2016
TIC, crianças, jovens, mediação parental e escola: análise de usos e habilidades com TIC, a partir dos dados do CETIC.Br
Descrição: Ao longo dos últimos anos os órgãos brasileiros de fomento e de pesquisa vêm investindo na realização de pesquisas de largo espectro sobre o acesso às tecnologias da comunicação e da informação e sobre os usos e apropriações destas na vida cotidiana, nas escolas e nas empresas do país. Essa iniciativa integra esforços, que já vêm sendo realizados em outros países, de produzir evidências empíricas que possam subsidiar a formulação de políticas públicas, especialmente aquelas que visam a inserção de tecnologias na escola e na prática pedagógica. Desde 2005, Comitê Gestor da Internet no Brasil desenvolve pesquisas sobre perfil de usuários, os modos de uso e apropriações das TIC, gerando dados de abrangência nacional, com alto grau de detalhamento. A presente proposta tem como foco a análise desses dados, visando a formulação de hipóteses acerca das relações que crianças, jovens, professores e escolas estabelecem com a Internet. O estudo terá como fonte bases consolidadas das pesquisas TIC Criança, TIC Educação e TIC Kids Online Brasil e será estruturado em cinco eixos temáticos: 1) fatores que interferem na aprendizagem de uso seguro da Internet por crianças de 5 a 9 (base TIC Criança); 2) riscos e oportunidades na relação de crianças com a Internet, comparando diferentes faixas etárias (base TIC Criança e TIC Kids Online); 3) perfis de uso do computador e da Internet pelo professor em atividades com os alunos do 5º e do 9º ano do ensino 2 fundamental, em escolas públicas brasileiras, e sua correlação com a aprendizagem dos alunos em Leitura e Matemática, em 2011 e 2013 (bases TIC Educação; Censo Escolar; Prova Brasil e avaliações estaduais de sistemas de ensino); 4) percepção de professores sobre os objetivos pedagógicos do uso de tecnologia na escola e relações entre apoio institucional, formação dos professores e uso de TIC na sala de aula; 5) fatores que impactam o desenvolvimento de habilidades de uso de internet pelos estudantes, em especial, as habilidades educacionais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (3) .
Integrantes: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos - Integrante / Zena Eisenberg - Coordenador / rosalia duarte - Integrante.
2010 - 2013
Desenvolvimento de indicadores para monitoramento de creches na cidade do Rio de Janeiro
Descrição: O interesse pelo desenvolvimento de indicadores para monitoramento e avaliação de programas sociais vem crescendo na cidade do Rio de Janeiro em particular. Indicadores dessa natureza buscam operacionalizar dimensões sociais abstratas e complexas de forma objetiva e padronizada. A escolha de indicadores para monitoramento e avaliação de programas sociais deve atender a um conjunto de propriedades que possam retratar de forma válida, fidedigna e relevante, a dimensão social em questão. Dessa forma, o desenvolvimento de indicadores que apresentem tais propriedades representa um aspecto importante capaz de garantir uma avaliação adequada de tais programas sociais. A cidade do Rio de Janeiro vem investindo fortemente na educação infantil durante o período pré-escolar, cuja idade vai desde quatro meses até cinco anos de idade. Atualmente, são oferecidas cerca de 29 mil vagas em creches municipais e mais 14 mil em conveniadas. A preocupação está voltada não apenas para a expansão da oferta, mas também para a garantia de qualidade dos serviços ofertados. Para medir a qualidade desses serviços, devem-se monitorar os insumos utilizados em sua produção (os recursos humanos, o espaço físico, materiais etc.). Contudo, indicadores construídos a partir dos insumos não são suficientes para revelar o quão efetiva é a oferta de educação infantil municipal. É preciso contar também com medidas objetivas do nível de desenvolvimento das crianças que freqüentam essas creches. Espera-se que crianças em creches de boa qualidade sejam mais estimuladas e, com isso, obtenham um bom nível de desenvolvimento condicionado à sua idade. A presente proposta tem como objetivo apresentar as etapas e custos para a tradução, validação da escala Ages and Stages Questionnaires: Social-Emotional (ASQ:SE), utilizada para avaliar o desenvolvimento de aspetos sociais e emocionais em crianças pré-escolares. O ASQ:SE busca avaliar sete áreas relacionadas com as o funcionamento emocional e social de crianças..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Normatização e Validação do Teste de Associações Implícitas-Ansiedade
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos - Integrante / J. Landeira-Fernandez - Coordenador / Alberto Filgueiras - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2010 - Atual
A CONSTRUÇÃO DO SELF COM O OUTRO EM CONTEXTOS DE SOCIALIZAÇÃO DISTINTOS
Descrição: Assume-se a visão de que o processo de desenvolvimento ou construção do self é básico e universal, e envolve a interação com os outros e o estabelecimento de relações desde a gestação. Embora geral, pode seguir rotas próprias e diferenciadas, ao ocorrer em nichos específicos no contexto sociocultural do desenvolvimento. Estudos anteriores indicaram diferenças intraculturais em mães brasileiras, influenciadas pelo número de habitantes da cidade em que residiam as mães e seu nível educacional. O projeto tem por foco uma das etapas importantes do desenvolvimento do self, a do autorreconhecimento, em dois grupos de mães e suas crianças: do Rio de Janeiro (com metas de independência) e de Florianópolis (com metas de interdependência). O desenvolvimento do self nessas duas direções predominantes será analisado em seus aspectos de autorreconhecimento, autorregulação, capacidade de cooperação e comportamentos de altruísmo. Para desenvolvê-lo são realizados três estudos, sendo um longitudinal em ambiente natural..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
AUTONOMIA E INTERDEPENDÊNCIA EM FAMÍLIAS DO RIO DE JANEIRO
Descrição: Esse projeto resulta de estudos desenvolvidos por esse grupo em colaboração com outros pesquisadores em rede nacional. É continuidade do projeto A construção do self em contextos de socialização distintos. O foco continua o desenvolvimento do self e as trajetórias de autonomia, interdependência e autonomia relacional. Entretanto, o conjunto de investigações aqui realizadas é ampliado nos seguintes aspectos: (a) o estudo de crenças maternas em trajetórias de socialização inclui sistemas de crenças em famílias, e de outros cuidadores, além de mães e pais; (b) a faixa do ciclo vital contemplada se alarga, incluindo adolescentes e jovens; e (c) novos instrumentos são adaptados e desenvolvidos. Além de ser considerado de grande relevância teórica e empírica, o estudo da construção da subjetividade na ontogênese e as dimensões de autonomia e interdependência nessa construção tem implicações para programas de promoção de saúde na psicologia e na educação. As transformações decorrentes de processos de urbanização em sociedades pós-industriais têm levado a uma crescente valorização da autonomia e da independência em grupos culturais. Embora essa tendência tenha inegáveis aspectos positivos, pensamos que os diversos problemas decorrentes dessa urbanização e da vida em grandes cidades poderiam ser beneficiados do desenvolvimento de indivíduos solidários, cooperativos e comprometidos com a coletividade, próprios de um self interdependente. Estão definidos nesse projeto dois estudos empíricos, além do seguimento de estudos teóricos. Nesses, buscar-se-á articular a literatura sobre conjugalidade, intersubjetividade no laço conjugal, arranjos familiares contemporâneos, transmissão geracional e transição para a vida adulta aos estudos sobre trajetórias de socialização, autonomia, interdependência e construção do self, além de aspectos específicos de ?envelope narrativo? (segundo definido por H. Keller) e o papel da empatia e das emoções no desenvolvimento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2017
Memória de Reconhecimento facial em Crianças: Evidências do efeito da raça do num estudo entre culturas
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos - Coordenador / J. Landeira-Fernandez - Integrante / Alberto Filgueiras - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2006 - 2010
Transtornos de ansiedade e o sistema motivacional de defesa: aspectos básicos e aplicados
Descrição: Nesse projeto foram desenvolvidos cinco experimentos com modelos animais. Um experimento investigou aspectos comportamentais envolvidos no condicionamento contextual aversivo. (Experimento 1). Investigou-se também a participação do hipotálamo lateral na ocorrência de úlceras estomacais produzidas por restrição em água fria (Experimento 2); a participação do complexo amigdalóide na regulação da resposta de congelamento induzida pela estimulação elétrica da matéria cinzenta periaquedutal dorsal (DPAG; Experimento 3);, a inibição de respostas de defesa ativa induzidas pela estimulação química da DPAG com NMDA através do condicionamento contextual aversivo (Experimento 4). Estes experimentos tiveram como objetivo compreender como a circuitaria neural subjacente ao sistema motivacional de defesa está organizado. A principal metodologia envolvida nesse tipo de pesquisa foi a manipulação neuro-farmacológicas e suas conseqüências nas reações de defesa em determinados modelos animais. Finalmente, este projeto desenvolveu linhagens de ratos com alta e baixa taxa decongelamento. O presente projeto validou a escala de sensibilidade à ansiedade, uma escala que tem como objetivo avaliar a reação depânico em pacientes que sofrem deste tipo de transtorno . Integrantes: Jesus Landeira Fernandez - Coordenador. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2010
Normatização e Validação do Inventário de Ansiedade Traço Estado Y para população brasileira.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos - Coordenador / J. Landeira-Fernandez - Integrante / Alberto Filgueiras - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2005 - 2007
Propriedades Psicométricas da versão em português do Questionário de Preocupação do Etado da Pensilvania

