Elga Lessa de Almeida

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8748413531467157
  • Última atualização do currículo em 05/09/2018


Professora Adjunta da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), vinculada ao Núcleo de Estudos Interdisciplinares e Formação Geral - NUVEM/CECULT e professora do Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal da Bahia. Possui Doutorado e Mestrado em Administração pela Universidade Federal da Bahia, com estágio-sanduíche no Instituto Universitário de Lisboa, e graduação em Direito pela UFBA. Dedica-se a pesquisas de caráter interdisciplinar relacionando temáticas como políticas de reconhecimento, políticas públicas, organizações internacionais, movimentos sociais, conferências internacionais e, especialmente no Doutorado, a cooperação Sul-Sul, relações diplomáticas entre Brasil e países africanos e contexto africano contemporâneo. É pesquisadora do Laboratório de Análise Política Mundial - LABMUNDO/UFBA e do Centro de Estudos Internacionais - CEI/IUL. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Elga Lessa de Almeida
Nome em citações bibliográficas
ALMEIDA, E. L.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas - CECULT.
Rua do Imperador, 09
Cais do Araújo Pinho
44200000 - Santo Amaro, BA - Brasil
Telefone: (75) 32416649


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Administração.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
com período sanduíche em Instituto Universitário de Lisboa (Orientador: Karl Gerhard Seibert).
Título: Entre o discurso solidário e a ação pragmática: o sentido da cooperação técnica brasileira em Moçambique no governo Lula da Silva, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Elsa Sousa Kraychete.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2009 - 2011
Mestrado em Administração.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: A inserção de políticas públicas étnicas para terreiros de candomblé na agenda brasileira: os entrecruzamentos entre o global e o local,Ano de Obtenção: 2011.
Orientador: Elsa Souza Kraychete.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
2004 - 2006
Especialização em Curso de Especialização em Políticas e Gestão em S. (Carga Horária: 435h).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Participação popular na gestão da Segurança Pública.
2003 - 2003
Aperfeiçoamento em Curso de Preparação para Ingresso no Ministério Pú. (Carga Horária: 360h).
Fundação Escola Superior do Ministério Público do Estado da Bahia, FESMIP/BA, Brasil.
Título: não obrigatória. Ano de finalização: 2003.
1998 - 2002
Graduação em Direito.
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.




Formação Complementar


2013 - 2013
Disciplina Cultura, Política e Democracia. (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
2012 - 2012
Disciplina Política Externa Brasileira. (Carga horária: 60h).
Programa Pós-Graduação em Rel. Inter. San Tiago Dantas, UNESP/UNICAMP/PU, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto A, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2017 - Atual
Direção e administração, Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas - CECULT, .

Cargo ou função
Coordenação do Bacharelado Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas.
04/2015 - Atual
Ensino, Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Diversidades, Cultura e Relações Étnico-raciais
Relações Internacionais e cooperação cultural
Teoria das políticas públicas
Administração e gestão pública
08/2016 - 06/2017
Direção e administração, Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas - CECULT, .

Cargo ou função
Vice-Coordenação do Bacharelado Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas.

Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: pesquisador, Enquadramento Funcional: pesquisador

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: doutorando, Enquadramento Funcional: estágio-docente, Carga horária: 8
Outras informações
disciplina Administração

Atividades

09/2016 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Cooperação internacional para o desenvolvimento

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: bolsista, Regime: Dedicação exclusiva.


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de doutorado-sanduíche, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador
Outras informações
Realização da pesquisa "A inserção do Rio de Janeiro nas agendas da Cooperação Sul-Sul descentralizada"


Cristian Aid, CRISTIAN AID, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador
Outras informações
Realização de pesquisa "Cooperação Sul-Sul: Brasil-Angola"


União Metropolitana de Educação e Cultura, UNIME, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor especialista

Atividades

08/2011 - 02/2012
Ensino, Curso de Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Direito Administrativo
Legislação Trabalhista e Previdenciária

Faculdade Adventista da Bahia, IAENE, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Horista, Enquadramento Funcional: Professor especialista

Atividades

07/2011 - 08/2011
Ensino, Curso de Gestão Pública e Desenvolvimento Regional, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Planejamento Estratégico Governamental

KOINONIA - Presença Ecumênica e Serviço, KOINONIA, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assessoria jurídica, Carga horária: 20
Outras informações
Atividades: pesquisa de legislação referente aos interesses dos terreiros de candomblé; assessoria na formação de associações civis (elaboração de estatuto, atas, acompanhamento cartorário e orientação quanto ao CNPJ, CGA, RAIS, utilidade pública, CNAS, CMAS, etc); acompanhamento processual na esfera civil e administrativa; elaboração de oficinas sobre os direitos relativos às comunidades de candomblé.