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Jesus Landeira Fernandez em 05/03/2013.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2006
Relação entre o transtorno de ansiedade generalizada o ataques de pânico em modelos animais e seres humanos
Descrição: Apesar de a ansiedade constituir-se em um fenômeno tipicamente humano, é possível encontrar correlações entre essa emoção e respostas de defesa que animais exibem a estímulos ameaçadores. A partir dessa perspectiva, vários estudos definem o medo e a ansiedade como um sistema motivacional Relacionado com reações de defesa a situações adversas do meio externo. Esse sistema seria responsável pela detecção de estímulos de perigo no meio ambiente, bem como reagir adequadamente a esses estímulos que ameaçam a integridade do organismo. Nesse sentido, a utilização de modelos animais permite investigar esse sistema motivacional de defesa através de metodologia experimental, privilegiando o controle de variáveis e conseqüentemente aumentando a validade interna desse tipo de investigação. Um dos objetivos deste projeto é o de dar continuidade a esse tipo de pesquisa básica que vem já vem sendo sistematicamente desenvolvida em meu laboratório. Nesse sentido, serão desenvolvidos cinco experimentos com modelos animais. Um experimento pretende investigar aspectos comportamentais envolvidos no condicionamento contextual aversivo. (Experimento 1). Pretende-se também investigar a participação do hipotálamo lateral na ocorrência de úlceras estomacais produzidas por restrição em água fria (Experimento 2); a participação do complexo amigdalóide na regulação da resposta de congelamento induzida pela estimulação elétrica da matéria cinzenta periaquedutal dorsal (DPAG; Experimento 3);, a inibição de respostas de defesa ativa induzidas pela estimulação química da DPAG com NMDA através do condicionamento contextual aversivo (Experimento 4). Estes experimentos têm como objetivo compreender como a circuitaria neural subjacente ao sistema motivacional de defesa está organizado. A principal metodologia envolvida nesse tipo de pesquisa consistirá em manipulações neuro-farmacológicas e suas conseqüências nas reações de defesa em determinados modelos animais...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2003
Contextos Infantis de Construção do Conhecimento e Formação da Subjetividade da Criança de do Educador
Descrição: Ao longo de seis anos 97-03, construimos um referencial teórico-metodológico capaz de justificar formas e concepções de educar de pais e professores, encontradas nas práticas de Educação Infantil, mediante a colaboração de nossos parceiros de longa data, através de um estudo transcultural, realizado em parceria com o Prof. Dr.Friedlmeier e sua equipe 94/02. Investigamos como concepções intrasubjetivas e intersubjetivas influenciam práticas dos professores da educação infantil em diferentes contextos educacionais. A parte brasileira da pesquisa foi composta por entrevistas e vídeos produzidos com professoras da Educação Infantil e mães de creches públicas, comunitárias e particulares de Niterói, Duque de Caxias, São Gonçalo, Santo Antonio de Pádua, Angra dos Reis e Juiz de Fora. A partir das análises iniciadas em 99 (1ª etapa: Creches Públicas, 97-98), a 2ª etapa (99-00), em creches particulares, a 3ª etapa (01-02), em creche comunitárias (Duque de Caxias) e a 4ª etapa (00-03), creches públicas de S. Gonçalo. A pesquisa foi ampliada com questões específicas que culminaram de dissertações de mestrado e teses de doutorado. A questão central que nos une é: Qual o papel dos contextos sócio-culturais de formação da criança de 0 a 6 anos, através do ponto de vista de educadoras e mães, em creches e pré-escolas de níveis sócio-econômicos diferentes ?Obtivemos, como resultado principal através da fala, registro escrito e ações das professoras, construtoras da Educação Infantil em instituições de diferentes níveis sócio-econômicos (privadas, públicas e comunitárias), a descrição, reflexão e avaliação de suas práticas e o papel delas na formação das crianças. Próxima etapa (04-07), atingirá, gradativamente, o município do Rio de Janeiro (SME/RJ). A Pesquisa se dará com professoras de Educação Infantil e mães das creches públicas - antes comunitárias - do município. Que mudanças vêm ocorrendo na maneira de pensar das professoras é a nossa questão central..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2013 - 2014
ACOLHER, AVALIAR E ENCAMINHAR: ATENDIMENTOS PSICOLÓGICOS NA SAÚDE MENTAL INFANTO-JUVENIL NA ÁREA DE PLANEJAMENTO 3.1
Descrição: A área de planejamento 3.1 (SMS-RJ) possui recursos públicos limitados no acolhimento e atendimento de crianças com transtornos do espectro autista e/ou dificuldade de aprendizagem. As crianças com sofrimentos psíquicos, muitas vezes estigmatizadas por não atenderem as expectativas de pais, familiares e pessoas do entorno, muitas vezes não são encaminhadas ou acolhidas adequadamente pelo SUS dada a limitação regional do serviço público. Esse projeto de extensão visa atender parcialmente as demandas dessa região a partir de quatro aspectos: (1) acolhimento das demandas de crianças e adolescente com suspeita de atrasos no desenvolvimento em especial transtornos do espectro autista e/ou transtornos da aprendizagem para avaliação neuropsicológica e posterior encaminhamento, (2) articulação dos setores públicos da Assistência Social, Conselho Tutelar, Rede CAPSi e Saúde da Família da área para identificar demandas e encaminhar para tratamento os casos que precisarem, (3) educação dos pais, responsáveis e pessoas envolvidas para compreenderem as reais questões que envolvem a criança e, através de suas instruções, diminuírem seus próprios estigmas, e (4) promover o aprendizado prático de alunos da graduação da UNISUAM na avaliação neuropsicológica cuidando para evitar rotulações, mesmo em documentos emitidos pelo profissional de Psicologia. Inicialmente usaremos o Mini International Neuropsychiatric Interview (Sheehan et al., 1998) para delineamento inicial dos sintomas. As entrevistas livres e as sessões clínicas ? com limite máximo de 2 sessões de 40 minutos ? seguirão como norte a Psicoterapia Cognitiva de J. Beck (2002) e os princípios da neuropsicologia infantil como estabelecidos por Heilman e Valenstein (1992). Os testes psicométricos utilizados serão de dois tipos: objetivos e projetivos. Os testes objetivos utilizados serão: Escala de Stress Infantil (ESI), Teste Columbia ? para crianças até 7 anos, teste HTP e teste WISC-III ? para crianças acima de 7 anos, todos.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Estudos de Psicologia (Natal. Online)
2011 - Atual
Periódico: Interação em Psicologia (Impresso)
2013 - Atual
Periódico: Avaliação Psicológica (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Psicologia: Reflexão e Crítica (UFRGS. Impresso)
2013 - Atual
Periódico: Avaliação Psicológica (Impresso)
2017 - Atual
Periódico: Psychology (PSYCH) Editorial Board and Scientific Research Publishing
2017 - Atual
Periódico: PSICOLOGIA: TEORIA E PESQUISA (UNB. IMPRESSO)
2014 - Atual
Periódico: Avaliação Psicológica
2014 - Atual
Periódico: Revista de Psicologia- FACSO


Revisor de projeto de fomento


2013 - 2014
Agência de fomento: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Fundamentos e Medidas da Psicologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Avaliação Psicológica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Neuropsicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
aprovação em 2 lugar no concurso para avaliação psicologica, Adjunto 40h DE. Edital n. 2130/2016, UFF/Departameto de Psicologia.
2015
Atitude de enfermeiras frente aos direitos da crianca em nidade de terapia intensiva pediatrica, centro de estudos olinto de oliveira.
2015
1 lugar Premio saude da crianca e do adolescente- construcao e validacao teorica da escala sobre os direitos da crianca na terapia intensiva, UFRJ.
2013
Aprovada em 2 lugar no concurso publico para Professor Assistente 40 horas, DE, edital 312/2012 - Psicometria, Universidade Federal do Rio de Janeiro.
2010
Aprovada em 4º lugar no concurso para Professor Assistente, EDITAL Nº 08/2010, para a área de Psicometria e Testagem Psicológica Homol, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)., .


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
VICTOR, T.2018VICTOR, T. ; RAMOS, D. O. ; Seidl de Moura, M., L., ; Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt . Desenvolvimento de um instrumento para avaliação de satisfação e segurança no bairro. ESTUDOS E PESQUISAS EM PSICOLOGIA (ONLINE), v. 17, p. 556, 2018.

2.
Seidl de Moura, M., L.,2017Seidl de Moura, M., L., ; PESSÔA, LUCIANA FONTES ; MENDES, D. M. L. F. ; RAMOS, DANDARA DE OLIVEIRA ; Fioravanti-Bastos, A. C. M ; CARVALHO, R. V. C. ; DIAS, L. B. T. ; VICTOR, T. . Concepções sobre autonomia em faixas etárias diversas. ESTUDOS DE PSICOLOGIA, v. 34, p. 293-303, 2017.