Fundação Cidade Mãe, FCM, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: cargo comissionado, Enquadramento Funcional: Assessora Técnica, Carga horária: 40
Outras informações
Atividades: análise de processos licitatórios; contratação por dispensa e inexigibilidade de licitação; minutas de contratos, convênios e aditivos; acompanhamento de processos em que são vítimas ou infratores crianças e adolescentes acolhidos e abrigados pela instituição.


Centro Educacional de Tecnologia em Administração, CETEAD, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: consultora técnica, Carga horária: 30
Outras informações
Estive lotada no Conselho Estadual de Trânsito e na Superintendência de Engenharia de Tráfego, com as seguintes atividades: elaboração de pareceres sobre licitações, contratos (e aditivos), matéria de trânsito, serviço público municipal (concessão de aposentadoria, licenças, exoneração, aplicação de penalidades, etc.) e outros atos administrativos. Participação como membro da Comissão Permanente de Licitação e de Grupo de Trabalho para a reativação da implantação do CTA ? Central de Tráfego por Área.


Juspopuli - Escritório de Direitos Humanos, JUSPOPULI, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenadora dos Escritórios de Mediação, Carga horária: 20


Corrdenação de Art. e Mobilização da Pen. Itapagipana, CAMPI, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Advogada



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Entre a África e a América do Sul: dilemas e desafios do Brasil na Cooperação Sul-Sul
Descrição: Analisar, com ênfase na atuação do Brasil, os sentidos, dinâmicas, alcances e limites da Cooperação Sul-Sul, nos âmbitos dos processos de integração regional, da cooperação econômica, tecnológica, em políticas sociais, ambientais e migratórias entre Estados do Sul Global, e da cooperação política entre atores do Sul Global em organizações internacionais. Para a consecução desse objetivo geral e para o aprofundamento de estudos de pesquisas anteriores desenvolvidas pelo LABMUNDO, esta proposta de pesquisa amplia tanto a dimensão territorial quanto a dimensão temática a ser investigada, privilegiando uma análise que produza novas sínteses e evidencie a complexidade das agendas e atores da cooperação internacional, as contradições inerentes aos processos de cooperação e os desafios conceituais, políticos e estratégicos impostos pelos processos de Cooperação Sul-Sul..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
A Bahia e os países africanos na contemporaneidade: a configuração das relações a partir da construção de uma África mítica e da instrumentalização do discurso de proximidade cultural
Descrição: O discurso brasileiro para sua reaproximação com países do continente africano na última década foi qualificado tanto pela ideia de proximidade cultural originada pela importância da herança africana para a formação da sociedade brasileira, como pela de existência de uma dívida histórica com esses países em razão do contingente de africanos escravizados no país. Caracterizada por sua intermitência desde a abolição da escravatura, as relações políticas e econômicas entre o Brasil e os países africanos são complexificadas pelo discurso construído pela diáspora negra, que apresenta uma África mitificada, uma e tribal, cuja importância para a ressignificação das manifestações culturais e aglutinação das lutas da população negra é central. Nesse movimento, a Bahia passou a ocupar importante papel como centro radiador de africanismos, tendo em vista que a grande presença de africanos escravizados na época colonial e suas estratégias de preservação cultural possibilitaram a formação de uma cultura que manteve seus traços africanos em maior grau comparativamente a outros lugares da diáspora negra. Dessa forma, o presente projeto de pesquisa objetiva compreender a configuração das relações contemporâneas entre o Estado da Bahia e os países africanos a partir da influência da construção de uma imagem mitificada da África e da instrumentalização do discurso de proximidade cultural..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Elga Lessa de Almeida - Coordenador / Elsa Sousa Kraychete - Integrante / Karl Gerhard Seibert - Integrante.
2014 - 2016
A cooperação brasileira para o desenvolvimento internacional com Angola e Moçambique: entre o discurso solidário e a prática pragmática
Descrição: Analisar as relações entre o Brasil, Angola de Moçambique, com foco no entrecruzamento entre a ação de empresas brasileiras e a atuação governamental por meio da Cooperação para o Desenvolvimento Internacional, no contexto político que, por um lado, redefine o lugar do Brasil no cenário político de poder internacional e, por outro lado, o reaparecimento do continente africano na geopolítica mundial.Os movimentos das empresas e do governo brasileiro que elegem países africanos entre as áreas estratégicas de expansão dos seus investimentos e a eleição da África como a segunda prioridade para ações cooperativas, respectivamente, tornam o momento atual particularmente propício para a realização de investigações neste foco. Para atender ao objetivo proposto a investigação será encaminhada de forma: a mapear os projetos de cooperação brasileira para o desenvolvimento internacional em Angola e Moçambique; analisar arquitetura institucional brasileira, de forma a identificar possíveis gargalos na implementação da cooperação que ultrapasse os limites de ações descontinuas e pontuadas; identificar as principais empresas brasileiras que atuam em Angola e Moçambique Perpassa toda a pesquisa a identificação de discursos e articulações entre atores, agendas e práticas entre entes públicos e privados na cooperação entre o Brasil, Angola e Moçambique..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Elga Lessa de Almeida - Integrante / Elsa Sousa Kraychete - Coordenador / Maria Elisa Pessina Huber - Integrante / Ana Elisa Saggioro Garcia Muller - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Brasil na Cooperação Sul-Sul: América do Sul, África e BRICS
Descrição: O campo das relações internacionais tem sido marcado, desde seu advento, pela dualidade cooperação versus conflito. A questão de fundo que acompanha essa área de estudo pode ser sintetizada na seguinte pergunta: dadas as condições específicas do ambiente internacional, marcado pela ausência de um Estado e de um governo comum, em que medida os Estados podem cooperar? O interesse deste estudo está voltado especificamente para a posição do Brasil nesse cenário, isto porque há uma lacuna no conhecimento a respeito do crescimento das atividades de cooperação brasileira no exterior, o que tem apontado para a necessidade de maior sistematização e reflexão acerca do tema no país. Diferente daquela cooperação praticada pelos países do Norte, sob a regulamentação da OCDE, existem ainda no Brasil lacunas quanto orientações políticas oficiais acerca dos objetivos, prioridades e critérios de distribuição (temática, geográfica ou temporal) dos recursos para a cooperação para o desenvolvimento internacional.
 Sabe-se que uma característica da cooperação brasileira é a natureza segmentada do quadro institucional. A cooperação brasileira desenvolveu-se ao longo do tempo de forma descentralizada, com mais de uma centena de instituições brasileiras do governo federal, operando e disponibilizando expertise em setores diversos, de acordo com as demandas de países em desenvolvimento. Tendo em vista responder à complexidade temática e territorial deste estudo, o projetos esta concebido a partir de quatro eixos: (1) Contempla estudos sobre relações de cooperação na América do Sul. Visa analisar a inserção da América Latina no contexto das transformações da política internacional pós-1990; (2) Trata das relações de cooperação do Brasil com a África. Propõe estudar diversas políticas da diplomacia brasileira nas últimas décadas sobre a relação do país com aquele continente. (
3) Contempla as relações Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul - BRICS, visando a produzir conhecimentos sobre uma articulação geopolítica de relevância crescente, tendo por foco a educação; 
(4) Contempla o estudo da atuação dos países emergentes em organizações internacionais, especialmente a Organização das Nações Unidas. Propõe pesquisar as negociações, deliberações e agendas da ONU no plano multilateral das temáticas dos direitos humanos e meio ambiente. 
Os quatro eixos permitem uma integração teórica e metodológica para construir um conhecimento mais sistemático e analítico sobre a capacidade de interação do Brasil com atores internacionais tão diversos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (9) Doutorado: (3) .