3.
MARTINEZ, ELENA ARAUJO2017MARTINEZ, ELENA ARAUJO ; OLIVEIRA, ISABEL CRISTINA DOS SANTOS ; BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI ; SANTOS, PEDRO PAULO PIRES DOS ; SOUZA, TANIA VIGNUDA DE ; MORAES, JULIANA REZENDE MONTENEGRO MEDEIROS DE . VALIDAÇÃO TEÓRICA DE ESCALA DE ATITUDES DAS ENFERMEIRAS SOBRE DIREITOS DA CRIANÇA EM TERAPIA INTENSIVA. TEXTO & CONTEXTO ENFERMAGEM, v. 26, p. 1-12, 2017.

4.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat2016FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FILGUEIRAS, ALBERTO ; MOURA, MARIA LUCIA SEIDL DE . Evaluation of the Ages and Stages Questionnaire-Brazil by Early Childhood professionals. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 33, p. 293-301, 2016.

5.
FILGUEIRAS, ALBERTO2015FILGUEIRAS, ALBERTO ; GALVÃO, BRUNO DE OLIVEIRA ; PIRES, PEDRO ; Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt ; HORA, GABRIELA PEREIRA RANGEL ; SANTANA, CRISTINA MARIA TEIXEIRA ; LANDEIRA-FERNANDEZ, JESUS . Tradução e adaptação semântica do Questionário de Controle Atencional para o Contexto Brasileiro. Estudos de Psicologia (PUCCAMP. Impresso), v. 32, p. 173-185, 2015.

6.
DIAS, N.M.2015DIAS, N.M. ; GOMES, C.M.A. ; REPPOLD, C.T. ; BASTOS, A.C.M.F. ; PIRES, E.U. ; CARREIRO, L.R.R. ; SEABRA, A.G. . Investigação da Estrutura e Composição das Funções Executivas: Análise de Modelos Teóricos. Psicologia: Teoria e Prática (Impresso), v. 17, p. 140-152, 2015.

7.
MECCA, T.P.2015MECCA, T.P. ; DIAS, N.M. ; REPPOLD, C.T. ; MUNIZ, M. ; GOMES, C.M.A. ; BASTOS, A.C.M.F. ; YATES, D.B. ; CARREIRO, L.R.R. ; MACEDO, E.C. . Funcionamento Adaptativo: Panorama Nacional e Avaliação com o Adaptive Behavior Assessment System. Psicologia: Teoria e Prática (Impresso), v. 17, p. 107-122, 2015.

8.
CARREIRO, L.R.R.2015CARREIRO, L.R.R. ; REPPOLD, C.T. ; MARIANI, M.M.C. ; LELLIS, V.R.R. ; DIAS, N.M. ; BASTOS, A.C.M.F. ; SEABRA, A.G. . Habilidades Cognitivas ao Longo do Desenvolvimento: Contribuições para o Estudo da Atenção Concentrada. Psicologia: Teoria e Prática (Impresso), v. 17, p. 153-170, 2015.

9.
SEIDL-DE-MOURA, MARIA LUCIA2014SEIDL-DE-MOURA, MARIA LUCIA ; PESSÔA, LUCIANA FONTES ; RAMOS, DANDARA DE OLIVEIRA ; MENDES, DEISE MARIA LEAL FERNANDES ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; DIAS, LUCIANA BROOKING TERESA . Beliefs of mothers, nannies, grandmothers and daycare providers concerning childcare. Paidéia (USP. Ribeirao Preto. Impresso), v. 24, p. 341-349, 2014.

10.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat2014FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; SEIDL-DE-MOURA, MARIA LUCIA ; Landeira-Fernandez, J. . O desenvolvimento do efeito da outra raça (EOR) em crianças: dos modelos de codificação de faces à emergência do EOR. Psicologia: Reflexão e Crítica (UFRGS. Impresso), v. 27, p. 134-144, 2014.

11.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat;FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.;Fioravanti-Bastos, A. C. M;Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos;Ana Carolina Moneratt;Ana Carolina Monneratt Fioravanti-Bastos;Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt;BASTOS, A.C.M.F.;FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat;BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI2014FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FILGUEIRAS, A. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Using a Visualized Reaction-Time Task to Assess Implicit Cognition in Brazilian and Japanese-Descendant Children. International Journal of Psychological Studies, v. 6, p. 80-87, 2014.

12.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat;FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.;Fioravanti-Bastos, A. C. M;Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos;Ana Carolina Moneratt;Ana Carolina Monneratt Fioravanti-Bastos;Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt;BASTOS, A.C.M.F.;FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat;BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI2014FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FILGUEIRAS, ALBERTO ; landeira-fernandez, j . The Other-Race Effect in Caucasian and Japanese-Descendant Children in Brazil: Evidence of Developmental Plasticity. Psychology (Irvine), v. 05, p. 2073-2083, 2014.

13.
FILGUEIRAS, ALBERTO2014FILGUEIRAS, ALBERTO ; HORA, GABRIELA ; FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M. ; SANTANA, CRISTINA M. T. ; PIRES, PEDRO ; GALVÃO, BRUNO DE OLIVEIRA ; Landeira-Fernandez, J. . Development and psychometric properties of a novel depression measure. Temas em Psicologia (Ribeirão Preto), v. 22, p. 249-269, 2014.

14.
Filgueiras, A2013Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; Pires, P. P. ; MENDONCA, I ; FONTENELLE, B ; POYARES, Maria ; DE OLIVEIRA, C. E. T. ; SABOYA, Eloisa ; MARQUES, Carla V. M. . Estrutura Fatorial e Propriedades Psicométricas da Escala de Stress Infantil Adaptada para uma Amostra de Crianças Cegas. Psico (PUCRS. Impresso), v. 44, p. 26-33, 2013.

15.
Seidl de Moura, M., L.,2013Seidl de Moura, M., L., ; ZIVIANI, Cílio ; DONATO, A. ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; RIBAS, R. . Dimensions of Familial Allocentrism in Brazilian Mothers from State Capitals and Small Cities. Spanish Journal of Psychology, v. 16, p. 1, 2013.