Integrantes: Elga Lessa de Almeida - Integrante / Elsa Sousa Kraychete - Coordenador / ADRIANA FERREIRA DE MELO - Integrante / ANA ANGÉLICA MARTINS DA TRINDADE - Integrante / ANA MARIA FERREIRA MENEZES - Integrante / ANDRÉA CARDOSO VENTURA - Integrante / DANIEL MAURÍCIO CAVALCANTI DE ARAGÃO - Integrante / DENISE CRISTINA VITALE RAMOS MENDES - Integrante / JOSÉ AURIVALDO SACCHETTA RAMOS MENDES - Integrante / JOSÉ CÉLIO SILVEIRA ANDRADE - Integrante / KATIA SIQUEIRA DE FREITAS - Integrante / MARIA DE FÁTIMA HANAQUE CAMPOS - Integrante / MARIA TERESA FRANCO RIBEIRO - Integrante / RUBENILDA SODRÉ DOS SANTOS - Integrante / RUTHY NADIA LANIADO - Integrante / VALDEMIR DONIZETTE ZAMPARONI - Integrante / AUGUSTA COELHO SANTANA - Integrante / IDILA MUNIZ GOMES GUIMARAES SAMPAIO - Integrante / JULIANA RODRIGUES DE SENNA - Integrante / LUANDA ALMEIDA REIS DA SILVA - Integrante / MARIA ELISA HUBER PESSINA - Integrante / MARIELA PINTO AYALA - Integrante / MILTON JOSÉ DEIRÓ DE MELLO NETO - Integrante / MONIQUE SILVA COSTA - Integrante / PAULA PIMENTA MATOSO NUNES - Integrante / SAULO BRANDÃO DE AQUINO - Integrante / THIAGO REIS GÓES - Integrante / TACILLA DA COSTA E SÁ SIQUEIRA SANTOS - Integrante / PATRICIA LESSA SANTOS - Integrante / LÁZARO AUGUSTO GUIMARÃES ANDRADE - Integrante.
2012 - 2016
A Inserção do Rio de Janeiro nas Agendas da Cooperação Sul-Sul Descentralizada
Descrição: O projeto visa a produzir elementos de análise que contribuam para a definição de estratégias locais e regionais de inserção do Rio de Janeiro nas agendas da política externa brasileira de cooperação sul-sul. O momento é particularmente propício para que pesquisas como essas sejam desenvolvidas: o Brasil começa a tornar qualitativamente mais densa a sua participação ? não mais apenas enquanto beneficiário, mas também como doador ? no campo da cooperação internacional, em áreas das mais diversas (saúde pública, educação formal, cooperação universitária, educação não formal, meio ambiente, projetos de assistência técnica, desenvolvimento agrícola, cooperação tecnológica e desenvolvimento científico, gestão pública, etc) e em parceria com países em desenvolvimento de diferentes regiões do mundo, sobretudo no continente africano e na região latino-americana. Isso ocorre no mesmo momento em que outros grandes países periféricos e potências emergentes (África do Sul, China, Índia, México, Turquia, por exemplo) passam a desempenhar papéis relevantes nessa agenda política e estratégica. Daí resulta a necessidade de se conhecer mais detalhadamente essa realidade, inclusive na perspectiva de atores não governamentais, redes e movimentos, com o intuito de desenvolver eixos estratégicos de pesquisa e de ação política para o estado do Rio de Janeiro, no que tange à cooperação sul-sul descentralizada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Elga Lessa de Almeida - Integrante / Elsa Sousa Kraychete - Integrante / Maria Regina Soares de Lima - Coordenador / Carlos Roberto Sanchez Milani - Integrante / Enara Echart - Integrante / Leticia Pinheiro - Integrante / Mónica Salomón - Integrante / Daniel Aragão - Integrante / Maria Priscilla Kreitlon - Integrante / Camila Carneiro Dias Rigolin - Integrante / Miriam Gomes Saraiva - Integrante / Alfa Oumar Dialo - Integrante / Bruno Ayllon Pino - Integrante / Juan Pablo Prado Lallande - Integrante / Breno Bringel - Integrante / Jurek Seifert - Integrante / Carolina de Oliveira Salgado - Integrante / André Luis Nascimento dos Santos - Integrante / Tacilla Siqueira Santos - Integrante.
2012 - 2013
Cooperação Sul-Sul: Brasil-Angola
Descrição: Este projeto visa a construir elementos que contribuam para a análise sobre o aumento de interesses econômicos comandados pela expansão dos investimentos de empresas brasileiras em direção a África e o discurso governamental que anuncia uma diplomacia cooperante, que tem por objetivo quitar a dívida histórica do Brasil com o continente africano e, segundo, a inquietações de setores da sociedade civil angolana com a presença de empresas brasileiras que reproduzem modelos de desenvolvimento orientados por interesses econômicos, ignorando, muitas vezes, o respeito aos direitos humanos e as questões ambientais. A partir de uma perspectiva ampla, este estudo reflete sobre esta problemática, contextualiza o lugar ocupado pela África no mercado energético mundial, as relações do Brasil com Angola num entrelaçamento de interesses empresariais e políticos. Tudo isso visando a busca de meios para repensar, a partir de ações da sociedade civil brasileira e a angolana, formas de relação que não sejam marcadas por interesses econômicos unicamente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Elga Lessa de Almeida - Integrante / Elsa Kraychete - Coordenador / Maria Elisa Pessina Huber - Integrante.