16.
Seidl de Moura, M., L.,2013Seidl de Moura, M., L., ; ZIVIANI, Cílio ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; CARVALHO, R. V. C. . Adaptação brasileira das escalas de self autônomo, relacionado e autônomo-relacionado de Ç. Kağitçibaşi.. Avaliação Psicológica (Impresso), v. 12, p. 193-201, 2013.

17.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat;FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.;Fioravanti-Bastos, A. C. M;Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos;Ana Carolina Moneratt;Ana Carolina Monneratt Fioravanti-Bastos;Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt;BASTOS, A.C.M.F.;FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat;BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI2011FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Cheniaux Elie ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Development and validation of a short-form version of the Brazilian State-Trait validation of a short-form version of the Brazilian State-Trait. Psicologia: Reflexão e Crítica (UFRGS. Impresso), v. 24, p. 570-579, 2011.

18.
Filgueiras, A2010Filgueiras, A ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; CONDE, E. F. Q . A Tarefa de Empilhar Cubos como Estratégia para Avaliação Motora Fina e Treinamento Mental de Atletas. Coleção Pesquisa em Educação Física, v. 9, p. 35-42, 2010.

19.
Filgueiras, A2010Filgueiras, A ; FONTENELLE, B ; MENDONCA, I ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; POYARES, Maria ; DE OLIVEIRA, C. E. T. ; SABOYA, Eloisa ; MARQUES, Carla V. M. . A avaliação do stress em crianças cegas por meio da Escala de Stress Infantil (ESI): diferenças de gênero e de faixas etárias. Benjamin Constant (Rio de Janeiro), v. 46, p. 2, 2010.

20.
Escocard, Maria Rachel Pessanha Gimenes2009 Escocard, Maria Rachel Pessanha Gimenes ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Anxiety Sensitivity Factor Structure Among Brazilian Patients with Anxiety Disorders. Journal of Psychopathology and Behavioral Assessment, v. 31, p. 246-255, 2009.

21.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat;FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.;Fioravanti-Bastos, A. C. M;Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos;Ana Carolina Moneratt;Ana Carolina Monneratt Fioravanti-Bastos;Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt;BASTOS, A.C.M.F.;FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat;BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI2006 FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FARIAS, L. ; MAISSONETTE, S. ; CRUZ, A. P. M. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliação da Estrutura Fatorial da Escala de Ansiedade-Traço do IDATE. Avaliação Psicológica, v. 5, p. 217-224, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
Filgueiras, A ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; CHARCHAT-FICHMAN, H ; Cheniaux Elie ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliação da ansiedade por meio do teste de associação implícita.. In: Landeira-Fernandez, J.; Fukusima, S. S... (Org.). Métodos de pesquisa em neurociência clínica. Barueri: Manole, 2012, v. , p. 56-65.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Fioravanti-Bastos, A. C. M. Desafios na adaptação e validação de instrumentos ? as Escalas de Kagitcibasi. In: XI Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2017, Aracaju. XI Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2017.

2.
MARTINEZ, E. ; OLIVEIRA, I. C. S. ; Fioravanti-Bastos, A. C. M ; Filgueiras, A.J . Validação de Escala de Atitudes das Enfermeiras frente aos Direitos da Criança em UTIP. In: 6º Seminário Nacional de Saúde da Criança e Adolescente, III Seminário Internacional de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente,, 2014, Rio de Janeiro. Prioridades de pesquisa em saúde da criança e do adolescente: redes de produção e parcerias nacionais e internacionais. Rio de Janeiro: Escola de Enfermagem Anna Nery, 2014. p. 89-89.

3.
MARTINEZ, E. ; OLIVEIRA, I. C. S. ; Fioravanti-Bastos, A. C. M ; Filgueiras, A . Atitudes das enfermeiras frente à garantia dos direitos da criança em UTIP. In: 6º Seminário Nacional de Saúde da Criança e Adolescente, III Seminário Internacional de Pesquisa em Saúde da Criança e do Adolescente, 2014, Rio de Janeiro. Prioridades de pesquisa em saúde da criança e do adolescente: redes de produção e parcerias nacionais e internacionais. Rio de Janeiro: Escola de Enfermagem Anna Nery, 2014. p. 89-89.

4.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. politicas educacionais e desenvolvimento infantil. In: IX Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2013, Joao Pessoa. IX Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2013.

5.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; Seidl de Moura, M., L., ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliação e Monitoramento das crianças das creches do Município do Rio de Janeiro: crenças e valores dos educadores infantis. In: III Reunião anual do IBNeC e IV Fórum de Neurobiologia do Stress, 2012, Florianópolis. III Reunião anual do IBNeC e IV Fórum de Neurobiologia do Stress, 2012.

6.
Seidl de Moura, M., L., ; ZIVIANI, Cílio ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; CARVALHO, R. V. C. . Adaptação das Escalas de Self Autônomo, Relacionado e Autônomo - Relacionado de Ç Kagitçibasi. In: III Reunião anual do IBNeC e IV Fórum de Neurobiologia do Stress, 2012, Florianópolis. III Reunião anual do IBNeC e IV Fórum de Neurobiologia do Stress, 2012.

7.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Efeito da raça no reconhecimento de faces em crianças descendentes de japoneses e não. In: 41ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2011, Belem. 41ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2011.

8.
Souza, Amanda Cristina De Freitas Souza ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; Azevedo, Daniele Vieira ; VASCONCELLOS, V. M. R. . O QUE PENSAM OS AGENTES AUXILIARES SOBRE SUAS CRECHES. In: VIII Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2011, Brasilia. VIII Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento, 2011.

9.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . A Avaliação Psicológica e a Problemática da Medida. In: 7º Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2011, Salvador. 7º Congresso Norte Nordeste de Psicologia, 2011.

10.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . . The development of other race effect in face recognition: Evidences in a cross-cultural study. In: 2010 Neuroscience Meeting Planner, 2010, Los Angeles. 2010 Neuroscience Meeting Planner, 2010.

11.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Desenvolvimento do reconhecimento de faces: um estudo entre culturas.. In: I Reunião Anual do IBENeC, 2010, Rio de Janeiro. I Reunião Anual do IBENeC, 2010.

12.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação do Teste de Associaçao Implícita para avaliar o auto-conceito de etnia oriental versus ocidental. In: X Congresso Brasileiro de Neuropsicologia, 2009, São Paulo. X Congresso Brasileiro de Neuropsicologia, 2009.

13.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação de um instrumento para avaliar o efeito do vies da raça no reconhecimento facial. In: X Congresso Brasileiro de Neuropsicologia, 2009, São Paulo. X Congresso Brasileiro de Neuropsicologia, 2009.

14.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliaçào da versào reduzida do Inventàrio de Ansiedade Traço Estado, com sua versào completa. In: XXXVII Reuniào Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2008, Uberlandia. XXXVII Reuniào Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2008.

15.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Escocard, Maria Rachel Pessanha Gimenes ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Estrutura Fatorial da Sensibilidade a Ansiedade entre pacientes cm disturbios de ansiedade. In: XXXVIII Reuniào Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2008, Uberlandia, MG. XXXVII Reuniào Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2008.

16.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FARIAS, L. ; MAISSONETTE, S. ; CRUZ, A. P. M. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Estrutura latente do inventário ansiedade traço estado. In: III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007, João Pessoa. III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007.

17.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação da versão reduzida do inventário ansiedade traço estado (IDATE)... In: III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007, João Pessoa. III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007.

18.
CASTILO, C. S. ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Propriedades psicométricas e estrutura latente da versão em português do questionário de preocupação do estado da pensilvânia.. In: III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007, João Pessoa. III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007.

19.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; COIMBRA, C. A. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . ANALISE DE ITENS DO INVENTÁRIO ANSIEDADE TRAÇO ESTADO POR MEIO DA TEORIA DE RESPOSTA AO ITEM. In: III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007, João Pessoa. III Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica, 2007.

20.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; BAPTISTA, Suely de Almeida . Creating Easy and Difficult Children: How teachers perspectives influence children´s development. In: XXXII Annual Meeting of the Jean Piaget Society, 2002, Philadelphia/PA. XXXII Annual Meeting of the Jean Piaget Society, 2002.

21.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; DIAS, Adelaide Alves . Autonomy as a Foundation of Moral Education. In: XXXI Annual Meeting of the Jean Piaget Society, 2001, Berkley/CA, 2001.

22.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; DIAS, Adelaide Alves . Autonomia e Moral na Educação Infantil. In: XXXI Reunião Anual de Psicologia da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2001, Rio de Janeiro. XXXI Reunião Anual de Psicologia da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2001.

Artigos aceitos para publicação
1.
SANTOS, P. P. P. ; Fioravanti-Bastos, A. C. M ; Erica de Lana ; PEIXOTO, J. M. ; CANDIDO, N. B. ; MOSE, L. B. . Factorial Structure of the Frugality Scale: Exploratory Evidence.. PSICO-USF (IMPRESSO), 2019.

2.
MENDES, DEISE MARIA LEAL FERNANDES ; Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt ; PIRES, P. . ' Escala Crenças parentais sobre competência emocional em crianças (COMPE): construção e parâmetros psicométricos. TEMAS EM PSICOLOGIA (RIBEIRÃO PRETO), 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
Fioravanti-Bastos, A. C. M. Desafios na adaptação e validação de instrumentos ? as Escalas de Kagitibasi. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
PIERI, R. V. ; MEIRELES, L. G. ; Fioravanti-Bastos, A. C. M ; OLIVEIRA, C. D. ; PIRES, P. ; DONATO, A. . Processo de tradução e validação do CSCQ para lingua portuguesa. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat. Desenvolvimento da atenção e funcões executivas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.. Metas e Mediação parentais: o desenvolvimento da autonomia e das FEs em bebes e crianças.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.. Desenvolvimento da Atenção e Funções Executivas: áreas cerebrais e funcionamento em relação a idade. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Seidl de Moura, M., L., . AUTONOMIA E INTERDEPENDÊNCIA EM FAMÍLIAS DO RIO DE JANEIRO. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Seidl de Moura, M., L., ; ZIVIANI, Cílio . AVALIAÇÃO DAS TRAJETÓRIAS DE SOCIALIZAÇÃO NO MODELO TEÓRICO DE ÇIGDEM KAGITÇIBASII:. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Seidl de Moura, M., L., . 'O olhar do educador infantil: Contextualizando a avaliação das crianças nas creches do município do Rio de Janeiro'. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. politicas educacionais e desenvolvimento infantil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
Seidl de Moura, M., L., ; ZIVIANI, Cílio ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; CARVALHO, R. V. C. . Adaptação das Escalas de Self Autônomo, Relacionado e Autônomo - Relacionado de Ç Kagitçibasi. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; Seidl de Moura, M., L., ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliação e Monitoramento das crianças das creches do Município do Rio de Janeiro: crenças e valores dos educadores infantis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . A Avaliação Psicológica e a Problemática da Medida. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Efeito da raça no reconhecimento de faces em crianças de origem japonesa e não japonesa no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Avaliação Psicológica. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Efeito da raça no reconhecimento de faces em crianças descendentes de japoneses e não japonesas. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Desenvolvimento do reconhecimento de faces: um estudo entre culturas... 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . A EMERGÊNCIA DO VIÉS DA RAÇA EM CRIANÇAS. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação do Teste de Associaçao Implícita para avaliar o auto-conceito de etnia oriental versus ocidental.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação de um instrumento para avaliar o efeito do vies da raça no reconhecimento facial.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
Filgueiras, A ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . O Teste de Associações Implícitas na mensuração de estados e traços de ansiedade através do TAI ansiedade. Um estudo teórico.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Filgueiras, A ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . O Teste de Associação Implícita na mensuração de estados de ansiedade causados por um filme ansiogênico.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Avaliaçào da versào reduzida do Inventàrio de Ansiedade Traço Estado, com sua versào completa.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Escocard, Maria Rachel Pessanha Gimenes ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Estrutura Fatorial da Sensibilidade a Ansiedade entre pacientes cm disturbios de ansiedade.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; FARIAS, L. ; MAISSONETTE, S. ; CRUZ, A. P. M. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Estrutura latente do inventário ansiedade traço estado.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Validação da versão reduzida do inventário ansiedade traço estado (IDATE).. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
CASTILO, C. S. ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . Propriedades psicométricas e estrutura latente da versão em português do questionário de preocupação do estado da pensilvânia... 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; COIMBRA, C. A. ; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . ANALISE DE ITENS DO INVENTÁRIO ANSIEDADE TRAÇO ESTADO POR MEIO DA TEORIA DE RESPOSTA AO ITEM.. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; BAPTISTA, Suely de Almeida . Creativity in the development of Autonomy.. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; BAPTISTA, Suely de Almeida . O Professor e a Criança fácil e dificil.. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
DIAS, Adelaide Alves ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat . Autonomy as the Foundation of Moral Education. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Agente Auxiliar de Creche: Educador da Infancia Carioca. 2011.