Revisor de periódico


2016 - 2016
Periódico: Caderno CRH (Online)
2016 - 2016
Periódico: Contexto Internacional (on-line)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional/Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ALMEIDA, E. L.2017ALMEIDA, E. L.. DO OUTRO LADO DO ATLÂNTICO: AS RELAÇÕES POLÍTICAS E ECONÔMICAS ENTRE O BRASIL E OS PAÍSES AFRICANOS DESDE O SÉCULO XX. CADERNOS DO CEAS, v. 241, p. 445-476, 2017.

2.
ALMEIDA, E. L.2016ALMEIDA, E. L.. ENTRE O DISCURSO SOLIDÁRIO E A AÇÃO PRAGMÁTICA DA COOPERAÇÃO BRASILEIRA EM MOÇAMBIQUE: os casos dos projetos de implantação da fábrica de medicamentos antirretrovirais e o Prosavana.. Caderno CRH (Online), v. 29, p. 28-57, 2016.

3.
ALMEIDA, E. L.2015 ALMEIDA, E. L.. Nuevas o viejas relaciones? La cooperación técnica brasileña en Mozambique durante el gobierno de Lula da Silva. Íconos (Quito), v. 51, p. 65-81, 2015.

4.
ALMEIDA, E. L.2013 ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . O discurso brasileiro para a cooperação em Moçambique: existe ajuda desinteressada?. Astrolabio (Buenos Aires), v. 10, p. 341-374, 2013.

5.
ALMEIDA, E. L.2007ALMEIDA, E. L.. Participação popular na gestão da Segurança Pública: Um estudo sobre o Conselhor Comunitário Social e de Segurança do bairro do Rio Vermelho. Revista da Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública, v. 01, p. 59-70, 2007.

Capítulos de livros publicados
1.
ALMEIDA, E. L.. A extensão no ensino: a relação com comunidades do recôncavo no componente ?diversidade, cultura e relações étnico-raciais". In: Lia Lordelo. (Org.). Relatos extensionistas: CECULT em ação. 1ed.Santo Amaro: , 2018, v. , p. 32-35.

2.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . Moçambique e a cooperação internacional para o desenvolvimento. In: MORAIS, Carolina (org.); PEREIRA, Matheus (org.); MATTOS, Regiane (org.). (Org.). Encontros com Moçambique. 1ed.Rio de Janeiro: Editora PUC-Rio, 2016, v. , p. 1-284.

3.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . Cooperação Brasil-Moçambique no governo Lula: marcos para a compreensão de um discurso. In: KRAYCHETE, Elsa Sousa; VITALE, Denise. (Org.). Cooperação Internacional para o Desenvolvimento: desafios no século XXI. 1ed.Salvador: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2013, v. 1, p. 7-292.

4.
ALMEIDA, E. L.. Cooperação Norte-Sul (verbete). In: IVO, Anete B. L., KRAYCHETE, Elsa Sousa; BORGES, Ângela Maria Carvalho; MERCURI, Cristiane;VITALE, Denise C. ; SENNES, Stela. (Org.). Dicionário Temático Desenvolvimento e Questão Social: 81 problemáticas contemporâneas. 1ed.São Paulo: Annablume Editora, 2013, v. , p. 73-79.

5.
ALMEIDA, E. L.. Cooperação Sul-Sul (verbete). In: IVO, Anete B. L., KRAYCHETE, Elsa Sousa; BORGES, Ângela Maria Carvalho; MERCURI, Cristiane;VITALE, Denise C. ; SENNES, Stela. (Org.). Dicionário Temático Desenvolvimento e Questão Social: 81 problemáticas contemporâneas.. 1ed.São Paulo: Annablume Editora, 2013, v. , p. 79-84.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
ALMEIDA, E. L.. Boletim Rede de Cristãos das Classes Médias. Boletim Rede de Cristãos das Classes Médias, ano XVI, nº187, Petrópolis, RJ, p. 11 - 11, 01 jul. 2008.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ALMEIDA, E. L.. O ProSavana e a cooperação brasileira: as contradições do discurso e da prática brasileira em Moçambique. In: 3º Seminário de Relações Internacionais: Graduação e Pós-Graduação, 2016, Florianópolis. Anais eletrônicos, 2016.

2.
ALMEIDA, E. L.. Entre o discurso solidário e a ação pragmática da cooperação brasileira: os casos da implantação da fábrica de medicamentos antirretrovirais e o ProSavana. In: 5º Encontro Nacional da ABRI, 2015, Belo Horizonte. Anais Eletrônicos do 5º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais, 2015. v. 1.

3.
ALMEIDA, E. L.. Entre o discurso solidário e a ação pragmática: a cooperação técnica brasileira em Moçambique no governo de Lula da Silva.. In: 2º Seminários de Relações Internacionais - Graduação e Pós-Graduação, 2014, João Pessoa. Anais eletrônicos, 2014.

4.
ALMEIDA, E. L.. A construção da agenda étnica: um breve olhar sobre as mudanças conjunturais e teóricas. In: III Seminário Políticas Sociais e Cidadania, 2010, Salvador. Anais III Seminário Políticas Sociais e Cidadania, 2010.

5.
ALMEIDA, E. L.. Participação popular na gestão da Segurança Pública: a evolução de sua implementação na Bahia. In: XXXIII EnAnpad - encontro Científico em Administração, 2009, São Paulo. Resumo dos Trabalhos XXXIII EnAnpad 2009, 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . Moçambique e a cooperação internacional para o desenvolvimento. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
ALMEIDA, E. L.. O ProSavana e a cooperação brasileira: as contradições do discurso e da prática brasileira em Moçambique. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
ALMEIDA, E. L.. Entre o discurso solidário e a ação pragmática da cooperação brasileira: os casos da implantação da fábrica de medicamentos antirretrovirais e o ProSavana. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . O discurso brasileiro para a cooperação em Moçambique: existe ajuda desinteressada?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
ALMEIDA, E. L.. A construção da agenta étnica: um breve olhar sobre as mudanças conjunturais e teóricas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E. S. . Participação popular na gestão da Segurança Pública: a evolução de sua implementação na Bahia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
ALMEIDA, E. L.. Participação popular na gestão da Segurança Pública: a evolução de sua implementação na Bahia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
ALMEIDA, E. L.. Comissão científica do XII Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura - ENECULT. 2016.

2.
ALMEIDA, E. L.. Comissão científica do III Fórum de Licenciaturas da UFRB/IV Seminário do PIBID UFRB/ I Seminário do PIBID Diversidade da UFRB. 2016.

3.
ALMEIDA, E. L.. Comissão científica da IV Semana Baiana de Relações Internacionais: entre a globalização e a geopolítica. 2016.

Trabalhos técnicos
1.
KRAYCHETE, E. S. ; ALMEIDA, E. L. ; Maria Elisa Pessina Huber . Cooperação Sul-Sul Angola e Brasil: um primeiro estudo de caso. 2013.