2.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Tradução e validação técnica da escala ASQ para avaliação do desenvolvimento infantil. 2010.

Trabalhos técnicos
1.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. I encontro de Psicologia Clinica e Neurociencias. 2009.

2.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. I encontro de Psicologia Clinica e Neurociencias. 2009.


Demais tipos de produção técnica
1.
FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat. Neuropsicologia do envelhecimento. 2017. .

2.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Introdução a Neuropsicologia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

5.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Tópicos em Psicometria. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Testagem Psicologica. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; Erica de Lana . Desenvolvimento Infantil de Neurociencias. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

9.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Psicologia do Esporte. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

10.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Curso de Especialização em Geriatria e Gerontologia. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos; ROCINHOLI, L.; PESSÔA, LUCIANA FONTES. Participação em banca de Amanda Graziele Aguiar Videira. avaliaçao de um programa de intervencao com leitura em voz alta para criancas de creche. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

2.
Fioravanti-Bastos, A. C. M; Mota, M; BENEVIDES, A.. Participação em banca de Karla Jessica Mello de Oliveira Tavares. Evidencias de validade de uma escala de competencia social. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

3.
Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos; Landeira-Fernandez, J.; PESSÔA, LUCIANA FONTES. Participação em banca de Maria Clara Veloso de Oliveira. Proposta de protocolo para avaliação neuropsicologica das funcoes executivas de pre escolares. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

4.
Fioravanti-Bastos, A. C. M; Borsa J. Participação em banca de Luiz Felipe Tavares. dados normativos e analise de itens do ages and stages questionaries para as creches publicas da cidade do rio de janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

5.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.; Borsa J; Landeira-Fernandez, J.. Participação em banca de Luiz Felipe Faria de Aboim Tavares. Propriedades Psicometricas do ASQ3: Comparação entre a versão original e adaptada para creches municipais do Rio de Janeiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

6.
CARREIRO, L.R.R.; TEIXEIRA, M. C. V.; FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.. Participação em banca de Regina Luisa de Freitas Marino. Praticas Educativas Parentais e sua relação com o perfil comportamental e desempenho cognitivo de crianças com transtorno de deficit de atenção e hiperatividade. 2015. Dissertação (Mestrado em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

7.
PEREIRA, M. G.; DAVID, I. A.; FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.. Participação em banca de Karisa de Morais. Desenvolvendo um protocolo Stroop para avaliar as habilidades de controle inibititório e flexibilidade cognitiva das funcoes executivas.. 2015. Dissertação (Mestrado em Medicina (Neurologia)) - Universidade Federal Fluminense.

Teses de doutorado
1.
Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos; MOGRABI, D.; ROCINHOLI, L.; Borsa J. Participação em banca de Carolina Irurita. Repercussoes do Omega3 AGPI-CL e da saude materna no desenvolvimento neuropsicologico na infancia. 2018. Tese (Doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

2.
Ana Carolina Monnerat Fioravanti-Bastos; Almeida, L, S; Seabra, K; Mourao., B.,L,.A. Participação em banca de Rossana de Vasconcelos Pugliese Vito. crencas de pais e educadores sobre a estimulacao de bebes em espacos alternativos de de desenvolviemnto infantil. 2018. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
BASTOS, A.C.M.F.. Participação em banca de Dandara Ramos. Efeito da Exposição a violência e outras variáveis contextuais sobre os comportamentos de risco de adolescentes brasileiros. 2017. Tese (Doutorado em medicina social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
Fioravanti-Bastos, A. C. M. Participação em banca de Ana Carla Lima Ribeiro Accioly. Fatores associados a sensibilidade materna em um grupo de primiperas cariocas. 2017. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat. Participação em banca de Luciana Brooking Teresa Dias. desenvolvimento neuropsicologico no primeiro ano de vida em bebes nascidos a termo e pre termo: uma analise longitudinal comparativa. 2017. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
MENDES, DEISE MARIA LEAL FERNANDES; Fioravanti-Bastos, Ana Carolina Monneratt; Nascimento, C; Justi, F. Participação em banca de Lara carolina de Almeida. Analise dos modelos explicativos de desempenho em leitura. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
Fioravanti-Bastos, A. C. M; CARNEIRO, E. G.; Mota, M; Seabra, K. Participação em banca de Christiane Rocha. Crenças parenteis sobre o câncer no filho: validação de um instrumento para uso no Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

8.
Fioravanti-Bastos, A. C. M; Mecca, T; CARREIRO, L.R.R.; SEABRA, A.G.. Participação em banca de Gisele Baraldi. propriedades psicometricas da versão brasileira do inventário de problemas de comportamento (BPI-01). 2016. Tese (Doutorado em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

9.
Mota, M; FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.; VALENTINI, F.; BENEVIDES, A.; FIGUEREDO, V. L.; VASQUES, I.. Participação em banca de Mariangela MIranda Ferreira Macedo. Wisc-IV: Evidencias de validade com grupos especiais. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

10.
DONATO, A.; VASCONCELLOS, V. M. R.; Vieira, M, L.; CARNEIRO, E. G.; FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.. Participação em banca de Jose Peixoto da Rocha Souza da Cunha. Cuidados Paternos, validação de um instrumento de medida. 2015. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