Demais tipos de produção técnica
1.
ALMEIDA, E. L.. A agenda étnica internacional e a questão indígena na Bolívia. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
ALMEIDA, E. L.; SILVA, Thiago Lima da; KRAYCHETE, E. S.. Participação em banca de Daniela Maia Cunha. A agenda da FAO para a África: um estudo de caso em Moçambique. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

2.
KRAYCHETE, E.; SILVA, Thiago Lima da; Oliveira, Paulo César Miguez de; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Fernanda Maria Baraúna de Freitas Aragão. Vozes de Nacala: uma análise sobre as potencialidades e limites da articulação contra o ProSAVANA. 2017. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

3.
KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.; PAIXÃO, Roberto Brazileiro; MOURA, Mariluce de Souza; ANDRADE, Roberto F. S.. Participação em banca de Saulo Brandão de Aquino. Estudo da Internacionalização em uma Universidade brasileira baseado em mobilidade acadêmica, aspectos institucionais e cenário externo: o caso da Universidade Federal da Bahia. 2016. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal da Bahia.

4.
KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.; MOURAD, Laila Nazem. Participação em banca de Antônio Carlos Silva Ferreira. A participação do Brasil no Programa Gran Misión Vivienda Venezuela à luz dos princípios da Cooperação Sul-Sul. 2016. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

5.
KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.; João Martins Tude. Participação em banca de Frederico Lacerda Couto de Oliveira. Desafios no reconhecimento dos monumentos negros no Brasil: a importância dos atores sociais nos processos de tombamento do patrimônio nacional. 2015. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal da Bahia.

Teses de doutorado
1.
KRAYCHETE, E. S.; Mendonça, Patrícia Maria Emerenciano de; ALMEIDA, E. L.; Santos, Maria Elisabete Pereira; João Martins Tude. Participação em banca de Maria Elisa Huber Pessina. Determinantes da Solidariedade Sul-Sul: uma análise da construção do Programa de Cooperação brasileira para o Desencolcimento Internacional Purchase from Africans for Africa (PAA África). 2018. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Mestrado
1.
ALMEIDA, E. L.; Malomalo, Bas'Ilele. Participação em banca de Stela Ananda de Barros Simões. Os ventos do Atlântico Sul: perspetivas e entraves na relação de cooperação para o desenvolvimento entre Brasil e Angola. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

2.
KRAYCHETE, E. S.; GOMES, Patrícia A. G.; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Deuinalom Fernando Cambanco. A relação entre a China e a Guiné-Bissau no âmbito da Cooperação Sul-Sul: um estudo crítico sobre os acordos de cooperação no setor da pesca. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

3.
CALDAS, Alcides dos Santos; KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Marcelo Goulart Santos. Governança territorial na CPLP: o papel da confederação empresarial.. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Geografia) - Universidade Federal da Bahia.

4.
ALMEIDA, E. L.; KRAYCHETE, E.. Participação em banca de Daniela Maia Cunha. Os desafios do combate à fome: um estudo crítico da atuação da FAO em Moçambique entre os anos 2000 e 2014. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

5.
KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Fernanda Maria Baraúna de Freitas Aragão. As tensões entre Estado, sociedade civil e empresas na concepção e implementação do Pro-Savana.. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

6.
KRAYCHETE, E. S.; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Antônio Carlos Silva Ferreira. A participação do Brasil no Programa La Gran Misión Vivienda Venezuela à luz dos novos princípios da Cooperação Sul-Sul. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NAKAGAWA, Regiane Miranda de Oliveira; LORDELO, Lia da Rocha; ALMEIDA, E. L.. Participação em banca de Vanda Ferreira do Livramento.A constituição dos lugares na Feira de Santo Amaro da Purificação. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2.
ALMEIDA, E. L.; LINDNER, M. L. S. A. B.; ALVES, Rita de Cássia P. A.. Participação em banca de Hélio José Viana Ramos e Daniela Santos Bento.A cultura como fortalecimento da comunidade remanescente quilombola do Acupe. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

3.
ALMEIDA, E. L.; Avdzejus, Érica E.; Rocha, Luiza Augusta Gomes da.. Participação em banca de Luis Eduardo Bitencourt dos Santos.Qual a participação da sociedade na definição de políticas públicas em Lauro de Freitas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Curso de Administração) - União Metropolitana de Educação e Cultura.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Siélia Barreto Brito; AVILA, H. D. D.; ALMEIDA, E. L.. Banca examinadora da área de Direito, Edital interno nº01/2017 CAHL. 2017. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Conferência Internacional do IESE: desafios da investigação social e económica em tempos de crise. Da euforia à constatação de fragilidade: as relações entre o Brasil e os países africanos em momento de crise. 2017. (Congresso).