11.
DONATO, A.; CONDE, E. F. Q; Fioravanti-Bastos, A. C. M; CARNEIRO, E. G.; FALCONE, E.. Participação em banca de Livia Gomes Viana Meireles. Empatia em Treinadores Esportivos Brasileiros: um estudo exploratório. 2014. Tese (Doutorado em Curso de Mestrado e Doutorado da UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Qualificações de Doutorado
1.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.; VASCONCELLOS, V. M. R.; SANCHES, L.; Seabra, K. Participação em banca de Rossana de Vasconcellos Pugliese Vito. Crenças de pais e educadores sobre a estimulação de bebes em espaços de desenvolvimento infantil. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-doutorado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
Fioravanti-Bastos, A. C. M. Participação em banca de Vera Rocha Reis Lellis. desenvolvimento e testagem de uma bateria de avaliação informatizada de atenção memoria e função executiva em crianças do insino fundamental. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

3.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Participação em banca de Lara Carolina de Almeida. Desempenho em Leituras e Variáveis Metalinguisticas e Afetivo Comportamentias. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Participação em banca de Jose Peixoto da Rocha Souza da Cunha. Cuidados Parentais Paternos: validação de um instrumento de medida. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Participação em banca de Christiane Delúsia de Oliveira Rocha. Crença dos pais sobre filhos com câncer: validação de um instrumento para a população brasileira. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Serviço Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Participação em banca de ELENA ARAUJO MARTINEZ. os direitOs da criança na unidade de terapia intensiva pediátrica: atitudes das enfermeiras. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
FIORAVANTI, A. C. M.; Fioravanti-Bastos, A. C. M. Participação em banca de Eliza Helena POtelho. Burnout: a dor de educar dos trabalhadores de educação infantil. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

2.
FIORAVANTI, A. C. M.; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat. Participação em banca de Marcos Rosa do Nascimento. Impacto da capacidade de aprendizagem organizacional nas relaçoes de demanda recursos laborais e pessoais com engagamento. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

3.
FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat. Participação em banca de Karla Mello de Oliveira. Habilidades e competencias sociais: dois constructos?. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

4.
FIORAVANTI, Ana Carolina MOnnerat. Participação em banca de Dalva Alves dos Santos. Conscência Morfologica e desenvolvimento ortografico no portugues. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Salgado de Oliveira.

5.
BASTOS, ANA CAROLINA MONNERAT FIORAVANTI. Participação em banca de Marcio da Silva Ribeiro. padroes de leituras de palavras numeros e letras em sistema braille de alunos com deficiencia visual. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.

6.
Fioravanti-Bastos, A. C. M; FILGUEIRAS, A.. Participação em banca de Rodrigo Pieri. Coesão no esporte infantil: tradução e validação do cscq para a lingua protuguesa. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
BASTOS, A.C.M.F.. Participação em banca de Maria Clara Veloso de Oliveira. Proposta de protocolo para avaliação neuropsicologica da linguagem e funcoes executivas de pre escolares. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia (Psicologia Clínica)) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

8.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.; CARREIRO, L.R.R.; TEIXEIRA, M. C. V.. Participação em banca de Regina Luisa de Freitas Marino. Praticas Educativas Parentais e sua relação com o perfil comportamental e desempenho cognitivo de crianças com transtorno de deficit de atenção e hiperatividade. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FIORAVANTI-BASTOS, ANA CAROLINA M.; CARREIRO, L.R.R.; VALENTINI, F.; ROCINHOLI, L.; BULCAO, I.. Avaliação dos Processos Psicológicos e Psicometria. 2015. Universidade Federal Fluminense.

2.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; RODRIGUES, M. G. A.; REIS, A. C.; MOREIRA, A. R. C. P.; EISENBERG, Z. W.. Concurso Público para o Magistério Superior. 2013. Universidade Federal Fluminense.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Congresso Brasileiro de Psicologia : Ciência e Profissão. Participação:I Congresso Brasileiro de Psicologia : Ciência e Profissão. 2002. (Congresso).

2.
VI Simpósio de Psicologia do Hospital do Coração.Participação: VI Simpósio de Psicologia do Hospital do Coração. 2002. (Simpósio).

3.
I Seminário de Pesquisa e Extensão.Participação no I Seminário de Pesquisa e Extensão. 1997. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. . I Reunião Anual do Instituto Brasileiro de Neuropsicologia e Comportamento. 2010. (Congresso).

2.
FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat; LANDEIRA-FERNANDEZ, J. ; Erica de Lana . : I Encontro de Psicologia Clinica e Neurociências. 2009. (Congresso).

3.
VASCONCELLOS, V. M. R. ; FIORAVANTI-BASTOS, Ana Carolina Monnerat . III Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento. 2000. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Natasha de Barros Candido. EVIDÊNCIAS PSICOMÉTRICAS DA ESCALA BREVE DE IDEAÇÃO SUICIDA RELACIONADA AO TRABALHO (EBISRT).. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).

2.
Wayson Maturana. RELAÇÕES ENTRE FUNÇÕES EXECUTIVAS E AUTONOMIA EM CRIANÇÃS DE 3 A 6 ANOS. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Tese de doutorado
1.
Elena de Araujo Martinez. Os Direitos da criança na UTIP: Atitudes das Enfermeiras. 2015. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Coorientador: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Jéssica Guimarães. Sistema de ativação e inibição do comportamento: um estudo da adaptação cultural da escala de Carver & White. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Orientador: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Caroline Machado Leão. Processos atencionais e executivos: uma proposta de reabilitação cognitiva por meio de mindfulness.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos.

2.
Wayson Maturana. TDAH: UMA ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE O TRANSTORNO DE DEFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE COM O CONCEITO DE FUNÇÕES EXECUTIVAS. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos.

3.
Livia Moura de Andrade. Ansiedade e Depressão nas vitimas da catasfrofe de Friburgo. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Psicologia) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Ana Carolina Monnerat Fioravanti Bastos.



Outras informações relevantes


Membro da Society for Neuroscience 

Membro do Instituto Brasileiro de Neuropsicologia e Comportamento
Membro do GT da ANPEPP Avaliação Cognitiva e Neuropsicológica



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/10/2018 às 6:35:07