2.
3 Seminário de Relações Internacionais: graduação e pós-graduação.O ProSavana e a cooperação brasileira: as contradições do discurso e da prática brasileira em Moçambique. 2016. (Seminário).

3.
III Fórum de Licenciaturas da UFRB/ IV Seminário do PIBID.Educação e Diversidade. 2016. (Encontro).

4.
II Semana da África: Encontros com Moçambique.Moçambique e a cooperação internacional para o desenvolvimento. 2016. (Seminário).

5.
I Semana de Pesquisa do CECULT.Cultura e Interdisciplinariedade. 2016. (Encontro).

6.
IV Semana Bahiana de Relações Internacionais - Entre a globalização e a geolpolítica.As relações entre o Brasil e os países africanos: história e perspectivas contemporâneas. 2016. (Seminário).

7.
2º Seminários de Relações Internacionais - Graduação e Pós-Graduação.Entre o discurso solidário e a ação pragmática: a cooperação técnica brasileira em Moçambique no governo de Lula da Silva.. 2014. (Seminário).

8.
VI Congresso Internacional da África Lusófona - I Encontro da África Global. 2013. (Congresso).

9.
III Conferência Internacional da IESE.O discurso brasileiro para a cooperação em Moçambique: existe ajuda desinteressada?. 2012. (Outra).

10.
III Congresso Brasileiro de Licitações, Contratos e Compras Governamentais. 2007. (Congresso).

11.
VII Congresso Brasileiro de Direito do Estado. 2007. (Congresso).

12.
Fóruns de Avaliação da Gestão de Políticas Públicas na Edição 2006 do Selo Unicef Município Aprovado.Avaliação das políticas públicas. 2006. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
ALMEIDA, E. L.. II Semana Baiana de Relações Internacionais. 2011. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Stela Ananda de Barros Simões. A Cooperação para o Desenvolvimento entre Países do Sul Global: a Relação Bilateral dos Estados Brasileiro e Angolano.. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Tiago dos Santos Silva. A percepção dos movimentos negros sobre a África. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).

2.
Wenna Magna Santos de Jesus. Dados econômicos entre o Estada da Bahia e os países africanos e sua repercussão sobre a presença de trabalhadores baianos no continente. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Daniela Maia Cunha. A agenda da FAO para a África: um estudo de caso em Moçambique. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Daniela Santos Bento. A cultura como fortalecimento da comunidade remanescente quilombola de Acupe. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

2.
Hélio José Viana Ramos. A cultura como fortalecimento da comunidade remanescente quilombola de Acupe. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

3.
Maria Eulália Rastelly Rabelo. Capoeira e gênero: o papel da mulher na capoeira em Santo Amaro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

4.
Thamires Damasceno Estrela Conceição. Capoeira e gênero: o papel da mulher na capoeira em Santo Amaro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

5.
Roberta Rastelly Rabelo. São João em Santo Amaro: dinâmicas da mudança e manutenção da tradição junina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

6.
Waldira de Souza Santos Lima. São João em Santo Amaro: dinâmicas da mudança e manutenção da tradição junina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

7.
Luis Eduardo Bitencourt dos Santos. Qual a participação da sociedade na definição de políticas públicas em Lauro de Freitas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de Administração) - União Metropolitana de Educação e Cultura. Orientador: Elga Lessa de Almeida.

Iniciação científica
1.
Irlana de Jesus da França. Presença africana nas universidades públicas com sede na Bahia. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Interdisciplinar em Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Elga Lessa de Almeida.



Outras informações relevantes


Aprovação em concurso público para o cargo de Analista de Planejamento e Administração do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, conforme edital nº4, de 20 de dezembro de 2005, publicado no DOU de 21 de dezembro de 2005, seção 3, p.17.

Aprovação em processo seletivo simplificado para cargo MCID-IV-C no Ministério das Cidades, conforme edital nº 27, de 13 de abril de 2009, publicado no DOU de 14 de abril de 2009. 

Membro associada da Associação dos Advogados de Trabalhadores Rurais - AATR.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 10/12/2018 às 17:33:11